terça-feira, 5 de outubro de 2010

NÃO CULPO MARINISTAS, SÓ ACHO VOCÊS UNS BOBÕES

Gente boa, só pra esclarecer umas coisinhas, já que algumas pessoas que votaram na Marina ficaram chateadas com meu post de ontem. Em primeiro lugar, algo que não ficou claro: Marina foi ultra mega baita hiper super vitoriosa na eleição. Conseguir quase 20% dos votos na sua eleição inaugural, e ainda por cima sendo parte de um partido bastante insignificante como o PV, não é pra qualquer uma. Heloísa Helena, pelo PSOL, teve apenas 7% em 2006. Duvido que Ciro, se fosse candidato à “terceira via”, tivesse 20%. Mas ele não é evangélico. É, gente. Negar que boa parte dos eleitores de Marina seja evangélico é querer apagar o óbvio. Eu não disse todos os eleitores, eu disse boa parte. Quantos, não sei. Mas acho que é um fato incontestável que Dilma não perdeu votos por causa da campanha da velha mídia. O que pesou foi a campanha religiosa anti-PT (que não foi orquestrada por Marina de jeito nenhum) que se intensificou nesses últimos dias e que será amplamente canibalizada por Serra (tanto que seu slogan a paritr de agora é “Serra é do bem”. E meio entendedor basta pra saber que “do mal” é a abortista com o vice satanista, né?). Muitos desses votos acabaram indo pra Marina. Ainda que ela não tivesse o apoio formal de vários pastores, é certo que os evangélicos e católicos carismáticos sabem que ela é religiosa.
Quem quiser me convencer que o voto em Marina foi mais ambiental, de gente preocupada com ecologia, do que religioso, vai precisar suar muito. Quem quiser me convencer que Marina é favorável à legalização do aborto ou do casamento gay porque, afinal, ela defende um plebiscito a respeito do assunto, também vai ter que rebolar. Direitos de mulheres e de homossexuais não devem ficar à mercê da população, e sim de um congresso.
Sinto muito, mas não vou passar a mão na cabeça da Marina ou na de seus eleitores. Não sou candidata a nada, nem represento ninguém. Tenho todo o direito do mundo de falar o que quiser, ainda mais no meu bloguinho. E se eleitores da Marina ficarem de mal e decidirem votar no Serra porque tem gente que votou na Dilma dizendo que não os acha politizados, bem, então é porque vocês não são politizados mesmo! Perdão de novo, pessoal, o voto na Marina não foi politizado. Não sei, politizado pra mim é quem vota em partidos, não em pessoas. E quem ao menos tem uma vaga ideia do que está por trás dos apoios e das alianças. Marina foi encorajada a ser candidata justamente para forçar um segundo turno (não entre ela e alguém, mas entre Serra e Dilma; votar nela foi dar um voto útil pro Serra!), e também para tirar o peso da questão “primeira mulher presidente”, que ainda pode (e vai, acredito, tenho fé) ter um peso importante na campanha. Puxa alguns votos, assim como “primeiro negro presidente” ganhou votos pro Obama. Politizado é também quem conhece os projetos de sua candidata. Os de Marina são de plataforma direitista, muito parecidos com os do Serra. O PV fez aliança com o PSDB/DEM em praticamente todos os estados, e apoiará Serra agora no segundo turno. Se fosse o oposto, se Marina tivesse ido pro segundo turno com Dilma, em quem vocês acham que o pessoal mais reaça do Brasil votaria, em Marina ou Dilma? Hein? Hein? Com quem haveria mais afinidade? Com Marina e seu discurso light de quem não diz a que veio, ou com a terrorista comuna que (segundo Plínio e outros) segue a mesmíssima linha neoliberal do governo FHC? (se seguisse, os reaças não morreriam de ódio da gente). Convenhamos: um eventual governo Marina teria ministros tucanos e demos saindo pelo ladrão.
Claro que ser encorajada a se candidatar não tira o resultado maravilhoso de Marina. Ela deverá voltar a ser candidata nas próximas eleições, se continuar em evidência (o que não é fácil sem um mandato). Quem sabe ela não possa transferir o título eleitoral pro Rio, por exemplo, onde foi mais bem votada que o Serra, e tentar ser prefeita da cidade daqui a dois anos, agora que o outro verde carioca, o ex-Gabeira, se suicidou politicamente? (mas ele não é evangélico). Marina também pode ser ministra no próximo governo do PT. Afinal, ela foi uma boa ministra durante um tempão. Num governo Serra não vale, primeiro porque ele não vai ter governo algum pro resto de sua vida, e segundo porque ser secretário do Serra é tiro no pé. Serra é centralizador demais pra mais alguém além dele aparecer no seu governo. Ou vocês são capazes de citar algum secretário dele em SP?
Outra coisa: não estou culpando eleitor de Marina de coisa alguma (só estou chamando de despolitizado, ingênuo, inocente útil - resumindo, bobão, ou bobona, se for mulher, o que é diferente de culpar alguém). Democracia é isso, cada pessoa vota em quem quiser, e lógico que não é só a Marina que recebeu voto despolitizado. Faz parte da eleição de todos os candidatos, sem exceção. Além do mais, pra culpar alguém de alguma coisa eu teria que acreditar que algo terrivelmente medonho aconteceu. E não aconteceu. Dilma teve mais de 14 pontos porcentuais na frente do Serra e está pertinho da vitória. Não acho que segundo turno seja algo negativo. Primeiro porque sempre pensei que haveria um segundo turno (só no último final de semana que o otimismo exacerbado realmente me contagiou, e mesmo assim vocês não vão encontrar um só post meu que não diga “se não houver segundo turno”, sempre com aquela cautela e caldo de galinha que me é peculiar). Um segundo turno torna uma eleição mais politizada, discutem-se mais propostas, podemos comparar projetos de governo – o que certamente só interessa a quem tem um governo bem avaliado. Veja, por exemplo, este ótimo pedacinho de entrevista com o Ciro (e vocês sabem que não gosto do Ciro), em que ele lembra que o Brasil levou 500 anos pra fazer uma dívida pública de 38% do PIB. Isso construindo hidroelétricas, estradas, Petrobrás, toda uma infraestrutura. No governo FHC, com todo o apoio do Serra, que Ciro chama de “Fernando Henrique boy”, essa dívida subiu pra 78% do PIB. Em oito anos! “Essa gente dilapidou o patrimônio brasileiro. [...] Perdemos um terço dos mestres e doutores”. E Serra quer se eleger por sua competência administrativa!
O lado ruim de um segundo turno é que os candidatos precisam fazer alianças piores ainda que as de costume e mais concessões. É inacreditável que o aborto (ou melhor, a manutenção da criminalização do aborto) seja um dos principais temas no final das eleições. Isso prova como estamos longe de termos um Estado laico. Porém, graças a um segundo turno, poderemos eleger uma candidata com a maioria dos votos (acho que ela terá 60%). É melhor que termos gente eleita pro executivo com poucos votos; há mais avalistas. Em suma: um segundo turno só é ruim se Dilma perder a eleição. Como esse padrão de comportamento bizarro só costuma acontecer com tucanos, não vejo problema. Logo, não tenho por que culpar marinistas (posso chamar vocês assim?). Só vou culpar se Dilma perder a eleição. Not gonna happen. Vocês não têm o que temer.

162 comentários:

Lord Anderson disse...

Normalmente eu diria que chamar de bobões os eleitores de um politico, não seria lá um bom argumento...

Mas considerando tudo oq disse...sou meio obrigado a concordar.

Mariana. disse...

tô chocada com você, Lola. E negativamente.

PRIMEIRO: os eleitores da Marina que eu conheço, são na maioria GAYS, universitários, favoráveis a discussão do aborto, etc. Mas claro: esses são os que EU conheço e, ao contrário de você, não vou sair por aí dizendo que a MAIORIA dos eleitores da Marina se encaixam nesse perfil, só porque a maioria que EU conheço é assim. Mesmo sendo um número considerável de pessoas.

SEGUNDO: você simplesmente conclui que as pessoas que votaram na Marina (dentre as quais eu não me incluo) não fazem idéia de que seu plano de governo é 'neoliberal'. Já passou pela sua cabeça que talvez elas SAIBAM sim e, mesmo assim, querem continuar votando nela, porque pensam diferente de você? E que pensar diferente de você não significa não ser politizado (muito menos bobão)? As vezes o que é bom pra você, é ruim para outros, e vice versa. E as pessoas costumam pensar mais em si, paciência. Não tô dizendo que concordo com esse capitalismo selvagem (com o perdão do exagero), mas como vivemos numa democracia, acho válido que algumas pessoas pensem assim. O debate leva à evolução.

TERCEIRO: assuma o que você disse. Você CULPOU os eleitores da marina no post anterior por NÃO ELEGEREM A SUA CANDIDATA no primeiro turno. E pior: você DISSE que plínio não deveria nem ter participado de debate algum, por ter tão poucos eleitores. EU nem vou perder meu tempo falando da quantidade de absurdos nessas duas afirmações, porque você já teve as respostas que merecia no post anterior. Mas devo admitir que fiquei realmente chateada por você ter dito - antes - que votar em plínio era ajudar o serra. E, pombas, porque eu deveria ajudar a DILMA? Porque eu deveria me privar de ouvir as propostas mais uma vez, os planos?

- QUARTO: Dilma é EX-abortista, Lola. Ex. O PT decidiu 'não dar ouvidos as feministas do partido'.
Defende, agora.

Lord Anderson disse...

"Tenho todo o direito do mundo de falar o que quiser, ainda mais no meu bloguinho."

Não é o seu caso Lola, mas que queria muito que alguns blogueiros lembrassem que sim, todos podem dizer oq querem, mas tb precisam se responsabilizar pelo que dizem.

Essa liberdade não é desculpa para se soltar mentiras, distorções ou ofensas a torto ou direito.

Isso ainda é crime.

Mariana. disse...

o mais engraçado é que os bobões despolitizados, num passe de mágicas, se tornarão politizados e conscientes quando migrarem seu voto para a Dilma.

Dária disse...

Texto bom sobre os votos de Marina:
http://www.idelberavelar.com/
Concordo com o que foi dito nele, temos de conhecer os motivos dos votos de Marina, e também as nossas falhas na campanha que levaram a eles... criticar somente os eleitores dela é perder possíveis votos.

no meu Estado, embora Dilma tenha tido uma maioria de cerca de 60%, ficou praticamente empatada com Marina na capital. Voto em Dilma e no PT, mas conheço eleitores de Marina dos dois níveis - politizados e não - e também não aprovo generalizações.

Niemi Hyyrynen disse...

Lola,

Você tem todo direito de dizer o que quiser, mas ao falar tem que aguentar depois os contra argumentos, já dizia o velho ditado né?

Me parece que você espertamente apenas vê o que quer, renegando ou marginalizando pontos divergentes.

Você fala da Marina como uma aliada do Serra, e a Dilma fez alianças com quem? Daí você dirá "ah! mas foi necessário!" A Dilma pode apelar, o Serra não pode, claro

Não estou defendendo o Serra, mas só acho que antes de dizer algo, use este mesmo argumento contra a Dilma e veja se não está sendo hipócrita consigo mesma.

Tudo isso na verdade é mimimi pq o PT não ganhou no primeiro turno.

Dizer que eleitor da Marina não é politizado, como se não tivesse muito eleitor da Dima que também não é.

Enfim...só lamentos, para de chorar Lola, se a vitória da Dilma é tão certa, pq dar tanta atenção para a Marina, vc tá com medo, assuma ao invés de querer intimidar as pessoas.

Niemi.

João Paulo disse...

Oi, Lola.

1 - A Mariana está certa. A Marina tem, sim, um discurso neoliberal. "Sustentabilidade implica em desenvolvimento econômico, em lucratividade". Não estamos negligenciando esse fato.

2 - Nós que elegemos a Marina fizemos campanha boca a boca. Eu mesmo convenci umas 5 pessoas a votarem nela. Calcule. Eu represento cerca de 17% dos eleitores de Marina no meu grupo de referência. A verdade é que os outros 83% iam votar em Serra ou Dilma apenas porque tinham que escolher "uma das vias", que era o mostrado na TV e na política tradicional.

3 - Vale lembrar que nem um nem outro dos "dois lados fortes" apresentou sequer um projeto de governo. São apenas frases como "O Brasil vai crescer", "O Brasil pode mais", "O meu presidente fez isso", "Mas o meu fez aquilo" e por aí vai. Plebiscito, Assembleia Nacional, Economia Sustentável... são propostas que incendiaram a democracia brasileira.

Tanto o acima, que ainda estou indeciso quanto a meu voto. E acredite: vou militar pelo candidato que melhor abordar as propostas de minha candidata.

Att.

Liliani Nascimento disse...

Fale Lola..... Fale.....

Sua postagem está bem legal...

É isso mesmo. Ainda fico me perguntando como pode caber tanta ingenuidade de muitas cabeças....

Mas sei que a culpa é do discurso da Direita, que faz parecer ser esquerda pros ainda bobinhos eleitores brasileiros e analfabetos políticos.

Cris disse...

Sabe o que eu adoro Lola??? As pessoas podem falar o que querem da Dilma, inclusive comentários sobre aparência e vida íntima.
As pessoas falaram durante a campanha o que queriam a respeito da Marina, a respeito também, inclusive, de sua aparência ou de sua origem social.
E eu não vi tanta indignação como estou vendo aqui!

Olha pessoal, estamos falando aqui de dois projetos políticos absolutamente diferentes! E é isso que estamos disputando!
Votar no Serra ou na Dilma é fazer essa opção!
Votar na Marina, me perdoem os ofendidinhos, foi fazer a opção pelo Serra!
Respeito a opção dos poucos que votaram na Marina em função de sseu plano de governo! Esses tem claro o modelo político que querem!
Os demais, sinto muito, são uns bobões sim, e bobões de direita!

Ah... e pra quem não gosta do que a Lola escreve existe sempre aquela opção de não voltar mais aqui né! ;)

Mariana. disse...

"Ah... e pra quem não gosta do que a Lola escreve existe sempre aquela opção de não voltar mais aqui né!" ;)

Pensei que a intenção era o debate, a troca de idéias. É isso que faz o blog tão legal. Falar em temas polêmicos acirra os ânimos, oras. Não me arrependo de nada que disse.

Agora, Cris, se você quiser adotar o slogan preferido da ditadura e adaptá-lo aos blogs - brasil, ame-o ou deixe-o - o azar é só seu. ;)

Mariana. disse...

"Marina em função de sseu plano de governo! Esses tem claro o modelo político que querem!
Os demais, sinto muito, são uns bobões sim, e bobões de direita!"

Então, tirando os politizados que votaram na marina, seus demais eleitores são uns bobões.

E daí eu concluo:

tirando os politizados que votaram na dilma, seus demais eleitores são uns bobões.

tirando os politizados que votaram no serra, seus demais eleitores são uns bobões.

Niemi é quem está certa: galera aqui adora adequar o discurso ao seu ponto de vista. Dois pesos e duas medidas...

Clara Gurgel disse...

Independente se Marina é ou não uma boa candidata,acho que faltou mais "visão política" em quem votou em Marina.Ela não demonstrava chances nenhuma de ir para um segundo turno com a Dilma,o que eu acharia até válido.Sua campanha só decolou no final,devido a rede de boatarias dos evangélicos e a saída do armário dos "neo-eco verdes".E depois,vamos convir que, nem haveria tempo hábil para que ela alcançasse o Serra em alguns poucos dias e fosse efetivamente para o segundo turno. Era visível isso e as urnas acabaram por confirmar,uma vez que,ela teve uns 15% a menos de votos do que o Serra.No final,o tiro saiu pela culatra: quem queria "uma terceira via" acabou jogando o segundo turno no colo do que a política brasileira tem de mais retrógrado, que é polítca do PSDB.E digo mais,até para quem acreditava ou acredita num futuro político promissor para a Marina,era melhor que agora votasse estrategicamente na Dilma.Às vezes, ser politizado significa analisar e entender todo o contexto político e não só uma de suas vertentes.

cronicasurbanas disse...

Lola,
a título de curiosidade: um tweet do André Vargas, secretário de comunicação do PT, ontem (clique no link). O fim.
De repente esse segundo turno tá virando discussão sobre fé e aborto entre os candidatos...
abr.

Antonio Luiz disse...

Tirando os tais de "crentes" que votaram em Marina, em sua maioria, sob pressão de seus "cardeais", os demais eleitores de Marina votaram nela porque quiseram. Assim como votei em Dilma, tiveram todo o direito e liberdade de fazê-lo. Do meu ponto de vista, equivocaram-se, ainda que tivessem boas intenções.
Se a argumentação principal da candidata Marina era a de que a eleição não fosse plebiscitária (PTxPSDB), essa tese agora saiu mais reforçada. Teremos no 2º turno, a exemplo de 2006, o aprofundamento do "plebiscito", com Dilma x Serra.
Por outro lado, ainda sob meu ponto de vista, o que se colocará realmente em debate serão os dois projetos de sociedade existentes hoje no Brasil, que estarão capitaneados por Dilma e Serra. Como tem sido comprovado nos últimos embates eleitorais, as demais siglas, como PV, PSTU e etc, são subsidiárias, ou seja, gravitam o espaço político sem massa suficiente. Quando próximos da realidade, apenas são atraídos gravitacionalmente.
Foi o que ocorreu com Marina. Montou cavalo em uma sigla de empréstimo e se "emprestou" a um papel que, logo, logo, não terá mais evidência: coadjuvante.
Por sorte ou desgraça daqueles que nela depositaram confiança, parece que ela é mais inteligente que Plínio e Heloísa Helena. Assim sendo, torço para que ela reconsidere suas posições, mas acho pouco provável.

Cris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris disse...

eu gostaria de saber quem não adequa o discurso ao seu ponto de vista!

todo ponto de vista é a vista de um ponto!

é obvio que a minha opinião está carregada das minhas crenças políticas e pessoais! se não fosse assim não seria minha opinião!

precisamos superar essa neurose de neutralidade. pq aqui ninguém é neutro e não tem que ser! até pq a pretensa neutralidade não existe, ela sempre esconde uma posição! sempre!

ainda bem que tu não te arrepende de ter dito o que pensas Mariana! não falei o que penso objetivando te causar arrependimentos, e sim objetivando trazer a minha postura ao debate!

(apaguei o comentário anterior, que tinha o mesmo conteúdo por ter visto alguns errinhos de digitação!)

cronicasurbanas disse...

Pelo visto, o secretário de comunicação do PT, @andrevargas13, está com a corda toda. Depois da primeira postagem no Twitter ontem:

"Agora é hora de envolver mais dirigentes na campanha.Foi um erro ser pautado internamente por algumas feministas.Eu e outros fomos contra"

logo depois veio com outra:

"O Brasil verdadeiramente cristão não votará em quem introduziu a PILULA DO DIA SEGUINTE que na pratica estimula milhões de abortos:SERRA"

(desculpe transcrever, não sei se todos aqui acessam o twitter)

Os candidatos não discutiram no primeiro turno e, pelo jeito, só vão ficar batendo boca no segundo.

Mônica

Roberto disse...

Lola, concordo totalmente com a Mariana. Adoro o teu blog, mas ultimamente tu andas muito parcial. Se quer falar em neoliberal... a Dilma assustava técnicos do IBAMA, ligando diretamente para eles para que liberassem obras em favor de grandes figurões (tais como Eiki, Antonio Ermínio, etc...)... Obras que, no tempo da Marina, só eram aprovadas com respaldo técnico. O PAC, ecologicamente falando, é um CAOS!

Borboletas nos Olhos disse...

Lola é sempre uma alegria ler seus textos. Até o que não diz do que penso me emociona. Porque é muito bonito ver alguém tão coerente e livre. Eu não canso de dizer que democracia permite exatamente que a diversidade se manifeste. Isso inclui podermos considerar que há votos despolitizados e, na minha opinião, isso se deu significativamente em relação à candidatura da Marina. Embora o exemplo pessoal não seja significativo tenho vários amigos gays que indicavam votar na Marina até que conversamos sobre suas propostas de plebiscito. Tenho vários amigos trabalhadores rurais que cogitavam votar na Marina até que conversamos sobre suas propostas econômicas. Só não consegui discutir mesmo com os que votavam na Marina porque queriam uma mulher presidente mas a Dilma não era simpática ou ia legalizar o aborto. Aí não dava. Eu não vejo nenhum problema em uma pessoa considerar uma plataforma liberal economicamente e conservadora em termos de costumes. Desde que, claro, fique claro que é isso que se está apoiando e defendendo. Eu, do meu lado, sou liberal em costumes e acredito em um Estado forte, distribuição de renda e políticas sociais. Por isso voto em Dilma. Por isso milito junto aos jovens que desconhecem nomes como Arena, censura, miséria. Por isso visto minha camisa vermelha e carrego bandeiras e passo cerca de cinco horas por dia na internet escrevendo comentários e posts sobre o tema. Porque acredito.

Sammy disse...

Lolla, o discurso da Marina é um discurso que é totalmente aceito em países com elevadíssimo IDH: o desenvolvimento sustentável. E eu fico super feliz com a vitória dela. Acho que é um sinal de mudança e preocupação das pessoas. Conheço muita gente que não é evangélica e votou nela. Aliás, do mesmo perfil que a Mariana (do segundo comentário) citou.

A Marina é a favor de um Estado totalmente laico, queria inclusive retirar do calendário feriados católicos. Por isso ela está certíssima em propor plebiscitos para resolver questões polêmicas, como a legalização do aborto. Acho muito democrático e isso iria trazer vários debates e discussões muito relevantes e importantes para sociedade.

E discordo totalmente do que você sugeriu em outra ocasião: que o Plinio nao deveria participar de debates. DEVE SIM. Até o maluco do Aerotrem deveria. Inclusive, acho que o horário eleitoral deveria ter um perfil totalmente diferente, mais próximo de um debate. As propostas dos candidatos e dos partidos seriam melhores expostas assim, eu penso.

Legal mesmo é ver a Dilma, que certamente é ateísta (tem todo o perfil pra isso!), ficar 'adulando' lideranças religiosas para buscar votos. Isso sim é bem legal. #ironia.

Niemi Hyyrynen disse...

"neo-eco verdes"


É engraçado pensar em mais essa perjoração (tática óbvia de intimidação).

Tem muito eleitor da Marina que acha que ela é a nova "Capitão Planeta", que vai juntar uma meia dúzia de ongs e salvar a Amazônia do Terrível imperialismo e a floresta será novamente considerada território nacional em livros de primeiro grau dos Estados Unidos (ironia em cima desta falácia, tudo isso pq viva! A super capitã está ai para defender o verde.


Se a pessoa votou na Marina sob aspecto, ela é um tanto ingênua, bem intencionada, mas inocente.

Agora dizer que ela não é politizada? Que é "bobona", isso me parece um tanto agressivo, a pessoa pode até estar enganada sob suas convicções, mas isso não quer dizer que ela esteja de modo sincero se interessando pelo assunto!

Escolher a opção errada não significa que a questão não foi estudada Lola a "Loletes".

Outro ponto:

O brasileiro, sempre foi de direita um "reaça, uhhh" e agora pelo que foi diagnosticado aqui, infantilmente está virando um "direitista light".

O que você queria Lola? Que do nada a pessoa virasse um esquerdista convicto? Nem tomando chá de cogumelo.

Essa transformação é lenta e pede que seja feita passo à passo.

Aprenda a ver algo bom mesmo nas suas frustrações!


Niemi.

Borboletas nos Olhos disse...

Um link interessante: http://www.casacinepoa.com.br/o-blog/jorge-furtado/dez-falsas-raz%C3%B5es-para-n%C3%A3o-votar-na-dilma

Erika disse...

Discordando da maioria furiosa aqui, eu também acho que o eleitorado da Marina é pouco politizado.
Aqui no Rio, o voto da Marina foi o volto pseudo-cult, pseudo-intelectual. Era super "fashion" e "cool" dizer que ia votar na Marina, porque, afinal, quem vota na Dilma é "ignorante que ganha bolsa-esmola" e assumir que ia votar no Serra não é algo lá muito bonito (aqui no Rio). Nisso, os bacanas que usam allstar quadriculado e óculos de armação plástica colorida e que defendem de boca pra fora o meio ambiente mas correm para comprar Iphones e outras parafernálias que impulsionam o chamado "obsoletismo programado", grande responsável pela devastação ambiental, e vão para a faculdade de carro em vez de usar metrô, correram para dar um voto "cabeça" na Marina. Gente bem jovem, que realmente não entende muito de política, de programa de partido, do sistema eleitoral brasileiro...

É claro que houve muitas pessoas conscientes votando na Marina (utópicas,talvez, mas conscientes), mas falo do que vi no geral.

Pareceu-me um voto pseudo-cult-intelectual-ambiental, além de ser uma saída contra a Dilma e contra o Serra, que, ainda bem, também é detestado aqui no Rio... pelo menos isso.

Erika disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nefelibata disse...

Lola.

Tentei comentar algo nessas linhas antes, mas sempre dava erro na hora da publicação.

Mas vamos lá de novo.

Nietzsche tem uma frase adorável que serve bem pra você agora: "quem caça monstros deve tomar cuidado para não virar um monstro também. Se você olhar fundo dentro do abismo, o abismo olha de volta para dentro de você".

Não adiantou nada você ter segurado suas expectativas de vitória no primeiro turno se agora sua reação é furiosa.

Embora exista lógica na sua argumentação, sua abordagem é violenta. Você precisa rever isso, até mesmo do ponto de vista da "utilidade política" (assunto esse para o qual francamente você se mostra obscura), pois ser truculenta com marinistas os empurrará para o candidato que você e eu não queremos.

Você precisa também se resolver com seus assumidos preconceitos religiosos. Isso só te atrapalha em momentos como este.

É querer forçar a barra resumir ou reforçar tanto os votos na Marina ao religiosismo e à despolitização. E mesmo que assim fosse, isso mostra outro problema: que fez o governo Lula para politizar essas pessoas? É uma falha do governo, e como a maioria das falhas cometidas por governos, isso representou uma resposta contrária nas urnas.

O que você diz do Plínio e do "terror comuna" é um absurdo. Em termos de capitalismo selvagem (não tem nada de exagero não, Mariana), Lula não mudou a estrutura de FHC, e nem poderia, assim como a Marina não poderia, nem a Dilma poderá (aliás, Marina caiu fora do governo justamente porque sempre perdia as quedas de braço para a Dilma nas licenças ambientais...). O que aconteceu foi que Lula abriu esse capitalismo para mais gente. Ser neoliberal / capitalista não significa ter renda altamente concentrada, vide EUA. Esse é o nosso grande problema social, e foi basicamente nisso que Lula trabalhou, e no que positivamente fez história. Ou seja, são dois problemas diferentes.

Se você repele sumariamente tudo o que não segue seu partidão, você não consegue aprender coisas novas como essas, e ainda por cima acumula antipatia das pessoas. Como você pretende politizar alguém, instruir alguém se você mesma não dá abertura para seu oposto? Isso só afasta os neófitos.

Falando em partido, temos mais um problema aí. Se é verdade que o André Vargas é o secretário de comunicação do PT (além de deputado federal reeleito), temos um problemão. Vide seu twitter:

"O Brasil verdadeiramente cristão não votará em quem introduziu a PILULA DO DIA SEGUINTE que na pratica estimula milhões de abortos.SERRA"

e

"Agora é hora de envolver mais dirigentes na campanha.Foi um erro ser pautado internamente por algumas feministas.Eu e outros fomos contra".

Meros "delizes", como foram os da Marta? Como fica a relação "pessoa/partido" nesta hora, na hora da eleição? É hora de fazer como o Churchill e se "aliar ao diabo" para vencer o adversário? Até onde os fins justificam os meios? Quando é que a gente tem que parar de olhar para o abismo para não cair nele?

Dá uma respirada, Lola. Esse segundo turno foi ruim porque revitalizou a mídia suja e o Serra, mas por outro lado está se mostrando uma excelente oportunidade para revermos nossos conceitos, e o PT os dele. Você deveria aproveitar esse momento também.

Abraços.

K.e.n.n.y disse...

Não votei na Marina, Lola, mas te pergunto: já que ser politizado é votar em partido, vc votaria no Collor se ele fosse candidato pelo PT?

maiacat disse...

Eu concordo inteiramente com a Mariana, mais uma vez. E ontem, em resposta ao meu comentário, você disse que eu tinha tido problemas de interpretação de texto, mas a verdade é que você se contradisse um bocado. Fica dizendo que a mídia não elege ninguém, mas reclama da "onda verde" que todo mundo "acreditou" e fica querendo dizer que atitudes mais democráticas como colocar o Plínio nos debates é só pra "forçar o segundo turno". Que mídia é essa que não elege ninguém mas pelo visto faz a cabeça dos "despolitizados"? É uma prepotência tão grande a sua, supor que todo mundo que não vote na SUA candidata seja "bobinho". Isso é no mínimo ofensivo, pra não dizer arrogante. E como disseram por aí, quer dizer que 86% da população brasileira é incrivelmente politizada, a mesma que já elegeu seu odiado FHC, por exmeplo? Mas, de repente, porque tão votando na Dilma ou porque votaram em Lula, tá todo mundo com certeza politizado? Que grande bobagem esse seu raciocínio.
E você fica como se fosse uma questão pessoal "ah, vocÊs estragaram a nossa festinha, a nossa candidata agor avai ter que esperar até o dia 31 mimi", e se esquece que eleição é justamente isso, muitas vozes oa mesmo tempo, de todos os lugares. Não tem essa de briguinha do colégio, e de ficar "argumentando" chamando os outros de bobões. Você não tem respaldo nenhum pra fazer as afirmações que faz e continua fazendo. Nenhum mesmo, é tudo suposição sua, e suposição preconceituosa.

Fernanda disse...

Erika,
Foi justamente o que eu vi também. Minha irmã, inclusive, que também não soube dar argumentos quando perguntei os motivos dela.

Clara Gurgel disse...

Niemy,quem sou eu prá intimidar alguém? Quando disse "neo eco-verdes" é porque acho que muita gente aderiu ao projeto "terceira via"da Marina,de última hora,principalmente depois do "arrastão dos evangélicos".Parece que estavam esperando um "start".Hora,se acreditavam tanto nessa nova proposta, por que não participaram desde o começo da consolidação da campanha dela?Por que não foram para as ruas fazer campanha,divulgar propostas,passar e-mails?Fazer com que o grande eleitorado conhecesse mais a candidata(porque fabricada por fabricada,até outro dia,tinha gente que nem sabia que ela tinha sido ministra do meio ambiente) Bom, pelo menos não foi isso que eu vi.Só depois que a tal "onda verde" passou é que muita gente pegou carona,"saiu do armário".
Só um detalhe:que fique bem claro que isso é só uma opinião minha em cima do que eu pude vivenciar.Não sou e nem tenho a pretensão de ser nenhuma analísta política.

Fernanda disse...

Lola e gente,
Ontem estava conversando com duas pessoas que trabalham no mesmo lugar que eu e elas me contaram uma coisa que eu fiquei chocada.
Elas ganharam R$ 700,00, não sabem de quem, para ficarem durante 40 dias falando mal da Dilma no ônibus. Elas ficavam falando mal entre elas e as pessoas ao redor começavam a participar.
Fiquei chocadíssima! Se eu não tivesse ouvido da boca delas, não teria acreditado. Alguém já ouviu algo assim também?
Sei que isso nunca vai dar em nada. Ninguém vai investigar ou descobrir alguma coisa. Mas é importante a gente saber o que acontece e as estratégias de certos grupos.
Abração!

maiacat disse...

http://www1.folha.uol.com.br/poder/809786-pt-estuda-tirar-aborto-de-programa-para-estancar-queda-de-dilma-entre-religiosos.shtml

piscardeolhos disse...

nossa, quanta soberba.
e btw edir macedo apoia a sua candidata.
ele é o cara, né não?

lola aronovich disse...

Gente, não tenho como responder, estou correndo demais. Continuem discutindo, numa boa. Sou totalmente a favor de que todos digam o que pensam. Todos, incluindo euzinha aqui.

Só queria dizer sobre o André Vargas que ele totalmente pisou na bola no seu twitter. Eu e outras pessoas discutimos sobre isso no twiter e numa lista de feministas, através de emails. Essas declarações que ele fez, primeiro de culpar as feminitas, depois atacando a pílula do dia seguinte, foram desastrosas. E é lógico que a direita está se aproveitando disso. Minha posição sobre legalização do aborto e casamento gay é bastante polêmica, e pragmática tb: sou totalmente a favor de ambos, como sabem todos que leem meu blog. Mas não acho que agora é o momento de discutir esses temas. O executivo não tem nada a ver com a aprovação desses projetos. Isso cabe ao legislativo. Manter esses temas em pauta é o que a direita mais quer. Já tem gente no Twitter dizendo "Ah, se a Dilma andar pra trás em relação ao aborto, não voto mais nela". O PT tem que responder rapidamente todos os emails religiosos (principalmente aquele dizendo que Temer é satanista, que vem se espalhando como água), e tirar esses temas de pauta.

James Figueiredo disse...

Oi, Lola.

Vou insistir num ponto que já comentei aqui outras vezes, e que realmente gostaria de ver você comentar. Você diz que:

"Quem quiser me convencer que Marina é favorável à legalização do aborto ou do casamento gay porque, afinal, ela defende um plebiscito a respeito do assunto, também vai ter que rebolar. Direitos de mulheres e de homossexuais não devem ficar à mercê da população, e sim de um congresso."
Concordo COMPLETAMENTE, achei um verdadeiro absurdo a Marina sequer considerar a possibilidade de plebiscito para decidir essas questões.

Mas então, O QUE DIZER DA DILMA, que foi lá e se curvou lindamente pras lideranças evangélicas várias vezes durante a camapanha?? Dilma passou de candidata que defendia que a) o aborto é uma questão de saúde pública e b) que o casamento gay deve ser tratado na esfera do Estado, que não tem nada a ver com casamento religioso, para uma canditada que, na tentativa (pífia e, no final das contas, infrutífera) de conquistas os crentes defendia, às vesperas da eleição, que o aborto era "uma violência contra a mulher" e jurando de pé junto que não iria interferir nem um pouqinho com a extremamente bem-suvedida investida crente contra os direitos dos homossexuais no Congresso. Inclusve defendendo, veja só, parcerias entre Estado e igreja para a educação.

Inadmissível, na minha opinião, ainda mais pelo fato do PT ser tradicionalmente progressista nessas questões.

Mariana. disse...

Discordo, Lola. Acho que esses temas polêmicos devem sim ser debatidos, mormente em época eleitoral. Engano seu que isso só diz respeito ao legislativo. Agora não tenho tempo, mas depois passo aqui com um resuminho sobre a criação de leis no brasil. E sobre a possibilidade de plebiscito também.

Também vi gente no twitter dizendo que se a dilma continuar com esse viés conservador, vão repensar o voto. Acho válido também. Ora, pessoas como você votam no PT por se idenfiticar com o programa do partido. Aí o partido vem e muda de opinião em temas estrategicos, decisivos e basilares. Aí qual a justificativa par a continuar votando? A ética que não é..

Gustavo Côrtes disse...

Concordo com você Lola. Dos meus vizinhos passando pelos parentes e indo até o pessoal da faculdade, quem votou na Marina, votou simplesmente porque não "gosta" da DIlma, pq ela é antipática, grossa, etc. etc. etc. Claro que um outro ACHA que ela tem um plano de governo que visa o meio ambiente e entra naquela vibe de "vamos ajudar o planeta", mas sem saber como ela faria isso. Então pra mim, quem vota na Marina, é DESPOLITIZADO SIM. É gente que quer discutir política lendo na Wikipedia.

Well Bernard disse...

Lola, leia essa entrevista da Marina Silva ao portal LGBT Mix Brasil. Justamente a crentizinha se posicionou de uma maneira bem clara e que vão de encontro, na minha opinião, aos interesses do público LGBT. Claro, que outras questões como o plebiscito e a confusão entre casamento civil (laico) com casamento religioso ainda é percebida. Mas acusar Marina de contrária as requisições do público LGBT não dá e a minha grande decepção em relação a Dilma Rousseff é essa falta de posicionamento dela, aliás, a aproximação dela com setores religiosos, coisas, que a justiça seja feita, a Marina não fez.

http://mixbrasil.uol.com.br/pride/politica/marina-rasga-o-verbo-sobre-relacao-com-lgbt-confira-entrevista.html

Se quiser ler minha opinião mais a fundo, eis aqui um texto, com alguns erros de grafia - descuido meu, no meu blog.

http://sempreavantenonadainfinito.blogspot.com/2010/10/revendo-os-conceitos-sobre-marina-silva.html

Peixos Lola.

Leila Silva disse...

Eu concordo plenamente com você, só ainda não sei se a Marina ficou deslumbrada, se se vendeu mesmo ou o quê. Na fala dela de domingo eu achei que na verdade ela sabia o que estava fazendo, ela disse que apesar de não ter ido para o segundo turno o mais importante tinha conseguido 'vai haver segundo turno'. Então ela sabia que estava sendo usada pelo PSDB.

Niemi Hyyrynen disse...

É isso ai Lola,

Vc com seu pré-conceito religioso reprimido está redondamente enganada.

Diz que a Marina só teve o sucesso que teve por causa dos evangélicos tentarem anular a Dilma e favoreceram ela ( a Marina ).

Mas quem tá lambendo o chão que o pastor pisa é a Dilma, indo de bom grado contra suas próprias idéias.

:)

Niemi.

Nathália. disse...

Sendo bem sincera.. são poucos os eleitores de Dilma, Marina e Serra que são de fato politizados. Falo isso porque X vota em Marina porque gosta do meio ambiente, ou porque não gosta nem do Serra nem da Dilma. Y vota em Serra porque não gosta da Dilma nem curte a Marina. Z vota em Dilma por causa do Lula, ou por medo do FHC e cia.
Se for pra seguir essa linha... os únicos eleitores realmente politizados são os que votam em pequenos partidos, porque acreditam nos candidatos destes partidos, a despeito do que a maioria massificada acha. Logo, seguindo a lógica, politizado mesmo é quem vota no PSTU, PSOL, PCB e afins. Eles votam por questões meramente políticas e ideológicas.

Julia disse...

Eu entendo que as pessoas se sintam na necessidade de uma terceira via, de alguém que não seja nem PT, nem PSDB. E, creio, muitos votos da Marina foram isso. Basta dar uma olhadinha pelo Twitter. Ninguém está falando em sustentabilidade, ninguém está falando em demorar menos no banho, separar lixo, parar de comer carne. Um tweet que recebeu muito RT dizia assim: "Quer um motivo para votar em Marina Silva? Eu te dou três: Dilma, Serra e Plínio". Não é achismo. Eu não vi ninguém, ninguém MESMO, defender o voto da Marina sem falar isso. Que votar nela era fugir dessa polarização.

O caso é que eu, euzinha, não vejo ONDE que a Marina não faz parte da polarização. A pessoa Marina Silva parece ter uma simpatia pela esquerda, porém o partido dela é e sempre foi aliado da direita. Então, onde há a terceira via? A Marina, enquanto candidata do PV, se mostra como um pedaço da via Serra.

Não acho que o voto na Marina não foi um voto politizado. No meu ponto de vista, ver essa via-da-segunda-via é de certa forma uma politização. O que me incomoda é ver gente que votou na Marina - e, acreditem-me, eu vi muitas - dizendo que tudo, menos a Dilma. Aí tu pergunta: por quê? Ninguém me respondeu até agora. Ninguém disse qualquer coisa, nem que fosse um simples "porque ela é pró-aborto" (que eu discordaria, mas aceitaria como um argumento). Por que não a Dilma? Por que o Serra é melhor? Por que ser pró-Serra, se a Marina Silva fez parte do ministério do PT? Por que ser pró-Serra, se o próprio Serra disse que a Marina e a Dilma têm muito em comum? Por que "tudo menos a Dilma" se o Brasil só fez crescer e a Dilma mostrou tanto a que veio quanto a Marina Silva?

Não acho que o voto na Marina tenha sido sem consciência política. Mas acho, sinceramente, que votar no Serra no segundo turno, tendo votado na Marina no primeiro, vai. Não apenas porque a Dilma é a minha candidata, mas porque até agora eu não vi ninguém explicitar um motivo. Nem que fosse "eu votei na Marina por causa do PV e o PV é de direita, logo o PSDB é a melhor escolha". Nem isso, que é a resposta mais óbvia e simples, eu vi alguém dizer.

Julia disse...

Em tempo: eu gostaria de concordar com a Lola e dizer que acho que quem vota em pessoa, e não partido, não é politizada.

Mas nessas eleições redefini meu conceito.

Pra mim, não está votando com consciência política quem não vota em nenhum cargo pro legislativo. Simples assim. Não tem como governador no executivo sem aliados no legislativo. Pra mim, um voto pra presidente ou governador, cru assim, de nada serve. Posso estar errada, sem dúvida, mas não enxergo como é que se pode dizer politizado e não pensar em senadores e deputados.

Bruno Stern disse...

Eu vi dois tipos de votos na Marina no estado do RJ(nas cidades que frequento Niterói, Macaé e a capital).

Muitos de evangélicos sim assustados com as correntes anti-Dilma. A questão do satanismo foir realmente muito forte em vários grupos. E é um lado a ser trabalhado dentro do PT. Não adianta ficar correndo atrás de pastores, fazendo concessões, se na hora H essa turma não transfere voto.

Outro polo de votação na Marina foi sim pessoal de classe média que acreditava ser um voto fugindo da "sujeira" dos outros dois. Fazia parte de um voto que ia de Gabeira e César Maia a Temer e Chico Alencar.

Esse último grupo me parece catapultado após uma maior exposição da Marina no final da campanha.

Não gosto de falar que alguém é ou deixa de ser politizado. Mas um voto que misturava alianças com o DEM e o PSOL me parecia ao menos bastante confuso em termos ideológicos.

p.s. quem votou no Marina por conta de Plano de Governo neoliberal não era melhor ter votado logo no original(PSDB/DEM)?

Mirella Nogueira disse...

Eu já esperava isso...rs
Depois de todas as minhas discussões aqui no blog sobre o governo PREDATÓRIO Lula/Dilma, discussões essas que não deram nenhum fruto até pq a maioria que vota em Dilma não está nem um pouco preocupado na questão ambiental (é só ler sua plataforma de governo ou ver suas ações devastadoras do PAC para se certificar), eu já esperava tal reação dos petistas se a Dilma não ganhasse no primeiro turno...rs

Aliás, para seu desespero Lola, a grande maioria de meus amigos e conhecidos que SÃO ambientalistas, votaram na Marina principalmente pela sua gestão ambiental! E a maioria é ateu ou não tem religião. Ó Pasmem!!! E irão votar agora no Serra não pq acreditam que a dilma seja satanista mas pq apesar dele ter feito um governo pouquíssimo preocupado com esse assunto (ambiente, animais, etc), ele consegue ser melhor que o Lula/Dilma com seus crescimentos a qualquer custo (Brasil virará uma China, com o meio-ambiente todo f*, pq só se pensa em crescimento, PAC e foda-se "animaizinhos"... aliás, Lula adora culpar todos os animais pelos atrasos do desenvolvimento, no alto da sua ignorância extrema...rs), com discursos tenebrosos e amedrontadores de que o meio ambiente é uma AMEAÇA, da destruição de mangues, usinagem em restingas, pantanal, amazônia, etc.

E ainda tem gente no seu bloguinho que diz que não se deve votar em alguém apenas pela questão ambiental por exemplo, e se votar na Marina então é ser despolitizado e vive na idade Média... Mas, se o fulano vota na Dilma apenas para garantir sua bolsa-família, aí não, aí é o ser mais politizado do mundo! Por mais que não conheça nadinha do candidato, de suas propostas, nada, mas pensando nele, em seu benefício, vota na Dilma, aí merece o prêmio nobel da politização e sapiência...rs

Gozado dizer que quem vota na Marina não é politizado. Pra vc então, só é politizado se votar pensando no partido, mesmo que não saiba de nenhuma proposta do candidato, de seu passado, de seu caráter? Ou quem é de seu partido do coração são sempre pessoas maravilhosas, de caráter e competência ímpar? Se colocassem Zé Dirceu (amiguinho de Dilma) para tentar se eleger presidente, e fulano votasse nele apenas pq é petista, seria de uma politização e de uma inteligência sem igual? Aliás, vc usa a palavra ingênuo... bem, ingênuo é votar em alguém pelas suas propostas e pelo seu caráter. Isso é ser ingênuo e bobão, vulgo idiota! Mas sábio é votar em alguém apenas pq pertence ao seu partido de escolha, mesmo que esse seja um incompetente, mau-caráter e corrupto?

Nossa, realmente aprendemos tudo errado! rsrsrs

Essa é a cartilha de civilidade que o PT distribui? rsrs

Mirella Nogueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mirella Nogueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Insana disse...

Perfeita forma de colocar.

bjs
Insana

Arashi disse...

Lola, você está esquecendo que só por que as pessoas não têm opinião igual a sua não significa que elas não tenham opinião. Teve gente que votou na Marina porque, apesar de não concordar com a política do Lula, de estar mais próximo á direita, acha o Serra incompetente. Escolheu a Marina, que tinha posições similares em alguns pontos, mas que não era o Serra. Votar na Marina não significa não saber que as políticas delas tem um quê de direita. Às vezes, é exatamente por isso que a pessoa votou nela.

Quanto ao aborto; entendo que político nenhum nesse país, se quiser ganhar uma eleição pra presidente, pode dizer 'ah, vou apresentar uma proposta de descriminalização do aborto'. É dar tiro no pé. No entanto, acho que dava pra Dilma ter assumido uma postura firme, similar à do Lula (no final, foi a postura que ela adotou, mas faltou firmeza) de que aborto é uma questão de saúde pública. Ela capitulou, e me decepcionou nesse ponto.

Julia disse...

Não existe proposta do candidato. Existe proposta do partido.

Partido nenhum vai botar um candidato que discorda da maioria, que é contra os interesses das alianças. Isso não faz sentido. Uma coisa é conhecer a história, outra é votar só por causa dela e fazer de conta que aquela pessoa não foi escolhida pelo partido por fazer, oras, parte dele.

Mirella Nogueira disse...

Ah claro Júlia! Então não importa a pessoa em si? Lula faria o mesmo governo que um Dirceu se fosse presidente, já que ambos são do mesmo partido e devem ser bonequinhos fantoches dos mesmos?

Claro, claro... pq não pensei nisso?? Não devo ser politizada... aliás, votei na Marina... ixiii

Então votar na Dilma será a mesma coisa que votar em Dirceu e os políticos petistas que são corruptos e que participaram no mensalão por exemplo, fazem um mesmo governo que um político petista honesto e competência.

Aliás, não existe nem o caráter competência pessoal numa gestão, até pq, este é só um fantoche do partido!

Ahh e falando em alianças... gostei do comentário da Niemi:

"Você fala da Marina como uma aliada do Serra, e a Dilma fez alianças com quem? Daí você dirá "ah! mas foi necessário!" A Dilma pode apelar, o Serra não pode, claro"

Borboletas nos Olhos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Borboletas nos Olhos disse...

Mirella, um elemento indispensável, penso eu, para um debate democrático é a abertura para ouvir - no caso ler - de forma tolerante e respeitosa o discurso diverso e, a seguir, mesmo que de forma ácida como faz a Lola, posicionar-se. Penso que a mera ironia (ou mais exacerbadamente o sarcasmo) não contribui para o entendimento. Recoloco a relevância de posições distintas e não acho que a busca da unanimidade deva pautar as discussões. Isso posto, quero reforçar a idéia apresentada pela Julia. È claro que ela não estava propagando a ideia de uma uniformidade de estilos. As pessoas são distintas, suas palavras, formas de reagir e emoções, por exemplo, também. Mas um governo não é uma pessoa. É uma plataforma de idéias materializadas em políticas e programas. Neste sentido pode-se, sim, imaginar que um governo Dilma é bem mais parecido com o governo Lula do que com qualquer outra gestão de qualquer outro partido que não opere com as mesmas prerrogativas. Eu voto na legenda desde meu primeiro voto tanto para cargos executivos como legislativos. Acredito em partidos fortes, em plataformas políticas. Há muitos políticos de outros partidos que respeito e admiro. São pessoas incríveis. Há ideólogos de direita que admiro. São pessoas inteligentes e coerentes. Não voto nestas pessoas nem compartilho de suas idéias. Isto é o comeo da civilidade, penso eu. Votarei na Dilma pelo programa de governo e pelas diretrizes que o partido propõe. Pelo conjunto. É por compartilhar destas diretrizes que Dilma construiu sua trajetória política. Então, penso que não dá pra fragmentar. Voto na Guerrilheira, com orgulho, porque votando nela voto nas idéias de distribuição de renda, inclusão social e participação social.

Bruno Stern disse...

Os nossos ditos ambientalistas deviam verificar qual o país que mais investe em energias limpas renováveis e que pretende ter uma participação realamente significante destas em sua matriz energética antes de repetir bobagens por aqui.

Abraços.

disse...

well bernard, legal você ter postando esse link!
foi uma das entrevistas que me fizeram decidir definitivamente entre a dilma e a marina.

lola, poxa esse assunto no fim deu "pano pra manga"...rsrsrsrs! sabe, lola, eu realmente gosto muito do que você escreve em geral, como já tinha comentado antes, mas realmente venho discordando de você nesses últimos posts.
eu votei na marina, como já disse, e se você acha que eu sou bobona e/ou ingênua e/ou despolitizada, tudo bem, sua opinião...só que a verdade é: quando estava decidindo em quem votar, estava entre a marina e a dilma pelas propostas das duas. votei na marina, e se ela tivesse ido para o segundo turno eu votaria nela, como isso não aconteceu, votarei na dilma, porque entre ela e o serra acredito mais nas propostas dela. o que eu quero dizer é que, estou exercendo meu direito de agir de acordo com o meu juízo e com minhas opiniões a respeito do que pesquisei sobre cada candidato e cada partido, assim como anteriormente votei no lula por suas propostas e depois por tudo o que ele de fato realizou, e só vim aqui antes e agora falar sobre minha opinião porque acho que sendo o seu espaço de comentários aberto para todos, cada um pode fazer isso livremente, dentro apenas dos limites da boa educação.
se apesar disso tudo, sua opinião continue sendo de que pessoas como eu são pessoas ingênuas, bobonas e despolitizadas, sinceramente não fará nenhuma diferença para mim ou para você, pois continuarei a visitar e ler seu blog sempre (porque eu gosto muito dos seus textos), mas acho que vou pular os textos sobre política pois como percebi, estes não são muito abertos para discussões.

beijos

Mirella Nogueira disse...

Borboleta nos olhos,

Leio e discuto sempre de forma tolerante e respeitosa, ou estou agredindo alguém? Ironia e sarcasmo faz parte de qualquer debate, quer vc queira ou não. E se a pessoa não consegue se controlar ou aceitar isso é melhor nem debater. Lola mesmo, usa de ironia e sarcasmo sempre e não vejo nada demais, aliás até gosto! Tem vezes que apenas um simples sarcasmo para se fazer entender...rs

E não estou meramente soltando sarcasmos e ironias ao léu, estou debatendo com as minhas idéias também, e como vc mesma disse, minhas posições distintas!

E mais uma vez discordo de ti nessa qustão. Tudo bem que um governo não é uma pessoa só e que um partido é feito em sua maioria por pessoas que pensam igualitariamente em muitas coisas. Mas daí a dizer que votar em um político analisando as suas propostas (ou como vcs querem falar, as proposta do partido), o seu caráter, etc, é ser despolitizado e ingênuo é demais pra mim! Assim como discordo totalmente da Júlia quando adota uma posição de que um político seria apenas um fantoche de seu partido. Por mais que ele esteja inserido nele, tenha diretrizes, alianças, etc, um político nunca fará um governo igual ao seu outro colega de partido.

E podem apostar que se Dilma ganhar, não será a mesma coisa que Lula. Pensar assim é que é ser ingênuo na minha opinião.

Mirella Nogueira disse...

Bruno Stern... e qual é o país que mais investe em energias limpas e renováveis?? Essa eu quero saber!

Por acaso vc acha que biocombustível é energia limpa? Cadê o Brasil investindo em energia solar e eólica com todo o nosso potencial?

Ou vc acha que plantar cana e fabricar álcool é a melhor opção? rsrs

Mariana. disse...

Oi de novo, gente; Oi de novo, Lola.

Vi seus tweets matinais, Lola. Senti nojo do tom deles. Eu sei que você não tem nada com isso, mas eu queria te dizer mesmo assim.

O seu tom é de quem nem cogita a hipótese de repensar a própria opinião, porque acredita estar certa e ponto.

se quer um conselho, siga o que a nefelibata disse.

seu post foi tão absurdo que nem os trolls habituais compareceram aqui. talvez eles sentiram que nós podíamos fazer o trabalho por eles, hoje.

joshua disse...

Que papo é esse? Esta mulher nunca "cuidou" da própria casa. Quer "cuidar" de um país?

Que negócio é esse de "herança", de "cuidar do povo"? Que negócio é este de "mulher" que "vai cuidar"? Dilma Rousseff(PT) não tem nenhum mérito para se arvorar em ser a mãe dos brasileiros e babá do povo.

Como mulher e como mãe, com todo o respeito, afinal de contas é ela quem está explorando esta condição que não tem a mínima importância, abrindo espaço para ser contestada quanto a este aspecto irrelevante, a candidata é um fracasso absoluto.

joshua disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
joshua disse...

Sempre viveu longe da única filha.

Seus dois casamentos foram um fracasso, tanto é que terminaram. Nunca cuidou de uma casa, de um lar, de " um cantinho um violão, este amor, uma canção"

Onde uma foto de véu e grinalda? Onde uma foto de batizado? Onde uma foto de namoro? Onde uma foto de festinha de criança? Onde um único gesto de "maternidade" ou de "matrimônio"?

Julia disse...

Esta mulher nunca "cuidou" da própria casa. Quer "cuidar" de um país?


AHAHAHAHAHAHAHAAHHAAHAHAHAHA
AHAHAHAHAHAHAAHAHHAHAHAHAHAHAA
AHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAAHHAAHHAHAA
HAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

joshua disse...

Como mulher, como "mãe que cuida", com todo o respeito, Dilma é um embuste, um truque, uma pegadinha. Ela não tem as credenciais mínimas como mãe, como esposa, como companheira fora do partido e da guerrilha, como mulher.

Que se "venda" como gestora, administradora, executiva, burocrata, o que quer que seja. Como a "mão que cuida" está mais para a "mão que balança o berço".

Muito mais do que a vida terrorista, a vida assaltante de bancos, a vida falsificada da Unicamp, está este buraco negro de personalidade, percebido sutil e profundamente pelas mulheres brasileiras que a rejeitam como candidata pois, no campo do universo feminino, não são admitidas mentiras e falsificações.

Julia disse...

Mirella, vai falar em tom de zombaria com quem estive falando em tom de zombaria. Eu falei séria e educadamente, então, por favor, retribua a gentileza.

Não sei se Zé Dirceu teria feito o mesmo governo que o Lula. Mas, se foi vice, é porque o partido - presidido por Lula - achou que eles se equiparavam em ideologia e, portanto, Zé Dirceu seria um bom substituto. Não existem pessoas políticas, existem partidos, existe filiação. A Marina pode ser uma pessoa bem diferente do PV mas, se foi escolhida, é porque vai representar os interesses do partido. Isso é básico.

Borboletas nos Olhos disse...

Mirella, eu não me senti agredida, você se sentiu agredindo? Apenas indiquei que, talvez, com as informações e posturas relevantes que você tem, sua contribuição para o debate pudesse ser ainda maior com um certo cuidado com os adjetivos. Mas estilo é estilo, e o estilo é a pessoa, já dizia Flaubert (autor, aliás, que admiro muitíssimo). Eu só quero destacar que eu e maior parte das pessoas que votamos na Dilma não esperamos que faça um governo igual ao governo Lula, mas que o faça com bases similares e que haja avanços, e claro que espero que eles sejam significativos em várias áreas. E considerar despolitizado o voto que analisa o candidato de forma isolada das idéias e programa do seu partido não me parece ingenuidade ou má-fé. Parece-me uma leitura acertada levando em consideração o que você e eu concordamos - acho - que um governo vai além do seu representante. Claro que os valores deste candidato vão fazer diferença nas batalhas que ele vai escolher travar durante sua gestão. É com isso que estou contando.

Victor disse...

Acho que a Lola tem todo o direito de dizer o que pensa da forma que quiser - nesse caso, um pouco agressiva. E eu concordo com tudo.

Outras pessoas disseram coisas muito interessante aqui sobre os votos dados a Marina - a Erika e a Julia.

"Aqui no Rio, o voto da Marina foi o volto pseudo-cult, pseudo-intelectual. Era super 'fashion' e 'cool' dizer que ia votar na Marina, porque, afinal, quem vota na Dilma é 'ignorante que ganha bolsa-esmola' e assumir que ia votar no Serra não é algo lá muito bonito (aqui no Rio)." (Erika)

Foi exatamente isso que aconteceu aqui no Ceará também e é o que você vê no Twitter. Muitos jovens de cabeça oca, tuiteiros coloridos, groupies, pseudo-cults, que se acham muito idealistas e querem votar contra a "estrutura vigente", votaram na Marina e ESSES caracterizam o voto DESPOLITIZADO.

Agora, como a Mariana diz, se alguém tiver votado na Marina pensando no plano de governo neoliberal dela, esse alguém deu um voto politizado porque realmente concorda com a proposta da Marina. Mas já disseram aqui algo sobre isso: se é pra votar no neoliberalismo, por que não o Serra? Ele não consegue fazer nem isso direito?

"Não acho que o voto na Marina não foi um voto politizado. No meu ponto de vista, ver essa via-da-segunda-via é de certa forma uma politização. O que me incomoda é ver gente que votou na Marina - e, acreditem-me, eu vi muitas - dizendo que tudo, menos a Dilma. Aí tu pergunta: por quê? Ninguém me respondeu até agora. Ninguém disse qualquer coisa, nem que fosse um simples 'porque ela é pró-aborto' (que eu discordaria, mas aceitaria como um argumento). Por que não a Dilma? Por que o Serra é melhor? Por que ser pró-Serra, se a Marina Silva fez parte do ministério do PT? Por que ser pró-Serra, se o próprio Serra disse que a Marina e a Dilma têm muito em comum? Por que "tudo menos a Dilma" se o Brasil só fez crescer e a Dilma mostrou tanto a que veio quanto a Marina Silva?" (Julia)

Já me responderam por que "não a Dilma": uma prima disse que viu um vídeo dela quase "assumindo" corrupção, dizendo algo sobre "usar o dinheiro do povo". Queria saber se esse vídeo existe mesmo, porque até hoje não apareceu!

O que a Julia disse está MUITO correto, foi isso que eu vi também. Gente que está tão cansada de ouvir essa troca de acusações entre PT e PSDB que, ao invés de se POLITIZAR, ao invés de LER e se informar, faz o velho "jeitinho brasileiro" e pega o atalho: vota na Marina!

E as razões para "tudo menos a Dilma" que eles usam vão começar a aparecer: Bolsa-"Esmola" (já discuti muito sobre isso no Twitter), aborto, casamento gay (acho que os eleitores mais esclarecidos não vão usar essa), mensalão, FANTOCHE DO LULA (essa eu ouvi DEMAIS).

As pessoas estão QUESTIONANDO a competência da Dilma por causa da participação MASSIVA do Lula na campanha, mas, sinceramente, penso que QUALQUER CANDIDATO que o PT lançasse sofreria as mesmas críticas. Lula tem um papel hoje tão importante na política brasileira que virou consenso seu Poder Moderador.

Acho que com a saída de Marina das eleições, as pessoas vão tentar se informar mais sobre os candidatos ao invés de tomar o caminho fácil "Marina". E, se houver informação, não há dúvida de que Dilma ganhe. Precisamos usar o Twitter ao nosso favor, SÉRIO MESMO. O Twitter elegeu Marina porque é lá que está essa nova camada de "pseudo-cults". É lá que é preciso jogar links, tentar consicentizar e ganhar o eleitorado oco de Marina.

Victor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Victor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Victor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Victor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ághata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ághata disse...

Muito bem, após ler todos os 46 comentários deste post e os anteriores continuo com a mesma pecepção: a galera que veio aqui argumentar com Lola querendo justificar que o voto na Marina era politizado não fizeram outra coisa se não a) ofender Lola, b) atacar a Dilma e c) afirmar que conhecem uns fulanos aí que são 'gays, ecochatos, ateus, feministas' e que votaram na Marina.

Então, você realmente pode votar na Marina porque acha Lolinha arrogante, você pode votar na Marina porque não gosta do Serra e da Dilma porque os dois são chatos e seus pais já votavam no partido deles antes de você nascer (o que não deve fazer tanto tempo assim) e porque seus amiguinhos que são gays, ecochatos e talz votaram nela. Mas isto não torna seu voto politizado.

A piada é que Só quem falou dos projetos da Marina (para justificar sua posição política) para falar sobre os votos foram pessoas que não votaram nelas.

A pessoa tem uma atitude dessas e se ofende com Lola os chamando de bobos (eu sinceramente tenho um conceito pior de alguém que não sabe nem em quem tava votando, mesmo após ter "estudado" as propostas de sua candidata).

...Ah, caso você não se encaixe nessa descrição, ótimo, eu realmente peço que você venha cá argumentar com a gente. Vai ser divertido.

Bom, alguém falou que sustentabilidade tem a ver com crescimento econômico. Se eu tivesse cara a cara com esta pessoa eu iria pedir encarecidamente que ela me explicasse o que é sustentabilidade.

Engraçado que qualquer ecochato (ecochato, tá? não os rebeldes sem causa que trocam de celular todo ano e não conseguem nem reduzir a quantidde de lixo de sua própria casa) sabe que o que mais ferra com a questão ambiental é o consumismo desenfreado que é a mola propulsora do crescimento econômico em modelos neoliberais (o modelinho da Marina Silva).

É exatamente por isso que a ecochata mais ecochata que conheço - que realmente estuda sobre o assunto e vai moldando seu comportamento de acordo com sua ideologia - não votou na Marina.

Porque qualquer pessoa com mínimo discernimento iria questionar como aliar sustentabilidade com crescimento econômico - que é uma incógnita mesmo nos países mais desenvolvidos em termos tecnológicos.

As maiores entidades poluidores são indústrias e empresas - de médio a grande porte, claro - que tão muito ocupadas com o jogo econômico neoliberal para respeitar o meio ambiente. Aliás, com os custos que elas teriam que arcar para adquirir uma postura ecologicamente correta (algo sinceramente que eu acho impossível da parte de empresas de grande porte) elas teriam grandes problemas para se manterem no mercado.

João disse...

Mirela, Nefelibata e Mariana:

É por gente como vocês que continuo visitando este blogue. Gente com ideias divergentes, mas nem por isso julgam os outros como uns bobões... Opiniões sensatas, que enxergam muito além de suas preferências pessoais mas que sabem respeitar as opiniões diferentes. Permitem que eu assine embaixo de tudo o que escreveram? Vocês são fantásticos!

Mirella Nogueira disse...

Julia, falar em tom de zombaria não é falar zombarias... E se vc não consegue aceitar tal fato querida, vai fazer tratamento...rs
Pq coisa mais natural do mundo será vc debater com pessoas que se utilizam de ironias e sarcasmo ou mesmo ler textos onde as pessoas também se utilizam desse recurso (como a Lola). Poranto, sem choro vai!

Educada eu fui e sempre serei contigo também.

Mas, mudando de assunto, até pq não é sobre zombaria, sarcarmo ou ironia que vim discutir. Foi sobre o tópico e o assunto em questão.

Continuo discordando inteiramente de vc e tenho certeza de que se Zé Dirceu tivesse sido presidente, em nada de comparia ao Lula e muito menos que esse pilantra corrupto tivesse sido uma boa escolha.

Niemi Hyyrynen disse...

Sabe o que eu acho mais engraçado nisso tudo?

É que você Lola está sempre a dizer para não se levar em consideração somente a pessoa mas sim o partido, ou então levar em consideração o partido somente. Alegando que o partido é um corpo, um sistema que funciona integrado pelos próprios participantes.

Mas a Dilma está sempre falando do "Governo Lula", do "Lula" me parece até que o PT deixou de ser um coletivo e passou a ser uma mera representação de um cara só.

Cara este que copia modelos econômicos dos "reaças", que não segura projetos de leis que destroem o meio ambiente, que pega pesado nessa história de distribuição de renda mas que esquece que o pobre ainda paga mais impostos que o rico, isso tb não é forma de distribuir renda? Renda para o próprio Estado?


É o mesmo cara que sobe em palanque com políticos cassados e que não tem coragem de definir preceitos Laicos frente a resistências religiosas,mas que na hora do vamos ver evoca uma "ética cristã", veja você se isso não é sempre apontado como um dos pilares "Direitistas reaças".

Se a Marina copia a direita, a Dilma copia o Lula que fez adaptações de idéias direitistas, para mim o PT hoje é quase tão "direita light" quanto o PV!

Mas é claro que se a Marina decidir-se por apoiar o PT, indo contra o partido (veja só! o indíviduo frente ao seu grupo por qual responde). A Marina será bem vinda não é mesmo? E os votos dela também!

Os votos dos "bobões" serão bem vindos claro, desde de que seja do lado que convenha.

francamente...

Niemi.

Mirella Nogueira disse...

"e porque seus amiguinhos que são gays, ecochatos e talz votaram nela."

Nossa, choquei! Isso foi demais pra mim!

E depois ainda dizem que o ser politizado esquerdista é um ser sem preconceitos e sapiente. Claro que quem diz tal coisa é o ser DESpolitizado e preconceituoso, mas que não se aceita como tal! rs

Ághata disse...

Rê, vamos separar as coisas. Não duvido que muita gente tenha votado na Marina porque de fato acha ela uma candidata melhor, mais preparada, que teve uma história de vida que deve ter lhe dado muita experiência e substância (tanto a infância e adolescência sofrida quanto a temporada no ministério), mas a 'onda verde', o que engrossou os votos da Marina, o que fez ela chegar a incrível marca de 20% foi um voto despolitizado. Ela soube agradar. Ela mostrou que ainda votamos de acordo com a simpatia e carisma do candidato.

Isso não quer dizer que o mesmo não tenha ocorrido com outros candidatos (uma grande amiga minha que nem se interessa por socialismo votou no Plínio de última hora - ou seja, até Plínio tem votos assim).

Lolinha só está frustrada com isso - e, oh, corre sangue nas veias dela, ela pode se estressar, se frustrar, etc, como qualquer pessoa. E olhe que nem chegou ao extremo de sair acusando ninguém de hipócrita e idiota como alguns por aqui.

Ághata disse...

Oi? Onde eu fui preconceituosa?

GG disse...

Voltamos ao ponto do:

"Ah, mas é claro que os 42% dos votos da Dilma são politizados, por que os 20% da Marina não são?"

Mirella Nogueira disse...

Preconceituosa, vc?? Claro que não!!!

Onde já se viu isso...

GG disse...

É mesmo né? "Amiguinhos gay e ecochatos" são termos super amigáveis, que dão um orgulho tremendo em quem se vê adjetivado por eles.

Mirella Nogueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mirella Nogueira disse...

Engraçado que quem se preocupa de verdade com o meio-ambiente, com os animais, etc, são ecochatos, chiitas, bobões, zoófilos (como disse o Lula - e ainda vindo de um cara que falou que estuprava animais em sua infancia/juventude), ingênuos, maconheiros... hahahaha

Que mais?? Para a massa "capitalista/selvagem" ou a que acredita que não se deve pensar em coisas tão banais como essa já que tantas criancinhas passam fome e ou vc se preocupa com o social ou com o ambiental, não dá pra se preocupar com as duas coisas, e pensar no ambiental é um crime acéfalo de ecochatos chiitas!!!!

Preconceito??? não... nenhum!

Julia disse...

"Julia, falar em tom de zombaria não é falar zombarias... E se vc não consegue aceitar tal fato querida, vai fazer tratamento...rs"

Não, querida. Isso não é ser educada. Sugerir que a outra pessoa faça tratamento porque ela pediu pra você não falar em tom de zombaria não é nem um pouco de gentileza ou educação. Longe disso.

Eu costumo ser irônica em discussões, também. Só pedi que tu não falasse como se estivesse zombando porque não me pareceu que eu falei qualquer coisa ironizável.

Mas, veja, agora eu tenho que ir fazer tratamento? Pare de direcionar a mim a raiva que tu tá sentindo dos outros. ;)

Mirella Nogueira disse...

Pois é GG... mas quem vota na esquerda, quem é esquerda não tem preconceitos!!! São pessoas livres disso e super politizadas!

Ironia mór!!!

Ághata disse...

GG, estes foram os termos que elas utilizaram nos comentários anteriores. [Se tiver dúvida, pode checar os comentários do pots anterior a este]

Mirella Nogueira disse...

Tá ok Julia... paro de falar contigo então...rs
O "fazer tratamento" também foi uma ironia... quis dizer para vc fazer um tratamento para aceitar tais recursos utilizados em debates. Fazer tratamento para não ser tão sensível assim se te dirigem a palavra num debate com sarcasmo.

Nossa, vc não conseguiu aprender nada disso com a Lola? Ela nunca te dirigiu a palavra com sarcasmo e irnonia? Não, acho que não, Lola só faz tal coisa quando discordam dela...

Mas ok, paramos por aqui então? Não te dirijo mais a palavra, ok?

Abraços pra ti querida! Não tenho raiva de ti não! :)

Mirella Nogueira disse...

Ah é Ághata, esses foram os termos que foram utilizados??? Por quem??

Eu utilizei o termo AMBIENTALISTA... quem utilizou o termo preconceituoso de ECOCHATO além de VC?

Niemi Hyyrynen disse...

Esse papo...


"eu tenho um amigo(a) hetero que votou na Marina!"

"ah, ok"

"eu tenho uma amigo(a) homosexual que votou na Marina!"

" ISSO É SUPER RELEVANTE ! "

Como se definir tais pontos não fossem uma forma velada de preconceito.

Homofobia passou longe aqui.*

Niemi.

Julia disse...

Mirella, não há necessidade de parar de falar comigo. Mas há necessidade de tu parar de me atacar, já que fui muito educada, respondi a todos que vi falando comigo, e levei em consideração os argumentos que li. Seria interessante, também, tu pesquisar quantas vezes comentei nesse blog. Jamais falei com a Lola ou recebi algum comentário dela. Não somos amigas. Eu apenas leio o blog dela.

Me parece que tu só está irritada e descontando em alguém que sequer te dirigiu a palavra, afora a questão dos partidos, que pelo visto te ofendeu muito, mas tu não soube replicar.

Eu faço tratamento já, pra síndrome do pânico. Devo levantar a questão de pessoas que usam ironia como pretexto para grosseria com a minha psiquiatra?

Mirella Nogueira disse...

Ai meu deus do céu Julia... Desculpa, pronto! Tá bom assim pra ti?
Guria só acho que vc precisa relaxar mais um pouco... não te ataquei, calma! Vc se sentiu atacada por uma forma mais irônica de falar minha, é meu jeito. Aliás, acho que se a borboleta nos olhos não tivesse falado nada, vc nem iria ter encanado nessa. Vai saber.

Não estou irritada com nada amore, muito menos com vc. Só dei minha contribuição com a discussão e se vc não aceita minha posição contrária a tua e nem ironias o que posso fazer? Nada!
O problema é contigo, foi isso que quis dizer.

Então, já que ambas as coisas não te interessam e vc não consegue entender e nem compreender, então paramos por aqui, não é mesmo?

Mas volto a dizer, discordo de ti sobre votar apenas em partidos excluindo a pessoa política! rs

Bruno Stern disse...

Mirellinha cheia de tempo,

o país é a China, que você utilizou como exemplo de desenvolvimento não sustentável em um de seus 20 comentários.

Embora não ache a China exemplo para nada, nesse ponto dizer que o "Brasil virará uma China, com o meio-ambiente todo f*" é exemplo de quem anda meio por fora.

Beijos.

Mirella Nogueira disse...

Concordo contigo Niemi!

O que eu vi acontecer aqui foi dizerem que quem votou na Marina além de serem despolitizados bobões, na grande maioria foram evangélicos e na sua totalidade foram pessoas que nada estavam interessados na questão ambiental.

E vim aqui dizer que isso não é verdade. Eu como ambientalista votei na Marina e todos os meus amigos e conhecidos AMBIENTALISTAS (não ecochatos pq isso é xingamento de reaça preconceituoso) também votaram na Marina pela mesma gestão ambiental.

Julia disse...

hahahahaha De forma alguma. Não me senti ofendida, de início pedi que tu não ficasse sendo irônica quando eu não estava sendo e aí fui convidada a *procurar tratamento* porque tu, e não eu, estava sendo mal-educada. Não pense que estou me ofendendo ou chorando pelos cantos, estou exigindo o respeito que SEI que tu me deve, porque eu estou te dando. Não acho que ironia seja falta de respeito; finalizei meu comentário anterior com uma. Acho que falta de respeito é o que tu está fazendo quando manda quem discorda de ti ir procurar tratamento por te corrigir. ;)

Eu não consigo entender nem compreender? HAHHAAHAHAHAHAHA Sim, claro. O problema sou eu, eu estou entendendo errado, eu não entendo nada, eu não fiz vários comentários aqui que algumas pessoas citaram por concordar e que gearam debate. Sim, de fato. Por que tu não termina dizendo que sou cria da Lola? É só o que falta, sinceramente.

Se essa é a tua noção de respeito, you're doing it wrong.

Não subestime os outros. É isso que tu tá criticando na Lola, mas infelizmente está fazendo.

disse...

aghata, como falei antes, opinião da lola eu respeito (assim como a de qualquer pessoa, e assim como eu gostaria sempre que a minha fosse respeitada), e se ela está frustrada eu, infelizmente, não posso mudar essa condição. o fato é que o próprio título da postagem já generalizou, e não falou em maioria - em outros momentos do texto ela fala em "boa parte" - e eu, como leitora que também tem uma opinião a respeito, vim deixar um comentário falando que eu - assim como muitas outras pessoas que eu conheço - não acho que me inclua nisso, e que já me justifiquei nos comentários do post anterior e desse post, que esse espaço sendo aberto posso expressar essa minha opinião, e que eu gosto muito de ler os demais textos dela, mas me reservo ao direito de ler outros textos que não sejam a respeito de política, pois opiniões contrárias sobre assunto aqui não são bem recebidas.

GG disse...

Pois é, declaro por encerrado a discussão sobre os votos na Marina.

O que está acontecendo agora é outra coisa.

Anastasia disse...

"Precisamos usar o Twitter ao nosso favor, SÉRIO MESMO. O Twitter elegeu Marina porque é lá que está essa nova camada de "pseudo-cults". É lá que é preciso jogar links, tentar consicentizar e ganhar o eleitorado oco de Marina."

Detalhe parao OCO. Se fosse alguém dizendo que quem vota no PT é tudo analfabeto querendo bolsa família, essa pessoa seria repreendida na hora, mas deixa pra lá. Já entendi que são dois pesos e duas medidas. Da próxima vez que eu quiser falar mal de algum eleitorado, vou dizer que sou do PT ;). Na minha ingenuidade a la Partido Verde eu não sabia disso, mas estou sabendo agora.

Victor, que bonitinho vc. Mas então. Será que Dilma pensa da mesma forma? Será que para ela agora nós somos ocos e despolitizados? Nesse momento que mais do que nunca ela precisa de nós? E será que ela concordaria com a enganação, com militantes do PT tentando angariar votos do eleitorado "oco" da Marina, enquanto o xinga pelas costas? Vc pode fazer média com eles no twitter, mas imagina se eles entram aqui e vê esse seu comentário? Acho que essa não é uma boa estratégia para puxar votos pra Dilma.



Ághata

Se todos que falam em crescimento econômico são neoliberais, então PT tb é pq isso não sai da ponta da língua no discurso. E NÃO É PECADO almejar um crescimento econômico. Sério, que governo não quer isso? Estamos falando de economia, de cenário não só nacional, como global (coisa que o Lula fez muito em prol disso), de mercado. A diferença é que o Lula soube aliar o crescimento econômico com o aumento da empregabilidade, mas o discurso e a busca por esse crescimento não ficou de fora. O próprio PAC visa o crescimento econômico. Dilma é neoliberal tb? Enfim...

A diferença é que o PV veio com a proposta de crescimento econômico aliado à sustentabilidade. Se vc não sabe o que é sustentabilidade, leia o link http://www.atitudessustentaveis.com.br/sustentabilidade/sustentabilidade/

De fato o termo caiu na banalização, assim como cidadania, direitos humanos, e a ignorância sobre ele é muito maior por ser um conceito relativamente novo. Mas em suma: a globalização, o contexto nacional e internacional, a economia mundial, o sistema, tudo isso pede o crescimento econômico. Isso está na pauta da maioria dos Estados, e não é a toa. Se é o ideal, se alimenta o capitalismo selvagem, se é injusto para uns e conveniente para outros, eu não sei, mas o contexto pede isso, nós sabemos disso e o PT tb, tanto é que ele está inserido nessa realidade e faz de tudo para se sair bem nela (e nos últimos anos saiu). Contudo, a industrialização, a agricultura e todos esses processos que já conhecemos desgasta o meio ambiente, e o crescimente econômico aliado à sustentabilidade visa causar menos danos à natureza durante esse processo.

Sobre crescimento econômico aliado à sustentabilidade, sugiro que leia o seguinte artigo. Ele pode informar melhor:

http://www.latec.uff.br/cneg/documentos/anais_cneg4/T7_0036_0140.pdf

Agora vc pode discordar dessa visão. Euzinha acho viável, se o contexto pede esse crescimento, que seja de forma que agrida o meio ambiente menos possível.

Mirella Nogueira disse...

Bruno querido, acho que quem anda meio por fora é vc...rs

Sabe pq a China está AGORA se preocupando com isso?? Pela mesma razão por que Cubatão virou sinônimo de conservação ambiental... Pq lá está quase impossível de se viver devido ao meio ambiente todo f*!
Ou vc acha que lá as pessoas andam com máscaras no rosto pra fazer homenagem ao Michael Jackson??

Pq que Alemanha é hoje referência em meio ambiente? Pq tiveram que fazer isso já que a segunda guerra destruiu tudo. Hoje numa Alemanha se vc lavar calçada, como acontece aqui no Brasil, vc vai preso! Pq não se tem água para gastar e eles cuidam da mesma.

Agora vc quer que isso aconteça aqui também? Como aconteceu com Cubatão? Quer que a coisa vire um caos, que pessoas comecem a morrer por conta de ar poluído, que se destrua ecossistemas inteiros com PAC e o escambau a quatro, para daí pensar em como faremos para reverter o negócio e conseguirmos viver???

Antonio Luiz disse...

Agora já não sei se os eleitores de Marina estão indignados com o voto que lhe deram, ou se estão também indignados por terem levado Serra ao 2º turno. O nível está ficando baixo e alguns já não escamoteam adjetivos como "terrorista", "pilantra" e etc.
Assim se percebe que essa parcela de eleitores de Marina, que frequenta a Lola, fez um voto consciente e indiscutível.
Se assim o for, para que discutir, se coisas mais importantes estão à baila, como, por exemplo, em quem votarão no 2º turno? Marina já foi, já era nesse pleito. Ela não terá controle sobre seus eleitores e muito menos sobre o partido que alugou.
As idéias que tem, a maioria delas, obteve com a experiência de Chico Mendes e com sua experiência no governo Lula. E alguns pensam que ela inventou a roda. O que fez no governo Lula, fez com a anuência deste e baseado nas propostas do PT gestadas durante muitos anos. A participação dela nessas propostas foi tão importante quanto a de vários ou milhares de outros espalhados pelo Brasil. Vejo que alguns pensam que ela gestou o MMA de seu apartamento isoladamente do governo. Isso é uma idiotice e só bobos caem nessa conversa. O seu sucesso repito, deve-se também a Chico Mendes, ao PT e ao governo Lula. Saiu do governo porque quis e não era porque Lula queria destruir a Amazônia e tocar fogo em poços petrolíferos como ingenuamente alguns parecem acreditar. Energia totalmente limpa, senhores, não existe. Para se fazer um coletor solar ou eólico é necessário a mineração, metalurgia e fornos. Isso não cai do céu. Muito interessante propor para desavisados a colocação de milhões de coletores solares em casas populares e, como querem os verdes, já. Só que é preciso combinar com os russos da indústria, mineração e do meio ambiente.

Mirella Nogueira disse...

Antonio Luiz,

Por acaso vc sabe que é muito simples a coletagem de energia solar e que dá para se fazer de forma caseira e super barata?

Concordo contigo que nãoe existe a 100% limpa, isso é utópico do modo como vivemos, mas temos a obrigação, até pela nossa própria existência e manutenção do nosso planeta de ir em busca das melhores. E com certeza a energia gerada nesses moldes "limpos" é mil vezes menos poluente. Ainda é meio cara a implantação dos cataventos no Brasil, mas a médio e longo prazo se torna além de barata, super limpa e renovável... imagina no nordeste com todo o potencial eólico que existe lá.

Já morei e trabalhei em Noronha e os cataventos que existem lá (não me lembro se são 2 ou 3) conseguem abastecer 40% de toda a ilha.

Ághata disse...

Também acho, GG...

Yo tava me perguntando aqui porque as pessoas precisam escrever que estão sendo irônicas ou usar vários '!' ou '?' para se fazerem entender, mas já percebi que é fácil fazer confusão lendo os comentários. Da próxima vez que for irônica vou ter que colocar entre parênteses para que possam entender.

Anastasia, não foi isso que eu quis dizer. Ninguém em sã consciência vai achar ruim crescimento econômico e sustentabilidade. O problema é como Marina conseguiria isso com a plataforma dela. É por isso que teve quem acusou o discurso dela de ser vazio, porque ela apenas afirmou que queria aliar os dois (quem não quer?) "crescimento econômico no molde neoliberal e sustentabilidade" sem exlicar como chegaria a isso.

[Já eu acho muito mais possível aliar sustentabilidade com uma proposta econômica que invista no social, isto é, que tenha como fundo reforma agrária, agricultura familiar, apoio a pequenas empresas e incentivos a mercados locais - coisa que não se obtem com o neoliberalismo]

Anastasia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anastasia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anastasia disse...

Antonio Luiz

Pois é, o segundo turno agora está meio que nas nossas mãos, e eu já sei em quem irei votar (na Dilma). Não abro mão de votar nela, nem com os seus militantes pegando eu e todo o resto do eleitorado de Marina para cristo. Nem sendo chamada de despolitizada, bobona, oca, crente, direitista, etc, por eles.

Tb não me arrependo de ter votado na Marina. Se ela for candidata novamente em 2014 votarei nela denovo (claro, se até lá não surgir algo que me faça mudar de idéia, como algum escândalo ou candidato que me agrade mais).

Concordo que energia 100% limpa não existe. Assim como nenhum processo industrial é 100% limpo. Nem a agropecuária. Porém há meios de minimizar os danos, e se podemos fazer isso, façamos isso oras! O que é insustentável é a coisa continuar do jeito que está. Já sabemos da agenda global, já sabemos do clima, já sabemos do desmatamento, e eu que tive uma crianção ambientalista, tenho essa causa como urgente. É tão urgente que os outros partidos tb estão colocando a sustentabilidade e as causas ambientais (que muitos chamam de inútil) em suas pautas.

O que eu não gosto é de ser desrespeitada. Se dizem que eu, como eleitora da Marina sou despolitizada, bobona e oca, acho que tenho o direito de me ofender. O que mais escuto são reaças que vivem chamando eleitor do PT de analfabeto atrás de bolsa família, e sempre bato de frente com eles pq isso pra mim é um pecado. É diminuir a civilidade do outro. Então pq diabos eu tenho que passar pelo mesmo? Acho que respeito é bom e todo mundo gosta, e não é assim que os simpatizantes do PT vão conseguir angariar votos para a Dilma. Militantes do PT tem que tomar muito cuidado com isso pq nem todos são como eu. Há pessoas que preferem colocar um tucano no poder do que votar em candidato de quem a ofende.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

rsrs... Ah, Lola, te adoro, mas vou discordar de você dessa vez. Gostei da maior parte do post, também não votei na Marina por achar o discurso dela muito mais teórico e bem intencionado do que uma proposta prática ou concreta, mas acho que chamar os eleitores da Marina de bobões não ajuda muito, só cria antipatia neles. Só ajuda a aumentar a discórdia em um momento em que as pessoas estão tentando olhar para os dois lados e ver para o qual vão.

Abçs

Anastasia disse...

Ágatha

[Já eu acho muito mais possível aliar sustentabilidade com uma proposta econômica que invista no social, isto é, que tenha como fundo reforma agrária, agricultura familiar, apoio a pequenas empresas e incentivos a mercados locais - coisa que não se obtem com o neoliberalismo]

Quanto à agricultura familiar, pequenas empresas e etc, o PV já tem isso em pauta. Quanto ao discurso meio vago da Marina, geralmente quem teve essa impressão foi por meio dos debates, pq eu li as diretrizes de governo e não achei isso. Mas enfim, o olhar muda de pessoa para pessoa.

Eu venho estudando o PV há muito tempo, muito antes de iniciar as campanhas. Como tenho mãe ambientalista e que além disso trabalhou tanto no Ibama quanto no Ministério do Meio Ambiente, fui discutindo com ela tb. Tb tenho contato direto com pessoas do PV e a maioria dos meus candidatos foram do partido (antes que alguém diga que eu voto em pessoas, excluindo a importância partidária).

Então eu me considero informada a respeito.

Victor disse...

Anastasia,

Desculpe se não consegui me fazer entender por você. Os eleitores ocos de Marina aos quais me referi são aqueles que votaram nela por subversão infundada, que nem sabem por quê não gostam de Dilma ou Serra.

Já acompanhei outros comentários seus aqui e imagino que você não faça parte desse grupo. Se votou em Marina, é porque concorda com as idéias dela e discorda das dos outros candidatos; é porque CONHECE todos os candidatos.

Mas os ocos aos quais me refiro são aqueles que acham que todos os políticos são iguais e, por isso, resolveram votar naquela que chegou por último e está nos trending topics do Twitter; que fala muito de meio-ambiente, um assunto bastante juvenil; que se apresenta como uma alternativa a dois modelos que se atacam.

O problema é que os ocos não sabem de nada. Nem sobre Dilma, nem sobre Serra e MUITO MENOS sobre Marina. Mas você deve saber. E se votou na Marina, parabéns pra você.

samya disse...

As pessoas que conheço que votaram na Marina, não são bobões nem alienados politicos.Com todos os problemas ambientais que temos aqui no sul da bahia, com a construção eminente desse porto que é uma aberração, com a pressão que o governo do Wagner exerce de forma totalmente autoritaria encima do IBAMA, eles veem a Marina com uma tabua de salvação mesmo.
Eu votei na Dilma e votarei de novo no segundo turno mas so porque os meus preconceitos contra a igreja evangélica não me deixam votar nela.
Acho de muito mal gosto isso de nos temos razão e os outros são alienados. Em todas as eleições até agora eu votei PT, mas as alianças que o partido fez para poder governar foram imundas, porque a Marina não faria as dela?
Mas acredito que você esta subestimando as pessoas que votaram nela e de forma bem pejorativa.
Não sei quem escreveu ai nos comentarios o termo que agora esta de moda, ecochatos, pois é, somos bastante nos os ecochatos mas muito menos do necessario pra fazer esse pais um lugar melhor.
Sabe quem votou na Marina também? Lideranças indigenas que se viram completamente abandonados no governo Lula, e não é porque me contaram por email não, eu sou matogrossense e vi a situação de miséria e violência que o governo ignorou.
E Mariana, faço minhas as tuas palavras.
Abraços
E Mariana, f

Vivi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vivi disse...

lola, já leu "A revolução dos bichos"? Os bichos revolucionários aprendem que para chegarem ao poder e se manterem nele, precisam ser iguais aos que tanto criticaram "e já não se sabia mais quem era homem, quem era porco"

Você foi absurdamente desrespeitosa chamando os eleitores de Marina de BOBÕES. Bobona é você que não vê que o PT nem de longe é o que prometia ser. Não estou dizendo que os tucanos são melhores (não são) Mas o PT teve que se sujar de merda para chegar ao poder e continua se sujando para se manter lá. Neoliberal é a política econômica de Lula, que manteve tudo o que FHC fez. claro que Lula não é idiota de privatizar tudo como os tucanos (que, se pudessem, privatizariam todos os postes só por serem públicos) mas, de uma forma geral, Lula não é diferente dos tucanos. Se for preciso se calar, ele se cala. Se for preciso mentir, mente. Se for preciso se aliar a Collor, Sarney, Jader Barbalho, Anderson Adauto (que recentemente confessou ter feito caixa 2) entre outros que há bem pouco tempo você chamaria de "reaças"... E você vem dizer que os eleitores não-evangélicos de Marina é que são bobões? Bobona é você que vota em aliado de Collor, Barbalho e Sarney e acha que eles são os BONS e o MAL está lá longe, tão longe da gente, os puros, os que só mentem ou omitem se for preciso para evitar um mal maior.

Votei na Marina porque ela, ao contrário do que sobrou do antigo PT, é íntegra, é verdadeira, é ela mesma. Coisa que Dilma não é nem nunca será, na ânsia de conseguir votos sendo uma mera sombra de Lula e não se importando em mudar de ideia sobre assuntos que podem irritar religiosos com o intuito de vencer a eleição.

Enfim, bobona é você. E é uma coitada, também por achar que o PT é o oposto do PSDB. E o mais engraçado é que votarei em Dilma por eliminação, porque Serra é sim pior do que ela. Mas isso nem de longe significa que ela seja boa. Ou que não tenha se sujado demais, sujado a ponto de não conseguir, talvez, ser realmente um pouco menos pior do que Serra. Uma pena, lola. Uma pena.

Anastasia disse...

Opa, só para concluir o que creio que não ficou claro:

Um dos pontos que me fizeram escolher o PV (e a a Marina, e meus outros candidatos) foi justamente ter em pauta a questão de aliar o apelo social com o crescimento economico sustentável. Pelo menos foi isso que li nas diretrizes e percebi no discurso.

Victor

Tudo bem, mas tome muito cuidado com esses comentários pq vcs podem sair perdando.

Anastasia disse...

Agora eu tenho que ir pra faculdade moçada.

Beijosmeliga

mf disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
aiaiai disse...

´to super sem tempo, mas achei o post ótimo. Eu também acho muita ingenuidade do pessoal votar na marina e ajudar o psdb/dem a forçar um segundo turno. a manchete da folha de hoje diz tudo...serão mais 25 dias de mentiras, mal entendidos (KKKKK), factóides, capas pavorosas da veja. Não vai ser fácil de aturar...mas vamos aturar, já aturamos coisas piores, e vamos ter Dilma Presidenta do Brasil no dia 31 de outubro.

mf disse...

Parece que tem muita gente (ou algumas pessoas que se repetem infinitamente) nesta caixa de comentários precisando de um governo do PSDB para amadurecer (no pun intended)... :-)

Minha postura agora é zen. Não pretendo mais argumentar para explicar o óbvio. Este governo tem 8 anos, não oitenta. E, supondo que ninguém sofra de amnésia, ainda é possível lembrar-se dos anos 90 em toda sua falta de glória. Quem tiver interesse que pergunte a alguém que fez universidade pública nessa época, por exemplo, como foi a experiência e compare com a realidade atual. (claro: quem quiser comparar com o modelo ideal e indefectível, nem precisa quebrar a cabeça, porque o número do seu candidato é 99).

Só mais uma coisinha: Lola não tem que policiar o próprio discurso para não ofender eleitores de Marina. Por que vocês partem do pressuposto de que ela quer agradá-los ou convencê-los a votar em Dilma? Quem votou em Marina tem que ser coerente e votar em Serra para o segundo turno.

E quem contribuir para eleger o próximo presidente, seja quem for, com certeza terá o governo que merece.

aiaiai disse...

para quem votou na Marina e agora vai de Dilma

vejam isso:

http://twitpic.com/2uy6jd

é da campanha superlegal que o PSB aqui do ES está fazendo.

aiaiai disse...

outra coisa, vc sugere q marina vá para Rio...eu acho que ela deveria tentar governo do DF, afinal, eles lá tão precisando de uma pessoa ética e ela bombou nesta eleição. Pode ser muito bom para todos!

my own disse...

Sinto informar, mas a MAIORIA dos eleitores da Dilma não é politizada. Vão votar nela porque o Lula pediu e ponto. Principalmente, o povão, de baixa renda. Mas isso não diminui e nem deprecia o voto de ninguém. Votei nela e agora vou votar na Dilma, porque PSDB não dá.

disse...

aiaiai superlegal essa campanha! gostei!

aiaiai disse...

Pro pessoal que votou na dilma porque quer valorizar a via do desenvolvimento sustentável, peço que se engajem no movimento pela separação de lixo seco e lixo úmido nas suas cidades. É simples, fácil e importantíssimo.

Aproveitem o bom trabalho que fizeram no boca a boca que elevou Marina a 20% dos votos e façam boca a boca pela separação de lixo.

É muito fácil e simples, pessoal. Basta vocês:
1. separem o lixo na casa de vocês. Numa lixeira tudo o que é SECO (embalagens,em geral) na outra o que é ÚMIDO (resto de comida, embalagens gordurosas, papel higienico, outros papeis sujos, etc)

2. entrem nesse site abaixo e procurem pelos locais de entrega de material. No meu caso, tem uma cooperativa que a gente liga e combina com eles para eles virem buscar, mas pode ser um ponto de coleta na cidade (vejam no site, é super simples)


http://www.rotadareciclagem.com.br/index.html?c=oquee


É uma coisa superbacana porque além de aumentar a possibilidade de reciclagem de materiais, você ajuda o cara que é catador a não ter que revirar o lixo de todo mundo. Os catadores são pessoas incríveis que ajudam a gente a se livrar do que não queremos e ainda geram renda com isso. Então, uma coisa que me incomoda muito é pensar que eles precisam revirar lixo (com tudo misturado) para fazer esse grande trabalho.

Mirella Nogueira disse...

Poxa aiaiai, geralmente nossos discursos e posições não batem, mas agora vou é bater palma pra vc!

Clap, clap, clap!

É isso aí! Gostei da iniciativa!

Precisamos de mais gente assim!

Aqui na minha cidade (Pirassununga) criamos o "coleta legal" Junto com uma cooperativa do AMA de 30 ex-catadores de lixo no lixão da cidade que virou aterro sanitário, conseguimos transporte, roupas e local para a coleta, separação e destino dos recicláveis. E ainda conseguimos há 3 meses um espaço (sítio) para realizarmos a coleta de orgânicos com destino a adubo (que está sendo vendido pelos próprios coletores). Ou seja, os catadores que haviam ficado sem o seu meio de vida (que por sinal era medonho) pq o lixão virou aterro, agora ganham salário e ajuda extra. :)

O que as pessoas costumam fazer é "deitar nas cordas", achar que o governo tem o dever de fazer tudo e por isso vou deixar pra eles e não fazer nada. E nessa falta de iniciativa e de empatia, deixam de fazer muita coisa que poderiam para ajudar ao planeta, às outras pessoas, animais, enfim... parar de olhar somente seu próprio umbiguinho!

Danshima disse...

Sou 100% ateu, biólogo, "darwinista", ambientalista (quem não é ?) e "Marinista" e não me preocupa a crença da minha candidata, sei que ela não cometeria loucuras como misturar crença com educação.

Luciana disse...

Amanhã a Lola estará falando novamente sobre isso, e tentando se explicar pq ela não aguenta ser contrariada.

E quem contrariou a mesma cuidado. Já fiquem avisados que provavelmente amanhã alguém de vocês será citado e ridicularizado no post. Lola adora pegar alguém pra cristo, colocar todo o foco da atenção na pessoa e não mais nela e adora esperar seu séquito de seguidores baba-ovos agir e começar a axincalhar o opositor dela.

Neste exato momento os dedinhos de Lola já devem estar trabalhando no novo post e no novo alvo.

Sammy disse...

Sobre tudo isso, eu só concluo uma coisa: o blog é da Lola. As coisas postadas são 'verdades da Lola'. Assim como no meu e no seu blog estão minhas e suas verdades, respectivamente.

Cada um posta o que quiser, desde que não ofenda o próximo. Eu não me senti ofendida com o BOBONA, achei até fofinho S2.

A partir do momento que a pessoa abre os comentários, é natural que haja concordâncias ou discordâncias por parte dos comentaristas. Só por que várias pessoas discordam da Lola ela é obrigada a mudar sua opinião? Claro e evidente que não.

Minha observação diz que a Lola gostaria que TODOS concordassem com ela. Evidentemente isso nunca vai acontecer. A não ser que ela use uma técnica de hipnose ou dominação mental.

Anastasia disse...

aiaiai

Grande iniciativa!

Weligton disse...

Lola, fui chamado de bobão??? (Logo no aumentativo?? não poderia ser no grau normal???)

Isso foi o que mais doeu ao ler o post, e só vim te informar q APENAS POR CAUSA DISSO, vou votar no Serra!!

kkkkkkkkkkkkkkkk

(desculpa!! mas um post q já começa chamando os outros de bobões naum pode nem ser levado a sério!)

E pra finalizar!!
vc estava espumando a boca qdo foi escrever esse post Lola??? Senti um certo "GRAU" de raiva... aí sim, aumentativo!!

E pra finalizar!!(2)
SIM, o blog é seu (tô escrevendo pra vc, tá vendo???) eu sei que vc tem direito de escrever o que quiser, mas como ele tá nos meus favoritos e eu leio diariamente e já tive guest post publicado eu me sinto no direito de naum concordar, te satirizar, te chamar de bobona de volta e dizer que agora mesmo o bobão vai comer um chocolatão brancão e no domingão vai votar no Serrão!!!

kkkkkkkkkkkkk

Lola, RELAX
vai assistir um filminho já q vc (como pão dura sortuda) nem paga pra entrar no cinema!!!

Abraço carinhoso e sincero... ou naum!!

Patty Martins disse...

Eu acho graça das pessoas que vem aqui, no blog DA LOLA, cobrar moderação na sua fala. O blog é dela e ela defende e fala o que quiser, acho eu. Quem quiser discordar, discorde, os comentários são abertos pra isso. Mas atacar a Lola, querendo cobrar uma mudança de discurso de uma pessoa que tem claro seu posicionamento político, é babaquice mesmo.

Em tempo, concordo com tudo escrito pela Lola. Quem se sentiu ofendido certamente vestiu a carapuça. ;]

Guilherme Rambo disse...

Querida Lola, o bloguinho é seu, você escreve o que quiser. Só vim pra avisar que não é porque alguém não pensa exatamente como você que esse alguém é "bobão". Não votei na Marina mas essa sua arrogância está encomodando, principalmente porque eu gosto muito do seu bloguinho, se não gostasse não me daria ao trabalho de vir aqui falar isto.

Borboletas nos Olhos disse...

Uma análise um tantinho mais ponderada (claro que não tão interessante e mobilizadora, rsrsr):

http://www.idelberavelar.com/archives/2010/10/o_que_dizem_os_votos_de_marina_e_como_conquistalos.php#comments

aiaiai disse...

Puxa, que legal que estamos conseguindo passar a mensagem do lixo seco x lixo úmido.

Obrigada Mirella, Rê e Anastasia! Outros que são eleitores da Marina por entenderem a importância do desenvolvimento sustentável, por favor, juntem-se a nós. Pode parecer pouco, mas resolver o problema do lixo é uma das coisas mais importantes do desenvolvimento.


Valeu Lola por dar essa oportunidada de multiplicação da mensagem !

Shoujofan disse...

Só li seu post agora, Lola. Concordo com quase tudo. Só para acrescentar, acabei de voltar da faculdade nde dou aula, trata-se de um curso de teologia. Vários alunos, todos evangélicos, repetiam o slogan "A ordem agora é votar no Serra" (seguido dos temas de sempre: aborto e homossexuais). Ordem de quem? Enfim, é isso. Vai ser duro e eu não dou essa vitória da dilma como certa, não.

Luciano disse...

Que coisa hein? Como tem gente que ousa discordar de voce! São uns bobões! Aliás, pra que eleição não é mesmo? Podia ser só aclamação da sua candidata, salve salve!

Caso Dilma perca, o post vai ser assim: "Não culpo os brasileiros, só acho vocês uns bobões"?!?

Tatiana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tatiana disse...

Ótimo comentário feito por José Rezende Jr em outubro 5, 2010 11:59 AM, no blog do Idelber Avelar, do qual tomei a liberdade de transcrevê-lo aqui:

"Pior do que o mauricinho despolitizado é o mauricinho politizado. Conheço vários aí em BH. Jornalistas, sobretudo, e de esquerda. Que se tornaram anti-Lula e anti-PT pq "o PT roubou, o PT é igual aos outros, o Lula fez aliança com o Sarney".

Não adianta argumentar que não se governa sem alianças (ainda mais com um Congresso maciçamente hostil, como este q Lula enfrentou), q o PT errou, sim, mas q esses erros foram amplificados ao infinito por uma mídia em permanente pé de guerra. Não adianta pedir q coloquem erros e acertos do PT e do governo Lula na balança, para ver q os acertos foram muito maiores.

E o q me mata de vergonha, a bala de prata que assassina a admiração que tinha por esses ex-amigos: ignoram q o governo Lula combateu de fato as desigualdades sociais, e as reduziu sensivelmente. Nenhum governo promoveu tamamha inclusão social. Distribuiu renda, tirou 28 milhões de brasileiros da miséria, elevou 36 milhões à classe média, e várias outras realizações que a mídia em pé de guerra esconde, mas que eesses mauricinhos, porque politizados, tinham a obrigação de conhecer. Nada disso adianta.

Para os mauricinhos politizados, Lula e o PT são imperfeitos, e eles, os mauricinhos politizados, não aceitam menos do que a perfeição, porque se julgam perfeitos e Narciso odeia o que não é espelho. Então, já que "são todos iguais", tanto faz a Dilma ou o Serra. Tanto faz para quem, caras pálidas?

Pra eles, classe média, frequentadores cativos de cafés, livrarias e outras delícias ainda inacessíveis a grande parte do povo, tanto faz mesmo. Não perderão um centavo do que têm. Mas para a imensa maioria da população brasileira, Dilma ou Serra é questão de vida ou morte. Se continuam a caminhada rumo à cidadania plena ou retornam à vida de gado.

Se seus fihos quebrarão a genética da miséria cursando uma escola técnica ou uma universidade - sonho tornado concreto pelo governo Lula - ou se cumprirão a sina de serem pobres como foram seus pais e como serão seus filhos.

Minha geração costumava recitar um mantra poderoso: "O importante é que a nossa emoção sobreviva". Mas os mauricinhos politizados mataram a emoção."

Tenho tb esta mesma sensação.

Marcos Vinicius Gomes disse...

Eu aposto um saquinho de Jujuba que Marina volta rapidinho pro PT...
Eu avisei, eu avisei, que o oba-oba tava demais, tava demais, tava demais. Agora segundo turno. Espero que aprendamos.
E eu vou falar outra coisa besta: Acreditar que evangélicos (ué, a IURD Inc. não apóia a situação?) votaram na Marina é o mesmo que acreditar que Nova Iorque é capital do estado de Nova Iorque...

Cris Cavaletti disse...

Eu votei na Marina,mas no segundo turno (e logo depois desse negócio de apoiar o Serra,que puta sacanagem) sou Dilma hahaha

disse...

Nossa, aiaiai! A sua iniciativa é que é demais, no edifício onde eu trabalho temos um sistema de separação de lixo parecido com o seu que é bem eficiente. Estamos (eu e mais um grupo que mora no meu prédio) tentando implantar o mesmo sistema no edifício onde moro.
Aqui em SP a questão do lixo traz muitos problemas, sou do RS e lá eu não via os horrores que vejo aqui por causa da falta de senso das pessoas que não só não separam o lixo, como deixam sacos e mais sacos nas ruas, que em dias de chuva boiam nas mesmas ruas inundadas.
é muito triste, e iniciativas como essa sua podem ajudar a conscientizar muita gente!
=)

João disse...

Vivi:

Clap, clap, clap!

Borboletas nos Olhos disse...

Tatiana, como não consegui acessar seu perfil pra entrar em contato com você deixo aqui o recado: gostei muito do seu comentário e o estou transcrevndo (com referências, claro) em todas as minhas redes sociais. Obrigada pro fazer das minhas emoções palavras...

HG disse...

Lola,
Queria deixar o link de um artigo escrito por Leonardo Boff sobre a mídia contra Lula/Dilma.

http://www.adital.org.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=51181

aiaiai disse...

coloquei o comentário no post errado...e´aqui para quem votou Marina e não se acha bobo

para quem votou Marina, carta aberta do movimento pro Marina

http://www.movmarina.com.br/profiles/blogs/carta-a-marina-e-a-seus?xg_source=activity

disse...

aiaiai, agora além de bobona, sou melosa...confesso que chorei. texto mais lindo.
=)
obrigada pela inciativa e pelo link, de novo.

Serge Renine disse...

Vivi:
Parabéns pelo amplo espectro da sua visão política. Realmente o George Orwell explicou tudo.


E tem mais. A Aronovich, alem de ofender os eleitores da Marina chamando os de bobões, que já é uma falta de fair play monstruosa, ela, a Aronovich faz o mesmo que ela critica na oposição, quando para a Dilma, ela sempre coloca no post fotos privilegiadas, enquanto a Marina sempre aparece fazendo caretas.
Se isso é o que virou o petista, para mim chega, eu sou um cavalheiro e tenho honra!

Vivi disse...

Obrigada, Serge. Eu enxergo muito de "Revolução dos bichos" nos petistas que insistem em ser radicais, não vendo que o PT mudou tanto, tanto, tanto para chegar e se manter no poder, que está agora muito mais parecido do que diferente dos que tanto criticavam. Para não ter que ver, inclusive, que o partido se reduziu a uma pessoa e virou "lulismo" insistem em ofender os "despolitzados que não votam em partido" Vamos fazer de conta que os eleitores da Dilma estão votando porque ela é do PT e não porque o LULA pediu, hein? Para Lola e outros petistas, se você vota em Marina é fanático religioso bobão, ou é só bobão mesmo. Se você vota em Serra é um idiota da classe média alta um Mauricinho ou patricinha (invariavelmente idiotas, claro) ou você é reaça, malvado, ruim como PSDB e cia. Os petistas são o bem. Por isso, quando Dilma mente que não é a favor do aborto (PORQuE ELA DISSE ISSO ONTEM NUMA ENTREVISTA) ela está mentindo em nome de um bem maior, evitar que os malvados ganhem. Quando os tucanos mentem, é crime hediondo. Quando estoura um escândalo petista, a mídia está exagerando e o PT realmente não é perfeito, não existe ninguém perfeito e devemos relevar as vezes que Lula e outros petistas mentiram, omitiram, fingiram que não sabiam. Mas sobre o que fazem os terríveis tucanos, a mídia nunca mostra o suficiente.Quando Reinaldo Azevedo subestima a população que vota em Lula-Dilma, chamando-os sutilmente de ignorantes, ele está sendo autoritário e arrogante. Mas quando Lola chama os marinistas de bobões, ela está sendo verdadeira. E ela nem percebe o quanto sua atitude é parecida com os vejistas que tanto condena... "E não se sabia mais quem era homem, quem era porco" e o mais triste é que os porcos ainda não perceberam que se vestem como homens, falam como homens, andam como homens, agem como homens...

Wonderwoman disse...

Cheguei atrasada para a discussão e como não vai dar tempo de ler todos os comentários vim sópostar um outro link, ácido quanto (ou até mais) lolinha.
http://cinemaeoutrasartes.blogspot.com/2010/10/marina-e-o-segundo-turno.html
abraços
Camilla

Mirella Nogueira disse...

Nossa Vivi, PERFEITO!!!

Clap, clap, clap!!!

Cristiani Trentin disse...

Vivi conseguiu dizer tudo!!!

Melina F. disse...

Lola, também fiquei chocada com você.
Conheço pessoas homossexuais que votaram em Marina, assim como a maioria das pessoas que eu conheço que votaram nela não tem religião definida. Eu sou um exemplo claro disso: não acredito em Deus.

mas, né? desculpe, sou a maior boba por ter votado em quem eu acredito que faria o melhor pro meu país ;)

enfim, gostava do PT, mas desculpa, não apoio um partido que abriga um ESPANCADOR de mulher. Se pra você isso é normal, eu já nem sei se posso te chamar de feminista.

Fiscal de Posturas disse...

Marina,... você se pintou?

Maurício Abdalla [1]

“Marina, morena Marina, você se pintou” – diz a canção de Caymmi. Mas é provável, Marina, que pintaram você. Era a candidata ideal: mulher, militante, ecológica e socialmente comprometida com o “grito da Terra e o grito dos pobres”, como diz Leonardo.

Dizem que escolheu o partido errado. Pode ser. Mas, por outro lado, o que é certo neste confuso tempo de partidos gelatinosos, de alianças surreais e de pragmatismo hiperbólico? Quem pode atirar a primeira pedra no que diz respeito a escolhas partidárias?

Mas ainda assim, Marina, sua candidatura estava fadada a não decolar. Não pela causa que defende, não pela grandeza de sua figura. Mas pelo fato de que as verdadeiras causas que afetam a população do Brasil não interessam aos financiadores de campanha, às elites e aos seus meios de comunicação. A batalha não era para ser sua. Era de Dilma contra Serra. Do governo Lula contra o governo do PSDB/DEM. Assim decidiram as “famiglias” que controlam a informação no país. E elas não só decidiram quem iria duelar, mas também quiseram definir o vencedor. O Estadão dixit: Serra deve ser eleito.

Mas a estratégia de reconduzir ao poder a velha aliança PSDB/DEM estava fazendo água. O povo insistia em confirmar não a sua preferência por Dilma, mas seu apreço pelo Lula. O que, é claro, se revertia em intenção de voto em sua candidata. Mas “os filhos das trevas são mais espertos do que os filhos da luz”. Sacaram da manga um ás escondido. Usar a Marina como trampolim para levar o tucano para o segundo turno e ganhar tempo para a guerra suja.

Marina, você, cujo coração é vermelho e verde, foi pintada de azul. “Azul tucano”. Deram-lhe o espaço que sua causa nunca teve, que sua luta junto aos seringueiros e contra as elites rurais jamais alcançaria nos grandes meios de comunicação. A Globo nunca esteve ao seu lado. A Veja, a FSP, o Estadão jamais se preocuparam com a ecologia profunda. Eles sempre foram, e ainda são, seus e nossos inimigos viscerais.

Mas a estratégia deu certo. Serra foi para o segundo turno, e a mídia não cansa de propagar a “vitória da Marina”. Não aceite esse presente de grego. Hão de descartá-la assim que você falar qual é exatamente a sua luta e contra quem ela se dirige.

“Marina, você faça tudo, mas faça o favor”: não deixe que a pintem de azul tucano. Sua história não permite isso. E não deixe que seus eleitores se iludam acreditando que você está mais perto de Serra do que de Dilma. Que não pensem que sua luta pode torná-la neutra ou que pensem que para você “tanto faz”. Que os percalços e dificuldades que você teve no Governo Lula não a façam esquecer os 8 anos de FHC e os 500 anos de domínio absoluto da Casagrande no país cuja maioria vive na senzala. Não deixe que pintem “esse rosto que o povo gosta, que gosta e é só dele”.

Dilma, admitamos, não é a candidata de nossos sonhos. Mas Serra o é de nossos mais terríveis pesadelos. Ajude-nos a enfrentá-lo. Você não precisa dos paparicos da elite brasileira e de seus meios de comunicação. “Marina, você já é bonita com o que Deus lhe deu”

Samira disse...

Não consegui ler todos os posts, então desculpa se alguém já postou, mas estou assustada com o rumo que este troço tá tomando:

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,evangelicos-fazem-campanha-contra-dilma-no-espirito-santo,621289,0.htm

Só lí seu post depois de ler esta notícia, e não pude deixar de pensar: marina candidata no Rio?? O Estado que elegeu garotinho 2x, com a força das igrejas evangélicas? já ganhou.
Muito medo desta ser afinal a Bala de prata...

Ah, e tem muuuita gente que acredita naqueles e mails...

Dáfni disse...

Primeiro, tô com vc Niemi! :)

Segundo, eu acho engraçado o discurso da Tatiana, sobre os mauricinhos anti-PT. Mais uma generalização. Quer dizer que as pessoas devem abandonar a utopia, e adotar o discurso neo-liberal, porque o PT fez isto há 20 anos atrás? Me poupe!

Há melhorias sim, e eu só tenho emprego porque houve a expansão universitária. Mas ao mesmo tempo dizer que todos que têm universidade vão quebrar o paradigma da pobreza é ingenuidade. Vamos pegar o carinha que se formou numa universidade particular picareta, com a bolsa do PROUNI (que aliás, só se mantém pelas bolsas do PROUNI): vc acha que este cara tem condições de competir com o cara que estudou na Universidade Pública? Vai ser mais um frentista com diploma superior... Isto porque a qualidade da privada não é garantida, e muitas vezes das públicas também não o é!

Eu falo isso de experiência própria, porque sou professora de ensino superior numa universidade pública criada numa das regiões mais pobres do país: o sul do RS. Pode parecer esquisito isso, mas aqui existem os feudos ainda, na mão de muito poucos. E a economia aqui é agropecuária, que não consegue competir, por exemplo, com o centro-oeste do país. As pessoas aqui são pobres de tudo; a educação desta região é de chorar. E este aluno, quando vem pra universidade pública, sofre um choque que, de duas, uma: ou se empenha para continuar, ou desiste porque não consegue. Isto é muito triste.

Então, não vamos falar aqui que dar universidade para todos salva, que isso está longe de acontecer. O que eu vejo acontecer é uma tentativa do governo, através de suas medidas neo-liberais, de sucatear a universidade pública brasileira. O que o governo Lula investiu em educação neste tempo todo não é muito diferente do que investiu FHC. Nenhum dos dois fez o investimento realmente necessário para transformar de fato este país: 10% do PIB. Nem a Dilma o fará.

O que quero dizer é que não sou contra a expansão universitária ou a acessibilidade da universidade para todos; o que eu quero dizer que tudo isso que está acontecendo é um castelo de areia, porque os investimentos necessários para garantirmos educação de qualidade não estão sendo feitos.

Terceiro, que chego a ter um negócio no coração ao ver os debates de 1989 entre Lula e Collor, e depois ver notícia na TV do Lula num palanque JUNTO com o Collor. É de doer. Eu não sei como chamam por aí, mas pra mim este tipo de atitude tem um nome: VENDER-SE.

Antonio Luiz disse...

Aos poucos se vê que as argumentações, se é que assim pode-se se chamar o que se lê por aqui, dos marinistas não diferem muito daquelas plantadas pelos tucanos através de seus trolls.
A coisa está ficando ridícula. Talvez seja melhor expor o vídeo com o Pe. Augusto, da Nova Canção, pelo menos ele é mais original.
Se forem esses realmente os defensores de Marina (pra mim são apenas tucanos) eu acho que a sua candidatura é mais inconsistente do que pensava. É difícil acreditar de como ela se acercou de pessoas tão retrógradas e enviesadas. Certamente pagará um preço alto por isto em sua credibilidade.
E Lola apenas os chamou de bobões. Imagine se os tivesse chamado de ignorantes, incultos ou idiotas. E olha que não precisaria de chamá-los de pilantras, assassinos, corruptos, pois esses são apenas adjetivos para o PT, certo?

Tatiana disse...

Dáfni,

Em nenhum momento disse que fazer faculdade ou curso técnico fará uma pessoa ser bem sucedida, disse apenas que é uma chance, coisa que no governo anterior os jovens não tinham.
Agora convenhamos que não ter nenhum desses dois (o curso técnico ou superior, seja de que maneira for particular ou pública)fica ainda mais difícil ser alguém na vida. E vc dizer que será só mais um frentista com ensino superior é um comentário no mínimo preconceituoso. Afinal, não é melhor ser um frentista com ensino superior, porém empregado, registrado e recebendo seu salário todo mês garantindo seu pão e suas contas pagas, ou ser um zé ninguém sem educação alguma ou só com uma educação básica (pq hj em dia só o ensino médio não leva ninguém a mtos lugares) desempregado, precisando de programas assistenciais do governo ou da ajuda de terceiros para sobreviver?
Pelo menos o curso superior do Prouni pode ser uma chance (repito, uma chance)dessas pessoas terem um "empreguinho" melhor, uma condição de vida melhor que a que seus pais tiveram.

Não conheço uma só pessoa que fez faculdade pelo Prouni que não esteja trabalhando em suas áreas (claro que isso não é uma regra, assim como nem todos que se formam em universidades públicas estão trabalhando em suas áreas. Eu sou um exemplo de ter formação em universidade pública e estar trabalhando em área totalmente diferente, mas como eu disse, são exceções!)
Na minha família tem uns três que fizeram Prouni, assim como tenho amigos que tb estão trabalhando em suas áreas de formação e só fizeram faculdade através deste programa pq se não fosse por ele, não teriam condições de estudar e talvez hoje, quem sabe, poderiam estar por aí, trabalhando como frentistas. Aí sim seria ruim, né mesmo?

Mas beleza, esse assunto pra mim morreu. O que me interessa agora é somente o dia 31.

Vivi disse...

Antonio Luiz,

Falta de argumentos??????????? Se você tivesse realmente lido que eu e outros eleitores da Marina escrevemos aqui, diria qualquer coisa, menos isso. Falta de argumentos é apelas para "serristas infiltrados" para não ter que ver o quão parecidos são os atuais petistas dos terríveis tucanos. Parecidos a ponto de fazer qualquer aliança para chegar ao poder, a ponto de MENTIR, ou de mudar de ideia para evitar o mal maior que seria um governo PSDB. Sim, como eu disse, quando tucanos mentem é crime hediondo, quando os petistas mentem é necessidade, é porque não houve outro jeito. Acho engraçado a Lola não achar ofensivo chamar os marinistas de bobões, mas ficar toda ofendida quando os "reaça" chamam os eleitores de Dilma de ignorantes (um termo menos lúdico, mas sinônimo de bobões?) Interessante notar que a campanha da Dilma nesse segundo turno será focada nos religiosos e que ela já declarou na última terça-feira que é CONTRA A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO. Se ela mentiu, foi para o bem de todos, porque afinal os religiosos são bobinhos mesmo e votam em quem diz o que querem ouvir. E se ela falou a verdade? Bom, pelo menos ela não é uma evangélica fanática como Marina e seus eleitores bobões... Ah, são dois pesos duas medidas? Sim. Os escândalos, as denúncias de corrupção e as mentiras do governo Lula são parte do jogo, a mídia exagerou, os tucanos são piores. Sabem por que Marina incomoda vocês? Porque ela é íntegra. Porque ela não fez alianças reprováveis com Collor, Barbalho, Sarney. Marina é o que Lula parecia ser em 89, no auge do PT enquanto alternativa ética para o País. Marina é ela mesma, não é sombra de ninguém, não precisa omitir ou mentir para não perder votos. E vocês ainda nos chamam de despolitizados porque não votamos em partidos e porque, provavelmente, nem separamos o lixo de nossas casas. Estão errados. Nessa eleição só votei em candidatos do PV. E vocês acham que quem votou na Dilma, os politizados, votou no PT???? Não, queridos. Votaram na continuidade de Lula, é o Lulismo o que sobrou do PT. Concordo com vocês que Estadão, Veja e cia são serristas e odeiam o PT. Mas vocês estavam tão acostumados a serem os mocinhos da história, a serem a alternativa ética para a podridão da direita, que nem ao menos conseguem ver o que está diante do nariz de vocês. Que desprezar Plinio e subestimar a inteligencia dos eleitores da Marina é agir com a mesmíssima arrogância que tanto condenam na direita malvada do País. Sinto muito, mas vocês são muito pareciedos com os que tanto odeiam. Volto a dizer: Marina incomoda porque é íntegra e ética, características que o PT nunca mais terá. E vcs sabem disso, por isso que tentam nos subestimar. Tenho muito orgulho da atuação do PV. Tenho muito orgulho de ter votado em Marina Silva.

Antonio Luiz disse...

Vivi,

Tomemos inicialmente um ponto de suas assertivas a respeito de Dilma: sobre o aborto, que você sugere ser ela favorável e que, para contemplar religiosos mentiu, em última hora, se dizendo contra. Solicito que explicite a fonte ou o link onde ela diz ser favorável incondicional ao aborto. Estou curioso para ver essa novidade, para mim, saindo da boca dela.
Outra ponto: o PT, até antes do que você chama de lulismo, é o partido preferencial dos brasileiros. Hoje desfruta de 30% de preferências (IBOPE, DATAFOLHA) enquanto os 2º colocados, PMDB e PSDB, têm apenas cerca de 5%. Não sei qual a posição do PV nesse ranking. Esses dados constam dos registros históricos.
Outro ponto ainda, quanto ao PV. O seu presidente,Pena, e Gabeira antes mesmo da proclamação dos resultados já declaravam apoio a Serra. Marina poderá mudar isso? Não saberia eu dizer. Mas desconfio que não, pois quando para lá foi eles e o PV já eram assim: linha auxiliar tucana. Aqui ressalta-se entre eles Zequinha Sarney, uma exceção e não uma excrescência política como seu pai, que, lógico, maléfico, apoia Dilma. Disse a grande imprensa, Folha e Estadão, durante o 1º turno, que Gabeira apoiava Marina constrangido no Rio, pois seu candidato era Serra (do PSDB e, ressalte-se, não coligado ao PV). E mais, que Gabeira ameaçou apoiar intensamente Marina caso Serra não repassasse para sua campanha no Rio os 1,5 milhões de reais combinados. Isso não é fofoca de petistas. Saiu na mídia. Então pergunto: onde está a corerência e a tal de ética? Em Gabeira, em Marina, no PV? Ou isso não tem nada a ver com ética e com a coerência? Então, Vivi, nesta história, assim como nas igrejas, não existem santos. O que existem são homens e as construções que fizeram. Discutir política apenas pelo lado da moral não leva a nada.
E, por fim, repito minha pergunta: quem irá apoiar o PV ou Marina neste segundo plesbicito? A direita ou a esquerda?

cecília disse...

eu não conheço nenhum evangélico, tlz sejam católicos,vai saber. mas acho que quem votou em Marina quer que a questão do Meio Ambiente venha mais à tona.Eu mesma considero esse só mais um dos problemas que temos que dar atenção, junto com Aborto e Educação.
não podemos fechar os olhos pra clínicas clandestinas,nem a nossa frágil educação.
pode ser que a maioria dos marineiros seja mesmo evangélica,mas se são,não os conheci.os que conheço são maconheiros,universitários e pessoas que acreditam que ela é mais ética que Serra ou Dilma.
não votei na Dilma porque ela teve que ser patrocinada pelo Lula e começou sua campanha muito antes de todo mundo. não acho isso justo e não é sinal de preparo. pode ser que ela já esteja preparada agora,mas simplesmente, não é justo, não é ético e uma coisa que tenho comigo é que se quero morar num país desenvolvido, tenho que agir como se estivesse em um. esperar ética do próximo presidente e não me conformar é só mais uma das atitudes que tenho que tomar pra que o país se desenvolva do jeito que acredito ser o melhor.
nada contra Dilma, prefiro ela ao Serra,com certeza! mas acho que vou de Nulo.

cecília disse...

ah,quer saber? apelei quando disse que voto nulo. vc tá certa quando diz que voltaremos ao passado se o PSDB ganhar.

Pedro Silveira disse...

Lola, adoro suas críticas e acho que você tem uma capacidade para escrever fantástica. No entanto, não concordo com o que você escreveu em relação a quem votou na Marina. Para os eleitores da Marina, votar na Marina não é dar um voto útil ao Serra ou votar contra a Dilma, votar na Marina é julgar que ela seria a mais capacitada para exercer a função de presidente da República. Seus argumentos para sua afirmação que os eleitores da Marina são nulos, ainda mais porque uma boa parte dos eleitores da Dilma são pobres gratos ao PT por terem dado empregos a suas famílias e terem posto comida em suas mesa, e na minha opinião isso não é lá muito politizado. É inegável o aumento de empregos no governo Lula, mas a saúde e a educação continuam um lixo. Espero também que você mude de opinião quando perceber a diminuição eminente da liberdade de imprensa.

Eu tenho 15 anos e por isso não pude votar na Marina, se pudesse votaria. Não sou e nem seria um bobão por ter feito tal escolha.

Anônimo disse...

“Direitos de mulheres e de homossexuais não devem ficar à mercê da população, e sim de um congresso.”

— É engraçado que NISSO as esquerdas brazucas não querem saber de “democracia direta” de referendos…

“Não sou candidata a nada, nem represento ninguém.”

— Ué, você representa o PT, né?

“Ou vocês são capazes de citar algum secretário dele em SP?”

— Sou: Geraldo Alckmin, atual governador de São Paulo.

Edu disse...

Sou gay, a favor da ecologia e, sim, politizado. Votei na Marina e votarei de novo se ela for candidata. Não concordo com a religião da Marina, mas a respeito. Agora, você vir falar que quem vota em uma pessoa não é politizada, porque precisamos votar em partidos, é muita palhaçada. Quais são os grandes partidos que temos pra votar, Lola? O PT que forma uma aliança carne e unha com a legenda de aluguel (PMDB)? Vc é bem engraçada! Não conhecia seu blog, mas 2014 está chegando e seu discurso contra a Marina vai voltar com tudo. Pode nos xingar, Lola. Tenho zilhões de amigos gays e todos votaram na Marina. Minha família é evangélica e todos votaram na Dilma. Vc é um desses blog mantidos pelo PT que fingem ser independentes. Pode espernear, mas a realidade vai atropelar vc!

lola aronovich disse...

Opa, Edu, quase não publico seu comentário por causa da sua acusação no final. Este blog não é mantido nem pelo PT nem por ninguém, inclusive porque não é um blog que dá dinheiro. Se eu ganhar alguma coisa este ano, será com a venda do meu livro. Não sou filiada a partido nenhum e tenho total independência pra falar o que eu quiser. Desculpe te decepcionar. Se vc conhecesse este bloguinho, que existe desde 2008, não diria essa besteira.
Sobre a Marina, aposto como ela vai ter muito menos votos em 2014 que em 2010. Imagino que ela perderá os votos do pessoal que a enxergava como "terceira via". Deve ficar só com o voto dos evangélicos e de alguns alienados como vc que, mesmo sendo gay, vota numa candidata engajada em não te dar direitos. Imagino que vc saiba que militantes do novo partido da Marina, o Rede, estavam na manifestação do Malafaia na semana passada, em Brasília, coletando assinaturas para fundar o partido. Muita gente assinou! Vc deve ficar muito contente que o Rede terá milhares de assinaturas de gente que faz da homofobia a sua bandeira. Parabéns!
Eu não voto em candidatxs que não sabem fazer a separação entre igreja e estado.

Anônimo disse...

Volta e meia volto nesse post memorável para rir um pouco. Para um bando de eleitores bobões e "despolitizados", segundo suas sábias palavras, você foi bastante massacrada nesse post, hein Lola? Hahahaha. E três anos depois, continua sendo.

Anônimo disse...

Dilma ora com evangélicos 'pelo país'
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,dilma-ora-com-evangelicos-pelo-pais,1053770,0.htm