quinta-feira, 5 de agosto de 2010

BLOGOSFERA DE ESQUERDA = CLUBE DO BOLINHA?

Não sei se vocês estão sabendo que, nos dias 21 e 22 de agosto, em São Paulo, acontecerá o 1o Encontro de Blogueiros Progressistas, que pretende reunir vários blogueiros de esquerda. Não entendo por que, portanto, o evento não se chama Blogueiros de Esquerda - afinal, todo mundo se diz progressista, inclusive o Maluf. Mas meu problema maior com esse evento não é o nome, e sim a falta de mulheres participantes. Já reclamei sobre isso uma ou duas vezes, e, no finalzinho do mês passado, escrevi para a Maria Frô (que compõe a equipe do Vi o Mundo, um dos blogs responsáveis pelo Encontro), sobre o clube do Bolinha que eu penso ser a blogosfera de esquerda:

“Conceição, parabéns pelo texto ('Sexismo emburrece e mata'). Vc fez um ótimo apanhado do machismo que vem acontecendo no país e na blogosfera nos últimos meses. Um trabalho de fôlego mesmo. Mas, insisto: é preciso discutir a aversão dos blogs de política de esquerda (o que vcs apelidaram, erroneamente, a meu ver, de 'progressistas') aos blogs políticos escritos por mulheres. Nem vou entrar na discussão dos blogs políticos de direita - eles são machistas, acham que só homem pode escrever sobre política, que mulher blogueira só pode escrever sobre maquiagem, e é o que se espera deles. Condiz com a defesa deles do status quo. Mas, nos blogs políticos de esquerda, vejo esse esquecimento das blogueiras como uma falha gritante, contraditória até: queremos eleger uma mulher, pela primeira vez na história, para o cargo mais alto do país, mas, ao mesmo tempo, parece que pros blogs 'progressistas' mulher e política não combinam. Só um pequeno exemplo: no blog do Eduardo Guimarães (que leio regularmente) há links para 30 blogs amigos. Quantos são escritos por mulheres? Algum? Um? Dois? Nenhum? Na mesa redonda que abrirá o debate do Encontro de Blogueiros Progressistas, vcs divulgaram seis nomes. Todos homens. Todos brancos, inclusive. Cadê a diversidade? Cadê a representatividade? Gostaria de uma reflexão sua sobre por que isso acontece. Eu escrevo sobre política (não só sobre política, mas tb sobre esse tema); meu blog tem 2,5 anos, média de 42 mil visitas (a maior parte leitoras) por mês, excelentes comentários das leitoras e leitores... E, no entanto, sinto enorme dificuldade em 'furar o bloqueio' de blogs políticos de esquerda. Parece não haver diálogo. Não sei se esse bloqueio se dá por eu (e outras blogueiras de esquerda) ser mulher, ou se há um bloqueio para qualquer blog que não seja da 'turma de amigos'. Está na hora de vcs discutirem esse paradoxo. E, por favor, não me diga que 'há vários blogs políticos de esquerda escrito por mulheres'. Eu sei disso. Aparentemente, são vcs que não sabem.”

Ela respondeu:
“Querida Lola, como prometido, aqui estou.
Primeiramente obrigadíssima pela leitura.
Queria convidá-la a vir discutir estas questões no encontro dos blogueiros, não pense que elas estão ausentes, não. Dentro da própria comissão já discutimos isso e somos três mulheres por lá, eu a xará Lemes e a Geórgia que vai dar uma oficina pra nós ensinar a vender monetariamente o nosso peixe :)
E há sugestões de diversas mulheres pra compor a mesa, mas todas elas (como são ativistas) não têm agenda.
Estamos tentando ver se a Debora Silva concilia agenda, porque no mesmo dia da mesa, ela tem ato no RJ, vigília, marcha e outros atos dos 17 anos da chacina da Candelária. Debora para mim representa muitas lutas em uma só: contra o racismo e o extermínio da juventude negra no país, a luta das mães de maio por justiça, pelos direitos humanos, a força das mulheres negras brasileiras.
Em relação ao Blogroll, eu sou amiga do Eduardo Guimarães e não estou listada no blog dele, mas estou no do Rodrigo Vianna, por exemplo. Acho que há várias explicações para isso.
De certo modo o blogroll explicita o que lemos, explicita nossas relações e admirações, mas nem sempre. Eu leio o seu blog e ele não está listado no meu, e, igualmente, não estou listada lá e nem sei se você lê o www.mariafro.com.br.
Eu particularmente acho que links nas redes sociais estimulam muito mais a leitura que os blogrolls, estes só trazem acesso ao seu blog se em si eles explodirem de acesso. Em compensação quando um link do meu blog vai para o twitter, facebook, orkut, googlebuzz, recebo muito mais leitores. Cerca de 30% dos leitores homens e mulheres do www.mariafro.com.br vêm do twitter.
Eu não acho que existe um bloqueio deliberado dos blogs da esquerda, acho que o problema é outro. Não dá para comparar os milhões de acessos/mês que Azenha, Nassif e PHA têm. Eles são jornalistas renomados, estão na TV, a visibilidade deles é e sempre será muito maior. E do pouco que sei, se blogs de jornalistas de direita tivessem a coragem de sair dos grandes portais, eles dariam vexame.
Nosso problema é maior, estamos em minoria também na rede, exatamente porque somos sub-representadas em diferentes espaços de poder.
Blogar para mim está cada dia mais difícil e mesmo que o meu blog venha ganhando algum respeito e importância, hoje ele tem cerca de 5 mil páginas vistas por dia, já teve picos de 8 mil quando o assunto esquentou e nos dias que não posto fica em torno de 3 a 4 mil. Em média por mês tenho cerca de 120 mil páginas vistas. É pouco se compararmos aos blogs independentes e não alinhados à grande mídia e sem acesso à tv como o do Edu ou o do Cloaca ou Esquerdopata, mas se eu tivesse dez leitores por dia ainda assim acharia importante mantê-lo, mas não é fácil.
E onde estão os vários blogs políticos de esquerda escrito por mulheres que focam a questão do sexismo que não sejam institucionais? A gente mal consegue manter o 'Sexismo na política' que é coletivo, a Marjorie abandonou o dela, as mulheres do 'Maria da Penha' fazem rodízio... Eu quero esta lista, quero saber quais são os blogs importantes, focados na temática do sexismo que não são institucionais.
Enfim, acho que esta discussão merece atenção e debate sim, estou a postos (entre lavar o quintal, escrever textos, revisar a coleção, cuidar da filha, da mãe... e quiçá de mim).
beijos”

Mais tarde
eu e ela trocamos alguns emails amigáveis, onde ela me garantiu que essa falta de representatividade é uma preocupação entre essa cúpula (não foi o termo que ela usou) da blogosfera progressista. Mas, pelo jeito, não é uma discussão aberta ao público. Minha tentativa ao publicar essas duas mensagens (com autorização da MariaFrô) é justamente trazer esssa preocupação ao público. Mesmo que seja o público feminino/feminista que, a meu ver, é esquecido pela blogosfera de esquerda. Compartilhem aqui o que vocês pensam disso tudo, por favor. Estou procurando pelo em ovo? Não existem blogueiras políticas de esquerda? (quero dizer, tudo é política! Feminismo é político. Estou falando mais de política partidária mesmo). O que pode ser feito?

26 comentários:

Mariana. disse...

Lola, eu também quero essa lista! Conheci o 'feminismo por voce e pela marjorie. Li um pouco da Cíntia também e morro de vontade de ler mais e mais sobre o tema.

Mônica disse...

Taí.
Nessa você pode ter descoberto um motivo para tentar se aventurar pelo universo do Twitter. Não é só bobagem de gente falando 'hoje comi caju'.(mas é isso também...) É mais uma questão de saber quem seguir e o que publicar por lá. Cada ferramenta tem um potencial e a sua amiga está certa: o twitter, como divulgador de links e ideias curtinhas, já passou a blogosfera há tempos. Corre que ainda dá tempo, antes que criem a maior e melhor ferramenta dos últimos 15 minutos... :)
abraço
Mônica
Crônicas Urbanas

aiaiai disse...

Eu acho que essa ideia bate com a questão de que os homens brasileiros progressistas (ou de esquerda) ou são machistas ou acham que feminismo é bobagem. Na época da publicação da horrorosa charge do nani eu li muito cara que admiro ficando do lado dele, com as desculpas de sempre: "puxa, é só humor...ele tb retratou o fhc como puta...feminismo não tem mais lugar, as mulheres já dominam...", etc

ou, pior, abertamente machistas. Li, na época, acho que linkei aqui, um texto de uma feminista falando sobre o machismo da esquerda brasileira durante a ditadura. Ou seja, eles são "progressistas" ou de "esquerda" até o ponto em que a mulher continua lavando a roupa, cuidando da casa, criando os filhos. Resolveu sair desse quadro, os caras já acham que isso é papo de homem, não tem espaço para mulher, etc....

aiaiai disse...

sobre essa conversa sua com a maria flo, eu já tinha lido e achei muito importante vc levantar a questão.

Além disso, acho que está na hora de vc entrar no tuiter...não precisa escrever em 140 toques...vc só precisa estar lá e linkar seus posts...dai a gente vai te seguir e vc, aos poucos vai descobrir gente para seguir também.

Não demora nada, em 3 minutos vc faz a sua conta. o meu tuiter é @aiaiai63 to te esperando!!!!

Camis disse...

Oi Lola!
Concordo com a Mariana, também quero esta lista. Acompanho você, a Cíntia Semiramis e a Mari do Mulher Alternativa, que são as que eu acredito que mais abordam questões políticas nos seus blogs, independente do foco dado ao assunto.
A Cíntia passa semanas sem postar e o Sexismo na Política também passa semanas sem novidades - além de não ter o foco voltado para política mesmo, tipo discussões de propostas de governo, agenda de candidatos, etc.

O problema é a blogosfera política. Tanto direita quanto esquerda limam as mulheres das diversas esferas do processo político, só que uns mais e outros menos. Já peguei vários petistas afirmando que prefeririam o Zé Dirceu como candidato, que ele passava impressão de mais competência, de mais segurança, enfim, de "cabra-macho". Ou seja, tudo o que é defeito na Dilma seria qualidade no Zé Dirceu (e ninguém precisa lembrar que muito antes do mensalão o Zé Dirceu já era uma figura lamentável no PT)...

Resumindo minha vivência na blogosfera: mulher, de esquerda, que trabalhe com política mesmo, tipo um Nassif ou Fernando Rodrigues da vida, ainda não vi.

Só para constar (hehehe), acho que a Marjorie faz uma falta tremenda. Ela escreve de forma tão lúcida e vai tão direto ao ponto que era uma delícia acompanhar o blog, mesmo a realidade dos assuntos não sendo a mais agradável. Foi com vc e com ela que mudei muitas coisas no meu jeito de ver e vivenciar a vida e a sociedade e passei a ser muito mais crítica!
Mas vc ganha mais pontos por causa das críticas de cinema...kkkkk
;)
Abraço!

Lord Anderson disse...

Blogs femininos SÓ de politica partidaria?

Hum, sabe que é dificl de lembrar agora?

Tem o do Sexismo na Politica e das eleitoras da Dilma e...

Mas por outro lado tem uma quantia enorme de blogs que falam de politica junto com outros assuntos.

O Shoujo Café da Valeria Shoujofan é dedicado a mangas e animes shoujos, mas nem por isso deixa de ter uma enormidade de posts falando sobre politica, sobre eleições, leis , questões sociais e de genero, etc.

Me parece que está sendo usado uma classificação muito estreita de politica.

Afinal quando tem um post falando da necessidade da descriminalização do aborto, isso não é sobre politica?

A não ser que seja obrigatorio colocar um anuncio sobre politica como um rotulo.

Lord Anderson disse...

Ah sim, esse seu post vao parar no meu twitter e com a tag (um tipo de classificação) politica, só para não deixar duvida.

aiaiai disse...

Lola e comentaristas, off topic superimportante:
precisamos divulgar que nesta eleição só votará quem tiver com o título de eleitor e um documento com foto. Tem que ter os dois documentos. Não adianta mais identidade sem o título. Isso pode gerar muita frustração e voto perdido. Por favor, ajudem na campanha, aqui na internet e falando com as pessoas que vcs conhecem. TODAS!!!!

http://www.votebrasil.com/noticia/politica/pt-prepara-campanha-para-evitar-abstencao-dos-eleitores-de-baixa-renda

aiaiai disse...

Lord, qual é o seu tuiter?

Mariana. disse...

já que estão divulgando twitter, o meu é @mariana_gusmao

Sabe outra coisa que mulher é vista com ET quando entra no assunto?futebol.

Outro dia minha amiga - que também gosta do esporte mas é são paulina, coitada - linkou um blog de futebol para mulheres. Ficamos indignadas: só falava de fofoca da vida dos jogadores, tinha vídeo pra explicar impedimento...

Mariana. disse...

Lola, eu ia adorar ver seu twitter com mais seguidores (e defensores) que o twitter da machaiada de direita. Adere, vai!

Anônimo disse...

Oi Lola!!
Gosto muito das suas críticas sobre os filmes, gostaria de saber se vc vai escrever algo sobre a Comédia Romântica Idas e Vindas do Amor??
Obrigada, Regina.

Lord Anderson disse...

aiaiai

O twitter é @Lord_Anderson

Tod@s @s otim@os comentaristas da Lola são bem vindos.

E ja vou repassar o seu lembrete que é muito importante.

Bia Cardoso disse...

Lola, leio a Maria Frô já tem um tempo e conversamos algumas vezes pelo twitter, imagino que seja mesmo uma preocupação para ela essa questão da representatividade num evento como esse. E não, você não está procurando pêlo em ovo.

E o que vejo pela fala da Maria Frô é justamente uma coisa bem básica, as mulheres não têm tempo. Veja se Nassif, PHA e outros estão ocupados com a mãe, com o filho, com a militâncica que tem que organizar a passeata, com o trabalho, com a lista de compras. É a velha divisão de tarefas que não funciona.

E também acho que rola uma panelinha, o que infelizmente é muito natural na internet, pois é questão de afinidade.

É claro que tem machismo nessa história toda e nós mulheres infelizmente estamos muito ocupadas cuidando de um trilhão de coisas para passar o dia no blog lutando por um espaço num evento.

Bia Cardoso disse...

Esqueci de falar, leio diversos blogs feministas, os mais atualizados são institucionais como o da Agência Patricia Galvao.

A Vanessa Shoujo, que alguém citou aqui, tem um só sobre feminismo:
http://umavozfeminista.blogspot.com/

Tem a Cíntia Semiramis, tem a Mari que conheci por causa dos guest posts daqui. tem a Francine: http://francinebarbosa.wordpress.com/ Tem a Erika: http://inquietudine.wordpress.com/ Tem o meu, ora pois. E tem mais um monte no seu blog roll (quanto a ablog roll a Maria Fro tá certa, é algo que vem caindo em desuso nos blogs) Mas estou achando melhor fazer uma lista com todos que leio aí mando para ela também.

Vivien Morgato : disse...

Twittei esse post.;0)

Esquerdopata disse...

Os blogs políticos partidários têm uma boa quantidade de mulheres. Tem a Helena com um monte de consoantes depois, a Jussara Seixas, a Glória Leite, a Helen, a NaMaria e mais algumas. Por serem blogueiras de verdade e não profissionais da mídia elas não convivem com Azenhas e Nassifs e ainda por cima moram longe pra chuchu. A Glória mora na Alemanha, a Helen na Inglaterra, a Jussara em algum lugar do nordeste, acho. Claro que "longe" é um conceito relativo, nesse caso é longe de SP e RJ.

No meu caso específico eu só coloco links para blogs políticos e não-profissionais. Além disso tem que agradar a meu gosto duvidoso e ter link para mim, coisa que reduz bastante os candidatos.

Várias mulheres estão linkadas, além de seres de gênero indefinido por causa do nome dúbio.


Valdir Fiorini

Ághata disse...

Lolinha, querida, você não está vendo pelo em ovo.

Acho que a Mariafrô não quis atacar os colegas blogueiros do sexo masculino, sabe? Mas, na verdade, els são machistas, sim.

Eu não leio e nem acompanho nenhum blog escrito por um homem de esquerda. Às vezes, eu tava até gostando, mas via comentários desagradáveis, não me sentia representada, isso sem falar dos comentários meio depreciativos que um ou outro fazia.

E até os comentaristas destes blogs não costumam ser muito simpáticos à participação feminina.

Aliás, se bem me lembro, alguns comentaristas destes blogs conhecidos já foram um pouco desagradáveis contigo, né? Aqui mesmo no seu blog.
Pois é.

Carina Prates disse...

"A liberdade da mulher é condição fundamental para a libertação de toda a humanidade."

Alguns "esquerdistas" fingiram que não leram essa frase.

Ou é mesmo necessário ler essa frase de Marx pra notar a contradição: esquerda de um lado, mulheres de outro... não, não tem sentido. É só tentar ver o óbvio. O nome disso é cinísmo (ou o nome que eu me passou pela cabeça agora: esquerda self-service).

Anônimo disse...

LOla,
Você é uma blogueira de esquerda, mas seu blog é pessoa, e não de política (eu gosto dele também por causa disso). Você tem leitoras (es) e comentárista fantásticos, não precisa ir mendigar atenção no blog dos outros (desculpa se sou grossa, mas é o que acho).
Bjs
Ana Paula

Anônimo disse...

*pessoal*

Giovanni Gouveia disse...

Me lembrei de Jussara Seixas, que coedita o http://dilma13.blogspot.com/ , parece-me que é aí do Ceará, Lola



Mas concordo que apesar de o feminismo, assim como o anti racismo e outras bandeiras do mesmo kilate, estar intrinsecamente ligado à esquerda, aliás um amadurecimento às teses Marxianas, ainda há, na esquerda, quem reproduza os mesmos vícios da direita.


Ah, não sou fêmi, mas meu twitter é @giovannigouveia

ana isabel disse...

Olá

Não conheço toda a blogsfera, (acho isso impossível) e realmente não me interesso muito pelos blogs políticos. Até entrei em alguns mas achei tudo muito repetitivo, e sim há uma espécie de “clube de amigos”
Mas o que me chama atenção é porque as mulheres não gostam de escrever sobre política?

A própria Dilma comentou isso em uma entrevista, que as mulheres (de modo geral) não são muito politizadas.

Ághata disse...

Por falta de tempo, acredito. Mulher costuma ser muito mais ocupada que homem.
E quando tentam se politizar, não costumam aceitá-las tão fácil quanto aceitam homens politizados.

Mas, se você for ver líderes de comunidades carentes, principalmente do norte do país, verá que a grande maioria são mulheres.

Conceição Oliveira disse...

Oi Lola, adorei vc ter trazido a discussão para cá, acho que vou reproduzi-la no meu blog :)
Escute te mandei o convite.
Responda o mais breve possível, ok?
Ah! E para o povo do twitter o meu é @maria_fro.

Para os que comentaram a charge do Nani e a defesa indefensável de alguns blogueiros de 'esquerda', abordei também este fato no longo texto Sexismo Emburrece e Mata que dentre outras coisas interessantes gerou este diálogo com a Lola que virou post :)
beijos a todos e todas

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Depois desse post comecei a ler os blogs do pessoal que está organizando o encontro, a maioria eu não conhecia ainda. São todos muito bons!
Bom encontro pra vocês, pena que estou longe de São Paulo e não vou poder assistir.