sábado, 24 de abril de 2010

NUNCA GOSTEI DO CIRO

O PSB, atual partido de Ciro Gomes, o forçou a desistir de se candidatar a presidente, alegando que não haveria alianças para apoiá-lo. Ciro saiu da disputa, mas saiu atirando, como é do seu feitio. Disse ontem que, embora Dilma seja melhor pessoa que Serra, o tucano é mais preparado pra governar que a petista. E também não poupou Lula: disse que o presidente estaria navegando na maionese e sentindo-se o Todo Poderoso. Ou seja, Ciro está revoltadíssimo.
Você nunca leu neste blog qualquer elogio a Ciro. Aliás (deixa eu fazer uma busca rápida; oops, eu o menciono rapidamente aqui), nenhuma crítica tampouco. Ciro simplesmente não me parece um personagem importante pra que eu fale sobre ele, pro bem ou pro mal. Mas nem sempre foi assim. Em julho de 2002, eu escrevi uma crônica sobre o sujeito. Ela foi publicada no A Notícia, jornal pra qual colaboro há doze anos. Leia a crônica, lembrando sempre que é de oito anos atrás (eu volto embaixo).

CIRO NÃO É COLLOR
É revoltante perceber que algumas pessoas insistem em ver semelhanças entre Ciro e Collor. É óbvio que Ciro e Collor são tão diferentes como água e água, quero dizer, água e vinho. Não têm nada a ver, fora a primeira letra do nome de registro da candidatura. Tudo bem, os mais provocadores podem afirmar que ambos vêm do Nordeste, representam a oligarquia de lá, nasceram em berço de ouro, estão filiados a partidos minúsculos (se bem que o PPS é um tiquinho mais sério que o PRN, pero no mucho), têm o suporte da mídia, começaram suas carreiras no PDS, e hoje são apoiados pelo que existe de mais retrógrado na política brasileira, ou quase, já que alguns dos retrógrados ainda balançam entre o Serra e o Garotinho, e não vamos esquecer o PL, que infelizmente apóia o PT. Mas tudo isso é irrelevante. Tudo intriga da oposição! Trata-se apenas de coincidências esdrúxulas entre C&C. O que pega mesmo é que tanto Ciro quanto Collor são jovens, altos, bonitos (gosto não se discute), e nervosinhos. Parece que nenhum dos dois tem papas na língua, o que não interfere em nada, afinal, pra quê diplomacia quando se ocupa o cargo central do país? Apesar desses detalhes ridículos, Ciro não é Collor. E vou explicar tintim por tintim por que.
Pra início de conversa, Ciro não anda de jet ski. Ainda não descobri o esporte predileto dele, mas tenho certeza que saberemos já nos primeiros dias de sua posse. Outro grande diferencial é que o tesoureiro de Collor foi o célebre P. C. Farias, que Deus o tenha, e o de Ciro é outro poço de honestidade, o Martinez, que vem sendo acusado de corrupção, mas boto fé que o Ciro vai prender e arrebentar quem continuar espalhando essas calúnias. No entanto, a principal distinção entre Ciro e Collor é que Patrícia Pillar não é Rosane. A Rosane é uma jeca total, veste-se mal, é dentuça... E a Patrícia é linda, boa atriz, e ainda por cima está vencendo o câncer. Patrícia pra presidente! Quero dizer, Collor. Opa, Ciro! Como dá pra confundir os dois?!

Voltei. Então. Como todos sabem, Lula venceu as eleições em 2002, aleluia. Mas em julho daquele ano Ciro ainda despontava nas pesquisas, e deve ter sido por isso que me revoltei o suficiente para escrever a crônica.
Muita coisa mudou de 2002 pra cá. Ciro virou ministro do governo Lula. Parte do que existe de “mais retrógrado na política brasileira” passou a apoiar o PT (estou pensando no PP, partido do Maluf, e no Sarney). Claro que existe uma diferença entre ter um vice-presidente do DEM na sua chapa (o que ocorreu nos dois mandatos FHC, quando o DEM ainda era PFL), e ter políticos retrógrados apenas como ministros. Bom, já falei sobre isso aqui: por mim, o PT não faria alianças com nenhum desses partidos asquerosos. E nem com o Collor, se bem que o ex-caçador de maracujás está longe de fazer parte do governo. Ele é apenas um senador que vota com o governo no Senado. Mas também seria impossível o PT governar sem apoios.
Considero um erro o PT ter feito lobby agora, em 2010, para que Ciro não fosse candidato a presidente (queriam que fosse candidato a governador de SP, o que, convenhamos, lhe daria menos votos que pra presidente). Essa é uma estratégia perigosa: e se os votos pro Ciro forem pro Serra em outubro? Quer dizer, acho altamente improvável que as eleições deste ano se definam num primeiro turno, e é importante pra Dilma ter apoios no segundo (Marina e seu PV quase seguramente apoiarão Serra). Mas, no fundo, não sei se o eleitor do Ciro votaria na Dilma no segundo turno. Inclusive, quem é o eleitor do Ciro? Não é exatamente um pessoal de esquerda. É tudo gente daqui do Ceará? Pra ser franca, nunca entendi quem vota no Ciro, o esquentadinho. E é difícil entender a revolta de Ciro. Será que ele achava que tinha condições reais de se eleger presidente por um partido minúsculo como o PSB? Ou ele queria ser o candidato do PT?

39 comentários:

Oliveira disse...

Lola:

De onde você tirou essa idéia que a Dilma é tão melhor que o Serra? Só porque o sábio Lula disse? Sim, porque você não conhece a Dilma realmente.

Como que um político, sério e honesto como o Serra, pode ser pior que uma pessoa que já assaltou bancos e tem ficha de terrorista na policia? Você é louca?

Eu nunca mais leio ou comento neste seu blog nojento, porque você, alem de gorda, relaxada, defensora de abortos e de todo tipo de gente que não presta é burra que irrita.

Vá você e esse seu bando baba-ovos que apóiam qualquer idiotice que você escreve pros quintos dos infernos, sua retardada.

Adeus! Você vai pagar caro por ser o que é.

Shoujofan disse...

Não acredito que ele tivesse qualquer pretensão, aliás, o causo foi bem comentado na Folha de São Paulo hoje (*se quiser, eu trago apra cá*). ele calculou possibilidades de crescimento que não aconteceram, mas lamenta ter que sair do páreo antes de um pos´sivel 2º turno, simplesmente, porque isos lhe tira poder de barganha por cargos e outras coisas.

Agora, acho feio você sair e dizer "Serra vai ganahr mesmo". Seria mais elegante e inteligente dizer "Eu seria o único capaz de derrotar Serra". Mas enfim, vamso esperar. Periga essa eleição ser muito chata e suja.

Adrien disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Strepsiades disse...

Esse comentário do Oliveira, lastimável, hein?

Enfim, também não vou tecer elogios... muito pelo contrário. Por favor, não gostar do Ciro Gomes é uma coisa, mas desmerecê-lo da forma que está escrita aqui é, no mínimo, infantil, e sem noção nenhuma do que ele representa na política e até para o próprio NE.

O que parece aqui é a vontade de seguir a risca a cartilha da "esquerda" PT (as aspas são ironias, vou?): polarização ao extremo. Nada de terceira via. É o clássico: "nós contra eles"! Se não estiver conosco, está contra nós.

Típico.

O Ciro é um político que, apesar de ter feito algumas escolhas bem erradas nos últimos 4 anos, merece bastante respeito. O próprio fato dele ter surgido no ARENA e estar militando na "esquerda" hoje em dia já diz muito sobre isso. Ah, ou as pessoas não podem mudar? Esqueci disso... esse lance de os "políticos mudam" e "esqueçam o que eu escrevi" (pfff...) não funciona com boa parte da "esquerda" ("metarmofose ambulanteeeee...). Sem citar a carreira política dele mais a fundo, só chamo a atenção para o conhecimento que ele tem sobre o Brasil e o Mundo e as conjunturas econômicas da atualidade. Falar mal sem conhecer o trabalho do cara é muito fácil. E não se engane, não votaria no Ciro de forma alguma, mas ridicularizar o que ele representa e a capacidade do cara é de uma obtusidade política (intelectual?) absurda.

Ah, e, por favor, critiquem o Serra o quanto quiserem, mas dizer que ele é menos preparado que a Dilma para gerir um país é digno de piada. Mas aquelas piadas de mal gosto, tipo do Casseta & Planeta. Ele pode não ser o melhor candidato (para alguns), mas que história e experiência política dele dão muito mais bagagem que o dilmão, é tão claro quanto água.

Shoujofan disse...

Sim, Ciro fez escolhas erradas, mas é um político importante. Aliás, cogitei em votar nele algumas vezes. E não me envergonho de escrever isso.

Marcelo Delfino disse...

Concordo com pouquíssima coisa que Lola escreve neste blog. Mas, além de manter um link para este blog ne meu blog político, não concordo que venham engraçadinhos aqui ofendendo a Lola. Se não sabem se restringir a criticar as ideias da Lola, parem de escrever e desapareçam daqui.

Fabiana disse...

Minha família é toda do Ceará e também não vê motivos pra votar nele ou no Tarso. Ah, esqueci, agora eles não são mais amigos, né? Então continuando, do mesmo modo que eu, morando em SP a vida inteira não vejo nenhum, nenhum mesmo, motivo pra votar no PSDB. E realmente não conheço ninguém que o considere um bom governante. Mas sei lá de onde saem os eleitores dele.

Então, concordo completamente com a Lola, pra mim o PT continuava radical, bem a esquerda do espectro político, sem aceitar nenhum tipo de barganha em alianças.

mAdReCiTa disse...

o PT já era, um bando de burguês pagando de defensor do povo...ninguem ali pega lotação mais ou é operário....cest la vie!
politica assistencialista - o Brasil não precisa mais de PACS, peques e bolsas familia, precisa de desenvolvimento de cultura, arte, saude....chega de pagar pro pobre por ele ser pobre.
cansei!

João disse...

Assisti à entrevista com o Ciro no SBT ontem à noite, assim com à do Serra outro dia. Imagino que logo, logo a Marina e a Dilma também serão convidadas. É no noticiário das 19h30. (Alguns vão querer achar defeitos nisso, porque é tv brasileira, mas, gente, por favor...)

Acho que ele se saiu muito bem com as respostas. Você disse que ele saiu atirando porque está revoltadíssimo. Ué, e você queria que ele estivesse contente com o Lula? Ele foi usado pelo presidente e descartado sem a menor cerimônia e você queria o quê? Mas ele foi educado o tempo todo, e não falou besteira alguma! Entendo que você não tenha gostado do fato de ele ter declarado que considera o Serra mais bem preparado que a Dilma. Mas os argumentos dele foram muito claros.

Bem, este é mais um post político que deve suscitar muitos comentários, alguns até inflamados. Mas esperemos que, a despeito das paixões, a educação sempre fale mais alto.

Um ótimo fim de semana para você, Lola (e, claro, a todos os leitores).

Laura disse...

Não tenho nenhuma opinião formada sobre o Ciro, além do fato dele ser esquentado mesmo e não medir as palavras - o que denota pouca capacidade política para fazer as alianças, por piores que sejam, para governar um país e também denota pouco entendimento do que significa um partido. Pra mim, o político deve acompanhar o partido e não o partido, o político.

No mais, faz parte do PSB, que é um partido que vem funcionando em Pernambuco, com o atual governador, Eduardo Campos, e que deve se reeleger - agora por méritos próprios, já que em 2006 ganhou muitos votos por ser neto do Miguel Arraes e ter o apoio do Lula.

Em relação à sucessão presidencial, achava que o Ciro deveria ter concorrido para desviar o foco de ataque de Dilma, assim como Marina, provavelmente, vai ser de bucha do Serra. Mas com o comportamento infantil dele nesses últimos dias já não sei o que dizer. Seu comportamento poderia ser uma caixinha de surpresas no segundo turno. Então, melhor falar merda agora do que mais próximo das eleições.

Adrien disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Adrien disse...

Apagaram meu comentário, por isso mandei outra vez.

Izilda disse...

Nunca gostei e nem desgostei de Ciro Gomes, mas achei bem forçado esse seu post. Parece mais uma tentativa de descridibilizar qualquer outro candidato que não seja a Dilma. E, claro, seguindo a cartilha petista de declarar inimigo qualquer pessoa que não esteja do seu lado.
Ciro já esteve em saia justa por causa de seu irmão que levou mulher e sogra pra viajar com dinheiro público.
Mas analisando Lula, até agora não me entra na cabeça pq que a empresa do filho do Lula recebeu 5 MILHÕES DE REAIS da Telemar.
Acredito que ele (filho do Lula) e a Ana Maria Braga são os únicos biólogos milionários que eu conheço!

lola aronovich disse...

Adrien, apaguei seu comentário porque vc já o havia publicado no post anterior. Vc vai ficar colocando o mesmo comentário em cada post? Eu sempre procuro apagar comentários repetidos.


A quem está achando o post forçado e/ou agressivo, sugiro que o releiam. O texto de 2002 é agressivo sim, mas a parte que escrevi agora, 8 anos depois, é quase descritivo. Eu apenas faço perguntas, não julgamento de valor (quer dizer, tirando o título, que é mais uma resposta ao pessoal que diz “agora o PT vai demonizar o Ciro”. Eu, de minha parte, nunca gostei dele).
No post, eu digo algo se concordo ou não com o que Ciro diz sobre Dilma e Serra (tanto sobre Dilma ser melhor pessoa ou quanto Serra ser mais preparado)? Não, eu só digo que foi isso que Ciro disse. Eu apenas digo que Ciro está revoltadíssimo (o que, vamulá, é bastante inegável), não digo se ele está ou não com a razão. Embaixo, no texto abaixo do texto de 2002, eu comento em pouquíssimas linhas sobre o que mudou na política de 02 pra cá. E mostro minha dúvida, porque realmente nunca soube bem quem é eleitor do Ciro. E pergunto se ele imaginava que realmente teria chance de vencer a disputa pra presidente por um partido pequeno, ou que o PT o escolheria para candidato. Ou seja, o texto é um dos mais “neutros” que já produzi (neutro está entre aspas porque isso não existe).

Shoujofan disse...

Lola, segue o texto da Folha (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz2404201004.htm). Se achar por bem deletar, sem grilo para mim:

FERNANDO RODRIGUES

Ciro apostou. E perdeu

BRASÍLIA - Haverá uma profusão de análises sobre o fim da pré-candidatura de Ciro Gomes a presidente da República. O cardápio era variado entre as avaliações já disponíveis ontem. Foi humilhado por Lula, destratado pelo PSB, o PT destrói quem aparece à sua frente ou Ciro pecou pela ingenuidade.
O tempo dirá qual dessas ou de outras avaliações são verdadeiras ou apropriadas. Do ponto de vista dos fatos, deu-se algo muito simples. Ciro fez uma aposta. Sua previsão não deu certo, e ele perdeu.
A estratégia cirista era conhecida. Ele próprio a relatou em detalhes mais de uma vez acomodado à frente de uma das mesas de tampo de mármore branco nas quais é servido o intragável café de coador da Câmara dos Deputados. Anotei ponto a ponto sua explicação na tarde de 7 de outubro passado:
"O lugar marcado para mim é ficar em terceiro lugar na eleição e ser protagonista no segundo turno. Mas há uma fresta para eu ser o segundo. E uma fresta minúscula para eu ser o primeiro. O Serra vai recuar no ano que vem. Aí entra o Aécio, mas lá atrás nas pesquisas. Eu fico em primeiro lugar".
Em resumo, a aposta era dividida em três etapas: 1) o tucano José Serra ficaria com receio de perder e não seria candidato a presidente; 2) a petista Dilma Rousseff continuaria empacada abaixo de 20%; 3) Aécio Neves assumiria a vaga do PSDB ao Planalto, mas em patamar bem baixo nas pesquisas.
O passo seguinte seria Ciro conquistar o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com medo de ser expelido do Planalto, o PT buscaria uma alternativa heterodoxa, dando apoio ao nome do PSB.
Enquanto pitonisa eleitoral, Ciro foi só um político. Suas previsões estavam todas erradas. Mas, como ele desejava ser presidente, talvez não tenha tido muita escolha. Precisava apostar e pensar alto. Apostou e perdeu. Simples assim.

fernando.rodrigues@grupofolha.com.br

Liz disse...

Nossa, a coisa está ficando feia! A cada dia os comentários são mais acirrados e agressivos. Uma coisa é certa: tendem a piorar, com a aproximação das eleiçoes.

Mas, sério, quem precisa se esforçar pra desacreditar o Ciro? Que até pouco tempo era só elogios ao Lula?

E, Madrecita, como vc pensa em desenvolvimento nacional sem o PAC ou sem qualquer política de distribuição de renda, com o bolsa família, que é pouco, mas já é alguma coisa?

Como vc concebe educação e cultura sem a construção de universidades e sem remuneração digna aos professores? É até covardia fazer comparação entre o governo Serra em São Paulo, ou a era FHC, e as ações do Governo Lula em relação a desenvolvimento e educação.

Puxa, eu realmente gostaria de enxergar esse bom administrador no Serra.

Por favor, madrecita, João, Adrien, Izilda (não cito o Oliveira porque ele disse que não comenta mais) me socorram, demonstrem como São Paulo está perfeito e que é nisso que queremos transformar todo o Brasil.

Maria Beatris disse...

Liz, nenhum lugar está perfeito. Vc vota no Lula/Dilma? O Brasil não está perfeito oras. O PAC muito menos é perfeito! Deixou de lado várias formas de energia limpa e barata para apostar em megas-construções que nem o pessoal do MST (que é super a favor de PT) aprova, pelo contrário.

São Paulo não está perfeito mas melhorou muito em inúmeros fatores. Vc não pode querer um quadro de perfeição sendo que em nenhum setor a perfeito está perto de acontecer. Em nenhum estado brasileiro.

Por favor mais coerência!

Rosilda disse...

Maria Beatriz:

O Brasil pagou a dívida externa, vc sabia?

Vc sabia que somos credores, agora do FMI?

A economia brasileira está forte. Um dos setores mais importantes, a construção civil, está super em alta, tanto que faltam engenheiros e insumos no mercado da construção. Há vinte anos não eram feitas grandes obras no Brasil, vc sabia?

O déficit habitacional é gigantesco!

Houve contratação de professores e melhora dos salários, e criação de universidades federais, além de institutos de ensino tecnólogico.

Converse com professores de alguma Federal, se vc tiver alguma dúvida em relação a isso.

Aliás, a Polícia Federal também foi estrutura, os serviços públicos em geral foram alvo de ações do governo.

Em relação ä medidas para preservar o ambiente, eu concordo, precisamos evoluir muito.

Agora, me diga: a educação em São Paulo melhorou? Ou piorou? E está se investindo em desenvolvimento sustentável? E que obras foram construídas?

E, assim, existe mesmo uma justificativa para os desastres nas obras em São Paulo, que não seja superfaturamento de materiais e contratações irregulares, como o caso do metrô, por exemplo?

Me diga, peloamordedeus, eu preciso saber: EM QUE, EXATAMENTE, SÃO PAULO MELHOROU TANTO?

Quanto ao Brasil, é visível. É só olhar um pouco à sua volta.

E eu sou Dilma. Porque por enquanto o PT é a opção que representa algum tipo de negociação com os movimentos sociais e algum respeito ao sistema democrático.

Não tenho visto muitos governos fazendo isso. Uma exceção é o Requião, do PMDB no Paraná, o qual também é violentamente atacado pela mídia. Veja, não é que o PMDB seja democrático. É o Requião, característica dele.

Desculpe a resposta tão longa, mas é prciso objetividade. Não me venha com essa conversa de boa administração sem elencar fatos. Em respeito a um mínimo de coerência, entende?

Nakereba disse...

Oi Lola,

Em primeiro lugar, desculpe-me pelo comentário super longo, mas sabe como somos nós os lurkers, né?

Respondendo a sua pergunta, quem vota no Ciro? Eu nunca votei ou tive vontade, mas desta vez, até o momento era minha possibilidade de voto. Não penso em votar em Serra e se Temer for confirmado como vice de Dilma também não votarei nela. Marina Silva não dá. Mesmo sabendo que ela não tem chances, não votaria. Assim como não votaria no Garotinho, no Bispo Macedo, ou qualquer outro que use a religião como bandeira, cujos princípios religiosos pudessem atravancar certos avanços que acho importantes para a sociedade brasileira.

Votei no Cristovam Buarque em 2006 no primeiro turno e no segundo: apertei o nariz, prendi a respiração e votei no Lula. Qualquer candidato DECENTE que tiver a educação como prioridade no projeto de governo, leva meu voto, pelo menos no primeiro turno. A educação não salva ninguém, mas é possível alcançar muito por meio dela, inclusive construir uma sociedade "ambientalmente responsável".

Novamente: quem vota no Ciro? Talvez gente como eu, que não se define nem de direita e nem de esquerda, mas como alguém que busca alternativas para um país melhor, não necessariamente que Ciro seja uma dessas alternativas, mas é a tal história da economia de males. Não sei. Pensava ainda em pesquisar melhor o histórico dele como prefeito, deputado, ministro, etc., antes de me decidir entre ele e o Nulo.

Que fique claro que já votei em vários candidatos do PT (Erundina em SP; Suplicy, Lula e outros já receberam meu voto). Na eleição de 89, fui às ruas gritar o nome do Lula (sim, já fiz isso e não me envergonho). Já votei em vários candidatos do PSDB aqui em SC e quando morava em SP também, mas não voto em partido. Voto em candidato porque nada impede que o sujeito saia do partido depois que estiver eleito.

Na verdade, sem ele na corrida, há grande probabilidade que eu anule meu voto. Não sei. Muita água vai rolar daqui até outubro. Sorry for my ramblings:(.

Em tempo, sei que sua crônica é de 8 anos atrás, mas se referir à esposa de Collor como DENTUÇA E SEM CLASSE é repetir comportamento que você vive criticando. Abaixo, suas próprias palavras em um post anterior:

"...é revoltante ler blogs de direita chamando a Dilma de “dama de peruca"...Ou fazendo troça com o fato do Lula não ter um dos dedos. É preconceituoso enfatizar um defeito físico de alguém. Logo, não deveríamos mencionar a doença do tio Rei. Simplesmente não é relevante, e pega mal pra quem se preza por ser humanista."

Shame on you!!

Nakereba

L. Archilla disse...

Nakereba, desculpe me intrometer no comentário que vc fez à Lola, mas creio que o texto inteiro dela esteja em tom de ironia - até porque é muito babaca esse negócio de comentar a elegância (ou a falta dela) da primeira dama para atingir o presidente, ou candidato. E infelizmente a gente vê muito, tanto para falar mal do Lula ou Collor, como pra elogiar o Sarkozy (!!!)...

Nakereba disse...

Oi L. Achilla,

Fique à vontade para intrometer-se, afinal, meu comentário foi "público". De novo, não quero sair do assunto, que pelo que eu entendi é "quem vota no Ciro", mas preconceito é preconceito, em tom de ironia ou não!

lola aronovich disse...

Tem razão, Nakereba. Hoje eu não chamaria a Rosane de dentuça, porque realmente não é relevante. Não falaria nada da aparência dela (se bem que é ligeiramente diferente falar da aparência de um candidato que da aparência da esposa/marido do candidato. No caso de uma Rosane, que, tadinha, era um zero à esquerda, não há muito o que falar fora a aparência. Mas não falaria isso hoje, repito. Ah, e chamo a Rosane de "tadinha" sem ironia, porque sinto mesmo pena dela). Não a chamei de "sem classe". Acho que "jeca total" não é o mesmo que "sem classe". Mas, na realidade, mal sei o que é um jeca (caipira? Brega? Kitsch?), e tampouco usaria um termo desses hoje.
Acho tb que alguém ter um "defeito físico" como ser careca ou dentuço é bem diferente de zoar com a pessoa por ela ter um defeito físico que venha de uma doença (como o câncer) ou de um acidente (caso do dedo que falta no Lula). Sei lá, vamos imaginar que a Roseane fosse dentuça em decorrência de um acidente de carro. Neste caso, seria mais horrível ainda chamar a atenção para seu defeito nos dentes. Enfim, não estou me justificando, acho infantil (bem da Turma da Mônica mesmo) chamar alguém de dentuço, ou balofo, ou sei lá o quê, e não o repetiria hoje. Obrigada por apontar a incoerência. Eu tb considerei estranho esse trecho da minha crônica de 8 anos atrás quando o li ontem.

(E antes que alguém diga "Mas vc falou da cirurgia plástica do Serra, la ra ra ra ra ra", já vou explicando que, como tanto se critica a Dilma pela cirurgia, é preciso falar da cirurgia do Serra também. E note que "falar da cirurgia" não significa condená-la ou apoiá-la. O que eu acho esquisito no caso do Serra é ter que fazer uma cirurgia plástica pra poder SORRIR. E isso tudo estava no contexto "meigo e risonho" da capa da Veja).

Nakereba disse...

Lola,

De nada, também gosto que apontem minhas incoerências. Não sei se faz diferença pra você, mas você acaba de ganhar 0.5 no meu "Boletim de Avaliação de Homo Sapiens" . Mas perdeu 0.25 por não ter comentado a minha resposta a sua pergunta sobre quem votaria no Ciro e mais 0.15 por ter tentado se justificar demais. Um pessoa "dentuça" pode ser tão vítima de preconceito quanto a outra que perdeu o dedo, mas pra mim esse assunto está encerrado. Mas então, ficou claro pra você que tipo de eleitor votaria no Ciro?

Ah, e já deu para perceber que sou professor, né? Claro que não de português, nem de ciência política e muito menos de lógica:). Abraço!

PS: Você já organizou alguma comemoração para a desistência do seu troll de plantão? Este blog não será mais o mesmo sem ele:). Será tão melhor!

lola aronovich disse...

Nakereba, eu não quero comemorar antes da hora em relação à debandada do meu troll de estimação. Lógico que se isso realmente acontecer eu (e um monte de leitor@s) ficarei super feliz.
Pois é, esqueci de comentar a sua resposta sobre o tipo de eleitor do Ciro. É que não posso traçar todo um perfil baseado numa resposta. Mas é bem isso que eu imaginava: eleitor de Ciro vota na pessoa, não no partido (até aí, banal - a maior parte dos eleitores vota no indivíduo, não no partido. A exceção talvez fique nos 20 a 25% do eleitorado que vota sempre no PT, no partido mesmo). E não está muito interessado em plataforma política, já que Ciro não é associado à alguma plataforma específica (ao contrário do Cristóvão Buarque, que está sempre ligado à educação). O Ciro vai pra esquerda ou pra direita ao sabor do vento. Mas também não consigo imaginar gente de esquerda votando no Ciro, e por isso me surpreendeu a Valéria (Shoujo) já ter cogitado votar nele. Pô, se vc é de esquerda e não quer votar no PT, vote no PSOL, no PSTU! Digo isso porque não conheço ninguém de esquerda que vote no Ciro. Pra falar a verdade, não lembro de nenhum amigo meu dizendo que votaria no Ciro! Por isso a minha dúvida persiste: quem é o misterioso eleitor do Ciro? Deve ter mais alguém além de vc, Nakereba, e da Patricia Pillar!

Aproveitando: Valéria, obrigada pelo artigo do Fernando Rodrigues, que está bem didático. Se isso é verdade - que Ciro não imaginava que Dilma chegaria a um patamar mais ou menos de igualdade com Serra nas pesquisas -, ele não foi um bom analista político, né? Independentemente de eu votar no PT, era bastante previsível que uma candidata apoiada pelo presidente mais popular da história do país alcançasse (e passasse) os 30%. E ainda por cima uma candidata do PT, que já recebe os votos "fixos" de quem vota no partido. Todo mundo sabia disso. Até o Serra sabia disso, daí sua relutância em concorrer. E estranho tb o Ciro ter tido certeza que: 1) o Serra não se candidataria (havia dúvidas, lógico, mas era/é a última chance da vida dele), 2) se o candidato fosse o Aécio, ele teria um índice baixo nas pesquisas. Qualquer "anti-PT" vai receber os votos dos 15% a 20% que odeiam a esquerda. Ou alguém vai me dizer que o pessoal que detesta o PT, o MST, a CUT etc votaria na Heloisa Helena? Don't think so...

Shoujofan disse...

Lola, eu realmente fiquei decepcionada com a "limpeza" da imagem de Lula ao longo de vários embates. Eu detestei a história de "Lulinha Paz e Amor". Daí, acredito que em 2002, cogitei em votar em Ciro. Mas ele é bocudo e estourado demais. Por conta disso, não recebeu meu voto em nenhum momento. Mas cogitei, como meu marido estava cogitando. Ele não vai votar na Dilma, tomou asco do PT e sua política de governo. Eu não o culpo, mas eu sei que, sim, com o PSDB será pior em muitos aspectos que eu considero importante (*e considero a área ambiental, tão destacada por alguns, importante, mas não acredito em Serra ou PSDB como levantadores de bandeiras ecológicas, não com o DEM à tiracolo.*)

Votei em HH no primeiro turno nas últimas eleições, mas como tem gente doida para tudo, sei de muita gente que se posiciona e diz ser de direita que votou nela. Como explicar algo assim? Não percebo o eleitorado brasileiro médio se posicionando conscientemente entre esquerda/direita. As pessoas voam de um lado para o outro por motivos vários e muitas vezes precários. Ciro é um candidato de esquerda, ou pelo menos de Centro Esquerda. Seu partido assim se posiciona. Teoricamente, claro, assim como o PMDB e o próprio PT.

No mais, não votaria em HH hoje. Não voto em quem se posiciona contra os direitos das mulheres. E ela é contra a descriminalização do aborto. Não demonizo HH por isso, como não demonizo a Marina, acho as duas muito importantes, as duas precisam estar no Congresso ou no Senado, mas não votaria nelas.

Meu voto nessas eleições é o voto anti-Serra. Simples assim. E se alguém me pergunta dou sempre o mesmo exemplo: "Não voto em um candidato que dá ordem para a sua polícia não ferir o seqüestrador de uma menina de 15 anos por motivos políticos; que colcoa a vida de duas meninas em risco; que permite um circo daqueles e , depois, aparece no jornal da manhã dizendo que aconteceu um infeliz acidente. Sim, o tiro não foi na cabaça da filha/neta/irmão/mãe/whatever dele". É somente isso que eu falo. Não pontuo mais nada, embora pudesse. Acho o exemplo mais contundente.

Acredito que a maioria já tenha descoberto, infelizmente só há um caminho nesse caso. Quando penso em voto útil me sinto um lixo. Fiz voto útil no Rio uma vez, chapa PDT/PT, e o merda do Garotinho era o cabeça de chave com a Benedita. Mas é o que eu vou fazer nessas eleições e torcer, torcer muito, porque apesar de achar a análise do Ciro demonstração de inépcia, acho muito difícil que a Dilma se eleja.

É isso. Desculpe o tamanhão desse comentário.

João disse...

Liz, não consigo encontrar o trecho no meu comentário anterior em que, segundo você, eu digo que São Paulo está perfeito! Por que colocar palavras na boca das pessoas, ainda mais quando é possível facilmente verificar essa leviandade?

Como não moro em São Paulo, prefiro não listar pontos quer positivos quer negativos, até porque sempre alguém vai discordar. Só um exemplo: a Secretaria Estadual de Educação se esforçou para colocar em prática um programa de valorização do profissional do magistério e o Sindicato foi contra (como sempre, claro! Sindicato é sindicato, não existe pra aceitar ideia de patrão!). Digam-me: alguém em juízo normal pode ser contra a valorização dos membros do magistério?

Em nível nacional, elogiam muito a abertura de grande número de universidades. Mas eu pergunto: por que não melhorar o nível da educação básica em vez de querer consertar de cima para baixo (algo impossível!)? Ah, mas aí há dois poréns: primeiro, universitário vota e professor também. Segundo, vão dizer que o governo federal não tem escola de nível fundamental (tem pouquíssimas) e que isso é função de estados e municípios. Mas então não poderia ajudar os estados e municípios? Aí alguns vão mencionar o Fundeb. Mas o Fundeb é uma das maiores enganações que já vi. O governo fazia (faz?) propaganda do envio de muito dinheiro para as prefeituras, mas eu pergunto: algum professor ganhou 1 real a mais por conta do Fundeb? Dois anos atrás eu trabalhava em escola municipal; falo com conhecimento de causa!

Mirella Nogueira disse...

Tem gente confundindo São Paulo cidade e São Paulo estado.

Rosilda falou:

"Em relação ä medidas para preservar o ambiente, eu concordo, precisamos evoluir muito."

Primeiro que para evoluir, precisamos COMEÇAR. Digo isso com todas as letras, o governo Lula deu um salto pra trás gigantesco em sua política ambiental totalmente impactante. E olha que, como foi bem lembrado aqui, o filho do Lula é biólogo! rs. Claro que é um biólogo que não trabalha no ramo, mas está muito bem de dinheiro afinal como foi lembrado também, sua empresa faturou 5 milhões de reais da empresa Telemar.

O que é pra vc desenvolvimento sustentável? Vc sabe o que é isso? Vc sabe qual governo faz isso?
Vc acha que, consessões de milhares de licitações e Eia/Rimas a qualquer empreiteira ou obra, são o que é preciso para se ter DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?
Vc acha que Lula e Dilma se preocupam com isso? Lula VIVE culpando espécies animais nativas, endêmicas e ameaçadas de extinção, de culpadas pelo atraso do PROGRESSO. Isso mesmo, ele vive repetindo isso! Olha o absurdo!!!
Na cidade de meu marido por exemplo, lá no Rio Grande do Sul, Lula foi discursar sobre a demora em se realizar uma obra na rodovia BR-101. E a demora foi por conta dos estudos de impactos ambientais apontarem uma espécie de anfíbio que seria exterminada. E o que ele falou? Que jamais que uma perereca poderia atrasar o progresso (ainda fazendo piadinha machista em cima disso). A vida de qualquer animal, espécie ou bioma não tem a mínima importância pra ele. Ela já culpou até bagres da Amazônia de serem os vilões por não se poder alagar áreas de matas nativas acabando com tudo, seja árvore, sejam os milhões de animais, os ecossistemas e as pessoas que dependem disso também.
Pq vc acha que a Marina Silva era pedra no sapato dele e não aguentou a pressão? Pq ele queria rapidez nas licitações. Carlos Minc chegou para fazer isso e fez bem feito. Saiu distribuindo licitações com o mínimo de estudos dos impactos ambientais, a revelia. Quer contruir obra, indústria, mega-empresas?? Quer que sejam em áreas de matas nativas, matas ciliares, em Portos, regiões insulares, na amazonia, no pantanal, no cerrado, etc?? VC CONSEGUE FÁCIL FÁCIL A SUA LICITAÇÃO!

Então essa sua visível mudança que vc diz que aconteceu no Brasil eu não vejo dessa forma. Acho que o governo Lula foi ótimo em muitos pontos. Mesmo no social acho que ele foi o melhor presidente, mesmo não aprovando suas ações perante o MST, as bolsas-esmolas, a presidencia social (que eu acho que ele defecou aqui, etc; e ainda facilitando em muuuito a vida de banqueiros bilionários (Lula deve ser o ídolo inconteste deles). Na política internacional Lula tbm se destacou e confesso que até tenho admiração por ele em muitos aspectos. Adorei quando ele foi em Israel e não se deixou abaixar a cabeça lá, foi contra os assentamentos israelitas na faixa de Gaza, olha, senti orgulho dele nessa hora. Mas na grande maioria das vezes ele e Dilma me envergonham!

Me envergonha essa política ambiental escrota. Me envergonha esse descaso com os animais. Me envergonha e me dá medo desse querer o progresso a qualquer custo, lembrando o caso do Brasil em 1972 (Convenção de Estocolmo). Me envergonha Lula achar graça contando que estuprava animais na infancia/adolescencia. Me envergonha sua ignorancia no setor onde se é mais importante.

Será que ninguém entende que, sem o meio-ambiente tudo morre? Nós morremos? Será que não entendem?
Será que ninguém entende que, sem o meio-ambiente saudável tudo vai para o lixo? Seja construções, seja a energia, seja nossa saúde, o lugar onde moramos, nossa comida, nossa educação, política e diplomacia internacional, enfim.
Vc pode pensar em um futuro sem qualquer coisa, MENOS, sem um ambiente saudável. Sem isso, NÃO HÁ FUTURO.

Mirella Nogueira disse...

Continuação:

E eu fico de cara quando as pessoas não entendem isso. Dizem que não se importam mesmo. Que não votam em um político por causa disso. Que isso é coisa pra quem gosta. Não se interessam.
Porra, isso trata-se da sobrevivencia de todos nós e do lugar onde vivemos e sobrevivemos.

Desculpe o desabafo...rs

PS: E discordo de vc quando diz que o PT é o partido que representa algum respeito ao sistema democrático. Nem seu maior resentante, o Lula, não demonstrou isso ao povo brasileiro na época mais importante que define os rumos de nosso país pelos próximos 4 anos, jogando no lixo a democracia, dizendo que seu partido não deveria acatar lei alguma, estando porém, acima do poder legislativo que todos nós somos sujeitados. Isso é democracia?

olhodopombo disse...

ainda acredito que o Ciro sera o vice da Dilma....

aiaiai disse...

Mirella,

Não acredito que vc ainda não atualizou o seu blog e veio aqui gritar com a gente de novo...
caramba, querida, use o seu blog para falar do que quiser. O tema do post hoje aqui é a candidatura do ciro e a forma como ele apeou da disputa.
Vc até podia vir aqui e avisar que tinha feito um post sobre a política ambiental do governo lula. Acho que a Lola não se importaria, ela é sempre super a favor de debata.
Mas do jeito que vc faz, me desculpe, mas é comportamento de troll.
Vou ficar esperando ansiosamente um aviso seu de que está disposta a dividir conosco todo o conhecimento que tem sobre desenvolvimento sustentável.
Por enquanto, o que percebi é que vc é ótima em repetir os mantras dos jornalões.

Nakereba disse...

Quanto ao comentário da Mirella:

Faço eco às palavras da aiaiai. Mirella, a menos que você tenha outro blog (se for o caso, passe-me o link), acho essa sua atitude um pouco suspeita. Esse seu comentário daria quase um post e o seu blog não é atualizado desde 09 de Outubro de 2009. Entrei lá outras vezes depois daquela discussão aqui sobre consumo de carne, etc. Se você escrever sobre o assunto com alguma regularidade, serei frequentador assíduo. Já leio outros dois, mas ambos são da grande mídia (Blog Verde na globo.com e o Sustentabilidade no portal.exame, além de outros em francês e inglês).

Vivien Morgato : disse...

Entrando por outro viés: acho interessante vc liberar sua caixa de comentários, acho corajoso. Eu tranco, chuto fora os trolls, porque tive até stalker e isso, ninguém merece.

O fato é que parece que existem uns esquisitos que não sabem discordar. Diferentemente de Marcelo Delfino, que disse discordar e debater, mas tb repudia ataques pessoais e bafõnicos. Bacana o Marcelo.

Pena que o povo e-tua-mãe-também ainda apareçam. Eu duvido que esse "Oliveira" suma..o cara é fissurado em vc. Acho que daqui há pouco vai aparecer outro trollzinho idiota e será o mesmo velho "Oliveira", destilando seu ódio.

Ah, como tem falta de camomila por ai. O jeito é esse povo se entupir de ansiolítico...rs


Grande beijo. Mandei um email pra vc, ok? Um lance que pretendo fazer, dá uma olhada.

B. disse...

Lola,
Sempre leio teu blog e gosto da maioria das coisas. Na verdade, não comento porque concordo em quase tudo, aí penso que ficaria chato comentar só concordando...
Mas agora meio que reativei meu blog tentando tranformá-lo em algo menos individual - que é o que eu fazia antes.
Hoje fiz um post sobre a direita e esquerda e as principais diferenças entre eles, pelo menos as que me convenceram a ser de esquerda.
Sempre lembrando que eu escrevo geralmente pra quem não entende muito de política, e tento fazê-los se interar mais (a maioria dos meus conhecidos). Gostaria da tua opinião, se possível, se achas que posso atingir meu objetivo, porque afinal acho que devemos estar todos juntos nessa, tentando tornar as pessoas um pouco menos alienadas e papagaios do que a veja e a globo dizem sem ao menos saber por quê (tem muito disso ao meu redor). Vejo isso inclusive dentro de casa em que minha mae insiste em votar no serra porque ela lê veja e jornais da globo e é convencida por eles, apesar de ser classe média baixa. Fico indignada, mas não queria que a aproximação ideal fosse brigar. Por isso, vou chegando aos pouco. Se pudesse me ajudar, agradeceria.

Bruna

Liz disse...

João:

Primeiramente:

Como vc deve saber, a responsabilidde pelo Ensino Fundamental e Médio é dos Municípios (séries iniciais) e do Estado (de quinta a oitava e ensino médio). Olha, dinheiro há para a educação. 25% da receita corrente líquida é bastante...

A remuneração dos professores vai depender da política e dos planos de carreira de Estados e Municípios. Como professor, vc deve saber bem disso.

E se vc, como professor, gostou de uma proposta excludente de promoção do Governo de São Paulo, quem sou eu pra discordar.

Por fim, se vc que é professor reclama do sindicato, porque não procura então fazer parte da diretoria e tentar mudar alguma coisa?

my own disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
my own disse...

Oi, Lola, sou pernambucana, votei no PBS para governador (Arraes, primeiro, e Eduardo, na última), vou votar novamente para governador (Eduardo) e tb estava estava cogitando em votar no Ciro no 1° turno. Sempre votei na esquerda. Votei em Lula em todas as eleições, menos na última: primeiro turno, C. Buarque; Lula, só no segundo. Já votei no PT fechando td, não faço mais isso, só voto no segundo turno, qnd a opção é um Zé Serra da vida ou um Jarbas Vasconcelos, por exemplo. Qnt à personalidade do candidato, nunca me diz muito. Fico atenta a falhas de caráter. Se é esquentado, tímido, simpático engraçado, não faz diferença. Talvez esse seu estranhamento em relação ao eleitores do PSB se deva ao fato de vc não ser nordestina e ele (o PSB) ter mais 'presença' aqui no NE. E, sim, é um partido de esquerda. Espero ter esclarecido sobre 'o tipo de gente que vota no Ciro'.

Maria Valéria disse...

Nossa, fiquei abismada com o comentario que li. Lola, não concordo com algumas coisas que vc escreve, e concordo com outras.Mas mesmo não concordando,as vezes, não consigo entender alguem apelar pra ataque em tom de deboche,ofensa pessoal, falando se seu tipo fisico é esse, ou aquele, se vc é isso ou aquilo. E se o seu blog é tão ruim assim eu não sei o que certas pessoas vêm fazer aqui!!!
Continue escrevendo sobre o que achar que deve e defendendo suas ideias.Muitas vezes posso concordar, outras posso discordar, mas acho intragavel esse tipo de comportamento que vi uns posts acima e jamais farei isso no seu blog ou em qqer outro.
Numa boa, pq vc não deleta esse tipos de comentario?
beijão;)

lola aronovich disse...

Bruna, adorei o seu post, e já comentei lá no seu blog.


Maria Valéria, no começo, quando o Oliveira surgiu (não lembro quando, mas já faz tempo), eu deletava os comentários mais agressivos dele, que eram sempre como o de acima e pra pior (e aí eu fico pasma quando dizem que eu chamo de troll quem discorda de mim! Troll é quem faz tudo pra insultar mesmo, e basta ler meia dúzia de comentários do Oliveira e dos meus outros dois trolls antes dele pra não ter dúvida do que eles querem - me calar através de ofensas, vencer pelo cansaço. Tá cheio de blogueiro que desiste de escrever por causa de trolls). Dá trabalho deletar comentários. E, como eu não fico direto verificando o meu blog, muitas vezes o comentário fica horas sendo lido (e respondido por outros leitores) até ser deletado. E aí, meses depois, vem o idiota mentir descaradamente que uma das ofensas que ele escreveu e que eu deletei ("pena sua mãe não ter abortado quando estava grávida de vc") foi feita num post meu sobre legalização do aborto, e aí vc nem tem como provar que não, que o sujeito fez essa mesma ofensa diversas vezes, em vários posts (sem ter nada a ver com aborto). O ideal seria que o blog bloqueasse automaticamente qualquer comentário escrito por um determinado IP (que é, pelo que sei, o número próprio de cada computador). Mas, infelizmente, o blogspot não tem esse dispositivo. Quer dizer, o ideal mesmo, mesmo seria que não aparecessem trolls por aqui. Já pensou que beleza? Vamos ver se ele cumpre a promessa de sumir. Espero ter umas semanas de paz, mas acho impossível não ter trolls, ainda mais em ano eleitoral. Tem gente que recebe salário pra trollar blogs de esquerda!

Fabiana disse...

Lola, já pensou em domínio próprio? Tem ferramentas mais avançadas pra impedir esse tipo de coisa. A gente ajuda a pagar - lembra eu ainda estou te devendo uma grana danada, por cada clique que eu já dei no seu blog.