sábado, 16 de abril de 2011

RESPOSTA DO MASCU QUE NEM SE ASSUME MASCU

Vocês estão fazendo isso errado, mascus

Na segunda publiquei um post com críticas a um artigo equivocado (to put it mildly) de um masculinista. O rapaz, educado, deixou um comentário aqui. A pobre alma segue totalmente sem noção, como prova a leitura que mais me fez gargalhar ontem ("Ao contrário do homem, a mulher não é pressionada a sentir vergonha da sua sexualidade"). Ahn, segue o comentário do rapaz (tudo sic), e depois a minha resposta.

Querida Lola

Vejo que utilizou um dos meus textos para boneco de judas no teu blog. Ok, sem problemas, vivemos em uma (suposta) democracia e toda manifestação de liberdade de expressão deve (deveria) ser valida.
Mas enfim, gostaria de esclarecer algumas coisas e depois dar uma opinião pessoal sobre seu texto ok?
1º Não sou masculinista. Logo não posso ser um dos "mascu" (rs esse termo é engraçado) como você diz no blog. O masculinismo é um movimento ideologico/politico que visa os direitos dos homens e tem representação forte nos EUA, eu no maximo falo sobre comportamentos e algumas falacias do feminismo, mas ainda nao me engajei em nenhum tipo de campanha, ou abri uma ONG, portanto nao sou merecedor do titulo masculinista. Se quiser me chamar só de machista, já ta de bom tamanho.
2º Estes assassinos eram psicopatas desequilibrados e não caras "bonzinhos" como costumo citar em meus textos. Eu assim como qualquer ser humano em plena consciência repudia atos como este.
Bom, agora falando o que eu achei sobre o texto.
Bem, eu achei que você jogou baixo, mas sinceramente isso não me surpreende vindo de uma feminista pragmatica. Você misturou muitas coisas para legitimar seu ponto de vista. Você usou a teoria do Koerich de 20% dos homens comem 80% das mulheres (O que nao tem nada haver comigo, nunca sequer pensei algo do genero), você usou um dos comentarios do blog, o que sinceramente não é muito justo, pois eu não posso me responsabilizar pelo comentario de terceiros (muito "revoltado" por sinal) mesmo que eles concordem com meu texto. E você citou inclusive que eu não acredite em diferenças sociais, e sim em diferenças sexuais. Isso é uma falacia, pois só porque eu não digo que existam diferenças sociais, não quer dizer que elas não existam. Infelizmente é impossivel eu ser abrangente com tudo que digo, não da pra citar todas variantes de uma causa. A questão de meu blog falar de mulheres e relacionamentos é uma questão de foco do blog. Só isso.
Também acho muita insensibilidade da sua parte ridicularizar os "mascus" tanto assim. Dentro de sua esfera ideológica pode ser que nao faça sentido as reivindicações feitas por ele, mas se existem tantos deles, é porque algum fundo de verdade deve ter não?
De qualquer maneira por mais que você tenha se esforçado para desmerecer meu texto não achei seu texto muito conclusivo. Mesmo misturando varios fatos, e os argumentos ad-hominem emocionais.
Ps* Misoginia é inaceitavel. Meu blog e outros do genero existem não para ser contra as mulheres e sim contra o proprio homem. Tudo que dizemos quer que o homem confronte a si mesmo e suas idéias e não as mulheres. Defendo a libertação emocional do homem através da informação e da reflexão. Não tenho esperança alguma de mudar o genero feminino e sua visão. Me importo somente em fazer os homens avaliarem o quanto estao certos ou errados em determinados assuntos.
Atenciosamente
Enigmático e Realístico

Querido Enigmático e Realístico (é chato falar com um pseudônimo, não?),
Qualquer texto mascu seria mal-recebido no meu blog, que é assumidamente feminista. Acho estranho que vc não se assuma masculinista, já que faz parte da Central Masculinista, é linkado por outros blogs mascus, tem os mesmos leitores, e inclusive se guia pela (vou ser gentil; eu acho é que vcs copiam descaradamente mesmo) ideologia masculinista dos blogs americanos. Pela sua lógica, eu não poderia chamar nenhum blog brasileiro masculinista de masculinista... sendo que vcs mesmos se intitulam assim! Mas eu entendo: se eu falasse a quantidade de besteiras que vcs falam, também não gostaria de me identificar com movimento algum. A gente por aqui acha mais que vcs são apenas machistas e misóginos. Sei que todos os blogs mascus dizem não ser misóginos. Aliás, vcs nem se consideram machistas. Mas espalhar besteiras como dizer que garota de programa sai mais em conta que namorada (porque não existe sexo grátis e toda mulher vende sexo, segundo vcs), separar as pessoas entre “homens honrados” e “vadias”, chamar mulheres de falsas, dissimuladas e irracionais, apelidar feministas de nazistas, chamar de assassina quem faz um aborto (e quem luta pela sua legalização), condenar mães solteiras e mulheres divorciadas, inventar que as mulheres têm mais direitos e privilégios na sociedade que os homens, negar que a sociedade seja misógina (vcs acham que as mulheres são tratadas bem demais) etc etc, pode muito facilmente ser visto como machista e misógino. Não é à toa que a maior parte dos comentaristas em blogs mascus (e dos trolls que vem aqui) têm tanto ódio às mulheres (inclusive, não sei se vcs notaram, grande parte das feministas são mulheres). Fica difícil dizer qual é a prática e qual a teoria: machismo é a teoria, misoginia é a prática? O fato é que vcs fornecem bastante “teoria” pra que seus leitores odeiem mulheres. E quando vc escreve um texto culpando o “injusto mercado sexual” e o comportamento das mulheres (que ignoram os “bonzinhos”) pelo que Wellington fez, vc parece estar justificando as ações dele. Vários de seus comentaristas concordam. Há comentários no seu post do tipo “Este é o primeiro de muitos”. Sei que vc não pode se responsabilizar pelos seus comentaristas, mas vc não acha estranho que tantos deles sintam tanto ódio? Se não é isso -- fomentar o ódio contra mulheres -- que vc e outros blogueiros mascus querem fazer, o que posso dizer é que vcs estão falhando miseravelmente.
Atenciosamente,
Lola

73 comentários:

Jáder disse...

Resumindo o que disse a Lola neste post: "O QUE EU ACHO É O QUE EU ACHO E PRONTO. QUEM DISCORDAR É MACHISTA, TROLL E MISÓGINO".

Natália disse...

ahn, lola, eu concordo com vc em quase tudo daqui do blog, mas essas fotos de LOSER (o gesto e o coelho) me incomodam. aliás, acho q vc tb já criticou essa ideologia que divide o mundo em winners e losers. no resto, é isso mesmo. o q eles falam não faz sentido, e faz menos sentido ainda eles ficarem visitando o seu blog.

Ághata disse...

Lolinha, acho sinceramente que você deveria ignorar estes garotos, seus blogs e seus textos.
É dar importância demais a algo insignificante.
Ninguém sabe o que é masculinismo na vida real. Por que deveríamos dar tanta importância a isso então?

Só vai atrair mais deles aqui para o blog e dar mais visibilidade aos blogs deles, né.

Fora que eles não vão nos compreender. E se quisermos que eles nos compreendam, melhor deixar 'recursos complexos' para eles como ironia de fora.

paula disse...

Lola, ia comentar exatamente o que a Natália ja disse. As imagens que fazem referencia ao LOSER em um blog como o seu me incomodam bastante. Contradizem tudo aquilo que vc (eu tb) prega/mos.
No mais, sempre sabida.

Leandro Correia disse...

um cara que não se identifica, e tem em seu blog posts com títulos do tipo, "Afinal, porque as mulheres se vestem de maneira tão chamativa e eu não como o tanto de mulheres que eu acho que poderia comer?" ... não deve ser levado muito a serio mesmo.

Harlequinade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Harlequinade disse...

Também me incomodei com a mensagem de loser, pra mim fazer isso é como assumir a postura que eles vivem, uma postura que tem tudo a ver com a própria lógica patriarcal.

Não vai ser satirizando os mascus que você vai mudar a idéia deles, aliás. Pode servir de catarse descontar em alguém, mas sinceramente, não são os mascus que tão no poder, não são os mascus que são a maioria; é o machismo genérico, não-reconhecido, a misoginia do "normal".

Eu gostaria de poder rir do Enigmático e Realista, mas sinceramente, eu só me angustio lendo as coisas deles. Angustio duplamente; primeiro, por ter vivido coisas que me levam a entender como é possível pensar aquelas coisas, como aquelas idéias se fazem viáveis dependendo dos seus valores e visão de mundo; dentro do patriarcado, as mulheres assumem, sim, muitas posturas que eu considero desprezíveis, e se apropriam também das possibilidades de opressão que esse sistema oferece; uma mulher "bem inserida" na hierarquia social pode estar numa situação pior do que a de um homem "bem inserido", mas ela tem todo tipo de pessoas 'situadas' na hierarquia abaixo dela pra oprimir ela mesma, usando as ferramentas que o patriarcado colocou em suas mãos. E como feministas, estou certo de que estamos todos tão contra isso quanto os mascus.

A segunda angústia é essa; é saber que com pequenas mudanças, esses caras podiam chegar a conclusões totalmente opostas às que eles chegaram. Dizer que as mulheres não são ensinadas a se envergonhar de sua sexualidade é francamente insano; mas, lendo isso aqui, eu não tenho como deixar de concordar que ressoa com minha experiência pelo menos em alguns contextos (especificamente, contextos 'alternativos', universitários, 'modernos', etc-etc):
Segue o trecho:
-
Mulher que se masturba com freqüência: Independente, bem resolvida, livre moderna e dona da sua sexualidade.
Homem que se masturba com freqüência: Fracassado, pega ninguém e frustrado.
Mulher que é solteira por opção: Independente, focada (no estudo ou trabalho) bem resolvida e bom partido (já que supostamente não é uma vagabunda)
Homem solteiro por opção: Desajustado, pega ninguém, sem “pegada”, “ninguém quer ele” ou gay. (é absurdo atribuir a sexualidade de um homem pela quantidade de mulheres que ele “pega”)
Manifestação sexual feminina: Sinal de igualdade, independência e modernidade.
Manifestação sexual masculina: Retrógrado, frustrado sexual, “coisa de estuprador” e sinal de imaturidade.
-

Discordam disso? Não retrata a "maioria" machista, pros quais "manifestação sexual feminina" é longe de ser louvável. Mas era nesses termos que se pautaram as coisas em boa parte de minha vida.

Eu podia ter virado mascu. Em vez disso eu sou feminista. O que fez a diferença no meu caso?

Os mascus, assim como xs feministas, perceberam que tem algo de doentio no jogo sexual 'normal'; eles, assim como xs feministas, decidiram que algo precisa ser mudado; diferente do machista 'normal', eles sacaram que os próprios homens perdem (eu diria TAMBÉM perdem) com essa estrutura que está aí. Mas, ao invés de ir até a raiz do problema, se dedicam a um culto das posições de poder da própria estrutura e à misoginia - ou seja, trabalham pra sua manutenção.

Eles não ouviram, não olharam e não entenderam a posição das mulheres. Dizer que elas não são educadas pra se envergonhar de sua sexualidade denuncia isso claramente.

Dado isso tudo, por mais absurdo que seja, eu não consigo deixar de enxergar um mascu como um feminista em potencial. Talvez seja loucura pensar isso, dada a misoginia deles (que diga-se de passagem só é mais visível que a misoginia do 'normal') mas eu fico pensando é em o que eu posso dizer, o que eu posso mostrar, pra preencher os buracos que faltam no quebra cabeça e reverter a maré.

Abraços.

Larissa disse...

Nao acho perda de tempo ter esses argumentos com esses meninos. Fico muito feliz que tem alguem corajosa disposta a coloca-lo em seu lugar. Ele, e tantos outros, precisam saber que tem, sim, pessoas que se incomodam- e muito- com o que eles escrevem, com as teorias e ideologias que eles adotam. Talvez estao acostumados a mulheres nao falarem nada, as vezes nem perceberem que nao precisam aturar tais pensamentos e comportamentos. Acho importantissimo o que vc faz, Lola, e sou nova ao seu blog, mas ja sou sua fa. Um blog como o dele, que prejudica as mulheres, eh uma forma de violencia contra mulheres, e vale a pena sim termos uma resposta, uma opinao, um ponto de vista.

Perdi alguns amigos-de-blog uma vez por responder (brava e criticando) ao blog post de um cara que dizia que "tem dois tipos de mulheres, aquelas com quem casamos..." (vc pode imaginar o resto). Mas nao me arrependo de ter publicado minha resposta, nao achei que foi uma perda de tempo. Ele escreveu algo que me ofendeu e que, no minimo, julgava ridiculo. Ele provavelmente nao mudou seu modo de pensar- resolveu simplesmente me ignorar- mas tambem nao voltou a falar no assunto no blog dele. Ja foi uma pequena vitoria.

Vamos gritar sim, sapatear, discordar, dizer que nao, esse comportamento- esses textos, essas teorias, essas praticas- Nao sao aceitaveis. E temos, sim, respostas.

Grata,

Larissa

(desculpe meu teclado, que nao eh em portugues, por isso fico sem acentos)

meucafe disse...

btw, esse comentário do Harlequinade é um dos melhroes que já li por aqui em tempos...

Harlequinade disse...

meucafe, se minha posição - digamos assim - condescendente com os mascus soa louvável a vc, talvez pudesse se posicionmar você mesmo para com a lola. ela é centenas de vezes mais razoável do que eles (a razão por eu visitar e comento aqui, mas não no blog deles!). se uma vez ou outra escorrega como com a coisa do loser - escorregões pequenos e pueris comparados com o dos mascus!! - eu estou disposto, da mesma forma, a pensar e entender o contexto; por mais que pra mim soe sim como "catarse" e "desconte", eu suponho que quando você passa a vida toda aturando e resistindo ao machismo, uma hora ou outra rola a tentação de ocupar, mesmo que 'de quebrada', a posição do opressor.

e ela ser gorda sinceramente não tem nada a ver com nada. e se eu for gordo, isso altera em alguma coisa sua apreciação de meu comentário? alguém já desqualificou platão ou santo agostinho porque eram feios? isso já é um recurso batido machista, de atacar o discurso feminino abordando-o e desmerecendo-a ao nível do corpo. Os esquerdinhas do pasquim fizeram isso na década de 60 com a Betty Friedman, os machistas fazem outra quando acusam e ignoram as feministas por elas serem (OH!) supostamente feias, etc.

vacilo.

Harlequinade disse...

Friedan, não Friedman. (o patriarcado me fez enfiar um "man" ali!). (briks).

Ághata disse...

Harlequinade,
você postou uns trechos de algum dos textos masculinistas falando da diferença de como é encarada a suposta sexualidade masculina e feminina.

...realmente, eu não sei o quanto os homens foram educados para antagonizarem mulheres e nos verem de forma tão distorcida, mas acho que este trecho é um ótimo exemplo.
Como eu discordei radicalmente de tudo, vou comentar trecho por trecho.

"Mulher que se masturba com freqüência: Independente, bem resolvida, livre moderna e dona da sua sexualidade."

...olha o absurdo. Meo deos. De onde tiraram isso?
É sério. Eu realmente gostaria de saber. A maioria esmagadora das mulheres (incluindo-se as feministas) nunca tem coragem sequer de admitir que se masturbam! Nem amigas costumam falar sobre isso! É considerado algo nojento. Já vi vários relatos de garotas que foram pegas se masturbando e tiveram que aguentar a vigilância constante de parentes. Masturbação feminina é que nem sexo entre lésbicas - tem gente que acredita que nem existe!

"Mulher que é solteira por opção: Independente, focada (no estudo ou trabalho) bem resolvida e bom partido (já que supostamente não é uma vagabunda)"

Hêhê. Desde quando as pessoas acham que mulher é solteira por opção? Yo realmente gostaria de saber. Tem uma amiga minha que nunca namorou e vive reclamando do quanto a família e as amigas a torram o saco com isso, que ela não aguenta e é que tá com vontade de namorar qualquer um só para a deixarem em paz (o que até isso pra ela é difícil porque ela é SUPER tímida e muito caseira).

Agora, pressão pra se casar, para ter filhos (deixar seus genes pra posterioridade, blábláblá) ambos os sexos sofrem. Mas Não são os homens que são estigmatizados por ficarem pra 'titia'.

"Manifestação sexual feminina: Sinal de igualdade, independência e modernidade."

...que manifestação sexual é essa, cara pálida? Ensaios de fotos sensuais? Sair na Playboy? Andar com pouca roupa na rua?

Não vou nem falar nos comentários sobre a visão distorcida sobre sexualidade masculina.
Mas há que ponto os homens são ensinados a verem tudo tão distorcido é um mistério.

Ághata disse...

Ah, é, Halerquinade, a minha revolta é com o trecho mesmo, não com relação a vocês.
É que eu fico pasma em como os machistas invertem as coisas.

A masturbação é vista de forma pejorativa pela sociedade - não é porque ele é homem que as pessoas veem com reprovação a masturbação masculina.

lola aronovich disse...

Gente, eu sei que não combina comigo falar de “fracassados e perdedores”, até porque me manifestei várias vezes contra essa divisão. Mas nenhuma das imagens usadas neste post é séria, pra começar, desde as principais, “temáticas”, por assim dizer, do “You're doing it wrong” - com que fecho o texto, e esta é a principal mensagem: mascus, se o que vcs tentam fazer com seus blogs não é fomentar a misoginia, então vcs vem fazendo algo muito errado -- , até as outras fotos. Mas tem outra coisa também. Acho que, nos últimos tempos, essa divisão entre winners e losers têm sido muito ridicularizada. Lógico que ainda tem muita gente (os mascus, por exemplo, e os reaças de modo geral) que se guia por ela, mas já não é mais a mesma coisa. Isso de fazer o símbolo de L na testa talvez tenha servido pra ridicularizar o termo de loser. Duvido muito que as pessoas que façam um L na testa estejam seriamente chamando alguém de loser. E essas imagens do coelhinho fofinho falando coisas inadequadas eu adoro. Já usei várias e tenho outras guardadas. Sabe, tipo o coelhinho sorridente dizendo “Morra, seu troll”? Eu acho engraçado e irônico, e não vou pedir desculpas pelo meu senso de humor. Sim, eu rio dos mascus. Não dá pra levá-los a sério. E creio, sim, que o humor pode ser uma arma eficaz em desmoralizar preconceitos. Talvez tenha sido pelo L na testa que a palavra loser perdeu tanto de sua força, vai saber.

lola aronovich disse...

Mas eu sei que gasto tempo demais com os mascus. Só que entendam: hoje é sábado, fim de semana blogs não têm muitas visitas mesmo. Esse comentário resposta pro Misterioso e Sem Noção eu escrevi na segunda-feira. Só que ficou longo e eu – completamente atarefada durante a semana e sem NENHUM post pré-programado – deixei pra publicar outro dia. E acabou ficando pra hoje. Ontem entrei no blog do sujeito e vi as últimas novidades. Esse post que o menino (eu digo menino porque esse parece ser muito jovem e desorientado, mas acho que, no geral, eles têm mais de 30 anos) era mais um festival de besteiras. Olha só, ele pega um caso isolado (uma mulher que tem a DOENÇA de sentir orgasmos a cada cinco minutos ou algo assim. Pô, priapismo é uma doença também!) e usa como parâmetro de como as mulheres têm mais direitos que os pobres homens discriminados. E, no final, há há, ele descobre que mesmo essa notícia da mulher doente é mentira! E todas as besteiras que ele fala partem de um caso isolado de uma notícia falsa! Esse é o nível deles. E esse rapaz não é diferente dos outros blogs mascus, nem dos blogs americanos que eles copiam. É tudo a mesma coisa. A única feminista que eles já ouviram falar foi na Valerie Solanas. Putz, eu que sou feminista e já li alguns livros importantes sobre o assunto só ouvi falar na Solanas porque eu vi “I Shot Andy Warhol”, que fala sobre essa mulher não muito certa da cabeça que tentou matar o famoso artista. Mas imagino que os mascus nunca tenham ouvido falar nem do filme nem do Andy. Então eles citam a única obra que Solanas escreveu, um troço chamado SCUM Manifesto, que parece ser uma paródia do que se falava contra as mulheres na época, e que a própria Solanas disse que não era sério. Quer dizer... Se eu ganhasse um real pra cada comentário/post mascu que li que dizia “Leia o SCUM Manifesto pra saber como são as feministas”, eu estaria rica hoje.

lola aronovich disse...

Por outro lado, concordo que falar deles é dar ibope demais pra um “movimento” tão ridículo, e que tão pouca gente conhece. Desconfio que o meu blog sozinho tenha mais visitas que todos os blogs mascus brasileiros juntos. E tem aquela regrinha que muita gente leva a sério: não fale mal de alguém, não responda a alguém que te critica, se esse alguém não for mais conhecido que vc. Isso vale no Twitter e nos blogs. Não sei se concordo, mas faz sentido, porque vc está tornando essa gente mais conhecida. Mas esses posts sobre mascus, de um modo geral, eu considero mais posts de humor. E acho também uma estratégia interessante falar mal de um grupo ANTES d'ele se tornar conhecido. A pessoa pode ficar com aquilo na cabeça, pensando “masculinista? Já ouvi falar”, e quando se deparar com um blog desses, vai se lembrar que as feministas riem muito deles. Eu gosto muito de humor e considero uma arma importante. E mascus não têm senso de humor, não entendem ironia, nada.

Harle, gostei dos seus comentários! Tô pra escrever sobre o machismo no Pasquim faz tempo... E não se preocupe, que eu também já escrevi Friedman ao invés de Friedan uma pá de vezes...

Enigmático e Realístico disse...

Querida Lola

Não acho que seja muito produtivo para você e nem para mim levar a cabo essa discussão segregadora entre um suposto masculinista (eu) e uma ativista feminista (você).

Somos adultos e temos nossas opiniões formadas. Pelo teor do seu post e das fotos que você usou para elucida-lo (loser, bebe chorando, o cara usando a arma errado, a menina com a placa ao contrario) percebe-se claramente que sua intenção é apenas AFIRMAR suas idéias e não refletir sobre possiveis falhas ideologicas ou não.

Fico feliz que pelo menos você tenha postado meu comentario da forma que eu o fiz. Ou seja, esta exposto para todos do seu blog meu direito de resposta. Achei isso justo mesmo eu estando esperando o contrario (eu achei que voce iria alterar alguns trechos ou cortar minha resposta em partes, e me enganei. Legal voce nao é tão "bruxa" assim rsrs).

Do seu post, somente duas coisas eu vou argumentar. Pois são as unicas coisas que valem a pena esclarecer aqui no seu blog.

1º O central masculinista é um agregador de blogs que mediante a um cadastro qualquer blog que fale sobre mulheres sera aceito. Ou seja, o masculinista é só o nome dele, ali existem blogs e sites que seguem idéias diferentes, e o central masculinista por si só não é NADA pois ele nao produz conteudo. É apenas uma "central agregadora" mesmo.

2º Vejo que você tem um apelo especial referente a misoginia. Bom, eu não vou te explicar o que é misoginia pois eu acredito que você saiba. Mesmo eu sabendo que o que eu vou falar agora, pode ser usado contra "mim" vou dizer.
Se existem misóginos que frequentam meu blog? Sem duvidas. Mas acredito que mesmo um homem que odeie as mulheres e sua personalidade CONTANTO que ele não pratique a violencia, que ele só tenha um profundo DESGOSTO e ANTIPATIA pelo sexo feminino. Não podemos fazer nada? Ninguém é obrigado a gostar de nada nesse pais. Se um homem odeia as mulheres mas não pratica a violencia contra elas, esse homem não pode ser "perseguido". Querendo ou não eles também estão no direito deles de gostar ou desgostar do que quiser. Esse é um direito de liberdade também. CONTANTO QUE ELES NAO ATRAPALHEM A LIBERDADE DE NINGUÉM.

Ah, e outra coisa, acho que nao é muito dificil saber porque eu uso pseudonimos não? Já imaginou se eu mostrasse minha identidade? Provavelmente no seu post teriam fotos minhas sendo ridicularizadas, e muitos leitores assiduos do seu blog poderiam ir me importunar no meu profile real.
Eu digo isso porque ja teve um blogueiro "mascu" que fez isso. A vida desse cara virou um inferno em menos de 1 mes, e ele apagou o blog e sumiu. Nesse pais e liberdade de expressão e opinião não é respeitada. E os mais "radicais" devem tomar precauções.

Ps* no seu video sobre a agua eu deixei uma sugestão de video. Nao sei se você viu, esse comediante faz uma analise engraçada sobre o consumo de agua, aproveita o sabadão e de uma assistida depois

http://www.youtube.com/watch?v=VIPwL5bvKZc

Atenciosamente

Enigmático e Realistico.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Lola, gostei da zoação que fez com eles em 2 ou 3 posts porque foi mais que merecido devido aos seus trolls de estimação e a bobajada na net, mas acho é que você está dando colher de chá demais pra esses caras no seu blog. Muito ibope pra quem não merece ser citado por vc.

Bjus e bom fim de semana.

Koppe disse...

Citaram um caso de machismo entre esquerdistas do Pasquim... recentemente aconteceu um caso que faz lembrar novamente que ser de esquerda não significa que pessoas ou grupos estejam automaticamente livre do machismo. Um militante do Movimento Passe Livre (MPL) sofreu um escracho durante uma manifestação, por ter agredido mulheres anteriormente. Pelo que consta, o próprio MPL foi notificado e não tomou providências, então feministas organizaram um escracho contra o agressor. Muita gente criticou o ato, usando um discurso bem parecido com o que já se ouve por aí desde sempre: que "isso enfraquece o movimento, desvia o foco da luta", que "é briga de casal, ninguém deve se meter", que "não se deve combater violência com outra violência", etc... tentando novamente varrer o assunto pra baixo do tapete, como algo de menor importância.

Vídeo do que aconteceu.
Panfleto sobre o caso.
Texto de alguém criticando o ato...
...e a resposta.
Um texto explicando detalhadamente o que aconteceu, e por que é importante combater essas coisas em qualquer meio, inclusive em movimentos sociais.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Se não é isso -- fomentar o ódio contra mulheres -- que vc e outros blogueiros mascus querem fazer, o que posso dizer é que vcs estão falhando miseravelmente.

Fechou, Lola.
Espumar de ódio contra mulheres, escreverem textos que só incita outros homens a fazerem isso é o quê? Bom mocismo?... Aff... Antes um misógino assumido que um que vive pra misoginia e depois sai gritando que não é misógino e querendo lavar as mãos pelo que acontece depois.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Lola, agora vi que vc falou da Solanas e também já percebi que ela é desconhecida, mas quando alguém quer falar mal de feminismo a primeira coisa que faz é "descobrir" a Solanas.
Será que não caberia um post seu desconstruindo Solanas e essa ideia ridícula de que o Scum era um manifesto feminista e não um simples texto irônico de ficção que cabia bem no contexto da época?

Bjus Lola.

Enigmático e Realístico disse...

Fiquei assustado com o comentario do Kopper.

Não costumo participar de discussões desse tipo. Mas sera que ninguém enxerga que transformar um homem que agrediu uma mulher em uma causa politica não é algo muito sensato? Só porque esse homem agrediu essas mulheres nao quer dizer que todos homens agridam mulheres, ou que o proprio ira agredir todas mulheres. Se fosse assim esse homem teria repetido isso varias vezes, sucessivamente até ser preso.

Esse homem supostamente agrediu (nao da pra saber que tipo de agressao se é fisica ou moral pois o texto nao é especifico) uma ou duas mulheres, provavelmente com algum motivo, plausivel ou NÂO. De qualquer maneira não é meio animalesco e brutal demonizar uma pessoa e envolver politica em ideologia no cotidiano de pessoas normais?

Isso se chama radicalismo. Sem mais.

Paul disse...

Mas espalhar besteiras como dizer que garota de programa sai mais em conta que namorada, apelidar feministas de nazistas, chamar de assassina quem faz um aborto (e quem luta pela sua legalização),que as mulheres têm mais direitos e privilégios na sociedade que os homens.

SOBRE OS TRECHOS ACIMA, TEM ALGUMA MENTIRA AQUI?

PROSTITUTA SAI MAIS BARATO DO QUE UMA NAMORADA MESMO ALÉM DE NAÕ TER D.R., VITIMISMO, CHANTAGEM, DISSIMULAÇÃO, NÃO VAI MENTIR QUE AMA E DEPOIS CUTAR O CARA NA 1ª CRISE FINANCEIRA QUE ELE TIVER.

HOJE EM DIA AS LEIS SÃO PRÓ-MUHER MESMO, NA MAIORIA DAS VEZES O HOMEM SE FERRA NO DIVÓRCIO, SE TIVER FILHO TERÁ QUE DAR 30% DO SEU SALÁRIO ONDE MUITAS VEZES É MUITO MAIS DO QUE O SUFICIENTE E FICA PRA MULHER.

ABORTO É ASSASSINATO MESMO, FEMINISMO É MUITO PIOR DO QUE O MACHISMO.

FEMINISMO QUER DIREITOS MAS NÃO QUEREM OS DEVERES, ASSIM DEIXANDO PRA NÓS HOMENS, POR ISSO NÃO ME CONFORMO DE HOMENS APOIAREM ESSA PALHAÇADA DE MOVIMENTO FEMINISTA.

meucafe disse...

Harlequinade, eu tenho certeza de que ela é 75 vezes mais capaz que esses masculinistas. Esses são rapazes que assistem Two and Half Men e acreditam piamente que o Charlie é um ser humano factível, que aquilo ali é possível, que vc pode abdicar de uma vida sincera e compromissada, respeitando os demais e tratando as mulheres com igualdade, como deve ser, por uma vida de gangsta. Na cabeça desses imbecis, destrato de mulheres = mais mulheres, dinheiro e status.
Eu respeito o feminismo e tento entender a cada dia, e é por isso que ando por essas bandas, para desgosto da autora. Mas é difícil, é mto difícil, muitas vezes vc acha que se clarificou em certo ponto e, de repente, tem uma recaída. E acho que é nessas recaídas que eu venho aqui em troll mode. Mas eu realmente fico perturbado com a Lola, pq acho, de fato, que ela se contradiz, tem sua parcela notável de arrogância e, por saber escrever bem, e ter uma produção mto grande (deve ser difícil publicar um post diariamente), às vezes faz umas análises rasas, tendenciosas. Gordofobia eu tenho mesmo, não me orgulho, tento evitar, mas quando sou incomodado aponto logo isso, por preguiça mental. E eu tenho CERTEZA que o machismo existe, é um fato, assim como o feminismo é um movimento fundamental e correto, mas os desvios, como muitos que eu leio nos guest posts, me deixam muito, muito puto. Pq, como homem, a gente tem o sentimento egoísta, cretino e falso de que tá fazendo um favor pras mulheres, "reconhecendo" a causa delas, como se tivéssemos essa prerrogativa. E aí, quando uma mulher, em nome desse movimento, me parece usá-lo como subterfúgio, me deixa doido, pq, justamente por esse sentimento, acho que tem gente ultrapassando um limite que eu pretensamente estendi, de "boa vontade", para elas. Não sei se deu pra alguém entender isso... Acho tb que minha birra com a autora ocorre também pelas críticas de cinema, q me parecem uma imitação barata da Kael. Não tem estilo próprio, abusa dos achismos injustificáveis, corta filmes pelo feminismo. Sim, o cinema é feito por homens e para homens, vc me deu uma clareza ABSOLUTA disso, mas acho que vc valora demais, tratando do cinema EM SI, esse aspecto. Eu sei que toda arte é ideológica etc.
Não é uma tentativa de retratação, Lola, kk. Continuo não gostando da sua pessoa (impessoalmente, claro) e pode continuar deletando meus coments, só espero que o principal destinatário possa lê-la antes.

lola aronovich disse...

Eu sempre faço a mesma sugestão aos trolls que insistem em vir aqui e deixar tratados: comecem seu próprio blog. Sério mesmo. Exige esforço fazer um blog, e exige mais esforço ainda fazer um blog visitado e comentado. Mas pelo menos com um blog vcs terão seu próprio espaço, e não precisarão ficar com mimimi que não são respeitados pela autora/comentaristas do blog tal que ora não lhes dá atenção, ora os destrata. E vcs podem contar com ao menos um leitor: o João! Comecem já! Não deixem pra amanhã o que podem fazer hoje!

lola aronovich disse...

Eu continuo não gostando nem um pouco da sua pessoa, meucafe, e espero nunca ter que conhecê-lo pessoalmente. Mas, se vc quiser voltar a ter seus comentários publicados aqui (e não apagados toda vez que eu entro aqui, porque eu vou direto nos “Comments”, vejo seu nome, e deleto o comentário sem ler; é fácil, é só um click), que aja de modo adulto. Se vc vier aqui, como vc mesmo admite, no “troll mode”, pra me chamar de feia, chata e gorda, e xingar qualquer comentarista que tem opiniões diferentes as suas, eu continuarei deletando sem dó, como deleto outro idiota de marca maior, o Oliveira. Mas aqui é um espaço democrático. Se este não fosse um espaço democrático, haveria moderação de comentários, e só entraria o que eu quisesse. Passei uns dois ou três anos sem deletar um só comentário sequer (e isso que eu permitia comentários anônimos). Mas, com o crescimento do blog, os trolls foram aumentando, e acho que vcs atrapalham demais a caixa de comentários. Sei de gente inteligente que deixa de comentar aqui (e, muitas vezes, de ler os comentários) porque sabe que vai encontrar um monte de troll ridículo e agressivo que não tem nada a dizer além de “Feminazi gorda, vai te catar!” ou “Assassina!”. E também tem aquele negócio: meu blog é um pouco como a minha casa. Eu vou deixar alguém entrar em casa pra cagar na entrada? Então por que permitir isso no MEU blog?
Portanto, se quiser voltar a comentar, que seja no troll off mode. Eu vou continuar achando vc totalmente desprezível e provavelmente pularei seus comentários, mas de repente tem alguém que leia, vai saber. Tudo que vc escreveu já deixou claríssimo o tipo de gente que vc é. Agora tente reconstruir a sua imagem, se der (melhor começar uma outra conta e, de repente, ao invés de se esconder atrás de pseudônimos, coloque seu nome verdadeiro?).

lola aronovich disse...

Enigmático e Unrealístico, estranho vc dizer que precisa ter um pseudônimo ou poderia ter sua vida arruinada. Parece mais um mimimi de mascu sem noção da realidade. EU tenho um blog com temas muito mais polêmicos que o seu (porque meu blog é levado a sério), e aqui ponho meu nome de verdade, lugar onde trabalho, cidade onde moro, email, foto minha... Eu devo ser muito corajosa por não me esconder atrás de pseudônimos. Ainda mais considerando que alguns dos meus principais desafetos são masculinistas que justificaram o massacre em Realengo. Alguns mascus inclusive que foram acusados de incitação ao ódio e deletados pelo Google. TODOS (ou quase todos) os mascus ou são anônimos ou adotam pseudônimos (um mais estúpido que o outro). Tanto que assim que eu desativei a opção de comentários anônimos, 95% dos trolls mascus sumiram daqui. Então quem é corajoso e quem é covarde?

Paul disse...

Pelo jeito o que escrevi é verdade mesmo, tá doendo em certas pessoas...

Lord Anderson disse...

Tai.

Eu a principio achei o uso do Loser inadequado tb, mas entendo os motivos.

Até pq muitos dos blogs masculinistas tb usam essas expressões.

E é engraçado cobrarem da Lola atenção, respostas civilizadas, maturidade, etc

quando são eles que entram xingando, "gritando", chamando de feia, gorda (xingamento de primario) etc a autora ou qualquer pessoa que deles discorde.

E ao Paul que falou que ´homens só se ferra, quantas noticias de homens mortos por suas companheiras vc viu esse mes?

compare com o numero de mulheres agredidas e mortas por namorados, maridos, ex, estranhso na rua, etc.

O numero de homens que morrem é maior do que de mulheres, mas eles são mortos por outros homens em brigas ou vitimas de crimes.

A maioria das mulheres assassinadas é morta por conhecidos.

Isso não diz nada?

Lord Anderson disse...

E outra coisa.

Em alguns sites masculinista que visitei, uma das provas mostradas p/ comprovar que a sociedade dá mais valor as mulheres era o fato de haver mais campanhas para prevenção de cancer de mama do que de prostata...

Mas caramba que mais prejudica a prevenção desse cancer são justamente os machistas que saem por ai dizendo que quem se submete ao exame "perde" masculinidade...

Os caras conseguem culpas as feministas até pelos proprios erros.

Me Rhael disse...

Saindo da discussão de vocês; eu li a notícia e não faz sentido. Ela tem o problema dela, mas uma pausa de 15 min a cada duas horas poderia ser acordada com o chefe sem intromissão da justiça(porque pessoas que trabalham em frente ao computador fazem isso com frequencia pra não terem fadiga visual e não entrem com ações por isso); e permitir que ela use os recursos da empresa pra ficar acessando sites eróticos durante seu trabalho não é nada além de absurdo. Não me espantaria se preferissem demitir ela.

Enigmático e Realístico disse...

Lola seu vocabulario é inadequado para eu continuar qualquer tipo de conversa com você. Eu respondi ao seu post de maneira formal, sem apelar para chingamentos ou qualquer coisa que possa denegrir a sua imagem para me referir a você.

Quanto aos pseudonimos sinceramente isso pouca importa. Minha intenção é construir e formar opiniões, e não expor minha imagem. Minha intenção é que as pessoas leiam e reflitam de maneira boa ou ruim sobre o que eu escrevo sobre minhas opiniões e não sobre minha identidade.

No fundo eu sei que você sabe disso, você apenas esta se fazendo de desentendida para continuar com essa birra infantil para afirmar suas idéias. Me chamando de "unrealistico", falando "mimimi", nos comentarios e continuando a me chamar de "mascu".

Achei que estava falando com uma mulher, decidida e coerente de suas idéias. E não uma garota birrenta que fundamenta suas idéias com "humor".

Boa noite e bom final de semana Lola. Não vou mais importuna-la no seu blog sério.

Atenciosamente

Enigmatico e Realistico

Laetitia disse...

Agora que eu fui ver o blog do "amiguinho" em questão, tb tô rolando de rir. Parece absurdo ele vir aqui dizer que não é misógino... haha!

E eu ia falar que as imagens não surtiram o "efeito" desejado, mas deixa quieto. Não dá pra levar a sério, mesmo.

Shey, Sheid, enfim... disse...

Pra justificar algo como o Massacre de Realengo tem que ser muito loser , e no sentido mais verdadeiro dessa palavra...só rindo, viu?

Pra mim não tem o q tirar no post, tá perfeito!
E a Lola ainda foi respeitosa demais com esse tipinho, pq eles não merecem.Pra todo lado na internet a gente se depara com as merdas q esses babacas escrevem, de baixo nível msm, travestido de "politicamente incorreto".

Tão com raivinha, se sentindo injustiçados os gurizinhos? ahpahbosta, simples.

universo_alternativo1 disse...

Lola, você jogou muito baixo. Só deu motivos para os misóginos difamarem mais ainda as feministas.

lola aronovich disse...

Ahn, Enigmático e Unrealista, quando questionei por que vc e todos os outros mascus ou usam pseudônimos ou são anônimos, vc respondeu:
“Ah, e outra coisa, acho que nao é muito dificil saber porque eu uso pseudonimos não? Já imaginou se eu mostrasse minha identidade? Provavelmente no seu post teriam fotos minhas sendo ridicularizadas, e muitos leitores assiduos do seu blog poderiam ir me importunar no meu profile real.
Eu digo isso porque ja teve um blogueiro 'mascu' que fez isso. A vida desse cara virou um inferno em menos de 1 mes, e ele apagou o blog e sumiu. Nesse pais e liberdade de expressão e opinião não é respeitada. E os mais 'radicais' devem tomar precauções.”

Mas agora vc nem toca mais nesse assunto. Agora vc diz que não põe seu nome porque não quer se exibir. Porque, aparentemente, blogueira que tem coragem de assinar com o nome as suas opiniãoes só quer mesmo se exibir.
Seu poder de argumentação nos comentários é tão forte quanto nos seus posts, amiguinho!

universo_alternativo1 disse...

Lola, pq tanta dificuldade em assumir que você pecou em desqualificar o Enigmático ? Totalmente desnecessário chama-lo de loser, desnecessárias as fotos com a intenção de rebaixar. Se até seus seguidores entenderam como um profundo desrespeito, imagina os trolls e os misóginos. Vão tomar isso como exemplo de feminista radical e desrespeitosa.

Não adianta camuflar isso como "bom humor".

Flávia disse...

"Vão tomar isso como exemplo de feminista radical e desrespeitosa."

Que exagero.

E yo sou feminista radical com muito orgulho. Até porque não existe 'meio feminismo', 'feminismo moderado', ou coisa que o valha.

Lola, repito. Tás dando muita importância para blogs e pessoas muito insignificantes. E acho melhor chamá-los de misóginos que masculinistas.

Amanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda disse...

Esse Enigmático, hen, que cara chato!
Quanto a ironia, eu adorei. Acho que uma das marcas principais desse blog é a ironia. Entao,Lola, siga com ela. =)
E nao adianta msm dar muita bola pra esses mascus, mas hoje é sábado e merecemos nos divertir rindo das palhaçadas deles. Incrível como eles nao tem um pingo humor, mas conseguem ser (involuntariamente) engraçados.

Michelle Silva Toti disse...

Fico indignada com esses caras que chamam todas as mulheres de interesseiras, safadas, infiéis, etc....."Prostituta sai mais barato que namorada"? Fala sério! Que tipo de homem fala uma coisa dessas? E ainda justifica que a mulher deixa o cara na primeira crise financeira...........é p/ chorar na pia.
Não sei em que mundo esquizofrênico eles vivem, mas no mundo real os homens são mais infiéis, cobram perfeição das mulheres (tem que ser inteligente, bonita, boa dona-de-casa, excelente mãe, carinhosa, um furacão na cama, etc) e quando a mulher não se encaixa mais em um desses padrões (geralmente o de beleza jovial) a troca por outra. Quando o cara sobe na vida então.... geralmente a primeira atitude, para demonstrar seu status, é procurar uma mulher mais jovem e mais bonita.
E olha que eu tenho certeza que qualquer pessoa aqui conhece pelo menos um desses casos, se não vários.
Agora se o cara prefere sair com prostitutas não pode criticar quando a "namorada" troca ele por um que tenha mais dinheiro, business querido...........kkkk

Sara Siqueira disse...

"só ouvi falar na Solanas porque eu vi “I Shot Andy Warhol” - pois é tb só a conheço assim.

Lola, humor é a melhor forma de criticar pessoas como esses caras masculinistas. Inclusive eu assumo que ri muito das imagens do seu post!
E eu não conhecia nenhum masculinista até ver posts seus, e acho que ler posts seus sobre eles é uma vacina pra homem nenhum entrar nessa.

E acredito que essa história de mulher não sofrer pressão em relação a sua sexualidade e sua solteirice meio distorcida. Eu sofro pressão, e muitas mulheres que eu conheço tb sofrem, quando encontrar uma mulher que não passe por isso eu volto aqui pra contar. E volto muito feliz, inclusive. Adoraria ver uma mulher que decidiu não casar, ter filhos e que tenha uma vida sexual mais liberal que não seja "comentada" de forma reticente por aí.

Gente, vamos parar de falar que feminista é feia, mal amada e gorda, pq conheço muita feminista linda! Ficou lugar comum demais falar isso, arrumem uma outra forma de criticar uma feminista! Pelamor!

Adriano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
YR-Heretic disse...

Falaí manolada, cheguei, beleza ? -Q

Hehe, sei que muita gente vai ficar incomodada com a minha chegada, mas acreditem, meu propósito não é irritar - É informar.

Como eu já tinha afirmado em outras ocasiões (No penúltimo post sobre Masculinismo elaborei um bocado sobre isso em resposta a uma feminista que me respondeu educadamente), creio que ocorrem equívocos a cerca da identificação da definição correta de Masculinismo. O motivo ? Bem, no Brasil, em particular a muitas pessoas que usam o nome Masculinismo (Movimento socio-político) pra trocar figurinhas de Pick-Up Artist e etc. (Conjunto de idéias para uso em relacionamentos interpessoais) ou simplesmente idéias patriarcais.

Não culpo as leitoras do blog por terem essa idéia, afinal não sei quais lêem inglês... Mas acho um absurdo da parte da Lola, que é formada em inglês, viveu nos Estados Unidos e portanto tem condições de se informar adequadamente...

Gente, aos que sabem inglês e não temem a troca de idéias, façam o teste não custa nada : Teclem no Google "Masculism" ou "Masculinism" e dêem uma lida superficial nos sites desse movimento. Verão que a maioria das coisas são de cunho jurídico ou revindicações a cerca de legislação. OK. Uma parte já foi. Em seguida, teclem "Masculismo" ou "Masculinismo" no mesmo Google e sim, infelizmente se depararão com reaças, PUAs e qualquer outro tipo de pessoa comentando sobre relacionamentos afetivos.

Atenção ! Não estou dizendo em nenhum momento o que vocês devem ou não devem ser, nem dizendo que vocês deveriam aderir ao Masculismo ou coisa que valha ao responder nesse post - Apenas quero que confirmem a diferença entre as pesquisas. A opinião que vocês tiverem a cerca do verdadeiro Masculismo depois disso deve se guiar pelo foro íntimo de vocês. Não ligamos se vocês nos odiarem... Ligamos se vocês nos odeiam pela coisa errada.

Para os preguiçosos :

http://en.wikipedia.org/wiki/Masculism - Definição

Ou pros exigentes que não gostam da WP :

http://menswiki.wikidot.com/masculism ou http://www.pellebilling.com/2009/09/masculism-vs-feminism/ - Definições também.

Aqui, sites de várias vertentes algumas mais radicais e outras menos (Eu tenho a cara e a coragem de mostrar o lado bom e o lado não tão bom do movimento):

http://antimisandry.com/forums/

http://masculism.ca/

http://news.mensactivism.org/

Glenn Sacks, Masculista que conseguiu muitas mudanças pela igualdade nos direitos dos pais em relação as mães :

http://www.glennsacks.com/blog/

Por último e não menos importante - Warren Farrel, que sugeriu o termo Masculismo Progressista pra se diferenciar dos mais radicais. Ele tende a ser bem aceito por pessoas dos dois sexos e já foi eleito pra vários cargos de direitos das mulheres também, apesar de ser Masculista :

http://www.warrenfarrell.com/

Bom, isso é tudo. Os que genuinamente querem dialogar, irão pelo menos ponderar o que eu disse. Os que respondem sem ler e são crianças mimadas que só sabem repetir cegamente esse discurso tolo do "É tudo igual", bem, eu não esperava nada de vocês mesmo.

Isso é tudo, bom domingo galera.

Adriano Yu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lola aronovich disse...

Tirei os comentários abaixo de um fórum mascu (com link pra cá) com o tópico “Leiam isso!!! Estão chamando o masculinismo de misoginia!!!”

Pois é, COMO alguém pode fazer isso vendo o tratamento tão lindo que eles dispensam às mulheres?! Aqui alguns comentários que tirei desse fórum:

- Muitos comentaristas de lah nem sabiam q existiam o masculinismo. Tao descobrindo a partir do post dela o que os leva a odiarem o masculinismo logo de cara. Essa Lola eh muito experta. Ta manipulando a cabeça desse pessoal. Ela eh muito habilidosa com as palavras...

- Outro: Pois é, antes que eles fossem apresentados na cagada, ela já apresentou, e sob a ótica dela. Pena que o pessoal é muito baixa-estima para ver a manipulação. Se eu fosse o Enigmático, teria chegado de manso, elogiando o texto das feminazis e assim alguns leitores iam clicar no nome dele e conhecer a real, conhecer os outros blogs. Ela já ridiculariza para quem "não rir da piada" se sentir deslocado, tipo numa festa... o cara ri sem gostar da piada. Por isso deve-se continuar o trabalho, eu comento lá e todos aqui deveriam dar uma força, se esforçando para irritá-las ao maximo e divulgando a real por aí.

- Cara confesso q toh loko pra entrar naquela merda no "troll mode" e meter a real nesses palhaços...

- se for fazer, faça num horário estratégico. Quando ela não puder apagar. De madruga é uma boa, quem acordar já recebe uma paulada... hahaha. Mas isso é uma suposição, apenas, não conheço os hábitos do blog. Fiquei pensando agora... será que é bom divulgar os blogs da real no "troll mode" ou na surdina... ?? Eu gosto de ironizar, mas tacar na cara também pode surtir efeito. As putas não tem como, mas pelo menos os manginas chupadores de salto podem acordar, quem sabe. Dá pena.

Palavra da Lolinha: Não sei se dá mais pena, ânsia de vômito, ou ataque de risos.

universo_alternativo1 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
universo_alternativo1 disse...

Lola, já percebeu que vc só consegue deixar vivo seu "discurso" através de falácias e falsas ironias ? Insiste em pegar meia-duzia de comentários para rotular um movimento inteiro, e quer ser respeitada dessa forma ?

Honestidade, ética e inteligencia mandaram lembranças.

Parece que dizer que está "apenas se divertindo" virou uma desculpa para qualquer atitude irresponsável. Depois de escrever um monte de besteiras, é só usar isso para sair pela tangente. Fácil, não é ?

Denise disse...

Posso fazer uma pergunta um pouco primária? Qual a diferença entre masculinista e machista? Pois, para mim, parece o mesmo.
Sobre feminismo radical... Eu não sei porque achamos que "radical" é algo pejorativo. Radical quer dizer: ir à raiz do problema. Somente os radicais fazem isso, os demais ficam na superfície. Ou eu tô louca? Ou vai ver é culpa do Aurélio, aquele infeliz.
Por que não usar machista e pronto? Isso já não diz tudo? Masculinista, até agora, parece uma tentativa de enfeitar o machismo. Para parecer mais palatável. O que não é. E outra coisa: vou olhar esses links para entender melhor o masculinismo, seja lá o que for isso. Agora, o mesmo serve para todos: quem não sabe o que é feminismo, por favor, leia. É muito chato ver comentários aqui comparando feminismo ao machismo. Como se fossem opostos. Chega a ser cansativo ler essas mensagens. :)

Denise disse...

Acabei de ler sobre o Masculinismo e fiquei um pouco confusa. Os masculinistas se opõem ao feminismo, mas são vítimas do próprio patriarcado. É isso? Porque as desigualdades nasceram justamente no seio patriarcal. Agora tem muitas questões ali que são questionáveis. Exemplo: licença paternidade é menor que licença maternidade. Por que será, né? Será que é porque a mulher que geriu (ter filh@ não é como espirrar)? Será que é porque a mulher que tem que amamentar? Concordo em muitos pontos, mas se o movimento já tem tantos adeptos, a união dos movimentos por uma sociedade mais justa e igualitária não seria mais interessante? Inclusive os movimentos contra discriminação racial e sexual também. Agora, dessa forma, como está colocado, de forma séria e realmente pretendendo mudanças. Não como muitos masculinistas (existem muitos sites horríveis), que realmente pregam o machismo, o sexismo e o ódio à mulher. Isso é inadimissível e totalmente reprovável. Assim como o ódio, por si só, a qualquer. É o que penso.

Isabel disse...

Putz, se isso aí é o que eles chamam de amar as mulheres... Quero nem ver o que eles chamam de ódio e desprezo.

Oliveira disse...

MENTIROSA!

YR-Heretic disse...

@Denise Olá Denise ! Nos "vemos" de novo, huh ? Vim dessa vez, não contrargumentar, mas comentar algumas das coisas que disse nos comments :

A) Quanto a palavra "radical" : Sim, entendo que o sentido literal da palavra é esse, mas nesse caso concordo que é culpa do Aurélio. No uso popular radical como adjetivo é também análogo a idivíduo extremista e/ou exacerbado, que é excessivo.

B) Sim, estou ciente que muitos homens cometem o erro de comparar o Feminismo com o Machismo, (Felizmente, eu não cometo esse erro), mas creio que isso ocorre pelo fato de em tempos idos não haver necessidade de achar uma palavra "Oposta" pra Machismo. Não estou defendendo os que erram na definição, estou apenas apontando um atenuante pra entendimento, afinal de contas, temos de ser, no limite do possível, lenientes com os ignorantes (Exceto em casos de má fé, mas nem todos os casos são egressos disso, apesar de muitos serem). Os teóricos mais modernos até sugeriram o neologismo Femismo pra aquelas que apresentam crenças/objetivos não-igualitários. Uma palavra similar mas não exatamente a mesma já existia, Marianismo que significa a crença de que a mulher é mais pura e mentalmente superior ao homem. A palavra Femismo, representa essa superioridade percebida em sua totalidade.

C) A questão da licença-paternidade... Creio que você a viu com maus olhos porque você pressupôs que a intenção fosse diminuir a licença pra mulher... Mas veja bem, pode se igualar coisas de duas maneiras : Diminuindo o tamanho do maior ou aumentando o tamanho do menor. Lembrando que a mãe tira licença, não só pela amamentação, mas também pelo "Bonding", a ligação emocional dela com a criança. Justamente porque ter filhos não é similar a espirra e isso não acontece toda hora, é que tenho a crença de que o mundo dos negócios não perderia muito se dessemos ao novo papai a oportunidade de enriquecer seu "Bonding" com sua prole, com a mesma duração de tempo que sua esposa. Creio também que isso é ótimo pra esposa também, que será acessorada por mais tempo na criação do filho (Afinal, num mundo com igualdade, há divisão de responsabilidades e não seria bom pra mãe deixá-la fazer tudo... Ainda que algumas queiram isso.). Como um benefício extra, é até melhor pra união do casal. Mas bem, como sempre pressupõem que homens são "Über Evil", a primeira idéia que vem a cabeça é que queremos mandar a mãe de volta ao emprego o mais cedo possível - E não aumentar o "Bonding" do pai.

D) Eu concordo com você ! Mas infelizmente vivemos num mundo deverás separatista e faccionalizado (É assim que se escreve ?) e as pessoas acabam se dividindo em 5783451 "Grupos de interesses especiais". Eu pessoalmente, acharia bem mais confortável fazer parte do grupo "Anti-Sexista", mas a existência desse grupo único e Gender-Neutral depende da vontade de muita gente dos dois movimentos... E como isso parece que vai demorar algum tempo... Terei de continuar usando o título de Masculista, até esse dia chegar.

E) Novamente concordamos. O patriarcado também é nocivo a nossa causa, tanto pra fins de opinião pública, onde eles insistem em tentar se misturar conosco (Vide outro comentário que fiz no post anterior a esse que falava de Masculismo também) como também em questões práticas. Mas, cabe lembrar, eles não são a ÚNICA fonte dos problemas dos homens, e alguns dos problemas da população masculina tem origem independente do patriarcado (Embora eu tenha certeza que 100% dos problemas de gênero enfrentados pelas mulheres sejam egressos dele). As causas são variáveies : Pessoas/Organizações PC, Discriminação Reversa (Que DIFERE de Anti-Discriminação) e por aí vamos a um caminho um bocado controverso... Mas sim, o patriarcado prejudica a causa Masculista.

Harlequinade disse...

@Ágatha

deixei claro que aquelas valorações acontecem só, e especificamente, em alguns grupos - moderninhos, universitários, jovens liberais de classe média - e tenho certeza de que não se estendem à relação das mulheres com a família, com o mercado, com as outras pessoas na rua, etc.

no tocante ao 'geral', concordo totalmente com você. a repressão sexual é forte e um bom pedaço se impões obre os dois gêneros (embora eu acho que as mulheres sejam mais oprimidas nesse sentido, e também de uma forma diferente).

os mascus pra mim não olharam, não ouviram e não entenderam as mulheres. mesmo nesses ambientes onde essa valoração como a que citei acontece, é sempre meio parcial, porque o resto todo mundo ainda impõe sua economia libidinal machista. já topei com mais de uma mulher que, pelo discurso e pela pose, aparentaria ter uma relação super saudável com sua sexualidade, inclusive recorrendo a essa estética da femme-fatale e depois que me envolvi intimamente descobri que não era bem assim. o que provavelmente se estende aos 'caras bem sucedidos' 'alfa' também, embora de outra forma (penso no gozo mecânico do sexo 'pra marcar pontos', o sexo-espetáculo da 'performance' do machão, o sexo-pornografia-mainstream - mecânico, neurótico, duro e violento).

abraços!

ps. Universo_paralelo1 me cheira a sock puppet do enigmático e realista.

Denise disse...

Oi, Yan.
Entendi agora a questão da licença paternidade. Mas aí a culpa é realmente desse sistema desumano chamado capitalismo. Quero dizer, a culpa é nossa porque aceitamos as coisas como elas são. Quem faz o sistema somos nós. E somos nós que corremos sem parar e estamos sempre em busca de produção, de movimentar a grande máquina do progresso. Resumindo: tá tudo errado. E todo mundo paga o preço.

Harlequinade disse...

Se Warren Farrell é um masculinista em algum sentido, então eu me considero um também, ao menos nesse mesmo sentido. E não deixei de ser feminista no processo. O que esse cara faz EU chamo de feminismo (teoria e prática do combate ao patriarcado).

Me evocou a frase da Margaret Mead: "Cada vez que libertamos uma mulher, libertamos um homem".

O patriarcado é ruim pra todos os gêneros. É mais ruim pra uns que pra outros, mas todo mundo perde.

Recomendo muito que quem fala ingês leia esse artigo: http://en.wikipedia.org/wiki/Warren_Farrell

Harlequinade disse...

É por isso que sou feminista não pelas mulheres, mas por mim. Em um ambiente de liberdade, a potência do outro só aumenta minha própria potência.

Flávio Brito™ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávio Brito™ disse...

Não entendo porque a autora tem tanto preconceito (as vezes parece até ódio) com quem é de direita.
Usa termos pejorativos, xinga, humilha pessoas só porque elas tem um pensamento politico diferente.
Sera mesmo correto destratar, humilhar ofender e ridicularizar alguém só porque é diferente ou ou pensa diferente.

Flávio Brito™ disse...

Uma vez fiz um teste que a própria Lola recomendou.
O teste disse que sou de centro-esquerda.
Será que o fato de eu ser de centro-esquerda e não da ESQUERDA faz de mim machista, misógino, ignorante racista e homofóbico que deve ser ignorado?
E se eu for de centro-direita devo ser xingado humilhado e ridicularizado ou só mereço isso seu for da DIREITA?

Jáder disse...

Eu acho engraçado o quanto que acusam os masculinistas de fomentarem o ódio às mulheres. Como se nesses comentários, muitas mulheres (às vezes até a própria Lola) não fomentassem o ódio aos homens.

Fico sinceramente muito triste em ver tamanha intransigência e falta de disposição ao diálogo que se encontra aqui. O espaço de comentários aqui está cada vez mais parecido com uma trincheira do que com um espaço de debates e nem a própria Lola está interessada em melhorar isso.

Esperava um pouquinho mais de respeito por parte de quem diz que apenas está defendendo os direitos das mulheres. Quem sabe um pouco mais de disposição ao debate, ou pelo menos um pouco de educação pra defender seus pontos de vista sem ofensas gratuitas, pra que quem discordasse ou tivesse qualquer adendo aos seus pontos de vista se sentisse seguro de poder fazê-lo.

Mas, como a própria Lola já disse a muitos homens várias vezes (independente do teor dos comentários destes), talvez estejamos no lugar errado. Peço desculpas pela invasão.

Harlequinade disse...

não são feministas contra homens. são feministas contra machismo, e por consequência, contra machistas. talvez, se estão sendo agressivas com vc, possa pensar se não está fazendo por merecer, perpetrando estereótipos, idéias misóginas, etc.

Abraços.

Jáder disse...

Acontece, Harlequinade, que qualquer infeliz que discordar uma vírgula do ódio feminazista fomentado aqui é tachado sumariamente de machista. Aqui não há espaço pra debates. Ou você concorda integralmente ou você é um porco machista, troll e misógino e ainda é xingado até pela dona do blogue.

escrevalolaescreva.blogspot.com. Ame-o ou deixe-o!

Harlequinade disse...

Engraçado, mas isso não aconteceu comigo e eu discordei VÁRIAS vírgulas. O que eu acho é que há sim machistas, trolls, misóginos e tudo mais de montão nesses comments. Tolerar troll é coisa de bobo, tolerar machismo é o que sustenta o próprio. E, de resto, se for o caso de um rótulo impróprio, tou sentindo falta de ver uma discordância nesse sentido que me soe coerente e consistente.

Abraços.

YR-Heretic disse...

@Harlequinade

Bom, o Farrell é os dois na verdade, vide citação tirada do próprio site dele (Na aba Warren Speaking) :

"I use two podiums to debate myself as a feminist and masculist."

A "rationale" do nome separado pro movimento Masculista é que o diferemente do Feminismo nem todos os problemas enfrentados hodiernamente pelos homens são egressos do Patriarcado, alguns tem origens externas. Dizer isso não é apoiar o patriarcado, nem dizer que ele não causa problemas aos homens, ele causa, e muito até. Mas para o Feminismo ele representa a fonte única de problemas no quesito igualdade enfrentados pela mulher - Ou seja, o patriarcado é o responsável por 100% dos problemas combatidos pelas feministas. O mesmo não se pode dizer pros masculistas. Os problemas enfrentados pelos masculistas, além dos trazidos pelo patriarcado, também incluem outros egressos de medidas de nivelamento mal implementadas. Isso não é dizer que o nosso problema é maior ou menor que o das mulheres, não tenho opinião formada a cerca disso, mas sim uma afirmação de que há 2 fontes de problemas no quesito igualdade de gênero para o homem hodierno.

YR-Heretic disse...

@Denise

Sendo eu um rapaz de visão política centrista, não tenho como colocar a culpa no Capitalismo em si, mas sim na forma de implementação do mesmo.

Eu não quero dar puxão de orelha em ninguém, mas é engraçado como pouca gente nota que todo sistema é uma porcaria quando mal implementado e isso inclui o socialismo que é o queridinho de muitos (Não estou dizendo que você o é. Não sei), mas até onde me recordo, sua implementação teve resultados horrendos. Ou seja, na minha visão o erro se encontra na forma como estão sendo feitas as coisas.

Pra mim, dificilmente sistemas em si são desumanos, mas com extrema facilidade, humanos são desumanos. Por mais paradoxal que isso pareça.

Denise disse...

Hum, é, Yan. Você está certo nesse ponto. Eu não sei ao certo o que sou. Para te dizer a verdade, eu não vejo muito sentido em nada disso: nem na política, nem na economia, nem na competição de mercado, nem no capitalismo, socialismo, enfim... Sinto muita dificuldade em ver sentido em muitas coisas. Prefiro acreditar que tá todo mundo tentando entrar em acordo com o planeta e os outros seres vivos. Sei lá.A lógica não é tão lógica assim.

Rafael disse...

essa Lola parece uma Porca gorda, puro recalque dela essa raivinha dos masculinistas!

Ulysses disse...

Rafael, ofender aparência...já é sacanagem.


Mas sobre o tópico... eu vi muito xororo nos comentarios, e as imagens que ilustram o tópico, mostram que a autora não é uma pessoa educada, afinal tentou reduzir o enigmatico, que é uma pessoa seria e educada, a um idiota qualquer.


Esse grupo de blogs da central masculinista, presta um grande favor a sociedade masculina em geral.


Alem de ensinar e ajudar homens de bem a lidar com o comportamento feminino, dão uma base para o crescimento pessoal. ( diferente de certos blogs...)

Acho que vc deveria pensar melhor ao tentar ofender/descaracterizar um movimento serio, que só visa o melhor para a sociedade.

Aurelio Coelho disse...

Parabéns Lola, gostei muito de você. Tem alguns trechos desse e de outros artigos que mesmo sendo sérios até me fazem rir as vezes. São comparações absurdas mas nem por isso são falsas. São argumentos bem fundamentados por uma pessoa que tem muita clareza e ética social. Sou homossexual, homem apoio suas idéias de igualdade e justiça entre todos que façam parte da sociedade (apenas por sermos seres humanos e não rótulos).

Achei muito engraçado vendo você falar TROLL... achava que esse termo só rolava nos blogs de humor. Aqui eu imaginava algo do tipo "IDIOTA" ou "IGNORANTE"... mas troll explica muito melhor (já que ele só tem o objetivo de destruir ou desestruturar um argumento válido)

Mais uma vez parabéns pelos seus debates e reflexões inteligentes.

HOMEM disse...

Aproveitem para brincar de feministas.
Logo isso vai acabar.

Feminismo é um sub-produto da esquerda marginal ocidental para corroe-lo internamente

A cada dia que passa os Homens são feminilizados pela mamãe pela professora e pela mídia feminista até a maioria se tornar homossexual passivo e as Mulheres cada vez mais agressivas isentas do desejo de formar e fortalecer a célula chamada Família.

Gritem feministas ,aproveitem !

Logo o Islamismo estará totalmente instalado em todo o planeta terra daí a gritaria e a palhaçada vai acabar.

Ocidente Hoje:

Homens frouxos sem força para lutar.
Mulheres agresivas que não respeitam os Homens e quando pensam em formar Família e lá pelos 35 anos.

Islamismo.

Homens: Fortes ,Agressivos e prontos para lutar (e esmagar os emos ocidentais.
Dedicado Líder da Família.

Mulheres: Fortes física e ideológicamente apoiando seu Homens em tudo.
E lutando pelo crescimento do país em que vivem e do Islamismo.

Então aproveitem feministas E mulheres sem noção,pois logo vocês estarão usando a burka.

Continuem usando as exceções para definir o Homem.
Continuem abrindo mão de formar uma Família na hora certa.
Continuem a ter no máximo dois filhos(isso quando tem)
E continuem a agredir de todas as maneiras JUSTAMENTE aqueles que poderiam proteger Vocês.

O Islamismo agradece,pois um povo assim é fácil de dominar.

Podem rir,pois logo serão vocês que irão chorar mais.

Filipe disse...

Eu acho seu blog muito interessante para se rir.
Eu não sou machista(apesar que vc vai discordar), acredito na idependencia da mulher e em seus direitos, muitos não em todos que as feministas lutam.
Tenho irmã, mãe e namorada e me orgulho muito delas e de sua idependencia, alem de todas as suas qualidades.
Odeio quando falam que lugar de mulher é na cozinha e odeio muitos preconceitos contra a mulher, não sou um defensor das mulheres, so um defensor da igualdade e do respeito.
E essa é a minha visão feministas são como machistas, desde suas piadas ate suas satirizações, porem são piores que os machistas, pois criminalizaram os machistas, enquantos suas ideologias sexistas são propagadas por ai como heroinas. enquanto vejo um mundo pós-feministas com muitos homens intimidados com sua sexualidade com medo de cairem no esteriotipo de machistas, pregando para si mesmos o relacionamento com uma so mulher, vejo o feminismo por ai pregando promiscuidade como ´´liberdade sexual´´, consultei todas as mulheres de integridade que conheci e todas consideram o feminismo uma balela, busquei sim a aprovação das mulheres que amo para não fazer um julgamento ruim e elas condenaram esse movimento vulgar, teve sua utilidade agradeço a Deus pelo que trouxeram a muitas mulheres, mas sua epoca de glória acabou e agora é um movimento vulgar.
Prova disso é o Manifesto scum, eu mesmo me declarava feminista e a favor dos direitos das mulheres, ate perceber que nesse mundo abominavel, so vale o odio contra o homem. Não tenho odio contra mulheres, mas abomino toda feminista, para mim vcs são mentirosas e a verdadeira luta por igualdade é atraves do humanismo e não de um movimento mentiroso como é o feminismo.

lola aronovich disse...

Filipe, vc é tão ignorante que nem dá pra começar a conversar com vc. Mas só um exemplo minúsculo: vc diz que o feminismo "teve sua utilidade" e que vc agradece a Deus pelo que trouxe a muitas mulheres e fala em época de glória. Aí vc menciona o Manifesto Scum. Vc acha que ele foi escrito quando, ontem? Foi bem na "época de glória" que vc diz. Só que não teve nenhuma importância. Quase nenhuma feminista leva Solanas a sério. Aliás, só se continua falando nela porque machistas como vc insistem em falar nela. Ela só "entrou pra história" porque atirou no Andy Warhol (imagino que vcs nunca ouviram falar nele, né?). Como eu sei que vc é machista? Bom, tirando todas as bobagens que vc falou, vc ainda usa termos como "mulheres de integridade" e "movimento vulgar". Tente explicar esses termos sem ser machista e moralista.