sexta-feira, 10 de outubro de 2014

TRINTA COISINHAS SOBRE A MINHA PESSOINHA, REDUX

Cinco anos e meio atrás eu escrevi um post (acho que posts desse tipo estavam na moda) chamado "Trinta coisinhas sobre a minha pessoinha". 
Não continha nada de novo pra quem costumava ler o bloguinho, mas, pra quem tava chegando, era um bom índice.
Decidi redigir um outro post desses, porque muita coisa mudou de 2009 pra cá. Se você quiser contar algumas coisas sobre você nos comentários, fique à vontade

- Nasci em Buenos Aires, vim pro Brasil com menos de 4 anos de idade, em 1971. Sou naturalizada brasileira.
- Morei, com a minha família, 6 anos no Rio de Janeiro, 16 anos em SP (toda a minha adolescência), 15 anos em Santa Catarina (Joinville e Florianópolis), um ano em Detroit, Michigan. Desde janeiro de 2010, moro em Fortaleza.
- Nunca mais quero sair do Nordeste, adoro esta região. Mas talvez, algum dia, quando eu me aposentar, vá viver numa capital nordestina menor (João Pessoa, Aracaju, Natal, por aí). 
- Sou professora-adjunta do Departamento de Letras Estrangeiras na Universidade Federal do Ceará (UFC). Dou aula não apenas de Literatura em Língua Inglesa, minha área, mas também de inglês, história da língua inglesa, produção textual, etc. 
- Todo semestre ofereço um curso de extensão, aberto à comunidade, analisando gênero na literatura e no cinema. Se você mora em Fortaleza, pode vir! (e se quiser vir de longe, pode também).
- Viajo bastante pelo país, pra participar de palestras, debates, bancas etc. É só me chamar que eu vou. Dependendo da minha agenda, claro.
- Este bloguinho existe desde janeiro de 2008. Vai fazer sete anos, uma eternidade na internet, ainda mais se considerarmos que ele é atualizado todo dia. 
- Comecei o blog enquanto estava em Detroit, fazendo doutorado-sanduíche. Eu só queria um espaço para poder falar o que eu quisesse. Ele não foi feito necessariamente pra ser um blog feminista, mas, como eu sempre fui feminista, isso acabou transparecendo de um jeito mais forte.
- Estou com o mesmo homem lindo, Silvio, desde agosto de 1990. 24 anos juntos, da última vez que contei.
- Não temos filhos, nunca quisemos ter filhos, e fomos muito bem sucedidos em conseguir não engravidar.
- Sou viciada em chocolate, mas diminuindo, quase parando, o que deve estar afetando a indústria. Eu não compraria ações da Nestlé, se fosse você.
- Não acho que conseguirei virar vegetariana durante esta vida. Gosto muito de carne.
- Mas tenho grande admiração por quem é vegetariano, vegano, e por quem milita pelos direitos dos animais
- Amo de paixão cachorros e gatos. Igualmente. Sinto muita falta de cachorro, mas eles certamente dão mais trabalho.
- Não considero humanos superiores a outros animais, mas, num ponto, sou especista. Não vejo a maior parte dos insetos como bichos muito legais.
Mãe, gatinha, maridão
- Eu pretendo me aposentar daqui a 8 anos, pouco depois de completar 55 anos. Não sei se será possível, e nem se é o que eu quero. Trabalho desde os 18 anos, não me imagino ficar parada.
- Aqui em casa vivemos eu, Silvio, minha mãe, e os gatos Calvin e Isabel.
- Isabel é uma gatinha linda e jovem e geralmente feliz, mas sempre doentinha. Ela tem Aids felina.
- Em Joinville eu e o maridão íamos ao cinema uma vez por semana, religiosamente. Isso que lá, na época, só tinha seis salas. Aqui há um monte, mas não temos mais tempo.
- Sou ateia. Com 13 anos eu queria ser freira, depois recuperei a consciência. Ahn, pros que insistem que sou judia, perceberam a parte do "quis ser freira"? Não sou judia.
- Preciso ficar mais saudável. Até os 45 fui super saudável, do tipo de nunca perder um dia de trabalho. Mas, com a idade, tem vindo alguns problemas, como esteatose (gordura no fígado), alta taxa de glicose, e ovários enormes, que ainda não sabemos o que é. 
- Detesto joias. Não uso nada, só um relógio. Aliás, quebrou. Mas preciso ter um relógio sem falta.
- Não sou nem nunca fui ambiciosa.
- Votei na Dilma e votarei nela no segundo turno. Espero que ela ganhe. Se o PSDB voltar, será um retrocesso gigantesco. 
- Recebo muitas ofensas e ameaças de morte, estupro e (pasmem) desmembramento. Já estou acostumada. O carinho que recebo é felizmente muito maior.
Maridão em NY em 2008
- Eu e o maridão somos economicamente responsáveis e sem muita criatividade pra gastar. Ok, somos pão-duros miseráveis mesmo. Isso quer dizer que guardamos muito mais do que gastamos e nunca temos problemas financeiros.
- Ultimamente temos visto muitas séries. Já gostei mais de Modern Family e Mad Men. A Sete Palmos segue sendo a melhor de todos os tempos, pra mim. 
- Good Wife também é ótima. Falando nisso, um episódio recente teve a participação especial da ícone feminista Gloria Steinem. 
Alicia Florrick (Juliana Marguiles, que deve ser a mulher mais linda da TV americana) a vê, diz "Oh my God", e Gloria responde: "Ah, não, mas obrigada. Sou Gloria Steinem". Depois Alicia ainda imagina Gloria falando com ela, sempre num tom bem humorado. A grande Gloria está com 80 anos.
- O que Good Wife tem a ver comigo? Nada, exceto que só passei a ver a série, que nunca tinha ouvido falar, por recomendação de várias leitoras. O maridão rapidamente vidrou na série. Eu demorei mais um pouco.
- Eu queria muito ter feriados e finais de semana. Ouvi falar que essas coisas existem.

53 comentários:

D Stoffel disse...

Não sabia que era argentina por isso que na copa tu torceu pra eles.
Sobre ameaça de morte tai uma prova que machismo mata, só porque vc defende o direito das mulheres gays etc... direitos dos seres humanos. Os "seres superiores" só que não, se acham no direito de não gostar.
male tears.

D Stoffel disse...

Hoje mesmo uma garota de 17 anos chamada malala venceu o nobel da paz pois ela era feminista e no país dela mulher não pode fazer nada, nem estudar, ela levou um tiro do talibã quase morreu mas se recuperou, é um exemplo pra nós mulheres.
O que mais me impressionou foi o pai que a incentivava, um homem e do islã, o mundo ainda tem esperanças...

Anônimo disse...

Lola, o Calvin não vai contrair a FIV tbm?
Não sabia que gatos com a doença podiam conviver com outros gatos..

PS: Lindos seus gatos!

Anônimo disse...

sabe o que significa essas ameaças de morte? SPP(SÍNDROME DO PAU PEQUENO)

n tem quem descontar aí descontam em vc e em nós, mas além da spp tem o cérebro pequeno

Lidiany CS disse...

Poxa Lola, vc faz um trabalho tão legal e os trolls te ameaçando, que raiva! =(

Vc pensa em vir morar em Aracaju, Lola? Que bom saber! Venha mesmo, nem que seja pra passear, vc vai gostar, prometo fazer um tour com vc pela cidade. <3

Ana disse...

Hahaha! Gostei, Lola! Muito fofo...

Anônimo disse...

"Eu queria muito ter feriados e finais de semana. Ouvi falar que essas coisas existem."
Você é funcionária pública, acha que engana alguém com essa aí?E viajar pra essas palestras toscas que você participa não conta como trabalho, lamento.

lola aronovich disse...

Lidiany, eu nem conheço Aracaju ainda, mas todo mundo fala bem. É que depois de 15 anos em SC, morando em cidades médias de tamanho, eu me acostumei a cidades com menos de um milhão de habitantes. Mas falta muito pra pensar na aposentadoria... Bem antes disso quero conhecer Aracaju. Aí vou contar contigo pra me mostrar a cidade!


Anon das 14:06, pelo que li, a FIV é passada através de mordidas, principalmente. E como eles não se morderam, pelo menos não que a gente tenha visto... Eles não são muito próximos. Eles encostam focinhos, mas não ficam muito juntos. Às vezes bebem da mesma água. Enfim, talvez o Calvin já tenha FIV e seja um transmissor, mas ele não manifestou qualquer sintoma da doença até agora. Pelo contrário, ele está ótimo, super saudável, já com 14 anos. E ela chegou há um ano e meio.

lola aronovich disse...

D. Stoffel, fiquei super feliz com a Malala ganhar o Nobel da Paz! Ela merece!
Sobre eu ser argentina, me considero brasileira. Estou aqui há 43 anos, nem falo espanhol direito. E torci pelo Brasil na Copa. Na final, torci pela Argentina, contra a Alemanha. Tento ao máximo sempre torcer por times latino-americanos.

Anônimo disse...

lola vc já viu a reportagem sobre auto estima das garotas


60% das garotas não participam de esportes e atividades coletivas porque não se acham bonitas ou magras o suficiente
30% não participam de debates em classe porque não querem chamar a atenção para si
Estudantes têm resultados piores em exames escolares quando não se acham suficientemente magras
70% das mulheres não comparecem a uma entrevista de emprego se não estiverem satisfeitas com sua
aparência.
A imposição do padrão de beleza nas mulheres.


https://br.mulher.yahoo.com/blogs/mulheres-incriveis/eu-sou-feia-o-bullying-virtual-contra-a-auto-estima-204435721.html

Raven Deschain disse...

Curti. Lola, os gatenhos são castrados? Se eles não tiverem contato com a rua a chance de transmitirem a outros gatos é mínima. Eles podem conviver sim, mas é sempre bom fazer exames no Calvin. ^^

D Stoffel disse...

Pois é ainda bem que vc escreveu ia morrer sem saber, pensei que tinha nascido no nordeste.
Eu também gostei ela é um exemplo estive lendo o livro dela mas não acabei todo, lembro um trecho que diz que quando meninas nascem não se faz festa mas quando meninos nascem eles comemoram, mas o pai dela fez questão de fazer uma festa quando ela nasceu.
Me lembro de uma frase dela nós sabemos a importância da nossa voz quando somos silenciadas.
Isso se aplica também a você com essas ameaças e também a nós feministas, não podemos ficar na inércia.

Roxy Carmichael disse...

Lola, soube que você voltou à Argentina, não me lembro de prum congresso, prum torneio de xadrez ou de férias mesmo. Você tem planos de conhecer mais o país ou não sente essa necessidade já que saiu de lá muito cedo? Se comunica com argentinos com relação à questão de gênero? Tem contato com feministas argentinas ou de outros países da América Latina?

july disse...

Desejo a todos esses mascus ebola.

Aline J disse...

Da hora que eu não vejo feminista ameaçando machista de morte. Curioso, não? Feministas são ameaçadas por não quererem seguir um padrão, por querer fazer o que bem entenderem. Essa é pra entrar pra série "Machismo não existe".

Essas ameaças de morte são o que mais me preocupa. Admiro a sua coragem de ir em frente. Mas eu acho que esses fracassados sabem que se fizerem merda, a polícia pega no final e eles tomam no cu. São corajosos detrás de um computador, quando a polícia aperta, eles choram. Tipo os caras escrotos que ameaçaram a Nana de estupro, quando a polícia foi tirar satisfação vieram com "era brincadeira". Eu riria se não fosse trágico.

Mas se começaram a te encher muito o saco, sugiro ir na delegacia.

Anônimo disse...

Malala é feminista? Li o livro dela e ela nunca disse isso,ela é ativista pelo direito a educação de mulheres e homens também,das pessoas pobres do país dela que não tem acesso a nada,tem até uma ong para ajudar crianças a estudarem.
A arrogância de sempre,basta mostrar qualquer interesse por problemas das mulheres que já é taxada de feminista.
Ela seria feminista,se só se importasse com as mulheres e tentasse "mudar o mundo" semi nua.

Anônimo disse...

off topic
Brasil tá fudido com esse ebola, eles nem conseguem identificar infectados nos aeroportos.ainda querem bancar o país amigo aceita-se todos.

Anônimo disse...

Lola vc já viu o que o ceo da microsoft disse que as mulheres não devem pedir aumento e sim esperar.

http://www.istoe.com.br/assuntos/semana/detalhe/387123_

N. disse...

Lola, indo no embalo e no convite que vc fez no post, vou falar umas coisinhas de mim, mas não 30:

* É duro ser feminista em uma família que ridiculariza todos os movimentos sociais, que são "frescura" e "coisa de vagabundo".
*Fico com inveja ao ver amigos meus no Face comentando "eu e minha família indo votar" sempre unidos e votando no mesmo candidato, sendo que debochada por votar na Luciana Genro.
* Aliás, me sinto meio down ao ver postagens no Face, todo mundo viajando, fazendo viagenzinha básica pra praias, pra cidades europeias, coisas básicas sabe? Gente vegana comentando "hoje de manhã aproveitei pra preparar comidas saudáveis", mas quem tem uma manhã livre? As pessoas trabalham! (durante o dia).
* Eu conheci a Lola pessoalmente no Encontro do MML, eu tive esse privilégio :)

cabou o desabafo/lista hauah

Van Magenta disse...

Você joga gamão? Eu adoro! :)

Joice disse...

vem pra João Pessoa, Lolinha!

Anônimo disse...

Interessante a AIDS felina, não conhecia, vou ler sobre

Anônimo disse...

Lolinha, se um dia vc vier morar em Aracaju vou te apresentar minha mãe! Ela é médica e vota no PT, trabalha com o Bolsa Família aqui do Estado e acompanha os médicos cubanos. E ela adora levar pessoas pra fazer turismo na cidade! Você vai amar a orla daqui :)

Dona do Sexo -Bonobo rules,Jaçanã forever disse...

Lola,venha pra Natal.
Joao Pessoa tambem é linda....ish
Mas venha pra Natal,ta

Anônimo disse...

Lola, você já teve depressão?
Um dia eu vi você falando que sua mãe tem depressão. Essa doença geralmente é hereditária. Eu falo isso porque minha vó tem depressão, minha mãe tem depressão e eu tenho depressão.
Estou para lhe perguntar isso faz tempo. Já que hoje você resolveu fazer esse post eu resolvi perguntar.

Anônimo disse...

Lola, querida, aqui é uma das TWO OF US...Olha, amei, amei, amei este post! E amei por vários motivos, principalmente você afirmar que nunca mais quer sair do nordeste! Não moramos no nordeste, mas os coxinhas do Brasil, outra vez, pegou pesado depois do primeiro turno das eleições. E a declaração do idiota do Fernando Henrique ajudou mais ainda, embora não fiquei surpresa com as palavras burras daquele imbecil. Enfim, para dizer que nós duas também votamos na Dilma...É 13!! Iremos, claro, repetir no segundo turno. Votamos, além dela, em mais duas mulheres do PT, mas apenas uma ganhou...Infelizmente, nosso candidato a Governador, pelo PT, não ganhou, mas a luta continua, companheira! Sim, somos feministas e nosso sonho é a nova geração de irmãs não caiam nas falácias do patriarcado, com todas as suas aberrações. E, por isso, nós te admiramos e, sempre que possível, divulgamos teu blog quando desejamos ensinar mais sobre o feminismo para uma mulher presa nas amarras do patriarcado. É sempre um sucesso nesta empreitada, às vezes, difícil, especialmente nesta geração que voltou a sonhar com vestido de noiva, festas absurdamente Dallas, tal qual os anos 30. Mas vale e muito continuar na luta pela igualdade de gêneros. Obrigada por continuar a escrever e desejamos muita saúde e vida loooooonga!!!

DEATH ADDER disse...

a lola usa a mesma tecnica das feministas americanas, tentar envergonhar os ''mascus'', falando que eles saõ ''pega-ninguem'', ''infelizes'', ''fracassados'', ''losers'', ''sem amigos'', ''sem vida social'', mas não há nenhuma profundidade filosofica nos argumentos da lola.

é importante deixar claro que o masculinismo ta muito alem de um simples movimento político de direita, conservadorismo e direito dos homens como é essa REAL do facebook. existem várias vertentes filosoficas diferentes que surgiram desse movimento, e inclusive o PAUL ELAM, que é um dos líderes e precursores disso tudo criou a ideologia do macho zeta, que seria o homem que recusaria a jogar esse jogo social/sexual da sociedade. muitos caras da ''real'' acham que eu sou ''doente'' e que isso tudo vem da minha cabeça, mas veio do PAUL ELAM, eu apenas adaptei isso as minhas próprias idéias. o macho zeta na minha concepção é o principal inimigo dos alfas e inimigo dessa tendencia eugenica que a humanidade está caminhando, o macho ZETA quebra a superioridade do alfa na sociedade a medida que ele se recusa a jogar o jogo social/sexual, então ao contrario do beta, o ZETA nunca é escravo do alfa no jogo social, entaõ ele se torna o principal inimigo das elites globais eugenicas. podem ate dizer que o ZETA contribui com as elites globais no fato deles não se reproduzirem, porem ao mesmo tempo ele fode a tentativa de eugenia pró-alfa e pró-psicopatia que a humanidade caminhou nos ultimos seculos, a medida que ele boicota esse jogo social/sexual o alfa não tem a quem oprimir logo muitos alfas acabam sendo boicotados pelas mulheres pois o poder social do alfa é o bullying.

porque voces acham que ''isolamento social'' é considerado doença mental na psiquiatria? porque o isolametno social é a arma do bonzinho, do oprimido, contra a humanidade, é assim que ele não se deixa ser dominado pelo alfa, ou oprimido pelo alfa. aí o alfa vai ter que atacar o beta comum da sociedade no jogo social, e vai haver banho de sangue na humanidade, e esse é o objetivo dos zetas, fuder com essa humanidade escrota.

eu não vou voltar aqui pra ler comentarios contra mim, de deboche e bullying, eu sumo apos meus posts. mas caras bonzinhos que sofreram bullying, leiam meu comentario e peguem inspiraçaõ, vamos nos vingar dessa sociedade de merda. o ideal do macho ZETA seria uma forma moderna de cristianismo, da mesma forma que o cristianismo se vingou da opressão alfa pagã, nós zetas nos vingamos da opressão alfa no mundo moderno, mas a diferença entre zetas e cristãos, é que os zetas não perdoam ninguem, muito menos dão a outra face.

Anônimo disse...

lola, olha esse método natural para limpeza do fígado. quem faz direitinho elimina várias pedras na privada depois: https://pt-br.facebook.com/deixasair/posts/292450044166863

aeghavitabkoik disse...

Resposta: Se morou em Detroit não sei porque voltou para o Brasil. Meu sonho é morar em Detroit ou Chicago.

Maria Valéria disse...

Lola, você acredita que meu SONHO desde criança e conhecer Michigan?
Infelizmente naquela época não tive oportunidade. Não havia pacote turístico pra Michigan, e um intercâmbio seria muito caro,
Entrei na faculdade e esqueci do assunto, mas de uns anos pra cá deu vontade de ir !
Se der tudo certo, irei ano que vem! Mas Detroit está fora dos meus planos, pq tenho lido que a cidade está falida, cheia de casas abandonadas, assalto,desemprego...acho perigoso passar por lá sozinha !
Você tem alguma dica de alguma outra cidade de Michigan pra conhecer ? Já fiz um roteiro básico,mas sugestões de gente que morou lá são sempre bem-vindas !
;)) beijos

gingi disse...

Lolinha, você é linda e amo você e toda sua família! Principalmente, os bichanos!

@dddrocha disse...

Lola, gosto muito desses posts onde fala um pouco de si... Acho que nos aproxima de alguma forma.

Ainda não assisti nada de The Good Wife (está na lista), mas assisti à primeira temporada de Orange is The New Black e estou obcecada, como aconteceu em Breaking Bad. É tão bom quando a gente se envolve nas séries, chego a sonhar com os personagens, fico com a música da abertura na cabeça o tempo todo, etc.

Sobre o chocolate, achei que tinha parado de vez. Força, mulher!

Espero que Calvin viva muitos anos ainda, e Isabel seja feliz sempre! Os animais são a melhor coisa do mundo e não deveriam morrer jamais!!!

Bom, falei demais. Espero que um dia você tenha finais de semana rsrs. Até.

Jade disse...

Gente, Gloria Steinem em The Good Wife foi uma surpresa incrível! Acho que todo mundo já teve esses delírios de se imaginar conversando com o seu ícone, recebendo conselhos e incentivos, super me identifiquei!

Lola, você já assistiu a série da BBC Call the Midwife? É sobre a rotina de um grupo de parteiras e freiras que trabalham em um bairro pobre de Londres nos anos 50. Mostra bastante os problemas que as mulheres tinham (e ainda têm) que enfrentar em relação ao machismo da comunidade e das relações familiares, a questão da maternidade em um ambiente carente, gravidezes indesejadas, etc.

Às vezes o enredo é meio raso e não trata desses assuntos com a profundidade que eu desejaria, mas ainda assim achei legal uma série onde absolutamente todas as protagonistas são mulheres, com as suas singularidades, qualidades, defeitos e desafios frente a uma sociedade machista que fica bem evidente.

São três temporadas (curtas), acho que vale a pena! Principalmente a primeira e a segunda.

Ah, e tem no Netflix! <3

Camila Gois disse...

Adorei o post!! Esse e o de 2009!
Lola você é linda!!!! Sua família também, adoro quando fala do maridão.
Gostei muito dos comentários do outro, onde os leitores contaram coisinhas também...rs. Vou fazer a mesma coisa:
- Tenho 33 anos, mas todo mundo acha que tenho 18-20
- Sou casada há 10 anos, tenho um filho de quase 3 anos e 2 filhas caninas.
- Quando criança eu queria ser eletricista, e consertar tv's...rs. Sempre fui eu quem consertava tudo em casa, trocava chuveiros, desmontava video cassete... quando adolescente fui estudar no SENAI e era a única menina da escola inteira. Eu já estava no 3 semestre quando entraram outras duas. Recebi até homenagem na formatura, por ser a primeira a menina no curso de eletroeletrônica.
- Na faculdade, no incio do curso, haviam várias meninas, mas no final só restou eu. Em todos os meus empregos sou a única mulher do setor, e para ser sincera, até esqueço da diferença de gênero que existe entre eu e a minha equipe.
- Sempre me senti muito mais a vontade com os meninos do que com as meninas.
- Adoro seu blog, leio tudo que você escreve, mas quase não leio os comentários, principalmente de posts mais "polêmicos", onde muitas pessoas são grossas e agressivas.
- Sou vegana por amor e respeito ao animais.
- Trabalho como voluntária, junto com minhas cachorras, em uma ONG que faz terapia assistida por animais. Foi a forma que encontrei de retribuir tudo de maravilhoso que o Universo me dá. Nós vamos no HC da Unicamp, na Pediatria. Até na UTI elas entram. É incrível a reação das crianças, me emociono todas as vezes.
- Amo ser mãe, e a maternidade foi a coisa mais difícil que já me aconteceu. Eu surtei mesmo, porque amo meu filho mais que tudo e quero ser uma mãe perfeita, mas isso não existe.
- Sou feminista pelos mesmos motivos que sou vegana.. por amor, respeito, e principalmente por querer um mundo melhor e mais justo. Nada me deixa mais triste que injustiça e covardia.
- Também amo esquilos!! Tem uma cidade em Minas Gerais, chama Monte Verde, que tem muitos esquilos. Eu, o marido e as dogs sempre iamos para lá nas férias.


DEATH ADDER, eu sinto muito por tudo que você passou, bullying é terrível mesmo. Assiste esse documentário da Louise Hay, acho que pode te ajudar:https://www.youtube.com/watch?v=oL2yaSKLX_4
Abraço

Anônimo disse...

interessante a pergunta do anon 17:58, porque eu também tenho depressão. O problema é que quando eu leio algo desagradável (Não aqui no seu blog, porque por mais que eu já tenha lido coisas horríveis desses masCus, eu me lembro que este é o SEU blog), mas às vezes eu caio em alguma página. E hoje mesmo eu caí em uma. Nossa, me senti muito, muito mal, mais do que uma pessoa "normal" e isso por causa da depressão.

E aí eu fico pensando: O problema é aqui no Brasil ou não? Se eu for pra fora daqui, eu vou encontrar gente desse tipo, com tanto ódio assim? Não sei, mas tô muito assustada com o que eu li dos malucos brasileiros.

Eu não sei mais como reagir.

Anônimo disse...

Da hora que eu não vejo feminista ameaçando machista de morte

Então você está cega,ameaçando de morte eu não vi mas já feminista no facebosta espalhando amor, comemorando a morte de homens,aquele candidato a presidência que morreu por ex.
Feminista desejando que as mulheres que não eram feministas fossem estupradas,que é o que elas mereciam por não serem feministas.

Firewest disse...

Adorei conhecer um pouco mais de você Lolinha, adoro The Good Wife também e não consigo gostar de Modern Family! Beijinhos!

Anônimo disse...

Lola: comentário off-topic.
Votei na Marina no 1º turno. Estou indecisa no 2º.
Como tenho você por pessoa consciente e honesta, o que você pensa desde escândalo da Petrobrás, envolvendo o PT?

Anônimo disse...

Pra quem sabe inglês, recomendação de curso online:

A University of California - San Francisco vai começar dia 13 de outubro um curso sobre aborto e saúde pública, "Abortion: Quality Care and Public Health Implications"

É de graça, no Coursera, segue o link https://www.coursera.org/course/abortion

Quem quiser pagar alguns dólares recebe certificado oficial.

Anônimo disse...

"Não acho que conseguirei virar vegetariana durante esta vida. Gosto muito de carne.

- Mas tenho grande admiração por quem é vegetariano, vegano, e por quem milita pelos direitos dos animais.


Vai chegar um dia em que estas frases soarão, ao senso comum, tão absurdas e incoerentes quanto essas (abaixo) soam aos nossos ouvidos hoje:

- Não acho que conseguirei parar de estuprar mulheres durante esta vida. Gosto muito de sexo forçado.

- Mas tenho grande admiração por quem é feminista e por quem milita pelos direitos das mulheres.

Soa incoerente né? Pois é...

Feminista capitalista disse...

Nossa,vivendo,ou melhor, lendo e aprendendo,não fosse por este post eu jamais saberia que existe uma doença chamada AIDS felina causada pelo vírus da imunodeficiencia felina o qual também nunca tinha lido a respeito,surpreendente.

Por causa do calor e da distância jamais ia querer morar aí,mas de todas as cidades brasileiras as quais visitei,considero Fortaleza a mais bonita sem dúvidas,mais até que Rio e São Paulo.

Feminista capitalista disse...

Ah,por falar em gatos, amo esse vídeo:

https://m.youtube.com/watch?v=wl5hy2LSUqM


Kkkkkk.

Roseane Viana disse...

Legal, de vez em quando é bom postar essas coisinhas... pra gente continuar sua fã.
Bom final de semana!

Anônimo disse...

Lola, desculpa tocar neste assunto aqui, neste texto, mas olha que legal: o Bispo Edir Macedo, fundado da Igreja Universal, NA DEFESA DO ABORTO:

http://www.bispomacedo.com.br/2010/09/03/jesus-fala-sobre-o-aborto/

É um avanço na discussão religiosa!

Anônimo disse...

Na boa, não existe isso de feminismo por amor. Feministas são grosseiras e cheias de ódio. Você é pró-feminismo, assim como a Ligia Sena, a Luiza Diener e outras mães que tem esse papo de mundo melhor

Dayana Hashim disse...

Lola, seria bom fazer exames no Calvin! Ele pode ter o vírus, mas ser assintomático. Se não tiver, pode vaciná-lo para ter a certeza que ele não seja infectado. E como alguém disse aí em cima, se os dois forem castrados a chance de transmitir para outros gatos - ou de o Calvin pegar, se não tiver ainda - é reduzida bastante.

Desculpa se parecer um sermão, rs. Tenho duas gatas com Felv (a leucemia felina) e conheço protetores que lidam com animais, então estou sempre lendo a respeito e buscando compartilhar o que sei.

Raven Deschain disse...

Cobrar que a pessoa seja veg(etari)ana é tão bobo quanto "sua vida é uma mentira, vegano chato do caralho". Assim, só dizendo.

Só dizendo tb que essa sua comparação, foi assim, estúpida.

Camila Gois disse...

Olá, anon das 11:16!
Qual a diferença de ser feminista e pró-feminismo? Poderia explicar melhor?

Anônimo disse...

DEATH ADDER, coitadinho de você, sofrendo bullying. Aposto que você idolatra gente como Elliot Rodger.

Aline J disse...

01:16

Você é burro ou faz força? Procura "feminismo" no dicionário e depois procura "Misandria".

Aí a gente conversa. E quanto à comemorarem estupro de mulher que nãi é feminista, me prove que não é história que você inventou.

Anônimo disse...

Lola, li sobre um remédio natural para osteatose, uma lima da pérsia batida em 100 ml de água em jejum duranteduas semana.

Natália Van den Eynde disse...

Achei que só eu tinha A sete palmos como série favorita, Lolinha! Amo de paixão!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, agora tudo ficou claro.
Ela é argentina...