terça-feira, 24 de junho de 2008

TÔ COMEÇANDO A FICAR IMPACIENTE COM OS LEITORES DO GOOGLE...

Mas como não tenho mais nada pra fazer além de escrever uma tese de doutorado, continuo medindo o grau de satisfação dos leitores que o Google manda pra cá. Vai de nota 1 (esmurra a tela do computador) a 5 (muito satisfeito).

Presente para o maridão não esquecer de você – deixa eu ver, é mais um pacote. Sugiro uma corda bem grossa, fita adesiva pra cobrir a boca, e algum objeto pra deixar os olhos abertos, como em Laranja Mecânica. Prenda o maridão numa cadeira e coloque uma foto sua na frente. Se tiver um vídeo, melhor ainda. Pode falar com ele de vez em quando, mas tenho dúvidas quanto à eficácia desse método - até hoje não foi criado um artifício que obrigasse homem a escutar uma mulher. De todo modo, enquanto o maridão estiver assim, amordaçado e preso, ele só vai pensar em você. Tiro e queda (eu li sobre gente que gosta de sexo sado-masô. Uma das fantasias é deixar o cara preso um tempão. Enquanto o cara tá lá amordaçado, a mulher vai ao cinema, faz compras, trabalha... Quando voltar, o parceiro estará excitadíssimo ou morto, suponho). Nota 2.

Cenoura, história em quadrinhos – ou tem um personagem em Cidade de Deus chamado Cenoura, ou é uma nova versão de Mandando Bala, em que o herói mastigava cenoura a toda hora, e até usava o vegetal pra trucidar uns inimigos. Sinto uma certa nostalgia pelo tempo em que cenoura era simplesmente um alimento tão importante pro Pernalonga quanto espinafre era pro Popeye. Quero dizer... Era meio diferente. Nota 1.

Vi dois homens transando – sim, e? Você quer compartilhar a experiência com o resto do mundo? Nota 1.

Os dragões na proa pertencem a que vikings – que dragões, meu filho? Que vikings, que proa? Por que catzo o Google te manda pra cá? Nota 1.

O dragão viveu quantos anos – agora tô começando a perder a paciência. O dragão viveu quase tantos anos quanto o mamute dente de sabre, ok? Nota 1.

Obesidade mordida – demorei pra entender. Acho que o internauta quis escrever “mórbida”. Mas, sabe-se lá, como os preconceituosos acham que obesidade é contagiosa, vai que a contaminação se dá pela boca. Mais especificamente, através de uma mordida. Já pensou? Se nós obesos virarmos canibais, aí sim seremos mórbidos de verdade. Nota 1.

Oque significa friendo – o Google corrigiu pra “o que significa friends”, mas é óvio que o leitor(a) quer saber a definição do termo que ficou tão famoso com Onde os Fracos Não Têm Vez. É o mesmo que “amigo”, só que mais ameaçador e bizarro, ainda mais vindo do Javier Bardem. Mas também é considerado coisa de nerd acabar todas as frases com a expressão, leitor friendo. Nota 3.

Galinha japonesa com foto – desde que um leitor escreveu “Lolas Americanas”, o Google corrigiu pra “Lojas”, e a primeira indicação foi “Lola Cocoricó”, não gosto que mandem pra cá qualquer coisa que tenha a ver com galinha. Nota 1.

Nomes e fotos do autor ou atora do bullyeu não sou atora de nada! Nota 1. Cruz credo!

Mais buscas do Google que me deixam impaciente:
aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui,
aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

10 comentários:

Suzana Elvas disse...

Puxa, não conta que nos comentários do post sobre bullying tenha o nome da autora do livro "Meninas fora do jogo"? Hein?

lola aronovich disse...

Não entendi, Su! São muitas referências cruzadas, e aqui ainda é de manhã. Mal acordei... Funciono mal de manhã. Será que a pessoa procurando "a atora do bully" estava procurando o nome da autora daquele livro que vc falou? É isso? Vc acha que eu deveria colocar link praquele post, just in case? É que sinto que a imensa maioria das buscas que vem pra cá por causa do bully é pelo jogo, não por bullying. Mas vc pode ter razão. Se é isso que vc tava querendo dizer... Porque meus neurônios ainda estão meio adormecidos no momento.

Suzana Elvas disse...

Sei lá, Lola. O que eu quero dizer é - o Google redireciona a criatura pelo que está escrito no post ou pelo texto do post E dos comentários?

Mas é bem capaz de ser "atora", mesmo. Eu li "autor", e não "ator".

Faltam cinco minutinhos pra terminar de baixar o "The wave". Ontem eu baixei uma cópia, mas com legendas em alemão. Estou baixando outro arquivo - espero que sem legendas.

Bjs

Juliana disse...

cada vez eu acredito menos nas coisas que o Google manda pra você. Sem critério total!! Precisa ver que coisa linda também que é o Google Translate. O meu pai e o Nick se falando no Orkut é de morrer de rir. Experimenta botar o botão da tradução no navegador e traduzir o teu blog pro Inglês outra hora que nem tu vai entender o que tu escreveu, hahaha

Chris disse...

Eu já disse, faz o 'Samba do Google doido' e vende para um pagodeiro ou funkeiro...

Vai que entra uma graninha extra?

Beijos

McGregor disse...

Me diverto muito com esses posts sobre o que o Google trás para você... Não tem nada melhor para alegrar meus dias!
Agora essa tal de "Obesidade mordida" foi a melhor de todos os tempos!
Merece até um prêmio!

lola aronovich disse...

Obrigada, Su! Recebi seu The Wave pelo email. Ainda nao tentei carregar nem nada. Vou fazer hoje a noite. Vamos ver se da, ou se tenho que download o troco todo...


Ju, respondi sobre o seu Translate no post acima. Quem sabe um dia eu escreva um post sobre o translate tb. Deve ser hilario.


Chris, gostei do seu otimismo quando vc coloca um "extra" depois da "graninha"!


Greg, vc gostou da obesidade mordida?! Eh uma duvida razoavel... Outra que o pessoal tem problemas (eu inclusa) eh o do tigre dente de sabre. Sagre? Sangue? Sobra? Hoje veio uma busca no google procurando "tigres dentes de sabia".

Suzana Elvas disse...

Lola, você tem que baixar o programinha do Pando, que é leve e rapidinho.
Bjs

Demas disse...

Lola,
também fico boquiaberto com as pesquisas que o Google envia para os meus blogs. Mas taí, você encontrou uma maneira divertida de aproveitar o que parecia imprestável. Ri muito com suas observações.
Abração

lola aronovich disse...

Oi, Demas, visitei o seu blog, gostei muito, e deixei lá um recado. Vamos manter contato!