segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O PENSAMENTO VIVO (MODO DE DIZER) DOS MASCULINISTAS

Macho deitado falando pras suas fêmeas: Pega uma cerveja pra mim

Talvez você nunca tenha ouvido falar, mas eu conheço de longa data o movimento masculinista. Primeiro porque já escrevi sobre um blog americano. Blogs brasileiros copiam o modelo e vivem linkando os meus posts nas suas comunidades no Orkut. Enquanto eles só me xingam por lá, belê (até porque deve doer na alma deles saber que há muito mais comunidades feministas que masculinistas. Pô, até um grupo de homens feministas tem mais membros ― duplo sentido intencional ― que o dos machões). Mas é péssimo quando eles vêm em bando, com seu típico QI baixo, lotar meu blog de comentários. Um deles eu até gostei porque oferece um excelente resumo de como eles pensam (tudo sic, e se quiser uma trilha sonora pra acompanhar essas asneiras, aqui tem):
O mundo é machista,o mundo é machista,ah vão caçar o que fazer suas atoas.Desde que o mundo é mundo as coisas são assim!Po#*a.Pq vcs feminazes de araque não vão se depilar,passar maquiagem.Não arranjam macho e ficam aí reclamando dos home.Vcs são insuprtáveis acabaram com a mulher de verdade,as mulheres de hj ñ valem nada,são todas umas vacas indecentes.Queriam tanta liberdade taí suas troxas.Mas essa liberdade que tanto queriam tem um preço.Querem andar de minissaia querem paquera faze sexo de graça,o resultado taí querem matar seus próprios filhos taí.E perguntam pq o homem é tão violento com vcs.Se fossem decentes isso tudo não aconteceria.Vcs provocaram e parem de choramingar o que vcs mesmas fizeram.Eu tenho repulsa de vcs”.
Ok, óbvio que os autores dos blogs masculinistas são um pouco mais articulados que o comentarista repulsivo (errei o adjetivo, mas deu pra entender). Comparado com esse carinha, eles são intelectuais. E acho que podemos concordar que a mensagem acima não é apenas machista, mas também misógina. Só pode ser chamado de ódio às mulheres dizer que moças são vadias e, portanto, merecem a violência cometida contra elas. Mas o divertido é que os autores desses blogs, que adotam exatamente esse discurso, porém com palavras mais rebuscadas, não se consideram misóginos. Masculinistas inventam termos como feminazi pra se referirem às feministas (eleitas suas inimigas número um), gaystapo e gayzista para ativistas GLBT (afinal, o verdadeiro discriminado no mundo é o homem branco hétero), e mangina (mistura de man com vagina) para homens que empatizam com a luta das mulheres, mas não, eles não são misóginos ou homofóbicos. São apenas justos.
Masculinistas costumam ser extremamente conservadores em todas as outras áreas da vida. Quase sempre são de direita politicamente, e radicalmente contra a legalização do aborto. Outro dia um deles escreveu uma frase que diz tudo: “feminismo é uma espécie de comunismo sexual”. É ótima porque já coloca tudo que eles mais odeiam na mesma sentença. Outra frase que adorei é “Quando o homem é viciado em sexo, a mulher vira traficante”. Não é graciosa? Pra eles, mulher não gosta de sexo, só atura (mas o que gosta mesmo é de dinheiro), e regula a oferta para dessa forma controlar os homens. Ao mesmo tempo que os masculinistas ― ninguém disse que precisam ser coerentes ― detestam essa mulher reguladora, também odeiam mulheres “rodadas” (que já fizeram sexo). Às vezes fixam limites de parceiros sexuais que a moça pode ter tido antes de casar (um? Dois? Nenhum? Não há consenso) sem ser considerada uma vadia. Mães com filhos, então, devem ser evitadas a qualquer custo porque 1) são a prova viva de que não são virgens, e 2) o filho não é do machão, e você vai sustentar filho de outro? Seja homi, rapaz!
Masculinistas acusam as feministas de terem acabado com a família, mas são contra o casamento. Promovem uma “greve de casamento” ― devem casar-se apenas com mulheres “corretas” que veem no homem o chefe da família. Tal qual pensam que mulher só faz sexo por interesse, não por prazer, acham que vivem num mundo em que mulher sonha em casar, e homens são arrastados pro altar. Ignoram o fato de que homens casam tanto quanto mulheres (inclusive spoiler alert! homens e mulheres se casam entre si, já que o casamento gay não é legalizado em boa parte dos países), ou que é a mulher que pede o divórcio em mais de 80% dos casos. Em outras palavras: homens não apenas querem casar como querem permanecer casados (e também, quem não quereria? Homens casados têm uma taxa de mortalidade 250% inferior à de homens solteiros. Mulheres casadas também vivem mais, mas a diferença entre a taxa de uma mulher casada e uma solteira é de apenas 50%, se a gente confiar nesses números. Outro estudo confirma que homens casados vivem mais que solteiros, mas que o que faz uma mulher viver mais é... ter amigas. Putz, essas pesquisas quase me fazem querer fundar um culto masculinista pra salvar os homens da extinção!).
Alguns masculinistas até acham bom que a mulher trabalhe fora, desde que, lógico, ela não ganhe mais que o chefe de família e essa atividade não interfira nos afazeres domésticos. Outros já pensam que trabalho é coisa de macho, que mulher que labuta é masculinizada e acabou. São contra pagar qualquer tipo de pensão. Seus ídolos são Charlie Sheen e Hugh Hefner, porque eles transam adoidado com garotas sexy. Pois é, já deu pra notar que a relação dos masculinistas com o sexo é ambígua. Afinal, é vício? Pensar com a cabeça de baixo é ruim? (quer dizer, ninguém nunca acusou Charlie Sheen de pensar com a cabeça de cima). Moças que transam sem casar são vagabas? Moças casadas fisgaram um trouxa? Às vezes parece que sexo é fundamental pra eles (homem é homem!); outras, que é o que o levará à ruína. Chamam as mulheres de “receptáculos de esperma”, mas ao mesmo tempo parecem crer que o esperma deles é sagrado demais pra ser gasto com a gente.
O movimento masculinista é minúsculo, mas tem potencial pra crescer. Parece fácil recrutar soldados pra uma causa dessas. Sua mulher se recusa a recolher e lavar as cuecas que você larga pelo chão? Sua mulher te deixou? Você não conquistou a gostosona da escola? Você se sentiu usado por uma garota que só queria sexo? Sua paquera te traiu? Você tem uma chefa que te dá ordens? Sua mãe manda você lavar a louça? Alguma mulher riu do tamanho do pacote? Você não usou camisinha, sua (ex)namorada engravidou, e agora ela exige pensão pro filho? Ou, pior: você não usou camisinha, sua (ex)namorada engravidou, você até quis casar com ela, mas ela preferiu abortar seu herdeiro divino? Você não arranja mulher porque nenhuma presta e elas não apreciam caras super legais como você? Uma feminista disse pra você pensar? Junte-se aos homens de verdade! (e deixe meu bloguinho em paz, pelamor!).

256 comentários:

1 – 200 de 256   Recentes›   Mais recentes»
Lord Anderson disse...

Bem, LOla. Pelo menos nenhum deles vai poder te acusar de mentirosa dessa vez.

Pq vc colocou exatamente oq há nos sites masculinistas.

Se bem que eles devem xingar por vc apontar as incoerencias.

aiaiai disse...

kkkkkkkkkkk, lolinha, só você para me fazer rir de um problemão desses.

Outro dia um amigo meu - pois é, meu amigo, um cara legal - falou algo como:

puxa, aiaiai, o cara não pode casar com uma mulher que já deu para um monte de gente.

e eu:

- Por que?

Ele: Porque se ela deu para um monte de gente, ela não vai querer parar de dar. Vai casar e vai botar chifre no cara.

e eu: Como assim? Mulher que já deu, não consegue ficar com o marido, sem trair. E mulher virgem vai ser do mesmo homem para sempre?

ele: É. Ela não tem com o que comparar o marido, então vai ficar satisfeita com o que tem e não vai procurar outros.

e eu:kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

O triste é que não são pessoas horríveis que pensam assim, são caras que parecem legais, inteligentes, carinhosos com os filhos...dai, de repente, vc descobre que o cara pensa desse jeito torno. O machismo tá tão arraigado na mente dele, que ele não consegue ver o absurdo.

Anônimo disse...

Claro que ele não ve o absurdo.Pq veria?É mais vantajosos pra eles.

Ana Claudia disse...

aiaiai, eu ao contrário conheci um cara machista (embora ele tentasse disfarçar que não) que dizia exatamente ao contrário: que a furada era se casar com uma mulher virgem pois ela sempre ficaria com a curiosidade de como seria com outro cara... Vai entender o que se passa na cabeça desses homens.

bruno disse...

O minha querida, eu li este teu texto por acaso, e fiquei morrendo de vontade de me expressar. Tomare que eu não seja insensível e /ou mal educado ao ponto de seu ego feminino me achar um troglodita.

O que acontece é que a maioria dos homens não sabem o valor e a intensidade de realmente ter uma mulher, não sabem a quantidade de benefícios que uma relação com uma mulher, garota, moça, guria, ou feminista pode trazer, não conhecem N tipos de inspirações que elas tem em seu olhos. Enfim, perdem uma existência olhando somente peitos e bunda(eu perderia várias rs)

Mas porque é assim?
Talvez, porque algumas mulheres perdem muito tempo preocupadas em ter a personalidade relacionada com a dos homens, sendo que elas tem inteligência emocional superior a nossa, mas preferem ter o ego a flor de pele e querer brigar no território errado...
Assim, como são as mães, esquecem de ensinar o amor, a amizade e mais um tanto de potencialidades, que somente as mulheres, tem.

Não me importaria de casar com uma mulher que deu para 10, 20, 30, não é algo que eu preciso saber, eu não investiria meu tempo em um GPS-Vaginal...
O que eu preciso saber de uma mulher, é se ela tem no mínimo noção do que ela quer fazer de sua própria vida, e que não seja somente no "aspiracional/teoria" que ela viva na prática algo produtivo/altruísta relacionando sempre com seus ideais.
FAZ ACONTECER.

Esse negócio de feminismo, é tão velho quanto as velhas mentes, acharem que casar com virgem é o ideal.

Pow, se alguém já se deu o trabalho de ir lá ficar ralando, para abrir a "porta", por que eu não posso ser, por final, o dono da chave?

E com certeza, ser o dono, é bem melhor que ser o porteiro. Si é que me entende...

bye

Thiago Pinheiro disse...

Eu ainda não tinha ouvido falar dessa expressão. Eu sempre chamei de donzelo quando alquém se dana a falar que a mulher de hoje não pestra por isso e aquilo. Então, o pessoal já é organizado? Gostaria de saber mais.

Alex disse...

aiaiai,

Deu pra sentir pena desse cara q vc conversou, qta insegurança.

Lucas disse...

Excelente post. E muita luta para as mulheres.

Daniela disse...

Conheço alguns dessa 'catiguria' aí, infelizmente. E eles sempre falam que não entendem porque não conseguem uma namorada, afinal, são caras tãããão legais...

Eu só consigo rir deles xD

Anônimo disse...

Desculpe dizer,mas há mais masculinistas do que feministas.Muito mais.

Analuka disse...

Tão interessante o texto quanto a coleção de comentários!... Se há algo de hilário na tragédia sem fim das querelas entre os sexos, então, que consigamos rir em vez de chorar, diante de algumas posturas e opiniões tão ridículas quanto lamentáveis... Poréeeeemmm... dentre esta variedade de pontos de vista e pensamentos a respeito de questões polêmicas, sempre se recolhem aqui e acolá algumas pérolas e pétalas! Afinal, não apenas de espinhos é feito um jardim, hehehe! Racionalidade à parte, doçura e respeito caem bem para qualquer lado. Beijos alados!

Fabio Salvador disse...

Esse pensamento masculinista é simplesmente absurdo e com certeza provém da insegurança.

INSEGURANÇA, sim. Tudo gente com complexo de inferioridade.

Porque... pensem comigo:

A MULHER NÃO DEVE TRABALHAR OU DEVE GANHAR MENOS QUE O HOMEM -
Ora... MINHA ESPOSA GANHA MENOS QUE EU, MAS EU GOSTARIA ATÉ QUE ELA GANHASSE MAIS - teríamos mais dinheiro em casa. E eu acredito que "segurar" uma mulher na base do "se sair de casa, passa fome", não seja a maneira mais honesta de se lidar com a questão da felicidade conjugal.

MOÇA TEM QUE CASAR VIRGEM - e aí vou dizer uma coisa que talvez ofenda algumas pessoas: quando eu era adolescente, achava o máximo aqueles pudores e medos das meninas da minha idade, mas hoje não teria mais paciência. Só o cara que não se garante fica querendo alguém sem experiência e, portanto, sem parâmetros sobre o que gosta e o que não gosta. Se a mulher me disser, na lata, que preferia, na cama, o ex-namorado, é um risco que corro. Ou não? E aí? Alguém morre por isso?

MERCADO DE TRABALHO NÃO É LUGAR PARA MULHER - e aí se vê que o cara quer é tirar concorrentes da disputa pelas chefias. Eu já tive chefas mulheres e não me caiu pedaço. Já chefiei mulheres e homens. E praticamente é a mesma coisa. Cada pessoa é uma pessoa. Concorro com todo mundo, mulher, homem, gay, lésbica... algumas vezes fico à frente, outras, para trás. Mas no geral, a vida segue seu rumo. Quem tem a tentação de culpas agentes externos (feminismo, etc) por fracassos profissionais são justamente os mais medíocres.

O FEMINISMO ESTÁ DESTRUINDO A FAMÍLIA - mentira. O que acontece é que hoje a família é constituída por laços de amor e compromisso, e não de autoridade, o que torna as relações mais complexas. Tem quem consiga acompanhar, e tem quem seja incapaz. Quem se adapta, colhe os benefícios do novo modelo. Quem não consegue, fica no canto reclamando.

Fabio Salvador disse...

Além disso...

mulher submissa, burrinha, trancada em casa, sem vivência, sem nada para dizer, sem voz ativa...

...imaginem que saco. Digo, chegar em casa com um monte de coisas para contar, que aconteceram no serviço, e a outra pessoa não ter nem base para comentar ou contar histórias próprias!

Maior é no saco.

Fabio Salvador disse...

opa... PÉ no saco.

Carol disse...

Lola, eu queria pedir uma coisa pra vc. Vou usar o espaço de comentário desse post, apesar de não tar diretamente relacionado com ele... ou talvez esteja...

Eu estava lendo esta matéria:

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI212639-15230,00-A+VITIMA+INDIGESTA.html

E cheguei a este trecho:

"Vivemos em um mundo em que as mulheres apanham e são incapazes de abandonar o homem que bate nelas, embora, em tese, a porta esteja aberta."

Isso é uma coisa q me perturba, e um tema que outras pessoas sempre abordam, quando discutimos sobre feminismo. Quando elas querem dizer q as maiores resposáveis são as mulheres. Ontem, um amigo me disse que as mulheres gostam mesmo é de um homem que as abuse. Pq ele já conheceu muitas mulheres que literalmente tinham tesão pelos homens que maltratavam delas, pisavam, usavam, etc. E que outra prova disso são essas mulheres que apanham e são maltratadas pelo marido/namorado mas não largam deles, e continuam amando-os.

Eu não sei mto bem como argumentar. Embora eu saiba que tem algo mto errado nessa forma de pensar, eu não consigo colocar meu dedo exatamente no ponto que deveria. Eu queria saber o que vc acha disso, Lola. Tenho aprendido mto com vc, lendo seu blog, especialmente pra entender essas questões que à primeira vista, por causa da cultura em que estamos imersos e no modo de pensar do qual temos que nos desintoxicar, não consigo interpretar. Eu mesma já estive numa situação desse tipo, da qual não conseguia me desvencilhar. Ao mesmo tempo que eu sei o que me segurava ali, eu não sei até onde isso pode justificar todos os casos, e não sei exatamente qual a raiz exata desse comportamento. É uma situação mto difícil, q até hoje não me sinto com liberdade para expor aos outros, pq me sinto culpada e responsável, no final das contas, por me deixar cair numa armadilha tão absurda.

Anônimo disse...

Olha,homens amam as mulheres por isso pegam tant no pé de vcs.É a ordem,mulher é mais passiva homem é dominador,isso não tem a ver com machismo ou masculinismo como vc diz aí.Pra que se enfiar em clubes da Luluzinha e fica batendo de frente,é assim que vcs saem de lá cheiam de ódios rancores culpando o homem pela desgraça do mundo nñão é por aí.Vai dizer que vc mesma não se sente protegida com um macho do teu lado?

Roberval disse...

Já começou o show de trolls! Deve ser tão triste ter que achar um culpado para os seus próprios fracassos. Pois é, você não tem namorada (por que será??), é inseguro, seu maior sonho é ter uma mulher submissa e idiota que nunca te lembre o lixo que você é e como se sente sobre isso, e você PRECISA criar teorias sobre como as feministas são feias/gordas/bobas/gostamdepicolédemilhoverde/abortistas pra poder se sentir melhor e parte de um grupo.
Eu tenho DÓ de você.

Sara Siqueira disse...

Pois é, eu tb conheço alguns nesse nível, o mais absurdo teve a coragem d dizer q nao namoraria uma mulher q transa no primeiro encontro, pq quer dizer q ela transa com qqr um. Isso sem contar q ele tb acha q se a mulher chega até quase nos finalmente e depois broxa, ela tem a obrigação d continuar. Se o cara forçar depois disso, não é estupro.
Sorte a minha q existam homens q pensam diferente disso, se não existisse eu seria lésbica com o maior prazer!

Anônimo disse...

Roberval,

O que eu falei de mais?
Ao menos não sou mentiroso como vc que se faz de amigo e apoiador de feministas só pra não falarem mal de ti.Ou para conseguir amante.Vc como a própria Lola já escreveu em seu blog,é um privilegiado.Não engane essas mulheres.Não se faça do que não é.Nem é convincente.

Aline disse...

Ainda bem que existem homens que pensam diferente desse ai.
Eles não conseguem entender, que não queremos ser superiores, nem mesmo IGUAIS A ELES!
O que queremos são direitos que respeitem nossas diferenças.
Eu fico chocada sim, quando um homem é agredido, por que não ficaria? Ele é um ser humano não é? Não digo que é culpa dele por que ele passou por um bairro perigoso ou por que foi em uma festa qualquer por ai.
Assim como acho um absurdo abusos contra mulheres(E pasmem, eu SEI que mulheres são mais fracas fisicamente que homens), crianças, negros, gays, estrangeiros(pois é, pasmem denovo, no Brasil tbm tem xenofobia). Eu fico Impressionada sim com a violência nas cadeias(são bandidos mas são PESSOAS antes de tudo, estão pagando por um crime, mas merecem pagar da maneira correta).
A questão não é que esses homens são machistas, ou qualquer outra denominação... A questão é que eles são uns coitados, não receberam a atenção necessária quando eram crianças(ou até receberam, mas homem que é homem não chora e não demonstra que gosta de carinho), são inseguros, tem uma educação falha e mais coisas que renderiam um post inteiro.
Quando vejo esses comentários, eu sinto PENA.

bjs
Aline

Amanda disse...

Ai que bonitinho! O troll aprendeu a teoria dos privilegiados! Continue por aqui, quem sabe vc não aprende vaaaaarias outras coisas?

Lolinha, sou super a favor de bloquear anônimos. O beneficio não vale o custo, sabe?

Anônimo disse...

Lola,ainda tem masculinazis invadindo o post da policial abusada.

Anônimo disse...

Nesse mundo deturpado de hoje,onde as mulheres cada vez mais se vestem e se portam pior como vagabundas e ainda se orgulham da sua degeneração moral,eu dou graças a Deus por ter dinheiro suficiente para gastar na zona toda semana com as melhores prostitutas da minha cidade,não tendo a dor de cabeça e os problemas que meus amigos têm com essas raparigas atuais.E não se enganem feminazes,aqui quem está falando não é um muleque punheteiro cheio de espinhas,mas Homem bem sucedido e realizado profissionalmente que vive cheio de vadias sangue-sugas correndo atrás para sugar o meu dinheiro.

Roberval disse...

"graças a Deus por ter dinheiro suficiente para gastar na zona toda semana com as melhores prostitutas da minha cidade,não tendo a dor de cabeça e os problemas que meus amigos têm com essas raparigas atuais."

HAUHUAHAHUAHU o que que eu falei?!? Nenhuma mulher suporta esses caras, acabam tendo que pagar uma profissional que tem que ganhar bem mesmo pra aguentar um ser desse nível. Não mente amigão, a gente sabe da verdade, que você não consegue ficar com uma mulher nem pra sexo casual. Tem que ficar revoltado mesmo, porque essas "vagabundas" dessas mulheres dão pra todo mundo, MENOS PRA VOCÊ NÉ! Gente, esses trolls são muito engraçados!
(Lola você é muito má de dar espaço pra esses caras, eles se zoam sozinhos...)

Anônimo disse...

Roberval,não se faça de bonzinho que a sua casca vai cair e vc sairá machucado se as feministas descobrirem.Não me levem a mal não sou um troll;mas a verdade é mais embaixo.

Anônimo disse...

Roberval,vira homem rapá.Quando uma mulher te chifrar,ou separar de você e levar metade do seu patrimônio,feminazi nenhuma vai querer te defender,elas vão rir de você e te ridicularizar como fraco.Mulheres são seres amorais e sem caráter,incapazes de tomar decisões por conta própria.A unica época em que existiram mulheres decentes,boas mães e esposas foi quando estava vigente o patriarcado,que impossibilitava as mulheres de tomarem decisões,e os homens sabiamente decidiam o melhor para a família.

Fabio Salvador disse...

Sangue-sugas? Vagabundas? Ir na zona?

hihi... eu nunca tive que pagar para ter mulher, sabe... e olha que eu sou um nerd desses de filme de comédia, mas vai ver, é o papo.

E eu era pobre, pelado, duro até os ossos. Depois de casado é que fui me ajeitar (e bem) na vida.

Aqui em casa costumamos brincar, que eu sou o cérebro da casa... e minha mulher é o controle emocional.

E funciona.

Nunca liguei muito para vagabundas. Sexo é só parte da graça de se conhecer uma mulher.

Bri disse...

Depois dizem que as mulheres é que são complicadas. Os homens não sabem o que fazer vendo que mulher pode sim fazer sexo sem culpa, sem gravidez, sem compromisso, pode sim chutar a bunda deles quando bem entender e não desgraçar sua vida por isso. São liberdades muito recentes. Eles perderam uma certa identidade de domínio, que existia já há muito tempo, estão com medo e não sabem como é possível ser homem ao lado da mulher moderna. Eles não são mais a salvação dos problemas financeiros, a razão de viver, o motivo do sacrifício. Os homens estão tendo que SE ESFORÇAR numa relação, tanto quanto as mulheres, para que ela funcione. Chega da época do sacríficio, de aguentar traição, desaforo, violência, a mulher tem direito a ter a vida que desejar e de escolher um companheiro (ou não), bem como substituí-lo. E é bom lembrar que o amor existe, que as relações são lindas e nem sempre precisam ser monogâmicas, que há milhares de 'formatos' de relação possíveis e que somos nós todos, homens e mulheres, que enxergamos mal onde não há.

Roberval disse...

"Mulheres são seres amorais e sem caráter,incapazes de tomar decisões por conta própria."

Que tal uma consulta ao psicólogo? Ele vai te ajudar a superar o fato de não ser amado na infância, e isso vai te libertar, cara. Sério, a gente muitas vezes precisa que alguém diga a verdade quando nós não vemos. Você não gosta da sua mãe? Ok, mas isso não dá o direito de odiar outras mulheres.
Quando precisamos culpar alguém do nosso fracasso, ops, tem algum problema. Vir a um blog feminista despejar seu ódio de uma vida reprimida e infeliz que você tem não vai te ajudar.

Anônimo disse...

Hoje em dia graças ao fim da família tradicional e ao fato das mulheres preferirem trabalhar e ir para a gandaia a criar seus filhos uma geração inteira está sendo criada jogada nas ruas a merce da coaptação do trafico de drogas.Podem reparar,a maioria dos drogas e vagabundos são filhos de mães solteiras e pais ausentes.

Fabio Salvador disse...

Esse papo de "os homens decidiam o melhor" é balela. Cada família funciona como melhor se adapta, conforme as características das pessoas que a constituem.

Eu ganho exatamente 100% do dinheiro aqui de casa. Seria o "macho alfa provedor".

A não ser pelo detalhe: se eu tomasse todas as sábias decisões sem uma mera consulta à "submissa e incapaz" da minha mulher... já estariamos arruinados há anos.

Daniela disse...

Vejam esses comentários de anônimos aqui e me digam se não são de fazer rir? Eu ri! xD

A insegurança deles é tanta que ficam com raivinha de mulher bem resolvida ao invés de buscarem ajuda terapeutica para sua baixa autoestima.

Diana disse...

Amo ser amoral e sem carater! HAAHAHAHA

caiobellote disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Não sou troll,não tenho nada contra as mulheres acho que o mundo seria o inferno sem elas,mas cada qual com o seu cada qual.Pior são estes homens que apoiam e pelas costas fazem chacota ou querem pegar umas.

Anônimo disse...

“A mulher deve ser considerada como propriedade do homem, como fazem os orientais”

“As mulheres têm muito de que envergonhar-se; há na mulher muito pedantismo, superficialidade, primarismo escolar, vaidadezinha, desmesura e indiscrição oculta
– Nietzsche (“Para lá do Bem e do Mal”)

- "As mulheres, por serem mais débeis, veem-se obrigadas a depender não da força, senão da astúcia; daí sua hipocrisia instintiva e sua imodificável tendência à mentira. Por isso o fingimento é conatural às mulheres e pode ser encontrado tanto nas mulheres tontas como nas inteligentes".--Arthur Schopenhauer

Paula Penedo disse...

KKKKKKKKKK
Nossa, eu leio esses masculinistas, mas só consigo entender "mi mi mi mi mi, minha mulher me abandonou, mi mi mi mi mi, eu não sei lidar com isso, mi mi mi mi mi, eu odeio as mulheres"

Paula P.

Anônimo disse...

Aff! Parece que neste post vc descreveu exatamente o blog de um tal de "Búfalo Reprodutor". Ele se auto-intitula o "perdedor mais foda do mundo". Não entendí o porque desse slogan pavoroso, mas se ele diz que é perdedor deve ter razão né.

Roberval disse...

O cara não tem nada contra as mulheres, mas diz que são vagabundas/fúteis/interesseiras/meignoram...
Vamos ao Show do Blogão!
1) Esse anônimo tem qual doença mental:
a)Depressão
b)Complexo de Édipo
c)Transtorno Afetivo Bipolar
d)Amnésia
e)Todas as anteriores

Anônimo disse...

- "Há mulheres que, por mais que nelas se busque, não têm interior, não são mais que máscaras. Há que compadecer do homem que se abandona a estes seres quase fantasmais, necessariamente incapazes de satisfazer".

"Quando alguém presume que sua mulher é amável e fala do amor que sente por ela, creio ver um frenético que elogia a uma víbora, e que ainda diz que é encantadora e que tem a sorte de ser picado".

Sigmund Freud

Em parte de sua obra, Freud faz questão de dizer que as mulheres são hostis às exigências da civilização ao assegurar, por exemplo, que a singular estrutura biológica feminina a faz mais susceptível a ser neurótica.

"A mulher é um animal vulgar do qual o homem formou um ideal belo demais".Fiodor Dostoievsk

Joana disse...

Amei os comentários do Fabio Salvador e olha que já discuti bastante com ele em outro post,hahaha
Que coisa,não?
Concordei com tudo que vc disse Fabio.

Anônimo disse...

Roberval,em qual dessas doenças você enquadraria os gênios citados como Freud,Nitzche e Schoppenhauer que há mais de um século e meio já tinham descoberto a real natureza das mulheres,muito antes delas começarem a aprontar de verdade.Doente mental é você que vem aqui pagar de capacho das mulheres e defendê-las (ué,as feminazes não são capazes de se defenderem sozinhas?).Vc deve ser esse tipo de cara esquerdista-liberal que em nome do desejo da namoradinha aceita até tomar consolo no rabo.

Joana disse...

Sigmund Freud e Dostoievski escreveram sobre a época que eles viveram e com a mente da época. Estou lendo Dostoievski e quando ele quer desmerecer o caráter de um personagem ele o compara a um judeu. Isso lá é base de argumento para as coisas reais do mundo de hoje? Só se você for nazista.

Anônimo disse...

Fábio Salvador,dá pra perceber o quanto feminista vc é somente ao dizer "vagabundas" não me interessam.Vc não considera elas dignas só não usa seus serviços pq não sente vontade,não pq seria uma violencia contra as mulheres.Em vez de falar em prostitutas ou garotas de programa continua chamando de vagabundas exatamente como os homens normais fazem.Viu só os "feministas" que vcs acreditam ter?Eu já vi esse cara teimando em outros posts que falavam de feminismo e ele se mostrava contra.Roberval,eu concordo com meus colegas,o senhor não passa de um farsante.Te liga,quando for descoberto vão te espancar.Agora confesso que achei engraçada a frase"sua namorada riu da sua bagagem".Nunca tive esse problema.
X-MEN EVOLUTION

Lucas disse...

Gente, sério... vocês ainda não aprenderam?
Não alimentem os trolls!

Ainda mais quando eles são um bando de machinhos recalcados.

Joana disse...

Verdade, anônimo. Apesar do termo 'vagabunda' que eu também notei, o resto todo do que ele disse eu achei digno. E é verdade também que ele teima nos posts anteriores, mas quem sabe ele começou a entender do que se trata tudo isso.

Mas ainda assim, se vc for o tal que citou schopenhauer, nietzsche e freud, recomendo que você estude esses autores na universidade com alguma orientação, porque you're doing it wrong. hahaha

Anônimo disse...

Video que mostra a real natureza da mulher moderna e como isso prejudica o desenvolvimento das futuras gerações:
http://www.youtube.com/watch?v=t06VMAHZlLM

Joana disse...

tem razão, Lucas. parei.

Anônimo disse...

Ademais, Freud descrevia essas características femininas como forma de adaptação à sociedade patriarcal vigente (uma sorte de mecanismo de defesa, creio).

Anônimo disse...

Voce deve ser esse tipo de cara esquerdista-liberal que em nome do desejo da namoradinha aceita até tomar consolo no rabo.
Ô cara pera aí né,qual o problema se ele gosta de levar consolo no rabo?Eu sou gay e me senti ofendido.Estamos aqui para derrotar o feminazismo,mas sem preconceitos mano.Se vc num gosta ninguém te obriga mas por favor respeite todas as formas de amar.Joaninha vc precisa usar os judeus como exemplo de minoria sofrida pq nem as próprias mulheres servem não é mesmo?Mais uma prova de que o feminis,o é uma farsa.
X-MEN EVOLUTION

Anônimo disse...

Mary Pride, ex-feminista e hoje líder mundial do movimento de educação escolar em casa, comenta:
A Bíblia define perversão como mudar "o uso natural, no contrário à natureza" (Romanos 1.26). Essa passagem é interessante, pois mostra as mulheres liderando o caminho para a perversão.
Por causa disso [a má vontade de eles o adorarem] Deus os entregou [a raça humana rebelde] a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza.
Literalmente essa passagem diz: "As fêmeas trocaram a função natural pelo que é contra a natureza, e do mesmo modo os machos abandonaram a função natural das fêmeas..."
Então perguntamos: "Qual é a função natural delas?" Já que a palavra usada para mulheres, ou fêmeas, está tão fortemente ligada à idéia de cuidar de bebês, e considerando que não tem ligação nenhuma com a idéia de atividade sexual, creio que o que Deus está dizendo aqui é que quando as mulheres trocam sua função natural de ter filhos e ser mãe pelo que é "contra a natureza" (isto é, tentar se igualar ao homem, vivendo, como ele, uma vida sexual independente do papel de mãe).

Anônimo disse...

Lucas,é mais um fingido como o Roberval.Mais uma prova,esses caras só repetem o que as feminitas dizem,não tem idéias próprias.Machinhos recalcados?Peraí se não é macho estão?O líder do movimento negro é um negro.O líder da comunidade GLBTS é homossexual,o líder da ong dos deficentes é um deficiente.As feministas são tão unidas que dão mais confiança e prestígio pra um homem do que pras próprias mulheres.Por isso ces não conseguem nada.
X-MEN EVOLUTION

Claudinha disse...

Ui! Alguém fez citações de Nietzsche e Schopenhauer numa tentativa de sustentar seus argumentos. tcs, tcs... leia mais sobre vida (não obra) destes filósofos e compreenda o rancor deles em relação às mulheres.

Pat Ferret disse...

Um "amigo" meu, uma vez, teve a AUDÁCIA, dentro da MINHA casa, de dizer a seguinte "pérola": "Minha mãe sempre diz que toda mulher é feita de material vagabundo!"

CLARO que ouviu resposta à altura e nunca mais entrou lá. ;-)

O que me deixa triste de verdade não é quem tem esse tipo de pensamento aberta e declaradamente (esses indivíduos são facilmente identificáveis e posso manter distância deles), mas perceber gente supostamente "letrada" e de cabeça aberta, sem querer, se comportando assim. Inclusive MULHERES (como a mãe supracitada)!...

Uma certa conhecida minha, por exemplo, vive declarando que "a função do meu marido é me sustentar". Enquanto houver mulheres como ela e homens que se sentem mais "másculos" ao sofrerem uma exploração tão descarada, como poderemos mudar o pensamento masculinista? Até pq essas mulheres têm filhos e os educam no "credo"... ;-)

EU (posso até estar pecando por omissão) confesso que já desisti. Qqr pessoa que me apareça com uma ideologia tacanha e restrita como essa, simplesmente, não se tornará parte do meu círculo de amizades/relacionamentos, por pura incompatibilidade de gênios/conceitos de vida. Não tenho mais paciência (nem tempo de vida disponível) pra isso, sabem? Nem começo a conversa.

A verdade é que prefiro lidar com gente que, mesmo discordando de mim, deixe algum espaço livre para o diálogo saudável e a troca de ideias (essas pessoas existem, aleluia!). Eu cedo um pouquinho aqui, vc cede um tantinho ali, e seguimos juntos, NO MESMO PATAMAR, um acrescentando ao outro.

Qto mais leio o seu blog, mas te admiro, Lola... Rsrsrsrsrs ;-)

Laurinha (Mulher modernex) disse...

"óbvio que os autores dos blogs masculinistas são um pouco mais articulados"

Já tive o desprazer de ler alguns e fica fácil constatar que a forma muda, mas o conteúdo é o mesmo.

No fim das contas, pelo menos esse acaba sendo mais sincero.
Porque os outros dão voltas e mais voltas, querem colocar um verniz intelectual muito do vagabundo, mas no fim das contas, tudo o que querem dizer está resumido nesse comentário que você destacou, rsrs.
Agora vão vibrar por duas semanas porque uma mulher, ainda que feminazi, deu atenção pra eles, rsrs.

Bjus Lola

Anônimo disse...

Pat Ferret,

Certo,mais uma vez uma que se diz feminista põe a culpa do machismo nas mulheres.Pq mulheres mandam no mundo,né?Parabéns,é por fracas como a senhora que o movimento é fraco.Clap,clap,clap.

Anônimo disse...

O feminismo que surgiu nos anos 60 é um dos grandes responsáveis pela degradação dos dias atuais, pela violência e aumento no uso das drogas, em fim pelas mazelas que presenciamos e/ou somos vítimas.
Quando a mulher deixou de ocupar a nobre função de ser mãe e educadora, passou a ser uma simples paridora. Os lares deixaram de ter amor!Então concluo: As mulheres ficaram burras! Perderam muito com o feminismo!
Fui educado por uma mãe severa e autoritária, porém justa! Hoje quando olho pra dentro de mim, tenho um profundo sentimento de gratidão a essa mãe. Ela me ensinou o amor e respeito ao próximo. Ser livre tem uma diferença fundamental em relação ao ser libertino. Tenho lido nos comentários do blog muitas pessoas que desconhecem essa diferença! Pra mim isso é falta de mãe educadora! Hoje tem muita mãe paridora apenas!

JP. Carlos disse...

Eu sei porque a Lola não gostou do filme"A procura da Felicidade".Esquerdistas não gostam de historias de pessoas que vão á luta e sozinha conseguem vencer.

Esquerdistas gostam é de um Estado forte que supre todas as necessidades das pessoas.
O Filme,Trata-se de um homem obstinado que luta para sobreviver e sustentar seu filho mesmo sob as mais árduas circunstâncias, sem que isso o faça ignorar os principais valores nem perder as esperanças. Gardner encontra-se nas mais desesperadas situações, sob constante pressão financeira, chegando a dormir no banheiro de uma estação de metrô e depois em abrigos. Nessa jornada angustiante, ainda é abandonado pela mulher(será que as feministas vão defender essa mulher?)), tendo que criar o filho sozinho. Mas nada disso o impede de manter o carinho e passar valiosas lições para seu filho, que depositara total confiança no pai. Os obstáculos parecem intransponíveis, mas a força de vontade de Gardner é ainda maior.

Isso serve de lição para muitos sociólogos e intelectuais que forçam uma associação de causalidade entre a pobreza e a criminalidade, como se a falta de dinheiro automaticamente criasse bandidos.

A integridade das pessoas não depende do saldo no banco. Fora isso, o filme desmonta a crença do Estado paternalista, que irá cuidar dos pobres. Pelo contrário, o governo aparece para tirar na marra e sem aviso o dinheiro que Gardner conseguiu juntar com a venda de scanners para médicos, alegando impostos atrasados. Foi a gota d’água que jogou Gardner na rua da amargura. Esse é um retrato da realidade. O governo, para dar algo, antes precisa tirar, e normalmente o fardo recai sobre os mais pobres.

Lucas disse...

Realmente, porque antes dos anos 60 o mundo era lindo e perfeito, o século XX que estragou tudo...

Karina disse...

Sou mulher e concordo com o anonimo das 14:30. Apesar de sempre terem existido as mulheres “sem noção”, antigamente a mulher tinha um charme, uma delicadez e uma sensatez que traziam equilíbrio à família. Não venham jogar pedra falando que antigamente lugar de mulher era na cozinha. Não é bem verdade. Podia até ser, também, mas as mulheres se dedicavam à educação primordial nas nossas vidas, a educação de berço, que hoje foi substituída pela educação em massa de berçário. Minha vó cuidou de 6 filhos, não trabalhou fora, e não vejo nela nenhum sinal de inferioridade em relação à minha mãe, que trabalhava de segunda a segunda, praticamente, mas ainda assim não se deixou substituir por ninguém, nem babá, nem escola, na nossa educação. Hoje, trabalho virou desculpa para deixar o filho à mercê dos outros, filhos viraram bibelôs. Tenho um bebê, minha vontade ficar a maior parte do tempo com ele, ter um trabalho de meio período. Final de semana chego a ser chata, quero ele comigo, vê-lo crescer. Conheço mães que trabalham meio expediente e ainda assim, qdo chegam em casa, vão fazer outras coisas e fazem questão da babá até às 19 horas. Isso é um absurdo… Para mim, o feminismo é a maior conquista do machismo, porque tudo ficou muito mais fácil para o homem: sexo mais fácil, ele não precisa mais sustentar a casa nem assumir os filhos… E essas mulheres ainda enchem a boca se julgando “superiores”… Ai, ai, se o feminismo lutasse de fato pela redução da violência contra a mulher, por uma maior indepência, ela não teria virado as costas para o cristianismo, que trata a mulher com respeito, resguardando suas diferenças naturais em relação ao homem, mas não fazendo-a escrava desse. Mas, para aqueles que não aceitam nada disso, viva a verdadeira mulher-macho que criamos nos dias atuais.

lola aronovich disse...

Fábio Salvador, vc está me deixando muito feliz hoje.


Roberval, obrigada por vir aqui trair a sua espécie. Sabemos que vc só está aqui porque quer nos seduzir. O que é até estranho, considerando que nós feminazis somos gordas peludas e bigodudas. Deve ser algum fetiche seu, seu pervertido!

lola aronovich disse...

Quanto aos masculinistas aparecendo aqui pra deixar suas explicações científicas de por que as mulheres são todas umas vagabundas imprestáveis, só posso agradecer. Achei mesmo que meu texto estava meio fraco de exemplos de como vcs pensam. Obrigada por ilustrarem e não deixarem nenhuma margem pra dúvidas.


E fica muito claro como todo esse machismo e misoginia vem de experiências pessoais. Levaram um fora de uma mulher (aquele ser amoral que não consegue tomar decisões, mas são ELAS que se separam dos panacas) e ficaram revoltadinhos pro resto da vida. Ô gente, sério mesmo: rancor faz mal. Vcs só têm uma vida. Dediquem-se ao amor, não ao ódio.

Anônimo disse...

Anônimo das 14:30, ao que me parece, quando sua mãe o ensinou a respeitar o próximo, esqueceu de informá-lo que os humanos não são só os homens, mas também as mulheres.
Próximo não é só quem é sexualmente, hierarquicamente e socialmente igual a você.

Gabriela disse...

Eu vejo esses masculinistas pelo orkut há tempos. E sabe o que eu me cago de rir? É o quanto eles realmente acreditam que são super-heróis q vão livrar o mundo do "feminazismo du mal".

Por lá todos eles se escondem por trás de profiles com fotos de personagens "másculos". Patético.

Lolinha, mais uma a favor de acabar com o anonimato dos comentários. Acho que as vantagens não estão compensando.

Lucas disse...

Os comentários anônimos são meio pé-no-saco mesmo.
Mas acho que no final acabam sendo bem didáticos, dando exemplos reais dos assuntos abordados.

Joana disse...

Eu também me sinto como você Pat Ferret. Tem muito absurdo por aí que só ouço falar e penso: nossa,nunca conheci ninguém que fizesse ou falasse isso. Questão de identificação,né. A gente não se identifica e se afasta.
Mas tentando espalhar a palavra, comecei a mandar os posts da Lola para parentes, pessoas do círculo de amizade de irmãs, parentes que moram no interior,principalmente mulheres e posto esses links pelas minhas redes sociais na esperança de que algum curioso pare e leia.
Porque, sério, é HORRÍVEL conviver com gente que nem contato com idéias como essas tiveram na vida.Assim como é HORRÍVEL conviver com gente que não tem um pingo de noção de ecologia ou que não entendem nem nunca pararam pra pensar no porquê de algumas pessoas serem vegetarianas. É ALIENAÇÃO DEMAIS! E está pra todo lado!

Anônimo disse...

Karina, talvez seria bom você ver bem que religião está referenciando.

"I Timóteo 2:11 A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão.
I Timóteo 2:12 E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio."

"I Coríntios 11:7 Porque, na verdade, o homem não deve cobrir a cabeça, por ser ele imagem e glória de Deus, mas a mulher é glória do homem.
I Coríntios 11:9 Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, e sim a mulher, por causa do homem."

"Gênesis 3:16 E à mulher disse: Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará."

"Levítico 21:14 Viúva, ou repudiada, ou desonrada, ou prostituta, estas não tomará, mas virgem do seu povo tomará por mulher."

Pat Ferret disse...

UIA! E ONDE foi, em meu comentário, que eu me disse "feminista"? Sinto dizer, mas concordar com algo que a Lola disse não me torna "osmoticamente" feminista. Que tal esperar um pouco e ler OUTROS comentários meus (não existem ainda, pq acabo de "chegar" no blog), antes de retrucar tão veementemente? ;-)

Muito pelo contrário, eu acho é que todo mundo é IGUAL: homem e mulher, hetero e homosexual, católico e judeu (ou outra religião qqr, preencha o espaço), negro e branco, índio ou oriental. Eu não sou "feminista" não, moço: sou igualitária. ALGUMAS coisas em que eu acredito "batem" com o que as militantes feministas dizem, outras não.

Aliás, se eu virar militante de alguma coisa, será pelas causas animais. Mas evito fazê-lo, pq acho que tenho um potencial de insanidade grande o suficiente para virar uma daquelas criaturas malucas que se acorrenta a árvores e vou acabar me esquecendo que viver é mais do que isso.

ESSE é o meu ponto: quem pensa de forma extremista não tem "visão periférica" e não consegue perceber que o mundo não é feito de pretos e brancos apenas, mas de toda uma escala de outras cores que NEM SEMPRE são cinza.

E foi a respeito DISSO que opinei, sem qqr pensamento ou conotação "feminista" propriamente dita. Aliás, se o texto tivesse sido, por exemplo, sobre fundamentalismo religioso, eu teria escrito algo muito parecido.

Uma conhecida minha, por exemplo, tentou começar uma discussão FEIA comigo por causa de política, há uns tempos atrás. Eu até tentei conversar mas, como percebi que ela não tinha a MENOR intenção de tentar entender o meu ponto de vista (o que NÃO significa mudar de opinião), achei tudo muito contraproducente e fui fazer outra coisa. Ela feliz, lá no canto dela, e eu feliz aqui.

Caracoles, tô me sentindo como os cavaleiros de Gondor, vendo as nuvens negras de Mordor se aproximando no horizonte (pronto, agora alguém vai me chamar de "feminerd" Rsrsrs)... ;-)))))

Anônimo disse...

ja q rir do tamanho do "pacote" masculino eh de boa e faz com que homens de pau pequeno virem masculinistas, serah que rir de bucetas alargadas fez com que as moças aqui tenham virado feministass?

Anônimo disse...

Ah,preconceito religioso espertinha.O direito dos religiosos está assegurado pela constituição desde 1891,decretado por Marechal Deodoro da Fonseca,

Art.número 1:é proibido à Autoridade Federal,assim como à dos estados federados expedir leis,regulamentos ou atos administrativos estabelecendo alguma religião ou VEDANDO-A,e criar diferenças entre os habitantes do Brasil,por motivos de crenças,opiniões filosóficas ou religiosas.
Portanto respeitem se querem ser respeitadas, preconceito religioso é crime.Podemos tomar atitudes legais contra as senhoras que recusaran a Nosso Senhor.
Cordeiro Do Senhor

Anônimo disse...

Pat Ferret,

Feminismo visa a igualdade,caso a senhora não saiba.
Você foi contraditória;expressa que considera todos iguais,mas sua opinião alguns posts atrás mostra um caráter machista,é a mesma opinião canalha desses brutamontes.

Lucas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol disse...

"Portanto respeitem se querem ser respeitadas, preconceito religioso é crime.Podemos tomar atitudes legais contra as senhoras que recusaran a Nosso Senhor.
Cordeiro Do Senhor"


HAHAHAAHAHAHHAHAHAH

Lucas disse...

"Podemos tomar atitudes legais contra as senhoras que recusaran a Nosso Senhor.
Cordeiro Do Senhor"

Sou cristão e apoiador do blog, mas esse anônimo...

Não, não podem não.

Cris disse...

LUCAS... tinha esquecido...mas no blog na Lola, antes de acessar os comentários deveriamos ser direcionados a um aviso: NÃO ALIMENTE OS TROLLS!

Lolinha...o post tá ótimo! Adoro ver como tem gente que nunquinha vai entender o que é ironia.
E apoio a idéia de por fim aos comentários anônimos! Gente chata, caramba!

Anônimo disse...

Ok,quero ver se as irmãs hereges irão gargalhar no fim dos tempos.Que Jesus tenha misericórdia de suas almas.
Cordeiro Do Senhor

Gabriela disse...

"Portanto respeitem se querem ser respeitadas, preconceito religioso é crime.Podemos tomar atitudes legais contra as senhoras que recusaran a Nosso Senhor.
Cordeiro Do Senhor"

Hahahahahahahahaha, atóron! Só rindo mesmo...

Ághata disse...

Huahuahuahauhauhauhauahuahuahauhauhauhauhauhauahuahuahauhauh! Ai, Lola, cê me mata de rir!

Roberta disse...

Desculpe me intrometer mas...ALIMENTE OS TROLLS SIM!Esses caras são hilarios!:D

Niemi Hyyrynen disse...

A coisa tá ótima aqui hoje!

De demonstrações de falta de afeto e baixa auto-estima até a ameaças divinas.

E olha que esses caras acreditam no "Deus do amor".

Misogenia é pouco...

Roberta disse...

"Ok,quero ver se as irmãs hereges irão gargalhar no fim dos tempos.Que Jesus tenha misericórdia de suas almas.
Cordeiro Do Senhor "

Cara,vc é tão engraçado que só pode ser fake kkkk

Carol disse...

Somos bruxas gargalhantes.

Anônimo disse...

Sejam mulheres doces e amorosas e terão tudo o que quiserem de um homem.Pra que brigar assim?Mulher é assim,homem é assado,é a ordem natural da vida.Pq lutar contra sua natureza se podem ter inúmeros benefícios se aproveitando dela?Nós amamos mulheres meigas e atenciosas,por acaso as senhoritas gostam de machos cavalos e grosseirões?Creio que não.Ficam o fendidas e furiosas com um homem assim e tem razão.Do mesmo modo se continuarem agindo desse jeito só terão agressividade e desprezo de volta.Sejam delicadas e suaves,nós amamos vocÊs.Bjs de um admirador.

Daniela disse...

Seremos processadas por não sermos religiosas?!


HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH


Cada pérola! xD

Roberta disse...

Gente,alguem sabe me falar se o "Bufalo Reprodutor"é real ou só uma piada?Pq realmente,não creio que um homem de verdade escreveria aquelas coisas a serio.É tanta paranoia que é realmente muito divertido rsrs

Larissa disse...

nem sei oq comentar aqui, pq discutir com masculinista e anônimo não dá...
felizmente eu sou casada com um homem muito mais evoluído que 99,9% dos que vejo por aí. só queria entender como é que ainda há mulheres que se sujeitam a certas situações.. já estamos no século XXI, ninguém é obrigado a casar, ter filhos.. qual é o custoxbenefício de casar com um troglodita, ter dupla jornada, entre outras coisas que as mulheres instruídas e independentes financeiramente continuam aturando? não entendo...

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Lolinha, realizou o grande sonho de alguns de finalmente poderem dizer suas bobagens em um blog que tem muitos leitores (ter um número razoável leitores e serem a maioria de surtados ou pessoas que só leem pra zoar, não conta, rs), realmente tem visibilidade e comentaristas que não são apenas um bando de malucos.
Agora vão deitar e rolar, rsrs. Pelo jeito vão ser vários comentários, um mais longo e mais non sense que o outro.
Quando perder a graça a Lola vai ter que bloquear anônimos por uns dois meses, porque não vão querer parar.

Anônimo disse...

Alguns dos Anônimos, X-MEN EVOLUTION e JB Carlos são a mesma pessoa! Esse admirador aí também...

Aprenda a pontuar suas frases e usar espaços corretamente e talvez você consiga tornar a brincadeira mais divertida!

E aprenda a escrever Nietzsche, pelo amor de ..., ah, esquece!

Roberta disse...

Larissa,eu tbm pensava isso:
"Pq sera que elas,mulhere muitas vezes intruidas,com diploma e de varias camadas sociais diferentes se submetem a machões?"
Por causa da cultura,saca.Desde crianças nos dizem como o mundo é e como funciona a "ordem natural das coisas"ai ficamos com isso na cabeça mas na realiadade a "ordem natural das coisas"não existe,é apenas umas cultural preconceituosa e arcaica que as pessoas não querem mudar.Muitas mulheres acreditam que devem ser submissas aos homens e homens acreditam que devem dominar as mulheres.Isso sem se questionarem.E infelizmente te digo que nossas escolas não ensinam a questionar merda nenhuma,só a decorar essas "ordem natural".Acabei de sair do ensino medio,nunca tinha ouvdo falar de feminismo na escola.Ainda bem que existe internet\o/

Anônimo disse...

Hereges como voces implorarão pela morte no dia da grande tribulação.Mas a morte fugirá.As pessoas sofrerão acidentes,perderão membros,adoecerão e pedirão para morrer mas Jesus a segurará.Depois ela volta e o Grande Apocalipse surgirá.São incrédulos porém,no Dia do Juízo Final estarão diante do trono de Deus.Todos os seus pecados serão revistos.Aos ímpios restará o inferno eternamente.Não creem eu não me importo de ser ridicularizado,pois sou abençoado,Jesus Nosso Senhor está me guardando e me protegendo,não preciso de mais nada além disso.O inimigo envenena a mente dos filhos de Deus.A mulher foi a grande traidora.Está na Bíblia,muitos serão atirados no inferno porque o diabo usa as mulheres para os homens cometerem adultério.Eva seduziu Adão e assim a raça humana foi emporcalhada.Javé ficou triste,mas Ele tem palavra e a Sua palavra deve ser cumprida.Temam ao Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.Eu não ligo para as pedras que me jogarem,pois,com Cristo eu estou seguro e na paz.Perdoô suas ofensas.Mas aviso;Eva ficou suja,mas as mulheres de hoje podem purificar-se se seguirem os mandamentos.Humildade,castidade,servir ao marido e criar os filhos.É claro que podem trabalhar e estudar.Só não devem desvirtuar-se do caminho de Deus.
Que Jesus vos abençõe.
Cordeiro Do Senhor

Anônimo disse...

Ai rapaziada,vocês são doidos por ficarem perdendo tempo discutindo lógica linear com essas mulheres(do século XXI)e esses manginas... deixem que se enforquem nas próprias escolhas... o engraçado será ver esses manginas depois choramingando(nos blogs masculinistas) por terem se ferrado com alguma espertinha... vamos cuidar de nossas vidas...

Daniela disse...

Deveriam falar sobre a história do feminismo nas escolas, afinal, faz parte da história do Brasil e do mundo.
Além disso, tinham que tocar na questão de desigualdade entre gêneros, principal fator da violência contra mulher, desde meninas.
Se bem que todo o sistema educacional deveria sofrer uma reforma, né? Isso é apenas 1% do que precisamos mudar no ensino de maneira geral.

Marina disse...

LOLA,

Você esqueceu de dizer uma coisa: eles não gostam das mulheres interesseiras, que só ligam para o dinheiro e o carro deles. Mas eles também não gostam das que trabalham, estudam e ganham seu próprio dinheiro e compram seu próprio carro!!!!!!!!!!!!!!! Ou seja, eles não querem que as mulheres sejam interesseiras, mas também não querem que elas tenham uma carreira e se sustentem sozinhas. Então, Lola, eles querem o quê??????????????????????????????

Anônimo disse...

As mulheres daqui são a maior prova de como o feminismo emburreceu a mulher moderna.Nenhuma trás argumentos lógicos para defender suas questões e curiosamente as melhores defesas feministas vêm de alguns otários que desonram as bolas.Gostaria de ver a resposta feminazi sobre a questão levantada anteriormente em dois comentários a respeito de como é maior a incidencia de jovens drogas em famílias não tradicionais e também gostaria de ver uma resposta séria a Karina,que não saisse pela tangente através da questão rerligiosa e responde-se ao comentário dela como um todo.Até a própria Lola ignorou a postagem da Karina,talvez por não ter argumentos quando confrontada com uma mulher de princípios.

Ághata disse...

"Nós amamos mulheres meigas e atenciosas,por acaso as senhoritas gostam de machos cavalos e grosseirões?Creio que não. (...)Sejam delicadas e suaves,nós amamos vocÊs.Bjs de um admirador."


HUhauhauahuahuauah, essa galera é muito loka!

Oi? Não, deixem os comentários anônimos. Qualquer coisa, a gente apaga os mais sem graça e sem noção.

Anônimo disse...

Eu tenho certeza que a Karina é fake.Deve ser do tal Cordeiro do Senhor,putz.

Larissa disse...

Roberta, concordo com vc q as coisas são como são por uma questão cultural e histórica.. mas qdo vamos mudar? Nas escolas vai ser difícil alguém ensinar certas coisas.. mas pensa, esses trogloditas q vemos por aí com certeza tiveram mãe.. e que tipo de educação receberam? Conheço muitos que cresceram com a mãe servindo comida no prato, recolhendo roupa suja.. aí fica bem mais difícil eles entenderem por conta própria que isso é absurdo (não tô dizendo q isso justifica). Minha sogra cresceu num ambiente super machista mas criou o filho de outro jeito. Minha mãe, pasme, não fez o mesmo. Cresceu num ambiente muito mais "feminista" com mãe divorciada e que trabalhava pra sustentar a família, mas criou o meu irmão com uma série de privilégios pelo fato de ser homem. Percebe como certas mudanças estão nas nossas mãos? Não adianta a gente achar absurdo tudo isso q vemos por aí se continuarmos criando filhos (e filhas) machistas, ou escolhendo casar com pessoas que ainda acham que é obrigação exclusivamente feminina chegar em casa à noite e preparar o jantar.

Pat Ferret disse...

Sim, em sua essência o feminismo é igualitário e a própria Lola deixa isso MUITO claro em diversos posts e respostas a comentários que li neste blog. Aliás, a Lola vive escrevendo que todo mundo é igual, e é por isso que concordo com muito do que ela fala (embora não tudo).

Mas... será que o fato da Lola ser UMA feminista com quem eu pontualmente concordo faz de mim uma feminista? Acho que não. Esse é o primeiro blog do gênero que eu leio, por sinal.

Se quer saber, mesmo que eu quisesse eu não me sentiria no direito de me auto-denominar "feminista", pq nunca estudei o suficiente, a respeito, para saber se o estaria fazendo com propriedade, como a Lola faz. Seria MUITO atrevimento de minha parte.

Mas não foi por isso que falei em ser "igualitário": foi apenas pq é um termo mais generalista, tentando explicitar que o que eu escrevi NADA tem a ver com um "pensar feminista/feminino". É mais um pensar "humanista", independente de gênero.

Anyway, se alguém achar que minha (única, filha de mãe solteira) opinião aqui foi coisa de "feminista", pode continuar achando, pq eu não considero ser "feminista" um demérito (não se isso significar ter segurança de opinião e lutar pelo que se acredita, como a Lola faz). EU prefiro continuar me achando uma "metamorfose ambulante", como o Raul Seixas (é um direito que me cabe, afinal), mas "feminista" não é um rótulo que me abale... ;-)

O que me impressiona é a intenção de agressão subreptícia nessas respostas – o que, mais uma vez, reforça minha convicção de o exagero, em QUALQUER coisa, é "over".

Anônimo disse...

"Chamam as mulheres de “receptáculos de esperma”, mas ao mesmo tempo parecem crer que o esperma deles é sagrado demais pra ser gasto com a gente."


Eles ao menos poderiam fazer tudo o que dizem que fazem né? Por exemplo, um dia desses vi um desses numa comunidade dizendo que não se envolve com vadia, pq ela é rodada, pq mulher vadia não presta. Se isso fosse verdade, aposto que as "vadias" estariam comemorando pela distância que eles mantém delas. Nenhuma mulher, sendo vadia ou não (aliás, para mim ngm é vadia, só estou usando o vocabulário deles para fazê-los entender) quer a presença deles. Será que é tão difícil eles perceberem que ngm quer eles? Que ngm está nem aí se eles nos querem ou não?

Pq não fazem o que pregam?

Marina disse...

Caro anônimo,

Você diz que as mulheres não têm embasamento lógico para refutar suas ideias. Mulheres, portanto, não são tão inteligentes quanto os homens. Entretanto, vocês mesmos dizem que as mulheres são espertas e interesseiras e que facilmente enganam o homem honrado, engravidam, dão o golpe da barriga, são maria chuteiras, maria gasolinas... Apesar de tanta vilania precisar de racionalidade, vocês afirmam, contraditoriamente, que as mulheres são só emocionais, só dão para os cafas, porque eles fazem com que elas sintam muitas emoções. Mas, ao mesmo tempo, elas são cruéis para com os homens honrados, que são obrigados a ir a puteiros porque as mulheres bonitas só querem dar para homens bonitos. Mas também afirmam que o mundo está essa merda porque hoje em dia as mulheres não se dão ao respeito e dão para qualquer um. (menos para vocês, homens "bonzinhos" rejeitados) Enfim, não há como argumentar logicamente com vocês, porque se fazem de vítima e, ao mesmo tempo, nem mesmo sabem o que querem das mulheres. Um exemplo? Vocês não gostam das interesseiras, mas também não gostam das que trabalham, estudam, se sustentam, pagam suas contas e compram seus próprios carros. Enfim, é impossível argumentar com vocês.

Roberta disse...

Uma familia não é desestruturada pq uma criança só tem uma mãe(ou só um pai).A questão é o carinho e o conforto familiar que a familia pode proporcionar.Tem crianças que tem um pai e uma mãe,cujo pai trabalha e a mãe fica em casa(familia "tradicional"na visão machista)mas que mesmo assim buscar as dorgas manolo :D
Tem criança que só tem a mãe(ou o pai)e é comportada,tem criança que na visão geral tem uma familia "perfeita"de acordo com o cliche e mesmo assim é demonio.
E tbm tem as variaveis:
-Pai ou mae ou os dois ausentes contribuem pra isso.
-Pobreza
-Amigos manolos que influenciam
-A atração que as drogas exercem no imaginario adolescente
-Filmes
-Rock:D(zuerinha,eu gosto de rock)
Enfim,não e pq nós mulheres deixamos de ser escravas que o mundo endoidou,drogas na santa epoca em que as mulheres ficavam em casa eram ate legalizadas(nunca ouviu falar de casas de ópio?).Cara,vc quer culpar a emancipação feminina pelo uso de drogas hoje em dia?O que o cu tem a ver com as calças?

Anônimo disse...

Pelo visto,as feminazis continuam com mimimi de como a sociedade é machista e como quem escreve contra elas é troll,mas em momento nenhum respondem ao que foi argumentado aqui.Esse vitimismo é vergonhoso,bem tipico de pessoas que não tem resposta.

Anônimo disse...

Odeio,odeioooo Charlie Sheen,desculpa o palavreado,mas ele tem cara de cu.

Anônimo disse...

É muito mais facil um moleque que não conhece o pai,e a mãe passa o dia todo fora de casa e quando tem tempo livre sai com as amigas para caçar homem,se influenciar pelo poder das drogas do que um jovem que tem a presença ativa dos pais em sua formação e é bem orientado.É fundamental para a criação de uma criança a existencia de modelos masculinos e femininos definidos,disciplina e a presença forte de uma família acolhedora.Quando uma criança passa o dia sozinha ou em creches,ela se torna solitária e revoltada sem se sentir pertencente a um núcleo familias,com isso o poder de persuação das más companias se torna muito maior,independente da classe social.O meio pode ser podre,mas se a criança tiver orientação e moralidade dentro de casa ela pode crescer seguindo bons valores.

Anônimo disse...

O feminismo é apenas uma parte de um fenomenio muito mais complexo que é o marxismo cultural.De acordo com marx,o comunismop só poderia ser efetivamente implantado se as principais instrituições da "sociedade burguesa" fossem destruidadas e essas instituições são:a família e a igreja,que são as principais fornecedoras de limites e conceitos de moralidade,sem essas instituições tudo que foi construido pela civilização judaico-cristã em mais de 2000 anos rui.Para mais informações se informem com os textos do Padre Paulo Ricardo e do filósofo Olavo de Carvalho.

Joana disse...

De novo me identifiquei com você, Pat Ferret. Estou longe de ser ecóloga, feminista etc, mas sei o quanto é importante estar antenado nesses assuntos e tentar por em prática no dia-a-dia. Estar consciente dos problemas é o primeiro passo para a mudança.
Confesso que meu primeiro contato com os textos feministas me deixavam bastante confusa e eu desconfiava que tudo era parcial. Mas depois de ler tantos exemplos dados que se encaixam perfeitamente na realidade, comecei a perceber que não existe desonestidade nenhuma nos argumentos feministas.
O que é dito aqui acontece todo santo dia e a gente deixa passar como se fosse normal.
Quantas amigas minhas tiveram que aturar seus irmãos cheios de liberdade enquanto elas, por mais corretas que tentassem ser, não tinham nenhuma. Filhos homens parecem ter liberdade e poder ilimitado em algumas famílias! Quem dera os pais ensinassem tanto os filhos homens quanto as filhas a passar e lavar roupa! Uma coisa tão simples e necessária pra qualquer ser humano se tornar mais independente e mais igual.
Os pais cobram das filhas que lavem louças,roupas,mantenham a casa limpa,mas também exigem severamente que estudemos e ganhemos dinheiro.
Os filhos homens quando não estudam, passam 3 dias na farra sem pisar em casa. Ai de qualquer filha que se atreva a tal coisa. Por mais consciente que seja sobre riscos de drogas e sexo seguro, elas não terão essa liberdade dada assim de mãos beijadas.

Anônimo disse...

Se tiveram acesso ao estudo foi por NOSSA CAUSA,usando o NOSSO DINHEIRO.

Marina disse...

Caro anônimo,

Você é um pobre coitado que mal sabe se expressar em Português. Quem não tem argumento, grita, xinga, agride. No caso, é você que não sabe argumentar: só sabe agredir e tentar ofender. Mas não se preocupe, não nos ofendemos com o que anônimos analfabetos funcionais falam por aqui... Se você tivesse coragem de mostrar a cara, quem sabe? Aliás, me responda uma coisa: se vocês não gostam de interesseiras e não gostam de mulheres "carreiristas", que trabalham, se sustentam e compram seu próprio carro, então vocês gostam de quê? Ah, sei... de prostitutas, né? As únicas que aguentam o papinho de vocês...

Anônimo disse...

Vcs não percebem que esses masculinistas são uns fracos? E não estou falando de força física, e sim emocional. Pq levaram um fora em algum momento da vida, e não aceitaram. É só ver o título da comunidade deles: O lado negro das mulheres. Isso é auto-explicativo. É só entrar lá e comprovar que só tem tópico de choradeira. O próprio Silvio deve ter sofrido na mão de uma mulher, e agora está querendo a vingancinha, no melhor estilo jardim de infância.

Não servem nem para ser machistas direito. Se o Charlie Sheen visse eles choramingando por causa de mulher, iria se envergonhar. São a escória do machismo. Escória do que já é escória. São tristes, frustrados, provavelmente muito feios, ou muito burros, e não aguentam o tranco. Lêem o autor lá (como é mesmo o nome? sei lá o q Alita) sonhando em colocar o manualzinho em prática, mas nem isso conseguem.

Chora bebê, chora que a mamãe vem consolar _|_

Daniela disse...

Engraçado como eles acham que chamar de vagabunda, interesseira, biscate, pregar textos bíblicos ou de terceiros é argumentar, né?

Sigo rindo! ;-)

Roberta disse...

Anonimo,eu concordo em parte,saca.
Na parte de modelos masculinos e femininos defeinidos,hum,quem ira defeinir isso e como podemos saber que essas definição esta correta?De acordo com a definição da idade media,ou seja dias de hoje,mulher gosta de rosa,homem de azul,mulher é submissa e homem dominador.Mas como sabemos se isso esta correto sendo que todo dia vemos exemplos ao contrario,mulheres fortes,homens delicados(sem serem gays)e pessoas de ambos o sexos que são uma mistura dessas duas qualidades?E tbm tem familias gays que dão de 10 a 0 em muita familia hetero.(Sou hetero e enxergo isso perfeitamente bem)
Quanto a familia presente,isso eu concordo e muito.Então se sepre alguem tem que cuidar da criança enquanto o parceiro trabalha acho perfeitamente normal alguns homens opcionarem por ficar em casa cuidando dos pimpolhos enquanto a esposa sai de casa para trabalhar.:D

Marina disse...

"Se tiveram acesso ao estudo foi por NOSSA CAUSA,usando o NOSSO DINHEIRO."

Isso é argumento??? É esse o exemplo da superioridade intelectual masculina? Isso é ser inteligente??????? Fala sério, anônimo! Até parece que as mulheres não trabalham. Sabia que é altíssima a porcentagem de mulheres que são chefes de família? Sabia que a grande maioria das mulheres TRABALHA?????? Eu mesma trabalho para pagar minhas próprias contas: não dependo de homem nenhum. Pago, inclusive as prestações do meu carro, sabia? Não estou com meu namorado por interesse financeiro.


Mas... será que você nunca viu mulheres trabalhando? Nutricionistas, fisioterapeutas, empregadas domésticas, vendedoras, executivas, professoras, escritoras, arquitetas, advogadas, médicas, enfermeiras, cozinheiras, costureiras, presidenta da República...

Anônimo disse...

O Charlie Sheen não é representante da causa masculinista coisa alguma.Ele é um drogado,que usa até crack e além disso é um otário que paga várias pensões e engravidou recentemente uma atriz-porno que fez um aborto com a conveniencia dele.Icones da causa masculinista são homens de bem como Jair Bolsonaro e Ronald Reagan verdadeiros exemplos de érica e integridade.

Lucas disse...

Uma casa com pai e mãe não é sinônimo de educação moral e cívica para os filhos.

O feminismo não é culpado pelas mães solteiras, os homens abandonavam mulheres grávidas muito antes do feminismo sonhar em existir (tipo, desde sempre)

Uma coisa engraçada... não sei em qual desses blogs masculinistas que eu visitei que eu vi...
O cara criticava o sujeito que pegava as "rodadas".
Mas dizia que com a "doutrina masculinista que lança a real" os caras estavam fazendo mais sexo...
Então rodada é zoada, mas pegar geral tá valendo pros "homens honrados que sabem tratar as mulheres"?
As "rodadas" seriam uma reserva especial pra eles se divertirem, tipo uma Joy Division, antes da "mulher de família" aparecer?

Santa esquizofrenia, bateman...

Pat Ferret disse...

E agora eu li as respostas em sequência e captei que a pessoa que está se dirigindo a mim (me parece a mesma) não entendeu NADICA do que eu quis dizer.

Onde foi que eu disse que "a culpa do machismo é das mulheres"? Eu disse, sim, que ALGUMAS mulheres compactuam (mesmo sem querer) com o pensamento machista. Diga-me: isso é uma inverdade?

Pelo que eu sei, aliás, uma das lutas feministas é, também, para incutir na mente feminina que essa ideia de que o homem é um ser superior que deve tomar conta da pobre mulher indefesa é retrograda, JÁ FOI.

Que a minha bisavó pensasse assim, até entendo; mas a amiga que mencionei é uma mulher independente e culta, na faixa dos 35 anos, e não tem QUALQUER razão para acreditar que sustentá-la é obrigação do marido.

ESSAS, sim, são mulheres que enfraquecem o movimento feminista pq, ao mesmo tempo em que usufruem das conquistas que as feministas alcançaram, viram-lhes às costas qdo lhes é conveniente. Porque o discurso dessa minha amiga, fora do casamento, é cheio de "pseudo-feminismo" – ninguém diria que ela pensa o que pensa, por trás dos panos.

Negar que percebo isso e jogar o problema para debaixo do tapete, seria de uma estupidez atroz.

TODAVIA, acrescento: o fato de algumas mulheres serem assim não justifica que os homens o sejam. Pode até fornecer um começo muito pífio de explicação, mas não é só isso, né? Aliás, seria até bom se as razões do pensamento masculinista fossem tão simplórias, pq seria beeeeem mais fácil mudá-lo e gente como a Lola não teria tanto trabalho... Rs

Será que, agora, me fiz entender?

Anônimo disse...

Lucas,homens sem caráter sempre existiram,mas antigamente eles eram a minoria.Hoje a própria atitude das mulheres está tornando os homens cafagestes.Elas despresam os homens de bem que são trabalhadores e esforçados,por considerá-los "um saco" e sem emoção e preferem os manos vida-loka,bombados e tatuados que usam drogas e desrespeitam a lei,e depois quando são agredidas por esses homens falam que todos não prestam e que a sociedade que é machista.

Dária disse...

"graças ao fim da família tradicional e ao fato das mulheres preferirem trabalhar e ir para a gandaia a criar seus filhos uma geração inteira está sendo criada jogada nas ruas a merce da coaptação do trafico de drogas"

Poxa, já que minha mãe trabalhou a vida inteira eu devo ser alguma drogada e picareta e não sei! =)

Marina disse...

Atenção, mulheres!!!!!! Vocês querem aprender a ter argumentos e a ser inteligentes como os masculinistas? Querem ser racionais, honradas e boazinhas como eles? Querem ser heroínas? Querem se expressar com brilhantismo em língua portuguesa? Prestem atenção: é assim que se argumenta:


"MARINA=FEMINAZI FEIOSA MAL COMIDA QUE FOI TRAÍDA HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA."




Aprenderam meninas? Anotaram com atenção, manginas? Argumentar como eles é difícil, eu sei. Nós não temos inteligência racional o bastante. Uma boa dica, entretanto, é terminar a exposição argumentativa com chave de ouro: "HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA"


Complicado, né? Mas um dia a gente aprende a ser tão inteligente quanto os masculinistas! Para começar, vou praticar alguns erros de ortografia e concordância. Um abraço a todas e boa sorte nessa instigante jornada!

Anônimo disse...

Querido anônimo.

Não se engane, até o Charlie Sheen tem mais honra do que vcs.

Jair Bolsonaro? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Vcs ainda tem que comer muito feijão com arroz para serem como ele. Ele pode ser um merda, mas não não chega ao nível de vcs.

Como eu disse: escória da escória.

Pat Ferret disse...

Em tempo: Joana, vc me entendeu! Tks!

Em tempo (2): Quem mencionou o Charlie Sheen falou SÉRIO? No creo...

Lucas disse...

Não, pera... para tudo...
Tem alguém dizendo que "antigamente era melhor"?
Que os homens eram honestos e honrados antigamente?

Sério gente, vão estudar e parem de ver desenho e ler Angus e acreditar que 300 é um relato histórico dos bravos gregos da antiquidade, tá derretendo o cérebro de vocês...

La Mamacita disse...

Adorei a foto do urso e os comentários. Só você com seu humor pra passar por cima de um tema tão pessado. Parabens! La Mamacita.

Joana disse...

Se tiveram acesso ao estudo foi por NOSSA CAUSA,usando o NOSSO DINHEIRO.

Se eu tivesse só a minha mãe, hoje estaria formada em como curso extra música, talvez seria nadadora,estaria trabalhando, dirigindo e muito provavelmente viajando pro exterior sempre.
Por mais que ela não tivesse o dinheiro pra bancar tudo, ela tinha mais noção da vida que meu pai.
Meu pai por ser machista é um homem duro, teimoso, que não aceita sugestão de ninguém, achava que todo mundo tinha que ficar preso em casa e que estudos se resumia em estudar apenas aquilo que vai te fazer passar no vestibular. Uma pessoa que só lê bestsellers. Uma pessoa que anos atrás teimava em beber e dirigir e que por sorte não matou os dois nem deixou minha mãe paraplégica com o capotamento do carro. Uma pessoa que apesar de fazer todas essas cagadas, todo mundo via ele como alguém que precisava de muita compreensão. Eu não vi ninguém tendo a mesma compreensão com a situação da minha mãe em cuidar de 3 filhos sozinha e ainda não receber nenhum apoio do marido.
Sinceramente, invejo muitas amigas que tiveram só a mãe.

Anônimo disse...

Quero responder, posso???



6- Porque as feministas reclamam que os homens são machistas pau no cus de merdas, mas o homens feministas são os que menos pegam mulheres, e os cafas machistas que as vêem como carne pegam geral?

Isso depende do seu círculo social. No meu mulher nenhuma se estraga se envolvendo com vermes. Aliás, os caras machistas que conheço são os mais losers que já vi, isso me baseando no exemplo de vcs principalmente, e outros que conheço pessoalmente.



7- Homem é responsável por pagar pensão a um bebê pois “a mulher não fez a criança sozinha”. Homem não tem voz no aborto de uma criança pois não é o “corpo dele”. Conveniente hã?

Vou responder com uma afirmação: Se homens engravidassem o aborto seria legalizado, afinal ngm ousaria dizer o que um homem deve ou não fazer com o seu corpo e com o amontoado de células que existe em seu ventre.



8 – Se as mulheres são tão pra frente, modernas e independentes, porque exigem sempre alguém acima financeiramente e profissionalmente e ainda se gabam disso?

vc adora generalizar né filhinho? Tem mulheres que fazem sim questão de ter um marido rico, assim como alguns homens fazem questão de ter uma mulher rica. Os casos de aproveitadores de mulheres não são escassos.

Outro ponto: Vcs querem mulheres que não trabalhem fora, que sejam reles donas de casa. Sinto muito em afirmar, mas no horizonte de vcs só vejo as interesseiras que vcs tanto falam mal. Apenas uma mulher muito interesseira aceitaria essa situação, e se vc quer uma mulher que não trabalhe para ficar somente dentro de casa cuidando da ninhada, pode começar a ficar rico. São dois adultos para serem sustentados com somente um trabalhando.

É uma questão matemática muito lógica. Casa, comida, contas e crianças custam caro. Sem a outra parte rendendo, vc terá que render em dobro.

escravo roger{RF} disse...

Não lamente os trolls.

Anna disse...

"Para mais informações se informem com os textos do Padre Paulo Ricardo e do filósofo Olavo de Carvalho."

[b]FILÓSOFO OLAVO DE CARVALHO[/b]

PQP, vou passar uns três dias úteis rindo disso.

Anônimo disse...

Interessante seu relato Joana.Não sou troll,apenas comento que fiquei impressionada com sua confissão.Bj

Joana disse...

Nem vou ler quem resolveu falar dos tempos passados, tenho um amigo que é exemplo vivo de casamento à moda antiga. Ele tem 38 anos e nasceu num dos países mais feministas, Canadá. Mas por azar, as coisas ruins que aconteceram com ele foram antes do feminismo.

Pai rico,militar. Mãe dona de casa sem estudos, sem emprego, sem noção nenhuma de mecânica de carro. Pai sustenta a casa. 4 filhos.
Pai se divorcia da Mãe. Não existe lei de apoio à Mãe que é deixada sozinha sem dinheiro pra criar os filhos ou seja nada de pensão.
Mãe precisa aprender tudo sozinha. Pai não dá nem um tostão pra ajudar, pai não manda nem cartão de feliz aniversário para os filhos.
Filho homem crescido fazendo graduação aos 38 anos. Não fala com o pai nem no Natal. Pai morre de chorar no telefone falando com as filhas, as únicas que o perdoaram. Filho homem ainda não perdoou o que o pai fez com a mãe e com ele e quer que ele morra sozinho.

Anônimo disse...

Esse Escravo Roger é uma piada.Me mijei de rir com a foto dele

Anônimo disse...

"Como sabem eu sou o TERROR do feminismo e já desmascarei vários castelinhos falaciosos delas e agora eu vou dar um pontapé com minhas botas do Rambo nessa palhaçada feminista".


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Se na sua brincadeira com os seus amiguinhos vc é o Rambo, tem algum coleguinha seu que faz o Chuck Norris?

Me lembrou minha infânci quando a turminha se dividia para escolher qual power ranger seria. Eu era o amarelo, e vc?

Anônimo disse...

Aborto é ASSASSINATO,a criança que está no ventre é um ser vivo que pode sentir dor,procurem se enformar sobre os métodos de aborto e o sobrimento que passam as crianças ao serem expelidas do ventre materno.É muita crueldade!

Se a mulher não quer ou não tem condições de ter um filho o mais digno a fazer é dar para adoção,dando a essa criança uma chance de viver.Eu conheço e contribuo para um grupo de freiras na minha cidade que criam crianças que foram rejeitadas,e ao visitar a instituição e ver a alegria dos pequenos jogando bola num campom improvisado ou das meninas pulando corda,volto para casa triste pensando como alguem pode ser tão vil ao ponto de defender tirar a vida de um inocentes destes.

Marina disse...

São muitas as questões, vou responder algumas:


8 – Se as mulheres são tão pra frente, modernas e independentes, porque exigem sempre alguém acima financeiramente e profissionalmente e ainda se gabam disso?

Isso é mito. Se isso fosse verdade, homens pobres não se casariam. E eles se casam aos montes, é só você ir a um Cartório e vai ver que as diferenças econômicas entre os noivos não são tão grandes assim. Pedreiros se casam, jardineiros se casam, desempregados se casam. Ou seja, não é verdade que as mulheres sempre exigem que o homem seja mais rico do que elas. O que vejo, com mais freq uência, é que as mulheres (assim como os homens) acabam se relacionando com pessoas de níveis culturais e econômicos parecidos (pois se conhecem no local de trabalho, na escola, na faculdade, no curso de Inglês, no bairro em que moram, etc. ) O fato de tantas mulheres estudarem, trabalharem, se esforçarem para ter uma carreira não signifca que estão estão esperando “marido rico”. Quanto às lavadeiras, domésticas, costureiras, mulheres que trabalham de sol a sol para sobreviverem... creio que também não estão a espera de homem rico. Gostamos de dinheiro tanto quanto vocês. E a maioria esmagadora das mulheres trabalha para pagar suas contas. Algumas ainda trabalham como donas de casa, que também é uma profissão digna e penosa. Enfim, é mito que mulheres exigem homens mais ricos do que elas.


PS: Quando, numa pesquisa, os entrevistadores perguntam o "homem ideal", é claro que as mulheres vão dizer "É o Brad Pitt", "é o príncipe encantado bonito, gentil, montado num cavalo branco e dono de um castelo", "é o Luan Santana" Enfim, anônimo, com vocês, a idealização não é diferente. Se perguntarem quem é a mulher ideal, vocês vão dizer "Angelina Jolie", "Deborah Secco", "uma mulher bonita, inteligente, educada, rica, gentil, divertida, etc" No plano das idealizaões, vale tudo. Mas na vida real, não é assim. Os pedreiros se casam, as empregadas domésticas se casam, os jardineiros se casam, muitos médicos se casam com médicas, enfim... as pessoas vão descobrindo afininadades. mulheres são tão humanas como homens. Não somos nem anjos nem demônios, nem melhores nem piores que vocês. Cometemos erros e acertos, sabia? Somos GENTE. Muito prazer!

Anônimo disse...

ANNA,por mais que você discorde dele o Olavo de Carvalho é um filósofo sim,de matriz Aristotélica e já foi elogiado por gente como Miguel Reale e Bruno Tolentino pela originalidade de suas teorias.Leia O Jardim das Aflições e Aristóteles em Nova Perspectiva e venha me falar que ele não é um filósofo.

Anônimo disse...

Caro anônimo.

As outras questões são tão óbvias que me recuso a responder. Não sou professora da primeira série. Pergunte à tia na sua aulinha de amanhã.

Mas uma dica: se as diferenças nos testes do serviço militar te incomodam tanto, pq vc não sai na rua para protestar como um ativista de verdade? Se o masculinismo é um movimento social, logo ele deveria ser legítimo. Junte seus amiguinhos e faça isso. Vc não vai mudar esse quadro na internet.

Ou o masculinismo não é sério o suficiente para isso? tsc tsc

Anônimo disse...

Quero ver alguma feminazi justificar porque as mulheres aposentam mais cedo e porque o estado gasta muito mais com cancer de mama,sendo que há maior incidencia de cancer de prostata

Anônimo disse...

Não dá pra ler os comentários dos leitores. O blog foi invadido por pessoas indesejáveis e anônimos. Sugiro pelo menos suprimir os anônimos. Sorry. La Mamacita

Anônimo disse...

Por que a sociedade é masculinista sua idiota.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

La Mamacita disse...

Alguna coisa estou fazendo errada porque sai anônimo. La Mamacita

Anônimo disse...

Quero ver alguma feminazi justificar porque as mulheres aposentam mais cedo e porque o estado gasta muito mais com cancer de mama,sendo que há maior incidencia de cancer de prostata

Mais uma vez vc faz perguntas estúpidas. Vc não vai parar de perguntar coisas óbvias não? Minha paciência com vc está acabando, mas vamos lá.

Mesmo as mulheres que trabalham fora possuem dupla jornada de trabalho. Acho que isso já justifica por si só. Ou por acaso quando vc, hominho (caso seja casado), chega do trabalho, vai lavar louça, lavar roupa, dar banho nos filhos, fazer a janta, limpar os quartos e preparar o almoço de amanhã? Sendo ainda um machista confesso, duvido que faça metade dessas coisas!

Quanto ao câncer de próstata, que culpa nós temos se vcs mesmo são relutantes em fazer o exame? Como que o estado vai gastar com campanha sendo que a maioria de vcs se negam a realizar o exame básico para a prevenção do mesmo? E isso não é nossa culpa, e sim culpa de vcs e da mentalidade machista, que prega que exame de próstata é coisa de gay, e que o homem tem que se negar ao máximo para fazê-lo, pq se o fizer, perderá toda a sua masculinidade.

Marina disse...

Alguém pergunta por que as mulheres aposentam mais cedo.


“Todos somos iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza, garantindo - se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à segurança e à propriedade, (...)”,

Se você conhece um pouco de Direito, anônimo, certamente sabe que a igualdade não é formal e negativa, ou seja, igualdade não é a lei não estabelecer nenhuma diferença entre os indivíduos, tratando todos igualmente. Igualdade é material, pois reconhece as diferenças entre os indivíduos nas hipóteses de ações reproduzíveis em nosso dia-a-dia. A igualdade que discrimina para não excluir, é o famoso "tratar os iguais igualmente e os desiguais desigualmente na medida de sua desigualdade". Ter direitos iguais não significa que mulheres e homens sejam absolutamente iguais.


Mas, se você e os outros masculinistas consideram ultrapassado dizer que a mulher tem dupla jornada e portanto "merece" se aposentar mais cedo, ou se acham que a Lei Maria da Penha deveria proteger os muitos e muitos homens agredidos pelas companheiras, se acham que os exames de resistência física devem ser iguais, então, protestem, unam-se, mostrem a cara. É, anônimo, todos têm direito a sua opinião, mas o anonimato é vedado pela Constituição, sabe? Se quiserem mesmo lutar pelos direitos do homem, vocês devem ter coragem de assinar o que escrevem, de dar entrevistas, de mostrarem seus excelentes argumentos no Congresso... Não esperem que façamos isso por vocês. Em vez de procurar culpados, procurem as soluções. Lutem pelos seus direitos! Eu adoraria ver um de vocês mostrando a cara numa entrevista e expondo seus maravilhosos argumentos. Homem que é homem é corajoso, não é mesmo? Anônimos são covardes! Então, vamos que vamos! Boa sorte nas reivindicações de vocês rumo a igualdade de direitos! Por um Brasil melhor!

Anônimo disse...

Esse negócio de dupla-jornada é balela.Hoje em dia as dondocas só sabem fazer miojo e morrem se a empregada faltar 2 dias.Sem contar que cada vez mais as mulheres tão botando os manginas e os filhos para lavarem pratos me varrerem a casa.Nem para o serviço doméstico voces estão prestando mais.

Anônimo disse...

Oi Lola
Parei de comentar aqui quando você fechou para anônimos, e fiquei um tempo longe da internet, mas olha, lendo os comentários desse e dos outros posts eu passei a entender você.
Até desanimei em comentar o assunto do post, enfim, que mega paciência a sua.
abs
Leah

Ana disse...

"Ahá,viu só ainda admitem que são putonas.Devem estar com o cu todo esfolado."

Em pleno século XXI, o cara acha que mulher que faz sexo anal(mesmo que seja com o marido, devidamente casada no papel) é puta.

VIRGEM DETECTED!!!!!

Samara L. disse...

Lolinha,

Claro, lógico e muito óbvio que tu estás coberta de razão. A gente está manejando aqui gente de um nível intelectual e cultural muito inferior. Então chega a ficar redundante a coisa toda.
Mas, falando sério, nunca te dá preguiça tudo isso? Nunca te ocorre que é muito desperdício de energia dar espaço pras esses caras debaterem?
Deve ser uma alegria para eles, uma oportunidade unica de ser ouvido por uma mulher inteligente. Coisas da internet, porque na vida real nenhuma mulher normal e bem educada pára e ouve um papo nesse nível.
Mas, graças a Deus, o mundo também está cheio de homens lúcidos, cultos, inteligentes, sensíveis e decentes. Esses que se relacionam, casam e convivem com a gente, sabe? Talvez devessemos usar mais tempo para ouvi-los - seria tempo melhor empregado.
Porque quanto aos outros, bom... eles não vão mudar, porque não alcançam, sabe? Nem as mulheres doentes que os criam e concordam com essa balela toda.
Sei lá, talvez vc ache que é condescendëncia de minha parte. Mas eu realmente acredito que ignorar é mais produtivo. Qualquer discordäncia ou concordäncia tua nesse particular será uma honra, viu? Continuo te admirando muito.
Abraço.

Marina disse...

Alguém pergunta por que as mulheres aposentam mais cedo.


“Todos somos iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza, garantindo - se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à segurança e à propriedade, (...)”,

Se você conhece um pouco de Direito, anônimo, certamente sabe que a igualdade não é formal e negativa, ou seja, igualdade não é a lei não estabelecer nenhuma diferença entre os indivíduos, tratando todos igualmente. Igualdade é material, pois reconhece as diferenças entre os indivíduos nas hipóteses de ações reproduzíveis em nosso dia-a-dia. A igualdade que discrimina para não excluir, é o famoso "tratar os iguais igualmente e os desiguais desigualmente na medida de sua desigualdade". Ter direitos iguais não significa que mulheres e homens sejam absolutamente iguais.


Mas, se você e os outros masculinistas consideram ultrapassado dizer que a mulher tem dupla jornada e portanto "merece" se aposentar mais cedo, ou se acham que a Lei Maria da Penha deveria proteger os muitos e muitos homens agredidos pelas companheiras, se acham que os exames de resistência física devem ser iguais, então, protestem, unam-se, mostrem a cara. É, anônimo, todos têm direito a sua opinião, mas o anonimato é vedado pela Constituição, sabe? Se quiserem mesmo lutar pelos direitos do homem, vocês devem ter coragem de assinar o que escrevem, de dar entrevistas, de mostrarem seus excelentes argumentos no Congresso...


Não esperem que façamos isso por vocês. Em vez de procurar culpados, procurem as soluções. Lutem pelos seus direitos! Eu adoraria ver um de vocês mostrando a cara numa entrevista e expondo seus maravilhosos argumentos. Homem que é homem é corajoso, não é mesmo? Anônimos são covardes! Então, vamos que vamos! Boa sorte nas reivindicações de vocês rumo a igualdade de direitos! Por um Brasil melhor!

Anônimo disse...

Marina

Se eles estivessem mesmo incomodados com a diferença nos testes do serviço militar, a campanha contra o câncer de próstata, a aposentadoria tardia e todas essas questões que colocam, já teriam saído à rua há muito tempo, mas não o fazem. Já viu notícia de algum protesto de masculinistas no Brasil? NÃO EXISTE! Isso só prova como esse movimento aí não é legítimo! Não pode nunca ser considerado como movimento social. Pq as feministas, os gays, as lésbicas e todas as outras frações da sociedade que eles tanto inferiorizam pelo menos saem na rua para protestar, e os avanços que esses grupos tiveram foram graças à sua própria luta. Já com eles não. Eles não saem, não se mobilizam e ainda querem que nós façamos isso por eles. Me poupe né!

No final sabe qual é a verdade? Eles estão cagando e andando para os homens que morrem com câncer de próstata. Eles estão cagando e andando para a aposentadoria tardia, para o serviço militar. Eles não querem é nada. Querem só justificar o ódio com questões clichês.

Masculinismo não é um movimento legítimo, nem sério e nem organizado. E podem chorar o quanto quiserem, mas fazê-lo funcionar só depende de vcs, e não é numa caixa de comentários que irão conseguir qualquer coisa.

Anônimo disse...

Lógico que não é um movimento social.Masculinismo está na cultura.Feminazis ,além de putas,são retardadas.

Anônimo disse...

"Esse negócio de dupla-jornada é balela.Hoje em dia as dondocas só sabem fazer miojo e morrem se a empregada faltar 2 dias.Sem contar que cada vez mais as mulheres tão botando os manginas e os filhos para lavarem pratos me varrerem a casa.Nem para o serviço doméstico voces estão prestando mais."


Mas tu é burro mesmo ein? sabia que a maioria da população brasileira é POBRE e que muitas dessas mulheres que se aposentam mais cedo, trabalham fora tb como empregadas domésticas? Essas dondocas que vc fala só fazem parte de uma minoria da população, e coloca minoria nisso. Mas a verdade é que a maioria das pessoas aqui no Brasil estão na merda, não possuem condição financeira de contratar empregada doméstica, e uma boa parte dessas mulheres trabalham nas casas de família. Ou a empregada da dondoca q vc citou não é mulher? É o q então, um híbrido?

Faça uma comparação entre quantas dondocas existem no Brasil em relação a quantas mulheres pobres. Vc precisa de um choque de realidade.

Vc vive num mundinho perfeito mesmo. Onde todas as mulheres são dondocas e possuem empregadas. Até as empregadas tem outras empregadas. Lindo não? E ainda se aposentam mais cedo.

Anônimo disse...

A Lei Vadia da Penha é um dos maiores absurdos da história do direito brasileiro.
Imagine que um pai bate de forma violenta em sua filha de 3 (três) anos de idade. Nesse caso, aplicar-se-á o dispositivo em comento e ele não fará jus à pena de cesta básica ou outra prestação pecuniária.

Mas, por outro lado, se uma mãe bate violentamente em seu filho de 3 (três) anos de idade. Então poderão ser aplicadas as penas de cesta básica ou outras prestações pecuniárias à agressora.

Ainda, se o pai bate em seu filho de 3 (três) anos, que tem a mesma capacidade de resistência da filha de 3 (três) anos no exemplo citado acima, terá as benesses da aplicação das prestações pecuniárias ou cesta básica.

O mesmo se diga ao caso dos idosos:

Imagine que um filho bate em sua mãe de 80 anos de idade. Ele não fará jus aos benefícios citados.

Contudo, se uma mãe bate em seu pai de 80 anos de idade. Ela terá direito às penas citadas.

Perceberam a incongruência?

Carlos disse...

Sempre questionei a existência da "Delegacia da Mulher". Sempre tive uma impressão de discriminação a partir da existência desta.
Afinal, a mesma foi criada, se bem me lembro, com a finalidade de a mulher ser mais bem atendida, respeitada quando comparecesse a uma delegacia para fazer uma ocorrência, devido as vária queixas destas de serem até mesmo humilhadas e constrangidas durante o atendimento. Ora... Então é assim que se resolve?!
As delegacias deveriam ter agentes capazes e não debochados!
A mulher deveria se fazer ouvir sobre qualquer questão em qualquer delegacia e ser tratada com o devido respeito.
Todas essas Leis e procedimentos são até mesmo vexatórios e desrespeitosos com a mulher e ferem o Princípio da Igualdade, sim.
Não só pela forma desigual de punir, mas principalmente pela forma de tratar com os cidadãos de modo geral.
Ninguém pode cometer crime contra ninguém. Esse é o "principal" Princípio!
E todos têm que ter seus direitos garantidos, independente de sexo, idade, raça, cor, ... de Leis especiais. Afinal, especial tem que ser a justiça!
Como disse alguem lá em cima, é uma Lei absurda, populista, a mulher que escolha su parceiro melhor, que não se junte com homem safado, gamba, se foi na chuva, periga se molhar, outra coisa, tem muita mulher safada também, que procura sarna para se cosssar. Carlos

Anônimo disse...

Muitas mulheres utilizam desta lei para caluniar seus ex- companheiros e o mais incrivel que a uniao da o direito a elas de arrazar o seu ex- por nao seu correspondida por ele ou por outras situações semelhantes.
Direitos iguais Já.
O que acontece com uma mulher que se utiliza de calunia e é descoberto sua farça. Nada, Nada...... Onde vamos parar com leis ridiculas como essa?

Anônimo disse...

"Lógico que não é um movimento social.Masculinismo está na cultura.Feminazis ,além de putas,são retardadas."

Outro retardado que não sabe nem qual é a proposta do negócio que segue. Não sabe nem quem é no mundo e o que faz aqui. Se existe algum masculinista de verdade e realmente preocupado com as causas masculinas, este se envergonha com os exemplos desse pessoal bocó.

Como eu disse, só querem uma desculpa para justificar o ódio. Lutar pelas questões que assinalam, não!

Vivi disse...

Só vejo as feministas argumentando por aqui. Os tais masculinistas só sabem mesmo é xingar. Chamar de "puta" e de "mal comida" é o grande argumento de vocês? É sériooooooooooooooooo?


São uns coitados, gente. Temos que ter pena. Masculinistas são esquizofrênicos.




Marina,

Eles NUNCA vão mostrar a cara para lutar por reivindicações masculinas. Nunca. Eles não tem coragem para isso. São anônimos covardões, uns bobocas que acham que toda mulher é dondoca casada com homem rico e cheia de empregadas. As empregadas, no caso, não existem. Não são mulheres, nem gente, nem nada.

Carlos disse...

Vejamos uma caso: uma filha de 18 anos e um filho de 5. O pai bate nos dois. Todos aqui hão de concordar que a possibilidade de defesa do filho e o desvalor da conduta são muito maiores. Mas ele pode receber os benefícios do JECrim para o crime cometido contra o filho, mas contra a filha...
Quem aqui irá dizer que é isto que CR/88 prega?

Carlos disse...

Vivi,como não estamos argumentando.Leia e responda a respeito do que foi colocado sobre a lei maria da Penha

Liana disse...

Os que são comentaristas assíduos deste blog sabem que quase sempre, quando comento, discordo da autora, principalmente se o assunto é política. Porém, hoje nem vou comentar o post, já que tudo que eu diria foi dito em comentários por aqui (deixando claro: concordo em gênero, número e grau com o post). Vou apenas dizer que os comentários anônimos tornaram meu dia mais colorido ao me gerarem muitas, mas muitas mesmo, gargalhadas. Tô rindo horrores!

Anônimo é aquela pessoa com a vidinha um tanto entediante, cuja maior emoção é gastar seu tempo deixando comentários em blogs por aí. São seres humanos com a auto-estima baixa, carentes, que precisam chamar a atenção de qualquer forma para sentirem-se melhores com suas vidinhas medíocres. Para completar, lhes falta coragem, pois apenas por meio do anonimato conseguem emitir suas opiniões. Devem também ser vítimas de impotência, mal que assola as pessoas que têm necessidade de demonstrar sua masculinidade expressando-a por meio de ofensas.

Lola, agradeça aos anônimos que te lêem e deixam seus comentários calorosos e aconchegantes. Eles fazem o dia sempre mais feliz ao mostrarem que outra vida e outras opiniões são mais importantes e incomodam mais do que os acontecimentos de suas próprias vidas (ou a falta deles né). Sugestão: COMPREM VIAGRA! E alguns de vocês: parem de usar português abaixo da linha da pobreza!
Anônimos: http://lifeisdrag.blogspot.com/2010/06/anonimos.html

Vivi disse...

Anônimo que critica a Lei "vadia" da Penha e exige direitos iguais,


Por que vocês não se organizam e pedem que a Lei Maria da Penha também passe a valer para os homens vítimas de violência doméstica??? Assim, os maridos agredidos pelas mulheres, também terão amparo da Lei. Não adianta pedir direitos iguais aqui (e ainda por cima como anônimo). Siga o conselho das meninas e lute pelo que acredita ser certo no Congresso, na mídia, sei lá. Organizem-se.

PS: As delegacias de mulheres existem porque as mulheres são as maiores vítimas de crimes sexuais. Ou estou mentindo? E ficavam constrangidas de relatar os abusos sofridos para homens.

Mas se você discorda, lute pela criação de Delegacias de Homens. Por que não?

Anônimo disse...

Liana,não saia pela tangente com esse papo de superioridade.Se você se acha tão superior aos anonimos,pelo menos responda ao Carlos e a Karina.

Anônimo disse...

"Anonima=PUTA COVARDE"

Seus elogios me valem menos do que suas críticas, pois tudo o que vcs elogiam não presta. Logo me chamar de puta soa como elogio. Pior seria se sentisse empatia por mim. Isso sim me ofenderia.

Pode xingar a vontade.

Carlos disse...

Vivi,tinha um vizinho meu que era bem idoso e sofria constantes maus-tratos da esposa mais novas.Ele foi vária vezes a policia dar queixa e era constantemente ridicularizado e chamado de froxo,incluindo por uma delegada que por pouco não deu na cara dele,uma vez em que o acompanhei.Ele não aguentou mais e acabou se matando.Vc acha que esse tipo de coisa teria acontecido se fosse uma mulher?
Não se enganem,mulheres quando vão a delegacias são muito bem tratadas,até por conta do instinto protetor que nós homens temos em relação a vocês.

Anônimo disse...

CARLOS=SALVADOR DOS HOMENS

dr.Kelsen disse...

A Maria da Penha trata-se de uma lei casuística e tipicamente eleitoreira(foi editada pelo Lula em 2006). E se não fosse uma medida oportunista - eis que promulgada em tempos de eleição presidencial - até aplaudiria efusivamente o esforço de alguns na edição da lei, não pelo que representa em si, por óbvio, mas porque expressaria a atuação de grupos de pressão realmente engajados na luta contra a violência doméstica e familiar, e isso é um mérito inegável. Acredito piamente no meu engajamento ideológico e profissional até de muitos nessa causa. Entretanto, incomoda-me e muito ver a afronta a axiomas do Direito Penal. E, como afirmei, considerando a conjuntura da sua promulgação e sanção presidencial, sou levado a crer se tratar de uma lei de fundo político-eleitoreira. Como estudioso do Direito fico até constrangido quando me deparo com espécies normativas deste jaez!

Quando da sua edição, ao lê-la fiquei estupefato com alguns dispositivos legais. "Lei inconstitucional , não resistiria ao menor esforço hermenêutico de análise da sua constitucionalidade!", pensei na ocasião. Com efeito, a LMP afronta violentamente os axiomas do Direito Penal, em especial (mas não somente) os princípios da ofensividade e proporcionalidade das penas - sem contar o princípio da isonomia -, em razão da cominação de penas flagrantemente desproporcionais à gravidade do fato, o que se chama propocionalidade em abstrato, o legislador ordinário delimitou equivocadamente a conduta humana lesiva cominando-lhe uma conseqüência punitiva deveras exasperada.

Entre as várias perguntas que se formaram na minha cabeça, como se explicaria que o mesmo bem jurídico violado por igual conduta receba tratamentos tão díspares em função do gênero do objeto material (a vítima)? E mais, tudo o quanto cerca a lei é revestido de uma boa dose de exagero.

dr.Kelsen disse...

Ora, o Estado sequer cumpre as leis penais que promulga, de que adiantou ou adiantará mais esta, absurdamente inconsistente? Caminhos outros hão de ser adotados para se reprimir energicamente todas as formas de violência doméstica e familiar, quer contra mulheres, quer contra crianças, idosos e enfermos. E nenhum desses caminhos há de violar o Direito, é o que rogo sempre a Deus!

Ah, antes de alguns dirigirem a mim as críticas de praxe, reitero que a violência à mulher é algo vil e que deve inquestionavelmente receber o rigor da lei penal. Mas não se justifica o tratamento legislativo nesses moldes. O aumento das margens penais não assegurará a redução dos casos de violência contra a mulher. A questão é cultural, e de falta de uma política eficiente de segurança pública, entre outros fatores.

Por conseguinte, incompreensível esse novo quantum de resposta penal dado pela LMP à causa de aumento de pena prevista no § 9.º do art. 129 do CP - o que, por si só, retiraria o fato do conceito de infração penal de menor potencial ofensivo, malgrado a malsinada lei o faça expressamente no seu art. 41 e até, reflexamente, no art. 17, dado o escopo da LJE (especificamente as medidas despenalizadoras da composição civil dos danos, da transação penal e da suspensão condicional do processo (arts. 72, 76 e 89 da LJE) -, introduzido pela Lei n.º 10.886, de 17 de junho de 2004, que, criando o tipo especial de violência doméstica, pune a lesão corporal praticada contra ascendente, descendente, irmão, cônjuge ou convivente, ou, ainda, prevalecendo-se o agressor das relações domésticas, de coabitação ou de hospitalidade. E mais, a LMP introduziu também o novo § 11.º, que versa sobre majorante (ou causa de especial aumento de pena, como preferir) para o crime cometido contra pessoa portadora de deficiência.

Vivi disse...

Carlos,

O que aconteceu com seu vizinho foi muito triste. Não concordo com isso. Eu jamais riria de um homem que fosse agredido pela mulher e pedisse a minha ajuda.

Acho que a Lei Maria da Penha deveria mudar no sentido de incluir os homens como possíveis vítimas. Assim, todas as vezes que os homens fossem agredidos pelas mulheres, teriam amparo da Lei, da mesma forma que elas possuem. Na prática, são poucos os homens agredidos. Ainda assim, acho justo o seu protesto, Carlos e acho que vocês homens devam se unir e lutar para que haja delegacias de homens.

Mas vocês homens também tem que parar de ser machistas e de chamar de frouxo uma vítima como seu vizinho.Unam-se e lutem pelos direitos de vocês.

dr.Kelsen disse...

Agora, o mais aberrante na Lei Maria da Penha foi a alteração no Código de Processo Penal, acrescentando, entre as hipóteses autorizativas de decretação de prisão preventiva previstas no art. 313, o crime doloso que "envolver violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos da lei específica, para garantir a execução das medidas protetivas de urgência". Essa foi a gota d´água! Não consigo enxergar relação entre mais esta hipótese e aquilo que se busca com a decretação desta espécie de prisão cautelar: a conveniência da instrução criminal, a garantia da aplicação da lei penal, e a garantia da ordem pública. Vide arts. 20 e 42 da Lei Maria da Penha.

Na minha opinião, o Estado poderia ter abarcado na novel Lei Maria da Penha todas as formas de violência doméstica e familiar, e não somente contra a mulher(1), muito embora, no corpo da lei, poderia estabelecer mesmo medidas específicas de proteção à mulher, e também à criança - reforçando dispositivos no ECA - e ao idoso - derrogando-se o Estatuto do Idoso. Da forma como está, o único dispositivo que traz em seu bojo que não faz distinção de sexo é art. 44, que altera - leia-se, aumenta a pena - o § 9.º do art. 129 do CP, introduzido pela Lei n.º 10.886/04, conforme visto dois parágrafos acima.

Anônimo disse...

Carlos, me perdoe, mas esse episódio triste que aconteceu com seu amigo, não é culpa da lei Maria da Penha e nem das "feminazis". Nós lamentamos esses casos, e tb não concordamos.

Acha que se isso tivesse acontecido ao seu amigo antes da lei Maria da Penha ser criada, ele deixaria de ser ridicularizado numa delegacia? Provavelmente não. E sabe qual é a culpa disso? Do machismo permeado na mentalidade brasileira, que prega que homem que apanha de mulher é menos homem, inferior, "viadinho" e que merece apanhar.

O machismo tb é prejudicial a vcs, não se enganem disso. Se a sociedade não fosse machista, e se homens e mulheres fossem vistos com igualdade, seu amigo teria sido atendido como merecia, e a agressora punida. Eu como feminista acho mais do que justo que homens vítimas da violência doméstica tb sejam bem atendidos e justiçados, afinal o feminismo não luta contra os homens, e sim contra o machismo e está a favor de todas as suas vítimas, sejam homens ou mulheres.

Quanto a vc dizer que mulheres nas delegacias são sempre bem atendidas, vc se engana! Atualmente as delegacias das mulheres sofrem grandes dificuldades graças ao próprio preconceito dos seus funcionários. Muitos delegados não levam a sério, as medidas que dão não são suficientes, e muitas acabam mortas pq o agressor não foi punido.

Anônimo disse...

"Na minha opinião, o Estado poderia ter abarcado na novel Lei Maria da Penha todas as formas de violência doméstica e familiar, e não somente contra a mulher(1), muito embora, no corpo da lei, poderia estabelecer mesmo medidas específicas de proteção à mulher, e também à criança - reforçando dispositivos no ECA - e ao idoso - derrogando-se o Estatuto do Idoso"

Eu concordo, e admito que a lei Maria da Penha possui muitas falhas. A iniciativa dela ao meu ver, é válida e necessária, contudo ela possui falhas que são prejudiciais até a nós, mulheres. A maioria dos agressores não são punidos e as vítimas não recebem verdadeira proteção. Por isso até hj muitas pessoas tem medo de denunciar.

A criança e o idoso tb são potenciais vítimas de violência doméstica e maus tratos. É um absurdo não serem vislumbrados pela lei.

Caranguejo Excêntrico disse...

Gente, desisti de ler os últimos comentários.

Mas os do tal anônimo que colocou as perguntas para as feministas responderem, olha só!, foram todas tiradas do "fantástico" blog do "Perdedor Mais Foda do Mundo".

Para quem tiver estômago - eu não recomendo, veja bem, quase vomitei - http://silviokoerich.blogspot.com/

Anônimo, seria você o Silvio-Perdedor-Mais-Frustrado-Do-Mundo ou mais um homenzinho frustrado que se apropriou das "verdades" de outro por não conseguir escrever seus próprios argumentos?

Anônimo disse...

CARANGUEIJO,TODOS os links tiveram sua autoria devidamente atribuida.

Pili disse...

tá foda!
Lola,
na boa, to ficando com medo de um dos teus (per)seguidores fazer algo pra te prejudicar.
Eu sei quase nada sobre proteções na internet, então não sou boa pra dar dicas...
mas que tá foda, tá!

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Lolinha, já virou palhaçada. Eu tentei ler alguma coisa, mas depois de ver alguém "argumentando" sobre a Lei Maria da Penha sem nem ao menos saber que ela apenas versa sobre pessoas que tem um relacionamento amoroso, colocando como exemplo pai batendo em filha, mãe batendo em filho, desisti.
Gente, o povo quer criticar o que desconhece. Assim não pode, assim não dá, rsrsrs...

Eu não sei o que é pior, a Lola ter dado atenção, chamar tanta bobagem de argumento, chamar essa bobajada de movimento ou chamar Olavo de Carvalho de filósofo.
Se ele é filósofo eu também sou, rsrsrs.

Lincon disse...

Laurinha,o Olavo de Carvalho é reconhecido por pessoas com a cultura de um Miguel Reale e do Bruno Tolentino e o livro Jardim das Aflições é o maior tratado sobre Epicuro em lingua portuguesa.Procure conhecer a obra do Olavo antes de critica-lo.

Anônimo disse...

Quem não acha que o Olavo é um filósofo,procure ler Aristóteles em Nova Perspectiva e os textos do Seminário de Filosofia que vai se surpreender muito.

Chocolove disse...

Não achei que uma mulher pudesse ser tão precisa com palavras para descrever o pensamento masculinista. Aparentemente eu estava redondamente enganado.
Ótimo texto parabéns! Sou leitor assíduo de blogs masculinistas e posso dizer que você deu um ótimo resumo do que rola por lá!

Anônimo disse...

Lola gosto bastante do seu blog, sempre acompanho e etc. Até me considero feminista na busca da igualdade pra ambos os sexos, mas vira e mexe eu trombo em coisas que me assustam, será que você poderia me ajudar?
Por exemplo, minha namorada faz parte do mov. feminista na USP e ela sempre foi muito coerente e inteligente, mas outro dia ela concordou com um argumento "feminista" (aspas, pois não acho que seja feminista) de que ter um filho é uma agressão contra o corpo da mulher, puxa, eu vejo isso como natural, o que não vejo como natural é a mulher ter que ganhar menos ou viver com medo de ser atacada por ai, enfim, o que você acha disso, costuma usar esses argumentos?
Beijos, H. (desculpe o anônimato)

Pedro @snoopy_xxx disse...

Eu percebo que muitos machistas, sendo homens ou mulheres, tem um verdadeiro ataque quando nós, feministas, mostramos nossa forma ímpar de pensar. É um verdadeiro choque para eles terem de lidar com tudo que os pais, família, escola, as vezes igrejas lhe ensinaram.

Também percebo um grande desvio de caráter em pessoas que defendem o bem da família como a peste do Jair Bolsanaro, por exemplo. Vocês machistas, acham bonito mesmo um homem que defende a agressão a crianças que podem ser gays e a sua guerra contra a luta pela igualdade? Eu sinceramente acho o Bolsanaro um ser humano muito, muito triste. Deplorável.

Desejar o bem das pessoas, a igualdade entre todos e o respeito pelo próximo, sem julgamentos, deveria ser a grande verdade, a grande luta de todos os seres humanos. É uma pena que, vocês, masculinistas, lutem por um mundo onde cada vez mais é inundado por injustiça e sangue.

Carol disse...

Anônimo H, eu vou me adiantar e responder sua pergunta. Quando sua namorada feminista falou sobre ter um filho ser uma agressão ao corpo da mulher, ela provavelmente estava falando sobre ter um filho contra a vontade. Provavelmente a questão se tratava de aborto. É difícil explicar o q ela disse fora de contexto. Vc não sabe que assunto estava sendo discutido quando ela disse isso?

Se não fosse isso, talvez ela simplesmente estivesse expressando como ela se sente em relação à gravidez. A gravidez é de fato uma mudança drástica no corpo da mulher, e quem sabe ela entenda isso como agressão. De certa forma, é agressivo sim, ainda mais dependendo de como está o psicológico e emocional da mulher, mas não quer dizer que seja ruim ou não seja natural, ou que não deva ser algo desejado.

Você não tentou conversar com ela sobre isso, pedir pra ela te explicar oq ela quis dizer?

Anônimo disse...

Olavo de Carvalho é filósofo e Paulo Coelho é o melhor escritor que esse país já teve. hehehehe

Anônimo disse...

Agora vão inventar historinhas.

Vizinho que apanhou da esposa mais nova e quase tomou um tapa na cara da delegada?

Namorada feminista que falou que gravidez é agressão ao corpo da mulher.


Ahãm, senta lá Cláudia. Esgotaram os "argumentos", "xingamentos", agora começam exemplos no mínimo estranhos, já que se fossem verdadeiros, já teriam batido nessa tecla há muito tempo.

Chega de palhaçada, não?

Carol disse...

Hum, será q isso da namorada falar que gravidez é agressão ao corpo era trollagem? Não pareceu... e eu respondi sério =/ Bom, vamovê...

Ártemis disse...

Anônimo H.,

Eu já vi algumas moças que acreditam sim que a gravidez é uma agressão ao corpo. E bom, eu passei por duas, então posso afirmar que sim, modifica muito o corpo, pode causar inúmeras doenças, deixa o corpo mais frágil. E afinal, nos colocamos em risco num investimento ferrenho da próxima geração.

Eu acho que vale a pena, e 99% das mulheres que conheço pensam o mesmo. É natural, é sim. Mas não é porque é natural que é desejado ou que não enfraquece o nosso corpo.

Existem muitas e muitas doenças que são geradas e/ou agravadas para toda a vida por causa de uma gravidez.

Mas também existem mulheres que acreditam que a beleza juvenil é mais importante que tudo (saúde ou filhos), então às vezes tem disso tb.

Ártemis disse...

Anônimo das 19:38,

Se for trollagem ou não, se foi mal-entendido ou não, não creio que faz diferença naquele caso. Porque já vi comentários como o citado por ele, e né, acontece.

E acho que é algo que vale a pena ser lembrado.

lola aronovich disse...

Marina, adorei seus comentários. Obrigada pela paciência com os trolls. Vc vai direto pro céu. Sem escalas.



Ha ha, Ana, o seu “virgem detected” foi impagável!

lola aronovich disse...

Mas Samara querida, eu ñ quero perder meu tempo debatendo com masculinistas. Lógico que eles não vão mudar. Meu post foi didático, explicando pras pessoas quem são os masculinistas. Porque tá cheio de gente que não conhece, nunca ouviu falar. Inclusive entre feministas. E não vale a pena ao menos saber que existem babacas que elegem feministas como inimigas número 1?


H, há muitas feministas e muitas correntes. Certamente é um movimento muito plural. E deve haver feministas que consideram que ter um filho é uma agressão ao corpo da mulher. Eu não conheço, e portanto não conheço seus argumentos, mas não há dúvida que a gravidez provoca grandes transformações que, de acordo com o ponto de vista, podem ser vistas como agressões. Mas enfim, tá cheio de feminista com filho que deve discordar isso. Então é sempre bom não levar o que fala uma (ou cinco ou vinte) feministas como se falassem pelo “feminismo”.

Maria Clara S, M. disse...

Dr. Kelsen, não creio que a legislação em comento afronte os princípios penais da ofensividade e proporcionalidade.

A Lei Maria da Penha foi criada para proteger mulheres em situação de hipossuficiência, dependência e fragilidade, buscando proteger e alcançar mulheres que não tem, por si mesmas, como se defender de seu ofensor, logo tratam-se de pessoas em situação de maior fragilidade.
A constituição garante tratamento isonômico e igualitário a todos, contudo, a interpretação deste dispositivo deve ser feita materialmente e não formalmente, visto que face as desigualdades das várias categorias existentes, é necessário que ela seja aplicada de forma proporcional a posição de cada indivíduo.

Ou seja, como a vítima de violência é mais frágil que seu ofensor a Lei deve ser aplicada de forma a minorar tal desconformidade.

No que tange a majoração das penas relativas a lesão corporal, creio que o Sr., talvez, imagino eu, por nunca ter sofrido grave violência no seio familiar, a entende inconstitucional por não compreender o quão danosa e hostil para a psiquê da agredida é a violência domestica.

A vítima de violência não está sendo agredida por um estranho, mas sim por aqueles que teoricamente deveriam garantir seu amparo e proteção o que a coloca, portanto numa posição em que se vê duplamente desabrigada e desamparada.

A vítima mais comum de violência doméstica geralmente depende financeiramente, emocionalmente e até psicologicamente de seu agressor, o que dificulta o desvencilhamento, fuga ou defesa contra aquele que lhe machuca e humilha.

Tais fatos justificam também a necessidade do dispositivo que garante a prisão preventiva do réu a qualquer momento, posto que este, por se considerar proprietário e no direito de agredir a ofendida, pode a qualquer momento insurgir-se contra ela a fim de se vingar pela denúncia.

Concordo com você quando diz que a Lei deveria se estender a todos, e não só eu, mas vários juizes corroboram com esta opinião. Caso você venha a se interessar pelo assunto, basta fazer uma pequena pesquisa jurisprudencial que encontrará diversas decisões nesse sentido.

Daniela disse...

Uau! Como a galera escreve!

E agora já caíram de pau em cima da Maria da Penha, e chamaram até de vadia - típico dos machinhos que têm problemas com o piu-piu.


Sobre a gravidez ser uma agressão, não é um discurso comum no meio feminista, até porque, a maioria tem filho ou quer ter algum dia, mas é fato que a transformação que o corpo feminino sofre na gravidez pode ser uma 'agressão', mas isso vai mais do psicológico da mulher.
Eu, particulamente, não tenho nenhuma vontade de engravidar e não acho algo bonito, porém, acho que é um processo natural para quem quer gerar seu próprio filho - eu sou mais a favor de adotar mesmo.

Anônimo disse...

http://www.orkut.com.br/Community?cmm=26221752

1592 membros.

http://www.orkut.com/Community?cmm=23801811&hl=pt-BR

296 membros.



O masculinosmo não é um "movimento minúsculo".

E não importa, vocês podem deturpar as coisas a seu bel prazer, mas isso não muda nada.

Eu poderia postar um pouco do SCUM manifesto aqui e falar que as feministas são genocidas e que querem matar os homens. Mas isso não é verdade; ao menos não pra maioria de vocês.

O que acontece é que tem sim alguns dementes no masculinismo - assim como no feminismo - mas isso não é o suficiente para ridicularizar ou invalidar as nossas opiniões.

Nós, graças a Deus, vivemos em país com Liberdade de expressão, liberdade religiosa, etc.

Eu posso sim ser de cristão, de direita e querer uma companheira que aceite constituir uma família tradicional e que assuma seu importante papel de educadora e mantenedora do Lar. Ou não posso?

Acredito no livre arbitrio, cada um deve tomar as decisões de sua vida buscando o melhor. Talvez, e só talvez, eu não encontre alguma mulher que compartilhe dos mesmo pensamento que eu - tudo bem, nem sempre podemos ter sorte em tudo.

Só acho desnecessário essa demonização que vocês estão fazendo contra nós, como se os homens brancos - que NUNCA agrediram uma mulher, nunca manifesteram preconceito racial etc - fossem tão culpados quanto os homens que fizeram/fazem isso.

Aguardando a Lola falar que está com peninha de mim e que eu sou um frustado ignorante. Não ligo.

Abraços.

Anônimo disse...

Eu fui estuprada a intimidada. Fui a delegacia.
Pediram para que eu contasse, em detalhes o que tinha acontecido, detalhe, só tinham homens na delegacia. E disseram que depois eu passaria por um exame completo com o MÉDICO, isso mesmo, um HOMEM, iria avaliar uma mulher que foi estuprada.
Desisti de fazer a denuncia e fui embora. E o Filho da Puta que me estuprou está ai solto, estuprando outras meninas e até mesmo meninos.

Afinal, estupro não é crime né? eu queria, só estava me fazendo de dificil, ele que estava certo em me pegar "a força"...
Mas e se ele estuprar um menino, o que será que os machões aqui de plantão dirão?

Anônimo disse...

Podem lutar pelos seus direitos,ninguém tirará a vontade de vocês.Mas acho errado elevar ao pedestal uns poucos marmanjos que se dizem apoiadores da causa feminista,usando discurso inflamado(que soa extremamente falso;eles não discordam e repetem exatamente o que as moças dizem,mas aquilo que acham que vai colar).Frases forçadas demais e pouco realistas,como se fossem perfeitos cavalheiros.Ah,por favor,falemos de vida real:ninguém é assim,é tudo fajuto demais.Há muita forsação de barra.Assim como brancos participam do Movimento Negro,homens o podem no Movimento Feminista.Mas sem sonhar;é uma miséria.Além de não constituir o cérebro do grupo.Muitas feministas os tratam como os heróis da batalha,esquecendo-se das próprias companheiras.Ironia densa.Machismo no próprio feminismo.

Angélica disse...

Caro Anônimo, não se trata de "elevar ao pedestal" os homens que nos apoiam. Nós apenas os tratamos bem.

Diferente do que fazem os machinhos de plantão com as garotas que se enquadram no perfil de mulher-objeto (que eles adoram pra usar e jogar fora) ou de dona-de-casa (que eless usam pra lavar suas cuecas enquanto traem com as mulheres-objeto).

Quanto a considerar ilegítimo que um homem nos apoie de verdade por não ser mulher, eu discordo. Se assim fosse, adultos não poderiam lutar contra a pedofilia e humanos não poderiam defender os direitos dos animais.

Angélica disse...

Completando: não acho que os homens alinhados com o pensamento feminista (pode me chamar de ingênua, mas insisto que existem) sejam considerados heróis, aos quais se dá preferência em relação a companheiras de luta e de gênero.

Eles podem ser raros, mas se vierem, serão extremamente bem vindos. Queremos que todos nos ajudem a enriquecer o debate de forma igualitária.

Eduardo Marques disse...

Pura misoginia e recalque. Cheio d controvérsias, como na parte que fala de prazer feminino. Quando a mulher gosta de sexo, ela é vagabunda, qd ñ tanto, é interesseira... O mito de Tirésias é antiqüíssimo e diz q as mulheres têm ainda mais prazer q o homem.

SENTA Q LÁ VEM A HISTÓRIA

"Certa vez ao ir orar no monte Citorão, Tirésias encontrou um casal de cobras venenosas copulando, e ambas voltaram-se contra ele. Ele matou a fêmea, e imediatamente tornou-se uma mulher.

Anos depois, indo orar no mesmo monte Citorão, encontrou outro casal de cobras venenosas copulando. Matou o macho e tornou-se novamente um homem.

Por Tirésias ter se tornado tão ciente a respeito de ambos os sexos, ele foi chamado para decidir a questão levantada por ocasião de uma discussão entre Zeus e Hera sobre se é o homem ou a mulher quem tem mais prazer na relação sexual. Mas ele sabia que a sua decisão iraria sobre ele o deus derrotado.

Hera dizia que o homem é quem tem mais prazer, Zeus dizia que é a mulher. Tirésias decidiu a questão: "se dividirmos o prazer em dez partes, a mulher fica com nove e o homem com uma." Hera, furiosa por sua derrota, cegou Tirésias por vingança. Mas Zeus, compadecido e em recompensa por Tirésias ter dado a ele a vitória, deu-lhe o dom da mántis, a previsão.

Uma versão alternativa do mito de Tirésias conta que este ficou cego ao ter visto Atena se banhando nua em uma fonte."

Anônimo disse...

Errado.Não entendi a relação que vc fez com pedofilia.Se adultos não lutassem contra a pedofilia,quem o faria?As crianças?Quem asseguraria os direitos dos animais?Haveria um Conselho dos direitos animais na selva,liderado por leõs?Os exemplos que citou evidenciam um ponto em comum;estamos falando de seres incapazes de garantir sua própria defesa.Mulheres não são indefesas.Portanto ,uma analogia inadequada.Releia minha crítica.Eu frisei que acho possível homens participarem.Não é essa a questãoO que soa falso é seu discurso exacerbadamente santificado.São privilegiados,a cultura Ocidental é misógina,possui conceitos enrraizados na estrutura.Mais,sempre vejo feministas alçando à categoria de salvadores,sim,e,heróis,sim,homens que vem para o movimento,em detrimento da massa feminina,inclusive a que age militantemente.Repito,enfoco novamente:machismo no próprio feminismo.

Angélica disse...

OK, Anônimo, mulheres são capazes de se defender.

Mas alguém aqui duvida que elas sejam fisicamente mais frágeis, e assim mais suscetíveis à violência que os homens, assim como as crianças?

O que eu disse, no exemplo do feminismo e nos outros, foi sobre EMPATIA. Sincera e desinteressada e bem-vinda. Só isso.

Agélica disse...

E repito: não creio que eles sejam tratados tão como heróis. Pelo menos não vejo isso no meio em que vivo.

Pelo menos pra mim, o feminismo não é uma questão meninos x meninas. É tod@as x opressão.

Se um homem tem algo a dizer que faça sentido, devo deixar ele falar, atrás do palanque, na frente dele ou onde o cara quiser. E admirar sua atitude sim, afinal era mais cômodo pro cara levar uma vidinha de macho dominante.

Anônimo disse...

RESUMO DE TODAS AS POSTAGENS DAS MULHERES DO TÓPICO:Feminazis são arrogantes,promiscuas,anti-cristãs,defensoras do assassinato de crianças e ainda adoram posar de vitimas.

Maycon disse...

Bom, não sei se chego muito tarde na discussão , mas acho que posso dar uma contribuição.

Relacionar a questão das drogas a ausência de uma estrutuar familiar considerada ideais e a falta de figuras masculinas e femininas é um simplificação grosseria.

Sou psicólogo e trabalhei dois anos numa cidade do interior de São Paulo atendendo populações consideradas carentes.

Era um bairro periférico com cerca de 2.000 pessoas. E tinha de tudo lá: travestis, traficantes, desempregados, idosos, jovens , prostitutas, evangélicos e mais uma infinidade de tipos humanos.

Enfim, o bairro , que como disse tem 2000 pessoas tem hoje cerca de 40 pontos(bocas) de venda de tráficos.

Mas por que eu citei tudo isso alguns podem perguntar?

Explico: o fenômeno do avanço da drogadição é um acontecimento muito complexo. Via-se claramente uma relação entre um certo abandono daquela população e o consumo de drogas. Não havia nada naquele lugar. Capinho de futebol, praça, centro comunitário... nada mesmo. E as drogas acabam sendo um dos principais meios de recreação entre os jovens. Mas droga é recreação podem perguntar? e eu respondo: é, também.
No vazio de uma série de serviços e acesso a outras formas de entretenimento o tráfico entra como uma espécie de “Estado” alternativo dando aqueles meninos e meninas uma certa noção de pertencimento e cuidado. E ele utilizam isso muito bem. Dava pra ver um tipo de exercicos de grupalidade naquele bairro. Os únicos espaço desse exercício dessa grupalidade era nos momentos em que esses meninos se juntavam para fumar maconha, cheirar cocaína, etc...
E onde estavam os pais e mãe desses meninos podem perguntar? Tendo que se virar em subempregos para conseguirem sobreviver e sem quaisquer condições físicas e matérias para intervir nessa situação. Sem tem a quem recorrer . Ou melhor, tinham , sim. Ele recorriam às igrejas nos quais os pastores recomendavam oração porque era o diabo quem estava levando sues seus filhos para esse caminho.
E isso acontecia independentemente do tipo de estrutura familiar em questão.
Bom, só dei uma contribuição para tentar mostras que o fenômeno em questão – da drogadição - é bem mais complexo. E que não está de forma alguma relacionado com o Feminismo.

ps: eu tentei ser sucinto. Não sei se o raciocionio ficou confuso, mas espero que ajude.

Ághata disse...

Não, Maycon, deu pra entender.
Excelente contribuição.

Ághata disse...

Nunca vi tanto comentário anônimo num post da Lola.
Nem naqueles posts mais sérios sobre abuso e violência de gênero.

Aline disse...

Não acredito que a lenga-lenga desses anônimos continua... E eles querem que respondamos as perguntas deles mas eles não respondem com a mínima coerencia o que perguntamos.
Anti-Cristã? Eu sou Católica e acredito em Deus. (Se vc se diz tão cristão sabe que Jesus valorizava MUITO as mulheres). Promiscua?(Desde de quando relacionamento estável de mais de 5 anos é promiscuidade?). Ou Mesmo SEXO COM CAMISINHA é promiscuidade? Assassina de criancinhas? Que eu saiba, eu não matei ninguém, ão estuprei ninguém, não molestei ninguém, não acabei com a infância de ngm. Por que no MEU ponto de vista, o abuso sexual que vcs machões cometem contra crianças e adolescentes é MUITO PIOR do que se a criança nem tivesse nascido.
Vocês acham que nós deusificamos os homens que apoiam a causa feminista? Que NADA! Vocês tem é inveja deles, por que eles tem ao lado uma mulher que está com eles POR QUE QUER ESTAR COM ELES. Essa mulher pode ir embora a hora que quiser, mas ESTÁ COM ELES POR QUE QUER e não por que não tem dinheiro pra se manter sozinha, tem medo de apanhar, de ficar sem os filhos.

Deixem de ser invejosos, tratem as mulheres com respeito que eles merecem que vocês serão mais felizes do que essa miserável imagem que vocês passam aqui pra nós...

Aline

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 256   Recentes› Mais recentes»