quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O GLOBO DE OURO E AS PRETENSÕES OSCARÍSTICAS

Parte da equipe vencedora por Avatar.

Ahhh! Tem um caminhão de mudança aqui em casa neste exato momento, levando quase todas as minhas coisas pra uma cidade onde ainda não tenho endereço ou trabalho definido!
Mas tudo bem, em respeito as minhas exigentes leitoras(es), vou falar brevemente sobre a cerimônia do Globo de Ouro (que aconteceu na segunda), e que não vi, porque não tenho TV a cabo. Só acompanhei os resultados, que pareceram bastante previsíveis.
Como vocês estão cansad@s de saber, o Globo de Ouro funciona como uma prévia do Oscar, cuja cerimônia está marcada pro dia 7 de março (as indicações saem daqui a duas semanas, 2 de fevereiro). Só que o Globo é um prêmio dado por alguns poucos jornalistas e correspondentes estrangeiros, enquanto os tapinhas nas costas do Oscar vem da própria comunidade de Hollywood (seis mil membros da Academia; todo mundo que é indicado a um Oscar ganha o direito vitalício de votar). Quem recebe o Globo muitas vezes entra como favorito na corrida do Oscar, mas não sempre. Primeiro que o Globo separa dramas de comédias/musicais, e o Oscar não — melhor filme é melhor filme, ponto. Na prática, o que isso significa é que o Oscar raramente premia (ou sequer indica) comédias e atores em papéis cômicos. Portanto, quem ficou feliz por Se Beber Não Case ter levado o Globo, e tem esperanças que esteja no páreo no Oscar, pode tirar o cavalinho da chuva. Duvido que seja lembrado. Já o musical Nine deve ser.
O mesmo ocorre com os vencedores dos Globos de atuação. Robert Downey Jr, que pra mim está miscast (mal escolhido?) em Sherlock Holmes, levou o Globo de melhor comédia/musical. Vai precisar de muita reza pra ser indicado ao Oscar. Caso seja agraciado, ganhar não é uma possibilidade. Mas a mera indicação é um reconhecimento a como ele conseguiu reconstruir sua carreira, após seu vício em drogas levá-lo à cadeia e, por pouco, à morte. Com a vencedora do Globo de melhor atriz em comédia (por Julie & Julia) é diferente, porque ela é Meryl Streep. Meryl é uma instituição, praticamente todo ano é indicada ao Oscar, e quase nunca ganha.
Outra coisa estranha é que melhor ator de Globo muitas vezes não bate com o resultado do Oscar. Mas, pra atriz, é batata: melhor atriz no Globo, estatisticamente falando, leva o Oscar. Este ano, portanto, Sandra Bullock entra fortíssima na disputa. A famosa atriz de comédias romântica tem um papel sério em O Lado Cedo (trailer aqui), sobre uma mãe rica que acolhe um adolescente grandalhão negro pra morar em sua casa, e depois o cara vira astro (olha o meu nível de interesse despencando) de futebol americano. Já tem uns quinze anos que o Oscar vem privilegiando atrizes mais jovens (menos de 40 anos), e, embora Sandra tenha passado um tiquinho desse patamar (está com 45), 2009 foi um dos melhores anos de sua carreira. Ela foi a artista americana que mais atraiu espectadores, uma raridade (geralmente chamariz de bilheteria é homem). Melhor não mencionar que duas das suas comédias do ano passado, A Proposta e All About Steve, foram pichadas sem dó pela crítica.
Pra melhor ator (com chances, não o Robert), eu tinha a impressão que o George Clooney finalmente seria contemplado (por Amor sem Escalas, que parece uma gracinha - trailer aqui, mas não. O favorito é mesmo Jeff Bridges, que ganhou o Globo por Crazy Heart, onde faz um cantor de country decadente, pelo que entendi (o trailer não me motivou nem um pouco).
Tudo aponta pra que os indicados ao melhor drama do Globo apareçam na lista de melhores filmes do Oscar — Avatar, Guerra ao Terror (dirigido pela Kathryn Bigelow, ex-mulher do James Cameron), Bastardos Inglórios, Amor sem Escalas, e o independente Preciosa, que fala sobre uma adolescente negra, obesa, abusada sexualmente pelo pai, maltratada pela mãe, bullied na escola... O inferno total (estou pra fazer um post sobre o trailer faz meses). A atriz principal, Gabire Sadibe, certamente será lembrada no Oscar, mas vai perder pra Sandra. Já Mo'nique, que faz a mãe de Gabire no filme, levou o Globo de atriz coadjuvante e entra como favorita na disputa do Oscar nessa categoria.
Preciosa, pelo jeito, terá no Oscar o mesmo destino que teve no Globo de Ouro — várias indicações, só uma vitória, e coadjuvante, ainda pro cima. E Bastardos Inglórios, que pra mim é o melhor filme de 2009 (pelo menos entre os poucos de qualidade que vi até agora), repetirá a dose. Apenas Christoph Waltz deve ganhar. Talvez melhor roteiro, que certamente merece (no Globo, perdeu pra Amor sem Escalas, de Jason Reitman, mesmo diretor de Juno).
O fofíssimo Up – Altas Aventuras ficou com o prêmio de animação do Globo, e vai levar fácil o Oscar. E, quem sabe, melhor música também. Mas quem vai dominar tudo de novo será James Cameron. Não vai ser aquela celebração sem concorrentes à la Titanic, treze anos atrás, mas Avatar deve levar pelo menos uns cinco Oscars. Pra melhor filme, não tem pra ninguém. Guerra ao Terror é sobre um tema que ninguém mais aguenta ouvir, a Guerra no Iraque. Bastardos é cínico demais pro gosto da Academia (que costuma ignorar Tarantino. Deu-lhe o Oscar de roteiro em 1994 por Pulp Fiction e acabou, nunca mais, ainda que, pra muita gente, eu inclusive, Taranta seja responsável pelos melhores filmes desta década começada em 2001 e que ainda não acabou). Preciosa e Amor sem Escalas são obras menores, mais íntimas, e não tem jeito: sempre que um filme independente concorre com um super arrasa-quarteirão cheio de efeitos especiais, o blockbuster ganha. É a cultura do espetáculo do Oscar (mesmo o vencedor do ano passado, Quem Quer Ser um Milionário, era mais espetacular, no sentido de encher os olhos, que seus concorrentes). Então viva o James. E eu não reclamo, porque gosto pra caramba de Avatar.
P.S.: Não vou falar dos vencedores do Globo na TV, que aí já é querer demais. Tem um gato histérico e apavorado miando no outro quarto, uma gata mais tranquilex dormindo no chão da cozinha, e a casa de pernas pro ar.

21 comentários:

Mariana. disse...

Se avatar ganhar o oscar de melhor filme, vou achar injusto. Bastardos é infinitamente melhor.

Talvez o oscar de efeitos especiais e de direção sejam merecidos, mas melhor filme, pera lá, né?

(já basta ter ganhado de melhor drama no globo de ouro concorrendo com bastardos. não que bastardos seja um drama convencional, mas acho que é melhor em qualquer quesito que avatar, menos efeitos, claro).

Por isso que o oscar, pra mim, perde credibilidade. Mas eu não me importo: daqui vinte anos avatar vai estar ultrapassado na única coisa em que foi realmente bom, os efeitos. E bastardos não.

Anônimo disse...

boa sorte com as mudanças, Lolets!

Adorei seu post sobre o globo de ouro e sobre as possíveis vitórias no oscar (pena ter tomado tanto seu tempo, que anda concorridíssimo!).

Adoro quando você fala de cinema.

Adri.

Danda disse...

ahhh Lola... Faz um post sobre Preciosa sim! Estou tão curiosa quanto a este filme...
Pleaaaaase!

Leo disse...

Eu vi poucos filmes concorrentes. Tô começando a maratona agora. Nem Avatar vi ainda.
Mas achei meio bizarra a premiação de Hangover. Não vi os concorrentes mas não acho possível que nenhum deles seja melhor do que aquilo!
A tv britânica também não transmitiu! Ao menos não os canais que eu tenho (que é tipo uma semi-tv a cabo). Talvez porque começava 1h da manhã daqui! Mas eu assisti por streaming na internet. Levei um tempo caçando, mas consegui!
O Ricky Gervais pegou bem pesado nas piadas, como quando apresentou o Mel Gibson falando: "Honestly, I like a drink as much as the next man... unless the next man is Mel Gibson."
Pelo menos foi diferente! hehe

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Tudo de bom pra vc nessa nova empreitada, Lola.

Ao mesmo tempo que deve dar um frio no estômago, deve ser uma delícia mudar de cidade, mudar de vida, recomeçar muita coisa...

Abração pra vc!!!

João Daniel Oliveira disse...

O Globo de Ouro chutou o pau da barraca este ano, e assumiu o seu lado "Caras" - só venceu quem foi bom de bilheteria. Eles sempre foram deslumbrados e nunca esconderam isso,mas pelo menos nas edições anteriores eles premiaram filmes"menores" e/ou com grandes qualidades. Este ano não.

Não sei não viu,mas acho que Avatar não vai bombar tanto assim no Oscar não.

E adorei a foto do Tarantino. Curiosidade: o roteirista Roger Avary, que está na foto com ele, se envolveu em um acidente de carro que deixou vítimas, e está na cadeia até hoje. Volta e meia ele usava o twitter da cadeia,relatando a experiência, o que repercutiu muito na mídia...

João Daniel Oliveira disse...

Ah, e sou veemente contra a inclusão de Bastardos Inglórioscomo "drama".O filme é uma comédia, uai!

Vitor Ferreira disse...

Eu sinceramente não vi nada demais em Avatar. Pocahontas já falou a mesma coisa há 15 anos atrás e sem tantos clichês. O roteiro é fraco né Lola, vamo combinar... Falei (quase) tudo que penso a respeito no meu blog.
Guerra ao Terror é um tédio, mas acho capaz de levar o Oscar, sim. Guerra e Holocausto são sempre temas muito queridos pra eles. Amor Sem Escalas é bem parecido com Juno em relação aos valores que passa. Nine é muito ignorado, e injustamente. É bem melhor que Moulin Rouge, por exemplo. E eu torço muito pra Preciosa. Acho o mais tocante. Já Bastardos eu não gostei do final mórbido, mas é bem superior aos demais. Quer saber? Vou torcer pra Up...

Riffael disse...

Achei um absurdo Bastardos não ter levado roteiro e Avatar ter ganho melhor filme. Infelizmente acredito que com o Oscar não seja diferente.

Lu-Bau.Blog disse...

Avatar, apesar de não ter visto, me lembra o filme O Último Samurai.
Quero muito ver é Preciosa. Deve ser lindo

Mei disse...

Ai, ainda nem vi Avatar (e nem vou ver) e não duvido que esse filme de SmuffCats (eeew, furry!!)ganhe um balde de prêmios.

Mas, sabe , Lola, eu acho Oscar uma baboseira tão sem sentido...dá uma canseira na gente. Deve fazer uma década ou mais que parei de ver. Pelo jeito continua a mesma coisa.

boa sorte na mudança, amore.
:*****

Dai disse...

Oi, lola!
Meus critérios são bem personalistas e tal, mas acho um absurdo aquele filme de despedida de solteiro de frat boys ganhar alguma coisa que não seja o Framboesa. Gostei muito de Preciosa e estou ansiosa para ler o que vai escrever. Lógico que eu torço por este e por Bastardos, apesar de não ter grandes expectativas sobre as escolhas da academia. Gostei de Educação e the lovely bones, mas, de resto, filme de Oscar não é mesmo para mim...

beijos!

Devathai disse...

Avatar me decepcionou. Só me resta torcer pelo Up.

Cereja disse...

Achei que Avatar foi um filme bem feito, prende a atenção, você realmente se vê imerso naquele mundo... Mas é aquela história que já foi contada duzentas milhões de vezes ao cubo. É só assistir 2 minutos do filme pra saber tudo que vai acontecer. Acho isso uma preguiça mental, medo de sair um tiquinho da tradição e arriscar sacrificar a lucratividade do filme. Tudo bem, o dinheiro usado pra fazer o filme não foi o meu, não posso dizer o que eles devem ou não fazer com o investimento deles... mas daí a premiar a mesmice ano após ano e celebrar isso como norma é outra coisa.

Acho isso um saco, e por mais que eu tenha gostado de ver Avatar acho um pouco deprimente ele ser pretigiado como o melhor filme do ano. Bastardos Inglorious não foi tão bom quanto eu havia esperado que fosse, mas pelo menos foi uma história nova.

| viviana | disse...

Meu problema com "Avatar" não é o roteiro ruim (e é). É aquela idéia de que o americano branco chega na terra de um povo antiquissimo e em 10 minutos está sendo melhor que eles em tudo. Fora que os atores que fazem os 'selvagens' são claramente negros; fora que o grito dos 'selvagens' lembra muito o dos muçulmanos. Enfim. achei uó.

Não gostei muito de "Up in the Air", mas ele e "Bastardos" eram infinitamente melhores. Enfim, "Avatar" tá na boca do povo, é o filme mais comentado e tals, e isso acabou contando.

Outra coisa que não gostei foi "Up" ter ganho. Sempre torço loucamente pela Pixar, mas achei "Up" infinitamente menor que outros filmes do estúdio, como "Wall-e". Vê-lo ganhando de "Coraline" e "Fantastic Mr. Fox" doeu.

Jeff Bridges está ótimo em "Crazy Heart", que é um filme muito bom. Vai levar o Oscar e muito merecidamente.

Na verdade, meu filme favorito de 2009 foi com certeza "Where the Wild Things Are". Lindo. Pena não estar sendo reconhecido.

Vitor Ferreira disse...

Concordo com a Viviana que Up é inferior a Wall-E ou Procurando Nemo, por exemplo, mas os outros não tão superiores assim. Já Where The Wild Things Are me matou de sono. Não consegui ver inteiro. Achei um tédio mesmo. Crazy Heart não me conquistou porque o papel do Jeff não me cativou. O papel do Mickey Rourke em O Lutador ano passado, por exemplo, conquistava mais o público. Acho que ele tá ganhando esses prêmios mais pelo conjunto da obra, e porque é um ator que merece ser reconhecido, do que por ter feito de fato um grande trabalho. Meu favorito na categoria ainda é o Colin Firth.

Serge Renine disse...

Aronovich:

Quem vir a Sandra Bulock nua em A Proposta, da para ela: o Oscar, o Globo de Ouro, o Cesar, Grammy, o da Corrida de Sào Silvestre... e todos mais.

Com 45 anos com aquele corpo?

. disse...

Cantor country decadente? Será que Hollywood finalmente filmou a biografia de Townes Van Zandt, ou seria apenas um flerte?

. disse...

Sem falar que, no trailer, o Jeff Bridges tá a cara e a voz do Kris Kirstofferson.

Júlio Pereira disse...

Que vergonha!
O Globo de Ouro é muito mais que uma previa do Oscar, aliás, o Globo de Ouro é a premiação mais assistida do mundo!
E você não precisa ganhar Oscar pra votar nele, por exemplo, Dakota Fanning vota, Fernando Meirelles, etc.

Vivien Morgato : disse...

Lola, só vc mesmo pra postar com caminhão de mudança na porta...rs