quarta-feira, 1 de outubro de 2014

GUEST POST: NÃO SEREI TOLERANTE COM OS INTOLERANTES

O discurso homofóbico do candidato Levy Fidelix no debate da Record foi nojento e chocou muita gente (veja aqui). Escrevi sobre ele na minha coluna na RBA.
Aqui, hoje, publico o guest post de Jamile, que tem 22 anos, é feminista e tem um blog. Ah, e vai colar grau em Direito na semana que vem! (parabéns, Jamile!).

Domingo, dia 28, no debate entre os candidatos à presidência da República promovido pela Record, Levy Fidelix disse abertamente, reportando-se aos homossexuais, que "devem ser tratados bem longe" dele; disse que "aparelho excretor não reproduz"; afirmou categoricamente: "nós, que somos maioria, devemos enfrentar a minoria".
Quando um candidato à presidência (ainda que seja um que não tem a menor possibilidade de vencer) fala abertamente em rede nacional que "a maioria deve enfrentar a minoria", isso é claramente um inflamado discurso de ódio à comunidade LGBT. "Enfrentar"? O que ele quis dizer com isso? Pra mim, pareceu querer dizer que devemos lutar contra/extinguir. Vocês sabem quem mais quis extinguir uma minoria porque sentia-se pertencente a uma raça superior? Hitler.
Não bastasse o candidato falar todos aqueles absurdos, ainda encontrei gente que o defende. Postei numa rede social que, pelas suas declarações, agora sabemos que não é apenas o candidato Everaldo (que sempre se mostrou intolerante à causa LGBT) que é desprezível. E apareceu alguém pra defender Fidelix. Sim, acreditem. 
Um homem usa seu espaço na TV para dizer que a comunidade LGBT precisa de tratamento bem longe (é tipo um apartheid, com a política de segregação combinada com nazismo, que acreditava na tal supremacia das raças e buscava o aperfeiçoamento desta através de tratamentos médicos), associa a homossexualidade à pedofilia (outro absurdo que demonstra a total ignorância e idiotice do cara), fala que uma minoria deve ser combatida e tem gente que vem falar em liberdade de expressão. "É a opinião dele, temos que respeitar". Não, não temos que respeitar esse tipo de opinião.
Nenhum direito fundamental é absoluto, nem o direito à vida, imagine o direito à liberdade de expressão. O direito de você expressar sua opinião tem limites e esse limite é: o direito das outras pessoas. Ora, o dito cujo não respeitou, de maneira alguma, a comunidade LGBT ao dizer que eles precisam de tratamento, ao associá-los à pedofilia e ao incitar seu combate (extermínio?), então por que ele deveria ser respeitado? Incitar ódio a uma parcela já socialmente marginalizada não é direito à liberdade de expressão, é pura e simples demonstração de intolerância. Intolerância essa que exclui, marginaliza, priva de direitos e mata.
Não serei tolerante com os intolerantes. Isso porque esses intolerantes, esses mesmos que defendem a restrição de direitos a determinados grupos em razão de etnia, orientação sexual, gênero, ou seja lá qual motivo, só são intolerantes porque, adivinhem só, eles já têm todos os direitos que poderiam ter. Não são marginalizados, não são excluídos, não são mortos por suas preferências, por sua cor, por orientação sexual. 
E infelizmente eles usam o poder que têm para manter esses direitos fundamentais -- inerentes a todas as PESSOAS -- como privilégios. Esse tipo de gente mesquinha, egoísta, sem noção, acha que dignidade deve ser privilégio apenas de seus iguais.
Direitos são... direitos. Todo ser humano merece que seus direitos sejam respeitados, protegidos e, de forma nenhuma, diminuídos.
Ser contra o casamento civil igualitário não faz de você necessariamente um homofóbico. Você pode ser contra  o casamento homossexual não se casando com uma pessoa do mesmo sexo. 
Mas se você, por ser contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, acha correto que o Estado restrinja o direito das pessoas que decidem fazer isso, mesmo que você nunca tenha dado lampadada na cara de um homo/bi/transexual, você é homofóbico. Ser favorável à restrição de direitos de um grupo simplesmente porque você discorda deles, é ser intolerante. 
O que me deixou abismada, além do discurso de ódio proferido em rede nacional, foi que a candidata que havia feito a pergunta a Levy sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, ficou calada diante dos impropérios ditos pelo bigodudo. Em sua réplica, poderia ter sido mais enfática e combativa como costuma ser em suas respostas, poderia ter falado abertamente sobre a incitação de ódio que ele estava fazendo, apologia à intolerância, mas não. 
Muitos a defenderam dizendo que ela pode ter ficado chocada com tanta coisa estapafúrdia que foi dita. Sim, pode ser. Eu mesma (e creio que todo mudo) demorou uns minutos para processar aquilo que foi dito, mas os candidatos devem estar preparados para responder esse tipo de declaração absurda. 
Ainda mais que, no último bloco, depois do intervalo, ela teve tempo de pensar e poderia usar seus minutos finais pra combater esse tipo de pensamento. Infelizmente, não foi o que aconteceu. Não apenas Luciana, mas NENHUM dos candidatos ali presentes se pronunciou, todos preferiram silenciar. E o silêncio, assim como o discurso do candidato homofóbico, foi doloroso.

118 comentários:

Mundo Mãe disse...

Que texto brilhante! Expressou com maestria a perplexidade e a revolta provocadas por todos aqueles que tiveram o desprazer de assistir a esse debate! Parabéns Jamile e parabéns Lola por permitir que seus leitores se manifestem abertamente em seu blog!

Anônimo disse...

Realmente,pior que a fala do Levy foi o silencio dos demais, medo de perder votos estúpidos, sinal que a democracia brasileirap ende para a teocracia.

Anônimo disse...

Ninguém se importa. E o choro é livre.

Anônimo disse...

E tinha que ser gordo né? Gordo é foda, são preconceituosos a beça só porque todo mundo zoa eles.

Gle disse...

A Luciana usou a tréplica e falou sim que apoia a diversidade, ela só não quis se rebaixar e chegar "ao mesmo nível" que ele. Porém, eu tenho a certeza absoluta que ela teve muita, mas MUITA vontade de responder aquilo tudo a altura. No dia seguinte, ela fez o que precisava ser feito! Se juntou ao Jean Willys e montou o documento para entregar ao TSE. Isso é ser coerente. Acho que bate-boca em rede nacional não leva a nada. E também, não o faria mudar de idéia. Ontem mesmo ví ele dando uma outra entrevista pra Record dizendo que aquela era a opinião dele, mas ele não quis dizer que é pra todos se revoltarem contra os homossexuais, etc. Sinceramente, daquela boca dele só sai merda. E tomara que ele morra afogado com a própria.

Quanto ao seu texto, totalmente coerente. Alguém viu a notícia de que a página do Levy teve um aumento de MIL POR CENTO de curtidas? Na boa, em que mundo a gente vive? ... Sem palavras!

Ah! E PARABÉNS pela formatura. É um dia lindo e inesquecível. Aproveite! :)

Gle disse...

Anônimo 13:10... Tem certeza que são os gordos os preconceituosos? Pega a tua gordofobia e vai pra outro canto, seu babaca!

Anônimo disse...

oi anon , das 13:10 tudo bem ? apenas perguntando pq tanta amargura contra um grupo de pessoas (gordos ) que nada fizeram a vc , é sinal de que o seu dia não foi tão bom .

Anônimo disse...

Lola, me desculpe, mas não acho que Luciana tenha se silenciado de maneira alguma. Ela respondeu, se direcionando ao público, com as propostas concretas que defende para criminalizar a homofobia e garantir direitos das LGBT. Achei corretíssimo, apontou soluções que devem ser tomadas urgentemente, sem se dirigir novamente ao Levy. Não há o que rebater/argumentar com ele, não creio que esse tipo de discurso seja "debatível". Apenas apontar, se direcionando aos que assistem, o que há de se fazer em relação a esse discurso. É nessas horas que sentimos com mais clareza a falta que faz uma lei que criminaliza a homofobia, como a PL 122. Se já fosse lei, esse cara tinha saído do debate direto pra delegacia.

Clara disse...

Não, colega. Só... Não...

Clara disse...

Lola, se for possível, adiciona um link no seu blog pra sua coluna. Beijos

Beatriz Correa disse...

"O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons"

Martin Luther King nunca foi tão atual, nem tão preciso.

Anônimo disse...

Ja que para ele e seus seguidores o "aparelho excretor não reproduz", eles também lutam contra o sexo anal heterossexual? Ou apenas os homossexuais gays ( ele excluiu de certa forma as lésbicas na sua fala,não perceberam?) não podem fazer sexo anal?

Patty Kirsche disse...

Eu acho que foi muito chocante a fala do Levy. Dá pra ver pela cara da Luciana que ela não esperava ouvir aquilo. E o tempo de réplica era muito curto; só 30 segundos, é muito pouco tempo. Até o Celso Freitas ficou constrangido. Acho que foi uma situação muito inusitada mesmo, não me lembro de ter acontecido algo semelhante num debate.

Anônimo disse...

quer dizer que o direito a vida não é absoluto? Pois é, Lola. Isto é esquerdismo. Se você não concorda com ele, não tem direito a vida.

Raven Deschain disse...

Excelente post. E esse tipo de afirmação ("aparelho excretor não se reproduz"), além de ser bem besta - HA HA- é uma besteira (no pun intended). Magina se toda vez que eu ou qualquer mulher quando tivermos relações nos reproduzíssemos? Seria tenebroso.

Anônimo disse...

Eu sou contra esse silenciamento do Fidelix e de outros homofóbicos de carteirinha. Não porque sou pró-homofobia, pelo contrário, mas porque essas pessoas que tentam se eleger ou já se elegeram são, pela definição legal, representantes do povo. E uma parcela do tal povo que representam compactua com tais ideais. Não é moralmente bonito, mas é sim representativo e democrático. E legítimo.

Ademais, essas pessoas têm propiciado amplos debates sobre a questão, seja do lado anti ou pró. Em um país que já sofreu grantemente com censura e controle estatal, isso sim é bastante positivo.

Por mim, que falem MAIS.

Anônimo disse...

Eu acho que foi premeditado. A Lu sabia que ele ia falar merda e aproveitou. Não tiro a razão dela não, tem mais é que mostrar a face desses calhordas mesmo. Dessa forma as redes sociais se dividiram em duas partes: a parte que achou um absurdo o pronunciamento do Levy e a outra parte que apoia este cidadão infeliz, cujo orifício anal tem bastante inveja da boca, que consegue proliferar mais merda que bebêzinhos com diarreia.

Bastian Silva disse...

O silêncio do oprimido chega a ser um cúmplice piro do que a opressão do opressor em si. Triste.A Luciana e o Eduardo reconheceram o erro e repudiaram o discurso repulsivo do Fidelyx só mais tarde, no twitter. Ora bolas, por que não repudiaram ali ao vivo e em cores mesmo? Tiveram medo do que? Por que a Luciana ficou caladinha se foi ela que fez a pergunta?? Eu também ficaria meio pasmo, admito (sempre fico quando me soltam uma desas na minha frente), mas acho que eles poderiam ter reagido muito bem (alôôuu, um debate é pra se lançar argumentos e defendê-los sem ensaio, sabe?). Achei no mínimo, lastimável, pra não dizer podre a atitude de todos ali

Anônimo disse...

Achei razoável a reação da Luciana Genro. Mesmo que ela demonstre ser bem articulada, a resposta de Fidelix foi, no mínimo, chocante. Eu realmente penso que deveria haver reações mais incisivas dos candidatos, mas de maneira alguma desqualifico a atitude de Dilma ou Eduardo Jorge que, além da Luciana, possuem posturas pró LGBT. Eles deram seu recado nas redes sociais e creio que nesse turbilhão da semana derradeira dificulta um foco exclusivo LGBT. Estou ponderando aqui exclusivamente sobre essa situação. Não me julguem.
O restante desse lindo "guest post" eu endosso e as relações feitas pela autora são pertinentes. Fiquei sem reação com a agressividade do candidato e considero inadmissível, e lamentável, ver um discurso de ódio, em doses letais, num espaço dedicado para outros fins. Fiquei ultrajado com a reação que meus pais e tantos outros pais teriam ao ver declarações tão agressivas. Por ser gay sei bem quanto a homofobia exerce sofrimento nas famílias com componentes LGBT. Isso considerando o meu recorte e contexto privilegiado.
Lamentável.

Luiza somente Luiza disse...

"Dois iguais não fazem filho"

Mas adotam o que "dois diferentes" jogaram fora.

Bruna disse...

Creio que a Luciana não disse nada na hora para não perder a razão, ou não tumultuar o debate, o que eu também nao concordo, mas ela juntamente com o Jean Wyllys entraram com uma ação no TSE por conta das declarações homofóbicas do candidato durante o debate.
Dá pra conferir aqui:
http://lucianagenro.com.br/2014/09/luciana-genro-e-jean-wyllys-acionam-tse-contra-levy-fidelix-por-discurso-homofobico/comment-page-1/

Se não estou enganada, também li algo sobre a candidatura do Fidelix estar sendo cassada por conta das declarações.

Domingos Tavares disse...

Não que ela tenha ficado quieta, também. A Luciana entrou com ação no TSE para exigir que o bigodudo seja punido.

http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/noticia/2014/09/oab-e-candidatos-vao-ao-tse-contra-fala-de-fidelix-sobre-gays.html

Thainara disse...

Cada palavra desse post expressa tudo que sinto, sem tirar nem por! Cada linha, trecho, expressão, ideia!!! Merece ser publicado em muitos outros blogs e redes sociais!

Aline J disse...

"E tinha que ser gordo né? Gordo é foda, são preconceituosos a beça só porque todo mundo zoa eles."

Colega, não se luta contra homofobia sendo gordofóbico.

Pense nisso.

Danilo "aeghavitabkoik" disse...

Resposta: Tempo que não apareço ao blog, mas vou sumir mesmo só uso o Instagram.

Vocês continuam reclamando de um mundo que não vai mudar nunca?? Ou melhor, irá mudar, pra pior.

Aline J disse...

Gente que sabe diferenciar liberdade de expressão de liberdade de ser preconceituoso mora no <3 das pessoas (algumas... Infelizmente).

Liberdade de expressão é você dizer que não concorda com o casamento e prática homossexual, mas não impede nada, não impede os direitos deles.
Liberdade de ser preconceituoso: Negar os direitos, pregar que homossexualidade é doença e toda aquela merda que estamos acostumados a ouvir.

E mesmo depois da sua explicação, vai vir gente aqui defendendo essa versão genérica do Hitler, esse fiscal de cu de 2014.

Ah e 13:08: Se você está aqui comentando bosta, é porque você se importa ;)

Jamile disse...

Caro anônimo, vc mostra todo o seu preconceito ao expressar essas palavras "tinha que ser gordo". A gordura - ou falta dela - não define o caráter de ninguém

Sara disse...

Tb achei preconceituoso o posicionamento desse candidato, mas muito mais vergonhoso, pelo menos pra mim, foi a Dilma ir pregar em favor de diálogo com assassinos fundamentalistas islamicos, essa pra mim pelo menos foi a pá de cal...

Anônimo disse...

Adriana A.

o pior de tudo é ver a chuva de apoio ao discurso desse cidadão "de bem".
grande parte das pessoas que se manifestam a favor dele fazem isso de forma anônima, escondem suas identidades na internet, mas se mostram a favor!
que desespero.
o povo alega que ele tem direito à liberdade de expressão, que não disse nada de errado (incitar o ódio é algo normal, tranquilo...) e que devemos defender a verdadeira família brasileira: papai, mamãe e filhinhos. para eles a única forma de família é essa!
Triste ver quem em pleno ano de 2014 temos que lidar com esse tipo de pensamento.

Saudade Socialista disse...

Queria ver como seria se os veganos falassem assim dos especistas... Iria ter espaço nesse blog???

André disse...

Sara,

Não foi essa a proposta dela.
http://jornalggn.com.br/noticia/dilma-e-o-terror-por-sergio-leo

Anônimo disse...

Acredito que ela ficou quieta pra deixar ele se queimar sozinho. Não precisa de argumentos pra quebrar pra tanta imbecilidade.

Jamile disse...

O direito à vida NÃO é absoluto! A CF prevê a pena de morte em caso de guerra declarada - exemplo claro de relativização do direito à vida. Existem mais exemplos na nossa legislação, como a legítima defesa. Se você mata pra se defender, não comete crime. Aquela vida, apesar de protegida pelo ordenamento, a partir do momento que coloca a sua (ou a minha) vida em risco, pode ser retirada, caso não seja encontrada outra forma de zelar pela sua própria vida.

Anônimo disse...

Infelizmente não é td mundo q tem mente aberta. Ora, se não concorda com os gays, siga sua vida como sempre foi. Agora querer restringir seus direitos? Pra quê? O quê se ganha, individualmente, com isso? Nada. Só q parece q os jovens hj tem a mente tão fechada quanto seus bisavós. Falo isso pq sou uma, e no meu meio ser diferente, transgressor, é, ironicamente, ser conservador e contra qualquer mudança social
Rafa

Anônimo disse...

Pois digo que o Levy ganhou meu voto.

Anônimo disse...

Mas e a Dilma...
fez alguma coisa no episódio do Levy?
Mas e a Dilma...
disse que era a favor de casamento homoafetivo?
Mas e a Dilma...
se posicionou a favor do aborto ou da liberação da maconha?

Claro, desqualifiquemos os outros por aquilo que nossos próprios candidatos fazem igual.

Anônimo disse...

Concordo totalmente com a autora. Como é, as pessoas são agredidas e tem que aplaudir o agressor? É ofendida e tem que ser educadinha, não responder de volta? O que mais vão dizer, que se um gay for agredido na rua ele tem que abraçar seu agressor e pedir desculpas por existir? Com licença, por que essa gente asquerosa não vai se jogar do alto de um penhasco? falta não vai fazer, é garantido. Vão, nojentos, façam desse mundo um lugar melhor. Sumam.

P.S. Hoje, na minha aula da tarde, um colega da minha antiga turma, gay assumido, comentou com amigxs sobre esse caso: "pra quê ficar dando uma de catraca do c# alheio? Deve ser tesão incubado, porque quem tá feliz com a vida sexual não se preocupa com a dos outros!" Olha, só consigo concordar com ele e pensar que esse povo é enrustido, mesmo. Já foi até comprovado em pesquisa, é só digitar no google. Então, me perdoem, pessoal, mas vou imitar os mascus e sugerir um macho bem dotado pra esse sr. Fidelix deixar de ser tão mal-comido e melhorar o humor.

Cris disse...

"quer dizer que o direito a vida não é absoluto? Pois é, Lola. Isto é esquerdismo. Se você não concorda com ele, não tem direito a vida."

O direito à vida não é absoluto porque a Constituição Federal prevê pena de morte em caso de crime de guerra.

Art. 5º: [...]
XLVII - não haverá penas:

a) de morte, salvo em caso de guerra declarada, nos termos do art. 84, XIX;

além disso, vc pode matar alguém e não ser penalizado, caso aja dentro das excludentes de ilicitude: legítima defesa, estado de necessidade, estrito cumprimento de dever legal (alô, autos de resistência e matança institucionalizada!).

e, por fim, lembre-se que o país mais capitalista, liberal e de direita do mundo, os EUA, ainda adotam a pena de morte. e quanto mais conservador de direita é o estado, mais chance de haver pena de morte, como no Texas.

e aqui no Brasil, só quem defende pena de morte e pena perpétua são conservadores de direita, ou você é meio cegueta, anônimo?

Anônimo disse...

Nossa, que medo. Ela escreveu um texto na internet dizendo que será intolerante. Fiquei com medinho. E agora? Choro?

Anônimo disse...

Nossa, quanta cultura! Só usa o Instagram...kkkkkk vou rir aqui

Ana Eufrázio disse...

Lola,
Também achei que a resposta de Luciana foi pouco enfática em afirmar que a postura do candidato era no mínimo irresponsável. Mas também acho que pode ter sido por conta da surpresa com a resposta. Mas enfim, tem de bater sim. Não podemos ser tolerantes com a descriminação, com à pretensa cassação de direitos e com a implantação de um governo teocrático no nosso país. Acredito que é um dever do político deixar em casa suas concepções morais e religiosas e pautar seu mandato no respeito aos direitos humanos em sua universalidade bem como na Constituição Brasileira, que é um belo documento em termos de direitos, mais que sequer é consultada por esse povo que "nos representa".
Abraço Lola!

Anônimo disse...

"Nossa, que medo. Ela escreveu um texto na internet dizendo que será intolerante. Fiquei com medinho. E agora? Choro?"

Os únicos chorões aqui são vocês, que amam cuidar do cu alheio.

Agora que você já encheu o saco de um blog feminista, pode tomar seu todinho e ir dormir.

Sara disse...

acho estranho q a maior parte dos q ficaram muito chocados com as declarações homofobicas do sr Levy (vulgo sr Spacely) são muitas vezes os mesmos que apoiam a Dilminha que por sua vez apoia esses assassinos extremistas islamicos, que matam gays e lésbicas a torta e a direita, alem é claro de outras pessoas menos cotadas, dificil entender essa..

Gil disse...

Foi tenebroso mesmo, e não temos mesmo que ser tolerantes com esses absurdos. Hj ouvi no rádio uma propaganda absurda de um candidato do PSC a dep estadual, chamando de lixo moral o casamento gay, aborto e legalização das drogas. A coisa tá feia mesmo.
Procurei ele na net e achei o perfil no facebook, propostas 0, mas muito sou o candidato de deus.

https://www.facebook.com/gilbertonascimento.psc20

Luiza Original disse...

Alguém avisa esse tal de Fidélix (ele já ganhou alguma eleição?) que cu não faz parte do aparelho excretor, e sim do digestório.

dorinnha radashy disse...

pro levi, pra dilma, ou seja la pra quem for, é fácil apontar o dedo pra comunidade GLBT, pois eles nunca passaram por tamanha situação, e aposto que não tem um parente sequer que foi morto por causa de um homofóbico qualquer que tenha crusado seu caminho. querer que as pessoas sejam únicas, não nos diferensia em um país que prega que é extremamente democrático, onde cada um pode se expressar, pode ter qual religião desejar e etc. querer criar uma cultura extremamente étero sexual, é querer excluir de nós, a diversidade, a liberdade de escolha que as pessoas tem , de se casarem com o sexo oposto ou com o mesmo sexo. achei nogento esse debate. sorte que o Levi não vai ganhar, mas existem outros homofóbicos inclusos na nossa política nogenta.

André disse...

Sara,

A Dilma não apoia terroristas,veja o link. Se, mesmo assim duvidar, procure os videos no google.

Nyu-chan disse...

Uma coisa que eu reparo quando isso acontece é: Se o cara ai falou merda, beleza, é liberdade de expressão. Se você contesta o que ele falou, como é no caso desse texto: "Ah! mas você quer censura-lo! Você está indo contra a liberdade dele de falar o que muitos pensam!".

Esse foi um discurso que vi recorrente em muitos lugares de pessoas que criticaram a atitude do Levy, falando que estavam cerceando o direito dele de se expressar. Eu não entendo isso: se você pode ser um babacão preconceituoso, beleza! É liberdade de expressão! Mas se você critica o babacão: VOCÊ QUER CENSURA!

Uma coisa que as pessoas precisam saber é que existe a liberdade de expressão, mas tem que aguentar as consequências do que você disse, principalmente quando isso afeta a vida de outras pessoas que não fazem mal a ninguém.

Quando ouvi o que o Levy falou fiquei com as mesmas expressões da Luciana, e acho que ela conseguiu segurar bem para não se rebaixar ao que ele disse, afinal foram tantos absurdos que deixa qualquer um fora do sério.

Ainda vi discursos de gente falando "Ah, o que ele falou é o que todo cristão/cidadão de bem pensa!". Vi muita gente falando isso e o apoiando... Cadê aquele "amai-vos uns aos outros"? Tenho medo do "cidadão de bem", muitas vezes tão brutais que não notam ser piores que os criminosos que eles combatem.

Enfim, o texto aqui me deixou mais aliviada ao perceber que tem gente que ainda pensa no próximo, me fazendo mais feliz depois de todo o chorume que surgiu em meu face.

dorinnha radashy disse...

é por isso que o nosso país não evolue, com pessoas extremamente ignorantes, que desejam esterminar uma certa categoria, somente porque ela não bate com o perfil da maioria. pois bem, e no que isso os diferensia? eles não pagam impostos como nós? não tem os mesmos direitos que nós temos? (pregam que sim, mas na prática sabemos que isso não é levado a cério.) esse debate foi extremamente nogento. embora seja visível que esse cara não vai ganhar, sabemos que a homofobia está irraisada em outras pessoas que tomarão o poder.

Anônimo disse...

Lola! Sou.muito fã do seu blog leio todos os dias, gostaria muito que você comentasse sobre essas torturas que estão acontecendo contra as mulheres, que estão sendo filmadas na hora do ato da agressão e colocado nas redes sociais. Sei que não tem nada a ver com o tema, mas gostaria muito que você se manifestasse sobre o assunto. Um grande beijo

Danilo "aeghavitabkoik" disse...

Resposta: Lola,eu sugeria você criar um guest post sobre os Sanctos.

FIM DO ORKUT, FIM DOS SANCTOS. O Orkut era o bueiro onde saia os sanctos. Mas o Orkut se findou

Anônimo disse...

Casar,adotar filhos ... acho que esse pessoal LGBT força a barra,vivam sua vida numa boa,sou contra a violência ,mas também sou contra esse mundo ridículo que vocês querem criar,e que nunca vai ser normal; gosta de homem ? gosta de mulher ,então se contente em ser um casal homossexual que não reproduz . Vocês querem alastrar essa merda por toda a sociedade ; E acham um monte de "modernos,politizados,espíritos evoluídos e donos da verdade" para apoiar essa patifaria. Gays adoram causar.só isso.
e claro que comento anonimamente,afinal,ninguém pode dizer isso né,é feio.

Anônimo disse...

Vídeo do Levy em 1995

https://www.youtube.com/watch?v=y6oXW_YiV6g

Anônimo disse...

Anon das 00:43, mas é muito fácil resolver esse problema: fure seus olhos pra não ver essas coisas, estoure os ouvidos pra não ouvir sobre esse gays malvados e que só querem causar, arranque sua língua pra não precisar mais falar com eles, e pronto. Viu? Você tá livre dessa sociedade horrrosa que reprime os pobres homofóbicos(cofcof bandodeenrustido cofcof) e os impede de perseguir gays! Não é legal? E se você quiser o pacote completo com direito a suicídio é sem acréscimo nenhum no preço.

donadio disse...

"Vocês continuam reclamando de um mundo que não vai mudar nunca?? Ou melhor, irá mudar, pra pior."

É, eu também acho.

Essa bobagem de abolir a escravidão, por exemplo, é óbvio que não vai dar certo. Nunca vai acontecer. E o Castro Alves e o Joaquim Nabuco são dois idiotas, reclamando contra o inevitável.

Ups, isso aí em cima era para ser comment no post de abril de 1888 sobre Isabel de Bragança e o protagonismo feminino, me confundi, foi mal aí, Lola...

Anônimo disse...

Sara, a presidenta defendeu a decisão do próprio Conselho de Segurança da ONU, que não autorizou bombardeios à Síria. E também chamou o embaixador de Israel para explicações quando do bombardeio Gaza. Dispense os intermediários e vá às fontes primárias, senão você fica parecendo aqueles mascus que aparecem por aqui...

donadio disse...

"Dilma ir pregar em favor de diálogo com assassinos fundamentalistas islamicos"

Claro, por que bombardear os caras (matando mulheres e crianças "por acaso" no processo) está dando resultados maravilhosos. Veja o Afganistão, por exemplo, onde a intervenção americana realmente acabou com o Talibã, pacificou o país, e resultou numa sociedade maravilhosa, em que os direitos humanos, especialmente os das mulheres, são integralmente respeitados.

No mesmo período em que o Estado Islâmico tem decapitado pessoas com intensa repercussão na mídia e escândalo entre os civilizados de plantão, o governo estabelecido da Arábia Saudita continua executando pessoas por crimes de costume (sim, inclusive pelo mesmo método - decapitação), sem que ninguém erga a voz. Claro, são só mulheres árabes sem parentes importantes, não jornalistas americanos ou ingleses com blogs na internet e empregos m(entir)ídia ocidental.

A verdade é que continua todo mundo - inclusive Obomba prêmio Nobel - negociando e dialogando com a Arábia Saudita e seu governo decapitador de adúlteras, inclusive para pedir apoio para os bombardeios contra o Estado Islâmico.

Mas, claro, se são aliados dos Estados Unidos, devem ser democratas, né? Agora, se são inimigos, alguém dizer que bombardear não adianta é ser cúmplice de fundamentalistas assassinos.

Mundo bão...

Anônimo disse...

Além disso, o direito à vida é relativizado em função da liberdade religiosa quando os testemunhas de Jeová impedem uma transfusão de sangue a seus filhos.

Anônimo disse...

Eu acho que o Fidelix fez de caso pensado...para dar ibope mesmo.Ele viu que uma parcela da sociedade (e parcela grandeeee infelizmente) ainda é homofóbica e quis tirar proveito disso!!!Afinal ele sabia desde o começo que não iria ganhar para presidente.AGora pelo menos deu ibope, né?é a mesma tática do Bolsonaro, do Malafaia...Não digo que eles não sejam homofóbicos...mas sim que não falam seus discursos inadvertidamente.é tudo estratégia de marketing!Só ver que depois do debate as curtidas no facebook do Fidelix aumentaram demais!!!Não duvido que ele tenha inclusive mais votos agora do que teria antes...Affffff

donadio disse...

"Queria ver como seria se os veganos falassem assim dos especistas"

E falaram? Não, né?

********************

Isso sem falar se os destros falassem assim dos canhotos, ou os ciclistas dos motoristas, ou os flamenguistas dos corintianos. Que horror, que horror, que horror, seria a guerra civil.

Dieta não é questão social, esquece essa bobagem.

Raven Deschain disse...

Plmdds, não sei em qual post os comentários tão piores. Gay só quer causar, trans são monstrengos e abortistas não devem abortar por que o papai não deixa. Volto outra hora.

donadio disse...

Gente, o formato do debate não permitia mesmo muita discussão.

Fora todo mundo agredir verbalmente Fidélix desrespeitando as regras do debate - coisa que ninguém ia fazer - o que era para ter acontecido? O que é que o Aécio ou a Dilma deveriam ter feito?

A única que estava autorizada a contestar o idiota era a Luciana. E ela contestou; pode não ter sido do jeito que a gente teria feito (ou que a gente acha que teria feito), ou gostaria que ela fizesse, mas a ideia do debate é a discussão de ideias, não a troca de agressões entre indivíduos. Acho que ela fez bem em não descer ao nível dele.

Todos os outros, exceto, me parece, o Pastor Everaldo e o Eymael, condenaram o discurso homofóbico do Fidélix, depois, quando não estavam amarrados pelas regras do debate. Nenhum foi exceção - nem a Dilma, nem o Aécio, nem o Eduardo Jorge, nem a Marina -; todos disseram o que precisava ser dito: que é um discurso de ódio, inaceitável numa sociedade que se quer civilizada.

Também entraram com representações na justiça contra o imbecil. Precisa mais do que isso? Ou será que mais do que isso não faria exatamente o jogo do palhaço, ajudando-o a fazer campanha e conquistar o voto da parcela homofóbica da população?

donadio disse...

"Além disso, o direito à vida é relativizado em função da liberdade religiosa quando os testemunhas de Jeová impedem uma transfusão de sangue a seus filhos."

Não, não é. A conduta é criminosa e sujeita os que a praticam às sanções previstas no Código Penal. E as autoridades tem o poder de realizar as transfusões sem a autorização dos pais quando estes tentam impedi-las por motivos religiosos.

Pode acontecer na prática, mas "relativiza o direito à vida" tanto quanto os assassinatos de Goiânia.

Sara disse...

Condenar quem pelo menos esta tentando conter estas bestas feras islamicas, não me parece que esta trazendo resultados tb sr Donadio.
Alem do mais o q sugere nossa presidente q se faça enquanto esses facínoras continuam cortando cabeças ao bel prazer??
O problema sr Donadio é q a esquerda em seu desvario de odiar os EUA, toma partido até mesmo de grupos e religiões que ignoram solenemente direitos humanos, desde q esses grupos se posicionem contra os EUA.
"o inimigo do meu inimigo é meu amigo"

Gle disse...

Fui com a Raven, beijinho no ombro!

Verô! disse...

A melhor resposta que a Luciana poderia dar ela deu: pontuou sua defesa à igualdade de direitos, algo que ela sempre defendeu assim como os membros do partido dela . A melhor candidata de longe, pena que sem chances de ganhar... pelo menos é uma luz no meio de tantas trevas na política. Esse ano por não estar no Brasil não poderei votar, mas votaria na Luciana no primeiro turno. No segundo turno não tem outra opção: Dilma. Aécio nunca, Marina é uma incógnita para mim, tem um programa de governo confuso e com o pior do liberalismo. Leram o projeto para a educação? É de dar vergonha.

Mas o que me acalenta nisso tudo é que ao mesmo tempo que um bando de tapados dão "like" na página do Fidelix por causa dos absurdos ditos por ele, mais pessoas ainda se manifestam contra ele. Estava nos TTs depois do debate e a maioria das pessoas estava contra o Fidelix. É que esse discurso mobiliza alguns reaças, mas afortunadamente não vence eleição. Vide o caso do Serra que foi dar uma de conservador cristão e não só perdeu a presidência como perdeu a prefeitura de São Paulo.

Estamos indo devagar, mas o Brasil está mudando, as brasileiras e os brasileiros estão mudando. Lembro que quando comecei a navegar na internet a quantidade de discursos homofóbicos era imensamente maior do que hoje.

Verô! disse...

A melhor resposta que a Luciana poderia dar ela deu: pontuou sua defesa à igualdade de direitos, algo que ela sempre defendeu assim como os membros do partido dela . A melhor candidata de longe, pena que sem chances de ganhar... pelo menos é uma luz no meio de tantas trevas na política. Esse ano por não estar no Brasil não poderei votar, mas votaria na Luciana no primeiro turno. No segundo turno não tem outra opção: Dilma. Aécio nunca, Marina é uma incógnita para mim, tem um programa de governo confuso e com o pior do liberalismo. Leram o projeto para a educação? É de dar vergonha.

Mas o que me acalenta nisso tudo é que ao mesmo tempo que um bando de tapados dão "like" na página do Fidelix por causa dos absurdos ditos por ele, mais pessoas ainda se manifestam contra ele. Estava nos TTs depois do debate e a maioria das pessoas estava contra o Fidelix. É que esse discurso mobiliza alguns reaças, mas afortunadamente não vence eleição. Vide o caso do Serra que foi dar uma de conservador cristão e não só perdeu a presidência como perdeu a prefeitura de São Paulo.

Estamos indo devagar, mas o Brasil está mudando, as brasileiras e os brasileiros estão mudando. Lembro que quando comecei a navegar na internet a quantidade de discursos homofóbicos era imensamente maior do que hoje.

Anônimo disse...

Falar que é contra responder ódio com mais ódio agora é sinônimo de apoiar os terroristas. Isso é cinismo argumentativo ou é burrice mesmo, problema de raciocínio?

Anônimo disse...

Sou a favor do Aborto, acho que a sociedade toda com uma gravidez indesejada.


Mas é preciso pensar que com os avanços da ciência será possível encontrarmos tendências em alguns fetos, como tedência ao suiícido, fobias, esquizofrenia. Coisas boas também podem ser detectadas como maior inteligência, maior resistência ao stress.


Será que os pais vão abortar os fetos que tiverem tendências homo e trans. Como vcs se colocam a respeito dessa questão.


O assunto é tão sério que China se prepara para incentivar os casais a escolherem embriões com mais inteligência e com isso aumentar o número de patentes produzidas no país. Logo, vê-se que um futuro de manipulação genética é esperado.



Anônimo disse...

donadio:

São apenas milhares de exemplos de evoluções sociais nos últimos milênios/séculos/décadas, APESAR das vozes dos conservadores. O mundo anda pra frente, nem que seja devagar. LIDEM COM ISSO.

Anônimo disse...

Olha, se uma pessoa disser que não gosta de um tipo de conduta ou atitude, isso não deve ser motivo de cadeia. Não gosto de quem come meleca em público, alguns radicais poderiam alegar que sou "melecofóbico" e que deveria ir preso por causa disso?


O "Sr Spacely" pode ter sido grosseiro, mas é algo diferente de ser criminoso.


A maioria das lébicas odeia e discrimina as mulheres bissexuais. Os transsexuais desprezam e discriminam os gays. Mas não se vê ninguém atacando essas formas de preconceito. Estranho.....

Anônimo disse...

Errr na verdade a liberdade religiosa é que é relativizada pelo direito à vida no caso dos filhos menores de idade de testemunhas de jeová. Os maiores podem recusar a transfusão se quiserem.

Anônimo disse...

Se um gay matar o outro por causa de homem, isso caso de homofobia evangélica?

Ou se uma lésbica dá uma surra na namorada por tê-la visto conversando uma menina hétero, isso é homofobia.

Galera, vcs estão vendo pelo em ovo. Estão achando problemas menores quando os funcionários públicos estão sem aumento, o aborto é proibido, a tv cabo tem um ICMS caríssimo.


Uma das desgraças deste país é a Globo, com uma tv a cabo mais barata poderíamos ter um povo mais instruído, menos homofóbico, menos problemático. A Globo é a desgraça maior.

Anônimo disse...

Nananinanã, Sara, o resultado é exatamente O ESPERADO. Os bombardeios dos EUA destinam-se muito mais a destruir a infra estrutura civil e militar do Iraque e da Síria do que atingir o ISIL (cria dos Estados Unidos. Os primeiros focos do futuro Emirado Islâmico formaram-se quando, para derrubar Gaddafi na Líbia – em 2011 – a OTAN – obedecendo ordens dos EUA – pôs-se a financiar e armar grupos jihadistas até pouco antes considerados terroristas. Depois de ter ajudado a derrubar Gaddafi, aqueles jihadistas mudaram-se para a Síria, para derrubar Assad. E é na Síria, em 2013, onde nasce o Emirado Islâmico, que imediatamente passou a ser ajudado, através de Arábia Saudita, Qatar, Kuwait, Turquia e Jordânia, que também fornecem armas e dinheiro, no quadro de um amplo programa coordenado pela CIA ). A segunda intenção é “evidenciar” a “necessidade” de “coturnos (dos EUA) no solo” e trazer mais mortes e desgraças como fazem em suas invasões mundo afora, afrontando a Carta da ONU e o Direito Internacional.
A comportamento mostrado pela “coalizão de vontades” (EUA mais ditaduras árabes, “poodles” europeus e Turquia) evidenciam que os verdadeiros alvos dos EUA−União Europeia−OTAN são: degradação completa e “mudança de regime” na Síria; destruição e balcanização completa do Iraque; futura “mudança de regime” no Irã. Não podemos esquecer que o Líbano (e o Hezbollah) também está sendo atacado pelo ISIL com a valiosa colaboração do estado de Israel. Portanto, Sara, vá às fontes primárias. Não fique repetindo as análises rasas e superficiais da nossa mídia, que aparentemente não entende muito de geopolítica. Repito, fica parecendo um mascu falando da Valerie Solanas...

Ta-chan disse...

"Condenar quem pelo menos esta tentando conter estas bestas feras islamicas, não me parece que esta trazendo resultados tb sr Donadio."
Os maravilhosos EUA vão salvar o mundo, saiam do caminho!!11!!onze!FORAPT!!111

"Alem do mais o q sugere nossa presidente q se faça enquanto esses facínoras continuam cortando cabeças ao bel prazer??"
Ela sugere que se parem os bombardeios que estão matando mais civis que tudo.

"O problema sr Donadio é q a esquerda em seu desvario de odiar os EUA, toma partido até mesmo de grupos e religiões que ignoram solenemente direitos humanos, desde q esses grupos se posicionem contra os EUA.
"o inimigo do meu inimigo é meu amigo""
A única pessoa desvairada aqui e vc Sara.Deboas, esse seu ódio contra islâmicos é grave e vc devia se tratar, pois deve ser muito amarga a vida de alguém que espumando de ódio.

Sara disse...

pra todos aqueles q ficam fazendo malabarismos pra tentar explicar ou justificar toda a barbárie que estão fazendo naquelas regiões do planeta onde essa religião islamica tem forte influência, eu só digo que até meu último suspiro vou protestar e fazer tudo o q estiver ao meu alcance pra q isso tenha fim, apoio todos os grupos q estão lutando contra esses monstros.
Chamem-me do que bem entenderem , ignorante , estúpida , seja lá o q quiserem vociferar ao meu respeito, isso não vai mudar o meu senso de justiça, não vou validar ou justificar, massacres , assassinatos , torturas, machismo extremo, pedofilia, homofobia assassina desses dementes, se preferem vcs ficarem ao lado disso, o problema esta na consciência de vcs.

lola aronovich disse...

Oi, gente! Minha coluna sobre o Levy Fidelix saiu hoje na RBA! O site teve problemas técnicos ontem o dia todo. Bom, se vcs puderem comentar lá, seria ótimo.

Anônimo disse...

Sara, agora eu entendo o dizer do Thomas Paine: "argumentar com uma pessoa que renunciou ao uso da razão é como aplicar remédio em pessoas mortas".
Nós, os "defensores da religião islâmica" somente entendemos que os processos históricos recentes que levaram o Oriente Médio à atual situação são bem mais profundos e complexos que esse seu argumentozinho ignorante que "os Estados Unidos estão tentando salvar" aquele pedaço do planeta, sabe porquê? Os Estados Unidos criaram essa situação. E ganham muito dinheiro com isso.
Se os Estados Unidos respeitassem a autonomia desses países jamais existiria uma Al Qaida, nos moldes que nós conhecemos hoje, e também jamais existiria um ISIS.
Numa guerra, Sara, as primeiras vítimas são, nessa ordem, a verdade, as crianças e as mulheres. A verdade não te interessa, isso eu já percebi. Mas é premente parar bombardeios e negociar, exatamente para salvar vidas.

Sara disse...

sabe o q me irrita profundamente em vcs anon 13.39hs o fato de vcs escolherem um bode expiatório pra todas as culpas do mundo.
Pra gente como vc os EUA são responsáveis pela insanidade cruel desses fundamentalistas islamicos, pela fome em todo o mundo, por todas as doenças que afligem esse planeta, pelos terremotos e erupções vulcânicas, tornados e ciclones, será q me esqueci de alguma coisa????

Anônimo disse...

"Chamem-me do que bem entenderem , ignorante , estúpida , seja lá o q quiserem vociferar ao meu respeito, isso não vai mudar o meu senso de justiça, não vou validar ou justificar, massacres , assassinatos , torturas, machismo extremo, pedofilia, homofobia assassina desses dementes, "

Legal que tudo isso tem no Brasil. Aos montes.

Anônimo disse...

"Se uma lésbica bate na namorada é homofobia?" e comparações de ódio a gays com ódio a quem come meleca. Parei por aqui. Bye.

Anônimo disse...

Sara, você esqueceu dos interesses "humanitários" da Monsanto em patentear o código genético de alimentos básicos, estrangulando a capacidade produtiva de pequenos e médios agricultores em países em desenvolvimento; os bônus bilionários que precisam ser pagos aos pobres banqueiros do Citibank, por exemplo; entre outras coisas.
Não, não estamos tentando usar os EUA como bode expiatório de nada, Sara. Porque eles são uns anjos que só querem proteger a democracia e levar ao mundo o seu conceito absoluto de democracia e de liberdade, inclusive sua noção mais que perfeita de defesa de direitos humanos - vide Guantánamo -, e do meio ambiente - tanto que nem se deram ao trabalho de assinar o Protocolo de Quioto, porque eles sabem melhor do que o resto do mundo como cuidar dos bens naturais da humanidade (SQN).
A sanha democratizante só fez bem ao mundo, até agora, basta ver a maneira pacífica como agiram no Vietnam, no Camboja, nos países latino-americanos e suas ditaduras (que eles sustentaram), nos países islâmicos que você cita e em vários outros.
Afinal, eles são a civilização e nós, o resto, somos a barbárie, não é mesmo?

Anônimo disse...

Sara, eu não vou mais discutir com você, da mesma maneira que não discuto com mascus, porque seu discurso é o mesmo do deles. Troque Estados unidos por machismo e política externa americana por estupro. Depois me diga se os eu discurso não é exatamente o mesmo.
Me poupe do seu discurso feminista burguês. Sua luta não é pelas que menos têm, é pelas mulheres como você, que têm mais. Não casso carteirinha de feminista, mas me causa um certo espanto esse feminismo que se ocupa do que a presidenta disse no discurso da ONU. Um fato aqui, no nosso país, superimportante na luta feminista, que é a diminuição da pobreza feminina, uma chaga que assola o mundo e é a maior responsável por nos manter em estado de constante submissão sequer é discutido num espaço como esse blog, que diga-se de passagem considero importantíssimo, sequer é citado por feministas.
Sim, hoje eu voto no PT, mas se amanhã eu encontrar um partido que encampe a diminuição da desigualdade social de verdade, do jeitinho que está na nossa constituição, então eu voto nele. Senão, eu não vou desmemerecer o pouco que foi feito por quem primeiro tentou fazer,só porque meu preconceito classemedista me faz incapaz de enxergar uma realidade constatada com dados.

Sara disse...

anon 16.21hs Eu tb não considero os EUA nenhum modelo de perfeição, ALIAS eu não conheço nenhum pais modelo de perfeição nesse planeta.
Agora se tenho q escolher de que lado fico, na situação ESPECÍFICA a qual eu estava me referindo, sobre o terrorismo islamico, não tenho nenhuma dúvida, prefiro ficar ao lado do pais que mais respeita os direitos humanos, em vez de tentar explicações mirabolantes e até criativas que vcs inventam para justificar esses grupos religiosos que no meu entender abandonaram qualquer vestígio de humanidade.
Anon 16.42hs pelo jeito vcs é mais uma cassadora de carteirinha de feministas, mas sinto lhe informar que não tenho nenhuma pra vc cassar meu amor.
Sou feminista independente, apenas porque creio na igualdade de direitos entre todos os sexos.
Meu feminismo não é ideológico, social, ou qualquer outro rótulo que vc queira impingir.
Portanto como o blog aqui é democrático, me achei no direito de dizer o q penso, e pra mim entre os disparates homofóbicos do sr Levi Fidelix e o apoio q a presidente Dilma dá a estes extremistas q matam homossexuais, eu acho q a atitude dela é muito mais destrutiva e ofensiva a esse grupo, se vc não acha, é direito seu, q eu sei respeitar, coisa q pelo jeito vc não sabe.

Anônimo disse...

"Agora se tenho q escolher de que lado fico, na situação ESPECÍFICA a qual eu estava me referindo, sobre o terrorismo islamico, não tenho nenhuma dúvida, prefiro ficar ao lado do pais que mais respeita os direitos humanos,"

Que NÃO é a américa estaduniense, imagino.

Anônimo disse...

" Porque eles são uns anjos que só querem proteger a democracia e levar ao mundo o seu conceito absoluto de democracia e de liberdade, inclusive sua noção mais que perfeita de defesa de direitos humanos - vide Guantánamo -, e do meio ambiente - tanto que nem se deram ao trabalho de assinar o Protocolo de Quioto, porque eles sabem melhor do que o resto do mundo como cuidar dos bens naturais da humanidade (SQN)."

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA verdade, tem alguém aqui que acredita demais nos filmes de Hollywood...

*imagem do Superman com a bandeira dos EUA*

Anônimo disse...

Meu feminismo não é ideológico

Nota-se.

Anônimo disse...

Sara, respeitar direitos humanos tem que ser valor absoluto. Ou eu respeito ou não. Agora, você me dizer que os USA respeita direitos humanos, eu te digo, apenas os direitos humanos que interessam a eles. Sabe aquele negócio ridículo de mulher para casar e mulher para trepar? Então, não tem essa de povo para ter direitos humanos e outro para não ter. Mesmo esses adoradores de Alah merecem isso.
E nessa situação específica, a Dilma apenas reforçou a posição do Conselho de segurança da ONU, que NÃO APROVOU o bombardeio da Síria. Então, ou você é desinformada ou é desonesta. Eu acredito, sinceramente, na primeira hipótese.

Anônimo disse...

"Ademais, essas pessoas têm propiciado amplos debates sobre a questão, seja do lado anti ou pró. Em um país que já sofreu grantemente com censura e controle estatal, isso sim é bastante positivo."

penso assim também, por mais q ache um fidelix, feliciano, gentili ou rafinha bastos o lixo da humanidade, quando abrem a boca eles possibilitam q uma avalanche diga EPA MEU FILHO PERAE o que incentiva a pessoas que discordam a "sairem do armário", já que a minoria vocal mtas vezes faz o papel da maioria silente

sou TOTALMENTE CONTRA que essa gente pare de falar.

Anônimo disse...

Para aqueles que criticam determinados preceitos da religião islâmica, eu digo: concordo. Sim, o islamismo é uma religião problemática, em que muitas vezes a violência de gênero é naturalizada - o que, diga-se de passagem, ocorre em diversas outras religiões. Mas achar que os EUA interferem nos conflitos do Oriente Médio com o objetivo de "libertar" os pobres cidadãos oprimidos pelo islamismo é ingenuidade demais. Por favor, né. Não é novidade que a Arábia Saudita, país extremamente retrógrado em questões de direitos humanos e onde mulheres não podem votar ou dirigir, é um dos maiores aliados dos EUA. Ó, que chocante, o governo estadunidense não se importa nem um pouco com o bem-estar dos cidadãos do Oriente Médio, se importa com DINHEIRO e PETRÓLEO. Se o Irã, o Iraque, os árabes palestinos e companhia limitada facilitassem a compra de petróleo pelos EUA nessas regiões, pode crer que as tropas estadunidenses teriam deixado o Oriente Médio há muito tempo.

Domingos Tavares disse...

@anom de 12h15
Não é porque violência acontece em relacionamentos homoafetivos - do mesmo jeito que acontece em famílias ditas "tradicionais" - que não exista homofobia.

Independente de haver ou não a briga, os evangélicos pregam o ódio aos homossexuais. Grupos mais fundamentalistas vão atrás para agredi-los. Eles são hostilizados em quaisquer lugar onde vão por causa de cristãos que acham que aquela expressão de amor seja uma aberração porque seu sacerdote faz questão de frisar essa parte ao invés daquele "Amai-vos uns aos outro como Eu vos amei".

Além disso, cristãos parecem AMAR quando acontece uma morte por brigas entre homossexuais. Primeiro porque eles usam esse acontecimento para negar que exista homofobia, em uma demonstração clara de desonestidade intelectual. E segundo porque é um homossexual a menos vivo, sendo que quanto mais reacionário for esse cristão, mais ele apoiará a morte das pessoas de quem ele não gosta.

E falar sobre a homofobia no meio cristão não é procurar pelo em ovo, mas sim apontar o óbvio. E isso é tão óbvio que é o tipo de coisa que está bem diante dos olhos mas você não vê.

Para encerrar, eu concordo que a globo faça parte do problema. Mas ele é muito mais profundo do que você diz aqui.

André disse...

19:24,

Será que é desinformação? Eu deixei um link com o resumo da história, o discurso da Dilma é facilmente encontrável, mas ela insiste em criticar uma coisa que a Dilma não falou.

Anônimo disse...

André, ela simplesmente não quer saber. Se for pra detonar o PT vale tudo... Até contar uma mentira. E os escrúpulos? Ora, os escrúpulos...

Sara disse...

ao bando de anônimos q muito provavelmente devem ser a mesma pessoa, não me considero desinformada muito menos desonesta, apenas não fico escolhendo minhas fontes criteriosamente como fazem vcs, q criticam a imprensa pq ela não retrata o mundo da maneira que vcs querem que seja retratado.
Uso meu bom senso pra absorver o q observo.
Acho muito mais desonesto aceitar como aliados grupos fundamentalistas islamicos que transformam os paises onde tem forte influência e infernos que fazem inveja a imaginação de Dante, pelo simples fato de que eles tb são inimigos do grande satã os EUA.
Continuem ai preservando seu glorioso PT, e passem por cima de suas consciências que a esta altura já devem estar bem cauterizadas, diante de tudo que se sabe.

Anônimo disse...

Sara, por favor, você já não percebe que não tem mais argumentos? É difícil admitir a ignorância e assumir que errou? Você falou por impulso, tudo bem, acontece. O problema é você continuar a defender seu argumento mal fundamentado por mero orgulho.

A Dilma NUNCA manifestou apoio aos grupos fundamentalistas islâmicos, ela apenas ressalta que a única via para solucionar o problema é o DIÁLOGO, não a violência. Você está sendo mentirosa quando diz que ela apoia os grupos islâmicos.
Ademais, você acredita que a coalização imperialista é boazinha e está tentando conter o avanço desse grupo pelo bem da humanidade. Isso mostra que você não entende muito de geopolítica. Além disso, você não parece se importar com as violações aos direitos humanos promovidas pela coalizão ocidental no Iraque e Afeganistão, onde milhares de mulheres e crianças foram BOMBARDEADAS pelos exércitos invasores.
Minha intenção não é te provocar, mas apenas destacar que você está equivocada e deveria repensar sua posição.

Feminista capitalista disse...

Até onde eu vi,ele virou motivo de piada geral, agora é ficar de olho,se o PRTB teve coragem de indicar uma pessoa com essa mentalidade a candidato a presidência,isso é um grande sinal de não ser um partido admirável/confiável,vergonha um homem como ele querer ser presidente.

Enfim,ele será massacrado nas urnas

Raven Deschain disse...

Sara, eu gosto dos seus comentários. Mas quanto a essa frase: "apenas não fico escolhendo minhas fontes criteriosamente como fazem vcs."

Bom, me desculpe mas vc deveria. Senão vc se torna só mais uma pessoa que compartilha texto dizendo que refrigerante dá câncer e foi encontrado chupa-cabra no Mato Grosso do Sul.

E quanto aos Insira-qualquer-coisa-Istão da vida, vc tem certa razão, mas a gente tá tentando limpar nosso próprio quintal nesse post. Mais pra frente a gente pensa em limpar o quintal dos outros. Nosso problema imediato é o Super Levy Bros falando merda.

donadio disse...

"Condenar quem pelo menos esta tentando conter estas bestas feras islamicas,"

E quem está "tentando conter estas bestas feras"? O Obomba? Não, Sara, ele não está tentando conter as bestas feras. Continua apoiando, sem o menor problema de consciência, as bestas feras que governam a Arábia Saudita, o Afeganistão, o Qatar, o Paquistão, o Bahrain, o Kuwait, os Emirados Árabes Unidos.

E se ele não bombardeia a Arábia Saudita por causa das decapitações de mulheres lá, então o motivo pelo qual ele bombardeia o Estado Islâmico não deve ser as decapitações que o EI pratica, não é mesmo?

"não me parece que esta trazendo resultados tb sr Donadio."

É claro que não está. Enquanto a região estiver sendo bombardeada, não há nada que possa realmente ser feito, a não ser... pedir que o bombardeio pare, de forma que possamos, juntos discutir e achar uma estratégia melhor.

"Alem do mais o q sugere nossa presidente q se faça enquanto esses facínoras continuam cortando cabeças ao bel prazer??"

Você acha que ela devia enviar a FAB para bombardear a Arábia Saudita?

"O problema sr Donadio é q a esquerda em seu desvario de odiar os EUA, toma partido até mesmo de grupos e religiões que ignoram solenemente direitos humanos,"

Negativo. Eu não tomo partido de religião nenhuma, sou ateu e acho todas elas exploração da crendice popular. Mas veja bem, todas elas, inclusive a do Papa Francisco e a do Pastor Malafaia.

E também não tomo partido de grupo nenhum na confusão em que os EUA transformaram o Iraque. Não tenho absolutamente simpatia nenhuma pelo Estado Islâmico; acho que são inimigos das mulheres, dos trabalhadores, dos estudantes, da gente comum que quer viver, amar e trabalhar em paz. E acho que são inimigos particularmente bárbaros, potencialmente genocidas, e que instalarão uma ditadura particularmente cruel na região que controlam, reprimindo todos os que se opuserem, seja por motivos políticos, seja por motivos religiosos. Acho que são anti-semitas, que perseguirão os judeus, que perseguirão minorias religiosas, ateus inclusive, e que perseguirão violentamente a esquerda - comunistas, anarquistas, socialistas, social democratas - e qualquer tendência política secular - nacionalistas, democratas, liberais.

Só não acho que bombardear e matar mulheres e crianças vai realmente "conter estas bestas feras". Ao contrário, desconfio que vai aumentar a legitimidade deles, e transformá-los em heróis e mártires.

"desde q esses grupos se posicionem contra os EUA."

Pra mim o problema é exatamente o contrário: que alguém apoie uma ação homicida por parte dos americanos, só por que os EUA se posicionam, circunstancialmente, contra o EI.

"o inimigo do meu inimigo é meu amigo"

Essa parece ser a sua postura, Sara: já que os EUA são inimigos do EI, e que o EI é nosso inimigo, viva os Estados Unidos...

Quando deveria ser bem óbvio que os americanos, na melhor das hipóteses, instalarão lá um governo corrupto e autoritário e massacrarão a esquerda, de forma a que a única oposição relevante ao governo fantoche deles seja... o extremismo religioso.

Por que é isso, Sara, que os Estados Unidos vêm fazendo na região toda, desde pelo menos o fim da Segunda Guerra Mundial.

donadio disse...

"Enfim,ele será massacrado nas urnas"

Eu gostaria muito que isso fosse verdade, mas duvido. Sim, ele não vai ganhar a eleição, ele não vai para o segundo turno, ele não vai ficar nem em terceiro lugar. E não vai chegar nem perto disso.

Mas o que ele disse representa uma parcela numerosa da nossa sociedade. Os "comentaristas de portal", como alguém definiu por aí. Gente que estava sem candidato, ou votando no Aécio ou na Marina para impedir o "mal maior" que será a vitória do PT.

E acho que há a possibilidade de que ele conquiste alguns desses votos. Digamos que essa parcela ultra-reacionária do eleitorado seja de 5%. Se ele conquistar um terço disso, estará chegando perto dos 2% dos votos. E na situação atual, isso significaria o quarto lugar na eleição, à frente de todos os outros nanicos. Com o risco de ainda alavancar a eleição de alguns deputados federais do partido dele. E de se firmar como um projeto visível e palpável de extrema-direita.

Eu espero que nada disso aconteça, que a Luciana e o Eduardo (não necessariamente nessa ordem) fiquem em quarto e quinto lugar nesta eleição.

Em resumo, gostaria muito que fosse, mas não tenho certeza de que o discurso ensandecido dele tenha sido um tiro no pé, considerando quanta gente ensandecida tem por aí...

Sara disse...

Raven querida tb gosto muito de seus comentários, mas o q eu quis dizer, quando disse q não sou tão criteriosa como os q me criticam, ao escolher as fontes, onde fundo meus pensamentos, é que não fico absorvendo apenas o q faz cócegas nos meus ouvidos, procuro ler de todos os canais.
E talvez não faça sentido p vc o enfoque q dei ao post, pois realmente abrangeu uma situação q existe fora do nosso pais, mas que pra mim é de suma importância.
Anon 3.55hs lamento muito que vc seja tão egotista , ao ponto de NÃO admitir q existam outras posicionamentos e pensamentos no mundo, e pior ainda que queira que eu abdique das minhas convicções em favor das suas.
O mundo não gira em torno de vc, eu respeito seu modo de pensar, embora continue achando q ele valida as atrocidades q se fazem naquelas regiões.
Nossa presidente e a grande maioria das pessoas q se dizem de esquerda apoiam SIM publicamente a causa palestina, e todos os grupos que lutam por essa causa, não importando a selvageria q esses grupos perpetrem, criticam Israel e qualquer pais que o apoie, ainda q eu ache q seja ligitimo q Israel se defenda.
Não vou mais debater esse assunto, pq tenho perfeita noção que a orientação do blog é tb de esquerda, se eu o frequento é porque tb é um blog feminista, embora muitos queiram cassar minha carteirinha...
Não vou mudar meu modo de pensar só pq vc quer, como já disse , o mundo não gira em torno de vc e do q vc pensa.

Anônimo disse...

Esse pessoal é engraçado. Manda o povo de esquerda “selecionar as fontes”, mas vai olhar qual é a fonte deles. A revista Veja é a principal. Tenham santa paciência. Se o meio de comunicação é contra o que eles pensam, é mentiroso, cego, parcial. Se é a favor, é isento e digno de confiança. Isso porque eu nem tô falando da grande massa que tem a opinião FORMADA inteiramente pela Veja e outros meios/colunistas de direita.

André disse...

"Nossa presidente e a grande maioria das pessoas q se dizem de esquerda apoiam SIM publicamente a causa palestina, e todos os grupos que lutam por essa causa, ..."
Ainda resta alguma dúvida de que não se trata de desinformação?

Anônimo disse...

Sara, quando você exprime um posicionamento dizendo que não está disposta a mudar suas convicções mesmo sabendo que elas são infundadas e equivocadas, você está escolhendo a ignorância.
O mundo não gira em torno de mim, nunca disse isso. A diferença é: eu NÃO tenho que aceitar convicções mal fundamentadas baseadas puramente em desinformação. Eu não te desrespeitei em nenhum momento, apenas provei o quão risível é seu pensamento, não por ele ser diferente do meu, mas por não ter embasamento algum. Sinto muito, mas ninguém é obrigado a ler pensamentos destituídos de bases reais calado, e se você não gostou do fato das pessoas terem te rebatido, basta lembrar que o mundo não gira em torno do seu pensamento. Você deveria mudá-lo não por eu discordar dele, mas porque ele não tem fundamentos e isso é objetivamente comprovável.

Anônimo disse...

Relaxa, Sara, esquerdista é assim: psicopatas a gente deve passar a mão na cabeça, fuzil é pra branco que ganha mais R$ 1.500,00 por mês.

Sara disse...

https://www.youtube.com/watch?v=fI0esAVfw3U#t=293

é obvio q vão contestar a fonte, pq ela confronta tudo o q vcs despejam.
Mas ai vai um video de outro ignorante , burro, alienado, sem embasamento nenhum, as imagens são todas frutos de estudios de cinema burgueses aliados aos capitalistas selvagens e bla bla bla bla.....

Anônimo disse...

E o que tem esse vídeo a ver com o fato que a presidenta não apoiou o EI na ONU?
Desculpe-me, Sara, mas você está desviando do assunto. Sabe, "na situação ESPECÍFICA a qual eu estava me referindo, sobre o terrorismo islamico" (palavras suas) foi provado factualmente que a presidenta NÃO apoiou o EI na ONU.
Você pode ter o posicionamento político que você quiser, mas vir aqui, despejar uma informação mentirosa, e esperar que nós não a confrontemos... por favor...
Se você quer realmente saber sobre a situação do EI/ISIS, estude sobre a deposição do Gadaffi, como foi feita e a interesse de quem e, principalmente, se a vida dos cidadãos líbios melhorou.
Se pergunte porque em maio de 2013, um mês depois de ter fundado o Estado Islâmico no Iraque e Levante, Ibrahim al-Badri – o hoje Califa, que adotou o nome de guerra de Abu Bakr al-Baghdadi, reuniu-se na Síria com John MacCain, a quem Obama entregou a execução de várias operações secretas para o governo dos EUA. Depois daquela reunião, o Estado Islâmico, ainda então chamado apenas ISIL, começou sua ofensiva no Iraque, no preciso instante em que o governo do primeiro-ministro al-Maliki (do Iraque) distanciava-se de Washington, para aproximar-se de China e Rússia. Sobre esse ponto das relações Rússia-China, se pergunte o que vai acontecer aos USA quando (não se, depois da criação do banco dos Brics e do acordo sino-russo de comercializarem em suas próprias moedas) o uso do padrão dólar começar a definhar. Quando você conseguir concatenar todas essas informações, talvez você consiga entender os interesses de Washington na eleição no Brasil. Se pergunte porquê os dois candidatos da oposição são contra o Brics, o Mercosul e a Unasul e quem os apoia e financia (detalhe, são coisas diferentes, tá?).
Eu, Sara, não me posiciono por "acreditar", eu me posiciono porque analiso dados e informações em fontes seguras, e eu sei que nossa imprensa-empresa tem interesses que, constantemente, são contrários ao interesse do povo brasileiro. Eu não sou anti-americana, Sara, eu sou pró-Brasil.

Anônimo disse...

Levy falou muita besteira e não tem nada a ver pelo fato de ser gordo, mas, anonimo das 13:31, não diga que gordos não fazem mal a ninguém porque eu já enfrentei injúrias, difamações e até ameaças gratuitas de obesos invejosos.

Sara disse...

embora eu já tinha dito q NÃO queria mais debater esse assunto, pois é totalmente inútil e tão emocionante quanto jogar xadrez com um pombo.
anon 11.33hs vc precisa só entender uma coisinha, suas observações e conclusões de alguns fatos q vc citou, podem ser muito diferentes, dependendo da orientação política de quem faz a analise.

http://www.revoltabrasil.com.br/politica/5186-enquanto-eua-com-apoio-de-50-paises-bombardeia-terroristas-do-isis-dilma-diz-que-brasil-repudia-os-ataques.htm


mas é claro q quem não chega as mesmas conclusões q vc, é ignorante, burro, sem embasamento nenhum, vc me convenceu.
Agora tb acho q esses pobres inocentes desses revoltados islamicos, não são mais do que vítimas da satânica coligação capitalista burguesa.
Portanto sugiro que vc e seus colegas auxiliem essa pobre gente, vão até lá e se prontifiquem a ajuda-los a cortar mais cabeças desses infiéis burgueses, sabe que tem muitos q pensam como vc e já estão lá com esse nobre propósito, inclusive um brasileiro.
Tb já q estou convencida de q vc esta certa, gostaria de sugerir a presidente, que como ajuda humanitária, enviasse umas serras elétricas a esses incansáveis lutadores, afinal ninguem merece tanto sacrifício para impor sua religião e ideias, não acha???

André disse...

Sara,

Você se recusa a ler o discurso da Dilma e prefere ler o que pessoas mal intencionadas dizem que ela falou. Direito seu. Mas, nesse vídeo que você postou, o cara quer jogar no colo das feministas brasileiras o apedrejamento de mulheres nos países islâmicos. Você concorda com isso?

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkk você continua achando que eu me baseio em "análises".
Fontes primárias, Sara, fontes primárias.

Sara disse...

concordo SIM andre , e integralmente, nunca vi nenhum protesto feminista contra as atrocidades q ocorrem dentro dos lugares onde a religião islamica tem forte influência, talvez com exceção do FEMEN, que tinha esse tema em seus protestos, mas foi muito criticado, mas muito pelo contrário, qualquer voz q se levante entre as feministas nesse sentido é calada, alem de receber todo o tipo de escárnio e deboche, basta ver como fui tratada por vc e outros aqui.
Por mais absurda que seja a maneira como as mulheres são tratadas nessas comunidades islamicas, o q pesa para as feministas com mais representatividade aqui no Brasil, q geralmente são de esquerda é o fato q citei nos comentários anteriores, preferem ficar ao lado de gente ultra machista e misóginos do q apoiar os USA.
Sem contar aquelas q insistem em que devemos respeitar outras culturas, não importando se dentro dessas culturas estejam mutilando e matando mulheres das maneiras mais cruéis.
Então pra mim a misoginia praticada dentro dessa religião acabou se tornando um tema tabu, para as feministas aqui no Brasil.
Pode até escandalizar e chocar, mas pouquíssimas se atrevem a denunciar isso.

Sara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André disse...

Sara,

A lógica binária dele é que as feministas brasileiras apoiam o apedrejamento de mulheres no islã porque não fazem passeatas contra. Ele ignora qualquer crítica feita por outros meios, também ignora que se pode ser contra o apedrejamento E contra o bombardeio dessas mulheres. E você concorda com ele.
PS: deboche é você tomar por verdadeiro algo que não ocorreu, inclusive com filmagens mostrando que você está errada, e ainda assim nos acusar de não querer ver a verdade.

João Paulo disse...

Lindo. A única intolerância aceitável é justamente ser intolerante a mesma.

Larissa Domingos disse...

De onde essas pessoas tiram que homessexualidade pode ser "estimulada"??? Não faz sentido nenhum gente, não é lógico, não é científico e nem religioso ou filosófico! Simplesmente tiram uma teoria do rabo (com o perdão do trocadilho) e defendem isso com unhas e dentes, SEM EMBASAMENTO NENHUM! eu custo muito a entender como seres teoricamente evoluídos e racionais conseguem se apegar nessas teorias sem lógica ou fundamento

Anônimo disse...

Anon de 12:05, quem faz mal são pessoas, independente da forma. Você deve ser magro (pra ser super invejado assim, né) e tá falando merda, olha que bom exemplo.

Feminista capitalista disse...

Donadio

Quando disse que ele seria massacrado nas urnas me referia justamente a isso,ao fato de que até o quarto lugar já seria muito pra um fracassado como ele,de que ele não tinha a menor chance de chegar ao segundo turno!

E de fato estava certa, agora isso não significa que ele não receberia nenhum voto e que ficaria em último lugar, ainda mais existindo tantos outros candidatos que sequer apareciam na mídia, sim,existem muitas pessoas machistas que carregam a homofobia dele, e que tem uma mentalidade deturpada feito a dele,mas senti que até mesmo machistas com um certo grau de conservadorismo acharam a criatura ridícula, pra ver o quão caricato ele é.


Agora que ele já conseguiu os 15 minutinhos de atenção dele,espero,francamente que ele desapareça,até porque o descontrole total dele no debate da Globo foi evidente,figura totalmente ridícula,e os 0,4% dele serve para mostrar a todos aqueles que ficavam gritando : "Bolsonaro pra presidente" o quão insignificantes eles são.

Anônimo disse...

eu nem consigo acreditar que luciana passou bem a frente desse sei lá oque. isso me dá esperança!
ao mesmo tempo, fico assustadíssima com essa cambada de pastores famosos por fazerem discurso de ódio eleitos. bolsonaro (o mais asqueroso de todos), feliciano, etc
nao me conformo.