segunda-feira, 6 de julho de 2009

BURROS, CONSERVADORES, ULTRAPASSADOS E IGNORANTES

...com todo o respeito aos burros originais.

Oh my God, um antigo leitor querido, o Alex, me mandou este artigo que foi publicado no jornal A Notícia (on line) na segunda-feira passada, um dia após a primeira parada gay da cidade. Alex foi rápido e mandou uma carta protestando. Mas meus outros leitores precisam ficar sabendo disso:

"Parada gay, por Geane Carl
Devo confessar que estou envergonhada por morar em Joinville. Vergonha de ver nossa cidade ser palco de uma manifestação que 'destrói e assassina' o conceito que temos de família: a parada gay. Gostaria somente de fazer uma pergunta: para que existe um padrão de moral e ética, se quando surgem desvios dele sempre dizemos sim, para que se evite qualquer tipo de manifestação?
O homossexualismo e o lesbianismo jamais irão encontrar seu espaço, pois ferem diretamente o padrão chamado família, o qual Deus criou e a sociedade vivencia. O homossexualismo e o lesbianismo assassinam a fórmula de uma constituição familiar, o qual é: homem + mulher = geração de filhos. Só conhecemos dois gêneros existentes: macho e fêmea. O homossexualismo e o lesbianismo, bem como uma outra identidade sexual, são escolha, são opção de vida.
Nenhum ser humano nasce homossexual ou lésbica ou diferente daquilo que sabemos e que até a ciência nos comprova. Homem, com corpo e mente de homem, e mulher, com corpo e mente de mulher. Escolher pelo homossexualismo e o lesbianismo é ser totalmente egocêntrico, pois busca o seu prazer, a sua felicidade, e não a do filho adotivo que olha, reflete e exclama: minha família é composta por gêneros iguais.
Pergunto: por que os homossexuais pregam tanto a liberdade, se eles mesmos são causadores de violência, agressões e desmoralização de conceitos éticos, os quais se comprovam através da história do movimento homossexual no mundo? E mais: por que nos chamam de 'burros, conservadores, ultrapassados e ignorantes', só porque expressamos opinião contrária à deles? É essa a liberdade que eles tanto defendem, quando eles mesmos querem nos 'fazer engolir' as suas ideias?
Não sou contra o ser humano que é criado à imagem e semelhança de Deus, e que se intitula homossexual ou que tenha uma outra opção sexual, mas sim contra o homossexualismo, o lesbianismo ou qualquer outro estilo de vida sexual, o qual escraviza, destrói, corrompe e aniquila o homem e a mulher que vive em tais práticas. Descrevo isso porque vejo em nossa sociedade tais pessoas vivendo as consequências de um estilo de vida assim, e percebo o tipo de vida destruída que levam."

Minha resposta: Devo confessar que estou envergonhada por esta carta ter sido publicada no jornal em que escrevo há onze anos. Sabe, uma coisa é liberdade de expressão, outra é simplesmente despejar preconceitos. A carta de Geane demonstra um dos piores tipos de homofobia, que é aquele baseado na “verdade divina”: contra Deus não há argumentos. É difícil de entender, eu sei, que o deus totalitário e cruel em que algumas pessoas acreditam não é o mesmo deus de todas. É uma besteira sem tamanho dizer que só existe um deus. Existem tantos “deus” quanto existem pessoas. Cada uma tem sua interpretação dele(a?) assim como existem infinitas interpretações da bíblia. Eu me sinto muito livre por ser ateia e não acreditar em deus nenhum, obrigada, mas, se eu acreditasse (e eu já acreditei), odiaria crer num deus que me detesta. Quer dizer, sei que o deus da Geane, de acordo com ela, me ama, mas que tipo de amor é esse que não me aceita como eu sou?
Olha, vou te contar. Tem que acreditar muito numa verdade absoluta pra não se ver como “burra, conservadora, ultrapassada e ignorante”. Porque cada linha do texto da Geane é exatamente isso, tintim por tintim. E eu devo ser ignorante também, porque realmente continuo sem compreender como a homossexualidade ou uma parada gay tem o poder de destruir e assassinar o conceito de família. Quer dizer, por esse conceito, eu mesma sou uma grande assassina de famílias, já que, apesar de hétero, não tenho nem quero ter filhos. Estou fugindo da minha função de mulher, que é procriar. Mas não sei como essa minha opção individual possa causar um estrago tão grande numa estrutura tão antiga quanto a família. Como um casal gay que vive junto, se ama, divide as despesas da casa, faz planos em conjunto, tem sonhos (enfim, faz todas essas coisas que os casais héteros fazem), afeta a vida de outra família? É tão absurdo isso. Sério, é mais ou menos assim: se um casal de lésbicas se mudar pra casa ao lado da Geane, ela terá que se divorciar do marido e largar os filhos no ato. Aquele casal de lésbicas arruinou a sua vida! E, aliás, a minha também. Deve ser um Efeito Borboleta, só pode ser.
Puxa vida, ninguém “vira” gay por ver um casal de homens se beijando ou andando de mãos dadas. Eu mesma já vi lésbicas se beijando e, por algum milagre, não tive nenhuma vontade incontrolável de sair beijando mulheres. Por sinal, gays e lésbicas veem casais héteros se beijando e andando de mãos dadas o tempo todo, em todo o lugar, e nem por isso gays e lésbicas conseguem deixar de ser gays e lésbicas. Porque não é assim que funciona. E olha que seria muito mais fácil pra eles, influenciados pela maioria, “virarem” héteros, que pra quem é hétero e vê um casal do mesmo sexo de mãos dadas virar gay. Não é todo mundo que gosta de nadar contra a corrente. O que acontece é que o problema não é a homossexualidade, que não interfere em nada com a heterossexualidade. O problema é o preconceito contra essa homossexualidade. Alguém ser gay não afeta em nada a minha vida. Mas eu sair por aí escrevendo, gritando, querendo proibir alguém de ser gay, afeta sim a vida de outras pessoas. Inclusive, tem gay que é assassinado simplesmente por ser gay. Eu diria que matar alguém por discordar de sua orientação sexual definitivamente afeta a vida de outras pessoas.
Geane, e gente como ela, é burra porque não sabe que um gay é “tão homem” e uma lésbica “tão mulher” quanto um homem hétero é homem e uma mulher hétero é mulher. É burra porque confunde gays e lésbicas com travestis e transsexuais (se bem que eu também não consigo entender como um travesti afeta a minha vida). É burra porque, como assim, “o homossexualismo e o lesbianismo jamais irão encontrar seu espaço”? O que ela quer dizer, que gays e lésbicas não existem? Alguém precisa avisar isso pra eles! Faz pelo menos quarenta anos que gays e lésbicas têm lutado pra conquistar seu espaço - o deles, não o seu, Geane. Eles não querem nada contigo. O espaço que eles querem não afeta o nosso. Eles só querem os mesmos direitos. Por exemplo, poder deixar aposentadoria pro companheiro. Poder ser considerado “parte da família” e, assim, poder visitar o amado no hospital. Poder fazer declaração conjunta do imposto de renda. Poder andar na rua de mãos dadas sem ser xingado, espancado ou morto. Sabe, detalhes. Pra nós, héteros, essas coisinhas são detalhes. São tão parte da nossa vida que a gente nem pensa nelas. A gente só faz. Pros gays, essas “coisinhas” são importantes. Se eu precisasse temer pela minha vida toda vez que andasse de mãos dadas com o maridão, talvez eu também desse mais valor a esses detalhes do cotidiano.
Ai, Geane, tem tanta besteira na sua carta que nem sei se dá pra responder ponto por ponto. Mas saiba que muita gente “nasce” gay e lésbica, sim. Quer dizer, assim como eu nasci hétero. Não quer dizer que eu comecei a atacar o médico assim que fui posta no berçário. Mas que, desde que me conheço como um ser sexual, tive interesse por homens. Claro que a sociedade me ensinou como uma mulher deve ser comportar (Vista esse vestidinho rosa, fofa. E feche as pernas, menina! E que negócio é esse de atacar o médico? Mulher não ataca ninguém! Mulher espera ser atacada!). Assim como foi “natural” eu, mulher, me interessar por homens, há muitos homens pros quais foi “natural” se interessar por homens, e muitas mulheres que se interessaram “naturalmente” por mulheres. Essas pessoas não foram ensinadas a se interessarem pelo mesmo sexo. Muito pelo contrário, né?
Não se sabe exatamente quantos homossexuais há no mundo. 5%, 10% da populaçã
o? O que se sabe é que eles existem em todo lugar. E que são pessoas tão “normais”, com seus problemas e imperfeições, como os héteros. Agora, culpar os gays pela violência cometida contra eles é um pouco demais, não acha? É como culpar uma mulher por ter sido estuprada. É decreto de estupidez.
Mas nem sei por que me dou ao trabalho de escrever tanto, se tudo que você queria era uma respostinha: “Gostaria somente de fazer uma pergunta: para que existe um padrão de moral e ética, se quando surgem desvios dele sempre dizemos sim?”. Eu acho sua questão um tanto confusa e mal-formulada. Mas vamos por partes: para que existe um padrão de moral e ética? Boa pergunta. Talvez exista pra que o ser humano consiga viver em sociedade sem estraçalhar um ao outro, mas, se for pra isso, então temos um problema com esse padrão. Parece que falta moral e ética, se tantos homens causam guerras, matam gays, estupram mulheres e crianças. Ou talvez a pergunta seja: quem cria e implementa esse padrão? Certamente não foram as minorias. Porque um padrão que sistematicamente discrimina quem está fora do padrão dominante não pode ser bom pra todo mundo. Aí você fala de “desvios de padrão”. Bom, sempre que se impõe um padrão, haverão desvios de padrão. Um padrão não existe sem desvios. Mas o que exatamente você recomenda que seja feito com quem desvia do padrão, Geane? Tipo: eu. Sou gorda, um desvio inaceitável na minha função decorativa de mulher. Devo ser posta num campo de concentração até emagrecer? E quanto a eu não querer ter filhos? Devo ser obrigada a reproduzir pra me enquadrar ao padrão? E alguma sugestão sobre o que fazer com os gays e lésbicas? “Matar todos” parece ser uma sugestão extremada. Quem sabe até o seu deus se escandalizaria com essa solução final. A gente poderia tentar convertê-los ao padrão. Tem gente que tenta e ganha muito dinheiro com isso, nos EUA. Há até casos de “ex-gays”. Mas não funciona: os índices de fracasso são altíssimos. Pelo jeito, o único meio de um gay deixar de ser gay é deixar de fazer sexo. Quer dizer, ele continua sendo gay, tendo desejos gays, mas ficará só na teoria, sem a prática. Ahn, condenar alguém a uma vida sem sexo é algo tão sacana que nem as igrejas evangélicas fazem isso com seus pastores. O papa ainda faz isso com padres e freiras, e tem um monte de gente que é contra, mas sabe como é, tradição antiga... Essa mesma igreja, não tantos séculos atrás, mandava pra fogueira qualquer um que se desviasse do padrão que (adivinha) ela estabelecia. Felizmente conseguimos mudar isso. A Idade Média acabou. Talvez por causa dessa nossa vitória contra alguns tipos de intolerância chamamos de ultrapassados, hoje em dia, quem deseja instalar uma nova inquisição. Como é o seu caso, Geane.

63 comentários:

PoshDrosofila disse...

Ola Lola
Eu estou super chocada com esta carta da Geane, é quase inconcebivel alguem ter tantos preconceitos ao mesmo tempo como esta figura.E ao mesmo tempo eu sinto por ela, pq deve ser muito triste viver num mundo tao pequeno e tao preto e branco como esse que ela pintou na carta que escreveu ao jornal.
k

Luiz disse...

Geane, deixa seus filhos crescerem... como diz a minha vó: aí, vc vai ver quanto custa uma saudade...

asnalfa disse...

Depois vc reclama quando eu desejo a morte dos religiosos...

Talita Figueiredo disse...

Eu não teria paciência de responder essa carta da Geane. Gente assim me cansa.

Gustavo Ca disse...

Todo preconceito/homofobia é fruto da falta de informação e de um egocentrismo doentio.

Eu li recentemente um livro chamado "As Opiniões e as Crenças" que me fez perder as esperanças. Argumentar com essas pessoas é batalha perdida. Quando a pessoa acredita em algo (principalmente místico e afetivo, como a religião), é involuntário e irracional, e nada vai fazê-la mudar de idéia. Pelo contrário, só abre caminho pra ela reforçar sua crença e o ódio que tiver junto. Tipo "não sou eu que estou de acordo com Deus, eu sei que Deus é que está de acordo comigo." E ponto. Fudeu. Essa é a palavra.

"destrói e assassina o conceito que temos de família" - Lola, penso igual vc, que inclusive pessoas héteros que optam por ficar solteiras, e casais héteros que optam por não ter filhos tbm deviam ser incluídos nesses protestos. Mas não são, né? O problema é só com gays. Inclusive padres, eles não podem casar nem ter filhos, logo, tbm acabam com a "instituição família". Mas ninguém fala isso. O resto vc já disse em seu post.

Só resta a gente se cuidar, e tentar refletir igual espelho tudo de ruim que tentem jogar na gente, seja pelo motivo que for.

Giovanni Gouveia disse...

Não sei porue, mas isso tudo me lembrou Martin Luther King, que também lutava pelo direito dos negros poderem subverter a "ordem criada por Deus, que criou negros e brancos diferentes...", ou seja, o direito dos negros freqüentarem os mesmos lugares dos brancos, poderem votar, etc...

"In the name of Lord, what more in the name of Lord?"

Anônimo disse...

Oi, Lola,

Duas das coisas de que gosto no seu blog são os seus comentários inteligentes como esse de hoje (respondendo à Geane), e o ótimo nível da maioria daqueles que comentam os seus textos. Como é bom ler textos bem escritos tanto em conteúdo quanto em forma!

Aproveito para dizer que abominei imensamente o texto dessa Geane. Difícil acreditar em quão grande é a repulsa que ela tem por homossexuais! Que opinião acerba e nefanda! Ela devia instruir-se, isso sim! João.

Camila Castro disse...

Vergonha eu tenho é de gente como essa Geane existir e ainda por cima poder publicar tamanha demonstração de estupidez num jornal... Que Editor permite isso, minha gente? Ah, sim, liberdade de expressão, sei...

Lola, só espero que o jornal tenha recebido milhares de respostas protestando... Conte-nos depois...

abs

Atena disse...

Lola, esse final de semana assisti o filme Milk, que trata muito bem desse assunto, recomendo a você e seus leitores.

Aproveitando, gostaria de dizer que me parece haver uma onda de 'conservadorismo', uma espécie de contra-ataque do qual até mesmo as igrejas (católicas e evangélicas) que pareciam ter se modernizado nos últimos tempos, estão adotando... Basta dizer que quando criança nunca tinha visto uma cena que agora, como fotógrafa de eventos, presencio a todo tempo: o fato de as noivas terem que repetir, nas cerimônias religiosas, além do 'eu prometo ser fiel na saúde e na doença' etc etc "eu prometo ser submissa ao meu marido" COM TODAS AS LETRAS!
A que ponto chegamos!?

Túlio disse...

Como deixam uma carta como esta da Geane ser colocada num jornal de grande circulação e sério? Perde tanta credibilidade.

E parabéns pela sua resposta. Superbem argumentada e escrita. Vc desarmou cada ponto/ideia idiota da Geane.

Sabe, pessoas que usam deus como argumentação sempre são limitadas, já reparou? Pra ela é deus, e pronto. Pensar pra quê? Ser crítica pra quê? Me cansa tanto essas cabecinhas subdesenvolvidas.

E pq tem tanta gente preocupada com a sexualidade/vida sexual dos outros?

Masegui disse...

Essa Geane é uma idiota!

Anderson disse...

Bem, alguem poderia explicar a Geane que padrões morais normais sociais existem justamente p/ permitir a convivencia da diversidade que existe em qualquer grupo.

Que se a Biblia cita os homosexuais é pq eles existem pelo menos a uns 5 mil anos, e apesar de serem mais ou menos tolerados em diferentes lugares e epocas eles nunca colocaram a heterosesualidade de ninguem em perigo.

Alias, seria bom que o pessoal que usa a religião p/ justificar seus preconceitos lembra-se que o casamento monogamico só passou a ser a "norma" a partir do Novo Testamento, o Antigo, traz outras formas de união.

Mas, pensando bem, pq discutir com a Geane? O medo (sim pq tanto odio só se justifica pelo medo)que ela sente a cega p/ o fato de que ela não precisa "concordar" ou apoiar homosexuais. Ela não precisa gostar...só entender que a existencia digna de gays, lesbicas, etc, em nada vai mudar sua vida,então pq se dar a tanto trabalho de ficar espalhando raiva e preconceito por ai?

lola disse...

Atena/Lilian, eu também acho que estamos vivendo um ataque conservador. Mas isso da mulher ter que jurar submissão ao marido... É sério isso? Eu nunca vou a casamentos, então não sei. Vc é fotógrafa de casamentos e está testemunhando isso direto?

Vitor Ferreira disse...

E infelizmente essa mentalidade dela é muito mais comum do que se possa imaginar. E ainda cai em 300 milhões de clichês. Só faltou o mais clássico de todos: eu te odeio, mas oro por ti.

Anderson disse...

Atena é serio isso???

Eu nunca vi alguem usar essa frase nos ultimos casamentos que fui, embora tenham sido menos de meia duzia e quase todas eram de cristãos evangelicos, como eu.

Marie disse...

eu como lésbica assumida tenho que ouvir esse tipo de "argumentos" todos os dias, simplesmente cansativo...ainda bem que existem pessoas sensatas como vc! o que mais me preocupa é porque realmente publicaram esse texto num jornal? falta de bom senso total!

Ana Paula disse...

Nossa, to qem choque tb. Peraí que vou ter que ir lá no térreo buscar meu queixo que caiu. Tb não sei pq um jornal, que não é de extrema direita, publica isso.

Shame on you Geane!!!

Introspective disse...

Lola, eu te admiro cada vez mais. Parabéns por, mais uma vez, contar até trinta e dar-se o trabalho de fazer um contraponto a esse tipo de pensamento, feito por vítimas de uma lavagem cerebral, dedicadas a espalhar o ódio.

Quanto à/ao Geane, lamento profundamente que ainda existam pessoas que pensem assim. Isso sim é viver nas trevas e na escuridão.

Anônimo disse...

Lola o médico psiquiatra Roberto Freire criador da somaterapia disse numa entrevista que a homossexualidade é um segredo que a natureza reservou para si.
Escritor ele deixou obras como "Ame e dê vexame", "Sem tesão não há solução" e muito mais. A pessoa que escreveu o artigo motivador do seu post analisa a questão da homossexualidade sem buscar estudos específicos, o que a deixa com este discurso bobo. Assim tambem não achei ideal a ponte que fez o autor do artigo "Parada Gay" à pagina 10 do Jornal A Notícia" deste domingo.
Discordo de quem mistura religião para argumentar questões da vida sexual. Abraço. Fatima

Bárbara - Αφροδίτη disse...

Esse '-ismo' é inconcebivel! Não é uma doença!

Você arrasa Lola!

Enfim, essa moça, segundo o padrão, a ética e a moral dela, ela irá ter filhos. E ele não precisará nem ser gay pra ela aprender a julgar menos.

Sou sua fã! :D

Greta disse...

Eu nem sei o que dizer. Sério.
Quando uma pessoa se propõe a debater a família ou a homossexualidade e vem com a argumentação invocando Deus ou a Bíblia eu imediatamente paro de ler/ouvir/prestar atenção...
(melhor assim, tanto para a pessoa que é salva de ouvir uns desaforos vindos de minha parte, quanto para mim, cujos nervos sensíveis ao excesso de argumentação asínina precisam ser poupados de tal tortura).

Anônimo disse...

Olá!
Quando vi essa carta fiquei muito revoltada. Revoltada pelo conteúdo homofóbico e também por descobrir a verdadeira opinião da Geane. Sim, eu conheço ela.
Ela finge muito bem pessoalmente, nunca demonstrou seus preconceitos.
Ela é uma pessoa totalmente frustrada sentimentalmente. Tem seus 26/7 anos e nunca se relacionou com ninguém. Se apaixonou por um rapaz, mas descobriu que ele é gay. Sei que apenas isso não é motivo para tamanho ódio, isso provém da família conservadora, religiosidade extrema e tantos outro motivos. Mas talvez essa frustração colabore para todo esse ódio.

Atena disse...

É verdade, pessoal, lamentavelmente. Na hora fico envergonhada mas tento me concentrar no trabalho e esquecer o que estou ouvindo...
Comentei com outras pessoas (inclusive evangélicos) e me disseram que são casos isolados. Não sei, pode ser, mas para mim está mais comum do que nunca.

Anderson disse...

Atena, é facil perceber que houve uma virada p/ o conservadorismo em muitas igrejas (ta eu não sou a pessoa mais liberal do mundo me materia de religião, as mesmo assim me preocupo com os exceços)mas espero, muito que vc esteja enganada, pq senão, a coisa vai ficar mais complicada do que já é.

Louis. disse...

burros eu não sei, muitos deles por acharem que tem de manter certas virtudes morais e éticas superiores, se fecham para a realidade em alguns assuntos. o que não os faz necessariamente idiotas, creio que alienados faria mais sentido.

fora que eu não gosto de usar nomes de animais como chingamento. acho especiesismo demais.

e falando em -ismos, se informem mais, por favor. esse negócio de que ismo significa doença além de uma inverdade é extremamente chato. coisa de militante mal informado, que gosta de procurar pelo em ovo.

mas vamos ver o resto:

conservador: individuo com tendência política que se caracteriza pela deliberação de manter inalterada a ordem econômica, social ou política vigente. check!

ultrapassado: fig. cediço, superado, raciocinio ultrapassado.

é, nem todo mundo já ultrapassou, mas vamos dizer que ninguem que queira ser levado a sério hoje vai fazer declaraçoes desse tipo, a não ser se o seu público-alvo seja composto de ignorantes, o que nos leva ao quarto ponto. então, check!

ignorante:
diz-se de pessoa grosseira, sem modos
diz-se de pessoa de pouca cultura
diz-se de quem critica algo sem conhecer
diz-se daquele que desconhece o assunto.
check!

temos razão pelo visto, não que eu ache que qualquer uma dessas palavras, a exceção da primeira , seja um grande insulto. é apenas uma questão de definição. chato é essa gente que é conservadora, e se recusa a admitir tal alcunha.

Mariana disse...

Nossa, que surra, hein? Você simplesmente desmontou essa carta lotada de preconceitos com argumentos inteligentes. Mas infelizmente pessoas assim não absorvem inteligência, dá pra ver pela verborragia totalitária da carta.

Pra gente como a Geane, recomendo uma música da Lily Alen chamada "Fuck You", que é justamente contra a homofobia. O link prum vídeo produzido por fãs que concordam com a mensagem: http://www.youtube.com/watch?v=v3Uem6lqwkI

Beyjas e boa sorte nos concursos!

Andie disse...

Gostaria de estar chocada com a carta, neh, mas ja ouvi tanto discurso parecido que só fico mesmo é brava, muito brava. E, por outro lado, acho meio irônico que tem héteros como a Geane que não percebe que o discurso dela não prova que as pessoas não nascem homo, mas que não nascem HETERO. Afinal, se todo mundo nascesse hétero, não ia existir esse medo todo de um dia "virar" gay, né não? É como se ela estivesse dizendo: "a gente batalhou todos esses séculos pra convencer todo mundo que ser hétero é normal e agora vem essa galera ameaçar o que a gente construiu com tanto custo." É como não, né, é literalmente. Se a identidade de uma pessoa depende tão fortemente em como o resto do mundo se define, tem como ter medo mesmo.
Deixo para os meus amigos mais evoluídos terem paciência, e quererem apenas serem aceitos e respeitados. Eu, por enquanto, só consigo ter raiva, e querer levar minha bandeirinha arco-íris pra tudo quando é lugar.

Roberta Sá de S. disse...

Gente, esse ataque aos homossexuais já está chato, não?! Vamos nos preocupar com o meio ambiente, com a política, com o abuso contra menores. Ahh tem tanta coisa pra nos preocuparmos, sem ser com o sexo alheio. Aos preconceituosos, que larguem a mão!

Louis. disse...

mas tá, eu gostaria de ser mais como a lola , que consegue ver além da forma, e dar uma resposta de acordo com o que ela conseguiu entender do texto da mulher. porque meldels. ô textinho mais mal redigido!

" uma manifestação que “destrói e assassina” o conceito que temos de família:"

porque as aspas? é ironia isso ai? porque eu concordo. ficou bem engraçado e irônico.


"dizemos sim, para que se evite qualquer tipo de manifestação?"

se realmente dissessem sim a tudo, não haveria necessidade para a parada que voce começou criticando, certo? ah! como? não há necessidade? eles só querem fazer putaria lá no meio da rua, ah simsim, entendi.


"Só conhecemos dois gêneros existentes: macho e fêmea."

queridã, sexo tem dois, verdade, talvez 4 se considerarmos intersexos sexos distintos e não doenças. agora gênero tem as mais diferentes combinaçoes possiveis, mona.


"Nenhum ser humano nasce homossexual ou lésbica ou diferente daquilo que sabemos e que até a ciência nos comprova."

geeente! que ciencia é essa? é uma daquelas que tenta dar razão a literalistas biblicos? porque se for eu quero saber aonde tu se informas. os textos deles são muito divertidos.


"o filho adotivo que olha, reflete e exclama: minha família é composta por gêneros iguais."

e, dai? e a minha por generos diferentes! ai meldels, eu vou me matar. meus pais não são viadzinhos-semi-travestis como eu! haahha

"Pergunto: por que os homossexuais pregam tanto a liberdade, se eles mesmos são causadores de violência, agressões e desmoralização de conceitos éticos"

queridã, vai se informar do significado das palavras, vai. vai aprender o que é ética e moral antes de ficar falando asneiras, porque essa doeu tá, doeu!

anália disse...

Lola, admiro a sua disposição em refutar esses comentários tão... (sei lá, me falta a palavra). Eu fico tão enjoada com esse tipo de coisa, que começo a evitar: não vejo quase TV, não vou a determinados lugares, deixaria de ler esse jornal, etc. Faz bem ver alguém que tem estômago suficiente para refutar essas besteiras malvadas e preconceituosas.
Bjs,
Anália

marjorierodrigues disse...

Esses argumentos da carta são tão caricatos que me lembraram o Jesusophile, um personagem que ficou famosinho no you tube por fazer paródia dos argumentos da turma ultra-conservadora americana.

http://www.youtube.com/watch?v=cMwuRVY_qaQ&feature=channel_page

O chocante é que tem gente que pensa desse jeito MESMO. Dessa maneira absurda de burra. Haja babquice no mundo.

Carolina disse...

Como me machuca ler esse tipo de opinião estampada num jornal. Já percebeu que as pessoas polêmicas da mídia hoje em dia, são as que propagam idéias tão atrasadas, de moral, costumes, preconceitos. Isso me entristece. Em contrapartida me alegra vir ao seu blog, Lola, só pra ver você descontruindo isso tudo, argumentando com classe. E ver seus leitores também, com opiniões tão bacanas. Aí me animo de novo, não dá pra perder as esperanças.

Ana Paula disse...

Acho que lendo o que o Anônimo escreveu sobre a Geane da um pouco de sentido ao pque ela escreveu. Ela é mal amada, seu único amor é gay e parte deste ódio todo aos gays de deve a isso (não só isso, mas em paret sim).

Qdo li a carta a imaginei como uma carola de igreja, entre seus 50 -60anos, com pelo menos um casal de filhos. Quem diria que ela tem 26-7 anos. Fico mais chocada ainda ao ver gente jovem falando estas asneiras.

Filipe disse...

Minina, vc falo tudo que poderia ter dito a um ser desse, e ainda com muita calma e clareza, parabéns! Pessoas assim me deixam extremamente envergonhado. É triste saber que vivemos em uma sociedade que tanto ódio e preconceito ainda existem e, pior, se infiltra na mentalidade de alguns círculos sociais e acabam se tornando "naturais". Gays tem uma luta dura para mostrar a naturalidade de sua vida e algumas pessoas, principalmente religiosos, tem uma influencia pesada para transformar sentimentos de ódio como o dessa coitada em naturais aos filhos de Deus... em que Deus está se transformando?

Thiago Beleza disse...

wow......

e concordo com a talita... gente assim é só ignorar.....

parabens pelo texto. Não podia ter respondido melhor...

Masegui disse...

Depois de ler opiniões tão sensatas eu cheguei à seguinte conclusão:

Essa Geane é uma idiota!

Aline disse...

Bem, o que dizer? É risível cada um dos "argumentos" da moça. Não sei dizer qual o pior...
Parabéns por sua resposta massacrante. Acho muito legal como você não perde a paciência e consegue rebater a essas asneiras com inteligência e classe!

Gabriela Martins disse...

Lola, eu rialto aqui com a imagem do Jesus.

De resto, assino embaixo.

Drixz disse...

Eu acho que sou um pouco inocente/esperançosa. Li essa carta no seu blog e pensei "deve ser mentira! Como o jornal publicou isso?". Essa Geane é uma fanática religiosa que deixou o intelecto na Igreja.

Filipe disse...

Lolita, postei no meu blog sobre esse post tah. Bjão

caetano disse...

EU NÃO SEI O QUE É PIOR A CARTA DELA OU AS ACUSAÇÕES ANTI-RELIGIOSAS É ISSO QUE ACHO ESTRANHO (VERGONHOSO) DEFENDER TANTO GAY DIZENDO QUE ELES SÃO "OPRIMIDOS" (TADINHO), E AO MESMO TEMPO SAIR LATINDO E CHINGANDO DIZENDO QUE TEM QUE MATAR CRENTE (EVANGELICOS) COMO SE SÓ GAY TEVESSE DIREITOS E OUTRA COISA SE GAY TEM DIREITO DE SAIR GRITANDO PEDINDO RESPEITO ANTES RESPEITE A SI MESMO. DO MESMO JEITO QUE GAY QUER DIREITOS O CRENTE O MUÇULMANO O ISLAMICO O JUDEU TEM IGUAL DIREITO AO RESPEITO E SER RESPEITADO.
ESSA QUESTÃO GAY PODE FAZER LEI BAIXAR DECRETO CHAMAR A SANTA INQUISIÇÃO DE VOLTA, QUEM É CONTRA VAI MORRER CONTRA GAY E PONTO FINAL.
O QUE PRECISA É UM RESPEITAR O DIREITO DO OUTRO E TODOS IREMOS VIVER EM PAZ SEM BRIGAS SEM DIVERGENCIAS, A SOLUÇÃO É UM RESPEITAR O ESPAÇO A VIDA A DIGNIDADE A OPÇÃO SEXUAL E A RELIGIÃO DO OUTRO.

babsiix disse...

Hei Lola

Vi esse grafite e lembrei de vc:
http://www.artofthestate.co.uk/
Graffiti/grafter_buy_less_stencil.htm

James Figueiredo disse...

Oi, Lola!

Um amigo me indicou o seu blog, e só posso dizer que estou besta com o nível da sua resposta - Mandou muito, MUITO bem!

Espero de coração que sua réplica tenha sido publicada ou, de alguma outra forma, tenha chegado à autora da carta original, por que ela SUPER merece ler uma boa resposta a todas as cretinices que escreveu.

Cada dia mais me convenço que religião só causa atraso no progresso humano, e que não passa de uma muleta pra ajudar pessoas assustadas com o mundo a passar por essa vida com algum conforto. Mas o custo, pra mim, definitivamente não compensa.

Grande abraço,
J.

Dånut disse...

...

Eu não sei que dizer... Claro que sabia que tinha gente tão preconceituosa (minha família apesar de liberal tem alguns preconceitos já, outras pessoas tem mais ainda). Mas fazia tempo que não ouvia algo tão ridículo...
Dá vontade de ir pro meu cantinho e não sair mais, desanima >.<

Anônimo disse...

Sr.a Lola, fiquei chocada com a forma que falou dessa moça. chamando-a de burra. que absurdo!

Os burros são animais dignos de respeito!!


Sheila.

Oliveira disse...

Lola:

Por mais que os gays tenham seus direitos, esses tem mais direitos do que nós de nào gostar deles?

Essa é sua liberdade demcrática?

Seu eu não gostar de gay eu sou burro? Então sou!

Raí disse...

Esse tipo de gente xiita religiosa que justifica seus preconceitos coom a Bíblia é o pior que existe.
E tanto ódio de gays mostra que é mais um recalcado(a) que vive cheio de conflitos. Já comi (sexualmente falando) vários assim. Os casados são os piores. Claro que hoje sou bem mais exigente, sexualmente falando. O pior é que tem muitos assim. Convivo com vários, mas faço questão de enfrentá-los. Não há outro caminho.

Anônimo disse...

Oliveira diz que não gosta de gay porque quer eliminar a concorrência

Carla Mazaro disse...

É tanto preconceito junto que não consigo raciocinar direito e responder... Não acho qu todos os religiosos merecem morrer asnalfa... só os conservadore, burros, ignorantes e sei lá maiso que a Geane se chamou

Carla Mazaro disse...

Respirei fundo... tomeium banho e voltei para ler os comentarios... não estava chocada com o que eu li, mas pasma por existir pessoas assim...
Enfim... ao assunto:
Atena comentou sobre a frase de se submissa ao marido incluida em alguns casamentos...
Eu confirmo... já ouvi isso e ainda pior...
Quando tinha uns doze ou trezes anos fui a um casamento evangelico... eu nunca acreditei em deus (graças adeus - ou melhor ao meu pai), mas não sei pq deixei de contar quantas ripas de madeira tinha o teto e comecei a prestar ateção ao que o pastor dizia, em reprodução livre pq isso já faz uns dez anos:
Pq Deus fez a mulher para ser companheira do homem. A fez da costela de adão. Mas pq da costela e não de outra parte. Da costela sim para que ela sempre estivesse ao lado do homem para que ele a protejesse. blablabla. Pq o homem é a cbeça do relacionamento e a mulher o corpo, ela lhe deve obediencia e submissão, pois depende do homem, que como a cabeça, de um só corpo que a união os torna, ele comanda a familia... e blablabla...
Isso ficou gravado no meu cerebro... eu fiquei chocada como alguem poderia dizer isso publicamente e todo mundo aceitar!!! e olha que eu só tinha 13 anos... depois de ouvir esse discurso resolvi "contar quantas voltas o ventilador dava"... mas acedito que depois do "na saude e na pobreza" venho o er submissa ao meu marido

lola aronovich disse...

Gente, super obrigada por todos os comentários inteligentes e sensatos. Gostaria de poder responder um por um, mas não dá. Leio todos!


Sheila, pois é, por isso que eu peço desculpas aos burros originais na legenda da foto. Porque eles não merecem, tadinhos!

lola aronovich disse...

Oliveira disse: “Se eu não gostar de gay eu sou burro? Então sou!”. Ô Oliveira, assim tá tão fácil que não tem graça. Mas como vc ajeitou, eu vou chutar: vc É burro! Todo mundo aqui já notou. Agora vai puxar charrete, vai.


Há há, muito engraçado, Carla, vc contando quantas voltas o ventilador dá! Mas isso tudo que vc narrou tá na bíblia, dizem os religiosos.

Carla Mazaro disse...

Ah, Lola... eu não sou religiosa, nem mesmo acredito e deus... mas acho quenão s deve criticar o que não se conhece, por isso já li a biblia e tentei frequentar escolas de teologia... e apesar da maior parte delas s dizerem não rligiosas e declararem que seu unico proposito é o estudo, eles sempre acabam puxando a sardinha pra algum lado... então desisti...
E tambem a biblia pode não ter sido escrita por homens (na verdade foi, mas pelo que contam, era deus falando para eles escreverem), mas que foi editadas por eles ah isso foi!
E varios livros foram "suprimidos" da biblia que eu conhço (católica) e em nenhum texto que eu li diz explicitamente que a mulher deva ser submissa ao homem... diz que devemos nos unir no amor divino, procriar e etc... tbm diz que o novo testamente vem para substituir o velhos (ou seja os dez mandamentos já eram) e que o mais importante é AMAR OS OUTROS COMO A SI PROPRIO e não ama aos outros que sejam iguais a você e discriminar os demais...
O problema da humanidade em geral (não me excluo disso) é que temos "surdez seletiva"... cada um escuta o que quer, no caso, entende a biblia coo quer...

Anderson disse...

Oliveira, Caetano, ninguem ta "proibindo" vcs de não gostarem de gays.

Mas há uma enorme diferença entre não gostar/aceitar/apoiar algo/alguem e sair por ai perseguindo, cuspindo preconceito e tentando empedir que essas pessoas tenham seus direitos basicos reconhecidos.

Alias , vcs podiam explicar p/ a gente, em que as reivindicações dos gays atrapalham suas vidas. No que vcs vão ser prejudicados se os homosexuais tiverem seus direitos como cidadãos assegurados?

Anderson disse...

Carla

Sinto dizer, mas essa expressão esta mesmo na Bilbia, no Novo Testamento, nas cartas do Apostolo Paulo.

Elas dizem que assim como Cristo é o cabeça da congregação/igreja e a conduz amorosamente, o homem é o cabeça da familia, então ele deve amar e respeitar sua esposa como Cristo faz com a igreja (a passagens no Evangelho que são claras contra o abuso familiar alem de darem suporte p/ o direito do divorcio), mas a liderança (ou o leme p/ usar uma expressão que ficou conhecida recentemente) é dele.

Anderson disse...

Então nesse caso, o pastor não tava inventando.

Anônimo disse...

Lola, você leu algures sobre as duas professoras universitárias de Blumenau que recentgemente conseguiram - na justiça - oficializar a adoção de duas crianças (filhas de uma delas)?

Carla Mazaro disse...

Anderson, obrigada (não estou sendo ironica) por dizer isso, mas na verdade dessa parte eu não duvidava que estava escrito. Mas em nenhum momento diz que a mulher deve ser submissa. Afinal ser o lider/cabeça/leme não quer dizer que os outros devem segui-lo cegamente e sem questionamento... tbm diz que ele deve amar e RESPEITAR, não subjugar e etc...
Como eu disse (acho) em uns posts atras, cada um interpreta a biblia como quer... ser lider não significa que o homem deva ser um tirano e ponto final... que é o que parece que alguns querem

Anderson disse...

Carla, sem problema.

Concordo com vc, e de fato não me lembro da palavra submissão no Novo Testamento (até pq o Antigo, aceitava coisas como poligamia, escravidão,etc), por isso falei que há passagens que condenam o abuso, mas infelizmente muita gente faz essa leitura.

Vc tem toda razão quando comenta sobre a "surdez seletiva".

E não duvido sobre oq vc disse dos casamentos, só quero acreditar que é algo raro e que não corra o risco de se tornar mais comum.

aiaiai disse...

Poxa! Se ela tá com vergonha de morar em Joinville, por que não se muda para São Paulo????

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Me desculpe, mas com essa figura, só rindo mesmo.

Lola,
adorei sua resposta, vc é uma pessoa com muita paciência!

Carla Mazaro disse...

Eu tambem espero que isso seja a excessão!

Éris disse...

O Fanatismo religioso e a intolerância cegam as pessoas.
Fiquei mais chocada por terem publicado essa carta do que terem-na escrito.

Victor disse...

Hipócritas, vocês são os primeiros a hostilizarem alguém por ter uma opinião contraria a suas principalmente quanto ao homossexualismo. Essa é a opinião da Geane e é patético você chamá-la de burra por causa disso. Você sequer sabe o que se passa na cabeça dela. É aqui que sua suposta sensibilidade acaba. Qual vai ser a próxima, pena de morte para quem descordar, afinal vocês acham que somos "monstros anti-homossexuais". Aprenda a tentar argumentar sem ridicularizar.
Aguardo resposta.