terça-feira, 8 de março de 2016

POR QUE LUTAMOS TANTO?

Sem as mulheres a luta fica pela metade

Faz um tempão que a K. me enviou esta dúvida. Sempre enrolei pra responder, mas vou aproveitar que hoje é Dia Internacional da Mulher:

"Tenho 19 anos e estou fazendo cursinho no momento, e constantemente passam por minha cabeça várias perguntas sobre a vida e o mundo. Não sei se é o que dizem por aí, 'uma fase', mas eu sei que está de certa forma me incomodando. Lola, vc acredita mesmo que podemos mudar o mundo? Eu leio constantemente relatos de pessoas que lutam pra mudar o que não está certo, mas no final, as coisas ficam diferentes? Por mais que tenha pessoas como você, sempre vai existir um oprimido e um opressor que vai ditar as regras, isolando o pobre, o negro, o homossexual, subestimando a mulher, manipulando tudo e todos.
Eu quero muito ser diferente, não quero ser mais uma, quero lutar pra minimizar os estragos que uma minoria vem fazendo durante toda a nossa história. Mas eu penso, vamos conseguir viver um dia em um lugar melhor? O problema pode até diminuir, mas penso na minha ignorância, que nunca atingiremos uma sociedade ideal, com justiça e liberdade. Então, por que lutamos tanto, mesmo sabendo no fundo, bem no fundo, que as coisas não vão mudar?"

Minha resposta: Sim, querida K., acredito sinceramente que podemos mudar o mundo. Estamos mudando. Pergunta pra sua avó, mesmo pra sua mãe, como era o mundo na época de cada uma. Já mudou muito, e vai mudar mais ainda, você vai ver. Só que, infelizmente, não muda com a rapidez que a gente gostaria, nem com a urgência que precisa mudar. Não será na sua vida, nem da sua neta (se você tiver filhos e netos), que teremos a igualdade. Mulheres foram não-cidadãs durante tantos séculos! Não se muda todo um sistema de opressão em apenas algumas décadas.
A boa notícia é que não tem volta. Demos o pontapé inicial nesta mudança revolucionária, e não vamos voltar atrás. Os anos 1950 realmente ficaram pra trás, pro desespero dos conservadores saudosistas. Como diz Michael Kimmel no seu ótimo livro Homens Brancos Furiosos, em que tenta explicar por que mudanças tão fundamentais para todos fazem vários caras tão zangados, esses caras chateados têm só duas escolhas: ou eles nos dão as mãos e caminham ao nosso lado para um destino inevitável (do qual eles também se beneficiarão, porque o fim do machismo é bom pra todo mundo), ou eles serão arrastados, chorando e esperneando, até esse destino inevitável. 
Mas só porque essa caminhada é inevitável não significa que ela seja natural. Não é que, se não fizermos nada, o progresso chegará de um jeito ou de outro. Se não lutarmos, nenhuma mudança acontecerá. E, pior ainda: se não lutarmos, se os conservadores conseguirem nos silenciar (e eles se empenham muito pra isso), podemos ter graves retrocessos. Mas não vão nos calar. Não vamos deixar.
Por isso hoje é tão importante. Dia 8 de março não é data pra ser cooptada pelo capitalismo, que há alguns anos tenta inventar mais uma oportunidade para vender. Não é uma data pra se dizer "Mulher, parabéns pelo seu dia", pra distribuir rosas, pra dar bombons, ou pra lembrar da nossa relevância em "decorar o mundo" (juro que vi uma faixa dessas na fachada de uma igreja) ou ser mãe ou ser feminina (seja lá o que for isso). É um dia (geralmente um mês inteiro) de luta, de avaliar conquistas, de pensar em estratégias, de comemorar avanços, de sororidade, de reflexão, de demonstrar como ainda estamos longe do que queremos.
Nosso mundo está longe de ser injusto e desigual apenas na questão de gênero. Um dado assustador, que nem os mais reacionários podem justificar, é que 62 bilionários (quase todos homens e brancos) têm o mesmo patrimônio da metade da população mundial. Ano passado eram 85 bilionários que tinham o mesmo que 3,6 milhões de pessoas. Em 2010, eram 388 bilionários. Dava pra colocar toda essa gente afortunada num pequeno auditório. Hoje eles já cabem numa sala. 
É essencial lutar contra esse aglomerado de tantos recursos nas mãos de tão poucos. Por isso é complicado ser feminista e não ser de esquerda. Pra conseguirmos algum tipo de igualdade, é preciso mudar tudo, mudar todo um sistema. Talvez nunca atingiremos um mundo ideal, mas o ideal -- qualquer noção de idealismo -- está tão distante da nossa atual realidade que não podemos nos dar ao luxo de não tentar. 
Então, acho que pra resumir a resposta à sua pergunta "Por que lutamos tanto?", eu diria: porque não temos escolha. Lutar é nossa única opção. E se tem alguém com poder pra mudar o mundo, essas somos nós, mulheres. Nós fazemos a revolução.

Lolinha aos 11 ou 12 anos, já
feminista assumida
O que falei no Dia Internacional da Mulher em outros anos do blog (já são oito anos!): 
- Um feliz dia internacional da mulher sem smurfs
- "Quero um dia no qual nenhuma mulher chorará pela sua existência" (guest post da Maria Clara)
- Razões pra ser feminista: Dados para você usar
- Faz dez minutos que me descobri feminista (guest post da B. e um resumo das piores homenagens)
- É dia internacional da mulher, e quem ganha presente é você (um super post cheio de indicações bibliográficas feministas)
- Dia de luta. Não só hoje
- Vencendo o cansaço
- Atire a primeira pétala (sobre "homenagens" ridículas)
- Como o machismo limita a vida de um homem (guest post do Rubens)
- Meu feminismo não é pra mim 
- Mulheres, saiam do armário
- Troca-se rosa por salário decente
- Dia internacional da mulher: toda rosa tem espinhos
- Toda mulher tem uma história de horror pra contar
(Compartilhe na caixa de comentários os links para posts bacanas que você viu por aí).

56 comentários:

Cindy disse...

Eu quero acreditar nisso também.
Mas não gosto de luta, não. A luta armada pela voz, sabe? Apoio, porque tem gente que precisa (de todos os lados), mas não participo. Acho que o outro não escuta quando a gente grita, mas quando a gente ensina, explica, faz entender. Empatia, fazer ver o outro lado e repensar o modo como eu me comporto e penso. Acho que assim chegamos mais longe.
Em uma conversa de bar, um colega se pergunta porque feministas (veja bem, feministas!) não gostam que mexam com elas. Meu querido, eu digo, nenhuma mulher gosta disso. É invasivo, é agoniante, dá medo. "Se eu fosse mulher, eu ia gostar", ele diz. Só tendo uma vagina e a presunção de mais fraca, pra saber o medo que se passa quando alguém passa perto e diz "gostosa" num tom sexualmente ameaçador, com as mãos nas calças. É uma ameaça, eu digo. Você não ia gostar. E juro, ele parou pra pensar. Teremos muitas dessas conversas até ele entender. Mas é muito melhor e mais eficiente do que eu simplesmente olhar pra ele e dizer "seu machista".

Por isso, K., se você quer mesmo mudar o mundo, faça as pessoas a sua volta pararem pra pensar se tudo aquilo que sempre disseram, sempre ensinaram é mesmo correto, se faz bem mesmo pra todo mundo. Faça-os pensar diferente, crie seu filho diferente e a sua filha também. Faça os dois entenderem que são iguais, que devem lavar a louça, arrumar a cama, saber dirigir, ganhar seu próprio dinheiro, cuidar de si mesmo e cuidar do outro. O cuidado pelo outro faz toda a diferença, acredite. E ensinar diferente também.
Eu acredito.

Marcia disse...

Para o soneca do primeiro comentário: durma mais. E fique sabendo que não serei gentil ao te arrastar através da história.

Vale a pena lutar e muito! Se não pela certeza da chegada, pelo prazer mesmo de sonhar com mudanças. Há mais esperança para mim em morrer semente, do que ser essa planta seca e sem vida que resigna.

Por isso hoje é dia de luta, força para as guerreiras no front.

Anônimo disse...

Ontem recebi de "presente" pelo dia de hoje uma rosa de um professor de filosofia, cuja esposa é dona de casa pq, na opinião dele, mulher que quer ter filho tem que ficar em casa pra cuidar da criança.
Isso só me faz perceber o quanto a sociedade é mal informada, mesmo, pq desde quando esse dia merece uma comemoração? Ser mulher é uma batalha diária, e no dia a dia somos sempre as culpadas, as relaxadas, as que não sabem educar, as que não passam não limpam e não cozinham o suficiente.
Flor é o caralho! Exigimos respeito!

Valeska disse...

Que resposta importante de ler em meio à tanta dificuldade.
Fiquei muito feliz em ler sua resposta Lola!
Eu compartilho dos sentimento dos comentários anteriores.
FORÇA E LUTA SEMPRE!

Para contribuir com mais informações:
Mulheres no Trabalho - Tendências 2016
"Ao longo da sua vida profissional, as mulheres continuam a enfrentar obstáculos significativos no acesso a empregos dignos. Desde a Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres, em Pequim, em 1995, os progressos alcançados foram apenas marginais, deixando grandes disparidades por resolver durante a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adotada pelas Nações Unidas, em 2015.

A desigualdade entre homens e mulheres persiste no mercado de trabalho globais, em relação às oportunidades, ao tratamento e aos resultados. Nas últimas duas décadas, os significativos progressos alcançados pelas mulheres na educação não se traduziram numa melhoria comparativa na sua situação no trabalho. Em muitas regiões do mundo, as mulheres, comparativamente aos homens, têm mais probabilidades de permanecerem ou virem a ficar desempregadas, têm menos oportunidades de participar no mercado de trabalho e – quando o conseguem – muitas vezes têm de aceitar empregos de qualidade inferior.

Os progressos para ultrapassar estes obstáculos têm sido lentos e limitados em algumas regiões do mundo. Ainda que, em muitos dos países as disparidades na participação na população ativa e no emprego se tenham reduzido e mesmo quando as mulheres passam do trabalho familiar não remunerado para o sector dos serviços, a qualidade dos empregos proporcionados às mulheres continua a ser motivo de preocupação. A desigual distribuição de cuidados não remunerados e das tarefas domésticas entre homens e mulheres e entre as famílias e a sociedade é um fator determinante das desigualdades entre homens e mulheres no trabalho."
(FONTE - acessada em 07/03/16 -
http://www.ilo.org/brasilia/publicacoes/WCMS_457096/lang--pt/index.htm)

Anônimo disse...



E Não vamos parar até que toda mulher seja livre, pode chamar a gente do que quiser mas não vamos parar, imagina se no começo elas desistissem, nós estaríamos sem poder escrever nem fazer nada.

Anônimo disse...

Eu acho que se a mulher conseguir a igualdade o mundo vai ficar melhor, já que feminismo luta em favor das outras minorias, vai ser melhor pra todo mundo.

Anônimo disse...

Não estamos contra ninguém, estamos a favor de nós.

Anônimo disse...

Feliz dia meninas, acordar todo dia e saber que seu gênero sofre, aqui ou em qualquer lugar do mundo só por ser mulher não é fácil, saber que nesse momento tem mulher sendo traficada, mutilada, vendida por trocados, obrigada a se prostituir pelos pais, entre outros é ralmente terrível.

Anônimo disse...

Penso como a moça do texto, as vezes fico desanimada vendo tanta violência contra mulher nos jornais,na internet e fico pensando quando essa realidade vai mudar. Por mais difícil que seja a nossa luta, prefiro continuar lutando do que me render ao machismo. "A cada passo dado no seu Caminho, você estará um passo mais próximo de seu destino.” Então Continuaremos caminhando para um mundo de igualdade, mesmo que a passos lentos.

Anônimo disse...

Não quero flores, nessa esteira alguém montou uma tabela pra apoiar projetos feitos por e para mulheres: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1R2A9ESxRkDPFo2Jj8YDLnMx86ZfP-Q1xt-2j6lu0UVg/htmlview?pli=1

Mila disse...

Às vezes dá um desânimo mesmo. Sou masoquista e vou até a parte dos comentários. É tanto racismo, tanta homofobia, tanto pensamento mínimo, tanto preto ou branco sem as tonalidades q estão no meio. Ainda tem muita gente resistente à mudanças, gente que prefere construir muros ao invés de pontes. No entanto, parando com o espírito pessimista, vejo o tanto q as coisas estão mudando. De vez em qnd gosto de pensar como poderia ser a minha vida se eu tivesse nascido há 30, 40, 100 anos atrás. Muitas das coisas que nós mulheres (em especial mulheres com espeficidades de cor, etnia, religião, orientação sexual, classe) seriam simplesmente delírios em tempos passados: estudar, ter uma carreira, sexo fora do casamento, me relacionar com alguém fora do meu status social ou com cor de pele diferente, optar por não ter filhos, ser atendida decentemente em caso de violência, receber o mesmo q meu colega branco e homem com a mesma qualificação para exercer a mesma função. São coisas nossas por direito, não privilégios, não são mordomias.

Anônimo disse...

(Viviane)
Quando eu usava Facebook, em todo mês de março substituída minha foto de perfil por minha definição favorita de feminismo: "Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente".
É disso que se trata: luta por direitos humanos. Embora eu agradeça educadamente a quem me dá parabéns por hoje (concordo com a Cindy quando ela diz ser mais efetivo falar com educação), não perco de vista que ainda temos muito a lutar.
#avantecompanheiras

Anônimo disse...

#vamoslutarmeninas!!
Hoje é o grande dia, não nos deixemos intimidar, acredito que o mundo está cada vez melhor (ou menos pior), lutamos e conquistamos direitos, ao longo da história temos passado por cima desses doentes de extrema esquerda, tal como Hittler e tantos outros.

Parabéns a todas! E vamos seguir lutando!!

Rafael disse...

Boa parte da luta das feministas tem sido contra outras feministas. Vaidades, picuinhas, discordâncias em detalhes irrelevantes... Desperdício de energia e tempo. Cada pedra jogada na outra é uma pedra a menos contra o patriarcado.

Anônimo disse...

(Viviane)
Mais uma máscara caindo... O que eu já desconfiava há algum tempo se confirmou.
Rafael, na boa, precisa mesmo vir aqui, em pleno Dia da Mulher, fazer um comentário "espírito de porco" desses? Você "enganou" bem, é bem articulado, mas agora não tem mais jeito: este seu comentário é a prova cabal que a única diferença entre você e os mascus que povoam este blog é a habilidade de redação. E antes que você diga que estou julgando por um único comentário, convido a todos para ler seus comentários em posts anteriores.
#nojodefine #feministo #nãopassarão

Rafael disse...

Viviane, o dia de hoje é um dia de reflexão. A exemplo do que propôs, leia os comentários do post das turistas assassinadas. Veja quanta discussão inútil.

Esse é um erro que os conservadores não cometem. Eles se unem como unha e carne na hora de oprimir.

E sendo o post sobre luta, vocês tem um imenso caminho, pode ser mais longo ou mais curto.

E por fim, você pode execrar o que eu disse, pode sentir nojo, mas é impossível negar que no feminismo brasileiro há muito mais ideologia que união.

T.H ღ disse...

Lola, não ligue para comentários de boçais que por não terem o que argumentar, atacam a sua pessoa.
Nunca se deixe silenciar por estes acéfalos. Aliás, nenhuma de vocês meninas se deixem ser silenciadas por pessoas de tão baixo nível que sentem orgulho de serem ignorantes. Nós sabemos nosso valor, e não são pessoas como esses mascus anônimos que vão ditar o que somos ou o que devemos fazer.

T.H ღ disse...

Anônimo, você não está em posição de exigir nada visto que nem homem pra assumir suas atitudes você é, por isso se esconde atrás do anonimato. Tente o quanto quiser, seus clichês machistas não me atingem nem um pouco. Vai morrer na guerra que você ganha mais, lá sim você é útil!

Anônimo disse...

Eu sou contra esses ad hominem dos mascus, que não suportam perder seus privilégios milenares.

Vou contar um segredo para vocês, por isso estou anônimo (para não sofrer retaliações de mascus): sabem aquele evento de jurar a bandeira que todo homem jovem de 18 anos TEM que ir? Mesmo os que são dispensados do exército precisam ir jurar a bandeira?

Pois é aquilo é apenas uma desculpa, eles até juram a bandeira, mas isso é só desculpas para os homens se juntarem e continuar maneiras de oprimir as mulheres. Há todo um ritual, essa associação de homens começou por volta do ano 1.300 na Europa, e isso une quase todos os homens do mundo.
Se queremos desconstruir o patriarcado, temos que conhecer todas as suas facetas.

Mesmo hoje, eles trocam informações sobre como dominá-las.

Anônimo disse...

Nossa T H! Se identificar com T H é um desenho de uma mulher que não é você é muito corajoso!

Anônimo disse...

Dia internacional do mimimi masculino. As lajes não vão se bater sozinhas, tampouco os pneus não se trocam sozinhos. Pq segundo os próprios mascus, é essa a serventia do homem.

Helena disse...

Viviane, nesta eu concordo com o Rafael. Aqui tem muita menina inteligente, com boas ideias, gente que contribui muito para a discussão. Você também está nesse grupo. Mas aí quando a gente tá numa discussão legal e interessante, aparece um ou outro mascuzinho nojento sempre com o mesmo assunto. "Lola é feia", "Vão lavar louça", "homens são melhores que mulher", suas feminazi odiadora de homem, "Lola censora" ou então posts anônimos com gente se dizendo rad. Td post é o mesmo mimimi. Adianta ficar discutindo com eles? Eles estão querendo contribuir com a discussão? Acrescentar ideias mesmo com linhas de pensamento diversas? Não. Estão aqui pra tumultuar, floodar, bater boca e rir das meninas que ficam respondendo em vez de aproveitar o espaço para ajudar outras mulheres. Eles estão pouco se lixando se estão errados, na Internet td mundo é machão, no ENEM cagão. Para eles, mesmo se ouvirem a coisa mais óbvia do mundo, da nossa boca sempre será a merda feminazi. Então pra q perder tempo com picuinha com troll?

André disse...

Serge Ranhinho,

Você sabe porque existe uma linguagem de programação chamada Ada?

André disse...

Meu deus! O Serge Ranhinho, o que pensa (kkkkkkkkkk) grande, insinuou que eu estaria agindo como uma mulher? Essa ofensa é demais para mim. Vou me matar.

Rafael disse...

Viviane, o fato de não haver sempre concordância entre nós não me torna um troll. Como você disse, releia os meus comentários.

Emme disse...

Cindy,

concordo totalmente com o seu comentário. Me alegra que algumas pessoas ainda pensem assim. A prática me faz perceber que a sua abordagem é sim muito mais eficiente do que gritos de guerra.

Provocar a reflexão e trazer todos para o mesmo lado é muito melhor do que essa eterna vitimização (se tem vítima tem vilão).

Ninguém tá pedindo para se dialogar com um estuprador em série, mas com o seu amigo de faculdade, com seu pai, seu irmão, seu namorado, os homens que nos rodeiam.

Eu acho que isso funciona para tudo, em todos os assuntos.

Um exemplo: sou vegetariana. sempre que me perguntam a minha motivação, explico sobre compaixão animal, sobre a crueldade no prato, sobre o impacto ambiental que a pecuária causa, etc. Sem gritar, sem obrigar qualquer pessoa a se deparar com imagens chocantes, sem culpar ninguém por aquilo.
Eu convenci, em dois anos, 5 pessoas a pararem de consumir carne.

A minha amiga, convencida por mim, se tornou uma vegetariana radical, que acusa qualquer um que ponha um bife no prato de assassino. Ela não convenceu ninguém.

pp disse...

Lolinha amada, você cumpre um papel essencial na nossa luta, e merece muitas homenagens todos os dias!

Parabéns por ser uma feminista tão legal e incansável!

Anônimo disse...

Obrigada por este post e continuemos a luta diária \o/
(offtopic): esbarrei num post que acho que poderia te interessar. É sobre uma pesquisa feita na década de 40, cujo objetivo era ajudar as pessoas que estavam sofrendo com a fome nos países europeus por conta da guerra, descobrindo como elas seriam melhor alimentadas. Os voluntários passaram por uma dieta de 1600cal/dia, e os resultados foram impressionantes, explicando porque acontece o que chamamos aqui de "efeito sanfona":
http://junkfoodscience.blogspot.com.br/2008/02/how-weve-came-to-believe-that.html

Anônimo disse...

(Viviane)
Não adianta, Rafael. Eu sou uma pessoa que sempre vê os outros com boa-fé, tanto é verdade que tentei argumentar com você várias vezes. Porém, vi que é inútil, você é um exemplo de "pombo enxadrista". Não vou tentar provar copiando e colando seus comentários, afinal, provar para quem? As pessoas acreditam no que elas querem acreditar... Embora eu ache que não sou só eu que já percebi isso, haja vista que outros comentaristas daqui não têm respondido mais a você.
Enfim, boa sorte a quem quiser tentar...

Naive disse...

Serge Ranhinho (te copiei André)

Algumas tecnologias desenvolvidas por mulheres:
http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/bbc/2016/03/08/11-tecnologias-extraordinarias-criadas-por-mulheres.htm

Naive disse...

Mais para o Ranhinho:

15 grandes cientistas, muitas dela com prêmios Nobel:
http://super.abril.com.br/ciencia/15-mulheres-que-se-tornaram-grandes-cientistas

Naive disse...

Ranhinho, mais uma compilação para você.
Agora de grandes inventoras. Algumas estão repetidas das outras listas, mas nunca é demais se informar, não é?
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2015/03/veja-10-mulheres-inventoras-que-revolucionaram-o-mundo.html

Naive disse...

Anônimo 18:45: Se o comentário foi para mim, digo que empreguei o Mais como mais mesmo, ou seja, mais informação para ranhinho.
E ranhinho, conhece Marie Curie? Seu estudo pioneiro da radioatividade é reconhecido por toda a comunidade científica como essencial para o desenvolvimento das tecnologias posteriores. Ganhou 2 prêmios Nobel com razão.
O que para você é grande? Explicite.

Anônimo disse...

Nossa, mas só tem briga nesses comentários. Tem até uma pessoa louca falando que homens vão jurar bandeira para disfarçar um encontro em que fazem reuniões para manter a dominação sobre as mulheres. Que loucura!

Trolls repetindo as mesmas asneiras sobre a aparência das feministas enquanto esses mesmos sujeitos que são feios assumidos vivem reclamando que mulher (loira bombada e peituda) não gosta de homem feio, quer dizer, eles.

Não fiquem dando satisfações para mascus sobre as realizações das mulheres em vários campos, são trolls que só querem que vcs percam tempo dando atenção a eles. Se esses sujeitos são tão ignorantes a ponto de não saber de nada, mandem eles para o google e pronto.

Anônimo disse...

Perdem tempo demais com esse 'serge renine' e que grande invenção esse sujeito fez além de ficar aqui enchendo o saco?

Naive disse...

E sabe que mais, ranhinho? A Marie Curie podia ter ganho dinheiro se tivesse patenteado sua descoberta do processo de isolamento do rádio, mas com uma atitude generosa, não o fez, permitindo a investigação das propriedades deste elemento por toda a comunidade científica.
Recebeu o Nobel de Química de 1911, «em reconhecimento pelos seus serviços para o avanço da química, com o descobrimento dos elementos rádio e polônio, o isolamento do rádio e o estudo da natureza dos compostos deste elemento».

Naive disse...

Vc pelo menos sabe o que é ranhinho? Diminutivo de ranho. Achei estranho não se ofender quando o André te chamou assim.

Naive disse...

ranhinho, então demonstre sua inteligência superior falando dos seus feitos. Não adianta falar do que fizeram outros homens porque isso não transfere a inteligência deles automaticamente para você.
Você estudou o quê, onde? è bom profissional na sua área?

Se acha uma sumidade já que questiona os premiados pelo Nobel. Então me diga: é especialista em que área do conhecimento?

Anônimo disse...

Não Naive, foi pro machinho que disse que Enem é coisa de pobre e petista, mas nem sabe como usar "mas"

Anônimo disse...

Por que lutamos tanto?
Resposta: Para impedir que mais homens se tornem como o Ranhinho e que menos nulheres percam seu tempo com homens como ele ou se sintam menores ou menos capazes pq não passam no padrão de qualidade sexista que esse ser e seus pares querem q persista.

Anônimo disse...

Ranhinho?

Anônimo disse...

Vejam o ótimo artigo de Rejane Hoeveler, no Blog Junho, sobre a história das múltiplas capturas do dia Internacional das mulheres http://blogjunho.com.br/as-multiplas-capturas-do-8-de-marco/

Lola, seu blog foi e continua sendo muito importante para nossa luta. Obrigada por não desistir, mesmo em face de tantos pedregulhos. Mas todos este que aí estão, atravancando nosso caminho, eles passarão... nós passarinho(s).

Naná Moods

titia disse...

Que a luta continue sempre, galera. Nós só temos os direitos dos quais desfrutamos hoje porque outras mulheres que vieram antes da gente não desanimaram, lutaram, sabendo que depois do começo a revolução só iria pra frente, que talvez elas não vissem seus objetivos alcançados em vida mas suas filhas, sobrinhas e netas (ou as das amigas e irmãs) iriam ver as conquistas que as gerações anteriores lutaram pra conseguir. Se não por nós, pelas que virão depois da gente. A luta continua.

16:39 um menininho da quarta série faria melhor. Se quer trollar esse blog, fofo, vai ter que subir o nível.

Serge Ranheto, você não inventou nada, né? Ou seja, você é muitcho inferior a Ada Lovelace e a Grace Hopper. Quer se gabar de genialidade, mostre as SUAS invenções, não se apoie na que outros fizeram - aliás, sabia que a teoria da relatividade de Einstein é na verdade da esposa dele, Mileva, que fez todos os cálculos porque Einstein era péssimo em matemática? E sabia que todas as descobertas de Lavoisier foram feitas pela esposa dele, Jean-Marie, e que ele só roubou? Que Beatrix Potter foi a primeira pessoa a descobrir que líquens eram simbioses entre algas ou cianobactérias e fungos? Que Marie Curie foi quem inventou o raio - x e a radioterapia? Veja só, mesmo na época em que machos prepotentes e violentos tentavam impedir as mulheres de procurarem conhecimento e fazer descobertas geniais, elas ainda assim estavam adquirindo conhecimento e fazendo grandes descobertas.

O que exatamente você fez ou descobriu? Ah, é, nada.

E só pra te irritar mais, ranheta, quem inventou o kevlar, polímero usado pra fabricar o cinto de segurança que salva centenas de vidas num acidente, cordas, construções aeronáuticas, velas, coletes à prova de bala, linhas de pesca, tanques de combustível de fórmula 1, alguns modelos de raquetes de tênis, na composição de alguns pneus foi uma mulher, Stephanie Kwolek. Nenhum machinho inventou algo parecido, né? Pode ir chorar no colo da sua mãe agora.

titia disse...

HAHAHAHAHAHA! Ranhento, você não leu a minha resposta? Tudo que você perguntou eu já respondi, inclusive lembrando das "grandes descobertas masculinas" que foram roubadas das mulheres desses "gênios". Aliás, deixa eu repetir só duas coisinhas: Marie Curie inventou o raio x e a radioterapia na época em que só homens "faziam" grandes descobertas. E Stephanie Kwolek inventou o kevlar, que tem mais aplicações do que qualquer outro material que os homens descobriram (os que não roubaram as descobertas das esposas, claro). Durma com essa agora, seu incompetente que não inventou nem uma receita de mingau.

lola disse...

Mascus e reaças ficam tão incomodados com o Dia Internacional da Mulher que eles vêm atacar com tudo blogs feministas. Até troll de séculos atrás volta querendo causar.
Gente, eu não passo o dia na frente do computador. Hoje, inclusive, passei boa parte do dia viajando e dando palestra e assistindo palestra. Nessas horas eu, que não tenho celular, fico sem acesso à internet. Não tenho como moderar os comentários. Desta forma, eu só tenho duas alternativas: ou eu fecho os comentários, modero, e só libero HORAS depois (o que é muito ruim), ou os comentários ficam abertos, sem moderação. Os trolls vão aparecer em ambos os casos, mas é só ignorá-los. Quando eu apareço eu deleto todos.

Anônimo disse...

Pois é 16:40, mas pelo menos ela não põe anônimo como eu e vc né não?. E ainda usa a conta dela pra falar. Em comparação com nós ela tá sim mais corajosa.
Te aconselho a ficar caladinho pra não passar mais vergonha.

Anônimo disse...

Sério que tem macho querendo se vangloriar pelos feitos de OUTROS HOMENS? Kkkkkkkkk
Isso chega a ser horário. Então eu sou top master em computação pois ada era mulher, logo, pelo o que to entendendo passa pra todos do gênero.
Kkkkkkkkk
Ai ai rindo horrores aqui.
Reclamam que mulher só quer os bonitos e ricos pq? Brad pitt é homem e rico, logo se ele fez esse feito todos os homens devem se vangloriar em cima dele não? Então vcs são todos brad pitts e einsteins da vida. Tão reclamando de barriga cheia.

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Ops, quis dizer hilário. Tava rindo tanto que escrevi errado pelo corretor.

Kkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

FeministAS queridas:

Pela nova pesquisa de intenção de voto publicada agora há pouco, o pre´-candidato Jair Bolsonaro ESTÁ COM 33% das intenções de votos, hoje. Aécio e Lula em torno de 25% cada. O resto se distribui para os outros. Muda pouco quando se coloca outros nomes no lugar, mas Jair Bolsonaro sempre lidera. Até com Marina e Serra na disputa muda pouco.

???????????????????????????????????

O que está acontecendo, Meu Deus???? Será que o povo se revoltou pra valer a este ponto?

ASSUSTADA AGORA....



Luiza Bairros disse...

Mentira anon das 22:28. Quem lidera as pesquisas é o aécio. http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/12/aecio-tem-26-lula-20-e-marina-19-diz-pesquisa-datafolha.html

Anônimo disse...

O cara tá tão envergonhado por sacar uma pesquisa fajuta que finge ser mulher para postar uma merda destas. Tirou esta pesquisa do cu, né? Bolsovômito nunca será Presidente da República. Pode chorar e espernear.

Anônimo disse...

23:17,
Essa pesquisa aí é de ANTES do excremento Jair Bolsonaro se autodeclarar pré-candidato - faz menos de 1 semana. Favor rever suas fontes de pesquisa para as mais atualizadas. Infelizmente o amaldiçoado está na frente do Aécio SIM. Pelo menos por enquanto.

Sorte a nós todas.

Anônimo disse...

A primeira coisa que ele vai fazer é lançar a Bolsa naro, onde gays viram "machos" e lésbicas viram amélias. ahahaha Brincadeiras a parte: eu acredito que ele pode ganhar um impulso em cima das frases sensacionalistas que ele professa, ele tem chances de virar um "líder populista" pq a população brasileira não aumentou seu QI ou diminuiu sua alienação só pq foi para as ruas protestar. Muitos continuam os mesmos estúpidos de sempre...se ele puxar pra esse lado de "família conservadora", "bandido bom é bandido morto", "gay quer privilégio" no atual cenário, rapidinho vai ganhar os braços de uma manada de estúpidos!

Luiza Bairros disse...

Nesta pesquisa já aparece bolsonaro como candidato. Da mesma forma como na pesquisa mais recente do dia 29 de fevereiro:

(Cenário 1, quando Aécio Neves é o candidato do PSDB — pesquisa estimulada)

Aécio Neves (PSDB) — 24%Luiz Inácio Lula da Silva (PT) — 20%Marina Silva (REDE) — 19%Jair Bolsonaro (PP) — 6%Ciro Gomes (PDT) — 5%Eduardo Jorge (PV) — 2%Michel Temer (PMDB) — 1%Brancos e Nulos: 16%

http://folhanobre.com.br/2016/02/29/datafolha-divulga-nova-pesquisa-para-eleicao-presidencial-de-2018/22780

Anônimo disse...

Gente, se por um acaso Bolsômito ganhar hoje, vcs acham que ele conseguiria impor as pautas retrógradas dele? Pra começar, nem a direita apoia a vibe estatizante dele, afinal ela quer livre mercado. A esquerda? Nem pensar.

Anônimo disse...

É bom dizer também q o PSDB tá uma briga Aécio vs Serra vs Alckimin. Dizem por aí q as eleições p prefeito de sp é que vai definir quem realmente tem força no partido.