segunda-feira, 30 de maio de 2016

REAÇAS SE APROVEITAM DA COMOÇÃO PARA ODIAR FEMINISTAS

Cartum anti-feminista: Aham, é exatamente assim que o mundo é. 
Esta não é a saída apontada
por feministas para combater
estupros. Mas, se fosse, seria
melhor que a dos reaças
Desde quarta-feira, quando o caso do estupro coletivo no Rio tomou as redes, reaças decidiram que o mal a se combater não era o estupro, e sim as feministas, que combatem o estupro. 
De lá pra cá, reaças se juntaram para falar um monte de besteiras contra feministas. Nada disso é novo, claro. Eles só aproveitaram a ocasião para martelar mentiras na mente de gente que não pensa. Reuni aqui algumas bobagens que foram (e continuam sendo) espalhadas por reaças: 
- Feministas não fazem nada pelas vítimas. 
Clique para ampliar
Aí o Marcelo Freixo decide arranjar uma advogada (feminista) para a menina, e é chamado de oportunista político. Se não faz, é ausente, picareta, hipócrita. Se faz, é oportunista. Logo de cara a direita inteira se pôs a atacar a advogada que, ontem, foi dispensada pela família. Reaças comemoraram, se bem que a verdade é que a advogada foi dispensada porque a menina entrou no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM). Claro, reaças indiretamente comemoram que a garota esteja sendo ameaçada de morte!
- Feministas odeiam os pais. 
Semana passada pegaram no pé da cantora Pitty porque ela escreveu num tuíte: "Parem de relativizar estupradores como 'doentes', 'monstros'. Antes disso tudo, eles são HOMENS, e fizeram pq aprenderam que podiam fazer". 
Nenhum escândalo, nenhuma inverdade. É como eu disse outro dia: estupradores não são alienígenas que desembarcam no nosso planeta e se põe a estuprar terráqueas. Eles são cria nossa, prata da casa. Então não convém chamá-los de demônios, vermes, monstros, doentes etc. Eles são homens. 
Assim como existem (muitos) homens que não estupram nem batem nas mulheres, existem (muitos) homens que estupram e batem. Questionar essa masculinidade, que feministas chamamos de "masculinidade tóxica", é uma tentativa de combater uma ideologia -- que não é natural, é ensinada -- que leva muitos homens à violência. Fingir que esse é um probleminha individual que acomete poucos homens (e que assim que cometem um ato hediondo deixam de ser homens) não resolve. 
Mas esse tuíte da Pitty fez até que criassem uma hashtag contra ela, #processempitty. E os reaças aproveitaram para mais uma vez reforçar uma mentira que sempre divulgaram -- que feministas são mulheres que tiveram um péssimo relacionamento com o pai ou não tiveram sequer um relacionamento. Porque, sabe, feminismo é uma "doença" que tem cura (rola ou ter um filho macho) e tem causa (ser gorda, ter sido estuprada, não ter sido estuprada, não ter pai etc). 
Eu e meu amado pai quase
cinco décadas atrás
Ai, ai. Eu conheço um montão de feministas que adoram seus pais. Eu sou uma. Meu pai foi uma das pessoas mais importantes da minha vida. Eu o perdi quando eu tinha 26 anos e até hoje, 23 anos depois, é raro o dia em que não sinto saudades desse pai tão amado, tão presente em toda a minha vida. Ele era feminista, era de esquerda, e foi uma das minhas maiores influências desde que eu era criança. Então inventem outra, reaças, que essa "teoria do pai ausente" não tem nada a ver com a realidade. 
- Se feministas fossem a favor das mulheres, seriam a favor do porte de armas geral. 
Ahã. Imagina se eu junto um grupo de feministas e passamos a andar armadas. Imagina se a gente passar a atirar em legítima defesa. Tenho certeza que os reaças nos dariam o maior apoio, né?
Reaças estão divulgando fotos
(que podem ser montagens) com
rosto e nome de menor de idade
Até quando há uma vítima comprovada como a menina de 16 anos do estupro coletivo, reaças fazem tuítes assim, divulgando nome e foto de uma menor de idade que está correndo risco de vida. Mas e aí? A vítima posou com armas uns anos atrás. Isso muda exatamente o quê? Se a menina estivesse armada (pode, reaças? pistolas e metralhadoras pra menor de idade também?), ela teria impedido o estupro coletivo? Ela atiraria em todos os 33 caras ou só em alguns? E nenhum dos 33 estaria armado?
Reaças juram que praticamente qualquer estupro é denúncia falsa, invenção de feminazi, mentira de uma mulher que se arrependeu de ter transado. Então pra cima de moi que vocês vão ficar do lado de uma vítima que mata seu estuprador!
- Outros casos não tiveram essa comoção toda.
Felipe e Liana, brutalmente assassi-
nados em 2003
Vi vários reaças falando do terrível caso de Liana Friedenbach, garota de 16 anos que foi assassinada por outro menor de idade, Champinha, e seu grupo, após vários estupros coletivos. Um reaça disse que o caso não teve a mesma repercussão que o estupro coletivo do Rio agora. Olha o nível da besteira! Primeiro que o caso Liana causou gigantesca comoção, tanto que se fala nele até hoje. Segundo que ele aconteceu em 2003, quando a internet ainda estava engatinhando e não existiam Facebook, Twitter e outras redes sociais. 
Reaças também dizem que a esquerda defendeu Champinha, o que é outra grande mentira. Uma ou duas pessoas não representam "a esquerda". Perguntar se Champinha não seria também uma "vítima da sociedade" não tira dele a responsabilidade do ato. Alguém ser contra a redução da maioridade penal não quer dizer que essa pessoa defende menores infratores. Pô, não é tão difícil de entender! Sem falar que Champinha é um péssimo exemplo para mencionar a "impunidade dos menores de idade" porque ele segue internado até hoje. 
- Feministas não falaram nada sobre estupro coletivo no Piauí no ano passado. 
Que mentira! Não só foi um assunto de comoção nacional que gerou "textões" (aqueles que vocês odeiam tanto) de um monte de feministas, como também a senadora Vanessa Grazziotin, por causa do caso, apresentou projeto para aumentar em um terço a pena para estupro coletivo. 
- E se os 33 homens se declarassem mulheres?
Outra besteira que veio à tona com o caso do estupro coletivo: falar de mulheres trans usando banheiros femininos. Pois é, não tem nada a ver com nada, mas quem disse que reaças primam pela coerência?
Talvez o primeiro tuíte nesse sentido tenha vindo da ex-jogadora de vôlei Ana Paula, que continua famosa por ser reaça. 
Mas vi vários outros, inclusive o do ilustrador eleitor do Bolsonaro que foi demitido pelo estúdio. Em excelente posicionamento, a Chiaroscuro Studios anunciou que decidiu "encerrar o relacionamento com artistas não alinhados com valores que, para nós, são absolutamente inegociáveis". 
Pra usar um termo reaça, é de uma "desonestidade intelectual" imensa esse tipo de "dúvida". Pra começar, tá cheio de feminista que é contra mulheres trans usarem banheiro feminino (e nem por isso vocês gostam dessas feministas, não é mesmo, reacinhas?). Eu sou totalmente a favor de mulheres trans usarem banheiro feminino porque mulher trans é mulher, não é homem. 
Fora isso, não acredito que todo homem seja um estuprador em potencial. Mas vale lembrar que existem dezenas de casos de estupro e assédio em banheiros femininos. E, adivinhem? Esses atos criminosos não são cometidos por mulheres trans ou travestis, e sim por homens cis (ou seja, homens que sempre se identificaram e foram identificados como homens). Homens cis não vão se vestir de mulher para assediar ou estuprar mulheres nos banheiros femininos. Eles já estupram e assediam -- vestidos de homem mesmo. Portanto, mais uma vez, se reaça realmente quer combater estupro (o que eu duvido muito, vendo o número imenso de reaças que negam a existência de estupros), vocês estão escolhendo o alvo errado. Não são mulheres trans ou feministas que estupram. São homens! (e, mais uma vez, dizer que quase todo estuprador é homem é diferente de dizer que todo homem é estuprador).
- Feministas estão usando o caso para promover o feminismo.
Não estamos "usando o caso". Estamos revoltadas com a cultura do estupro, e muito antes deste caso em particular. A comoção existe, e sempre há um caso que serve de pontapé, assim como aconteceu com o Nenhuma a Menos, para protestar contra feminicídios na Argentina. Reaças são mesmo muito ruins da cabeça para achar errado realizar protestos contra estupros e feminicídios.
Depois do "feministas querem legalizar o aborto por causa do ego" (by Sara Inverno) e "feministas querem legalizar o aborto para praticar sexo ilícito", temos o "a revolta feminista é apenas por likes". Sério, um publicitário escreveu isso. Depois apagou.
Página no Facebook criada ontem, com o nome completo da vítima 
- Os heróis das denúncias do estupro não são as feministas, são os reaças.
Essa é bem bizarra, mas eu explico. O mesmo reaça que semana passada disse que a masculinidade salvou Ana Hickmann concluiu agora que houve heróis no caso do estupro coletivo -- os reaças zueros que passam a vida atacando ativistas na internet. Sim, segundo o gênio, foi um desses bolsonazis que printou os primeiros tuítes dos caras se vangloriando do estupro e pediu pra denunciar. 
Esse cara aqui, que evidentemente se importa muito com as vítimas.
Mais opiniões do "herói" que faz mais pelas mulheres do que todas as feministas juntas desde a história do mundo (ops, não, esse slogan é pra marca Bolsonaro).
Outro "herói", segundo o reaça, é um misógino obcecado por mim, um que já escreveu que sonha "com o dia em que ainda vou quebrar todos os dentes dessa mal comida", referindo-se a mim, e que é tão stalker meu que disse que observadores aqui no meu bairro (ou seja, ele pôs gente pra me seguir) garantiram que eu estava dando em cima de um homem casado (e não era meu marido! Até hoje não sei de quem eu estava dando em cima). 
Martorelli, "herói" das mulheres há anos
Esse herói chamado Martorelli já na quarta teria levado prints à Delegacia da Mulher no Rio. Um cara tão bem intencionado! Tanto que desde o início ele mudou seu avatar para o nome de "Marmitinha dos 33". Porque, né, esse sim se importa com vítimas de estupro.
Agora todos esses "heróis" estão celebrando que, segundo eles, este caso de estupro que causou comoção não foi estupro. A vítima era mesmo uma vadia, dizem eles. Eles comemoram que um laudo não apontou indícios de violência (porque a vítima demorou dias para fazer o exame) e aguardam ansiosamente o documento do secretário de segurança pública do Rio que pode "contrariar o senso comum". Para eles, será o fim de uma farsa (não foram eles os heróis que a divulgaram?) e o fim do feminismo.
Qual a novidade? Reaças acham que toda denúncia de estupro é mentirosa.
Cristiana Bento, a delegada encarregada do caso, já declarou: "Estupro está provado". O vídeo e o depoimento da vítima provam o abuso sexual. E ainda: "Não foram colhidos indícios de violência, o que não quer dizer que ela não aconteceu".
- A culpada pelo estupro não foi a cultura do estupro, e sim as feministas.
É tanta bobagem junta que não dá nem pra argumentar. Mas eu adoro como reaças dão às feministas muito mais poder do que nós realmente temos. Porque olha só, sem dinheiro, sem programas de TV ou colunas nos jornais a nosso dispor, sem igrejas para espalhar nossa ideologia, já conseguimos causar esse estrago todo! Acabamos com a civilização! Infelizmente, ainda não conseguimos acabar com o machismo. 
Do guru da extrema direita
O ódio contra as feministas virou pauta da direita. Já faz tempo, claro, mas esse ódio pode ser visto claramente no caso do estupro coletivo. Óbvio que isso tem fins políticos: o de tentar enfraquecer a esquerda (pois a enorme maioria das feministas é de esquerda, e a esquerda é feminista -- ainda que muitos de seus membros sejam machistas), e o de mais uma vez atacar as feministas, já que nós incomodamos e os reaças nos veem (corretamente!) como inimigas. 
Tuíte da Sara Winter
Mas é perturbador como reaças jogam baixo. Uma "ex-feminista" disse que os homens se f*deram a vida toda, em toda a história, fazem tudo para dar uma vida segura às mulheres, "e ainda assim vocês reclamam? Vão lavar uma louça!". Pois é, somos muito ingratas com o patriarcado. 
Outra começou um vídeo bradando que é contra os estupradores, mas em questão de segundos ajustou o seu ódio e passou os outros 3,5 minutos chamando feminismo de "movimento de bosta". 
Ela, e o outro reaça que fez "textão", disseram que ninguém é a favor do estupro, que esses caras não existem, que se a gente tem amigos que chegam dizendo que se aproveitariam de uma menina bêbada pra transar com ela, o problema está nas nossas amizades, não na sociedade. Porque, sabe, reaças não falam isso! É tudo invenção nossa! 
Ahn, reaças falam isso até na televisão em horário nobre, e vocês os aplaudem por isso!
Quer outro exemplo de ódio contra feministas? Rayzza Ribeiro, de 22 anos, foi encontrada morta, carbonizada, numa escola em São Pedro, RJ. Ao lado, algumas das mensagens sobre o assassinato da jovem, que era feminista.
Reaças nos odeiam tanto que chegaram a fazer um selo de "Eu luto pelo fim do feminismo" para se contrapor ao "Eu luto pelo fim da cultura de estupro", que muitas feministas e mulheres em geral colocaram em seus perfis. Que bom que vocês lutam por alguma coisa, reaças.

P.S.: Ontem gravei um breve vídeo sobre o caso para o Fantástico, mas imagino que não tenha ido ao ar, porque o enviei tarde, já que estava viajando. De todo modo, se alguém quiser ver o vídeo, está aqui. Não deixei os comentários abertos porque não quero receber mais um monte de insultos e ameaças, além de justificativas pro estupro da menina. 
Post de um major
P.S.2: O Labic fez uma análise interessante sobre como funcionou a rede de denúncias e solidariedade no Twitter, referente a este caso. Fico feliz por ter sido citada.
UPDATE: E o que sempre nos dizem: denuncie! Vá à polícia! Mas esta é a polícia que nós mulheres temos à disposição! Policiais reaças que zombam e expõem fotos de uma menor de idade! É desolador.

86 comentários:

Anônimo disse...

"Logo de cara a direita inteira se pôs a atacar a advogada que, ontem, foi dispensada pela família. Reaças comemoraram, se bem que a verdade é que a advogada foi dispensada porque a menina entrou no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM). Claro, reaças indiretamente comemoram... (...)"

Não foi só a direita. Transativistas têm atacado reiteradamente essa advogada, que foi A ÚNICA PESSOA a sair de sua casa em uma madrugada para acompanhar essa jovem vítima de barbárie sem cobrar um único centavo e que conseguiu mudar o delegado responsável do caso para uma mulher, o que já está fazendo diferença.

De "não é possível afirmar que houve estupro" para:

http://www.brasilpost.com.br/2016/05/30/delegada-estupro-coletivo_n_10208558.html?ncid=fcbklnkbrhpmg00000004

"A delegada Cristiana Bento, titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) afirmou nesta segunda-feira (30) não haver mais dúvida de que a jovem de 16 anos foi vítima de um estupro."

O motivo da "birra" eu não sei, só acho um bocado bizarro que pessoas que fazem uma questão tão extrema de terem seu status de mulher reconhecido façam absolutamente tudo contra quem defende mulheres que não precisam desse reconhecimento. Não somos todas mulheres? É triste ver o que o feminismo tá virando.

Anônimo disse...

Lucas: Lola você deveria conversar com Milo Yannopoulos.

Duplode disse...

"Perguntar se Champinha não seria também uma 'vítima da sociedade' não tira dele a responsabilidade do ato. Alguém ser contra a redução da maioridade penal não quer dizer que essa pessoa defende menores infratores. Pô, não é tão difícil de entender!"

Não deveria ser... tem muita ideologia nessa suposta necessidade de escolher entre entender uma situação em termos de "indivíduo" ou de "sociedade" -- as duas coisas obviamente existem ao mesmo tempo!

Anônimo disse...

Juridicamente esse caso é complicado. Muito difícil individualizar a conduta de 33 pessoas bêbadas e drogadas. Tá com enorme cheiro que não vai dar em nada, essa é a realidade. Reaças vão dizer "tá vendo".

Anônimo disse...

Querida, toda mulher precisa desse reconhecimento. TODAS
Feminismo não é por algumas não. É pra todo o gênero feminino. E de quebra ainda ajuda o masculino que em muito menor grau também sofre com a imposições de papéis na sociedade.
O problema é que a esmagadora maioria se recusa a ver isso.

Kate disse...

Boa, Lola. Sempre uma voz lúcida no meio de tanta insanidade.

Uma coisa me surpreende muito. Aliás, me surpreende além de toda piadinha e escárnio de alguns: o cinismo dos reaças mais maduros, mais velhos. Os adolescentes a gente até entende, apesar de achar absurdo, mas esses caras que sabem bem como o mundo funciona e ainda dissimulam horrores pra 'individualizar a culpa' e achar soluções 'mágicas' como o armamento de mulheres (sem levar em consideração o contexto no qual o estupro está inserido, faixa etária de maior parte das vítimas, perfil majoritário dos autores e etc) para calar o debate sobre cultura do estupro e manter o mundo assim, exatamente do jeito maravilhoso que está. Eu tenho asco!

2) Comentário inoportuno, mas eu não poderia deixar passar: A Sara Inverno não se poupa jamais, hein. Barbaridade! Já não é vergonha o suficiente pra 23 anos, meu Deus. Ela deveria tomar um chá de sumiço e ir criar vergonha na cara.
Enfim, bjo Lola. <3

Anônimo disse...

o que esta acontecendo é o seguinto,as mulheres não estão se valorizando. mulher não tem que esperar homem valoriza-la. ela é que tem qu se valorizar! seu corpo suas regras? ok! mas use o com sapiência, o que mais tem por ai é homem que não presta o famoso ''so to comendo''
e justamente esse tipo de cara que infelizmente acaba sendo traado como príncipe encantado.

Anônimo disse...

a) Lola sou sua fã seu texto é um bálsamo no meio de tanto ódio.

b) Eu tenho acompanhado o caso nas redes sociais a vítima virou ré estão culpando as feministas o funk as drogas mas os homens que praticaram a violência não estão sendo responsabilizados.

c) Lola eu sei que estamos vivendo tempos difíceis mas gostaria de sugerir um texto sobre a nova miss São Paulo ela é negra seria um sopro de leveza

Anônimo disse...

E isso tem a ver com o post porque... Ah é, não tem nada a ver.

titia disse...

Ou seja: pra esses bostas se for mulher você está errada. Seja de direita seja de esquerda, seja feminista seja machista, seja conservadora seja liberal, se você tiver dois cromossomos X, seios e vagina você está errada. Uma menina de 16 anos foi estuprada e exposta na internet, mas a solidariedade deles é com os estupradores, ao ponto de perseguir e atormentar a vítima. Ao invés de protestar contra a impunidade ficam difamando feministas na internet-enquanto eles mesmos não fazem absolutamente nada pra ajudar as mulheres. Ora, vão se foder todos vocês seus vagabundos misóginos! Vocês não são e nunca foram os heróis das mulheres, vocês são apenas a turba de merdas que mereciam ter o pau arrancado com alicate e serem obrigados a engolir depois pra não falar mais bosta.

Anônimo disse...

Esses comentários de reacionários que coloca a culpa na vítima,tenta justificar o estrupo de alguma forma ou faz piada da situação, sao de pessoas que no fundo, acham bom quando a mulher é estrupada.Para esses infames sem empatia, fica claro que mulher é bom mesmo quando está submissa ao homem( mesmo em situacoes assim).

Oque me entristece ainda mais é que esses trastes vão ser obrigados a votarem em algum candidato politico nas eleiçoes que virao neste ano, e em 2018.E adivinhar que tipo de politico eles votarão: Jair Bolsonaro e dementes como ele; tornando o país cada vez pior.

Anônimo disse...

Tá ridículo mesmo, Lola. Mascus estão mais revoltados com o que as feministas dizem sobre estupro, do que com a suspeita de estupro. Como eu disse para um homem: " você não tem que se sentir ofendido pelo o que as feministas dizem, tem que se sentir ofendido por estupradores serem homens assim como você"
Também fico indignada com comentários de mulheres apoiando discursos machistas. será que não percebem que um dia pode ser elas as vitimas e milhares de pessoas justificando por que elas foram estupradas?
Essa "moral" que muitos brasileiros dizem ter é um nojo!

Anônimo disse...

O feminismo me ensinou que eu tenho que valorizar meus estudos, principalmente se faço faculdade, algo que foi tao batalhado pelas mulheres. O feminismo me ensinou a amar e ter respeito pelo meu corpo, de não objetifica-lo ou vulgariza-lo para servir de bonequinha para o sexo masculino. O feminismo me ensinou que posso querer ou não ser mãe, e que caso sim,(como o meu) tenho direito de não aceitar violencia obstretica. O feminismo me ensinou a perceber o meu proprio valor.

Anônimo disse...

Uma coisa que não vi ninguém discutindo sobre esse caso é como tal comportamento é considerado "natural" dentro das comunidades carentes.

http://oglobo.globo.com/rio/moradores-da-praca-seca-protestam-contra-acusacao-de-estupro-coletivo-19400444

http://oglobo.globo.com/rio/ela-voltou-na-comunidade-ainda-ficou-de-safadeza-diz-suspeito-de-envolvimento-em-estupro-coletivo-19403481

O fato só é visto como estupro "no asfalto". Isso deveria ser mais debatido, e a importância do empoderamento das mulheres moradoras das comunidades carentes.

Anônimo disse...

Isto é discurso de ódio contra todo gênero masculino, jogando todos no mesmo balaio que poucos estupradores,a cham que somos animais que precisamos sermos domesticados . E a grande maioria de homens que nunca estupraram nem pensam e estuprar alguém ?

Anônimo disse...

O que deveria valer para um artista em uma agência de desenhistas e o seu talento e não patrulha Ideológica sobre suas opiniões na vida privada>
Logo eles vão começar a rescindir contrato de desenhistas cristãos por considerarem o Cristianismo "homofóbico e misógino"
Cuidado artistas, a patrulha ta a solta e não importa o quanto são talentosos, mas sim se pensam igual o chefe e suas donas.

Anônimo disse...

Leia a nota de Allan Goldman:

"Estou sendo vítima de censura. Se você ler meu post, verá que não faço apologia à violência muito menos ao estupro. Aliás, o estupro nem era o objeto do meu questionamento. Eu fiz uma crítica à ideologia de gênero. Levantei uma questão sobre a relativização moral e judicial que poderiam advir da ideologia de gênero.

Insinuar que eu fiz apologia à violência ou ao estupro é de uma má-fé tremenda. O que acontece é que estou sendo vitimado por uma gangue de "Social Justice Warriors" que não sabem lidar com a opinião alheia, agridem seus opositores da maneira mais baixa e vil possível. No fim o fato de eu ter sido alvo dessa gangue é por causa do meu posicionamento de direita, contra a ideologia de gênero, o socialismo e por eu defender abertamente o candidato à presidência Jair Bolsonaro, que os esquerdistas tanto odeiam.

Aos montes de militantes de esquerda que não sabem o significado de democracia e tentaram me prejudicar fazendo lobby para que eu fosse demitido, digo que fiquem tranquilos pois a Chiaroscuro representava apenas uma parte menor dos meus trabalhos e eu continuarei conseguindo me sustentar sem a ajuda do Deus Estado que eles tanto amam."

Anônimo disse...

Foi preciso trocar de delegados duas vezes para apareceu ma que aceitasse a 'materialidade ideológica do caso'
Durante uma investigação de dias a antiga equipe de policia no caso afirmou que não poderia comprovar a materialidade do estupro por o depoimento da menor ser todo contraditório, e haver indícios de consentimento. Dai uma delegada em duas horas de caso define 'foi estupro sim"

Anônimo disse...

E os reaças continuam avançando. Agora o Eduardo Bolsonaro quer criminalizar os movimentos sociais de esquerda.

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=DBDCC2B4E4B4E43F970DE98C262FE998.proposicoesWeb2?codteor=1460579&filename=PL+5358/2016

Anônimo disse...

Lola levando-se em conta que graças ao feminismo mais e mais mulheres estão despertando para a resistência opressora do machismo, e por consequência ficando mais intolerantes com homens machistas(99%) que se recusam a mudar. na sua opinião como seria o futuro da relação heterossexual na sociedade?

Anônimo disse...

para combater o estupro e preciso punição.
para combater a cultura de estupro e preciso educação.
mas como combater a cultura de estupro se a educação feminista não chega e não surte efeito em quem estupra, homens.
Como levar o feminismo ate os homens se ate mesmo muitas de nós feministas nos posicionamos contra homens no feminismo e afiramos que o feminismo e "um movimento de mulheres, para mulheres, e pelas mulheres?

A conta não fecha.

Thomas disse...

Eu não sei como vocês ainda acreditam que esse estupro realmente aconteceu. Já tem evidências mais que suficientes que comprovam que não aconteceu. O problema é que a mídia adorou essa história e vai tentar lucrar com esse circo até onde for possível.

Escrevam o que eu tô dizendo: não houve estupro. A verdade virá à tona cedo ou tarde, mas até lá gente inocente vai morrer por causa dessa merda e todas vocês que estão santificando essa moça serão responsáveis por isso.

E não é como se fosse a primeira vez que gente é acusada injustamente de estupro. O caso da "Escola Base" taí pra comprovar que histeria coletiva só serve pra destruir vidas.

Anônimo disse...

https://fbcdn-photos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfa1/v/t1.0-0/s526x395/13267972_1017955674954291_7435697838251804959_n.jpg?oh=b320fcb15c2aa6501b85b0901c1ad0a3&oe=57D28B8C&__gda__=1474046727_7bc7ad5e9c7f74031c4158ec5b0497a5
Vejam esta jovem da foto no link acima por gentileza.Pois é, bem bonita ela né? 16 anos, ponderada, educada, obediente aos pais, estudiosa, orgulho da família, exemplo para amigos e conhecidos, não tinha fotos com traficantes(As fotos com fuzil eram da menina mesmo Lola, tiradas do perfil dela, se duvida você não conhece a realidade da cultura de estuopro chamada "baile de favela" enme a conduta das chamadas "marias Fuzil"), não tinha fotos com armas, nunca disse que subiria na favela pra dar pra vagabundo, nunca fez bacanal em troca de drogas, e enfim, ela também tinha passado no vestibular e queria ser médica. E iria ser... Se infelizmente não tivesse a vida interrompida por nada. Foi assassinada. Eu não vi essa mobilização geral, essa revolta geral das feministas, esse ódio à quem se opõe contra, não vi nada disso, não vi a mídia em cima, não vi matérias sobre o caso, foi algo absolutamente normal. Foi só mais um caso. Foi só estatística.

Anônimo disse...

lola é claro que o estupro está comprovado, qualquer delegado falaria isso pra não ser criticado como o outro foi. tem que ter um fim, mas lembre-se a justiça não trabalha com meias verdades muita água vai rolar e pode ter certeza vai sobrar pra preto da favela que nada tem a ver com isso. e outra, já estão indo no morro e agredindo pessoas pra assumir um crime que na visão de alguns nem foi um crime, quando na verdade é muito comum essas orgias no movimento funk aqui no rio de janeiro.

Anônimo disse...

Realmente, o caso pode ser perfeitamente enquadro como crime ideologicamente forçado, né migs? Pq é sabido que ser fudida por 30 homens ou mais é o desejo de toda mulher, né?
Saimos livres, leves e saltitantes depois de uma experiencia humilhante como essa, né?

SÓ NA CABEÇA DE UM MERDA COMO VC isso pode ser vdd.

Anônimo disse...

Thomas bostejando. Por que será que não me surpreendo?

Anônimo disse...

Colocar a nota dele sem o que ele falou fica facil, né champs?

Porra! Ele relativizou sim o estupro e fez pouco causo em nome de quê?
Ideologia de genero foi só o pano de fundo pra ele destilar a misoginia dele.

Anônimo disse...

Calma aí. A tendencia geral é s pessoas pararem de se reproduzir. Muitos países estao com a taxa de fecundidade beirando a nao renovacao populacional, entao daqui a pouco simplesmente naos vai existir mais homens e mulheres para se relacionarem. Cheers.

Anônimo disse...

“Se ela estivesse estudando isso não aconteceria!”
Menina estuprada em escola de São Paulo reconhece agressores

“Se ela estivesse na igreja isso não aconteceria!”
Jovem é estuprada dentro de secretaria de igreja em Brasília

“Se ela estivesse em casa isso não aconteceria!”
Morre jovem encontrada com sinais de estupro dentro de casa na Zona Norte

“Se ela estivesse trabalhando isso não aconteceria!”
Jovem é atacada e estuprada a caminho do trabalho

“Se ela tivesse um namorado fixo isso não aconteceria!”
“Meu namorado me estuprou por um ano enquanto eu dormia”

“Se ela fosse mais família isso não aconteceria!”
Adolescente com deficiência física é estuprada pelo tio em RR

“Se ela fosse menos ‘puta’ isso não aconteceria!”
Menina (de 1 ano e meio) morta em igreja foi violentada

“Se ela tivesse mais cuidado isso não aconteceria!”
Jovem é estuprada em estação do Metrô de São Paulo

Anônimo disse...

Com consentimento = orgia;
Sem consentimento = crime.

Mais desenhado que isso só entrando no mobral.

Anônimo disse...

Lola, eu tenho notado que o número de reacionários aumentou demais nos últimos meses. Aqui você acha que isso se deve? Será que é porque agora assumiu o governo reacionário e eles resolveram sair do armário?

Não entendo porque o número tão grande de reacionários. Você também acha que eles cresceram? Ou é apenas impressão minha? Sinto que estamos retrocedendo muito.

Anônimo disse...

21:17:
Feminismo tem que ser para mulheres e entre mulheres mesmo. Um porto seguro para mulheres se apoiarem e se empoderarem, se fortalecerem. Homens podem apoiar mas a uma distância segura. Homens conscientes sabem disto, sabem que tem uma aparência e uma postura social por mais desconstruída que seja predadora para uma mulher.
E e verdade feminismo não faz uma diferença profunda no homens, em alguns poucos caso faz efeito sim mas superficial pode-se notar, então como vamos combater o machismo nos homens? Pelo escracho, fortalecendo e emponderando tanto a nos mulheres que qualquer atitude machista, mesmo que seja disfarçada de masculinidade que e a mesma coisa vai sim ser escrachada por uma sociedade feminista, isto faz efeito a medida que os homens sintam tanta vergonha de seus comportamentos que ou mudam ou não terão mais relacionamento com mulheres, e todos sabem que home e um ser puramente passional apesar da mascara que racional que tentam usar na maioria das vezes. Mulheres vivem numa boa sem homens, depois de uma certa idade, apos os 35 eu noto pro varias amigas e conhecida que ate preferimos distância da companhia masculina, quase a totalidade dos divórcios nesta faixa etária e pedido por mulheres. Homens como seres limitados e imaturos por natureza machista sentem muita falta de uma "cuidadora' se sentem deprimidos sem uma companhia masculina, então porque não usarmos isto a nosso favor na desconstrução de uma sociedade machista.Eu acho muito valido, vivemos em uma sociedade desigual para nós, então devemos usar tudo o que pudermos a nosso favor.

Anônimo disse...

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/05/1776514-manifestantes-fazem-protesto-no-rio-e-dizem-que-nao-houve-estupro.shtml?cmpid=fb-uolnot

Fabianaaaa disse...

Se uma "moça direita e de família" aparecesse num vídeo inconsciente e um cara estivesse transando com ela, vocês iriam atrás do passado dela para ver se existiu motivo? Acredito que não né! Nesse caso só um cara basta para vocês, homens direitos, se indignarem. Por que com essa garota de 16 anos tem que ser diferente? É a mesma coisa! Vocês estão culpando a vítima e passando a mão na cabeça dos bandidos para fazerem novamente e exporem na internet. Se essa mesma garota "vadia" dissesse que ia dar pra todos vocês defendendo o crime, e no meio do ato, ela ficasse inconsciente, vocês continuariam transando com ela? Se fosse uma garota que vocês consideram atraente, fariam isso? Se ela quisesse dar só pra você? Se quem quer que estivesse transando com você, seja a mulher dos teus sonhos ou uma "puta de quinta" ficasse inconsciente no meio do ato, vocês continuariam penetrando-a? Se sim, por quê? Se não, por quê defendem esses bandidos? Porque ela sabia onde estava se metendo e só por isso eles podem transar com alguem inconsciente e postar na net sempre que quiserem? Se vocês fariam o mesmo que eles, dá pra entender porque estão defendendo. Pq não levam esses vagabundos pra casa e dão leite e biscoitinho?

Fabianaaaa disse...

Quero ver ele argumentar contra isso agora.

Fabianaaaa disse...

Nunca ouviu falar de inseminação artificial pelo visto

Anônimo disse...

- Feministas não fazem nada pelas vítimas.
Bom, como já foi demonstrado no artigo e pela comentarista: "essa advogada, que foi A ÚNICA PESSOA a sair de sua casa em uma madrugada para acompanhar essa jovem vítima de barbárie sem cobrar um único centavo e que conseguiu mudar o delegado responsável do caso para uma mulher". Se isso não for nada, quem é q fez alguma coisa? O delegado corrupto afastado do caso?

- Feministas odeiam os pais
Não posso dizer por todas, a Lola disse q ama, mas o ponto aqui é o seguinte: omens são sempre os responsáveis por esses tipos de crime, o desprezo à essa raça é normal e compreensível, nesse momento eu apoio todo sentimento misândrico, pq ele não é a toa. E mais... não sei pq a direita machista tá falando de pais ausentes, se são os próprios (omens) machistas quem fazem questão de não serem presentes. Omens não gostam de serem pais, e quando são, evitam participação, isso nenhuma mulher impõe, é o próprio omen quem escolhe, eles apontam um problema (ausência paterna) q eles mesmos praticam e ainda jogam a responsabilidade pra cima de nós, mulheres e feministas, são uns cínicos e hipócritas

- Se feministas fossem a favor das mulheres, seriam a favor do porte de armas geral
Kkkk, essa é a melhor, bom, pra começar, a menina portava fuzis (pelo menos é o q mostra a imagem alterada ou não), mas isso ajudou ela em quê???? Aliás, estão julgando ela por isso, pq portava arma, mas arma não era solução??? Então pq julgá-la por portar arma, se porte de arma é a solução? No caso dela, obviamente, o porte de arma não foi solução nenhuma e nem seria pra qualquer outra garota menor de idade. Só mais um exemplo da hipocrisia e da psicodelia argumentativa da direitalha

- Outros casos não tiveram essa comoção toda.
Já explicado no post, sem mais reiterações e 21:25, toda a minha solidariedade à esta vítima, mas um caso bárbaro não anula o outro. Não adianta ng reclamar de um caso q é menos divulgado na imprensa q o outro, pq isso é normal, depende da ocorrência e do tempo q acontece, esse fato especificamente foi um caso bárbaro envolvendo ESTUPRO COLETIVO DE 30 OMENS, à atenção à essa fatalidade NÃO É desmedida

- Feministas não falaram nada sobre estupro coletivo no Piauí no ano passado
Tb exposto perfeitamente no artigo, eu mesmo me lembro em como esse caso foi extremamente promovido e a comoção q gerou, então menos reacinhas, bem menos

- E se os 33 homens se declarassem mulheres?
Seriam pres"a"s do mesmo jeito, ou mulher estupradora é isenta do código penal??? Essa é uma das maiores falácias espalhadas pelos direitalhos, puto q fugiu, esse tal do alan não sei o quê (nunca ouvi falar dele) é um vitimista otário q teve o q mereceu, e aliás, foi dispensado por uma empresa privada, e não é a direita q defende essas instituições de agirem como bem entendem??? Ora, o cara teve total liberdade de emitir a falácia q ele quis, a mesma liberdade teve a empresa PRIVADA de demiti-lo e MUITO BEM FEITO, otário, agora vá espalhar falácia e vitimismo na casa do c%ralho

- Feministas estão usando o caso para promover o feminismo
O mesmo eu diria sobre o bolçoMERDA em estar se promovendo em cima disso (ele nunca perde uma oportunidade de se promover, é um oportunista de quinta) com a bostética e anticonstitucional ~castração química~ (q diga-se de passagem é PENA BRANDA, e as pessoas agem cinicamente como se já não existisse punição severa -extra-oficial- pra esse tipo de criminoso, vcs sabem muito bem do q eu tô falando)

CONTINUA...

Anônimo disse...

CONCLUINDO...

- Os heróis das denúncias do estupro não são as feministas, são os reaças
Aham, com certeza, "divulgaram" a notícia do estupro, nossa, quanta contribuição, deixou a advogada Eloisa -que foi A ÚNICA PESSOA a sair de sua casa em uma madrugada para acompanhar a vítima sem cobrar um único centavo- no chinelo, muita obrigada reaças, muito obrigada tb pelas piadinhas de mal gosto, por culparem a vítima, por tentarem justificar a bárbarie e acharem q ela merecia (pq era uma favelada) e depois descreditá-la e duvidarem do abuso. Vcs ajudaram muito "divulgando" o crime nas redes sociais pra depois caçarem motivos pra duvidarem do ato, muita obrigada MESMO, seus lixos

- A culpada pelo estupro não foi a cultura do estupro, e sim as feministas
Claro né, e depois não gostam quando generalizamos os omens, sendo q é fato, 99,9% dos abusadores sexuais são omens, mas né, não podemos generalizar, a culpa de 99,9% dos abusadores sexuais serem omens é do feminismo. E sobre aquela falácia do Gunnar Paulo: ai que preguiça, será q eu deveria salientar q a maioria dos casos de abuso acontecem em casa, em famílias tradicionais e em igrejas? Q preguiça desse moleque posar de "santinho", nem parece q banca o ~pegador~ e assiste pornô de estupro na internet. Até pra posarem de -santos do pau oco- os maxos deram tb? Contem outra

Pronto, falei tudo q estava entalado na garganta, ter q lidar com esse tipinho de gente é um saco, mas a luta continua, mulheres não se intimidem, vamos nos manter ainda mais unidas, lutar por políticas públicas, educação, punição e tudo o q for mais preciso pra combater a cultura do estupro, o machismo e o patriarcado. Não se deixem levar por essas falácias e baboseiras dos reaças, isso não é nada, o pior quem teve que passar foi essa garota (e quantas outras mais?), eles vão ter q nos engolir, como sempre tiveram, pq todos sabem q estamos no caminho certo

Denise disse...

Mais uma vez um excelente post, Lola! Eu te admiro muito por seguir nessa luta contra os mascus e reaças, porque vou te dizer, a internet está difícil de engolir nos últimos tempos. Eu fico extremamente triste e desanimada cada vez que leio algo sobre esse caso e já não tenho mais forças de discutir, denunciar páginas no facebook, tentar conscientizar. Parece que estamos enxugando gelo…

Fabianaaaa disse...

Pra vcs verem, tem gente que coloca até criminoso antes da mulher.


Vamos ver quem é pior:
Garota de 16 anos, participava de orgias em favela, tirou várias fotos com fuzil, viciada em drogas, mãe solteira de uma criança de 13 anos

Os "33": traficantes de droga, transam com garota inconsciente e jogam na net, possuiam varios fuzis (alguem ja viu traficante de morro que não tem?), provavelmente já usaram matando alguem tambem (eles não usariam os fuzis pra tirar foto que nem a garota, usariam?)

Vão lá passar a mão na cabeça deles, tá, galerinha mascu?

Vão lá proteger esses 33, levem pra casa e digam a eles como vcs acham injusto o que eles fizeram ser considerado um crime. Digam para eles que a menina sabia onde estava se metendo. Digam que é muito legal meter numa vagabunda enquanto ela está inconsciente e que se não fosse a divulgação do video e as feminazis que viram, não seria considerado crime, pq a vadia não ia denunciar. Na hora do bla bla bla é simples, quero ver aplacar essa injustiça que só vcs veem levando pra casa.

Fabianaaaa disse...

criança de 3 anos*

Anônimo disse...

Um dos lixos humanos presos hoje, teve a cara de pau de afirmar que "os ativistas que transformaram o que aconteceu em estupro". Por sinal, o mesmo lixo que estava rindo de orelha a orelha quando depôs no sábado. Até onde chega a o mau caratismo!

Anônimo disse...

Ta ai o link para quem duvidar http://glo.bo/1O0UwBw

Luiza Bairros disse...

A ultima publicaçao que a B. tinha no facebook era de 2011. Com a polêmica ela desativou o face. As fotos segurando fuzil nao sao dela.

Anônimo disse...

* Sexo SEM consentimento é estupro!!! Mesmo dentro de um casamento. Até aqui ok, todo mundo entendeu?
* O fato da dela estar envolvida com traficantes e com o trafico em si muda a afirmação acima? Nãããão! Ela deveria ser estuprada por isso? Nãããão!!!
* Ela foi estuprada? Não se sabeeee por isso esmiuçamos o caso, isso é defender o estupro? Nãããão!
* SE ela não foi estuprada qual foi o crime neste caso? Divulgação de imagem sem permissão... criiiiimeeee...
* Ela e todos os filhotes de satanás envolvidos deveriam ser presos por envolvimento com o tráfico? Siiiim!

Questionar o caráter da guria, fazendo um paralelo com o rumo da sociedade e ideologias aqui presentes...
Não quer dizer que estamos defendendo o estupro e muito menos dizendo que ela mereceu.

roberto quintas disse...

Eu estou tentando não ficar com o estômago embrulhado, mas essa resposta de machistas e masculinistas era esperada. eu tive o desprazer de encontrar uma página dessas, que divulga matérias tendenciosas, distorcidas, senão mentirosas, difamando o feminismo e mostrando que a mulher que é o gênero privilegiado, típico desses reacionários fascistas masculinistas: http://7uvw.xyz/ladodireitodaequidade/ esse ser abjeto tem outras páginas e eu não sei como denunciar e/ou banir/bloquear. esse ser é tão abjeto que usa um redirecionador de link e deve usar um perfil falso nas redes sociais. muuuito macho...

Anônimo disse...

Concordo com o anônimo das 07:43. Inegavelmente houve crime na gravação/exposição e neles tocarem nela desacordada (o que é um estupro, segundo a lei), e devem ser punidos por isso.

Se houve mesmo o estupro coletivo por 33 pessoas? Acho cedo pra dizer, a adolescente se contradisse em alguns pontos, nas entrevistas que deu, e acho que a polícia deveria averiguar com muita cautela isso. É algo com uma repercussão grande demais pra se confiar cegamente.

E por mais que o delegado anterior tenha errado, honestamente não achei que perguntar se ela tinha hábito de fazer sexo grupal era algo ofensivo. A polícia precisa averiguar todas as hipóteses.

Anônimo disse...

Digo e repito: se dependesse de alguns reaças a vítima também seria criminalizada penalmente pelo estupro. Afinal, ela acabou com a vida do pobre omi que só queria sexo.

Sugiro à reaçada, que vive dizendo que a esquerda é que tem bandido de estimação, pegar esses 33 senhores e levá-los para casa, alimentá-los, dar nescau com biscoito e colocar na caminha pra dormir com uma canção de ninar.

Anônimo disse...

Não entendo.

Os caras que apoiam pena de morte para estupradores defendendo os estupradores e culpando a vítima.

?????

Luiza Bairros disse...

vamos lá, anônimo das 7:43. o estupro foi filmado. há vídeo dela desmaiada com a vagina sangrando. entendeu? vídeo.vídeo.

e como em outros casos de estupro, quem está sendo julgada é a vítima. seu comentário faz isso. quem disse que ela estava associada com o tráfico? corrente de whatsapp? comentários de facebook?
as fotos com fuzil nem são dela. a foto em questão ilustra esta música e está disponível desde de 2015. http://mp3.soundtake.site/download/209317058/maykinhodoytb-montagem-terror-da-upp-e-o-comando-2016-dj-rn-da-nh

mas como eu disse quem está sendo julgada é a vítima: ela é acusada (por vc inclusive) de associação para o tráfico. de passar a localização dos policiais para os traficantes. de haver dito que ia dar pra mais de 50. de ser ela nas fotos com armas. etc etc.
ela que está sendo jogada aos leões, tendo a vida devastada. ela, a vítima. e é o que sempre acontece com vítimas de estupro. a vítima é julgada como se ela houvesse cometido um crime. ocorreu isto no bbb tbm. isto, meu caro, é a cultura do estupro.

Cesc Biavati disse...

A própria impunidade levaria a cultura do estupro. Mas como há culturo de estupro se temos leis que condenam o estupro tanto comum quanto o praticado contra vulneráveis, bem como todo um repúdio desse crime pela sociedade, até mesmo dentro da cadeia pelos bandidos? Não existe cultura do estupro, mas a permissividade e a banalização da conduta quanto ao crime em si (não essas besteiras como assobio ou flertes) leva, de fato, à uma cultura de estupro. Países que possuem essa cultura são, em geral, os islâmicos e os africanos que, condenam, além disso, a conduta ou comportamento da mulher. Se for uma adúltera, por ex, está mais que certo ser estuprada. Parece que até o marido é isento de pena nessas situações.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/05/1776581-em-conversa-delegado-diz-ter-fortes-indicios-de-que-nao-houve-estupro.shtml

Isso me faz lembrar o caso curioso da ESCOLA BASE. Acho que vocês não se lembram, mas uma rápida "googlada" aí vão refrescar a memória...

Rafael Cherem disse...

De um lado tem a cultura do estupro,mas o combate a mesma não pode fazer-se a revelia do devido processo legal, do contrário o resultado é justamente a impunidade.

Anônimo disse...

10:10

O seu inútil, vc vem falar q "não existe" cultura do estupro, mas duvidando do fato ocorrido em q HOUVE ESTUPRO? Vc é retardado? Já está COMPROVADO q houve estupro, e vc postando esses links do delegado corrupto afastado do caso

Sério q querem q acreditemos q não existe uma cultura do estupro com vcs agindo cinicamente pra defender bandido estupradores???

"vamos lá, anônimo das 7:43. o estupro foi filmado. há vídeo dela desmaiada com a vagina sangrando. entendeu? vídeo.vídeo.

e como em outros casos de estupro, quem está sendo julgada é a vítima. seu comentário faz isso. quem disse que ela estava associada com o tráfico? corrente de whatsapp? comentários de facebook?
as fotos com fuzil nem são dela. a foto em questão ilustra esta música e está disponível desde de 2015. http://mp3.soundtake.site/download/209317058/maykinhodoytb-montagem-terror-da-upp-e-o-comando-2016-dj-rn-da-nh

mas como eu disse quem está sendo julgada é a vítima: ela é acusada (por vc inclusive) de associação para o tráfico. de passar a localização dos policiais para os traficantes. de haver dito que ia dar pra mais de 50. de ser ela nas fotos com armas. etc etc.
ela que está sendo jogada aos leões, tendo a vida devastada. ela, a vítima. e é o que sempre acontece com vítimas de estupro. a vítima é julgada como se ela houvesse cometido um crime. ocorreu isto no bbb tbm. isto, meu caro, é a cultura do estupro."

Anônimo disse...

10:10 seu imbecil, cultura do estupro não se resume à código penal, e sim principalmente em como a sociedade encara os casos de estupro: sempre deslegitimando a vítima, duvidando dela, buscando formas de difamá-la e se apoiando em especulações de autoridades desmentidas, como vc acabou de fazer linkando a notícia do delegado AFASTADO e corrupto. Sendo q o abuso já foi COMPROVADO. Essa é a cultura do estupro

"* Ela foi estuprada? Não se sabeeee por isso esmiuçamos o caso, isso é defender o estupro? Nãããão!"
Isso já se sabe seu verme, já foi comprovado

Questionar o caráter da guria é defender os bandidos e subjetivamente dizer q ela mereceu sim, seu lixo, aliás, já disseram q ela mereceu e sem precisar rodar cinicamente em argumentos estapafúrdios, não seja hipócrita

Mas não, não existe cultura do estupro, aham

Anônimo disse...

http://jornalggn.com.br/noticia/a-noticia-continua-sendo-estuprada-para-nao-atrapalhar-as-manchetes

A melhor matéria sobre o caso.

Anônimo disse...

"Se 1 mulher for estuprada na cidade e não gritar suficiente, deve ser apedrejada até morrer" (Dt 22:23-24)
"Se 1 mulher for estuprada no campo, então ela deve viver" (Dt 22:25)
"Se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar uma quantia ao pai e casar com a estuprada" (Dt 22:28-29)

A bíblia defende formalmente o estupro

Cesc Biavati disse...

Não adianta você colar parte da Sagrada Escritura totalmente descontextualizada. Além de não ter conhecimento bíblico nenhum, faz igual esses neo-ateuzinhos toddynho: Cola o que lhe convém. Let-me explain to you:

Você colou passagens descontextualizadas do Velho Testamento, em especial, do quinto livro da Bíblia. Conforma a posição e argumento da Igreja Católica, não é essa a correta interpretação. Você citou porcamente interpretações da passagem original que não diz com essa seguintes palavras.


Então trareis ambos à porta daquela cidade, e os apedrejareis, até que morram; a moça, porquanto não gritou na cidade, e o homem, porquanto humilhou a mulher do seu próximo; assim tirarás o mal do meio de ti - Deuteronômio 22, 23-24

A interpretação correta é:Este versículo não está falando de estupro e sim de um ato consentido entre uma jovem noiva e um homem. Pelo fato dela ser noiva, já era considerado um adultério, e a alegação de estupro também não seria válida já que ela não reagiu.
A situação que vc descreveu está no versículo 25:
“Se, porém, foi no campo que o homem achou a moça que era noiva, e o homem a agarrou e se deitou com ela, então só o homem que se deitou com ela tem de morrer"


Você não é tão desonesta para desconsiderar à época e o contexto político, social e histórico dos judeus, não é? Desconsiderar isso, aplicando a perspectiva dos dias atuais é muito fácil. Adultério era considerado crime, logo, ambos seriam apedrejados. No caso do campo, o homem seria individualmente apedrejado, caso estuprasse a mulher do amigo em um campo.

Leia mais a bíblia e busque interpretações corretas de teólogos e filósofos com conhecimentos.

Anônimo disse...

Claramente há duas versões para o caso, só poder judiciário vai poder resolver a questão.

Anônimo disse...

Nada contra a Bíblia, até uso a mesma para substituir o papel higiênico as vezes.

Anônimo disse...

Fabi, com ou sem inseminação artificial as mulheres estão escolhendo não ter filhos.
Caminhamos pra extinção. Uhu!

Anônimo disse...

"Vão lá proteger esses 33, levem pra casa e digam a eles como vcs acham injusto o que eles fizeram ser considerado um crime"
Perfeito!

Anônimo disse...

Realmente, pq de nada vale um video em que mostra a menina desacordada.
Se alguem te enrabar enquanto vc dorme, filmar e jogar na net tb vai poder dizer que nao houve crime?

Anônimo disse...

13:31
Nada disso, a bíblia defende estupro SIM, mas isso não é novidade nenhuma, pq esse lixo defende escravidão, genocídio e toda e qualquer sorte de porcaria q existe, e se não bastasse, essa merda toda é enfiada goela baixo da sociedade, da televisão até as escolas. Imagens do século 19 em q meninos usavam "roupas de meninas", não pode ser ~exposto~, nossa, é altamente "nocivo", mais um livro q retrata estupro, incesto, extermínio, etc. Aí sim, pode ser lido por todos e sem restrição nenhuma, vcs são muito hipócritas e incoerentes

"Quando um homem achar uma moça virgem, que não for desposada, e pegar nela, e se deitar com ela, e forem apanhados, então o homem que se deitou com ela dará ao pai da moça cinqüenta siclos de prata; e porquanto A HUMILHOU (a estuprou, a violentou, etc.), lhe será por mulher; não a poderá despedir em todos os seus dias".
Deuteronômio 22:28,29

Aqui diz claramente q a mulher é OBRIGADA a se casar com o lixomen q a violentou

Anônimo disse...

14:28

São os omens q escolhem não terem filhos, e fogem q nem uns ratos quando descobrem q alguma mina ficou grávida dele

Omens são uma raça de cagões e covardes, ratos por natureza

Anônimo disse...

Sim, com certeza, há "duas versões" do caso

Uma é a do fato comprovado do crime

A outra é a dos bandidos (omens)

Ha, conta outra

Anônimo disse...

Estupro coletivo praticado por 33? Acho que não hein. Dopada ou não ser estuprada por 33 homens deixaria marcas sérias.
Ela não teria voltado na favela dois dias depois pra procurar o celular.

Esse caso virou um circo. o pessoal está tão alucinadas com estupro coletivo de mentira que ignoram o problema de verdade.
Menina de 13 anos fica grávida de traficante. Some durante dias participando de orgias e se drogando. Por que a família nunca tomou uma atitude?

Anônimo disse...

16:24, ah claro né senhor delegado, vou acreditar no "senhor" sim, vai pedir castração química tb?

"vamos lá, anônimo das 7:43. o estupro foi filmado. há vídeo dela desmaiada com a vagina sangrando. entendeu? vídeo.vídeo.

e como em outros casos de estupro, quem está sendo julgada é a vítima. seu comentário faz isso. quem disse que ela estava associada com o tráfico? corrente de whatsapp? comentários de facebook?
as fotos com fuzil nem são dela. a foto em questão ilustra esta música e está disponível desde de 2015. http://mp3.soundtake.site/download/209317058/maykinhodoytb-montagem-terror-da-upp-e-o-comando-2016-dj-rn-da-nh

mas como eu disse quem está sendo julgada é a vítima: ela é acusada (por vc inclusive) de associação para o tráfico. de passar a localização dos policiais para os traficantes. de haver dito que ia dar pra mais de 50. de ser ela nas fotos com armas. etc etc.
ela que está sendo jogada aos leões, tendo a vida devastada. ela, a vítima. e é o que sempre acontece com vítimas de estupro. a vítima é julgada como se ela houvesse cometido um crime. ocorreu isto no bbb tbm. isto, meu caro, é a cultura do estupro."

Não é preciso dizer mais nada

Anônimo disse...

Cesc Biavati, para cada escola base temos um monte de casos reais que não são tratados com a seriedade devida.

Estudo jornalismo e é um dos casos mais falados sobre a falta de competência da polícia e da imprensa. Curioso os que evocam a escola-base mas não se questionam, por exemplo, da parcialidade e do papel da imprensa na cobertura recente da imprensa. O princípio é o mesmo: ir de acordo com o clamor popular e condenar pessoas antes mesmo de provas serem apresentadas. Basta lembrar que a cabeça de Dilma era pedida antes de se verificar a existência das pedaladas fiscais. Bem, é só para exemplificar que essa revolta toda com mídia e pressão popular só incomoda quando convém a alguns. Deveria ser algo questionado o tempo todo, pois ocorrem pelos mesmos motivos, pena que não é.

Voltando ao caso do estupro, a impunidade é tão grande, mas tão grande, que os homens não tiveram medo de se expor e expor a menina nas redes sociais, debochando e ostentando a situação. É importante lembrar, já que você levantou o caso da Escola Base, das substanciais diferenças entre os casos. No atual, temos um vídeo bastante incriminador. Acredito que os rapazes envolvidos também devem ter uma ficha corrida considerável, mas é claro que a da vítima é mais relevante para o caso.

Anônimo disse...

E a parte que os cristãos homofóbicos usam para atacar os homossexuais é descontextualizada também? Pq o que eu vejo é o uso da passagem em seu sentido literal para difamar homossexuais

Anônimo disse...

"Por que a família nunca tomou uma atitude?"

Pq a família tradicional é uma porcaria sem fim

Anônimo disse...

Pra mim a bíblia cristã deveria ser tão proibida quanto mein kampf, e eu tenho certeza que já se matou mais sob a ideologia da primeira do que da segunda.

Anônimo disse...

Sagrada escritura para quem? para alienados sociais e analfabetos históricos e politicos só se for.

Podem espernear o quento quiserem ,mas em uma sociedade feminista e que respeita o direito de LGBTS que se horizonta no futuro não há espaço para se tolerar uma ideologia de ódio como o cristianismo.

Fabianaaaa disse...

Aprende a LER os comentarios antes de sair cagando pelos dedos, tá? Já foi repetido trocentas vezes aqui que a garota estava inconsciente em um momento e com a vagina sangrando. Transar com ela inconsciente por si só já é estupro. Veja o video e volte aqui pra dizer que ela não tava inconsciente em algum momento do ato. Pode ser normal, pra ela ou pra eles mas não quer dizer que tá certo, e se exporam o video, vão ter que pagar pelo que fizeram, pq se não, é passe livre pra poderem expor esse tipo de coisa na net sempre que quiserem. Só pq ela não ia denunciar não quer dizer que tá certo o que eles fizeram. E o que é pior, engravidar com 13 anos de traficante ou SER um traficante?
E pra sua informação, garota com ou sem familia ativa na vida dela pode acabar sendo estuprada de qualquer jeito. Não vem com essa de familia não pq qualquer um sabe que uma grande parte dos estupros acontece pelos próprios familiares, e se vc não sabe tá passando muito tempo assistindo desenho animado.
Vai lá passar a mão na cabeça desses vagabundos tá, faz uma passeata e protesto que nem nós mulheres pra defender esses escrotos. Como diz um apresentador da tv local daqui: "SE VOCÊ NÃO QUER APARECER, NÃO DEIXE QUE O FATO ACONTEÇA".
Não interessa se isso é comum por lá e a menina estava acostumada, ou se lá no morro isso é aceitavel, ou se vcs homens assistem muito pornô com mulher sendo penetrada enquanto ta dormindo, continua a ser crime, porra. Ou tu gostaria de ser enrabado enquanto dorme?

Fabianaaaa disse...

01:33, disse TUDO, é uma pena que os mascus não sabem ler direito senão não regurgitariam toda essa bosta que faz a sessão de comentarios feder e ficar repetitiva.

Anônimo disse...

Anônimo disse...
"Se 1 mulher for estuprada na cidade e não gritar suficiente, deve ser apedrejada até morrer" (Dt 22:23-24)
"Se 1 mulher for estuprada no campo, então ela deve viver" (Dt 22:25)
"Se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar uma quantia ao pai e casar com a estuprada" (Dt 22:28-29)

A bíblia defende formalmente o estupro

31 de maio de 2016 12:20
--------------------------------------

Se não gritar na cidade ela deveria ser apedrejada, o que até compreendo pois adultério na época era punido com apedrejamento, poderia ser pega em adultério e alegar estupro e assim se livraria da morte pelo adultério que na época era punido dessa forma tanto para homem quanto para mulher, então na cidade ambos seriam apedrejados, ela porque não gritou (para "tirar" da mulher qualquer tipo de "desculpa" do tipo eu não adulterei eu fui estuprada, ou ela seria uma trouxa em dizer adulterei mesmo foda-se, tô doidinha pra levar umas pedradas), e no caso do homem que estuprou seria apedrejado seja por adultério ou por estupro, ele poderia dizer não eu não estuprei eu adulterei iria morrer pois adultério era punido de morte, não eu não adulterei eu estuprei, pior ainda vai morrer da mesma forma pois estupro era punido por morte.

No campo apenas o homem seria apedrejado( ela gritou e ninguém ouviu) a mulher até poderia adulterar no campo ser pega e dizer que foi estupro e se livraria, o homem não. A mensagem era para alertar o homem como quem diz; no campo não chegue perto de uma mulher mesmo sendo consensual ela poderá alegar estupro e assim seria ele condenado não a prisão mas a morte por apedrejamento.

A mulher "tampa de caixão" poderia fazer uma proposta "tentadora" ao homem; "até fico contigo mas tem que ser no campo, caso fossem pego ela alegaria estupro e não morreria já pra o homem não teria nenhum tipo de argumento e morreria.

O homem que estuprava sempre morreria seja no campo ou na cidade, não tem essa de casar com estuprador; sim teria casamento se a mulher estivesse "prometida" a um homem e eventualmente ficasse com outro CONSENSUALMETE sendo ambos solterios, do contrário seria adultério e AMBOS deveriam morrer. Na época transou tinha que casar pois o casamento era a presunção de paternidade daquela época.
A mulher na época poderia se livrar de um casamento arranjado, era só ela transar com quem ela queria casar e o homem era obrigado a casar com ela seja por bem ou por mal. Transou tinha que casar e não estuprou tinha que casar; estuprou tinha que morrer.

Na época e não muito tempo atrás tinha o famoso fulano "fez mal" a mulher (sexo antes do casamento ou "tirou" a virgindade dela) "mal" nesse sentido(social da época), não mal no sentido de estupro.




*A bíblia defende formalmente o estupro*

Não diga uma coisa dessa

(Jesus) “Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no Dia do Juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado” (Mateus 12:36-37).

Palavras faladas, escritas, digitadas...

Deus está ancioso em perdoar não em condenar, Deus não é um religioso.

Ezequiel 18:23 Tenho eu algum prazer na morte do ímpio? diz o Senhor Deus. Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?

Esse ímpio não é você sou eu, mas tomara que um dia veja a sua necessidade de perdão e de misericórdia como um dia eu vi em mim, Deus está ancioso em amar e perdoar mas respeita seu direito de querer ou não.

abraços

Anônimo disse...

OBRIGADA, 17:28! A diferença desse caso e da Escola Base é que existe um VÍDEO da menina sendo estuprada. Ainda existe a possibilidade de ter sido consentido? Sim, SE a PRÓPRIA MENINA falar "senhores, o ato foi consentido" ou se os "supostos estupradores" exibirem uma prova de que a menina consentiu com o ato no DIA TAL, COM OS SENHORES TAIS, PODENDO FILMAR E COLOCAR NA INTERNET. Até agora não vi a menina dizendo que consentiu, nem as tais provas, só conversa mole de "disse que fazia", "print de whatsapp", que até hoje não vi, e que tem MUITO mais probabilidade de ser invenção do que a porra do vídeo do estupro. Então pelo amor de Deus, parem de proteger estuprador.

Anônimo disse...

Tá rolando um texto no facebook de uma moça afirmando que viu o vídeo e que "não viu nenhuma menina sendo estuprada", porque "vítima não fica gemendo e rebolando nos estupradores", que "drogada, é claro que ela ia desmaiar" e que "pediu pra continuar ainda assim". Eu achava que o vídeo era a menina desacordada desde o início, mas não vi nem quero ver. Lola, você viu o vídeo, o que acontece?

Anônimo disse...

20:06 espero q vc leia tudo animal:

"Nada disso, a bíblia defende estupro SIM, mas isso não é novidade nenhuma, pq esse lixo defende escravidão, genocídio e toda e qualquer sorte de porcaria q existe, e se não bastasse, essa merda toda é enfiada goela baixo da sociedade, da televisão às escolas. Imagens do século 19 em q meninos usavam "roupas de meninas", não pode ser ~exposto~, nossa, é altamente "nocivo", mais um livro q retrata estupro, incesto, extermínio, etc. Aí sim, pode ser lido por todos e sem restrição nenhuma, vcs são muito hipócritas e incoerentes

"Quando um homem achar uma moça virgem, que não for desposada, e pegar nela, e se deitar com ela, e forem apanhados, então o homem que se deitou com ela dará ao pai da moça cinqüenta siclos de prata; e porquanto A HUMILHOU (a estuprou, a violentou, etc.), lhe será por mulher; não a poderá despedir em todos os seus dias".
Deuteronômio 22:28,29

Aqui diz claramente q a mulher é OBRIGADA a se casar com o lixomen q a violentou"

Fabianaaaa disse...

22:58, como dá pra pedir para continuar estando inconsciente? Mesmo ela tendo "pedido" continua sendo crime. Realmente, ela mesma disse que não teria denunciado se o vídeo não tivesse vazado; sim, provavelmente todos os envolvidos já estavam acostumados a isso; e sim, há uma grande possibilidade de ela ter ficado inconsciente pelo abuso de drogas, tomadas por iniciativa própria ou não. Mas transar com alguém inconsciente constitui crime de qualquer forma, independente das circunstâncias. Deixar circunstancias falarem mais alto que crime comprovado é impunidade. A justiça é para todos, seja para a garota do facebook que disse não ter acontecido estupro, seja para a "puta viciada" que aceitava ser marmita de traficante.

Anônimo disse...

Fabianaaa e anônimas,

Ainda tem uma questão da garota alegar "ter consentido". Não vamos esquecer que provavelmente ele deve conhecer alguns dos estupradores e os sujeitos serem reconhecidamente pessoas ligadas aos traficantes. Já está sendo até ameaçada de morte. Então, não me surpreenderia se ela dissesse, em algum depoimento, que o ato foi consentido. Não vamos esquecer que além de estupradores, são bandidos e traficantes, gente com influência e sem remorso nenhum pra apagar essa guria ou a família dela.

Anônimo disse...

Fabiana, eu concordo com cada palavra do que você disse! O problema é que não vi o vídeo, e não quero ver porque sei que vou passar mal. Mas se, de fato, ela tava acordada e consentindo no início e passa a "desmaiar e acordar" depois, pedindo mais, você tem um MEGA atenuante aí. Dá pra argumentar (e eu mesma defendo essa linha) que se ela tava drogada e os caras sabiam e estavam sóbrios, continua sendo estupro. Mas vão cair matando nessa questão, se for verdade que durante o vídeo ela pareceu consentir. Por isso queria que alguém que tenha visto esse horror, alguém confiável, me diga qual era o estado da moça durante o vídeo. Porque nos primeiros comentários que vi sobre o assunto, parecia ÓBVIO que a moça estava desmaiada. E agora tem gente falando que não, que ela estava aparentemente drogada, mas consentia o ato (o que, ainda acho, se os homens tivessem sóbrios, CONTINUA SENDO estupro). Mas se já tinha gente de mimimi "mas os traficantes falaaaaram que ela consentiu" quando a impressão era de que a moça estava desmaiada, agora o que vai ter gente passando a mão na cabeça dos estupradores (e claro, culpando as feministas), não dá nem pra contar.

Anônimo disse...

"Ainda tem uma questão da garota alegar "ter consentido". Não vamos esquecer que provavelmente ele deve conhecer alguns dos estupradores e os sujeitos serem reconhecidamente pessoas ligadas aos traficantes. Já está sendo até ameaçada de morte. Então, não me surpreenderia se ela dissesse, em algum depoimento, que o ato foi consentido. Não vamos esquecer que além de estupradores, são bandidos e traficantes, gente com influência e sem remorso nenhum pra apagar essa guria ou a família dela."

REITERO

lucas albuquerque disse...

"reaça" é qualquer um que discorda do seu pensamento Lola? pelo visto é isso mesmo que vc acha..esse termo é bem adequado mesmo,antes vcs feministas chamavam todos os que discordavam de vcs de coxinhas como se essas pessoas estivessem dando a mínima pra um partido tão podre quanto esse que estava o poder. Nem todos acreditam na ladainha feminista,e vc tem que lidar com isso

Anônimo disse...

reclamando de generalização lucas albuquerque? Reclame também dos anti feministas que acreditam que toda feminista é gorda, peluda, lésbica e odeia homens. Ou só se doi quando a carapuça serve?

Anônimo disse...

Lucas Albuquerque, nem todos acreditam na lenda urbana que traficante e homem de bem não estupra, lide com isso. Volte para a terra dos contos de fadas, que aqui é o mundo real.

Anônimo disse...

"Comportamentos comumente associados com a cultura do estupro incluem culpabilização da vítima, objetificação sexual, trivialização do estupro, negação de estupros, recusa de reconhecer o dano causado por algumas formas de violência sexual, ou alguma combinação entre esses comportamentos. " Temos todas essas características aqui no nosso país, mas incrivelmente tem pessoas que relutam a ver a realidade. Ironicamente, fingir que a cultura do estupro não existe,só aumenta a cultura do estupro, assim como acontece com qualquer problema grave que é ignorado e só tende a crescer com o passar do tempo.




https://pt.wikipedia.org/wiki/Cultura_do_estupro