terça-feira, 31 de março de 2009

O UNIFORME MAIS FEIO DO PEDAÇO E OS MODELITOS ULTRA-CONFORT

Eu e umas leitoras muito mais entendidas no assunto de quadrinhos debatemos sobre qual seria o uniforme mais feio da Espectral, o de Watchmen o filme ou de Watchmen a graphic novel. Não é uma decisão simples, como você pode conferir acima. A heroína dos quadrinhos usa o que parece ser uma saída de banho transparente em cima de um maiô preto cavado. E a do filme, uma malha cor da pele por baixo de um collant preto, além de botas que chegam até metade da coxa e cinta-liga, um acessório imprescindível para uma super-heroína. Fala sério, né? Imagino que todas essas ilustrações venham de homens mais preocupados com o potencial erótico de suas criações que de conforto. Como a Srta T disse nos comentários, “uniforme de super-heroína tende a ser piada mesmo. Não imagino as coitadas lutando sem o peito pular pelo decote, o maiô atochar no fiofó...”.
Tá, ninguém nega que fantasia de super-herói macho não seja igualmente ridícula. Até hoje lembro que, no último Superman (O Retorno), tiveram que disfarçar um pouco o volume no collant do Super, que estaria chamando demais a atenção. Homem de collant com capinha e máscara e às vezes cueca por fora da calça é indiscutivelmente tolo. Mas pelo menos eles não têm que se equilibrar num salto alto de 20 cm (o que me faz lembrar a declaração da Ginger Rogers sobre a diferença entre a sua dança e a do seu maior parceiro, Fred Astaire: “Fazemos tudo que eles fazem, só que de salto alto”).
Pesquei mais alguns uniformes usados em filmes por super-heroínas e quero saber se é unânime: o da Espectral em Watchmen é a fantasia mais horrenda de todos os tempos ou há piores? Tá, essa foi fácil. Então responda: qual o uniforme que parece ser o mais desconfortável pra enfrentar super-vilões? E o mais confortável? Tem um mais bonito? Algum que você usaria na rua sem morrer de vergonha? Alguns modelitos pra você escolher:A Mulher-Maravilha da Lynda Carter e a Wonder-Girl (Garota Maravilha). Reconheço que só escolhi essa foto porque descobri algo formidável. Sabem quem é a Wonder-Girl aí na foto? A Debra Winger! Eu nem sabia que ela tinha sido super um dia!Repito a Mulher-Maravilha, com a comparação dos quadrinhos.A Barbarella da Jane Fonda em 1968, e a personagem dos quadrinhos franceses.A Mulher-Gato da Michelle Pfeiffer (1992) e a da Halle Berry (2004). No detalhe, a dos quadrinhos.A Lara Croft da Angelina Jolie (2001) e, no detalhe, a do videogame. Opa, eu tava falando de quadrinhos? Enfim. Super-heroínas.A Elektra da Jennifer Garner (2005) e a dos quadrinhos.A Mulher-Invisível da super-expressiva Jessica Alba em Quarteto Fantástico (2005) e a dos quadrinhos.Algumas das heroínas de X-Men (2006). As fantasias da Vampira e da Tempestade não parecem ruins. Já a da Mística tá mais pra fantasia de carnaval. Com purpurina e tudo.

38 comentários:

Paola disse...

Conforto? Zero para todas!
MAs o pior de todos é o da Mulher MAravilha, aquele "top", uma hora vai cair!
Me parece que a Mítica está pelada, portanto é o mais confortável, e bem carnavalesco, pintura corporal, leva 15 horas para ficar pronto, detalhe, detalhe!
Ah! A cueca por cima da roupa de tempos passados nnao marcava tanto por ser feita em "elanca", ela não ggrudava tanto!

asnalfa disse...

A da Barbarella é a melhor. As roupas dels inspiraram uma geração e influenciaram a moda da época do filme.
Ja reparou que a maioria das roupas são pretas, parecendo borracha, latex e ressaltam peitos, pernas e bumbum? Acho q são inspirações sado-masoquistas e estao ligadas ao desejo sexual dos adolescentes. Tá na cara q é pros adolescentes semasturbarem pensando nas heroínas ja que nas decadas de 60 a 90 eles nao podiam comprar revistas porno por terem menos de 18 anos. Então os criadores de super-herois tiveram a ideia de satisfazer sexualmente esses adolescentes lançando essa moda.

PS: Debra Winger como super-heroi é muita vergonha alheia!!!

Dai disse...

Uniforme de heroína de quadrinhos costuma ser uma ode ao fetichismo, né. Trina Robbins, uma pesquisadora em quadrinhos, costumava dizer que era inviável combater o crime de colant apertado, fio dental e salto alto. Sexismo? Of course. Na minha dissertação eu usei o conceito de 'dominação masculina' de Bourdieu para falar desse tema. Na verdade, existe uma divisão que afirma os papéis de gênero também no mundo dos super-heróis. Ao entrar no mundo público de combate ao crime, as mulheres não se equiparam em força e coragem aos seus antagonistas masculinos, em vez disto, tornam-se hipérboles de um feminino viável apenas para uma criação em 2D.
Para os homens, o super poder é atestado por uma virilidade exarcebada - músculos ostensivos, altura, força, imponência. Já as mulheres super poderosas tem que ter uma feminilidade (aqui, entendendo feminilidade como os atributos que definem o seu protagonismo ao desempenhar um papel referenciado numa noção de gênero binária) superlativa. E isto vem ficando cada vez mais acentuado, dos anos 50 para cá. A mulher maravilha, que na década de 40 era uma ginasta cheinha de saias (algumas imagens aqui: http://www.wonderwoman-online.com/goldenage_ww.html), hoje tem pernas quilométricas, cintura de Barbie e aqueles peitos redondos de silicone. Enfim, o que era ruim ainda piora.

Srta.T disse...

Acho que falei no outro post, e volto a repetir: na minha opinião, o uniforme mais coerente é o da Vampira. Mas prefiro o do gibi: http://image.comicvine.com/uploads/item/2000/1446/87546-rogue_400.jpg
Veja que nem salto ela usa!

"As roupas são justas". Bom, roupa de ginástica também é. Se formos pensar que combater o crime (ou praticá-lo) é uma pesada atividade física, não acho tão incoerente as roupas justas. "Mas as heroínas são gostosonas". Concordo que isso é estranho. Mesmo as que lutam e, por essa razão, teriam físico atlético, não conseguiriam bater/pular/correr com todo aquele peitão. Eu já fiz luta e sei que peito atrapalha (e olha que tenho pouco).

Essa fantasia de Mulher-Gato da Halle Berry é pra lá de ridícula. Na minha humilde opinião, enquanto consumidora voraz de gibis, os uniformes de heroínas têm que ser inteiriços (sem decotes, tomara-que-caia ou collants cavados), flexíveis (e por isso, provavelmente justos) e sem salto (a não ser que a moça voe, né? Aí não faz diferença). Perdôo uma capa pela vaidade (novamente, para as que voam).

lola aronovich disse...

Obrigada pelo comentários de vcs, todos ótimos!


Dai, eu QUERO um guest post sobre isso! Pode ser um em que vc faça um resumo (com exemplos práticos) da sua tese, algo assim. Parece muito legal! Faz, vai!


Srta T, pra mim capa parece vaidade até pros super-herois homens! Porque não é aquele pedacinho de pano que faz alguém voar, é?

Srta.T disse...

Ah sim, mas é vaidade pra eles também, não quis restringir às heroínas não. Agora, não há capa, por mais linda que seja, que salve o visual de um cara que bota a cueca por cima das calças, né?
O Superman merecia algo mais digno.

Anônimo disse...

Sempre visito, nunca comento.
Mas acho que o uniforme mais confortável é, disparado, o da Lara Croft - mas as armas que compõem o figurino devem ser um tanto incômodas.

Mi

Ariadne disse...

Não adianta, o pior é mesmo o da Espectral. Eu não sei nem como ela consegue mexer a perna com aquela bota. O original também não ajuda muito, aquela camisolinha com maiô... E pra fazer xixi? O da Barbarella é lindo, mas imagina, ela tem uma "armadura" de plástico, isso sim deve ser desconfortável. O da Lara Croft parece ser o melhorzinho, short e blusa, mas para ficar entre as super-heroínas mesmo, acho que o da mulher Invisível tá mais confortável, um macacão inteiriço menos justo (pelo menos no filme). Se bem que eu não vi se ela usa saltão. O que levanta outra questão, se ela fica invisível, pra que uniforme especial? Ela podia lutar até de pijama. Agora, uma coisa que me incomoda, e que a Vampira tem, são as capas. Acho que é naquela animação "Os Incríveis" que eles falam de um colega que morreu com a capa presa em uma turbina de avião. Não me parecem muito práticas, fica também muito fácil para o supervilão pegar o infeliz do herói pela capa e girar para longe...

Mica disse...

Na minha humilde opinião, uniforme tem que ser bonito e prático. Só prático não adianta. Só bonito tambem não. Adoro o da Lara Croft. E me lembrei esses dias que consumiram com minha televisão que tinha o adesivo dela grudado na lateral (eu adorava a Lara Croft).
Srta.T, não conhecia esse uniforme da vampira. Faz um tempo que parei (infelizmente) de ler X-Men. Ainda lembro do uniforme verde e amarelo dela.
Aliás, pq não usaram o uniforme de saia branca da Mística no filme? Eu gostei da pintura azul com as formas na pele, mas pq ela está nua?

Também gosto do uniforme da Elektra no filme. O dos quadrinhos, Senhor!!! É horrendo!

Não votei ainda. É para votar no menos desconfortável, né? Independente de ser bonito ou não...
vou lá pensar.

Srta.T disse...

Olha, eu nem havia reparado de a Vampira tá usando capa ou não... desde que voltei a ler X-Men ela está em coma (sairá na próxima edição, tomara!), então só aparecia deitada, não vi que tinha capa. Se bem que pra ela é indiferente: como ela é indestrutível, não morreria presa em uma turbina de avião (e sim, a Vampira DO GIBI é minha heroína favorita, por isso a defesa).

Acho que o que a Ariadne falou sobre a Mulher Invisível se aplica à Mística: tanto faz o que elas usem ou não usem, pois uma é invisível, e a outra é transmorfa. Acho que no filme ela aparece nua porque seria mais fácil de fazer os efeitos especiais, dela assumindo novas formas. Mas eu não gostei.

Um comentário, rapidinho: agora têm se falado muito na Batwoman ser uma heroína lésbica e tal. Mas bem antes disso havia Mística e Sina, que formavam um casal homossexual. Vampira é filha adotiva delas, inclusive.

N. Chaves disse...

Sobre a Mística, temos uma questão técnica: a qualidade camaleonica dela não se transmite para a roupa - embora ela aparentemente possa simular roupas nas formas que assume. (Vide o senador Kelly, de terno e gravata.)
Portanto, melhor ela "sem roupa", é mais livre, é mais ela mesma e muito mais prático. Como a pele é de lagarto ou camaleão, então tudo bem, ela pode andar assim sem causar escândalo. E não é o máximo uma heroína naturista?

Andrea Cristina disse...

Caraca! Mulher sofre pra se vestir. Agora superheroina sofre "supermente". Todas as roupas aparentam ser hiper desconfortaveis. E apelam pro lado erotismo, claro. Mas muitas gurias aí já se imaginaram como uma destas pelo menos. Ou então com as Panteras, ou algo assim. As gurias também seu direito de ser superheroinas. Já fazemos isso no dia-a-dia mesmo.

Taia disse...

Hehe, nem sei qual delas é o mais desconfortável, mas me toquei com este post que definitivamente eu não sirvo pra heroína. Nenhum desdes uniformes tem tecido suficiente para, digamos, envolver o meu estoque de bacon (conquistado com muito esforço e mantido com chocolate...).
Bjsss
Taia

anacris disse...

Assim, a da Lara Croft é a mais confortável, porque ela não usa salto, o short (era pra ser larguinho, safari), regata "não cavada", ou seja, não vai ter peito pulando pra tudo quanto é lado, além de usar o cabelo muito bem preso, apesar de achar que aquela trança é comprida demais. Das piores, a melhor... Sempre acho uma piada saltos altos, não engulo mesmo!

Mica disse...

Mas a Mulher Invisível não está sempre invisível, só quando está lutando, e ela usa o uniforme quando está indo para os lugares, quando aparece em público, quando está com o restante do grupo...não faria sentido ela ficar de roupa normal enquanto todo mundo está uniformizado, ou mesmo ficar invisível 100% do tempo. Seria contraproducente.

Ariadne disse...

É, Srta. T, pensando bem, para a Vampira faz mais sentido a capa. Mas, Mica, eu falei brincando sobre a Mulher Invisível, eu sei que é o uniforme do grupo.

Ollie disse...

Já falaram por aí.
O uniforme mais confortável dentre todas é o da Lara Croft: shortinho, camiseta e botinhas sem salto.
Aliás, tirando o fato dela ter uma queda por armas, Lara Croft é a minha cara.

Como toque pessoal, eu acrescentaria um kit no cinto com repelente para picadas de mosquitos, além de um par de meia calça finas, dessas que nem as facas ginsu desfiam (meias vivarina). Só para dar um toque feminino e sexy ao uniforme. Ahahaha...
;)

Gustavo C. disse...

O uniforme da Mulher Maravilha é o mais ridículo, de longe! Ganha disparado. Um espartilho vermelho com uma fralda azul. Com uma coroa inútil. Num sei se eu rio ou se eu choro..

Eu adoro a roupa da Mulher-Gato no filme do Tim Burton (eu AMO os visuais dos filmes dele). Acho que tem tudo a ver com a transformação da personagem no filme, de uma mulher frágil pra uma "mulher-gato".

E o da Lara Croft parece ser mesmo o mais normal, natural, confortável.

A Mística num sei pq tá aqui, ela não usa roupa! E ela é uma mutante, por isso a pele assim. Mas tbm acho que exageraram, realmente parece que ela caiu de um carro alegórico.

Gustavo C. disse...

Ah, esqueci e tinha que comentar de novo: a roupa da Mulher-gato da Halle Berry é lamentável. Parece a finada Tiazinha. Aliás, eu vi alguns minutos do meio desse filme e não aguentei de tão ruim..

Denise Arcoverde disse...

Lolita, confesso que agora n~qo, mas há 25 anos atrás, usaria alguns deles, sim. Adoro a Barbarella,e a Lara Croft é moleza, só um shortinho com camiseta :-)

Adorei seu post!

Beijos!

babsiix disse...

Bom, acho q os macacões inteiros, justos e sem decote da barbarella e da mulher invisível são os melhores. O da lara croft tb é confrotável,mas convenhamos, no campo de batalha é melhor ter os braços e pernas cobertos né? Afinal, vc rola, pula, se arrasta.. fica uma espécie de proteção

filipe disse...

nada a ver com o post mas, lola, tu já viu esse blog?
http://www.escolaemcasa.blogspot.com/
tipo, muito engraçado. no primeiro post já me deparo com isso:

Permissões legais para que dois homossexuais obtenham o reconhecimento de sua vida homossexual em comum como “casamento”. Reconhecer a união sexual pervertida de dois homens como casamento é desfigurar a família natural e corromper o papel do Estado como protetor da família.


tá, tu provavelmente tá cheia disso (e quem não tá?), mas parece uma versão brasileira do thatsrightnate.

cheers!

Mari Biddle disse...

Acho que a Mulher Maravilha e' quem tem o pior uniforme. Feio, desconfortavel, cafona....Votei na Lara Croft como o mais viavel de sair por ai combatendo o crime. E' justinho mas permite se movimentar, tem o acessorio para depositar as armas...acho que e' o melhorzinho em termos de conforto.

elenmateus disse...

Eu adoro Watchmen e o filme é pra quem leu a graphic novel ver os personagens andando, dando porradas ultra-violentas (q porra é essa?), fazendo amor e sendo mais ridículos do que são nos quadrinhos com aquelas roupinhas. A Laurie superou no quesito roupinha-que-dá-vergonha-alheia cara, na boa. E aquilo deve doer a xereca, eu hein...

Mei disse...

Vc esqueceu de colocar a Sheena na lista, Lola! ^_^

Não gosto muito das superheroines dos comics...elas fogem do meu "padrão de hero". Muita malhinha colada, muito salto, muito cabelão...yadda yadda.
Mas sempre gostei da Elektra. Nossa...eu odeio MUITO o que fizeram com ela no cinema. Nem fui ver!

Eu sempre achei as vilãs (e vilões)mais classy. E vou apelar pra filmes: adoro a O-Ren Ishii (Lucy Liu), em Kill Bill! Acho que tenho um lado mais negro do que super-herói.

E vc viu isso? hahahahahaha.
http://www.maisinterior.com.br/v4_ler.asp?id=121073

Srta.T disse...

Ah, outro adendo: adoro a fase punk da Tempestade, nos anos 80: http://jeremy-dale.com/sketch/2k7storm.jpg

Acho que era uma coisa meio inspirada na Grace Jones.

A Vampira, quando surgiu, tinha cabelos curtinhos e usava um uniforme que parecia uma farda militar. Se eu achar algo, mando.

Chris disse...

ZERO conforto, fala sério...
quero só ver o dia que colocarem uma mulher para vestir uma super-heroína o que é que vai acontecer rssss

Para mim, a Lara Croft é quem tem o uniforme mais normal e confortável! Só o fato de não usar salto... ai, ai rsss

Nota zero para as outras!

Mei disse...

uia, me lembrei de uma menos desconfortável que todas!!

o uniforme(?) da Ripley (Sigourney Weaver), em Aliens. Adoro o character, adoro o filme...e a roupinha é sem frescura e Ripley "mostra serviço"!!
^_^

L. M. de Souza disse...

a mística não usa fantasia, ela é azul e pelada assim como é o dr. manhattan. se bem q se a gente considera a época, os 80's foram a época mais brega da moda, então dá pra perdoar o desenhista. a roupa da spectra no filme ganhou um ar futurista. no gibi fica bem claro em várias passagens que muitos deles (dos heróis) tem noção do qto é ridículo a fantasia. Mas sou bem mais a roupa da spectra 1, aquele visual pin-up dos anos 30-40 era tudo.

Ana disse...

A MIsitca anda pelada, o que é bem confortável. Se não me engano, ela mimetiza as coisas, garments included.

Sou fã da Elektra, mas não das roupas. Deve atochar na bunda, como disse a outra colega acima.

A da Mulan - outra que eu curti mto com uma sobrinha, queria que ela largasse o vicio das Cinderelas e consegui - é bem legal.

Abs

Gabriela Martins disse...

Assim como a T., eu curto o uniforme da Vampira e a fase moicano da Tempestade - que inclusive combinava bastante com o momento pelo qual a personagem passava nos quadrinhos.

Outra que eu curto bastante é a Tank Girl. Li pouca coisa dela, mas adoro as roupas estilo Mad Max da moça. Interesante que mesmo quando ela está só de calcinha, não há aquele apelo à "gostosura" dela que a gente vê em outras heroínas.

Huntress disse...

Nunca parei pra ficar analisando o conforto ou o ponto de vista machista nos uniformes femininos, até porque nesse sentido, os dois gêneros estão na mesma merda, não faço idéia de nenhum uniforme masculino que transpareça conforto. Imagino que essa "sensualidade" nos uniformes femininos seja uma forma de demonstrar alguma feminilidade nas personagens, porque na maioria das vezes, é o uniforme, cabelo comprido e batom que as diferenciam dos personagens masculinos,o corpo é aquela coisa quadrada e musculosa á lá governador da Califórnia...

Marcos disse...

Bom, isso é uma discussão antiga no meio. O fato de mulheres (especialmente as super-heroínas e vilãs) serem sempre representadas com um corpo mais destinado a excitar as fantasias dos leitores masculinos do que a mostrar como seria uma personagem capaz de executar proezas físicas. Peitão e cinturinha pra uma lutadora de artes marciais não rola, né?

O caso mais ridículo é o da Sonja, que ainda usa a desculpa de que usa aquele biquinizinho porque assim distrai os oponentes e vence as lutas com mais facilidade. E nem vou comentar a história de ela só transar com quem a vence em combate.

Mas o melhor argumento que eu li sobre isso veio de um homem que trabalhava numa editora de HQ (não sei se Marvel ou DC). Respondendo a críticas de leitoras que pediam menos sexismo, ele disse que os gibis eram escritos, desenhados e principalmente comprados majoritariamente por homens. E que se as mulheres queriam algo diferente, deveriam escrever, desenhar e comprar gibis diferentes.

Anônimo disse...

[url=http://community.bsu.edu/members/buy+online+Viagra.aspx]Viagra cod online orders[/url]

Ana Amorim disse...

A Mística não tem fantasia, ela tá pelada mesmo, a pele dela é assim rss
Eu acho que eu prefiro a dela, porque como ela é azul e tal acaba que parece uma roupa colada (assim como a dos super heróis homens) só que não fica saindo do lugar, caindo nem nada.
A roupa dos x-men eu acho que são as melhores, porque como eles são um grupo uniformizado, as roupas dos heróis e das heroínas são iguas: coladas (acho que é pra definir o corpo rs), mas sem toda aquela história de salto, tomara que caia e batom.

Elton disse...

Verdade seja dita: no quadrinho Watchmen a questão dos uniformes femininos sensuais acabam entrando na estória, bem marginalmente. A mãe da Espectral era uma heroína dos anos 50 que fazia este papel de sex symbol (e aparentemente gostava), com direito à cinta-liga no uniforme e tudo mais. É ela que praticamente obriga a filha a se tornar heroína e provavelmente tem culpa na escolha do uniforme (a Espectral não parece se sentir à vontade com nenhuma dessas escolhas).
Em uma passagem, Rorshach (conservador e moralista) elogia um seu amigo que voltou a usar uniforme depois de muito tempo, mas completa:
- Do seu, senhorita Juspeczyk (Espectral), eu nunca gostei.

Débora disse...

Não dá pra negar que todo tipo de quadrinhos tenha uma sexualidade inata... principalmente porque são dirigidas para o publico jovem, que tem os hormônios a flor da pele. Mesmo os shoujo mangás, quadrinhos japoneses dirigidos a garotas.

Agora, comics de super-heróis, são dirigidas a um publico masculino, sem dúvida, é por isto que mulheres são mais exploradas com uniformes curtos e poses sensuais na capa.

Mas a questão é que nos uniformes de supers masculinos, com colãs demarcando cada músculo do corpo, também há esta questão da sexualidade, o problema é que ninguém olha pra isto!!

Um garoto tanto pode se masturbar pensando na mulher-maravilha, na mulher-gato... tanto quanto uma garota pode fazer o mesmo com batman, superman, wolverine.

A Mulher-Maravilha usa aquele uniforme quase desde sua criação (no começo era shortinho estrelado, já que ela foi criada nos anos 40), o uniforme se tornou uma marca dela, os desenhistas da DC podiam muito bem ter mudado (vcs acham que a cueca do Super não teria caído há muito tempo se não fosse assim?), mas não é facil, geralmente eles tentam, mas acabam voltando
http://omelete.uol.com.br/images/galerias/mulhermaravilhanova//mulhermaravilhanova_02.jpg

O que menos importa pra mim é o que estas garotas vestem, mas sim o que elas fazem. A Mulher-Maravilha é um a personagem forte, sabe o que quer. É mulher, amazona, irmã, filha. Ela chega ao mundo do patriarcado vinda de uma ilha perfeita; com uma sociedade de mulheres guerreiras que há muito não conhecem a guerra e as misérias do mundo; com uma mensagem de paz e fraternidade, que ela acredita ser sua missão espalhar pelo mundo. Ela fala de igualdade entre homens e mulheres, ela se impõe como uma guerreira e como uma mulher frente aos seus colegas heróis...

Leiam os quadrinhos dela, principalmente sua reformulação, feita no fim dos anos 80, pelo George Perez... vc esquece o que a garota tá usando, e que em algum lugar do mundo tem algum nerd com mais hormônios do que neurônios pensando na bunda dela, tenta compreender como esta personagem é importante numa mídia machista que é as comics ocidentais, que pouco dão espaço a personagens femininas fortes (e que umas décadas pra cá tem mudado, pouco a pouco, mas elas não são simplesmente mocinhas indefesas que pedem socorro pro seu herói vir salvá-las, vide os exemplos de Tempestade, Mística, Batwoman, Canário Negro, que usa sim maiô e meia arrastão! mas que também é uma ótima lutadora marcial, uma líder e gosta de chutar umas bundas por aí!!)

Claro, heroínas sempre vão estar por aí com poses sensuais, enquanto o público delas for masculino. O importante é que o caráter e as atitudes, mesmo que de personagens ficticias, estão mudando.


Quanto á crítica sobre o uniforme da Espectral, acho que cabe o que o Elton disse: "Verdade seja dita: no quadrinho Watchmen a questão dos uniformes femininos sensuais acabam entrando na estória, bem marginalmente. A mãe da Espectral era uma heroína dos anos 50 que fazia este papel de sex symbol (e aparentemente gostava), com direito à cinta-liga no uniforme e tudo mais. É ela que praticamente obriga a filha a se tornar heroína e provavelmente tem culpa na escolha do uniforme (a Espectral não parece se sentir à vontade com nenhuma dessas escolhas)."
Watchmen é uma crítica profunda ao gênero de HQ's de heróis. É importante que se conheça as razões antes de se criticar!

A questão de conforto ou não também não é tão relevante, quadrinhos são obras ficcionais, e muitas vezes o que serve pra ficção, não serva pra vida real. Afinal, Batman como um artista marcial que é, não usaria aquela capa que pode ser enroscada e puxada por qualquer um... mas como podemos conceber um Batman sem uma capa, se a poderosa e 'atemorizadora' imagem do morcego com sua capa aberta?

Débora disse...

Ah, sim votando no 'melhor' uniforme. Bom, os do X-men e do Quarteto fantástico e também da Mulher-Gato (dos quadrinhos)são os mais indicados na luta contra o crime (e o uniforme da Gatora Invisivel é especifico pra ela, porque fica invisivel junto com ela, assim como o uniforme do irmão dela, o Tocha humana, não queima e do Reed estica, ela não consegue deixar sua roupa invisivel, quem viu o filme direito sabe).

Mas quer saber o que eu acho mais bonito: o da Mulher maravilha! Adoro o uniforme dela e por mim ela pode lutar como quiser. E o da Mistica, é sensual, e por incrivel que pareça, não é vulgar (pra mim)!!