quarta-feira, 6 de maio de 2009

CRÍTICA: X-MEN ORIGENS WOLVERINE / Facas Ginzu com costeletas

A primeira faz tchun, a segunda faz tchan, e tchan tchan tchan tchan...

Preguiça de falar de X-Men Origens: Wolverine. Não porque seja a aventura mais detestável do mundo, porque não é. É só que ela está se esvaindo da minha mente a passos rápidos. E a preguiça do filme me contagia. Bom, pra começar, eu gosto de saber das origens dos super-heróis. Adoro quando o Peter Parker descobre que é uma aranha, como ele equilibra as bandejas na cantina. Seria legal ter mais disso em Wolverine. O problema é que o Wolve não tem super poderes espetaculares, lamento. Na infância, ele passa boa parte do tempo doente. Quando descobre seu dom, é só pra matar alguém que não merecia ser assassinado. Ele e seu irmão psicopata têm super poderes de destruição e de imunidade apenas. Podem destruir à vontade sem serem destruídos. E tudo bem, o Wolve talvez possa fatiar uma picanha melhor do que ninguém. Mas as facas Ginzu também fazem isso, e sem o pêlo facial que vem junto. Desculpe se estou reduzindo o Wolve, mas pra mim ele é pouco mais que uma faca Ginzu com costeletas.
Quer dizer, tudo bem que ele habita o corpo do Hugh Jackman, e isso vale pontos. Mas o Hugh tá meio bombado demais pro meu gosto. Peitoril imenso, bem maior que das mulheres com quem contracena. Um pouco Victor Mature (tá, essa ninguém vai lembrar). Talvez quem se saia um tiquinho melhor seja quem faz o irmão dele, o Liev Schreiber. Ele é feio mas fala bem as one-liners. Sabe, as frases curtinhas dedicadas ao vilão piadista? Algumas são o mais próximo que se pode ter de memorável num filme que não tem nada que me fará lembrar dele daqui a uma semana. Por exemplo, “Faz cócegas” e “Você é previsível”. Mais pra frente o cara se transformará no Dente de Sabre. Só pra tumultuar a vida de quem nunca sabe se é Sagre ou Sabre. Inferno. Adorei também o que uma mulher fala pra um dos vilões no final. Não posso dizer quem fala pra quem, mas posso dizer o que é: “Ande até seus pés sangrarem. E aí continue andando”. Puxa, isso é bem melhor do que “Vá ver se estou na esquina”. Vou adotar de agora em diante. Cadê meus trololós? Mas minha frase favorita mesmo é quando o Danny Huston diz pro Wolve “Seu país precisa de você”, e o lobudo responde: “Sou canadense” (sabem quem é o Danny, né? Irmão da Anjelica, filho do grande John. O cara tá em todas ultimamente. E eu gosto).
E ainda por cima a única moça do filme tem um super-poder que eu adoraria ter. Não posso falar muito pra não entregar toda a trama. Mas gente, esse poder dela é o sonho de consumo de toda esposa de um marido teimoso. Outro poder que eu fiquei urubuzando é o olhar fulminante do Scott, que mais tarde virará o Cíclope. Eu queria poder lançar um olhar pro pernilongo posando na parede. Eu dirijo meu olhar pro pernilongo e shhshh... Cheiro de pernilongo frito caindo no chão. Mas eu queria poupar a parede, de preferência. Os outros super poderes, sei não. Na realidade, acho que um monte deles imitam gatos. Garras retráteis? Presente. Pular alto? Presente. Desaparecer e se materializar num outro lugar, num piscar de olhos? É tudo que um gato faz nas raras horas em que está acordado. E não venham me dizer que Wolverine vem de lobo. Chama-se Wolve como podia se chamar qualquer outra coisa. Se a namorada tivesse falado pra ele sobre uma velha lenda indígena em que Chuchupaku era, sei lá, Ursinho Carinhoso em inglês, a gente veria o Hugh com um nome que combina mais com ele.
Achei os efeitos especiais cheesy, nada convincentes. Sério que isso custou 150 milhões de dólares? Ô coisa mal-feita! Principalmente quando o Wolve ainda tem garras feitas de osso. Quando ele evolui pra aço inox melhora bastante. Mas se o Wolve for até a sua casa e pedir pra usar o banheiro, não deixe! É estrago na certa. (Aliás, sei que seria difícil recusar um Hugh Jackman nu no seu celeiro, mas vai por mim: não vale a pena. Ele pode até ser um bom lobinho, mas tem inimigos malvados).
Um dos malvados, se é que eu entendi direito, é um boxeador que se chama Blob. Colocaram aquela cena do gordo só pra poder fazer piada de gordo, pra remeter o pessoal aos bons tempos de escola, onde o passatempo favorito era encontrar novos apelidos ofensivos pra atazanar o gordinho da turma. Como recordar é viver, põem o Wolve pra zoar do gordo. O pior é que não tem nada a ver com o personagem dele até então. Wolve é um cara sério, que não faz muita piadinha. Mas o gordo desperta o melhor em todos nós, não é mesmo?
Tem também um super que é um gênio. Senão, vejamos: o carinha odeia mutantes maldosos que o levaram pra uma ilha pra realizarem experiências com ele. Wolve está a uma garrinha de degolar um desses vilões. Aí surge o gênio pra lutar contra o Wolve, não contra o malvado. Ahn, vai que o gênio não tenha ido com a cara barbuda do Wolve. Não dava pra esperar que ele acabasse com o vilão pra depois disputar território com o lobo bom?
E lembram como eu falava que um bilionário mulherengo que cria armas de guerra não pode ser nunca um herói no meu livro? Então. Um cara que vive de derrubar árvores com serra elétrica tá no mesmo barco pra mim. No entanto, é como ouvi uma moça argumentar a favor de Wolverine: “Dois homens sem camisa se arranhando? Um ingresso, por favor”. Enfim. O filme pode ser legal se você queria ver transposto pro cinema como Wolve conseguiu sua jaqueta. Agora, se você, como eu, nem sabia que ele usava jaqueta, deve ter algo melhor passando no cinema. Putz, pior é que não tem!

38 comentários:

Serge Renine disse...

Aronovich:

Lembro sim: o Victor Mature foi o Sansão, em Sansão e Dalila, sendo essa, uma dentre outras produções B que ele fez.

asnalfa disse...

A parte que mais gostei foi ele mostrando o bumbum. huauhahah
(aquela cena onde enjetam adamantium no corpo dele!!)
Ah proposito, pq o Wovlerine nao ficou rico? poxa.. ele tem 200 anos... olha a quantidade de anos que ele ja trabalhou e sequer economizou um dinheirinho...

Rubens Oliveira disse...

Esse filme é horrível, patético, triste e mais um monte de adjetivos negativos.

Neste novo X-Men, todos os clichês dos filmes de ação estão lá. Não existe a preocupação em celebrar os heróis, enaltecer a diferença e a característica de cada personagem, dar valor para os poderes dos mutantes e distanciá-los de nós, mortais.

É isso que a gente quer ver na tela quando vai ver um filme de super-herói. Se for pra ver filme de ação, um filme do Steven Seagal quebra o galho.

Mica disse...

Eu gostei do filme. Não achei fantástico e é óbvio que vi vários defeitos, afinal, não sou cega, mas gostei mesmo assim. Consegui me divertir e amei, repito, AMEI ver o Gambit finalmente em tela (Gambit = meu mutante/herói preferido), embora todo mundo diga que seu sotaque cajun não tenha sido dos melhores (como o do Michael Raymond-James em True Blood, que eu a-d-o-r-o).

Também precisei abstrair o fato que mudaram a verdadeira Origem do Wolverine que é muito mais legal nos quadrinhos. Inclusive uma das partes que eu menos gostei no filme foi o início. O pequeno James era patético (e não digo por ser doente, pq ele realmente era, mas pq o guri atuava mal e a cena foi mal feita e não explicou nada). E o filme fez o favor de não nos explicar porque James passou a se chamar Logan.

Nas HQs Wolvie e Victor não passam tantos anos juntos como irmãos/amigos, mas já que resolveram fazer isso no filme, então que se ativessem (atessem? Português, please!?) à realidade dos personagens. Ou eles querem me fazer acreditar que após viverem como unha e cutícula durante mais de 150 anos, cobrindo as costas um do outro, arriscando-se à morte pelo irmão, eles se separariam assim, sem mais nem menos? Logan pode ser um cara animalesco e brutal, mas ele amava o irmão no filme, então foi muito absurdo ele simplesmente largá-lo ali sem olhar para trás e nunca mais o procurar. E mais irreal ainda o cara caçar com toda a raiva do mundo o Victor por ele ter supostamente a mulher que ele amava.
É claro que eu entendo a raiva e a dor que Logan deve ter sentido com a suposta morte de Kayla (como ele não percebeu que ela não estava estraçalhada?), mas aquela raiva insana da pessoa que ele mais amou por 150 anos, sem nenhum tempo para uma conversinha raivosa entre irmãos foi um pouco demais para mim.
Mesmo assim, adorei as cenas iniciais com Logan e Victor na guerra, e também as cenas de luta dos dois com o DeadPool (é esse o nome? Não lembro).

E eu estranhei que o Scott tivesse aparecido, mas depois tudo fez sentido, já que Logan perde a memória e o próprio Scott nunca o tinha visto.
Mas não é irônico que os dois já tenham se encontrado no passado e que um foi responsável pela vida do outro? E que eles não sabem disso quando se reencontram e se odeiam no futuro?

Eu ADOREI o Liev Schreiber de Victor Creed. É bem verdade que ele está muito bonitinho para um futuro Dentes de Sabre, mas ele foi (ao lado do meu Gambit amado) o melhor do filme.
E feio o que!? Eu o acho uma graça, Lola!

Os efeitos especiais de fato estavam sofríveis muitas vezes, em especial o aparecimento repentido de Charles Xavier no final.
Por outro lado gostei do Logan ter perdido a memória. E que o filme terminou não tantos anos antes do início de X-Men 01, o que não faz de Gambit tão mais velho que Vampira.

E para finalizar, fui a única pessoa na minha sessão que ficou até depois dos créditos para ver (se houvesse) a cena final.
Aquilo cheira outro filme: Mariko...Japão.... Eu gostaria, e muito.

Ju R. disse...

conforme eu falei assim que saí da sala, "e daí se o filme não é grande coisa? hugh jackman aparece pelado".

não curto homem bombado, mas sou louca pelo hugh/wolveco. aliás, wolverine vem a ser carcaju (parente das fuinhas).

tenho que concordar com os efeitos especiais tosquinhos, mas tenho que discordar que liev schreiber é feio. queria um feio desse aqui em casa....ô!

Claudinei disse...

O filme é ruim, sem-graça e esquecível, mas a minha expectativa é que seria bem pior. Portanto, não é um ótimo filme (o que seria possível com a quantidade de boas histórias que os quadrinhos proporcionaram ao personagem), mas também não é espetacularmente horrível. Só ruim. E é verdade que não dá para acreditar que foram gastos 150 milhões de dólares em efeitos especiais!
Só um adendo, Lola: o nome do personagem não tem a ver com lobo. 'wolverine' é um animal canadense, um mamífero cujas características principais são um temperamento irritadiço e explosivo, e as garras que ficam escondidas sob o pelo e mostradas quando ela briga.
E claro que você deve conhecer a frase do Groucho Marx sobre o Victor Mature: 'eu não vou assistir filmes onde o peito do mocinho é maior do que da mocinha!' (tou citando de memória)

Luma disse...

Eu gostei do filme. Até meu namorado (que entende mais desse negócio de quadrinhos do que eu) gostou. É aquele negócio, não é nenhum filme genial, mas cumpre o papel de divertir e valeu o ingresso.

Chaves disse...

Não vi o filme ainda, infelizmente.
Mas tenho uma trivia pra vocês:
Quero ver quem adivinha, sem consultar o Google, qual foi o filme em que Hugh Jackman e Liev Schreiber também eram, digamos, antagonistas?
Dica 1 - ninguém tinha ouvido falar do Hugh ainda, a estrela era a Meg Ryan.
Dica 2 - acho que foi o filme que enterrou de vez a carreira de mocinha-de-comédia-romântica da Meg Ryan.

Srta.T disse...

Chaves: Kate & Leopold. Assim, sem google.

Srta.T disse...

Lola, eu também escrevi sobre o filme no meu broguinho, não vou repetir aqui tudo o que falei lá, só uma síntese (juro): detestei o filme. Acabaram com personagens ótimos. Mas tem o seguinte: eu sou fanática por quadrinhos, leio X-Men desde novinha (daquelas que pede pro jornaleiro reservar o gibi na banca mesmo), e li a minissérie "Origens" do Wolvie, logo que saiu. Então eu sei que a história poderia ser bem melhor.

E você percebeu o furo grande, aliás, IMENSO, do roteiro nessa história da jaqueta? Pois é.
Agora as garras de adamantium, por favor, hein. Eu faço aquilo no Paint. Tava tenebroso.

(Ah, e acho que você adoraria a Emma Frost do gibi. Uma das personagens mais feministas dos quadrinhos.)

Chris disse...

Lolita, passei batido da crítica porque quero muito ver a bunda do Hugh, digo, o filme rssss

Beijocas

Chaves disse...

Srta T leva o prêmio de 1 milhao de reais!!
...
Vi o Kate e Leopold dia desses... que delícia.

Giovanni Gouveia disse...

E se o vilão usasse meias vivarina?

Srta.T disse...

Esqueci o adendo: bunda do Hugh Jackman = momento alto do filme.

Cheguei até a me perguntar se ela também foi esculp... digo, alterada com adamantium. Bom, só dá pra saber pegando.

Gabriela Martins disse...

Srta T., qual foi o furo enorme com a jaqueta? Não pesquei esse.

Achei um filme que vale o preço do ingresso e da pipoca. Tem algumas cenas interessantes, diverte por umas duas horas, e só.

Só que os efeitos especiais realmente ficaram uma bosta. Aquelas garras tão no nível Ratatoing (quem não sabe o que é, googleiem), e nas cenas dele dentro do carro dá pra ver descaradamente q a imagem do lado de fora é colada. Como a Globo faz no A Grande Família, só que lá o troço é descaradamente tosco (talvez porque eles sabem q não vão conseguir fazer perfeito).

FELIPE G2 disse...

Mesmo assim eu esperarei pelo Star Trek que lança essa semana. Sei lá, esse filme não me mostra confiança...

Cristine Martin disse...

Droga, perdi o milhão de dólares!

Ia comentar que o Hugh e o Liev trabalharam juntos no Kate e Leopold, mas cheguei tarde aqui (snif!) Aliás, aquele filme é bonitinho, estilo 'comédia romântica na máquina do tempo'.

Bom, como não vi o Wolverine, não posso dar palpite...

Abraços!

Cristine Martin disse...

corrigindo: um milhão de reais (mas já estava de bom tamanho!)

Srta.T disse...

Chaves, depois passo os dados da minha conta nas ilhas Cayman.

Gabriela, não quero dizer aqui o furo sobre a jaqueta, porque teria que entregar informações sobre o final do filme. No meu blog eu expliquei mais ou menos... eu te falo em pvt, se vc quiser.

lola aronovich disse...

Ah, o que que é, Srta. T?! Eu também quero saber qual o furo da jaqueta do Wolve! Ah, pode falar aqui nos comentários sim, vai. É só escrever SPOILER SPOILER SPOILER antes.
Em tempo: recomendo o post da Srta. T sobre o filme. É a opinião de uma fã indignada dos quadrinhos.
(aliás, Srta, tem link direto pro post ou só pro blog mesmo?).

Srta.T disse...

Lola, o link direto pro post é esse: http://calmaqueficapior.blogspot.com/2009/05/que-mancada-xara-ou-como-fder-um-dos.html (não sei colocar bonitinho como vc fez, sorry!)

Mica, teve cena após os créditos? NÃO ACREDITO. Eu sempre fico pra ver (Homem de Ferro e Hulk também tinham), mas tava tão p*ta da vida que fui embora, não esperei.

Bom, lá vai o SPOILER SPOILER SPOILER:

O Wolvie arranca a jaqueta e coloca-a em lugar incerto e não sabido antes de voltar pra resgatar a Kayla, que está sendo estrangulada pelo Dentes-de-Sabre, certo? A partir de então, ele continua sem jaqueta. Então ele toma um tiro do Stryker e perde a memória completamente, e o filme acaba. Mas, se vcs lembrarem dos filmes do X-Men, que se passam num tempo depois desse do Wolverine, em várias cenas ele aparece usando a MESMA jaqueta (copiaram de uma que ele usa no gibi, aliás).

A pergunta é: como, desmemoriado que ele estava, ele se lembra que aquela é a jaqueta dele? Alguma hora ele a pegou de volta!

Sei lá, pode não fazer muito sentido porque tem que ter visto os filmes do X-Men pra perceber... mas que tá errado, isso tá!

Srta.T disse...

PS: Olha ele aqui com a tal jaqueta no X-Men 3:

http://www.imdb.com/media/rm1095276800/ch0001095

http://www.imdb.com/media/rm357079296/ch0001095

asnalfa disse...

Ele comprou a jaqueta numa loja de departamentos... tipo C&A...

Chaves disse...

totalmente off topic:
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1110990-5602,00-ARABIA+SAUDITA+FAZ+CONCURSO+DE+MISS+COM+BURCAS.html

Gabriela Martins disse...

Ah, valeu pela explicação. E já fui lá no seu blog e deixei um comentário simpático^^

Mica disse...

Talvez quando estivesse indo embora desmemoriado ele a tenha visto por lá no meio da bagunça toda (que o Scott fez, diga-se de passagem) e achou bonitinha, estilosa e pegou para sim.
Era o único por ali mesmo...

Ju R. disse...

ele poderia estar com frio, viu a jaqueta e disse "oh, um casaco dando sopa", pegou e foi embora!

tchaaaaaaaaaaaan!!! ;)

Renata Minami disse...

Concordo com você em muita coisa, mas eu sempre gostei de ler e assitis X-Men e eu sabia que o Wolve tinha uma jaqueta! hehehe

Mas pense pelo lado bom: "Dois homens sem camisa se arranhando? Um ingresso, por favor"! ;)

Elaine disse...

Olá!
Que pena, Lola! Já é a 3ª crítica ruim que eu leio sobre o filme!
E logo eu, que tenho uma queda declarada pelo Wolverine dos quadrinhos. Sem contar o Hugh Jachman.
Parece mesmo que foi desperdício de grana, ator é personagem. Peninha...

Dreamer disse...

Assim, claro que fui assistir para ver o ator, adoro o corpo dele e adorei o irmão Dente de Sabre também. O tempo do filme me deixou meio tonta porque eu assisto filmes calculando a época.
Seu post é ótimo, mas eu não culpo o Wolverine por cortar árvores, e sim os empregadores dele. Aliás, só eu souber que a área não está sendo usada de maneira correta, se é que isso existe. E ele me convenceu de que morar no meio do nada e acordar cedo é viver de maneira saudável.
Poxa, e a parte do Blob foi proposital? Não sei...

Mônica disse...

Nunca fui fã de quadrinhos Marvel, mas como Hugh Jackman é 'casa, comida, roupa lavada, uns tapas de vez em quando, e eu ainda pago a terapia', não dá pra ignorar, né? Numa sala com ótima qualidade de som e imagem, boa companhia e um baldão de pipoca, tá de ótimo tamanho!

Falando em Victor Mature, o Groucho Marx disse que não iria vê-lo contracenando com a Hedy Lamarr em Sansão e Dalila porque nunca assistiria a um filme no qual os peitos do ator eram maiores do que a da atriz... :-)

Letícia disse...

(Comentário meio aleatorio)

Essa semana meu professor de inglês ensinou para gente que Wolverine não vinha de wolve (lobo) e sim de um animal canadense, o Wolverine (conhecido por aqui como glutão... Informação retirada da Wikipedia haha)

Achei o animalzinho bem interessante para ser sincera. Ele é peludo e feioso, tem garras escondidas e rouba comida de outros animais.

Dá para saber mais aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carcaju
E aqui uma linda foto desse animal extremamente carismático: http://animals.nationalgeographic.com/staticfiles/NGS/Shared/StaticFiles/animals/images/1024/wolverine.jpg

Dai disse...

Lola,
Lógico que eu lembro do Victor Mature. Eu assistia sessão da tarde!
Eu concordo bastante com a Srta T. Também lia X-Men desde pequenininha, o Wolvie era meu favorito porque era uma espécie de anti-herói - com sarcasmo, uma certa ambiguidade e (pasmem!) fora dos padrões de beleza, já que tinha 1,66m de altura e estava mais para o feioso.
Eu fiquei meio chocada quando o Hugh *gostoso * Jackman vestiu a pele do meu herói, mas, em X-Men, com todos os defeitos e superficialidade, acho que ele teve charme, humor (também por conta do carisma próprio do Mr. Jackman) que fez com que os fãs o admitissem como Wolverine.
As origens do Wolverine são uma das melhores e mais intrigantes coisas que já li nos quadrinhos de herói. Muito, muito pobre a versão. Acho que faltou densidade ao personagem, mais Steven Seagal que qlqr coisa, como o Rubens falou. Beijos.

BethS disse...

Lola, sou fã de quadrinhos desde a adolescencia - conheço e admiro o Wolverine desde quando apareceu em uma historinha na revista do Hulk. Ele não é um personagem rasteiro e apenas brigão. Sua raiva tem conteudo e principalmente um misterio, que a série Origem procurou revelar, assim como a revista Arma X. Acho que o roteirista se baseou nesses dois livros, mas tomou algumas liberdades que alteraram completamente o rumo da historia do personagem. A principal delas é que o Wolverine NUNCA foi irmão do Dentes de Sabre...Eles podem ter semelhanças no tempo e lugar de nascimento, em Origens existe um garoto chamado Cão que possivelmente virou o Dentes de Sabre, mas tudo é muito sugerido, pra preservar o misterio do personagem.
E Emma Frost irmã de Silverfox? Caramba. Pra quem conhece as duas, é uma mentira deslavada.
Aliás, o roteiro do filme é um samba do crioulo doido - o diretor juntou o máximo de super herois que conseguiu lembrar e ficou tudo rasteiro e risivel. Eles entram e morrem... Ele conseguir acabar com dois interessantissimos personagens: Gambit (adoro ele) e Deadpool, que estão ridiculos, é um desrespeito a eles.
Os herois dos quadrinhos adultos são profundos e cheios de contradições, daí seu charme. É claro que podem render bons filmes, veja os dois Batman, os dois primeiros Homem Aranha e o Homem de Ferro.
Fui ver Wolverine com a criançada e eles adoraram. Talvez seja isso mesmo - o negocio é ganhar dinheiro.
Beijo

Anônimo disse...

Me desculpe, mas se você faz uma crítica ao filme e no final coloca uma frase do tipo "Não sabia nem que ele usava jaqueta", creio eu que sua opinião nem deveria ser levada a sério !
Não que eu tenha adorado o filme e não ache que teria como ser melhor, mas o seu comentário no final da crítica foi uma lástima.

Anônimo disse...

Sinceramente que droga de comentarios são esses e que tipo de post é aquilo? Não tenho muito a comentar sobre as lástimas escritas aqui.

Aceito outras opiniões mas dizer que o filme é horrivel e que os efeitos estão péssimos, tentem fazer melhor. Não adianta mais falar. Cada absurdo sem sentido que eu li aqui, creio que vocês não entendem nada sobre filmes e nem sobre quadrinhos.

Ronaldo Magalhães disse...

Emma Frost, irmã de Silverfox, acho que a Silverfox deve ter a adotado como irmã assim que Emma saiu de casa* só essa explicação salvaria a personagem no futuro da franquia X-men nos filmes, eu acho.

Franklin Rocha disse...

o gente burra, quer msm ver as origens desse personagens?
então vai ler a hq do dentes de sabre, ou assistir x-men a serie animada que por sinal anos noventa tinha roteiristas muito melhores que os de hj heim