terça-feira, 19 de abril de 2016

MARCELA, A MULHER IDEAL DA VEJA

No dia da posse da primeira presidenta do Brasil, em 1o de janeiro de 2011, sabe quem estava nos Trending Topics do Twitter? Marcela Temer, esposa do vice Michel. 
Realmente deu a impressão que, pra uma grande parcela da população, faixa de miss (Marcela foi miss em alguma cidade do interior de SP) era mais importante que faixa presidencial. 
Naquela semana a revista Veja noticiou: Marcela roubou a cena da posse. 
A Veja já havia feito uma reportagem "histórica", digamos, alguns dias antes do segundo turno presidencial, em 2010. Chamava-se "Vestida para mandar", fazia alusão no título ao filme Vestida para Matar, discorria sobre o figurino da candidata Dilma, e a comparava a Michelle Obama e Carla Bruni -- que não são governantes, e sim primeiras-damas.
Vale ressaltar que primeira dama já é um termo machista porque não existe equivalente pra homem. 
Não existe porque o que se espera é que o homem seja o político que está no poder, enquanto a mulher seja apenas sua esposa (decorativa e mãe, as duas missões exigidas das mulheres em qualquer posição). Primeiro damo não existe. E primeira dama não é um cargo eletivo e nem tem poder. 
Agora, dois dias depois da dupla Temer e Cunha aprovarem na Câmara o impeachment de Dilma, Veja publica uma matéria sobre a "quase primeira-dama": "Marcela Temer: bela, recatada e 'do lar'". É praticamente uma hagiografia da moça (e, por tabela, do vice), um elogio a valores que a Veja e outros conservadores veem como adequados e louváveis numa mulher. Força e poder, já sabemos, são aceitáveis só pros homens. 
A matéria começa dizendo que Marcela é uma mulher de sorte e termina, após citar um poema do marido golpista, dizendo que Michel Temer é um homem de sorte.
Pois é: temos muita sorte, como país, em ter um presidente sortudo! 
A matéria fala também dos apelidos do casal ("Mar" e "Mi"), e de como "Mi", 75 anos, gosta de levar "Mar", 32, para jantar em restaurantes caros. Como exemplo, a Veja mostra que o Antiquarius foi fechado para servir o casal. Nenhuma crítica da revista a essa atitude burguesa; pelo contrário, só admiração. 
Além disso, há um pouco sobre o dia a dia de Marcela: cuidar do filho de sete anos, do marido, e de si, pois vai ao dermatologista e ao cabeleireiro. E talvez planejar um segundo filho, "uma menininha". 
No final da matéria, antes do poema do marido, há uma parte sobre a mãe de Marcela, Norma, estranhamente descrita como "sacudida, loiríssima e de olhos azuis". Não deu pra entender se Norma foi citada para lembrar que ela acompanhou a filha ao primeiro encontro do casal, treze anos atrás (ou seja, para declarar a pureza de Marcela), ou se é pra introduzir um novo personagem, o da sogra que causa problemas ("sacudida" é a palavra de alerta).  
Os comentários à matéria da Veja não são exatamente elogiosos. Reproduzi alguns aqui, neste curto post (clique para ampliá-los). Talvez o meu preferido seja: "Bela, recatada e do lar é o meu grelo!"
O país pegando fogo e a Veja vem eleger (só com voto indireto mesmo pra essa gente chegar ao poder) sua nova Maria Antonieta...

265 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   201 – 265 de 265
Anônimo disse...

No caso da Eloah foi assim, o cara tinha uns 20 anos de idade e a menina só tinha uns 12.

Nicole disse...

Realidade é realidade, doa a quem doer!

Anônimo disse...

A maioria dos mascus são cuckold enrustidos. O machismo todo é só fachada.

Anônimo disse...

"Quem disse isso está certíssima!!! Toda sociedade patriarcal exerce o poder pela violência, tanto física quanto sexual e psicológica e se nutre da ignorância, proibindo as mulheres de exercerem atividades intelectuais que as façam ver o mundo como ele realmente é, onde os homens não são protetores, mas sim violadores." [2]

Mas eles que gostam de ser ver no papel de protetores, né? Não protegem de merda nenhuma mas se acham os bonzão. Como isso me irrita.

Anônimo disse...

A coxinhada louca, a direitalha insana, a reaçada senil e mascus de todas as naturezas tem problemas sérios e cognitivos com inúmeras palavras e suas semânticas, por exemplo:

Ditadura, q pra eles, basta alguém apontar uma falha, defeito ou criticar os seus discursos patéticos e burros (como os do bolçonojo), q isso é significado de "ditadura", "feminazismo" e outras sandices

Mas ditadura de fato, a militar, q censurava, torturava, matava e ocultava cadáveres, isso não foi ditadura nenhuma, magina

A direita é retardada, já notaram?

Anônimo disse...

A Marcela é uma mulher linda e virtuosa que todo homem queria ter do lado. O Temer é um homem de $orte.

Anônimo disse...

Já viram?
Parece que o Eduardo Bostanazi cuspiu de volta no Jean: https://www.facebook.com/birodeimprensa/videos/998648690225094/

Anônimo disse...

Quanta mana com inveja do "velho babão"
É velho babão, corno e outros adjetivos pra desqualificar... mas que dorme toda noite com ela é o Temer, conformem-se !!!
Se estão com inveja dele, arrumem uma Marcela... linda magra e loira pra vcs manas... se tiverem capacidade !!!

Anônimo disse...

A matéria é um lixo mas quero fazer duas observações

1."Como exemplo, a Veja mostra que o Antiquarius foi fechado para servir o casal. Nenhuma crítica da revista a essa atitude burguesa; pelo contrário, só admiração. "

E qual o problema do marido levar a esposa em um jantar foda dentro do poder aquisitivo deles? Eu heim.

2. Quem escreveu uma mulher, assim como outra mulher escreveu aquela infâmia sobre a Dilma "Descontrolada" na Quantoé, digo, Istoé. No lugar de ficarem debatendo machismo com machista e fazendo propaganda de feitos masculinistas, acho que tá mais que na hora do feminismo acertar a mira nas mulheres, porque nota-se que não é pouco necessário.

Anônimo disse...

"No mais,um homem de 62 anos com alguém de 20???
Desculpem-me,mas deu engulho no estômago aqui,por aí já se vê que ele não pode ser flor que se cheire!"

Oh,Feminista capitalista,olha o preconceito aí.

Anônimo disse...

"E sim, eu tenho total direito de achar o que eu quiser de Temer. Temer além de golpista e traidor (leia-se mau caráter) é FEIO PRA CARALHO SIM hahahahahahaha e é sim uma MUMIA, é velho pra cacete, murchibento, pelancudo, deve ter as pirocas mole etc etc etc. E eu não me importo em dizer isso porque velhos chechelentos, eu já vi muitos falando coisas assim de mulheres velhas (e olha que mulheres velhas muitas vezes são lindas e não cagadas como Temer). Se a Marcela gosta de chupar pelanca, o gosto é dela"

Que baixaria,hein.

Anônimo disse...

"Mas eles que gostam de ser ver no papel de protetores, né? Não protegem de merda nenhuma mas se acham os bonzão. Como isso me irrita."

Sim, os homens adoram de se ver no papel de protetores porque querem usurpar as mães, as verdadeiras guias e protetoras da humanidade. Mas na verdade eles fazem totalmente o contrário do que tanto se gabam, colocando em risco e em prejuízo todo mundo que estiver ao redor deles, com seus comportamentos violentos, agressivos, grosseiros, egocêntricos, inconsequentes, súbitos, inconstantes, fúteis e insensatos.

Anônimo disse...

Homem já e um troço nojento, mas se for novinho mente aberta com um visual alternativo ainda da pra levar mas omi velho e de meia idade e fodas,não digo nem pela aparência apenas (que e horrível mas vai lá) mas digo mais pelo que representa a imagem de "homens maduros" e o patriarcado todinho representado. As vezes somente a presença destes tipos no mesmo ambiente já e uma violência para mulheres, e não considerem isto pré-conceito mas conceito mesmo devido a carga histórica que a imagem masculina madura representa em relação a opressão as mulheres.

Anônimo disse...

"E não é só homem velho,não. Rapazes na casa dos vinte namorando meninas de 14/15 e o pessoal acha de boas."

A idade do consentimento é 14 anos,então tá tudo certo.

Conheci uma menina de 14 que perdeu a virgindade com um cara de 34 anos.Ele era amigo do seu irmão e ficou alguns dias na casa dele.Eles não namoravam e mal se conheciam.Ele a beijou,a levou para o quarto e eles transaram.Não houve trauma,não houve estupro.Tanto que os dois ficaram alguns dias juntos.

Depois os dois passaram a ficar juntos de vez em quando,mesmo ela sabendo que ele tinha namorada.Depois de 1 ano mais ou menos,ele viajou para outra cidade.Mesmo assim,quando ele passa lá de vez em quando,os dois ficam juntos.Mesmo hoje ela tendo namorado.

Anônimo disse...

É incrível a forma como a lola faz um post incrível e vem um monte de gente nos comentários DESVIAR do assunto e falar merda. Lamentável a atitude de vocês, não sabem nem argumentar....isso só contribui pra reforçar minha ideia de que eu estou do lado certo.

Anônimo disse...

" mas se for novinho mente aberta com um visual alternativo ainda da pra levar "

se for esquerdomacho num dá não
só aparência não conta nada e nós como boas feministas já deveríamos saber qual o problema que tem nisso né non monamour?

Anônimo disse...

"E qual o problema do marido levar a esposa em um jantar foda dentro do poder aquisitivo deles? Eu heim."

Até pq só fecharam UMA sala que normalmente é a de reuniões VIP do VIP e não o restaurante todo. Achei pesadinha a crítica a esse ponto também.

De resto... que matéria! QUE MATÉRIA!

Mas se tem alguma coisa de boa nisso tudo (é duro mas tem) é que as redes sociais não estão deixando passar barato e a srta. "Do Lar" com a mais absoluta certeza está vendo a repercussão.

Anônimo disse...

Que vergonhoso.
Veja é um lixo e mais lixo ainda quem a mantém.

Anônimo disse...

Mas muitos acham lindo isso e apoiam.

Lembro muito bem de uma foto da esposa do Aécio circulando por aí com o dizer "esta sim é mulher para ser primeira dama"

Sério?

Anônimo disse...

Quanto rancor. Quanta inveja.
Isso é um texto político, esquerdista,
sociopata, mitômano, vitimista.
Mulher tem que se engrandecer, ao invés de se rebaixarem. Encontrem líderes mulheres centradas, nem de esquerda, nem de direita. Unanm-se. Respeitem-se umas às outras. Respeitem o direito de cada um pensar o que deseja, caso queiram ter o mesmo respeito.

Anônimo disse...

Marina seria a melhor opção para a esquerda?

Será que ela vai defender os hipossuficientes problemáticos ou vai ficar perdida sem saber o que fazer?

Tenho medo de votar nela e depois ela se queimar aí como a Dilma.

Acho que o Lula seria a melhor opção mesmo. Pelo menos por mais um mandato, pois ele já está com uma certa idade e não vai viver para sempre né.

Anônimo disse...

O debate tem que ser mais inteligente. Ficar falando da namorada dos outros não leva a nada e só queima a o filme.

Temos que debater como o Temer vai governar esse trem desgovernado daqui para frente no caso do impeachment.

Anônimo disse...

Uhu!
https://mobile.twitter.com/Bruno_Rafael/status/722742529024765953/photo/1

Rafael Cherem disse...

"Gostem ou não,uma pessoa de vinte anos ainda está sim na adolescência"


Tai uma frase que faz vc amaldiçoar a pessoa que te alfabetizou.

Anônimo disse...

Faz um curso de interpretação, você tá precisando urgente. Ela apenas relatou um fato histórico. Defender a morte é exaltar torturador e assassino.

Anônimo disse...

""Gostem ou não,uma pessoa de vinte anos ainda está sim na adolescência""

Com vinte anos eu já era empresária. Conversa fiada de millennial essa, eu heim. Essa "adolescência extendida" que se defende hoje em dia resulta em marmanjo(a) de 40 anos sendo sustentado pelos pais.

Anônimo disse...

Lola, vamos engrossar o coro:
http://brasil.elpais.com/brasil/2016/04/19/politica/1461098742_961327.html

Anônimo disse...

Historicamente, casamentos sempre foram contratos. Famílias poderosas e ricas se uniam para conseguir mais poder e mais dinheiros. Sempre foi e sempre será assim. Não vemos ricas casando com homens pobres, nem homens ricos casando com ferradas. Isso não vai mudar, já que gostos e ideias são diferentes em cada classe social. Pode haver sexo eventual entre classes diferentes, mas casamento mesmo é muito difícil

Mas toda crítica à Veja e à monogamia reacionária é importante para desestabilizar a Direita. Enquanto eles idolatram a família, o dever da Esquerda deve ser valorizar o Poliamorismo e outros relacionamentos não-monogâmicos. A razão para tal valorização é calar os reacionários e agredir seus olhinhos puritanos.

Antes da internet, a grande mídia falava um monte de asneiras impunemente, raramente era atacada por seus pares. Mas depois dos anos 1990 a coisa mudou. O cidadão comum, nós, temos poder de criticar e principalmente ridicularizar os veículos canalhas direitistas.

Devemos xingar a Globo e Veja todo santo dia.

B. disse...

"No lugar de ficarem debatendo machismo com machista e fazendo propaganda de feitos masculinistas, acho que tá mais que na hora do feminismo acertar a mira nas mulheres, porque nota-se que não é pouco necessário."

Falou tudo! Odeio quando passam a mão na cabeça de mulher e ainda repetem aquela falácia "mulher só reproduz machismo". Imagina se "só" os homens fossem machistas e todas as mulheres feministas (como creem algumas), o mundo estaria muito melhor!

Anônimo disse...

O Presidente Viagra vai já é visto como traidor,por causa da cartinha ridícula. Entre os amigos ele é chamado de azulzinho.

Agora vai ser mais ridicularizado por ser velho com mulher nova troféu. Caso em que há grande chances de enfeite na testa. Pois os movimentos pélvicos de um homem mais novo não podem ser imitados por um senhor idoso no auge dos 70 anos.

Quero ficar velho cheio de dinheiro, com muito muito dinheiro, além de desejar ter diversas namoradas simultaneamente ou morar com 2 mulheres, mas não farei propaganda da minha vida sexual como como outdoor. Marketing é mentira.

Quanto à Veja, ela sabe que tá morrendo por conta da internet. A verba publicitária diminui por conta da web. A revistinha ainda pode pegar mais uns 2 anos de propaganda oficial. Mas web está diminuindo seus lucros.

Anônimo disse...

Querer que uma revista de direita condene um jantar burguês é uma coisa meio boba. É mais fácil eles cobrarem um grana do restaurante por conta da propaganda.

Admiro o Lula por ser mais inteligente. Ele tem uma esposa sessentona e amante quarentona. Sempre votei nele e acho certo um macho guerreiro líder diminuir as chances de ser corno com esposa. Até porque as amantes chifram todo mundo.

O ideal burguês é esse uma mulher que saiba ficar em silêncio e que obedeça. Mas compete à esquerda ridicularizar a monogamia e enaltecer as Relações Livres, o Poliamorismo. Pois assim estaremos conquistando mais lutadores e lutadoras na nossa guerra ideológica.

Anônimo disse...

"Ain, a matéria foi escrita por uma mulher, cês num criticam mulher"

Nota-se o desconhecimento profundo, sustentado pelo preconceito de que o feminismo é um movimento contra os homens, de que a mulher não tem sua responsabilidade no machismo (sim, estou falando com você anônimo das guerras), sabe aquela frase do "o opressor não seria tão forte se não encontrasse nos oprimidos, cumplíces"? Neste contexto vale até a "se não pode vencê-los, junte-se a eles", que eu, pessoalmente reescreveria como se acha que não pode vencê-los, junte-se a eles.
É por isso que o machismo é tão arraigado. A maioria dos homens o propaga pois é um sistema que os beneficia, claro que beneficia mais uns que os outros. Neste sistema que os homens criaram para oprimir as mulheres e acirrar a disputa entre eles, um homem poderoso é garantia de encontrar uma mulher dentro do padrão de beleza ideal, ela, por sua vez, lhe confere status. É por esse motivo que o sonho dos mascus é ficar rico ou bombado, assim eles teriam uma chance de se relacionar com as mulheres que eles julgam merecer. Na verdade, o sonho deles é se tornar igual a aqueles que eles tanto têm raiva, os chamados "alfas". É por esse motivo que sustentam essa lógica.
Por patriarcado, entendamos: há um sistema gigantesco que conta, além da manutenção do homem privilegiado, estimula a divisão e a concorrência entre as mulheres. Desde pequena somos socializadas a não confiar umas nas outras, "pq a sujeita é uma cobra, que quer roubar o seu homem". Aprendemos que um homem é um tesouro a se conquistar, o casamento é o propósito de nossas vidas. Aos crentes dessa lógica, toda mulher deve se esforçar para ter a honra de ser a escolhida de um homem (e por se esforçar, leia-se tornar-se o bibelô do mundo). A beleza, a maternidade compulsória e o mito de mulheres afetivas são utilizadas contra nós para manutenção do status quo, por isso, mesmo mulheres que têm a sorte de galgar posições altas (em posição de peitar o machismo e alterar a lógica do patriarcado) ainda são silenciadas pelas suas opiniões e avaliadas conforme sua beleza e o quanto se encaixa nos padrões.
Como eu disse, é interessante manter as mulheres como rivais. As que se encaixam no padrão de beleza ainda usufruem de certos benefícios enquanto podem. Elas obtém algum status entre mulheres, pois são, por ora, os produtos mais valiosos. Quando as mulheres quebram esses paradigmas, quando elas encaram a outra de forma não hostil, quando elas começam a questionar seu papel no mundo, essa lógica se rompe. Mas é claro que será seguida por uma forte reação, do mais medíocre homem que se acha um semideus perante a mais incrível mulher, vocês os enxergam aqui nos comentários. Os trolls, os que nos acusam de inveja, os que acusam o movimento feminista de odiar homens. Não se deixem enganar, cada mulher que acreditar que a outra é sua rival, na cabeça deles é uma vitória.


Anna

Anônimo disse...

"Quero ficar velho cheio de dinheiro, com muito muito dinheiro, além de desejar ter diversas namoradas simultaneamente ou morar com 2 mulheres, "


Tá serto, fique com muito dinheiro e sustente suas diversas namoradas. Elas farão o sacrifício de ficar com o velho pelancudo cujos "movimentos pélvicos" nada se comparam aos dos novinhos que elas traí-lo e com o SEU DINHEIRO.

Anônimo disse...

Infelizmente muitas feministas radicais se esquecem de que os machos são os maiores defensores do Bi feminino. Uma falou que novinho com visual alternativo é uma opção. Mas não adianta o cara ter visual alternativo, ele deve ser obrigado a aceitar a liberdade sexual feminina. Somente roupa não faz mudanças na sociedade. É preciso haver comportamentos que agridam aos burgueses reacionários.

É limitante uma pessoa reprimir a sexualidade por causa de ideologia. Se a mulher pode transar com mulher alternativa e homem alternativo, não há razão para querer agradar às radicais e perder chances na vida.

Temos de abrir as mentes. A Suécia e a França proíbem a prostituição, por isso mesmo são os paraísos do Swing. 20% da população francesa pratica o Echangisme. Na Suécia, até o rei curtiu umas boates de troca de casal e teve AMANTE BRASILEIRA.

Não venham dizer que somente os homens têm super apetite sexual. As mulheres de poder sempre forma pegadoras. A Rainha Nzinga em Angola e Catarina a Grande pegavam geral entre os machos guerreiros, pois os militares devem sempre servir a pátria em todas as ocasiões.

Anônimo disse...

O machismo e o Patriarcado começaram quando as Rainhas-Sacerdotisas-PROSTITUTAS foram reprimidas por políticos que queriam seu poder e seu status. A base do machismo é a repressão sexual por meio dele a sociedade foi levada a dar valor à monogamia e ao casamento.

As mulheres que expressam livremente sua sexualidade são chamadas de prostitutas como uma forma de reprimir seu poder social. A nossa civilização usou os frutos do trabalho dessas mulheres e as desvalorizou. A Grécia antiga ganhou a Guerra contra os Persas graças aos impostos cobrados das prostitutas. Esse dinheiro serviu para custear a marinha grega.

A base do machismo é a repressão sexual. Por isso nosso dever é lutar pela liberdade do corpo e do desejo.

Anônimo disse...

Mesmo velho farei musculação e comprarei whey protein, assim terei bons movimentos pélvicos mesmo com 69 anos.

Mas serei um velho consciente que é melhor ter várias e dar liberdade para poder usufruir da liberdade também.

Anônimo disse...

A Veja deve ser xingada todo santo dia. Assim como a Globo casa de canalhas.

Anônimo disse...

11:48,
Espero que você alcance seu sonho.
O Ricardão (ões) da (s) sua (s) possível (eis) namorada (s) vai (ão) agradecer!

Thomas disse...

"Anônimo Anônimo disse...
Com todo respeito Lola, mas você não acha que o post foi "ageísta"?"

Pelamor. Vai falar que você acha normal um idoso se relacionar com uma mulher 43 anos mais jovem? Isso é asqueroso, é uma aberração. A sociedade tratar isso como normal me enoja.

Homem no máximo tem que ser 10 anos mais velho que a namorada/esposa, e isso quando a mulher já tem pelo menos 18 anos.

Paula disse...

Imagina se fosse um político do pt a fechar restaurante caro pra jantae com a esposa. ESCÂNDALO. Ia sair na Veja e tudo, mas sendo escrachado.

Anônimo disse...

Paula,

Saiu nos jornais o povo achando absurdo em plena crise a deputada Benedita da Silva estar fazendo compras em um supermercado de Brasília. Então, imagine um petista fechando restaurante (mimimi, estão atrapalhando os outros clientes, mimimi esquerda caviar que tem que ser pobre!)

Anônimo disse...

acho que essa galera pensa que nós feministas temos que falar, sei lá, de violência urbana e do sofrimento dos homens que se espancam, se matam.

era só o que me faltava, viu.

se você propor algo falando da violência contra a nossa casta sexual... noooosssa, como assim, e os homens que não podem dançar ballet livremente sem sofrer estigma?

Daniel disse...

Não deu para ler todos os comentários mas, correndo o risco de repetir existe o equivalente masculino da expressão "primeira dama" que é "primeiro cavalheiro". Pouca gente conhece porque nunca tivemos uma presidente casada mas de vez em quando é usada na Imprensa para designar o marido de alguma líder estrangeira.

Anônimo disse...

A Lola podia apagar os comentários do mascu do Swing, né? Pra que vc deixa passar esse otário fazendo flood aqui, Lola? Cara chato da porra.

Denise disse...

Esse post está impossível de ler os comentários com tanto anonimo e troll.

Sabia que vc ia comentar essa capa da Veja, Lola, concordo em genero número e grau com seu post.

Eu não moro no Brasil e estou com um fuso de 13 horas a frente. Aí acordo hoje e meu facebook tá cheio de foto de amigas em posições “não recatadas” com a legenda “bela recatada e do lar” e eu pensando: que diabo é isso? Mais uma modinha de facebook, uma campanha do movimento feminista? Demorou até me dar conta de que era resposta a mais uma matéria inacreditável da Veja. Juro, acho que esses jornalistas da Veja devem acordar pensando: "como eu posso ser mais sexista e elitista hoje?" Nada contra a Marcela Temer, como boa feminista eu luto para que as mulheres possam ter o direito de escolher ser o que quiserem ser, mas num momento triste para a sociedade brasileira (sendo vc a favor ou contra o impeachment não há como negar que é um momento triste pra história da democracia no Brasil), em que a primeira presidenta que o país já teve é alvo dos mais baixos ataques sexistas, publicar uma matéria enaltecendo a esposa “recatada e do lar” de um vice-presidente é realmente inacreditável.

Eu fiquei surpresa hoje foi em ler que a mídia internacional de uma forma geral está contra o impeachment, inclusive o The Economist que argumentou que “na falta da prova de um crime, o impeachment é injustificado” e “parece apenas um pretexto para expulsar um presidente impopular. ” Gente, o The Economist é contra o impeachment! Tem noção disso? Mas, claro, todos os maiores especialistas internacionais devem estar errados e só os coxinhas brasileiros é que tem razão.

Seguem alguns textos interessantes da mídia internacional:

https://theintercept.com/2016/04/18/porque-o-sen-aloysio-nunes-foi-a-washington-um-dia-depois-da-votacao-do-impeachment/

http://www.theguardian.com/world/2016/apr/18/dilma-rousseff-congress-impeach-brazilian-president

http://www.nytimes.com/2016/04/18/world/americas/brazil-dilma-rousseff-impeachment-vote.html?hp&action=click&pgtype=Homepage&clickSource=story-heading&module=first-column-region&region=top-news&WT.nav=top-news&_r=0

Karin disse...

Oi, Lola! Já faz tempo que (infelizmente) não visito seu querido bloguinho... Hoje tive que vir, porque estava certa que encontraria algo sobre o ocorrido.

Não vou entrar na discussão dos comentários anteriores.

O que eu queria mesmo é te perguntar isto: você não notou nem um pouco de ironia no texto da Juliana Linhares? Nem um tiquinho? Porque eu notei. Será que foi algo que eu tomei? (risos). É claro que também podemos discutir o que é pior: se o texto é apologia ou se é ironia. Minha dúvida não muda o fato de ser um texto infeliz. Se for a primeira opção, sua postagem já foi bem clara. Se for a segunda opção, ele é infeliz por ser deletério à imagem de uma mulher, ainda que não compartilhemos dos mesmos valores e escolhas da retratada.

O que pensa?

Um beijo grande.

Anônimo disse...

Essa revista estava parecendo mais a CARAS ou outras similares de fofocas, mostrando futilidades ao invés de uma revista que aborda assuntos sérios.

Anônimo disse...

é impressão minha ou os homens em geral tem uma tendência a pedofilia?

ruann disse...

Lola Vc é a favor do estupro de marcela temer?!?!?!?!? Ou vc acha que ela deve viver como bem entende?!?!?!?

https://m.facebook.com/home.php#!/stalinDaDepressao/photos/a.612076405487291.1073741827.612000095494922/1277529608941964/?type=3&comment_id=1277619832266275&ref=m_notif&notif_t=comment_mention&notif_id=1461250084810091

lola aronovich disse...

Como reaça é sujo, Ruann! Obrigada por me avisar de (mais)este post difamatório e de me defender lá. Incrível a "defesa" do mascu -- é, eu não disse que Marcela Temer é machista, opressora ou que ela deveria ser estuprada, mas, como ele não gosta de mim e me considera uma das feministas mais escrotas, tudo bem usar minha foto e meu nome para falar o que eu não disse nem nunca diria!
O babaca sabe que isso rende processo por calúnia e difamação?

Anônimo disse...

Sylvie

Vei, esse Facebook é fake!!! :/
A Lola é contra o estupro de TODAS as mulheres!!
Isso é página inventada por mascu escroto pra tentar desmoralizar uma mulher séria e ativista como a Lola!
Valeu pelo aviso.

Anônimo disse...

Sylvie

Sobre a questão Veja, Marcela e Michel

Primeiro, depois que li, achei que o artigo tivesse sido escrito por uma estagiária, mas ficou bem "ambíguo" o artigo.
Uma jornalista incompetente e pouco experiente, ou uma jornalista sarcástica que escreveu propositalmente um texto incômodo?
Se repararem bem, houve muito sarcasmo e ironia no texto como "Marcela é mulher de sorte" (tem certeza? Uma jovem casada com um homem 43 anos mais velho?), "ela só quer saber de cuidar de casa e do marido e ir ao dermatologista" (não é pura ironia?), "sua mãe a acompanhava aos encontros"(desde quando uma mãe levar filha adolescente pra namorar um senhor de 60 anos é " natural"?), etc.

Sobre o Michel, é só um coronel enrustido, arrogante e mal caráter.

Sobre a Marcela, é só uma jovem mulher que está jogando sua vida fora com um velho, e foi manipulada e doutrinada pela sua família interesseira e agora por seu marido controlador.

Sobre Marcelas que tem pelo Brasil, essas não são vistas, não são ouvidas, não são salvas!!
Marcelas do interior do Nordeste, do Norte, das favelas de São Paulo e do RJ.
Meninas erotizadas, manipuladas, vendidas por suas famílias.
Obrigadas a casar, a serem amantes ou morar junto seja com o traficante, o garimpeiro, o caminhoneiro, ou o coronel da cidade.
Alguns casos, em cidades esquecidas por Deus, OBRIGADAS a verem os próprios pais como "maridos".
Meninas adolescentes e até pré-adolescentes.

Marcela não é problema, problema são as "Marcelas" ainda em pior situação espalhadas pelo país, meninas que vivem em um papel do Oriente Médio onde a pedofilia é covardemente "naturalizada", mas que vive sob rótulo de "país evoluído".
É mais fácil fechar os olhos, do que ir às estas cidades, colocar escolas e centros culturais e esportivos que certamente iriam tirar essas garotas de situações de exploração.

Machismo não existe, racismo não existe, clacissismo nao existe, Marcela foi a única adolescente pressionada a casar com um homem bem mais velho, não existem meninas ainda mais novas que elas exploradas, a pedofilia é condenada .
Este é nosso pais de faz de conta.

Anônimo disse...

As pessoas infelizmente não entendem o amor, pois o mesmo é um sentimento forte, intenso. O amor é bom e não quer o mau, pois é mau estudar para passar em uma federal, dá trabalho, ou em concurso público então, devido certas medidas e diminuição em abertura de novos, imagina a concorrência. É mau fazer curso técnico e ter que trabalhar sábado, domingo e feriado, depois de formada, pois é por escala a folga, mau é usar um transporte público lotado para ir e voltar do trabalho, mas na opinião da Marcela Temer o amor é bom para viagens na Polinésia Francesa, bom ter contas em paraísos fiscais, bom ir a jantares em restaurantes caros. Imagine aquentar a coisa murcha do Michel Temer, funciona só com tratamento médico, mas uns tem dificuldades no dia a dia, chega em casa e encontra um marido apaixonado e a outra vendeu a virgindade dela para ter benesses.

Anônimo disse...

A esposa do Temer é muito linda. Eu queria uma muito uma mulher assim.

Anônimo disse...

Sim anônimo a moça é linda.
Mas toda mulher é muito mais que somente seu exterior, seu físico.
Ninguém aqui tá criticando a Marcela Temer, apenas questionamos o status quo que faz um homem de 60 anos "namorar" uma adolescente sem experiência de vida com supervisão da mãe, e sbis mais tarde ela é só a típica "Amélia decorativa" sem voz e importância.

Anônimo disse...

Bela, recatada e do lar: matéria da 'Veja' é tão 1792
A intenção é enaltecer Marcela Temer como a mulher que todas deveriam ser, à sombra, nunca à frente.

Djamila Ribeiro

Lana disse...

Minha leitura dessa matéria foi mais para o lado irônico, não senti que a Veja quis dizer exatamente o que está escrito. Não defendendo a Veja, mas essa foi minha impressão. Ou então eu estou sendo muito otimista na interpretação, já que tipo 99% de quem leu achou que eles estavam mesmo exaltando a "bela, recatada e do lar".

Concordo muito com esse texto aqui do Lugar de Mulher (http://lugardemulher.com.br/bela-recatada-e-do-lar-not/):

"(...) percebi que a matéria, ao contrário do que achei ouvindo os comentários de todo mundo, na verdade não tá dizendo que Marcela Temer sim é mulher de verdade, está apenas fazendo um deboche bem discreto, retratando Marcela como pistoleira fútil 43 anos mais jovem que o marido que deu um belo golpe do baú cafetinada pela mãe ainda adolescente."

Anônimo disse...

Verdade, 1:48!

Ela é muito linda e tem características que eu aprecio numa mulher, como por exemplo ser recatada. Só tenho minhas dúvidas se ela está com ele por amor ou dinheiro.

Mas enfim... Eu adoraria uma mulher assim pra mim, fazer o que: temer chegou primeiro né! Rsrs

Abraços

Fabio Guapo disse...

Quem conhece a Marcela, sabe que ELA realmente é bela, recatada e do lar. Ô pessoal que gosta de ver pêlo em ovo, viu. Quer tuxar um discurso coletivista em cima de um indivíduo, que é único.

Anônimo disse...

Karin e Sylvie, a jornalista da Veja - Juliana Linhares - que escreveu esse artigo sobre a Marcela não estava sendo irônica pelo simples motivo de que ela já havia escrito uma matéria chamando atrizes de Hollywood de mimadas por estarem exigindo igualdade salarial com os homens na indústria de cinema. Eu não achei o link da matéria mas rolou em páginas feministas essa imagem.

Barão de Canabrava disse...

Alguém aí perguntou por que a Veja ainda não faliu.

Eu reparei que, mesmo sendo de direita, só sou chamado a ler algo dessa revista por conta da agitação dos esquerdistas, que são obsecados por ela. Bom, como uma revista com tantos leitores pode falir?

Vocês sempre se escandalizam e com ela e são ibope, não se acostumaram com a linha editorial ainda? Eu sou capaz de adivinhar as pautas da CartaCapital numa segunda-feira de manhã de tão previsível.

Raven Deschain disse...

Hahahaha Julia, senti sua falta.

Anônimo disse...

Para mim, meio que ficou claro que a função da Revista Veja era enaltecer Marcela Temer como a mulher que todas deveriam ser, à sombra, nunca à frente. Isso é um absurdo, pois como a Lola disse : em 2010 a Veja lançou a revista com a Dilma falando assim "Vestida para mandar" ~e as alusões com as primeiras damas~ (O que, para mim, foi bem machista, pois o título o fala de roupas - e não de qualidades da presidente... Isso ocorre com todas mulheres - são elogiadas ou julgadas pelo modo que se vestem - e não pelas competências e caráter... Infelizmente). Agora essa mesma revista que elogiou tanto a Dilma faz uma tentativa de fazer uma oposição ao que Dilma representa, tecnicamente falando. Uma mulher fora do padrão imposto do que se entende que uma mulher deve se comportar. Para mim foi como se praticamente dissessem: mulher boa é a esposa, a “que está por trás de um grande homem”... E independentemente das críticas que se tenha ao governo, é evidente - mais que óbvio - que ela (a Dilma) vem sendo vítima de uma sociedade machista... Eita, mas que pensamento tão década 50, hein Veja ?!?

Anônimo disse...

Acho a Marcia Tiburi mais bonita que a Marcela Temer.

Anônimo disse...

Você é muito ingênuo. Eles torturavam até bebês. Teve um bebê aqui de Belo Horizonte que foi tão torturado (detalhe: os pais foram denunciados por engano) que ficou com sequelas e se matou depois de adulto, talvez por não poder suportar o peso de um passado terrível. Também penso em suicidar quando presto atenção na ruindade do mundo. Gente como você que nega a tortura na ditadura militar, gente que nega o holocausto... talvez vocês não sejam as pessoas abomináveis que parecem ser. Talvez sejam fracos como eu, ou mais fracos que eu, de tanto horror perante a realidade a psiquê de vocês só se sustenta negando os fatos. Entendo perfeitamente, twm hora que eu queria ser um avesteuz também igual a você.

«Mais antigas ‹Antigas   201 – 265 de 265   Recentes› Mais recentes»