domingo, 12 de fevereiro de 2012

DEBATE WEB PARA MENINAS NA CAMPUS PARTY

Quem acessou o meu blog ou twitter ontem viu que eu estava na Campus Party. Passei o dia inteirinho lá, e voltei pra Fortaleza de madrugada. Meu dia não foi tão especial; passei o tempo todo na internet, nada muito diferente de vários outros dias. Eu praticamente só uso internet pra tuitar, blogar, ler e mandar emails, e ler textos. Pra mim, não faz tanta diferença ter velocidade de 10 mb ou 20 sei lá quantos hiperbytes. Mas foi gostoso conhecer as queridas que vieram falar comigo. E o pessoal que estava na minha mesa, por pura coincidência, era todo de Fortaleza, e era gente boa. Mas eu fui convidada pro Campus Party pra participar de um debate chamado Web para Meninas. Você pode ver o vídeo inteirinho aqui. Na hora eu não tinha a menor ideia que o som ia ficar tão bom, porque o ambiente é um pouco barulhento. Olha, realmente adorei conversar com a Nina Lemos, Julia Petit, Giovana (do Garotas Geek), e a Dani, que só tem 16 anos e já mostra muita segurança. E a Fernanda foi uma ótima mediadora, fez perguntas interessantes. Claro, o espaço foi curto (uma hora e meia não é muito), mas acho que conseguimos abordar vários assuntos, e vimos que temos mais convergências que divergências. Eu me senti muito acolhida e respeitada, tanto pelas participantes quanto pelo público. E sabe quando você sente que contribuiu? Pois é, eu senti. Então assista aí quando puder e deixe suas impressões.

54 comentários:

Paola P. disse...

Adorei o debate! Estava ótima Lola.

Guimn disse...

Só não te perdôo por falar disso tão em cima da hora, Lola.

Lord Anderson disse...

Eu fico feliz da sua agenda de palestras e debates ficar tão cheia Lola.

Sinal de que cada vez mais pessoas estão se mobilizando para falar sobre genero, preconceito, igualdade, etc

Apesar de tantas paginas de odio, a net tem permitido que muita coisa boa seja divulgada, que muitos esforços sejam unidos :)

Lutar por um mundo melhor vale a pena.

Andressa Lima disse...

Um amigo meu está no Campus Party. Uma pena que quando li que vc estaria lá também já eram 18h15 e ele disse que não estava tão perto pra pegar o finzinho. Mas vou indicar o vídeo pra ele. Tô ansiosa pra ver. Tô aqui escrevendo e acompanhado o vídeo e o áudio está ótimo.

ana (alice) disse...

vou ver o video, parabens :)

A.H.B. disse...

Eu vi pelo live stream do Campus Party ontem. Foi uma conversa informal e divertiva, mas que levantou muitos pontos importantes. Gostei principalmente com a unanimidade com que as novelas foram chamadas de machistas. Foi um debate muito bom!

Anônimo disse...

eu queria ver por vc e pela nina, mas gostei mto da giovana (garotasgeek) tb.

só achei meio chatinho qd a julia falava nada com nada

Sara disse...

Nada a crescentar ao que o LORD ANDERSON expressou Lola, assino embaixo.
Adorei sua participação, e fiquei feliz ao saber o q vc pensa sobre os trolls q te perseguem aqui, concordo plenamente com o q vc falou sobre eles, e sobre essa relação de amor e ódio que eles tem com vc.

LisAnaHD disse...

totivendo no vídeo do Campus Party! arrazzzzando, hein?

(sobre o papo de braços femininos... comentário num post anterior, achei legal a torneada dos braços da Nina)

Beatriz disse...

Que bom que um lugar meio machistinha como a Campus Party tem iniciativas assim!

oscar wildcat disse...

eu tb achei que a Julia estava um pouco deslocada. não sei se pq os interesses dela são - digamos - dentro do que se espera de meninas na web. ela não desafia muito a ordem das coisas nem levanta muitas questões sobre as limitações e preconceitos sofridos pelas mulheres na internet (e de uma forma geral), que é o que torna um debate destes interessante. porém não achei que a presença dela foi desnecessária. ela representa um segmento das internautas e ofereceu suas opiniões à discussão, o que é positivo. adorei a Nina e, claro, a Lola, que estava ótima!

O Guri disse...

Eu adorei tua voz. Tu sabes que eu esperava uma voz bem mais grossa, estilo Ana Carolina...

Imagina uma mesa redonda com todas essas beldades... ainda estou assistindo, mas depois te digo o que achei!

L. Archilla disse...

Eu dava um dedinho pra ver a Lola e a Julia Petit batendo papo!!!

Anônimo disse...

L, precisa dar o dedo, não. o video ta no tuiter da lola :)

Sara disse...

O Guri vc citou um detalhe q esqueci de comentar,mas q tinha me chamado a tenção, tb gosto muito da voz da Lola, não sei nem dizer o porque mas acho gostosa a modulação que ela tem.

lola aronovich disse...

Gente, o vídeo tá aqui! É só clicar no meio do post que ele leva ao vídeo do debate. Mas não acho que é isso que a L. Archilla quer dizer. Ela tá falando de bate-papo mesmo... Olha, num bate-papo entre duas pessoas, a gente tentar falar sobre pontos em comum. Sabe qual seria um bom assunto? O pai dela! Quer dizer, não sei se é o pai, mas é algum parente: o lendário Petit da agência de propaganda DPZ. Eu já fui publicitária em outra reencarnação, e na época a DPZ (Duialibi Petit Zaragoza) era A agência de propaganda.


Obrigada pelos elogios a minha voz, gente! Eu não gosto da minha voz (quem gosta da própria voz? Talvez aquel@s super cantor@s?), mas eu estava falando alto no debate porque pensava que não dava pra ouvir direito. Por isso a minha voz parece meio exaltada, sei lá. E obrigada, Anderson. É, fico feliz que vozes feministas estejam sendo chamadas.

Prafalardemuseu disse...

Estou simplesmente amando isso.

Algumas frases ótimas até onde assisti:
‎"E daí se me chamam de gorda, balofa, se eu Fosse a Gisele Bundchen eu seria esquelética, anoréxica, doente, me chamem de chata, burra, mal humorada, poxa vida mulher é só aparência?" Lola Aranovic

"Há uma pressão sobre se ter coisas sofisticadas demais, consumo caro demais." (Nina Lemos)
"Eu acho que tem uma pressão. Você tem que parecer coisas, e há coisas demais." (Julia Petit)

Anônimo disse...

poxa vida, a critica de Os Homens Que Não Amavam As Mulheres não vai sair ?

Paula E disse...

Esteve ótima Lola! Adorei ver tanta gente boa junta. Você, a Nina e a Julia já estão nos meus favoritos há um tempo e foi bem interessante ver o encontro. Comentaram que a Júlia estava deslocada, mas não achei. A mesa foi muito bem montada, cada uma ali representa um segmento distinto da web para mulheres (apesar de achar que existem outras adolescentes com blogs para esse segmento que representariam melhor essa fatia) e a Júlia é o modelo a ser seguido quando se fala de beleza, comportamento e moda em geral.

Eva disse...

Adorei o debate! Conhecia o trabalho da Nina, 02 Neurônio surgiu na minha adolescência e eu sempre adorei, e a Lola esteve ótima como sempre, tocando nos pontos absolutamente nevrálgicos.

Eu disse...

Tô aqui assistindo os outros vídeos sobre ciência, blogs e não vejo menina alguma. :((((

Anônimo disse...

poxa vida, a critica de Os Homens Que Não Amavam As Mulheres não vai sair ?

Se sair será uma crítica sobre a minha vida. Eu não amo mulheres, na verdade eu tenho ódio, as trato como objetos sexuais e mais nada. Ótimo pegar as feministas nas baladas alternativas de intelectuais e dar uma trepada bruta só para ouvir depois que eu não sou carinhoso kra kra kra kra kra kra kra não passar o telefone depois e nunca mais olhar para a cara.

Se sair essa crítica eu gostaria de saber se existe alguma coisa de errada com a misoginia. Eu considero misoginia a minha opção sexual e portanto tenho certeza que todos e todas devem respeitar a minha opção. Eu vejo a misoginia sendo tratada como um crime, porém esse meu ódio viceral é apenas uma opção. Se a mulher se oferece nos barzinhos de intelectuais e eu vou lá para dar uma socada bruta, fazer um anal sem lubrificante, olhar com desprezo ao final e sair sem falar nada. O que tem de errado nisso? Afinal, ela se entregou a isso e essa é a minha opção sexual.

Aguardo essa crítica ao Homens que não amava as mulheres.

Sara disse...

Anonimo no dia em que alguem tiver q respeitar sua opção pela misoginia igualmente respeitaremos os assassinos, ladrões, falsarios, estupradores, traficantes de drogas e similares.
Vc faz parte da escória humana portanto deve ser tratado como tal apenas isso.

Anônimo disse...

Sara
Eu só quero saber se é crime qual a lei, caso contrário é uma opção sexual. Se me respeitam ou não, não me importo mais, nunca me respeitaram, desde que entrei na escolinha sempre fui desprezado, passava fome porque roubavam meu lanche, porque agora seria diferente, porque agora eu vou me preocupar com a sua falta de respeito por mim? Eu apenas fico intrigado com essa comparação da misoginia com criminosos. Se é crime, então por favor, me digam que artigo de que lei estou infringindo. Que lei proibe a misoginia? A única coisa que faço é expressar meu desprezo pela mulher depois de fode-la brutalmente kra kra kra kra kra kra kra enquanto ela está reclamando que ficou assada e que não foi bom para ela kra kra kra kra kra kra kra.

Daní Montper disse...

Lola arrasando! Já tô esperando que março chegue logo =)

Ei, gente, não dê bola pra anônimo, se fosse alguém mostrando rosto e nome aí sim a gente podia bater palma pra maluco sambar.

Sara disse...

Anonimo muito embora vc como disse acertadamente a Dani Montper nem mereça resposta, por sua ignorância vou responder, quando vc declara publicamente seu ódio somente a mulheres vc ja esta cometendo um crime previsto em lei, no caso a Lei 7.716, que tb prêve varios agravantes que vc confessa, o que poderia lhe render até 3 anos de cadeia.
Não bastasse isso tem tambem outro artigo que vc infringe, no caso o Artigo 129, que trata de lesões corporais, que poderia lhe acrescentar mais um ano de merecida cadeia.
Da minha parte só espero que vc se junte a seus pares na cadeia o mais breve possível.

Prafalardemuseu disse...

Misoginia, caralhenia e etc...não são opções sexuais, a misoginia é ódio as mulheres. Se odeia mulheres compre bonequinhas infláveis, elas são passivas, caladinhas e não tem opinião.

Eu disse...

O que tem de errado nisso? Afinal, ela se entregou a isso e essa é a minha opção sexual. (Anônimo misógino por opção)

Meu anjo, não foi ela quem se entregou a isso. Foi você. O que vc faz com ela, você está fazendo com você. Ela é apenas uma extensão de você mesmo. O ódio, o desprezo, a brutalidade estão em você, entende? Quem se contaminou com b**ta foi você.

Bjs

Eu disse...

Eu só quero saber se é crime qual a lei, caso contrário é uma opção sexual.*

Se me respeitam ou não, não me importo mais, nunca me respeitaram, desde que entrei na escolinha sempre fui desprezado, passava fome porque roubavam meu lanche, porque agora seria diferente, porque agora eu vou me preocupar com a sua falta de respeito por mim? Eu apenas fico intrigado com essa comparação da misoginia com criminosos. Se é crime, então por favor, me digam que artigo de que lei estou infringindo. Que lei proibe a misoginia? A única coisa que faço é expressar meu desprezo pela mulher depois de fode-la brutalmente kra kra kra kra kra kra kra enquanto ela está reclamando que ficou assada e que não foi bom para ela kra kra kra kra kra kra kra.

O que é a dor e o sofrimento que nos afeta nos outros senão uma expressão do medo, da raiva, do ódio DE SI MESMO? E quando será que essa dor/raiva/ódio apareceream? DEPOIS que roubaram seu lanche? Não, meu chapa, foi ANTES. Muito antes. A causa tá encondida prá vc não se livrar dela nunca. O jogo continua. Alguém ferra você, você ferra alguém. Alguém fez você sofrer, você faz alguém sofrer. Assim, sua prisão continua e o carcereiro dá boas gargalhadas.
:))

Quando o sofrimento dos outros não o afetar mais, vc estará livre. Antes, NÃO. hehehe

Beatriz disse...

Recomendo que coma seu pau com catchup já que gosta tanto dele. Pode até ser que a fome passe com isso. Grata.

Eu disse...

E tem mais uma, que talvez você não saiba, misógino por opção. Aquelas que 'se oferecem' nos barzinhos de intelectuais estão usando VOCÊ prá ferrá-las e lhe jogarem a culpa. kkkk

Anônimo disse...

Sara (from misogino por opção)
Eu li a lei 7.716 de ponta a ponta, apesar de já conhece-la muito bem, mas acho que não tem nada haver.... não achei absolutamente nada que possa se encaixar em misoginia.

Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Não cita gênero nesse artigo, em lugar algum fala de ódio ao gênero oposto ou qualquer coisa que possa se relacionar a gênero.

Daní Montper
Se eu colocar o meu nome aqui, com certeza serei perseguido e caçado. Eu vi o que a Lola fez com o fórum Homens Honrados, como o pessoal descobriu o nome do dono, que bastava consultar o registro de domínio e usou de ameaças para calar um fórum super bacana. Infelizmente isso que dizem ser movimento de igualdade está se convertendo em uma ditadura chinesa que ameça qualquer dissidente.

Prafalardemuseu
Boneca inflável é uma coisa chata, não tem a adrenalina da caça e do abate. Eu tenho alguns amigos gays, vou com ele em baladas gays da Vila Madalena. Quando eles encontram uma garota hetero ou bi eles me apresentam. Ai entro com um papo de como é legar ser alternativo e respeitar a opção de todos e já convido para o abatedouro. Ai é só humilhar. As intelectuais são muito mais sensíveis a humilhação do que as baladeiras profissionais da Vila Olympia.

Eu (a que se identifica como Eu)
Essa sua conversinha católica hare krishna que tem um cara morando no céu que faz toda a maldade que eu crio voltar para mim na forma de maldade, ou a lei da ação e consequência dos hindus ou a lei dos judeus. Isso é conversa para enganar crente. Por falar nisso uma vez fiz uma excursão para papar crentinha com uns caras que entendiam do 171 evangélico. Foi hilário ver elas rezando depois de levar um foda esfola anal, elas ficam com medo porque é pecado kra kra kra kra kra kra. Desisti das crentinhas, meu lance agora são as intelectuais.

Prafalardemuseu disse...

Depende, você pode pegar várias intelectuais numa balada que só querem sexo. Compromisso não é uma prioridade de vida para todas as intelectuais.

Carol disse...

Don't feed the troll girls. O pobre coitado quer atenção, coisa q ele não merece, e está aqui inventando estorinhas pq não tem mais o que fazer.

Anônimo disse...

Carol

Misoginia é crime? Pergunta técnica.
Única coisa que quero saber!!!!!!
Desconsidere o resto. Apenas a pergunta.

* Se sim, qual lei e artigo.

*Se não, então é opção sexual e portanto deve ser respeitada.

Eu disse...

Meu anjo misógino por opção, quem falou em Deus? O problema é você com você mesmo. rsrs Não tem crentinha nem intelectual alguma lá fora. Deus não tá nem aí pro seu pesadelo. Sua mãe sabe o que vc está sonhando e vai te 'salvar'? Pois é. Vê se acorda prá cuspir! :))

Eu disse...

Misoginia não é crime, misógino por opção. Assim tb como racismo não é crime, A NÃO SER OS COMPORTAMENTOS TIPIFICADOS NA LEI ANTI-DISCRIMINAÇÃO/PRECONCEITO.

Outra coisa que não é crime é psicopatia. Ser um psicopata não implica que é um criminoso. Tem muito mais criminoso não psicopata do que o contrário.

Acho que vc entende que a sua misoginia faz mais mal a você do que a qq uma, né? Já pensou viver com uma dor física que não passa nunca? Sua dor é mental, assim como a dor física, mas o sofredor não sabe disso. Trata a dor onde ela não está. No caso da dor física, trata o corpo, rs, no caso da dor psicológica, ataca os outros.

LisAnaHD disse...

LoLa,
Sobre muher e vaidade, achei importante qdo vc disse que as críticas qdo saímos de casa sem maquiagem, somos criticadas pelas próprias mulheres. Realmente, essa cobrança que a mídia faz pelo visual da muher é gerada e reenforçada pela própria mulher. E como quem comanda o mundo da moda e beleza são homens(tanto homo qto heteros), eles tiram proveito a favor das empresas e dos psicólogos que acabam lidando com a cabeça de mulheres confusas pelo seu próprio visual, na maioria das vezes.

Dos vários comentários que li e gostei daqui, vou destacar um: "Quando o sofrimento dos outros não o afetar mais, vc estará livre. Antes, NÃO." --13 de fevereiro de 2012 09:33

Claro que pra entender o significado/intenção da frase é preciso ler o comentário todo, pois eu reproduzi somente o final.

======
LoLa,
vou deixar aqui alguns links que vc vai apreciar.

Ta-Nehisi Coates, americano, negro, escritor, blogueiro, tuiteiro, pai solteiro http://www.theatlantic.com/ta-nehisi-coates/

One on One, com Maria Hinojosas, americana, latina, jornalista
http://www.wgbh.org/programs/programDetail.cfm?programid=12&

Beat the Press, com Emily Rooney, americana, branca, jornalista
The Media Targets Gisele Bündchen
http://www.beatthepress.org/

LisAnaHD disse...

just in case...
da página dele no site www.amazon.com
"Ta-Nehisi Coates (born 1975, Baltimore, Maryland) is a senior editor for The Atlantic and blogs on its website. (He pronounces his name /ˌtɑːnəˈhɑːsi ˈkoʊts/ tah-nə-hah-see kohts. ) Coates has worked for The Village Voice, Washington City Paper, and Time. He has contributed to The New York Times Magazine, The Washington Post, The Washington Monthly, O, and other publications. In 2008 he published a memoir, The Beautiful Struggle: A Father, Two Sons, and an Unlikely Road to Manhood."

LoLa, eu sei... vc não gosta qdo postamos algo em inglês, sem a devida tradução, but... please... at this time... give me break... rs..

Carlos disse...

Vocês são novos aqui?

Porque notadamente não aprenderam a regra primordial da internet: ignorar solenemente trolls, eis que morrem de fome por falta de atenção. De nada.

Anônimo disse...

Eu

Resumindo: misoginia não é crime.
Misoginia é uma opção sexual.

Quanto a essa questão de dor, eu sentia muita dor quando era criança e adolescente devido aos maus tratos e bulling que sofria.

Mas um dia eu li Nessahan Alita e entendi que a fonte de todo o mau era a minha aparência bem cuidada, clássica, a forma correta de falar. Troquei as minhas roupas, corte de cabelo por essas coisas da moda e comecei a falar algumas gírias e tudo mudou. Estudei PUA e comecei a pegar fácil as mina.

Percebi que é muito mais divertido ser mau, violento e agressivo do que bonzinho. Pior que a agressividade atrai mais as mulheres do que a bondade. Notei que tenho muito mais tesão em agredir do que amar. Hoje sou feliz, não totalmente porque tenho que limitar a violência ao que é permitido por lei, mas me divirto muito.

Estou fotografando todas as garotas, quero fazer um blog listando todas as mulheres que já comi. Vai ser divertido.

Eu disse...

Então, anônimo, você está tratando sua dor e dando realidade ao passado, como o seu ego quer: tratando no lugar onde ela não está.
Sua figura comportada por fora não foi a causa do ataque. Sua culpa(nossa culpa inconsciente), sim. A única coisa que vc fez com sucesso foi jogar a culpa lá fora (arrumar um cupado do seu bullying), tomar a forma de uma vítima inocente e boazinha e ser atacado. Ao invés de reverter esse processo, vc contra-atacou. Mas a vítima e o algoz são a mesma pessoa: VOCÊ. Tanto no passado, como agora.

lola aronovich disse...

Faça isso, mascutroll. Faça um blog listando “as mulheres que vc comeu”, com fotos. Isso é crime. Vai levar um tempinho até vc ser preso, mas seu dia vai chegar. Assim como vai chegar o dos Sanctos. E vc está se contradizendo a cada tweet. É só pra causar mesmo, né? Primeiro que ninguém acredita muito que vc faça algum tipo de sucesso com as mulheres. Depois que, já que vcs pregam que mulher só gosta de cafa, vc conquistaria mais mulheres se já chegasse pra elas dizendo exatamente o que quer fazer, e alegando “misoginia é só minha opção sexual”. Nenhuma mulher se recusaria a ir pra cama pra vc! Vc seria um novo Casanova, já que a gente é irracional e adora sofrer.
Não dá pra te levar a sério, cara. Mas gostei da parte que me toca. Quer dizer que euzinha aqui foi responsável pelo fechamento daquele ótimo fórum chamado Homens Honrados? Eu gostaria de crer que tive alguma influência nesse fechamento, já que divulguei (mesmo que jamais pondo o link pro fórum) várias barbaridades racistas, misóginas e homofóbicas que aquele “ótimo fórum” publicava. Covardes que os mascus são, eles devem ter ficado com medo do cerco policial aos sanctos e da associação a eles (todos têm a mesma origem e a misoginia é muito parecida, só varia a intensidade), e fechado o fórum. Que, pelo que me informaram (pessoas, inclusive membros, ficam me mandando emails), agora está aberto só pra quem se inscreve. Eu adoraria ter o poder que vcs me dão de fechar os blogs misóginos e racistas. Fecharia todos! Infelizmente, meu poder é pífio.

Eu disse...

Estou fotografando todas as garotas, quero fazer um blog listando todas as mulheres que já comi. Vai ser divertido.(Anônimo)

Assim como o filho pródigo, um dia vc vai se cansar. Lembre-se de que tem prá onde voltar como ele se lembrou, sim? Não há pressa. Aliás, o tempo foi 'criado' exatamente prá isso.

Bjs

Eu disse...

Deve haver outro jeito...

Anônimo disse...

"Eu",de nada vale doutrinação,machista tem que ser punido.Qunto mais a gnete tentar ficando entender estes criminosos,mais eles cagam na nossa cabeçe e fazem piada com nosso sofriemntos,e é extremamente irritante ver sua atitude a lá crente,achando que está "entrando na mente" do caro e o modificando.Não se esqueça que mulheres assim acabam sendo vítimas de serial killer.O negócio é reagir,exigir justiça9 punição) porque nenhum destes caras tem empatia por nossos sofrimentos!

Eu disse...

"Eu",de nada vale doutrinação,machista tem que ser punido.Qunto mais a gnete tentar ficando entender estes criminosos,(Anonymous)

Eu não estou tentando entender nada.
Meu discurso é em outro nível e não obsta providências cabíveis no nível da esfera policial/jurídica.

Bjs

LisAnaHD disse...

LoLa, e isso?
"Estupro coletivo resultou em duas moças mortas" e os criminosos foram ao enterro das duas.
http://www.cearaemrede.com.br/2012/02/estupro-coletivo-em-queimadas-pb-era.html

Roseane, disse...

Parabéns Lola, você arrasou no debate.

Sara disse...

Lisana li o link de noticias que vc postou,eu não sei até onde chega a bestialidade de alguns homens, parece q não tem limites.
Fica cada dia mais dificil considerar esses monstros como seres humanos.

Anônimo disse...

Sara, isso é coisa de nordestino. Eu tenho vontade de dar uma casa para a Lola em Santa Catarina só para ela deixar essa região tão perigosa do país. Pena que não tenho tanto dinheiro assim.

LisAnaHD disse...

Anônimo,
Sua sonhada mudança da LoLa pra SC não vai diminuir o número de estupros em nenhuma região do Brasil. Melhor seria vc abraçar a causa da LoLa e AJUDAR NA EDUCAÇÃO MORAL MASCULINA qdo se faz necessári@.

LisAnaHD disse...

Off Topic
"O monstro de nome Edmir Cardoso Azevedo, de 23 anos, vulgo “Bil”, que matou Ingride Silva Coutinho, de apenas um ano e oito meses, na manhã desta segunda-feira 26/12, com uma facada no coração . . ."
http://www.joceiltongomes.com/

LisAnaHD disse...

Do Campus Party - 14/02/2012 - 06h03
Mulheres que gostam de nerds contam as vantagens e desvantagens de namorar um. -- “Uma pessoa que só é bonita não agrega nada. Gosto é de gente inteligente, que me impressione com os seus conhecimentos." --Gabriela Rolim, 25, teve de tomar a iniciativa para conseguir alguma coisa no evento nerd
http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/02/14/mulheres-que-gostam-de-nerds-contam-as-vantagens-e-desvantagens-de-namorar-um.jhtm