segunda-feira, 13 de outubro de 2014

AÉCIO VAI ACABAR COM SEU SONHO DE PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO

Semana passada escrevi um tweetzinho que me trouxe uma grande revoada de reaças.

Não era nada de mais, sinceramente. Pelo contrário: o que eu disse foi banal. Senso comum. Não tem nem discussão. 
Quem viveu os anos FHC, quem acompanhou o governo de Aécio em Minas, quem conhece o modelo PSDB, sabe que o partido prega o Estado mínimo, a contenção de gastos públicos, e o congelamento de salários para servidores. Me explique como "Estado mínimo" casa com "montes de concursos".
No final de 2013 estive brevemente em Belo Horizonte e, ao passear pelo centro, parei numa banca de jornal. Fiquei impressionada: havia títulos e mais títulos de apostilas e livros prometendo preparo para passar num concurso público. A banca toda parecia estar dedicada a isso. Só aí me dei conta de como passar em concurso tinha virado um sonho pra boa parte dos brasileiros. 
O motivo, obviamente, só pode ser que a iniciativa privada paga mal e explora. Mas outras pessoas me disseram que mais importante que o salário é a estabilidade. Estranho. Eu até entendo que ficar a vida toda num só emprego fosse ambição de muitos de antigamente, quando ser funcionário do Banco do Brasil era visto como o supra-sumo do sucesso. Mas hoje?

Pessoalmente, nunca tive essa ambição. Sou servidora pública desde 2010, mas foi circunstancial. 
Cursei mestrado e doutorado numa excelente universidade federal (UFSC) e quis retribuir trabalhando para uma excelente universidade federal (UFC), só isso. Fiz apenas um concurso na vida, esse da UFC. Tive sorte e passei. Independente do governo eleito, continuarei trabalhando lá. Porque não sou contratada pelo PT ou PSDB, mas pelo Estado. Claro que, em caso de vitória do Aécio, minha qualidade de vida cairá bastante, pois não haverá reajustes salariais, investimentos, manutenção dos prédios, novos concursos para repor quem se aposenta ou morre. 
Pra quem não está na universidade, é difícil acreditar, eu sei. Mas quinta mesmo fui pedir papel pro nosso secretário do departamento, porque precisava xerocar umas provas. Ele abriu a sala onde fica o depósito e fez questão de mostrar. Estava cheia. O Tonho é secretário concursado há vinte anos. Um cara humilde, inteligente, trabalhador, super boa gente, que nunca se estressa. Disse ele: “Quando o governo era do PSDB não tinha nada. Não tinha nem depósito. Faltava tudo”.
Pergunte a qualquer pessoa que esteve numa universidade pública durante os anos FHC como foi. Por que haveria de ser diferente agora, se o modelo de governo do PSDB é exatamente igual? 

Ah, mas não se pode comparar governo do PT com o do PSDB, porque os anos 90 foram uma outra época. Ah, não se pode falar no governo de Aécio em Minas, porque... Por que mesmo? Assim fica difícil. Tem alguém querendo evitar todo tipo de comparação. Se anos 90 é muito distante pra você, a gente pode falar das universidades paulistas que, depois de vinte anos de PSDB, encontram-se todas falidas?
Olha, tem muita coisa incrível sobre concursos públicos. Uma é que até pessoas que odeiam o Estado (reaças, por exemplo) querem passar em um. Outra é que os mitos sobre funcionalismo (de que ninguém trabalha -- não sei se vocês já viram um professor universitário de perto --, de que os salários são de marajás) atraem pessoas sem perfil para ser servidor público. Porque a palavra-chave é servidor. Mais um mito: de que funça "só quer mamar nas tetas do governo", e que poderiam ser extintos.
Tá certo. Se você é contra funcionário público, você é contra atendimento público. Você é contra professores municipais, estaduais e federais, médicos, enfermeiros, juízes, promotores, policiais, militares, assistentes sociais, psicólogos, delegados, secretários, técnicos etc etc. Você quer privatizar tudo, porque as empresas privadas é que são super competentes e nada corruptas. Belê. Se você realmente acredita nisso, tem mais é que votar no Aécio. Agora, se você tem qualquer intenção de passar num concurso público ou de ingressar numa universidade federal, votar no PSDB é uma péssima opção. 
Aquela pilha de apostilas que vi na banca de jornal só demonstra o que tanta gente quer. Segundo o IBGE, cerca de 10 milhões de brasileiros, ou 5% da população, tentam concurso público por ano. É muita gente! Quase dez vezes mais que o número total de funças. 
No governo FHC, com as privatizações e diminuição de secretarias, 120 mil servidores foram desligados: de mais de um milhão trabalhadores ativos em 95 (1.033.548, para ser mais exata) para 912 mil em 2002. 
O plano de Aécio também é cortar órgãos. Quais dos 39 ministérios seriam terminados por Aécio, que propõe que o número ideal é 22? (mas quer criar um novo ministério, o da Infraestrutura, tal qual inventou Collor durante seu governo). Ele fala do Ministério da Pesca, mas alguma dúvida que a Secretaria de Políticas para as Mulheres e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial também iriam pro saco?
Nos doze anos do PT, houve crescimento de 26% no número de funcionários públicos: de 912.192 (marca do final do governo FHC) para 1.152.080, no ano passado (o Projeto de Lei Orçamentária previa mais 52 mil vagas da esfera federal para 2014). Parece muita coisa pra você? Numa população de 200 milhões de pessoas, ter um milhão e pouquinho de servidores? 
Sei não, muitos países têm uma quantidade bem maior de funças. Se bem que é 12% da população empregada (89% são do poder executivo, 9% do Judiciário, 2% do Legislativo). E são servidores bastante qualificados: a Escola Nacional de Administração Pública aponta que 46% da categoria tem nível superior, mais de 10% tem pós ou mestrado, e 10%, doutorado.
Então, só pra frisar: FHC reduziu o número de funcionários públicos em 15%, Além disso, FHC suprimiu mais de 50 direitos dos servidores públicos. Lula aumentou em 13% o número de funcionários. Dilma aumentou menos, só 3%. É verdade que em 2011, em seu primeiro ano de governo, Dilma suspendeu a contratação de gente que havia passado em concursos e também de novos concursos. Os reaças devem ter ficado felizes. É o que eles defendem -- menos Estado. Ainda assim, com Dilma, o número de funcionários subiu 3%.
Não me venha com o discurso esfarrapado de que "o PT só contrata funcionários sem concurso, só os comissionados, os partidários". Seria engraçado, se não fosse trágico, ver o PSDB falar em moralidade do funcionalismo público e no aparelhamento do estado. O gráfico ao lado é de um veículo insuspeito em defender a direita, o Estadão. Compare o número de servidores públicos comandados por Estados. Veja quem é o partido que mais emprega partidários para cargos públicos.
Isso não está longe da realidade que conheço. Eu e o maridão vivemos quinze anos em Joinville, e durante vários desses anos ele, professor e técnico de xadrez, trabalhou para o município (sem contratação, carteira assinada, 13o salário, nada). Quando o governo foi do PSDB, houve grande pressão para que ele se filiasse ao partido. Prometiam que, com a filiação, talvez fosse contratado. Ele recusou. 
(O maridão também conta outras histórias bonitas, como uma vez em que foi obrigado a ir a um jantar, e o filho do secretário de Esportes de Joinville, alçado a coordenador da campanha a deputado estadual pelo PSDB de seu pai, ria e contava que “Pobre é uma desgraça! A gente compra o voto, e eles vão e votam em outro”). 
Ah sim, sobre Aécio, houve também o nada desprezível episódio do "trem da alegria mineiro", ocorrido em 2007, durante o seu governo, quando 96 mil pessoas foram efetivadas como servidoras públicas – sem concurso público. Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal decidiu que a medida foi inconstitucional, e que os servidores deveriam ser demitidos, e que novos deveriam ser aprovados via concurso. Assim, 71 mil servidores mineiros (a maior parte professores da rede estadual) serão demitidos este ano. 
“O episódio deixa claro que Aécio não é o candidato ideal para quem é concurseiro”, diz J. W. Granjeiro, dono do Gran Cursos, uma das maiores escolas preparatórias do país.
Ele também diz: “Pessoalmente, estou convencido de que Aécio, caso eleito, vai impor à máquina pública do governo federal um programa de arrocho e produtividade abusiva, enxugamento e/ou planos de afastamento voluntário”. 
Algo que não foi criado no governo FHC, mas que certamente foi ampliado por ele, é essa praga da terceirização. Você conhece algum empregado terceirizado feliz? Porque eu não conheço. Apenas donos de empresas contratadas pelo governo para oferecer empregados terceirizados é que podem estar felizes. Terceirizar é retirar direitos trabalhistas (ou, como preferem os eufemistas, "flexibilizar"), é pagar muito menos, é se isentar de responsabilidade. Não tem lógica nenhuma.
Em março, uma universidade próxima, a Unilab, mandou um carro para me transportar de Fortaleza para Redenção. Conversei com o motorista, que era terceirizado. Fizemos os cálculos e constatamos que ficava mais em conta pros cofres públicos se a universidade tivesse dois carros próprios e dois motoristas contratados pelo Estado. Os motoristas ganhariam muito mais do que ganham como terceirizados. Só quem lucra é o dono da empresa intermediária.
Terceirizar é privatizar. Aqui um histórico interessante: “Ruth Helena Dweck, estudiosa das privatizações e professora associada da Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense (UFF), lembra que a privatização começou com grupos conservadores na Inglaterra e republicanos nos EUA e continua sendo propagada por partidos que têm a visão do Estado mínimo. Para o coordenador geral do Sindicato dos Eletricitários de Minas Gerais (Sindieletro-MG), Jairo Nogueira Filho, esse é o caso do  PSDB, que aplicou essa ideologia não só durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique, mas também em Minas Gerais.” 
Os sindicatos mineiros reclamam do andamento das empresas estatais em MG. Hoje com visão de empresas privadas, elas têm como missão aumentar o lucro dos acionistas, não melhorar a rede. Com isso, as tarifas sobem, e os serviços só pioram. O atendimento à população fica em segundo plano. Foi exatamente assim com o governo Aécio. Os mineiros tanto sabem disso que não votam nele. 
Obviamente o PSDB tem todo o direito de querer um Estado mínimo. E lógico que todo mundo que concorda não só pode, como deve votar no PSDB. O problema é ser enganado. O problema é se você está estudando pra concurso público. Aí você vota no Aécio e vê os concursos minguarem. Aí você culpa quem? Não o Aécio, que foi seu candidato de coração. Você culpa o PT. Culpa as cotas raciais. Culpa o clima, sei lá. 
De toda forma, quem perde é você. Você e o Brasil.

111 comentários:

D Stoffel disse...

Acho que nenhum dos dois é bom, cada um está interessado em seus próprios interesses. já estou enjoada da cara do pt, mas não gosto de aécio também, é só mais um machista no poder a favor do aborto e da família e apoiado pelos coxinhas. Também sei que ele é ladrão mas dilma não fica atrás.

Anônimo disse...

Eu também queria passar num concurso, minha prima passou ganha muito, mas cada ano que passa fica mais difícil principalmente por conta das cotas, tem cota até pra negros. nada contra mas se tem pra negro deveria ter pra mulher também já que nós também não alcançamos muitos cargos altos. Ainda sim eu sou contra cotas.

Anônimo disse...

vamos falar de algum assunto sem ser política.

Anônimo disse...

Se o Aécio for ruim. O PT volta mais forte ainda. Se for no minimo regular o PT não volta nunca mais. Simples assim.

Anônimo disse...

a economia tá muito baixa com o pt também, aécio não vai mudar não, é cada um pior que o outro.

Anônimo disse...

Lola, você ficou sabendo o que aconteceu no concurso para a carreira diplomática? Não? Eu te explico.
Dilma foi a governante que abriu menos vagas NA HISTÓRIA desde que começou a contagem. Ela conseguiu oferecer menos vagas que o governo FHC.
Então eu estou tranquila quanto a concursos públicos. Pior que tá não fica.

Ta-chan disse...

Lola o negocio do povo querer ser servidor não é pra trabalhar a vida toda num lugar só, é medo de não ter emprego a vida toda.

Lidiany CS disse...

Os técnicos administrativos em educação fizeram 3 greves no gov Dilma e ela não deu nenhum aumento real, muitos estão revoltados e fazendo campanha pra Aécio.
Mas aq no setor com umas 30 pessoas, só temos um servidor fzndo campanha pra Aécio. E pasmem há tb uma mulher (mesmo dps q eu falei com ela sobre ele bater na mulher...)
Mas msm dps dessas 3 greves sem aumento real, ainda vou de Dilma 13.
O futuro com ele tenho crtza q seria bem pior, principalmente para universidades e escolas técnicas. Aq a maioria vai de Dilma msm.

Anônimo disse...

Ha ha ha. Eu adoro quando os petistas usam o "corolário Regina Duarte". Como diria Mano Brown, nada como um dia após o outro.

Anônimo disse...

Que título é esse?! O blog virou jornal sensacionalista? Gostava muito do blog, e até continuava lendo mesmo com ideias políticas diferentes das minhas. Mas isso é pior que mídia golpista.

Anônimo disse...

E Lola, o Executivo Federal vem passado por uma contenção de despesas neste ano, muitos concursos já realizados não estão nomeando direito, tem concurso que nem as vagas foram preenchidas ainda - mas estão dentro do prazo de validade. Tem muitos aprovados, inconformados, que vão votar no Aécio jurando que é a solução dos seus problemas! HAHAHAHAHAHA

Patty Kirsche disse...

Eu já fui servidora pública dum órgão do judiciário aqui em São Paulo, saí porque era incompatível com os estudos. Tinha bastante serviço, mas era muito melhor do que qualquer emprego na iniciativa privada no que se refere a tempo de trabalho. A gente cumpria 8 horas, incluindo a hora de almoço, o que já é um mega avanço. E podia escolher o turno que desejava desde que entre 9h00 e 19h00, que era o horário de funcionamento do órgão. O vale refeição era meio fraco, só R$6,00 por dia (não sei se aumentou). O vale transporte era só duas passagens de ônibus por dia, independente de onde a gente morasse. Como eu ia de carro, usava pra pagar o estacionamento. Hoje em dia eu não presto mais porque já tenho profissão. Mas reconheço que pra quem busca apenas se sustentar é muito melhor do que pegar um emprego qualquer na iniciativa privada.

Anônimo disse...

Foi na era FHC que ser servidor federal passou a ser pior que ser servidor estadual. FHC tirou dezenas de direitos dos servidores, como vc bem falou. Direitos que servidores de vários estados hoje ainda têm. Saí da União e fui pro Estado, e já fico com todos os direitos existentes (entrei na União em 2009, já não tinha mais nada). Acho lindo vários ex colegas meus do serviço federal votando no Aécio. Boa sorte, rapaziada.

Anônimo disse...

A vantagem do concurso público é mesmo a estabilidade. Mas existe mesmo uma raiva muito grande em relação a funcionário público, principalmente de quem já tentou e não conseguiu ou nem tenta porque ainda tem quem acredite em cartas marcadas.
O meu primeiro emprego foi através de concurso público aos dezenove anos. Não que fosse meu sonho, mas quando me formei no ensino médio no ano 2000, simplesmente não tinha emprego. Fiquei dois anos procurando emprego em tudo que era empresa e nada, até que fiz um concurso e me chamaram.
Lembro que grande parte da minha turma de formando também custou a conseguir entrar no mercado de trabalho formal. Só quem tinha parente político, parente dono de algum estabelecimento é que não teve problemas com o primeiro emprego.
Hoje em dia vejo que é mais fácil entrar no mercado de trabalho do que há quatorze anos. Ensino técnico gratuito, programas incentivando adolescentes de dezesseis anos a já entrarem no mercado, sem falar nos concursos públicos.
O PT tem inúmeros defeitos, mas PSDB nunca mais. Pra mim esse povo que vota em Aécio ou é classe média alta que só pensa no próprio umbigo (e não vê que as coisas pioram até pra eles quando vai mal pra todo mundo) ou é alienado.

Anônimo disse...

Isso é bem coisa de todos petistas que eu conheço: pensar no próprio umbigo! O importante é ter retorno pessoal, quando não conseguem começam a votar nulo.

Anônimo disse...

Lidiany:

Sim, Dilma não foi nada legal para os servidores. Mas em termos de concurso não podemos reclamar muito. E mesmo ela tendo sido ruim, acreditar que o PSDB vai ser melhor é muita ingenuidade/cegueira.

D Stoffel disse...

Eu também vi essa história que ele bate em mulher mas me falaram que era intriga da oposição, eu achei até estranho ele falar de violencia doméstica que era contra um dia desses.

Anônimo disse...

Eu também acho que a lola deveria ser imparcial porque o governo pt não anda bem das pernas.

Anônimo disse...

A questão é que tudo o que criticam no PT (e com razão) Aécio fez pior.
Inchaço nos aparelhos do estado? Olha o tanto de funcionário que Aécio contratou sem concurso.
Corrupção? Tem aecioporto, denúncias até de tráfico de drogas através deles, bilhões da saúde que sumiram. E diferente da Dilma, em que pessoas do seu partido é que são acusadas, e não a pessoa dela, o proprio Aécio é que é protagonista de todos os escandalos.
Se quer protestar contra o PT, vote nulo ou nem vote, porque votar no Aécio em protesto ao PT não faz o menor sentido, já que o playboy é muito pior.

D Stoffel disse...

Acho que antigamente era melhor emprego minha mae conseguiu um no banco e ela nem terminou o ensino médio.
tento um emprego e nada faz meses eu coloco meu currículo em qualquer lugar, superior cursando, mas nada, tá muito difícil, não sei mais o que fazer, acho que é porque não tenho experiencia mas nunca me dão oportunidade.

Anônimo disse...

Nossa, eleitor do Aécio é tudo desprendido mesmo e não pensa em si, os coxinhas todos indignados com a melhoria de vida dos mais pobres, nossa quanta filantropia!!

Anônimo disse...

Sou filha de uma servidora federal que durante o governo do PSDB ficou 8 anos sem aumento e afirmo, tem corrupção no PT, mas tudo é investigado, no governo tucano, tudo era jogado em baixo do tapete.
Acho engraçado as pessoas acusarem os petistas de pensar no próprio umbigo, a maioria está preocupado com a ascensão social dos mais pobres. Já ouvi de pessoas que afirmam que vão votar no Aécio porque as universidades estão cheias e pobres frequentam teatros ( PASMEM),que as coisas estão fora do lugar

Anônimo disse...

Servidor público não é bem visto e com razão,não posso afirmar que são todos mas vários só recebem sem fazer nada.
Tive um problema com documentos escolares e ainda tenho porque não resolveram porra nenhuma e isso dura ANOS,conheço várias pessoas com o mesmo problema e uma das atendentes falou na minha cara,que eu precisava de sorte,que talvez eu conseguisse algo se os funcionários de lá estivessem de bom humor.
Minha tia era funcionária pública e lá o povo entrava e saia a hora que bem entendiam,faziam uns esquemas para sairem mais cedo ou simplesmente ficavam com o cu pro alto.
Fui tentar um concurso numa clinica da família e tinha gente lá dizendo que conheciam algumas pessoas que só entraram porque já era conhecidas ou parentes de outras que trabalhavam lá.
E que tal falar dos podres da Dilma também para poder comparar? Porque a opção que temos é votar no menos pior.
Como é que acreditam que eles diminuiram a pobreza,se fosse verdade mais ninguém precisaria de projetos tipo bolsa esmola.
Com 70 reais dá para tirar uma família da miséria,sério?
É mais uma maquiagem da realidade,se tivessem investido em educação,saúde,trabalho e graças a isso as pessoas tivessem melhorado de vida,aí em sim eu acreditaria que pobreza de fato diminuiu.
Mas não,com a esmola de 70 reais o povo supostamente melhorou de vida.

Anônimo disse...

"Com 70 reais dá para tirar uma família da miséria,sério?"

Diga isso ao pessoal tucano que acha que as pessoas deixam de trabalhar pra viver com 70 reais.

Anônimo disse...

Entra no blog dos outros mandando o blogueiro ser imparcial, kkkk.
Imparcial tipo a sua revista favorita, a Veja, que tem, sim, o compromisso ético de ser imparcial?

obs: blogs não têm que ser imparcial coisa nenhuma.

Anônimo disse...

Menos dente roendo o Tesouro? Count me in.

Relicário disse...

Lola, seu blog continua ótimo, mas alguns comentaristas hein...puxa que saudades da Noemi e cia...

Anônimo disse...

Está investindo, ô! Você acha que cotas sociais nas universidades é quê? Investimento, querido. Aqueles que chegaram por meio delas entendem bem mais os problemas sociais dos excluídos, por isso as chances deles fazerem algo por essa parcela da população é bem maior do que os que tiveram a sorte de nascer em famílias mais favorecidas.

E isso é uma das coisas que o PSDB teme, hehehehehe

Anônimo disse...

Eu soube por companheiros de sindicato, que Aécio Neves se eleito, pode revogar a lei áurea, e trazer de volta a escravidão.
Ele fez isto em Minas.

Anônimo disse...

No gráfico do Estadão que a Lola mostrou está claro que o PT tem proporcionalmente muito mais funcionário comissionado que o PSDB... em números absolutos o PSDB tem mais porque governa muito mais gente (SP).

Anônimo disse...

Xico Sá acaba de ser demitido da Folha porque declarou voto em Dilma.

Anônimo disse...

Sou concursada e trabalho no Centro Paula Souza (mais precisamente em uma Etec, menina dos olhos do governo Alckmin em SP) e sei muito bem como o servidor é desvalorizado nesta autarquia. Salário baixo, nenhum benefício a não ser o famoso "vale coxinha", nem se quer podemos utilizar o Hospital do Servidor Público. E SOMOS SERVIDORES PÚBLICOS. Até ano passado caso ficássemos doentes e tivéssemos que que nos afastar mais de um dia do trabalho só podíamos levar atestados médicos do SUS senão havia desconto no salário. Quer dizer, o governo não nos dá convênio, mas também não nos deixa utilizar um médico particular caso seja nossa opção. Esse governo Alckmin é vergonhoso e eu tenho vergonha de ser paulistana por terem reeleito este governador.

Anônimo disse...

Deveria ser lei, todo servidor de repartições publicas, tomarem uma jarra de suco de laranja por dia. Tamanha preguiça para prestar o serviço ao publico(SEUS PATRÕES) nunca vi tamanha preguiça e má vontade, deve ser lombriga.

Anônimo disse...

A Lola só esqueceu de dizer, que para manter um estado inchado, cheio de servidores publicos "felizes da vida" (não me refiro a medicos, policiais, professores, mas funcionários burocráticos) que escolhem a hora e como querem trabalhar, e necessário estuprar a sociedade civil em impostos, onerando a folha de pagamento das empresas, e sufocando o empreendedorismo(palavrão para as esquerdas) Ou seja, quem sustenta o estado gigantista inchado,burocrático, e o setor privado que a Lola tanto detesta.

Anônimo disse...

Durante o governo estadual de Aécio Neves, em minas gerais,a mãe de Aécio o mando u tomar banho, ele entrou no chuveiro e só molhou o cabelo.

Anônimo disse...

Lola até outro dia vc dizia que a Dilma ia ganhar. Eu acreditei. O que aconteceu ?

Anônimo disse...

Tenha calma Lola, ja tá dando bandeira do desespero, rsssss

Anônimo disse...

Segundo fontes de Coletivo universitários, e da mídia independente revolucionária universitária "Canabis news"
Aécio neves, enquanto governador de Minas Gerais, se declarou pardo para se manter no cargo, via sistema de cotas.

Anônimo disse...

Passei num concurso público no ano de 1998. O presidente era Fernando Henrique Cardoso.

Luiza disse...

"Também sei que ele é ladrão mas dilma não fica atrás."

É sério isso? Porque eu não lembro de ter visto a Dilma ser pessoalmente associada a nenhum escândalo, ao contrário do "bom moço" aí.

Com relação ao Bolsa-Família, é só ler as informações da Caixa pra saber como funciona, os valores e quem tem direito ao benefício.

http://www.caixa.gov.br/voce/social/transferencia/bolsa_familia/como_receber.asp

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/fantastico/videos/t/edicoes/v/bruno-gagliasso-fala-sobre-seu-novo-personagem-em-dupla-identidade/3629559/

Anônimo disse...

Pô, todo blg que eu entro tem petista estribuchando... Não aguento mais.

Raquel Link - BLOG ESCREVO POR COMIDA disse...

LOLA tirasse as palavras da minha boca, sério mesmo. estava falando isso hoje com meu marido ( q tem interesse em concurso mas quer votar no Aécio) que o voto no Aécio pode levar a isso.

mas ao mesmo tempo sinto a mesma revolta da D STOFFEL de que ninguém me representa a dilma representa os muitos pobres e o Aécio representa os muitos ricos, como aquela blogueira famosa filha de banqueiro lala rudge vive fazendo campanha pra ele.fogo.

vontade de votar branco mesmo.

Anônimo disse...

O outro aí em cima, com despeito de funcionário público porque sonha em passar em concurso mas não deu conta de passar e ignorando totalmente a realidade do que é fome, miséria, é o típico eleitor de Aécio.
Quer motivos pra votar no PT?
Passe um dia lendo comentários de quem vota no Aécio, principalmente no facebook...

Jonas Klein disse...

Veja só

"AÉCIO VAI ACABAR COM SEU SONHO DE PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO"

Começo terrorismo politico.

A Lola quando escreve sobre feminismo, violência contra as mulheres, machismo, preconceito ate vai bem via de regra, agora onde entro assunto politica em pauto ai da vontade de lê o que ela escreve, porque ta doido e muita viagem na maionese.

Andreia vieira disse...

Lola, adoro seu blog e puxa, eu como concurseira, realmente nao quero ver o Aecio no Poder! E aproveitando, olha que texto bacana sobre feminismo. Sempre precisamos de mais gente na luta!!

http://escrevoporcomida.wordpress.com/2014/10/13/eu-nao-sou-um-tapete-obrigada/

Anônimo disse...

Sou servidor público. Trabalho muito.
Mas reconheço que meu salário está muito acima da realidade do mercado e da iniciativa privada, ainda mais se for contar com a aposentadoria integral (sou antigo).
Para mim, a continuidade de Dilma seria a melhor opção.
Mas a minha esperança é de que, para o Brasil e meus filhos, Aécio é a opção menos pior.
P.S. Votei em Marina no 1º turno.

Anônimo disse...

POLICIAL CIVIL DENUNCIA LIGAÇÃO DE AÉCIO COM TRÁFICO DE DROGAS EM MINAS GERAIS

http://youtu.be/IpTIheiuEpo

nadiaschenker disse...

kkkk. Acho graça desse pessoal que fala que "pior que tá não fica". kkkkk. Eu trabalhei na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, de 1998 a 2002. Advinha quem era o Governador de SP??? Sim, ele, o Alckmin (alternância de poder é uma piada sem graça). Faltava TUDO. Tinha que comprar fusível, alicate, do seu próprio bolso. Tudo mesmo. O computador que tínhamos lá era comprado em partes por cada um de nós. teclado, monitor, CPU... E aí eles implantaram uma política, um "choque de gestão", contratando gente nova como eu pra "sucatear" os funcionários mais velhos. Sim, trata-los como "sucatas" e, posteriormente demiti-los (lá era regime celetista e os funcionários eram demitidos depois de terem trabalhado por 25 anos na ferrovia). Nós, os funcionários novos, éramos a grande promessa. Só que (e aí vem a graça do "choque de gestão") nada sabíamos de redes de alta tensão, subestações, sistema de controle de tráfego movido a relês (vc leu isso mesmo)... E quem tinha que nos ensinar??? Os funcionários velhos, sucatas, claro!!! O "choque de gestão" era que eles nos ensinassem e depois seriam mandados embora!!!! Então, por favor, quer votar no Aético, vota. Mas peço por favor que não venha ser hipócrita de me dizer que vai continuar tudo igual, que pior que tá não fica e outros vômitos. Eu não li isso num post compartilhado. Eu vivi isso. Ninguém me contou.

Anônimo disse...

É isso ae!!

Maria disse...

Terrorismo pouco é bobagem. Não basta propagar o medo no face, agora até no blog da Lola aparecem essas bobagens. Futurologia alarmista é discutir política com argumentos sérios? Acho que não. Mas, se for pra entrar na brincadeira, o único sonho que o Aécio vai acabar é o do PT de se manter no poder por duas décadas. - quer dizer, se for eleito, pq pelo andar da carruagem não dá pra apostar em ninguém.

Anônimo disse...

Acho graça é da Lola batalhar tanto pela Dilma, que faz pouco tempo revogou uma portaria que possibilitaria o aborto legal, apenas porque a bancada evangélica chiou. A tabela do SUS que tinha sido reajustada para um valor condizente com o procedimento, permitindo que ele fosse estendido na rede pública, foi desfeita em uma semana pela presidentA. Isto é ser feminista, Lola? Lutar por uma mulher que não se manifesta publicamente a favor do aborto, e que no cargo dificulta até mesmo a execução do aborto nos casos previstos em lei, coisa que estava ao alcance dela facilitar?

anon disse...

Ai o blog ta chato so coisa sobre o aecio na boa amo blog da lola mas esse puxa sakismo pra dilma bastava um post... nao curti amo a lola e blog mas acho que é pq nao curto politica hahaha

Rodrigo disse...

"Acho graça é da Lola batalhar tanto pela Dilma, que faz pouco tempo revogou uma portaria que possibilitaria o aborto legal, apenas porque a bancada evangélica chiou."

Infelizmente a política nesse país se faz assim, é preciso dar um passo atrás, para poder dar dois pra frente. Dilma precisa de apoio para governar. Ademais, por o acaso o playboy está defendendo o aborto publicamente? Porque se estiver, até EU voto nele.

A propósito, Lola, se voltar a Joinville uma hora dessas, me da um autógrafo? :)

Anônimo disse...

"Acho graça é da Lola batalhar tanto pela Dilma, que faz pouco tempo revogou uma portaria que possibilitaria o aborto legal, apenas porque a bancada evangélica chiou. A tabela do SUS que tinha sido reajustada para um valor condizente com o procedimento, permitindo que ele fosse estendido na rede pública, foi desfeita em uma semana pela presidentA. Isto é ser feminista, Lola? Lutar por uma mulher que não se manifesta publicamente a favor do aborto, e que no cargo dificulta até mesmo a execução do aborto nos casos previstos em lei, coisa que estava ao alcance dela facilitar?"

Ninguém está apoiando irrestritamente o governo da dilma, é só ter boa vontade e verá que estamos votando no menos pior, a alternativa seria um homem que bate em mulheres e q tem apoio de pastor everaldo, malafaia, levy fidélix, marina silva e por aí vai!

Anônimo disse...

As pessoas querem fazer mais concursos públicos ultimamente porque o emprego terceirizado esta difícil ate para quem tem nível superior.

Liz Santiago disse...

Entendi o ponto central do texto, e concordo. Apesar de não me lembrar de muita coisa sobre as políticas do FHC (era tão criança). Só não entendi qual o grande impacto que a eleição do Aecio teria sobre o vida da Lola, que ela msm disse que irá piorar bastante, se ela eh funcionária do Estado? Quem vai decidir o seu destino profissional eh o governador do estado, não o Aecio. E olha que os estados são bem menos dependentes de repasses de recursos da União do que os municípios. Mas quem pretende prestar concurso federal realmente deve se ligar nisso. Não entendi o pavor vindo de uma servidora estadual, regida por lei estadual, paga com recursos do orçamento estadual, futura aposentada pela previdência estadual...

Liz Santiago disse...

Aaaaaaaaa, a Lola eh servidora da universidade federal! Esqueci desse PEQUENO detalhe! My bad!
Desconsidere meu comentário. Sei lá pq eu cismei que era servidora do estado...

cuteychao disse...

Eu não li todos os comentários não, mas ó lá: Dilma voltou a diminuir as vagas pra diplomata porque o Lula contratou 400 na época dele, e por enquanto não precisamos mais de tantos. O que precisamos agora é de servidores administrativos, oficiais e assistentes de chancelaria.
Minha mãe era servidora pública na Universidade de Brasília na época do FHC e diz que era assim mesmo como descrito no texto: não tinha material, não tinha apoio e era preciso fazer muita pressão pra conseguir benefícios ridículos. Ela não vota em PSDB.

Anônimo disse...

Lola, interessantíssimo o seu post. Quero compartilhar um pouco da minha experiência como moradora da capital do país que, consequentemente, é a capital dos concurseiros também.

Nasci em Brasília e vivo aqui desde sempre. Tenho 26 anos e sou de classe média. Até alguns meses atrás eu era a única pessoa do meu grupo de amigos que nunca havia tentado um concurso público (tentei um recentemente e fui classificada, mas não sei se serei chamada pq o governo aqui vai mudar tb). A maioria de meus amigos pertencem ao mesmo estrato social que eu: classe média branca, filhos de servidores públicos, com curso superior, etc.

Ao me formar, eu fui a única pessoa do meu círculo que foi trabalhar em uma empresa e fazer mestrado. Todos os meus colegas pararam suas vidas e foram estudar para concurso. Como a maioria deles são de famílias com ótimas condições financeiras, eles estão desde a formatura se dedicando, exclusivamente, aos cursinhos. Eu tenho amigos que estão nessa há 10 anos. Estão aí beirando os trinta com 0 de experiência profissional. É até bizarro o que ocorre aqui: os cursinhos (inclusive o do Granjeiro) repetem que não importa a demora em passar, uma hora isso vc vai conseguir, e vc vai viver feliz eternamente no funcionalismo público (enquanto isso, seu pai vai pagando as mensalidades).

A coisa é tão bizarra que uma vez fiquei preocupada com meu melhor amigo (que está tentando passar há 5 anos e ainda não conseguiu) e perguntei qual era o limite dele. Se ele não temia que os concursos acabassem, ele nunca ser chamado e acabar com uma idade avançada sem nenhuma experiência profissional. Ele respondeu que o limite dele era a morte.

Conheço até mesmo pessoas que abriram mão de fazer uma graduação para se dedicar aos concursos. Isso é muito bizarro, parece uma seita louca, pois aqui as pessoas são viciadas nisso.

Dito isso, o que acho mais bizarro ainda é que esses mesmos jovens votem em Aécio. A Dilma recebeu pouquíssimos votos no DF, devido à massiva classe média que mora aqui. Se eles encarassem esse lance de concurso público como uma oportunidade entre várias outras possíveis, eu até entenderia essa escolha em Aécio. Mas não, eles vivem exclusivamente para serem servidores públicos. Muitos deles nunca redigiram um currículo para tentar uma vaga no setor privado. Me pergunto se isso é retardo mental, resultado de anos de lavagem cerebral da família classe média coxinha, ou se é uma mistura dos dois.

Uma colega minha concurseira, que inclusive foi fazer direito só pra passar em um concurso (mesmo tendo sua graduação em história e odiar o ofício da advocacia), diz com todas as letras que vota em qualquer um que puder tirar o PT do poder. Não quero que o Aécio ganhe, mas se ele ganhar, eu vou amar rir muito dessas pessoas. Pq sinceramente, merecem, né?

Anônimo disse...

Lola, nesse segundo turno eu iria de Dilma fácil, mas também fujo um pouco desse terrorismo de ambos os lados. Nesse caso, eu me preocupo um pouco com o discurso PSDB de que o funcionalismo é ineficiente e trava a máquina pública. Quando a coisa aperta, parece que o problema do Brasil é o excesso e ineficiência do funça. Por outro lado, essas reformas administrativas muitas vezes tem efeito limitado (como foi noticiado no caso de Minas) e nem é do total agrado do partido no governo em retirar parte de sua sustentação. Historicamente nossa classe média é empregada do Estado, e acho que vai continuar sendo assim.

Anônimo disse...

Seria excelente se todos pudessem trabalhar no estado. O problema é que alguém tem que pagar a conta (as pessoas que trabalham na iniciativa privada). E sim, serviços privados são, na minha opinião, muito melhores. Vide o tratamento que vc recebe no Itaú, comparado ao marasmo que é na caixa econômica.

Anônimo disse...

Convenhamos, Lola, seu comentário sobre concursos no Twitter foi bem "classe média sofre".

Eu quero Aécio e o PSDB longe do poder em prol de gente que tem preocupações maiores do que concurso e, além disso, vive uma realidade muito distante de qualquer cargo público.

Sara disse...

anon 19.21hs disse tudo ...

nadiaschenker disse...

Realmente, o serviço público é que é ruim. A iniciativa privada é ótima! Alguém aí já tentou resolver um problema na Telefonica???? Tem celular TIM, VIVO, Claro...???? É tudo muito bom mesmo!

nadiaschenker disse...

Lolinha, vc tem mesmo que adotar postura política. A imaturidade política de parte da população se agarra ao "ser imparcial", quando TODO mundo sabe que isso não existe. Declarar postura política é um ato de coragem no Brasil!

Anônimo disse...

será que pinta algum assunto sem ser eleição ?
nem um dos candidatos é santo, mas já cansei de pt sem fazer nada.

normalidaderealidade disse...

Por favor, quem tá com papo de "Aécio é ruim e a Dilma é pior", votem nulo, sejam honestos consigo mesmos.

Anônimo disse...

O mercado esta mais concorrido e saturado com quem tem faculdade porque nos últimos anos cada vez mais pessoas da classe D tem feito faculdade, coisa que não podiam nem se quer sonhar na era fhc, alias nesta época fazer faculdade era difícil ate mesmo para a própria classe C, que dirá os mais pobres.

Paula disse...

só para constar: país nenhum evolui e se desenvolve baseado no serviço público.
Menos funcionários públicos e menos impostos dariam às empresas mais espaço para aumentar o quadro de funcionários, crecerem e se desenvolverem.

Como ouvi uma vez no discurso da Angela Merkel, quando ela estava em campanha: "nosso objetivo não é aumentar os impostos, e sim criar mecanismos para incentivar o empreededorismo e o crescimento das empresas para daí então aumentar a arrecadação de impostos"

Ela é muito criticada por ser austera com os gastos públicos, mas foi a única que segurou os bois pelos chifres e manteve a Alemanha fora da crise européia.

Anônimo disse...

Realmente, o serviço público é que é ruim. A iniciativa privada é ótima! Alguém aí já tentou resolver um problema na Telefonica???? Tem celular TIM, VIVO, Claro...???? É tudo muito bom mesmo!

Já ouviu falar da Anatel? É ela que autoriza o funcionamento só dessas 4, possibilitando a formação de cartel nesse setor em vez de uma competição de verdade.

Ah, a Anatel é serviço público.

Paula disse...

o que os vermelhinhos não entendem, é que nem funcionalismo público nem programas sociais se sustentam com uma economia quebrada. Senão a gente vira a Grécia!

A dualidade PT e PSDB é uma questão de momento. O PT prioriza a área social, enquanto o PSDB, a econômica. Tanto que o PSDB tá em SP há 20 anos e o estado é a locomotiva do país (não sou paulista).

O que os vermelhinhos não entendem, é que nem funcionalismo público nem programas sociais se sustentam com uma economia quebrada. Senão a gente vira a Grécia!

O FHC pegou um país quebradaço, cheio de dívidas e colocou ele nos eixos. Aí, com uma economia estável, o Lula conseguiu colocar em prática seus programas sociais que, com todos os defeitos, foram coisas boas.

Agora que a economia está ficando balançada, é um bom momento para um governo mais austero do PSDB botar de novo a economia nos eixos, para então trabalhar melhor com os programas sociais.

Eu acho que o país está um um momento que precisa do PSDB. A depender do futura, talvez seja uma boa o PT voltar. Ou então sair dessa dualidade idiota de partidos e entrar uma 3a opção.

Para constar: o PSDB não é nem neoliberal nem de direita, tanto que SP tá cheio de programa social estatal (mãe paulistana, bolsa crack, etc.) e o próprio Bolsa Família começou no governo FHC, como Bolsa Escola - tb numa época de economia estável.

Ah sim, uma economia melhor poderia tirar as pessoas dos programas social para um emprego digno.

Menos "8 ou 80" faria muito bem para um pessoal por aqui...

Danizita L. disse...

Hahahahaha, verdade.

Pedro Mundim disse...

Lola, Lola, Lola...

Vejo que a argumentação dos adversários de Aécio quase sempre se sustenta sobre comparações descontextualizadas com a Era FHC. No fundo isso revela uma visão do governante como uma figura paterna, a quem se ama ou se odeia. É assim: FHC ferrou o povo porque ele era mau; Lula beneficiou o povo porque ele é bom. FHC governava para os ricos porque ele também é rico; Lula governou para os pobres porque ele também é pobre (?)...

Penso que as análises podiam ser um pouquinho menos passionais. Não há comparação entre o Brasil que FHC pegou e o Brasil que Lula pegou. FHC pegou um Estado que gastava mais do que arrecadava e precisava emitir dinheiro para tapar seus rombos, resultando em inflação, que nada mais é que um truque para passar a fatura aos usuários do papel-moeda, que a pagam mediante a perda de seu poder aquisitivo. Quando se gasta mais do que se arrecada - seja um país ou o botequim da esquina - a única maneira de equilibrar as contas é CORTAR DESPESAS, seja demitindo, privatizando ou congelando salários. Lula pegou o país com as contas equilibradas e um bom momento da economia mundial, e aproveitou esse céu de brigadeiro para fazer um bom governo. Mas o clima agora é outro, e por este motivo, Lula não quis de jeito nenhum ser candidato, pois sabia muito bem que se fosse, venceria, e depois ia se lascar.

O que vai acontecer agora é, das duas uma: se Aécio ganhar, ele terá que ser o novo FHC, vai tomar as necessárias medidas de austeridade arcando com o inevitável ônus de impopularidade, e o povo vai se lembrar dos bons tempos do PT, preparando o retorno triunfal de Lula em 2018; se Dilma ganhar, aí a bomba vai estourar na mão dela. O PT tem governado até agora com relativa facilidade porque o povo está satisfeito, mas com a economia em queda e o povo batendo panela, então só na paulada, como na Venezuela, ou o PT se conforme em sofrer uma fragorosa derrota em 2018.

Enfim, é isso: PT e PSDB são dois garotos brincando na gangorra; quando um sobre, o outro desce, mas o PT (ou melhor, o Lula) tem sabido manobrar melhor, para estar no alto na hora certa.

Pedro Mundim disse...

Se o sonho do estudante é passar em um concurso público, alguma coisa está errada. O sonho do estudante devia ser fundar seu próprio negócio e ganhar dinheiro. A menos que você acredite que o pessoal está sonhando com emprego público só por abnegação e vontade de servir ao país.

Servidores públicos fazem um trabalho absolutamente necessário para o país, mas NÃO GERAM RIQUEZA. A função deles não é essa. Quem gera riqueza para o país são os cidadãos e empresas privadas que pagam os impostos que vão, por sua vez, custear os serviços públicos. Os salários dos servidores públicos devem, necessariamente, ser inferiores aos salários oferecidos pela iniciativa privada para os mesmos cargos, isso porque o servidor público tem a seu favor a estabilidade e a aposentadoria integral. Se, ao contrário, os salários dos servidores públicos estão superiores aos salários da iniciativa privada, se está vivendo uma situação que é insustentável a longo prazo: há mais consumidor do que produtor. E quando isso acontece, todo o mundo sabe que uma hora o estoque acaba. Como prova a estagnação da economia, sinal evidente da falta de poupança e gastos excessivos.

Domingos Tavares disse...

Liz, a Lola é servidora pública federal. Quem decide o salário dela é x ministrx do planejamento, que é indicadx pelx presidentx da república. E isso é incluído na Lei Orçamentária Anual, que é votada no Congresso Nacional.

Afinal, ela é professora em uma Universidade Federal. E se o Aécio for eleito, essa eleição vai SIM influenciar em sua qualidade de vida.

Julia disse...

Claro, passar em concurso publico na era FHC era facílimo, ninguém queria ser funcionário. Os salários eram defasados e nao havia perspectiva nenhuma. Meus pais, por exemplo, por ideologia queriam prestar concurso para um cargo que hoje é considerado muito bom, talvez um dos três melhores do judiciário. Para isso só precisaram estudar com uma apostila de banca de jornal por poucos meses. Lembro que quando contaram para familia ninguém achou uma boa escolha! Isso hoje em dia chega a ser engraçado. Rs

Domingos Tavares disse...

Anônimo das 04:15:
Vou comparar aqui duas agências que são quase vizinhas e ficam em um ponto importante no DF: no Conjunto Nacional. Os bancos escolhidos são os mesmos que você citou: Caixa e Itaú.

Para fazer um depósito na Caixa Econômica Federal na boca do caixa, você pega uma filinha curta pra pegar a senha. Depois você espera sentadinho e bem confortável a sua vez, sendo que no horário de almoço na primeira semana do mês é coisa de meia hora mais ou menos. Se for no caixa eletrônico, tem um salão imenso, com funcionários concursados orientando.

Para fazer um depósito na boca do caixa no Itaú tem de pegar uma fila enorme e ficar duas horas em pé. Sim, duas horas, apesar da lei mandar ser um quarto desse tempo. E depósitos pequenos são feitos apenas no caixa eletrônico, mesmo não-clientes. E não tem uma alma viva pra orientar. E a fila nos oito caixas eletrônicos do banco privado é igualmente grande. Você perde uma hora nessa fila. No mínimo.

Zrs disse...

Perfeito Lola!

Anônimo disse...

Anônimo disse...

A Lola só esqueceu de dizer, que para manter um estado inchado, cheio de servidores publicos "felizes da vida" (não me refiro a medicos, policiais, professores, mas funcionários burocráticos) que escolhem a hora e como querem trabalhar, e necessário estuprar a sociedade civil em impostos, onerando a folha de pagamento das empresas, e sufocando o empreendedorismo(palavrão para as esquerdas) Ou seja, quem sustenta o estado gigantista inchado,burocrático, e o setor privado que a Lola tanto detesta.


puta merda, até que enfim um comentário sensato!! só to ouvindo gente aqui defendo dilmão, pq tá cheio de funcionário público por aqui,ou seja, a velha história, hipocrisia dos infernos, petistas se dizem a favor da população, do trabalhador, mas estão mais é a favor de si mesmos, das suas regalias, tão cagando pros trabalhadores do setor privado, tão cagando pro povão.

Zrs disse...

Gente, é só comparar a forma que o Aécio governou em Minas... não sintomático que o povo lá não vota nele?

Continue seus textos sim sobre política Lola, vc nunca foi de fugir do debate político, interessante ver pessoas "preocupadas"com o seu posicionamento agora.

Zrs disse...


“Choque de gestão” em Minas é uma farsa; relação entre dívida e receita pode chegar a 200%


http://www.viomundo.com.br/denuncias/fabricio-de-oliveira-choque-de-gestao-em-minas-e-uma-farsa-relacao-entre-divida-e-receita-pode-chegar-200.html

Paula disse...

Pedro Mundim: excelente argumentação

donadio disse...

"Vide o tratamento que vc recebe no Itaú, comparado ao marasmo que é na caixa econômica."

Depende de quanto você ganha (ou "movimenta", no jargão deles).

Quem ganha pouco é tratado quase a pontapés. Quando jovem, tive conta no Banco Real. Como ganhava pouco (era professor na rede estadual), me "convidaram" a me retirar. Segundo o gerente, minha conta não interessava à empresa.

Anônimo disse...

A opção pelo concurso público é devido vários fatores, entre eles a estabilidade, fora quem tem mais de 40 anos está morto para o setor privado, falo isso com conhecimento de causa, pois tem vários engenheiros, matemáticos, arquitetos, jornalistas como funcionários concursados nos Correios, Banco do Brasil, Caixa Econômica e porque? Quando chegaram perto ou completavam quarenta anos estavam velhos para a empresa e a desculpa era de sempre como estes mesmos atualmente bancários e ex jornalistas mencionavam por exemplo, embora participassem de fóruns, palestras, faziam cursos, pós graduação, MBA, não serviam, pois empresas, principalmente multinacionais querem o tal sangue novo. Quem fica nas empresas privadas? Puxa sacos, pessoas que se deixam humilhar, engolem seco o tal assédio moral, no serviço público tem isso? Sim, mas a diferença é a estabilidade e depende muito da área, pois governo e prefeitura mesmo concursado haverão os mesmos problemas de uma empresa do setor privado como atraso nos salários, falta de reajuste, assédio moral e por aí vai. Agora uma coisa eu vou deixar bem clara, hoje sou funcionária pública na área federal em uma função que nada tem haver com minha formação, mas quando era funcionária no estado e prefeitura fui muito perseguida, humilhada e sofria assédio moral, tanto que pedi exoneração de ambos, prefeitura e estado, detalhe não vi diferença entre PT e PSDB, pois ambos os cargos de confiança ou comissionados tanto de um como de outro agiam de forma semelhante.

Anônimo disse...

Pessoal,desculpe a falta de acentos, estou em um tablet. Outro assunto que me preocupa eh privatizacao. A Petrobras vem sendo desvalorizada pela midia ultimamente e sua privatizacào já era cogitada no governo FHC. No Brasil a iniciativa privada raramente investe em pesquisas e a Petrobras eh bem desenvolvida em sua area. Assim como no caso da Telebras, corremos o risco de perder nossa tecnologia, muitos empregos e ateh dinheiro do governo, ou seja, nosso, se a Petrobras for desvalorizada para que possa ser vendida.

nadiaschenker disse...

Putz. Quer dizer que a iniciativa é privada (os lucros), mas o Estado se responsabiliza pelo serviço prestado (custos). Vc ganhou diplominha de verdadeiro burrinho de carga do capitalismo, amiguinho/a!!!

Anônimo disse...

Tenho a ligeira impressão de que a Lola está desesperada com medo do Aécio ganhar.

Kientzel Rayleigh disse...

Eu ando meio desesperado e receoso com o fim dos concursos públicos com o PSDB no poder. Mas tenho uma dúvida: aécio iria ter influências ou a União tem influência para vetar os concursos municipais/estaduais ? Se não tiver, tou tranquilo, um dos meus sonhos é me mudar pra uma boa cidade de interior. E todo ano é uma enxurrada de concursos em cidades de interior.

Anônimo disse...

Estamos vivendo um momento muito delicado, pois todos nos já conhecemos os dois modelos de governo e realmente não estamos satisfeitos com nenhum. Ocorre que nenhum dos dois candidatos representa mudança real e efetiva, são os velhos partidos que conhecemos. No entanto, resta me lembrar que aquele pais truncado dos anos 90, aquele pais acinzentado, em que sonhar em crescer, para classe média ou pobre era realmente sonhar. Com o início da era pt, algumas coisas deixaram de ser sonho e se tornaram provável realidade. A vida realmente melhorou para as classes baixas, que diga-se de passagem movem o país. A corrupação passou a existir com lula e o pt????? Não ela já estava ali a muito tempo só que não víamos. Infelizmente a corrupção é inerente a política e ao homem.

Anônimo disse...

Posso dizer com todas as letras o governo corrupto do pt foi o governo da inclusão social. Estamos vendo uma transformação a longo prazo, milhares de jovem com acesso a formação superior, estamos criando mão de obra qualificada, crítica, fundamental para democracia. Enquanto era PSDB, logo ali atrás a ignorância imperava na maioria dos lares brasileiros, pois era quase impossível o acesso ao ensino superior. Desta feita, o que tínhamos, eram mentes menos críticas, fáceis de manipular, cegas a corrupção que vigorou no país à época. Entre roubar e dar uma chance ao pobre e roubar às escusas, fico com a primeira opção.
Ainda há diversos projetos sociais criados pelo governo do pt, que chegaram até as famílias que realmente precisam de uma vida digna, de dignidade. (Pra mim basta o fato de ter o Brasil deixado a linha da fome, queria conversar com um rico que já sentiu FOME). Só não me recordo de projetos sociais do PSDB, não me recordo de eles terem lembrado das classes necessitadas.

Anônimo disse...

Putz. Quer dizer que a iniciativa é privada (os lucros), mas o Estado se responsabiliza pelo serviço prestado (custos).

Não. Eu não disse nada sobre a prestação do serviço, que é feita pelas empresas. Eu disse que o setor de telecomunicações no Brasil é regulado pela Anatel (serviço público), e que só entra no mercado quem a Anatel quer. Sendo assim, é quase inevitável que as empresas já estabelecidas no setor forneçam um mau serviço, uma vez que não há concorrência genuína.Aprenda a ler.

Depois de aprender a ler , me responda: por que será que empresas de telefonia mundialmente estabelecidas como Vodafone, Verizon, AT&T e Orange não vêm pro Brasil, que é um dos países que mais usa a internet em média?

Vc ganhou diplominha de verdadeiro burrinho de carga do capitalismo, amiguinho/a!!!

Melhor que ser uma socialete desvairada em pleno século 21.

Cão do Mato disse...

E eu aqui estudando pro concurso da PETROBRÁS... Fora Aécio!

Anônimo disse...

Isso de tanta gente querer ser funcionário público é coisa da cultura tupiniquim - trabalhar pouco (a maioria é assim mesmo), ganhar por decreto e não por produtividade, e não ter avaliação de desempenho.
Sou funcionário público e vejo isso em toda a parte do meu lado. também sou educador, e comprovo isso todos os dias.
Pena também é escolher um governante porque ele vai ser bom para mim! Então, o país que se lasque, não é?
Outra questão é a alternância do poder e a excessiva utilização dos instrumentos do Estado pelo Partido. Uma vergonha nacional. E ainda tem Petrobrás, suporte com dinheiro público a países irresponsáveis com seu próprio povo, como Cuba e Venezuela... é muita mazela para um grupo só.
Vamos experimentar mudar! Pior não fica!

Anônimo disse...

Argumentos sem fundamentos, seu estudo é superficial! O foco é qualidade e nao quantidade, isso é buscado em paises de primeiro mundo. Ao contrario desses, paises subdesenvolvidos incham a maquina publica. O concurso deve sim ser concorrido, e nao servir de cabide de empregos. Cargos publicos devem ser ocupados por pessoas capacitadas.

Sua visao de mundo é muuito estreita, seus argumentos nao sao completos e visam só um pedaço da historia sem focar nas consequencias e nas melhorias posteriores. Veja as consequencias de 10 anos após as medidas implementadas, nao veja só o imediato!

Anônimo disse...

O que se tem visto nada mais é que pessoas olhando para o seu próprio umbigo. Concurseiros que acreditam que Aecio vai acabar com os concursos ou reduzi-los da mesma forma que beneficiados do Bolsa Familia acreditam que isso também acontecerá! Só jogo de interesses, alimentam seu próprio egoísmo e se esquecem do melhor para todo o Estado.
Votar no PT é dizer sim para o socialismo, para opressão, para censura e para uma ditadura velada. Me admira muito os esquerdistas de caviar dizer que são a favor do socialismo enquanto não pregam o que falam.
Vejam Cuba, Venezuela.. Por que será que Lula e Dilma se relacionam tanto com Fidel? Por que financiar um porto em Cuba? Por que o programa Mais Médicos paga salários mais baixo aos médicos cubanos que aos brasileiros? Ora, simples! O Governo Federal nada mais nada menos que sustenta, financia o seu socialismo e com isso querem fazer o mesmo aqui. Ou são todos burros, cegos ou preferem não enxergam a realidade , o lado obscuro. Me revolta e muito. Procurem sobre Foro de SP e PNDH3 , que nada mais é que um golpe comunista. Esqueçam por um minuto o próprio umbigo e pensem na coletividade, no país!

Anônimo disse...

Gente, para com essa esquizofrenia de comunismo, pfv

melina disse...

por que a maioria dos funcionários públicos não são nada eficientes?
...mais que salários não estaria na hora de trabalhar ???
ora, vocês se iludem com o Pt !!!

sara Cavalcanti disse...

CONCURSEIRO QUE É CONCURSEIRO DE VERDADE QUE ESTUDA 13 HORAS AO DIA, VOTA EM DILMA!!


VOLTA, DILMA!!!


13

Anônimo disse...

Esquizofrenia do comunismo? ?? Faz me rir,ne? Ta certo. Como diria Luciana genro: vai estudar. Vai saber o q tem acontecido na America latina e ,principalmente, sobre o Foro de Sp como flaram acima. Povo parece q viv na propaganda do pt..so pode

Anônimo disse...

Sou servidor da UFC e estou apavorado, independente de quem ganhar. Que Deus continue cuidando de mim, porque eu acho que eu vou precisar muito dele nos próximos anos.

Anônimo disse...

Um dos internautas perguntou para Aécio Neves 45 se os concursos públicos serão mantidos em uma eventual gestão do tucano. Na resposta, Aécio disse que os Concursos públicos são essenciais e serão ampliados.

Anônimo disse...

Num certo banco de economia mista também aconteceu algo do gênero: vários PDVs (plano de demissão voluntária) pra tirar funcionários antigos (que recebiam muito bem).
Os funcionários novos recebem um salário que em algumas situações chega a 1/3 do salário dessa gente demitida.

Angela disse...

Como funcionária pública estou muito tranquila com o PT, pois sempre houve reposição de inflação. Com os tucanos não será assim. E esse medo não tem nada a ver com o da Regina Duarte, é algo real.

Nadia Viana disse...

Alguém disse nos comentários que se um estudante sonha em ser funcionário público, algo está errado porque o seu sonho deveria ser montar seu próprio negocio e ganhar dinheiro!!! Hã??? Sério??? Eu sou psicóloga e funcionária pública e não sonho em ter meu próprio negócio, nem ficar rica explorando ninguém. Eu gosto de atender quem precisa, trabalho no serviço público e com saúde mental porque acredito nesse trabalho. Tem algo de errado nisso? Os valores estão muito deturpados mesmo. Nunca comento, apesar de ler sempre o blog, mas desta vez tive que falar. Ótimo post e ótimo blog, Lola. Mas alguns dos seus comentaristas me assustam.
Beijos.

ludofinal disse...

Cão do Mato tá doido pra roubar na Petrobras, né, safado?

Anônimo disse...

Aécio vai acabar com os concursos, vote na Dilma. Vai lá, vota na Dilma! kkk

Anônimo disse...

Aécio ia sucatear as Universidades Federais? E a greve, dona Lola, como é que vai? Tem previsão de acabar?

Anônimo disse...

É sempre assim, se fosse o Aécio que fizesse é porque ele é mal, coxinha, da direita cristã e come criancinhas. Mas, como é a Dilma que está fazendo é a crise do capitalismo, é um mal necessário, o PSDB fez pior, a culpa é do congresso...

Dois pesos e duas medidas sempre!

Anônimo disse...

Eu sou servidor público distrital estatutário aqui no DF, ainda bem que aqui em Brasília temos conhecimento suficiente pra saber que votar em tucano é um tiro no pé, ainda bem que esses desgraçados nunca vão ganhar aqui pro GDF.

Anônimo disse...

Basta ver o que o gonernador de Goiá quer fazer, acabar em goiás. Durante o governo FHC não teve nada. Acorda brasil eles são contra!!!