quinta-feira, 29 de março de 2012

DE MASCU PRA MASCU: ATÉ AS BARATAS FAZEM SEXO

Mascus se põem à disposição para ajudar um dos seus

Este foi um thread espetacular que vi num fórum masculinista. Selecionei alguns comentários pra compartilhar com vocês aqui, porque não sou egoísta e acredito que todo mundo merece rir. E é tudo sic, eu não mudo uma só vírgula (só incluo um ou outro asterisco pra não chocar minha mãe).
Acompanhem a situação: um rapaz de mais de 20 anos abriu um tópico no tal fórum pra dizer que nunca teve contato físico com uma mulher. Querido, entenda: apesar de 90
% dos mascus estarem no mesmo barco, eles não empatizam com quem eles consideram fracassados (nota: eu não vejo problema nenhum em um sujeito ser virgem. E é só ter paciência e ser legal com as garotas – em outras palavras, fugir da ideologia mascu – que alguma vai aparecer).
Mas quem liga pra minha opinião? O legal de existir um
movimento pró-homem é como eles apoiam uns aos outros! Nesse thread em particular, todos os mascus tinham a solução: puteiro já pro rapá! (meus comentários estão em itálico/bold. O resto é deles. Ah, podem ler sem medo que eu juro que não coloco nenhuma imagem de inseto inominável).

Até quando vai ficar esperando a boa vontade de uma p*ta de familia pra te tirar dessa miséria? Acorde, rapaz. Um homem virgem nessa idade é uma vergonha.

P*ta de família, civil... São termos carinhosos que mascus usam pra se referir às mulheres (que, por algum mistério indecifrável, nunca querem transar com eles). Mas o rapaz revelou que sentia-se mal com a ideia de ter que pagar pra transar. Seus colegas ficaram indignados:

Vc prefere comer uma feia de graça a uma gostosa top pagando só pra ter o ego inflado? Então corte suas bolas logo, pois vc não é homem. Vc é uma mulher que por um desastre da natureza nasceu com um pau e duas bolas.

Xingou o cara de mulher, o pior dos insultos! É comovente a solidariedade mascu com um dos seus...

Você tem que comer um p*ta até pra perder esse deslumbramento que o sexo é algo de outro planeta. Tem vergonha? toma 2 cervejas e depois vai se encontrar com a p*ta, mete e goza. Acabou!

Às vezes vocês não têm a impressão de que, apesar da gente odiar sexo, como eles sempre dizem, nós temos uma visão um tiquinho melhor que eles sobre a coisa? Só impressão!

Vc pelo visto não aprendeu nada com a Real. Quem conhece a Real sabe que as mulheres não gostam de sexo, e que o fazem apenas para dominar o homem, para que esse atenda aos seus desejos utilitaristas.

Não aprendeu nada com os guerreiros da real: volte cinco casas.

Um homem virgem é um homem bobão, inocente, ingênuo, que jamais será levado a sério. Perder a virgindade, mesmo que seja com uma p*ta, é importantissimo na vida de um homem, para que ele se desenvolva sem traumas, seguro de si. Um homem que nunca comeu uma mulher se sente um b*sta, ele não se sente homem, eu sei como é.

Experiência pessoal vale muito nessas horas.

Não supervalorize uma b*ceta, um beijo, uma namorada, mulher... Não é nada demais!! Até as baratas fazem sexo!! Você também vai conseguir.

É isso aí, amiguinho! Mire-se no exemplo... das baratas.

Pare de idealizar tanto assim uma f*da e esperando uma civil mediana chegar em uma égua para f*der com você, isso JAMAIS, repito, JAMAIS, acontecerá.

Não sou eu que tô dizendo que jamais, repito, jamais uma garota vai chegar perto de um mascu.

Leva dinheiro para o programa integral , ja que tu vai comer uma b*ceta ja aproveita e come um c* tb e se livra logo desse mantra , não tem nada de errado nisso, qualquer coisa to a disposição.

Qualquer coisa tô à disposição é demais! Adoro a ordem das frases. Eu não conseguiria inventar uma coisa dessas nem que eu quisesse! Essa superou aquela do mascu que deixou um comentário aqui com um juramento: “Nunca mais uma feminazi vai me penetrar com um consolo!” I'll never be hungry again!
Favor não chorar de rir em cima do computador que pode dar curto. Agora com licença que vou trabalhar. Qualquer coisa tô à disposição.

221 comentários:

1 – 200 de 221   Recentes›   Mais recentes»
carolinapaiva disse...

Depois esses mascus dizem que sua ideologia não tem nada a ver com os sanctos. Como não, se eles consideram a palavra "mulher" como ofensa e referem-se ás mulheres como putas de família?
A única diferença é a intensidade mesmo, e olhe lá...

Marcelo disse...

Homossexual enrustido? Quem atira essa pedra?

Rodrigo disse...

HAHAHAHAHAHA

"Perder a virgindade, mesmo que seja com uma p*ta, é importantissimo na vida de um homem, para que ele se desenvolva sem traumas, "

Importantíssimo na vida de um homem, para que ele se desenvolva sem traumas.

AHAM, conselho vindo de uma pessoa super sensata e sadia mentalmente.

Senta lá Claudia

Anônimo disse...

Lola, pelo amor de Deus, fale sobre isso: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1068097-acusado-de-estuprar-prostitutas-menores-e-inocentado-no-stj.shtml

Ao julgar o caso de um homem acusado de estuprar meninas de 12 anos antes da mudança do Código Penal, a Terceira Seção do STJ (Superior Tribunal de Justiça) entendeu que ele não cometeu crime porque as meninas eram prostitutas.

Florzinha disse...

kkkkkkkkkkkkk
Ri litros!!!
"qualquer coisa to a disposição" foi a melhor kkkkkkkkkkkkk o q será que esse animal quis dizer com isso??? ele se habilita a livrar o rapaz do fardo da virgindade??? de que forma, hein, safadeeeeenho! kkkkkkk
como eles esperam que alguma mulher dê atenção a um cara babaca desses que se refere às mulheres desse jeito.
vai morrer só e infeliz um idiota desses, se mantiver essas ideias tacanhas sobre as mulheres e sobre o sexo.

Marcelo disse...

Um homem tem que saber lidar com putas, a vida vai colocar muitas putas na frente dele e ele precisa adquirir experiencia de alguma forma. Experiencia pessoas é sempre bem vinda, ainda mais no começo, como é o caso desse coitado.

Dri Caldeira disse...

Pessoal, não acho a mínima graça em quem é mentalmente perturbado. Eu tinh alguma dúvida, mas agora tenho certeza: eles tem problemas mentais os mascus. A começar pelas dúvidas do moço, aos conselhos dados pelos outros, tudo me soa como um grande hospício, são sim pessoas com problemas mentais graves. E eu não curto ficar rindo de retardados mentais. Estou falando sério, não sou doutora da área, mas se percebe que são pessoas que não estão no pleno exercício de suas faculdades mentais. São doentes e precisam de tratamento.

Luciana Mendonça disse...

Hhahahahahaha...vou querer salvar este pra mim. kkkkkk..

Pessoal extremamente atraente viu? Não tem como não se apaixonar!

Incrível como no fim das contas precisam "comer uma buceta" pra sentirem-se homens.

rindo muito...

Eduardo Marques disse...

Não concordo com o modo como eles pensam, mas não consigo deixar de pensar como as mulheres perdem a virgindade quando querem, basta "estar preparadas". Diferente dos homens, que só o fazem quando dá certo.

Rodrigo Souza disse...

Ele é tudo menos um coitado.
tá-tá-tss!

Anônimo disse...

Não há nenhuma diferença entre aqui e lá...aqui tb tem mulheres frustradas, feias, sem filhos, etc...

até o Èmerson era casado e vc acha realmente que 90 por cento do forum eh virgem? hahaha...eu ja tenho 2 filhos, ja me relacionei com vários tipos de mulheres (inclusive negras, só gordas que não), e sou um dos que frequento o forum, assim como outros que tb são casados, namoram, outros, por ideologia são solteiros, assim como tem nesse blog tb...

Niemi Hyyrynen disse...

kkkk Lola sua ingrata com o patriarcado!

Vc ta montando um roteiro de stand-up proibidao só coletando material dos mascus!

Vai ter que pagar direitos autorais no dia que lançar o DVD! kkk

Imagino o Apocalipse nuclear, todos morrem, menos um mascu (o lider, mais viril resistiu a bomba nuclear), triste chorando pq ta sozinho.

- buaaa todas putas civil morreram, como vou fazer sexo?

Vem uma baratinha toda brother, bota a patinha no ombro dele e diz:

- Tamo ai a disposição parceiro.

KKKKK

Relicário disse...

kkkkkkkkkkkkkkk amei esse post, mas pra mim a da barata foi a melhor;

Niemi...só vc pra criar todo um cenário com as problemáticas mais sofríveis dos mascus...kkkkkkkk...só pra rir.

Relicário disse...

Anônimo cheio de experiência aí de cima...

Sei não mas tenho a impressão de que a mãe dos teus filhos, deve fazer parte da opção da mulheres frustradas que vc menciona... fica bravo não é só uma impressão...

Dri Caldeira disse...

Os NAPS de Santos tem atendimento gratuito pra quem tá com esses problemas mentais. Simples e fácil. E as atendentes são bem atenciosas, nem farão vcs se sentirem doidinhos de pedra.

Bruno S disse...

Eu já não entendo nada que essa galera fala.

primeiro acho eles não gostam de sexo (pelo menos com mulheres...):

"Não supervalorize uma b*ceta, um beijo, uma namorada, mulher... Não é nada demais!!"

"Você tem que comer um p*ta até pra perder esse deslumbramento que o sexo é algo de outro planeta."

Depois dizem que mulheres não gostam e só fazem para dominar os homens.

"Quem conhece a Real sabe que as mulheres não gostam de sexo, e que o fazem apenas para dominar o homem, para que esse atenda aos seus desejos utilitaristas."

Se o sexo não é nada demais como as mulheres fazem para dominar os homens com isso? Não seria mais eficiente elas se apoderarem das fábricas de cerveja e dos canais esportivos na TV??

E, por último, acho que esse cara tinha que ser expulso do fórum. Afinal pederestia não é lá muito bem vista por eles.

"come um c* tb e se livra logo desse mantra , não tem nada de errado nisso, qualquer coisa to a disposição.".

F. disse...

Concordo com a Dri Caldeira. Pode ser minha falta de humor, mas não consigo achar engraçado. Só triste, muito triste.

Anônimo disse...

Ah, lolinha! Falando em coisas de mascus... Você chegou a ler um "manual" feito para os calouros da UFPR? Fiquei com nojo até.
segue o link: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1068893-manual-de-calouros-dita-obrigacao-sexual-de-alunas-da-ufpr.shtml

Anônimo disse...

Ai gente, sério que deprimente

Cris disse...

Lola....
comédia total...por aquilo que tu destacou no post, mas pelos comentaristas sem noção também!!!
ai ai...

Eva disse...

Eu só consigo achar patético. Sério mesmo. Não é possível, sabe?

Me parecem realmente caras com sérios problemas, e ai eu fico com pena.

Maria disse...

Só uma coisa expressa meus sentimentos:


http://www.youtube.com/watch?v=KAp0RvEVD9w

Anônimo disse...

Sobre mulheres se submeterem aos padrões:

http://f5.folha.uol.com.br/televisao/1068644-candidata-perde-vaga-de-panicat-apos-fazer-plastica-no-nariz.shtml

Dri Caldeira disse...

Tô muito chateada viu, com vcs rindo dos doentinhos... meus pais sempre me ensinaram a não rir dos deficientes, principalmente os mentais, pq os físicos conseguem levar uma vida normal qdo não se deixam abater por suas limitações e pelo preconceito. O mental não, ele vive à mercê da sociedade, só consegue levar uma vida mais ou menos normal quando alguém sente pena deles. Tipo, ficam soltos durante o dia, mas a noite, são trancados na gaiola pra dormir.

Dri Caldeira disse...

Ah e não custa avisar, não respondo troll de mascu, tenha ele pênis ou vagina.

Gabriele Albuquerque Silva disse...

Não adianta Lola, eu tentei mas não consegui não chorar de rir. Mas botei um paninho em cima do computador pra evitar o curto hehheehe

Isso é simplesmente ÉPICO

Anônimo disse...

~deserto sexual~


Eu rio de cair o cu toda vez que leio isso.

Daniel disse...

Ai ai...

Uma dúvida. Essa opinião descrita acima representa a mentalidade de muitas pessoas?

Eu já li aqui termos como, mascus, sanctus etc. Que até então nunca havia ouvido falar, por isso comecei a pesquisar sobre o assunto, sem muito sucesso admito. ( eu que não vou me cadastrar no forum que encontrei só pra satisfazer minha curiosidade, ainda não, pelo menos hehehe)

Mas essa opinião pertence a centenas de pessoas? Ou apenas á algumas dezenas? Gostaria de saber.

Por que me parece apenas (sinceramente) a opinião de um (pequeno) grupo de pessoas com pouca cultura, muita frustração e possivelmente alguma perturbação psicológica.

Se for o caso, a visibilidade desse conteúdo em um blog de cunho feminista, satirizando-os não é contraproducente?

Não vai gerar mais raiva, e ainda para eles uma suposta confirmação de seus temores e frustração? Não vai gerar ainda mais raiva dessas partes?

sendo direto: Embora essas atividades precisarem obviamente de denúncia, o deboche (principalmente por parte de mulheres) não poderia criar um monstro ainda maior?

Não estaríamos instigando pessoas com um perfil psicológico instável a ser ainda mais violentas?

Isso me preocupa.

Lord Anderson disse...

To com a Dri e F, não consigo achar graça, só lamentar em ver tantas pessoas se afundarem na idiotice de seu odio a ponto de terem todas as incoerencias que o Bruno bem apontou.

E lamento ainda mais que eles não percebam que esse odio só piora as suas vidas.

Carol disse...

Chamar essas pessoas de doentes mentais é uma ofensa aos verdadeiros doentes mentais, na minha terra isso tem outro nome...

sabrina disse...

esses mascus são patéticos mesmo,ainda insistem q mulher n gosta de sexo,eles tem meia razão,pq mulher n gosta de sexo com eles.

tem q ter auto estima muita baixa pra ficar com uns babacas desses.

Anônimo disse...

Lola, na boa, essa lutinha de blog vs mascus cobrindo a falta de pauta já cansou a beleza, sério.

Anônimo disse...

Ai ai ai,sempre tem um,claro que homem né? heheh,para tentar nos incutir a culpa pelo comportamento desses dementes,sempre a boa e velha advertencia..."meninas fiquem quietas,tomem cuidado,nao riam,nao reclamem,nao chorem,nao respirem,isso pode enfurecer os coitadinhos..."


Cética

Anônimo disse...

Só pra deixar claro,me referi ao comentário desse Daniel,no mais,memijeiderir com o post lola heheh tem que rir e muito desses dementes,só sinto pelas P*tas que vao ter que lidar com essa porcaria de gente.




Cética

Carol NLG disse...

Não sei até que ponto devo rir ou chorar. Sério, não vou ficar surpresa se metade desse povo for apenas trolls, porque é ridículo demais.

Enfim, fica a dúvida: sexo (para os mascus) é bom ou não é? E, caso não seja, como conseguimos "dominar" o mundo com o sexo?

Dri Caldeira disse...

Na boa? Se o cara para pra pensar se gosta ou não de sexo, é sinal de que não gosta, seja ele homo ou hétero. Vc nasce com instintos sexuais e durante sua vida é que vai percebendo se gosta ou não deles.

Anônimo disse...

"Se for o caso, a visibilidade desse conteúdo em um blog de cunho feminista, satirizando-os não é contraproducente?"

Eu também acho, mas não pelas mesmas razões que você. A começar que essa corjinha específica a que a Lola costuma se referir com muitíssima frequência não mete medo em ninguém, ficam falando essas asneiras entre eles mesmos em seus fórunzinhos mequetrefes - até porque, no mundo do lado de cá do monitor, eles não poderiam aplicar 0,0000000000001% das bobagens que apregoam sem graves consequências para si mesmos.

Basta ler o fuá e a onda de pânico que a prisão do Silvio Koerich causou entre eles. Daí se vê o tipo de gente de quem estamos tratando.

Acontece que esse mesmo bando de trolls já fez miséria "virtualmente" com a Lola, então ela aparentemente aprecia as oportunidades que tem em chamá-los aqui de novo, como quem diz "vejam, agora é a minha vez de zoar com vcs". Como pessoa eu até entendo essa necessidade de revanche, mas o que eu acho "contraproducente" na visibilidade que o Escreva, Lola, Escreva deu a eles tem a ver justamente com a limitada importância desse pequeno grupo de idiotas em especial. Temos questões seriíssimas e punjantes que estão em muito maior sintonia com a causa feminista, com a porta que esse blog abriu para que as pessoas conhecessem do feminismo, do que essa gente que gosta de criar perfis falsos dos outros - da Lola tb - para causar na Internet enquanto come Doritos. o STJ, por exemplo, acabou de tomar uma decisão que ao meu ver, vai impactar toda a sociedade de uma forma negativa sem precedentes. Nos EUA, que tanto serve de espelho para os movimentos de direitos das mulheres, a discussão sobre o aborto e direitos de contracepção está mais acesa do que nunca e podemos ver reflexos disso até mesmo no Brasil. Uma mulher - mãe - está sendo execrada pela mídia por conta de um crime que quando é o pai quem comete, costuma responder por homicídio culposo na grande maioria das vezes. Eu poderia criar uma lista enorme de pautas aqui, mas enfim, o blog não é meu.

Daniel disse...

Para cética:

Ok, realmente sou homem, agora que já me atacou (ad hominem) me acusou de pertencer a este ou aquele "grupinho", (o que se mostra inválido por ter apontado que a denúncia é importante, a questão é o deboche, a sátira) realmente gostaria de saber sua opinião sobre a questão que levantei.

Ridicularizar este grupo, realmente ajudaria que eles não cresçam ou se proliferem? Não ocorreria na verdade o contrário?

Só gostaria de saber se segundo a opinião dos que aqui frequentam realmente uma coisa implica na outra,é isso, fiquem com Deus.

Daniel disse...

Anônimo:

Interessante o que escreveu, gostaria de ver mais opiniões, sobre:

"Ridicularizar este grupo, realmente ajudaria que eles não cresçam ou se proliferem? Não ocorreria na verdade o contrário?"

Principalmente opiniões contrárias. Essa é uma ideia comum, que eu não compartilho, mas queria entender por que muitos pensam assim.

Até mais.:)

su disse...

Nossa ri muito... é stand-up puro kkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Daniel,em primeiro lugar,nao disse que vc era do grupo,em segundo,nao,nao* acho que isso fará o grupo crescer,multiplicar,dividir,ou coisa que o valha,escória que participa desse tipo de coisa,já odeia mulher de "graça" e a gente nao tem pq ficar inerte,preocupada com o que eles possam pensar,até pq,essas amebas nao pensam.


*teclado desconfigurado


Cética

Jackeline disse...

Frustração + falta de cultura + visão de mundo extremamente limitada + confirmation bias = mascus.

Eu até concordo que alguns deles podem não estar muito saudáveis mentalmente... mas acho mesmo é que a maioria deles é simplesmente muito frustrado e sem noção, acabam encontrando esse monte de pseudo teoria absurda e acabam entrando num ciclo vicioso (essa paranóia com "a real", que leva a mais frustração com as mulheres, que "confirma" a paranóia... e assim por diante).

Daniel disse...

Para cética:

Me desculpe, da forma que escrevi realmente causou uma confusão, não quis dizer que me acusou de fazer parte dos masculinistas e sim que disse que era mais um dos homens que tem a seguinte atitude:

"homens né? heheh,para tentar nos incutir a culpa pelo comportamento desses dementes... sempre a boa e velha advertência... meninas fiquem quietas,tomem cuidado... etc"

Na verdade nem posso te recriminar por pensar isso, pela presença de tantos trolls que aqui frequentam seria realmente a primeira alternativa, rs.

Sobre a sua opinião, obrigado por esclarecer a minha dúvida:

basicamente entendi que segundo o seu parecer estes masculinistas já tem tanta aversão pelas mulheres que qualquer opinião ou crítica referente aos mesmos não causará nenhuma mudança para bem ou mal.

Agradeço pela paciência.

Anônimo disse...

Dri, mentalmente perturbado é quem rasga dinheiro, acho q pode ter um ou outro mais doidinho "de verdade", de resto é td um bando de idiota por opção mesmo, tenho dó de tripudiar dessa corja não :P

EdFurtado disse...

Bruno Nefasto e outros GDR's, essa parte de ver o sexo como algo normal é importante, claro, vocês estão cobertos de razão. Só acho que vocês da GDR estão frustrados e esse ambiente sem esperança do fórum da Real não ajuda ninguém a progredir. Identificar o problema não é o mesmo que resolver o problema. NA está certo quando fala que existem mulheres que não prestam, existem claro, e que bom que você aprendeu que nem toda mulher é boa, pura e fiel. Isso não significa que sejam todas más, p*tas e sacanas.
Agora que você já sabe que não existem santas e que há uma crise na masculinidade, está na hora de ir além.
Procure autores que falam de homens e propõe transformação, que discutam masculinidade. Chega de ler e discutir APENAS sobre o "lado sombrio das mulheres","como identificar espertinhas" e "o sofrimento amoroso do homem". É válido, e isso deve conduzir a mais estudos.
Eu recomendo o livro "João de Ferro- Um livro sobre Homens" de Robert Bly(tem no 4shared). O autor ensina sobre masculinidade, discute a situação problemática do homem atual e como podemos evoluir e nos tornarmos homens de verdade.
PS:não sou masculinista, nem feminista, sou só um cara que também está repensando seus valores e sua formação.

carolinapaiva disse...

Vou repetir a frase que disse em outro post sobre mascus: prefiro que as pessoas saibam de masculinismo por aqui do que ficar na ignorância e topar com esses caras net afora.
Digo isso porque eu só fui saber dessa ideologia torta através do orkut. No nada, vários fakes mascus foram surgindo e monopolizando as discussões de algumas comunidades de eu acompanhava. Foi um saco.
Em toda discussão boa eles chegavam para atrapalhar e ainda enchiam as mulheres de perguntas, para "testar seu lado obscuro".
Bastava uma mulher estar na discussão que eles davam um jeito de focar a discussão naquela mulher e em seus comportamentos pessoais.

Dri Caldeira disse...

Carolina Paiva - mas isso tb é feito aqui, comigo, por exemplo, é feito por mulheres e mascus. Eu consigo não agradar aos dois lados. E tô tão preocupada com isso...

carolinapaiva disse...

Dri

Críticas existem em todo lugar, claro. O que apontei aqui foi uma invasão mesmo. Os caras começaram a comentar em várias comunidades e bagunçar os tópicos mais respondidos. Além disso, buscavam diminuir qualquer mulher que falasse com eles.

Dri Caldeira disse...

CarolinaPaiva - vc sabe que eu penso que esses caras não tem preocupações cotidianas. Trabalho, estudo. Não tem contas pra pagar, saúde pra cuidar. É de uma mentalidade tão curta e débil esse grupo que eu realmente me pergunto se eles sabem como viver. Que tenham lá seus preconceitos, é problema de cada um, mas não externe-os nem se prevaleça disso e nem nos obrigue a aturá-los. Eu tenho vários problemas pra resolver, entro aqui no blog pra aprender. Muitas vezes não posto nada, pq não ache q tenho capacidade pra comentar sobre o assunto ou tb não comento pq eu vejo cada absurdo escrito pelas mulheres mesmo que dá vontade de falar tudo o que eu penso. Mas, não ser hipócrita nem falsa te faz passar por mal educada.

Everton disse...

em uma palavra: ÉPICO! hahahha
pô Lola, bota ai o link dessa thread, queria ver isso! hahaha
:)

Eva disse...

Eu entendo o motivo da galera morrer de rir. Rir, ridicularizar, tornar cômico pelo absurdo, é um jeito de invalidar este tipo de discurso. O humor pode ser usado pra ridizularizar ou pra revalidar, e acho que, aqui, estão usando pra ridicularizar, mostrar o quão absurdo, o quão digno de riso, é.

Mas eu não consigo achar graça, sério. Esses caras falam horrores de "deserto sexual", "mulher não gosta de sexo" e coisas do tipo. Minha experiência pessoal me mostra o contrário, sinceramente. Só posso pensar que esses caras estão num círculo paranóico vicioso. Não conseguem ficar com ninguém porque são ridículos, ai não "pegar" ninguém teoricamente valida os argumentos absurdos, o que só dificulta mais conseguir ficar com alguém. Se eles saíssem desse ciclo, veriam que o mundo pode ser bem mais amplo.

Mas não, pessoalmente, não consigo rir. Mas não condeno quem faz, realmente entendo. Só acho tão patético que não consigo nem rir.

carolinapaiva disse...

Dri

Creio que o problema principal da comunicação na internet é que algo pode ser interpretado de diversas formas.
Dependendo do tom de voz, ou das expressões e gestos da pessoa a gente interpreta de um jeito no mundo real, no virtual não temos como fazer isso.
O que é apenas franqueza para você pode ser interpretado como grosseria por outros, ainda mais quando há palavrões no meio.
Já tive muitos problemas com isso.

Daní Montper disse...

Ainda bem que mascus não se reproduzem. E ri mesmo foi do comentário da Niemi.

Não curto zoação com quem não curte sexo, porque boa parcela da população é assexual, sexo para essas pessoas não tem nada demais mesmo - os relacionamentos são focados apenas no amor.
Mas mascus não são assexuais, pois eles se interessam por sexo, apenas não são desejáveis em nenhum sentido.

Anônimo disse...

Mascus da UFPR

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1068893-manual-de-calouros-dita-obrigacao-sexual-de-alunas-da-ufpr.shtml

yulia2 disse...

mascu=sanctos!

tudo a mesma coisa.

Anônimo disse...

Essas "brincadeirinhas"...

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1068893-manual-de-calouros-dita-obrigacao-sexual-de-alunas-da-ufpr.shtml

yulia2 disse...

o mais engraçado é que esse grupelho acha que mulher é obrigada a fazer sexo com tais seres....
deve ser um bando de caras tremendamente desinteressantes, chatos, irritantes.
tem que recorrer a prostituta mesmo... só pagando pra encarar esses esgotos ambulantes.

Beatriz disse...

Gente, eu achava de verdade que todo mundo nascia sabendo transar. Afinal, nem é difícil, é só ser legal e na hora curtir com o corpo da outra pessoa, né? (e com o seu próprio)
Tô muito chocada. Esses caras devem precisar de manual de instruções estilo "encaixe a peça A no buraco 1"

Anônimo disse...

É claro que o garoto deve arranjar uma puta pra perder a virgindade. Se ele fosse seguir o conselho da Lola de “só ter paciência a ser legal com as garotas” sabe o que iria acontecer:
Ele iria achar uma garota e perceber que os dois têm muito em comum. Depois ele iria passar horas conversando com ela e descobrir mais afinidades ainda. Iria começar a imaginar os dois namorando e andando de mãos dadas pelas ruas. Iria tomar coragem depois de algum tempo e se declarar. Com certeza ouviria a frase “ te vejo como amigo”. Enquanto isso viria um cara bombado/cafajeste/marginal/drogado, que já pegou todas as “amigas” dela, agarraria e enfiaria a língua na boca dela e depois levaria pro Motel sem precisar falar uma dúzia de palavras. E o imbecil ficaria todo tristinho.
Já vi acontecer dezenas de vezes. A historia é sempre a mesma só muda os personagens. Então é melhor pro garoto que ele pegue uma puta e evite tudo isso.

Leila disse...

Era pra rir? Não achei a menor graça do post. Acho q havia temas mais interessantes a serem discutidos, como o manual de calouros q dita a obrigacao sexual de alunas da ufpr, q aliás tb foi considerada pelos criadores uma inocente piada. O q não se faz em nome do humor, não é mesmo?

Divagações.. devaneios...maluquices e afins disse...

tô rachando de rir!!! hahahaha

Anônimo disse...

Eu quase chorei de tanto rir. Já é cômico um cara ter que pagar para fazer sexo hoje em dia, isso já representa a prova cabal de um fracassado. Agora, estas respostas ridículas. hehehe

Estes mascus são tudo loucos! Eles pássam a vida toda fazendo sexo só com garota de programa. Coitados, não sabem o que é sexo de verdade. Este é o "desenvolvimento pessoal" deles: passar a vida inteira contratando os serviços de uma GP. Quer mais prova de fracasso do que isso?

carolinapaiva disse...

Tava demorando para a falácia da friendzone aparecer por aqui.
Não se choquem, friendzoned, mulheres também levam tocos ao longo da vida.
Lembrando que ninguém nos deve um relacionamento. Ninguém é obrigado a namorar o outro como forma de agradecimento pelas gentilezas prestadas.

Anônimo disse...

Por favor Lola,poderia dizer qual o site onde tirou esses diálogos?

comixzone disse...

"Já é cômico um cara ter que pagar para fazer sexo hoje em dia,..."
HUEHUEHEUHEUHEUEHUEHEUHEUE.....HHOAHSOASHOASHOASHOASHOASHAO ESSA FOI FODA!

Anônimo disse...

Não sou mascu (e como disse, chorei de rir), mas o que o Anônimo das 14:40 falou é parcialmente verdade. Muitos homens que são muito "legais" e "pacientes" e o máximo que conseguem é uma amiga. Aí, outros (como eu mesmo) que não são "legal" e "paciente", conseguem o que os "legais" e "pacientes" não conseguem. Entendem o que eu quero dizer?

O que eu não concordo dizer que o cara "deve arranjar uma puta pra perder a virgindade". Agora o cara vai passar a vida inteira só fazendo sexo com puta? O negócio é o seguinte: já que chegaram à conclusão de que só os "cafas" têm sucesso com as mulheres, simples: se tornem um "cafa" e terão sucesso com as mulheres.

Anônimo disse...

Olha eu acho que esse negocio de fridzone não é lá totalmente conversa fiada.

Vc pode ser o cara mais "legal" do mundo (na sua propria opnião) mas se vc não se enquadrar nos quesitos da menina, vc vai virar amigo sim.

Não que isso seja errado, ninguem tem obrigação de ficar com outra pessoa mas tb querer fazer galanteios achando que vai "merecer" alguma coisa é foda ne? rs

Ahn e para completar: Acho que a pessoa tem que aprender a ter o timming e ver se a outra esta correspondendo, e se a intenção não é amizade, saber ir em frente, procurar outra pessoa. Só isso.

Anônimo disse...

Sujeito das 15:15, todo tipo de simplismo é meio burro. Eu nunca precisei ser um "cafa" pra ter uma vida sexual/sentimental feliz.

(aliás, nem sei se devo atrelar as duas coisas assim, tão diretamente, mas deu pra entender, acho)

Essas verdades absolutas só servem para gente frustrada se eximir das responsabilidades e frustrações da própria vida. É bem mais fácil culpar tudo que é mulher pelos seus problemas do que compreender que cada ser humano é único e vive da forma como acha melhor.

Anônimo disse...

FRIENDZONE é um bom exemplo do "entitlement" que tanto se fala. Então o cara é (ou se faz passar por) legal, super ombro amigo, leva pra passear, come sorvete no pote junto com ela E SÓ POR ISSO acha que a garota tem que dar pra ele, xana e coração, para serem felizes até.........até o próximo rabo-de-saia. Façam-me o favor...

lola aronovich disse...

Gente que não gostou do post, já falei, e repito: este blog é escrito por uma só pessoa (eu), com a valiosa ajuda de pessoas que me mandam emails e textos que são transformados em guest posts (uns dois por semana). Aqui há um post novo todo dia. Sete dias por semana. Se vcs conhecerem muitos blogs atualizados diariamente escritos por uma só pessoa que não viva daquilo, por favor, avisem. Só pra eu saber mesmo, porque fico curiosa. Bom, são sete posts por semana. Nem todos os sete serão inteligentes, fantásticos, legais, reflexivos e criativos. Alguns serão posts bem bobinhos. Além do mais, o que parecer bobinho pra uma pessoa pode parecer fantástico pra outra, e vice versa. Mas não tem segredo: achou o post bobinho, pule. Volte amanhã, quem sabe vc encontre algum post mais interessante. Ou volte semana que vem. Ou, se vc achar que os posts bobinhos são muito mais frequentes que os posts inteligentes, não volte. Meu blog não é o único da internet. Comece seu próprio blog e inclua na sua pauta só posts sérios e inteligentes. Eu não tenho obrigação (nem tempo, nem vontade) de escrever apenas posts sérios.
Ah, claro que vc pode deixar um comentário dizendo que achou o post bobinho. O que eu não acho muito bacana é dizer que estes posts de HUMOR (tá escrito na tag) são uma necessidade minha de revanche contra mascus. Não é, eu não me vingo de ninguém. Humor é algo importantíssimo pra mim. Eu acho uma grande arma. Esta é a minha forma de combater os mascus. E também de rir – muito! Mas as pessoas não têm todas o mesmo senso de humor, óbvio.
Desculpe, não dou link pra esses blogs e fóruns mascus. No caso dos comentários deste fórum em particular, ele foi fechado em janeiro. Talvez tenha tido alguma coisa a ver com a minha zoação pra cima deles, não sei. Eles logo abriram um outro fórum, este fechado. Não frequento o novo fórum. De vez em quando algumas pessoas que se cadastraram lá me mandam uns printscreens de alguma discussão mais divertida que rolou por lá. No momento (aliás, desde janeiro) não estou acompanhando nenhum fórum, blog, site, comunidade do orkut etc ligada ao masculinismmo. Estou sabendo mais sobre masculinismo americano do que brasileiro porque acompanho (e rio pra caramba) este blog aqui, que faz exatamente o que fiz neste post – ele ri em cima dos mascus americanos. Seu lema é “Misoginia. Eu rio disso”. Eu também. Não acho que ser sério, inteligente e profundo é o único meio de combater a misoginia.

yulia2 disse...

Ninguém é obrigado a namorar o outro como forma de agradecimento pelas gentilezas prestadas.
______________
perfeito! só sendo muito retardado e fracassado para achar que a mulher tem que se deitar com ele como paga de agradecimento, não é assim que a banda toca.
pior, tem alguns caras que faz na intenção (vou ser gentil para depois me aproveitar...) né? porque é bem assim a mentalidade, é pobre demais!

carolinapaiva disse...

Anônino 15:15

A questão é, o que você considera um cafa e o que considera ser bonzinho? Já ouvi diversas respostas, o que mostra que esta é uma valoração subjetiva.
O problema está nisso: muitos caras acham que, se forem legais com uma mulher (nas palavras de alguns amigos: ser amigo, ouvir a mulher, participar de seus atividades, dar flores, etc), as mesmas têm o DEVER de retribuir o tempo gasto com um relacionamento.

sex pistol disse...

Sim anônimo das 15:15, só que se tornando "cafa", você automaticamente é chamado de "machista" por várias mulheres, entende? se você entra na seara da sacanagem e do deixa rolar e sai com várias, elas já reclamam, e aí entra o círculo vicioso. O cara bonzinho não consegue nada ou pouca coisa e é exaltado como modelo enquanto o "putão" passa o rodo geral e tem o celular chamando direto e caixa de entrada de torpedos lotada,marcando para sair, tomar um vinho e depois passar a noite na casa dela...

yulia2 disse...

Mas pera aí...?? os caras são legais para obter vantagens sexuais futuras então eles não são legais, eles FINGEM ser legais... é outra coisa e de bonzinho esse tipo de cara não tem é NADA!
GP eterna para eles. mulher não é obrigada a pagar com sexo gentilezas fake! FRANCAMENTE!!!
È muita probreza pro meu gosto!

Anônimo disse...

Anônimo das 15:22, o que eu quis dizer é que os mascus pensam que só os cafas tem sucesso com as mulheres, se tornem um cafa, assim teriam mais sucesso com as mulheres.

Mas não sei como é o seu caso (pode relatar a sua fórmula?), mas quando eu era aquele cara "legal" e "paciente" descrito pela Lola, só levava fora, o máximo que conseguia era amigas. Depois que eu mudei o meu comportamento, e me tornei um homem mais extrovertido, mais esperto e malandro, e deixei de ser muito "legal" e "paciente", e passei a ter características de um "cafa", aí passei a ter mais sucesso com as mulheres. Se não fosse esta mudança, talvez estaria viciado em GP como os mascus.

Beatriz disse...

Tenho ÓDIO dessa história de friendzone. Sou nerd, quietinha, cheia de amigos homens, que constantemente me acusam de deixa-los na friendzone e só sair com "cafas". Eles acham que estão sendo super legais comigo, mas querem saber? Não estão.
O amigo que tipicamente leva um fora meu sempre é um cara com quem eu até ficaria se não agisse que nem um maluco. Aham, maluco. Ei conheço o modus operandi. Poderia escrever um livro.
Vc está lá vivendo sua vida, feliz alegre e contente, quando um dos seus amigos começa a se aproximar mais. No começo, é fofo vc fica mexida. Ele te procura, manda msgs legais, chama para bons programas, ouve quando vc precisa... só que aí, invariavelmente, quando estamos próximos e começa a parecer que vai acontecer algo, o cara começa a dar maus sinais. Gruda em vc, manda msgs toda hora, quer sabe o que vc vai fazer. Se mostra magoado com as ausências mais bobas, como faltar a um cinema pq tem prova do curso de inglês. Começa a ter ciúmes do seus amigos (e a dizer e provocar briguinhas). Começa a falar mal de outras meninas pra vc (muitas delas suas amigas), comparando "vc é legal, agora a X é piranha...". Começa a ser intrusivo, às vezes procurando membros da sua família constantemente na sua ausência. Começa demonstrar carência excessiva, falando que precisa de "apoio", te deixando apavorada em não corresponder essa demanda emocional enorme. Quando o freak-dar tá apitando alerta de emergência no último nível, ele se declara. Vc recusa pq se o cara, como amigo, já ta sugando sua vida de canudinho, namorando vc tá é f#$%## minha amiga. E aí ele te acusa! ACUSA. Pq ele foi legal então parece que pode te EXIGIR que vc o namore. E aí, senhoras e senhores, fica claro pq vc fugiu do exu. Ele é machista. A atenção dele é machista, controladora, opressiva. Ele não quer SER seu namorado, ele quer TER a namorada.
Andei apaixonadíssima por um típico cafa na visão desses caras, que nada mais é que um sujeito legal com mulher e que, por gostar de sexo, transa sempre. Ele terminou comigo após um mês de relacionamento, após me dar todos os sinais de q era pra vida toda e me deixar super caidinha. Somos super amigos hj, bffs mesmo. Meus amigos friendzoned ficam indignados por eu adorar o cara, mas eu sou sincera com eles: o sujeito me confundiu, mas eu fui pra cama pq quis (não concordo com isso de mulher usada, quem usa quem? eu gozo tb e adoro) e o fofo foi um cavalheiro comigo no término, não me enchendo o saco, não fazendo joguinhos, se distanciando qdo precisei de privacidade para sofrer. Td q eles, os "caras legais", não fazem. Sinceramente? Com todos os pesares o cafa me dá menos dor de cabeça (e ainda é femnista e de esquerda, o q me conquistou a princípio, haha)

sex pistol disse...

Beatriz,
isso tudo é um conjunto de ingenuidade, falta de timming, carência, falta de senso dos caras.Esse caras tem baixa inteligência emocional.
Não tem a ver com o bonzinho.

Anônimo disse...

Beatriz, gata, tu resumiu lindamente TUDO...na época em q eu gostava mais de videogame e frequentava fóruns e afins, olha, vivi coisas iguaizinhas. Resumindo é isso. Eles se acham legais. Eles acham que existe fórmula de bolo. Eles acham que existem DIREITOS ADQUIRIDOS a relações afetivas/sexuais. No fundo são só machistas toscos q colocam a culpa da sua própria incompetência e tosquice no mundo, nos "cafas", nas mulheres (essas malditas ingratas)...enfim, loosers.

Beatriz disse...

Exato sex pistols, eu concordo com vc. Disse o bonzinho como zoação com o estereótipo mesmo, acho q me expressei mal :)

Enfim, é isso, não quero mal os meus amigos, e como disse, ficaria com todos eles se eles agissem diferente. Mas muitas das vezes esses caras são imaturos, carentes e possessivos e fica impossível. Isso mais uma dose de machismo arraigado, q acha q a mulher é tipo um pet pra companhia q tem q dar conta de todas as questões emocionais deles, sabe?

Koppe disse...

Sex Pistol, mas se o vivente for bem sucedido com as prendas e consegue sair com várias delas, o que importa o que elas pensam e do que chamam? A consciência vale mais que a reputação, se ele sabe que não faz nada de errado não tem do que se preocupar se elas chamam ele disso ou daquilo, não é?

Vai dizer que o homem deve seguir um falso modelo pra não ser chamado de machista? Nesse caso ele é alguém que se preocupa mais com a reputação do que com o próprio desenvolvimento, e alguém fútil assim merece mesmo viver num "deserto sexual".

"se você entra na seara da sacanagem e do deixa rolar e sai com várias, elas já reclamam"
Deixa reclamarem, ora! Por que tu te preocupa com as reclamações delas? Quem reclama da vida alheia também é gente fútil e com falta do que fazer, por que se preocupar com gente assim? Entre no "círculo vicioso" e seja feliz.

Além disso, quem acha que homem que faz sexo com muitas mulheres é machista, é porque não sabe o que é machismo.

Anônimo 15:22 "Essas verdades absolutas só servem para gente frustrada se eximir das responsabilidades e frustrações da própria vida. É bem mais fácil culpar tudo que é mulher pelos seus problemas do que compreender que cada ser humano é único e vive da forma como acha melhor."

Pra copiar uma expressão dos masculinistas, tu "meteu a real" nesse comentário.

Anônimo disse...

Seria mais fácil entender esse tal "humor" se falar todo tipo de atrocidade contra mulheres tivesse alguma graça. Rafinha Bastos também adora contar uma piadinha.

carolinapaiva disse...

Beatriz

Isso me lembrou outra coisa: eu tenho uma amiga que sempre foi super ansiosa para arrumar um namorado. Ela se encantou com um guri e só sabia falar nele. Coisa freak mesmo. Ela chorou uma vez, pq o cara não deu "oi" pra ela. Depois de muito a gente falar com ela, ela parou com essa ansiedade. Foi levando a vida e voilá, num belo dia conheceu um guri através de um amigo em comum e começaram a namorar.
Tudo naturalmente mesmo, sem ansiedade, ser forçar.
Creio que o problema com os guris na friendzone é esse, ansiedade.

Outro exemplo: um conhecido meu tem fama de inconveniente nas festas de aniversário. Por quê? A gente brinca que ele sempre escolhe uma "vítima" para tentar algo. Vítima, porque o cara age mesmo como um total freak. No último aniversário do meu namorado, ele ficou o tempo inteiro conversando com uma garota (colega do meu namorado), o que a impediu de conversar com outros. Quando ela ia conversar com outros, ele dava um jeito de monopolizar o assunto.
A gente (eu e amigos) tentava puxar ele pra nossa conversa, mas vira e mexe ele tava lá, grudado na guria.
Nem preciso dizer que a guria nunca mais quis falar com ele, né?
Cuidem o bom senso e não deixem o desespero tomar conta, isso afasta.

VBN disse...

Beatriz,
OBRIGADA!!!! É EXATAMENTE isso! Me poupou de escrever tudo o que você escreveu!
Será que agora esses "bonzinhos" entendem o recado?

Beatriz disse...

carolinapaiva

Concordo. Até pq sou ansiosa, faço terapia por isso e sei como o transtorno se desenrola. Minha ansiedade é direcionada a carreira, e não relacionamentos, mas o comportamento é igual, e vc só consegue "ir pra frente" qdo se domina.

Recomendo aos meus conhecidos sempre terapia. Faz maravilhas. Não é vergonha ter questões emocionais ou um transtorno mental, na real, é muito mais comum do que parece, e vc se tratar é um ato de consciência e coragem, não demérito. Fez maravilhas comigo e eu realmente acredito no poder transformador das atitudes, pq vivencio isso.

sex pistol disse...

Exatamente Koppe, muitas pessoas não sabem o que é machismo.Quando eu falei do lance de que "quando você sai com várias, é chamado de machista", estava falando no contexto da hipocrisia de quem fala isso, e não da questão da reputação,pois o "paladino da boa moral" faria a mesma coisa se pudesse.Entende? ele é contra a sacanagem, quando ele(a) não faz parte desta, se estivesse numa, ele(a) não falaria nada.E vem patrulhar a vida alheia.

Daniel disse...

Para o Anônimo 14:40

Só queria comentar que nada do que você escreveu implica no caso de que o masculinista da história tenha que procurar um prostituta.

O que eu quero dizer é que, não necessariamente, pelo fato do Joãozinho não ter conseguido conquistar a Maria (mesmo considerando ela a pessoa ideal)
que ele só tenha mais uma opção, procurar uma prostituta.

Não há esse dilema; Maria ou prostituta. Existem mais opções não acha?

Se o problema desde o princípio é simplesmente fazer sexo com alguém, se essa é a questão. Já está se desconsiderando a ideia de "coisas em comum".

Mas se o problema é esse, "ter relações com alguém com quem a pessoa se identifique", procurar uma prostituta também não resolve o problema. Nesta opção já se exclui a identificação.

Talvez o Joãozinho deva continuar tentando encontrar alguém, enquanto amadurece, se torna mais confiante, mudar os seus critérios (talvez ele descubra que existem também garotas que se sintam rejeitadas, por que não dar uma chance à elas?) o Joãozinho pode encontrar alguém único, especial, um tesouro escondido no meio desse mar de normalidade e padrões contestáveis, que havia passado desapercebido até então, assim como ele. Deixando em fim de ser assombrado pelos fantasmas das rejeições anteriores.

Até mais. :)

Sara disse...

Fala sério Lola os caras pelo menos tem humor!!!!!
Não da nem p acreditar, OOOO criatividade desses meninos.
Vai ver q a virgindade deles de alguma maneira estimula o espirito criativo.

Anônimo disse...

O que eu não acho muito bacana é dizer que estes posts de HUMOR (tá escrito na tag) são uma necessidade minha de revanche contra mascus.

------------

Mas é o que parece, Lola. Até porque, falar desses caras - e dessa forma - em um blog tão acessado quanto o seu é tão bacana quanto uma concessionária de TV usar do espaço para sei lá, passar o programa do Pânico.

sex pistol disse...

Beatriz,
Essas coisas acontecem pois falta educação emocional.Venho sempre batendo nessa tecla.Muito se fala da educação sexual, mas ninguém se lembra que a educação emocional também é muito importante.E aí as pessoas se tornam adultos sem sobriedade sentimental nenhuma.Não preparam as crianças para frustações sentimentais, para perdas,criam-se adultos vulneráveis ao apaixonamento e carentes, incapazes de lidar consigo mesmo e procurando uma muleta no outro.

Beatriz disse...

SP, concordo MUITO contigo. Justamente por ter a experiência de ter transtorno de ansiedade e fazer terapia (que repito, acho importante para QUALQUER PESSOA). Percebo que as famílias (inclusive a minha, linda, super estruturada de comercial de margarina, isso não é coisa só de lar violento) não dão muito o suporte de uma educação emocional para os filhos, que crescem cheios de coisas mal resolvidas. A gente vê em ambientes sociais, escola, trabalho, o quanto algumas pessoas agem de formas absurdas ao socializar. Eu vejo toda essa questão do machismo/masculinismo como um grave problema de empatia e sociabilização.
Acredito na educação emocional sim, e te apoio nessa causa, é muito necessária.

Lord Anderson disse...

Pros caras que adoram falar de friendzone, eu pergunto: quantas mulheres vcs deixam lá?

quantas moças nerds, introvertidas, mais gordinhas ou que não a super-mega-hiper-gata vcs não dão atenção?

essa coisa de FD funciona para os dois lados, mas infelizmente muitos homens tem essa mentalidade de que a mulher é obrigada a se relacionar com ele só pq ele foi legal, quando gentileza e respeito deveriam ser coisas obrigatorias pra todo mundo.

Anônimo disse...

se o cara não tem dinheiro, dai fica na friendzone mesmo

Daniel disse...

para Anônimo 16:24:

O que leva uma pessoa a ficar na Friend Zone, (cara, odiei essa expressão) de uma pessoa que só se interessa em alguém por dinheiro?

Anônimo disse...

Pobresa?

yulia2 disse...

Pros caras que adoram falar de friendzone, eu pergunto: quantas mulheres vcs deixam lá?

quantas moças nerds, introvertidas, mais gordinhas ou que não a super-mega-hiper-gata vcs não dão atenção?
______________

BOA!!!
precinto fatalyzação chegando...

sex pistol disse...

Beatriz,
E aí,aparecem sujeitos como esse Nessaham Alita, como salvador da pátria, e são seguidos fielmente.Esses caras não tem referência, não tem estrutura e acreditam que se seguir o que está escrito nestes "livros" vão superar suas questões de carência e insegurança emocional.Os pais não chegam para o cara e conversam sobre esses assuntos, preparam o cara para as dificuldades que vão enfrentar na vida nesse sentido.
E aí esses sujeitos vão recorrer a "gurus" que digam a eles como agir.
Agora, não imaginava que esse lance da carência, da inabilidade social e de relacionamentos pudesse construir toda uma ideologia, que é levado a risca por esses caras.Isso quer dizer que o estrago foi muito grande.

Bruno S disse...

Lord,

não sei se é equivalente para ambos.

Mas a ideia de posse que me parece o problema. De que o outro teria alguma obrigação porque você foi (ou acha que foi) legal.

Até porque há algo de bem arrogante nessa história de bonzinho.

Daniel disse...

Para Anônimo 16:28

Então uma pessoa, digamos Joãozinho, fica na Friend Zone da Maria que só quer saber, ou só se interessa sexualmente por pessoas "ricas" por que é pobre?

... Não entendi. De verdade, se puder explicar ajudaria.

Ralf disse...

Mas vc gosta desses caras hein, caramba... antigamente era até engraçado falar deles, mas hoje em dia nem tem mais graça, parece até que eles realmente te incomodam ou de fato vc os adora!

Sinceramente, esse blog já foi melhor.

yulia2 disse...

um cara que te faz gentileza
esperando favores sexuais NÃO É LEGAL NÃO É BOZINHO PORRA NENHUMA!!!
COM O PERDÃO DO PALAVREADO!
Ele é apenas e tão somente o cafageste que NÃO DEU CERTO! OU UM
CAFA FRUSTRADO. SÓ E NADA MAIS!
Um cara VERDADEIRAMENTE LEGAL, é assim naturalmente com todos , sem esperar NADA em troca.
Ou vc é ou vc não é ! simples!!!

Niemi Hyyrynen disse...

Olha esse negocio de "Friendzone" é uma putice que me dá sono.

Os tais mascus não tem a equivalente "fuckzone"? as "fodiveis" (horror, horror) e as "pra casar"?

Então, cada um tá na zona que merece, ok?

tranquilo?

Anônimo disse...

ai, lola, já deu né. o que vc tanto quer com esses foruns, com esses mascus? pq vc nao divulga ainda mais outras feministas, outras ideias boas, iniciativas e tal? qual sua obsessao com esse povo, que só quer fama e vc ta ajudando? eu nao sabia da existencia de nada disso ate vc divulgar, divulgar. bom, claro q eles precisam ser denunciados, mas para de ficar sambando em cima de cachorro morto. é claro que nos foruns mascus só vai ter idiotice. todos eles sao idiotas

Lord Anderson disse...

heheheh

Nieme lembrou muito bem, mascus e machistas em geral adora dividir as mulheres em categorias , mas ficam todos revoltadinhos quando o mesmo acontece com eles.

Daniel disse...

Yulia2:

Realmente...

Acho que acabamos por nos esquecer do valor da amizade, companheirismo sem interesse...

Estou me retirando agora.

PS: Lola, se os meu comentários e alguma maneira te pareceram provocações ou acusações me perdoe. Eu realmente não curto essa ideia de provocações, deboche, sátira... Acho que trás frutos ruins, mas eu não sou ninguém para opinar sobre o que deve e não deve publicar. Até.

Beatriz disse...

Obrigada Niemi e Yulia, pessoas como vcs me fazem me sentir menos só nesse mundo gelado :D

daniel disse...

oi Lola. vc ta sabendo o que está rolando no curso de direito da ufpr? seria legal sua opinião/post! http://goo.gl/n3bUj

daniel disse...

nota de repúdio do grupo de gênero direito/ufpr, assinado por dezenas de entidades http://goo.gl/9Rv6r

Lord Anderson disse...

"um cara que te faz gentileza
esperando favores sexuais NÃO É LEGAL NÃO É BOZINHO PORRA NENHUMA!!!
COM O PERDÃO DO PALAVREADO!
Ele é apenas e tão somente o cafageste que NÃO DEU CERTO! OU UM
CAFA FRUSTRADO. SÓ E NADA MAIS!
Um cara VERDADEIRAMENTE LEGAL, é assim naturalmente com todos , sem esperar NADA em troca.
Ou vc é ou vc não é ! simples!!!"

Yulla

isso foi um brutality

kkkkkkkk

Beatriz disse...

Acrescento ao brutality:

Um cara que te manda oitenta mil msgs por dia e te interroga pra saber se vc está bem quando vc franze a testa não é atencioso. O nome disso é STALKER

Anônimo disse...

Lola Aranovich

O que eu acho engraçado nos teus textos sobre masculinismo e ideias masculinistas é como voce nunca debateu as ideias propagadas,apenas as ironizou

Voce sempre ri dizendo

"Nossa que absurdo esse monte de pega ninguém escreve,onde eles vivem não enxergam as mulheres super taradas mundo afora,são eles que não prestam,afinal mulher jamais ficaria com eles,porque o machismo os estraga"

Voce sempre ironiza,ri,MAS NUNCA REBATE SERIAMENTE COM ARGUMENTOS SOLIDOS algumas coisas basicas que fundamentam o masculinismo como

O INTERESSEIRO FINANCEIRO DAS MULHERES

COMO ELAS VALORIZAM OS CAFAJESTES EM DETRIMENTO DOS BONS MOÇOS NA MAIOR CARA DE PAU

Tudo isso voce apenas ironiza e faz um circo bem bonito mas NUNC REFUTOU SERIAMENTE como as mulheres estão interesseiras,egoistas,super exigentes e infieis

Bruno S disse...

Beatriz,

acho que o Sting até já compôs uma música para caras como esse seu "amigo".

http://letras.terra.com.br/the-police/31165/

Beatriz disse...

Bruno S

ÉÉÉÉÉÉ. Eu sempre fui apavorada com essa música. Chamo de "melô do stalker". Tocou no casamento da minha amiga e eu achei péssimo.

Gente, se na visão desses caras mulher é tão interesseira e tal, o natural é focar na carreira e não em homem, né? Eu ganho mais do q a maioria dos caras com que me relaciono, sou super dedicada a carreira, pq penso: se gosto de conforto material, melhor me garantir sem ter q aguentar transa ruim e homem babaca né?

Bruno S disse...

Beatriz,

até o próprio já deu entrevista dizendo que não entendia como as pessoas interpretavam a música como romântica.

sex pistol disse...

Não só com os caras que isso rola.Mas com as mulheres também.
A rejeição fere o ego dos dois lados.O cafa faz sucesso, porque ele sabe da volatilidade do interesse do outro.Logo ele pega, mas não mantém.E é desapegado para não se deixar envolver. E há mulheres nesse caso que o stalkeiam, mandam mil mensagens etc.
Enquanto o bonzinho acha moralmente questionável brincar com o ego e a vaidade das pessoas.Não tem nada a ver com tratar bem.Esse caras que só visam elogiar para pegar, não tem nada ver com o bonzinho real.
O bonzinho quer jogar limpo, sem apelar para golpes no ego

Anônimo disse...

Anônimo 17:27, tenha ctz q vc não entraria sequer na "Friendzone" de nenhuma delas ;) Pessoas toscas como vc provavelmente só dão asco em qqr mulher. Elas não vão se ofender, vão se sentir aliviadas uaehuaehuaehuheauhea. Volte pro seu videogamezinho :)

Anônimo disse...

Ae anonima do 17:31 eu não to aqui pra ofender ninguem ok?

ja falei e repito nao tenho nada contra feminista, até tenho uma amiga feminazi, mas é so tolerancia, pq sou do bem.

eu não comeria ela nem fodendo.

e nem as comentarista daqui, nem precisam mostrar foto, pq as personalidade agressiva delas afastam os homem

mulher tem que ser delicada

blz? não to acusando, só estou dizendo que elas não despertam interesse sexual em homem que gosta de mulher de verdade.

vc's podem ser bem sucedida e ter escola, mas nunca vão ter um amor de verdade

Anônimo disse...

Quem disse que elas iriam querer qualquer coisa com vc, babaca? Hahahaha que otário!

Anônimo disse...

Anônimo 17:38, só não posto logada aqui pq sei q tá cheio de imbecil e prefiro me preservar, mas tô noiva e homem nunca me faltou não viu. Qt a ñ ter foto meu apelido foi "sabrina sato" por mt tempo então sorry, tenho mts problemas de auto-estima não. Mulheres fortes afugentam homens fracos mas, quem disse q mulheres fortes sentem falta? Homem com a cabecinha limitada eu nunca fiz questão. Meu noivo é um dos caras mais bacanas e bem sucedidos que eu conheço, o "amor de verdade" de carinhas infantilizados feito vc com suas "fuckzones" eu nunca quis e nunca vou querer ;)

Beatriz disse...

Anonimo

Um não, já tive vários :) Todos diferentes e incríveis

Medir personalidade, agressividade, em uma situação de discussão, que já tem como premissa defesa de posição e ânimos digamos, engajados, é muita ingenuidade. Não é uma amostra real de quem as pessoas são, vê?

No mais, mulher não precisa ser delicada, homem não precisa ser forte. Isso são meras construções sociais. Não é pq uma mulher estuda que é infeliz no amor, tb. Seu discurso está carregado de clichês limitadores. Liberte-se deles e vc será mais feliz ;)

(ai galera, malz ae estar argumentando fofa com troll, mas acordei num bom umor absurdo hj e sempre quero mudar o mundo :D )

Beatriz disse...

Acho lindo a pessoa que posta em uma lista de discussão e fica nervosinha quando é respondida :P

Daniel disse...

Anônimo 17:01

Como provavelmente a Lola não irá responder (e eu vou te explicar por que não deveria) vou te dar atenção:

Primeiramente:

Não existem argumentos a serem refutados. Basicamente se você afirma que "as mulheres são interesseiras", isso não serve de argumento, simples.

Você não pode partir de uma experiência pessoal, e nem de um grupo, para uma regra geral. Isso é uma lei da lógica.

Também não se argumenta contra injúrias, contra ataques. Escrever que as mulheres são isso ou aquilo, não significa na prática, nada. Apenas que você está descontente, o que é obvio.

Para construir um argumento você precisa de proposições, premissas que levam a uma conclusão. E estas precisam ser válidas...

Por exemplo usando o silogismo categórico alguém querendo concluir que algumas "mulheres são fúteis":

-Todas as patricinhas são fúteis(essa premissa é FALSA, mas é só um exemplo)

-Algumas mulheres são patricinhas

-logo: Algumas mulheres são fúteis...

(este é o modo DARII, uma premissa universal afirmativa e duas particulares afirmativas)

Veja como não é fácil imputar culpa mesmo particularmente. Tive que usar uma premissa falsa, imagine então para tentar culpar todas as mulheres? Não é simples, por isso, até agora, você não argumentou, só atacou...

Você quer, de verdade, causar um debate com suas idéias? Construa argumentos, prove que as mulheres são isso ou aquilo, levante estatísticas que irão se aplicar somente às mulheres, e não a toda sociedade (que se preocupa tanto com dinheiro).

Definir que "as mulheres são interesseiras" é aparentemente fácil, mas a definição deve se aplicar a TODO o definido e SOMENTE ao definido. Me desculpe mas existe uma "pequena possibilidade" de toda a sociedade se deixar levar pelo dinheiro, não só as mulheres, só pra começar...

É sério, se houver algo de válido em seus argumentos as pessoas poderão te ouvir, mas se você já se deixou levar primeiramente pelo que sente, e não descobriu algo de maneira metódica... Não creio que muita coisa surgirá daí.

Até mais.

Anônimo disse...

Eu fico "me doendo" pq vc veio "na humildade" querer ofender outras pessoas. Eu fico "me doendo" pq essa filosofia mascu de merda quase levou 2 idiotas a sairem atirando contra alunos de uma faculdade onde eu já estudei (com essa já percebeu q meu negócio não é só aparecência né, bebê chorão ;P). E por mais q eu seja feliz e muitíssimo bem resolvida, o machismo em maior ou menor grau SEMPRE vai me incomodar, mesmo que não seja contra pessoas q eu conheço, sacou? Ou precisa desenhar?

Anônimo disse...

E eu ter citado alguém bonita com quem dizem q pareço foi só pra refutar o "feminista é td baranga sem marido".

carolinapaiva disse...

Daniel

Nossa, já perdi a conta das vezes em que eu tentei discutir com mascus nas comunidades. O discurso é sempre o mesmo "contra a real não há argumentos".
Isso ocorre porque eles simplesmente não aceitam nada do que o outro disser.
Se você fala de experiência pessoal, eles te chamam de maria-exceção ou de puta de família.
Se você aponta estudos científicos eles dizem que tal pesquisador ou tal cientista é mangina/feminazi.
Se você debate com apoio doutrinário eles dizem que tal literatura não presta, que só os livros da real são verdadeiros.
Enfim, na negação é fácil dizer que não pode ser refutado.
Eu já desisti de argumentar com essa gente, eles simplesmente não sabem debater, só teimar.

sex pistol disse...

Anônimo das 17:38

Leia:

-Swinggcat;
-David X;
-Juggler

Não bata de frente.Não adianta criar conflitos.

sex pistol disse...

Leia e você vai entender o que eu tô falando.

Daniel disse...

Carolina Paiva

Sei bem o que você quer dizer... Na verdade quando eu escrevo aqui uso alguns termos (silogismo categórico, falácia, etc)na esperança de que com alguma pesquisa, estudo, algo mude. Eu acredito que muito dessa atitude violenta, impulsiva, se dá por falta de outros recursos.

A internet está aí, qualquer um conhecendo os termos corretos consegue cursos inteiros de filosofia, lógica (curso jolivet?).

Estou ficando velho na mesma proporção em que fico ingênuo talvez... :(

EdFurtado disse...

Lord e garotas que detestam os "caras legais", (sei que eles não são legais de verdade), esses caras acham que para conquistar uma mulher eles tem de ser super legais com ela, de modo que ela vai querer eles por perto e vai se apaixonar por ele ser tão bonzinho com ela.
Mulheres não gostam disso -.-, ainda não conheci um "cara legal" que fosse pegador...alguém conhece um?

Anônimo disse...

Odeio esses homens, queria que todos morressem.

Uma terra livre para nós, Mulheres!!! \o/

yulia2 disse...

''Os tais mascus não tem a equivalente "fuckzone"? as "fodiveis" (horror, horror) e as "pra casar"?''

BOA...hj o povo aqui ta dando de goleada hein kkkkk


''COMO ELAS VALORIZAM OS CAFAJESTES EM DETRIMENTO DOS BONS MOÇOS NA MAIOR CARA DE PAU..''

é ta bom.....agora responda.
anonimo... vc se traveste de bonzinho para obter favores sexuais, ou pensa que por gentileza FAKE ela TEM QUE ir para cama com vc? pois se pensa assim parei por aí...

''se gosto de conforto material, melhor me garantir sem ter q aguentar transa ruim e homem babaca né?''

pois é....nada com garantir o seu para não ficar a mercê de babacas desse tipo! isso não tem preço.

yulia2 disse...

Lord e garotas que detestam os "caras legais",
__________
Não sei qual o seu conceito de legal mas já adianto a conversa.... que fique claro: cara que FAZ DE CONTA QUE É legal, FINGE ser legal, NA ESPERA DE OBTER RECOMPENSA SEXUAL (NÃO É NUNCA FOI LEGAL NA SUA VIDA INTEIRA!) È um aproveitador CAFAGESTE QUE NÃO DEU CERTO. Não se iluda e não tente maquiar a situação.
Mulher alguma TEM OBRIGAÇÃO de ir para cama só porque o cara FINGIU SER LEGAL com ela.
Isso é pobre, é coisa de derrotado mesmo! Faça um favor a humanidade quem age assim, recorra a prostitutas e pare de pertubar outras mulheres com suas bondades FALSAS E INTERESSEIRAS!
Vcs não são e nunca foram bonzinhos, vcs são machistas mimadinhos de mamãe que não sabem perder.

yulia2 disse...

Ao contrário das bestas masculinistas, mulher gosta de cara legal sempre gostou, mas para o azar dos mascus a gente consegue perceber quem é legal de verdade e quem é o legal (falso...) O legal verdadeiro sempre sempre terá o que quiser justamente porque ele é humilde e não acha que MERECE recompensa alguma por isso. Ele é o que é. acabou. fim da historia.
Agora o fake, o falso , o travestido de legal esse que se lasque , é machista e controlador E FALSO. E se vc reclama que nenhuma mulher te deu pq vc fez o FAVOR de ser legal então é falso, pois o verdadeiro legal NUNCA cobra isso de ninguém é ridiculo!
Conheço um cara legal DE VERDADE não é fake não... e nunca faltou mulher para ele , NUNCA. A gente sabe no fundo quem é de verdade.

Anônimo disse...

"Faça um favor a humanidade quem age assim, recorra a prostitutas e pare de pertubar outras mulheres com suas bondades FALSAS E INTERESSEIRAS!"

- No entanto, se depender de algumas feministas, estes malas teriam de voltar a perturbar as mulheres, pois algumas feministas sugerem a criminalização da contratação de serviços sexuais, como ocorre na Suécia e na Noruega (disse algumas feministas, pois há feministas que não concordam com isso, não posso falar nada sobre a Lola e suas leitoras a respeito, pois não sei sua opinião). Aqui no Brasil inclusive está tramitando uma lei semelhante, de autoria do deputado João Campos (PSDB/GO):

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=491833

Inteiro teor:

www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=839127&filename=PL+377/2011

Gostaria de saber a opinião da Lola sobre a lei que tipifica como crime a contratação de serviços sexuais. Não é primeira vez que eu faço esta pergunta.

Alex disse...

Eu gostei do post. Já percebi que Lola gosta de apresentar às(aos) suas(seus) leitoras(es) realidades diferentes daquelas vivenciadas pelo homem branco, heterossexual, de classe média, magro e dentro dos padrões de beleza, que é em torno de quem o mundo ainda parece girar (um homem branco, heterossexual, de classe média, magro e que esteja dentro dos padrões de beleza não enfrenta problemas comuns na vida de negros, mulheres em geral, mulheres gestantes, gays, deficientes físicos, gordos, enfim, os componentes dos grupos preferenciais do preconceito...), com enfoque nas particularidades da realidade feminina,a "especialidade da casa". A questão do estupro, por exemplo, como li num post recente, é uma preocupação que não costuma passar pela cabeça dos homens. A questão da violência obstétrica idem. A questão de a quantidade de banheiros femininos de uma praça na Inglaterra (se me recordo bem, na Inglaterra) não ser suficiente pra atender ao número de mulheres, porque o arquiteto do logradouro provavelmente era um homem, idem. A questão de a mulher, desde criança, ser condicionada a buscar um padrão de beleza inatingível, e de ser condicionada a se tornar objeto decorativo e sexual dos homens, idem. Enfim, são particularidades do mundo feminino que eu só conheci, ou em que eu só comecei a prestar atenção, depois que comecei a ler o blog da Lola. Com os mascus acontece a mesma coisa. Antes de começar a ler o blog da Lola eu não sabia que eles existem. Claro que lia os comentários idiotas típicos deles em reportagens e textos sobre o aborto, o casamento gay e outros temas polêmicos que de alguma forma mexem com o machismo e com o "status quo". Mas eu não sabia que essa gente se organiza em comunidades, que eles formam quase que seitas ou madraçais, aquelas escolas muçulmanas que formam terroristas. Eu gosto de conhecer como eles pensam, e devo isso ao trabalho de Lola. Não acho que o post de hoje seja "bobinho". Bobinhos são eles, os mascus, os quais, porém, podem se tornar muito perigosos. Não acho que todos os mascus sejam pessoas pouco escolarizadas. Muitos devem até ter um bom nível de formação. O que os une (o traço mais marcante, comum a todos eles) não é a falta de cultura ou de acesso à educação formal, mas o sentimento de pertencimento a um grupo ou grupos de ódio às mulheres, grupo ou grupos que deturpam demais a metonímia, a figura de linguagem que toma a parte pelo todo. Claro que há mulheres interesseiras (assim como há homens também). Claro que há mulheres que não gostam de sexo (assim como há homens também). Mas eles tomam a parte pelo todo, e é ao todo que eles dirigem seu ódio e seus equívocos. O ruim é que, reunido em grupos, em seitas, em madraçais, a necessidade de pertencimento a esses grupos, seitas e madraçais os torna cegos e impermeáveis a quaisquer argumentos exteriores. São cegos ao bom-senso que poderia levá-los a se desligar desses agrupamentos toscos, mas em relação aos quais muitos já desenvolveram necessidade psicológica e emocional. Receio que eles sejam potencialmente muito perigosos, como os neonazistas, que se diferencia dos mascus por ter um foco menor nas mulheres.

EdFurtado disse...

Yulia2, passa da primeira linha e vê se eu não estou concordando contigo. Acontece que esses homens "legais" operam sobre o paradigma de que se forem "bons" as pessoas vão gostar deles e as garotas se apaixonaram por sua "bondade", então eles estão sempre calculando como agradar para ganharem afeição. Eles são como vocês disseram (e eu concordei! pqp), fundamentalmente desonestos. Consigo mesmos antes de com os outros. É triste isso. E volto a dizer, mulher não se apaixona por um cara só porque ele é legal -.-

yulia2 disse...

Aqui no Brasil inclusive está tramitando uma lei semelhante, de autoria do deputado João Campos (PSDB/GO):
_________

esse deputado é feminista desde quando???
não o conheço, deve ser da tal bancada evangélica, mas vou dar uma olhada, de qualquer modo no Brasil a prostituição está BEM LONGE de acabar e ao que tudo indica desconheço qualquer feminista aqui no Brasil que queira acabar com a prostituição.

yulia2 disse...

mulher , pelo menos a maioria com uma antena mais aguçada SABE quem é o falso e quem é o verdadeiro.
O falso é sempre deixado de lado por motivos ÓBVIOS, porque é falso simplesmente.... não interessa uma interação com cara que montou um personagem para (se dar bem). E é por isso, somente por isso que ele é deixado de lado, mas a besta mascu acaba interpretando que é deixado só porque ele é ''legal'' e não é por isso... é porque o seu (legal) é de mentira, é montado!
E ele acha mesmo que a gente não percebe a diferença. È tão gritante a diferença do legal de verdade para o fake....putz.

Raphael disse...

Vou vos ser franco, já fui um desses "falsos bonzinhos"(que no fim acaba virando bonzinho de verdade), porém se há uma coisa que aprendi com as feministas, é que isso é repulsivo.

Por isso não falo com mulheres(a não ser que seja algo profissional), e se uma vez falar comigo já dou uma patada.

Dane-se a carência; qualquer estado emocional humano ou animal pode ser suprimido, induzido ou potencializado com os fármacos apropriados. E antidepressivo já é tão banal que até o SUS tá dando de graça.

Anônimo disse...

João Campos realmente não é feminista. Ele e o Bolsonaro são venerados pelos mascus. Pois é, quem diria? Um de seus ídolos querendo lhes ferrar.

Anônimo disse...

Como já foi dito, João Campos não é feminista, realmente é um membro da Frente Parlamentar Evangélica. Mas lí muitas feministas sugerir algo semelhante. Na Suécia (modelo de sociedade feminista), contratar o serviço de uma Garota de Programa (GP) equivale a estupro. Na Noruega, a lei é mais radical: se um norueguês vier aqui no Brasil e contratar o serviço de uma GP, se ele retornar à Noruega e for descoberto que ele fez isso, ele será condenado, pois na Noruega comprar sexo fora do país também é crime. Tudo sociedades modelo para as feministas. Ou seja, se depender de algumas feministas, estes malas terão de importunar vocês.

yulia2 disse...

Mas não se preocupe...prostituição nunca vai acabar.... politicos são um dos pricipais usuários disso.
Essa lei não passa...

yulia2 disse...

Na Suécia (modelo de sociedade feminista), contratar o serviço de uma Garota de Programa (GP) equivale a estupro.
_________
tá vc mora onde? Brasil ou Suécia?

yulia2 disse...

Ou seja, se depender de algumas feministas, estes malas terão de importunar vocês.
__________
continuo afirmando que desconheço feminista aqui que queira acabar com ao prostituição, isso é pauta da bancada evangélica, se queixe com eles.
No Brasil isso jamais vai acontecer, fique tranquilos e bora lá no vintão!!!

yulia2 disse...

Por isso não falo com mulheres(a não ser que seja algo profissional), e se uma vez falar comigo já dou uma patada.
____________

quer dizer que se ela for falar algo profissional com vc vai dar patada?
agressão gratuita não vai resolver seu problema.
Nem quero imaginar o tipo de educação que vc teve , enfim.

Raphael disse...

Eu sei quando o assunto é profissional ou não, fia. Dificilmente uma guria chegaria em mim no RU ou na birosca que compro cigarro para perguntar como usar o Mathematica no qsub do Cluster. ¬¬

Minha educação? Pois bem, estudo Engenharia numa Federal. Passei sem cotas. E sou bolsista num setor de informática e trabalho com supercomputadores.
Bom pra você?

yulia2 disse...

Minha educação?
___________

me refiro a educação de casa.

Anônimo disse...

Coitado, vc nem sequer entendeu de que educação ela tava falando... faz medo mesmo pensar nessa educação

Anônimo disse...

Por acaso você é o Raphael ou o Eng. Emerson (que na verdade nao é engenheiro, é técnico de informática) digitando da prisão? hehehe

Está bem claro no seu perfil que vocé um físico-matemático e que Engenharia foi só um "troço" que você inventou.

Anônimo disse...

Engenheiro, mas continua burro como uma porta por não ter sequer ter conseguido interpretar uma frase mínima.

Raphael disse...

"me refiro a educação de casa. "
Isso se chama criação. E sei lá, acho que foi normal. Minha mãe era meio religiosa, meu pai meio depressivo...

"Está bem claro no seu perfil que vocé um físico-matemático e que Engenharia foi só um "troço" que você inventou."

É que no meio "exatóide" o Engenheiro é visto como uma ovelha negra, como um "peão". Ai eu costumo dizer:
"Na verdade sou Físico Matemático, e Engenharia foi só um troço que inventei [de cursar] pela grana, fama e mulheres"

Trata-se de uma brincadeira(com um fundo de verdade)

Anônimo disse...

Não se chama só de criação, não. Os pais educam seus filhos. Pelo menos os meus... e responder sobre a personalidade dos seus pais para dizer como foi a sua criação. Parece que vc não teve educação emocional nenhuma, parece também que vc é muito jovem. Procure abrir a cabeça, procurar nos amigos, em livros essa educação emocional que vc não teve. Deve ser tudo muito sofrido para você, dá para ver, mas não desespere.

Andrea disse...

Lola querida... Ótimo post. Por favor manda uns zé-ruelas da UFPR tomar no meio do cu com classe...

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1068893-manual-de-calouros-dita-obrigacao-sexual-de-alunas-da-ufpr.shtml

Um beijo!

yulia2 disse...

Isso se chama criação. E sei lá, acho que foi normal.
_________

não importa o nome , a finalidade é a mesma.
e o termo (normal) não quer dizer nada com nada. São as instruções de vida que os pais passam, mas percebi que vc não quer dar detalhes, não tem problema. Já posso imaginar como foi.
sem mais.

Dom King disse...

Esses são falsos masculinistas. Os verdadeiros pregam os direitos do homem,a imparciabilidade em julgamentos,e a igualdade entre homem e mulher. Eu frequento um verdadeiro forum da Real,e nada disso é como você coloca ai. Muita coisa distorcida e colocada fora do contexto dá nisso.

yulia2 disse...

tava demorando para aparecer os caras falando que não tem nada a ver com isso....

Augusto disse...

Lola, olha essa imagem, é MARAVILHOSA:

http://28.media.tumblr.com/tumblr_lwzk60OFEk1qibb1xo1_400.png

Ághata disse...

Cara, eu sempre fico imaginando o que não passa uma prostituta!

[Um cara que paga pra alguém transar com ele é simplesmente um escroto.
Explorar o outro sexualmente é algo extremamente doente!]

Raphael disse...

Ágatha,

Tecnicamente todo trabalho é uma exploração. Alguns tem talento pra coisa, outros não. Conheci prostituta que curtia o trabalho, e por curtir e saber usar a cabeça e não só o corpitcho, ganhava uma nota preta.

Anônimo disse...

o cara tá a disposição???? como assim? para dar o c* para o virgem também? nem sei quem são esses, mas parafraseando o que esse tipo de sujeito adora falar....só podem ser tribufus!

Ághata disse...

Raphael,

...é sério mesmo que você tá comparando qualquer trabalho com prostituição...?

Não apela.

...dizer que Todo trabalho é uma exploração já é sair da realidade. Comparar com prostituição então...

...e, hã, o fato de ter mulheres que dizem que curtem a coisa e ganham dinheiro com isso não valida toda uma cadeia de exploração sexual.

Fosse assim tava fácil, né? Até Trabalho escravo e infantil tava válido.

Anônimo disse...

não tenho nenhuma pena deles.
Pena eu tenho é das muleres que morem pela violência do machismo.
Dó eu tenho de pessoas que sao doentes e não fazem mal a ninguém.
Não vejo saída para psicopatas que podem causar danos á sociedade.
Caso eles não sejam psicopatas, daí sim pior, tem esta ideologia por escolha.
Não tenho só de quem escolhe o machismo e a misoginia.

Ana Clara disse...

Para o pessoal que acha que o sonho de consumo de toda feminista é ver a prostituição virar crime:

Isso não é nem um pouco verdade. Parem de colocar todas as feministas em um saco só e achar que temos a mesma opinião sobre tudo (uma opinião que muitas vezes OUTRAS pessoas dizem que as feministas têm).

Em relação à proibição, existem sim feministas que acreditam que o mercado (feminino) de sexo deve ser abolido e que é, ao mesmo tempo, um sintoma, um problema e um instrumento de perpetuação do patriarcado. São argumentos interessantes que merecem ser estudados, e não são poucas as feministas que acham isso.

Por outro lado, existem feministas que acreditam que a legalização da prática é imprescindível para se garantir o mínimo de segurança, qualidade de vida e direitos civis a essas mulheres que, quer aceitemos ou não, existem e trabalham (muito!). Eu, por exemplo, faço parte desse 'grupo', se é que pode-se chamar assim.

E, é claro, existem mil e uma outras opiniões de feministas sobre isso que não são uma coisa nem outra, ou então são os dois, ou então os dois mais uma terceira, e por aí vai. POR ISSO, NÃO GENERALIZEM. Peço, ao contrário, que vocês discutam o tema e, principalmente, estudem (não só por livros, meus amores, mas pela vida) o que é o feminismo e o que as feministas pensam.

Anônimo disse...

A yulia2 disse que desconhece "qualquer feminista aqui no Brasil que queira acabar com a prostituição", e que isso "é pauta da bancada evangélica". Nem preciso pesquisar blogs feministas que sugerem a criminalização da prostituição ou da demanda por tal serviço. Pois é, yulia, você e eu acabamos de conhecer a Ághata. Ou a Ághata não é feminista? É evangélica?

Anônimo disse...

"Imagino o Apocalipse nuclear, todos morrem, menos um mascu (o lider, mais viril resistiu a bomba nuclear), triste chorando pq ta sozinho.

- buaaa todas putas civil morreram, como vou fazer sexo?

Vem uma baratinha toda brother, bota a patinha no ombro dele e diz:

- Tamo ai a disposição parceiro"

Devido à minha gripe, eu tossi de tanto rir. E serião, já me deparei com muito machismo, mas nada nessas proporções. E se um dia me deparar, coitados rs.

Anônimo disse...

Ana Clara, leia melhor o meu comentário das 19:52, eu não disse que "o sonho de consumo de toda feminista é ver a prostituição virar crime", muito pelo contrário, eu disse que ALGUMAS FEMINISTAS sugerem isso. Eu não generalizei. Por exemplo, eu não sei qual é a opinião da Lola sobre esta lei, então não posso dizer nada sobre ela, isso eu deixei bem claro no meu comentário das 19:52.

Raphael disse...

Relação Prostituição x Feminismo bom é o alemão: Lá prostituição é regularizada, vigiada e padronizada segundo os mais rigorosos padrões de qualidade, saúde e respeito aos direitos humanos.
Prostitutas alemães recebem salário base(com comissão), fundo de previdência e mais todo um sistema de exames de saúde periódicos.

Proibir prostituição seria lindo, já estou vendo as notícias: "Comando das Loiras do Morrão invade morro da tragédia em guerra com a facção Comando das Popozudas. 5 policiais ficaram feridos em estado grave, 2 morreram. 3 crianças estão internadas sem previsão de alta."

Raphael disse...

Lola, dá para tirar as postagens anônimas mas deixar liberado o Nome/URL não? Sabe, esse negócio de "Anônimo das 9:30" está meio confuso...

Anônimo disse...

Gostaria de ler um post sério sobre prostituição aqui.

Anônimo disse...

Raphael, então você deve achar que a legalização das drogas reduziria a criminalidade substancialmente (até porque a crminalidade hoje em dia, está mais ligada ao narcotráfico, sendo assim, a legalização e a regulamentação dos narcóticos, resolveria o problema da violência por droga).

Raphael disse...

Manolo, sou legalize total. Claro, bom senso dita que drogas como crack, oxy e heroína não poderiam ser legalizadas.

Mas vamos pôr no papel: Crack e Oxy não são mais que cocaína vagabunda. Heroína é um caso patológico.

Mas se o cidadão pudesse ir na farmácia comprar sua ervinha, sua coquinha ou mesmo umas anfetaminas, que mal tem? Proibir além de não coibir o uso, impõe uma qualidade insalubre no produto consumido pelo usuário.

Daniel disse...

Prostituição? Tá ficando séria a discussão aqui...

Lendo rapidamente os comentários o debate está entre ser proibida ou não?

E me parece que alguns julgam ser inviável proibir, comparando até com o uso de drogas... Isso eu não entendi, confesso.

Vou continuar a ler sobre o assunto, não tenho nenhuma posição fundamentada sobre isso, que complicado...

yulia2 disse...

vc está deturpando as coisas
em nenhum momento a agatha prega abertamente falando em criminalizar a prostituição.
segundo, nunca vi blog feminista
brasileiro nenhum PREGAR que isso tem que ser criminalizado, mas já que afirma então vc poste algum blog que pregue isso
pois eu desconheço qualquer feminista brasileira
que pregue isso abertamente.

Raphael disse...

Daniel:

O negócio, é: Se for proibir, irá realmente funcionar?
Não acredito que alguém ache que proibir prostituição fará os usuários da mesma simplesmente dizerem:"Ih, que chato. Vou essa noite tirar meu nintendinho do armário então.".

Irá se formar uma máfia em torno disso, o que aumentará os abusos às profissionais(pois os patrões serão ainda mais marginalizados), aumentará os riscos ao usuário, aumentará a corrupção. Vai ser uma mina de ouro pros corruptos.

Daniel disse...

sobre a legalização das drogas:

Rafael:

Uma dúvida que eu tenho sobre essas drogas é...Afinal drogas como a maconha não fazem mal? Se fazem, não é esse um dos principais motivos para não haver a legalização?

Bem, o que eu ouço é que a longo prazo o uso de maconha causa danos à memoria. No caso de outras drogas é ainda mais grave. Concorda com isso?

Outra questão é que se vende a ideia de que o uso de uma droga tida como mais leve, acaba levando ao uso de outras mais graves, você acredita nisso?

Obs: Eu estou usando o termo "droga" no sentido de "substancia entorpecente, alucinógena, excitante"

Raphael disse...

As pessoas adoram falar de venenos... Açucar, Gordura, Glutamato, Adoçante, Drogas... Mas o maior veneno mesmo é o Sofrimento. Maconha causa danos? Provavelmente, ainda mais que fumada tem monoxido de carbono e alcatrão. Porém Dor, sobretudo dor emocional, causa muito mais danos. Cortisol é o verdadeiro veneno, e esse hormônio/neurotransmissor danifica os nervos muito mais do que quase nenhuma droga iria danificar.

Quase tudo demais faz mal. Até mesmo água demais faz bem (hiperidrose existe). Mas em doses moderadas virtualmente nenhuma droga faz tão mal quanto a Infelicidade, a Tristeza, o Sofrimento...

Droga de entrada é uma falácia. O que induz a pessoa a coisas mais pesadas não é a droga, é o ambiente que infelizmente ela tem de ser conseguida.

Raphael disse...

Digo, até mesmo água em doses demais faz mal*

Daniel disse...

Rafael

sobre prostituição:

Não estou convencido se simplesmente por uma proibição se iniciaria uma máfia.

(...)

Sério, pensei, pensei e por ora eu desisto, não tenho argumentos, confesso. Mas essa ideia não me agrada, não vou aceita-la fácil assim, hehehe.

Vou pesquisar sobre o assunto, se não vou escrever muita besteira.

Até mais.

bruna disse...

hahahahahahahahahahahahahahahahaha.

Fazia muito tempo que não ria tanto com um ato falho.

Daniel disse...

Rafael

novamente sobre as drogas:

Desconheço algum estudo que coloque os malefícios causados pelas drogas abaixo dos exemplos citados.

No caso das questões psicológicas descritas que são historicamente tratadas por usuários através de drogas tida como mais leves, como a maconha existem tratamentos com eficiência melhor comprovada e sem os malefícios de tais substâncias.

Ainda existe a questão do uso das drogas (que não se resume ao tratamento do stress)voltado para viagens alucinatórias. Ainda está em questão se é adequado permitir que se crie uma possível dependência dessas substâncias para este fim.

Sobre tantas coisas maléficas que consumimos, estas também devem ser reduzidas e não usadas como justificativa para que consumamos ainda mais.

Você pontou que a progressão no uso de drogas cada vez mais pesadas se dá pelo meio e não pela substância. Cabe nessa questão alguma análise, não creio (com todos os efeitos psicológicos causados pelas drogas) que a substância em si não tenha interferência nessa questão.

Por último ainda cabe a questão do vício, da dependência.

Anônimo disse...

É uma das coisas mais bizarras que eu já tive o desprazer de ler.
Você ri por reflexo como ri de qualquer coisa muito absurda, a ficha cai e você se dá conta do quão desgraçadas são essas criaturas, daí então perde completamente a graça. E o resultado é um misto de nojo e pena.

Falta catalogar como CID-10.

Ana disse...

Vamos ver se entendi (o anônimo mascu)... Se eu não trabalho, sou interesseira, se trabalho (e me sustento), sou uma workaholic que só pensa na profissão. Se dou bola pra você, sou uma piranha atrás do seu dinheiro. Se não dou atenção, sou uma vadia que só quer saber de cafa. Hm... Tá.
O que você quer é uma mulher que não tenha interesse no seu dinheiro, que seja doce, que cozinhe, não trabalhe fora... Ou seja, você quer sustentar uma mulher não interessada em ser sustentada. E que faça tudo por você.
Peraí... Acho que você quer se casar com a sua mãe! Sim, porque se você tiver que sustentar alguém, vai ser uma "cobra" que "sugará" todo seu dinheiro. Ou uma interesseira que quer ficar na vida mansa. Né?
Acho que o melhor que você faz é continuar morando na casa da sua mãe.
Aí você acha que as feministas que trabalham, são resolvidas sexualmente, estudam, moram sozinhas, não dependem de homem... ELAS (nós) são frustradas? Mal amadas? Barangas? Ok...

sabrina disse...

pra um mascu dizer bom dia pra mulher ja é uma grande gentileza q deveria ser retribuida com sexo.

são dementes, por um acaso se tiver alguma mulher q seja legal com eles,eles se verão na obrigação de transar com ela?

bando de animais!

yulia2 disse...

não ofenda os animais sabrina...
heheh

Anônimo disse...

Sabrina, por favor não insulte a nós mamífer@s.

yulia2 disse...

Vamos ver se entendi (o anônimo mascu)... Se eu não trabalho, sou interesseira, se trabalho (e me sustento), sou uma workaholic que só pensa na profissão. Se dou bola pra você, sou uma piranha atrás do seu dinheiro. Se não dou atenção, sou uma vadia que só quer saber de cafa. Hm... Tá
____________

enfim, decifraste o código da vincci!!! hua hua

yulia2 disse...

mas tudo tem saída, nada está perdido para a mascuzada....
no japão estão fabricando ciborgs
futuramente eles podem encomendar algumas. é perfeito, tem pele e expressão humana, mas não tem nenhuma vontade própria , perfeito para os mascus. vai ter mais ou menos a mesma função da boneca inflável , com a diferença que com ciborgs vai dar para andar na rua com ela, pois andar com boneca inflável não dá né?heheheh

Raphael disse...

Ás vezes eu vejo tanta coisa que penso que o mundo está a acabar...


Abandonar o Navio, Homens Honrados primeiro!

Anônimo disse...

Eu já namorei um cara "bonzinho". Vou postar no anônimo porque tem conhecidos meu que frequentam o blog, e eu prefiro deixar essa história enterrada. Tem gente até hoje que me pinta de piranha porque eu terminei o namoro. Mas vejamos:

- Se eu não queria sair porque tinha que estudar ou só queria ficar em casa, jogando no computador, ele ficava paranóico;

- Se eu ia pra festinhas com amigos da faculdade e ele não queria ir, e eu ia sozinha, ele aparecia meia hora depois querendo me levar embora;

- Se eu fazia amigos novos, independente de sexo e gênero, ele ficava todo fechado, obviamente morrendo de ciúme;

- Se eu ia visitar meus pais e queria passar uns dias lá, ele ficava maluco, ligando direto, querendo marcar coisas pra fazer nos dias em que eu ia ficar na casa dos meus pais;

- Se eu queria sexo e ele não, tudo bem, eu tinha que relevar (e relevava). Se ele queria sexo e eu não, ele me enchia o saco, fazia perguntas em tom de suspeita de que estava sendo traído;

- Se ele tinha que viajar com os pais porque os pais faziam chantagem emocional pra que os filhos fossem juntos, eu tinha que ir. Mesmo que fosse tipo, Ano Novo, e eu quisesse ficar com os meus pais;

- Ele me enchia de presentes. Muitos. E vou confessar: sim, você acostuma, e acostuma muito mal. Aos poucos, conforme fui acordando e me dando conta de que ele me controlava também assim, sendo "bonzinho" pra depois cobrar coisas absurdas, passei a recusar os presentes. Ele? Foi ficando mais paranóico.

- Como ele trabalhava muito e fazia questão de me ver todos os dias, me fazia sair de casa 4 da manhã pra sair com ele. Tudo bem. Eu chegava da faculdade e capotava, colocava o despertador. Levantava 3 da manhã e esperava que ele chegasse. Voltava pra casa umnas 6 da manhã, dormia até umas 8, acordava e ia trabalhar, de lá, ia pra faculdade. Final de semana? Eu estava podre e queria dormir, lógico. Mas se eu dormisse no cinema, cochilasse na balada ou cabeceasse de sono na mesa do boteco, "você não quer sair comigo, fica entediada".

E por ai vai. Foi um relacionamento muito desgastante emocionalmente, ele me controlou com chantagens emocionais, afinal, ele era "bonzinho", eu amava demais, não queria magoá-lo. Até que, conforme os anos foram passando (sim, foi uma década nessa vida), eu fui entrando num estado letárgico. Nada mais me empolgava, e foi inevitável, mergulhei na depressão. Remédio não resolvia, terapia não resolvia. E ele só foi ficando mais e mais paranóico, ai começou a fazer comentários maldosos querendo dizer que eu só fingia estar deprimida (?) quando estava com ele, ou que era desculpa para ficar com outros amigos.

(continua)

Anônimo disse...

(continuação)

Que amigos? Boa pergunta. Ele me afastou de TODOS os meus amigos. Nessa altura, eu já tinha trancado faculdade, largado o emprego e estava vivendo às custas dele, porque ele aparecia com a "solução genial pra minha depressão", alegando que tudo era estresse por trabalhar e estudar demais, e eu, deprimida, fui aceitando. Afinal, ele era "bonzinho" e só estava preocupado comigo. Por ai, ele já pagava meu aluguel, o supermercado, os remédios tarja preta que eu estava tomando, internet, telefone. E obviamente, começou a controlar cada gasto, fazendo pressão para ver cada nota fiscal e fatura, porque "você está gastando demais, não está não, amor?". Ele questionava coisas que vinham abreviadas na nota fiscal, sempre dando a entender que desconfiava que era camisinha que eu comprava pra usar com outros, ou que estava passando muito tempo online para falar com amantes. E eu fui me afundando cada vez mais. Nesse período, passei dos 50 Kg que pesei a adolescência toda para quase 80 Kg, com problemas de pressão e colesterol, porque afinal, não era meu peso natural. Ele? Me estimulava a comer mais, "porque sem comer direito, nunca vai ficar bem". E se eu comia pouco, ou não queria mais comer, era motivo pra ele fazer drama. Comecei a ter crises de ansiedade e a comer mais. Meu cabelo começou a cair, minhas unhas enfraqueceram, desenvolvi Transtorno de Somatização, passei de meio maço de cigarro por dia para quatro. E vivia chorando, não conseguia dormir, tinha crises frequentes de falta de ar, ataques de pânico, gastrite.

E ai, ele começou a pressionar muito pra gente casar. A falar de crianças com tom de fofura. A ver apartamento. E eu só piorava com isso tudo, tinha pesadelos cada vez mais desesperadores e achava que não viveria mais do que alguns anos.

Um dia, depois de uma semana sem dormir nem um segundo, chorando o tempo inteiro, parei pra repensar cada momento da minha vida desde a infância, procurando o que estava me faltando. Eu o amava demais, mas vi que estava enjaulada, e era justamente falta de liberdade que eu sentia. Quando ele chegou em casa terminei com ele no meio de um acesso de choro. Ele foi frio, muito frio, e começou a vomitar em cima de mim nomes de conhecidos com quem supostamente eu o teria traído. Mas eu não saia de casa. Dois terços dos nomes que ele deu eram nomes de homens gays ou de mulheres absolutamente héteros. O resto eram pessoas que, em algum momento em que eu considerei seriamente o suicídio, me apoiaram de alguma forma.

Depois de me mandar uns e-mails freaks, querendo me torturar emocionalmente e se fazendo de frio, ele sumiu. Mas eu percebi o jogo dessa vez. Ele queria que eu corresse atrás.

Contei tudo pra minha mãe, que foi me buscar e me levou pra casa dela. Ela também sofreu com um marido machista e controlador, e sabia o que era fazer sexo sem vontade, ser controlada emocionalmente. Conversamos muito, muito mesmo, e o apoio da minha família foi crucial.

Hoje em dia ainda faço acompanhamento por causa do Transtorno. Sem fazer nada, porque sou nerd e sedentária demais, voltei para o meu peso normal, nunca fui gorda e nem magra. Minha saúde está quase 100%, mas peguei um trauma profundo de relacionamentos.

(continua)

Anônimo disse...

(continuação)

Não digo que todos os homens são assim, mas eu evito qualquer tipo de contato emocional mais próximo com homens "bonzinhos". Aprendi a identificar o tipo de longe, e acredito firmemente que nunca mais ninguém vai me escravizar emocionalmente. As feridas estão cicatrizando, já consigo me relacionar afetivamente com outros homens e mulheres, e posso dizer que, agora, eu encararia um relacionamento saudável e maduro. Mas ainda assim, as cicatrizes estão lá, e tem dia que elas dóem um pouquinho. Se ele tivesse me agredido fisicamente, eu teria revidado, mas ele sempre foi "bonzinho". Não sei se um dia vou me livrar desse fantasma, mas o que eu sei é que eu quero ser feliz, ignorando todo e qualquer homem "bonzinho" ou que faça mimimi com essa história de "friendzone".

Me perdoem pelo texto longo, mas nunca contei essa história na íntegra pra ninguém, e no começo pretendia só falar dela por cima, mas quando vi, já tinha dado detalhes que nem eu mais me lembrava muito bem. E dessa vez eu não chorei, o que significa muito pra mim. Estou pronta até pros comentários sem noção dos mascus, simplesmente porque eu não me incomodo mais com a opinião de desconhecidos.

Anônimo disse...

Imagina se depois de toda essa história, eu fosse ficar com ódio de homem? Acho que ai que eu não seria realmente feliz nunca.

- Anônima das 01:09

Caroline disse...

Um abraço na anônima das 01:09. Apenas.

Anônimo disse...

O mimimi

Homem pergunta:O Que é mais Importante no Homem
O Dinheiro ou seu Caráter e ou sua Beleza???

Mulher responde: A primeira vista, o mais importante é a beleza, pois se o cara for feio de doer, não atrairá minha atenção, e assim sendo, não conhecerei seu caráter e nem saberei sobre seus recursos financeiros, Dizer que beleza não conta, é hipocrisia..


Mascu responde:
E ainda dizem que não são interesseiras. Se ele fosse rico, pouco importaria beleza e caráter.
Tá aí, mais uma prova que dinheiro é o que importa.
Homens não ligam pra isso, gostamos da mulher em si, pela personalidade, apreciamos o corpo feminino sem ligar se ela tem status, ou é rica, ou pobre, ou tímida, ou extrovertida.
E ainda dizem que sou doido de falar essas coisas, são coisas tão obvias que não sei como tem homem que se recusa a enxergar pqp.

Elas mentem muito. Certas coisas só ficam em seus íntimos, elas jamais vão admitir. Querem a todo custo passar a imagem de santa exceção. Mas a real é essa aqui ó, nos dias de hoje:

Dinheiro: Fica acima de tudo. Elas ficam com caras ricos, poderosos, que possam proporcionar uma vida fácil. Ou você acha que elas ligam pra caráter e beleza de Ronaldinho gaúcho, dentinho, e jogadores e caras horríveis por aí, que por ter grana e serem bem sucedidos e destacados, conseguem mulher fácinho.

Caráter: Mentira que elas valorizam isso. Porque então tem tanto cara correto, estudioso, trabalhador, sensíveis, românticus, e mesmo assim estão na escassez sexual e afetiva? Vivem na bronha e não conseguem namoradas. Num é esse tipo que as mulheres mudernas dizem em seus discursos falaciosos que é o tipo de cara ideal? Mentira pura, eis a prova que elas cagam e andam pra caráter. Enquanto isso cafajestes, assassinos, homens violentos, e lixos humanos e o maniaco do parque, pegam mulheres a doidado.

Beleza: Um homem bonito é um troféu, mas isso não é muito importante. Entre um feio ricaço, e um bonitão pobre, elas vão preferir o feio rico pra namoro, ou até casamento.

O mais importante é Carater.
Sim, nós homens valorizamos isso. Tanto é que namoramos timidas, pobres numa boa. Quanto a questão de beleza é fundamental sim e eu concordo com vocÊ. O politicamente correto no dia a dia diz que não, tem que levar em conta beleza interior bla bla bla, besteira. Eu não namoraria mesmo uma feia, mas uma mediana do meu nível, com certeza.
Diferente de mulheres que dificilmente namoram caras do mesmo nível. O instinto faz vocês querer um superior, seja financeiramente ou socialmente. E também serem dominadas, um macho que as guie, embora as feministas neguem isso até a morte.

É como diz Nessahan Alita "Jamais se guie pelo que a mulher DIZ, e sim pelo que FAZ, ATOS".

isis disse...

lola adoro seu blog, te admiro muito por ter essa coragem de lutar contra a sociedade pelos direitos não só das mulheres como dos homossexuais e negros, só tem uma coisinha mínima q me incomoda no seu blog é o layout mas só, sinto até um pouco de vergonha de ta reclamando do layout desculpa aí qualquer coisa enfim te adoro e continue lutando, bjo.

Anônimo disse...

Nossa, acho que a anônima 1:09 caiu mesmo nas mãos de um mascu. Ela foi obrigada a se tornar tímida e pobre, dependente e infeliz para ser mais bem manipulada pelo mascu bonzinho.

É isso aí. Mais claro do que clara em neve.

Anônimo disse...

Receita para um relacionamento firme com um mascu


Precisa ser companheira, não fazer joguinhos emocionais(Vital, ou pelo menos o menos possível), saber cozinhar, saber respeitar, dar sexo de filme porno todo dia ou pelo menos 5 vezes por semana,. Ser feminina, meiga, calma. Não ser interesseira, demonstrar gostar do parceiro independente de posses ou status financeiro(Soltei uma bela risada aqui, porque é impossivel isso nos dias de hoje, mas enfim.. uhauhuuh), gostar de família e ter vontade de ter filhos, gostar do marido, não ser feminista.
Esqueci o resto, mas se uma for sinceramente do jeito que descrevi, especialmente nos dias de hoje com explosão de feminismo, desonra e promiscuidade, essa seria uma mulher pra ter relacionamento firme.

Anônimo disse...

Caroline

Obrigada, me sinto virtualmente abraçada. E sim, isso é importante.

_______

Engraçado que esse meu ex "bonzinho" era tudo isso: era bonito, era rico, demonstrava caráter, era gentil. Me apaixonei por ele não por essas coisas materiais, como beleza e dinheiro, porque pra começar, me apaixonei por ele via internet, nos idos dos anos 90 quando a gente usava o IRC e ninguém tinha foto pra mostrar. Me apaixonei porque combinávamos em muitas coisas, ele parecia me entender, enfim. Começamos a namorar no mesmo dia em que nos conhecemos pessoalmente, num encontro do canal do IRC. Águas passadas, felizmente. Foi o feminismo, e a consciência de mim mesma o que me salvou da escória. E sabe que pensando bem, ele realmente me parece ser um tipo de mascu que fica no armário? Porque tive notícias dele recentemente. Ele conheceu uma moça muito mais nova que ele. Ela já trancou a faculdade e estão para casar, com dois meses de namoro. Eu tentei avisar, ela fez pouco caso me acusando de estar com ciúme por ter "perdido o homem perfeito". Desisti, mas vou ficar esperando, porque sinto que ela vai precisar de alguém que acredite nela. Porque ninguém acreditou em mim no começo, ele era "bonzinho" demais. Eu tive que realmente terminar, tomar coragem pra isso, e na rua, porque tinha medo de que acontecesse alguma coisa, não sei, eu tinha medo de tudo, tive que fazer isso em público.

Se eu tirei algo bom desse relacionamento? Óbvio que eu aprendi a cozinhar, ele "adorava comida caseira". Eu estava sendo doutrinada e não, não percebia. Okay, cozinhar não é tão ruim, se eu não tiver que fazer por obrigação, porque se eu não cozinhasse ele sempre dizia "se você não cozinhar vou ficar triste, amo o seu tempero". Não, eu nunca recebi um elogio intelectual, ou de caráter mais espiritual, por exemplo. Mas antes tarde do que nunca, não é? Já consigo sair de casa. Antes tinha pânico de multidão, de conhecer outras pessoas. Às vezes ainda sou muito tímida pra falar com as pessoas, e às vezes quero voltar correndo pra casa, ai ligo pra alguém da minha família, só pra ouvir que vai ficar tudo bem. Eu não sei explicar o tipo de pânico que isso causa, sabe, mas eu sei que vai ficar tudo bem porque eu aprendi a nem sempre ser feliz, porque todo mundo tem dias ruins, mas a perceber sempre o meu próprio valor.

- Anônima das 01:09

Anônimo disse...

Ah, e foi com esse ex-"bonzinho" que aprendi a ser "feminina", basicamente porque ele "amava unhas sempre bem feitas" (coisa que sempre tive preguiça de fazer), aprendi a combinar e coordenar roupas, regras de etiqueta (porque ele adorava me levar em festas frescas de ricos e me exibir como troféu. E eu detestava aqueles ambientes, me sentia de um jeito ruim que não sei explicar, mas não era meu jeito), cozinhar... ou seja, adestramento, né? Nunca quis ascender socialmente se isso significasse deixar de ser quem eu sou. Estava fazendo tudo isso por amor - ou eu achava que era. Na verdade, era puro controle emocional. Depois é mulher que faz joguinho.

Se meiguice, um padrão de "feminino", fazer sexo sem vontade e não ter direito a personalidade própria e desenvolvimento intelectual e material for pré-requisito pra me relacionar com qualquer pessoa no mundo, na boa, estou bem sozinha, estou feliz, calma e solteira.

Não que eu não goste de sexo, mas se o preço a pagar por ele for a minha liberdade, sinto muito, tá fora do meu alcance dar de bandeja uma coisa maior que eu.

- Anônima das 01:09

Caroline disse...

Hoje eu vi um cara dizendo no Twitter que ele não é machista, e sim realista.

É pra rir, né.

Anônimo disse...

Eu não tenho mais paciência alguma com machista depois de tudo o que passei. Fora que meu histórico já não é bom, meu pai é MUITO machista, cresci num ambiente bem zoado. Eu dou voadora mesmo em quem faz piadinhas, brincadeiras e comentários machistas. Não gostou? Não fala mais comigo, ué. De apanhar eu não tenho medo não, hoje em dia eu falo na cara, porque tudo o que eu passei virou revolta contra atitudes machistas, homofóbicas, discriminatórias.

- Anônima das 01:09

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 221   Recentes› Mais recentes»