domingo, 18 de março de 2018

VAMOS BARRAR O SEGUNDO ASSASSINATO DE MARIELLE

Bela charge do cartunista português Vasco Gargalo em homenagem a Marielle Franco.
As mentiras orquestradas contra esta guerreira continuam sendo espalhadas. Ontem dois "figurões"  que se esforçaram para divulgá-las foram o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que apoia Bolsonaro, e a desembargadora Marília Castro Neves (além do MBL, claro, que tem como missão na vida contar mentiras). Espera-se que ambos sejam alvos de ações penais (os dois foram expostos, inclusive na TV, e torço para que isso tenha efeito em suas carreiras).
Essas calúnias sobre Marielle equivalem a uma segunda execução. Não podemos permitir! Ajude a combater as fake news. Não é fingindo que elas não existem que elas desaparecerão. Envie  para quem está caindo nas mentiras links de sites que checam fatos. Por exemplo, este do e-farsas, este dos boatos, este da Lupa. Este do Uol Confere está muito completo.
Envie prints em que apareçam data e/ou hora da postagem e o link onde as calúnias e difamações foram postadas para evelyn@ejsadvogadas.com.br. Se for no WhatsApp, forneça o print e número de telefone de quem enviou a mentira nos grupos ou para sua lista de contatos. O PSOL vai processar
E, sempre que possível, divulgue ações e notícias boas, não só as ruins. 
Tão importante quanto denunciar os asquerosos é espalhar sites que defendem direitos humanos (como sites feministas, por exemplo).  
Imagina só que mundo melhor teríamos se mais gente conhecesse a luta de pessoas como Marielle quando ela estava viva...

30 comentários:

mh disse...

Passei o vídeo do último pronunciamento de Marielle na câmara para alunos e alunas na sexta-feira e perguntei se alguém tinha dúvidas do motivo de Marielle ter sido assassinada, mas não perguntei "por quem".

Ninguém tinha dúvidas sobre o que, em Marielle provocava a ira de certos segmentos da sociedade. Todo@s concordaram que é necessário cobrar as investigações e punição dos culpados.

Tod@s concordaram que esse crime foi um atentado terrorista contra as liberdades, contra o Estado de direito, contra as pessoas que não se calam diante das injustiças.

Temos que cobrar JUSTIÇA todos os dias para todas as Marielles desse país, para todos os Rafaéis Braga desse país, para todos os injustiçados desse país.

Abraço, Lola
Tamo junto!






Anônimo disse...

São psicopatas virtuais (em grande parte tb reais), já não bastou tirarem a vida dela? Agora querem assassinar sua reputação tbm? São esses monstros que se dizem ''cidadãos de bem''.

Anônimo disse...

A desonestidade dos "cidadãos de bem" é impressionante. Marielle é brutalmente assassinada e a galerinha zoeira ''cheia de amor'' no coração já começa com o "tem que ver isso aí, ninguém morre inocente", tornando-se mais evidente o crime de execução. Mandam o "mas morre tanta gente todo dia, pq essa comoção toda?" Sendo que a maioria não está nem aí para essas mortes cotidianas. Rapidinho apareceu a apelação com essas fake news bizarras que... são compartilhadas sem que pensem meia vez na veracidade delas. Cadê o "tem que ver isso aí" nessa hora?
Duas pessoas foram barbaramente assassinadas (sendo uma delas um provável alvo) e isso não quer dizer nada? Mas um canalha qualquer faz uma montagem, escreve umas baboseiras em mau português e todo mundo acredita e compartilha.

A desonestidade absoluta é o fator determinante. São iguais e dizem o que todos querem ouvir e acreditar. No mundo de ódio dessa gente, só serão aceitas mentiras, fakenews e factoides para satisfazer sua fúria.

Ailton Lopes disse...

Lola, preciso falar com você.
Se puder, me contacte. Bjo.

lola aronovich disse...

Ailton querido, respondi seu email. Pode me ligar, Ok? Estou hoje em casa o dia todo... trabalhando.

=)= disse...

Costumo postar links do e-farsas e boatos.org sempre que me deparo com notícias falsas, por mais "inofensivas" que aparentem ser, enfim, sou o "chato dos desmentidos". Dificilmente alguém retruca, nunca ninguém agradece, mas quero acreditar que de alguma maneira minha postura faz com que as pessoas fiquem ao menos com algum receio de postar qualquer bobagem. Aliás, "receio de falar bobagem" e "pensar antes de falar" deviam virar moda, na minha opinião.

donadio disse...

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/mae-de-policial-assassinado-relembra-ajuda-de-marielle-franco-no-caso-foi-imbativel.ghtml?utm_source=twitter&utm_medium=share-bar-desktop&utm_campaign=share-bar

Anônimo disse...

Infelizmente, quem acredita não o faz por ignorância, mas por ódio. Então, nem adianta tentar argumentar com essa gente. No fim, eles fazem mal à sociedade e não a Marielle. Ela está morta. Nenhuma maldade do mundo a atinge. O interesse de esclarecer o crime é da sociedade. Até para impedir que outras pessoas morram assassinadas, inclusive esses que tentam justificar homicídio e agredir mortos.

Anônimo disse...

Quer dizer então que o Psol vai processar quem falar fora da cartilha do Psol sobre a execução da vereadora?

Essa forma de intimidação não vai funcionar.

lola aronovich disse...

Sério que pra vc caluniar e espalhar mentiras sobre uma pessoa é "falar fora da cartilha do Psol", troll das 16:43?



Anon das 16:24, concordo contigo, mas acho totalmente errado difamar uma pessoa morta. Errado e covarde, porque ela não pode sequer se defender. Nada a atinge, mas atinge a família de Marielle. Imagina o que deve ser pra filha dela, que já está sofrendo um monte com a perda da mãe, ler e ouvir que ela é filha de um traficante. Eu tenho muita raiva de gente mentirosa.

Anônimo disse...

Lição de casa feita, foram duas denúncias de bolsominios hoje no instagram. Combatamos todos essas calúnias e difamações infames. A direita não tem respeito pelos mortos, ou comemora a sua ida, ou os usa como meio para defender seus ataques à democracia e aos direitos humanos.

Podem repetir sua mentiras, mas serão marcados como covardes e mentirosos que são.

Anônimo disse...

Inventar boatos sobre pessoa alheia morta não tem nada a ver com falar fora da cartilha do PSOL, caro anônimo desprovido de inteligência. Falar fora da cartilha do PSOL seria afirmar que ela foi assassinada pelas milícia. É nisto que eu acredito e sou a favor da intervenção no Rio. Difamar e caluniar uma pessoa morta não passa de maucaratismo e estupidez.

Viviane disse...

O problema são as "figuras de autoridade" (deputados, juízes, jornalistas) que espalham mentiras e dão exemplo negativo a toda a sociedade.
Sobre o esforço de desmentir, quando eu tinha Facebook também fazia isso. Uma vez arranjei uma briga com uma colega por ter respondido a uma postagem dela com um link do e-farsas. Ela não me perdoou por ter desfeito a "doce ilusão" dela.

Anônimo disse...

Agora, depois de desmascarados, esses criminosos estão lançando uma campanha de difamação ao ao boatos.org, e-farsas e outros sites acusando-os de estarem a serviço da esquerda e que são todos ''comunistas''. O mau cartismo e a loucura dessa gente não tem limites.

=)= disse...

Anônimo das 16:43,
"Agenda do PSOL"; estranho, eu conhecia pelo nome de "Código Penal", mas vivendo a aprendendo.

Viviane,
Antigamente eu até tinha algum receio, mas hoje em dia penso assim: "Se não querem ser desmentidos toda hora parem de postar coisas sem checar toda hora"

Anônimo disse...

O MBL&cia virou uma fábrica de mentiras pra nutrir o ódio dessas pessoas que se alimentam disso. É uma psicose! Perderam até a noção do ridículo a que se sujeitam.

Kasturba disse...

Exatamente por esse motivo que eu não faço mais parte de redes sociais. Ver pessoas queridas pra mim espalhando boatos e mensagens de ódio me fazia muito mal...
Quando eram colegas, eu simplesmente ignorava e cortava o contato com essas pessoas. Mas ver amigos próximos e familiares se comportando como raivosos acéfalos nas redes sociais me fazia muito mal. Não sinto falta nenhuma.

Anônimo disse...

Esses mesmos sites boatos e o e-farsas, já publicaram vários desmentidos sobre fakenews envolvendo o Bolsonaro, por exemplo. Para ver o quanto essa gente que está acusando esses sites de ''esquerdistas/comunistas'' age de má-fé!
Um tipo de coisa que esse pessoal mau caráter não conhece: isenção.
Vejo discussões e rachas na "esquerda" por causa de radicalismos e fake news, essas coisas não são aceitas e nem apoiadas pela maioria.
Já não vejo o mesmo na "direita", parece que nesse lado, quanto mais mentir, quanto mais inventar, quanto mais apoiar medidas violentas e intrusivas na vida particular do indivíduo, quanto mais expuser e desmerecer o adversário com mentiras e difamações, melhor.

Anônimo disse...

Querer transformar a pauta "o crime está atacando democracia de forma direta" (o que eh a mais pura verdade, e por isso mesmo qualquer um a favor do estado demorcratico de direito deve lamentar) numa pauta focada na esquerda me soa uma burrice enorme, mas compatível com o cagoete de mesquinhez sectária da esquerda, que acha que todos os seus são a última barreira entre a civilização e o caos.
Então, de um lado se vê narrativas de "eles não nos calarão" - eles quem cara pálida? A bandidagem ou a direita? Porque fica parecendo que tão inserindo a morte da Marielle na narrativa do golpe. De outro, se vê testes de pureza para participar nas passeatas. Não sejamos burros.


Uma impressão que tive ontem é que uma galera está tentando encaixar a barbárie contra a Marielle Franco como um ataque "do Golpe" contra "o progressismo".

Isso explicaria a hostilidade em não aceitar nas caminhadas quem não for "de esquerda o suficiente". O que é burrice.

É hora de construir pontes, não de morrer abraçado na inutilidade lacradora de sempre. É hora dos grupos de esquerda se encontrarem com os demais partidos civilizados do espectro que não estejam atolados na intervenção (ou até eles) e articular uma reação suprapartidária.

Vi no twitter, concordo e repasso.

alicia

Felipe Roberto Martins disse...

A morte de Marielle representa um pouco da morte do estado democrático de direito no Brasil.

Anônimo disse...

Espero que achem logo que matou esta vereadora, antes que digam que foi o Bolsonado a mando do Trump.

Rafael Cherem disse...

Acompanho sites de esquerda diariamente,e creio que só aqui ouvi falar dela em vida,assim mesmo no período de eleições,já Bolsonaro e outros trogloditas são citados à exaustão.Será que não é o momento de deixar de repercutir esses idiotas nos espaços esquerdistas?

Rafael Cherem disse...

A direita brasileira é CONTRA os direitos humanos,e deu TODOS os golpes no Brasil;quando aprender os valores da democracia talvez seja possível dialogar.Por enquanto é luta.

Manoela disse...

Depois que começou a campanha sobre processar as pessoas que estão espalhando calunias nas redes sociais, muita gente raivosa ficou com medinho e ta retirando as postagens fala. Depois alegam que não sabiam que era mentira. Como assim a pessoa veicula uma noticia sem saber a sua veracidade?...

donadio disse...

"Essa forma de intimidação não vai funcionar."

É bom que funcione, para a sua própria segurança. Não tem nada pior do que polícia sem controle.

Dizer que não vai funcionar é como dizer que o Código Penal não vai funcionar. Pode ser verdade, mas não é algo a ser comemorado.

Anônimo disse...

E põe desonestidade nisso

Anônimo disse...

Concordo 100%. O MBL está pior que a extrema esquerda mais desonesta.

Anônimo disse...

Eu sou de esquerda e sou a favor da intervenção por que não acho que milícia estão do lado de ideologia nenhuma. Eles prejudicam o povo. Colocam até toque de recolher nas favelas. O ponto de vista da esquerda só é válido na denúncia do abusos policiais com os cidadãos da favela. Esses abusos também precisam acabar.

Anônimo disse...

"Não tem nada pior do que polícia sem controle"

Traficantes, assaltantes, latrocidas sem controle são muito pior.

Anônimo disse...

Se a execução da vereadora representa um pouco a morte da democracia do Brasil, então ela - a democracia - já devida esta enterrada.


Em 1988 executaram o deputado estadual José Antonio Dault
Em 1989 executaram a deputada federal por Alagoas, Ceci Cunha
Em 2001 executaram o prefeito de Campinhas, Toninho do PT.
Em 2002 executaram Celso Daniel
Em 2010 executaram o prefeito de Jandira, Walderi Braz
Em 2011 executaram o prefeito de Novo Santa Antonio (MT) Waldemir Antonio.
Em 2011 executaram o prefeito Antônio Cesar de Castro.
Em 2011 foi suicidado o prefeito Marcelino Chiarello de Chapecó.