domingo, 25 de janeiro de 2009

PRESENTINHO PRA VOCÊ (NÃO VALE DEVOLVER)

Feliz aniversário (e eu tô sem chocolate hoje)

O bloguinho faz um ano de aniversário, mas quem ganha presente é você! (adoro essa frase, pois serve pra tudo). Então, pra comemorar, coloquei aqui três crônicas de cinema pré-históricas. Uma é simplesmente a primeira minha a ser publicada no jornal: a de Amistad. Isso foi em março de 1998. Eu odiei o filme do Spielberg com todas as minhas forças, escrevi uma crítica e mandei ao maior jornal de Joinville, e segundo maior de SC, A Notícia. Eles não me responderam nem nada, mas publicaram o texto na íntegra, junto com a opinião favorável de um crítico gabaritado (o Luiz Carlos Merten, do Estadão). Tem uma foto aqui pra você checar como ficou a página. E assim começou minha longa “carreira” como cri-crítica de cinema. Aqui eu conto tudo, todos os detalhes escabrosos.
As duas outras crônicas foram mais complicadas de colocar aqui. Eu as tinha recortadas, guardadas numa pasta, mas elas não se encontram em lugar nenhum da internet. Em outubro de 2000 deu um mega vírus no meu computador, e perdi todos os arquivos. Então, o único jeito foi digitar essas críticas novamente (não tenho scanner). Uma é a de Violência Gratuita, a versão austríaca, de 1997, que eu vi quando fui a uma conferência para professores de inglês em Recife (meu editor inventou que eu tava de férias, mas deixa). A outra é de um filme importante: De Olhos Bem Fechados, última obra do meu ídolo Kubrick. Agora, digitando a crítica, vi como ela está fraquinha. Só se salva a parte de como o filme foi recebido e das fofocas. Acho que não assisto a De Olhos desde aquele tempo. Tá na hora de revê-lo e de escrever algo melhorzinho. Ah, essa foto é da Nicole tirando a roupa. Pra ver o que acontece depois, você tem que ir lá na crítica (único meio de fazer alguém clicar depois de eu pichar o meu próprio texto).Como alguns de vocês reclamaram que há poucas críticas de filmes europeus, decidi colocar no índice das letrinhas um novo label, chamado outros universos. Lá incluí todos os filmes não-americanos e não-brasileiros criticados (os brasileiros tem um label só pra eles: fimes brasileiros). Não só os europeus (que incluem, não podemos esquecer, os ingleses), mas também os orientais e australianos (bom, só tem um que eu me lembre, Wolf Creek). No total, são 45 desses filmes, e mais 39 brasileiros. Pra saber quais são, vá, por exemplo, a Pierrot Le Fou e lá clique no label “outros universos”, no final da crítica. Aparecerão todos os outros com a mesma etiqueta. E, pros nacionais, é só ir a, sei lá, Carandiru, e repetir a mesma coisa com o label (quando der tempo eu coloco esses labels no sidebar do blog, como fiz com as letrinhas).
Você tem liberdade pra sugerir que eu critique um filme. Não posso prometer que vou atender, mas pensarei no assunto com carinho. Depende da disponibilidade do filme (se não tiver nas locadoras, fica mais difícil), da minha vontade de ver ou rever aquela produção, do meu tempo, óbvio, e até da relevância. Porque Bee Movie não merece estar entre as quase setecentas críticas, entende? Um leitor apareceu na letra F e perguntou “Cadê Fargo?”. Fargo realmente deveria estar lá, mas ele é anterior à quando comecei a escrever sobre cinema. Eu queria, sim, que pelo menos todos os melhores filmes da década de 90 tivessem uma crítica só pra eles. Planejo escrever algumas.
Também quero escrever mais sobre clássicos. Se você for pra Apocalypse Now, e aí clicar no label clássicos, vai encontrar vários textos (41, pra ser mais exata). Textos sobre A Testemunha e Vestida para Matar, troços importantes dos anos 80, estão prontinhos pra serem publicados, assim como uma lista dos cem melhores roteiros que um leitor pediu pra eu comentar. E eu tenho as anotações prontas para O Monstro da Lagoa Negra (1954), Imitação da Vida (1959), Sob o Domínio do Medo (1971), As Esposas de Stepford (1975), Ligações Perigosas (1988), Louca Obsessão (1990), Jackie Brown (1997), e Irresistível Paixão (1998). Só falta escrever! Muitos deles eu fico na dúvida se são clássicos mesmo, e por isso inventei um outro label, clássicos duvidosos. Tipo, Caçadores da Arca Perdida é um clássico indiscutível, mas, pra mim, Indiana Jones e o Templo da Perdição é um clássico duvidoso. O mesmo pra Clube da Luta e Pink Flamingos.
Ah sim, toda semana, até março, será publicada pelo menos uma crítica a algum filme oscarizável. Não sei se você notou, mas sempre procuro dedicar quartas e sextas ao cinema, a menos que eu tenha um assunto muito quente, e aí coloco a crítica no sábado (o dia menos visitado do blog), e o assunto mais quente na sexta. Sei que alguns de vocês têm interesse apenas nas críticas, e outros não ligam muito pra cinema. Estou tentando agradar a todos. Menos àqueles que querem ler sobre BBB, esmalte de unha e campeonato brasileiro.

28 comentários:

Me expressando em palavras disse...

Lola querida,
Desde que comecei a companhar seu blog tenho aproveitado muito as dicas de filmes, 100% de aproveitamento para ser exata.
Atee do MArley e eu, assisti por uma questão familiar, sabe? filme de cachorro da família, mas nem sofri, eu estava vacinada, nem chorei, meus filhos ficaram ofendidíssimos, mas eu já fiquei segurando a pata da Peggy, minha boxer, que andou pulando a cerca! Levei o Snnopy, o pai da Peggy, que fazia xixi em forma de círculo, que comia o jardim e ensinou a filha abrir portas, mas mesmo assim me protegia com a vida, quando eu ficava sozinha em casa ele ficava ao meu lado, para sacrificar, e sofri muito, quando o Zumbi, o dog alemão de meu pai ficou preso no rio, eu estava lá para ajudar. Fazer a opção pelo cahorro, eu tb já fiz, a Preta é uma filha, mais velha que a Caçula e me ajudou a cuidar dos filhos mais velhos.Achei que baratearam muito a relacão com o cachorro.
Em matéria de filme de cachorro, gostei mais do Bolt, que mostra a índole do cachorro.
Agora que vc inaugurou esses labels, ficou melhor ainda!
Dá para pesquisar antes de ir até a locadora!

Beijos

Eu gostei do presente!

PAola (estou usando a identidade da filha, que me proibiu de me desconectar!

Renan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine disse...

Lola!
Adorei teu blog!
Acabei de adicionar a minha lista e acompanharei !
Sou fã de cinema e tenho um blog de cinema que estar ainda engatiando!
E ainda um fotolog de filmes! Vou usar seu blog como fonte ! E ainda um blog pessoal!

Adorei mesmo ele! E apesar de poucos dias aqui obrigada pelo presente!(risos)

Um excelente domingo!

Beijos
Elaine

Renan disse...

Oi Lola!

Adorei, adorei demais essa postagem. Sua estratégia de marketing é ótima: colocar um monte de links para outros posts! Eu cliquei em todos e li tudo! hahahahahaha Quisera eu ter tantas no meu blog para fazer o mesmo. kkkkk

Muito legais sua história com o jornal, sua relação com a crítica "especializada" e suas próprias críticas. Você tem um jeito de escrever engraçado que prende a atenção.

O nosso presente de aniversário do Blog não poderia ter sido melhor.

Um Abraço

asnalfa disse...

Parabens pelo niver do bloguito !!!
a proposito.. sou eu o cara q pediu pra vc opinar sobre os 101 melhores roteiros....Muito obrigado minha lady!!!
Vou participar do bolao do socar.. mas se dindin.... (sou pobre).
Tem jeito de vc tb falar sobre filmes europeus e dos classicos de hollywoody?? Queria que vc falasse de A malvada e Jezebel.



Bjos!!

Ass: Asnalfa

Denise Volpato disse...

Oi, Lola!! Parabéns pelo sucesso o blog, é ótimo mesmo, vc merece!
Estava olhando os filmes criticados e nao achei Corra, Lola ,Corra!! heheh
Beijos
Denise

Mônica disse...

Lola,

parabéns pela primeira (de muitas, espero!) velinha do 'Escreva, Lola, Escreva'! Queria ter mais tempo livre para poder visitar mais amiúde e sair puxando os textos antigos pra ler, uma hora eu consigo!
Muito sucesso pra você!
bjk.

Mônica
Crônicas Urbanas

Cristine Martin disse...

Oi Lola!

Andei meio sumida dos comentários (foi muito trabalho mesmo), mas tenho lido a Lolinha todo dia. Parabéns pelo aniversário do bloguinho, está cada dia melhor, vou tentar ler um pouquinho por dia das críticas mais antigas, é muuita coisa!

Um beijo, e ótimo domingo!
(Beijos também na Mamacita, que volta hoje, não?)

Cristine

asnalfa disse...

Lolitinha!! tem jeito de vc postar sua resenha sobre o Lutador?? acontece q adiaram o filme novamente... pra 16 de fevereiro.. seria importante pro bolao vc postar sua resenha!
Descobri pq gatos nao ogstam de chocolate!! a lingua deles nao tem papilas sensitivas para o doce, ou seja, sao incapazes pra sentir tudo o q é doce. Vi isso no programa do silvio santos!
bye..
Asnalfa!

babsiix disse...

Oi Lola! Parabéns pelo aniversário do blog. Eu nunca tive um , mas acho q deve ser muito gratificante ver como seu blog cresceu, trazendo leitores q n te conhecem e q entram aqui td dia, e só tem palavras boas pra vc! Até trololós, hein? heheh

Tb deve ser bom ver q algumas pessoas perceberam mecanismos da sociedade q não se davam conta, e q mudaram seu modo de pensar, agir e, com sorte, mudaram pessoas ao seu redor tbm (eu sou uma delas, apesar de n ter mudado ninguem ao meu redor ainda).

E já q vc quer sugestões.. Hair, q eu já tinha te falado! E um filme q eu vi há pouco tempo, e nunca tinha escutado falar: Låt den rätte komma in (Let the Right One In). Creio ser sueco. Esse te recomendo MUITO, mas q qualquer outro, baixar se n encontrar.

Bom, é isso.. Continue nos divertindo com suas críticas, suas opiniões, histórias do maridão.. E concordo com quem disse q tem q ter Corra, Lola, corra!

iaeeee disse...

Lola, você já ouviu falar em 'Repulsion' um filme do Roman Polanski, com a Catherine Deneuve? Quando o assisti só pensei em você criticando-o. O filme é bem interessante. Só vendo mesmo. Abraço.

DANIEL PEARL disse...

O blog Dilma13: http://dilma13.blogspot.com/ é um blog independente, sem fins lucrativo, sem patrocinador, sem receber nenhum tipo de ajuda financeira seja do governo, de políticos, de partidos políticos, e mesmo de particulares. Foi idealizado pelo Daniel, e conta com a minha modesta colaboração. O blog Dilma13 desenvolve um trabalho para que fique registrado o bom trabalho feito pela ministra Dilma Rousseff, Chefe da Casa Civil, e responsável pelo PAC, Plano de Aceleração do Crescimento. Pretendemos com isso dar conhecimento aos leitores do blog, o bom desempenho do governo Lula e a competência da ministra Dilma em desenvolver com muita seriedade, responsabilidade, os programas de investimentos do governo Lula. A ministra Dilma está sendo cotada pelo presidente Lula para ser a sua candidata sucessão em 2010, pelo bom trabalho que ela vem desenvolvendo como chefe da Casa Civil. Dar continuidade aos projetos do governo que beneficiam o país, todo povo brasileiro, e principalmente os mais pobres antes excluídos da sociedade pelo governo anterior do PSDB, de FHC, é o desejo do presidente Lula, e de todas as pessoas responsáveis e conscientes que amam este imenso Brasil. Jussara Seixas - editora.

lola aronovich disse...

Paola, fico feliz que vc esteja aproveitando as dicas de filmes. Eu acho que deve existir uma espécie de paraíso pra cães, gatos, e outros animais (tirando baratas e outros insetos), e que sua Peggy, Snoopy, e Zumbi devem estar lá. Eu não vi Bolt, mas já ouvi falar que é bonzinho. Abração!


Elaine, obrigada por me adicionar. Passei rapidinho nos seus blogs (estou muito sem tempo!), parecem bons. Mas no seu perfil está escrito que vc tem 51 anos e, olhando pra sua foto, vc não aparenta mais que 20! E vc é de Recife? Tá cheio de gente de Recife por aqui! Seja bem-vinda.

lola aronovich disse...

Renan, é, não é exatamente uma estratégia de marketing... Mas é que post antigo pouca gente vê. Eu tenho muitas crônicas aqui, mas isso é trabalho de dez anos... Ou pelo menos de oito (muitas críticas minhas anteriores a 2000 se perderam, com o vírus do computador). Eu acho que vale a pena às vezes a gente recomendar posts mais antigos. Ainda mais quando estamos falando de um ano de blog! Já já vc chega lá...


Ah é, Asnalfa, foi vc que pediu o texto sobre os 100 roteiros. Eu fiz, só falta publicar. A Malvada? Eu amo o filme, só que não o tenho em mãos. E na locadora aqui perto tb não tem. Vou ver... Já Jezebel é muito difícil de encontrar, não? Eu só vi uma vez, faz tempo, na TV (quando a Globo ainda passava clássicos de madrugada, ao invés dessas infâmias de Intercine).

lola aronovich disse...

Denise, obrigada! Pois é, acho que vou precisar escrever sobre Corra, Lola, Corra. Virou um clássico, é utilizado em montes de cursos de cinema, literatura, pós-modernismo etc. Acho que preciso sim revê-lo e escrever um texto sobre ele.


Mônica, obrigada. Ah, QUEM não gostaria de ter mais tempo livre?...

lola aronovich disse...

Cristine, obrigada. Eu tb tenho andada sumida do seu blog, do da Mônica e de vários outros que eu gosto. Falta tempo! Ah, a Mamacita voltou hoje lá de Sampa. Daqui a pouco ela vota a comentar por aqui.


Asnalfa, ainda não tenho resenha sobre o Lutador. Aliás, nem fiz anotações... Precisaria vê-lo de novo. Vai ter que ficar pra 16 de fevereiro mesmo. Mas gostei muito do filme e achei o Mickey Rourke fantástico. Ah, isso dos gatos eu já tinha ouvido falar tb. Eu sabia que gatos não eram perfeitos... Em compensação, é menos um com quem dividir o chocolate...

lola aronovich disse...

Babsiix, é muito bom ter um blog, sim. Ainda mais quando a gente consegue afetar algumas pessoas, fazê-las pensar, ver outros lados. Eu tenho aprendido muito tb, é uma troca, de verdade.
Ah, Hair! Eu amo Hair. Só preciso encontrá-lo na locadora, aí eu escrevo sobre ele (infelizmente, só tenho o disco - vinil - em casa. Ah, esse Let the Right One in eu já ouvi falar tb. É bom?

lola aronovich disse...

Iaeee, sim, adoro Repulsion! Quero escrever sobre ele. Faz um tempo que não o vejo (já vi umas três vezes, é um filme que sempre me impressiona muito), mas o Claudemir me enviou o filme gravado num cd (só que não dá pra ver no dvd, só no computador). Pretendo sim revê-lo.


Obrigada, Jussara e Daniel. Eu votarei na Dilma. Espero que o blog de vcs não seja tirado do ar de novo. Tremenda sacanagem!

cavaca disse...

Eu já li quase todas as criticas que vc escreveu Lola, e já molhei as calças de rir com muitas delas. Não consigo classificar qual a melhor. E acho que há uma diferença entre o Blog quando vocêm morava nos states (que foi quando eu o conheci) e esse blog de agora. O de agora parece evoluir mais rápido, embora aparentemente vc tenha menos tempo. E essa sua iniciativa de organizar todas essas criticas é um avanço sem duvida. Eu só penso as vezes em duas coisitas, me intrigam na verdade, que é ver um comentário excluído, e como muita gente, me perguntar o que estava escrito ali, e depois, eu acharia interessante se a galera daqui dos comentários interagissem mais entre nós próprios. Acho isso um desperdicio mesmo porque tem muita gente bacana por aqui.

lola aronovich disse...

Cavaca, sei que vc é meu leitor fiel. Fico muito feliz que vc se divirta com as minhas críticas, e que vc ache que o meu blog aaqui está evoluindo mais rápido que quando eu estava nos States. Acho que não é tanto questão de onde eu estava, mas de experiência. Eu quero organizar muito mais coisa, mas falta tempo. Sobre os comentários excluídos, até agora eu nunca excluí nenhum comentário devido ao conteúdo. O que acontece é que o próprio autor decide excluir, não sei porquê (de repente fez um erro, esqueceu de dizer alguma coisa, aí exclui e escreve outro). Quando eu excluo, é porque o leitor repetiu o coment. (clicou duas vezes), ou porque eu quero transformar o coment. num post. Só. Minha mãe voltou e perguntou: “E como está o meu Cavaca?”. Tá cheio de moral com ela, hein?

Steph disse...

Digamos que o seu blog me agradou, E MUITO!

Me perdoe a talvez, audácia, mas vou acompanhar *--*

Beijos.

Mei disse...

Seu blog é o máximo!
Adooooooooooro!!

Ah ah, sábado eu assisti The Wrestler e omg, MUITO bom....muito muito bom! Adorei o Mickey Rourke. Dava vontade de pegá-lo no colo e fazer cafuné. Que fofo!

Anônimo disse...

lindo.

lola aronovich disse...

Steph, obrigada, e não é audácia nenhuma: pode acompanhar à vontade.


Mei, eu sei que vc é assídua por aqui. Eu tb gostei pacas de Lutador e adorei o Mickey. Nunca pensei que sentiria isso, mas... Aconteceu. E bem rápido.


Obrigada, anônimo.

Gi disse...

Lola, parabéns pelo anni do blog.

Olha, eu coloquei minha opinião no post sobre o filme "De Olhos bem fechados". Ah, ontem vi o "O curioso caso de Benjamim Button". Gostei bastante. ;-)

Luciano Carneiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lola aronovich disse...

Obrigada, Gi. Espero que vc participe do bolão do Oscar. Agora que já viu um que concorre a treze estatuetas...


Luciano, veja o remake. Eu gostei muito dele tb. No começo achei inútil, mas entendo que o Haineke queira mostrar sua história logo pra quem ele mais critica (os americanos).

Mei disse...

Eu ia tomar uma atitude meio Selma (Dancer in the Dark) e não ver até o final...parei uns 20 mins antes de acabar. Mas depois reconsiderei e resolvi assistir (é que quando assisti Pi e do mesmo diretor, eu passei umas horas me sentindo meio mal...)Não me arrependi. Apesar da carinha detonada do Mickey ele manda muito bem e ainda é um espetáculo de ator. Foi ele que me fez ver Sin City mil vezes...adoro!