terça-feira, 6 de abril de 2021

RELIGIOSOS LOUCOS PRA LEVAR MAIS ALMAS AO SUPREMO

No meio da Páscoa e no pior momento da pandemia do Brasil (quase 67 mil brasileiros morreram de covid só em março!), o sinistro do STF Kassio Nunes Marques, escolhido a dedo pelo pior presidente de todos os tempos, resolveu considerar cultos e missas presenciais atividades essenciais

Assim, as igrejas e templos podem abrir as portas e funcionar em todo o país. Estão livres para juntar muitas almas, contaminar e matar fiéis. Fiéis que provavelmente, antes de se encontrarem mais cedo com o Criador, infectarão mais gente. Inclusive gente que acha que, por Deus ser onipresente, ele pode ser contatado em qualquer lugar, não só numa igreja. 

Mas não há consenso sobre esta decisão irresponsável e negacionista. Outro ministro do STF, Gilmar Mendes, confirmou veto a cultos e São Paulo. O tema será discutido no Supremo amanhã. 

Só pra efeito de comparação: enquanto padres e pastores insistem em aglomerar fiéis para não perder o dízimo, outro grupo que lucra divinamente com a ausência do Estado, as facções criminosas decidiram proibir bailes. Segundo as facções, o "momento é delicado. Não haverá nenhum tipo de evento na nossa comunidade para evitar a disseminação do vírus e proteger a todos".

Publico parte da thread que a Comuna de Saia escreveu no seu Twitter. 

Por que vocês acham que pastores evangélicos participaram da foto com Bolsonaro no dia em que ele convocou jejum e oração? 

E por que logo depois as igrejas foram autorizadas pelo ministro indicado por Bolsonaro a retomarem as atividades presenciais?

A autorização para a retomada das atividades religiosas pelo ministro indicado por Bolsonaro só prova o parasitismo sacerdotal e mostra como a religião sustenta o capitalismo. 

Por que liberar a realização de cultos religiosos para "ouvir a palavra" do Senhor presencialmente, sendo que os cultos podem ser realizados e transmitidos pelas mesmas ferramentas que são usadas nas aulas à distância? Por que Deus deve ser ouvido dentro do templo?

Alguém já assistiu a um culto? Já viu como lá as pessoas parecem seduzidas? É porque elas são mesmo. Em um culto, o sujeito é envolvido pela palavra do pastor. Nesse momento de fé, a pessoa sente a magia que acontece e realmente acredita nessa força sentida. 

É bem neste momento eles passam a recolher as ofertas, normalmente dinheiro ou bens. Lembram da história do helicóptero do Malafaia cheio de dinheiro? Acontece que à distância a magia não é a mesma.

O indivíduo está sozinho e não tem como o colega, que estaria ao lado dele na igreja, ver quanto ele está ofertando; não vai poder disputar quem é o melhor e mais merecedor das graças de Deus com o outro, oferecendo mais que o colega. O dízimo não é ofertado, a arrecadação diminui.

E quem deixa de ganhar? Quem estaria tão interessado em pressionar o STF para a retomada das atividades presenciais religiosas? Por que a igreja precisa de tanto dinheiro? 

Como este dinheiro está retornando em benefício para a sociedade? Este dinheiro não retorna. Igreja não paga IPTU e tem dívidas perdoadas pelo governo. Qual o destino do dízimo? Pagar o pastor? Ou continuar a obra de Jesus, que foi sempre a de ajudar e compartilhar com o seu irmão? 

Não se enganem: a igreja, sobretudo a evangélica, está alinhada com o poder de alienação da população. E o governo está alinhado com ela para o mesmo fim.

Povo alienado se conforma. E conformado vira escravo e não reclama.

19 comentários:

titia disse...

"Se os evangélicos entrarem na política, o Brasil irá para o fundo do poço, o país retrocederá vergonhosamente e matarão em nome de Deus" - Leonel Brizola.

Não precisou nem ser uma profecia, bastou uma observação feita por alguém inteligente e que acertou em cheio. Esses picaretas tem que ser corridos da política no pau ou chegaremos a um milhão de mortos, talvez passemos esse número. Com fascista não se debate, em facista se bate.

Alan Alriga disse...

Pastores que eram pra proteger o seu rebanho, o estão matando com a doença, enquanto traficantes que deviam estar matando pessoas, estão tomando medidas para proteger pessoas.

Bem vindo ao Brasil, regras, não existem regras.

Robson Otto Aguiar disse...

Eu sou ateu, mas estou louco pra ver vc morrendo.

#forçacovid.

avasconsil disse...

Eles querem tanto as igrejas abertas porque doações por pix ou outras transferências não podem ser escondidas da receita federal. Esse dinheiro não é tributado. Mas com o estado conhecendo quanto cada igreja recebe em doações, elas não têm como funcionar como lavanderia de dinheiro sujo, como o do tráfico de drogas e o da corrupção dos políticos, por exemplo. Com certeza muita igreja recebe comissão de traficantes, políticos corruptos, e de traficantes políticos corruptos, pra lavar dinheiro ilícito. A lavanderia só pode funcionar com as igrejas abertas, que é pra o dinheiro lavado ser confundido com o dinheiro das doações anônimas, que só eles de dentro das igrejas sabem exatamente quanto é. Por isso não apenas os pastores querem tanto a abertura das igrejas. Todo tipo de gente que as usa como lavanderia também quer que elas abram livremente. Os pastores estão deixando de ganhar suas comissões na lavagem dos dinheiros sujos, e quem tem dinheiros sujos pra lavar também estão perdendo dinheiro. O dinheiro lavado gera mais dinheiro em vários outros negócios, pondo pra andar a economia das coisas lícitas e das ilícitas também. Os banqueiros e fundos de investimentos, por exemplo. Estão recebendo menos dinheiro lavado pra investir e reinvestir. Enfim, tem muita gente perdendo grana com essa história de fechar igreja pra poupar a vida dos fiéis. Todo mundo vai morrer mesmo um dia. Então por que interromper tantos ganhos pra evitar mortes, no final das contas, inevitáveis? Sejamos práticos. O Brasil não pode parar por causa de um vírus.

avasconsil disse...

Em nome do Deus (Bezerro de Ouro):


https://csalignac.jusbrasil.com.br/noticias/357011526/templos-religiosos-sao-o-melhor-lugar-para-se-lavar-dinheiro-no-brasil


https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/08/investigacoes-sobre-lavagem-de-dinheiro-por-lideres-religiosos-emperram-em-varios-paises.shtml


https://apublica.org/2020/08/como-o-crime-organizado-tem-explorado-beneficios-concedidos-a-igrejas-para-operar-seus-negocios-ilegais/


https://www.ipld.com.br/editorial/tipologia-a-lavagem-de-dinheiro-ligada-a-organizacoes-religiosas/

avasconsil disse...

Ir de encontro a essa máfia ou máfias que usam a religião é dificílimo. Tem muito evangélico no MP, no judiciário, nas polícias... E pra ir fundo nessas investigações e nos processos, o estado teria que oferecer uma proteção fortíssima à vida dos envolvidos nelas/neles e familiares. Logo o estado, que mais parece um queijo suíço. Uma coisa aerada, esboroável. Muita coisa não é feita por causa da contaminação ideológica ou do medo. Pra um evangélico talvez seja difícil admitir que essas coisas acontecem na igreja que ele frequente. E pra quem não é evangélico, há o medo de mexer com essa parte podre da religião. Do mesmo jeito que quem ganha com esse estado de coisas não está nem aí que os fiéis morram de covid ou espalhem o vírus, com certeza não hesita em matar quem tente atrapalhá-los. Passam por cima do cadáver mesmo. E impunemente. Até hoje quem mandou matar e quem matou Marielle Franco estão aí soltos e fagueiros. Vivemos num país difícil. Muito complicado.

avasconsil disse...

Com certeza o Bozo tem o apoio de todo mundo que lucra com o uso das igrejas como lavanderias.
Eu chego numa igreja dessa com uma ruma de dinheiro do tráfico de drogas, e transformo esse dinheiro em material de construção, por exemplo. Entrego a grana pro pastor, e ele banca minhas casas pra eu alugar, como se fosse obra da igreja. Imóveis que eu ponho no nome de laranjas, como os Queiroz da vida.
Ou eu sou político e quero usar um dinheiro sujo pra distribuir cesta básica pros meus eleitores.
Chego lá pro pastor, pago, e por uma comissão, ele trabalha pra mim, distribuindo as cestas e me ajudando a me reeleger.
A criatividade permite 1001 negociações e ainda sobram umas 3000.
Depois é só o pastor dizer que esses dinheiros todos foram doações dos fiéis. Pra dar certo não se pode saber quanto dinheiro os fiéis doaram. E pra haver esse "sigilo", só as igrejas estando abertas. Aí eu digo ou não digo o que eu quiser. De acordo com a minha conveniência. Funciona assim. E por isso querem tanto as igrejas abertas. Não é porque os templos são uma padaria espiritual. É porque são uma lavanderia. E não é de roupa.

avasconsil disse...

Ô coisa boa vai ser quando Maldanado te chamar. A morte também é ateia. E ela pode tá te querendo. Não necessariamente de covid. Morrer é fácil. Mais fácil do que você imagina. Quando o Tinhoso te chamar, e se Deus quiser tá perto, tu vai se embora. Vai limpar privada na Mansão do Diabo. Amém.

Anônimo disse...

Avasconsil

Os pastores usurários de igrejas neopentec caça niqueis também estão envolvidos em adoções ilegais(como aconteceu em Portugal com a IURD e o Pedir + cedo fez de tudo para abafar o caso e não chegar ao conhecimento dos brasileiros) , abuso sexuais, assassinatos para silenciar vítimas (caso Lucas Vargas Terra) , prostituição infantil, tráfico e exploração sexual de menores, não duvido, mas ainda tráfico de órgãos (negócio tão lucrativo como o de drogas, mas arriscado ).

Anônimo disse...

Titia

Pastores usurários e fanáticos religiosos são um perigo e no Brasil estão sob uma bomba relógio prestes a explodir, são pessoas violentas, perigosas, basta ler comentários virulentos e odiosos nas mídias sociais de pastores que curtem o dízimo adoidado como Maracutaia, etc.

Anônimo disse...

https://naufrago-da-utopia.blogspot.com/2021/04/terao-os-evangelicos-se-tornado-piores.html

Anônimo disse...

Bostson volta para o vaso sanitário ou esgoto diarréia. Homem mal resolvido sexualmente ou broxa é isso aí, está morto muito antes de ir a óbito.

Alan Alriga disse...

Criança tacou fogo na própria casa por causa de jogo de celular
Link: https://youtu.be/UcrQjUBcj2E

Rafael disse...

Grande parte desse poder evangélico vem da condescedência com a religião, sempre colocada como algo digno de respeito, quando na verdade é uma forma de fazer as pessoas sustentarem os vagabundos que a lideram, assim eles ficam livres para cometer todo tipo de atrocidade e crime, pq né? Religião tem que respeitar, e nessa surgem não só os pastores pilantras, os padres pedófilos, mas charaltões do naipe de João de Deus e Chcio Xavier.

Cão do Mato disse...

Chico Xavier charlatão? Intolerante disfarçado de progressista identificado.

titia disse...

11:06 é exatamente isso que eles são. Um atraso e um perigo para toda a sociedade, gente que tem licença social e jurídica para cometer crimes e saírem impunes.

avasconsil disse...

Se for pelo raciocínio desta criatura é melhor a humanidade ser extinta. Muito mal já se fez em nome de religião. Mas não é por causa das explosões nucleares em Hiroshima e Nagasaki que a ciência deve ser abominada e eliminada. Existem pessoas sérias e pilantras em toda atividade humana. Claro que há pastores evangélicos decentes. Assim como há picaretas na medicina e no espiritismo. Chico Xavier não foi um picareta. Se quisesse teria morrido riquíssimo. Mas morreu pobre. Inegavelmente fez muita caridade. Mas tem quem veja perversão até em Madre Tereresa de Calcutá. O engraçado é que quem enxerga dessa forma não faz pelos outros 1/100 do que essas outras pessoas já fizeram. Geralmente os detratores das pessoas mais caridosas são as mais egoístas e danosas que existem. Só espalham bulha e fel por onde andam. Perto delas não cresce nada de bom. Não ajudam a ninguém. Com frequência são do tipo venha a nós tudo, a vosso reino nada.

Alan Alriga disse...

Titia dá uma olhada no showzinho que esses pastores fazem, pra poder arrancar dinheiro do povo

https://youtu.be/ZNNdJXs2ocs

titia disse...

Alan Alriga não consegui assistir nem um minuto inteiro. Se vergonha alheia matasse, eu estaria assombrando esse blog agora...