domingo, 3 de outubro de 2010

HOJE É O GRANDE DIA

Adoro eleições. Adoro votar. E não dá pra acreditar que durante 28 anos nos privaram desse prazer, desse direito, inclusive desse dever nosso como cidadãos. Torço para que isso não volte nunca mais, mas nossa democracia é jovem e frágil ainda, e o maior sinal da sua fragilidade é que em todas as eleições presidenciais, desde 1989, a gente ouve como a democracia está sendo ameaçada. É sempre o mesmo discurso do medo: se tal e tal ganhar, os militares não vão deixá-lo assumir. Se tal e tal ganhar, haverá um novo golpe. Se tal e tal ganhar, vai implantar uma ditadura. Essa conversa furada de que nossa democracia corre perigo constante não faz nada bem pra nossa democracia. Ou você acha que nos países ricos os eleitores ficam falando de golpe e ditadura a cada cinco frases? Na língua inglesa nem tem palavra pra golpe. Tiveram que pegar emprestada uma expressão em francês, coup d'état. Golpe de estado, pra americano, só o que eles patrocinam nos países alheios. Como o nosso, em 1964.
Mas vamos deixar essa história de golpe e ameça à democracia pra lá. Vamos enterrar esse discurso do medo, que não nos ajuda em nada. O resto do mundo vê o Brasil com enorme esperança, como o gigante que finalmente acordou, como o país do futuro que chegou, futuro que está acontecendo agora. Nunca pensei que seria possível, mas ainda na minha vida verei o Brasil ser uma das principais economias do mundo e ter um lugar de destaque no planeta. A maior parte dos brasileiros compartilha este cenário, que não é nem mais otimista, é realista. Depois de quinhentos anos o Brasil começou, e agora não para mais. E só não fica feliz com isso uma elite que reclama que tá cada vez mais difícil fazer turismo, porque agora tem gente demais viajando, ou que fica revoltada por não ser mais tão fácil arranjar empregada doméstica. Bem-vindos à realidade! O Brasil tem, pela primeira vez em sua história, mais da metade da população na classe média. Não somos mais só eu e minha dúzia de amigos. Agora temos um batalhão, e essa multidão de gente quer, estranhamente, o mesmo que eu sempre quis, que eu sempre achei que era apenas direito meu, por mérito, claro, não por privilégio herdado: ter um bom emprego, fazer faculdade, viajar. Agora há cada vez mais gente fazendo isso, e quero ver alguém dizer, na minha cara, que isso é ruim. Nenhum país do futuro pode se dar ao luxo de manter um abismo de desigualdade social.
Então é com a alma lavada que compareço às urnas hoje (sem esquecer de levar um documento com foto, e uma cola, que lembrar de seis números não é fácil), cheia de esperança, sem medo, amando meu país, certa do seu caminho, sem esse discursinho de que se tal e tal ganhar eu me mudo pra Miami. Porque, gente, bad news: em Miami também é difícil pacas conseguir empregada doméstica. Lá elas insistem em receber salário decente pra trabalhar, onde é que já se viu? Na verdade, hoje farei mais que votar ― serei mesária. E espero passar o dia inteiro vendo meu povo votar feliz. O tempo em que empregada votava no que era melhor pro patrão acabou. Não volta mais. Agora empregada vota no projeto que é melhor pra ela. Um projeto que possibilite, um dia, que ela venha deixar de ser empregada.
Então vamos lá, pessoal, votar sem medo de ser feliz. Votar consciente, Dilma pres
idente. Hoje é um dia histórico. Vamos comemorar já hoje a eleição da nossa primeira presidente mulher. Se for preciso segundo turno, a gente ganha dia 31 também. Mas, se for hoje, a gente tá com esse grito de vitória prontinho na garganta, clamando pra sair. Agora.

29 comentários:

Wonderwoman disse...

Lolinha, dia de pura emoção esse! Votar para eleger a primeira presidente do Brasil. Uma MULHER!!! Ontem até o JN me emocionou - inédito isso - ao mostrar o resumo de campanha da Dilma. Está bem que, comparado ao resumo seguinte, dá pra criticar bastante, mas o importante é isso: a emoção de elegermos hoje uma mulher presidente.
Vivas!!! Tô indo votar!
Camilla

Rita disse...

Vou votar para que os índices de pobreza sigam caindo, os empregos e o crescimento do país aumentem, o respeito conquistado não se perca. E também para que a Dilma faça os ajustes necessários, intensifique ainda mais as políticas públicas e faça do Brasil um país cada dia mais justo. Dia D, dia histórico, dia de festa. Dilma presidente.

Rita

Shiryu de Dragão disse...

Acabei de votar no Serra, ou seja, anulei o voto da Lola!
E Miami tem empregada sim!!! Quando vejo materias sobre essa cidade so mostra mansoes!

primeirocego disse...

Eu já votei, tô esperando as boas notícias. Engraçado mesmo isso que você falou de não existir palavra pra golpe em inglês, lembrei uma vez que fui ver com uma inglesa aquele filme com o Tom Cruise em que eles tentam derrubar o Hitler e depois eu tive que explicar pra ela o que era um golpe, ela simplesmente não entendeu o conceito.

Osinete disse...

Já fiz a minha parte e com muita emoção.Estou torcendo também para que a nossa Dilma vença no primeiro turno.Mas, se não der,não faz mal.
Dia 31 a gente vai lá e confirma.

Mari Moscou disse...

Exceto pelo Mercadante, votarei só em mulheres este ano! Estou superorgulhosa e até fiz camisetas da Dilma!!!! :D

Já estou preparada pra acompanhar a apuração na Paulista e comemorar se hoje já elegermos a nossa primeira mulher presidente!

Também estou me organizando pra estar presente na posse dela, este momento histórico pro nosso país tão querido! :)

Também estou muito feliz hoje, Lola. Muitos amigos acham que as eleições são uma coisa menor. Mas minha mãe foi presa e lutou para pudéssemos votar! Ela também vai com uma camiseta da Dilma!!!

as fotos que estampamos nas camisetas estão no www.desafiomulhermoderna.blogspot.com

Beijão!

Nefelibata disse...

Vambora! Segundo turno, só para o governo de SP!

Borboletas nos Olhos disse...

Já votei. Adoro votar. Tenho prazer de ficar na fila, de esperar minha vez, de ouvir o barulhinho da urna eletrônica..E vamos eleger Dilma a primeira mulher presidente do Brasil.

aiaiai disse...

Lolinha,

to emocionada desde a hora em que acordei. Fui a primeira a votar na minha seção, junto com meu filhote que fez questão de apertar todas as teclas e fez uhuh quando digitou 13 e apareceu foto da Dilma. Eu cai no choro...sai da seção cumprimentando os mesários e chorando kkkkkkkkkkkkkkkkkk bobalhona e feliz.

Fiquei também contente de ver muita gente de vermelho, todos com um sorriso no rosto. E olha que eu voto em um reduto de classe média tradicional. To otimista, trabalhando e ouvindo as notícias, pronta para o grito de vitória ainda hoje!!!!!

Patrick disse...

Lola, há uma piada que nos Estados Unidos nunca houve golpe porque lá não tem embaixada dos Estados Unidos ;-).

P.S.: Publiquei no meu blogue um texto sobre como acompanhar a apuração e o noticiário da eleição

Wonderwoman disse...

Eu votei na guerrilheira!! Com todo orgulho!
Mas vou dizer, esse comment da aiaiai me emocionou, com o filhinho comemorando!
Dia nublado, ventando aqui em Vitória, mas DIA LINDO!Vi um comentário no twitter, acho que do Rodrigo Vianna, que eleição em bairro de classe média não tem clima de eleição, que em bairros de periferia a movimentação, o "clima" era maior. Verdade ou não, ao menos por aqui, realmente, o clima tá morno, a não ser pelos muito santinhos espalhados pelo chão (vixi!) ...

Camilla

DH disse...

Comentário muito bonito, o da 'aiaiai'.

Saí da cabine sorrindo, sem conseguir me conter. A mesária foi logo abrindo um grande sorriso também. Acho que ela entendeu.

Vamos torcer pra acabar no 1º turno, gente. Mas se não der, não tem problema: a gente comemora a vitória da Dilma 2 vezes!

Lud disse...

Votei em trânsito aqui em Brasília, às 10 e meia da manhã. E o andar das seções eleitorais para quem ia fazer o mesmo estava lotado, com filas gigantes fazendo caracol. Para andar pelo corredor era necessário muita paciência e muitos "com licença".

Fiquei feliz em ver que tinha tanta gente exercendo a cidadania longe de casa. Só não sei como estava a tendência dos votos, já que não tinha NINGUÉM com camisa de partido ou candidato. Marido e eu fomos de vermelho, claro.

J.anquevitti disse...

Lola, nem consegui dormir direito, meu coração batia forte ao pensar que logo eu iria votar na primeira presidenta do país.

Como a minha seção é nova (foi criada quando votei pela primeira vez) não demorou nada...o coração quase saiu pela boca quando eu vi a foto da Dilma, saí de lá tremendo de tanta emoção rs

Estou torcendo mesmo que segundo turno seja somente em São Paulo...

Logo logo os resultados começam a ser apurados, vai ser uma alegria só!

Abraços
Jonas

Roberta disse...

Lola,hoje eu fui votar pela primeira vez,toda animada,quando chegou a vez de votar na Primeira Mulher Presidente não pude conter um sorriso.Talvez hoje mesmo nós comemoraremos o resultado do nosso voto :D

Pedro disse...

Ainda bem que chegou né Lolinha ? Hahahahaha Vou poder voltar a ler seus posts...
Espero que a primeira presidenta do Brasil não seja "essa" Dilma. Pior que ela, só a candidata Weslian Roriz... hahaha zuando. Bjo Lolinha

Victor disse...

Fui votar com minha camisa do PT e uma bandeira do Pimentel (candidato ao Senado no Ceará). Primeira vez que votei, nossa! TAVA COM UMA VONTADE LOUCA DE GRITAR QUANDO ENTREI NA SESSÃO - "DILMAAAAAA!". HUAHAUAHAU! O pessoal votava e eu doido pra perguntar "votou em quê? por quê? vota na Dilma!" RSRSRS. Quero muito que ela ganhe, muito mesmo!

Saí da sessão RINDO. Votar é muito bom, gente. Você se sente parte do processo inteiro.

VAMO LÁ, DILMA PRESIDENTE!

flavia maris disse...

Lola,também espero que hj seja um grande dia, especialmente para nós mulheres, se assim que a apuração das urnas acabarem, for eleita a primeira mulher presidente.Sempre fiz questão de votar, sempre participei, desde os 16 anos, quando ainda não era obrigada. Mesmo assim vejo um problema, talvez um grande problema, na democracia brasileira: como um direito pode ser obrigatório? o voto é um direito... mas é obrigatório? Enquanto tem muita gente que se sente feliz em participar do processo eleitoral, também tem muita gente, por exemplo votando no tiririca, aqui em são paulo...

Wonderwoman disse...

Não sei se só pelo dia de hoje, não sei se pela inspiração da Lola e seus posts-contagem-regressiva, não sei se por ter trocado tantas idéias fantásticas com tantas blogueiras que aqui conheci, hoje será mesmo um dia especial e por isso me inspirei a escrever sobre isso.

http://wonderwoman-bra.blogspot.com/2010/10/por-mialma-insubjugavel-agradeco.html
E elegeremos uma MULHER PRESIDENTE! Não me canso de repetir isso!

Sandra disse...

Olá Lola!

Estou a torcer para que a Dilma vença já na primeira volta no Brasil. Se fosse brasileira era nela que eu votava.
A eleição está a ser seguida com muito interesse aqui em Portugal, até pelo facto de uma mulher ir ser presidente do nosso país irmão (nós só tivemos uma primeira-ministra).
O Lula é muito respeitado na Europa, por muito que a direita brasileira pelo que eu percebi negue esse facto. Assim como a grande evolução que teve o Brasil no governo dele, a que dará continuidade a Dilma.

Boa Sorte!

Falando noutro assunto, já sabe o verdadeiro final de Inception? Aqui: http://portalcinema.blogspot.com/2010/10/saiba-como-verdadeiramente-acaba.html

Borboletas nos Olhos disse...

Lola, conseguimos eleger o Pimentel para o Senado aqui no Ceará! Meu coração está saltitante de orgulho. Boca de Urna: Dilma, 51%. Ai meu coraçãozinho...

Palavras Vagabundas disse...

Olá, a tempos te leio, só hoje comento.
Dilma, mulher, guerreira e macho prá c..... por isso tem gente que não gosta dela.
Votei pela continuidade de um projeto que sempre acreditei.
abs carinhosos
Jussara

Fernanda disse...

Estou com o coracao na boca...serio mesmo...To assistindo a Record (sao 11 da noite aqui em Londres e 7 da noite no Brasil)e da tando 42% pra Dilma...Com 30% dos votos apurados...To tao nervosa que nao consigo nem pensar em estatistica direito...Sera que vai dar gente???
Tem que dar...Dilma tem que ser nossa presidente...
Beijos,
Fernanda

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Surpresa com os 20% de Marina!... Até o momento, claro...
Mas pelo jeito o segundo turno já está aí...

Nefelibata disse...

A bala de prata era verde, afinal de contas.

E fez sangrar o bastante para o segundo turno.

eva mooer disse...

Minha escolhida foi a Marina.
Gosto dela,acreditei no seu programa e acreditei na sua honestidade.

flavia maris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Borboletas nos Olhos disse...

Segundo turno? Ok, vamos lá onda vermelha. Vou pra rua, pras praças, panfletar, cantar, o que for preciso. Primeira mulher presidente do Brasil.

Niemi Hyyrynen disse...

:) vai Dilma !

Tomara que ela ganhe e crie o "Bolsa Reaça", mande os descontentes de ultima classe num avião chinfrin pra Miami, para eles trabalharem de empregada domestica e verem que a relidade é outra. rs

XD dai sim Miami terá muita empregada por lá, quem sabe uma nova bolha...mais empregadas do que patrões, pelo tantão de Reaças que a Dilma mandaria pra lá...rs

só fazendo um pouco de piada..

Niemi.