sábado, 24 de dezembro de 2011

COMO SE DIZ FELIZ NATAL EM FINLANDÊS

Natal é amor: dois papais noeis se beijam no Stephen Colbert

Olá, pessoas incríveis! Não sou religiosa, mas não me importo que me desejem Feliz Natal. Natal não significa muito pra mim. Penso que é importante quando a gente é criança, ou quando a gente tem filhos, pelo aspecto de ganhar presentes mesmo. Eu, como alguém não consumista, raramente dou presentes. Maridão e eu nunca nos presenteamos, nem nos nossos aniversários (salvo uma ou outra surpresinha, tipo assinatura da Caros Amigos, se bem que isso foi no ano passado). Pra minha mãe eu prefiro dar dinheiro. Aliás, mil vezes dar e receber dinheiro, porque dinheiro é a pessoa que decide o que fazer, o que comprar, se comprar, quanto poupar. Desculpe se não contribuo com você, capitalismo.
Natal traz aquela melancolia que é a da felicidade forçada. Imagino que é por isso que tanta gente detesta. Se você está só, se você tem um probleminha na sua vida (e quem não tem?), parece que pronto: melou o natal. Como eu já desisti do ideal de perfeição faz algumas décadas, aprendi a gostar de natal. Virou dia de comer o que quiser, e sem culpa. Claro que “o que quiser” é muito limitado pra uma pessoa com a minha criatividade -- é sempre uma bela torta de frango e Sacher Torte, o bolo com mais chocolate por metro quadrado, ambos feitos pela minha mãe. Como se essa comilança não fosse já uma orgia, ano passado ela incluiu uma mesa de frios e uma cesta de frutas. Pra três pessoas (ela, eu, maridão).
Pior que natal, só escrever sobre natal. Então, vejamos: no natal passado eu estava um pouco revoltada com a minha casa porque, depois de uma grande reforma em abril, o piso da sala levantou em dezembro. A gente adiou até fazer outra reforma (só em outubro), e agora a casa está tinindo. Estou adorando a casa de novo (ainda mais depois da dedetização. Recomendo!).
Ok, e acabou oficialmente o que mais eu poderia falar sobre natal. Oh zeus, esta é a quarta vez que preciso falar desse ritual desde que comecei o blog! Talvez alguns dos meus posts de natais passados sejam mais interessante. Neste dou receitas de como fazer queijos (quem poderia imaginar que eu cozinho?). Neste falo de filmes não exatamente de natal, mas que tem cenas natalinas. Neste comparo natais passados. Este continua atual, porque, por incrível que pareça, todo natal algum reaça americano diz que, tadinho, vive numa ditadura gayzista/feminazi em que não pode comemorar sua festa cristã (aqui a propaganda do candidato republicano a presidente, Rick Perry, ironicamente vestindo o mesmo casaco de Brokeback Mountain! E aqui a resposta do grande Stephen Colbert. Aqui um dos meus símbolos sexuais, Jon Stewart, se divertindo pacas com Rick. Ridicularizar esse pessoal é definitivamente o melhor caminho. Isso que eu tento fazer, e continuarei fazendo, com os mascus e demais reaças).
Gostaria também de fazer algo assim, como uma lista das canções de natal mais sexistas (ou elitistas). Mas mal conheço canções de natal. E também prefiro coisas mais divertidas.
Deixo as resoluções de ano novo prum post na semana que vem. Por enquanto, aproveito pra desejar a tod@s um ótimo natal, com muita comida boa. Principalmente a você, Niemi. Uma das comentaristas mais queridas e perspicazes do bloguinho está se recuperando de um quase-câncer (um cisto no intestino, tumor benigno, mas precisa de quimio) e vai passar o natal e o ano novo no hospital. Felizmente, cercada da família. Ni, lindona, fique boa logo. Hyvää joulua! (feliz natal em finlandês. A Ni é uma finlandesa aqui no Brasil há anos).

53 comentários:

Bruno Hoffmann disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Hoffmann disse...

Detalhe: além de tudo, Assis Valente era gay, o que lhe oprimia ainda mais. Seu fim foi o suicídio.

Blanca disse...

Natal é só amanhã, Lolinha. Pelo menos pra mim. Nnca entendi o povão comemorar natal dia 24, pra mim é dia 25 e pronto. xD

Melhoras, Ni! Queremos você boa de novo, melhor finlandesa da internetz! HAUAHA <3

Feliz véspera de Natal, Lola e comentaristas. :B

Dri Caldeira disse...

Eu acho que Natal é um estado de espírito, uma necessidade de saber que aqueles que amamos estão bem, com saúde e satisfeitos com a vida que levam. Assim sendo, pra mim todo dia é Natal. Desejo um Feliz Natal a todos e todas que escrevem no blog, menos aos trolls, quero que vcs desapareçam da face da Terra. E pra Lola, ah, cara, o que eu posso desejar pra uma pessoa como vc? Mais luz? Mais sabedoria? Mais temperança? Já sei, desejo mais tempo pra vc. Pra gente poder aproveitar bastante de vc!! Um grande beijo!!

Bruno Hoffmann disse...

(apaguei meu comentário sem querer)
Acho que o melhor símbolo dessa opressão natalina no que diz respeito à felicidade é a música Boas Festas, de Assis Valente. Ele tava sozinho e deprimido na noite de Natal e fez a música em poucos minutos, com um final foda, ao se dar conta que "felicidade é brinquedo que não tem". Escrevi sobre ele. http://www.euqueroumsamba.blogspot.com

Homem Cinza disse...

Lola, acho que você deveria se desobrigar de falar do natal ano que vem.

lola aronovich disse...

Parabéns, trolls, por deixarem os piores comentários que já li neste blog. Pena que ninguém mais os viu, porque eu deleto na hora. Mas vem cá: é muito ódio no coração, hein? Suas mães sabem que vcs passam o dia xingando, trollando, floodando, desejando a morte de pessoas em hospitais, etc etc etc? Sério mesmo, o que vcs acham que suas mães e, talvez, outras pessoas que convivem com vcs (deve existir mais alguém) pensariam de vcs se soubessem desse “passatempo”? Considerariam vcs doentes? Ficariam com pena? Se perguntariam “Onde foi que eu errei?”. Porque, sério, não tem a menor chance de mães se orgulharem de psicopatas. Mãe até perdoa, porque mãe é mãe, mas nunca vão se orgulhar. E esses comentários de ódio todos até no natal, época em que o espírito natalino poderia tocar alguns corações... Bom, só não quero que vcs morram porque hoje (ou amanhã) é natal. Mas que tal se vcs desaparecessem da face da Terra? Seria um mundo melhor.


Dri, vc quer me dar o melhor presente que alguém pode receber: TEMPO! Tempo é melhor que tudo! Ah, como eu gostaria que meu dia tivesse 30 horas... Aliás, que eu vivesse 150 anos com plena saúde... Muito obrigada pelo presente! Valeu a intenção.

Andrea disse...

Hyvää joulua niemi, ja kaikki hyvää sulle! Paranee pian! Leio sempre o blog da lola e seu nome sempre me intrigou, moro na finlandia ha 14 anos ��

Lord Anderson disse...

Não comemoro o Natal, mas ja passei por muito isso de felicidade forçada, hoje felizmente ja desencanei disso então o caso é aproveitar.

Meus desejos e torcidas de melhoras para a Niemi.

[.ingrid.] disse...

Lola, por piedade!!

O que é "Cremor de tártaro"????

PRECISO fazer esse bolo lindo e maravilhoso, mas não sei o que é esse ingrediente...

Beijos ;3

Caroline Cardoso disse...

Feliz natal a todos e todas que frequentam este blog e especialmente pra você e sua família, Lola.

Pra mim, natal tem gosto de família, de afeto e de confraternização.

Abraços natalinos a todos e todas :D

lola aronovich disse...

Ingrid, boa pergunta! Não sei o que é cremor de tártaro, até porque nunca tentei fazer o Sacher Torte. Mas sei que um monte de gente faz essa pergunta. E ninguém encontra o tal ingrediente mesmo. De todo modo, várias leitoras fizeram o Sacher (algumas até mandaram fotos!), a maior parte sem o cremor de tártaro, e ficou ótimo de qualquer jeito, segundo elas. Acho que até minha mãe, tradicionalista até o fim no que se refere a receitas, já aboliu o ingrediente. Não se preocupe. Coloquei uma anotaçãozinho lá no post sobre o Sacher.


Gente, obrigada por tudo! Estou pasma mesmo com essa gafe fenomenal do Rick Perry. Eu ainda não tinha visto! Imagina só vc num debate com todos os outros candidatos do seu partido dizendo que, se eleito, vai acabar com três agências governamentais: Educação, Comércio, e... e... Ahn, qual era mesmo a outra? E aí o candidato ao seu lado, o Ron Paul, tirando o maior sarro, primeiro diz que são CINCO agências, e em seguida oferece uma terceira alternativa pro Rick, que ele prontamente aceita... Olha, acho que nunca vi o Jon Stewart se divertindo tanto. Como ele disse, comediantes VIVEM pra momentos como esse. Mas o que eu quero saber é: será que essa gafe incrível acaba com as chances do Rick de ser candidato republicano a presidente?

Ginger disse...

XD Feliz Natal Lola! Pra vc e toda sua familia, e para todas comentaristas do blog tb!

E ha, torcendo muito pra Niemi ficar boa! *energias positivas*

Se papai noel existisse msm eu pediria para ele levar todos os trolls embora no saco dele e jogá-los num rio bem gelado! kkk

Sei que é feio desejar mal as pessoas, mas troll não é gente! Não como a gente :)

\o/

Pandora disse...

Vc tem um humor impagavel Lola! Feliz Natal!

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Natal...
A gente se reúne com todos os parentes, inclusive aqueles que a gente na realidade nem gosta muito ou que nem se dá tão bem, fica correndo pra lá e pra cá gastando dinheiro com presentes e ceia em lojas lotadas como se o mundo fosse acabar, ouve musiquinhas horríveis e cansativas o mês inteiro, enfim...
Não gosto de Natal. Gosto de feriado, mas esse ano o feriado caiu no domingo, então...
Feliz Natal pra todos! rs

Verônica disse...

Feliz natal Lolita, você e seu blog são um presente de natal para as mulheres (e os homens que pensam). <3 Merece o melhor, tenha um dia maravilhoso.

A.H.B. disse...

Hey, falando de Natal e comidas gostosas, ante-ontem eu e meu companheiro fizemos uns mini-rocamboles de açúcar mascavo e canela. :P
Posso postar aqui a receita?
-
@Lola: Boas Festas! Espero que o blog continue sempre firme e forte! :D

A.H.B. disse...

Ah, música da Finlândia, em homenagem a Niemi (espero que ela volte logo!): http://www.youtube.com/watch?v=rttmL0soLKM

Flávio Brito™ disse...

Feliz Natal!
Zeus te abençõe!!!

lola aronovich disse...

Claro que pode colocar a receita do rocambole aqui, AHB! Pessoalmente só gosto de coisas de chocolate, mas... não é todo mundo que tem o meu bom gosto! (ha ha, não resisti! Acredita que amig@s disseram que meu gosto é infantil por eu só gostar de chocolate? Humpf! Eu gosto de pudim de leite. E de muitas coisas com café).


Mudei de ideia sobre os trolls: morram. Gente que vem xingar alguém no hospital não merece nenhuma compaixão. As diferenças, Arnold, entre eu e vc são inúmeras. Nem sei quais as semelhanças, pra falar a verdade. Nós dois temos dois olhos? (falo por mim). Mas eu luto por direitos, por tolerância, por igualdade. Vc não luta por nada. Luta contra quem luta por tolerância. É troll. E vc sabe que é. Veja quem persegue quem. Se vc e seus outros amiguinhos trolls não aparecessem aqui, eu nem saberia que vcs existem. Se vcs desaparecessem, eu me esqueceria de vcs na semana seguinte. Mas vcs nunca vão se esquecer de mim, deste blog, das comentaristas... E vcs não têm outra coisa pra fazer além de tentar nos atazanar. E não são bem sucedidos, porque eu deleto sem dó. Minha tolerância com trolls acabou este ano. Vcs não trazem nada de bom pra humanidade. O que vcs defendem não é liberdade de expressão. É liberdade de destruição. E isso uma civilização sadia jamais vai permitir a vcs.

Gabriele Albuquerque Silva disse...

O espírito natalino, para mim pode ser resumido como... COMER COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ! \o/ Hehehe... Gosto das festas de Natal, de encontrar família, etc, etc.

Esse Rick Perry é muito bizarro. Me matei de rir quando vi o comercial original, porque de tão absurdo, achei que devia ser alguma paródia, mas daí depois vi que não, que era sério. Eu hein... Falando nisso, tem várias paródias hilárias no YouTube sobre ele.

Melhoras para a Niemi!

A.H.B. disse...

@Lola: bom, não tinha açúcar mascavo quando a gente fez a receita, então trocamos por chocolate em pó :P
Quem não gosta de chocolate não tem amor pela vida!

Rolinhos de Canela: http://allrecipes.com/recipe/ninety-minute-cinnamon-rolls/

ana_alice disse...

feliz natal, lolinha (e aos comentaristas legais). e melhoras pra niemi, eu tinha reparado o sumiço dela mas n sabia q estava dodói.

natal é sempre um dia em que me sinto meio dividida. parte de mim gosta dos filmes natalinos e de alimentar uma fantasia vã. a outra detesta, fica com raiva por não ter família, se sente infeliz por não ter dinheiro, por ter um monte de problemas, etc.

hoje passei boa parte do dia meio ansiosa e tive q dar uns berros pra desopilar. melhor fingir q é um dia como qualquer outro. em dias comuns eu compro coisas quando preciso, como coisas boas quando quero e trato bem as pessoas sempre.

natal não tem nada especial, só serve pra matar uns dias de trabalho (quando não cai no fim de semana, claro).

cronicasurbanas disse...

Bom, eu sou da turma que adora Natal, o espírito de Natal, festa, música, reunião de família...
Mas sempre dá pra desejar href="http://www.youtube.com/watch?v=ChmhQz5wsOI">HAPPY FESTIVUS como alternativa!
Tudibom pra você e os leitores aqui do blog! \o/
Mônica

ana_alice disse...

ps. meu gosto é igualmente infantil, estou babando por esse bolo de chocolate sem coisas que "contaminadoras" ahahaha eu tb deteeeesto morder chocolate e dar de cara com... passas! damasco! ameixa! figo! abacaxi! qual o problema desse povo com o chocolindo?

A.H.B. disse...

ana_alice: pois é, maior maldade. Pior ainda o pessoal do bolo de rum com abacaxi! E em festa infantil, ainda por cima.

Ginger disse...

Lola

Ja viu o site macumba online?

Vc faz uma macumba, como se fosse um pedido, dai vc manda o link e as pessoas podem "fortalecer" a sua macumba...rs

Vamos mandar uma macumba online para os trolls!!!

Eu disse...

Mamãe fazia o maravilhoso bolo chiffon que levava o tal cremor de tártaro. O/A Sache Torte deve ser um bolo chiffon com recheio.

O cremor de tártaro bem como um monte de outros ingredientes podem ser comprados no Bombay Herbs & Spices,do Nelo Linguanotto, pelo site online. As lojas são em São Paulo City.

http://www.bombayherbsspices.com.br/

Daqui a pouco vou assistir em tempo real a Missa do Galo direto do Vaticano, como faço há anos e esse e o meu Natal. O resto é trabalheira na cozinha...um dia que nem todos os outros. Se não pusermos as mãos à obra, não acontece absolutamente nada. Esse ano, nem a árvore natural deu certo, rs, mas meus filhos estando em casa, já fico feliz.

Lola e comentaristas, um beijo e um queijo e um Feliz Natal ou Quasi-Natal a todos.

M.

LetB disse...

Eu adoro Natal... Aqui em casa festejamos do dia 24 para o dia 25. E é sempre uma festa animada, mesmo nos períodos de "vacas magras". Me lembra meu pai , que já partiu, de uma forma muito boa... E agora que tenho sobrinhos pequenos é melhor ainda...

Desejo um feliz natal a todos...

Leila Silva disse...

Zeus o livre, quando eu era criança é que eu detestava natal mesmo, primeiro pq em casa não tinha presente e no dia seguinte todo mundo ia querer ficar comparando o que tinha recebido e lá em casa era...nara. Não sei se era só pobreza ou se era aversão dos meus pais, enfim, pelo menos não tive trauma de descobrir que papai noel não existia.
De qualquer modo, um feliz natal para você, Lola e todos os leitores, daqui. Não sou comentarista assídua, mas leitora assídua eu sou mesmo. Seu blog tem sido tão importante para mim quanto para @s muit@s que afirmam isso aqui.
Estou planejando uma viagem a Fortaleza (infelizmente ainda não sei quando) e faço questão de te presentear com chocolates. Você sabe que os chocolates belgas são considerados (talvez segundo algum belga)os melhores do mundo? Eu tenho um monte aqui, recebemos de presente (tenho família lá), caso eu vá logo prometo guardar alguns. Boas festas!

Denise disse...

oi!

Cremor de tártaro é um sal ácido em cristal que age com um estabilizador das claras. Ajuda a manter as claras em neve, a dar mais volume e a não desandar.
Use certa de 1/4 de colher de chá para umas 4 claras. Na realidade eu uso uma pitada para qualquer quantidade...
Ajuda também a fazer com que as sobremesas com creme fiquem mais cremosas pois evita a formação de cristais.
é obtido quando o ácido tártaro é tratado com hidróxido de potássio. A fonte deste ácido são as uvas e o cremor de tártaro é um sub-produto da fermentação do vinho.
Para as claras em neve. se você não tiver cremor de tártaro, pode colocar um pouquinho de vinagre no lugar. Mas para substituir nas sobremesas ai não dá muito certo o vinagre.
Eu amo cozinhar...

LisAnaHD disse...

Cremor de Tartaro
http://www.arcolor.com.br/arcolor/dadostecnicos/cta.htm

LisAnaHD disse...

ahahahah a Santa Wikipedia naun falha !!!

Cremor de Tartaro
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bitartarato_de_pot%C3%A1ssio

tb conhecido como Bitartarato de Potássio

LisAnaHD disse...

bem, Lola, se o Natal naun te importasse nada nadica vc nem teria feito um post pro Natal... entonces Feliz Navidad... Feliz Natal... Merry Xmas.

apenas um esclarecimento... a grafia da palavra Natal naun deve ser com a letra N maiuscula? Pascoa, Ano Novo, Natal... estou equivocada?

Arlequina disse...

Feliz Natal, Lolíssima!

Gente, e eu que não gosto de chocolate? O povo da minha família era maldoso comigo. Minha avó se recusava a fazer bolo sem chocolate pra eu comer no meu aniversário (magina, fazer um bolo que ninguém comia, só eu...). E uma tia ingrata que uma vez me deu "A Máquina de Fazer Chocolate", enquanto minhas primas receberam a "Máquina de Pipoca" e a "Máquina de fazer Raspadinha"?

Fui uma criança muito frustrada com isso, tentei me fazer gostar do negócio à qualquer custo (a sociedade não aceita quem não ama chocolate, snif. Acredite, eu tenho alma!).

LisAnaHD disse...

Ingredientes:
4 claras em neve
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de Toddy ou Nescau
1 Coca-Cola pequena (garrafa)
1 tablete de margarina ou manteiga
1 colher de sopa de pó Royal

Preparo:
Bater as gemas com a margarina e o açúcar, bem batidas. Acrescemtar a a farinha e o Nescau, alternando com a Coca-Cola. Por último o fermento e as claras em neve.

Cobertura (opcional):
1 lata de leite condensado
4 colheres de Nescau ou Toddy

Misture e leve ao fogo apenas pra amornar. Espalhe sobre o bolo ou recheio o bolo.

[.ingrid.] disse...

Obrigada, gatas, pela ajuda!
Vou tentar fazer essa coisa maravilhosa!! *-*

Tales Mariinho disse...

natal me frusta um pouco, repito aqui o que escrevi numa rede social, para explicar o porque do meu desagrado com o natal:
Soberbos, de nossa religião ou de nosso ateísmo, de nosso estudo ou mesmo da falta dele, de nosso peru ou quibe recheado, explodimos de pudim em meio ao vinho seco espumante, discutimos o sexo dos anjos , a sexualidade do Sena, da Xuxa e o quão puta é a Adriane Galisteu, discute-se machismo,temos feministas, machistas que não se julgam assim, temos até pessoas que nem sabem o que está acontecendo, aliás, ninguém sabe o que está acontecendo, exprimimos nossos preconceitos, nossas hipocrisias, falamos de coisas que não compreendemos, defendemos dogmas sem sentido e alimentamos nossas ilusões, bonitas ou feias, egoístas ou altruístas, e vamos seguindo, construindo nossas tradições, iludidos.
Se ninguém se lembra nem do "bom velhinho" vendo televisão sozinho num canto da casa, quanto mais de qualquer outro, quem se importa com um mundo doente, temos pudim, cerveja e podemos discutir a orientação sexual de celebridades mortas.
Então é Natal. Levando a depressão desde tempos imemoriáveis

agora explicando a explicação kk, minha família tem o péssimo costume de se reunir no natal e discutir um monte de bobagem, os polos opostos das discussões se mostram igualmente preconceituosos, e é tudo tão vazio e sem sentido, meu pai, o "bom velhinho" é praticamente ignorado por todos, e ninguém parece lembrar do que existe além do seu nariz, o natal é tradicionalmente um evento familiar que me broxa.

Eu disse...

Tales, todos nós também somos ignorados pelos 'bons velhinhos' reais ou imaginários. Como dizia o psicanalista Eduardo Mascarenhas (que Deus o tenha): "Estamos todos órfãos". Fazemos festa de aniversário mas o aniversariante nunca aparece prá dar um 'oi', rs

Há muuuuitos anos não passo Natal com minha família de origem.

Belo comentário...

Luke disse...

Feliz Natal, Lola, e à amiga Niemi também (apesar de nunca ter falado diretamente com nenhuma de vocês). Comecei a frequentar seu blog neste ano, e me simpatizei e simpatizo tanto com seus escritos e suas mensagens que já te sinto como parte do meu cotidiano de leituras e avaliações do mundo, social e politicamente. Obrigado por manter um blog como o seu, e por oferecer esse feedback pros visitantes (é a primeira vez que comento, mas não deixo de ler os comentários e de me afiliar a várias das discussões neles, mesmo não participando. Talvez agora comece?). Você é uma pessoa muito especial e inspiradora a muita gente, espero ler muito de você por muito tempo. Muito amor e carinho de um leitor que te admira muito :)

Sara disse...

Poxa Lola eu tb nunca gostei de natal desde criança, não curto, nunca fui de pedir presentes pra minha mãe, e minhas filhas tb não ligam a mínima, não consigo ficar fazendo votos de feliz natal pra ninguem pq realmente pra mim não faz sentido, nunca fui consumista, muito pelo contrário sou pão dura contumaz rrrsss.
Pra não passar Natal em brancas nuvens eu mesma faço algum assado pra não ficar sentindo o cheiro que vem das casas vizinhas e ficar vontade.
Visito minha familia, porque se não for ve-los minha mãe infarta, e levo algumas besteiras que compro no meio do ano e guardo pra essa época, mas acaba sendo divertido.
Fiquei muito feliz que vc tenha se lembrado da Niemi e tambem de saber noticias dela, pq alem de ser sua fã Lola, a Niemi é uma das comentaristas que eu mais gostava de ler, não vejo a hora que ela volte com aquela alegria e irreverencia toda que só ela tem.

darkgabi disse...

eu nao ligo pro natal, no sentido mais pleno de nao ligar: nao me importa MESMO. por isso nao me importo q desejem feliz natal.

natal é msm um estado de espírito e tem anos q rola e anos q nao. ano passado minha família estava aki, viajamos pra wien e passamos com a família de uma amiga e mais um monte de gente. foi legal pacas. esse ano nao veio ning, por coincidência todos os brazucas resolveram ir pra terrinha e eu estou sem grana e sem saco de viajar. entao fiquei e ia só dormir, qd 6a um amigo ligou reunindo os gatos pingados q ficaram e foi mt divertido!

qd estou com grana e com paciência, gosto de comprar presentes pra todo mundo. nao me importo q seja capitalista ou q "pode-se dar presentes em qlqr época do ano". sim, mas q diferenca faz tb se for no natal? mas tem anos q eu nao boto os pés dentro de uma loja nessa época. tb participei do natal dos correios pela primeira vez esse ano e gostei mt! infelizmente como o programa é pessoal e nao dá pra escolher cartinhas online e nem enviar o presente pela internet, dei o dinheiro pra uma amiga. espero ver as fotos logo mais!

bom, concordo com quem disse q vc deveria se desobrigar de escrever sobre natal ano q vem. e melhoras pra niemi! forca!!

darkgabi disse...

ps: agora q eu vi q ficou feio qd escrevi "forca" pq nesse computador nao tem cedilha... q merda. enfim =X

Mari Lee disse...

Feliz natal, Lola e todo mundo que freqüenta o blog!

Já comentei na postagem sobre os filmes, mas adoro o natal, mesmo não sendo religiosa. É dia de comer muitas coisas gostosas junto com a família, com a casa toda arrumada; de desejar coisas boas uns para os outros (deveria ser sempre, né?) e de trocar presentes (sim, eu gosto dessa parte e não sinto culpa! É só um dia no ano, pôxa)!
A ceia aqui não deu muito certo ontem: resolvi dar Whiskas Sachê pros gatos, e eles vomitaram por *toda* a casa!
Agora vou cumprir a nova tradição de natal e fazer rabanadas com a minha mãe.

Lembrei de outro bom filme de/com natal: Adoráveis Mulheres.

Muitas energias positivas para a Niemi!

M disse...

Eu também gosto muito de Natal. Ontem a noite meu sobrinho de sete anos jura que ouviu Papai Noel chegando (era o sino dos ventos),e é algo muito gostoso, principalmente pq ano que vem ele já não deve acreditar mais... Minha familia é grande, tivemos uma ceia muito gostosa e tranquila... É uma noite em que ficamos, juntos, conversamos, comemoramos e trocamos presentes. Eu nunca sofri dessa depressão que acomete alguns no Natal. Aqui em casa essa é uma festa muito esperada...

Feliz Natal a todos!

Anônimo disse...

É... o Natal. Gosto e não gosto; é uma festa que me incomoda bastante, porque não sei muito bem se comemoro ou não, se acredito ou não, se acho interessante ou não. Gosto, todavia, do sentimento geral que tem prevalecido há tempos já imemoriais de que seja uma época de "bons valores", de família, de solidariedade e tal. Sei que muitas vezes é falácia por ser "a única época do ano" em que se fala de amor e solidariedade, mas fico me perguntando se esse não seria um rastro de humanidade a se manter.. Entende? Estou compartilhando um questionamento. Gosto do fim de ano por conta disso, e gosto mais do fim de ano que do Natal, mas consigo sentir o quanto que o Natal "humaniza".
E, nesse sentido, os presentes são bem-vindos, mas somente quando autênticos e quando são trocados. Reforçam-se laços, círculos.. Por que não fazer um presente que lembre a alguém? Gosto de presentes nesse sentido, e não na obrigatoriedade agonística de ter que presentear todo mundo.
:)

LisAnaHD disse...

Hyvää Joulua!

Discurso sobre o Direito do Homem
http://www.archive.org/details/Mcrost01-AynRandANascente537

Cacá disse...

Lola, eu não entendo como você pode falar que simpatiza com o vegetarianismo e não fazer o mínimo esforço pra fazer algo vegetariano EM CASA e, ainda por cima, falar que faz torta de frango com tanto orgulho assim. Sinceramente, é meio decepcionante... :(

Bruno S disse...

Eu acho que as pessoas criam rejeições ao natal por levar a data muito a sério.

Talvez porque eu tenha a sorte da festa em minha família ser bem animada e descontraída (e desligada de valores religiosos que eu a boa parte não compartilhamos).

Sinceramente, eu curto a experiência de reunir com as pessoas que gostamos, de curtir uma noite e o dia seguinte juntos.

Sobre o presentear, acho nada mais capitalista do que dar dinheiro. É abstrair da entrega qualquer tentativa de advinhar o gosto do outro, de acertar algo que tire um sorriso da pessoa presenteada. É garantir que o interesse é só a mercadoria ou o seu valor monetário.

Até porque presentear bem não significa presentear caro. Pelo menos para mim nunca foi.

Bruno S disse...

De qualquer forma fico constrangido com os pais que fazem as crianças acreditar em papai noel.

Gravei um CD com o clássico dos garotos podres para dar uma força no desenvolvimento dos priminhos.

Carol disse...

Papai Noel FDP porco capitalista!

Bem meu aniversário é dia 22/12, então minha relação com natal era de rivalidade na infância e de descaso atualmente.
Chamo as festas de fim de ano de semana pela celebração da rabanada.
Tb não dou presentes nem nada, mas vou ver a família, já que é o momento que dá pra td mundo se juntar e falar bobagem.

A.H.B. disse...

Bruno S: estava cantarolando essa esses dias. :P

.maria. disse...

Natal já foi muito desanimador pra mim, pois quando era criança esperava algo maravilhoso acontecer, e nada acontecia de fato..Aí, eu ficava brigando contra meu sono, achava que podia perder o tal acontecimento.
Gosto mais hoje, que recebemos a visita de uma tia muito querida, aí tomamos umas cervejas e falamos todas as bobagens que conseguimos.
Estava lendo seu post sobre filmes de natal, que são quase sempre muito ruins. Mas adoro alguns que você citou, como Simplesmente Amor, nele existe uma das cenas mais bonitas que vi: quando os personagens (o inglês e a portuguesa) aprendem a língua do outro pra, mais que se declarar, se unir através das palavras.
E mesmo que não tenha te visto, através da palavra, meu território favorito, desejo cada vez mais momentos incríveis a você e às nossas conquistas, pois estas, aparentemente de um gênero, são um ganho pra toda humanidade. Um abraço, Lola!