quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

PERSONAGENS FEMININAS MARCANTES DO CINEMA

- Nunca mais terei fome de novo!

Como o cinema ainda é uma arte totalmente dominada pelos homens (que são a maioria absoluta entre os diretores e roteiristas), existem infinitamente mais personagens masculinos importantes que femininos. Outro dia o pessoal do jornal me pediu, nem me recordo o porquê, uma breve lista de personagens femininas marcantes. Sem pensar muito, eu me lembrei desses filmes:- Thelma & Louise (1991) - um dos raríssimos filmes que podem ser considerados feministas. As duas protagonistas, feitas por Susan Sarandon e Geena Davis, são memoráveis. Saem pela estrada, abandonam seus homens, matam um estuprador, e dão carona pro Brad Pitt. Até pode-se interpretar a cena final nessas linhas: elas preferem morrer a continuar vivendo num mundo patriarcal. Putz, ainda preciso escrever sobre o filme, porque tem muita coisa pra ser dita.- Silêncio dos Inocentes (1991) - Clarice Starling (Jodie Foster) é apenas uma estagiária do FBI, mas é ela quem precisa enfrentar o psicopata Hannibal Lecter para descobrir, sozinha, quem é o serial killer de mulheres gordinhas. - Ligações Perigosas (1988) - a Marquesa de Merteuil (Glenn Close) é uma vilã, mas certamente uma personagem inesquecível. A nobreza francesa está com os dias contados. É véspera da Revolução Francesa e a aristocracia vive de bailes, fofocas, e, no caso da Marquesa e seu cúmplice, o Visconde, de maldades. Uma das falas da Marquesa para o Visconde: “Eu fui bem-sucedida porque sempre soube que nasci pra dominar o seu sexo e para vingar o meu”.- Cabaret (1972) - Sally Bowles (Liza Minelli) é uma cantora americana de cabaret em Berlim um pouco antes da Segunda Guerra. Ela se envolve com dois homens, que também têm um caso entre si (Cabaret representa um marco cinematográfico no tratamento positivo a personagens gays). No final, faz um aborto porque não está preparada para ser mãe, e termina sozinha, cantando que a vida é um cabaré, e pintando suas unhas da cor da divina decadência.- Central do Brasil (1998) - Dora (Fernanda Montenegro) vive de escrever cartas. Ela não se envolve com as pessoas, até que opta por salvar um garoto. Bom, talvez a personagem não seja assim tão especial, mas a atuação da Fernanda, é.- Ah, também acho marcante Xica da Silva (1976), personagem-título interpretada pela Zezé Motta. Nunca lembro direito do filme, mas a personagem é ótima.- Meninos Não Choram (1999) - uma história de intolerância sobre uma moça (Hilary Swank) que se identifica como rapaz e paga com a morte por isso. É também um desses raros filmes dirigidos por uma mulher (Kimberly Peirce, que infelizmente levou dez anos para filmar novamente, e aí cometeu Stop-Loss, que não é grande coisa) a alcançar grande repercussão (deu o primeiro Oscar a Hilary e tal). - E o Vento Levou (1939) - de moça mimada à sobrevivente da Guerra da Secessão americana, Scarlett O'Hara (Vivien Leigh) decide que nunca mais vai sentir fome na vida, e consegue reerguer sua fazenda destruída. Claro que ela é estuprada pelo próprio marido e gosta, acordando toda feliz no dia seguinte, mas vamos pular essa parte. Melhor nem falar que o filme é também racista.
E então? Me ajudem a incluir mais mulheres, que esta lista tá pra lá de incompleta. Notem que mal estou falando de feminismo, só de personagens femininas marcantes.
Comento algumas das ótimas sugestões de vocês aqui.

66 comentários:

Lord_Anderson disse...

Não deve ser o tipo de filme que vc aprecia mas eu gosto da mudança da Sarah Connor entre o Exterminado do Futuro I (onde ela á donzela indefesa que tem valor apenas pelo filho que virá a ter, ou seja apenas como mãe) e o II (quando ela se torna quase uma exterminadora justamente p/ não precisar ser defendida por ninguem).

Claro que da p/ argumentar que ela se "mascuniliza" e tudo oq faz é pelo filho, mas mesmo assim é uma personagem de atitude e de ação. Por isso mesmo tb gosto da tenente Ripley do primeiro Alien.

Laura disse...

Pensando rapidinho, tomates verdes fritos e a liberdade é azul. se lembrar de outros, volto cá. ;*

Haline disse...

Hummmm, todas do "As horas", Evita Peron, a advogada da jodie em "os acusados" e muitos, nossa muitos. Ah, tem um que é de comédia sessão da tarde: minha mulher é o diabo, algo assim. A ex mulher do cara, ahahahahha, é ótima e acaba com a vida dele.

Sabrina disse...

Erin Brockovic, gostei muito desse filme. Tem duas cenas que eu me lembro, uma em que o vizinho pergunta o número de telefone dela e ela responde com vários números indesejáveis. E outra que o namorado diz que guarda um presente pra ela esperando que ela faça uma coisa legal e ela não faz, porque só pensa no trabalho dela.

Júlio César disse...

Continuando o comentário do Lord Anderson, eu acho a Sigourney Weaver
mais forte no Alien do James Cameron. Falando no diretor, também tem a Kate Winslet no Titanic por ir contra todos os ensinamentos da sociedade e da sua mãe. A Keira Knightley em A Duquesa e a Angelina Jolie em A Troca, ambos já comentados pela Lola. E por que não todas as personagens femininas do Almodóvar? haha

Devathai disse...

Simplesmente AMO a Trinity e a Niobe, do Matrix.

Má disse...

Oi Lola!
Esta semana, vi no cinema daqui uma filme que se chama "Enquanto o Sol Não Vem", da diretora francesa que fez, "O gosto dos outros" (não a "Vida dos outros"), conhece?
Ainda que leve, e até cômico em algumas cenas, definitivamente este filme trata do feminismo.
O que gostei tb é que mostra várias questões correlatas ao feminismo hoje, do poder, das classe sociais etc..
Tudo isso com uma sensibilidade e leveza..adorei!
Recomendo vc ver esse filme Lolinha!

Se não tiver passando , tente alugar!

Ahh, falando em filme, embora se trate de desenho, minha amiga me recomendou um filme (aquelas de massinha) que vi estes tempos. Se chama "Mary e Max",,simplesmente maravilhoso!
Acho q a garota da animação se torna uma mulher super forte, o que além disso trata de temas como bulying, questão da aparência, aceitação, solidão etc etc...
Pensando bem, um dos melhores filmes que vi estes ano!
Recomendo muito este p vc Lolinha..
Vc que trata destes temas aqui vai adorar! (ahh e a voz é do maravilhoso Seymour Hoffman e da Toni Collette)...

Bom Lolinha, só foram sugestões de filmes, mas valem a pena!
Ah, e tentar pensar filmes com personagens femininas marcantes é um bom exercício achei :)..
Beijão!

Anônimo disse...

Fiona

marisweet disse...

O Primeiro filme que me vem a cabeça é o Diabo Veste Prada com a personagem da Meryl Streep! O problema que eu vejo é que ele trata uma mulher bem sucedida como uma vaca mal comida, como geralmente ocorre em filmes machistas!

tbm pensei nos filmes do Almodovar em que os personagens femininos são fortíssimos!

Rita disse...

Oi, Lola

A absoluta, maravilhosa, fabulosa Meryl Streep em uma das minhas personagens favoritas ever: Clara, em A Casa dos Espíritos. E viva Isabel Allende.

bjs!
Rita

L. Archilla disse...

COMO ASSIM ninguém falou ainda da Beatrix Kiddo? é minha ídala!!!!

eu gosto tb da Cabíria, do Fellini. E da Elvira Rainha das Trevas que chega tombando a Conservadorópolis. Essas são minhas musas cinematográficas.

Kaká disse...

Eu ia dizer a Sigourney Weaver como a Ripley em Alien, mas já mencionaram. :)
A Glenn Close em Atração Fatal. Sharon Stone em Basic Instinct.
A Carrie, da Sissy Spacek. Mulher-Gato da Michelle Pfeifer.
Holly Golightly (Audrey Hepburn), de Breakfast at Tiffany's. What Ever Happened to Baby Jane, as duas protagonistas.
Louise Fletcher a enfermeira de Um Estranho no Ninho.

Por enquanto lembrei dessas.

Mei disse...

Eu sou mais a Amélie...nada como "castigar" um crápula como o Collignon com classe.

Má disse...

De novo Lolinha...
Lembrei agora de cabeça a Meryl Streep mesmo em a Escolha de Sofia.
A Penelope Cruz em Volver.
A Jeanne Moreau em Jules e Jim.
Ahh, e tb acho a Cabíria maravilhosa!!

Fabiana disse...

Ah, Lola, eu amo odiar a Scarlet...

A Vivien O´Hara DuBois Leigh era sensacional.

Esses dias eu vi um programa sobre ela no Biography Channel e a Kim Hunter disse que o Elia Kazan fez com que ela e a Vivien repetissem a mesma cena infinitas vezes, até que a quim se irritou e foi falar com ele, foi perguntar se ela estava fazendo alguma coisa errada, se ela estava mal posicionada. E o Elia disse que nada disso, ele só queria ver quantas vezes a Lady Olivier iria chorar exatamente na mesma sílaba do texto.

Deu pra ver que a Blunch é, pra mim, a personagem mais marcante de toda a história das artes cênicas/visuais.

Então por mais que eu deteste todo mimimi em torno da Audrey Hepburn (mimim ela era elegante, mimimi era mulher de verdade...) tenho que reconhecer que as personagem que ela interpretou foram marcantes, destacando a Sabrina e a Holly.

E a Amelie, heim? Se bem que eu ouvi uma interpretação que dizia que na verdade ela era fascista - a felicidade só seria possível aos modos dela, e ela passou o filme todo tentando mudar as pessoas, mesmo assim gosto muito dela.

E as nulheres do Woody? Gosto de quase todas.

Patricia Scarpin disse...

Lola, você listou filmes - e personagens - que adoro!
Gosto demais da Glenn Close e acho que ela está divina em "Ligações Perigosas".

Adorei as sugestões da Haline, também.

Gosto muito da personagem feminina de "Entre o céu e a terra" - não me lembro o nome dela - acho que mostra muito as opressões à mulher (aumentadas pela guerra) e a volta por cima. Adoro.

Beijão!

Carol disse...

Não que as personagens sejam FEMINISTAS, mas são personagens femininas muito fortes, com personalidade e que movem seus filmes: Chihiro em "A Viagem de Chihiro" e Sofia em "O Castelo Animado" (são duas animações lindas, recomendo fortemente).

Beijos!

Luciana disse...

Erin, do filme Escritores da Liberdade, interpretada pela Hillary Swank.

Anônimo disse...

Ainda em animação, tem também a protagonista de Persépolis

Giovanni Gouveia disse...

Todas as personagens de Kathy Bates... ;)

Srta. Bia disse...

Também assisti "Enquanto o Sol não vem" e ele diz ter um caráter feminista, porém tudo fica muito discurso do que na ação. Porque a personagem principal é política e feminista, mas o filme é sobre o documentário que é feito sobre ela.

Concordo com os que falaram da Beatrix Kiddo, da Sigone Weaver e da Linda Hamilton. Acrescento Luisa do mexicano E sua Mãe Também. Helen Mirren em A Rainha. E Jodie Foster em Valente. Acho que Jodie Foster e Meryl Streep tem várias personagens feministas muito bacanas. Esse filme novo da Meryl Streep Julia & Julie, ela é imagino a primeira mulher a se matricular na Cordon Bleu.

Leio sempre, mas não costumo comentar, pois seus comentaristas geralmente falam tudo que eu ia dizer, mas cinema é uma paixão.

Teresa Silva disse...

April Wheeler em Foi apenas um sonho (Kate Winslet, Revolutionary road). Comovente a sua busca de uma nova vida para ela e sua família, pra fugir da vida besta que levam.

Gustavo Ca disse...

Não li a parte da Thelma e Louise pq ainda quero ver esse filme. Adoro o Silêncio dos Inocentes e gosto bastante das atuações da Jodie Foster. Central do Brasil tbm ainda não vi! mas vou ver. Meninos não Choram, eu me senti muito, muito mal com esse filme. =/

Opa, concordo plenamente com a Lauren: Beatrix Kiddo.

Acho que de todas as personagens femininas que lembro, a que mais me impactou não tem nome, e na verdade saiu de um livro: a "mulher do médico" em Ensaio Sobre a Cegueira, interpretada pela Juliane Moore, que eu adoro! O peso que ela carrega e a força que ela mostra..

Tem tbm a Eve, de V de Vingança, personagem que se transforma sofrivelmente e encontra uma força dentro de si que ela não sabia que tinha (e que filme espetacular!)

Tem a Jodie Foster em Contato (tbm de livro, demais!), em O Quarto do Pânico e Plano de Voo, acho o máximo essas personagens dela, filmaços tbm.

Talita Figueiredo disse...

Todas as personagens de "Tomates verdes fritos". Principalmente a da Kathy Bates.
Eu acho esse "o" filme feminista.
Só faço uma ressalva quanto ao fato do amor homossexual das protagonistas vir disfarçado de grande amizade. Mesmo assim o filme é lindo.

Gustavo Ca disse...

Ah, eu acho simplesmente perfeita a Morticia da Anjelica Huston, hehe..

O MONGE disse...

Faltou a melhor, em minha opinião. A Malvada, Bette Davis. Pra fechar tua ótima relação.

Mariana. disse...

Pra falar de algo atual, podemos citar bastardos inglórios. Como é mesmo o nome da garota judia que sobreviveu ao ataque nazista e que depois vingou todo mundo, viveu sem se casar com um negro (naquela época)... Definitivamente, apesar de não ser protagonista no sentido clássico da palavra, ela era uma feminista. E das boas.

Christina Frenzel disse...

Nossa, sua lista me deu várias idéias para rever alguns filmes!

Lembrei de Meryl Streep em 'O Diabo veste Prada' e em 'A Casa dos espíritos'.

Glenn Close em Atração Fatal e Ligações perigosas

J.Lo em Out of Sight...

Meu Deus, a lista é enorme!!

Beijos

MANU disse...

Lolinha!
adorei tds os personagens que vc citou, realmente tds são dignos de nota!li os comentários e amei o comentário da Rita! tb amo a Meryl Streep fazendo a Clara na Casa dos Espíritos!vc já assistiu?concordo com a Rita tds as personagens da Isabel Allende merecem destaque,ela é feminista e suas persongens femininas são mulheres fortes e interessantes.vc já leu Isabel?se ainda não devia começar a ler,acho que vc ia gostar mt.queria lembrar aqui a personagem da Charlize Theron em Terra Fria, ela faz Josey uma mãe solteira que precisa trabalhar pra sustentar o filho e qnd ela arruma um emprego num lugar que só tem homens ela é assediada e decide processar os agressores apesar das ameaças de morte e de falta total de apoio e revolta dos moradores da cidade onde mora.gostei mt do filme,deixo aqui a dica pra quem ainda não viu.Charlize tá mt bem no filme.tb acho inesquecível a Uma Thurman como a noiva do Kill Bill e a Raimunda do Volver dentre outras do Almodovar.tb gosto mt da Angélica Houston como a Dama do Lago em as Brumas de Avalon,ela é uma sacerdotiza de uma religião que defende que Deus na verdade é a Deusa uma entidade feminina,gosto mt do personagem e do que ela representa.tem mts outras pra falar né?Lolinha quer dizer que vc vem em janeiro pra fortal?em janeiro tou de férias ainda...acho que vai dar pra dar uns rolê com vc por aqui.então tá combinado!festival do chocolate aí vamos nós!kkkk
bjjjjj Lolinha

ps:vc viu o link que te mandei no comentártio do post anterior?

roberta disse...

- Sarah Connor, personagem da Linda Hamilton na série Exterminador do Futuro, foi muito importante na minha adolescência. Gostava muito de sua postura forte.
- Tenente Ripley, feita por Sigourney Weaver também é poderosíssima.
- A Trinity, lindíssima e sempre serena, do Matrix, também pode entrar na lista.
- A personagem de Keira Nightely (será que é isso? Provavelmente não se escreve assim, mas deu preguiça de procurar) em Desejo e Reparação também é bacana.
- A enfermeira loira de Madrugada dos Mortos! Adoro essa atriz! Ela é irônica e guerreira.

Mariani Lima disse...

Puxando rapidamente agora à memória, além das citadas, tem a noiva, de Kill Bill, a personagem da Kate Winslet em A Vida de David Gale, as personagens de As Horas, a personagem de Hilary Swank em Menina de Ouro...
Tem uma série que eu viciei: Fringe, aonde a personagem principal é uma mulher (bem raro em uma série na qual o foco não são "meninisses"), a Agente do FBI Olívia, inclusive recomendo essa série, Lola. =]
Se eu lembrar, posto mais.
Adoro o seu blog!

=]

klaudioca disse...

Ai, qualquer um da Meryl Streep, tem aquela mulher malhada do Exterminador do Futuro, ela pega uma arma e defende o filho... e Kill Bill?

Dea disse...

Todo mundo lembra de Kill Bill, mas ninguém fala de Jackie Brown. Por acaso, Pam Grier arrasa muito. Foxy Brown é musa. E tem o filme lindo do ano passado, Frozen River. Eu adorei todas as duas protagonistas.

Laura L. disse...

Oi Lola, sou uma de suas leitoras timidas e adoro como você escreve. Bem! Será que a Norma Desmond de Sunset Boulevard pode entrar no páreo... Também citaria a Mamá de Mamá cumple cien años do Saura.

anália disse...

E a Diane Keaton???

Bjs,

Anália

Dai disse...

Lolinha, faço questão de listar as minhas mulheres inesquecíveis do cinema (feministas ou não):

- A Erika de Isabelle Hupert em A professora de Piano.
- A Selma de Bjork, em Dançando no escuro.
- A Diane Arbus de Nicole Kidman, em A pele.
- Todas as mulheres de A excêntrica família de Antônia.
- A Muriel de Toni Colette, em O casamento de Muriel.
- A Carmen Maura em Mulheres a beira de um ataque de nervos (e grande parte das chicas de Almodóvar).
- A Cecília Roth, em Tudo sobre minha mãe.
Ai, tantas outras, deixo aqui apenas aquelas que curto mais.

sujeito disse...

O filme Vera, que também é o nome da personagem principal interpretada por Ana Beatriz Nogueira. O filme é meio antiguinho, década de 80, mas impactante, mesmo pros dias atuais. Toda vez que me lembro dele fico mundo e só consigo escrever. hihi

sujeito disse...

Ainda sobre Vera:
Vera é um filme brasileiro dirigido e escrito em 1987 por Sérgio Toledo, baseado na vida de Sandra Mara Herzer, autora de A queda para o alto.
A trilha sonora, premiada, é de Arrigo Barnabé, Roberto Ferraz e Tércio da Motta.

Sinopse

Conta a história de Vera, uma interna da Febem, homossexual e poeta, dos maus-tratos no internato ao suicídio, em 1982, passando pela fase em que saiu da Febem pelas mãos do (então) deputado Eduardo Suplicy que, sensibilizado com seu talento, deu-lhe apoio e conseguiu-lhe emprego.

Wiki.

MÚSICA disse...

Dos Classicos " E O VENTO LEVOU" Trás uma personagem mimada qeu cresce visceralmente na trama. Da era moderna do cinema, THELMA E LOUISE. MUITO BOM, MARCANTE.

Fer disse...

Oi, Lola...arranjando tempinho pra voltar aqui...

mulher, amo "Thelma & Louise"!!! é um filme que dá uma força imensa pra todas nós! Almodovar é um divo, e suas personagens são divinas!!!! Tanta gente já falou sobre tantas personagens maravilhosas...eu me recordo da Zuzu Angel (de Patrícia Pillar), sempre me emociono quando escuto a canção do Chico (outro divo)pra ela, "Angélica".

Também gosto muito da personagem da Charlize Theron no "Monster". Acho-a tão forte, tão digna, apesar de tudo que aconteceu no filme.

Tem a personagem da Rachel Weiz( é assim a grafia?) no filme "O Jardineiro Fiel". no qual ela luta contra uma empresa multinacional.

São só mais algumas pra lista (rs).
Abraços, Lola

Bárbara Dayrell disse...

Gostei muito da Shoshana, de Bastardos inglórios, e personagem da Diane Kruger também é muito boa!
Estou tentando me lembrar de outras, mas minha cabeca nao funciona mais como antes... rs

Anônimo disse...

Tem também a Nausicaa da animação Nausicaa do Vales do Vento. Aliás todas as personagens femininas do Hayao Miyazaki são fortes. Elas pegam as rédeas da situação e vão atrás do que querem. Tanto as protagonistas como as coadjuvantes. E a maioria de suas animaçôes tem mulheres como protagonistas também.

Aline

Sheryda Lopes disse...

Oh, Lola, para de contar os finais dos filmes, por favor!! Ou pelo menos avisa que vai contar para eu não ler!

Vc já assistiu menina má.com? Acho que a garota pode ser considerada uma personagem marcante. E também as meninas de "A última casa", que é um remake na verdade. É um filme bem forte e as vítimas não se entregam fácil.

Tem a Melinda, de o silêncio de Melinda tb e por que não, a Miranda de O diabo veste Prada. Apesar de ela ser uma terrível patroa, exploradora e buller, podemos considerá-la marcante.

Sheryda Lopes disse...

Ah, e tem a judia de Bastardos Inglórios. Quero um pôster dela na minha parede!

Michelle disse...

Em todos esses filmes tem uma:
Joana Dark, Desmundo, A Caminho de Kandahar, As Horas, Pão e Rosas, Lanternas Vermelhas, As Virgens Suicidas, O Sorriso De Mona Lisa;
Amo assistir filmes, mas os únicos que me recordei foram esses.

Mariana disse...

E quanto à "Malena" (de filme do mesmo nome) interpretada lindamente por Monica Bellucci? Alem de ser um filme maravilhoso, com uma personagem que apesar de ter pouquissimas falas é super forte, mostra todo um machismo etc! :) beijinhos

Vivien Morgato : disse...

Gente, quantas opções incríveis.


Eu gosto das mulheres de Clube da Felicidade e da Sorte: diversas histórias que entrelaçam momentos de fraqueza e ausência de comunicação, com força vital e intensidade de amor.


Adoro a personagem principal de Como água para chocolate, apesar de eu deteeeeestar o seu objeto de desejo ( uma panaca). A forma como ela tuliza alquímicamente a culinária, me marcou pra sempre.


Momento trash: Mulher elétrica e Garota Dínamo...sim, é sério! e eu adorava.



Trinity, claro!

Qualquer coisa com Betty Davis já tem a minha atenção.

Hum...e tem o filme dos meus sonhos, o filme que desejo assistir - quando se tornar filme!- e tenho medo _ será que é possível filmar Garcia Marquez??- então...certamente seria Ursula ( cem anos de solidão)

beijos.

pedro disse...

e tem a LOLA, que não escreve, mas corre bastante !!

aiaiai disse...

Putz, lola:
faltou a lola. adoro ela correndo!

Cris Prates disse...

Comoo assim não tem Kathy Bates? E Rosemary (Mia Farrow? O que essa moça sofre e ainda aceita o bebê....

Tina Lopes disse...

Tracy Flick, de A Eleição! (Reese Witherspoon) - e todas as demais aqui citadas, claro.

Bearantes disse...

A personagem da liz taylor em who´s afraid of virginia wolf. ë genial, na verdade o filme todo.

Rita disse...

Lola, cutuquei você no meu post de hoje. Espero que não se importe. Se não autorizar o link, fala que eu retiro, ok?

Bjs!

Luca Alemar disse...

Queen Latifa e a pentelha de Guerra dos Mundos, Dakota alguma-coisa, em A Vida Secreta das Abelhas, alias, só tem mulheres nos papéis principais, todas as atuações excelentes.

A irmã presidiaria do Il Ya Long Temp Que Je Taime (não sei como ficou o nome no Brasil, se é que lançaram aqui...)

Julia Roberts em Erin Broncovich, perfeita! E quando ela diz: "distribuí 200 favores sexuais, estou exausta...", pra mim é hors concurs.

GabiPurple disse...

Lola,amei thelma e louise.Estavamos estudando sobre o feminismo na aula de cinema e a prof passou esse filme para vermos,me emocionei mto.Já assistiu Miss Potter?Acho que se encaixa mto bem nessa categoria,achei esse filme fantástico,principalmente sabendo que foi uma historia verdadeira.Beatrix desafiou todas as normas vigentes da epoca e fez tudo para ser feliz a seu modo,além de ser uma grande artista :3 bjao!

Anônimo disse...

achei o post ótimo!
Lola, nao sei se já falou disso, mas é preciso prestar atenção no machismo latente de algumas propagandas. eu quero morrer de reiva com a propaganda da RExona, da mulherada matando trabalho pra abrir um tunel pra ir ao shopping

brunno_jacob disse...

Vale lembrar que a bela e elegante Vivien Leigh sempre nos brindou com personagens estupendas sempre interpretadas de maneira sublime como Anna Kareninna, Karen Stone de Tenessee Willians, Lady Hamilton, Cleópatra etc...é claro que Scarlett O'Hara e Blanche Dubois foram as mais marcantes e finas interpretação,principalmente a de Blanche, p/ mim foi a melhor interpretação feminina até hoje.

Mas também vale lembrar outras marcantes, como Elizabeth Taylor em Cleópatra e Quem tem medo de Virgínia Woolf, Linda Blair em O exorcista (marcou toda uma década, quem não se lembra da menina que girava a cabeça??), Sissy Spacek em Carrie a estranha, Katharine Denueve em a Bela da tarde...em fim, são tantas personagens femininas que marcaram ao longo do século que seria impossível lembrar de todas.

Shirley disse...

Eu fico com a Amélie Poulain (O Fabuloso Destino de Amélie Poulain)...pequenos gestos com grandes pretensões!
:B

Karina disse...

Tem um ótimo: a Ann (Sarah Polley) de "Minha vida sem mim". Ela descobre que vai morrer e decide botar em prática uma 'to do list' que inclui colocar unhas postiças e se apaixonar. O mais sensacional é que ela é casada com um cara bem legalzinho, se apaixona por um outro, mantem um romance paralelo ao casamentoe faz tudo de maneira tão linda e delicada que é qualse impossível a pessoa mais conservadora do mundo censurá-la. Por sinal, a mãe dela, Debbie Harry, também é um personagem super marcante nesse filme.

Outro personagem eminino bem quebra de tabu para mim é a Maggie do Irinna Palm: a avó (Marianne Faithfull) começa a se prostituir clandestinamente para pagar o tratamento de saúde no neto. O pior para ela é lidar com os próprios preconceitos, além dos preconceitos dos outros.

Giovanni Gouveia disse...

Sei que vc chora, Lola, mas Yentl é excelentemente feminista...

J.anquevitti disse...

Ótimas sugestões, gosto de todas as que eu vi, tanto no blog quanto nos comentários...ah, alguém mencionou Leila Diniz (que pra mim, pelo menos, já era uma mulher a frente do seu tempo e um símbolo de liberdade feminina) em Todas as Mulheres do Mundo?? Adoro aquele filme!

Jonas

Maya disse...

Lola... eu leio muito seu blog mas nunca postei... como ninguém falou vai a minha contribuição. achei CopyCat(1995) com a Sigourney Weaver. Adorei esse Filme...
A Cor Púrpura é outro que vem fácil na minha mente. e como poderia esquecer de Audrey HepBurn em My Fair Lady? quem um porco chauvinista machista passa a comer na mão de uma florista de personalidade forte????

Beijos

Maya disse...

Esqueci de comenta a Madame Bovary de 1949 com a Jennifer Jones fazendo todo mundo comer na mão dela... Essa é outra que marcou a minha memória... se bem que ela se dá mal no final.. MAs não deixa de ser uma personagem marcante!!!

Francine Barbosa disse...

Lola, já viu "Cléo das 5 às 7" da Agnes Varda?

E nos "Bastardos Inglórios" tem uma personagem bem legal também, a Shoshanna.

L. M. de Souza disse...

gosto muito da personagem principal de "a cor púrpura", se vc leu o livro em inglês deve ter adorado a linguagem, eu amei ler aquela mistura de black english com ingles caipira, aprendi um bocado. a noiva do kill bill do tarantino, a jack brown, sobre a qual vc mesmo já escreveu algumas vezes. o lord lembrou bem da sigourney em alien. as mulheres do fellini também são ótimas: gelsomina, cabíria, julieta.

japms disse...

As personagens femininas do Tarantino são sempre bem fortes e marcantes