segunda-feira, 3 de junho de 2019

PRA VOCÊ QUE CORREU PRA LINHA DO PÊNALTI PRA INOCENTAR NEYMAR DE ESTUPRO

Estou um pouco sem tempo e nem ia escrever sobre o caso Neymar, mas depois de ver que um grupo de agentes de segurança pública está dizendo que ele deveria imitar o goleiro Bruno, e depois de um troll comentar "eu sabia que você não iria falar daquela vagabunda", decidi arranjar um tempinho e escrever.
A esta altura todo mundo que não vive numa caverna sabe que, na sexta-feira, noticiou-se um boletim de ocorrência com uma denúncia de estupro contra Neymar. O caso aconteceu no dia 15 de maio, quando o staff do jogador pagou as despesas para que uma modelo brasileira se encontrasse com ele em Paris (ela voltou ao Brasil no dia 17). 
Anteontem, o pai de Neymar foi recebido por Datena em seu programa de TV (Brasil Urgente). Disse que o sexo foi consentido e que houve uma tentativa de extorsão por parte de um advogado em nome da vítima. Datena, que foi acusado de assédio sexual por uma jornalista, chamou o jogador de 27 anos de "menino" (três vezes), "moleque" (quatro vezes), "jovenzinho" e "garoto" e, não preciso nem dizer, o defendeu. 
O apresentador ainda se queixou que essas notícias de acusação têm muita repercussão, mas, "se você for considerado inocente lá na frente", pouco se noticia. Dois pontinhos, antes de seguir em frente. Um, essas acusações têm tanta repercussão justamente por causa de programas sensacionalistas como o dele. Dois, um escroque que tem um programa em rede nacional há décadas reclamando que não tem espaço para repercutir sua "inocência" é muita cara de pau. 
Para "provar" sua inocência, Neymar colocou as mensagens trocadas e as imagens sensuais que a moça mandou pra ele. Nem precisava! Pra grande maioria das pessoas que imediatamente inocentam o jogador e condenam a mulher, só o fato d'ela ter ido pra Paris se encontrar com ele num hotel já mostra que ela queria transar com ele. E, se ela queria, então não houve estupro, né? Essa gente provavelmente não acredita que existe estupro marital. E crê que uma prostituta não pode ser estuprada -- afinal, ela vive de fazer sexo. É só o cara pagar que pode fazer o que quiser com ela! 
Luciana Bugni lembrou que Neymar tem 119 milhões de seguidores, e que, entre eles, há inúmeras crianças. O vídeo que ele divulgou teve mais de 20 milhões de visualizações antes de ser removido. Além da exposição típica de pornografia da vingança -- Neymar está sendo investigado pelo vazamento das fotos --, seu vídeo é bastante didático. Como diz Luciana, "Mostrar essas conversa parte da premissa machista de que a mulher que manda nudes é uma vagabunda. E, se mandou nudes, 'merece ser comida'. [...] E estimula o pensamento de que a mulher que demonstra desejos sexuais é uma piranha, mas o homem que faz isso é o comedor".
Eu já fui essa pessoa que crê que, se uma mulher vai ao quarto de um cara à noite, é obviamente porque ela quer dar pra ele; logo, se houve sexo, foi consentido. Eu, que sou feminista assumida desde criança, achei a maior bobagem quando o Mike Tyson foi acusado de estupro, em 1991. Afinal, Desiree Washington, concorrente a Miss Black America, entrou porque quis no quarto de hotel de Tyson, então um jovem mito do boxe. Se ela entrou no quarto era porque queria transar, né? (felizmente, o júri não pensou como eu, e Tyson foi condenado a seis anos de prisão). 
Como eu disse lá em cima, agentes de segurança pública estão compartilhando esta imagem num grupo, sugerindo que Neymar deveria tratar sua "Maria Chuteira" como o goleiro Bruno tratou a sua. Mas não é sério, claro, é só brincadeirinha, nós feministas é que não temos senso de humor quando não rimos de piadas sobre estupro e feminicídio. Depois o pessoal estranha por que uma mulher não denuncia a violência contra ela. Vai denunciar pra quem? Pro agente de segurança pública que "brinca" com o caso de uma mulher que foi assassinada e cujo corpo foi devorado por cachorros?
Um blog do MBL (não vou por o link aqui, não dou ibope pra reaças) estampou que você precisa apoiar Neymar nessa "treta ridícula". O blog dá o nome completo da vítima e diz que mulheres acusam homens famosos injustamente de estupro para se promoverem. Assim, "criminalizam a masculinidade" (note que quem associa masculinidade a estupro não sou eu, uma feminista -- é um misógino). E conclui que "Neymar foi corajoso em expor sua intimidade para defender sua honra". Nossa, que coragem a do "garoto"! Expor mensagens em que uma mulher diz que quer transar com ele!
Não entendi bem de onde deduzem que a moça que acusou Neymar quer a fama. Ela foi à polícia denunciar. Não apareceu em programa de TV. Não divulgou vídeo na internet. Não é ela que está divulgando seu nome. Pelo contrário, o caso corre em segredo de justiça. Quem está divulgando nome e fotos da moça é a trupe que defende o jogador. E ele mesmo. E Neymar, que pagou R$ 8 milhões num acordo com a Receita Federal (não é verdade que o governo Temer perdoou uma dívida de 200 milhões do jogador, mas é verdade que Neymar sonegou impostos, assim como vários outros atletas), não é qualquer um. Ele tem muito poder, muita fama.
Outra coisinha: se a mulher quisesse mesmo armar pro pobre menino Neymar, teria deixado um monte de mensagens "comprometedoras", antes e depois do ato?
Segundo o Uol Esporte apurou, a moça entregou à polícia um dossiê com imagens e documentos que não constam no BO. Quatro fontes que tiveram acesso às imagens dizem que o jogador foi agressivo e estava alterado antes do suposto estupro.
A moça realizou exames no dia 21 de maio, e o laudo médico aponta "hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de stress pós-traumático". A reportagem do Uol viu e verificou as imagens anexadas no laudo (feito por um profissional de um hospital de renome), e constatou que há "hematomas grandes e escuros na região das nádegas e das pernas".  
Agora o pai de Neymar já mudou um pouco a versão. Disse que Neymar viu que o celular da moça estava de pé, "como se estivesse carregando. Ele viu que estava filmando e aí pediu para ela ir embora. Ele emitiu a passagem de volta dela. O Neymar até tenta filmar, tenta gravar, mas ele erra. Coloca no bolso e não consegue". Bem confusa essa versão, não?
Porém, apesar dos indícios de que houve estupro sim, muita gente (mulheres inclusive, até feministas) acham que as mensagens que a mulher mandou pro jogador já são provas incontestáveis de que o sexo foi consensual. 
É uma coisa assustadora, mas boa parte das mulheres transa com o mesmo cara depois de ser estuprada. Há muitos casos de mulheres que são estupradas e se encontram com o sujeito outra vez, e são estupradas de novo. Quem não entende como isso é frequente deve pensar que estupro só é cometido pelo total estranho numa rua deserta à noite. 70% dos estupros são cometidos por conhecidos da vítima. Na maior parte das vezes a vítima não corta contato com o marido, namorado, chefe, pai, tio, amigo etc que a estuprou. É até um mecanismo de defesa: ela transa com ele novamente para tentar se convencer que não foi estupro. 
No excelente Eu Nem Imaginava que era Estupro, de Robin Warshaw, um livro publicado em 1988, baseado numa pesquisa feita pela revista Ms. em 32 campi dos EUA com 6.100 estudantes universitários, homens e mulheres, revelou números aterradores. 
Se as mulheres fossem apenas atacadas por um homem estranho numa rua escura à noite, reconheceriam aquilo como estupro. Mas quando é por um conhecido, fica mais confuso. Portanto, uma das primeiras reações das vítimas é NEGAÇÃO ("não, eu não fui estuprada"). A segunda é DISSOCIAÇÃO (a vítima se afasta psicologicamente, se vê à distância. Na ótima série Big Little Lies, uma mulher que é estuprada se imagina assistindo à cena do banheiro. Ela deixa seu corpo). A terceira reação é a AUTO-ACUSAÇÃO (a vítima sente-se culpada).
A quarta reação: IGNORAR A “VOZ INTERIOR”. Todxs nós temos instintos e intuições. Talvez mulheres mais que homens, por uma questão de sobrevivência. Mas muitas vezes ignoramos esses instintos (recomendo o livro Virtudes do Medo, de Gavin de Becker, especialista em segurança).
Quinta reação: NÃO SE DEFENDER. Somos educadas para não fazer escândalo. E muitas vezes não nos defendemos pelo medo de sermos ainda mais machucadas fisicamente. Além de homens costumarem ser mais fortes, altos e pesados, eles aprendem a brigar desde cedo. Mulheres não.
Sexta reação: NÃO DENUNCIAR. Não preciso nem explicar isso. Todas nós conhecemos mulheres que já foram agredidas, estupradas, espancadas, e não levaram as acusações adiante, por uma série de motivos. 
Sétima reação: TORNAR-SE UMA VÍTIMA NOVAMENTE. Um dos números mais perturbadores da pesquisa explicada por Warshaw é que 42% das mulheres que foram estupradas disseram que fizeram sexo de novo como o estuprador. Como não viram o que aconteceu como estupro, tenderam a pensar “É paranoia minha”, “Eu o entendi mal”, “Vou dar uma segunda chance”. Há também um outro dado terrível: 41% das mulheres estupradas acham que serão estupradas novamente.
E aí: deixa de ser estupro porque a mulher se encontra com o cara de novo? Deixa de ser estupro porque a mulher escreveu numa mensagem que queria vê-lo outra vez? Deixa de ser estupro porque a mulher pediu pra que ele trouxesse um presente para o filho dela?

A moça que acusa Neymar pode estar mentindo? Pode (as imagens dos hematomas do laudo médico desfavorecem esta versão). E, se ela fez acusação falsa de estupro, pode ser presa por isso. Ela pode ter tentado extorquir Neymar? Pode. 
Mas você aí que não viu a linha do impedimento e correu pro gol pra chamar Neymar de menino e a moça de vagabunda, você está ajudando a difundir o que nós chamamos de cultura de estupro. Uma cultura que sempre culpa a vítima e que faz com que um grande número de mulheres não denuncie. Porque sabemos que o que está acontecendo com a moça que acusou Neymar acontece com todas as vítimas (vale a pena ler este post que mostra como jogadores de futebol quase nunca são punidos pelos estupros que cometem. Ou você acha que quem tem fama e dinheiro "não precisa" estuprar?).
Fica a dica: em vez de se preocupar com as falsas acusações de estupro, que são mínimas, que tal se preocupar com o número baixíssimo de estupros que são denunciados, julgados, e acabam em condenação? E, mais uma vez, pare de atacar a vítima.

215 comentários:

1 – 200 de 215   Recentes›   Mais recentes»
Alexandre Carlos Aguiar disse...

Ótimo texto. A cultura do estupro é tão forte e está impregnada de tal forma que em alguns casos leva a interpretações equivocadas.

Anônimo disse...

Podem justificar como quiser, não sou fã do neymala, mas isso aí é coisa de pistoleira, ela já tem histórico, se não fosse com ele, seria com outro.

E puta coerência né, supondo q o cara comeu ela sem consentimento, ela ia mandar mensagem no outro dia dizendo que queria dar pra ele de novo?

Uma coisa é a pessoa tentar se convencer de q houve relação, outra é dissimulação!

Essa mulher tá prestando um baita desserviço às reais vítimas de abuso, isso sim! Mas tudo bem, vão passando pano pra golpista, não dá nada né, já que as leis nesse país são misândricas... o máximo que vai acontecer com essa loka é ficar meio queimada e sumir do mapa.

Anônimo disse...

Todo meu apoio ao Neymar. Neymar, não se preocupe. A verdade logo aparecerá e sua inocência será provada.

Anônimo disse...

👏👏👏👏

Anônimo disse...

Seu artigo faz sentido até a parte dela querer ver ele denovo pra ter certeza que foi estupro, pq se ela foi agredida a ponto de ter hematomas grandes pelo corpo isso não faz sentido, outra coisa estranha foi ela ter feito um laudo no medico particular ao invés de ir logo na polícia, realmente pode de fato ter ocorrido alguma violência contra ela e ai ela tentou chantagear o neymar, também pode ser que o neymar ficou violento pq percebeu que estava sendo gravado, acho mais prudente não comprar uma defeda irrestrita dessa moça.

Geórgia disse...

Obrigada, Lola. Mais uma vez, obrigada por estar presente, por lutar por todas nós.

Letícia Thuler disse...

Uma mulher tem que ter muita coragem para denunciar um estupro, já era difícil, já sabíamos que quem deveria nos dar segurança são os primeiros a duvidar, atacar, tá certo que não é novidade alguma que nas delegacias a mulher é tratada com desconfiança e ironia em um momento de tanta fragilidade, mas ver agentes de segurança espalhando tamanho absurdo pelo WhatsApp, me causou muita repulsa, desesperança. Parabéns pelo texto feito as pressas, não poderia ser melhor, vc é brilhante.

Anônimo disse...

Esse assunto é muito sensível pra mim, então vou tentar resumir: há muitos anos, amigo do meu ex me ligou para tomarmos uma cerveja, ofereceu para ir na minha casa fumar um, topei. Já tínhamos bebido, ele me prensou contra a parede, eu disse muitos, muitos nãos. Não gritei, não o expulsei, eu não queria ser VÍTIMA, não queria aquela situação na minha vida, e por incrível que pareça, eu, uma menina, não queria que ele fosse um estuprador. Faz sentido isso? Hoje depois de muito feminismo na veia não faz. Mas na época me senti culpada por ele querer transar comigo. No fim ele se masturbou e fiquei aliviada porque consegui convencê-lo a não transar pq não tinha camisinha. Na época não tinha whats app, mas quem nos visse no mesmo grupo de amigos jamais imaginaria que eu tinha sido vítima de violência e, provavelmente se fosse em tempos de whats teríamos trocado memes engraçados depois do fato. Demorei muito para perceber e admitir que fui estuprada, embora muita gente pensaria que não, eu tenho certeza.

Giovanni Gouveia disse...

via de regra mulheres que abrem processo de estupro são violentadas logo depois, são desacreditadas, ridicularizadas.
A vítima, nesta sociedade doente, é sempre culpada.
Não à toa abusos/estupros são subnotificados.

Unknown disse...

Meus parabéns por esse texto [que já compartilhei], mas também pela pessoa que você é.

Anônimo disse...

Letícia, mulheres são muito medrosas hein...

Rothion disse...

Olá Lola! Obrigado mais uma vez por esse serviço importantíssimo de informação quando mais se precisa dele. Há muitas pessoas que infelizmente acreditam que só há um tipo de estupro, ou que a vítima tem CULPA na história. NADA justifica violência.

-

Por isso que amo você e o seu blog! Um espaço de aprendizado contínuo!

Atenais disse...

Olá, Lola! Comecei a te seguir há pouco tempo, mas queria agradecer pelos seus textos super sensatos, que nos convidam a refletir. Nós, mulheres, temos que ter coragem de debater estes temas espinhosos e os homens têm que ser humildes e saber ouvir e repensar seus comportamentos. Ganhamos todos nós.

Anônimo disse...

Se o Neymar for inocente, só digo uma coisa:

Também, tava pedindo né? Conversando com quem não conhece, entrou num quarto com uma desconhecida. Vive em baile, em festa, postando foto sem camisa.

O cara não se dá o respeito, quem é que vai dar? Ninguém mandou ser fácil.

Se ele tivesse em casa não teria acontecido.

(via Debora Brasil)

Unknown disse...

Obrigada lola.

Anônimo disse...

Lola, só retire ou oculte nos prints as imagens em que aparece o corpo da mulher. Sobre o texto: preciso. Sem mais.

Anônimo disse...

Há muito mais mulheres escondendo estupros do que inventando que foram estupradas

Há um mito de que a maioria dos relatos são falsos, mas as estatísticas mostram o contrário. Esse estigma reduz as denúncias e mantém agressores impunes.

https://theintercept.com/2018/05/07/mito-mulheres-mentem-sobre-estupro/

Shirley disse...

Perfeita colocação do texto, Lola!
Estou desde sábado discutindo meu esposo sobre esse caso, tentando fazer ele entender o quão absurdo é essa posição de endossar a cultura do estupro.
Primeiro ele me falou que ela era pistoleira, que era comum contra jogadores de futebol. MAS, que se ele fosse culpado, que pague pelo que fez.

Ora, por que ele pede parcimônia no julgamento do "menino Ney" (que expôs a conversa na tentativa de "defender sua honra", causando descrédito à versão da moça (incitando aqui machismo) e não esperou em juízo para se provar inocente) enquanto correu pra rotular o caso como mais uma mulher querendo fama (quando toda a denúncia se deu de forma anônima).

Infelizmente fiquei bastante triste com essa atitude dele, estamos estranhos um com o outro e espero que passe. Espero também que ele tenha entendido depois de tanto discutirmos.

Fui vítima de estupro por parte de familiar e a primeira coisa que me perguntaram foi "por que não deixou de falar com ele então?". Meu esposo sabe disso então deveria entender como funciona.

Mandei esse texto pra ele, correndo o risco de retomar toda a discussão, mas confiante de que ele vai ao menos te ouvir menos na defensiva do que a mim, já que canso de falar pra ele como você é referência nesses assuntos.

Obrigada, inclusive, por ser.

Anônimo disse...

Quem é que vai respeitar e levar a sério um cara desse? Se o Neymar não fosse um fácil exibido oferecido que dá no primeiro encontro e tivesse ficado em casa cuidando do filho nada disso teria acontecido e não estaria passando por uma situação dessa né...

Mayra Donini disse...

Fazia muito tempo que não entrava em seu blog e só a acompanhava pelo twitter.

Obrigada pelo texto, Lola! Foi muito importante descobrir (expondo meu pouco estudo sobre feminismo) que existem estudos e pesquisas sobre o fato da mulher continuar a se envolver com quem a estuprou, porque, se nos atentarmos às mulheres do nosso círculo de convivência (e à nós mesmas) veremos que isso, infelizmente, acontece.

Anônimo disse...

Lola, como fazer as pessoas entenderem o sexo não consensual? Passei duas vezes por situações parecidas, entendo perfeitamente a versão dessa moça e dói muito ver como ela está sendo julgada.

Anônimo disse...

Precisamos acabar com o mito do homem abusador injustiçado

Porque estamos sempre desacreditando mulheres que denunciam abusadores num país onde uma mulher é estuprada a cada 11 minutos?

Um dos mitos mais enraizados no imaginário social é que um homem acusado de abuso é sempre um injustiçado, cuja acusadora é uma oportunista, querendo, PASMEM, a fama de ter sido abusada pelo sujeito. Qual mulher perderia a “oportunidade” de levar a fama de vítima de um estupro e caluniadora ao mesmo tempo? Tentador né?

Infelizmente muita gente que cai nessa falácia. As próprias mulheres, na maioria das vezes por desconhecerem a dimensão sistêmica de estupros no país, acabam por sair em defesa de um “inocente até que se prove o contrário”. A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil, mas porque apesar desse dado assustador as pessoas ainda preferem dar a presunção da inocência para o homem acusado de estupro do que para a mulher vítima do estupro? Pelo falso mito das denúncias falsas. Há um chamado de justiça social porque a vida daquele pobre homem pode ser destruída por uma acusação falsa. Mas será que isso acontece?

Uma mulher denuncia um estupro e é imediatamente questionada: sua vida, seus comportamentos, seu caráter, suas roupas, suas ações. Se ela não cumprir o imaginário popular de uma vitima que “não mereceu” ser estuprada, passa imediatamente para o escrutínio público. A mulher para ser agraciada com a presunção de sua inocência precisa ter uma conduta ilibada, e ser boa, recatada e do lar. Só esquecem que mulheres prostituídas, atrizes pornô, e mulheres taxadas de “vadias” por sua conduta sexual semelhante à masculina também são estupradas, e tem em comum o descrédito das pessoas quando denunciam, como se o NÃO consentimento sexual para elas não fosse permitido já que se espera delas “sexo fácil”.

A taxa de condenações por estupro no Brasil gira em torno de 1%, segundo o perito criminal federal e presidente da Academia Brasileira de Ciências Forenses, Hélio Buchmüller, no artigo Crimes sexuais: a impunidade gerada por um Estado omisso.

Então vamos aos dados:

Violência Sexual
Dados do estupro no Brasil segundo o Atlas da Violência 2018 (Ipea/FBSP, 2018):

135 estupros por dia
49.497 casos de estupro registrados nas polícias brasileiras
22.918 estupros nos registros do SUS
Considerando a subnotificação, estima-se que ocorram entre 300 mil e 500 mil estupros a cada ano
Isso elevaria a estimativa média para 822 a 1.370 estupros a cada dia no Brasil

Existe um mito de que é só a mulher denunciar e que a justiça resolverá. Bem, de acordo com estimativas de subnotifcação, os dados disponíveis podem representar apenas 10% do total real de estupros. Ou seja, estima-se que 90% dos estupros NÃO SÃO DENUNCIADOS.

Fonte:

https://medium.com/qg-feminista/precisamos-acabar-com-o-mito-do-homem-abusador-injusti%C3%A7ado-49358c2c115d?fbclid=IwAR2he0f1FInVPaYhujflLc6rMWVxO8sKRY1UUcJKyg7--JBHzmrYe_HsoKY

Anônimo disse...

Não é possível!
Não é possível que vocês estão prestando tão grande desserviço às mulheres que realmente são vítimas de estupro
Esse caso deveria estar sendo tratado com um rigor muito grande por nós mulheres, mas não, mas uma vez vocês estão nos fazendo passar todas por malucas passando pano pra essa mentirosa.

Lamentável!

Anônimo disse...

Perfeita a sua colocação, melhor texto que vi até agora. Obrigada pelo trabalho de trazer infos e referências pra gente!

Karen Lose disse...

Obrigada, Lola!

Anônimo disse...

E vocês não deveriam replicar as fotos e os conteúdos da conversa!

Anônimo disse...

Esperneiem mais bando de mascu chorão kkkkkkkkkkk quero tomar banho e lavar os cabelos com suas male tears, hoje é dia de fazer hidratação ;)

Anônimo disse...

Mano, você é burro? Lê o texto mano!!! Acabaram de falar sobre o assunto, aí a pessoa vem e conclui exatamente contestando o que a pessoa explicou em uma penca de parágrafos. Não é possível 🤦🏻‍♀️ O mal do Brasil é o brasileiro mesmo...

Anônimo disse...

Aqui estão 7 homens que agrediram mulheres e seguiram com suas carreiras normalmente

Ao que parece, violência contra mulher não é grave o suficiente para incomodar os empregadores destes famosos.

https://www.buzzfeed.com/br/ramosaline/aqui-estao-homens-que-agrediram-mulheres?fbclid=IwAR0f57SNCTe7y-6qHuVZjPeC0GlDRrWmvu9WOoyvDXT8FE9_WtHeTz9FQjo

Anônimo disse...

Por isso sempre digo:
Quem não quer ser agredida tem de ficar longe de homens. Dependendo das circunstâncias um "pacato cidadão cristão" se torna estuprador. Acontece inclusive com "religiosos".

ACORDA MULHERADA!

Anônimo disse...

Então, ao invés de duvidar sempre da palavra da vítima, querem que acreditemos sempre na palavra dela? Porque uma conversa desse nível põe dúvida em qualquer caso. Pelo papo de ZAP o Neymar parece mais um bobão que cairia em qualquer conversa do que um dissimulado estuprador. É melhor que se espere a apuração dos fatos.

BLH

Anônimo disse...

Excelente texto. Temos no Brasil uma cultura machista mantida por mulheres inclusive. Desconfio que essa história é só a ponta de um iceberg. Espero que outras vítimas se sintam motivadas a denunciar o "menino".

Anônimo disse...

Com tantos exemplos expostos na mídia diariamente, e as mulheres ainda não aprenderam a se defender. Leiam mais sobre este assunto. Não é porque é famoso que é santo.

Anônimo disse...

Havendo uma sociedade patriarcal e estruturalmente machista condições de consentimento sexual por parte de oprimidas?
Toda nossa sociedade foi construída em cima da falsa ilusão do consentimento sexual, ou seja do estupro estrutural. Este caso e só mais uma prova disto. A própria penetração em si e degradante para o organismo feminino. Um corpo estranho e de maior massa em cima de uma mulher, invadindo, penetrando chacoalhando até descartar fruidos corpóreos dentro dela, como algo assim pode não ser visto como violador?

Anônimo disse...

Neymar é irrelevante para mim. Existem jogadores de futebol muito melhores do que ele, porém o marketing funciona e o sujeito é um exibicionista estúpido, arrogante. Quanto a moça? Espero que tenha uma investigação séria. Divulgar fotos sem consentimento é crime e isso o jogador de meia pataca fez. Eu vi de perto a situação constrangedora da vítima de um estupro, duvidei da vítima, porém em um aniversário de uma amiga que era em comum entre eu, a vítima e o estuprador(ele e a vítima não eram muito próximos a mim ) escutei umas piadinhas e gargalhadas e começaram a chamar o cara de Jack Estuprador aos risos, aí tive certeza da moça realmente ter sido estuprada por ele, tanto quem estava no local do estupro que era um bar com música ao vivo como no aniversário(não todos, mas quem o acompanhava em ambos os locais ) tinham ciência do crime, mas apoiavam, encobriam e defendiam o criminoso, quem é cúmplice é tão perigoso e cruel como o estuprador. Eu cortei relações com muitas pessoas e no menor sinal de defender seres repugnantes como estupradores me afasto.

Unknown disse...

Oi, ,Lola. Há muito tempo descobri seu blog e comi cada palavra de anos anteriores que haviam aqui. Reverencio a sua resistência. Esse blog tem, sei lá, uns 20 anos? E nunca deixa de ser atual. Com o acompanhamento rotineiro dos seus posts, as tristezas (como você sendo perseguida) e algumas divergências teóricas me fizeram deixar de acompanhar tão de perto. Mas aplaudo sua existência e resistência e sei que lutando aqui você luta por todas nós. AGradeço muito e desejo vida cada vez mais longa ao seu blog, que, embora não esteja mais na minha rotina, está no meu coração e sempre fará parte da minha formação feminista. É isso, mais uma vez caí aqui, com alegria, encontrei consolo pro monte de lixo que a internet às vezes traz. Esse seu texto foi espetacular, vi você coletando fatos para comentar, isso acaba que faz o texto mais crível nessa louca internet. A ode do salnorabo ao mascu assassino e suicida tinha me desanimado, acredito que todas nós. Mas você traz uma ponta de esperança por aqui. Continue!!! Te desejo saúde, lucidez, inteligencia, sagacidade, força, resistência... Tudo isso que vc já tem aos montes, pra perdurar. E descanso, eventualmente, porque néh!!! esse povo tá fumando erva estragada ...

Chris Rondon disse...

Tua existência me fortalece.

Celso Martins de Souza disse...

Aterrador. E o pior é aqui: em 17 comentários, 8 postagens no anonimato...

Rennah disse...

Desculpa Lola mas num caso controverso como esse é melhor não se pronunciar até que tudo seja resolvido. Sabe são dois lados de uma divisão que só gera ódio. Um lado vai só chamar a mina de puta. O outro vai acusar o Neymar de estuprador. Sério, isso não ajuda em nada no tema, pq ninguém sabe o que de fato aconteceu depois das mensagens que o Neymar postou, isso pôs em cheque o que ela diz e mostrou que antes de sair xingando de estuprador, como eu fiz, é melhor esperar tudo se resolver.

Ela validar a relação sexual de uma forma tão contundente via whatsapp mudou a narrativa. A gente tem que deixar mais o caso rolar. Pq existe gente ruim nesse mundo tentando se dar bem, que ferra mtos movimentos e sair tomando partido sem nada estar concluído só ferra a imagem de quem toma partido errado.

Enfim, acho que o que falta hj em dia é a gente conversar com pessoas diferentes e não pregar pra convertidos. As pessoas diferentes estão indo pro lado dos reaças e se a gente toma partido em casos controversos como esse onde nada e claro, não vão ajudar nada a difundir e elucidar ideias como a cultura do estupro.

Anônimo disse...

PERFEITO !!!

Rennah disse...

Não sei 100% se ela e mentirosa, mas poxa a gente não é idiota, sabemos como o ser humano funciona, aquelas mensagens de whats sugerem muito que a relação foi aceita por ela. E se foi mesmo, se é extorsão, pó isso queima demais as feministas que defendem essa garota. Num caso desse é um erro absurdo defender essa menina ou acusar o Neymar sem antes ter 100% de certeza.

O movimento feminista precisa saber usar o marketing pras suas ideias chegarem mais longe e não pregar apenas pra quem já conhece e tomar partido num caso mal resolvido desse não ajuda.

Katharina van Bora Luthar disse...

Como sempre, cirúrgica!

Anônimo disse...

Neymar posa de Vítima? Jura? é incrível como ele sempre é vítima da baixaria, falta de educação e depravação da própria vida ou você faz parte dos pseudos-conservadores de moralidade seletiva que acham normal e aceitável um ser humano ter o comportamento vulgar e promíscuo do Neymar e a falta de pudor de divulgar isso para 120 milhões de pessoas, incluídos adolescente e crianças? Ahhh.... eu esqueci. Depravação só se aplica a pobre, mulher e Homossexual. Homem, rico e hetero pode tudo. Vergonha!!! Dele e de quem defende este tipo de comportamento vindo de qualquer pessoa: homem, mulher, rico, pobre... E ainda coloca o nome de Deus e de família no meio de tudo. Ele não precisava divulgar nada. Ele só precisava provar para polícia e ficar tranquilo se não era mesmo culpado. A vida de esbórnia é dele. Não sou contra. Sou contra expor a própria baixaria para o mundo.

Anônimo disse...

Parei de ler em "comeu ela" 🙄

bcamozzato@gmail.com disse...

Texto maravilhoso! Didático, pra que as pessoas entendam bem as situações em que pode ocorrer um estupro, e sensato. Obrigada por isso!

Rita de Cassia disse...

A mulher pode estar mentido? Pode ter feito tudo de caso pensado? Sim, mas, o menino Neymar é santinho, né? Nos poupe vai? A pedrada, como sempre, é só lançada na vidraça da mulher... Ótimo texto para reflexão! Parabéns, Lola!!!

Anônimo disse...

Parabéns, vc me simplesmente clareou o que significa o estupro. Hoje eu dizia para meu marido que era uma pistoleira atrás de grana. Ele falou exatamente isso, ela foi sabendo que ia transar, mas na hora do não é do pára se não for respeitado, vira estupro. Depois do texto, concordo perfeitamente.

Monica Regina disse...

ótimo texto. As pessoas (homens e mulheres) são preconceituosas, machistas, sexistas e isto um dia terá que acabar. Chega de condenar as vitimas. Ele é inocente porque é rico e famoso e ela quer se promover, se fosse pobre ela teria se oferecido,.. está mais do que na hora de acabar com está palhaçada. Não é não, não importa se dito antes ou na hora. Homem quando desiste em cima da hora o "peru" amolece, já a mulher não tem defesa. é a vitima perfeita de idiotas mimados e fracos ...

Anônimo disse...

Se foi consentido ou não, ninguém sabe. Então, vamos devagar com as conclusões. Embora concorde com a autora do texto em muitos pontos, há algumas ponderações que não se aplicam à relação estabelecida entre os envolvidos - já que até onde sabemos, eles mal se conheciam, trocavam mensagem de cunho sexual pelas redes.

Anônimo disse...

Se não fosse famoso já tinha sido até preso.

Anônimo disse...

"A mulher pode estar mentido? Pode ter feito tudo de caso pensado? Sim, mas, o menino Neymar é santinho, né? "

O que tem a ver ele ser santo com a acusação de estupro?

Kelly Kristina disse...

O problema e que a pessoa quer discutir sem ter lido o resto por completo. Além disso e muito fácil tu expor uma opinião que tu acha esta " correta" se mantendo no anonimato.

Anônimo disse...

O mau caratismo desse Neybosta já se mostrava no comportamento extremamente desonesto, trapaceiro, mimado e descarado dele em campo. Fora que já agrediu torcedor, mentiu doença pra farrear... não é nenhuma grande surpresa ele ser um estuprador covarde desgraçado que ainda expõe a vítima de forma repugnante e tenta reverter a situação pra ele sair como o coitado injustiçado, como se ele fosse a vítima nessa história...

Anônimo disse...

Mas a Lola nao está defendendo a mulher irrestritamente. Releia o último parágrafo.

Anônimo disse...

Que bom que você pode escrever sobre esse caso, que está sendo dissimulado pela mídia brasileira e que transforma a vítima em vilã, que adianta mais uma vez as sentença, declarando o jogador inocente antes das investigações. Quem vazou a denúncia o fez para proteger o jogador em questão.
Estamos assim, alguém vaza informações, a mídia divulga com veredito próprio e o judiciário acompanha essa opinião pública construída nos corredores escuros do Quarto Poder ( jornais, Tv e rádios), que desprezam o nosso povo.


Ed Okamoto disse...

Certamente há muita gente defendendo Neymar de antemão por simples motivação machista. Esse trupe não merece tanta atenção, a priori, porque não sabem nem pretendem racionalizar sobre o tema; a maioria são jovens sem capacidade analítica, procurando "diversão" - ainda que para nós a definição seja inconcebível no caso.

Mas há pontos fundamentais que não foram citados, e complicam bastante o comportamento inverso de quem resolveu advogar em nome de Neymar.

Primeiro: a não ser que o jogador tenha forjado conversas (não parece provável, visto que a acusadora também tem os diálogos e o desmentiria facilmente), é ponto pacífico que ela mentiu no Boletim de Ocorrência. Está relatado estupro praticado por um Neymar embriagado tão logo de sua chegada a Paris (embarcou dia 14, chegou no dia 15 de maio e teria sido violentada sexualmente no hotel, no primeiro encontro, após troca de "carícias"). Já nas conversas, um desenrolar distinto: ela chega à cidade, eles fazem sexo consentido, voltam a conversar, e combinam mais sexo de forma bastante entusiástica. Nenhuma palavra hostil entre eles.

No mínimo, houve omissão da prática de sexo consensual. Isto, claro, não significa que não tenha existido estupro em outra ocasião. Mas se mentiu no BO, resta pensar por que razão teria feito isso. Não é algo a ser ignorado.

Segundo: como divulgado pelo escritório de advocacia que a defendia (e que se retirou do caso), a eles foi relatado o que seria a história verdadeira, essa sim corroborada pelas conversas - antes de fazer o BO. E nessa história real, ela admite ter feito sexo consensual, e que não teria sido estuprada, mas agredida, o que tem sua devida gravidade também.

Terceiro: o laudo médico constatando hematomas e "choque pós-traumático" não é taxativo de forma alguma sobre a data e autor das agressões. Ela pode ter sido agredida por Neymar ou qualquer outra pessoa no ínterim entre os eventos do hotel e a data do exame médico.

Por fim, quero fazer um contraponto aos parágrafos finais, em que a autora afirma que "falsas acusações de estupro são mínimas". De fato, isso ocorre nos números absolutos, mas em segmentos específicos, como nas varas de família (não é o caso em questão), há índice altíssimo de falsas acusações para manutenção de guarda, veto de acesso a filhos e bens, etc.

Se há uma possível vítima, que se tenha o bom senso de mantê-la protegida e assistida de forma médica e legal, mas não se pode nunca tomar uma palavra como verdade antes da apuração dos fatos.

Anônimo disse...

Sem defender o Neymar, isso e parece pilangragem dessa moça. Por que ela não registrou boletim para a polícia parisiense? É um atendato a inteligência humana, pois no Brasil nada vai acontecer, pois ele sequer vive aqui e poderia muito bem nunca mais voltar para escapar do julgamento. É outra, esse tipo de abuso deve ser denunciado imediatamente, não depois de várias semanas, pois estupro não deixa marcas, além disso teriam que perícia também o corpo do Neymala. Mas isso só seria possível se ela registradas BO na França.

Denise disse...

Sabe o que eu acho mais triste? É pensar que caras como o Neymar podem mesmo acreditar piamente que não cometeram estupro, porque são absurdamente machistas e desconhecem noções básicas de consentimento. Eu penso que se ele achasse que cometeu estupro, a saída mais lógica seria mesmo fazer um acordo sigiloso com a menina e pagar pelo silencio dela. Mas não, ele optou por ele mesmo tornar público o caso e se defender publicamente usando aquela velha desculpa de que se a mulher correu atrás dele é porque queria sexo e o consentimento estava implícito. Ou seja, é bem capaz de ele realmente acreditar que tinha direito de fazer o que quisesse com a menina a partir do momento em que ela o procurou e mandou mensagens picantes.

Neymar é apenas o reflexo dessa sociedade patriarcal e doente em que vivemos. Enquanto esses homens não começarem a ser punidos de verdade, não apenas pela justiça como também pela opinião publica, infelizmente crimes assim vão continuar acontecendo. É muito foda ser mulher nesse mundo machista!

Anônimo disse...

Já é estranho ela não ter feito boletim na polícia francesa, pois se não for como vão fazer o corpo de delito dos dois? Ela esperou quinze dias, depois que as supostas marcas desaparecem e ainda por cima denunciou no Brasil onde ele não vive há muito tempo. Mesmo que ele seja julgado basta ele nunca mais voltar pra cá. Agora print de Whatsapp não sei se chega a ser alguma coisa, já que pode ser uma publicação forjada. Eu não entendo para que levar uma mulher na qual somente tem intenções sexuais do Brasil até a França, lá fora não existem mulheres?

Anônimo disse...

Não tem o que investigar, se o suposto crime foi na França, logo a denúncia teria que ser feita lá para fazer o corpo de delito, não depois de duas semanas em outro país e quando as supostas marcas sumiram.

Anônimo disse...

Não era 'Jack, o estuprador', ele era ESTRIPADOR.

Anônimo disse...

Quando eu tinha uns 21 anos saí com um paquera. Bebemos, ele me deu um comprimido, disse que também tinha tomado. Parte da noite de manteve apagada e quando despertei estava no carro com ele e ele transava comigo. Depois disso demorei a perceber e aceitar que tinha sido estuprada, achava que eu que tinha bebido demais. Saímos outra vez e eu não quis transar com ele, fiquei sem entender por que eu quis transar com ele um dia e não queria no outro. Me senti culpada. Me senti suja. Me senti extremamente envergonhada. Me disseram que ele contou na faculdade que tinha me drogado e transado comigo e mesmo assim eu não fiz nada, sempre que alguém me falava isso eu relatizava os fatos. Hoje, cerca de 25 anos depois, eu tenho total certeza que fui estuprada, mas na época, com 21 anos, sabendo que tinha bebido, que tinha tomado um comprimido, como eu conseguiria pensar isso? Eu só me culpava, e se eu tivesse denunciado ia passar pela humilhação de todos me culparem também. A sociedade educada as mulheres a não perceberem quando são abusadas, afinal de contas as mulheres são culpadas desde que Eva mordeu a maçã.

Anônimo disse...

Acho que é o contrário, pois somente a palavra dela vale é a sociedade já quer linchar o cara sem que tenha nenhum tipo de investigação da Justiça que ainda por cima é bem vagarosa. Qualquer um pode registrar um BO por qualquer coisa.

Anônimo disse...

Sensacional o seu texto como sempre! Parabéns!
Cabe à polícia investigar a veracidade da denúncia, aqueles que acreditam cegamente em Neymar apenas por ele ser Neymar (leia-se homem, rico, ídolo) estão SIM alimentando a cultura do estupro. Quanto às pessoas que defendem a moça cegamente e acham que se ela denunciou e tem comprovação de hematomas, faz sentido acreditar nessa versão num país onde ocorrem 11 estupros por minuto, por mais que não seja verdade é mais sensato acreditar nela do que nele, até que se prove o contrário

Anônimo disse...

Laudo particular não tem fé pública por não ter sido feito em órgão publico. Sem mais. Eu que não sei nada de direito sei disso. Aliás, se o crime foi na França ela deveria ter feito o boletim lá para que a averiguação fosse feita de imediato. Afinal, se foi feito lá se resolve lá.

... disse...

excelente texto..
é triste ver uma sociedade tão doente que coloca o dinheiro a frente de suas proprias opinioes e ainda não sabe sequer o quê caracteriza o estupro...
independente de quem esta certo ou errado nesse caso específico, ele já serviu para mostrar que nossa sociedade ainda têm muito a aprender sobre o respeito as mulheres...

Douglas123864 disse...

Gostei muito do texto, mas pelo visto a mulher se equívoco já que o jogador não queria pagar o valor que ela queria para não divulgar que foi "estrupada" como ele não aceitou ela foi denunciar, e pelo oque foi reportado pelo advogado da vítima ela mudou a versão e envolveu quadrilha criminosa para matar o jogador, com isso temos 1/3 de conclusão que ela não é uma pessoa com boa índole e queria se aproveitar, devemos dar mais atenção à casos pequenos que apenas uma aproveitadora sujando a luta de muitas mulheres

Anônimo disse...

Poxa Ed Okamoto, enfim alguém com bom senso. Triste isso tudo.
Lola tem razão, mas esta analisando uma parte apenas, a parte dos misóginos, machistas. Esta colocando todo mundo no mesmo pacote.
A maioria das pessoas, pelo que vi, apurei, pensa como vc: a historia da denunciante é estranha, nao devemos condenar ninguém antes de toda apuração. Esta ai o caso Escola Base pra lembrar disso...e nao me importa que é Neymar, um idiota...é a situação que é escrota. Também ta errado esse lance de que os casos de falsas denuncias sao mínimos, porque nao é isso que as pessoas estão botando em questão exatamente, e sim que, neste contexto, esta possível falsa denuncia, é um desserviço à causa.
POR FIM, muitas mulheres que estão tentando ser justas, criticando a condenação antecipada nas redes, estão sendo duramente criticadas e colocadas no pacote das machistas, apenas por ter senso critico.
Quanta escrotisse, né gente?

Douglas123864 disse...

Totalmente desnecessário oque ela disse (Débora) isso aí já vai contra o livre arbítrio, ele se relaciona com quem quiser ue

Sara Lira disse...

Adorei seu texto sem tirar nem por, já discuti isso no tt, já discuti com minhas amigas e no fim das contas parece que sou a única que ainda acredita na inocência dela, no tt faltaram me bater e eu perdi a paciência e no wpp chegamos a um impasse e eu basicamente parei de falar também, suas palavras foram perfeitas. Você poderia postar teu tt para eu dar os devidos créditos por lá?.

Anônimo disse...

E se eles fizeram sexo consentido e ela então o acusou de estupro? Os resultados do exame seriam os mesmos?

Anônimo disse...

Finalmente alguém sensatx nessa bagunça.

Anônimo disse...

Essa coisa acusação é grave mesmo, um colega negro foi acusado de estupro por uma loirinha filhinha do papai, quase foi morto pela população, ainda foi preso e vivia sendo ameaçado pela detentos, mas ainda bem que conseguiram comprovar através de exames e inconsistências no depoimento dela que era mentira eventualmente ele foi solto.

Mas o estrago já tá feito, físico, mental e moral, e mesmo depois de ser inocentado na justiça, há quem oo oje chame de estuprador até hoje, muita gente se afastou dele, ele perdeu o emprego, vive andando de muleta com sequelas só linchamento e agora tá nos anti depressivos, tá metendo processo em Deus e o mundo pra ver se recupera um pouco da dignidade. Já a patricinha tá por aí impune com os advogados do papai cobrindo ela.

Anônimo disse...

"O apresentador ainda se queixou que essas notícias de acusação têm muita repercussão, mas, "se você for considerado inocente lá na frente", pouco se noticia."

Esse Datena é muito cara de pau mesmo. Programas, como dele, vivem de sensacionalismo. Se Neymar não fosse famoso, estaria sendo destruído pelo apresentador.

Anônimo disse...

O pai do meu filho, ex companheiro de estuprou. No dia seguinte NOS FALANOS NORMALMENTE. Mais tarde, do nada, ELE me escreveu dizendo pra não falar mais com ele -provavelmente pra ter uma desculpa, se eu o denunciasse, não "ia colar", ia ser vingança pra transou e não quis mais. Pode ter certeza que acontece.

Maria Ilda disse...

O problema de estupro cometido por jogador de futebol é que atinge os homens em dois pontos fundamentais: um deles é que muitos deles já fizeram o mesmo ou quiseram fazer e não suportam se ver culpados. O outro é que tem muitos homens que tem no futebol a única coisa importante da vida! Não sabem falar noutro assunto, só conseguem amigos por causa do futebol e têm preguiça de pensar em outra coisa. Por isso a reação é maior tentando defender o menininho inocente Neymar, que, além desse ato, que já deve ter sido cometido mais vezes, está dando muita bola fora ultimamente. Fora aqueles patológicos mesmo que querem humilhar as mulheres. Mas aí só Freud ou um cassetete.

Unknown disse...

Espetacular, uma ótima reflexão, sensata.
É precioso entender o conceito de estupro, pq só entendem q a violência é praticada por estranhos.

Daiane Santana disse...

Obrigada pelo texto ♥️

Anônimo disse...

E os miseráveis que ficam aqui jogando shades e falando " nas varas de família tem várias acusações falsas de estupro..." "cuidado ao julgar o Neymar", etc etc

Gentalha mau caráter, no Brasil há 60 mil casos por ano, isso os notificados

Anônimo disse...

Neste texto, analisou-se a evolução das notificações de estupro no país, entre 2011 e 2014, com base nos dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde (MS), caracterizando-se o fenômeno segundo esses registros administrativos. Especificamente descreveram-se o perfil de vítimas e autores, os vínculos entre eles, além de outros elementos situacionais. Verificou-se uma estabilidade estatística preocupante ao longo do período analisado: 69,9% das vítimas eram crianças e adolescentes; e mais de 10,0% das pessoas agredidas sofriam de alguma deficiência física e/ou mental. Observou-se, ao mesmo tempo, o aumento da proporção de casos de estupro coletivo, que, em 2014, responderam por 15,8% do total de casos, sendo esta proporção correspondente a 25,6% quando os autores eram desconhecidos da vítima. Outro dado estarrecedor mostrou que cerca de 40,0% dos estupradores das crianças pertenciam ao círculo familiar próximo, incluindo pai, padrasto, tio, irmão e avô. Os dados chamam a atenção para a gravidade do problema de violência de gênero no país e para a necessidade de se produzirem informações mais acuradas, de modo a possibilitar a elaboração de políticas públicas mitigadoras que envolvam as muitas agências do Estado, sobretudo no campo educacional.

Anônimo disse...

Quem realmente quer saber sobre o assunto, tá aqui o site:
http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=30474&catid=397&Itemid=424

titia disse...

Quem não deve não teme - se Neymar for inocente, a investigação vai provar. Até lá, que seja tratado como qualquer outro suspeito, até porque o crime de divulgar imagens íntimas sem permissão da moça ele cometeu. Que Neymar é criminoso, sem dúvida; se além do crime de expor a intimidade alheia sem permissão ele cometeu o de estupro, será provado e os fãs machistas que levem na tarraqueta.

Anônimo disse...

As pessoas estão ignorando a hipótese de o Neymar a ter estuprado na segunda vez que se encontraram. Segundo o boletim de ocorrência, o estupro ocorreu na primeira noite, mas ela pode ter se confundido com a data (afinal passou por algo traumático, além de ter feito duas viagens de 12 horas atravessando cinco horas de fuso horário, tanto pra ir quanto pra voltar).

O Neymar compartilhou as mensagens desde o dia que eles começaram a conversar online (que não têm relevância nenhuma pra defesa dele), mas os prints pararam momentos antes de eles se encontrarem pela segunda vez. A questão é: por quê?

Espero que o caso seja bem investigado, e ele, se for culpado, seja punido, independente do dinheiro e da fama. Assim como ela se estiver mentindo deverá pagar por isso, pois certamente não é certo acusar alguém injustamente de um crime como esse.

Fatos e Fotos Cariri disse...

Excelente comentário, ainda por cima por foi além do superficial "concordo x discordo" agregando mais conteúdo ao texto postado no blog, enriquecendo a discussão.

Fatos e Fotos Cariri disse...

Verdade. Toda situação é muito mais complexa do que imaginamos e no geral a grande mídia só bagunça mais ainda, ao não dar o tratamento devido a assuntos delicados assim, pelo contrário, apenas fazendo sensacionalismo barato em busca de audiência.

Alzira disse...

Muito bem, não vamos colocar a culpa na vítima. Mas se os dois podem estar sendo a vítima, não vamos culpar ninguém apriori, OK? Meus comentários sobre o caso são sempre na linha de evitar que se façam julgamentos. Não é nosso papel, e se desconhecemos todos os dados, é leviandade condenar quem quer que seja. A verdadeira bola fora de Neymar, até agora, foi expor uma conversa recheada de fotos íntimas. Isso é fato incontestável, e ele nos colocou como testemunha do fato. A defesa dele poderia fazer uso desse material na justiça, seria legítimo. Mas em sigilo. Com essa atitude, ele mesmo colocou a população como juíza do seu caso. Mas isso é pouco para o julgamento e faltam as alegações da moça. Ele sujeita-se agora, segundo seu pai, a outro tipo de crime, menos grave. O problema é que ele está sujeito a ser condenado pelos dois crimes, caso provado o alegado estupro. A ver. Sem mais, espero que ambos amadureçam e evitem cair em novas ciladas com outros parceiros.

Anônimo disse...

Qualquer posição sobre o caso neste momento é leviana.

Anônimo disse...

Pode ter acontecido o estupro? Pode.
Pode ser mentira da moça? Pode.
Acho cedo ainda para dar uma sentença a quem quer que seja.

Mas quanto às reações de mulheres vítimas de estupro, definitivamente, tá passando da hora de acharmos que só os homens devem mudar de atitude e não estuprar. Nós também temos que fazer a nossa parte, mudar mentalidade, mudar atitude, saber nos proteger, defender, não nos odiarmos e culparmos. Deixar esse complexo de salvadora e achar que somos mais evoluídas e tolerar os homens por amor. Não quer ser grossa com um cara, etc.

Anônimo disse...

olha o naipe das fanfic pra defender estuprador kkkkkkkk ridículos...

Anônimo disse...

Enquanto um jogador da seleção masculina é acusado de estupro, a Formiga vai participar de uma copa do mundo pela FUCKING 7ª VEZ e quebrar o recorde de primeira futebolista (mulher ou homem) a fazer isso!!! Na moral, mulheres são perfeitas demais
🤙

(via sapatiti)

Unknown disse...

Nao sei a sensação que dá é que ela aguardou 15 dias para fazer o teste de gravidez, quando deu negativo partiu para o plano B, só acho.

Satisfaxin disse...

satisfaxin

Dafne disse...

A questão principal do texto é educar e falar sobre a reação das pessoas e a cultura do estupro. Se for verdade ou mentira cabe a justiça.
Agora toda vez que alguém vai ofender, agredir e gritar q não acredita na vítima, vc TB está falando pra TDS mulheres q já foram ou vão ser estupradas. Vai contribuir com a cultura do estupro e com q menos pessoas tenham coragem de denunciar.
Se não estava lá e não sabe o q aconteceu, se tem dúvidas, fiquem quietinhos, aguardem. Correr pra dar apoio ao acusado, sem ter estado lá, não dá.

Danyzinha disse...

Bom a meu ver estupro é a pessoa te pegar a força e fazer sem seu consentimento...
Mas depois de esticar o cara mandar nudez e viajar pra outro país pra ficar com cara famoso e fazer estas patifarias a meu ver ela queria uma oportunidade com ele como não conseguiu tentou arruinar o cara, o plano era engravidar mas não deu certo pelos vistos...
Eu com o mulher se um dia eu chegar a me insinuar para um homem e falar todas estas besteiras pra ele meu amigo pode ter certeza que quem acaba com ele sou eu����
Aqui em casa a briga é eu que começo só pra transar gostoso depois e aí dele se não fizer o serviço bem feito��
Imagina se os homens fossem denunciar os abusos que as mulheres fazem kkkkk muitas estariam atrás das grades pk mulher é bicho doido meu filho e quem come eles somos nós ����
Menos mimimi pk essa aí só quis ibope
Mulher de verdade vai lá promete e faz bonito��

Amanita disse...

Mas tudo bem ir contra o livre arbítrio e as liberdades das mulheres, né Douglas robô? Patriarcado inteiro faz isso há milênios né... tá tudo muito bom, tudo certinho? Pra quem?

Os homens machistas/misóginos só mudam realmente seu comportamento péssimo quando são colocados na rédea curta, quando são tratados de forma semelhante a como eles tratam as mulheres...

e as mulheres reprodutoras de machismo só mudam quando os homens machistas/misóginos são expostos, estrebuchados, pisados, esmagados, triturados, destruídos...

Anônimo disse...

O nome técnico pra comeu ela sem consentimento é "estupro". Meu amigo.

Anônimo disse...

Perfeito.

Anônimo disse...

Hahaha. 1: o que a Débora disse, contém ironia. 2- a pessoa se relaciona com quem quiser, SE A OUTRA PESSOA TAMBÉM QUISER! O livre arbítrio vale pra mulher também.

Mohana disse...

Você não leu o texto e quer comentar. Se tivesse lido saberia que seu "argumento" foi refutado. Para que tá feio.

Anônimo disse...

E quando é que homem tem voz pra se defender de "estupro"!!

Anônimo disse...

Lembram em quem esse Neymar votou? Todo eleitor de bozo ou é burro ou mau caráter, ou os dois juntos.

Não duvido nada que ele ache"Eu paguei pra ela vir aqui, ela aceitou, eu posso fazer o que quiser". Mas é estupro sem o consentimento , simples assim.

É como esses caras que acham que como pagaram por duas horas com uma prostituta podem deixar a mulher em cárcere privado e ficar com ela a noite toda, chamar amigos, espancar depois a mulher... A Cultura do Estupro é muito disseminada e aceita por nossa sociedade. Tá na hora de mudar isso

Anônimo disse...


Como o futebol alimenta a cultura do estupro e menospreza a violência contra mulheres

Além de Robinho, outros jogadores já se envolveram em casos de estupro, agressão doméstica e feminicídio, mas mantiveram prestígio e portas abertas nos clubes

“Se a violência contra a mulher já é naturalizada pelo homem comum, imagina pelo homem rico, famoso e idolatrado, como é o caso de muitos jogadores de futebol?”

https://brasil.elpais.com/brasil/2017/11/24/deportes/1511552695_344160.html

Anônimo disse...

Só sugiro uma correção: não existiu tentativa de extorsão. Ela procurou um advogado e ele tentou fazer um acordo cível a portas fechadas pra encerrar a conversa. Neymar não aceitou. Isso não é extorsão. Depois, o advogado ficou ofendido pq ela foi diretamente à delegacia denunciar, como devia ter feito desde o início e divulgou nota falando que ela mudou a versão dela, pq de acordo com ele ela alegou agressividade na relação e não estupro. Meus caros, agressividade em excesso na relação sexual configura estupro, não tem outra definição. Não houve nenhuma mudança de versão aí.

Anônimo disse...

Obrigado pelo texto.

Levei anos para perceber o que tinha feito e até hoje jamais pude pedir desculpas.

Muitos anos atrás recebi em casa uma amiga, que ja tinha sido minha namorada no passado, pois ela iria em algum evento na cidade.

Estava em uma fase idiota de achar que era certo "roubar" beijos. Que isso sim era coisa de macho. Eu encurralei ela e fiquei exigindo um beijo "pelos velhos tempos". Consegui aquele beijo e não passou disso. Mas foi um estupro e hoje sei disso. Imagino que ela saiba disso também desde aquela época.

Me sinto terrivelmente mal e nunca comentei isso com ninguém. Espero um dia ter a chance de pedir perdão.

Vendo o caso dessa garota não duvido nem um pouco do seu relato. Não interessa se ela tava afim. Se no dia seguinte tava confusa - o que importa é que ela disse não e se sentiu violada. O problema é que ela está lutando contra alguém popular e extremamente rico. Infelizmente é uma batalha perdida.

RDM disse...

Quem está mentindo ou dizendo a verdade, talvez nunca saberemos.
Mas o fato é que as pessoas sempre procuram um motivo para culpar a vítima! Sempre incentivam essa cultura do estupro.
Neymar não é "menino" e a garota que mandou nudes não é vagabunda.
E pra você que brinca com isso, que faz a piadinha idiota como a do goleiro Bruno, desejo com todo o meu coração que você venha em uma próxima vida (se isso existir) como uma mulher e passe por uma situação como essa.

Anônimo disse...

Anônimo das 0:33 acredito não ter lido todo o comentário, pois em momento algum foi tratado a respeito do Jack, o estripador do século criminoso histórico e um mistério ainda.

Anônimo disse...

Anônimo das 00:31 como mencionado no comentário é preciso investigação sim, até porque o embuste que se acha o melhor jogador de futebol do mundo divulgou fotos da moça sem consentimento e isso também é crime.

Anônimo disse...

Boa tarde,

Muito esclarecedor o texto. Só faço uma ressalva quanto à alegação de que a comparação entre Neymar e o goleiro Bruno seria obra de agentes de segurança pública. Sou agente de segurança pública, e recebi a referida imagem - mais um meme ridículo, dentro do atual contexto social brasileiro - em um grupo que nem é de agentes de segurança pública, e sequer comentei com minha esposa ou repassei, de pronto apaguei, porque não gostaria que nenhuma mulher visse isso, ou que uma mensagem tão repugnante fosse disseminada. Fica só a mensagem, não atribua à toda uma categoria uma atitude repugnante como essa simplesmente porque de alguma forma você viu uma mensagem num grupo de agentes de segurança pública; eu recebi num grupo de ex estudantes de engenharia. Mas ela, provavelmente, foi disseminada em grupos de bancários, de amigos do futebol, de professores, enfim, grupos que têm em comum serem MACHISTAS.

Jorge disse...

Tem umas contradições no texto, uma delas é admitir que a moça pode estar sendo sacana e depois falar para não atacar a vítima. Quem é vítima na história? Já encerraram as investigações? Já saiu o veredito?

Assim como tem um monte de idiota que já inocentou o Neymar mesmo sem nem ter visto a história, tem um monte de gente que já inocentou a mina e condenou o Neymar da mesma forma. Não sei qual é o maior, se o team Neymar ou Team antineymar.

O que é um vazamento de de conversa com nudes perto de uma falsa alegação de estupro, se esse for o caso? Se o Neymar a estuprou, ele estará incorrendo em dois crimes, se foi vítima de calúnia e tentativa de extorção, ele simplesmente está agindo em legítima defesa da própria honra com o vazamento da conversa. Não vejo esse estardalhaço todo quando mulheres expões conversas com nudes de caras mostrando o pau.

Não ponho a mão no fogo pelo Neymar, aliás, nunca gostei dele, mas também não ponho a mão no fogo pela mina.

Por fim, que a justiça seja feita e que o mal feitor ou mal feitora seja punido!

Unknown disse...

Anônimo, leia o texto. Pro aegumento do segundo paragrafo do seu comentario tem explicação nele. Ivalu

Anônimo disse...

...disse o grande juiz.

Anônimo disse...

O que o gafanhoto achou que acrescentaria com esta frase estúpida?

Anônimo disse...

Eu concordo que a mulher tem o direito de agir como quiser, se insinuar, e mesmo assim dizer não depois. Todo mundo tem o direito de mudar de ideia.

Pode até ser durante o ato, pq por exemplo, eu posso achar que o cara está sendo agressivo e mandar ele parar. Se ele não pára é estupro tbm.

Mas por isso mesmo esse assunto deve ser muito debatido, as mulheres precisam ser educadas a dizer não. Nessa hora temos que ser totalmente assertivas, não é não. Tem que vestir a roupa, levantar e ir direto na delegacia. Não pode ficar com peninha ou tentando relevar e transar de novo com o cara pra ver se estava enganada, ou esperar dias pra denunciar. Na dúvida, deve pelo menos se manifestar do comportamento que não gostou e guardar provas.

Eu sei que é uma situação dificílima pra quem passa, mas se não for assim dificilmente vamos ter mudanças.

Não se deve desacreditar a vítima, assim como não se pode acusar sem provas, é muito complicado. Nesse caso eu não me manifestei pra defender nem um lado nem outro, simplesmente pq eu não tava lá e não sei de nada. Mas poxa, se for pra acusar, faça direito. Infelizmente esse caso só vai servir de mal exemplo e outras mulheres vão ter ainda mais medo de denunciar e ser ridicularizadas e expostas.

silvio do teatro disse...

Já compartilhei mais de 50x essa importantissima matéria. Parabéns!

Unknown disse...

Parabéns por não ter lido o texto todo e parabéns por tratar mulher como se fosse um cachorro no cio!

Marina disse...

00:44, nota-se que vc não entende nada de Direito. O entendimento majoritário é no sentido de que laudo particular vale como prova. E existe uma coisa em direito penal que chama princípio da extraterritorialidade (art. 7º, II, B do Código Penal).
É impressionante até onde as pessoas vão para defender macho. A única coisa q dá pra dizer com certeza agora, dentro da esfera penal, é q o Neymar cometeu um crime ao divulgar as conversas e as fotos sem autorização.
Dentro da esfera moral, dá pra dizer tbm q o Neymar é um machistinha de marca maior, que está usando a cultura do estupro direitinho a seu favor.

Anônimo disse...

"Meus caros, agressividade em excesso na relação sexual configura estupro, não tem outra definição." A afirmação é equivocada. Existe outra definição, sim, a do código penal: "constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso." Na definição do código penal não cabe agressividade em excesso na relação sexual; e, pra fins incriminatórios, é essa a que vale. Agressividade não consentida na relação sexual, em excesso ou não, é outro crime: lesão corporal.

Anônimo disse...

Me tira uma dúvida, que histórico que ela tem??? Não que isso faça diferença necessariamente, mas queria muito entender da onde vão saindo essas informações!

Unknown disse...

Parabéns. Ótimas observações.

Fabiano disse...



"Só sugiro uma correção: não existiu tentativa de extorsão. Ela procurou um advogado e ele tentou fazer um acordo cível a portas fechadas pra encerrar a conversa. Neymar não aceitou. Isso não é extorsão"

Esse fato por si só depõe contra a moça. Não se resolve um crime como estupro na área cível. Muito menos se faz isso "a portas fechadas". Isso caracteriza chantagem e tentativa de extorsão. Mesmo que o estupro tenha ocorrido, isso prejudica a investigação.

Marina disse...

14:35, você copiou e o colou o artigo 213, que logo em cima está definido - ESTUPRO.
Lesão corporal,entre outros tipos, encontra-se no artigo art. 129:
Lesão corporal
Art. 129. Ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem

"Agressividade não consentida na relação sexual" não é uma expressão do Código do Penal e, por se relacionar com dignidade sexual, se enquadra no art. 213, de estupro, q vc mesmo citou. Explico, estupro e lesão corporal estão em Títulos diferentes do Código Penal. Estupro é crime contra a dignidade sexual - Título VI; Lesão corporal é crime contra a pessoa, Título I.
Não faz nenhum sentido seu comentário.

Anônimo disse...

Neymar é um mala mimado, sem dúvida. Outro fato inconteste é que estupro é um crime horroroso e muitas pessoas (quase sempre mulheres) sofrem com isso todos os dias. Muitas não têm coragem de denunciar e sofrem pra sempre em segredo, com reflexos negativos na saúde e no comportamento. Estupradores são o lixo da sociedade. Outra coisa horrorosa é falsa denúncia de estupro por vingança, pois pessoas são presas e têm a revida estraçalhada por causa de uma mentira. As mulheres que fazem falsa declaração de estupro e acabam desmascaradas prejudicam também as outras mulheres. A consequência dessa história atual com o Neymar é que muitas mulheres estupradas vão evitar denunciar, pois ficarão com medo de ser vistas como mais uma pilantra inventando histórias. Isso já existe hoje, é claro, mas pode piorar. Ou seja, não se devem defender estupradores nem pilantras que inventam falsas histórias de estupro. Todos deveriam pagar por seus atos, exemplarmente. Pessoas já foram linchadas ou ficaram anos na prisão depois de terem sido acusadas injustamente. Não dá pra passar pano pra bandido, seja homem ou mulher. O próprio advogado da moça confirmou que ela disse que o sexo tinha sido consensual. Se houve algum tipo de violência posterior, é outra história. Falsa acusação de estupro, seja lá contra quem for, deve ser condenada sempre.

Marina disse...

Fabiano, depõe contra a moça ou contra o escritório? Muita hora nessa calma!

Marcela disse...

EXCELENTE TEXTO!!!! DISSE TUDO. PASSOU DA HORA DE ACABAR COM A DISSEMINAÇÃO DA CULTURA DO ESTUPRO, SIMPLESMENTE POR ESTAR ENVOLVIDO UM FAMOSO E UMA MULHER!!!!
Batem o martelo.Sem ao menos investigar a verdade.Texto coerente, com verdades que precisam ser ditas.Sempre. Parabéns.

Anônimo disse...

A reflexão sobre as dificuldades das mulheres em denunciar o estupro é muito importante; mas, ao tratar o caso Neymar, a autora comete alguns equívocos:

1) Ainda não há indícios de estupro. Há indícios de agressão. Hematomas nas nádegas e nas coxas são mais compatíveis com a prática de spanking (fetiche sexual) do que com o ato de estupro. Quando há violência sexual, as marcas geralmente se encontram nos braços (especialmente nos pulsos), pescoço, rosto e tórax. Se o spanking foi consentido ou não é outra discussão. As agressão parecem claras; mas daí ao estupro, existe uma certa distância.

2) A respeito da vítima manter contato com o violador e ainda fazer sexo novamente com ele; de fato, é algo que acontece com certa frequência. Depreende-se do texto que esse fenômeno é mais comum quando a pessoa que estupra é do círculo de convivência da pessoa estuprada. Sendo assim, para se aplicar esse estudo ao caso do Neymar, o recorte deveria ser mais preciso. Deveriam ser analisados os casos de mulheres violentadas por pessoas fora de seu círculo de convivência e que se encontraram novamente com esses indivíduos. Acredito que, desses 42%, o número seria bem pequeno.

3) Sem dúvida de que a mulher pode desistir a qualquer momento, não importa o quanto se insinuou e o quanto foi fundo no contato sexual. No entanto, as mensagens trocadas dão mais razões para acreditar que foi consensual do que o contrário.

4) Denúncia falsa de estupro não é em número tão insignificante assim. Fui policial civil e já investiguei diversos casos em que mulheres inventam terem sido violentadas para encobrirem do companheiro um traição, para justificarem atrasos aos pais, para se vingarem do amante ou para obterem vantagens indevidas. Não é absurdo a menina ter feito uma falsa denúncia contra o Neymar para obter alguma vantagem financeira ou para se vingar dele por ter sido agredida ou por ter sido humilhantemente desprezada no outro dia.

Dadas as contradições do caso, informações truncadas e ausência de dados, a postura mais correta é manter-se neutro e aguardar a decisão da justiça. A autora levantou um tema importante, fundamentou bem suas colocações; poderia ter parado aí; poderia até usar casos de famosos já condenados, como o jogador Robinho e do Mike Tyson; mas, ao se aprofundar no caso do Neymar, precipitou-se em muitos pontos, deixando bem claro qual é o seu viés.


Fabiano disse...

"Fabiano, depõe contra a moça ou contra o escritório? Muita hora nessa calma!"

A questão é que não se contrata um escritório de advocacia para negociar secretamente com o suposto estuprador algum tipo de compensação financeira para não levar o caso a diante. Estou partindo do princípio que a moça contratou esse serviço e que o advogado não tenha tomado essa iniciativa sem o seu consentimento.

Anônimo disse...

Marina..."'Agressividade não consentida na relação sexual' não é uma expressão do Código do Penal." Não é mesmo. Em nenhum momento, eu disse que é. Mas agressividade no ato sexual não se encaixa no tipo penal Estupro. Se o ato é consentido, mas as agressões, não, não pode ser estupro porque a pessoa não constrangeu outra a ter conjunção carnal ou ato libidinoso. A conjunção ou o ato foram consentidos, o que não foi consentida é a agressão. Veja: se um pessoa, durante o ato sexual consentido, dá um murro no olho da outra, não há que se falar em estupro, mas sim lesão corporal.

Humberto disse...

"Fabiano, depõe contra a moça ou contra o escritório? Muita hora nessa calma!"

Depõe contra os dois. A não ser que o escritório tenha tentado fazer o acordo à revelia da moça, o que não parece ser o caso.

Unknown disse...

Neymar é um desqualificado moral. Não se trata de um garoto inocente,mas de um homem que, podre de rico e famoso,usa e abusa do poder conferido pelo dinheiro e pela fama. O mnundo vai ficar esperando sentado por um atleta do porte de Neymar que de fato tenha compromisso com coisas sérias e necessárias. Pouquíssimos atletas famosos se comprometem com algo que vá alem de seus interesses profissionais.É tudo exibição,curtição,prazeres comprados por cifras milionárias. É tudo um grande cassino frequentado só por ricaços. É jogo puro e, nesse jogo, sempre cabe abusos condenáveis e criminosos, principalmente contra a mulher. Neymar não é o primeiro atleta a ser acusado de estupro. Robinho também foi. O caso provocado por Neymar certamente vai trazer de volta muitos outros casos até aqui tidos como esquecidos. No entanto até agora, apesar dos estragos feitos á imagem do jogador,tudo indica que as fortunas que envolvem a carreira desse atleta vão conseguir, mesmo que a justiça o condene, vao conseguir mostra-lo co mo inocente.

Unknown disse...

Outra questão importante envolvendo o caso é o procedimento adotado pelo advogado. Pensei que você ia abordar! O advogado chegou a se reunir com a assessoria de Neymar, para tentar um acordo, contra a vontade dela. Ela queria que processasse direto. Ele que sugeriu o acordo! Então ela foi sozinha registrar o BO (se já tinha advogado, porque teria ido sozinha?). E ai vem a cereja do bolo: o advogado renuncia ao mandato (procuração) porque ela teria dado uma versão diferente na polícia, daquela dada a ele, quando contratado para defendê-la. Qualquer advogado honesto, neste caso, renunciaria o mandato e a mandaria contratar outro. Teria havido, sim, quebra de confiança, ou da harmonia que deve reinar entre advogado e parte. Mas nenhum advogado honesto divulgaria uma nota daquelas, divulgada pelo ex-advogado da moça. A nota é a quebra da ética profissional quintessenciada! O advogado, a partir daquela nota, passa a ser a testemunha que os advogados do Neymar sempre sonharam para defendê-lo no caso! Como advogado que sou há quase 36 anos, penso que a OAB não pode deixar passar este caso sem uma representação ao seu conselho de ética.

Anônimo disse...

Os mascustrolls não cansam de fazer essas fanfics ruins

Anônimo disse...

Segundo percentual do INFOPEN/2016, 1,58% da população carcerária brasileira está presa pelo crime de estupro, enquanto acontecem 1 estupro a cada 11 minutos no país. Disponível em: http://www.justica.gov.br/news/ha-726-712-pessoas-presas-no-brasil/relatorio_2016_junho.pdf e https://www.cartacapital.com.br/sociedade/no-brasil-um-estupro-a-cada-11-minutos

lola disse...

Isso mesmo, Unknown. Eu vi hoje o que o Jornal Nacional falou sobre o caso ontem. E tb achei que os comentários do ex-advogado dela depõem mais contra a firma de advocacia que contra a moça. Vimos as mensagens trocadas pelo advogado e ela. Ela está muito brava com Neymar, diz que se arrepende de não tê-lo matá-lo. Por que essa raiva toda? Os machistas dirão que é porque ele não apareceu uma segunda vez ou a despachou. Mas essa raiva também pode ser porque a ficha caiu e ela viu que foi espancada e estuprada. Não tá todo mundo usando as mensagens dela depois do ato como prova de que ela não foi estuprada? Então a raiva dela depois das mensagens mostra que ela ficou brava. Qual o motivo?
Outra coisa: quando ela fala nas mensagens com o advogado que ela foi espancada e estuprada, e que quer expor Neymar logo, o advogado não diz "Opa! Estuprada?! Como assim? Vc falou pra gente que foi espancada, mas que o sexo foi consensual". Nada disso, ele só pede calma, diz que isso demora, que é melhor tentar fazer um acordo. Essa breve troca de mensagens desmente o que o advogado diz na nota, que ela havia dito pra eles que não houve estupro, "só" espancamento. E indica também que a tentativa de acordo (que Neymar, família e advogados chamam de "extorsão") partiu dos advogados dela, não dela.
Há muitas coisas mal explicadas ainda. Por exemplo: agora sabemos que houve um segundo encontro, talvez no dia 16 de maio. Sabemos porque a moça disse que gravou o segundo encontro (ela ainda não divulgou o vídeo), e porque o pai de Neymar disse que, nesse segundo encontro, ela agrediu Neymar. Mas nas mensagens iniciais que Neymar divulgou no sábado o papo entre ele e ela termina como se ela estivesse insistindo pra ter um segundo encontro, mas Neymar nunca aparece. Agora sabemos que ele apareceu. É até possível que o estupro tenha ocorrido nesse segundo encontro, não no primeiro.
Só sei que os ex-advogados dela estão ajudando tanto a defesa de Neymar que não duvido que tenha havido um acordo -- um acordo que obviamente exclui a vítima. O que o dinheiro não pode comprar?

Anônimo disse...

E vc mascu fingindo ser uma mulher ironizando o assunto, se deu ao trabalho de criar um perfil só pra issso, pobre inútil descerebrado. As 3 vizualizações são minhas. Vcs são patéticos se fazendo de mulheres aqui

Sérgio disse...

"Os machistas dirão que é porque ele não apareceu uma segunda vez ou a despachou." O que me incomoda são esses rótulos, que parecem ter a finalidade de constranger quem ousa pensar diferentemente. Se discorda de mim, se diz algo diferente, então é machista. Não dá pra levar uma discussão saudável assim. É absurdo imaginar que ela pode ter ficado com muita raiva por ter sido desprezada, por ter viajado tanto tempo, ido tão longe, e só ter uma noite e mais nada? Não pode ter ficado com muito raiva por ter sido desvalorizada, humilhada, tratada como objeto? Não é motivo suficiente para deixar uma mulher indignada? Ou então ficou com raiva por ter sido agredida? E matar pode ser força de expressão. Usamos essas hipérboles com frequência. Se há fatos estranhos na versão do Neymar,também é estranho ela procurar um advogado antes de procurar a polícia. Por estar consumida de raiva toda por ter sido estuprada, o comportamento esperado é procurar a polícia e não buscar orientação de como agir com um advogado. E ainda não há comprovação de que o escritório tenha tentado negociar com o Neymar sem o consentimento da moça. Agora... que a postura do ex-advogada dela é estranha, isso é. Tenho que concordar.

Anônimo disse...

"1,58% da população carcerária brasileira está presa pelo crime de estupro, enquanto acontecem 1 estupro a cada 11 minutos no país." Isso se deve porque o crime não foi investigado ou foi mal investigado, autor não identificado, ou o autor foi inocentado.

Anônimo disse...

Que texto estúpido e sem todas as informações. Você por acaso esqueceu de relatar q pessoas ligadas a essa mulher procuraram o pai do Neymar em busca de dinheiro. Como ñ deram, foram a delegacia. Além de o advogado ter saído do caso por não acreditar na moça.

A conversa e esses fatos, deixa claro que ñ houve crime algum. Na verdade, crime só por parte dela

Rsp disse...

Resumo desta fala = cultura do estupro! Muito triste, fui estuprada, nunca denunciei, nunca comentei com ninguém, vive anos em "negação"
Me lembro como se fosse hoje, ligar para delegacia e ouvir duas coisas, a primeira foi "Pq vc foi na festa?" e a segunda foi "Olha, vão dizer que vc está inventando essa história para se vingar. Vão expor sua vida e se acharem algo, ai é que não vai dar em nada. Vc tem certeza que foi estuprada?"
A vida seguiu e ninguém imagina oq aconteceu comigo, estou lutando contra o estresse pós traumático, mas está tão difícil que já tenho data para meu suicídio. Ouvir e ler coisas sobre esse assunto... Só me dá mais força para deixar esse sofrimento pra trás!

Anônimo disse...

A OAB tinha que investigar esses advogados da mulher, totalmente anti ético a postura deles.

Tá na cara que o Neymar tá pagando eles por fora pra eles se arriscarem assim.

Anônimo disse...

Correto
Li tdo o artigo aqui, concordo que ninguem deva ser assediado, molestado, estuprado, nenhuma mulher e nenhum homem tb...Mas discordo do texto em alguns pontos, e nao sao, nem quero ser feminista, so mulher...
E incoerente que essa moca ficou de boa ate se despedir do jogador apos se relacionarem e qdo ela chega no Brasil, e so então ela acorda e Ah! Foi agredida, abusada , etc??? Fala serio ! Ela viajou pra conseguir se dar bem sim! Nao voi pra conhecer a Torre Eiffel, ne?

Iole Godinho disse...

Torcemos para que um dia você não se insinue querendo sexo,descubra que o cara é um babaca e ele te force a transar mesmo assim porque você se insinuou.

Anônimo disse...

Taqueópariu!!!
Burro do caralho!!!

Anônimo disse...

Não vi ninguém inocentando o escritório de advocacia. É óbvio que são salafrários e os profissionais envolvidos deveriam ter seus registros cassados. O problema é que a jovem, talvez mal instruída pelos advogados, agiu como quem estivesse buscando dinheiro. Filmou o encontro, procurou um perito privado para realizar o exame ao invés de procurar um órgão público, apresentou a denúncia somente após o acordo não ter tido sucesso.

Não estou dizendo que o estupro não aconteceu. Isso é papel das autoridades investigarem. O problema é que a forma como a denúncia foi apresentada dá espaço para a tese da defesa de que havia uma tentativa de extorsão.

Anônimo disse...

Há registros, pelo menos em sites de fofocas, de 2014 já, da Marquezine aparecer com hematomas nos sets da Globo. Hematomas associados ao relacionamento com o Neymar. Se for verdade, temos alguém em posição social importante para esse tipo de relato.

Anônimo disse...

"dica: em vez de se preocupar com as falsas acusações de estupro, que são mínimas, que tal se preocupar com o número baixíssimo de estupros que são denunciados, julgados, e acabam em condenação? E, mais uma vez, pare de atacar a vítima."

Resumo. Foda se os poucos homens que tem sua vida destruída por falsa acusação de estupro. O que importa sao as mulheres..

Caralho gente. É difícil de importar muito com a cultura de estupro mas também sem importar com os poucos homens (?) que são falsamente acusados? Empatia se dá por número. E não vêem nada de errado nesse pensamento?

Só empatia gera empatia.

E não me importo com Neymar. Espero que se ele for culpado de estupro que vá pra cadeia. Pq crime de expor me parece que cometeu.

Cacau disse...

Excelente texto. Um sopro de coerência no meio de tanto pré julgamento.

Rafael Levi disse...

Como se prova que não foi um estupro?

Juro que é uma pergunta muito sincera.

Anônimo disse...

Concordo totalmente com vc unknown 16:36, absurdo o advogado expor a ex-cliente assim, cadê a OAB? Tá na cara que o pessoal do Neymar tá pagando pra eles por fora. Indecente a conduta deles

Anônimo disse...

Então, espalhando para as mulheres e demais pessoas, este é o advogado e o escritoriozinho sem escrúpulos que expôs a ex cliente, tomem nota e espalhem por aí, para que eles nunca sejam contratados por quem quer que seja:

Francis Ted Fernandes, um dos sócios da Fernandes e Abreu Advogados, o escritório foi contratado para buscar um acordo e SACANEOU e ABANDONOU a cliente, EXPÕE a mulher publicamente.

Suspeito que eles chegaram a um acordo com o Neymar sim, ao contrário do que dizem

Solangedorf disse...

Acompanhei de leve o caso e por sorte caí aqui. Espero que leia meu post, pois não quis debater no Face por pensar exatamente igual voce! Que que tem se mandou nude, se fez sexo virtual, se gemeu, se mostrou a bunda, se tá pelada no quarto. Nao é nã, broxou, perdeu o tesão, o cara tem mau hálito, foda-se. Não é não, vestida, pelada, no hotel na rua. Violencia é violencia, me arrepia imaginar as coisas horríveis que o "menio" fez e falou prá ela, as ameaças, a humilhaçaõ. Achei é corajosa

Anônimo disse...

Ô analfa, só pode ter conta em redes sociais maiores de 18 anos. Vai estudar!

Unknown disse...

Nossa, uma verdadeira falácia!

Anônimo disse...

O MUNDO INTEIRO JÁ TEM EMPATIA DEMAIS POR HOMENS E NENHUMA EMPATIA POR MULHERES, SÓ CONDENAÇÃO E CULPABILIZAÇÃO PRAS VÍTIMAS, PRA LIVRAR A CARA IMUNDA DOS "POBRES" "COITADOS" "INJUSTIÇADOS" "GAROTOS" "TADINHOS" DOS CULPADOS ("DESCULPADOS") QUE SÃO OS RESPONSÁVEIS POR ESTUPROS E ABUSOS SEXUAIS CONTRA MULHERES, ADOLESCENTES E CRIANÇAS, POR ESPANCAMENTOS DE MULHERES, ASSASSINATOS DE MULHERES, ASSÉDIOS, CONSTRANGIMENTO, TERRORISMO DIÁRIO DOS HOMENS CONTRA AS MULHERES QUE VOCÊ NEM PODE ANDAR NA RUA SOZINHA MAIS TARDE À NOITE OU VIAJAR SOZINHA SEM MEDO DE ENCONTRAR HOMENS PREDATÓRIOS PELO CAMINHO, NEM DENTRO DE CASA SE ESTÁ SEGURA POIS A GRANDE MAIORIA DOS ABUSADORES DE MULHERES E DE CRIANÇAS SÃO CONHECIDOS DAS VÍTIMAS, MUITAS VEZES DA PRÓPRIA FAMÍLIA...

MonaLisa Eternal disse...

Quanta gente passando pano pra macho!!! Aff

Lembrei na hora do filme: Os acusados

Eu prefiro correr o risco em ficar ao lado de uma mentirosa do que um estuprador.

Se o dinheiro que ele investiu com a "vagabunda", doasse pra instituições não estava passando por isso. Mulher não se compra, se conquista.

Amália Astarita disse...

Ou não leu o texto , ou é falta de cognição. ����

Anônimo disse...

Já está na mídia, OA B vai investigar os advogados babacas:
Professor da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e doutor em Filosofia do Direito, Horácio Rodrigues afirmou que o sigilo profissional é o direito maior do cliente. Acrescentou que haveria outras formas de preservar a honra, como interpelação judicial ou extrajudicial. Ele considera que houve pressa demasiada em procurar a imprensa e o caso deve ser encaminhado ao Tribunal de Ética. "Nesse contexto, houve a violação do sigilo profissional, devendo os mesmos [sócios do escritório] responderem pelo fato junto ao Tribunal de Ética da OAB", diz Horácio Rodrigues.... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2019/06/04/ex-advogado-de-mulher-que-acusa-neymar-eu-vou-ter-problema-na-oab

Anônimo disse...

Professora de Direito Comparado da USP (Universidade de São Paulo), Maristela Basso reforçou a posição do colega Horácio Rodrigues ao afirmar que houve violação do Estatuto da Advocacia. Ela ressaltou que o sigilo entre cliente e advogado é sagrado e defender a honra não justifica a atitude. Acrescentou que a mulher que acusa Neymar de estupro pode procurar a Justiça para pedir indenização. "Ele vai responder perante o Tribunal de Ética, fora a esfera civil porque a cliente tem direito a entrar com ação por dano moral". Maristela Basso afirmou ainda que Neymar Pai, acusado de montar uma "armadilha", também pode processar o advogado José Edgar. Não provar a suposta armadilha permi... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2019/06/04/ex-advogado-de-mulher-que-acusa-neymar-eu-vou-ter-problema-na-oab.htm?

Anônimo disse...

Questão 1: Tenho uma amiga, casada há pelo menos uns 10 anos, 2 filhos, marido legal. Ela se sente culpada por não ter muito apetite sexual e diz que é por isso que o marido as vezes "força um pouco a barra". Eu entendi MELHOR o que era esse forçar a barra quando ela me disse que estava grávida e foi jogada, pelo marido, contra a parede e se estatelou no chão. Mas ela não achou que fosse agressão porque não ficou roxo. Qual é o nome dessa cultura?

Unknown disse...

Exatamente. Nunca vi na minha vida um advogado falar abertamente que sua cliente mentiu, mesmo que já não a defenda. Foi bem pago pelo galinho de briga. O estranho é que se diz inocente , mas fica subornando o povo, adiando depoimento...muito estramho...
Meu alívio é que Bruna Marquezine se livrou desse canalha.

Anônimo disse...

Tapa na minha cara! Obrigado pela reflexão!

Unknown disse...

Claro, no Brasil se paga inocência e ele têm dinheiro mais que suficiente pra comprar a sua.

Anônimo disse...

Tem pessoas que se vendem, ou seja tem mulher e homem que sao comprados sim, para com essa ideia de princesa da disney.
Lembrando que se for uma mentira cria ainda mais precedentes para o preconceito de que mulheres podem tentar acusar um homem de estupro por vinganca ou tentativa de extorquir.

Anônimo disse...

Que tal trocar a palavra mulher por pessoa, e homens por pessoa tambem, tem que parar com essa guerra de genero.

Marina disse...

Não 16:05, podemos supor que o ato era consentido até acontecer a agressão, depois disso o consentimento não existe mais, e o ato sexual prosseguindo, - agora mediante mediante violência - caracteriza-se o estupro. Toma aqui seu panão bem grandão pra vc ficar passando.
16:19, pois é - "A não ser que o escritório tenha tentado fazer o acordo à revelia da moça". A gente não sabe como a moça foi orientada pelo escritório, como foram os procedimentos desse escritório. O fato daquele documento e as mensagens terem caído na mão da Globo tbm é mto estranho. Se não os próprios sócios, alguém daquela banca tá vazando informações confidenciais dos clientes, o que é MTO grave. De qualquer forma, o que eu quis evidenciar é que mantem-se a atitude padrão de sempre colocar a culpa na mulher. Por isso minha indagação, se depõe contra a mulher ou contra o escritório. Todo mundo já corre pra, mais uma vez, apontar o dedo pra mulher.
Rafael, o Neymar não tem q provar que não foi estupro. Ele é o acusado, é quem acusa que tem q provar o que alega. Ele só terá que provar novos fatos que ele mesmo levar para o processo, se é que o fará.

Margoti disse...

O texto é muito bom e certamente se encaixa em várias situações já acontecidas é que provavelmente acontecerão. No caso "Neymar" há que fazer uma investigação séria, e deixar a opinião de "senso comum" de lado. Se foi estupro, e isso não está descartado, apesar de muitos inadivertidamente inocentarem o jogador, deve ser punido com o rigor da lei, até porque o atleta é referência para um monte de crianças, economia tal deveria comportar-se como tal. E se for apurado que foi uma tentativa de extorsão ou outra crime nesse sentido, também deve ser aplicada uma pena exemplar

Simone Oliveira disse...

Obrigada, Lola. Obrigada, sempre. <3

Unknown disse...

O grande problema é que vocês - feministas - estão distorcendo os fatos e estão querendo a todo custo mostrar o ódio que vcs possuem da classe masculina. Vocês pararam de distinguir o honesto do desonesto, o legal do ilegal, o probo do improbo e estão dando lugar a eloquência e a falta de discernimento. Estão deixando de lado a noção do que é certo e estão dando lugar ao mau caratismo. Pra vocês, sendo a mulher certa, ou estupidamente errada e criminosa, o homem tem que se foder. Feminismo não é colocar nas costas de alguém um crime que não existiu. Vocês se aproveitam pra destilar o ódio quando um suposto caso de estupro,o foi qual provadamente não ter existido. Sempre vão dizer : Ah! Mas é pq ele pagou ao advogado dela; Ah! Ele é famoso e deu um cala boca, isto é, vc estão simplesmente se assumindo quem verdadeiramente são! Ou seja, levantando falso testemunho e impuntando falsamente um crime sem ter a mínima certeza de nada. Ouviram falar que fulana foi agredida? Pronto! Vocês se quer analisam quem agrediu quem e já começam a destilar toda raiva estrondosa que ha dentro de vcs e começam a falar mal de homem. Vocês se perderam na proposta. Vocês se colocam como seres superiores, perfeitos, que não comentem erros e que todas são seres acima de Deus. Vocês não erram, vocês não, vocês são simplesmente a perfeição divina encarna em forma de mulher! Nao venham distorcer a realidade. Sou policial civil e isto está virando rotina, todos os dias pegamos casos de supostos estupros e quando averiguamos os fatos, concluímos que não passou de uma armação da mulher pra se vingar do homem! Essa atitude canalha, retira a credibilidade da lei e desonram e prejudicam mulheres que realmente passam por isso. Parem de defender mulheres CRETINAS e mau caráteres que isto não é ser racional. Isto não é a proposta de um movimento sério. Isto não condiz com a honestidade. Não sejam desonestas! FEMINISMO é um movimento que foi criado para defender os direitos individuais e gerais da mulher, mas não foi para proteger mau caráteres. O que é certo é certo. O que Neymar divulgou foi toda conversa pra tentar desmentir a mau caráter. E pq ele expôs? Óbvio, não precisa ser um ser Inteligente pra deduzir que ele fez isso pq como ele é uma pessoa pública ele obviamente deveria dá publicidade para todos saberem dos fatos. Pois ele tem nome, marca, imagem, patrocinadores a zelar e tudo isso exige uma explicação pública. Vocês se quer procuram saber das coisas e já cospem um monte de lorota. Se fosse uma mulher sendo acusada de um crime que não cometeu vcs estariam nesta mesma ladainha. Vocês hoje vivem de choro. Um cara que namorou uma feminista como Bruna Marquezine já diz muito quem ele é. As mensagens são claras e óbvias, mas vc não querem aceitar para não cair do salto. MENTIRA não ganha ação, mentira não adquire respeito, mentira não faz de vc mulher, mentira não é digno. E vcs pararam de defender a verdade e passaram a dar ênfase a mentiras descaradas. Assim como existem homens ruins e canalhas, existem mulheres ruins e canalhas. Essa é uma. Trambiqueira, CRETINA, canalha. E lavem a boca pra falar da segurança pública, pq nenhum servidor honesto da segurança pública abrirá a boca pra defender estupro ou fazer alusão ao caso do goleiro Bruno. Canalhas estupradores assassinos estão na cadeia, e quem prendem e mais tem o prazer de prendê-los somos nós. Vocês criaram um doença e querem que todos sejam contaminados. Somos nós servidores que protegemos qualquer mulher das garras de um vagabundo. Vocês não têm a mínima noção e responsabilidade do que falam. Não sejam CRETINAS!

Martché disse...

Texto excelente e esclarecedor. Se fosse em outro país eu diria que os órgãos competentes tratarão de fazer justiça, qualquer que seja a verdade. Mas infelizmente estamos no Brasil, e esse caso envolve muito, mas muuuuuito dinheiro e reputação (do "menino" especificamente). Se ela estiver dizendo a verdade, o que realmente parece, espero que ela tenha provas contundentes e irrefutáveis, caso contrário irão aliviar o processo e, talvez até, distorcer a verdade.

Anônimo disse...

A eleição do Bozo abriu essa caixa de pandora, só ver os números pra entender como aumentou a violência policial e a violência contra a mulher.

Infelizmente os sites/ blogs feministas estão infestados de mascus trolls que fingem ser pessoas diferentes e deixam comentários com o claro propósito de estimular discussões inúteis. Dá pra perceber muito bem essa jogada

Unknown disse...

Com tudo o que foi dito nesse post, chega-se a conclusão que a humanidade terminará em breve, visto que, não haverá mais relação sexual entre casais, devido a praticamente todas formas serem consideradas estupro.

Igualdade disse...

Se tudo tenho, tudo eu posso, basta olhar o comportamento mimado e desafiador do acusado e ver também o histórico da reclamante, que logo se percebe que eles se merecem, tantas outras coisas mais IMPORTANTES para toda mídia dar ênfase, escolhe o tema Neymar,isso está tirando a coragem e a confiança de outras MULHERES, de fazer uma queixa CRIME, vamos parar de hipocrisia e mimis, pelo conteúdo do papo deles, só faltou eles acertarem os valores, finalizando; ELES SE MERECEM....

Anônimo disse...

Incrível como tem tantas acusações infundadas.

Anônimo disse...

O staff do jogador já afirmou que vai processar a golpista quando tudo for formalmente esclarecido, e também os veículos de mídia tradicionais e virtuais que estão endossando a calúnia e difamação.
Acredito que um jogador deste tem dinheiro pra pagar um escritório de advogados que leve isto até às últimas instâncias....
...e já mandei o endereço do seu bloguinho pra eles Dolores ... :)

Anônimo disse...

Neymar e esse ex advogado da mulher que acusa ele tem muito a explicar.

A O AB já se movimenta pra investigar o ex advogado anti ético.

Anônimo disse...

quem está adiando depoimento nao é apenas o Neymar, a guria já foi intimada DUAS, EU DISSE DUAS vezes e não compareceu em nenhuuma! ela será intimada mais uma vez hoje.. maaaaas é isso né, só falam que ele ta adiando, nao flam que a guria está se escondendo.. se ela ta com a razão, porque nao foi depor logo na segunda quando veio a intimação ????

GLAUCIO disse...

Todo mundo tirano uma lasquinha. De onde tirei isso? DA MINHA LIBERDADE de pensar e me expressar do mesmo jeito que tenho o direito de achar que essa pobre moça com espírito desbravador dos antigos navegantes de cruzar um oceano tenha em algum momento pensado sim em tirar proveito da situação. E como que ela ganharia fama, caso assim realmente quisesse SEM REGISTRAR a ocorrência? Só mesmo uma pessoa sem muito discernimento para pensar isso ou tomada por algum desejo de vingança por todo um histórico da cultura machista existente no mundo.

Felipe Menegotto disse...

"Um dos números mais perturbadores da pesquisa explicada por Warshaw é que 42% das mulheres que foram estupradas disseram que fizeram sexo de novo como o estuprador."
Apenas, realmente gostaria de saber o dado de quantas mulheres tiveram uma relação de estupro na primeira vez com um homem e repetiram. Posso estar enganado da minha interpretação, mas dentro desse percentual citado no texto há as mulheres que são casadas/namoram e que são estupradas. Como o próprio texto diz "Todas nós conhecemos mulheres que já foram agredidas, estupradas, espancadas, e não levaram as acusações adiante, por uma série de motivos. ". E todos os casos que já ouvi falar lendo relatos são de mulheres que tem uma relação de namoro ou casamento e são estupradas e então vem aquelas sete fases. Pra mim faz sentido uma mulher duvidar de alguém com quem ela compartilhou bons momentos e acabou por ser estuprada. Que fique claro que o FAZ SENTIDO se refere À DÚVIDA da mulher e não a outra coisa. Afinal de contas, já li relatos de mulheres que já tem filhos com um homem, e acabam sendo estupradas por esse mesmo homem. Imagino como deve ser difícil pra uma mulher que tem esse vínculo, chegar a conclusão de que foi estuprada. As sete reações fazem todo sentido lógico pra mim em casos assim.

E agora refletindo sobre o que eu escrevi, obviamente, falar em percentuais não faz muito sentido. Mesmo porque se o percentual de mulheres sem relação afetiva que procuram o agressor novamente seja de 1% isso não impede que o caso do Neymar seja justamente esse 1%.

Anônimo disse...

Ficar longe de homi e matar os filhos de homi que tiveram. A Lola vai escrever sobre as lésbicas petistas torturadores e assassinas ou vai passar pano pra elas também?

Malu. BC. disse...

Texto importantíssimo (compartilhado), para os cegos do castelo que vêem a mulher sempre como culpada independentemente da situação. . Particularmente eu estranhei, e muito, a postura do ex advogado da mulher.

Anônimo disse...

Mande os homens pararem sua guerra milenar contra as mulheres.

Anônimo disse...

Marina 8:01 "podemos supor que o ato era consentido até acontecer a agressão, depois disso o consentimento não existe mais, e o ato sexual prosseguindo, - agora mediante mediante violência - caracteriza-se o estupro. Toma aqui seu panão bem grandão pra vc ficar passando."

Em que momento eu disse que o ato continuou? Foi inferência sua. No meu exemplo, o ato sexual foi consentido, ele deu um muro, e sexo foi interrompido. O ato não continuou. Ele teoricamente vai responder pela agressão, lesão corporal; nunca por estupro. O Neymar se excedeu nos tapas (agressividade excessiva, como alguém colocou lá atrás no comentário), e vamos supor que o sexo tenha parado na hora. É estupro? Não mesmo. Lembrando mais uma vez: estamos discutindo hipóteses. Não sabemos o que aconteceu. Só queria mostrar que, mesmo tendo a tal da agressividade excessiva, não quer dizer que tenha sido necessariamente estupro, como o outro ou outra lá atrás afirmou.

Achei que estávamos tendo uma conversa civilizada, até ver que você usou ironia no final e me acusou de passar pano pro Neymar. Putz! Confesso que fiquei decepcionado, pois você parecia uma pessoa equilibrada. Não tô passando pano para ninguém, estou levantando hipóteses e mostrando que o problema pode ser visto por diversos ângulos, e qualquer acusação pode ser precipitada, como é precipitado dizer que "agressividade excessiva" configura estupro, sem dúvida. Não é bem assim.

Espero que possamos voltar ao debate civilizado, concentrando nos argumentos e deixando de lado acusações e ironias baratas.

Anônimo disse...

Um dos advogados do caso, sócio daquele que soltou a nota na imprensa, disse que foi o pai de Neymar quem chamou os advogados da moça para uma conversa. Ele disse também que ela havia relatado o ocorrido assim como o fez no B.O., mas que fora o primeiro advogado - o tal que renunciou - que havia interpretado a ação de Neymar como uma agressão apenas e não um estupro. Ele ainda reitera que o caso é passível de outras interpretações.

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkk pausa pra respirar kkkkkkkkkkkkkkkkkk ķkkkkkkkkkkkk valeu pelo show de stand up de graça, palhaço hahahaha

Anônimo disse...

Marina 8:01

Digo mais. Mesmo o sexo continuando, se a agressão cessou, também não é estupro. Veja: Neymar se excedeu nos tapas, ela não curtiu e mandou-o parar com as agressões; ele interrompeu os golpes, ela relevou, e o sexo continuou, numa boa, consentido. Depois, por mensagem ou no segundo encontro pessoal, ele foi um escroto e tratou mal, humilhou, a menina. Ela ficou puta e resolveu denunciar aquelas agressões recebidas durante o sexo que ela tinha relavado, mas agora, por ter sido tratada com objeto, passaram a ser importantes. É estupro? Não entendo assim. Mais uma situação em que, a meu ver, agressividade excessiva não é estupro necessariamente.

Anônimo disse...

Marina 8:01, Veja o comentário do anônimo 16:24

"Ele disse também que ela havia relatado o ocorrido assim como o fez no B.O., mas que fora o primeiro advogado - o tal que renunciou - que havia interpretado a ação de Neymar como uma agressão apenas e não um estupro. Ele ainda reitera que o caso é passível de outras interpretações"

O caso não parece ser tão simples. Um advogado interpretou que foi só agressão, outro disse que outras interpretações são possíveis. Cada caso é um caso. Mesmo que tivéssemos todas as informações do caso Neymar, provavelmente haveria várias conclusões diferentes. Se vierem a público as informações, e eu entender que foi estupro, volto aqui e deixo minha opinião contra o Neymar, sem problema nenhum. Não me importo com ele, não passo o pano pra ele. Pra dizer a verdade, não gosto dele como pessoa. Acho-o mimado, arrogante, prepotente. Só quis levantar um debate jurídico teórico em cima de afirmações que me pareceram equivocadas. Estava mais preocupado com o direito do que com o Neymar.

Anônimo disse...

Obrigado pelo texto, Lola.

Anônimo disse...

O sem noção do bozo apoia o neymar.
Como disse o rei da espanha, porque não te calas?" Eu sei que o presidente tem uma profunda admiração por abusadores, espancadortes, estupradores, misóginos homofóbicos e racistas, mas ele não precisa defender cada um deles publicamente.

Anônimo disse...

Sonegador e agressor de mulheres, adivinhou quem pensou logo: amigo do Bozo

Aj disse...

A discussão é sempre válida, especialmente para evidenciar a defesa daqueles que, via de regra, não dispõem das forças necessárias para se defenderem. Contudo, mesmo com esse furacão da mídia que, motivada pelo sensacionalismo puro e simples, quase sempre ofusca a realidade dos fatos, é possível enxergar com clareza que há inconsistências nas versões de ambos os personagens - suposto autor de agressão e/ou estupro (Neymar) e a pretensa vítima. Da parte daquele, as versões inéditas a cada momento em que algo novo é revelado e, da parte desta, o extenso lapso temporal do ocorrido até a divulgação dos fatos, a estranheza em primeiro procurar um advogado para só depois prestar um boletim de ocorrência no órgão responsável pela investigação (no caso a polícia) - aliado ao fato de só noticiar o suposto crime após as tratativas más sucedidas com os representantes do suposto agressor -, e, o que mais surpreende, a resistência da suposta vítima ao não se apresentar quando solicitada pela Delegada da Polícia Civil que investiga o seu caso, pois, nesse ponto em específico, vejo diariamente em todos os jornais, sejam eles locais, regionais ou nacionais, sensacionalistas ou não, que todas as vítimas de algum crime (sem exceção) anseiam pela eficiência e celeridade nas investigações policiais para ver o quanto antes o seu algoz ser julgado e condenado, conforme determina a lei. Porém, não parece ser esse o desejo dessa pretensa vítima de estupro.

Tais inconsistências deveriam ser levadas em consideração por todos aqueles que, antes de vociferarem qualquer coisa contra ou a favor de um ou de outro, percebessem que não é esse o tipo de caso que merece esse nível de atenção. Não que não deva ser investigado com o rigor de toda notícia de crime veiculada por qualquer pessoa, mas porque os envolvidos mais se empenham em "jogar pra mídia" do que em buscar a justiça para casos seríssimos como o ora imputado.

Reconhece-se uma vítima não pelo rótulo, mas sim pelo seu comportamento. óbvio que pessoas podem se portar de maneiras distintas ante um mesmo fato, contudo, a vontade de justiça daqueles que foram injustiçados é inconfundível aos olhos de qualquer um, o que não parece ser o caso.

Anônimo disse...

É muito provável mesmo que antes ela quisesse, depois viu que ele estava alterado e não quis, e que ele não aceitou um não e a agrediu. É realmente muito provável e triste, pois tanto ele como ela não procuraram uma relação saudável. É muito arriscado se meter com gente poderosa como ele, que tem dinheiro para encobrir as merdas que faz. Não vale a pena, porque esse cara já tem a moral e os valores destruídos faz tempo. Pra quê sair com um famoso descontrolado como ele? Mulheres, existem homens de verdade, que nos valorizam e que respeitam nossas escolhas. Não saiam com qualquer imbecil porque, por mais que depois haja denúncia e você nunca mais saia com esse cara, a marca não se cura facilmente, talvez nunca. Não vale a pena. Escolham um homem de verdade e de bem.

Camila disse...

Muito esclarecedor esse texto.

Passei por uma situação que me deixou confusa e só meses depois percebi que fui violentada. Nem sempre a violência se expressa na brutalidade.

Entendo a postura dela em ter mando msg pra ele.

Unknown disse...

Otimo texto!

Anônimo disse...

Nem precisa perder tempo explicando, o Douglas já demonstrou ser um asno.

Ricardo disse...

Pois é, anônimo (2), e o livre arbítrio da Najila permitiu ela ir até Paris se encontrar com o Neymar e se encontrar de novo, porque quis, após a suposta agressao. Do mesmo jeito que o livre arbítrio dele permitiu querer encontrar com ela apenas no hotel e depois sair sozinho, o que parece ter deixado ela bem irritada, a ponto de achar que podia usar o livre arbítrio e as marcas de tapa na bunda para recriar uma cena de agressão (#fail) na segunda noite, e mesmo não tendo conseguido ainda acusar de agressão e depois mudar para estupro. Poder ela pode ne? Mas agora vai responder tb, ou provar. Mas o próprio vídeo dela agora já entrega

Anônimo disse...

Um bebê de cinco meses foi espancado pelo próprio pai na cidade de São Lourenço, em Pernambuco. O motivo do crime: a criança era menina. A garota foi socorrida dois dias após o início das agressões, mas não resistiu. Segundo a mãe, o pai matou a filha porque “sempre quis um menino“. Vizinhos que ficaram revoltados com a situação atearam fogo na casa da família.

A apuração da Polícia Civil de Pernambuco confirmou o fato de que o homem não aceitava a filha por ser uma menina.

Anônimo disse...

Neymar parece não entender que já é um homem, que precisa ter caráter, ele é a inspiração de muitos jovens e crianças pelo mundo, então caráter é primordial, para não inspirar nesses jovens o que há de ruim neles.

Anônimo disse...

O Bozo parece que o demo protege esse cara, ele adorou a confusão com o Neymar , já foi lá apoiar, nem que saber se o cara era culpado ou não, se for abusador ou espancador o Bozo apoia publicamente, que orgulho !!!!!

Anônimo disse...

Estou ignorando o fato de ser o Neymar ou qualquer outro.
Uma mulher combina de transar com um cara. Porque ela quer. Cria-se toda uma expectativa.
Ele chega bêbado. Ela sai com ele assim mesmo. Aqui, já é uma falta de juízo das grandes!
Depois de estarem nus, ela diz que só quer carícias?
Se ele estivesse sem beber, ainda seria complicado, mas sem estar sóbrio???
Às vezes eu acho que as mulheres esquecem que o ser humano ainda responde a instintos.
Mulheres, atenção, isso não existe. Se existir, é uma ínfima minoria. Não corram esse risco.
Claro que tanto mulheres quanto homens têm o direito de dizer não e serem respeitados. Mas na prática: não corram riscos desnecessários.

Anônimo disse...

Vemos em ação o carma na vida de Neymar, acabou de voltar pra ele o mal que ele dirigiu pra outro ser humano.

E vai piorar , o asno demoníaco que é o Bozonaro traz azar pra quem ele apoia

Anônimo disse...

Eu estava namorando fazia um mês, e no dia do meu aniversário de 18 anos fui jantar com o namorado em outra cidade, e na volta dormi no carro. Acordei dentro do motel. Fiquei contrariada, porque ele não tinha me perguntando se eu queria ir lá. Ele disse q não ia acontecer nada, e era só para ficarmos à vontade. Tudo bem, aceitei.
Mas aí, nos amassos, ele quis transar, e eu não queria. Ele insistiu. Tudo bem, aceitei.
A gente começou e eu estava sem vontade, estava doendo, porque eu era virgem e porque não estava a fim, e pedi para parar. Mas ele não parou. Eu dizendo não quero, e ele continuando. Então fiquei parada feito estátua e esperei acabar.
Foi assim a minha primeira vez. E eu namorei ele por dois anos depois disso!
Eu até agora sempre disse: nunca fui estuprada. E só por causa dessa história do Neymar eu estou entendendo que fui estuprada no dia do meu aniversário de 18 anos.
Durante os dois anos de namoro, eu nunca consegui transar com ele. Se eu tentasse, me dava um desespero imenso, eu entrava em pânico, gritava. Ele nunca mais forçou de novo, nas tentativas, ele parou no não nas outras vezes. E namoramos por dois anos sem transar, embora eu aceitasse tentar às vezes. Ele saía com outras mulheres e eu achava que tudo bem, já que eu não transava com ele, ele precisava disso.
Eu nunca entendi que eu não conseguia porque eu tinha ficado traumatizada. Eu achava q era frígida. Eu não sabia q eu tinha sofrido um estupro, então eu não via razão para um trauma. Quantas coisas estou entendendo agora, 22 anos depois!

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 215   Recentes› Mais recentes»