domingo, 29 de março de 2009

TRINTA COISINHAS SOBRE A MINHA PESSOINHA

Eu e maridão há 15 anos na Rua das Palmeiras, em Joinville

Acho que escrevi a maior parte dos tópicos abaixo no comentário de um post da Denise. Eles são incrivelmente repetitivos pra quem aparece aqui constantemente, mas pras recém-chegadas(os) podem ser um tiquinho útil. Parece até um índice do que já falei de mim aqui no bloguinho.
1-Estou sem tempo nenhum. Preciso escrever e defender a minha tese de doutorado em literatura em língua inglesa até junho, julho no máximo.
2-Nasci em Buenos Aires. Vim pro Brasil com menos de 4 anos. Morei no Rio 6 anos, em SP 16, e há 15 vivo em Joinville (e também Floripa). Ano passado voltei de um ano em Detroit – EUA, onde cursava doutorado-sanduíche. Somando tudo, deve dar a minha idade, 41 anos.
3-Não sei pra onde irei ou o que farei quando terminar o doutorado. Eu quero muito morar numa capital nordestina. Sendo professora de inglês, o único meio de ganhar um ótimo salário é virar professora universitária. Mas não sei se consigo. Nunca prestei concurso.
4-Na realidade, se eu pudesse não fazer mais nada além de escrever meu bloguinho, eu faria isso mesmo, nada. Estou adorando fazer o blog.
5-Sou colaboradora de um grande jornal catarinense, A Notícia, há onze anos. De 2000 até 2007, escrevi prum site também. Mas não havia comentários dos leitores. Com o blog, isso mudou.
6-Adoro escrever, escrevo desde que fui alfabetizada. Quando morava em SP, fui redatora publicitária durante uns sete anos. Gosto mais de escrever em português que em inglês. Minha tese está sendo escrita em inglês.
7-Estou junto com meu marido há 18 anos e meio. Ele é professor de xadrez, e nos conhecemos jogando xadrez, num torneio em SP. Estamos casados no papel há um ano e meio, mas essa data é insignificante pra gente. Comemoramos o dia em que nos conhecemos.
8-Adoro xadrez, e gostaria de jogar melhor. Já ganhei um pouquinho de dinheiro jogando e competi bastante. Pena que comecei tarde.
9-Meu gosto musical é mais ou menos restrito a Chico Buarque e Beatles.
10-Eu e o maridão não temos nem vamos ter filhos. Nunca fez parte dos nossos planos, e ainda bem que ambos concordamos.
11-Sou atéia. Já fui muito católica. Aos 13 anos queria ser freira. Minha fase religiosa durou um ano. Nos outros 41 anos da minha vida, não tive religião.
12-Sou feminista desde os 8 anos de idade. Assim, declaradamente feminista. Quando fui católica o feminismo interferiu. Eu pensava: por que Deus é Pai, Ele, Senhor, tudo no masculino? Esse negócio de Adão e Eva é pra ser entendido literalmente? Quer dizer que Adão foi criado à semelhança de Deus, e Eva veio depois, da sua costela, pra lhe fazer companhia? Hmmm.... E por que só os padres podem rezar missa? Afinal, só porque eu queria ser freira não queria dizer que eu não ia ter ambição. Se era pra ser freira, eu queria ser logo Papa. E mulher não pode ser papa, né?
13-Sou de esquerda, sempre fui. Com orgulho. Participei das Diretas Já quando era adolescente. Fiz campanha pro Lula (de graça) em 89. Vesti preto quando o Collor ganhou. Participei das passeatas pró-impeachment (foto).
14-Amo votar. Só comecei a votar em 98, quando finalmente me naturalizei brasileira.
15-A única vez que fiz campanha pra alguém não do PT foi em 1985 - pro FHC, pra prefeito de SP. É que naquela época não havia segundo turno, então era ele ou o Jânio Quadros. De qualquer modo, me arrependo. Foi também a única vez, coincidentemente, que recebi alguma coisa pra fazer campanha (lanche, camiseta).
16-Amo animais de paixão. Tenho dois gatos, Calvin e Blanche. Meu cãozinho Hamlet morreu em dezembro de 2007, de velhinho. Agora quero outro. Tem muita mulher que se derrete ao ver bebês. Comigo não funciona. Eu me derreto ao ver bichinhos.
17-Minha maior alegria nos EUA foi o relacionamento com os esquilos.
18-Sou pão-dura, digo,” economicamente responsável”, e anti-consumista. Difícil eu gastar. Sempre gastei menos que ganhei.
19-Roupa pra mim tem que ser confortável. Não uso salto. Não uso maquiagem. Mas uso alguns creminhos à noite, antes de dormir. Duvido da eficácia desses creminhos. Usá-los é a única concessão que faço a minha femininidade. Nunca na vida pintei as unhas. Não tenho orelha furada. Nunca usei jóia nenhuma, só relógio (bem simples). Tenho orgulho disso.
20-Na juventude fui muito namoradeira. Nunca tinha ficado com nenhum rapaz por mais de um mês, antes de conhecer o maridão.
21-Nunca tive o menor interesse físico por mulheres.
22-Sou totalmente a favor de direitos iguais pra gays, lésbicas, bissexuais, travestis, etc. Odeio todos os preconceitos.
23-E já me contradizendo: infelizmente, tenho um pouquinho de preconceito contra crentes e pessoas muito religiosas de modo geral. Tento lutar contra esse preconceito.
24-Meu lema é “viva e deixe viver”.
25-Detesto barulho. Meus vizinhos barulhentos que ouviam música alta, apesar de todos os protestos da rua inteira, foram o maior problema da minha vida durante vários anos. Fizemos abaixo-assinado, levamos à justiça, pedimos educadamente, brigamos. Não funcionou. Eles me ameaçaram de morte. Agora sossegaram.
26-Adoro Olimpíadas e Copa do Mundo. Só por isso, os anos pares costumam ser ainda melhores que os ímpares.
27-No resto do tempo não vejo futebol. Mas, em época de Copa, vejo tudo. Até Irã x Argélia.
28- Amo cinema e tento ir toda semana. Não é fácil. Nem quando morei nos EUA era fácil. Ainda assim, vi uns cem filmes no cinema durante meu ano americano.
29-Adoro ler. Tudo, até bula de remédio. E leio durante as refeições.
30-Chega! Já tá longo demais. E isso deve estar pra lá de redundante pra qualquer um(a) que lê o meu blog. Eu não escondo nada. Não tenho segredos. E adoro viver.
Agora é com vocês. Que tal escreverem algumas coisinhas sobre a sua vida? Não precisa ser trinta. Pode ser cinco, dez, o que vocês quiserem.

49 comentários:

asnalfa disse...

Quem é esse loiro com vc na foto das passeatas pró-impeachment?????????
Amei a primeira foto de vc de blusinha branca!!!!nem te reconheci!!!!

Abraços!!!

Mari Biddle disse...

Oi, Lola

About me:

- Amo ler.
- Sou feminista;
- Nao tenho religiao;
- Amo cinema;
- Sou casada com um estadunidense que conheci no Brasil e paguei a lingua pois sempre disse que nao moraria nesta terra jamais..;
- Adoro cozinhar e odeio chocolate;
- Amo maquiagem e acho que isso nao diminui meu feminismo;
- Fiz cesariana e ainda me pergunto porque diabos meu corpo se recusou a trabalhar para eu parir meu Ethan;
- Por parte de pai sou espanhola e por parte de mae (que e' negra) nao sei e morro de curiosidade;
- Acho sim que filhos sao maravilhosos para quem quer de fato te-los mas, nao fecho os olhos do fato de que minha carreira parou quando tive meu baby;
- Amo comida japonesa e sou frustrada por nao poder preparar sushis pois a mao da mulher e' quente e "desanda" o prato;
- Fiz Ciencias Sociais e optei pela Antropologia. Meu estudo de final de curso foi sobre Socializacao das Meninas Trabalhadoras Domesticas. Li bastante sobre trabalho infantil e foi muito dificil "ver" aquilo..
- So' tenho irmas;
- Meu avo paterno era racista, fazia piadas horrendas e preconceituoso e dois de seus filhos casou-se com pessoas negras;
- Chico Buarque para mim tambem e' Deus;
- Tenho 2 maes, a primeira biologica e' professora dedes os 15 anos e a segunda (tia) e' tambem professora de Direito Penal em universidade;
- Fui muito namoradeira;
- Amo dancar;
- Meu lugar preferido no Brasil e' o litoral de Pernanbuco, o sotaque do povo de Pernanbuco, as comidas de la'...e sou baiana.
- Eu amo bater papo, tomar sol, nadar e de uma cervejinha;
- Todos na minha familia tocam instrumentos e tem afinacao de voz menos eu!
- Sou mais velha que meu marido 4 anos;
- Fiz amizades com algumas brasileiras nos EUA mas nao mantive a amizade pois nao suporto gente repetindo "aqui a qualidade de vida e' melhor isso e aquilo" enquanto minha qualidade de vida aqui se resume a ir a Wal Mart sujo, dialogar com gente superficial, nunca saber quem sao os vizinhos, nao fazer uma caminhada, ir a casa dos sogros que servem pizza e desconhecem o significado da palavra refeicao.

*Acho que falei demais...
** Ficou parecendo uma lista de confessionario...

Adriana Calábria disse...

E aqui vai um pouquinho de mim:

-Adoro ler e leio de tudo. Até revista Caras (mas essa só em sala de espera de médicos).

-Eu quase nunca uso maquiagem.

-Uso jeans e camiseta a maior parte do tempo. E detesto saias!

- Eu já casei duas vezes. Paixão fulminante da segunda vez! Larguei tudo e fui com ele. Por conta disso, só agora estou terminando a faculdade.

-Estudei a vida inteira em escola pública, e passei no vestibular sem fazer cursinho.

- Trabalho com Prevenção de DSTs e AIDS e tenho um blog que fala do assunto, mas que atualmente anda meio parado.

- Escrever é uma novidade na minha vida. Tinha medo. Ai comecei a escrever o blog sobre prevenção da AIDS. Depois começaram as cobranças para que eu escrevesse sobre outras coisas. Dai nasceu o Lugares Comuns.

Bom essa sou eu! Mas ainda tem muito mais...

Adorei o post mesmo já te conecendo um pouco, pois acompanho seu blog desde junho de 2008.

Bjsss

Danda disse...

Lola, e a enquete dos Beatles?
Adorei as fotos, alguém já falou que o maridão tem mais cara de argentino que vc??? rsrsrs

Carol S. disse...

- gosto de saias (em ambos os sexos);

- faz mais ou menos um mês que estou na Suécia, me chamaram pra intercâmbio de graduação aqui (é sobre o que se propõe tratar meu blogue)!

- farei vinte aninhos mês que vem;

- apesar das aparências, sou bem careta, nunca usei a maioria das drogas;

- peguei o segunda avião de minha vida por causa desse intercâmbio.

Somnia Carvalho disse...

Hey Lola! gostei do post pois como sou nova no seu pedaco vivo perguntando coisa sobre voce e o que fez, faz etc. Acho que quando a gente gosta de um blog e se identifica com a pessoa em varios aspectos a gente meio que faz dela uma quase celebridade, entende... falar de sua vida pratica comum e legal e gostoso porque valoriza a pessoa real que voce e e valoriza o que eu sou tambem.

beijos e otimo fim de domingo, aqui ja quase acabou, so um risoto delicioso me espera agora!!! ah! voce e maridao parecem mesmo fazer um casal bem dos apaixonados!

Somnia Carvalho disse...

ah! minha lista... nao da pra fazer agora, o maridao na suecia e o bebe estao na cozinhando aprontando pra mim! domingao e familia grudadinha! delicia!

Santiago disse...

Lola:

Você é realmente linda! A gordura esconde todo seu esplendor.

Eu sei que não é fácil ser magro, mas pra uma pessoa linda como você, vale à pena se esforçar ao máximo para manter a forma.

Malu disse...

Esse Santiago me dá nojo.
Olha Lola só concordo com o Santiago em um ponto: você é linda mesmmo.
Agora não sei porque "gordura esconde todo o seu esplendor". Esse é a maior idiotice que já li.
Eu tenho uma amiga que é divertida, leal e a acho linda mas os homens não a enxergam desse jeito, só veem uma pessoa obesa. Isso me deixa triste mas infelizmente existem pessoas que pensam como Santiago.

Sobre mim:
Faço faculdade e tenho medo de não chegar até o fim.
O máximo de música nacional que ouço é justamente Chico Buarque.
Gosto de ler muito, de blogs a livros, revistas. Só bula de remédio ainda não, mas vou ter que começar a ler a parte dos "ingredientes"
Sou atéia e existe conflito na minha família por conta disso
Odeio cozinhar, cozinho muito mal
Não ligo para bebês e não quero ter filhos
Sou deficiente auditiva e faço leitura labial muito bem
Gosto de traduzir textos
Quero aprender línguas
Cresci vendo filmes antigos, musicais em sua maioria.

Ósculos

Malu disse...

Oops
é mesmo e não mesmmo

bibi move disse...

oi Lolinha,
eu queria ter dito isso antes aqui mas ando sem tempo- ainda bem que meu doutorado tenho que defender até 2011 ainda!
Eu nao sou contrária a colocar anúncios no blog-
acho uma grande bobagem esse puritanismo e você merece ser recompensada com tostões de consumo, porque todos teus leitores consomem coisas, isso é fato. agora as pessoas acham que você tem que ficar nos entretendo assim de graça...

Masegui disse...

Escrevi uma porrada de ooisa, fui tomar umas no boteco pra mandar na volta. Não tive coragem. Mesmo chapado eu tenho consciência de que minha vidinha de merda não interessa a ninguém. Eu sei que sou um zero á esquerda, mas tenho certeza de que se todo mundo fosse assim o mundo seria bem melhor... pode crer.

Bem... melhor... talvez... fosse exagero, mas um tiquim melhor, ah, seria...

lola aronovich disse...

Asn, o loiro na foto é o Risto, um amigo finlandês nosso que eu levei numa passeata pró-impeachment. Falo mais dele no post “Feliz Eleição”, eu acho.


Mari, muito legal tudo que vc falou! Mas como assim, “Odeia chocolate”?! Como que pode? E outra coisa que me deixou muito curiosa é isso que vc falou do sushi. É sério isso de que mulheres não podem fazer sushi? Não que eu chegarei perto de um sushi enquanto viver, mas fiquei curiosa no less. Que bom que os filhos do seu avô paterno não seguiram os passos dele... Os baianos sabem desse seu amor por Pernambuco? Eles te perdoam? Pois é, isso de qualidade de vida é muito relativo... Mas eu não tenho problema nenhum em chamar pizza de refeição! Abração, e obrigada por compartilhar!


Adriana, esse seu sobrenome é muito legal. Eu tb leio tudo, até revista Caras. Por que as salas de espera em consultórios disponibilizam essas revistas? É pra preparar a gente pro sofrimento? Eu tb tô cansada de saias... Nunca gostei muito. Mas depois que os mosquitos decidiram que minhas pernas são as coisas mais deliciosas que existem, parei de usar. Ah, vc gostaria de escrever um guest post falando do seu trabalho com prevenção de DST e Aids? Acho que seria ótimo se vc pudesse.

lola aronovich disse...

Danda, eu tô devendo publicar resultado de enquete de um monte de enquetes... Vai sair, algum dia. Não, ninguém nunca disse que o maridão tem cara de argentino! Aliás, nunca falaram isso nem pra mim, que sou argentina!


Carol, que legal que vc está na Suécia! Quanto tempo vc vai ficar aí? Com menos de vinte aninhos, dois aviões já é muito!

lola aronovich disse...

Somnia, sei como é. A gente acompanha um blog e quer saber mais da vida da autora/autor. E às vezes algumas coisas se perdem nos posts. Mas esse foi um resuminho meio chinfrim, claro. Mas acho que tem blogs, como o da Denise, que, embora falem sobre uma grande gama de assuntos, deixam que a gente saiba muito da vida pessoal deles. E isso é muito legal tb. (Sério, vc não sente que conhece a vida inteirinha da Denise?! É muito bom ter essa sensação de uma pessoa tão boa!). Aguardo a sua lista.


Malu, obrigada por me defender, mas não se preocupe. Na realidade eu teria um pouco de nojinho se alguém extremamente desagradável como o trololó me achasse bonita. Algum dia a sua amiga encontra alguém que veja a sua beleza. Engraçado vc falar isso, pq agorinha mesmo tô lendo o romance Little Children, do Tom Perrotta (o livro que gerou o Pecados Íntimos), e tô numa parte em que um personagem super bonitão, casado com uma mulher super bonitona, descobre que há coisas mais importantes que a aparência física. Coincidência! (vou escrever mais sobre isso, lógico).
Por que o medo de não chegar até o fim da faculdade? Não desista!
Adoraria se vc pudesse escrever um guest post sobre algo relacionado a sua deficiência auditiva. Não sei, sobre como foi sua aprendizagem de leitura labial, como é aprender outras línguas sendo deficiente auditiva, essas coisas. A ideia de um guest post é publicar coisas interessantes que estão totalmente fora da minha alçada. Abração!

lola aronovich disse...

Obrigada, Bibi. Ah, falta bastante pro seu doutorado. É no Canadá, certo? E sobre o que é? Bom, até 2011 vc tem tempo pra enlouquecer com a tese... (é em inglês ou francês?).


Ai que horror, Mario! Não fala assim da sua vidinha. Todos nós temos vidinhas, se vc quer mesmo chamá-las assim, e elas não deixam de ser menos interessantes por isso. E são as únicas que temos. E eu gosto. Queria saber mais sobre vc, sim, e tenho certeza que muitas leitoras(es) gostariam tb. Afinal, vc é um comentarista frequente, divertido, fofinho... Espero que, depois de tomar TODAS no bar, vc tenha coragem de falar mais sobre a sua vida.

Alana D. disse...

Oi, Lola
Sobre mim:

-Tenho treze anos;
-Amo ler, mais do que tudo, desde Shakespeare até bula de remédio;
-Não tenho religião, apesar de minha família ser católica e minha mãe ser espírita;
-Sou feminista;
-Pretendo ser psicanalista, mas gosto de escrever ficção e se puder viver disso, seria ótimo;
-Comecei a tocar piano aos seis anos;
-Fico horrorizada com certas atitudes dos meus colegas do sexo masculino - e às vezes, até algumas meninas (!)- em relação a violência sexual e assuntos mais sérios. Pra você ter uma idéia, em um filme com uma cena de estupro que assistimos em sala de aula, alguns indivíduos riram;
-Mas mesmo assim, conheço outras pessoas da minha idade que são conscientes.

Mônica disse...

Fazendo um ping-pong com seu post...

2. Nasci na Itália mas sou brasileira. Lá vale o jus sanguinis, não o solis.

9. Amo música e toco piano desde sempre. Em casa são mais de 800 CDs, sem contar os mp3. Vou de Bach a Led Zeppelin facilmente e tb adoro MPB e Beatles.

11. Sou católica meia-boca e me dou super bem com ateus, protestantes, evangélicos e tudo o mais. Não dou a menor bola pro Bento.

13. Há tempos parei de pensar nessa história de esquerda e direita. Fiz campanhas pelas Diretas Já e pelo impeachment, votei no Lula de medo do Collor, mas não tenho muita simpatia pelo PT em geral.

16. Sou uma dog person. Acho gatos incrivelmente interessantes mas pra ter em casa, prefiro cachorros.

17. Minha maior alegria nos EUA foi conhecer um monte de gente bacana, inclusive aqueles que hoje considero como minha segunda família.

18. Sou controlada em $$, até que me digam a palavra VIAGEM.

19. Curto muito meu lado mulherzinha: salto, vestidos, perfume, cremes, manicure, bijuterias. A convivência com meu lado mulher-profissional e dona de casa tem sido totalmente pacífica até hoje.

22. Tb sou a favor dos direitos iguais. E de se levar a sério a separação do Estado e da Igreja. Cada um no seu quadrado.

25. Não me importo muito com barulho. Como dizia o Villa Lobos, "o ouvido de fora não tem nada a ver com o ouvido de dentro", então, em geral, ignoro. Nem sempre dá, claro.

27. Adoro esportes,mais das Olimpíadas, menos do futebol, menos ainda dos torcedores.

28. Amo cinema e livros.

29. Não tenho filhos mas curto criançcas adoidado.

30. Trabalho com inglês e tecnologia e vivo online. Mas saio do computador num pulo, em favor de um chopp no bar, parque com os sobrinhos ou qualquer outra programação...

Ana Rute disse...

um pouco de mim, então:
- entrei na faculdade direto do ensino médio, por isso me falta maturidade às vezes e sinto que cresci uns 10 anos só em 2008 (1° ano de facul).
- quero viver de cinema, mas a ideia de trabalhar na TV está começando a me atrair...
- o primeiro documentário que participei vai ser exibido na TV Cultura! (orgulhoo! quando souber a data venho fazer propaganda haha)
- estou em fase de descobrimento e formação de opinião, por isso às vezes é bem fácil me convencer de algo caso tenha bons argumentos.
- também abomino qualquer tipo de preconceitos (apesar de possuir alguns)
- quando tenho raiva de alguma coisa não consigo brigar ou discutir, sento e choro! haha
- ando meio cara-de-pau ultimamente.
- amo música e estou viciada em comprar CDs
- adoro esportes, principalmente futebol, mas ultimimamente to bem preguiçosa e sem tempo
- o que a lolinha tem de prolixidade eu tenho de objetividade, então acho que não tenho mais nada a dizer haha

beijos

Anônimo disse...

Oi Lola,

Estou sempre por aqui, mas é a primeira vez que comento.
Temos muitas coisas em comum: Amo o Chico Buarque, não tenho (nem quero) filhos, sou atéia, amo animais (tenho 26 gatos e um cachorro e faço parte de uma Associação protetora), sou adepta do consumo consciente, uso roupas básicas e confortáveis, não uso salto e raramente, batom, adoro livros (sou bibliotecária) e cinema. E, você não citou, mas também sou louca por chocolate!

Um abraço,
Iolanda.

Princesa disse...

Bom,algumas coisas sobre mim:
1-Como você,também tenho um pouquinho de preconceito com pessoas muito religiosas,tento não ter mais é difícil.
2-Acho que sou feminista desde sempre,só passei a maior parte da vida sem saber que existia essa palavra e que outras pessoas concordavam comigo.
3-Também adoro ler,leio até bula de remédio,só não gosto de livros policiais,e não leio no ônibus porque passo mal.
4-Tenho um sinal verde na perna.
5-Concordo com o Asnalfa sobre o loiro do impeachment ser digno de nota.
6-Á propósito:adoro loiros.
7-Sonho morar na França.
8-Curso História.
9-Adoro música latina,desde a mais moderninha,tipo Shakira e Juanes,a mais antiga e brega,como Luis Miguel e Júlio Iglesias.
10-Nunca viajei para fora do Estado do Rio.
11-Adoro novelas orientais,geralmente quando me reuno com as amigas,é para assistí-las.
12-Cheguei aqui através do blog da Denise.
13-Odeio sol,calor e praia.
14-Fui dormir na casa de uma amiga pela primeira vez esse ano,e adorei.
15-Não tenho nenhum amigo homem,não sei porque.

Ana disse...

Eu tinha parado de vir aqui, mas uma pessoa me lembrou que vc existia e fez parte da minha vida - e foi bom. O que é bom a gente retoma, se ficou meio estragado a gente arruma. Bem, dá pra começar por aí.

Adoro remendar, arrumar. Sou uma mender. Comprar coisas novas não é meu tesão, nunca foi. Vá entender o pq...

Gosto de quadrinhos. Gosto dos infantis (Mônica&Cia, Disney, Mafalda, Calvin, Garfield), dos adultos (Angeli, Adão, Laerte, Dilbert e por aí vai) e dos eróticos, tipo Manara, Crepax e companhia.

Comecei a ler sozinha. Não me pergunte como.

Leio tudo, leio comendo e é humanmente impossível pra mim a a concentração sanitária sem algo pra ler, daí a minha gaveta de remédios ser um carnaval de bulas.

Sou judia.

Sou reservista da IDF e acho que o exército me deu ferramentas importantes pra vida, seja saber me virar em qualquer circunstãncia, seja saber me defender, seja achar que guerra é uma merda e bom mesmo é ir tomar café em Beirute com os colegas libaneses.

Sou pelos direitos iguais, sejam quais forem: de ficar com o filho, de salário, de pensão. Todo mundo é igual. (ok, vigaristas, assassinos e estupradores não estão no meu rol de iguais, sorry)

Sou anarquista. Hay gobierno? Soy contra.

Fui criada mais pelos meus avós, imigrantes italianos e portugueses. Viveram a guerra, o pós guerra, a fome, as desgraças e as alegrias daquele tempo. Isso faz parte de mim e sempre vai fazer, pro bem e pro mal.

Sou comedida nos gastos, mas não conseguia guardar muito porque deixava me darem volta - como profissional liberal, um puta tiro no pé. Agora não deixo mais. Aliás, hoje em dia não deixo mais gente reckless comigo, sob quaisquer aspectos, fazer parte da minha vida, at all.

Falando em duas línguas! Antigamente eu esquecia muito as palavras até começar a usar a primeira língua que lembrasse. No início ficava com medo que achassem cabotinismo, agora não dou a mínima e me comunico melhor...e sem estresse.

Sou professora, e tenho o sonho de dar aula no ensino público, pq na maioria dos privados é frustrante.


Tenho oito gatos. Aliás, temos uns aos outros. Falo com eles tb. E eles respondem.

Estou no quarto casamento e tneho lembranças fantásticas dos meus dois primeiros. Até hoje, nas minhas orações, peço por eles e pelas suas famílias.

Não tenho filhos, pq sempre os evitei, por achar que não tinha um emprego que me permitisse sustentá-los sozinha. Talvez isso mude. Talvez não.

Sou a favor do direito de escolha, da legalização das drogas, da responsabilização do indivíduo por suas escolhas.

Adoro alta costura e sou fã da casa Dior e de Balenciaga. Não gosto de Gaultier nem de Galliano.

Adoro arquitetura, meu favorito é F.L.Wright. Odeio o estilo Bauhaus, acho feio.

Leio a Folha, leio o Globo, a Superinteressante, Mundo Estranho, Psiquê, Mente e Cérebro, Nature e a Piauí e a Caros Amigos.

Rio muito com a Veja.

I´m into wierd shit concerning sex, mas como te disse, é fantasia e lá fica. O primeiro que tentou me amarrar quase tomou porrada - qualé, não sabem discernir fantasia de realidade???

Adoro escrever, tenho diários desde os dez anos.

Estou sendo processada, mas nunca entendi direito o porquê.

NHá, deu preguiça de continuar. Vou copiar e colocar no meu blog tb.

Beijos

Má disse...

Olá Lola!
Nossa, sempre gostei de ler blogs, saber tb de seus donos, é um pouco do que vc disse, acaba q ficamos imaginando a pessoa do outro lado.
Bom, em geral não me exponho muito mas vamos lá...

Nasci em São Paulo.
Morei, no total 9 anos no Japão. Passei parte da minha infância e a adolescência inteira lá, quase não falava português.
Voltei p Brasil faz 8 anos, do qual neste meio, morei 1 ano em Madrid.
Considero esta fase de grande crescimento pessoal.
Estou terminando o Bacharel em Ciências Sociais.
Sou de esquerda, não acredito na neutralidade.
Sou atéia.
Tenho sorte de ter pais com a cabeça muito aberta!
Tenho um namorado q acredito compartilhar os mesmos ideais.
Tenho Síndrome do Pânico.
Tenho muitos medos, tipo de doêncas, morte do qual as vezes atrapalha minha vida.
Goastaria de poder ter condição para viajar.


Bom, se começar não paro mais..
Abraços!

Gabixi disse...

Amei esse
16-Amo animais de paixão. Tenho dois gatos, Calvin e Blanche. Meu cãozinho Hamlet morreu em dezembro de 2007, de velhinho. Agora quero outro. Tem muita mulher que se derrete ao ver bebês. Comigo não funciona. Eu me derreto ao ver bichinhos.

=) sô igual tu! nossa, amo bichos, principalmente caes...

adota um ne!? :D

NejiHinaLuver disse...

sobre mim?? ai ai...vamos ver...

- sou viciada em musica,principalmente em rock
- gosto de bandas velhas (red hot chilli peppers,deep purple,iron maiden,guns n' roses,etc...)
- eu adoro ler
- amo dormir
- adoro chocolate
- nao tenho religiao
- tenho 2 irmaos mais velhos e um mais novo
- sempre morei em cidade pequena.quando me mudei pra city grande (sou da mesma cidade q vc) estranhei muito
- filmes? nao tenho mta paciencia pra assistir nao
- tenho uma fixaçao por motos grandes e barulhentas
- tambem adoro carros
- se eu pudesse,me dedicaria a tocar guitarra ou bateria
- adoro computador
- sempre amei gatos,mas nao tive muita sorte com os meus...
- sou escandalosa,chata e teimosa,mas uma otima amiga
- sou portuguesa por parte de mae e de pai (com um pequeno desvio uruguaio)
- falo muuuuuito (percebe-se,né?)
- já tentei escrever um livro mas n consegui acabar ainda
- meus melhores amigos foram garotos (tirando minha melhor amiga,claro)
- continuo me dando melhor com garotos.
- maquiagem NEVER!
- ultima caracteristica,porem uma das mais marcantes: sou preguiçosa.

bye bye!!

Eu e a Praça disse...

Canhoteira. Caseira. Chocólatra. Minhas cores favoritas são o azul e o preto. Uma das paredes do meu quarto é azul. Coleciono tudo o que for da Coca-cola. Amo Salvador (BA) e a conheci em julho do ano passado. Amo praia, livros, filmes e seriados. Não ao fanatismo. Jeans, a melhor roupa.

Tuanny disse...

Fiquei com vontade de falar um pouco sobre mim.
-Tenho 19 anos, às vezes parece que tenho 13, logo depois me sinto com 45.
-Sou apaixonada por música e pela educação musical, não é a toa que faço licenciatura em música.
-Mamãe achava que eu deveria fazer Direito e não se conformava com minha decisão, até me ver no palco.
-Chamo minha mãe de "mamãe", meu pai de "papai". Sei lá, deve ser costume. Todos dão muita risada disso.
-Amo ler. Qualquer coisa. Até o que é muito ruim. É mais forte do que eu.
-Tenho memória boa para música, textos e livros, mas nunca lembro onde deixei as chaves.
-Celulares fogem da minha bolsa.
-Me "descobri" feminista lendo o seu blog. E foi muito emocionante.
-Não confio em gente muito organizada.
-Amo cozinhar e comer.
- 30°C é uma temperatura agradável. Abaixo disso é friozinho. Abaixo dos 24°C é friozão e eu já tô ficando doente. Calor de verdade só acima dos 38°C. E eu sobrevivo à 45°C.
-Não rola ficar 1 semana sem sol. Eu entro em depressão. Sério.

Ai, acho que falei demaaaaais xD
Espero que você não se incomode.
Abraços

cavaca disse...

Lolinha me perdoa por não estar comentando com frequencia, espero ter mais tempo em breve. Esse post salienta muitas coisas que eu adoro em vc! Sua personalidade e carácter são muito interessantes. Sua mente é muito critica e aguçada e sua escrita saborosa como uma picanha! Beijos!

Serge Renine disse...

Aronovich:

O Santiago está certo desta vez. Como eu já havia lhe dito, voce estava linda na foto da passeata e está linda na foto com seu marido.

Luma disse...

Vamos ver algumas coisinhas sobre mim...

- Nasci em São Paulo, mas morei em Guarulhos. Com dois anos de idade fui pra Nova Iguaçu-RJ, depois morei um ano na cidade do Rio de Janeiro e desde 2000 estou morando em Aracaju-SE.
- Aprendi a ler sozinha quando tinha 4 anos e por esse motivo sou adiantada dois anos na escola (as professoras do jardim de infância e do pré praticamente me empurraram pras séries seguintes porque eu terminava as tarefas mais cedo que todo mundo e ficava incomodando as outras crianças hahaha).
- Por ser adiantada na escola, entrei na faculdade com 16 anos e vou me formar em Design Gráfico nesse semestre com 20 anos. Mas ainda não sei o que vai ser da minha vida.
- Queria muito ter feito dança ou ter aprendido a tocar algum instrumento quando era criança, mas nunca tive a oportunidade. Ainda vou aprender a tocar piano e ter aulas de canto (pelo menos assim espero).
- Sou aspirante a ilustradora, mas ainda tenho muito o que estudar (me falta disciplina).
- Adoro viajar. Um dos meus sonhos é viajar pelo mundo.
- Falo inglês fluentemente. Também estudei espanhol, mas nunca usei muito, então não lembro de um monte de coisas. Estou começando a estudar japonês sozinha e ainda quero aprender italiano.
- Por falar em Japão, sou apaixonada pela cultura nipônica. Basicamente o tipo de música que eu escuto é pop japonês. Adoro mangás e animes. E recentemente estou viciada nos dramas (as novelas japonesas). Um dia ainda vou viajar pra lá.
- Adoro animais, de todos os tipos (menos as baratas, por favor), tanto que queria ser zoóloga ou bióloga marinha, mas não ia dar certo porque eu não sei ficar longe da cidade, do meu computador e do meu celular, então imagina só me meter no meio de mato pra estudar bicho.
- Como deu pra perceber, sou viciada e tecnologia. Não sei viver sem internet e sem meu iPod.
- Grande parte do que eu gasto é com comida. Não ligo muito pra roupa nem nada disso, mas não resisto a comida. Às vezes eu nem estou com fome, mas a comida me chama, eu não resisto e compro.

Por enquanto é só, senão eu não páro mais de escrever hahahaha

L. M. de Souza disse...

acho bacana isso, de vc falar da tua vida pessoal pro pessoal q te lê, os teus textos sempre acabam tendo um link com teu dia-a-dia. acho que é por isso que tem vários leitores.

Anônimo disse...

Lola muito prazer em conhecê-la um pouco mais.
Tive visitas (gente muito agradável)em casa neste domingo e só agora vim passear aqui. Sabe que eu achei este post muito legal? Foi mesmo interessante ver as pessoas se apresentando porque de repente percebemos que não saberíamos dizer exatamente bem quem somos, em contrapartida temos certeza de quem não somos ehehehh
Lola já está um pouco tarde então voltarei amanhã mas gostei muito de ler opiniões de mulheres que não pretendem ser mães, inclusive voce.Temos um casal de vizinhos que estão casados há 54 anos, ela tem 84, ele tem 77, eles não tiveram filhos e são muito saudáveis e felizes.
Abraços da FatIMA/ LAGUNA

Elaine disse...

Olá!
É curioso como encontramos inúmeros pontos semelhantes mesmo nas pessoas tão diferentes de nós!
Claro que devido à minha formação religiosa discordo em muitos pontos de você, mas em outros tantos eu me reconeço de certa forma: animais, filhos, maquiagem,ler até bula de remédio...Você luta contra seus preconceitos...eu luto contra os meus. E viva a tolerância, eu penso.
Boa semana prá ti.
Ah, esqueci de perguntar: Esse Santiago existe mesmo? É que me parece fake demais...Como pode alguém ser tão grosseiro em blog alheio???

Guerreiro Antonio disse...

Adorei o post. Mesmo sendo leitora assídua do blog, não achei redundante, não. Mas vamos à minha listinha:
- Sou gaúcha de nascimento, moro no Piauí desde criança, tenho raízes no Pará e já morei em Brasília, Estados Unidos e Japão, em diferentes momentos da minha vida. Tenho certeza que quero morar em muitos outros lugares, mas mais certeza ainda que quero voltar sempre pra cá.
- Sou mãe de três filhos homens, o que rende reações boquiabertas de pessoas que acabam de me conhecer. Talvez para a maioria das pessoas seja tão difícil aceitar a opção de não ter filhos quanto a opção de ter muitos filhos. Ah! E eu queria ter mais um!
- Passei parte da minha vida profissional dividida entre ser professora de inglês (que fui durante 13 anos) e jornalista. Abandonei a faculdade de Letras e me formei em Jornalismo. Hoje sou professora de jornalismo e acabo de deixar a redação (por falta de tempo e porque financeiramente não compensa mesmo). Quanto tempo vou aguentar? Sei não.
- Venho de uma família de professores e acho que nunca me imaginei fazendo outra coisa na vida. Mas confesso que o stress da redação me encanta. Acabo voltando.
- Sempre gostei de escrever e foi muito por isso que me tornei jornalista.
- Sou hiperativa, diagnosticada já adulta.
- Meu marido é meu perfeito oposto: calmo, paciente e com um ritmo, digamos, peculiar. O que me deixa ainda mais elétrica.
- Levei um baque, desses que a gente nem imagina que podem acontecer com ninguém sequer perto de nós, quando meu filho mais novo apareceu com câncer, com apenas 1 ano de idade. Sei-lá-como, marido e eu conseguimos manter a calma e hoje Antonio ta bem demais, curado e feliz. Mas até hoje me assusto com a possibilidade de outra dessas na nossa família.
- Não sou nada religiosa. Fui criada católica, batizei meus três filhos (por tradição e respeito aos avós que são católicos), mas não casei na igreja por pura falta de fé. Confesso que sinto uma invejinha das pessoas que tem fé, seja ela qual for. Me fez uma falta danada ter alguém pra quem pedir ou alguém a quem culpar quando Antonio estava doente. Ainda vou acreditar em alguma coisa algum dia da minha vida.
- Sempre me comprometo com mais coisas do que deveria e acabo estressada porque não sei dizer não.
- Adoro línguas. Falo inglês e espanhol e arranho um pouquinho de japonês. Sempre quis aprender italiano, mas nunca coloquei em prática porque não terá nenhum uso profissional. Então estou esperando me aposentar. Se um dia eu acordasse rica ia viver mudando de país, estudando línguas e costumes.
- Adoro ler e tenho aflição de ficar sem nada para ler. Se vou viajar, me preparo com várias revistas, livros, gibis, pra não correr o risco de ficar “na seca”. Leio blogs diariamente, mas raramente comento (como vc deve ter percebido) por preguiça.
- Adoro praia, cerveja, caranguejo e calor.
- Durante muito tempo, tive um certo preconceito contra feministas/feminismo em geral. Pura ignorância, confesso. Hoje me reconheço feminista. Não porque minhas posições tenham mudado, mas porque finalmente parei para entender o que é o feminismo.
- Adoro gatos e detesto cachorros. A subserviência deles me irrita. Atualmente não crio nenhum bicho – falta espaço.
- Ah! Costumo ser bastante prolixa. Deu pra perceber, né?

Somnia Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Somnia Carvalho disse...

ô Lola! você é muito engraçada! hahaha me esborrachei de rir com voce dizendo que teria um nojinho se o tal santiago te achasse bonita! hahahaha... nao teria resposta mais verdadeira e pláft! na cara...

olha, eu não quero polemica com os seus trolls não.. eu sou chegada a gente que so polemiza...mas eu tenho tanta certeza que o tal asnalfa é mulher que dou um milhao de coroas suecas por isso! rs...

Bom, ao que interessa: e verdade, a gente tem impressao de saber tudo da Denise... E o que o pessoal diz do meu blog também. Mas acho que tem um problema nisso, quando a gente mistura os canais... Um monte de gente acredita que minha vida seja aquilo que coloco la. Mas nao é. Aquilo e parte dela. E sei la, 10 por cento... Tem amigos que nunca mais me escreveram e dizem: eu vejo que vc ta bem no blog, porque voce foi viajar, bla bla... mas eu to passando por maus bocados, sei la, ou nao to tao bem assim, mas nunca falaria no blog, entende?
Entao, pensando nisso acho que essa impressao de conhecer a Denise ou quem mais seja, e so impressao mesmo... Nao que ela deva estar triste, mas que tem tanta coisa que passa pela nossa cabeca que posts nao sao suficientes. Mesmo voce... todas suas duvidas com a tese... Todo tempo que voce se dedica a isso, cuida do marido, da vida pessoal, isso nao vem ao blog... E que nem o "jack bauer" do 24 horas... a gente nao ve o cara fazendo pipi, mas ele faz... rs..

beijocas

Somnia Carvalho disse...

ups! a frase correta e: NÃO sou chegada a gente que so polemiza...

Clotilde Tavares disse...

Lola, vem morar em João Pessoa! É legal, tudo fica a 5 minutos de carro de tudo, a vida é baratinha e sossegada!
E eu te apresento a um bocado de gente legal, e te digo onde é que tem coisa mais barata, e te levo no Sebo Cultural, com seus 200.000 volumes...

Flor Juliete disse...

Bom, vamos lá...

Sou alegre e até boba-alegre às vezes, mas descobri há pouquíssimo tempo que quando é pra ser séria e responsável, eu sou demais... até mais do que muita gente que eu julguei/julgava/julgo séria no que faz...

Sou psicóloga e pós-graduanda em Psicodrama pela PUC-SP. Atuei até agora muito pouco na minha área e pretendo dar uma guinada na minha carreira...

Sou mãe de uma garota de três anos absurdamente divertida e esperta. Tenho aprendido muitas coisas com ela. Sobretudo cuidar de mim.
No entanto, acredito que cada mulher é uma, e ser mãe não é uma bênção ou coisa parecida e instinto materno é uma coisa que simplesmente não existe. Tudo tem a ver com desejos e escolhas.

Detesto gente preconceituosa e lamento pelas pessoas ignorantes de seus direitos

Adoro sushi e também fico indignada com essa história de só homem poder preparar que até criei com umas amigas um grupo: MUPDCP - Mulheres unidas pelo direito de cortar peixe! Mão quente uma ova!

Amo chocolate. Todos os dias ingiro pelo menos um quadradinho do amargo.

Adoro música e sou curiosa pra isso, no meu MP3 tem música árabe, espanhola, americana, brasileira, mexicana, etc.

Não sou fã de tecnologia... mas me viro...

Adoro ler e tb leio de tudo (de algumas coisas me arrependo)

Quanto à vaidade, sou moderada. Gosto de me arrumar, mas não todos os dias... O dia que acordo a fim, me arrumo e maquio, no dia que não, saio de casa bem largadona (mesmo pra trabalhar, rs)

Sou viciada em pipoca e cinema. É uma dupla infalível, mas ultimamente não tenho ido por causa da minha pequena... sinto falta... mas em breve retornarei! (olha só, frase de filme! rs)

Adoro a natureza, mas não acamparia jamais. Sou fresca pra insetos... muito. Sou urbana demais, me acostumei com o conforto

Sou tida como uma ovelhinha negra na minha família por ter casado somente no civil (todo o restante casou na igreja) O motivo nem preciso dizer, né???
Acho que religião atrasa a vida das pessoas, embora eu respeite quem se identifica.

Obrigada pelo espaço,

abração!

babsiix disse...

Lola, o maridão tá um galã na foto! E vc tá fofa! A foto tá uma gracinha. E o seu amigo finlandes idem.

E esse cabelo hein? Lembro de umas fotos da minha mãe com o corte igual. Não to te chamando de velh, lolinha! :P

Ale Picoli disse...

Sobre mim? Tá:
- Até os 28 anos morei em S. Bernardo mas nasci em Santo André. Sou um misto de batateira com ceboleira, embora nunca lembre de que cidade é cada título. Agora moro no Rio.
- Odeio mudanças. Por mim, nascia, crescia e morria na mesma casa.
- Meu sentido mais importante é audição. Sei, só pelo tom da voz e o jeito de falar, se vou me dar bem com alguém. Sempre dá certo.
- Não sei viver sem música de algum tipo. QUALQUER tipo, hoje em dia. Quanto mais coisa diferente eu ouço, mais eu vejo (ou ouço) as semelhanças entre elas.
- Meu R puxado (porrrta verrrde) era meio forçado, só pra mostrar que não morava em São Paulo capital, mas sim no "interior" (ABC). Agora ele é de verdade. Ou melhor, verrrrdade.
- Sempre fui gorda. Nasci com 4,5kg. Meu ideal de saúde é ser menos gorda e muito ativa.
A natureza me fez loira de cabelo escuro acinzentado. A farmácia me fez ruiva desde os 17 anos. E a resistência do meu cabelo aos assassinatos químicos que faço desde esta época é a única coisa que faz eu achar, de fato, que meu cabelo é “bom”. Sempre achei péssimo ele ser tão liso.
- Desisti de ficar bronzeada com 14 anos. Agora quero ser branquela pra sempre.
- Gosto de papagaios tanto quanto gosto de gatos. Mas não dá pra ter os dois juntos, então a Chu e a Boneca (loras) ficam com meus pais. Sempre que ouço uma maritaca gritando (aqui no Rio tem muito) fico com vontade de chorar de saudades.
- Não sou muito politizada. Só mexo minha bunda gorda por política quando é questão de direito de mulheres ou minorias. Meu marido me convenceu que eu sou politizada por me preocupar com essas coisas. Não acredito muito nele, mas pelo menos fico me sentindo menos idiota.
- Troco quase qualquer comida por um queijo, se puder.
- Já fui muito mística e espiritualizada, mas depois que minha mãe abriu uma loja esotérica, virei atéia. Não foi pra contrariar, não. É que tive chance de conhecer bem esses assuntos e tive contato com todo tipo de picaretagem. Assim não tem quem não perca qualquer tipo de fé.
- Minha formação é jornalística, mas não trabalhei muito tempo na área. Fui direto pra internet, e aqui as coisas sempre pareceram mais publicidade do que jornalismo.
Tem mais coisa, mas se eu ficar escrevendo eu não almoço.

Samantha disse...

hehe que legal. Vou começar escrever aqui, se nao acabar vc lê no meu blog o final.

1. Sempre tive um talento nato para "Kenny" do South Park na minha vida. Sofri acidentes, levei pontos. Foram 2 acidentes marcantes: um quando uma cachorra chamada SAMANTHA me mordeu (rá) e o outro quando arrebentei minha cabeça na balança do parquinho e o monitor gritou "meu Deus, dá pra ver o osso".

2. Eu comia de tudo. Pareço um avestruz. Há uns anos decidi manerar, estou comendo mais peixes, menos carboidratos e doces. Por questões de saúde mesmo, e pra não consumir mais do que preciso.

3. Nasci em São Paulo. Alternei minha infância entre o sertão baiano e a periferia de São Paulo. Vi muita coisa nesse caminho, acho q me ensinou muito sobre o mundo.

4. fui alfabetizada em casa, aos 4 anos. Meu pai me ensinou a ler porque eu era uma criança muito curiosa e perguntava tudo.

5. Quando entrei na escola, era ajudante da professora. Me recusava a fazer a lição e elas me davam livros para ler. Nessas li praticamente todos os livros de Monteiro Lobato e Coleção Vagalume. Alem de gibis da Turma da Mônica, sou fã até hoje.

6. Meu pai gostava muito da cantora Samantha Sing e da Samantha, do seriado. Por isso me deram este nome.

7. Muita gente pensa q tenho sangue italiano, por causa da minha carinha. Não, é sangue português, negro, espanhol, indígena e reza a lenda, turco.

8. Minha família materna é protestante há algumas geraçoes. Missionários americanos levaram a Igreja Presbiteriana a algumas localidades do sertao, chegando aos ouvidos dos meus antepassados. Hj em dia me considero meio pagã, mas respeito muito a Igreja Protestante e a todos cristãos de bom coração, q realmente não julgam e respeitam o semelhante.

9. Adoro Star Trek e ficção científica e geral. Já fui inclusive a encontros trekkers.

10. Fui meio "punk" ou "grunge" na adolescencia. Nao no sentido de ter sido malvadinha, nem nada. Eu curtia as bandas, me vestia parecidinha e talz... coisa de fase.

11. Quando criança, queria ser nadadora e ir pra Suécia. Quem explica...rs

12. Nunca fui baladeira e nem namoradeira. Eu era tímida demais e o numero 13 explicará a "prolongação" da minha infância

13. Com 15 anos ainda brincava de bonecas com minhas primas. Eu gostava de planejar ambientes das casinhas, decorar e fazer roupas. As histórias com as bonecas e toda aquela coisa lúdica ficou até os 11 anos. Depois, era mais a prática, a decoração. O que explicao o 14.

14. Eu adoro o jogo The Sims. Adoro criar ambientes, casas, roupas, decorações...hehehe. Talvez se eu fosse arquiteta tb seria uma boa profissional.

15. Sou bacharel em Meteorologia. Não gente, não sou a mocinha do tempo, nem sei se vai chover...rs. A profissão vai muito além disso, e só pra dizer: a "mocinha do tempo" nem meteorologista é, graças a Deus.

16. Fiz mestrado em Ciências, na área de Meteorologia da Poluição do ar e modelagem numérica. Atualmente trabalho na área de interação oceano-atmosfera (vento gerando ondas, essas coisas).

17.meu gosto musical é tão amplo e eclético q tenho vergonha. Gosto por exemplo de Cher,George Michael, Angra e Djavan. Tudo a ver...rs

18. Adoro quadrinhos. Turma da Monica, Flash Gordon, Spawn, Homem-Aranha, etc. Adoro ler essas coisinhas. Mas tb leio livros serios, best sellers, livros sobre "conspiracoes", sci-fi, romances policiais... o q me recomendarem, leio.


Acabo depois no meu blog...rs. Muita coisa.

Taia disse...

Oi Lola! Estou muitooo sem tempo de comentar, mas gostaria de dizer só algumas coisinha de mim: eu sou uma pessoa que amooooo o teu blog... e como ele é um blog de opiniões pessoas (tuas) só posso dizer que amooooo vc.
Bjsss
taia

Tuca disse...

Minha saudosa Lola;
Só passei pra informar que , apartir de agora, estarei participando ativamente desse seu (nosso) espaço interessante, inspirador, instrutivo e engraçado.
Não quero e nem vou falar nada da minha vida, pois nada de interessante tem pra somar aos agradáveis comentários deixados .


Lolaaaaa...TE AMOOOOOOO.

Silvinho vai entender.
beijos.

Bárbara Dayrell disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lola aronovich disse...

Ah, Tuquinha, que amor! Apareça e participe sim, vai ser um prazer. Olha só, gente, amigo de infância! Será que este espaço feminista conseguirá fazer de vc um homem feminista, Tucs? Te adoro, vc sabe.

Bárbara Dayrell disse...

oi lola!
adorei o post sobre você, muito interessante!
resolvi responder como um post no meu blog, passe lá para ler!
bjinho

Pati Sato disse...

Oi Lola,

Eu sou aquela que disse que não gostou do seu blog da primeira vez, mas nao foi por conta de ser ou não feminista, é pq tinha aquele blá blá blá chato do lingerie day, achei chata a "pauta" kkkk
Então, eu vim parar no seu blog por acaso, não do google kkk, mas da Silmara Franco, adoro o que ela escreve, é de uma docura, e eu adoro poesia, contos enfim gosto do que toca minha alma de maneira leve.
Fui lendo o seu blog e me deparei com algumas coisas que me fizeram pensar.
1- como tem gente deselegante nesse mundão de meu Deus, fiquei horrorizada com os comentários sobre o que vc escreve, como episódio da velha por conta do Sherek e de outra moça que perguntou que tipo de presente vc daria a uma criança.... Putz, achei ambos super deselegantes, tudo bem ninguém é obrigado a gostar de tudo, mas acho que delicadeza e educação são como peças clássicas do guarda-roupa tipo um pretinho básico, pena que não é todo mundo que saiba usar. Sinto-me contrangida por haver gente assim, e peço desculpas por eles.
2- Como disse caí de balão aqui, por conta do blog da Sil, então eu não sabia que este era um blog feminista, aliás não gosto muito de rótulos não, as pessoas são o que são, umas curtem uns assuntos outras não e viva a diferença! Só fiquei meio assim pq vc diz que não usa brinco, não usa maquiagem, não pinta a unha..... pôxa, ser feminista está do lado oposto de ser vaidosa e feminina?? Sei que vc não disse isso mas depois fiquei pensando será que alguém vaidosa (essa que vos fala) não pode ter idéias de igualdade tb??

Só isso, parabéns pela sua elegância em responder insultos, poucos, honey bunny, possuem esse talento, só os de alma nobre!

Have a nice day!

Pati Sato

Anônimo disse...

adoro o seu blog. :D

coisas sobre mim:
- sou capricorniana e detesto esse signo(queria ser de sagitário,escorpião ou câncer).
- sou muito tímida.
- minha cor favorita é verde,quando eu era pequena era rosa e quase tudo que eu tinha era dessa cor.
- amor viajar,sempre amei.
- amo ir para a casa da minha avó.
- vou fazer quinze anos esse mês.
- faço curso de inglês e gosto muito!
- gosto de ler,meu livro favorito é lolita,de nabokov.
- meus filmes favoritos no momento são,priscilla a rainha do deserto
e onde mora o coração.
- curto androginia.
- tenho pavor de aranhas,morcegos e cobras.
- cada dia estou mais apaixonada pela natureza.
- tinha uma paixão platônica terrível pelo brian molko rsrs.
- gosto de roupas indianas.
- gosto de coisas esotéricas.
- não tenho religião mas acredito em deus.
- já sonhei que era uma formiga.
- sou apaixonada pelos anos 90(música,filmes,moda,etc).
- quando eu era pequena eu já quis ser top model e veterinária.
- tenho nojo de slut shamers.
- abomino o preconceito contra homossexuais.
- gosto de drag queens mas não curto essa nova moda de bate cabelo,deve doer rs.
- prefiro música internacional.
- gosto de raul seixas desde bem pequena.
- adoro comida mineira e japonesa.
- gosto de imagens de santo.
- já fui vegetariana,hoje em dia eu não sou mais tento evitar a carne vermelha.
- adoro gatos e papagaios.
- adoro the smiths.
- tenho medo de teorias de fim do mundo mesmo não acreditando.
- gosto de desertos,gostaria de ir pro arizona.
- um dia quero morar na europa.
- já pintei a sobrancelha.
- gosto de viajar ouvindo música.
- às vezes levo as coisas muuuito a sério,não devia.
- odeio regrinhas de moda.
- odeio ficar doente.
- adoro nadar.
- prefiro muito frio a muito calor.
- adoro casacos.
- quero aprender a cozinhar.
- adoro batom vermelho.
- acho que a minha maior qualidade é ter uma mente aberta.
- gosto de homens com o cabelo comprido.
- já fiz guerra de lama.
- amo bebês mas não sou muito fã de crianças.
- tenho uma marca de nascença igual a do meu pai.
- detesto sertanejo moderno mais que qualquer tipo de música.
- já sofri bullying.
- adoro flores,minhas favoritas são as margaridas,quaresmas,burganvilhos(principalente lilases)e rosas brancas.
- minha estação do ano favorita é o verão(bem contraditório porque não curto muito calor).




e o mais importante:
-falei demais!