quarta-feira, 8 de outubro de 2014

"ACHAM MEU NAMORADO FEIO"

Criação do artista coreano Hyungkoo Lee

A N. me enviou este relato:

"Oi Lola, sei que você deve ter um milhão de posts mais importantes na frente para publicar, mas se um dia lhe convir publicar esse, eu ficarei bem feliz. Também não vi nenhum tipo de postagem que falasse sobre esse tema.
Vou explicar a minha história: tenho uma graduação e estou cursando outra. Sou feminista desde criancinha também, tenho 24 anos, já namorei bastante.
Mas enfim, o ponto onde quero chegar é que estou namorando um cara bem fora dos padrões: baixinho, magrelo e careca. Apesar de ser branco e homem cis [não trans], ele não é considerado bonito. E qual o problema disso em uma sociedade que não se importa tanto assim com a aparência dos homens? Pois é, fui pega de surpresa com esse tipo de preconceito. 
O colega da N. que chamou o
namorado dela de feio deve ter
essa aparência
Ele é de outro país e namoramos a distância. Esses dias veio me visitar, e é claro eu já tinha falado bem dele pra todo mundo. Nunca falei da aparência, só das coisas que considerava importantes. Me senti muito incomodada com o comentário de um colega da faculdade (um senhor de 47 anos) que perguntou se o careca era meu namorado. Respondi que sim, e ele: NOSSA, COMO ELE É FEIO! Fiquei tão atônita com tamanha superficialidade que só respondi: realmente ele não é muito bonito (mas também não é feio).
A situação foi muito sem graça, e fiquei arrependida de não ter dado uma resposta à altura. Queria pelo menos ter dito a ele que o comentário foi infeliz e desnecessário. E pra mim foi como um soco no estômago (fiquei com aquela sensação triste quase o dia todo), senti como se eu tivesse sido xingada. Hoje em dia não me importo se me chamam de feia, mas como sofri muito bullying na infância e na adolescência foi como voltar para aqueles momentos, justamente porque sei que meu namorado se importaria se tivesse ouvido, e claro que não comentei nada com ele. Nem com minhas melhores amigas. Comentei só com uma colega de trabalho que depois conheceu meu namorado e disse que ele não era feio (eu também não acho). 
Ouvi outras colegas da minha turma fazendo comentários maldosos sobre ele, e achei bem complicado, principalmente porque as pessoas que conheceram realmente ele, não acharam ele feio, ele realmente tem um encanto que vai além da aparência, e eu julgo que isso é o que deveria ser mais importante.
É triste viver em uma sociedade em que você não vale nada se não está nos padrões. O que de verdade deveria importar?
É até engraçado escrever um desabafo tão bobinho assim, já que estou tão condicionada aos textos acadêmicos, mas essa é a reflexão que queria deixar, talvez fosse legal pra incitar as inseguranças dos homens cis que leem o seu blog, de que eles se abram também para dizerem o quanto se sentem mal com toda essa pressão (que nem se compara com a nossa, mas que pode ser muito cruel também)."

Minha resposta: N., querida, por que dar a mínima pro que os outros pensam? Se você gosta do seu namorado e não o acha feio, dane-se o que os outros pensam. O comentário do seu colega, por exemplo, que disse "Nossa, como ele é feio!" sobre seu namorado -- por que você acha que esse colega te disse isso? Pra realmente manifestar uma opinião que não foi pedida sobre a aparência de quem você gosta, ou pra te atingir de alguma forma? Ou pra sugerir que, na comparação, ele é que é o bonitão e você deveria estar com ele?
Permita-me uma historinha da vida real. Muito tempo atrás (deve fazer mais de dez anos), eu estava cortando o cabelo com uma vizinha que era cabeleireira. Não me lembro o contexto, mas obviamente a gente estava falando do Silvinho, meu marido. Ou talvez estivesse falando de homens de maneira geral. Realmente não lembro. Só sei que essa minha vizinha, sem mais nem nada, dispara esta frase: "Ah, mas o Silvio, ele está acabado!". Também não me lembro da minha reação. Acho que fiquei de boca aberta, atônita.
A opinião dela era o de menos. Ela tem todo o direito de não achar meu marido bonito ou conservado. O que me chamou a atenção foi o porquê d'ela falar isso sobre um cara que eu evidentemente amo e acho lindo e maravilhoso. Sério, mal comparando, eu sei, porque tem gente que não gosta muito desse conceito de ver amados como posses, mas imagina alguém vir na sua casa, observar como você mora e, sem que você lhe pergunte, dizer: "Argh, que decoração horrível! Sua casa é um lixo!" O que essa pessoa espera, que você mude de casa?
Ao contrário do que a mídia vende e do que muita gente acredita, conceitos como beleza e feiura são subjetivos. O que é feio pra alguém pode ser belo pra outra pessoa. Já contei outra historinha, de quando eu tive uma agência de casamento: uma senhora veio pegar algumas informações e foi embora, sem se inscrever. Eu, do alto do meu preconceito, pensei: "Ufa! Ainda bem que ela não se inscreveu, pois ela é muito feia, e seria difícil encontrar alguém pra ela". No momento que ela sai, entra um senhor da mesma idade, e os dois se olham, e rola o maior climão. E a primeira coisa que o homem me pergunta é: "Essa galega se inscreveu? Quero conhecer ela!"
Infelizmente, tem gente que faz da sua missão na Terra patrulhar os namorados (e, principalmente, as namoradas) das amigas e amigos. Se você não considera uma pessoa atraente, guarde essa opinião pra você. Mas não. O que mais tem é cara zombando do amigo porque a namorada ou ficante dele não é uma top model. 
Não só que beleza é subjetiva (acredite: tem muita gente que acha o Brad Pitt um barango), mas também que aparência física representa apenas um entre inúmeros fatores que fazem alguém se interessar ou não por uma pessoa. É aquilo que chamamos de química. Pra mim, Silvio é deslumbrante, mas eu também adoro seu cheiro, seu toque (ele tem a pele macia), sua temperatura, seu gosto (eu dou umas lambidas). E, óbvio, mesmo ele sendo toda essa fartura, eu não estaria com ele há 24 anos se não fosse seu senso de humor, sua inteligência, sua ética, seu amor por mim. 
Eu e Silvinho no domingo. Nós
dois estamos de vermelho porque
fomos votar
É, tem isso: pela pessoa "ser sua" (muitas aspas nisso aí, eu sei), digamos, pela pessoa estar com você, ela também fica mais especial. Tipo assim: pode ser que meus gatos nem sejam os mais belos felinos do universo, mas, pra mim, eles são. Porque convivem comigo, porque estão ao meu alcance, porque tudo que eles fazem parece relevante.
O pessoal que criticou a aparência do seu namorado não tem a menor ideia de como é o relacionamento de vocês. Eles olham só a superfície (a aparência) e acham que têm direito de dar pitaco. São patéticos. 
Aquela frase da minha vizinha sobre o Silvio (eu contei pra ele na época, e ele, muito seguro do seu valor, deu de ombros) me atingiu bastante, até que eu percebi o que estava por trás daquela agressão gratuita. Não era difícil de ver: minha vizinha detestava o marido dela, detestava a própria vida, estava com depressão. Não era exatamente o Silvio que estava acabado. Era a vida dela, ou a percepção que ela tinha sobre sua vida naquele momento. Não creio que ela falou aquilo pra me atacar, e muito menos pra atacar o Silvio. Foi algo que veio de dentro dela, e que falava muito mais do que ela via sobre si do que sobre o Silvio ou qualquer outra pessoa.
Continuei cortando meu cabelo com ela. Ela nunca melhorou muito, nunca sorria. Nem quando o marido morreu. Ela ficou mais aliviada, não mais feliz. Eu nunca tive raiva dela. Mas sentia pena.
É sempre assim: a opinião de uma pessoa sobre alguém diz muito mais sobre aquela pessoa do que sobre a outra pessoa. Quem chama Dilma (só pra citar um exemplo atual) de "gorda velha mal-amada escrota nojenta" não está definindo a presidenta. Em compensação, está ajudando muito a definir a si próprio. 

65 comentários:

Anônimo disse...

"Quem ama o feio, bonito lhe parece".


Galera, este ditado é beeeemmm antigo.

Muitas mulheres acusam os homens em geral de serem superficiais. Mas nas boates e com a maioria do povo, só se vê mulher dizendo que pegou fulano por causa da aparência....


Falam muito de preconceito, mas quase nunca vi gordinha com gordinho, elas preferem os magros ou os sarados.....

Anônimo disse...

Muita gente, homem e mulher, busca a beleza como troféu.

Até as lésbicas se orgulham de terem faturado uma gatinha hetero.

É mole criticar a conduta dos outros e fazer o mesmo...

DEATH ADDER disse...

o THE TRUTH(EX MASCULINISTA) tem razão ao dizer que toda vida da mulher é voltada pra exibicionismo e que a mulher supervaloriza a vida social. é por esse motivo que virei as costas pra humanidade e pras filosofias de superantropia, pois a natureza da mulher é algo repugnante pra mim, só fica mesmo o desejo sexual, acabei optando por uma vida mais ''easy going'' na solidão por causa disso.

quando naõ é feiúra do homem, são coisas como ''status social'', ''todo mundo debocha desse cara'' etc saõ coisas assim que me fizeram optar por 100% de misantropia/isolamento social porque a natureza humana em geral, não só das mulheres, me da nojo mesmo.

eu me considero um ''inimigo da humanidade'', pois sou egoísta e penso apenas em mim, sou taxado de ''inútil'' pelos adeptos do social darwinismo por isso eles vivem me ameaçando de morte e planejando contra minha vida.

eu não vim ao mundo pra contribuir com a humanidade mesmo.

não irei voltar aqui pra ver os deboches que farão contra mim, eu não olho comentarios apos o meu.

apenas sou anti-comunista por motivos de interesse, egoísmo e isolacionismo devido a minha situaçaõ social e meus bens materiais.

Anônimo disse...

Viram que o facebook vai lançar um aplicativo pra permitir o anonimato? É pra acabá.

Paula disse...

nossa, uma amiga namorou anos com um cara que era a cara do Ronaldinho Gaúcho e ninguem nunca falou nada...

Anônimo disse...

cada comentário mais tosco que o outro, viu?

1 - quem garante que pelo fato de uma pessoa ser bonita ela não tem mais nada a oferecer, além de ser um "troféu"?

2 - E, minha deusa, desde quando gordinho tem que ficar com gordinho, altinho com altinho, magrinho com magrinho?

Cada um sabe o que e quem é melhor pra si, e, aqueles que não tem muita certeza, certamente não irão em buscar de conselhos de anônimos que não sabem nada da vida deles.

Anônimo disse...

"sou taxado de ''inútil'' pelos adeptos do social darwinismo por isso eles vivem me ameaçando de morte e planejando contra minha vida. " HAHAHHAHAHHAHAHHAHAHHAHAHHAHAHHAHAHAHHAHAHHAHAHHAHAHHAHAHAHHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Anônimo disse...

E esse personagem de Oscar Wilde que comentou aí em cima? Eu hein.

Lara disse...

A beleza é muito subjetiva mesmo que a sociedade tente padroniza-la o que é belo pra uns não será para os outros, por exemplo uma amiga e eu achamos um cara que estudou conosco e está completamente dentro dos padrões do que a mídia diz que é bonito extremamente gato só que o restante das meninas com quem andamos não, sempre que conversamos sobre ele tem uma ( somos em sete amigas) que fala que não acha ele bonito pq é branco, forte demais etc sempre encontram defeitos, porque o que é belo pra vc nem sempre será pra mim e vice-versa.

Existem pessoas que adoram emitir opiniões depreciativas sobre as outras não sei o porque desse tipo de comportamento, mas o melhor é fazer ouvidos moucos o seu colega não achou seu namorado bonito e dai o que importa é o que vc sente, se fizer vc se sentir melhor der uma reposta ''é mesmo vc não o achou bonito nossa pra mim ele é muito gato''.

Anônimo disse...

Eu sou feio, mas minha mulher é míope.

Lucas Pin disse...

É óbvio que a questão da beleza afeta muito mais as mulheres do que aos homens, a mídia se volta a criar padrões de beleza inalcançáveis para as mulheres e reforçar este padrão em tudo que é lugar. Como homem eu posso dizer que me sinto afetado pela maioria dos padrões também, eu tenho 1,74 de altura e isso me incomoda, também ser magro é algo que incomoda bastante sendo que os Heróis dos filmes e tudo o que é ditado como o "lado do bem" na mídia são todos feitos por caras altos e sarados, isso afeta bastante a minha autoestima e creio que para mulheres deva ser ainda pior... Sem contar as questões de ser julgado pela quantidade de bens materiais... Mas tem toda essa subjetividade da beleza ai em prática também né, o lance é não ligar sobre o que falam do seu namorado, pois se pra você ele é um bom homem é isso que importa! Eu lembro que no ensino médio eu arrumei uma namoradinha e a família super falava dela ser magrinha demais e tal, é foda ter esse tipo de comentário quando você ama a pessoa, uma outra namorada mais gordinha também é super comentada por isso, parece que a pessoa tem que chegar em casa com um parceiro sarado(a) e lindo, mas siga em frente!

as ideias ficaram desconexas, mas tentei expressar meu apoio da melhor forma que pude, então não ligue e siga em frente!

Anônimo disse...

Estou passando por uma fase parecida agora: de uns tempos pra ca comecei eu mesma a achar meu namorado feio...

Como é dificil a sensaçao: o namoro em si ainda é a mesma coisa, pois nos damos bem, nos amamos, gostamos de passar o tempo juntos, estamos confortaveis um com o outro porque ja sao 3 anos de relaçao....

MASpor dentro nao sai a duvida: sera que eu estou certa de continuar? tem varios caras mega gatos que dao em cima de mim, parecem ser interessantes, mas eu nunca vou saber pq ja estou namorando....

Nao e como se eu fosse trocar ele por um cara mais bonito, mas isso corroi um pouco a relaçao. eu acho normal sempre se questionar se nos nao poderiamos estar mais felizes curtindo a vida de solteiro, e a ideia me agrada muito, mas ainda amo meu namorado e nao acho certo trair, pois o magoaria muito

Alguem tem alguma dica?

Sheldon disse...

"a opinião de uma pessoa sobre alguém diz muito mais sobre aquela pessoa do que sobre a outra pessoa. Quem chama Dilma (só pra citar um exemplo atual) de "gorda velha mal-amada escrota nojenta" não está definindo a presidenta. Em compensação, está ajudando muito a definir a si próprio. "

Isso aí também vale pra vocês,que chamam qualquer um contrário ao feminismo de mascu,reaça,machista,homofóbico,burro... ou só vale para os outros?
Acho que já sei qual é a resposta.

Anônimo disse...

"Como seu namorado é feio!"
"Feio de verdade foi este comentário!"

ANA

Anônimo disse...

14:58, viva sua vida como você quiser, ninguém tem nada a ver com isso, desde que você não saia fazendo merda por aí como muitos fazem.

Anônimo disse...

Porque sempre colocam somente os homens como superficiais,quanto tem muita mulher que só se importa com aparência?
Minha prima uma vez,reclamou de um cara que deu em cima dela,dizendo que ele não se enxergava porque era gordo.
Outra vez um cara bem fora dos padrões deu cima de mim,eu não quis ele,não pela aparência mas porque não sentia nada por ele e achava ele meio estranho,daí minha mãe e uma vizinhas riram bastante do cara porque para elas,ele era feio demais para mim.
Mas concordo que beleza é subjetiva e tem gente que tem prazer de pisar no outros,não bastar achar feio,tem que ir na cara da pessoa e dizer isso para tentar humilhar.

Raven Deschain disse...

Nossa lembrei da minha vida, chessus! Meu primeiro namorado era um branco de Black Power. O segundo tinha fissura labial. O último, e atual marido, é gordo, barbudo e cabeludo. Um mais lindo que o outro. Liga não, guria. É oq a Lola disse. Esse cara provavelmente quer te pegar, não acha como porque uma mulher parruda como vc nunca vai dar bola pra esse zé mané, e ele falou isso pra te atingir... :)

E como vc mesma disse, mesmo que ele fosse um xerox do Quasímodo:

1 - É problema seu.
2 - Ele deve ter milhões de outras qualidades pra vc ter escolhido ele. Então taca o foda-se.

Raven Deschain disse...

Lola, faz um favor pra nossa inteligência: Apaga os comentários do Maionese! Oo

Anon, não fale besteira. Os personagens de Oscar Wilde eram melhorzinhos. Até os mais bestas. Hahahaha

Anônimo disse...

Ontem em passei por uma situação assim de agressão gratuita. Estava dando aula particular para um dos meus alunos em uma pequena sala que de vez em quando circulam pessoas porque tem algumas estantes e às vezes alguém entra pra pegar algo. Então esse cara entrou e começou a perguntar "- tá aprendendo chinês? Tá aprendendo japonês?" Em tom de gozação.

O meu aluno é um menino argentino de dez anos descendente de japoneses. E ele respondeu na maior inocência que estava aprendendo português.

Mas eu fiquei com muita raiva. Também sofri bullying e isso também me fez voltar ao passado.

Se ele fizer isso de novo eu sei que vou ser grossa.

Anônimo disse...

Olha, ser chamado de feio estando entre homens é a coisa mais normal do mundo, eu nunca vi um homem dizer que o outro é bonito (aliás, vi, mas só na televisão), agora, pro sujeito chegar e comentar com terceiros sobre a aparência do cara, ou ele tem segundas intenções ou o namorado dela é simplesmente estragado.

aeghavitabkoik disse...

Resposta: A única forma verdadeiramente efetiva que conheço para os que tão incomodados e furiosos com os padrões de beleza midiática é tornando-se uma pessoa “referência” de beleza midiática. Isso ameniza um pouco a sua frustração.

No meu entendimento, as pessoas tendem a serem escravas do padrão de beleza para conseguir duelar de igual pra igual com uma pessoa bonita. Mas tal competição é virtual, sempre terá uma pessoa muito mais bonita do que você e ponto.

aeghavitabkoik disse...

" sou taxado de ''inútil'' pelos adeptos do social darwinismo"


Resposta: Você ainda continua acreditando nisso? Vá por mim, o pessoal tá pouco se fodendo pra você. Eles não param um segundo sequer pra pensar se você é útil ou inútil. De certo modo todos somos inúteis, o nosso destino é o caixão mesmo.

E de nada vai valer sua utilidade para a contribuição da humanidade a humanidade está à um passo da destruição e tudo acabará cedo ou tarde.

pp disse...

Lolaaa! Agência de casamento? ahhahahaha! Não sabia dessa mesmo te seguindo há muito tempo! Li o post a respeito e adorei. Você é uma pessoa muito interessante.

Quanto ao post de hoje, com certeza a criatura que soltou esse comentário tem algum problema, tipo ele é afim da menina, ou frustrado sentimentalmente, sei lá...

Anônimo disse...

Agora surgiu o personagem de Edgar Allan Poe.

Maria Fernanda Lamim disse...

olha...isso e engracado. eu sei que a coisa do padrao de beleza e bem pior pras mulheres que pros homens,.mas eu ja passei por algo semelhante (e pior) ao caso da autora do post.
nunca escolhi namorado por aparencia, sempre por afinidades. entao, meu primeiro namorado, aos 18 anos,.era 14. anos mais velho , 10 cm mais baixo e bem magrinho (eu sempre fui gorducha).
olha...foi O assunto da familia! minha tia perguntou pra minha mae "por que a Fernanda esta com um rapaz tao feio, ela podia ter alguem melhor"; minha avo veio ter"conversas" comigo, pergunrando "se eu nao tinha medo de ele nao poder me defender, tao magrinho e vaixinho!" ; meu tio e meu pai fizeram todo tipo de puada escrotinha, minha mae perguntou "se eu tinha problemas de auto-estima"...
minhas amigas de verdade nao disseram nada, mas algumas colegas fizeram grosserias semelhantes a do cara do post. Eu fingia que nem ouvia...
E foi assim sempre, em todos os meus relacionamentos! A cafa namorado novo, familua falando "nossa, esse e mais feio que o anterior", colegas fazendo bullying..., a tia dissse que eu "nao tinha capacidade de arrumar himem bonito", vo perguntou se o cara era rico...tudo isso sempre me magoou muito!
O homem com quem me relaciono no momento e um pouco mais dentro do padrao de beleza. Ele e o pai do meu bebe. Ja teve comentario tipo "ainda bem q vc casou e teve filho com ele, seufilho vaiser bonito".
Teve tb o comentario de um ex caso qd me viucom outro namorado mais baixo que eu (nao entendo pq as pessoas acham isso tao errado, mulher ser mais baixa que homem e ok). Ele (o ex) quis me dar um beijo e eu disse que estava namorando. Ai ele disse"vai me dispensar por aquele tampinha"?
Olha...entendo a chateacao da autora. Isso e um saco! :(

Anônimo disse...

Na adolescência tive um amigo feio, ele sofria muito por isso, e já tinha tentado se matar várias vezes. Já foi parar no hospital e tudo.
Última vez que eu o vi, ele tinha virado um misógino recalcado.

Danielly disse...

Oi Lola, adorei o tema desta postagem.
Convivo com algumas pessoas que parecem não perceber o impacto que suas "opiniões" podem gerar no dia, na imagem, enfim, na vida de uma pessoa.
O que me parece é que elas não conseguem perceber também que existem diferenças entre as pessoas. O fato de eu gostar disso, e não daquilo, de eu pensar assim, e não assado, não dá o direito de alguém desqualificar minhas preferências e/ou escolhas, como se as escolhas e preferências dela fosses mais adequadas para todxs e, portanto, ela tivesse não só a liberdade, mas a obrigação de intervir na minha vida.
Enfim, acho que este relato pode nos ajudar a reavaliar a necessidade e o objetivo dos comentários que fazemos.

Anônimo disse...

Paula: "nossa, uma amiga namorou anos com um cara que era a cara do Ronaldinho Gaúcho e ninguem nunca falou nada..."

Puxa, sua amiga está de parabéns pela coragem, ainda mais levando em consideração que esse rapaz não deve ter nem 0,000000000000000000000001% do dinheiro do Ronaldinho Gaúcho.

Juba disse...

1. Gordinha com gordinho conheço aos montes. Inclusive aqui em casa.

2. Tem uns personagens aqui que, se não existissem, alguém precisava mesmo inventar.

3. Leitores eruditos ;)

4. Para a moça do guest: realmente, zombar do seu namorado fala muito mais sobre as pessoas que o fazem que sobre ele.

Firewest disse...

Ah Lolinha, vc e o Silvinho combinam! <3 Me lembro daquele vídeo que você fez com ele sobre o filme A Era do Gelo 3, ele falando que não se lembrava de nada! haha Vocês são uns fofos, também não apoio isso de preconceito contra imagem. PS: Tbm acho o Brad Pitt e o Leonardo DiCaprio 2 barangos! hihi

Maria Valéria disse...

Eu não gostei quando ouvi " você era muito bonita para aquele seu ex - namorado "
Fala sério, o que e " ser muito bonita para alguém ?"

Se eu gostei e me senti atraída., na época, o gosto era única e exclusivamente meu -:o

Anônimo disse...

Nossa, me identifiquei muito mesmo com esse post. 7 meses atrás, conheci um cara inteligente, educado, engraçado, com visões políticas muito semelhantes às minhas. Além disso, em pouco tempo percebemos que tínhamos uma química incrível: os beijos fluíam, o sexo com ele me deixava nas nuvens. Aí aconteceu uma das coisas mais chatas dos últimos tempos: algumas pessoas da minha família viram o perfil dele no facebook e descobriram que ele tem cabelo comprido, barba, tatuagens. Me xingaram tanto, mas tanto... disseram que não entendiam como eu conseguia sentir atração por um "cabeludo doido". Claro que não adiantou eu dizer que eles estavam sendo preconceituosos, que na verdade ele é um cara super educado, centrado, trabalhador. Fiquei irritada e triste, mas quer saber? Que se dane o que os outros pensam. Sempre vai haver um chato pra julgar nossas escolhas e ofender as pessoas que a gente gosta. A melhor alternativa é mandar esse povo idiota à merda.

Anônimo disse...

Ai, Lola, passei por algo parecido. Eu tive um namorado, depois viramos grandes amigos. Ele sempre foi o típico nerd, e ser geek não estava na moda oito anos atrás. Desses com camisa de super herói, óculos grandes. Apesar de ser branco, cis, ele era gordinho, então não estava exatamente dentro do "padrão de beleza". Porém, ele é inteligentíssimo, um excelente escritor, culto, charmoso demais! O tipo de cara que te conquista pelo papo.

Depois da época que nós namoramos - ainda no colégio - ele engordou. E daí? Ficou ainda mais inteligente, mais culto, mais interessante, e mais charmoso. Fora que a química entre a gente é incrível. Na cama, então... ah! Hoje a gente é amigo mesmo, mas rolou um "flashback", saímos de novo por uns tempos sem muito compromisso.

Meus amigos mais próximos, que o conhecem e sabem disso tudo, acham muito natural a gente juntos. Afinal, nós dois conseguimos conversar por horas - seja discutindo poesia ou quadrinhos. Uma amiga minha diz que só ele para gostar das coisas que eu curto: os filmes e documentários, minhas HQs, meus livros, festivais de teatro. Só tenho uma amiga que às vezes diz que ele é "feio para mim", que eu podia conseguir "um gato". Preguicinha dessa mentalidade, viu?

Agora, quando comemorei meu aniversário no ano passado, foi quando o pessoal do trabalho conheceu esse ex-namorado/grande amigo. É claro que todo mundo já tinha ouvido falar dele. E alguns dos meus colegas ficaram surpresos, sabia? Depois, ouvi deles que me imaginaram com alguém diferente. Quando eu perguntava "diferente como, gente?", as respostas iam surgindo. "Ah, ele é bem gordinho, né?", "ele é tão... nerd", e coisas assim, sempre pensando na aparência.

Fê disse...

Comigo, é o contrário. Sinto vergonha quando saio com o meu namorado. Ele é considerado bonito e eu sou completamente fora do padrão. Até me espanto por ele estar comigo. Quando me sinto péssima, julgada e pensando no que ele deve ouvir das pessoas eu tento abstrair.

Anônimo disse...

"Falam muito de preconceito, mas quase nunca vi gordinha com gordinho, elas preferem os magros ou os sarados"

Não acho que seja questão de preferência, a sociedade faz a gente se odiar. Quem sofre preconceito às vezes acaba buscando fugir de outra pessoa que passe o mesmo, pra não se ver refletido no outro.

Dayana Hashim disse...

Meu noivo é quase careca, não tem um rosto considerado bonito pelos padrões e é mais baixo do que eu (mas também sou alta demais, então essa parte é quase inevitável, rs). Ainda no início do namoro, minha mãe me perguntou "brincando" o que eu via nele já que era "feio", eu respondi "não foi a senhora que me ensinou que se deve amar as pessoas pelo seu interior, e não pela aparência"?

Anon das 16:11, às vezes eu também fico pensando que meu noivo não é bonito (não chega a ser feio). Mas isso é resultado da imposição dos padrões de beleza, e todos ficamos tão condicionados a isso que é quase impossível não se pegar questionando tanto a própria aparência quanto a dos nossos parceiros. Pelo menos pra mim, tenho consciência de que esses questionamentos podem acontecer, mas não serão suficientes para me fazer querer mudar minha aparência ou a do meu parceiro :)

Anônimo disse...

Dayana sambou na mamãe, é isso aí!

Anônimo disse...

Larga o cara com a casca feia e và atràs de um bonitão! Termina logo boba!

Anônimo disse...

Então né Lola... Será que vale a pena ficar no Brasil ainda?

http://oglobo.globo.com/brasil/bancada-evangelica-cresce-14-deve-prejudicar-causas-lgbt-14178049

QUE PORRA É ESSA? Aqui no BR BR tem cada vez mais "pastor" se interessando em achar uma maneira extra de roubar!

Misturar religião e política devia ser proibido! Só vejo evangélicos e católicos, se é assim, podia entrar um luciferiano também.

Anônimo disse...

Se a autoria está escrevendo sobre isto, é por que já está considerando em abandonar o sujeito porque os outros acham ele feio.
De fato, o que importa não é a beleza, mas sim o destaque que o sujeito tem na sociedade. Ele pode conseguir este destaque sendo bonito ou estuprando e matando mulheres, como o maníaco do parque demonstrou.
Por isto, todos estes sites PUAs e os homens realistas não passam de idiotas, pois o maníaco do parque que é feio e magrelo, demonstrou que se pode ser bem sucedido sexualmente fora do padrão estético.
O maníaco do parque é exemplo.

Anônimo disse...

Tenho um professor de direito que deve ter uns 1.60m, barrigudinho, quarentão. Minhas colegas vivem metendo o pau, fazendo várias gozações. Esquecem, ou não enxergam suas qualidades. Ele é um cara inteligente, super educado, engraçado, cheiroso... um gentleman! E o melhor está por vir...
Na correria da faculdade, ele me confidenciou que gostaria de me conhecer melhor, fora daquele ambiente. Eu, que não sou boba, fui. Ai ai! Não me arrependi um só segundo. Uma pessoa extremamente maravilhosa, carinhoso, super valeu a pena. Nenhum outro "novinho sarado" tinha me dado tanto prazer na cama.
E a vida segue assim, uns falando mal e eu curtindo com meu barrigudinho. rsrs

Anônimo disse...

Gente, acho que aquu vale ressaltar o seguinte:
01- Sim, existem pessoas feias
02 - Beleza não é fundamental

Anônimo disse...

"Termina logo boba!"

Pelo "boba" no fim, já dá pra ver que é um troll tentando se passar por mulher. Vocês amam o blog da Lola né?

Feminista capitalista disse...

Nossa,eu sou uma das que não vê nada demais no Brad Pitt,hahaha,nunca achei ele feio,óbvio,mas tbm nunca entendi porque ele é considerado o homem mais bonito do planeta quando não chega nem perto do meu top 20,kkkkkkk.

--------------/////-------------

Sobre o post,sem querer ser indelicada,mas já sendo,achei ele bobinho sim, primeiro que acho uma bobagem alguém com vinte e poucos anos se preocupar tanto com isso,é claro,que esse tipo de coisa é chata e dita assim por alguém sem muita intimidade,quando menos esperamos pode chatear e nos pegar de surpresa,mas não acho que seja o caso pra ficar remoendo isso,sei que a palavra tem poder,mas :

Primeiro que seu namorado não tem obrigação nenhuma de ser bonito;
Segundo que você não tem a mínima obrigação de namorar os caras bonitos;
Terceiro,este senhor não tem a obrigação de achar seu namorado bonito;
Muito menos o seu namorado tem a obrigação de se enquadrar em algum padrão do que alguém considera bonito,o corpo dele é a morada dele,o hábitat de um ser humano e não um enfeite que tem o objetivo de agradar as vistas de terceiros.
É você que tem que aprova-lo, o resto que se f....

E se você acha o seu namorado bonito,não tenha medo de contrariar o senso comum e defendê-lo,corte o mal pela raiz, quando alguém disser que ele e feio,diga logo que ele não é não,pois você o acha fantástico e bonitinho,assim acaba o assunto.


Sobre o babaca que te disse isso,espero que na próxima você tenha a coragem de dizer:
"Feia é a sua esposa"
"Você que e lindo né?"
"Não tem espelho pra você se enxergar na sua casa, não?"

Respondendo algo do tipo,você calaria a boca dele,se bem que acho que ele nem se tocou do quão grosseiro ele foi,de qualquer forma você poderia ficar com fama de grosseira estressadinha,mas isso é um eficaz remédio pra acabar com esses desaforos que a gente é obrigada a ouvir por aí.

Pior do que falarem isso do seu namorado,seria você contar pra ele
o que disseram,só serviria pra aborrecer,e além do mais,que interesse ele poderia ter em saber o que uma gente que ele nem conhece direito,nem vai conhecer,acha dele? É irrelevante.


Se você tem a convicção de que ele é bonito e legal,tem que defendê-lo não é nem questão de afirmação,mas sim de empoderamento e independência dos conceitos alheios,por exemplo: Uma mulher de cabelo duro pode adorar e achar lindos seus cabelos,idiotas pra dizer que o cabelo dela é feio,merece um alisamento e que não ta legal assim,nesse mundo não vai faltar; mas cabe a ela enxergar a mediocridade alheia e saber o que ELA pensa por ela mesma,e o que ela vê de positivo em seus cabelos,o mesmo serve pro seu namorado.

----------////----------

Enfim,o post foi bom,pra mostrar que mesmo pessoas consideradas adultas e amadurecidas continuam achando que aparência é o valor número um da vida, e muitos acham que deveríamos nos apaixonar por alguém baseados em sua aparência, ou que a aparência conta em primeiro lugar num relacionamento, isso serve pra gente medir que sociedade fútil fomos até agora,e como as relações provavelmente foram construídas em bases superficiais até hoje.

Cheio de Luz disse...

Ri muito das lambidas que Lola dá no marido rsrs. É isso aí; numa relação a dois é preciso utilizar TODOS OS SENTIDOS na hora do "rala e rola". Mas, focando no assunto, achei o relato pertinente a esse tempo que vivemos onde se cultua tanto o belo; puxo o jargão: "nunca se deve julgar um livro pela capa" e acredito que é preciso estar muito segura dos próprios sentimentos de forma a não deixar que comentários ridículos, de quem ,possivelmente, tá de "olho gordo"( tipo gorando), afetar o que se sente em relação à pessoa escolhida para amar; ou seja, não ser refém do olhar aprovativo ou desaprovador do outro e estar bem centrada no que vê(o belo é muito subjetivo, como comenta nossa querida blogueira,portanto, não vale a pena considerar certos pontos de vista alheios como algo relevante...olha pro teu homem e se delicie com o que tem,VOCÊ É MULHER QUE AMA E É AMADA;e isto é o bastante!!!!!!!!!!!!!bjoka

Raven Deschain disse...

E se nada disso funcionar, e vc não tiver medo de ser grosseira ou de repente perder uma amizade (essa chance diminui de vc der aquela super risada depois), proceda assim:

" Nossa, teu namorado é feio."
" Jura? E é vc que tá transando com ele?"

:)

E nossa, quanto ao Brad Pitt. Pelamor. Pelo menos metade de Hollywood é estragada vai. Excelente ator, mas a cara não tá com nada. Haha

Cão do Mato disse...

Você teve uma agência de casamentos??
Taí uma coisa que eu nunca ia imaginar!

Anônimo disse...

Brad Pitt não é feio mas também não é essa boniteza toda. Chamá-lo de barango... aí já é um revoltado da vida quem fala isso. Não consigo entender Lucas Pin. E daí se fazem heróis sarados e altos? A maioria das pessoas acham musculosos horrorosos e voce querendo ser igual a esses heróis? Nunca me senti pra baixo por causa dessa moda de ter o corpo marombado, acho tosco.

Anônimo disse...

Gente, felizmente o mundo nao ta dividido entre gente bonita e feia. Ta dividido entre gente bomita pra uns e não pra outros. E se vc ta com ele eh pq acha ele bonito. Tinha uma amiga que dizia "ser gente boa não deixa ninguém.de pau duro". Vc.tem que se atrair fisicamente tbm. E o namoro de vcs só diz respeito a vcs ;)

Paula disse...

eu gosto de homem gordo. Meu marido tem 1,92 m e 130 kg de pura gostosura.

Explico: além de gostar de dar uns apertões, eu sou do tipo que vive em bataha com a balança. Jamais conseguiria viver pacificamente com um ser que come o que der na telha e não engorda.. hehehe

Lucas Pin disse...

Anon das 11:32

Pelo menos aqui onde eu moro (brasília) esse lance de sarados é super valorizado. Na verdade a mídia mostra bastante isso que os caras mais desejados são sempre os saradões, logo cria-se esse padrão "inalcançavel" (entre aspas pq da pra tomar bomba (e eu vou tomar em breve)). Pras mulheres a mesma coisa, a mocinha sempre é magra, cabelinho liso esbelta, delicada etc... (salvo algumas rarissimas exceções). Pq não tem herói gordinho? Pq não tem herói baixinho? (novamente, pode ter mas são raras exceções). Enfim pesa pros 2 lados, tanto masc quanto fem, só que a imposição sobre as mulheres é sem dúvidas maior, principalmente pq existe uma indústria por trás do ideal de beleza feminino. Espero ter explicado.

Natalia Alencar disse...

Ai gente, que demais esse negócio. Li os dois posts e achei super bacana.

Me lembrou que antes da internet era comum na seção de leitores de revistas, ter anúncio de gente procurando amizade por correspondência. Eu mesma troquei cartinhas com algumas pessoas, hehe.

Quanto à menina, acho que tudo já foi dito: o namorado é seu, ninguém tem nada a ver com isso. Aproveita o namoro e deixa esse povo com seu julgamento de lado. ;)

Anônimo disse...

Mais um palpiteiro que não tem espelho em casa? Acho altamente provável que essa criatura que deu sua opinião nada relevante na verdade morre de inveja do "feio" que tá lá muito bem acompanhado enquanto ele chupa o dedo. Então, autora, ignore tal intrometido e seja feliz com o seu namorado.

Anônimo disse...

E daí se supervalorizam o corpo musculoso? Voce acha bonito mesmo ou só quer se enquadrar nos padrões dos outros? Voce não tem gostos próprios não, Lucas Pin?

Anônimo disse...

Relendo os posts dos demais leitores e pensando:

Desde adolescente nunca liguei a mínima pra aparência. Apesar de não ser nadinha atraente, ou justamente por causa disso. Namorei/fiquei com alguns bonitões e outros nem-tanto. E, nas conversas das meninas "eu gosto de loiro","eu gosto de moreno", "eu gosto de sarado", nunca consegui estabelecer uma característica que me atraísse.

Porque, pra eu me interessar, tem que ter um "algo mais" que eu só sei na hora e que é indefinível. Costumo dizer brincando que é uma questão de "acender a luzinha".

Daí concluo que eu sou muito, mas muito mais exigente do que quem escolhe por aparência.

Ilustrando: o homem por quem eu tive mais tesão na minha vida, o que me fazia tremer nas bases, o que me proporcionou um sexo delirante... era barrigudo, narigudo, careca e 12 anos mais velho do que eu.

Teve um outro - gorduchinho - por quem tive uma atração irresistível por muitos, muitos anos.

ANA

Juliana disse...

Minha amada mãe ADORA ficar dando pitaco do tipo "namorado da fulana além de pobre é feio". E ela fala na cara da pessoa mesmo.
Uma vez ela disse: "credo, fulana tão bonita casada com um cara feio daqueles", virei pra ela e disse:"ah tá mãe, o papai era LINDO né?". Tadinho do meu pai,mas ela se tocou, quer dizer emendou com um "mas eu já separei tá" kkkkkkk
Mas ó, falando a verdade, eu sou feia, sei disso, não preciso que ninguém me lembre disso ou venha com mimimi barato de que no fundo do oceano eu sou bonita, o caralho.
Só acho ingênuo esse pensamento de que "quem desdenha quer comprar". Não povo, as pessoas fazem comentários maldosos porque nosso mundo é ruim mesmo, e não há nada mais divertido que diminuir os outros.

Anônimo disse...

Ilustrando: o homem por quem eu tive mais tesão na minha vida, o que me fazia tremer nas bases, o que me proporcionou um sexo delirante... era barrigudo, narigudo, careca e 12 anos mais velho do que eu.


Parece eu falando. O único homem por quem senti uma coisa que todo mundo chama de lance " de pele " foi com um baixinho,calvo, com barriga de chopp e por quem não dei nada quando conheci , pensei " imagina eu com esse coroa, não tem nada a ver " kkkkk e nem era um cara tão legal assim, digo , era legal, não falava bosta,mas nem sempre o papo era tão legal, não era um cara que me fazia dar risada, sentir a vontade com o papo, etc... Enfim, na hora que beijei esse cara não sei o que aconteceu, gamei no beijo dele, no gosto , no cheiro da pele dele, no corpo dele, etc etc etc....e eu não dava nada por ele !! Hahahah
Faz 7 anos que saio com ele , o melhor sexo da minha vida.
Ele só não e 12 anos mais velho ,somente 6 anos a mais que eu.
E já namorei e fiquei com homem mais bonito , mas que eu sentia que faltava " algo"

" pele " , desejo , a gente não escolhe viu ?
Não tem nada a ver com beleza física.

Denise Marinho disse...

Infelizmente, dinheiro e o tal "padrão de beleza" são as moedas da vida atualmente. Eu mesma sou um poço sem fundo de vaidade e uma defensora ferrenha do estilo, mas acredito mais no poder da personalidade! Uma pessoa que tem humor, que não cultiva picuinhas, que tem ética, supera tudo e a todos a ainda ri na cara da sociedade! Uma pessoa que reconhece o próprio valor atrai naturalmente as pessoas.
Mas olha, eu teria dado uma bela resposta bem grossa pra essa pessoa. Just for fun.

Lela disse...

Eu me vi no lado oposto da história. Sou dentista, formada na UFSC (Sua facul tb neh Lola?). Não namorei durante toda a minha vida até conhecer um Engenheiro, tbm formado lá. AO apresentá-lo as minhas tias a primeira coisa que ouvi foi:"Seja boazinha porque homem bonito assim você não vai achar nunca mais."
Sim, minhas tias disseram que ele é MUITO bonito pra mim. Faz mais de 5 anos que estamos juntos e cada vez que elas nos veem repetem o conselho. Ele nunca ouviu isso porque elas dizem sem ele estar perto. Já dei milhões de respostas atravessadas,mas a falta de noção persiste!

Anônimo disse...

Bá, nada a ver essa análise ae dona lola.
Eu vivo falando que aquele povo que faz questão de tirar fotos em eventos para sair em jornais e revistas de circulação local é feio.
E aí quando alguém vem querer dizer que estou me achando, já respondo na lata que também me acho feio e é justamente por isso que não tiro foto.

Anônimo disse...

A moça posta que "apesar de branco ele não eh bonito", critica um comentário desagradável com outro. Ela mesma fala q ele não eh bonito, mas tem outros atributos que superam a beleza exterior. Conclusão... as pessoas estão sempre fazendo comentários infelizes.Todo mundo tem preconceito de alguma coisa.

Anônimo disse...

9 de março de 2015 08:26, foi o que eu pensei quando li.

Anônimo disse...

Quem é feio, é feio mesmo. Nada de conversas fiadas, etc. A realidade? Tem que fazer plásticas, banda gástrica, ginástica, o que fôr necessário para ficar pelo menos na média. Gente feia que náo faz esforço, náo toma atitudes radicais, não investe tempo e dinheiro para curar a doença da feiúra não tem moral para reclamar ou buscar compensações filosóficas. Para quem é feio , invista forte, em vez de trocar de carro, gaste com o visual.
Todo mundo que consola feio é porque tem pena, só isto. Assim como quem tem pena de um animal que sofre. As pessoas náo merecem pena, merecem incentivo.
Quem é gordo sabe que é gordo, quem tem traços feios sabe que os tem. no Brasil a mestiçagem acertou em alguns, na maioria gerou gente feiosa que se farta.
A natureza cria, e nós consertamos, ou tentamos.
Portanto feios, vamos investir, de nada adianta apenas pensar e nada fazer.
Carecas, gordos , caras mal formadas, tudo tem maneira de consertar, as pessoas é que geralmente se acomodam e passam a esperar ser aceites. Isto não ocorre, é simplesmente anti natural, o ser humano é atraído para a simetria e o belo, vai sempre procurar o contato com a beleza, da maneira que seus recursos permitirem.
Não aceitem sofrer com a feiúra, reconheçam que é um inferno e tentem sair com todas as suas forças. Todo o mais é consolo e auto comiseração.
E todo mundo que anda com feio, pode negar, mas sempre terá a tendencia de culpar o feio por sua feiúra. Porque? Porque a maioria do que consideramos feiúra é desleixo e falta de coragem para tomar atitudes radicais.

Anônimo disse...

Meu namorado é muito feio tenho vergonha de apresentar para minhas amigas e família. Mas é lindo por dentro tem um enorme coração as vezes sinto culpa por achar ele feio. Eu amo ele.♥

Anônimo disse...

O que eu mais vejo São mulheres acompanhadas por caras considerados feios pelo senso comum e também por pessoas ao redor mas na verdade vejo muita felicidade estampada na cara de ambos que se satisfazem e se completam com muitas outras qualidades e afinidades pois se for pra se envolver só por aparências pra fazer bonito pra platéia e querer se auto afirmar de forma superficial realmente não existe coisa mais patética com baixíssimo nível de consciência e isso se isso é anti natural é apenas o genio encarnicado dos produtos da espécie que se lastima em detrimento dos indivíduos mas aqueles que refinaram o aparelho psíquico já estão em um nível de consciência mais elevado e que na verdade toda essa parafernália de vaidades e narcisismo é descartável e dispensável porque é absolutamente ANTI-ESSENCIAl.