sexta-feira, 9 de maio de 2008

SPEED RACER ESTRÉIA PRA COMPETIR COM HOMEM DE FERRO

- Oh meu Deus, tomara que Speed Racer não seja tão ruim quanto seu trailer!

Nos EUA, daqui até final de julho, no mínimo, acontece a estréia de um arrasa-quarteirão por semana. Muitos geralmente aterrisam ao mesmo tempo noutras partes do universo, como se fosse uma dominação interplanetária. O desta semana é Speed Racer, que não estou com a menor vontade de ver (o trailer é horrendo), mas vou ver. E juro que este final de semana vejo também o hiper-elogiado Homem de Ferro. Até agora não ouvi uma só voz discordante. Semana que vem vocês podem ler críticas dos dois aqui, Speed e Homem. Por enquanto, fiquem com a de Banquete do Amor (Feast of Love).

Ah sim, também é a hora de Jogo de Amor em Las Vegas (marcado pro Brasil pra 27 de junho), porque é como eu falei: é um no cravo, outro na ferradura (odeio esses provérbios antigos, rurais, porque erro todos). Ou seja, lançam uma superprodução pra meninos, e uma pra meninas. Essas últimas ficam com a Cameron Diaz tropeçando nas idéias e com o Ashton Kutcher colocando pipoca dentro da calça. Não sei qual sexo leva a pior.

Com esses dois blockbusters e mais Iron Man ocupando quase todas as salas, sobra pouco espaço pros filmes menores. Em cinemas muito restritos daqui dos EUA, chegam Redbelt, do David Mamet, um drama sobre Jiu-jitsu com a Alice Braga e o Rodrigo Santoro no elenco (veja o trailer), e uma comédia romântica francesa com a Audrey Tautou, Priceless (Hors de Prix; trailer aqui). A Audrey é a eterna Amélie Poulain, sabe.

Neste final de semana, no país tropical, além de Speed Racer e Banquete, surge também 5 Frações de uma Quase História, um filme nacional com Gero Camilo e Leonardo Medeiros (veja o trailer aqui).

Ah, ótima notícia: vou ver o press screening de Indiana Jones (que toma o planeta dia 22) no dia 19. Não estou indo a tantas sessões de críticos como gostaria porque elas ocorrem em cinemas distantes, difíceis de chegar de ônibus. Mas Indiana será bem no nosso cinema preferido, ueba! E por falar no fatídico dia 22, continuam jurando que Nevoeiro estréia no Brasil nessa data. Veremos...

13 comentários:

cavaca disse...

Olálola...eu vi homem de ferro. E na minha opinião eles precisavam de um roteirista melhor. O problema é que esse foi o primeiro filme produzido inteiramente pela marvel, e o foco principal com certeza era faturar horrores... o que para Hollywood significa que o filme foi uma obra-prima, garantia de uma sequência ainda mais espalhafatosa. O Robert não faz grande coisa pelo personagem, é o arrogante tradicional playboy que na minha opinião não dá para ser compativél com genialidade. E ainda, esqueceram-se qual a essência de um herói, a luta pelos oprimidos, as injustiças corrigidas, a salvação dos inocentes, o exemplo de uma nova esperança num mundo doente. Claro que há algumas coisas nesse sentido, mas não chegam ao ponto de vibrar em nós. Eles centram-se em o homem de ferro e seu sócio traidor para verem quem é que mija mais longe, obviamente tudo repleto de efeitos especiais. A miss Gwyneth Paltrow, coitada, nem precisava estar no filme.
Exemplo: Homem-aranha dois se focou numa grande história, comovente até, de um herói fabuloso que vive com problemas que não acabam mais. (Um dos roteiristas foi michael chabon, o grande) Ele precisa de nós assim como precisamos dele. Homem de ferro esqueceu-se disso e converteu tudo em grandes efeitos especiais para garotos de 12 anos.
O bom foi que após esta sessão fui ver 27 dresses e gostei muito.
ciau.

nita disse...

Eu posso ser a primeira de opinião controversa?
Eu achei o filme bem fraco. A história é fraca, o desenvolvimento do filme é ruim, me pareceu que as coisas aconteciam sem motivo, rápidas demais e sem explicações.

Andie disse...

Uuuuuuu ADOREIIII Iron Man, posso ver que o Cavaca eh mais critico, mas eu achei infinitamente melhor que qualquer Homem Aranha (quem nao gosta de um bom jerk? Can you say, "House"?). To doida pra ver de novo ja.
Queria muito ir ver Speed Racer, mas nao saiu uma critica boa do coitado, e eu gostava muito do desenho, dai acho que vou deixar pra baixar mesmo.
E falando em herois arrogantes, Hancock ta chegando... :)

lola aronovich disse...

Obrigada pelos comentarios, Cavaca, Nita e Andie. Vou rele-los com carinho depois de ver o filme, e so ai eu opino. Mas, me conhecendo, sei que se o filme for a metade da maravilha que todo mundo anda pintando, ja vou ficar mais que satisfeita.
E Speed Racer... Vai ser dificil vc encontrar uma critica positiva, Andie. O Metacritic ta dando 35 (em 100). Se bem que a media dos leitores eh mais que o dobro, 75. E pra What Happens in Vegas os criticos dao 37, mas isso ja eh meio previsivel. Nao tem muita chance daquela comedia ser boa. Vc vai ver, Andie? Viu Made of Honor ou o James disse que nao vi nem morto?

Igor Garcia disse...

Lola, aguardo pela sua cronica do homem de lata e do Speed, por mera diversão e risadas das suas críticas, já q não tenho interesse em ver nenhum dos dois. Speed nos idos de 19 só fui descobrir numa madrugada de Cartoon Network e achei uma m...já Homem de Ferro, minha experiencia com Motoqueiro Fantasma já mostrou o suficiente que meu antiácido pode suportar! Portanto vou aguardar a vinda do Dark Knight e o lançamento, na mesma semana do meu aniversário, intergalaxial do Indiana Jones! Esperando anciosamente algo de bom, depois de passar um aniversário xingando o Código da Vinci!

Se não der certo eu desisto de experiencias cinematográficas em semana de aniversário e fico com a velha e tradicional esbórnia rega-bofe de uma semana! =)

Bjs n'alma!

Andie disse...

ah, comedia romantica pra mim, ultimamente, soh se parecer bem interessante ou gracinha, como o Jane Austen Book Club, ou Because I Told You So, que eu amei.. O Patrick Dempsey tah achando que eh o novo Richard Gere? Nao cola nao...

lola aronovich disse...

Igor, vc não vai ver nenhum dos dois? Posso ser crucificada por isso, mas eu até gostei de Motoqueiro Fantasma... (quero dizer, não detestei. Também não veria de novo).
Eu me lembro muito pouquinho de Speed Racer. Lembro da musiquinha...
Quando é o seu aniversário mesmo?
Andie: o Because I Said So é aquele com a Diane Keaton que foi eleito o segundo pior filme do ano passado, só ficando atrás de Norbit? Say it ain't so...

lucianojr_6 disse...

Se eu tiver que escolher entre Speed Racer e Home de Ferro para ver, por mais que as críticas falem o contrário, eu escolho o primeiro. Eu gosto muito de filmes de super heróis. Adoro Home aranha. Mas, sinceramente, Homem de Ferro não me parece muito chamativo. O trailer é chato que só ele. Speed Racer, apesar deu não esperar grandes coisas, me parece muito mais divertido.

Julio Cesar disse...

Só irei ver Homem de Ferro se a Lola gostar tanto a ponto que querer ver de novo. Se for pra aturar coisa ruim, prefiro Speed Racer.

Silvio Cunha Pereira disse...

Ih, então tá mal, hein, Julio? Eu vi Homem de Ferro ontem e pretendo escrever e publicar a crítica amanhã, sem falta (tô atrasada. Era pra ser hoje). Eu mais ou menos gostei, mas não veria o filme de novo de jeito nenhum. Só que, comparado a Speed, Iron Man é ótimo. Como disse o maridão antes de começar a sessão de Speed, "Iron Man vai melhorar enormemente nas próximas duas horas". E ainda bem que vimos Iron primeiro e pudemos sair no meio de Speed!

lola aronovich disse...

Oops, obviamente esse comentário acima quem escreveu fui eu, nao o maridao. Ele nem chega perto do blog...

Julio Cesar disse...

É, a gente sabe que o texto não é do maridão pela ausência de erros de acentuação logo na primeira linha. Mas já me decidi. Irei ver o Homem de Ferro e ficarei longe de Speed.

lola aronovich disse...

Pois é, Julio, o maridão não sabe digitar. Ele levaria uma tarde pra redigir o parágrafo acima. Bom, depois me conta o que achou de Iron Man (eu tenho que escrever a crítica AGORA).