terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

A HISTÓRIA DE UMA BRIGA FAMILIAR

Isso aconteceu em janeiro no zoológico de Washington DC e foi captado em imagens por uma fotógrafa amadora chamada Jennifer Lockridge. Lukasa, uma pequena leoa de cinco meses, sai à caça de alguém pra brincar.Encontra o pai leão, Luke, que foi reestabelecido ao convívio familiar recentemente. Seus filhotes estão cada vez mais saidinhos. A fotógrafa conta que inicialmente Luke parece nem notar que há alguém mastigando sua cauda. Mas depois de um tempo ele se cansa e persegue a pobre Lukasa, que foge assustada (note uma das orelhas abaixadas, em claro sinal de pavor. Ahn, só uma orelha).A pequena leoa leva grande bronca de seu pai e fica em posição defensiva.E eis que o grande leão leva uma bronca maior ainda da esposa. Ah, eu estive nesse lindo zoo no final de 2007, mas não vi nada disso. Geralmente os leões, como todos os felinos, passam o tempo inteiro dormindo (o leão da foto acima não é Luke). E sabe quem dorme mais, né? Os reis da selva, os leões machos.

P.S.: Chato que quem não gosta de gatos também não deve gostar de tigres, leões e panteras, que são basicamente iguais, só que maiorzinhos. E tão lindos quanto.

35 comentários:

Sheryda Lopes disse...

Hoje mesmo coloquei uma postagem no meu blog. Passei as últimas duas semanas de cama e vc acredita que minha gata ficou doente exatamente no mesmo período? Pode até parecer uma supertição boba, mas para pessoas apaixonadas por animais como nós fica parecendo que existe mesmo uma sintonia.

Polinha disse...

Eu AMO leões!! E todos os outros felinos. São animais independentes sem perder o jeitinho carinhoso de qualquer animal.

Gosto tanto que minha amiga me deu um, de pelúcia, grandão, que fica na minha cama, o Raul.

Bjinhos

Anônimo disse...

Mais que coisa mais bonita! Adorei, Lolô. Uma vez eu vi uma tigre dando bronca no macho, igual a gatinhos brigando, de levinho, sem se machucar. Leo e tigres e panteiras são sim, gatos grandes.

Jux disse...

Fofaronovich!
Rachei o bicão aqui!
Adorei essa histórinha!

Beijukkkkas :D

Amanda disse...

o "da esposa" foi muito engraçado! Hehehe!

EneidaMelo disse...

Em época de tantas notícias de casos de violência contra crianças praticadas pelos pais ou padrastos, está na hora mesmo das mulheres darem um basta.

Em tempo: não creio que isso tenha crescido, apenas que agora aparece mais.

Anônimo disse...

Lola,adorei!
Encontrei alguém que pensa como eu!

É assim mesmo.E o leão,em muitas culturas,sempre fora arquétipo de imponência,força e vigor(virilidade também).

Entretanto,as pessoas confundem sua função.Ele é rei porque fica tomando sol o dia inteiro enquanto a leoa vai procurar o alimento,planejar emboscadas,caçar,e,por vezes disputar o rango com um grupo de hienas mal encaradas.
Fora os cuidados com os filhotes.

Sempre achei o leão preguiçoso demais.
São só aparências.Como todo bom macho.
E,a propósito,adoro felinos.Mas não gosto da hierarquia patriarcal dos bichos.São sempre violentos.Não distinguo os humanos.Testosterona sempre é destrutiva.

ALINE

aiaiai disse...

Só para esclarecer: eu vivo dizendo que não gosto de cães e gatos e outros bichos, mas sempre estou me referindo a esses animais morando dentro de uma casa/apartamento ou qq outro confinamento.
Eu acho gatos lindos, cachorros também e leões, então, maravilhosos. Mas não gosto de nenhum deles dentro da minha casa e tenho muita pena dos pobres bichinhos que vivem confinados em casas por seus "donos".
Alias, não gosto de zoológico também. Morro de pena dos bichinhos e mais ainda dos bichões.

Maíra Albuquerque disse...

Gente, mas esse pai leão tem uma cabeleira impressionante! Lindo!!! Agora o melhor foi no fim, ele fazendo a posição defensiva, hahahahah

AMO felinos! Tenho dois filhos-gatos, Sivuca e Tininha, e se pudesse tinha muito mais :) Bicho é tudo de bom!

Maíra Albuquerque disse...

Ah, dica para as/os amantes de felinos:
http://euqueru.net/luminarias-felinas

são meio esquisitinhas as luminárias, mas o que vale é a intenção :)

Carol disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Carol disse...

Hahahaha, fofura!
Eu não entendo quem não gosta de gato, mesmo. Aliás, quem não gosta de bicho. Acho q essas pessoas não tem coração, nem alma, nem nada.


Pior q não gostar, é gente que ODEIA gatos. Sabe? Tem gente que tem ódio mortal de gatos, como de nenhum outro bicho. Tenho certeza de q existe alguma explicação psicológica-espiritual aí.

Carol disse...

"E,a propósito,adoro felinos.Mas não gosto da hierarquia patriarcal dos bichos.São sempre violentos.Não distinguo os humanos.Testosterona sempre é destrutiva."


Ai, de que diabos ela tá falando?!

A aiaiai disse:
"Mas não gosto de nenhum deles dentro da minha casa e tenho muita pena dos pobres bichinhos que vivem confinados em casas por seus "donos"."

Poxa, mas para bichos domesticados, tem que ser assim, oras. Triste seria pegar animais silvestres e trancá-los dentro de casa, ou em gaiolas, como mta gente faz.
Mas gatos e cães precisam de cuidados humanos. Não dá pra soltar eles na selva, ne?
Claro, tem q ter noção de espaço e bem-estar pro bicho dentro de casa, assim como seria pra um humano! Ter cachorro pra manter ele preso na coleira no canil o dia inteiro é crueldade mesmo.

Giovanni Gouveia disse...

Adoro felinos maiores porque eles ficam longe da gente, e eu tenho trauma de gat@... 8-()

Mas eu sempre admirei muito mais as leoas que os leões, acho os machos dessa espécie muito preguiçosos

P.S. Impressão minha, ou "eu acho que li uma Mamacita anônima" aqui?

Lord Anderson disse...

Não gosto muito de ir a zoo.

Animais deviam viver livres

Especialmente alguns como esses grande felinos.

Eles precisam de espaço p/ correr, caçar, ser eles mesmo.

Anônimo disse...

Carol:

Todas as espécies felinas contém o comando dos machos;não sei se percebeu,mas a Lola não estava apenas postando imagens fofinhas de animais.Ela fez uma associação.Eu também fiz.Testosterona é responsável pelos impulsos sexuais e de agressividade.Logo,se a testosterona manda,ela também corrói.As sociedades humanas são massivamente patriarcais e machistas.E violentas.
Entendeu,chuchu?

ALINE

Anna disse...

que lindos! Quero os três pra mim!

Carol disse...

Aline, tá, mas

1- Testosterona não é "sempre destrutiva" e não é a única responsável pelos males da humanidade
2- Não saquei isso de "hierarquia patriarcal dos animais". Agora animais também podem ser machistas? hehe. =p

E não achei que a Lola tava comparando literalmente o comportamento dos leões com a "testosterona agressiva" dos humanos... no máximo pode ter feito uma brincadeirinha. Mas confesso q não entendi o post dessa forma não... só se a Lola confirmar q foi isso...

disse...

Oi, Lolinha!!!
Você quase me mata com esse post, sufoquei de tanta fofura!
Nhoim!
felinos <3

Jéssica disse...

Adorei o post, muito bonitinha as imagens, também gostei da associação implícita ^^


Aline, só queria corrigir o "patriarcalismo dos animais". Até onde sei, não são todos os animais que são patriarcais. Por exemplo, a regra de quem é o alfa do bando geralmente é o mais velho e/ou mais forte, independente de gênero (Lembro de um documentário que a líder de um enorme bando de elefantes era uma fêmea, também já vi isso em grupos de hienas e lobos).
E também, geralmente quem se dá ao trabalho de se enfeitar e tentar ser aceito pelo sexo oposto, são os machos. Ou seja, são as fêmeas que avaliam.

Um coisa que ouvi falar, mas não confirmo, é que não existe estupro entre os animais. Se uma leoa não quiser nada com um leão, ele não vai forçar, (embora provavelmente ficará enchendo a paciência dela). Exceção para animais mais inteligentes, como golfinhos e chimpanzés, que tem noção do que é "dominação"...

Larissa disse...

achei engraçada a foto da bronca... eu gosto de felinos grandes assim mas não consigo gostar muito de gatos.. jamais faria mal a um bichinho, amo cachorros, mas acho os gatos muito independentes e não tão fiéis. pensando bem acho q tenho mais medo de gatos q de leões! acho q Freud explica.. mas quando penso em gatos já penso em um pulando em mim e me arranhando, uma coisa meio assassina.. rsrsrs

La Mamacita disse...

Oi,Giovanni,
tanto tempo. Aconteceu que eu troquei de computador e perdi as identidades das contas. Agora não sei mais como poe a identificação. Saudades de vocês, da Cris, do Danton, do Massegui também. Carinhos mils. La Mamacita

Anônimo disse...

Jéssica:

Eu sei que nem todo o reino animal é dominado pelos machos;mas são fatos científicos que a maior parte é.

Gorilas praticam infanticídio.Matam um filhote num ato simbólico para mostrar à femea que o macho protetor do bando dela não garante a segurança de suas crias e do grupo.Simplesmente,mostrar que é melhor.E dominar a mãe.Fora as brigas costumeiras.

Chimpanzés são outro exemplo.Parecem bonzinhos,contudo,fazem uso da força de maneira bruta e com requintes de crueldade.E são calculistas,planejando o momento do ataque até os instrumentos que vão usar.Enquanto um segura a vítima,os demais o espancam com as "armas" que tem em mãos.

Em confronto a tal realidade,os macacos bonobos surpreendem pela calma e afeição que caracteriza o comportamento de seus bandos.Não há registros de guerras grupais,surras,infanticídios e estupros.Detalhe:o poder está nas mãos das fêmeas.

Alguns cientistas afirmam as hienas fêmeas lideram o grupo nas caças,porém,não se sabe se possuem mesmo o poder.Além do mais,trata-se de um tipo de animal muito arredio,até as fê~meas.

Porque?

Elas apresentam taxas de testosterona muito superiores às demais.Possuem um clitóris super avantajado,que já foi confundido com um pseudo penis.

ALINE

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
miguel disse...

Também a-do-rei essas fotos! Também amo os animais em geral, especialmente felinos. Carol, muito bem lembrado, testosterona NÃO É SEMPRE DESTRUTIVA! A agressividade, quando bem canalizada, pode produzir excelentes frutos. (Mas isso é papo para outros tópicos.) Lord Anderson, também não gosto muito de zoôs, mas infelizmente eles acabam se tornando o último refúgio seguro para certas espécies. O movimento ambientalista (e as pessoas mais conscientes em geral) deveria pressionar mais os governos de países que possuem maior biodiversidade para a implantação de mais reservas naturais (e uma rigorosa fiscalização). Até o turismo seria beneficiado com isso. Os grandes entraves são o maldito imediatismo e a ganância de muitos "macacos pelados". Mas toda essa ganância e imediatismo estão se voltando cada vez mais contra nós, como ficou muito bem exposto na lamentável tragédia fluminense. Falei muito mais do que devia, mas espero que tenha servido para alguma coisa.

Marilia disse...

aiaiai, a expectativa de vida dos animais que vivem dentro de casa, sem ficar pela rua, é bem maior que a dos animais que vivem na rua!
O que não se pode fazer é deixar o animal sem atenção, carinho e exercício.
=D

Cláudia disse...

Ai Lola, que post mais lindo! Eu particularmente adoro felinos, sejam eles selvagens ou não, grandes ou pequenos... São animais fascinantes! Digo isto por experiência própria: tenho dois "pequenos leões" em casa. Bóris Karloff e Vlad Drácula são meus dois siameses, de três aninhos, irmãozinhos gêmeos. O relacionamento deles é tão bacana, são tão amiguinhos e carinhosos. Mas voltando ao post, maravilhoso ver que até na natureza a opressão por parte do "considerado mais forte" (o leão) pode ser coibida com uma atitude corajosa de uma leoa destemida.

Cláudia disse...

Ah Lola, por falar em felinos, já leu um livro chamado 100 Gatos que Mudaram a Civilização, de Sam Stall? Acabei de ler ontem e achei muito interessante conhecer feitos incríveis dos nossos bichanos tão amados! Fica a Dica!

Amana disse...

ehehehe que maneiro!
vc viu esse vídeo aqui? http://www.youtube.com/watch?v=aSBd4PorZFw
a história que introduz a cena pode ser inventada, mas faz a imagem ficar mais emocionante. E a cena já vale por si, né?
bjs!

satya disse...

Eu desconfio um pouco de quem não gosta de felinos.

Melissa disse...

Cenas que curam a depressão ;)

Lord Anderson disse...

Para as/os fãs de felinos:

http://28.media.tumblr.com/tumblr_lg36rfuSgM1qfzwp2o1_500.jpg

Mas cuidado com o nivel de fofura.

Anônimo disse...

Muito legal.
A leoa enfrentando o grande leão para proteger sua filhote.
Pena que as femeas da nossa espécia ao contrario da leoa brigam é para poder matar seus filhotes ainda no ventre...

Larissa disse...

Eu AMO esse post. Amo.

Fernanda disse...

Eu li essa reportagem, achei o máximo. É como dizem: "Lá em casa, a última palavra é a minha: Sim, senhora"...Rsrsrsrsr. Muito bom esse registro! Parabéns pelo blog!