segunda-feira, 13 de setembro de 2021

COMO MATRIX FOI APROPRIADO PELOS REAÇAS


Chris Gonzatti, do Diversidade Nerd (farei uma live com ele no final do mês), escreveu esta thread no seu Twitter que eu agora transformo em guest post: 

Como Matrix foi apropriado pela extrema-direita?

A apropriação da narrativa iniciou em fóruns no Reddit e 4Chan instituídos em torno do Gamergate, um movimento que surgiu em  2014 e gerou ataques misóginos contra mulheres que trabalhavam e consumiam games.

Depois dos ataques do Gamergate, os integrantes desses grupos começaram a buscar novos alvos. A narrativa de que homens estavam sendo oprimidos por mulheres, pelo feminismo e por LGBTs se tornou recorrente nesses territórios, assim como a expressão "escolher a pílula vermelha".

"Escolher a pílula vermelha" seria se tornar ciente da opressão que homens enfrentam na sociedade, da destruição de valores da masculinidade, do racismo reverso, da doutrinação da esquerda nas escolas e de como o Estado é o vilão.

Ou seja, só delírio e falácia.

A pílula vermelha aparece em Matrix quando Morpheus dá a Neo a escolha de tomar a pílula azul e retornar, sem nenhuma memória, para o “mundo simulacro”, ou tomar a pílula vermelha e manter todo o conhecimento e memórias adquiridas até ali, sendo parte da resistência.

No Brasil o ex-ministro da Educação do governo de Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub, publicou no Twitter a cena da escolha da pílula do filme Matrix fazendo alusão à importância de escolher apoiar o presidente, recebendo um xingamento de uma das criadoras da obra.

Seja no governo ou nesses fóruns, parece existir uma apropriação da obra que distorce as intenções das criadoras (possivelmente desconhecidas para muitas pessoas que integram esses grupos), duas mulheres transexuais.

Essa leitura de Matrix como signo da extrema-direita é sintoma também da:

1) Estrutura em rede de movimentos odiosos transnacionalmente;

2) A ambuiguidade de produções da cultura pop;

3) A urgência da leitura crítica da mídia nos sistemas de alfabetização.

Que Matrix 4 possa elucidar com potência que o sistema do qual Neo acorda é a matriz hegemônica: branca, cis, hétero, masculina e capitalista.

Algumas referências:

CAGLIONI, Cesar. Como o filme 'Matrix' se tornou símbolo na extrema direita. Nexo, 2020.

STERN, Alexandra Minna. Proud boys and the white ethnostate: How the alt-right is warping the American imagination. Beacon Press, 2019.

Se gostou do conteúdo, compartilhe para fazer com que ele chegue em mais pessoas. 

Estou no final do doutorado e pesquiso cultura pop há alguns anos. Tenho usado as plataformas digitais para popularizar o conhecimento científico, leituras queer da mídia -- com humor e diversão também.

20 comentários:

Lara disse...

Lola, vc não vai comentar as manifestações contra o Bozo de ontem? Eu estava esperando pra ver sua opinião sobre o boicote do PT, pra mim foi um erro tático que ajudou o discurso do pior presidente da história de que o povo está com ele, aliás esse é o erro que o PT vem cometendo desde 2012, pelo menos, ao invés de procurar diálogo com a classe média, as igrejas pentecostais e o centrão, o PT tem se isolado na esquerda e brigando com esses setores bem representativos da sociedade, ou todos nos unimos ou vão eleger outro maluco, talvez um pouco melhor que o Bolsonaro mas ainda anti esquerda.

titia disse...

Funciona desse jeito mesmo? Porque eu nunca assisti Matrix, mas a impressão que eu tinha quando me falavam sobre o que era o filme foi que o vilão estava certo, a humanidade era destrutiva e mesquinha demais pra mandar livremente no mundo. Tinha era que ficar todo mundo trancado dentro da Matrix pra o planeta não explodir. Mas se o filme quer dizer o contrário, que a Matrix de que a humanidade tem que acordar e sair é esse sistema de merda criado por homens brancos europeus ricos que só causa destruição e sofrimento, todo o meu amor para o filme. E os mascus incels e neonazis podem ir pro esgoto que é o lugar deles mesmo.

Anônimo disse...

A cicatriz ambulante:

https://www.brasil247.com/blog/facada-ou-fakeada-chave-para-esclarecer-o-misterio-e-o-exame-da-cicatriz-em-bolsonaro

Anônimo disse...

Por que o PT não participou da manifestação nem-nem organizada por fascistas que elegeram bossonaro?
https://www.brasil247.com/blog/ao-responsabilizar-pt-terceira-via-assume-ser-ruim-de-rua

Anônimo disse...

MBL sendo MBL:
https://twitter.com/desargumentacao/status/1436136809839333376#m

Lara disse...

Gente, eu sei que o MBL e a direita são horríveis, mas democracia é isso, fazer acordos em busca do melhor pra todos, sabendo que boa parte do Brasil é da classe média e apoia a direita, qual seria a sugestão de vocês, tirar o direto deles se votar? Matar todos? Sem diálogo não há solução.

Alan Alriga disse...

Titia a história de Matrix não se resume só aos três filmes, Mas também as animações de Animatrix, onde em umas das animações deixa bem explícito que a obra se refere a opressão que pessoas trans sofrem. Parece que também têm livros oficiais (não sei porque eu nunca fui fã da obra pra procurar saber mais) e um jogo oficial que também faz parte da obra.
Mas vou procurar algum vídeo do YouTube que explique bem, aí eu posto aqui o link

Alan Alriga disse...

Aqui uns vídeos que explicam bem o filme, mas te recomendo a assistir os filmes primeiro.

Links:
A História da Matrix antes dos filmes
https://youtu.be/hJQddbqM41c

A origem da Matrix e o motivo das primeiras versões terem falhado
https://youtu.be/czOJx-x5PHg

A criação da Matrix e a verdade sobre o escolhido
https://youtu.be/7_AVGdNxWpQ

O problema (e a solução) é a escolha
https://youtu.be/sgzJrnpsXL8

O que aconteceu depois de Matrix Revolucion (esse é obrigatório para quem não jogou o jogo oficial de Matrix, pois o novo filme acontece depois da história desse jogo)
https://youtu.be/8IeHI5jgBZ4

Anônimo disse...

Matrix sempre foi um lixo masculinista, de mascu pra mascu. Os criadores dessa bosta superestimada toda chupinhada de outras obras, especialmente asiáticas, além de serem autoginéfilos misóginos (redundância), além de misóginos que fazem women-face, também são racistas supremacistas brancos que já até falaram que pessoas negras não devem ter poder ou ocupar posições de liderança porque isso supostamente seria tão irresponsável e perigoso quanto deixar macacos terem controle sobre a sociedade humana.

Anônimo disse...

Quem não entendeu que o Neo e a "resistência anti-matrix" são elementos da própria Matrix que foram criados por ela e servem para mantê-la funcionando como ela funciona, não entendeu nada...

titia disse...

Obrigada, Alan Alriga vou dar uma olhada e ver no que dá.

08:04 verdade isso, um monte de filmes que fazem sucesso aqui são versões chupinhadas e "estadunidensezadas" de produções asiáticas e na maioria, japonesas. Cisne Negro (chupinhado do anime Perfect Blue), O Chamado (chupinhado de The Ring do Koji Suzuki), Matrix (chupinhado de Páprika), Pulse (chupinhado do filme Kairo), etc. E quando se trata de filme de terror nem pensam em disfarçar, simplesmente metem um elenco estadounidense e nem se preocupam em pesquisar a mitologia e a cultura do país de origem do filme pra tentar fazer sentido. Hollywood fazendo o que os EUA fazem de melhor, encher a bunda de dinheiro roubando o que é dos outros...

Anônimo disse...

Agora que entendi porque meu ex namorado conspiranoico e bolsominion vivia enchendo o saco falando de Matrix pra lá, Matrix pra cá... Como nunca assisti esses filmes, não entendia nada que ele falava hahahahah hahahahah....

Anônimo disse...

Caro Alan Ariga, como você se classificaria no espectro político? Esquerda? Centro esquerda? Centro direita? Direita? Ou centro?

Anônimo disse...

Alan Alriga, faltou esse vídeo explicativo na sua lista: https://www.youtube.com/watch?v=oOJv-pFwCuk

Anônimo disse...

Titia, Matrix copia Ghost in the Shell, outra obra que foi "estadunidensezada" e virou um filme dos Estados Unidos recentemente, onde a personagem principal, que é uma japonesa, virou uma norte-americana de origem europeia...

Alan Alriga disse...

Como todos aqui já sabem, ou quase todos como no seu caso, eu me classifico como Extrema Direita Militarista Conservadora. Mas deixo claro que eu não votei no bozo (só fiz uns meses zoando uns petistas, por causa de um petista que vinha as 3 da madrugada no meu chat querendo conversar sobre política), mas sim no Ciro. Mas eu confesso que eu iria votar na Manuela d'Ávila, se ela não tivesse virado vice do Haddad, e detalhe muitos de direita também queriam que ela fosse presidente só pelo fato dela ser muito bonita, ao ponto que alguns grupos do face de apoio ao bozo acreditavam que ela poderia ganhar no primeiro turno. Mas como ela foi obedecer um macho velho branco hetero, deu no que deu.

Alan Alriga disse...

Opa obrigado😊

Alan Alriga disse...

Também aconteceu isso com o mangá/anime DeathNote que é considerado uma obra prima, mas os estadunidenses transformaram o filme em uma aberração americanizada feita pela Netflix, que parece que vai fazer o mesmo com o anime Cowboy Bebop, e isso já deixa os fãs dividos por causa que, se você crítica as 💩 (Cavaleiros do Zodíaco) que a Netflix faz com as obras ao adaptar para os americanos, você é taxado de racista, lgbtfobico, machista, preconceituoso e por aí vai. Mas se você defende essas adaptações porcamente feitas, vai ser taxado pelas mesmas coisas, porque a Netflix fez as mesmas coisas ao trocar etnias, gêneros e personalidade dos personagens...

Alan Alriga disse...

Memes*

titia disse...

10:45 eu vi. Ficou horrível. E todos os questionamentos sobre ética e limites da tecnologia que o original pode trazer ficou de fora, virou só um filme de ação barato igual a todos os outros 5775858559 que Hollywood já fez. Mas o que esperar de uma indústria que surgiu pra fazer propaganda ideológica ao invés de sétima arte, né?