segunda-feira, 11 de abril de 2011

MASCULINISTAS TÊM A SOLUÇÃO PARA QUE REALENGO NÃO SE REPITA

Lembra de George Sodini, o cara de 48 anos chateado por não transar havia 19 e não seduzir garotas com menos de 20, e que por isso invadiu uma academia de ginástica, matou três mulheres e em seguida se suicidou? Falei dele aqui. Pois é. O que George, um outro americano que separou meninos e meninas numa escola Amish e só matou as meninas, e Wellington do Realengo tinham em comum, além do fato de não terem muito apreço pelo sexo feminino? Bom, segundo um blog masculinista que me foi “recomendado” por uma leitora, eles eram todos caras bonzinhos. Por isso fracassaram com as mulheres e, consequentemente, mataram as que encontraram por perto.
Sei que a gente não deveria dar muita atenção pros machistas e misóginos que preferem ser chamados de masculinistas porque, né, eles não são pra ser levados a sério. Não falam coisa com coisa. Às vezes são até involuntariamente divertidos. Este autor justificando o comportamento de Wellington, por sinal, já havia dito que o padrão de beleza inatingível que tanto aflige as mulheres e não raro leva à anorexia foi invenção das feministas. É, esqueça tudo que você aprendeu até agora sobre feministas lutarem contra os padrões, inclusive o da beleza; ou do padrão cada vez mais magro ter aparecido justamente no final dos anos 60 como uma resposta a esse monstro do feminismo. Não, os mascus se regem por não precisarem seguir nenhuma lógica. É isso que os faz tão especiais.
O autor do post reconhece que Wellington alvejou as meninas. Mas o motivo disso é que “o sofrimento amoroso do homem não é reconhecido pela sociedade”. Falta a esta sociedade tão cruel com o homem “admitir que exist[e] algo de muito errado com o mercado sexual”. Este é um velho mantra dos mascus: que 20% dos homens comem 80% das mulheres. A desigualdade social, pra eles, não está dividida entre ricos e pobres, mas entre homens que conseguem conquistar mulheres para fazer sexo e os que não conseguem. Li num outro blog mascu (esqueci qual) que o homem médio é composto de “perdedores, nerds, feios, pobres, sem vida social” (imagina se eu dissesse uma coisa dessas! Eu seria acusada de odiar os homens e querer seu extermínio! Felizmente eu não penso assim; eu acho o homem médio bem bacana, mas essa é apenas a opinião de uma feminazi). E as mulheres desprezam o homem médio e só “liberam” sexo (porque mulher não gosta de sexo e nem pode iniciá-lo, só o usa como moeda de troca) pros alfas, os homens especiais ― ricos, bonitos, musculosos. Mas, pelo jeito, se um homem não tiver esses atributos, não há problema. Ele ainda pode seduzir mulheres sendo um cafajeste. Sim, porque mulheres adoram cafajestes e não gostam de caras bonzinhos como George, Wellington, e o matador de meninas Amish. Pro autor do post, a desigualdade sexual é um dos principais problemas do mundo: “esse mercado sexual seletivo cria homens errantes, como o caso deste assassino. [...] Alguns homens com menos poder diante do mercado sexual adquirem uma extrema raiva e frustração contra o processo seletivo das mulheres”. Sim, meu anjo, essa “extrema raiva” chama-se misoginia.
Outro problema que parece estar por trás do ódio de George e de Wellington contra as meninas é que elas têm mais experiência sexual do que eles, o que vai contra a ordem natural das coisas. Como diz o sábio autor do post: “Atualmente é comum garotas de 12 a 15 anos, terem uma vida sexualmente mais ativa do que muitos homens com 30 anos. Em 2 anos, essas garotas atingem um numero de parceiros sexuais que um homem não chega a atingir a vida inteira. O que eu quero dizer com isso é que a balança dos relacionamentos esta desajustada, onde as mulheres têm total controle sobre o sexo e o monopolizam de modo a atender as suas razões e emoções”. A reclamação desse mascu é exatamente a mesma que George escreveu em seu blog, com cálculos obsessivos sobre quantas relações sexuais tinham aquelas garotas que ele observava em comparação ao seu jejum. Há uma revolta imensa desses homens que as mulheres possam escolher seus parceiros sexuais.
Mas o bom dos mascus é que eles não só apontam os problemas como também as soluções. E eles não têm medo de explicar com todas as letras qual a solução, doa a quem doer:Entendeu, pessoal? Precisa de um tempo pra anotar algo tão racional? Mas tem mais: “Deveríamos simplesmente ser verdadeiros quanto a dinâmica dessas relações, tirando os homens dessa espécie de 'matrix' dos relacionamentos, onde os homens são ensinados desde crianças a serem cavalheiros, gentis, corteses, românticos e persistentes e onde na vida real as mulheres valorizam exatamente o contrario desse tipo de homem. Onde os homens que são valorizados são os homens de poder, independente de seus caracteres e onde os 'bonzinhos' são violentamente excluídos.
É espantoso que, nessa matrix em que os homens se encontram, e onde são ensinados a serem cavalheiros, gentis e românticos, violência doméstica e estupros ainda existam (sem falar em assassinatos em massa, quase sempre cometidos por homens). Homens, se esse é o padrão de bondade que vocês seguem, por favor, deixem de ser tão bonzinhos! Façam como George Sodini -- compareçam a reuniões de auto-ajuda com gurus que te digam que o fato de vocês não pegarem mulher é porque o problema está nelas (que só gostam de cafajestes), não em vocês, que são bons demais! Pelo autor do post, a violência não é a que homens cometem contra mulheres (e outros homens), mas a que mulheres cometem contra homens bonzinhos, violentamente excluindo-os.
É, eu sei: ficou confuso. Mas felizmente no blog citado aparecem comentaristas mascus para esclarecer como evitar uma tragédia como a de Realengo: “a solução é quando um homem for questinado sobre a própria masculinidade por não cultuar a b*ceta, assim como as feminazis Trolls estão fazendo aqui e como fizeram com o Wellington, ele deve mandar as vadias TOMAREM BEM NO MEIO DOS SEUS RESPECTIVOS C*S, dar um belo sorriso e ir ler um bom livro ^^ Dessa forma, um assassinato como o que aconteceu nunca teria ocorrido.
Agora aprendemos que as feminazis não apenas inventaram o padrão de beleza para mulheres, mas também trollaram Wellington. Logo, a culpa pelo massacre no Rio é das feministas! Você já sabia disso, né?
Eles seriam divertidos se não fossem trágicos. A realidade é que estamos precisando de homens, meninos, mulheres, pessoas, que saibam lidar melhor com a rejeição (porque todo mundo é rejeitado pelo menos uma vez na vida), que não se cobrem tanto pelas pressões da sociedade, que consigam aturar bullying, que denunciem bullying, que não cometam bullying, que não tenham nenhuma vontade de chegar perto de armas (e que se desconfiarem de ter alguma doença psiquiátrica, busquem tratamento, porque pra cometer um crime desses é preciso também ser doente). Precisamos de homens mais bonzinhos, não menos. A começar por vocês, mascus. Deixem de falar bobagem e sejam legais, que talvez assim as mulheres olhem pra vocês.

84 comentários:

Koppe disse...

Acho que são poucos os homens perdedores e rejeitados que viram assassinos; a maioria vira masculinista mesmo.

E quanto a ser nerd, pobre, feio e sem vida social, acho que esse sou eu... e nem por isso fico colocando nas mulheres a culpa pelos meus problemas ou, pior ainda, por todos os males do mundo.

Masculinistas ficam repetindo idéias que milênios atrás já eram velhas, da Pandora que tinha a caixa que trazia todos os males da humanidade, da Eva que levou Adão ao pecado e à queda do paraíso, da Guinevere que levou Camelot à decadência... não tá na hora de mudar o disco?

=Maíra= disse...

Lola, pra mim, você tocou num ponto muito importante no fim do post: esses caras misóginos têm profunda dificuldade em lidar com a rejeição. Eles não suportam a ideia de que nós mulheres podemos ter escolha e que podemos não querê-los.

Acho incrível como a mídia insiste em falar em "assassinato de crianças" e ignorar o fato gritante do número de meninas x o número de meninos assassinados e também os depoimanetos de que o assassino atirava em meninas "para matar".

Enquanto a violência contra a mulher for banalizada a ponto de não ser discutida, ainda teremos muita luta pela frante...
Bjs!

Shoujofan disse...

Excelente post, Lola. Pegou todos os pontos certos.

Pequenas histórias cotidianas disse...

Nunca vi tanto absurdo junto! Tou passada! Esses caras sequer quetionam outras coisas, tais quais o mito de que todos nós precisamos de alguém pra nos completar.. do amor romântico mesmo. Mas, isso nem passa pelas cabeças dessas criaturas.. até pq eles nem conseguem fazer sexo memso. (Eles disseram isso nos posts, não sou quem diz). Agora, eu tb acho incrível que eles não achem que talvez eles tenham que mudar e ser mais legais mesmo.. inclusive serem menos machistas e misóginos.. quem sabe assim, as gurias olhem pra eles. E acho mt bom que eles querem as mais "gostosas", s mais bonitas, mas a gente não pdoe querer escolher um cara legal e inteligente! A gente tem querer quelquer um, né/ Afinal, ensinaram que as mulheres tem que ter um homem pra validar suas vidas! E aí, nós temos que aceitar qualquer um. Não, eu não aceito! Se for pra ter alguém, quero alguém que seja legal, inteligente, educado e pelo love de God... machista e misógino não! Prefiro ficar só a ter "qualquer um ao meu lado". Me revoltei... vão todos pro inferno esses mascus. Resumir uma tragedia a falta de mulher... é mt limitação. Ninguém discute o acesso fácil as armas, a falta de segurnaça na escola... a condição psiquiátrica desse ser! Afss....

Lord Anderson disse...

Posso estar enganado, mas ao visitar esses sites masculinistas, eu percebo que tudo gira numa necessidade de jogar a culpa dos problemas pessoas em alguem.

As mulheres, os homens "babacas", a sociedade, etc

Eles parecem precisar de um "culpado" externo para seus problemas.

E tb de um modelo de masculinidade que elevem sua alto-estima.

Dai tantos artigos sobre como ser um homem "honrado", "real", etc

Enfim, com dificuldades em lidar com angustias, reijeições e problemas, reais ou imaginarios, ele procuram um passado supostamente "melhor" e em vez de refletir, encarar os proprios preconceitos etc, é mais facil destilar odio contra outras pessoas.

Lamentavel.

Lord Anderson disse...

E sim, a maioria fica revoltada pelo fato das mulheres terem capacidade de escolha.

Revoltados por, ao seguir um determinado comportamento (serem legais e bonzinhos), elas não se jogarem em seus braços automaticamente.

Barbara O. disse...

Lord Anderson,

acho que eles nao sabem eh que o que eles querem mesmo eh um cachorro. Assim que voce abana para o bicho com a linguica mais chechelenta que seja ele vem correndo tascar, feliz da vida. Nao eh um sonho?

Lord Anderson disse...

Rs.

Sim é um sonho mesmo Barbara.

Mas eu não confiaria um cão (ou outro animal a esses caras), afinal ,eles tb precisam de atenção, cuidados,compromisso.

Esse pessoal mascu, não quer ter tanto "trabalho" assim.

aiaiai disse...

só não estou rindo porque realmente esse tema não é engraçado...mas fica difícil imaginar que esses caras escrevem isso sem notarem que estão fazendo humor involuntário.

Gabs disse...

tsc,como diz minha amiga...
isso é coisa de gente mal amada =p

Tanko disse...

A maioria dos homens, em especial os masculinistas, querem ser amados pelo que são, mas não desejam dar a recíproca.

Reclamar por serem “perdedores, nerds, feios, pobres, sem vida social” é fácil, fazer alguma coisa para mudar isso (já que está atrapalhando seus objetivos) é que nem entrou em cogitação, né? Procurar uma garota com perfil parecido também não, né? Afinal ele tem que ser amado como é pela MEGAN FOX.

Ou será que eles pensam que deveriam ser desejáveis apenas por ter um pênis?

Lord Anderson disse...

Tanko, esses mesmo mascus, vão criticar a "gostosona" pq ela só se preocupa com as aparências, roupas, etc, e dizer que isso é uma prova que as mulheres são futeis.

Mas tb são os primeiros, a chamar qualquer mulher de feia, gorda, baranga, etc, quando ela os questiona.

Haja ginastica mental.

Rubens disse...

Lola, seu post está perfeito!

Para esses seres estranhos não seguir qualquer lógica é a "lógica" deles, pelo menos no que se diz respeito a constância. É o caminho mais prático.

TODOS os caras machistas que eu conheço tem sérios problemas com rejeição! Um até me contou uma teoria trágica sobre caras "legais".

Segundo eles as mulheres esses seres inferiores e vis, usam da sua maléfica beleza para conseguir bens materiais através do seu charme (pe mulher cria do capeta, não tem capacidade para construir algo por si só, precisam chupinhar do pobre homem 'de bem').

E os cafas (leia-se homens alfa) são os espertos que entendem a lógica deste "mercado sexual" (a barganha de sexo por dinheiro e mimos) e usam de suas táticas psicólogicas para confundir as mulheres e obter mais sexo por menos dinheiro. (entenda-se que para o homem é válido usar artimanhas, pq nós pobres machos estamos cercados de bruxas, temos que nos defender!).

Dai quando vc's ficam velhas (e por tabela feias) vc's começam a procurar os caras legais! Sim os caras legais (os trouxas, que valorizam as mulheres) passam "fome" no início da sua vida sexual, mas quando envelhecem podem "comer" as sobras ! Que os machos alfa, cafas nos deixaram gentilmente.

Isso resolve tudo, nessa teoria é só optar:

Ser um cafa e comer todas as "novinhas"

Ou ser um cara "legal/trouxa" e comer as velhas.

=D pq né? mulheres são seres tão ardilosos...

O cara ainda completou a bobagem dizendo que cansou de ser "bonzinho" e agora virou um macho alpha, pq segundo ele "cansou de roer osso, agora só quer filé mignon". (Dá pra ver bem que esses caras só vêem mulheres como sendo pedaços de carne).

É de chorar! Mas é essa a "lógica" desses caras.

nelsonalvespinto disse...

Lola,

To ficando com birra do termo masculinista. Estas coisas ai nao representam o genero masculino.

Por que nao chama-los pelo nome correto: misoginos?

Aline disse...

É um absurdo como estão tratando esse caso...
Fico revoltada.

Aline

nelsonalvespinto disse...

Lola,

Voce notou a especie de catarse que os reacas vivem na atualidade?

As mortes em Realengo sao apenas assunto para o verdadeiro problema do mundo: opinioes contrarias as deles.

Desculpe a falta de acentuacao. Teclado desconfigurado.

Ju Camargo disse...

Inacreditável como até nisso a culpa é das feministas! rs To chocada com esse blog dos 'mascus'...
Será que ele pode me dizer ONDE ELE VIVE? Porque lá os homens sao romanticos, educados e não-violentos, deve ser legal ir conhecer, porque né...Non-sense!
Pobres homens que se deparam com mulheres independentes que PODEM E QUEREM sexo... Agora os homens podem sair assassinando mulheres justificando com essa baboseira de inversão da ordem natural?

Obs: Caras normais são infinitamente mais legais do que os 'bacanões babacões' que AINDA acreditam que "mulher gosta de cafajeste"...
É esse o mesmo tipo de patife que acredita que homem tem a carne fraca e pode trair, enquanto a mulher deve ser dócil e uma boa mãe, usando sexo só pra satisfazer o marido, nunca a si própria!
Caramba quando achamos que fazemos algum mísero progresso com esse assunto, me aparece uma digievolução do machista...
Masculinistas... por dentro o bom e velho machista, mas com uma armadura cheia de palavras comoventes e filosóficas pra pregar o que já sabemos!
@Juh_Camargo

Fabio Salvador disse...

Põ, mas eu sou nerd, pobre e sempre tive bem pouca vida social, e de fato, quando adolescente, achava muito complicado arrumar mulher. Ao invés de uma metralhadora, comprei umas roupas legaizinhas, arrumei uma turma e comecei a sair mais.

Tá. Mas isso foi nos anos 90.

A verdade é que enxergar a coisa apenas pelo ângulo do "ah, o cara é misógino, masculinista e coisa e tal" é apenas parte do problema.

Na realidade, homens e mulheres são pressionados por forças sociais enormes e esmagadoras. As mulheres, pelo modelo magra/alta/ben-vestida/submissa, uma pressão que normalmente não causa nada de anormal, mas em casos extremos leva meninas a morrerem de fome em regimes malucos.

Os homens são cobrados para terem "performance", serem "pegadores", e é óbvio que muitos não conseguem atingir o patamar estabelecido.

Agora... ÓBVIO que isso não justifica ficar maluco e sair atirando nas pessoas.

O que eu quero dizer é o seguinte: se FOSSE VÁLIDO o cara admitir "olha, sou um cara legal, não pego ninguém mas sou um cara legal e estou numa boa", os caras que não se dão bem teriam a chance de encarar de forma calma e positiva o problema que têm, e sair dele. Como a sociedade não dá como um CAMINHO ADMISSÍVEL, porque ou o cara é "pegador" ou deve entrar em pânico, esses malucos aí entraram em pânico. E como já deviam ter problemas, acabaram fazendo o que fizeram.

Engraçado é que, para as mulheres que "não pegam homem", a sociedade tem uma descrição muito menos cruel, algo cômica até.

Por isso mulheres que não pegam ninguém viram a Bridget Jones, e homens que não pegam ninguém viram fanáticos, masculinistas ou assassinos em série.

Claro que isso passa pela noção de que "mulheres não gostam de sexo", e essas coisas do tempo do Ariri Pistola, mas... acho que o entendimento do fenômeno passa por aí.

É uma sociedade podre. É uma sociedade podre.

Aoi Ito disse...

Muito engraçado, Lola. Tenho um colega que é adepto dessa maluquice de que mulheres só querem cafajestes, mas volta e meia no twitter dele eu vejo coisas tipo "Hoje vi uma menina bonita num shopping. Pena que era vadia." Desculpe-me? É por isso que tá sozinho e virgem, e depois reclama. O pessoal da corja dos "nice guys" é problemático mesmo, especialmente quando eles insistem e insistem no padrão de beleza feminino, são os primeiros a falarem mal de uma mulher que não se encaixa, mas ainda assim têm a aparência patética e são patéticos em geral, apelando apenas para como são "bons ouvintes" e "sempre estão lá para a menina quando ela precisa" (Mesmo que com segundas, terceiras e quartas intenções, né...)

É foda.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

No lugar de masculinistas, deveriam ter escolhido algo como machisnógino ou misogichista, porque aí já mistura as palavras machismo e a misoginia mesmo.

Desculpa o palavrão, mas masculinistas o caralho, isso não existe. São é machistas e misóginos com letra maiúscula mesmo.
Esse nome falso que inventaram não cola e não disfarça nada.

Roberval disse...

Realmente, eu sabia que os masCUS adoravam colocar a culpa nas feministas, mas não sabia como era a "lógica" mirabolante deles... Chega a dar dó de tão ridículos que eles são.

Então não podem ser rejeitados? É só tratar a mulher como ser humano que ela tem que ir tirando a roupa? TODO MUNDO já foi rejeitado, até o cara boa pinta popular da escola, até a menina patricinha, todo mundo. Só que culpar os outros pelos próprios problemas é patético.

E eu chego a desacreditar na humanidade quando eu vejo um ser humano desculpando um massacre, um feminicídio, usando algo tão pavoroso para "argumentar" seus discursos doentios.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

"Sim, porque mulheres adoram cafajestes e não gostam de caras bonzinhos como George, Wellington, e o matador de meninas Amish. "

Não é de rir, mas tem como não rir ainda que seja ironicamente...
Caramba...
Se esses são os bonzinhos, incluindo os que escrevem esses blogs, me avisem quando os maus chegarem, porque nem quero estar por aqui, rsrs...

Rubens disse...

O que mais me deixa intrigado nisso tudo é que esses mascus diferenciam para o homem o "Ser" das ações que ele pratica:

Um "homem de bem" um "cara legal" pode fazer coisas horriveis como matar várias meninas/mulheres, que é um ato ruim, óbvio, mas a ação que ele praticou não invalida nada a afirmação de que ele é bom ou justo.

Pq para os HOMENS as ações não refletem diretamente o seu carater nesses casos.

Agora se uma MULHER matasse vários homens por qualquer motivo, (mesmo se fosse provado que ela teria problemas mentais) isso não invalida a afirmação de que ela seria uma pessoa má por natureza (feminina que é má por essencia e por ela mesma como pessoa).

É o que vemos nessas desculpas esfarrapadas...

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas Fier disse...

Desculpe se você já falou sobre isso e eu perdi, mas porque usar o termo "masculinista" ao invés de "machista"? Tem alguma diferença?

Lord Anderson disse...

Lucas.

Esse é o terno que os caras usam para se identificarem.

Eles juram de pés juntos, que não machistas nem misoginos, sós masculinistas.

Então, se é assim que se nomeiam ,vamos usar.

Flávia disse...

Devo viver numa realidade paralela: meus amiguinhos nerds são disputados a tapas por várias garotas; tenho amigas lindas minhas se sujeitam a sair com caras feios, grossos e sem atrativos nenhum; tenho amigas que estão solteiras apesar de lindas, meigas e talentosas; tenho outras amigas cheias de atrativos também que saem com caras super legais apesar deles não serem "ricos, lindos e musculosos", mas garotos simplesmente comuns - com defeitos evidentes, mas com qualidades que os compensam e muito, que são únicos, carismáticos.

Desconfio que estes masculinistas (que vergonha, eu já discuti com masculinistas e neo machistas há anos atrás que tinham mais dignidade que esses aí, sério mesmo - haja decadência) sejam da raça que deixa minha irmã vive se queixando. São aqueles caras fúteis, sem nada na cabeça, sem conversa, sem jeito, sem qualquer qualidade mínima, em geral, feios feito briga de foice que só querem saber daquelas mulheres lindas, extremamente atraentes e perfeitas fisicamente. Só paqueram essas e se comportam como se essas garotas tivessem a obrigação[!] de saírem com eles, paparicarem e transarem com eles porque "eles são muito legais". Ah, me poupe!

Um dia, numa boate, um cara super esquisito desses deu em cima da minha irmã, ela cortou ele só com os gestos sem falar e se virou para mim: "Você acha que uma garota feia, desarrumada, esmulambada e chata daquele jeito teria coragem de abordar desta forma um cara atraente? Não, né? E se tivesse chegado, será que ela não ia ser tão ridicularizada que ia ter de sair da boate?"

Será que os privilégios desses garotos não os deixam perceber o absurdo de se exigir mundos e fundos das garotas enquanto eles mesmo não são grande coisa?

Harlequinade disse...

É um nó muito complicado. Eu mesmo, no passado, caí na onda de virar cafajeste, mesmo tendo uma inclinação feminista forte. Felizmente, larguei total dessa idéia, e hoje penso que a única opção que faz sentido é "destruir o mercado sexual", acabar com a competição e o placar de pontos.

Eu não acho que o retrato masculinista das mulheres correndo atrás dos cafas seja totalmente incorreto. Essa situação, assim como muitas outras, se devem à própria performance e manutenção do "mercado sexual" no mundo.

O "mercado sexual" é um delírio que, na maior parte do tempo, tá disfarçado de normalidade ou mesmo "natureza" na cabeça das pessoas. É nesse mercado que as mulheres "perdem" quando fazem sexo (perdendo status e se aproximando do símbolo da "puta") e "ganham" quando conseguem "amarrar" um homem no casamento. É nesse mercado que os homens "ganham" quando pegam diversas parceiras, sob o risco de perderem status e virarem o loser. É esse mercado que constrói toda uma estratificação simbólica que computa 'feias', 'putas' e 'bichas' e 'trans' na parte de baixo, seguidos por 'homens losers' e 'mulheres gostosonas vencedoras' e porfim, no alto da cadeia alimentar, o 'macho alfa'.

Vocês discordam de mim que isso existe? Como fantasia, como imaginação, pois todos os pontos do placar do status são imaginários, só existem na medida que se atualizam na cabeça das pessoas, só se fazem existir enquanto são levados a sério, convencionados.

Pra mim, isso é um fruto direto tanto do patriarcado quanto do que William Reich chamava de "peste emocional", oriunda da repressão sexual.

O que os masculinistas não entendem é que, ao defender sua ideologia, ao se dedicar a jogar esse jogo, eles estão trabalhando diretamente pra MANTER a situação de escassez, pra manter uma estratificação onde uns ganham e outros perdem. Existe mercado sem escassez? Quando há abundância todo mundo dá, porque sobra.

Eles fazem menos sexo, conquistam menos amor e respeito porque são masculinistas e sendo masculinistas eles fazem que haja menos amor, respeito e menos sexo - e de pior qualidade - no mundo.

O que perdemos quando entramos no mercado sexual é afeto sincero, troca de igual pra igual, aprendizado e abertura ao outro. A descoberta que tem outro ser humano na sua frente, como você, e que ele está vivo e livre e que ele pode florescer contigo nessa existência maravilhosa que ganhamos.

Porque no fim, qualidade triunfa sobre quantidade, e mais vale uma trepada plena do que 100 trepadas "por social", 100 trepadas pra conquistar símbolos que te satisfazem só na cabeça. Não tem nada melhor que a vivência plena do presente, do corpo e suas trocas diversas e seus fluidos e afetos ali sem nenhuma justificativa, sem nenhum objetivo que venha a conjurar essas fantasias de poder. Considero do
fundo do meu coração que amor é mais recompensante do que exploração, opressão e dominação, e se isso me faz hippie demais pros paladares alheios, eu só penso é que o mundo todo é que é meio maluco.

Eu larguei a pira de ser cafa primeiro porque não tava funcionando, ou quando funcionava era ruim; e também porque era um jogo duplo, porque eu tinha sacado o mercado e tinha nojo dele, mas minha auto-imagem ainda tava vinculada a sua imagem. Minha guinada pra sair dessa viagem (errada) foi buscar pessoas que não funcionam nessa lógica, buscar pessoas que sacaram essas coisas também e tentar viver com elas o melhor que pode ser vivido, em cada momento. Eu fiz meu 'drop-out' do mercado sexual, e quantas pessoas mais fizerem, melhor para nós. O mercado de sexual tem de ser estrangulado por inanição.

Harlequinade disse...

só um adendo: "drop-out" do mercado sexual não é abstinência nem ascetismo.

Cecy disse...

O comentário desse tipo de homem só nos enoja. Que justificativa mais podre para justificar o injustificavel.Triste

Nefelibata disse...

Quando se pensa em "mercado sexual", a letra já tá dada. Mercado é uma instituição de trapaça e exploração, sempre; sempre se trata de duas pessoas negociando para tentar tirar da outra mais do que vai dar. O lucro é o resultado dessa trapaça; se quem "vende" ou "compra" for "sincero", não existe lucro. Aplicar a lógica do mercado ao sexo mostra como as mulheres vivem historicamente uma maldição; pois quando conseguem sair de uma lógica feudal em que elas são propriedades fixas dos homens, entram na lógica capitalista de serem mercadorias.

Amor é algo muito importante para o ser humano e o sexo tem uma participação decisiva nisso. Como esperar algo saudável de uma sociedade que mercantiliza isso? "Sinceridade"? Faça-me o favor...

De resto, realmente já conheci uma mulher que largou o namorado porque ele era "bonzinho demais", mas isso para mim só mostra o efeito perverso que o machismo tinha sobre ela...

Fabio Salvador disse...

Acho que te entendi, velho... sair do mercado sexual não significa renunciar ao sexo, e sim, encará-lo como consequência natural das coisas, não como um jogo de videogame no qual deve-se marcar pontos, e ficar de olho na pontuação do rival para não ficar para trás.

Na real, é por aí.

Fabio Salvador disse...

Ô Lola, o saite ENIGMATICO E REALISTICO é gozação, né?

Tipo Vanguarda Popular...

... Opinião popular...

... Hariovaldo Almeida Prado...

... Zé Picinha...

Harlequinade disse...

@Nefelibata @Fabio Salvador: é isso aí mesmo!

Num mercado, todo mundo perde, mesmo quem ganha, porque o pano de fundo é sempre a escassez. E eu acho que mesmo sendo o 'vencedor' macho alfa, você perdeu o mais importante, o coração da questão toda, que é a troca horizontal, sincera. Mas tem uns que perdem mais que os outros, e eu acho que é o caso das mulheres dentro desse esquema.

E eu acho que as mulheres estão tão inseridas nesse jogo - o patriarcado - quanto os homens. Bom, talvez não estatísticamente, não sei como isso poderia ser medido anyway, mas que existe uma maioria de todos os gêneros - perpassa muitas vezes inclusive as orientações sexuais diversas - que vive segundo esses valores, essas idéias, e com isso reforçam a estrutura. Então eu acho importante notar que tem mesmo mulheres como as descritas pelos masculinistas, e que a visão deles não é totalmente desprovida de 'lógica', não mais que qualquer outra; a questão é entender que visão de mundo, que valores, sustentam essa lógica, fazem ela "fazer sentido" pra cabeça deles, e eu acho que nesse caso a visão de mundo é o MERCADO.

Eu já tive raiva "das mulheres" por motivos muito similares. Mas em vez de parar aí e idealizar, sei lá, um mundo de papéis tradicionaos lindo e perfeito, eu me forcei a aprofundar no baguio e tentar entender que estrutura tornava as mulheres parte ativa de um sistema que ferrava a nós todos, elas especialmente. E acabei no processo conhecendo muuuitas mulheres que não vivem esse "mercado", e minha vida foi melhorando no processo. Posso ser nerd (sou!), 'loser' (não ao meu próprio ver, mas talvez no dos outros), pobre (sou! mas não me falta nada, sério mesmo) e feio (pra muitos talvez eu seja, mas não pra todos, e sinceramente não pra mim), mas acabei construindo uma vida social muito saudável, aliás, mais saudável ao meu ver do que os ricos, de sucesso, alpha, gatões/gatonas "normais".

Harlequinade disse...

agora, falar que a visão masculinista não é desprovida de lógica não é apoiá-la nem mesmo falar que ela é sincera; concordo com a Nefelibata que mercado e sinceridade são virtualmente opostos. Eu tava trocando idéia com uma amiga cá em casa e chegamos a essa conclusão, que por trás da contradição louca masculinista que deseja e despreza as mulheres simultaneamente eu acho que é há o desejo real de poder, de status, e eles não vão deixar de desprezar mulheres como sendo "vadias" se elas treparem com eles, enquanto isso eles chamam elas de vadias porque que elas não trepam com eles.
O problema pra eles tá nas mulheres, e aí vem minha primeira discordância; mas discordo de novo quando eles mentem dizendo que querem "consertá-las" de alguma forma, porque mesmo em seu hipotético sucesso, a atitude continua misógina.

The Queen Is Dead disse...

É porque a culpa de todo e qualquer tipo de violência que acontece com as mulheres e sempre provocado por elas mesmos, ou seja, se você foi estuprada, violentada e morta a culpa é sua por não ser uma dona de casa e mulher que cumpre seu papel social

Isabel disse...

Acho engraçada a lógica desses misóginos babacas (desculpe, não vou adotar eufemismo nenhum).
Eles pensam: "Nenhuma mulher me quer porque sou pobre, feio, nerd, tenho unha encravada". O engraçado é que eu conheço muitas mulheres lindas que namoram e amam rapazes que eu considero feio/nerd/pobre. Mas, enfim. O pobre misógino babaca é rejeitado e a culpa é das mulheres. Porque quem tá errada É A MULHER.

Mulher não tem o direito de escolher o parceiro, tem que aceitar o que vier.

Se eles são rejeitados é porque as mulheres estão erradas, não eles.

Isso deve ser algum transtorno mental, não é possível que essas pessoas sejam mentalmente sãs. Além de burras, o que está mais do que provado.

Tenho paciência com esses misóginos não. Não são as mulheres do mundo que têm problemas, seus imbecis, SÃO VOCÊS. São vocês que não têm habilidades sociais, não conseguem despertar interesse numa mulher, quanto mais tesão. Já que são covardes, ao invés de matarem gente inocente, MATEM-SE. Façam um bem para a humanidade.

lauren disse...

A gente precisa lembrar que mesmo que este caso seja forte, todos os homens podem matar. Se nos EU (nao
sei as estadisticas no Brasil) os homens matam a pelo menos tres mulheres por dia, pois....

Todaformadevida disse...

Oi, Lola. Só queria dizer que acho tudo muito triste: a violência e a misoginia com que o Wellington reagiu aos problemas pessoais dele (inclusive o fato de não ter procurado ou não ter tido, de fato, ajuda de ninguém - não há como saber), assim como a agressividade e a violência igual com que as pessoas, como um todo, vem tratando o assunto. Vejo gente escrevendo barbaridades, colocando fotos da chacina, inclusive do próprio atirador e xingamentos intermináveis ao mesmo. A situação é tão extrema que nem os parentes podem velar pelo corpo do morto porque se aparecerem, podem até morrer, devido à revolta da população. Como se tudo que ele fizesse fosse, automaticamente, culpa da família dele. É muito triste observar como alimentamos, mais e mais, a violência nesse mundo. Pedimos paz, mas não respeitamos ninguém. Pedimos justiça, mas só quando nos convém. Somos seres perdidos, ao que parece. O evento em Realengo foi uma fatalidade, uma brutalidade. Mas não podemos esquecer que todos os dias formamos e alimentamos personalidades que não se importam com os sentimentos dos próximos, que não promovem a paz e que não possuem empatia por ninguém. Vide casos dos misóginos que frequentam seu blog. Eu acho que estamos indo num caminho muito perigoso. "Qualquer coisa que se mova é um alvo e ninguém tá a salvo" (Engenheiros).

Priscila disse...

Harlequinade, você falou o que eu já vinha pensando há um bom tempo mas nunca tinha conseguido pôr em palavras!

Na cabeça (?) deles, se a moça transar com eles, é vadia porque transou com eles; MAAAAAS se a moça NÃO quiser transar com eles, é vadia porque não quis transar com eles. Hein?

sintonia73-attak disse...

nossa lola,como você gosta de falar do masculinismo!

Joel Bueno disse...

Fora de pauta (mais ou menos):

Lola,

Obrigado pela visita. Os quadrinhos eu faço através de módulos prontos, do site toonlet.com.

Abraço.

Vitor Ferreira disse...

Ei Lola, vi esse video do enjoo do Felipe Neto e tem tudo a ver com o teu post:

http://www.youtube.com/watch?v=ssSeo_OUPmk

Alguem manda uma feminista dar uma aula a esse babaca.

Sr. S disse...

Resumidamente, os rapazes disseram que talvez esses desequilibrados ataquem mulheres por sentirem-se rejeitados por elas. Onde afinal os masculinistas estão errados? Eu vejo um ponto válido aí que é corroborado por vários estudos de especialistas no assunto.

Laetitia disse...

Isso só mostra o quanto o machismo deturpa as coisas. Esses homens estão presos dentro de moldes machistas de criação e simplesmente não conseguem entender porque a sociedade não mais funciona da maneira que eles acreditam ser a "correta", gerando frustração. Essa frustração, talvez por falta de inteligência ou discernimento - ou dos dois -, é canalizada na direção errada: na nossa direção, na das mulheres que não mais raciocinam da maneira "medieval". Pra mim, basta mesmo um pouco de raciocínio pra notar que o que prende e prejudica é a criação machista... não existe nenhum motivo pra um homem se sentir "perdedor" só porque não se encaixa nos padrões. Aliás, provavelmente muitas de nós namoram ou são casadas com esses homens considerados "perdedores", e somos muito mais felizes por estarmos em pé de igualdade...

É, eles têm preguiça de pensar.

nelsonalvespinto disse...

Laurinha,

Um termo bem adequado seria masturbolinista porque no fundo tudo que estes caras fazem é um masturbar o ego do outro.

Priscila disse...

Sr. S, não se deixe enganar, cara. O que eles estão fazendo é jogar a culpa das suas frustrações nas mulheres que os rejeitam. Para mim a mensagem deles é bem clara: os homens, coitadinhos, são tão bonzinhos com as moças e nem assim elas os querem, essas vadias nojentas, aí eles ficam frustrados e saem atirando nelas, é óbvio!

Não precisamos de mais gente que procura culpados para os próprios erros; o mundo já tem demais dessa raça.

Carina Prates disse...

Sr S. Eu e muitas mulheres já fomos rejeitadas por homens e nem por isso se vê mulheres matando todo mundo por causa de suas frustrações. Há uma diferença entre os gêneros na reação à rejeição que não pode ser desconsiderada.

Matthaeus disse...

Vocês falam mal de misogenia e concordo com vocês. Mas muitas mulheres cultuam a misogenia e gostam disso. Peço que leia
http://blog.softhost.com.br/surto-de-misoginia-funk-carioca-e-no-rap-nacional-e-internacional/

E vai entender.

Enigmático e Realístico disse...

Querida Lola

Vejo que utilizou um dos meus textos para boneco de judas no teu blog. Ok, sem problemas, vivemos em uma (suposta) democracia e toda manifestação de liberdade de expressão deve (deveria) ser valida.

Mas enfim, gostaria de esclarecer algumas coisas e depois dar uma opinião pessoal sobre seu texto ok?

1º Não sou masculinista. Logo não posso ser um dos "mascu" (rs esse termo é engraçado) como você diz no blog. O masculinismo é um movimento ideologico/politico que visa os direitos dos homens e tem representação forte nos EUA, eu no maximo falo sobre comportamentos e algumas falacias do feminismo, mas ainda nao me engajei em nenhum tipo de campanha, ou abri uma ONG, portanto nao sou merecedor do titulo masculinista. Se quiser me chamar só de machista, já ta de bom tamanho.

2º Estes assassinos eram psicopatas desequilibrados e não caras "bonzinhos" como costumo citar em meus textos. Eu assim como qualquer ser humano em plena consciência repudia atos como este.

Bom, agora falando o que eu achei sobre o texto.
Bem, eu achei que você jogou baixo, mas sinceramente isso não me surpreende vindo de uma feminista pragmatica. Você misturou muitas coisas para legitimar seu ponto de vista. Você usou a teoria do Koerich de 20% dos homens comem 80% das mulheres (O que nao tem nada haver comigo, nunca sequer pensei algo do genero), você usou um dos comentarios do blog, o que sinceramente não é muito justo, pois eu não posso me responsabilizar pelo comentario de terceiros (muito "revoltado" por sinal) mesmo que eles concordem com meu texto. E você citou inclusive que eu não acredite em diferenças sociais, e sim em diferenças sexuais. Isso é uma falacia, pois só porque eu não digo que existam diferenças sociais, não quer dizer que elas não existam. Infelizmente é impossivel eu ser abrangente com tudo que digo, não da pra citar todas variantes de uma causa. A questão de meu blog falar de mulheres e relacionamentos é uma questão de foco do blog. Só isso.
Também acho muita insensibilidade da sua parte ridicularizar os "mascus" tanto assim. Dentro de sua esfera ideológica pode ser que nao faça sentido as reivindicações feitas por ele, mas se existem tantos deles, é porque algum fundo de verdade deve ter não?

De qualquer maneira por mais que você tenha se esforçado para desmerecer meu texto não achei seu texto muito conclusivo. Mesmo misturando varios fatos, e os argumentos ad-hominem emocionais.

Ps* Misoginia é inaceitavel. Meu blog e outros do genero existem não para ser contra as mulheres e sim contra o proprio homem. Tudo que dizemos quer que o homem confronte a si mesmo e suas idéias e não as mulheres. Defendo a libertação emocional do homem através da informação e da reflexão. Não tenho esperança alguma de mudar o genero feminino e sua visão. Me importo somente em fazer os homens avaliarem o quanto estao certos ou errados em determinados assuntos.

Atenciosamente

Enigmático e Realístico

angel disse...

Engraçado, os machistas, misóginos e racistas, estão sendo deletados pelo google ou se auto-suicidando, acredito mais q estão se auto-deletando pq o google não excluiria assim sem provas, eles fazem pra q sumam as provas.
Agora machistas querem se diferenciar desses criminosos, sendo que: eles fazem a mesma coisa, ofendem, humilham, chingam qualquer pessoa q seja do sexo feminino, negro ou gay, e agora querem posar só de machistas q estão abrindo as mentes inocentes, isso se chama incitação ao crime, depois mulher q é inferior neh? rsrs muito interessante senão fosse trágico e seão fossem na maioria moleques nerds o q me admira q tem homens de certa idade tb.
Agora eles não generalizam qd o bixo pega neh? rs

angel disse...

Eu não sou machista nem feminista, sou a favor do respeito mútuo, sem divisões, só se tem valor quem se valoriza, fato! agora nessas comunidades não existem debates, é só um ofendendo o outro, um querendo ser mais superior q o outro, só mostram enchorradas de absurdos de um lado, nunca vêem os dois lados, pessoas de bem existe sim, tanto faz ser homem ou mulher.

angel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
angel disse...

Acredito que temos q distinguir o ser humano, pq tem mulheres que gostam de apanhar e ser chingadas, e tem homens que tb adoram apanhar e ser submisso, então de que adianta generalizar?
Seria que nem, uma briga de ateus com religiosos.
Caráter é fundamental, independente do sexo.

angel disse...

a democracia é mulher. Maquiavel, que pouco conhecemos, dizia que o governo está em nossas mãos e depende de nos e que não devemos abrir mão dele. Só nos lembramos de sua imagem (dele), onde a república é uma deusa romana "fortuna", que o príncipe precisa conquistar pela virtude. É possível no espírito capitalista do "individualismo possessivo", imaginar alguém que abdique deste princípio aceito por todos e seja tão virtuoso e abnegado de seus interesses pessoais no tratamento da coisa pública? Maquiavel duvidava, Montesquieu achava impossível.

Esta atitude admite que a democracia, como resultante de relações sociais civilizadas, não é uma coisa (res) e não pode ser uma instituição, um ser. No máximo é um estado de espírito, uma situação ou estado de comportamento de respeito aos interesses do outros, da diferença, do reconhecimento da existência de conflitos, contradições e antagonismos. E como resultante da multiplicidade ou plurali-dade de inte-resses, de novo não se pode catego-rizar quais são os inte-resses justos ou válidos ou verdadeiros ou permitidos. Ela é frágil, depende de cada um e de todos. No máximo é desejada por todos ou pela maioria, portanto, depende de ser cortejada, querida e amada. Não cabe a ela nos conquistar, somos nós que devemos conquista-la. Sua condição natural é de donzela, onde cada um e todos não podem permitir que ela seja usada, que lhe passem a mão, que se apropriem dela, que não façam uso em vão ou privado de seu nome, que não queiram possui-la.

É a condição de eterna namorada que não se decide por nenhum. Neste sentido a democracia que não pode ser viril ou homem, não é tampouco mulher, mas é feminista.
Ricardo Prata

angel disse...

E falo mais, o q estou mais vendo aqui na net, são ateus namorando religiosas e machistas namorando feministas rs, os opostos se atraem mesmo?! falácias de todos os lados.

Koppe disse...

Enigmático e Realístico, tu acusa a blogueira de usar argumentum ad hominem, e ao mesmo tempo usa de argumentum ad numerum para tentar defender que "deve ter algum fundo de verdade" na lógica dos masculinistas só por eles serem muitos.

Argumentum Ad Numerum - Essa falácia está relacionada de perto com a Argumentum Ad Populum. Consiste em afirmar que quanto mais pessoas suportam ou acreditam em uma proposição, mais provável é que essa proposição seja correta. (Fonte: http://str.com.br/Scientia/falacias.htm )

YR-Heretic disse...

Para começar, aviso de antemão, que achei o texto do "Enigmático e Realístico" um tanto fora de foco, portanto, infeliz. A crítica a esse texto e a crítica as várias outras pérolas postadas nos comentários é um tanto justificada já que estas frequentemente correm pra religião ou costumes antigos para defender a permanência de uma sociedade ultrapassada.

No entanto, já que falamos de falácias, me cabe mencionar uma falácia grave cometida por Lola neste artigo : Straw Man. A definição dela a seguir diz : "A falácia do homem de palha (também falácia do espantalho) é um argumento informal baseado na representação enganosa das posições defendidas por um oponente. "Armar um 'homem de palha'" ou "tramar um argumento 'homem de palha'" é criar uma posição que seja fácil de refutar, e em seguida, atribuir essa posição ao adversário. Uma falácia do homem de palha pode ser de facto uma técnica de retórica bem-sucedida (isto é, pode conseguir convencer as pessoas) mas, é realmente uma falácia desinformativa porque a argumentação real do oponente não é refutada."

Ou seja, Lola atacou aquele texto supondo que ele seja egresso de um Masculinista (E rotulou-o como tal), no entanto o conteúdo do mesmo não aponta traços de masculinismo. Para piorar a situação, mesmo que tal texto fosse masculinista, é sabido que os movimentos sociais tem muitas vertentes e dissidências. Ela teria que atacar todos de uma vez (E acurantemente) para usar o termo Masculinista. Mas não. Em vez dsso, ela opta por atacar um Judas, um cara aleatório com um texto infeliz, que nem masculinista é (Nem texto, nem o autor) e o rotula como tal, ou por ser ignorante, ou pela pura má fé e desejo de manchar a reputação de um movimento construtivo. Pensar que todo Masculnista é como ela ilustrou no texto (Que estava cheio de links pra péssimas frases de Reaças, Fanáticos Religiosos e Misóginos)) é para mim, a mesma coisa que alguém dizer que toda Feminista é como a Andrea Dworkin, uma misândrica patética que rotulou toda forma de sexo heterossexual como estupro ou Valerie Solanas, uma desiquilibra que escreveu sobre o extermínio dos homens. Felizmente, eu sei que nem toda feminista perdeu a cabeça como essas duas. Então, Lola, sugiro que faça o mesmo e não acuse os Masculinistas só pelas suas maçãs podres (Ou pior, algumas maças podres que nem são deles). Se informe a cerca do movimento e cresça viu ? (Embora esperar isso de você seja pedir demais.)

É tão díficil pra vocês adquirir bom senso ? Se o mundo dependesse de vocês pra paz e igualdade estariamos F****** ! Paz.

Lenira disse...

Lola,

Jpa li material masculista por aí. Achp que foi a Naomi Wolf que disse que a beleza como um "capital" de valorização para as mulheres equivale á riqueza e poder para os homens.
Deduzo daí que o pratiarcalismo pressiona os dois genêros. O que não justifica, lógico, a argumentação masculinista. Mas é interessante notar, ao menos a impressão que deu, que são homens que crêem no padrão de dinheiro, poder ou whatever como uma forma de conseguir um relacionamento e se rebelam de maneira equivocada contra isso...
Seria bem produtivo se esses caras lessem mais e perceberem que em uma escala menor eles tb são excluídos ...

Ághata disse...

...acho que o termo "mercado sexual" é um tanto quanto impróprio e deturpado...

...desde quando masculinismo é um movimento social?

YR-Heretic disse...

Só poder ser trollagem né ? Nem caio nessa, menina, apenas pesquise e vai descobrir que Masculinismo é um movimento político, cultural e econômico, nascido no início do século 20 ou XX ou como quiser chamar, que também objetiva igualdade dos gêneros, a única diferença é que ele enfoca em problemas do lado masculino da sociedade. O Masculinismo não se caracteriza exatamente como oposição ao Feminismo - O ponto de vista quanto ao Feminismo varia de acordo com a pessoa. Masculinismo também não é um sinônimo de Machismo/Chauvinismo. São idéias diferentes com objetivos diferentes. Não se nega no entanto que hajam Machistas que adotam o rótulo de Masculinistas pra se disfarçarem... Embora o mesmo aconteça com Femistas/Marianistas (Contrapartes ao Machismo/Chauvinismo) que se chamam Feministas radicais e/ou "Separatistas" (Eu rio muito desse termo, que é cheio do ódio sexista que as radicais dizem condenar). Espero que isso tenha respondido sua pergunta (Embora eu duvide muito que você realmente esperasse uma resposta e provavelmente perguntou isso com uma alfinetada em mente.)

Em caso de dúvida, pesquise e o que encontrar confirmará o que eu disse. Passar bem.

Leandro Correia disse...

caraca, nunca tinha lido algo masculinista a este ponto (http://enigmaticoerealistico.blogspot.com) ... quanta merda.

YR-Heretic disse...

Ou vocês tão caindo no espantalho, ou continuando ele deliberadamente. Não leem comment, não dialogam, não nada. Nem sabem o que Masculinismo é e ficam falando besteira. Após um dia, chego a conclusão de que não há pessoas aqui para se dialogar saudavelmente e se tem, não leram esse artigo ou estão "De férias".
O texto destacado/blog do cara pode ser ruim que dói, mas vocês são tão merdas quanto.

Marilia disse...

Como gosto de saber dos dois lados, eu fui pesquisar Masculinismo e acabei achando que é um caso de "seis por meia dúzia".

YR-Heretic disse...

É um direito que lhe assiste, pelo menos deu um passo adiante na resolução, foi saber o que ele era. Mas se me permite, posso saber o que achou similar ? Garanto que não vai hesitar em exemplificar se está mesmo certa disso.

Fabio Salvador disse...

Eu li todo o site dos masculinistas e, diante da enorme coerência de seus argumentos, acabo de me converter em masculinista. E por isso, posso dizer a todos vocês, homens feministas, que...

VOCÊS ACEITAM TOMAR CONSOLO NO RABO.
- Cordeiro do Senhor.

Amém.

YR-Heretic disse...

Fazendo isso você só comprova que não leu, lol. Levarei a piada na esportiva '-'

Mas, realmente, cada comment só confirma o que eu disse previamente, nenhum argumento novo aparece... Sabe, creio eu que pra quem realmente está certo... É bem fácil mostrar isso e obviamente... Quem não mostra é porque se admite errado. Simplificando, é isso '-'

Uma Fábula sobre a Vaidade disse...

Acho que o problema do rapaz é muito maior que apenas rejeição feminina, embora o alvo dele tenha sido majoritariamente composto de meninas.

Ele era extremamente solitário (família e amigos), um dos tipos verdadeiros de nerds (que hoje virou moda. Há!), como sendo pessoa que não se enquadra e é excluídas. Mas, ele era um nerd com uma psicopatia que ninguém notou ou notou e não fez nada para auxiliar. Sim, o fato do alvo terem sido as mulheres tem uma específica razão, mas não foi apenas culpa delas, tanto é que ele escolheu a instituição "ESCOLA" para tanto.

Repito: ele era psicopata. Esse era o problema dele.

Acho que a hipocrisia da instituição escolar (o lugar onde você pretensamente vai para aprender a viver em harmonia e blábláblá, mas que pode ser um dos mais cruéis do mundo), a falta de acolhimento do rapaz lá, foi o que desencadeou tudo, mas não a razão.

Fui muito humilhada na escola por ser negra, e tanto por negros "incluídos" (negro que deixa de ser negro por ter dinheiro, poder, ser o engraçado da turma e afins) e brancos em geral (incluindo um professor). E, digo aqui, que pensei muito mais no rapaz do que nas pessoas alvejadas por ter um pouco de noção do que ele deve ter passado naquela escola. A minha sorte é que eu sempre tive amigos, primos, família, para me dizer que ser diferente é normal. A minha sorte também era não ter traços de psicopatia que nem a ciência explica!

Tenho uma amiga que está sofrendo muito com esse problema: um filho dela é extremamente excluído na escola. Depois do incidente, ela resolveu que vai tirá-lo de lá mesmo antes do final do ano. Conversando com ela, "decidimos" que a melhor escolha é colocá-lo no Colégio Americano Batista. Ambas estudamos lá, não somos evangélicas, mas reconhecemos que foi o melhor período de nossas vidas.

Interessante, né?

Hamanndah disse...

Heretic

Acabei de ler um post masculinista pregando que as mulheres viúvas e divorciadas não têm direito de recomeçar a vida sexual.

Veja, bem, Heri, antes de me xingar

Não acho errado uma mulher viúva e divorcidada ter um relacionamento sexual ESTÁVEL e MONOGÂMICO, está me entendendo ou quer que eu desenhe? Eu sou contra a promiscuidade de transar toda semana com um diferente, mas nao sou contra uma pessoa separada e viuva, homem e mulher, começar a vida sexual, mas o blog de um Masculinista como você ironizou mulheres viuvas e separadas que começam nova vida sexual, dizendo que "todas elas querm dar para todo mundo"

torno a repetir: sou contra a promiscuidade, mas sou totalmente a favor de uma pessoa, homem ou mulher, viuvo ou separado, com filhos, desfrutar de novo de uma vida sexual, sim

Mas, parece que vocês, masculinistas, só condenam isso nas mulheres, pelo que eu vi naquele blog, ou estou errada?

YR-Heretic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
YR-Heretic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
YR-Heretic disse...

@Hamanndah

Cara Hamanndah :

Você coletou uma amostra de um blog que se rotula Masculinista - Um progresso com certeza, mas não creio que seja o suficiente pra definir seu conceito acerca de os Masculinistas. Como disse num post anterior, só porque existiram pessoas extremistas como Dworkin e Solanas não quer dizer que toda Feminista seja assim.

Mas se eu fosse julgar as Feministas pelo que vi nessas duas, iria dizer que Feministas promovem a extinção do gênero masculino, acham que sexo heterossexual é estupro e defendem o lesbianismo de uma forma "social"/ideológica e não apenas biológica. Mas veja bem, eu não cometo esse erro e sei que muitas prezam apenas a igualdade. Li o seu post e o de muitas outras Feministas no artigo do Guest Post e vi ali, muitos pontos de vista diferentes - Alguns sensatos, outros mais ou menos, outros nem um pouco. Ou seja, nem toda Feminista pensa igual e o mesmo vale para os Masculinistas. Muitas delas, nem merecem ser chamadas de Feministas e deviam se chamar Femistas/Marianistas... E o mesmo vale pra Masculinistas.

Note que em nenhum momento, nego a existência de pessoas com os pontos de vista que exemplificou (Eu até gostaria do link pra ver), mas é necessário que se entenda que eu não compartilho destes pontos de vista, ainda que eu me considere Masculinista. Há um grande problema em identificar corretamente o Masculinismo no Brasil, pelos seguintes motivos :

A) Reaças, Fanáticos Religiosos em sua maioria do Sul do Brasil, (lar dos Brasileiros que se acham europeus) recentemente tem tomado contato superficial com as doutrinas Masculinistas e as distorcido para tentar um retorno a sociedade anterior. Começam organizações como a HDB que usam aquele velho discurso "Família, Moral, Bons Costumes". Essa gente só atrapalha o meu objetivo e de muitos outros.

B) Pirralhos frustrados, também sulistas (Nem querendo parecer preconceituoso, mas a maioria desse tipo de blog é de lá) tentaram fazer uma mistura de Masculinismo com mentalidade Pick-Up Artist (Uma comunidade não relacionada com os Masculinistas, visto que o foco não é político-social e sim relacionamentos interpessoais.), também distorcida e moldada na mente do reaça provinciano conservador.

Quanto a questão da mulher divorciada ter ou não uma vida sexual... Isso nem da minha conta é - Se o cara se divorciou dela ou o contrário, era porque o relacionamento não tava dando certo... Ela tem todo o direito de buscar alguém que ela ache adequada.

Aliás, eu nem sequer tenho preferência pelo casamento/relaciomento monogâmico (Mas não discrimino quem faz ou quem escolhe isso), acho que cada um deve escolher o destino de sua vida afetiva... Até porque vida afetiva não tem haver com a minha causa.

Enfim, em suma, o que eu quis escrever nesse longo post é que assim como no Feminismo, há diversas vertentes no Masculinismo. A minha, quer apenas o fim da misandria e defesa contra os fenômenos de discriminação reversa. Mas a de alguns, quer coisas bem menos nobres que isso... Mas não a nada que eu possa fazer a cerca dessas pessoas que escrevem besteiras a mais de um estado de distância de mim... (Na verdade, quem dera eu pudesse.)
Da minha parte, já fico feliz que eu consiga separar meus ideais/valores da minha vida pessoal, mas não posso me responsabilizar pelos provincianos que não sabem.

Agradeço pela resposta polida e por dialogar - Isso é produtivo ao contrário dos insultos e piadinhas cretinas que vejo a cerca do assunto.

Respeitosamente,
Yan Raphael

WMO12 disse...

"Deixem de falar bobagem e sejam legais, que talvez assim as mulheres olhem pra vocês."
HAHAHAHAHAHA Quem é homem sabe que isso é uma mentira absurda, quanto mais legal você é menos as garotas se atraem por você. Vocês mulheres gostam é de homem babaca, gostam de caras que pegam várias e não se apegam a nenhuma. Coitado do homem que acha que sendo bonzinho as mulheres vão gostar dele.

Beatriz disse...

Eles não suportam a ideia de que hoje a mulher pode escolher com que se relaciona sexualmente.

denise disse...

POXA ROBERVAL VC FALOU TUDO MESMO, É INACREDITAVEL QUE ESSES BLOGS MASCULINISTAS FIQUEM PREGANDO ESSE TIPO DE IDEIAS, SÓ FICAM INCENTIVANDO MAIS ODIO CONTRA AS MULHERES, JA NÃO BASTASSE O QUE TEMOS COM A VIOLENCIA DOMESTICA, DEVERIAM SER PUNIDOS INCLUSIVE CRIMINALMENTE NA MINHA OPINIÃO.
JA LI ESSES POSTS E REALMENTE ELES ATRIBUEM TODAS AS MAZELAS DA HUMANIDADE AO FEMINISMO, FICAM NOS DEMONIZANDO O TEMPO INTEIRO, E DESSA MANEIRA FOMENTANDO O ODIO QUE INFELIZMENTE ALGUNS HOMENS NUTREM POR NÓS, ACHO ISSO CRIMINOSO PORQUE INFELIZMENTE A AGRESSIVIDADE É MUITO MAIS CARACTERISTICA DO HOMEM, E ESSE TIPO DE BLOG É UM CAMPO FERTIL PRA MENTES DOENTIAS COMO A DESSE MALDITO.

Fabio Salvador disse...

YR-HERETIC:

Como assim "no Sul... os brasileiros que se acham europeus..." - estás demonstrando preconceito contra o meu povo?

Na minha visão, os sulistas são ainda os detentores do menor número proporcional de machistas e reaças, além de fanáticos religiosos, do Brasil.

Aqui, ao contrário de alguns lugares, NÃO é prática "natural" como em lugares, digamos, mais ao norte, por exemplo, "alugar" meninas de 12 anos para caminhoneiros, por alguns dias, por um punhado de reais.

Eu acho incrível a generalização que se faz a respeito do povo do Sul, como um povo tradicional e reacionário. Aqui tivemos os primeiros governos estaduais dados a partidos de esquerda no Brasil. Fomos nós que asseguramos a posse do João Goulart. E atualmente temos uma das legislações mais avançadas em relação ao combate à homofobia, ao preconceito e outras "filosofias do ódio". Sediamos as primeiras edições do Fórum Social Mundial. E somos um dos "berços" do PSOL, sendo o RS um dos principais Estados que contribuíram na fundação deste partido.

Aliás, só para esclarecer a quem NUNCA BOTOU O PÉ NO RIO GRANDE DO SUL, aqui a Direita não predomina no cenário político. Pelo contrário. A maioria das prefeituras está nas mãos de partidos do centro para a esquerda. O governo do Estado é do PT. A prefeitura da capital, do PDT. E por aí vai.

Tem muito mais reacionarismo e direitismo ao norte daqui. E é um reacionarismo muito mais doentio do que o nosso, que se resume basicamente ao PP e sua associação com o mundo dos grandes agropecuaristas (daí temos UDR, TFP, essas nabas), e a algumas figuras sebosas dessas que distribuem presentinhos em vilas na hora da votação.

Mas...

nós produzimos uma Luciana Genro, um Olivio Dutra, e muitas outras figuras. Nós produzimos O LEONEL BRIZOLA, que digam o que disserem, encampou água, luz, transporte e telefonia, fez escolas pelo interior, combateu golpes militares (derrotou um e foi vencido por outro), e muito mais.

Se vamos associar REGIÃO com POSIÇÃO POLÍTICA...

ACM do Sul? Não, veio da Bahia (nordeste).

COLLOR veio do SUl? Não, veio de Alagoas (nordeste).

SARNEY veio do Sul? Não, veio do Maranhão (norte).

PAULO MALUF é gaúcho? Ah, é paulista, né...

Eu poderia ficar até amanhã aqui escrevendo, mas acho que deu para entender: não tente colar a pecha de "reacionários e preconceituosos" no povo do Sul, porque nós somos provavelmente um dos povos mais progressistas desta nação. E quando falo "progressista", não falo de NADA relacionado ao famigerado PP (ex-PPB/PDS/ARENA). Aliás, essa história de ex-arenistas continuarem no poder em pleno século XXI é uma característica, não dos estados do Sul, mas de lugares bem mais ao norte do equador.

mypomb disse...

mulheres não querem assumir a parte da culpa de nada de ruim?
Então sejamos justos e tiremos delas tbm a responsabilidade das coisas boas

por tanto nada de "atrás de um grande homem sempre existe uma grande mulher"...

E os caras citados apontam o problema e como disse a própria Lola tbm a solução


Diferente do que estão fazendo por aqui e nos blogs feministas em geral onde parecem estar tomados pela emoção e não dizem coisa com coisa

PS: LOLA vc precisa referenciar mais as fontes, para que possam ver de onde vc tirou tais trechos e ver o contexto

Dokho de Libra disse...

Falta a esta sociedade tão cruel com o homem “admitir que existe algo de muito errado com o mercado sexual”.

Quero ver alguem sincero ter a coragem de desmentir o que a frase acima diz. A frase é a mais pura verdade, 20 % dos homens comem 80 % das mulheres, e esses homens são todos ricos, bonitões, sarados e com barriga tanquinho.

Se o cara não é assim é automaticamente rejeitado por todas as mulheres, e as mulheres que se contentam com menos do que um rico, bonitão, sarado e com barriga tanquinho é porque sabem que não tem cacife para tanto e que se for para depender deles ficariam sem sexo. Tirando isso, só os malhados com barriga tanquinho pegam mulher, injusto mesmo.

O bom era quando mulher casava virgem, assim elas poderiam escolher ceder a um malhado, porem não interfeririam no mercado sexual do homem mediano.

Para mim a mulher atual é apenas um estourvo à sociedade e deveria ser substituida por robôs sexuais orgânicos para atender às necessidades masculinas assim que essa opção se tornar viável.

Aliás deveriam fazer que nem na India e China, onde filhos homens são priorizados. No futuro, se eles puderem controlar o sexo do futuro ser humano com certeza irão priorizar o sexo masculino e ter modelos de robôs sexuais para satisfazer nosso violento desejo sexual, o que é justo, pois o homem carregou a sociedade na pré-história.

Cintra, Y. disse...

essa mentalidade egocentrista desses caras é de dar nojo...
do jeito que eles se auto descrevem parece que não tem nenhum problema, são perfeitos em todos os sentidos, se tivessem um problema é por serem muito bonzinhos com as mulheres ao ponto de deixa-las contra-los com a moeda de troca que é o sexo, quando elas deveriam cumprir sua função natural de satisfaze-los sexualmente (pois eles só vivem por isso né...), parece que em momento algum passa na cabeça deles que o problema pode ser com eles e não com as mulheres.
acho que esses homens que pensam dessa maneira são tão frustrados com sigo mesmos e tão enraizados no machismo e patriarquismo que devem viver de maneira extremamente infeliz que se eu tivesse mais um pouco de compaixão chegaria a me dar pena (mas só sinto repúdio mesmo).
é nessas horas que dou graças aos céus por ter nascido gay, pois por ser um oprimido pelo machismo e patriarquismo como as mulheres eu jamais serei como esse tipo de homens repugnantes que vem as mulheres como objetos sexuais.

Taly disse...

Dica de uma campanha pra eles: Sexo sem exclusão. Doe hoje o seu corpo pra um feio rejeitado porque um dia esse pode virar um assassino em série. O mercado sexual precisa de você!

christiano disse...

NA BOA, VOU RIR DE VOCÊS QUANDO PASSAREM DOS 35 ANOS , EMBARANGADA E SEM NENHUMPODER DE BARGANHA COM HOMENS COMEDORES E GARANHÕES, QUE QUANDO VOCÊS TINHAM LÁ SEU CORPINHO ESBELTO ERA A PREFERENCIA...

VOU RIR PRA CACETA PORQUE O MR. CHRONOS CHAMA UM DIA E QUEM ESTIVER SOLTEIRA VAI TER QUE COMEÇAR A CRIAR GATOS, CACHORRO OU PRESTAR SERVIÇO COMUNITÁRIO PARA DISTRAIR A MENTE DA SOLTEIRICE.. DIGA-SE ENCALHE TOTAL.....

QUERIA SER UMA FORMIGUINHA PRA VER A VIDA SEXUAL PIFIA QUE VOCÊS TERÃO MAIS VELHAS E SOLTEIRAS....PORQUE DEPOIS DOS 35 NÓS BETAS VIRAMOS ALPHA INSTANTANEAMENTE...

VOU RIR MUITO NESSE BLOG AQUI DAQUI A UNS 20 / 25 ANOS A SEGUIR.

CONSELHO : CASEM, E JAMAIS FIQUEM SOLTEIRAS DEPOIS DOS 35..

FICA A DICA...

christiano disse...

QUERO VER A VIDA SEXUAL DE VOCÊS SOLTEIRAS DEPOIS DOS 35 DE IDADE...VOU RIR MUITO VOCÊS FICANDO PRA TITIAS E INDO PRESTAR SERVIÇO COMUNITÁRIO PRA NÃO CAIR EM DEPRESSÀO...

MR. CHRONNOS MANDA UM ABRAÇO FORTE !

OBS - CASEM AGORA PORQUE SE FICAREM SOLTEIRAS MAIS VELHAS VÃO TER QUE COMPETIR COM AS DE 18 GOSTOSINHAS QUE DÃO BOLA PRA GENTE QUE ERA BETA E VIRAMOS ALPHA DEPOIS DOS 30 !!!

HAHAHAHAHAHAHAH

A CAÇA VIRA CONTRA A CAÇADORA !

HILÁRIA A COISA COMO ELA É NÀO ??

Priscila disse...

Awwwwww, christiano, que gracinha você.

Achando que toda mulher precisa de sexo.

Achando que todo homem precisa de sexo.

Achando que todo homem fica *automaticamente* [HAHAHAHA] iressistível depois dos 35.

Achando que VOCÊ vai ficar automaticamente irresistível depois dos 35.

Uma fofura você. Conta mais, conta.

Nameless disse...

Por que então que o Bullying é uma prática encorajada por grande parte das mulheres? Por que mulheres, em sua maioria as populares, gostam daqueles caras que humilham aqueles que são introvertidos, que não conseguem se enturmar?

O problema é que vocês, mulheres, não sabem como é ser homem e ser sozinho. Durante toda a vida de vocês, vocês são acostumadas a serem cortejadas e protegidas por tudo e por todos, enquanto o homem, desde criança, adolescente, até a fase adulta, sempre esteve sozinho.

Eu era zoado por todo mundo na escola. Até mesmo as mulheres me zoavam e achavam bonito os caras que me zoavam. Elas aplaudiam e me ridicularizavam, porque eu não tinha ninguém e servia como uma espécie de diversão pra elas. Eu era tímido e introvertido, apenas... eu só queria ficar na minha, sempre gostei de escrever, desenhar, compor música. Nunca gostei de socializar e conversar com pessoas por conta disso.

Nunca tive ódio de mulheres em específico, mas acho hipocrisia da parte das mulheres dizerem que não gostam de caras maus, porque as garotas com quem tive contato durante toda minha vida, sempre gostavam de me ver sendo zoado. Hoje em dia, essas garotas são feministas, elas criticam o Wellington, mas elas ignoram o fato de que o que o motivou, foi o Bullying que ele sofreu. Sofreu de garotas como elas. Tudo bem que o Wellington teve influência do movimento masculinista, mas ele só foi tão longe, por conta dos seus transtornos mentais e de seus traumas do passado. (ele sofreu Bullying pesado)
Tanto que nos próprios vídeos que ele gravou, ele explicou isso, e quis alertar a todas as autoridades escolares sobre o Bullying.

Eu já superei o Bullying que eu sofri e nunca endocei o discurso da real... mas ainda tenho pesadelos do passado.

Vocês, mulheres, não sabem o que é viver o inferno. Vocês só sentem o gosto do mesmo, quando um Wellington aparece, ou quando sofrem algum tipo de violência. Eu não desejo isso pra ninguém. Sempre odiei a violência, mesmo que seja violência contra insetos, mas também fico profundamente indignado com essas mulheres que endoçam o comportamento desses homens que humilham aqueles que são diferentes. Vocês, feministas que fazem isso, saibam que vocês alimentam esses monstros e esse ódio.