quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

RETROSPECTIVA PESSOAL 2009

Lolinha desastrada corta a deliciosa torta de frango da mãe no natal.

Minhas retrospectivas pessoais são sempre parecidas: o meu balanço do ano é bom. Todos os anos são bons. Eu adoro viver, adoro estar viva, considero um privilégio. Não
me lembro de um só ano nos meus 42 anos de vida que eu possa dizer: esse foi um ano ruim. Provavelmente o pior foi 1993, quando meu amado pai morreu. Mas mesmo aquele ano gerou mudanças importantes, como sair de SP após 16 anos e vir pra Joinville, onde comprei minha casinha.
Ok, mas vou tentar me concentrar em 2009. Teve o blog, que novamente me tomou um tempão, e foi super gratificante, repetindo a experiência de 2008 (quando comecei o blog). Posts todos os dias, muitos e bons comentários, aumento no número de visitas, e, no final de novembro, a chance de ganhar algum dinheiro com isso. Ou seja, só coisas positivas. Continuei também no jornal, pelo 12o ano seguido. Sem novidades ― isso é bom. E eles querem que eu siga escrevendo mesmo morando em Fortaleza, o que me deixa muito contente.
Em junho defendi a minha tese de doutorado em Literatura em Língua Inglesa. Isso, lógico, foi fundamental. Mas foi também previsível. Foi o que me dispus a fazer quando entrei no programa de doutorado da UFSC, em agosto de 2005. Se eu não tivesse terminado o doutorado, aí sim estaria em apuros, porque teria que devolver todo o dinheiro das bolsas investido em mim. Portanto, não concluir o doutorado não era (nem nunca foi) uma opção. Aliás, não acredito que alguém entre conscientemente num mestrado ou doutorado já pensando “Não vou terminar”. Muitos desistem no meio do caminho, porque é duro e solitário, mas nunca é premeditado. Enfim, foi um alívio acabar de escrever a tese e receber o título. A defesa em si foi decepcionante, mas ficou no passado.
Houve o desperdício de fazer alguns meses do curso de Letras a distância. Desperdício de tempo e, principalmente, de dinheiro. Foram 1,212 reais jogados fora. Olhando pra trás parece ter sido uma grande besteira, mas todos os meus amigos recomendaram que eu fizesse o curso. Estávamos em março, e eu acompanhava os editais de concursos que apareciam nas federais. 90% pediam graduação na mesma área do doutorado (no caso, Letras). Eu não podia adivinhar nunca que em junho surgiriam três editais (pra Curitiba, Maringá e Fortaleza), e nenhum pediria diploma em Letras.
Assim que defendi a tese de doutorado, comecei a me preparar pro concurso da UFC. E aí todas vocês acompanharam o sofrimento e o resultado bárbaro. É muito bom passar no primeiro concurso que a gente faz na vida. E fez bem pro meu eguinho (machucado pela nota 8,78 recebida na defesa do doutorado) passar logo em primeiro. Sem falar que eu me redimi um pouquinho pra mim mesma, porque não costumo ser boa aluna. Eu quase sempre tiro as melhores notas (tirei A em todas as minhas matérias do mestrado e doutorado), mas isso não faz de mim uma boa aluna, porque sou enrolona. Boa aluna, pra mim, é quem é disciplinada, quem não deixa tudo pra última hora, quem faz as coisas com capricho. Essa certamente não fui eu nem no mestrado nem no doutorado. E o maridão me conhece. Portanto, quando apareceu o concurso da UFC, que indicava que eu teria uns dois meses pra preparar 15 pontos, ele tinha dúvidas se eu iria conseguir. Eu não tinha muita dúvida porque fazer um concurso em outro estado é caro (uns 1,700 reais), e não gosto de jogar dinheiro fora. Como eu havia me inscrito (duas vezes, já que a UFC não aceitou minha inscrição da primeira vez, porque eu ainda não havia defendido a tese), teria que ir preparada. E eu me preparei bem, estudei bastante, o que foi uma surpresa agradável pra mim, isso de saber que yes I can.
Mas imaginem, o concurso eu passei no final de agosto. Perguntem o que fiz de lá pra cá. Basicamente nada além de escrever pro blog e pro jornal. Dá a impressão de um tempão jogado fora. Eu devia ter tentado publicar uns papers (essencial pro meu currículo), escrito artigos acadêmicos, lido mais. Ou até descansado. Não relaxei, fiquei ansiosa esperando a posse (nem a nomeação saiu ainda!).
Financeiramente este segundo semestre foi um desastre também. Bom, só não foi um desastre completo porque eu estava preparada. Sabia que minha bolsa acabaria em junho, e que haveria um hiato entre o fim do doutorado e o início de um novo emprego. Tudo dentro do previsto. Mas, infelizmente, acreditei demais no entusiasmo do departamento de inglês da UFC, que previa que a contratação acontecesse já em novembro. E, por isso, perdi os poucos alunos particulares que tinha, que pensaram que eu me mudaria logo pro Ceará. Também por isso gastei dinheiro fazendo alguns exames médicos em setembro (que terei que refazer, pagando de novo).
Digamos que 2009 foi um ano de finalizações. Terminei o doutorado (e, no fundo, seis anos de vida acadêmica quase ininterrupta, salvo um semestre em 2005), e estou me despedindo de Joinville, que tão bem me acolheu durante 16 anos. 2010 será cheio de desafios: nova cidade, novo emprego, nova casa, uma mudança incrível (e um tantinho assustadora, às vezes. Eu só quero que março chegue logo, porque aí parte das dificuldades teram passado). Mas tudo isso foi planejado. Lembro quando, antes do início do doutorado, eu me sentei com o maridão e previmos o que iria acontecer: que em 2007 passaríamos um ano no exterior por causa do sanduíche (a gente pensava que seria na Inglaterra; acabou sendo em Detroit ― ainda bem, já que voltamos com dinheiro no bolso), e que, em 2009, quando terminasse o doutorado, faria concursos pra qualquer universidade federal em qualquer lugar do país (a gente sempre falava em Acre e Rondônia). Nosso sonho era mesmo morar numa capital nordestina (de preferência, Natal ou Fortaleza; depois o pessoal nos convenceu que o quente mesmo é João Pessoa), mas eu imaginava que, com meu currículo de recém-doutora, não conseguiria passar de cara num concurso concorrido. Os planos eram que a gente morasse uns dois ou três anos num fim do mundo (desculpe, pessoal do Acre e Rondônia, mas os concursos não eram nem pras capitais, e sim pro interior), e, depois que meu currículo melhorasse um pouco, aí sim eu tentaria passar num concurso numa capital nordestina. Estou queimando uma etapa.
Vamos ver o que vai acontecer em 2010. Meu maior desafio será administrar o tempo, pra que eu possa me dedicar bem ao trabalho e à publicação de artigos e ainda assim continuar com o bloguinho (com menos posts). No final do ano que vem eu escrevo uma outra retrospectiva chata pra dizer que 2010 foi muito bom, mas também, qual ano não é? E um ótimo 2010 pra vocês também!

37 comentários:

Leila Silva disse...

Um feliz 2010.
Abraço

Bau disse...

Lola, um lindo 2010 para você também, obrigada pelas coisas lindas que sempre me ensinou, minha amiga, e muita luz, saúde, paz e amor junto do maridão, da mamãe, e dos bichinhos queridos. Beijos enormes! Adorei ver seu sorrisão, cortando a torta de frango! Hummmmmm! Deu água na boca, também quero!

Ale Valentim disse...

Lola, nunca comento, mas quis que soubesse que tens uma fa aqui em Floripa. Acompanho seu blog ha um tempao e fico feliz por seu sucesso (argh, nao gosto muito dessa palavras, heheh). Fico aqui torcendo para que tudo de certo em 2010, pra voce, e pra todos nos! =D
Um beijao
ale

Patrick disse...

Lola, um ótimo 2010 cheio de desafios para você! Eu tenho que me programar para passar um fim de semana em Fortaleza e fazer uma visita, nem que seja só pra dizer "Oi!".

Polinha Drama Queen disse...

Realmente, enquanto estamos vivas, todo ano é bom!

Espero que 2010 supere 2009!
Feliz Ano Novo!!!

Bjokas

Masegui disse...

Lolinha,

Procê, CM, Mamacita, essa mulherada porreta que comenta aqui, sem esquecer da rapaziada gente fina encabeçada pelo PDF... eu desejo um Feliz 2010! Muita paz, amor e um pouquinho de sacanagem, que faz bem pra cacete! (no pun intended).

L. Archilla disse...

Eu sou bem crítica em relação aos meus anos, mas acho que 2009 foi incrível e espero que 2010 seja melhor ainda. Foi ótimo passar o ano inteiro te lendo diariamente. Tudo de bom pra vc, mamacita e maridão em 2010!!! :D

Masegui disse...

Ps: Esqueci de dizer que com um pedacinho dessa torta eu tomo umas cinco cachaças!

Iolanda disse...

Oi Lola,

Um ótimo 2010 pra você, Sílvio e sua mãe! Muita saúde e realizações para todos! E muita saúde para Calvin e Blanche também. Espero que vocês sejam muito felizes aqui em Fortaleza. Um abraço, Iolanda.

Má disse...

Lola!!
Bom começo de 2010 p você e sua família!!
Espero ler o seu bloguinho de Fortaleza ano que vem!

Beijão!

Tina Lopes disse...

Lola, do fundo do coração, um 2010 maravilhoso pra vc, maridão e mamacita! E quem sabe a gente se encontra ao vivo neste ano? Beijão!

Paulo disse...

Essa época do ano até os típicos lurkers como eu mostram a cara:). Com um pedaço dessa torta, eu esqueceria qualquer coisa de ruim que pudesse ter acontecido em 2009. Um super 2010 pra você e os que te amam. Curiosíssimo para ler você em 2010 e sua perspectiva sobre uma sociedade normalmente vista como excessivamente machista. Seria legal você escrever um post sobre Previsões/perspectivas para 2010. Ano que vem tem eleição! Adoro votar!! Aproveito pra agradecer à Rita do Estrada Anil por ter me feito prestar atenção ao seu blog. Já tinha passado por aqui, mas foi um post dela que me fez retornar. Descobri tb que temos alguém + em comum: Edina Crunfli. Um abraço!

Laura disse...

Lola, querida, feliz ano novo pra ti e pros teus. Que vc adore Fortaleza e que eu possa te visitar por lá. Beijo grande.

Ana disse...

Lola,

Eu também terminei o doutorado esse ano e passei no concurso para a UFPE. Depois de morar a vida toda em Niterói, no RJ, estou morando em João Pessoa e trabalhando em Recife. Você vai sofrer um pouquinho no começo, a Universidade Federal é cheia de códigos e normas que ninguém te avisa, você tem que adivinhar. Mas nada que a gente não supere. Dica do dia: aprove logo que entrar um projeto de pesquisa no departamento senão vão te empurrar um monte de disciplinas. A carga horária com projeto é de 8 horas semanais, sem projeto vão te dar 12, ou mais. Feliz ano novo!!

Beijos

calcinha comestivel disse...

Olá Lola!
Desejamos um 2010 com a continuidade das realizações!
beijos,
Ah, dê uma olhada no nosso cartão de ano novo, em http://wp.me/pzgla-C2

Luciana disse...

Queridíssima, Lola!
Certamente uma das boas coisas de 2009 foi ter conhecido seu blog.
Ótimo 2010 pra tod@s nós!!!

Beijocas

Marcos Vinicius Gomes disse...

Lola,

Foi muito bom ter palpitado aqui durante o ano, bom ano novo para você e todos os leitores (ops, leitoras, já que os homens aqui são minoria - ainda bem :P)

Anônimo disse...

Muito legal ler o relato de alguém otimista! Um ótimo 2010 pra ti e tua família!
Beijos
fernandadbpm

Jux disse...

Loláxima!
Seus textos - sempre tão bacanas, bem escritos e instigantes - ajudaram essa criatura que vos fala a formatar cada vez mais a alma "feminista"...
Fico tão feliz com as conquistas e sonhos das pessoas queridas... e você, apesar de não te conhecer pessoalmente, é um ser humano incrível e por quem nutro a mais sincera admiração. Desejo que seus sonhos - planejados ou repentinos - façam parte da retrospectiva 2010!!!
Beijukkasempre!

Jux disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

A Giovanni, Cris e Danton, a Débora dos olhos tremidinhos, a Lolla Moon, a Suzana Elvas, A Tina Lopes e a Nina, a Valeria dos mangás, ( não vou saber escrever Shujofan?) a Achilla, a Sommia da Suécia, a Fátima da Laguna , a Masegui querido, a Mei, a Bau, a Kaká de Fortaleza e a Iolanda, ao Victor que sabe tudo de cinema, a Serge Renine e ao Cavaca, e a todas as outras meninas que estou esquecendo os nomes, desejo uma noite feliz de fim de ano, e que todos os desejos e os sonhos se convertam em realidade. Feliz Ano Novo, eu amo vocês. Nelly Mamacita.

Anônimo disse...

Não era pra ser anónimo, (não consigo fazer direito). Um beijo pra Lola e o Sílvio, pra O Iggy e a Lou, e pra minha Cielito, La Mamacita

Roberta disse...

Oi Lola,leio seu blog todo dia,seus textos são muito bons.

Feliz 2010!

Mari Moscou disse...

Um feliz 2010! Seu blog foi uma das minhas descobertas legais de fim de ano!!! Está mais que convidada pra conhecer os meus!!! BEijo!

Rita disse...

Oi, Lolinha!!

2009 me trouxe a blogosfera e, de carona, blogs ótimos como o seu. É tão maluco, sinto que fiz um monte de amigos esse ano e alguns deles conheci aqui e no concurso de blogueiras. Adorei "te conhecer" e torço sinceramente que nos encontremos ao vivo e em cores em 2010. Desejo muito sucesso em suas empreitadas e que vcoê dê seu jeito de blogar diariamente!! Quem mandou me viciar?? Hein? Quem mandou?? Tudo de bom!!!

FELIZ ANO NOOOOVOOOO!!!!!!!!!

Beijos,
Rita

Bárbara disse...

Feliz 2010, Lola!

00h00 em ponto, hehe.

Paula P. disse...

Yay, comecei a ler este post em 2009 e terminei em 2010 ;)
Adorei a sua retrospectiva, Lola, acho que vou fazer uma do meu ano também.
Com certeza conhecer o seu blog estará entre os top 10. Sinceramente. Eu leio ele desde fevereiro e seus textos ajudaram muito a "formatar" meu feminismo, por assim dizer. Eu já era feminista antes, mas o blog me ajudou a formar melhores argumentos.
Feliz 2010 para você e para todas as leitoras (e leitores). Que seu ano seja ótimo e que tudo dê certo em Fortaleza.

Abraços.

lola aronovich disse...

Obrigada, gente fofa e querida! Vcs são uns amores mesmo! Que 2010 seja um ano fantástico pra tod@s nós! Aqui a virada foi ótima. Ravioli com linguiça e queijos, uma salada caprichada, com tomate seco, queijos e um molhinho delicioso (antes de chegar perto eu pensei: “Putz! Vou ter que comer salada até no reveillon?!” Mas essa tava gostosa mesmo), e um pudim de café. Agora não estou conseguindo me mexer direito, não sei porquê. Tudo de bom pra vcs!

Liliana disse...

Lola , muito prazer, nao sou de comentar , mas estou aqui , te acompanhando todos os dias, e "a medida do possivel" , lendo os teus posts sem fim dos anos passados hshshshs , mas passei aqui pra te desejar um 2010 muito feliz, com bastante saude , e que todos os seus projetos se encaminhem bem , Feliz Ano Novo!!!!

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Eu jurava que você tinha graduação em Letras... Eu faço Letras na UFMG e o curso é muito bom porque é bem flexível. Costuma até acontecer de quem está pra se formar adiar um pouquinho, pra poder cursar mais matérias... O lamento de quem faz licenciatura é cursar umas disciplinas obrigatórias na Faculdade de Educação, a faculdade de Pedagogia. Desconfio que você ia adorar a facul de Letras, pena que não teve como.

Bjus.

Laiza Rodrigues disse...

Lola, que felicidade que seus anos são sempre bons. Que continue assim e que você possa superar com sucesso e um sorriso no rosto todas essas etapas tão planejadinhas da sua vida. Eu estou apenas no começo da minha vida acadêmica (graduação) mas, ao vê-la tão satisfeita com a sua sinto mais vontade de continuar. Às vezes perco o estímulo e tenho vontade de fazer algo pra ganhar dinheiro mesmo, me deixo levar pela ambição, mas você é exemplo do quão se pode ser feliz fazendo o que gosta e ter finanças equilibradas sem ser escravo do trabalho. Com relação a isso também falo sobre a sua escolha por uma cidade nordestina. Sem menosprezar as outras, João Pessoa é de fato o paraíso pra se viver. É tranquila, de custo de vida menor que outros grandes centros e principalmente não é violenta. Morei 17 anos aqui e nem se compara a outras capitais do nordeste, principalmente no quesito violência. E como você disse que queria ir andando de casa ao trabalho em segurança, acredito que aqui ainda seja um dos poucos lugares sossegados pra se viver. Claro, que com o passar do tempo o trânsito de todos os lugares vai ficando caótico, o clima vai aquecendo e a violência aumenta, mas não podemos deixar de viver por isso.

Poxa, parabéns. Acompanho teu blog há um tempo. Há mais de um ano pra falar a verdade e ao contrário do que as críticas anti-feministas dizem por aqui, eu acho que você é uma mulher bem resolvida na carreira, na vida afetiva, intelectualmente, socialmente (a exemplo do blog) e está a cada dia aprendendo consigo mesma e mostrando isso pro mundo (pra gente). Te desejo muito mais sucesso neste ano que chegou.

Perdoe o comentário gigante, hoje resolvi falar. Tenha um bom ano.

Abraço,

Laiza.

Bárbara Reis disse...

2009 não me foi um ano nada bom, e prefiro nem comentar, não farei retrospectiva esse ano, porque não quero nem deixar registrado que aconteceu. hahaha

Mas eu passei o ano inteiro aqui, no seu bloguinho, te enchendo o saco, o ano inteiro. HAHAHA... então posso te dar os parabéns pelas conquistas que eu acompanhei de 'perto'. Boa sorte, Lolinha, e tudo o que há de melhor!

Feliz 2010! :]

Abraços!

Ahh... Nando tem orkut agora, hahaha, invenção da minha mãe. Depois te passo pra você ver mais milhões de fotos dele.

Beijos!

Mariana. disse...

Não moro no acre, nem em rondônia, mas já fui pra Rio Branco (com meu irmão, prestar vest. Mas ele passou na minha cidade mesmo e acabou ficando por aqui), e vistei algumas cidades do interior de rondônia, porque meus parentes tem uma fazenda ali perto, na fronteira com MT. Claro, não é um lugar desenvolvido (mas em vilhena tem cinema em 3D e aí, na sua cidade, não). Fico com muita raiva quando as pessoas falam daquilo que não conhecem.

Já disse aqui que sou de cuiabá, e já foi vítima de preconceito por isso. Acham que aqui o pantanal é no meio da cidade, que a gente anda a cavalo e etc, e tenho que dizer que aqui, a unica coisa que estraga é o calor excessivo. De resto, é muito melhor que muita cidade do interior do sul e de sp, que riem da gente.

Segundo: eu acompanhei sua história do concurso. Não quis te desanimar pq vc parecia muito empolgada, mas eu sabia que ia demorar mais que isso, que não ia ser em novembro... Eu sei, é uma droga: mas sempre enrolam e o pior é que estão dentro do prazo legal. Mas sinceramente acho que, até o fim do primeiro semestre, você vai estar de mundança pra fortaleza.

Natty disse...

Lolinha, te amo, mas "teram" não existe.

Feliz 2010!

Anônimo disse...

OIIII LOLAAAAA!
Você também tem uma fã em Ribeirao Preto/SP!!, já te recomendei p/ um monte de amigos no meu cursinho! É, tenho 20 anos e faço cursinho! Voce escreve muito bem, adoro ler principalmente as criticas de filmes!!
Beijo e abraçoo feliz 2010!

Anônimo disse...

http://lumerkoz.edu really great sites, thank you, http://rc8forum.com/members/Buy-Synthroid.aspx takahide http://www.lovespeaks.org/profiles/blogs/buy-enalapril nationally http://riderx.info/members/Buy-Diflucan-Online.aspx barney sang http://barborazychova.com/members/Buy-Premarin.aspx dfee zamadar http://barborazychova.com/members/Buy-Crestor.aspx streetnew agreementi

Emmanuelle Alves disse...

Lola, estou aqui varando a madrugada lendo suas postagens porque fiquei fascinada com seu blog que tem sido inspirador para mim (apesar de você fazer duras críticas a filmes de besteirol que amo de paixão!!). Parece um relato simples esse seu, mas fico me sentindo amparada "Poxa, existe humanidade no mundo acadêmico!"...pessoas que tiram 8,0 na defesa, mas que passam num concurso federal...pessoas que vivem a vida em família enquanto escrevem suas teses...existem pessoas tão indisciplinadas no doc quanto eu! Ufa! Estou às vésperas da minha qualificação do doutorado que, por sinal, você vai participar, e numa crise de identidade terrível. Enfim, me senti leve com esse texto! Somos humanos! rs :)