terça-feira, 27 de setembro de 2011

EXPECTATIVA DE VIDA DAS MULHERES: 30 ANOS

...era vidro e se quebrou

Esses seres exóticos que se auto-intitulam masculinistas e que eu chamo carinhosamente de mascus acreditam que a vida pras mulheres acaba aos 30 anos. Até os 30, elas têm poder (sexual, que é o único poder que as mulheres podem ter), são como sereias, encantam os machos, e podem escolher com quem querem ficar. No entanto, assim que a mulher soprar as trinta velinhas do seu bolo de aniversário, ela, tal qual Cinderela à meia noite, perde todo seu feitiço (imagino a desgraça: a moça sabendo que, no dia seguinte, já não terá mais 29 anos, e vendo sua vida desabar. Dá pra fazer um filme de ficção científica sobre o tema). Ela vira uma balzaca. Tudo cai. Ela se torna um traste. E aí, segundo os mascus, ela ataca homens sós na rua, à noite, desesperada por sexo (o que é um tanto estranho, já que, segundo mascus, mulher não gosta da fruta). Mas os homens honrados não dão bola pras balzacas. Eles gritam “Bem-feito!”. Eles querem mais é que elas colham o que plantaram. Se a mulher tivesse se comportado respeitavelmente quando jovem, estaria casada (o sonho de toda mulher), com filhos, cuidando da casa, com um marido que a sustente e a traia de vez em quando, mas quando homem casado sai com outras não é traição, é necessidade fisiológica, e quem não entende deve consultar qualquer artigo da psicologia evolucionista que comprova o instinto do macho em espalhar sua sementinha. Mas não. As mulheres abriram mão desse verdadeiro paraíso na Terra (casa, comida e roupa lavada por ela; filhos, marido que a sustente e saia com outras) quando cometeram a atrocidade de escolher com quem queriam transar. E mulher é que nem criança, é da natureza irracional dela, escolhe mal pacas, mas não é pra odiá-la por isso, já que mulher não foi feita pra ser odiada, e sim pra ser adestrada. Então, depois dos 30, o que pode uma mulher fazer, além de ficar sozinha e miserável reclamando dos homens, dizendo que nenhum presta? Mas pros homens não: a vida pra eles começa aos 30. Agora sim eles, que se esforçaram tanto na juventude, que trabalharam e estudaram duro, que inclusive se aprimoraram em academias de ginástica pra desenvolverem seus músculos (é verdade, gente, tá cheio de mascu que é fisiculturista), podem aproveitar o que plantaram. Sabe todas aquelas mulheres que negaram sexo pra eles quando elas eram gostosas e eles eram jovens e meigos, porém pobrinhos? Agora eles não querem mais! Agora eles podem escolher! Eles têm o poder! Agora sim vai chover mulher com menos de 30 anos na horta deles! It's raining women! Aleluia! E só um paspalho pra abrir mão desse harém e casar com apenas uma. Marriage strike e forever alone, vamos nós!
Essas frases foram compiladas de vários blogs e fóruns mascus e ajeitadas aqui pra compor uma narrativa. Como você pode ver, mascus vivem num universo alternativo. Pra mim a prova definitiva é que, no mundo deles, mulheres não são atacadas em ruas escuras à noite. Não, elas é que atacam pobres homens indefesos! Eu juro que não tô inventando porque não tenho criatividade pra tanto. Mas algumas coisas até fazem sentido, dentro da ótica misógina da nossa sociedade. O mundo em que habitamos prega que mulher deve ser bonita acima de tudo. Que essa é sua missão. Ao mesmo tempo, dita que beleza é algo que só as mulheres jovens (e magras, e brancas) têm. As mais velhas podem apenas aspirar a ser belas. Mas não conseguirão! (mas não desistam, implora a propaganda, que desconhece o raciocínio mascu). E, pro homem, beleza não importa. O que importa é dinheiro e poder, porque é isso que atrai todas as mulheres. Logo, se seguirmos essa lógica, uma mulher com mais de 30, tipo, sei lá, a Sharon Stone em Instinto Selvagem (ela estava acabadérrima aos 34 anos, quando fez o filme), não tem mais razão de viver. É como na Idade Média, em que a expectativa de vida ia até os 30. É esquisito, eu sei, que mulheres vivam cronologicamente mais que homens, mas este é o nosso destino: seremos zumbis chorando pela juventude perdida durante meio século de sobrevida. Nossa vida, vida mesmo, acabou aos 30. E daí que vamos viver até os 80? Pra que viver, se nenhum homem vai sequer nos dar bom dia? E o quê que a gente pode fazer sem homem, não é mesmo? Nada! Não consigo pensar em nenhuma coisinha! Todos os potes de geleia ficarão fechados para sempre! Game over!
É triste a vida das mulheres. A gente tem certeza absoluta que Gisele Bunchen (já com 31 anos), se não estivesse casada com um cara que ganha muito menos que ela (explica-se: ela já estava desesperada vendo o relógio biológico bater, e teve que aceitar o primeiro Tom Brady que apareceu), atacaria esses mascus na rua escura à noite. E eles iriam recusá-la! Ou senão transar com ela, mas nunca, jamais, sob hipótese alguma, casar com uma balzaca dessas (até porque só mangina aceita filho de outro pra cuidar). E o que dizer de Marisa Tomei (46 anos), Halle Berry (45), Demi Moore (48), Sandra Bullock (47), Monica Bellucci (46), Catherine Zeta-Jones (42), Catherine Deneuve (67), Julie Christie (70), só pra citar algumas velhinhas horrendas que há muito já viram sua felicidade acabar? Não deram pra homens honrados quando eles ainda queriam vocês? Agora sofram!
Se nem essas estrelas que ainda têm emprego porque vivemos numa sociedade b*cetista conseguem conquistar o coração dolorido dos mascus, que chance temos nós, balzacas comuns? Nenhuma. Só nos resta sentar no meio fio e chorar por termos deixado passar esses ótimos partidos quando ainda podíamos escolher. Agora, acabou. Nunca mais poderemos ter essas espécimes supremas da evolução humana em nossas vidas. Chuif.

127 comentários:

Bruna disse...

haha, ótimo!

Bruna disse...

Lola,


o problema é que, quando as pessoas não entendem ironia, quem passa por idiota é você.

(e gente ignorante, como os mascus, não entende).

Escarlate disse...

HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA um dos posts mais engraçados do blog!

Deixa eu aproveitar minha juventude e arrumar um macho que me sustente e pra quem eu lave as cuecas todos os dias. TCHAU!

Marilia disse...

Não tive tempo de ler agora, mas queria só dizer que faz uma semana que a vida acabou pra mim, porque acabei de fazer 30!

Volto depois para ler!

Beatriz disse...

Chorarei amargamente todos os dias... not.
Ótimo post Lola, amo seu bom humor. Essas coisas são tão deprimentes que só ridicularizando.

Noh Gomes disse...

Olha so não vou comentar mais porque estou aqui, chorando, desolada por ter perdido alguem assim na minha inútil vida.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
bom humor e inteligência é tudo na vida né Lola.

Beijos
adorei o texto, perfeito.

Segura a Pose disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Livia Terra disse...

Quem sabe se a gente se sentar na rua à noite, sozinha, vem algum mascu e faz o favor de nos estuprar? Porque, né, só assim pra gente conseguir algum sexo depois dos 30... A gente nem gosta de sexo, mas é que essa é a única forma de conseguir a atenção deles, né?

Gah disse...

A vida dos mascus é tããão boa e eu com essa mania de ser gay... ¬¬

Aoi Ito disse...

Bah, Lola. Eu costumo amar seus posts sobre os mascus, mas acho que você está dando atenção demais pra eles... Como se eles fossem a causa ou a maioria do machismo, quando na verdade são consequência da sociedade machista onde vivemos. Queria voltar a ver seus posts sobre machismo e gênero na mídia, por exemplo, que afeta muito mais mulheres que meia dúzia de mascus pingados. ): Um pedido, só... Pode?

(De qualquer jeito, ótima sátira, ótimo humor, como sempre. Lola tem uma paciência de Jó pra lidar com criaturas assim.)

Gabii disse...

Eu adoro ironias!

Mas sabe, a realidade ainda é triste: têm mulheres que realmente pensam assim... e eu tenho pena delas!

Renata Lins disse...

...ah pois não é... escrevi bem sobre isso esta semana... ou quase... porque me irrita sobremaneira que considerem que "você parece tão mais jovem" seja um elogio. É uma desqualificação ingênua: da história, da vida, da pessoa. Da pessoa que é aquela pessoa. E isso é tão violento que tá gerando esses monstros deformados de botox e colágeno, bocas redondas, olhos esbugalhados e...sem rugas. Dá medo. E eu pensava nisso olhando uma sequencia de fotos de mulheres-de-+de30 no jornal do fim de semana.

aiaiai disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Sem comentários...to rindo de chorar!

Relicário disse...

kkkkkkkkkkk vc é ótima Lola!
Putz ainda bem que casei, amarrei o marido né, naquela época eu ainda era gostosinha...ufa, pois nem sei o que seria de mim hoje com 33...sei lá melhor nem pensar...
Aiii que medo!

denise disse...

Lola vc conseguiu fazer um verdadeiro tratado nesse post sobre as teorias mascus, em poucas linhas vc esclareceu todas as diretrizes que eles passam em varios blogs com posts tão longos e repetitivos martelando variações em torno do mesmo tema, acho até que se algum deles ler seu post ficara irado com o seu poder de sintetização.
Adorei as ilustrações que vc usou, é bem as imagens que vinham a minha cabeça quando lia esses blogs kkkkkk.
Eles devem viver mesmo numa realidade paralela, ou num filme de terror com efeitos especiais feitos pela equipe do seriado do Chaves.

letícia disse...

Ótimo post.
É uma pena que existam mascus que achem que a vida é assim (e olha, eles são muitos, tudo isso que vc citou no post, eu ouço desde sempre).
Preciso arrumar um casamento e uns filhos então, né?
Afinal, que sonho é ficar em casa fazendo janta e trocando fralda.
hahahaha

Niemi Hyyrynen disse...

Hahaha rindo alto aqui! (serei chamda a atenção denovo no trabalho por sua CULPA Lola).rs

Meu esse papo de que a vida da mulher termina nos 30 e do homem começa a partir do é tão deprê que me chega a dar dó desses mascus.

Não muito antes, recentemente até, minha mãe andou fazendo umas confissões sexuais pra mim, e incrivel, a vida dela após os 30 com as duas filhas ja bem crescedinhas aumentou de qualidade! E diria até que de quantidade.

Veio a maturidade, ela aprendeu a aceitar melhor o seu corpo, se passou a sentir mais gostosa, com sua auto estima elevada arrumou até uns amantes (que meu pai não leia esse blog..rs).

Esses mascus ai deveriam se manter virgens até os 30 pq né? Depois é só festa, vão até tirar o atraso de 30 anos de celibato!

kkkkk so rindo, rindo até chorar de tanto rir kkk

Lucas disse...

Off topic:

"Austrália suspende proibição a mulheres militares em combate"

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/bbc/australia-suspende-proibicao-a-mulheres-militares-em-combate/n1597243335988.html

"a medida é "uma extensão lógica da opinião da sociedade na Austrália de que todos nós somos iguais independente de nossa experiência ou de nosso gênero"

Mari Lee disse...

Eu nem gosto tanto de geléia, mesmo...

Paola disse...

Meu Deus, eu tenho 29... ahauhauahauhauahuahauhaahauauha

Mariana. disse...

ainda me restam oito anos até os trinta. ficarei atenta para não dispensar futuros caras ricos e babacas.

Joel Bueno disse...

Não quero broto
Não quero, não quero não
Não sou garoto
Pra viver mais de ilusão
Sete dias da semana
Eu preciso ver minha balzaquiana

O francês sabe escolher
Por isso ele não quer
Qualquer mulher
Papai Balzac já dizia
Paris inteiro repetia
Balzac tirou na pinta
Mulher, só depois dos trinta

Ginger disse...

Ufa! tenho uns bons 14 anos pela frente!

Mas e o que os mascus dizem sobre quem chega aos 60 por exemplo? Limbo? Simplesmente não há vida?

:) rindo muito aqui

samya disse...

Casei aos 35 com um homem 7 anos mais novo e para o cumulo do absurdo ele ganha mais que eu. Sabe quantas vezes eu ja ouvi de mulheres, pois é, mulheres, que eu não posso me descuidar mesmo porque ele é jovem e eu posso perde-lo a qualquer momento? O mais espantoso disso tudo é pensar que quando ficarmos mais velhos, mais barrigudos, menos belos o amor acaba. Onde a desumanidade aprendeu essas coisas?

Alex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex disse...

Fiquei imaginando o sofrimento da Oprah Winfrey, mulher, pós-balzaca há tempos, negra, aposentada... O mundo dela está pra lá de acabado.

Ághata disse...

"Comida e roupa passada por ela" -- Mhauhauhauhauhauhauhauhauha!! Ah, como eu ri!!! \o\

Ághata disse...

Ah, o dos potes de geleia tbm... XDDD

Arlequina disse...

@Ginger:

Enquanto houver viagra, haverá mascus. Pensa aí no ídolo dos caras, o Hefner...

[se bem que até ele levou um perdido na hora do último casamento. Ah, essa sociedade b*cetista.]


@Todos:

Acho que é interessante que a Lola faça posts dos mascus, porque, honestamente, não acho que eles sejam só meia dúzia, não. Eu acho que eles levam ao extremo o que toda uma sociedade prega.

O lance do maldito relógio biológico é algo que acho que tá impregnado na nossa cultura. Que se você não arrumar um cara até os 30... ó, o horror - passarás o resto da vida sozinha...e foi bem feito!

É claro que na maior parte da sociedade, isso é algo muito mais velado. Só meia dúzia de babaca pra falar em voz alta mesmo.

Nadja G. disse...

Lola, pior que essa mentalidade nao é algo incomum. Escrevi um post uma vez sobre uma situacao que uma amiga passou aos 30 anos nos EUA: http://seviranosquase30.blogspot.com/2011/06/como-diriam-os-titas-e-cedo-ou-tarde.html

É bem isso que você falou no post. Ainda tem gente que pensa que aos 30 nada te resta a nao ser "ficar pra titia".

Beijos

ntwrdprss disse...

'E só um paspalho pra abrir mão desse harém e casar com apenas uma. Marriage strike e forever alone, vamos nós!'

Aí vc esticou a baladeira.O marriage strike não é um delírio de uns brasileiros toscos que n tem o que fazer, mas sim algo que, as feministas gostando ou n, acontece mesmo.
Imagino que agora o sonho dos esquerdinhas na luta contra o sistema cruel seja o governo obrigar os homens a casar a força...

Arlequina disse...

OFF:

HEHEHEHE, adoro quando algo assim acontece!

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/10/091008_briga_wales_pu.shtml

Dois babacas confundiram um grupo de lutadores de vale-tudo com travestis e resolveram que iriam puxar briga.

Levaram uma surra bonita. Tem vídeo. =)

Ah, e foram presos, condenados à 4 meses de trabalhos comunitários e com uma tarja eletrônica que os proíbe de sair depois das 19h. =)

Pena que não foi no Brasil.

Alex disse...

Sobre a Oprah Winfrey: "Oprah reside atualmente na "The Promised Land" (em português A Terra Prometida), uma propriedade de 170 mil metros quadrados localizada em Montecito no Condado de Santa Bárbara, Califórnia.[18][19] Oprah também possui uma casa em Lavallette em Nova Jérsei, um apartamento em Chicago, uma propriedade na Fisher Island em Miami, uma mansão em Douglasville na Geórgia, uma casa de inverno em Telluride no Colorado, uma casa de veraneio na ilha Maui no Havai e uma residência na Antígua. No todo, seu património, em 2010, foi avaliado pela revista Forbes em €1,95 bilhão[20]". Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Oprah_Winfrey. Por que você não esfrega isso na cara dos mascus? 1,5 bilhão de euros. Man, it's a lot of money!! Uma mulher dessas pode comprar quantos mascus quiser (e detonar todos na descarga da privada...).

Alex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
EdFurtado disse...

Puxa, Lola que resumo perfeito você fez do pensamento mais "básico" de masculinistas, dá pra ver que tem muito de ressentimento nesse pensamento. Com o tempo e havendo a tal evolução financeira, vão "papar" as menininhas que eles nao conseguiram e deixar esse pensamento de lado, problema é de quem não conseguir tirar o recalque, esses vão ser toscos pro resto da vida. Creio que a maior parte dos "mascus" tá é revoltado com sua vida e focam nas mulheres suas angústias, vê como quando conseguem melhorar sua vida amorosa passam a ser mais tolerantes.

mundomel disse...

Eu fico pensando na Joan Jett, coitada: 53 anos, nunca se casou, roqueira, não tem religião, é bissexual... Tá acabada!!! *pra deixar claro a ironia* Ela é praticamente o símbolo da mulher falida pros mascus!!!

Sobre os 53 anos da Joan pra vocês terem idéia do tão acabada ela está: http://mundomel.wordpress.com/2011/09/22/feliz-aniversario-joan-jett/

Liana disse...

"It's raining women! Aleluia!" rsrs

Eles não se relacionam bem com mulheres, aí inventam toda uma idéia em torno disto e essa matemática deles é bem limitante.

Carla disse...

ahhh, tô chegando aos 30. vou aproveitar que ainda tô dentro do prazo de validadade e casar, tipo, ONTEM! hahahah

Lord Anderson disse...

hehehe

Não importa o assunto. A capacidade da Lola de fazer humor dá um banho em qualquer pretenso comediante da TV.

Eu não sei se os pretensos mascus realmente acreditam nisso, mas que eles adoram encontram desculpas para sua propria vida mediocrie é fato.

Pena que essa mesma ideia ainda permeia a cabeça de um monte de mulheres...e que muitas ainda sofram com mais essa pressão.

em tempo, homens tb sofrem com essa cobrança para se tornarem "serios", arrumarem uma esposa e ter filhos (ouço isso uns 2 vezes por semana)

mas ninguem fica martelando na sua cabeça que sua vida terminou

Gansoh disse...

Mwahehuahuehauhuehauehau, se eles não espalhassem um discurso de ódio tão sério e perigoso, eu teria PENA do grau de frustração e falta de inteligência (racional e emocional) dos masculinistas.

Noooot!

Pode zoar eles à vontade, porque a gente tem que mostrar como se faz piada de bom nível. Se ficarem no "boba-feia-gorda-chata" e "mim comer mulher com ketchup" por muito mais tempo, vão começar a perder seguidores.

Aliás, fui só eu que percebi assim, uma pequeeena evolução intelectual dos mascus? Frases mais longas, argumentos baseados em absurdos (mas agora já estão baseados!), vocabulário um pouquinho maior...

Ééé, macacada tá quaaaase virando Homo Erectus.

Continuem lendo a Lola, trollzinhos, e consultem o dicionário Aurélio em caso de palavrnhas mais complicadas. Depois, podem usar as palavrinhas que aprenderam aqui nos seus próprios blogs, ok?

Tudo por um português melhor...

-lia- disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHHA

lola, você me mata de rir.

Gansoh disse...

Outro dia meu namorado me apareceu com uma interpretação masculinista da lei de investigação de paternidade e alimentos gravidícios.

Pena que ele não me mostrou daonde saiu a pérola, senão eu compartilharia o nome do autor para uma sessão de humilhação pública no meio jurídico virtual. Só a galera da facul no facebook ia dar boas risadas...

Esses caras só vão entender alguma coisa depois de algumas sessões de auto humilhação por falar tanta bobagem.

Martha disse...

Lola, acho que venho a seu blog para conhecer novos tipos de preconceitos encarnados em novas palavras (pelo menos, novas para mim). Nesse post foi mangina. Só hoje entendi mais ou menos o que era então... fui aos blogs masculinistas e fiquei abismada com o que li. Em outro post foi missólogo, que demorei um pouco pra entender o que significava...
Mundo feio esse que você nos mostra. Antes vê-lo por você do que no blog deles. O problema é que ao visitá-los, é possível ver que a forma como você comenta a ideologia deles é impressionantemente mais leve que o modo como eles a propagam... =(

Giovanni Gouveia disse...

"Tipo assim, no caso,a nível de casamento" eu estou praticando necrofilia há 6 anos?

Completando o rol:
Angela Vieira (57), Bruna Lombardi (59), Ana Paula Arósio (36), Giovanna Antonelli (36), Letícia Spiller (38), Meg Ryan (50), Debora Secco (31)... Todas "mortas" :D

Rapaz, otário é otário mesmo

Susanna disse...

Missólogo? Eu ri...
Pensei que fosse alguém especialista em fazer mísseis.

:/

Adriana Karnal disse...

Lola,
a Adelia Prado aos 82, com aquele cabelo todo branco ( que ela tem desde sempre)está linda...acho um charme mulher que assume a idade!

bruna lazarini disse...

Chuif...
(de rir)

ntwrdprss disse...

manginas...

'Desconhecem que eles são apenas "idiotas úteis", fazendo o que as mulheres querem na vã esperança de conseguir agradá-las e obter migalhas de sua atenção. Quando a sua utilidade se extingue, elas os jogam fora com o resto do lixo. '

Todo mundo conhece alguém assim, isso já existia bem antes dessa geração aprender a papagaiar a tal da matrix.

natalia disse...

Nossa,
faz 16 anos que minha vida acabou e eu não sabia? Os homens que ainda olham para mim deveriam ser avisados disso.

Niemi Hyyrynen disse...

Sobre os tais "manginas"

O cara mesmo parte do pressuposto de que ele não vai conquistar uma mulher se ele não for "útil' e a culpa é nossa? Do feminismo?

Alguém avisa ai que auto estima é tudo nessa vida pra esses caras né?

Se tem gente que quer explorar, é pq tem gente que quer ser explorada, agora não to dizendo que isso é certo.

ntwrdprss disse...

ainda sobre os manginas...

Eles não falam que a culpa é do feminismo, mas sim do próprio cara de ser um OTÁRIO

Daniela Rodrigues disse...

Ai, ai, ai... Que bom poder dar boas risadas em frente ao computer... Adorei o post, Lola! (e outro dia, quando eu falei do nível dos seus textos, você ainda respondeu que andava sem inspiração ultimamente! Sei... Aham... Uhum... rsrs).

Mas bem, tô até agora na torcida para que o pai da Niemi não dê as caras por aqui, pelo menos hoje... rs. E essa história dos missólogos, então? E a outra que tá praticando necrofilia? kkkkkkkk

Às vezes a gente brigamu, mas é bom rir juntas de vez em quando, né, meninas (e meninos!)? rs.

(Fico aqui imaginando os mascus se perguntando, confusos: "Hei, peraí, vamo dar a real agora... Elas tão rindo pra gente, ou da gente? Num entendi". rsrs

Marussia de Andrade Guedes disse...

Mais uma vez vive se comporta como a mamãe que não quer enxergar os defeitos dos seus filhinhos. Eu também acho que vc esta dando muita importância aos mascus, mas não podemos negar que, as vezes, eles escrevem certo por linhas tortas.
1) Dá para não questionar se mulher gosta tanto de sexo quanto o homem? Veja bem, eu estou questionando! Nem eu sei a resposta. Agora, se a mulher gostasse de sexo tanto quanto o homem barganharia tanto o sexo? São coisas do tipo : " não vou transar na primeira noite para ele não achar que eu sou fácil ", " não faço sexo casual, pra mim tem que ter sentimento" , " sexo só depois do casamento"' , etc. Gente, homem fica pensando estas besteiras? Não . Quando quer transar transa.
2) Só cego não vê que é a mais pura verdade que os homens mais velhos tem o universo de mulheres a sua disposição. Desde as mais novinhas até as mais velhas. Com a mulher não é a mesma coisa. E não adianta citar uma e outras celebridades geneticamente privilegiadas. Vc não pode fazer da excessao uma regra. A verdade, mesmo dura, deve ser dita. As mulheres não ligam muito pra beleza masculina, ou pelo menos abrem mão dela por outros interesses. As mulheres se preocupam mais com as condições sócio- econômicas dos homens. Só o que vemos por aí é mulheres jovens com homens muito mais velhos, até idosos. O contrário raramente acontece.
Mesmo as mulheres independentes, que ganham bem, querem encontrar homens que ganhem tanto quanto ou mais que elas. Da mesma maneira que uma mulher muito feia é invisível para os homens, um homem pobre, mesmo bonito, é invisível para as mulheres. E não adianta dizer que eu sou machista. Eu digo o que eu vejo. Não adianta se basear na opinião das mulheres diferenciadas que comentam neste blog. Não representam a realidade.
Sentir atracão pelo belo é algo de que não podemos fugir. Mas a mulher abre mão disso. E o problema do homem é que ele só valoriza a beleza. A mulher pode não ter um tostão, pode não trabalhar, pode não saber nem o que falar, ser bonita é suficiente. Isso também está errado!
Estudos mostram que há mais mulheres solteiras ( mais velhas) do que homens. É verdade que os homens morrem mais que as mulheres, mas também casam novamente, depois da separação , mais que as mulheres. Lógico, eles tem as mulheres mais jovens disponíveis para eles. Só não vê quem não quer.

Leila disse...

Oh, não! É o fim!

Meu aniversário de 30 anos foi o mais espetacular e festejado de todos! Amei fazer 30 anos!

Por falar em Gisele, você viu os comerciais da HOPE???? Vergonha alheia total!

Adoro seu blog, com ele percebi que sou feminista e não sabia. Acho que é o meu primeiro comentário...
Beijo!

Escarlate disse...

"um homem pobre, mesmo bonito, é invisível para as mulheres"

Isso é eu nunca vi acontecer. Já conheci caras lindíssimos AND pobres/estudantes que nunca ficaram sem companhia.

O resto do que você falou é tudo culpa do machismo, mas mesmo assim existe muitas exceções (ou nem exceções, uma grande parte). Muitas mulheres se casam com caras pobres/desempregados, muitas mesmo. Minha mãe, minhas tias, colegas de trabalho, do cursinho... Esse negócio de casar com rico deve ser coisa de classe média pra cima (juro que não to reclamando da classe média), pq pra nós aqui do subúrbio não tem muita opção não.

ntwrdprss disse...

'A verdade, mesmo dura, deve ser dita. As mulheres não ligam muito pra beleza masculina, ou pelo menos abrem mão dela por outros interesses. As mulheres se preocupam mais com as condições sócio- econômicas dos homens.'

Depois dessa muita gente vai cair matando falando MACHISTA NAZISTA e tal
Agora, eu não sei pq q isso seria necessariamente uma característica negativa.Se a mulher pensa a longo prazo, pensa no relacionamento, pensa na segurança dela e dos futuros filhos dela, qual o problema?
Isso é qualidade e não defeito.

Escarlate disse...

AI MEU DEUS MEU NAMORADO TÁ DESEMPREGADO TIVE QUE PAGAR O MOTEL VOU TERMINAR COM ELE AI QUE HORROR...

Que bom que as mulheres não barganham sexo. Vai que a humanidade inteira se torna exploradora de crianças e adultos... E outra coisa: Sexo pra mulher é feio, é sujo, é errado. Só pode ser feito com seu namorado/marido e nem pode variar muito, imagina se moça direita chupa e faz anal!

ntwrdprss disse...

'Isso é eu nunca vi acontecer. Já conheci caras lindíssimos AND pobres/estudantes que nunca ficaram sem companhia.'

Só que uma coisa é um pessoal novinho que está descobrindo a vida querendo brincar, outra é uma mulher já com a cabeça feita procurando um parceiro sério e estável pra construir uma família

Niemi Hyyrynen disse...

ntwrdprss

Ah bom, menos mal que eles tem um pensamento torto, mas nã totalmente torto, aliás que isso significa teu nome hein?

ntwrdprss disse...

@Niemi
significa que eu não gosto de vogais
e que gosto de coisas aparentemente incompreensiveis
e q nem tenho paciência pra pensar em nicks
e significa que se eu botasse tipo PAULONAOSEIOQUEMAISLA também não ia estar falando nada pq existem milhões de paulosnseioquemaisla no mundo
'o que é um nome afinal? Aquilo que chamamos rosa teria o mesmo perfume se a chamassemos por qualquer outro nome'
Shakespeare

Niemi Hyyrynen disse...

Marussia

Faço coro da resposta da Escarlate

Todos as questões que vc pautou no seu segundo tópico são frutos da relação machista que a sociedade mantem, sempre dando o cargo a mulher de ser a responsavel por se preocupar com essa dicotomia santa/puta;

Se homem fosse julgado pela mesma perspectiva tb "barganharia" sexo da mesma forma.

e

Cansei de pegar cara feio, pobre, mas eles me davam a companhia tão desejada, claro, não estou sendo hipocrita de dizer que se aparecer um cara mais bonito e melhor de vida não vou preferí-lo, MAS que homem feio e pobre fica sem parceira é uma visão muito enganada da realidade.

Escarlate disse...

"Só que uma coisa é um pessoal novinho que está descobrindo a vida querendo brincar, outra é uma mulher já com a cabeça feita procurando um parceiro sério e estável pra construir uma família"

Pena que minha mãe, minhas tias, minha primas e minhas colegas de trabalho não seguiram essa regra de sobrevivência BÁÁÁÁSICA e se casaram com caras pobres.

(não sei como tem tanto homem pobre casando, isso não contraria as leis do mundo patriarcal???)

denise disse...

ooOO Marussia qq é isso cumpanheira, to te estranhando.
Se ando danda umas voltas na realidade paralela desses caras, porque não é nada disso que vejo na minha vida, nem de gente que eu conheço, com exceção do mimimi que a mulherada faz pra dar no primeiro encontro que pra mim tem razões culturais, o resto nada haver.

Maria Aline disse...

Muito bom o post!! ahaahhahahhahhhahah
A sociedade masculina em geral pensa dessa forma e lamento(muito)dizer que muitas mulheres também!!
Parabéns pelo blog, É INCRÍVEL!!!

Eduardo Marques disse...

Tá, Lola, agora me prove que não existe essa coisa de as mulheres serem seletivas. Por favor, mostre onde eles estão errados em afirmar que é mais difícil para o homem ser atraente do que para a mulher, para a qual basta ser mulher, ter dentes e higiene. Mesmo com anos e anos após a revolução feminista e estarem bastante livres, as mulheres continuam tendo o mesmo comportamento de antes. Mesmo as "feministas" são veladamente fêmeas da maneira que eles descrevem.

Não sou contra as mulheres terem mais poder e representação, mas, sei lá, parece que vocês gostam desses privilégios.

Marussia de Andrade Guedes disse...

Nieme
Nós não precisamos ser escravas desta sociedade machista. Se nós gostamos mesmo de sexo, tanto quanto o homem, por que não mandamos a sociedade machista plantar coquinho?
Eu não disse que os homens ficam sem parceiras. O que eu vejo é que homens velhos e feios ficam com mulheres jovens e bonitas. Isto aconteceria se eles fossem pobres? Você vê mulheres bem sucedidas com homens pobres? Geralmente homens pobres namoram mulheres pobres. Mas é comum ver mulheres pobres com homens bem sucedidos.
Eu também acho que devemos nos preocupar com nosso futuro. Mas eu acho que nao é só isso, eu acho é que mulher tem preconceito de classe e o homem só valoriza a beleza. Quem está mais errado? O homem ou a mulher?

Sr Dig Din disse...

Aronovich sua deturpadora!!!

Achou que eu nao vinha hj te aterrorizar né? Rá! continua sonhando então!

Seguinte! Presta atenção que não serei repetitivo!

as mulheres vivem nessa fogueira que se chama vaidade, estão sempre ali se maquiando, se produzindo, e vão pegar qualquer um? tanto trabalho pra nada? faz me rir né!

Ali novinhas, tudo em cima blz, frescas e tals, se acha vão msm ficar com qualquer otario? esses as novinha usam e abusam msm! tai a teoria dos manginas e os proprios manginas pra provar! só neste blog ta cheio deles procurando atenção das feminazi! tem bastante espécie pra vc estudar!

dai ficam velhas e os homens não querem mulher feia! esse papo de que mulher velha pode ser bonita tb é conto pra boi dormir! aliás boi é sinal de corno né?

TÁ CHEIO DE LAMBE SAL por ai !!!! sai da sua bolha que tu acha um monte deles.

A vida segue, vai pra frente, depois dos 30 a dona gravidade começa a operar, novinha? Rá! é o meu pau de chapéu!!!!

Dai vc's com esse papo de "loba" loba não é a caçadora? PORRRAAAAAAAAAAAAAAAAA


Pq depois dos 30 a mulher vai pra caça? pq os homens não chegam mais nelas! 2+2=4 Lola vê se aprende a fazer conta!!!!


Xoráaaaaaaaaaaah

mas chora na calada da noite, que é pra tua vergonha não aparecer em plena luz do dia!

Bruna disse...

Às vezes a mulher não transa na primeira noite simplesmente pq não quer transar na primeira noite, só quer conhecer o cara e por incrivel q pareça, às vezes o homem insiste pra transar na primeira noite só pq acredita q é isso q a mulher (e o mundo) espera dele. E como uma mulher pobre, posso dizer q homem tem preconceito de classe tbm, além disso acho q a mulher não valorizar tanto a beleza qto o homem é uma qualidade mto boa, isso não quer dizer q ela valoriza somente dinheiro e outras coisas, ela pode valorizar tbm o caráter, a inteligencia, etc. E pode significar tbm q ela não vê beleza somente num padrão estabelecido.

Marilia disse...

Marussia, eu também estou te estranhando. E quanto à mulher não transar facilmente no primeiro encontro, é fácil de entender porque a maioria pensa assim, oras. Não é legal ver que elas pensam assim, mas elas são julgadas por esse ato. E muitas vezes vivem em espaços que são opressores.

Infelizmente.

E não é fácil para um ser humano dizer não a todas as coisas de ruim que a sociedade faz e fazer só o que é bom. Ir contra a massa é difícil. Se fosse fácil, nenhuma mulher ficaria com um homem que a maltrata e nenhuma mulher seria oprimida pelos padrões de beleza. Mesmo sabendo que é imposto, a gente não consegue dizer um não de cara. No dia em que a Lola postou um guest post da mulher que fez cirurgia mesmo sabendo que era imposição, todo mundo percebeu que existe mesmo essa dificuldade.

Olha, por muito tempo fui casada com um homem pobre e sabe o que eu ouvia a cada dia? Que isso, você que tem de pagar a maior parte das contas (eu ganhava bem mais que ele)? A sociedade estava lá me patrulhando sempre. E os tiros vêm de todos os lados.

A.H.B. disse...

Foi bem engraçadinho, mas estou com a Aoi Ito: ".. Como se eles fossem a causa ou a maioria do machismo, quando na verdade são consequência da sociedade machista onde vivemos. Queria voltar a ver seus posts sobre machismo e gênero na mídia, por exemplo, que afeta muito mais mulheres que meia dúzia de mascus pingados."

Esses caras são só um estereótipo máximo de todas as opiniões misóginas. Realmente o maior problema é o tipo de cultura que faz existir gente assim.

Relicário disse...

Simples e sensata Bruna...parabéns!

Tem trol que é repetitivo né, repete inclusive o que o próprio post menciona...total falta de criatividade.

Marussia de Andrade Guedes disse...

Escalarte :
É isso mesmo. É, principalmente coisa de classe média pra cima.
Nieme
No seu comentário vc demonstrou o que eu falei: (" claro que eu iria preferir um homem bonito e bem de vida".

Gre disse...

Peraeeeee...

Não vamos negar que há pessoas oportunistas independente de gênero, ok. Mas generalizar que toda mulher não curte aparência e nem personalidade e tão somente o poder aquisitivo do parceiro para garantir futuro?

Ei, estão passando por cima de uma realidade bem visível. Quem está tapando os olhos de vocês?

1- antigamente os homens trabalhavam fora e a mulher em casa, não por capricho mas primeiro porque as mulheres eram regradas a tão somente prestarem serviços domésticos e cuidar dos filhos.( quem hoje faz por opção continua tendo todo o meu respeito, não é vergonha abrir mão por amor aos filhos.)
2 - hoje, além da conquista da independência financeira, na maioria dos casais, ambos trabalham fora, já que o sustento da família com apenas a renda do homem não é suficiente.
3 - Eu amo trabalhar, pagar minhas contas e comprar o que quiser sem prestar contas.
4 - há muitas mulheres que sustentam casas e filhos sozinhas.

Então não vamos menosprezar a capacidade dessas mulheres em prol de um senso comum de que toda mulher gosta é de dinheiro e não de homem.

Quanto a barganha do sexo, isso é consequência de uma sociedade machista que oprime a liberdade da mulher. Assunto bem debatido, não? E que sinceramente, me dá NOJO ver a falta de amor-próprio de algumas mulheres!

Marussia de Andrade Guedes disse...

Marília
Não transar num primeiro encontro foi só um exemplo. Nos mulheres deixamos de fazer sexo por muitos outros motivos. Se, num primeiro encontro, pinta a vontade de transar e vc não vai por questão de segurança, por exemplo, tudo bem. Mas sabemos que muitas mulheres tem medo de parecerem fáceis.
As críticas que vc recebia por ter casado com um homem pobre só demonstram o quanto eu estou certa. A sociedade está acostumada a ver mulheres casando com homens que ganham mais que elas. Quando vêem o contrário, criticam. Eu conheço muitas mulheres que casaram com homens que ganham menos que elas e elas tem vergonha disso e, muitas vezes, elas mesmas acham que o cara é fracassado quando esta situação se mantém.
Eu estou falando tudo isto por achar muito improdutivo ficar criticando o que os machistas dizem e não fazer certos questionamentos. Eu acho que temos que nos conhecer.
O que a maioria das mulheres pensa? O que a maioria faz? Temos que pensar nas nossas atitudes. O que estamos fazendo de certo e de errado. Eu não tenho visto isto nos blogs feministas. O que eu vejo é eterna tentativa de defender a mulher de qualquer crítica, como se só os homens cometessem erros e as mulheres fossem sempre as pobres vítimas desses homens. Sabe, eu não quero este papel pra mim.

Flávia disse...

Esses mascus são mesmo muito confusos. Falam que a sociedade é b*cetista e ao mesmo tempo afirmam, triunfantes, que mulher depois dos trinta cabou, morreu. Ou seja, o que todo mundo sabe: dentro de uma ótica totalmente patriarcal, a mulher só serve pra seduzir o homem e correr atrás do seu relógio biológico e de um bom partido enquanto tá com tudo "em cima".

Do que eles se esquecem, e parece que algumas pessoas nos comentários também, é que esse cenário tem mudado. Com o crescente empoderamento das mulheres, não é difícil vermos casais em que a lógica se inverte, ou seja, ela é mais velha E mais rica que ele. Obviamente, os números são menores, mas ainda assim eles existem e são sintomáticos de uma mudança que os masculinistas simplesmente não querem perceber.

Assim como não querem perceber que se uma mulher se divorcia ou fica viúva, há inúmeros fatores que ainda influenciam o "ficar sozinha" dessas mulheres. O ônus de cuidar dos filhos pesa. A pressão religiosa pesa. O fato de a mulher ter passado por uma grande decepção e demorar muito a se sentir pronta para se relacionar com alguém pesa e todos esses pesos são frutos de uma sociedade extremamente machista.

E sabe, esse sistema não vitimiza apenas as mulheres, não. É lógico que ao falarmos da situação das mulheres frente ao patriarcado, veremos um desequilíbrio gritante na forma como as mulheres são objetificadas. Mas isso também desfavorece os homens. Pois força o velho papel definido de "meninos não choram" para eles, desde muito cedo.

Um exemplo pessoal: uma vez eu sai com um homem bem mais velho que eu. Ele ficou visivelmente constrangido comigo. No fim da noite ele se abriu e disse que estava saindo comigo por pura pressão dos amigos, que o considerariam um verdadeiro loser se ele saísse com alguém da idade dele. E que ele ainda estava de luto pelo divórcio da mulher, mas todo mundo cobrava dele uma postura de levantar e dar a volta por cima, arrumando, obviamente, várias namoradas novinhas. Isso já diz muito sobre o sistema, não?

carolinapaiva disse...

Concordo parcialmente com a Marússia.
Homens valorizam mais a beleza? Sim. Mulheres valorizam mais a posição social? Sim. Por quê? Porque a sociedade ainda está acostumada com o padrão "homem provedor, mulher acessório". A realidade que a mulher estuda e trabalha ainda não foi assimilada, por incrível que pareça. A mulher ainda sofre críticas se não procurar um homem provedor para namorar/casar. Isso, infelizmente, é fato. Do mesmo modo que sofremos críticas quando não saímos por aí maquiadas e arrumadas, ainda somos julgadas se não almejarmos pelo homem provedor. Pra quê a pressão pela beleza? Para sermos acessórios bonitos que os homens possam apreciar. Para termos maior possibilidade de sucesso, caso o homem provedor apareça em nossas vidas. A visão do casamento como negócio ainda existe.
Homens também sofrem essa pressão desde pequenos. Devem ser fortes, não demonstrar emoções, a pressão para que arrumem um emprego é, em geral, maior do que para as mulheres (já que muitos pais não querem ver suas "princesinhas" na vida profissional desde cedo). Por que a pressão de crescimento profissional é maior nos homens? Para que eles possam alcançar o título de homem provedor. E para que o homem seja um provedor, ele deve ser a cabeça da casa, o experiente, o líder. Daí decorre também a pressão para transar com mais de uma mulher, para adquirir experiência na hora de guiar a esposinha virgem-boneca na cama.

Clara's Makeup disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LetB disse...

Eu tenho uma dúvida: Existem mulheres mascus ?
Porque essa linha de pensamento é a de muitas mulheres que conheço. Tem muita mulher que realmente acha que
aos 30 alguém já é idoso. Uma vez quando eu tinha 26 anos, ouvi de uma prima de 18 : " Nossa, não sabia que você era tão velha!"
Minha impressão é que são essas mulheres as mais propensas a achar que ter um relacionamento é mais importante que amor próprio.

denise disse...

O que eu tenho visto ao meu redor é uma realidade oposta ao que esses blogs machistas retratam, a Flavia falou que tem visto casais em que a lógica se inverte, mas em menor numero, pois eu tenho visto em maior número casais assim, uma faxineira que conheço esta casada ha anos com um rapaz que tem a metade da idade dela, uma cabeleireira também esta casada com um homem uns 12 anos mais novo que ela, esses são só alguns poucos exemplos, mas poderia citar diversos casos das minhas relações que vivem uma realidade muito diferente do que foi dito.
Também conheço vários casos de mulheres que após um divorcio simplesmente acharam que a vida de solteira é bem mais interessante, e embora tenham oportunidades de novos casamentos estão sempre escapando.
Antes quando a mulher não era independente fazia algum sentido procurar um cara com grana mesmo que ele não tivesse uma aparência que agradasse, porque essa era maneira normal da mulher buscar estabilidade e ser aceita na sociedade, hoje isso não faz mais sentido, a mulher pode escolher o que quer sem se importar com o fato do cara ter ou não grana, ela se banca, e geralmente vai escolher os mais bonitinhos e que se cuidam, e acho que essa nova realidade é que traz tanto ódio para os mascus.
No passado raramente um homem ficava sem opção, e os que se destacavam mais eram até disputados pelas mulheres, pois a mulher dependia de arrumar um marido para sobreviver.
Hoje a historia é outra.

denise disse...

E mais minha mãe é a prova viva do que esses mascus falam é um amontoado de aboboras, ja vai pros 70 e ja esta no quarto casamento.
Meu padrasto que se cuide!!!

Alessandro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alessandro disse...

Pelo que eu observo, muitos homens perpetuam essas idéias dos mascus "na brincadeira", ou seja, comentando com certo exagero, para fazer graça em uma roda de amigos.

Já os mascus interpretam essas idéias ao pé da letra, eles acreditam profundamente nelas.

Ambos os casos são apenas reflexos da sociedade machista, e é ela que tem que mudar. Os demais fatos, como homens mais velhos e bem-sucedidos terem um leque de opções maior, são consequência dela.

Marussia de Andrade Guedes disse...

Um amigo, comentando sobre este assunto, sugeriu a matéria da revista Época desta semana ( A beleza no trabalho) . Fala sobre o que foi discutido aqui hoje. Vale a pena dar uma olhada!

yulia disse...

só a lola sabe como ninguém tirar um belo sarro desses perdedores....

elen mars disse...

ahahahhahahaha eles são hilários,nunca pensei q existesse homem tão idiota.
uma q eu li nesse blog tb é que para eles,a mulher escolhe o cara safado pq quer,pq tem vontade de sofrer.

mas se alguma mulher sacaneia,dá um pé na bundinha deles,eles n tem culpa alguma! pobres coitados...

e depois ainda dizem q somos nós q nos fazemos de vitimas.

Marilia disse...

Marussia, eu acho que mulheres também são machistas.

Pelo menos aqui neste blog a Lola nunca negou que as mulheres também são machistas.

Isso ficou claro em várias situações na mídia que as mulheres reproduzem umas ideias absurdas.
O caso Geisy Arruda é para mim um dos mais emblemáticos disso.
Mas acho que para essas mulheres falta conhecer mais. Porque isso é, muitas vezes, uma vida inteira de ideias de príncipes encantados ricos e lindos. Desfazer isso não é fácil.
Uma vez a Lola falou do homem baixinho, que é o oposto do príncipe encantado, sempre alto e belo.
Para mim, a discussão passa por aí: o machismo condiciona as mulheres a pensarem assim. E as mulheres e a homens reproduzem mais e mais machismo.

C. June disse...

Tenho 26 anos "apenas", mas nunca fui gostosa mesmo...

Quase me fudi. Ainda bem que sou lésbica! (Se bem que lésbica e feia são sinônimos, né não? Haha!)

Laurinha (Mulher modernex) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laurinha (Mulher modernex) disse...

Mas apesar de ter gostado dessa série de post sobre o mascus, porque são mesmo muito engraçados, vou concordar com o comentário de Aoi Ito.
Essa meia dúzia não é criadora de machismo nenhum e nem de nada, é apenas uma consequência e a maluquice é tanta que é difícil crer que façam mal pra alguém, além de si mesmos, com tanto ressentimento, tanta mágoa, tanta misoginia que provavelmente só é revelada diante de um computador.
Também gosto mais dos posts que tratam sobre coisas mais sérias, que atingem mais pessoas, afetam a vida das mulheres. O seu blog é muito bom pra dar ibope pra esse tipo de coisa. Talvez até acabe fazendo gente que não tem qualquer importância ou relevância, achar que tem.

Abçs

diegopfranco disse...

Os masculinistas, ou mascus, devem lhe incomondar com força. Sinceramente não vejo razão. Não são poucos os seus posts analisando-os, mas, pretensa ou ingenuamente, você não se alimenta da fonte que enseja o discurso que os orienta. Você é hábil para ridicularizar textos, não o conteúdo. Acredito que deveria ler e questionar Warren Farrel, o homem que esteve imerso no movimento feminista por anos e agora é autor de livros como The Myth of Male Power, ou Socrates Nolasco, expoente aqui no Brasil. Invalidar a retórica de alguns juvenis argumentadores evidencia o quão desinteressada está da discussão profunda e séria. Os seus pontos deveriam ser manifestos a partir da essência do que discorda e não de uma interpretação maldosamente explorada.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Ah, e sobre os comentários, acho que não dá pra pegar excessões como no caso dos muitos ricos e famosos e transformar em regra.
Homens muito velhos e muito ricos que tem a disposição um hárem de mulheres dispostas a ficar com eles só por dinheiro (enquanto fazem não sei o que com outros pelas costas) são minoria.
Na realidade que eu vejo não existe um Roberto Justus ou um Berlusconni em cada esquina, muito pelo contrário aliás. A maioria dos homens e das mulheres está longe dessa realidade.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Diego, se quer ver uma opinião feminista sobre Warren Farrel, tem um capítulo dedicado a ele no Backlash da Susan Faludi, que creio que a Lola já tenho lido.
É bem interessante.

Luísa Schenato disse...

Eu acho que essa história de dizer que mulher só gosta de dinheiro, coloca todas nós no mesmo patamar de algumas moças capazes de abrir mão da própria felicidade para ter um relacionamento com um homem, que normalmente não suportam, mas que pode "comprar" elas.
Acho que o que a Laurinha disse tudo, caras velhos muito ricos e cheios de mulheres jovens e lindas em volta, representam uma porção mínima da população masculina.
E no fim, faço minhas as palavras de uma grande amiga:
"Se é para vender o corpo, prefiro mil vezes ganhar dinheiro me prostituindo do que me passar por esposinha/namoradinha nos eventos da empresa de um velho rico e babaca".

Laetitia disse...

hahaha! queria que essas "coisas" (são pessoas) ouvissem as risadas de todo mundo na sua palestra hoje, multiplicadas, amplificadas em 100, mil vezes! quem sabe assim eles despencariam do mundinho de fantasia e tentariam começar a viver a realidade?

Laetitia disse...

*(são pessoas?)

Mesquita disse...

Adoro a ironia transbordando por todo o seu texto!!!

Abraços Lola!

carolpd disse...

"'A verdade, mesmo dura, deve ser dita. As mulheres não ligam muito pra beleza masculina, ou pelo menos abrem mão dela por outros interesses."


Fale por si mesmo, EU NUNCA trocaria um rapaz bonito e que fosse uma pessoa boa pra mim por um homem de 80 anos.

Raquel Dunn disse...

Sera mesmo q eh assim tao dificil entender q o q a Marussia escreveu apenas reflete as observacoes pessoais dela e q fazem parte do dia a dia dela, ambiente, cidade, etc e que nao, ela nao aprecia, compactua com o pensamento dessas pessoas?

Infelizmente, infelizmente mesmo, eu tenho q concordar e dizer q de um modo geral eh assim q eu vejo as coisas acontecendo. A minha parte ja estou fazendo: tenho uma filha pequena q crio e criarei, farei o meu melhor para q ela nao siga esses padroes.

Marussia de Andrade Guedes disse...

Obrigada Raquel. É isso aí mesmo qu.e você falou!

Daniela Rodrigues disse...

Acho que é preciso levar mais em consideração os fatores históricos e culturais. O que vemos, na realidade, pode estar sim muito próximo do relatado pela Marussia, mas qual a razão disso?

A questão é complexa, mas eu acredito que estamos vivendo um período de transição onde homens e mulheres estão diante do desafio de redefinir seus papéis na sociedade, e isso não ocorre de um dia para o outro. As mentalidades demoram muito a mudar, a despeito de qualquer progresso tecnológico.

Acho engraçado os homens acusarem as mulheres que (ainda) buscam segurança financeira nos relacionamentos, sendo que durante séculos e séculos a mulher foi educada exatamente para isso. Os próprios homens hoje satirizam o fato das mulheres terem conseguido seu lugar no mercado de trabalho, mas em contrapartida eles continuam isentos das tarefas domésticas e da responsabilidade pelo amor, pela harmonia do lar, pela educação dos filhos etc. Ao contrário, foi a mulher quem assumiu duplas, triplas jornadas de trabalho e hoje vive tentando ser se adaptar ao ideal de "mulher moderna", excelente mãe, profissional, esposa, dona-de-casa e, ainda por cima, linda e sedutora mesmo depois dos 40.

Eu entendo que, para muitos homens, mesmo os mais bem intencionados, seja difícil saber o que a mulher realmente deseja, como se comportar hoje em dia - ser sensível, mas não "banana"; oferecer segurança, mas não se apropriar do outro (neste caso, da outra); respeitar e estimular a autonomia da parceira mas não abandoná-la afetivamente, enfim, encontrar o equilíbrio nas relações. Acredito que esse processo transitório ainda vai levar um bom tempo, principalmente no Brasil onde as disparidades socioeconômicas são tão grandes. Neste momento, o que vejo é que as mulheres da periferia estão cada vez mais fortes, ousadas e independentes, e que o ideal de fazer um bom casamento ainda é tipicamente pequeno-burguês - tudo isso, claro, em linhas gerais e a partir do meu contexto social. De toda maneira, as mudanças generalizadas podem ser sentidas na pele por qualquer bom observador.

Fora isso, sobre os nossos queridos mascuzinhos, desses eu já vi aos montes. Eles poderiam estar no grupo dos homens bem intencionados que estão um tanto confusos com as inúmeras mudanças dos últimos anos e com os quais devemos dialogar, mas... como não contam com recursos cognitivos e emocionais que permitam lidar com situações de conflito eles se tornam esses seres bizarros (onde falta a palavra, entra a violência). Mas isso aí não dura muito não. Se apaixonam fácil (de preferência por quem os despreza) e logo ficam mansinhos, mansinhos... A rotatividade do grupo certamente é imensa e eles devem agradecer por ainda se fabricarem adolescentes cheios de espinhas e rebeldia desorientada para compor seus quadros.

Relicário disse...

Acredito que muitas mulheres são machistas, por terem sido educadas dessa forma, orientadas a procurar um bom partido e serem essencialmente lindas, apenas.
Assim como existe preconceito de raça, entre os negros, que se auto denominam piores que brancos, a questão é cultural.
Mas concordo em parte com a Marussia, me irrita muito uma mulher machista, pois quando uma mulher se vê como objeto, do ponto de vista dela todas nós deveríamos ser também, meros objetos, linda, magras e jovens para sempre.

Liana disse...

Esse estereótipo velho-rico-com-menininha-gostosinha é mais propaganda que realidade. Vemos esses casos por aí mas nem de longe são maioria, até por uma questão numérica. Mesmo entre os ricos, não acho que seja o caso, isso é só o que aparece mais.

Também acho interessante ver essa lógica de barClasseMédia predominando no discurso quando a realidade, inclusive para a classe média, não é bem assim. A maioria dos relacionamentos que vejo, independente de classe social, são bem nivelados.

Estereótipos muitas vezes são mais reflexo de uma idealização que uma representação prática.

Acho que os relacionamentos de mulheres mais velhas com homens mais novos são em número maior do que as pessoas pensam porque é algo que fica invisibilizado. Por não corresponder ao ideal, a sociedade prefere fingir que não existe. Eu mesma conheço várias, só que ninguém fala a respeito, só se tolera.

Parece também aquela coisa de dizer que mulheres não trabalhavam "antigamente". Ora, para muitos isso nem era uma opção. A maioria da população era/é pobre, se a mulher não complementasse a renda lavando roupa, fazendo faxina, vendendo bijuteria, ajudando o marido no trabalho dele ou qualquer coisa parecida, isso faria uma falta tremenda. Só que por ser algo feito por mulheres não era considerado trabalho, era uma bobagem qualquer que pingava um dinheirinho dentro de casa. Tendemos a ignorar aquilo que não nos interessa ver e que rivaliza com nossos preconceitos e limitações.

Vejo também essa raiva que algumas mulheres têm de outras mulheres, quando não é por um motivo é por outro. Antes era por "roubar o marido da outra", agora é por "também perpetuarem o machismo". A rivalidade só trocou de caminho mas continua chegando no mesmo lugar. Passei o olho nos comentários e não vi ninguém aqui dizendo que só homem faz isso, só mulher faz aquilo outro. Toda vez que falamos em machismo, ou criticamos a atitude de alguns homens, vem um bocado de mulher para dizer "homens são machistas mas mulheres podem ser ainda piores, mulheres também mentem, enganam..." Tá, isso é óbvio.

Eu acho que essas mulheres que reclamam tanto disso, no fundo parecem guardar ressentimento de não serem perfeitas como gostariam (ou de não serem as vítimas perfeitas, como quando uma mulher é estuprada, aí vem outra e fala "Mas ela estava de mini saia. é quase como se essa peça de roupa roubasse a chance da outra de se martirizar) e ficam esperando qualquer oportunidade para apontar defeito em outras mulheres. Parece auto flagelação e recalque disfarçada de racionalidade.

Marilia disse...

Rachel, não é difícil de entender e eu não falei em nenhum momento que não compreendo o que ela pensa. Disse que me espantei com a opinião dela.

E sinceramente eu acho que é querer demais que as mulheres, oprimidas durante séculos, ensinadas que a mulher não pode ser isso, não pode ser aquilo, tem de casar com um provedor, etc, subitamente deixe de ser assim, em menos de um século, e passe a ser de outra maneira.
O feminismo não vai surgir nessas mulheres por geração espontânea. Em algumas parece surgir, mas ainda acho que o contexto ajuda. Se desde pequena a menina convive em um ambiente machista e não conhece nenhuma outra realidade, quem garante que ela vai sequer saber que não é naturalmente assim? É social/culturalmente assim.

Não estou eximindo aqui nenhuma mulher bem-informada de sua responsabilidade. Longe de mim. Mulheres tbm são machistas e criam filhos machistas. Mas elas foram criadas em uma sociedade machista tbm.
É preciso quebrar esse ciclo. Daí não vai ser mais importante casar com um provedor, por exemplo. Nem casar, como muitas ainda acham que é importante. As meninas são ensinadas a sonhar com um casamento tradicional, com o príncipe encantado que é rico e forte.

Daniela, para mim você conseguiu dizer exatamente o que acontece.

olharsaturno disse...

HHHHHHHHHHHAAAAAAAAAAAAAHAHAAAHHHHAA
Ai, Lolita, só vc consegue me fazer rolar no chão com esse humor tão fino!!! Excelente! Divertido à beça.
Agora, com uma coisa tenho que concordar com os mascus: "tudo cai". Cai mesmo!!! E isso é uma excelente notícia! Porque pela "lei da compensação eterna", ou se preferirem, o princípio de incerteza de Heisenberg, meus queridos, a mente e sua perspicácia vão na direção contrária e só fazem aumentar, tornando a vida (de tod@s) e a convivência cada vez mais interessante!
Beijocas,
Olhar

bike disse...

Marilia :
"E sinceramente eu acho que é querer demais que as mulheres, oprimidas durante séculos, ensinadas que a mulher não pode ser isso, não pode ser aquilo, tem de casar com um provedor, etc, subitamente deixe de ser assim, em menos de um século, e passe a ser de outra maneira."

Voce pensa assim mesmo ?

E pra vc será que é difícil de pensar tb que :

Homens que foram criados e educados por tantos séculos a serem os "mascus" de hoje , não se tranformariam num piscar de olhos em seres( perfeitinhos ) , só porque as "feminazi" querem ?

Quem educou os mascus de hj ?

tenha a santa paciencia !!!

Nessita! disse...

Putz, passei da validade. Sou produto vencido. Damn!

yulia disse...

babike...

pai também educa viu?

Marilia disse...

Sr. "bike", não discuto com quem usa termos como "feminazi". Passar bem.

bike disse...

Mascu pode ?! e feminazi não ?

ahhhhh já entendi ... passe bem tb sra Marinazi

Yulia , pai tb educa ??? kkkkk
mais por favor!! poe um pouqinho mais de conteúdo filha !

Calíope disse...

Oh não!!! Eu tenho apenas mais 13 anos de vida!? Eu tenho mais anos perdidos do que anos por viver! E agora? Como foi que deixei todos os hero-mascus, esses magníficos espécimes da Raça Humana, passarem assim desapercebidos??? Toda uma conduta que até então eu julguei correta estava, esse tempo todo, me levando ao fundo do poço, do poço, do poço, do poço (à la Caio F. Abreu)?! Droga! Como faz para recuperar meu tempo perdido à essa altura do campeonato?

Minhas últimas esperanças, Lola.. Elas estão todas aqui depositadas, junto dos mais profundos e sinceros agradecimentos pelo alerta. Espero que os hero-mascus (verdadeiros Herois da nossa atividade sexual) que leem o seu blog se disponham à boa ação de oferecerem-se como partidos imperdíveis a uma pobre à beira da morte como eu, para que eu não tenha que atacá-los nas ruas escuras daqui a 13 anos...

Mente Hiperativa disse...

VC é Hiléria, Adorei teu sarcasmo.

XaviereFlo disse...

excelente!!! ja passei dos trinta e juro, fiquei horrorosa do dia para a noite!

Salomão Valadão disse...

Olá, mulherada que há muito passou dos 30... Adoro as mais maduras! Sou um reciclador de mulheres! Hahahaha! E-mails serão todos bem-vindos e respondidos! salomaovaladao@gmail.com - e Lola, quanto ódio no coração! Respira fundo e conta até 30!

n disse...

Lolinha, só uma coisinha: acho que a palavra certa eh "fisiculturista", e não fisioculturista, porque se refere a pessoas que cultuam o físico, o corpo, por meio da musculação.

ah, e adoro o seu blog!!! :D

bjinhos

Bia B

Cecy disse...

Lola, adorei o seu post. Como sempre ele me fez pensar muito. Assim como a maioria dos seus textos, não sei já mencionei que sou professora de história e já usei muito do que você escreve nas minhas aulas.

O post atual me marcou muito, eu explico: fiz trinta anos esse ano e acabei de me separar.Saí de um relacionamento de 10 anos, sendo que só dois de casada.
O engraçado é que eu não fui uma noiva deslumbrada e feliz. Eu estava apreensiva, e me casei numa de pagar pra ver. Obvio que não fiquei feliz.
Com um ano de casada eu começei a ficar doente, eram dores inexplicaveis, gastrite, enxaqueca, e tudo logo virou depressão, como eu não verbalizava meu corpo falava por mim.
Tentei conversar com o marido, mas era como se falássemos linguas diferentes.A fala dele era que ele "fazia de tudo por mim". Então se ele fazia de tudo o problema era meu, não é mesmo?Eu era a maluca insatisfeita, incapaz de ser a MULHER que ele queria.
Mesmo assim não queria admitir a separação. Separar pra mim era derrota.Ainda mais aos trinta, eu tinha sido uma boa menina, merecia um "bom casamento".
Lembro de que um vez ouvi uma conversa de uma mulher para outra: Fulana é uma péssima mulher ela não conseguiu nem segurar o marido em casa.
Aquilo me calou fundo. Como assim? Um casal fica junto pra ser feliz, é um acordo,e não uma obrigação da mulher.
Se a mulher não segura o marido ela é menos?
O pior é que sou uma pessoa crítica, formada em história, fiz mestrado cedo, etc. Como eu podia ser tão "burra" e cega e ter tanto medo de tomar essa decisão. Continuei sofrendo só. A solidão a dois é terrível...

Embora tenha tido todo o apoio da minha família eu não conseguia me mexer, fui pra terapia e depois desse tempo finalmente consegui perceber: eu não fazia nada porque acreditava que minha vida não teria mais sentido, que recomeçar depois dos trinta seria uma derrota, seria impossível.
Vivi como uma mulher do tempo da minha avó( mulher essa que sempre foi meu exemplo, se formou em medicina e se divorciou cedo), na filosofia do "ruim com ele pior sem ele". Como o medo da sociedade me paralisei.
Finalmente consegui, mas saí com ele me culpando, sem me entender. Tudo bem, certas "derrotas" são melhores, afinal, discutir com machistas é perda de tempo, como você bem sabe.
Obrigado pelo post, ele caiu como uma luva pra mim.
Gostaria que você soubesse que o que você escreve me deu forças pra escolher o melhor pra mim. Mudei muito na minhas maneiras de "ver" o mundo.

Erres Errantes disse...

Monica Belucci já tem 46 anos? Puxa, não parece... Ela é lindíssima.

Erres Errantes disse...

Mas, falando sobre o post, eu também tenho pensado muito nisso, Lola, no quanto as mulheres que passaram dos 30 já não tem serventia nenhuma à sociedade. O irônico é que essa era para a ser a melhor fase de nossas vida, porque, pelo menos teoricamente, nossa vida já está mais estável em todos os sentidos: já estudamos, engatamos uma carreira, estamso seguras sobre o que somos e o que queremos. Eu, pelo menos, me sinto assim. Tenho 25 anos e não me troco por quando eu tinha 18, mas não me troco mesmo. O processo de amadurecimento por que passei não tem preço. E, ao contrário do que dizem os mascus, à medida que for passando o tempo, a tendência é melhorar.
Abraço,
Rosa.

Gerliani disse...

Ha, Ha, Ha
Então aí é que nascemos para a vida eterna!

Leandro Correia disse...

Quanto absurdo escrito aqui ...

"Mulheres são seletivas..."

"Mulheres ficam de mimimi pra fazer sexo ..."

Todo mundo é "seletivo" na hora de fazer sexo, porque diabos alguém teria obrigação de fazer sexo com qualquer um - cada um busca o tipo que te atrai.

Existem homens que não gostam de sexo, como existem mulheres que são doidas por sexo.

Thata disse...

É isso aí, Leandro, cada um escolhe o que quer, segundo suas preferências, oras!
E tem muito homem que tem gogó ("discurso") de sobra, e na prática nada... Quer dizer, não seria problema se ele não tentasse falar que faz o que não faz.

Bom, Lola, seu post é engraçadíssimo.

Tem um comentário dizendo que esse post é leve comparado ao que escrevem nos blogs mascunazis.
Esses caras são muito mal resolvidos, muito ressentidos. Precisam de tratamento de choque.

Felipe disse...

Mas lola, o que os masculinistas apregoam é tão somente que nós, homens, sejamos tão independentes de vocês mulheres quanto vocês se tornaram de nós, desde o feminismo.
As mulheres hoje em dia gostam de abrir a boca para dizer que não precisam de homem para nada (vai me desmentir mesmo?). Então nada mais justo do que do mesmo jeito que vocês não precisam mais do marido, chamam um encanador para consertar a pia, nós também não precisamos mais de esposa (eu tenho esposa e preciso dela em meu coração), ligamos para uma garota de programa, para consertar nosso "encanamento".
Muitos masculinistas berram "morram feministas"... eu digo "eu também não preciso de vocês para NADA".
Eu não morrerei nem matarei ninguém se minha mulher for embora, e se todos os homens dessem ouvidos aos masculinistas, ninguém estupraria ninguém em rua escura nenhuma.
O estupro não é sobre sexo, e sim sobre ódio.
Essa história de que masculinista não respeita mulher não é a expressão da verdade, masculinista não respeita vadia, mas ofende a mãe de um para ver no que dá.
Os masculinistas querem sim, donas de casa que os esperem cheirosas, mas nós CONDENAMOS a pulada de cerca. Seja só de sua esposa, esse é um dos parâmetros de honradez dos masculinistas.
Nós LAMENTAMOS que cada vez mais mulheres não se respeitem, comportando-se como vagabundas, mas muitas moças de hoje já se negam a se misturar com cafajestes e vadias em ambientes sem respeito.
Do meu ponto de vista, o masculinismo é uma resposta ao feminismo, e, devido ao politicamente correto ser mesmo um saco, muitos de nós são rudes e mal educados, mas o movimento vai amadurecer, e não vai demorar, não haverá mais essas disputas de baixo nível.

ABAIXO O ÓDIO.

RodrigoAl disse...

Acho que vida da mulher não acaba aos 30, mas começa a decadência, afinal todos os seres humanos envelhecem. Mulheres perdem 90% dos ovulos ao completarem 30 anos, e lógico que suas chances de terem filhos diminuem a cada ano, isso é baseado em estudos cientificos. E a própria natureza do homem preferir as mais novas, se isso não fosse verdade não veriamos os tiozões casando com ninfetas e sim com mulheres mais novas.
Agora comparar atrizes de Hollywood, que possuem milhões para gastar com os melhores medicamentos e cirurgias esteticas com simples mortais que conseguem comprar somente cremes da Avon é forçar muito a barra.
Mas fora isso, muito engraçado seu texto

LisAnaHD disse...

o que esses homens 9os tais mascus) ignoram é que pra Honoré de Balzac a mulher na casa dos 30 era a melhor parceira em todos os aspectos... a balzaquiana era a mulher pra homem nenhum botar defeito...

4444 disse...

citou varias mulher famosas,agora mulheres comuns e pobres feito voce e as leitoras desse blog a realidade é outra,a vida acaba bem antes dos 30, gordas,pobres e feias

Anônimo disse...

4444

E com os homens não ocorre o mesmo?

Anônimo disse...

Você usa o mesmo valor deles quando apoia o seu argumento em mulheres famosas, ricas, bem-sucedidas, poderosas e mais velhas. Quer dizer, você usa para as mulheres o mesmo valor masculino. E essa parte não deu a entender que se tratava de uma irônia, mas de uma forma de exemplificar que as mulheres "também podem" fazer como eles. Neste "também podemos" é que se encontra toda a fraqueza do feminismo, porque é justamente fazer uso de argumentos típico da parcela dominante.

Anônimo disse...

Eu sou um cara jovem, e ao contrário da grand emaioria, EU PREFIRO SIM MULHERES MAIS VELHAS QUE EU! Por diversos motivos....., o problema é que, AS MULHERES MAIS VELHAS NÃO QUEREM HOMENS MAIS NOVOS, eles só querem saber do cara mais VELHO, às vezes, têm preferência inclusive por um velho do barrigão de chopp pq ele parece "mais rico e mais experiente", ESSA COISA DO MACHISMO NÃO É CULPA SÓ DO HOMEM NÃO! Eu pessoalemnte gostaria de ter uma mulher até uns 5 anos mais velha q eu eu aceitaria...., mais infelizmente as mulheres de 30 buscam cara de 80 "maior experiência, sabe tratar uma mulher e etc". Isso TAMBÉM EXISTE! E EM LARGA ESCALA INFELISMENTE....