sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A SOCIEDADE QUE INFANTILIZA MULHERES E SEXUALIZA MENINAS

Este artigo de Lisa Wade é um pouco antigo, mas chamou a minha atenção. Então eu pedi pra incansável Elis traduzi-lo, e ela, mais uma vez, aceitou (super obrigada, Elis!). 

Editorial de moda da Vogue Brasil
trouxe meninas de 9 anos em poses sexy
De vez em quando, a mídia se interessa pela sexualização de menininhas e, quando acontece, eu recebo telefonemas de um ou dois repórteres. Nenhum deles resolveu ainda falar sobre o tema que eu considero realmente interessante. Eles querem falar sobre crianças modelos, menininhas em concursos de beleza e os anos de transição da adolescência das estrelas prodígio da Disney, mas eu sempre quero acrescentar o tema da infantilização de mulheres adultas.
Adulta fantasiada de Alice
A sexualização de meninas e a infantilização de mulheres são dois lados da mesma moeda. São duas maneiras de achar que devemos considerar a juventude, a inexperiência e a inocência características sexy nas mulheres, mas não nos homens. Isso reforça a diferença de poder e status entre homens e mulheres, em que vulnerabilidade, fraqueza e dependência e seus opostos são traços de gênero: desejáveis em um sexo, mas não no outro.
Agora, graças a @BonneZ, eu sei que há uma conexão interessante entre isso e Mickey Mouse.
O rato original, observou Stephen Jay Gould, era uma figura meio grosseira. Mas, conforme evoluiu até se tornar o “gracioso e inofensivo anfitrião de um reino mágico”, sua aparência se tornou cada vez mais infantil. As seis imagens abaixo demonstram a evolução de Mickey com o passar do tempo:

Traços infantis, Gould argumenta, inspiram a necessidade de cuidar: 
“Quando vemos um ser vivo com traços semelhantes aos de um bebê”, ele escreve, “surge automaticamente um sentimento de ternura que nos desarma.” Allison Guy observa que é possível notar uma tendência semelhante em recentes reformulações de brinquedos -– olhos e cabeças maiores, membros mais roliços --, e a tendência é ainda mais notável em brinquedos para crianças pequenas e meninas, não para meninos:

Guy interpreta essa tendência como o “resultado de um imperativo cultural de que mulheres incorporem tanto a beleza quanto a graciosidade.” 
Sendo assim, mulheres vestem roupas “graciosas” com estampas coloridas associadas a crianças, usam saias de pregas e camisetas baby look. Elas usam delineador para dar a ilusão de olhos maiores como os de crianças, base para esconder as marcas do envelhecimento no rosto e blush para reproduzir a coloração avermelhada da juventude. Esses imperativos são aprendidos desde cedo.
O que significa que a beleza feminina seja associada à juventude, e a masculina não -– que queremos que as mulheres sejam graciosas e sensuais? Significa que nos sentimos confortáveis com mulheres que parecem vulneráveis e demandam cuidado, e talvez até incentivemos ou exijamos esses traços. 
Talvez esses traços infantis sejam mais reconfortantes em mulheres que são, de fato, as menos vulneráveis; eu diria que aceitamos melhor mulheres poderosas que exibem traços de uma beleza infantil. Quando não o fazem, elas frequentemente são vistas como ameaçadoras ou antipáticas.
Então, sim, a sexualização de meninas é interessante -– e certamente não é bom para as meninas e provavelmente contribui para o interesse sexual de homens mais velhos por mulheres jovens -– mas não se trata apenas de sexualizar as crianças muito cedo. Trata-se também de infantilizar mulheres adultas como uma forma de lembrar às mulheres qual é sua posição social prescrita com relação aos homens.

64 comentários:

CCX disse...

Daí entra a questão da depilação, prática cultural que infantiliza as mulheres adultas.

Gle disse...

Já cheguei aos 23 e continuo achando que não preciso andar como uma boneca para me sentir bonita! Acho mó perda de tempo ficar se enfeitando. Um lápis para realçar meus olhos acinzentados já basta :P

Quando criança, minha madrinha de batismo (que não vou com a cara até hoje por conta disso), sempre queria que eu fosse a princesa dela. Com maquiagem, vestido, roupas rosas, etc. Mas eu não era, não fui, nem nunca serei! E ela foi tão azarada que teve dois filhos (meninos) e vive até hoje com o marido ogro e safado. E adivinha? Um dos meninos (10 anos) é bem afeminado. Essa vai sofrer na pele todo o preconceito que teve comigo. Só espero que com o filho ela seja mais leviana.

Neste ponto, acho que mãe/pai nenhum tem direito de "vender" seu filho deste jeito. Sou totalmente contra a exibição de crianças em catálogos, desfiles de moda, etc. Acho horrível uma criança maquiada e também acho que isso causa impacto no sexismo infanto-juvenil.

normalidaderealidade disse...

Você viu como infantilizaram a Luciana Genro no debate? Levy Fidelix chamou ela de forma muito desrespeitosa, e o Aécio levantou o dedo pra ela... Foi bem feio.

Anônimo disse...

Nojento o Bebê de salto alto toda maquiada, que mente doente concebe um lixo como aquela foto.

Anônimo disse...

quanta bobagem, perdi meu tempo.

Anônimo disse...

Os marqueteiros e a indústria cultural em geral merecem um enquadro por suas imagens mentirosas e manipuladoras.


Por sua vez, o governo devia colocar na grade escolar disciplinas que favorecessem uma análise crítica da tv.


Conheço isso de perto.Trabalho com uma mentirosa e manipuladora que faz vozinha de criança para poder sair mais cedo do trabalho, toda semana, e conseguir regalias.

Infelizmente o mundo tem muita coisa chata e prejudicial.

Abraços,

Ex socialista

Anônimo disse...

A cada dia ter filhos se torna caro e perigoso.


Casais sem filhos têm mais chance de viver bem, sem aborrecimentos.

Anônimo disse...

Bem lembrado da depilação. Mas não só, existem mulheres que se comportam como crianças, não sei se consciente ou inconscientemente, parece que adotam um papel e o seguem, exemplo da profundidade do tema

Rafael

Anônimo disse...

Quando se fala em "Sociedade" devíamos entender agências de propaganda e indútria cultural, tv, cinema. Quase sempre há um publicitário safado e maldito imaginando golpes sujos

A sociedade em geral,composta pelos trabalhadores, fica o dia inteiro no trabalho e depois nos trens e ônibus cheios, pensando em pagar as contas, pensando nos problemas de outro dia, na falta de água.

Alguns componentes da elite é que vendem essas imagens sinistras. Esses caras tem de ser penalizados.

Uma das melhores defesas contra esse tipo de lavagem cerebral é evitar totalmente a tv aberta, que passa lixo em 90% do tempo, e assistir pouco à tv a cabo.



Anônimo disse...

No debate Levy Fidelix chamava a Luciana como um pai autoritário... o que foi aquele venha cá Luciana?!

E o dedinho do Aécio, que já tem a fama de agredir mulheres?!

Não tem haver com o tópico mas quase morri coma resposta da Dilma sobre a questão do aborto levantada pelo Eduardo Jorge: Aborto somente em 3 situações... porra lei a gnt muda era isso que ele queria ouvir!!!!

Jamile disse...

Essa sexualização de crianças é uma coisa que me deixa estarrecida!
Na verdade, acredito que o termo mais correto seja "erotização", já que todo ser humano é sexual por natureza. Mas enfim, é terrível ver meninas, crianças, cada vez mais novas, sendo erotizadas pela mídia. Roupas sensuais pra meninas de 12 anos que ainda nao tem nem discernimento pra saber exercer a sexualidade. Pior ainda, campanhas publicitárias que vestem crianças de 7, 8 anos como mulheres adultas e em poses sensuais

Raven Deschain disse...

Minha cunhada calhorda compra essa vogue. Ela folheia (porque não lê nem placa de rodovia) e repassa pra gente. Meu marido e eu vimos as fotos e uata réu? Que diabos passa na cabeça de um marketeiro que faz isso? Parece portfolio de pedófilo punheiteiro. Mas aí isso me leva a outra questão: E os pais dessas meninas tavam fazendo o que quando aprovaram essas fotos (por ter trabalhado em produtora de vídeos sei que é uma pain in the ass fazer qualquer coisa que envolva crianças. Mil aprovações, documentos e autorizações)???

Mas aí tem outra historinha: Dia das bruxas passado tava eu campiando uma fantasia e são todas como essa Alice aí. Uma fantasia infantil da playboy. Mandei fazer. É dia das bruxas não orgia com esqueletos.

Anônimo disse...

eu pareço criança (meu rosto), tenho traços ainda infantis, adoro me maquiar e dessa forma pareço um pouco mais velha. pra mim é parte de me sentir bem e bonita, no meu trabalho sou profissional e me imponho. não admito que me tratem como criança devido a minha aparência.
vocês exageram de mais, tudo é motivo pra dizer que a mulher está sendo subjulgada e objetificada, na verdade tudo vai da forma que vc se coloca, e infelizmente as mulheres hoje em dia adoram ser vitimas, e transformar todos que discordem delas em alienados do machismo ou vilões.

Anônimo disse...

É um negócio assustador mas é verdade. Lembro que a minha infância toda eu sempre fui cobrada pra ser "educada" e agir como uma "mocinha boazinha", ou seja, dar uma de mosca morta e não brigar com ninguém. Meu irmão, ao contrário, tinha que deixar de ser chorão, se impor, "virar homem". Só recentemente entendi que há um interesse nessa dinâmica e que é justamente confinar homens e mulheres desde pequenos a papéis sociais específicos. Felizmente, nem eu nem meu irmão deixamos de ser quem éramos por causa desse blá-blá-blá babaca que temos que ser isso e aquilo por causa de um X ou um Y. E viva a liberdade.

Claudio disse...

Falei anterior e vou repetir... concursos de beleza existem para aquela mulher bonita e discreta do interior se apresente aos homens poderosos, para corrompê-la, geralmente dão um carro importado zero... tudo que não gera lucro é suspeito... pesquisem em sites de busca 'lucro concursos de beleza' ou 'lucro miss brasil'... verão que não acharão nada, pois não há lucro em tais concursos...

Anônimo disse...

"Daí entra a questão da depilação, prática cultural que infantiliza as mulheres adultas."

Se o cara quer a genitália de uma menina de dez anos, ele que deveria ir se tratar e não eu, me depilar. To fora, aqui tem cabelo e se achar ruim, vai ter mais.

Anônimo disse...

As classes A e B ainda têm algum discernimento, podem bloquear alguns canais na tv, conversar com as crianças, e, em casos extremos, contratar psicólogos.


De outro lado, as classes C,D e E estão lascadas, não têm capital intelectual, leitura, estudo, discernimento para prevenir e muito menos para corrigir os erros.


Os pobres, mais uma vez, vão se ferrar....

Anônimo disse...

Um adendo, o funk e seu entorno, faz bem pior que um editorial aleatório nao.

Anônimo disse...

Marketing vende muito lixo.


Anônimo disse...

Esse post tá muito light, todo mundo concorda, todo mundo acha ruim.


Cade aqueles posts mais polêmicos, aqueles nos quais os comentários pegam fogo, alguns puxam para a esquerda e outros para a direita? Cade as polêmicas? Tomara que o próximo seja radical sobre política, sobre sexualidade etc, assim teria mais "sangue" na tela. rssss

Anônimo disse...

Aqui no Brasil as mulheres que fazem sucesso são as que tem um corpo bastante desenvolvido.

Anônimo disse...

É COMUM, TER CONCURSOS DE BELEZA ONDE CRIANÇAS NA MAIORIA MENINAS FIQUEM COMO ADULTAS, ALGUMAS CHEGAM A PINTAR O CABELO, TEVE UMA MÃE QUE CHEGOU A APLICAR BOTOX NUMA FILHA SENDO QUE A PELE DE UMA CRIANÇA NEM TEM FLACIDEZ.

Anônimo disse...

Lola vc viu a fazenda aquele felipeh chamando pepe e nenem de motoqueiras, só pq elas não se vestem como as outras tipo menininha.

D Stoffel disse...

INFANTILIZAM MESMO PORQUE É CADA ROUPINHA CURTA QUE PARECE QUE FOI PEGA NA SESSÃO INFANTIL, E NA SESSÃO INFANTIL TEM ATÉ SUTIÃ COM BOJO PRA MENINAS.

Ana disse...

"De outro lado, as classes C,D e E estão lascadas, não têm capital intelectual, leitura, estudo, discernimento para prevenir e muito menos para corrigir os erros."

Cara, que péssima ideia você tem das "classes C, D e E". É ver as coisas de um jeito muito simplista. Além de classista, claro.

Death disse...

Conheço uma galera do BDSM que faz a prática de "feminilização" de homens, e ocorre justamente esse processo de infantilizar, de disciplinar.

E ainda é visto como forma de "humilhação", como se transformar em uma "mulher", fosse vergonha.

Anônimo disse...

Anon das 14:10,

Não é porque você gosta de se maquiar que outras mulheres são obrigadas a fazer o mesmo.

"vocês exageram de mais, tudo é motivo pra dizer que a mulher está sendo subjulgada e objetificada, na verdade tudo vai da forma que vc se coloca, e infelizmente as mulheres hoje em dia adoram ser vitimas, e transformar todos que discordem delas em alienados do machismo ou vilões."

Engraçado, esse é o mesmo discurso que os preconceituosos usam.

A infantilização de mulheres e a objetificação de meninas existe. Não é porque um problema não "afeta" você que ele deixa de existir.

Anônimo disse...

"Se o cara quer a genitália de uma menina de dez anos, ele que deveria ir se tratar e não eu, me depilar. To fora, aqui tem cabelo e se achar ruim, vai ter mais."

E se entrar um oral no meio?

Eu gosto de fazer oral nela, mas acho bom (pra ela e pra mim) que o pelo esteja ao menos aparado e limpo. Do mesmo jeito que eu mantenho os meus aparados (quando não raspo tudo logo) .

Para mim, manter os pelos cortados não é questão de fetiche, mas sim de higiene. E se você cobra seus parceiros para que mantenham os pelos "lá" ao menos aparados, acredito que você esteja totalmente correta e tenha todo o direito de cobrar seu(s) parceiro(s) com relação a isso.

Anônimo disse...

A cultura do padrão panicat discorda desse texto.

Anônimo disse...

Anon das 16:34 aparar não é problema, se a mulher quer fazer, tudo bem. O problema é que a depilação que muitos meios de mídia estimulam é a depilação total. Tirar absolutamente TODO o pelo púbico da mulher, deixar a vulva de uma adulta parecida com a de uma criança-pq criança é que não tem pelo nenhum. E isso, colega, é MUITO doentio. Pra mim é coisa de gente com tendências pedófilas mesmo, não de um adulto normal e com uma sexualidade saudável, que deveria procurar outros adultos pra fazer sexo.

Anônimo disse...

Recentemente fui comprar camisolas. Estava prestes a ter meu bebê e não queria receber as visitas no hospital com as camisolas velhas que normalmente uso para dormir. Acabei reparando que existem 3 modelos de camisola no mercado: tigresa sexy, vovó e tenho 30 anos mas acho que tenho 12. A coisa mais difícil foi mesmo achar algo digno, simples e adulto. É difícil ser um estereótipo.

Kittsu disse...

Pois é. Eu trabalho com atendimento ao publico e análise processual. Já a algum tempo vem me incomodando a forma como alguns clientes me tratam: por "menina", costumam não acreditar nas minhas orientações e procuram a orientação de meus colegas homens (apesar de ter sido eu que treinei eles e ser mais antiga de setor), passam direto por mim ou fazem careta quando sou a única opção disponivel, ficam tentando me ensinar o meu próprio trabalho (!!!). Mas quando é para serviço de protocolo -trabalho de menor complexidade- vêm direto em mim e passam direto pelos meus colegas. Apesar de algumas coisas acontecerem com meus colegas também, eu sou muito observadora, e é bem mais comum acontecer comigo. Perguntam se sou estagiária, se sou terceirizada, não acreditam que eu sou concursada ( ._. )e por aí vai. Recentemente m um evento, fui conversar com o palestrante e ele botou a mão na minha cabeça pra falar comigo (wtf?).

Ainda que eu me esforçasse para ser simpática e eficaz,vira e mexe eu recebia uma reclamação de que estava sendo descortês (só porquê informei que procedimento X era impossível devido às normas da empresa), enquanto um colega meu homem, mais velho, é bruto que só coice de mula até com o que não deveria e só recebe elogios! chama o povo de caloreiro, briga, fala alto, bate na mesa... e o povo adora ele, por alguma razão.
Sempre fui uma pessoa de riso muito fácil, de andar sorrindo sem reparar por estar pensando em alguma besteira qualquer, mas ultimamente até eu tenho reparado que não sorrio e nem acho graça nas coisas com tanta frequência, estou ficando menos empolgada com interações sociais. bem no estilo "not my fucking job".
Tenho 27 anos. tenho 1,68 de altura. não me visto como uma adolescente. mas de alguma forma, o povo me olha e não vê uma adulta! que coisa irritante.

Juba disse...

Anônimo das 16:34, genitália de menina de dez anos é uma coisa, pêlo aparado e limpo é outra. Para oral, basta o segundo.

Aline disse...

aiaiai... gente. Depilacao NAO 'e sinonimo de higiene. Banho sim. Quem gosta de "cair de boca" vai com ou sem p^elo. Esse negocio de nojinho de cabelo eu nao entendo nao. Tudo bem dar uma aparada (homens e mulheres), pra nao embaracar, nao prender nos dentes do(a) parceiro(a). mas, da'i a depilar zero? Nunquinha da silva! Imagina a dor! Imagina o quanto deve cocar qd comeca a crescer de novo e serio? Pra qu^e? Qual a finalidade? ficar igual a uma crianca?

Jonas Klein disse...

Olá Lola apesar de em parte não concorda com seu artigo, eu achei ótimo você levanta essa discussão.

Eu penso que mulher adulta deve se vestir como pessoa adulta que é, e criança como tal, agora quanto aparte da maquiagem que você citou, eu acho que maquiagem só serve para deixa mulher mais bonita e ate mais sensual, mas nunca infantilizada. Nessa parte e que descordo de você.

Por fim eu vejo realmente a conscientização da sociedade acerca dessa assunto e importante, mas vale lembra que as própria mulheres devem evitar se vestir de forma infantilizada, assim como evita que sua filhas ou outras meninas que estejam sobre seus cuidados sejam sexualidades precocemente.

Boa noite

Jonas Klein disse...

Anônimo das 13:57, onde esta denúncia acompanhada de provas que aponta o Aécio como autor de alguma agressão conta alguma mulher?????

Te lida que qualquer acusação sem provas pode gera um processo contra você, eu não você encaminha o link desse artigo pro Aécio, mas outra pessoa pode acaba fazendo isso no meu lugar.

Pense nisso .

Anônimo disse...

"Eu gosto de fazer oral nela, mas acho bom (pra ela e pra mim) que o pelo esteja ao menos aparado e limpo. Do mesmo jeito que eu mantenho os meus aparados (quando não raspo tudo logo) .

Para mim, manter os pelos cortados não é questão de fetiche, mas sim de higiene. E se você cobra seus parceiros para que mantenham os pelos "lá" ao menos aparados, acredito que você esteja totalmente correta e tenha todo o direito de cobrar seu(s) parceiro(s) com relação a isso."

Anon das 16:34,

Raspar os pelos não é questão de higiene, muito pelo contrário, é errado, a gente não tem pelo a toa. Temos que desconstruir essa ideia!

Erres Errantes disse...

Esse texto é excelente.
Achei muito interessante a parte que fala das ropuas femininas com motivos infantis. Eu nunca tinha pensado nisso. De fato, existem nas lojas muitas ropas para mulheres com esses personagens de desenhos animados - Mickey, Minnie, Pato Donald etc. Para homens também há, mas vale ressaltar que as roupas masculinas com motivos infantis geralmente são consumidas por um público seleto, os dos nerds que curtem cultura pop, como Homem Aranha, Jetsons etc.
Ou seja, no caso dos homens há uma razão. No caso das mulheres, é só para associá-las à infância mesmo.

Anônimo disse...

"a gente não tem pelo a toa"

Qual é mesmo a função dos pentelhos masculinos?
Qual a função dos pelos na barriga?
Qual a função dos pelos nas pernas?
Qual a função dos pelos nas axilas?

É aquela coisa, cagar de cócoras ninguém quer.

Erres Errantes disse...

"Anônimo disse...
Nojento o Bebê de salto alto toda maquiada, que mente doente concebe um lixo como aquela foto.
3 de outubro de 2014 12:09"

Também achei, Anônimo. A menina com fraldinha e pernas abertas, sendo sexualizada, um horror.

Raven Deschain disse...

Bom, como na minha xoxota mando eu vou depilar se eu quiser. Vlw. Flw. Beijos.

Tenho a sensação de que a coceira, o suor e os pelos encravados não são a sociedade me mandando depilar.

-embora eu reconheça que isso aconteça, em maior grau com o público feminino, mas fuck that, essa é uma discussão babaca.

Anônimo disse...

Jonas Klein,você tem toda a razão,essa é mais uma calúnia contra o Aécio criada por blogs sujos financiados por estatais.Sites de esquerda costumam ser desonestos, fazem milhares de acusações vazias.Contra o Aécio já disseram que ele usa drogas,que roubou 4 bilhões e meio da saúde em Minas,dentre outras mentiras.Até hoje não provaram nada.

Anônimo disse...

Além da depilação total não podemos esquecer da ninfoplastia - redução do tamanho dos lábios vaginais e até do clitóris O.o - para que a vagina adquira um aparência "mais jovem" (infantil?). O Brasil é campeão mundial desta cirurgia (e de todos os procedimentos estéticos).

Reportagem da Revista TPM: http://revistatpm.uol.com.br/reportagens/146/a-patrulha-chegou-lA.html

A imagem da menina de fralda em pose sexy é doentia...
Arrancar um pedaço do clitóris para ter a vulva de uma infante é doentio...
Ter tesão por genitais infantis é MUITO doentio...

Jane Doe

Anônimo disse...

Quer dizer que quando minha esposa fala para eu tirar total os pelos da minha genitalia, significa que ela é doente??????
Sim, pq quem n tem pentelho algum são garotos de 9/10 anos...pelo visto minha esposa é pedófila segundo algumas feministas dos comentários!!!!!

Anônimo disse...

Não tem anda a ver com post. Mas me deu uma revolta tão grande agora... Como não dá pra gritar pela janela, ligar pra uma amiga ou mesmo fazer esse comentário logada, quis vir aqui. Pra ter voz, ainda que bem pouquinho.

Tem esse cara que eu gosto muito. Ele mora em outra cidade. Não nos vemos há mais de dois meses porque não é assim um lugar que se pode ir sem gastar uma grana de avião. Recentemente, ele começou a me pedir fotos dos meus peitos. É o que ele mais gosta no meu corpo. Ele não enxerga só meus peitos, pra deixar claro. Também elogia inteligência, humor, sorriso e tudo mais. Mas gosta dos meus peitos e acho isso bem tranquilo.

Quando estávamos juntos, ele sempre se demorava nos carinhos nos meus peitos. Isso me excita bastante, então sempre gostei que ele desse especial atenção a essa parte do meu corpo no sexo. A ideia de tirar uma foto e mandar pra ele não me incomoda - muito pelo contrário. Adoraria, adoraria!

Mas tenho medo! Tenho medo que um dia ele tenha raiva de mim e divulgue essas fotos. Até consegui tirar de um jeito bem mulher-objeto. Apesar dos protestos dele, que disse que não tinha sentido um par aleatório de peitos... Tirei aqui uma foto com cabelo preso, sem o colar que eu sempre uso, da cintura pra cima, fundo branco, bem qualquer mulher. Mesmo assim, não consigo enviar...

Penso que ele pode resgatar nossa conversa e mostrar que eu que enviei... É idiota! E não é idiota ao mesmo tempo!

Eu confio nele agora, mas não confio nele pra sempre! E isso é uma merda do cacete! Não queria deixar de fazer algo que me satisfaz também por uma projeção de futuro que, sim, eu não sei o que pode acontecer e pode acontecer o pior.

Nada me protege contra isso. Nada! Se esse cara pirar e quiser me denigrir, ele pode. Se quiser divulgar minha foto sem minha autorização, ele pode!

É um inferno!!! Eu ando reprimindo desejos impensáveis desde que ele viajou. Queria sim ligar a câmera com ele, queria fazer sexo do único jeito que podemos agora - mas nem desse jeito eu posso!!! Ele fala comigo e se mostra pra mim com muito mais liberdade, cheio de segurança. Eu queria o mesmo! Odeio muito isso tudo.

Anônimo disse...

Descobri um tumblr esses dias que resume bem isso: www.fucknosexistcostumes.tumblr.com

Trata de fantasias de personagens vendidas para homens/meninos e mulheres/meninas. É incrível como o público feminino fica com as fantasias sexualizadas, revelardoras e, obviamente, descaracterizadas do personagem original.
UGH

______
E quanto à discussão sobre depilar TUDO na genitália: esta área totalmente desprotegida deixa a mulher muito mais vulnerável à infecções e a fungos (como a cândida).
Isto É UM FATO.

pêlos 1 x 0 pseudo-higienização

Anônimo disse...

Anon das 09:52 por acaso você tem um pênis minúsculo? Porque não sei se você pensou antes de perguntar isso ou se foi má-fé mesmo, mas o pênis de um menino e o pênis de um homem adulto não são NADA parecidos. Mesmo que um homem tire todo o pelo púbico não dá pra confundir o pênis adulto com o de uma criança. Mas, sem pelo, a vulva de uma mulher adulta fica extremamente parecida com a de uma menina. Ah, e como se não bastasse a depilação total, ainda tem essa cirurgia que a Jane Doe mencionou pra diminuir a genitália feminina, deixá-la menor, ainda mais parecida com a de uma criança. Então que tal vc sair do grupo de chorões da falsa simetria, anom, e se não quer ajudar pelo menos não atrapalhar?

Anônimo disse...

Ah, e se o padrão pros homens fosse meninas de 9 anos, a cirurgia nos seios seria de redução, não de aumento.

Anônimo disse...

Curioso que ninguém observou que, a primeira imagem que se vê ao acessar o adulto site, seja uma menininha.

Anônimo disse...

anon do 14:58

Não interessa se está toda depilada, a virilha vai continuar sendo d uma mulher adulta, enão de uma criança, então não é pedofilia.
Vcs fazem um malabarismo mental para fazer cada raciocínio...

Anônimo disse...

anon 14:58

ou perai, vc ta me dizendo que se minha esposa raspar o virilha, eu vou confundir ela com uma criança?

Joane Farias Nogueira disse...

Jonas Klein, o anônimo não acusou ninguém. Apenas disse que o dedinho dele tem fama de agredir mulheres,o que não é mentira. Porém falo sobre a fama, se o ocorrido é verdade ou não, não sei.

http://www.brasilemfoco.com.br/arquivos/governador-de-minas-aecio-neves-agride-namorada-em-festa-de-luxo/comment-page-1

Anônimo disse...

Anon das 20:49 e das 20:37, se lhes mostrarem imagens de duas vulvas sem pelos, uma de criança e outra de adulta, duvido que vocês sejam capazes de dizer qual é a adulta e qual é a criança. Vocês só sabem que uma vulva totalmente depilada é a de uma adulta porque veem a dona dela. E nenhum dos dois mencionou a cirurgia que reduz os genitais, os deixa mais parecidos com os das crianças. Mas se querem mesmo saber mais sobre o assunto leiam a droga do post. Parem de abrir o site só pra olhar os comentários e já ir logo escolhendo com quem brigar-e provavelmente só porque vestiu a carapuça. Bom, anons, o choro é livre mas minha opinião não vai mudar. Se vocês só gostam de virilhas sem pelo nenhum, igual à de criança, continuo achando vocês um par de doentes. Bye.

Anônimo disse...

anon 10:11

"Vocês só sabem que uma vulva totalmente depilada é a de uma adulta porque veem a dona dela."

Só?? Esse pequeno fator (saber que a dona da vulva é adulta) é o que diferencia um pedófilo ou não. ou caso minha mulher resolva se depilar totalmente, eu posso brigar com ela pois ela está incentivando a pedofilia?
Não mencionei a cirurgia, pois acho ela realmente absurda, o que estou falando aqui é de depilação.
Eu sei que existe a pressão da sociedade, mas o fato de eu me sentir sexualmente atraido por uma vulva sem pêlos não me torna um monstro, muito menos um pedófilo como os comentários fazerm parecer.
os dois post ali em cima foram meus, e eu n me referi ao artigo, que eu concordo em várias partes e sim aos comentários.

Anônimo disse...

Anon das 14:33 se você está com a consciência tranquila por que raios vestiu a carapuça? Por que está aqui discutindo comigo? Por que não está enchendo o saco de algum outro comentarista que tem a mesma opinião que eu? Quer me fazer mudar de ideia? Quer que eu te considere a exceção? Quer que eu diga que todos que gostam de mulher sem pelo nenhum tem problemas, menos você? Sorry, não vai acontecer, colega. Continuo achando que tem algo errado com você. Viva com isso e pronto.

Anônimo disse...

Estou dicutindo com você pelo mesmo motivo que vc está discutindo comigo, aliás, vc que me respondeu primeiro o.O estou apenas respondendo.
Não é questão de ter opinião ou não, a questão é que vc está me chamando de doente, e eu estou me defendendo, mas se vc acha eu e minha esposa dois doentes,n posso fazer nada, da mesma maneira que n posso fazer nada com os homens que odeiam mulheres. ou que acham que fazer sexo com outro homem é ser doente.
A questão é que sua agressão foi gratuita, vc n tem argumentos, a autora do texto nunca argumentou que gostar de vulva sem pelo pubiano é ser pédófilo, esse argumento é seu.

Anônimo disse...

Um ponto de que gostei muito: você não pode ser realmente poderosa - parecer poderosa é mais importante. Porque, se tiver carinha de donzela, não importa o que você seja, automaticamente é jogada de volta na vala pertencente à mulher. E uma mulher que não tem isso vira a megera, porque não pode ser jogada nessa mesma vala (ao menos não pelo mesmo motivo).

É por isso que feministas "feias" são humilhadas e "bonitas" são desvalorizadas.

Anônimo disse...

Minha experiência: sempre fui considerada esquisita e hostilizada, por me comportar de maneira "fria", objetiva com as pessoas. A vida toda ouvi que ele deveria sorrir mais, ser mais aberta... como se eu fosse um monstro antipático e mal-educado simplesmente por não exalar charme (beleza, vulnerabilidade). Passei a abrir mais os olhos e a sorrir, amenizei meu tom de voz e até a gaguejar quando falava com as pessoas. Resultado? Simpatia alheia, gente disposta a me ajudar, facilidade para conseguir coisas básicas como informações. Sim, é bizarro. Não, eu não gosto. É o mundo em que vivemos: se uma mulher mostrar algo além do que acham que ela merece/pode, não há espaço pra empatia.

Anônimo disse...

Anônima das 14:10, te garanto que, se o mundo funcionasse só pela nossa vontade ou capacidade, seria tudo muito lindo. Mas há uma sociedade ao nosso redor cheia de gente e ideais prontos pra nos silenciar, de vários modos. Infelizmente, às vezes, não dá pra dizer em rede nacional "não levanta esse dedo pra mim", como a maravilhosa Luciana Genro fez.

Anônimo disse...

Parece que o ideal pra sociedade (ou seja, pros homens) é a mulher eternamente entre os 15 e 18 anos.

Anônimo disse...

Para o Anônimo de 3 de outubro de 2014 às 22:44 que pergunta:

"Qual é mesmo a função dos pentelhos masculinos?
Qual a função dos pelos na barriga?
Qual a função dos pelos nas pernas?
Qual a função dos pelos nas axilas?
É aquela coisa, cagar de cócoras ninguém quer."

Querido, você conhece a lei de Lamarck "o que você não usa, atrofia"? Então. Se estes pêlos não tivessem função, eles simplesmente cairiam.

Ah, sobre a posição de cócoras, ela é a mais adequada para evacuar e também para parir. É a melhor posição para expulsão.

Posso sugerir que você estude fisiologia e biologia? Assim você aprende um monte de coisas, argumenta melhor e de quebra usa seu cérebro, porque Lamarck já avisou...

ANA

Anônimo disse...

A juventude feminina está muito ligada a reprodução. Mulheres já nascem com os seus óvulos. Quanto mais jovem, maior a qualidade. Já o homem não tem esse problema, porque ele têm uma fábrica de espermatozóides. Por conseguinte, juventude masculina não é importante.

Pedofilia é o desejo sexual primário por pré-púberes (menores de 9 anos). Uma parafilia rara. Não sejam paranóicas.

Não demonizem a sexualidade feminina.

Lara


Lara




, a "inexperiência" e a inocência características sexy nas mulheres, mas não nos homens.

Lucas meliva disse...

Cara porque sempre que se fala em depilação feminina já falam em sujeira? Não é porque a mulher não se depila que ela é suja! amigo nos homens se não tormarmos banho também fede sabia? Parece que a vagina da mulher é atacada de qualquer jeito depilada ou não.

Lucas meliva disse...

Não cara você não entendeu a maioria das mulheres são ensinadas desde de criança a depila. Elas não tão falando que todo homem que quer vagina depilada é pedofilo leia direito.