quinta-feira, 19 de julho de 2018

"PRÓ-VIDA" AMEAÇAM DE MORTE DÉBORA DINIZ

Saiu uma notícia hoje na Fórum de que a professora e pesquisadora da UnB Débora Diniz, referência em direitos reprodutivos no Brasil e defensora da legalização do aborto, 
teve que deixar Brasília, onde vive, após ameaças de morte e agressão ao sair de uma palestra. 
Não sei se é exatamente isso que aconteceu. Uma pessoa me disse que essas ameaças presenciais ocorreram na semana passada, e que por isso Débora saiu de Brasília. Outra disse que a professora estaria agora num congresso internacional. 
O fato é que Débora vem sendo ameaçada há tempo, como praticamente qualquer feminista, ainda mais aquelas que lutam pela descriminalização do aborto no Brasil. No entanto, mais recentemente Débora virou alvo de ataques organizados de grupos de extrema direita ligados ao candidato fascista. 
Num país em que ativistas como Marielle são executadas com total impunidade, é seguro dizer que Débora corre perigo sim. E isso não pode acontecer, ainda mais num país que se diz democrático. 
Já manifestei e repito: toda solidariedade, toda sororidade, a Débora Diniz! Que ela esteja firme e presente nas audiências públicas que acontecerão agora no início de agosto no Supremo Tribunal Federal. Por favor, assinem a petição "O ódio não vencerá". 

quarta-feira, 18 de julho de 2018

MAIS UM CIDADÃO DE BEM: DR. BUMBUM

Fiquei sabendo ontem à noite, totalmente sem querer (pelo noticiário que vai depois do Masterchef, o único programa que vejo na TV), as notícias sobre o "Mr. Bumbum"
E hoje várias pessoas me pediram pra escrever sobre ele -- que eu nunca havia ouvido falar, apesar de ele contar com mais de 650 mil seguidoras (imagino que a grande maioria seja mulher) nas suas redes sociais.
Denis Cesar Barros Furtado era -- é, mas suponho que sua carreira tenha se encerrado -- um médico de 45 anos que se gabava de ter feito mais de 5 mil bioplastias 
(segundo ele, "uma técnica da medicina estética que também é chamada de plástica sem cortes, por ser um procedimento minimamente invasivo, de resultados imediatos e definitivos, como toda bioplastia médica deve ser, além de não necessitar de repouso pós procedimento. Utiliza anestesia local e não oferece o menor risco de complicações, quando realizada por médico capacitado, produtos médicos específicos e técnica correta").
Apesar da bioplastia "não oferecer riscos", segundo Denis, uma de suas pacientes, Lilian Calixto, uma gerente de banco de 46 anos, morreu no domingo. A prisão preventiva de Denis foi decretada, mas ele está foragido. Há recompensa para quem indicar onde ele está. Sua mãe, Maria de Fátima, 66 anos, também médica, também foragida, teve o registro cassado em 2015 por propaganda enganosa, por "realização de propaganda de método ou técnica não aceitos pela comunidade científica". 
Denis só tinha registro profissional para atuar em Brasília e Goiás, mas agia em vários outros estados. Já respondia por sonegação de impostos e lavagem de dinheiro. Comprava carros e os colocava em nome de laranjas. Na casa que alugava em Brasília, saiu devendo dois anos de aluguel. E, só pra coroar, já tinha passagens pela polícia por homicídio, porte ilegal de arma, e ameaça. 
Dr. Bumbum com sua mãe
Nas redes sociais, porém, ele era uma celebridade. Num de seus vídeos, Denis dizia: "Você já sabe que quando eu coloco esse jaleco verde é porque o bicho vai pegar. Nós vamos fazer glúteos bonitos aqui hoje". E apresentava imagens de antes e depois. Cobrava entre 10 mil e 20 mil reais para implantar PMMA (polimetilmetacrilato) para aumentar e remodelar nádegas. O PMMA não é absorvido pela pele. Foi essa a substância que causou a infecção e por pouco não matou a modelo Andressa Urach quatro anos atrás.
Candidatas a Miss Bumbum DF
Uma outra candidata a Miss Bumbum, Flávia, gastou 40 mil reais para Denis fazer vários procedimentos estéticos em seu corpo. Corre o risco de ser eliminada do concurso. 
A gerente bancária Lilian viajou ao Rio no sábado sem contar para a família. Queria fazer uma surpresa pro marido. 
Denis havia agendado a cirurgia em Brasília mas, três dias antes, mudou os planos para o Rio. O médico havia dito também que o procedimento seria feito numa clínica, não em seu apartamento. Um taxista que levou a bancária à cobertura do Dr. Bumbum é testemunha-chave do caso, já que esperou por Lilian na rua do prédio, e depois a seguiu quando foi levada ao hospital. 
Ao chegar lá numa cadeira de rodas, no final da noite, Lilian ainda estava consciente. Teve tempo de contar aos médicos o que aconteceu. Durante a madrugada, teve três paradas cardíacas e morreu. Denis saiu do hospital ao saber. O taxista avisou uma amiga de Lilian, que chamou a polícia.
Renata (ao centro), presa
Depois, Renata, a namorada de Denis que havia largado os estudos para ser técnica de enfermagem e trabalhava com ele, marcou um encontro com o taxista numa clínica para devolver os pertences de Lilian. A polícia montou um cerco e deu voz de prisão a Denis. Ele passou por uma chancela com seu carro e conseguiu fugir. 
Até agora, Renata é a única presa. 
A advogada de Denis e sua mãe disse que foi uma fatalidade e que a paciente só teve complicações após o procedimento.
É um caso horrível, e está longe de ser o único em que mulheres são mortas por tentarem atingir um padrão de beleza inatingível. Leia o fascinante O Mito da Beleza, de Naomi Wolf, e veja se vale a pena mutilar um corpo saudável. Veja se vale o risco por a sua vida nas mãos de uma pessoa como esse médico, que nem podia atuar como cirurgião plástico.
Clique para ampliar
Lógico que o Dr. Bumbum se crê um homem honrado, um cidadão de bem. Óbvio que ele é eleitor de Bolso. Em janeiro, no seu FB, escreveu, ao ver a praia cheia: "Sabe o que está faltando no Brasil? Carro bomba". Isso vindo de um médico, que em algum momento fez juramento de salvar vidas. 
No mesmo texto, ele desdenha de quem diz "é gopi!, homofobia!, não há provas!, ele é fascista, estuprador e opressor". Reclama também de ser "cerceado pelo conselho" (de medicina): "Médicos como eu que buscam inovar, são tão perseguidos que pensam em desistir e deixar pra lá estudar e se atualizar". 
E não tenho dúvida que apareça muita gente pra defender o Dr. Bumbum. 
Já consigo imaginar: deixem ele trabalhar em paz! O quê que tem fazer procedimentos estéticos em casa, não em consultório? 
O quê que tem ele vender plásticas sem a menor ética médica? O quê que tem ele não estar registrado para atuar naquela cidade? É o Estado se interferindo na vida do pobre cidadão de bem! 
Lilian Calixto foi enterrada hoje em Cuiabá.

UPDATE em 19/7: Dr. Bumbum e sua mamãe foram presos na tarde de quinta-feira no Rio. Antes de se entregar, Denis gravou cinco vídeos. Num deles, disse que "uma fatalidade acontece com qualquer médico". Um primeiro pedido de habeas corpus foi negado. 

terça-feira, 17 de julho de 2018

ASSIM COMO O TALIBAN, REAÇAS DO BRASIL ODEIAM MALALA

Semana passada, a ativista Malala Yousafzai, a mais jovem vencedora do Nobel da Paz na história, veio ao Brasil para palestras e para conhecer ativistas que lutam pela educação de meninas. 
Foi por isso que Malala foi baleada na cabeça em 2012: por ousar ir à escola, algo que o Talebã havia proibido para meninas. 
Ela escolheu três brasileiras (Ana Paula Ferreira de Lima, da Bahia, Denise Carreira, de SP,  e Sylvia Siqueira Campos, de Pernambuco) que farão parte da Rede Gulmakai, iniciativa do Fundo Malala que investe recursos para educar garotas. 
Entre várias atividades, comemorou aqui seu aniversário de 21 anos e conversou sobre Marielle Franco, outra ativista heroica como ela, mas que não teve a sorte de sobreviver ao atentado que sofreu há quatro meses. 
Malala é uma referência na luta das mulheres e direitos humanos. E esses temas irritam demais reaças que chamam de mito um deputado que referencia torturadores e ditaduras militares. 
Eles se uniram para demonizar Malala e, por tabela, regurgitar todos aqueles fake news sobre Marielle, a quem eles odeiam com todas as forças. 
Republico aqui o texto de Rafael D'Oliveira, embora discorde do seu título irônico. Volte ao Brasil sim, Malala! Felizmente, não são os reaças que mandam aqui. Eles são apenas uma minoria cheia de ódio. 
Malala, vá embora do Brasil e não volte mais!
Hoje eu acordei e fui checar as notícias, como faço todos os dias, e vi uma postagem do filho do deputado Jair Bolsonaro, o Carlos Bolsonaro, compartilhando uma baita fake news aqui no Facebook. Com isso, fui dar uma olhada no perfil do sujeito e analisar o que ele fala. Antes não o fizesse, eu teria um dia melhor...
Depois de rolar o feed por um tempo, encontrei um comentário dele sobre a presença da ativista Malala Yousafzai no Brasil. Ali meu café da manhã azedou.
Só para contextualizar, a Malala tem 21 anos e possui um prêmio Nobel da Paz por lutar por direitos humanos, igualdade de gênero, contra radicais islâmicos e pela educação de mulheres no Paquistão, onde elas são proibidas de estudar. Em 2012, a ativista sofreu um ataque e levou um tiro no rosto, ficando em estado grave. Fato que a tornou mundialmente conhecida. 
Voltando ao Carlos Bolsonaro... Ele questionava o fato da Malala entrar em um restaurante, no Rio de Janeiro, com 16 seguranças armados –- lembrando que ela ainda tem a cabeça a prêmio --, sendo que ela mesma defende o desarmamento da população dizendo que “as pessoas deveriam ter mais acessos aos livros”. De fato a ativista defende o desarmamento, mas, da população. Não das forças armadas, polícias, guardas etc.
Enfim, fui ler os comentários da postagem do vereador. Péssima ideia! Vi pessoas chamando a Malala de “prostituta de luxo”, “idiota”, “esquerdista”, “vadia”, “hipócrita” e outro comentários assustadores. Alguns considerando que ela devia ter morrido quando sofreu um ataque. Outros dizendo que ela defende ideologia de gênero (?) e, por isso, não era bem-vinda no Brasil. Acredite, um dos comentários comparava o prêmio Nobel da Malala com um papel higiênico: “se usado, não tem serventia”, disse.
Fiquei remoendo isso ao longo do dia e cheguei a uma conclusão. Uma população que ignora e repulsa uma pessoa que luta pela educação, pelos direitos humanos e pelas mulheres, com um Nobel, que tem um enorme poder representativo, para vangloriar “mitos” que alimentam discursos de ódio, não merece a presença de Malala. 
Desculpe, Malala! Mas, se eu pudesse te dizer algo nesse momento seria: Vá e não volte mais. O Brasil não merece a sua presença.

segunda-feira, 16 de julho de 2018

OS CICLOS ECONÔMICOS DA AMÉRICA LATINA

Estamos vivendo tempos tristes de retrocesso em toda a América Latina. E tem quem quer manter a direita no poder. Não dá pra entender o porquê. A menos que a pessoa seja rica, nada justifica colocar a direita no governo.
Agora me passaram a versão brasileira: 
E também como geralmente funciona a percepção de quem vota na direita:

domingo, 15 de julho de 2018

COPA DO MUNDO ACABA HOJE: VAI/VALEU FRANÇA!

Daqui a pouco termina a Copa do Mundo de futebol masculino, e vou ficar com saudades. Não entrei direito no "espírito da Copa", mas um evento internacional que só acontece a cada quatro anos quase sempre me cativa. Pelo menos em 2020 tem Olimpíadas (em Tóquio, eu tive que checar).
Não foi uma Copa marcante. Talvez o jogo mais emocionante tenha sido Alemanha e Suécia, ainda no começo. Não foi apenas o Brasil que esteve longe de ter uma grande equipe. Argentina e Alemanha também não tiveram, e ficaram de fora da competição antes mesmo que o Brasil. Nossa derrota não foi tão traumática, não foi um 7 a 1. A gente supera. 
Hoje eu torço pela França. Totalmente. Parece ter o melhor time, fora que não dá pra torcer pra Croácia, que tem vários jogadores envolvidos com nazismo e xenofobia. Além do mais, conheço muito mais franceses do que croatas, e amo Paris. 
E o Mbappé é lindo, o jogador mais bonito desta Copa, disparado (apesar de já ter dado vários indícios de ser quase tão insuportável quanto o Neymar).
Fora isso, compare a diversidade étnica e cultural da seleção francesa com a croata. Fico com a França, mil vezes.
Não dou a mínima que a França tenha nos vencido na final da Copa de 1998, na própria França, ou que ganhou da gente nas quartas-de-final da Copa de 2006, na Alemanha. Não sou rancorosa. Ontem levei quinze minutos pra lembrar que a Bélgica ganhou do Brasil num jogo da semana passada (e a Bélgica mereceu ficar em terceiro).
E vocês, acompanharam esta Copa? 
Nós dois em Icaraí do Amontada.
Passamos dois dias maravilhosos lá
Eu estava viajando, voltei na quinta. Na terça estava em Icaraí de Amontada (espero falar um pouquinho desta viagem maravilhosa amanhã) e, como não tinha TV no quarto da pousada, eu e o maridão fomos assistir França e Bélgica num restaurante (vazio), comendo deliciosos espetinhos. Deve ter sido a primeira vez que vimos um jogo da Copa num restaurante. Isso sim será marcante.
UPDATE (depois do jogo): Foi uma final empolgante, um super jogo de futebol, com muitos gols (6 no total), gol contra, falha feia do goleiro, ninguém desistindo... 
A França teve sorte ao resistir aos ataques croatas nos primeiros quinze minutos. O juiz argentino errou ao marcar a falta de Griezmann, que rendeu o gol inaugural da partida. A Croácia empatou com um golaço. 
Não achei que foi pênalti (pra mim foi mais bola na mão do que mão na bola), mas Griezmann, o nome do jogo (difícil decidir, porque teve Modric e Pogba também), marcou e fez 2 a 1. 
Depois vieram dois belos gols de Pogba e Mbappé. Acho que estava caminhando pra uma goleada da França, mas o goleiro francês Lloris cometeu erro na saída da bola e Mandzukic se redimiu pelo gol contra ao fazer 4 a 2. Aí foi emoção até o fim de jogo. 
Pogba comemora o terceiro gol.
Depois, na comemoração do título,
ele brilhou ao procurar os haters
Parabéns, França, pelo bicampeonato! Agora a França, assim como Uruguai e Argentina, tem duas Copas cada. Ainda vai levar um tempão pra chegar ao número do Brasil (cinco), Alemanha e Itália (quatro). 
Mas não acredito que a próxima Copa será em novembro (de 2022)! Tô tão acostumada a ver Copa durante as férias escolares... Desde que eu era criança era assim. 

sábado, 14 de julho de 2018

CURTINDO A FOTO DO CRUSH

Nem deveria ser notícia, mas virou, porque é divertido: esses dias, um dos filhos "não fraquejados" de 
É Melhor Jair se Acostumando a Ficar sem Mandato, Eduardo, curtiu uma foto de Lula em praia do Piauí (onde estive semana passada), quando o ex-presidente ainda podia ir à praia. 
Eduardo disse que foi sem querer. E todo mundo disse que o que ele fez é comum -- a pessoa fica stalkeando o crush e, acidentalmente, com o dedo coçando, curte a foto (eu não sei muito bem como funciona isso de curtir e mal sei o que é crush, mas tenho certeza que vocês entendem). 
E aí Gilmar fez o melhor cartum sobre o assunto (acima). 

sexta-feira, 13 de julho de 2018

MISOGINIA, A VINGANÇA DOS NERDS

Não sei se foi alguém aqui nos comentários ou no Twitter que recomendou esses poucos comentários da comediante e jornalista americana Dana Schwartz sobre a misoginia dos nerds. A tradução foi cortesia de um leitor antigo e querido, o Koppe.