quarta-feira, 8 de setembro de 2010

IMPRESSÕES SOBRE O MTV DEBATE

O vídeo com o debate na íntegra está aqui.

Como falei pra vocês, terça retrasada fui pra SP participar de um debate. Voltei pra Fortaleza no dia seguinte, exausta (não pelo debate, mas pela viagem. Pouco tempo antes eu tinha feito uma viagem-relâmpago dessas pra participar do Encontro dos Blogueiros Progressistas). Vou contar tudinho pra vocês: recebi um email do Breno, produtor do MTV Debate, dizendo que tinha lido um texto no meu bloguinho sobre o meu ódio a brasileiros que odeiam o Brasil. Eu lhe falei de outros dois textos parecidos no meu blog, já que este tema (a imagem do Brasil no exterior e entre os brasileiros) não é exatamente uma incógnita por aqui. Ele quis saber da minha disponibilidade de ir pra SP gravar o programa. Eu tive que pedir para uma professora me substituir numa aula, ela aceitou, e lá fui eu pra SP, sem saber exatamente o tema do debate. Mas consultei meus aluninhos de Inglês Técnico, e eles parecem gostar do programa, e me garantiram que não era baixaria (ah, eu não vejo TV, então temi que pudesse ser algo no estilo Ratinho ou Superpop).
É legal você chegar em Guarulhos e ter um carro esperando por você, e ele te levar pra um hotel na Paulista, bom, em frente ao Trianon. Três horas depois, o carro foi me buscar no hotel e me levou ao prédio da MTV, que tem uma placa do Civita bem na entrada, posso dizer argh? Argh. Mas o prédio é bonitinho. Pouco depois apareceu o Breno, que parece ter uns 16 anos. Não digo isso de forma pejorativa, só que ele realmente tem cara de guri. Depois de eu comer alguma coisa na lanchonete/padaria/restaurante ao lado do prédio, voltei, colocaram um microfone na minha blusa, e me falaram aonde eu iria me sentar. No último email que o Breno me mandou, ele mencionou quem mais estaria participando do debate: do lado do bem (ok, ele não usou essas palavras), além de mim, o diretor de uma pesquisa, Brasilidades, Rodrigo Mendes, e uma cantora de MPB, Bruna Caram. Do outro lado, Cacá, vocalista de uma banda que canta em inglês, Claudio de Oliveira, chargista do jornal Agora, e Felipe Attílio, publicitário. Quer dizer, Breno disse apenas que esses três têm uma visão crítica em relação ao Brasil. Visão crítica temos todos, né? Eu só não fico falando que o Brasil é o esgoto do mundo, como fazem alguns reaças na blogosfera. Como moderador, teríamos o Lobão, mas isso eu já sabia. Meus aluninhos tinham me avisado que ele fala demais.
Eu sou cria dos anos 80, minha adolescência desenrolou-se nessa década, então claro que eu ouvi Lobão, RPM, Blitz, Barão Vermelho, Ritchie, Ultraje a Rigor, Leo Jaime, entre vários outros. Mas essas pessoas meio que morreram pra mim nesses 25 anos, o que é totalmente natural. O Leo eu ouvi falar de novo quando ele bateu recorde de número de amigos no orkut. Do Lobão, volta e meia eu lia alguma declaração polêmica dele, ele falando mal de colegas da MPB, mas eram apenas vagas lembranças. Li que ele lançou um álbum com distribuição independente, pela internet, o que muito admiro. E só. Antes do email do Breno, eu nem sabia que Lobão tinha um programa de TV.
O debate foi ao ar terça à noite, e pode ser visto pela internet aqui. E gente, vocês precisam ver se quiserem ver o que realmente aconteceu, porque eu já esqueci. E também porque esta é apenas a minha versão do que aconteceu. Certamente cada um dos participantes, dos produtores, dos espectadores, têm outra.
Mas então. Os seis convidados, sentados, começamos a papear um pouco. Todos pareciam simpáticos. Foi só aí que fiquei sabendo que o tema seria “o jeitinho brasileiro”. Zuzo bem, faz parte da imagem do Brasil. Aí chegou o Lobão e tomou o seu posto, ao centro da mesa. Sorridente, elétrico. Estrela.
Acho que a edição do debate (pelo que sei, ele normalmente costuma ser ao vivo, mas, como este cairia num feriado, e logo 7 de setembro, foi gravado com uma semana de antecedência) cortou um tiquinho alguma parte, mas nem tenho certeza. Minha impressão é que, no início do debate, eu estava bem sorridente. E que pouco a pouco esse sorriso foi se dissolvendo.
Tá, vou falar com todas as letras: não gostei do Lobão. Achei que ele fala um monte de besteira, mas com ar de superioridade, exibicionismo puro. Se tem sucesso, é porque seus espectadores acreditam que ele saiba do que está falando, acho eu. Mas, por mim, eu só conseguia pensar, durante o debate: meu deus, he's full of shit. Ele falou de nazismo umas cinco vezes. Talvez em uma ocasião, quando estávamos falando de nacionalismo, mencionar Hitler e Goebbels tivesse alguma relevância. Mas nas outras quatro ocasiões, definitivamente não. Fora que fica repetitivo. E aí ele falou mal de deus duas vezes. Creio que uma foi durante um intervalo, logo, vocês não vão poder ver eu gritando pra ele “Não fala mal do Chico Buarque na minha frente!”. Não que ele tenha escutado, porque ele é do tipo que não ouve o que alguém diz (qualquer um). Mas uma das vezes foi na frente das câmeras – ele dizendo que aquela música ("Para Todos", linda, que o Chico cantava pra ninar uma das filhas), “o meu pai era paulista, meu avô pernambucano etc” era uma babaquice, e que ele, Lobão, não se sentia representado. E que politicamente o Chico era ridículo. Isso é tão típico! 90% do pessoal que não gosta do Chico não gosta porque ele é de esquerda, e essas pessoas, apesar de terem certeza que direita e esquerda não existem mais, são de direita. Pô, eu até entendo (ah, não entendo não!) quem diz que o Chico não é um bom cantor, mas esse pessoal o julga artisticamente sem confessar que só está levando em conta o lado político do grande poeta, que é totalmente coerente. Enfim, só esse “I hate Chico” já daria um post.
Mas, sinceramente, não foi apenas pelas posições políticas do Lobão – radicalmente opostas as minhas – que não gostei dele. Mesmo que ele fosse de esquerda, eu o consideraria pedante. Não sei se dá pra captar no programa quantas vezes ele se auto-elogia. Ele virava pra cantora de músicas em inglês e perguntava, “Legal isso, né?”, referindo-se a alguma coisa que ele havia dito. É muita carência afetiva pro meu gosto. Acho que fico com pé atrás com qualquer um que se julga um gênio, porque passa uma imagem arrogante. Quando eu conheci o Chico (infelizmente não biblicamente – ainda!), ele soou perfeitamente modesto. E isso que ele é um gênio!
De modo geral, é duro gostar de alguém que não ouve os outros. Essa também não parece ser uma característica apropriada para um moderador de debates. Mas imagino que os espectadores vejam o programa pra ver Lobão dando seu show sem música, independente do assunto debatido e muito menos dos convidados. Só seria mais honesto não chamar aquilo de debate. Sei lá, que tal "Mr. Egotrip Descontrol e meia dúzia"?
Foi tudo muito rápido. A gravação levou uma hora, mas se tirar os intervalos comerciais, e um vídeo que eles passam sobre o assunto (muito bom, sobre as asneiras que alguns astros hollywoodianos sem noção falaram sobre o Brasil), não deve dar nem meia hora de debate.
E isso é ruim, porque o pessoal “de direita” (coloco entre aspas porque nem deu pra saber) mal pôde se manifestar, já que era ofuscado pelo Lobão, que tinha o mesmo posicionamento ideológico. Acho que eu antagonizei um pouco com ele. Ele insistia muito pra que a gente concordasse com o que ele dizia, unicamente por ele ser tão genial. Se não me engano, ao referir-se sobre as bobagens que Robin Williams e Stallone andaram falando, Lobão me perguntou, “Você não acha que o que eles disseram tem um fundo de verdade?". E eu respondi: “Não”. Mas ele parece acreditar que a gente foi escolhida pra sediar as Olimpíadas porque deu cocaína pro comitê!
Quando acabou, acabou. A gente se despediu e pronto. A Bruna me disse que também estava indignada pelo Lobão ofender deus. Eu, o Claudio e o Felipe trocamos emails. Estou me correspondendo com o Felipe, que parece boa gente, apesar de reaça (vi pelos tweets dele; no blog não dá pra saber. Ontem ele me disse que, se a Dilma ganhar, ele vai ir fritar batata-frita na Disney, porque não vai ficar no Brasil. Falei pra ele ir providenciando o óleo e as passagens, porque a Dilma vai ganhar). O motorista levou Claudio e eu no mesmo carro, então falei um pouco mais com ele. Ele é do Rio Grande do Norte e, por coincidência, foi pra SP em 93, na mesma época em que saí de lá. É chargista político desde os 13 anos. Ele me contou a origem do jornal Agora (onde ele tem uma coluna), que é do grupo Folha. Foi uma mistura entre o Folha da Tarde e o Notícias Populares, ambos extintos. E ele deu uma explicação fascinante pra queda de circulação do Notícias: os homens gostavam de levar aquele jornal sensacionalista, cheio de mortes e mulheres seminuas, pro trabalho. Mas a liberação feminina fez com que mais mulheres trabalhassem e fez, também, que ficasse menos raro ver mulher seminua. Daí os homens passaram a ficar um pouco envergonhados de compartilhar aquele jornal com suas colegas mulheres. Eu adorei essa explicação!
Já do debate, eu não gostei muito não.

101 comentários:

Shiryu de Dragão disse...

Lola, tb detestei o debate!
Achei muito falocentrismo. Lobao é pior que Faustao e Jo Soares juntos!!! Me diz, quando vc vai no Superpop??? Adoraria te ver dando barraco, xingando os bbb's que vao lá!
Ah quem me dera ver a Lola chamando o Dourado de homofobico na frente dele!
E que historia é essa de vc ficar magoada dele ofender Deus? Vc é ateia! Vc fez pacto com o tinhoso e é satanista!

m. disse...

"Tá, vou falar com todas as letras: não gostei do Lobão. Achei que ele fala um monte de besteira, mas com ar de superioridade, exibicionismo puro. Se tem sucesso, é porque seus espectadores acreditam que ele saiba do que está falando, acho eu. Mas, por mim, eu só conseguia pensar, durante o debate: meu deus, he's full of shit." - nossa, exatamente o que eu pensei. ele fala um monte de "achismo" como se aquilo tivesse todo o fundamento do mundo. eu não esperava coisa diferente, pq ja vi aquele programa algumas vezes e já passei muita raiva. o lobão é muito ruim, muito raso, mas tem "atitude" e por isso faz sucesso. mas adorei ter te visto, lola. aliás, só fui ver o programa pq li aqui no seu bloguinho que vc ia participar... :)

Victor disse...

Adorei a análise, Lola. Achei você um pouco tímida ontem (ou quando quer que o programa tenha sido gravado) e a maioria dos argumentos que você usou eu já conhecia porque leio o blog, mas o "debate" foi mesmo um fiasco. Houve momentos em que eu sentia os dois lados concordando em algumas coisas e só o Lobão discordando (o que me levou a achar que era um debate entre o Lobão e vocês seis).

E aquilo que você falou sobre o Lobão ser egocêntrico, eu percebi TOTALMENTE. Toda vez que ele se virava para a vocalista do Copacabana Club - acho que aquela que menos tinha a falar - e falava algo como "olha como eu tô hoje", "tô profundo hoje, né?", "você não concorda?", me dava um ÓÓÓÓDIO...

Enfim, o programa serviu para me mostrar vídeos de hollywoodianos atacando o Brasil que eu não conhecia. Putz, aquela entrevista do Robin Williams me deu um ódio. MÁGOA DE CABOCLA! GENTE QUE NÃO SABE PERDER! GRRRR... !@#$%!

Cris disse...

Lolaaaaa

Assisti o programa! O Lobão é um mala, poderia até ser candidato a trol aqui no blog (se bem que ele não é tãããão chato assim)! ;)
E pensar que quando eu era criança eu amava o Lobão, por causa do cabelão comprida. Sempre roubava a fita cassete do quarto do meu irmão para ouvir!
tsc tsc tsc

Enfim... adorei te ver na televisão, tu tem bem o jeito que eu imaginava!

Giovanni Gouveia disse...

Nao vi, mas quando houver a reprise eu vejo...
Mas Lobao soh sabe cheirar e falar trincado, nao ha muito o que esperar dele, sempre me da um nervoso quando eu vejo os programas dele, ele consegue iterromper mais que faustao, sem falar que e um egocentrico de primeira qualidade

Idéias no Tom disse...

Lola!!

Fantástica tua análise sobre o Lobão. E mais fantásticas ainda tuas palavras sobre o gênio Chico Buarque! Já tinha desistido de assistir debate MTV e uma outra porcaria que o lobão faz, em que ele entrevista alguém, porque para mim o cara usa esses dois programas para entrevistar a si mesmo! Só assisti ontem para te ver. É sempre uma exibição de sua pseudo-genialidade, porque inúmeras vezes já vi ele se perder em idéias tão viajantes e cheia de palavras desconexas que ele mesmo tem que parar e rir. Total insulto a nossa inteligência. Torna programas que poderiam passar idéias excelentes a algo totalmente improdutivo, pois ele não deixa os participantes concluírem uma idéia que seja. Bjs e parabéns!

Magali. disse...

kkkkkkkkk
A Lola ainda não sabia como o Lobão é pedante?? Que feliz para você que não assiste TV há muito tempo, Lolinha... porque aquele homem não existe de abuso!!!


Adorei suas impressões, especialmente detonando aquele antro de egocentrismo, e também acho um completo ABSURDO alguém falar mal do Chico.. isso é coisa de gente perturbada mental sem noção!!!
O Chico é brilhante e ponto.
Qualquer opinião diferente dessa é de gente abigobel!! hehehe


Ah, vou tentar assistir o debate só pra ver vc! =D

Mônica disse...

O Lobão combina exatamente com a MTV: parece moderno, descolado, mas só tem um discurso superficial e pseudo-inteligente.

I hate LOBÃO...

I Love LOLA e CHICO!!!!!

Lucaz disse...

depois do "cala a boca Galvão", tá na hora do "cala a boca, Lobão".

liber disse...

Lobão é chato pra caralho.

Clara Gurgel disse...

Lola, pelo menos para mim, ficou visível a sua mudança de comportamento.No começo, vc parecia empolgada, acreditando mesmo que dali sairia alguma coisa produtiva.Mas do segundo para o terceiro bloco,senti o seu desânimo.Quanto ao Lobão,ele usa os convidados como "pano de fundo",para dar seu showzinho e mostrar toda a sua "inteligência".
E quanto ao tema,de que "jeitinho brasileiro" ele estava falando? Achei muito genérico.Se for, o da "lei de Gerson",é lógico que é um atraso para o país e,infelizmente ainda tem muita gente seguindo por essa "cartilha".Algumas pessoas só "são do bem se lhe convém".Se surgir uma oportunidade qualquer de se obter um ganho, ainda que de maneira escusa,elas não pensarão duas vezes.
Por outro lado,esse "jeitinho brasileiro",pode ser visto como a criatividade,a iventividade que o brasileiro,principalmente o brasileiro pobre tem,de se "virar" nas adversidades,que não são poucas.
Concluindo,de debate mesmo ali,não vi nada! Ainda fico com o antiguinho "BARRACO MTV" da Astrid Fontenele,que tanto embalou as minhas tardes adolescentes! Outra coisa,Lobão poderia ter deixado a Bruna Caram cantar que nossos ouvidos agradeceriam muuuito mais!

Luiz Eleno disse...

Alguém deveria contar quantas vezes o Lobão fala a palavra "justamente". Ele fala isso em quase todas as frases! Se isso não é querer soar intelectual(óide), o que é então?!

Mari Biddle disse...

Oi, Lola

to esperando ver o debate pela net.

O tema parece tao interessante da forma que vc colocou aqui no blog pena que o Lobao eh um frito e nao tem capacidade de articular bulhufas.

Um bj pra vc!

Wonderwoman disse...

Owwwwnnnnn perdi o programa... Espero ansiosamente voce postar o link aqui para que eu possa assistir. Depois do post entao, desejo ainda mais poder verificar o que rolou.
Na espera!
beijos

Márcia disse...

Lola,

Confesso que fiquei surpresa quando vc anunciou sua ida à SP para participar do debate MTV, porque detesto a forma superficial com que Lobão trata dos temas, e o modo como tenta fazer os participantes "engulirem" o que ela acredita, e o pior, com uma péssima argumentação.

Não assisti ontem, mas quando o link estiver disponível, verei. Não pelo programa, que é muuuito chato, mas pq quero ver a Lolinha nele, ehehehehe...

Bruno Stern disse...

Quando eu li aqui o número de participantes já dava para perceber que o debate não teria ido longe.

Mediador "estrela", um monte de gente e pouco tempo. Não dava para esperar muito.

Mas Lola tá ficando famosa. Em breve vai estar saindo em Caras.

Serge Renine disse...

ARONOVICH:

O CHICO É, E SEMPRE FOI, DE ESQUERDA. EU ME PERGUNTO: PORQUE ELE NÃO ESTÁ COM O LULA? E ELE NÃO ESTÁ COM O LULA HÁ MUITO TEMPO, POR QUE SERÁ?

EM TEMPO: O CHICO É UM LETRISTA MARAVILHOSO COMPARADO, COM JUSTIÇA AO NOEL ROSA, PORÉM, INFELIZMENTE, NÃO É BOM MÚSICO, NEM UM EXCELENTE (MAS É RAZOÁVEL) CANTOR, MAS SENDO O QUE ELE É JÁ BASTA.

O LOBÃO SÓ FEZ UMA MÚSICA RELEVANTE (ME CHAMA) E VIVE DISSO ATÉ HOJE. POR CAUSA DESTA MÚSICA, QUE ATÉ O JOÃO GILBERTO GRAVOU, ELE ACHA QUE É UM GÊNIO. É UM POSEUR, DESLUMBRADO, SÓ ISSO!

cronicasurbanas disse...

Lola,
não vi o programa desta vez, mas já o assisti antes e, bem, as palavras Lobão e Moderador não se encaixam numa mesma sentença de jeito nenhum. Aparentemente, o moço não faz a menor ideia do papel de um moderador em um debate.
Quanto ao comentário dele sobre o Chico, 'no comments'! Sem entrar pelo lado político e tal, é só comparar as duas carreiras, o nível das letras, melodias e arranjos e pronto. Aliás, não tem comparação. E ParaTodos tem uma métrica e organização de rimas que é simplesmente genial, mas querer que o 'Bobão' capte a sutileza é pedir demais. Lobão até pode ter feito coisas interessantes e comprado boas brigas, sobretudo com o esquema de gravadoras, mas daí a ele se achar o último biscoito do pacote é forçar a amizade...
abraço,
Mônica

Insana disse...

Diferente este debati..

bjs
Insana

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mari + poesia disse...

Lola,como sempre você é muito honesta quanto às suas impressões.Nunca achei o Lobão uma figura muito carismática,segundo o meu pai,ele é um sujeito arrogante e prepotente.
Não vi o debate ainda,mas quando tiveres o link,poste aqui,que eu gostaria muito de vê-la no ar.
Tomara que ele não tenha lhe interrompido muito,o que eu realmente detesto quando esses apresentadores fazem.

Enfim,parabéns!
Beijos,Mari.

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carla Mazaro disse...

LOLAAAAA!! Eu sempre achei tudo isso que vc disse do lobão!! hauahuah é mto tosco... fora o rodeio de palavras só pra dar um ar mais rebuscado no que ele fala... PÉSSIMO!!

Por conta disso num vou ver o debate... e to sem tempo de ler os outros coments, num sei se alguem respondeu então... Shiryu, ele não falou mal de Deus, e sim DO deus Chico Buarque!!

Ma. disse...

O Serge Ranine é engraçado...

Marcio Macedo (Kibe) disse...

Lola,

Só pra dizer que gosto muito do seu blog! O único problema para mim é que você escreve de maneira tão compulsiva que é quase impossível acompanhar todos os seus posts. Mas continue assim!

Beijos,

Márcio/Kibe.

Dária disse...

Também detestei o debate! Na verdade, sempre detestei Lobão... o programa poderia ser bom, temáticas bem escolhidas, muitas vezes convidados interessantes. Mas nunca vi um programa dele que alguém consiga falar! Ele não gosta de debates, isso é nítido, gosta de ficar berrando asneiras, interrompendo todos e dando sua palestra sem qualquer conhecimento técnico sobre os temas.
Aliás, mal se falou de "jeitinho brasileiro" mesmo ali, em nenhum momento se definiu o que cada debater entendia como significado do termo para então se poder levantar pontos do tipo "bom" ou "ruim". Realmente só vi porque irias participar ;)

Bruna disse...

Oi, Lola!
Começo dizendo que foi uma ótima idéia tua crianção de conta no twitter.
Eu leio os teus posts, geralmente, depois que se acumulam no meu leitor de feed. Se tu não tivesses criado um twitter, eu não teria lido a tempo teu anúncio do debate e teria perdido o debate ontem na MTV. Então, taí: resultado da efetividade do microblogging.

Mas, sobre o debate, mamãe e eu concordamos: o Lobão é uma mala e aquilo não foi um 'debate', mesmo. Concordei com aquilo que disseste, mas tenho certeza de que tinhas muito mais a dizer, assim como os outros participantes.

Mas, enfim, vale o parabéns pra ti, por ter sido convidada a debater. Mostra a influência das tuas palavras.

Abraço,
Bruna

Serge Renine disse...

Ma, minha querida!

Como já dizia um antigo bordão de um programa humorístico.

NÃO É GRAÇA NÃO, É TOLERÂNCIA ZERO.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

rsrsrs... Em São Paulo eles tem vergonha de levar jornal com mulheres seminuas e notícias trágicas pro trabalho? Que inveja. Aqui em Minas eles não tem não, em todo lugar que a gente vai só dá esses jornalecos sensacionalistas de vinte e cinco centavos, com uma modelo seminua na capa e bem mais vestida nas folhas de dentro (acho que muitos ainda não perceberam que são feitos de bobos) e só com notícias do tipo "mulher toma vinte facadas, sai rastejando pela rua e é atropelada..."

Sobre o debate foi mesmo uma bagunça, Lola. Sério que vocês só ficam sabendo o tema exato na hora? Isso é ruim, porque a pessoa se soubesse antes, poderia se preparar mais, buscar mais informações, enriquecer a coisa... Sem falar que se a pessoa só sabe o tema exato na hora, corre o risco de um levantar e falar "mas peraí, se o tema é esse e não o que eu pensei, estou do lado errado da mesa"...

Foi uma bagunça. Como escrevi antes, acho o Lobão engraçado, intenso pra defender um ponto de vista, mas uma pessoa assim tinha que estar era em um dos lados da mesa, não como moderadora.
Acho que falta é uma boa direção naquele programa, porque desse jeito quem fica precário são eles. E esse negócio com MPB, parece ser mesmo uma discussão que volta e meia aparece no meio musical. Quando o Marcelo D2 ganhou um prêmio ele disse que não gostava do termo MPB, achava que era um nome falso, porque música popular no Brasil de verdade é samba...

E sobre o Chico, não me xinga não Lola, rsrs, mas gosto muito dele como compositor, mas não como cantor.

Abçs

Clara Gurgel disse...

Quando disse que preferia o "Barraco MTV", não me referia a sua "profundidade" ou a sua superficialidade, se preferirem.A questão é que, no "Barraco", a Astrid como mediadora,fazia a diferença. Apesar de também falar bastante, e emitir suas opiniões, ela tem uma qualidade que considero primordial e mínima para qualquer mediador, que é OUVIR o que os outros componentes da mesa tem a dizer.Coisa que Lobão não tem. A técnica de "instigar" para que o debate se torne melhor, mais rico,é considerável mas definitivamente não acho que seja o caso desse programa.Talvez o que falte seja justamente isso: uma técnica! Ou então que se mude o nome do programa para "Verborragia MTV".

lola aronovich disse...

Puxa, gente, obrigada por todos os comentários. Vcs são ótim@s mesmo! (menos o Shyru, que não consegue fazer associação entre duas frases seguidas e constatar que, pra mim, deus é Chico e Chico é deus). De jeito nenhum que conseguirei responder a tod@s. Só um pouquinho de interação.

O Caio, lá no Twitter, me enviou uma paródia brilhante do que é um debate com o Lobão. Detalhe: o post é de dois anos atrás! Eu é que não sabia.

Pra ser franca, quando voltei da viagem de SP e relatei os acontecimentos pro maridão, ele perguntou: “Vc participaria novamente?”, e eu tive que responder “Não. Acho que não”. Porque aquele formato do programa não é bom pra um debate: convidados demais, pouco tempo, e um moderador que tá lá pra se exibir e falar mais que todo mundo. Independente do tema, independente dos convidados, independente do moderador, com um formato assim, um programa de debate não tem como dar muito certo.

lola aronovich disse...

E é aí que vc entra, Gisela. Concordo muito com o seu comentário. E admito que tenho preconceito contra TV. Acho um veículo raso, superficial, muito mais interessado em vender que em fazer pensar. Mas, no fundo, isso é o que eu penso de toda a mídia, não só da TV. Quantas vezes a gente lê uma reportagem, ou mesmo uma coluna de opinião, que tenha alguma profundidade? E não sei se há profundidade nos blogs e sites, mas vejo duas vantagens na internet diante da mídia tradicional: há muito mais diversidade, mais vozes, mais opiniões diferentes, E não há limite de espaço. Deve ser a única mídia sem limite de espaço. Se poder escrever o que quiser cria profundidade são outros quinhentos, mas espaço pra isso a gente tem (não sei se temos leitor@s, mas é outro papo). Concordo que deve haver interação entre as várias mídias, e que a divulgação é importante. Mas, por esse ângulo, minha participação no debate serviu pra alguma coisa? Ganhei nov@s leitor@s? São @s leitor@s que quero, ou aquel@s que não têm o perfil do meu blog? Difícil dizer, muito cedo pra saber.

Acho que, na minha opinião sobre o debate, falei muito mais sobre o Lobão que do programa em si. E mal falei da minha participação! Acho que vc tem total razão, Clara. Eu fui desaparecendo no debate, meu ânimo foi mudando, no começo eu estava feliz e esperançosa, e essa ilusão acabou rapidinho. Mas não foi algo que deu pra notar na hora, só ontem, revendo o troço. Quer dizer, eu lembro de, no terceiro blog, pensar pra mim mesma: O que estou fazendo aqui? Devo me levantar e ir embora? Porque então a ficha já tinha caído que minha presença era dispensável e que aquele era um one-man show. O meu problema, tb, é que o Lobão meio que personificou o tipo de gente que eu mais detesto: arrogante, falastrão, dono da verdade, pedante, cheio de si, mau ouvinte, antidemocrático. A gente sabe que esse tipo existe em todo o espectro político e não é privilégio da direita (mas geralmente são homens. Nós mulheres raramente somos criadas pra agir dessa forma). E eu sempre tive problema com esse tipo. Sempre: no trabalho, na graduação, inclusive no blog e na blogosfera. Evito ao máximo ter qualquer relacionamento com tipinhos assim, pq sei que comigo não dá certo. Aí eu vou num debate e encontro um tipo assim como moderador... Não teria feito muita diferença se ele fosse de esquerda e fã do Chico. Seria um mala de qualquer jeito.

lola aronovich disse...

Clarinha, vc queria que pusessem a Bruna pra cantar? (linda ela, né? E um amor, muito fofa, gostei automaticamente). E EU? Vc já me ouviu cantar musiquinhas pros meus gatos? Não sei o que estou fazendo dando aula de Literatura em Língua Inglesa...


E, repito: quem tava curios@ pra ouvir minha voz ou me ver em vídeo, eu já gravei aqui. E, como bônus, vcs podem ver e ouvir o maridão!

lola aronovich disse...

Serge, faz tempo que desconfio, e outras pessoas estão suspeitando tb: VC É O OLIVEIRA?

(responda, se quiser, usando letras maiúsculas e minúsculas, não tudo em maiúsculas, por favor).


Putz, pior é que “compulsiva” é a palavra certa pra definir a minha escrita, Marcio Kibe.

Rita de Cássia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rita de Cássia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rita de Cássia disse...

LOLA VOCÊ JÁ VIU ISSO SE NÃO POFAVOR OLHE,É UM ABSURDO.http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI
DEPOIS COMENTA PRA MIM SABER QUE VOCÊ VIU,BEIJOS OBRIDGADA.

Carolina disse...

Lola,

Pena que não consegui comentar de manhã, antes de tu publicar o post pq olha, meu comentário era bem parecido com o que tu postou. E uma pena que esse lance de falar mal do nosso Deus tenha sido no intervalo pq, juro, fiquei torcendo pro babaca do Lobão colocar o Chico no meio só pra ver a Lolinha surtar! hahahahaha
Não sou sádica, só pra esclarecer, mas alguém tinha que calar a boca daquele babaca com síndrome de Faustão!
E tu estava, sim, muito bonita e sorridente no início do programa, só estranhei a voz pq, entro no blog todos os dias apesar de quase nunca comentar e engraçado que não sei explicar mas, achei que tua voz fosse bem diferente...
Bjos e um 13 bem grande na cabeça!

Guilherme disse...

Lola, não sei se vc viu o link, mas ontem ao assistir ao "debate" só me lembrava desse esquete que tinha visto dias antes: http://youtu.be/um6RIHl3BQg

Mas parabéns por ter aguentado sem voar no pescoço do desinfeliz, e por ter sido a única resistência contra o discurso conservador, naturalizador dos problemas do Brasil, disfarçado de muderninho.

Adriana Karnal disse...

poxa, perdi o debate...rsrsr

Serge Renine disse...

Aronovich:

Eu sou quem sou e você sabe disso. Me chamar de direita e reaça me ofende profundamente.

Desculpe as maiúsculas. O micro que eu escrevi naquela hora estava com defeito no teclado.

Ma. disse...

Não consigo não achar o Serge engraçado...
Eu sou quem sou e você sabe disso...

Talita Figueiredo disse...

Lola, fui só eu, ou aquele comentário q o lobão fez sobre vc ser doutora em literatura inglesa no Ceará soou preconceituoso? Pq parecia q isso era algo do outro mundo, como se fosse exótico alguém vivenciar a cultura da língua inglesa e nordestina ao mesmo tempo. Acho q se vc desse aula em SP ele não daria tanta ênfase nisso.
P.S.: Sua voz é bem diferente do q eu imaginava, mais soprano rsrs. E vc pareceu mais jovem do q eu pensava tb.
Abs

Masegui disse...

Lolinha,

Vou ver o debate quando sair no You Tube, mas, como sempre, gostei de sua análise (já sei que o idiota vai dizer que sou baba-ovo, além de veado, claro!).

Interessante é que eu tinha outra idéia a respeito do Lobão. Sempre gostei de "Me Chama" e achava que ele, apesar de meio loucão, era menos pedante. Vamos ver depois do vídeo...

Luciana disse...

Falar mal do Lobão é chutar cachorro morto.
Sou contra a crueldade contra animais, mas acho que especificamente essa espécie, o homo falos demais deveria virar bolsa... Aliás, mala.

Teve um momento, acho que vou numa das vezes em que o Lobão te perguntou algo - aliás, lhe convidou a validar a opinião dele - que dava pra ler no seu rosto "não, eu não concordo e não acredito que você esteja falando isso" Hahahahahaha. Se você xingasse eu diria que saiu um "ai c*r*lh*, cala boca", mas acho que fui eu, pensando alto.

O seu blog é N vezes melhor para debates que qualquer programinha.

Sobre o suposto tema do suposto debate, bem que vc podia fazer um post sobre, hein?!

Abraços

Luciana disse...

*** acho que FOI

Fernanda disse...

Lolinha, Lolinha. Estava no quarto quando recebi um sms da minha mana avisando que você estava no Debate MTV. Nossa, corri pra frente da tv pra e pensei: nossa, como a Lola tá chik! hehehehe
Guria do céu que foi aquilo? Que verborragia insana aquela do Lobão? Nossa, aquilo não é debate aqui nem na China. Ou melhor, na China pode até ser que debates sejam assim, só um fala...Guria, será q ele não se dá conta que aquele discurso de que o Brasil não tem jeito só reafirma o sentimento de impunidade e acaba por perpetuar a idéia de "vou fazer o meu lado, já que não tenho ninguém por mim"? Aquilo ali é um espaço para os caprichos e performances do Lobão, de debate tá longe...
Parabéns pela tua tentativa de participação...Compartilho da tua indignação tanto no que se refere ao estrelismo de Lobão quanto ao encaminhamento do assunto...

Muitos beijos de uma família de muitas meninas que te admiram!
Nanda

Mari disse...

Lola queridissima, faz tanto tempo que não comento, mas...estou sempre aqui. Você até que aguentou muito o imbecil do Lobão, a gente imaginava a hora que você mandaria ele calar a boca!!! Que pessoinha chata! Mas... vi novamente o vídeo seu e do maridão, que graça ele encostando a cabeça no teu ombro. Enfim, muito bom ver o amor de vocês dois transbordando. Adoro ver gente feliz. Você estava muito bem no "coiso", apelidado de debate da MTV. Pensar que dão espaço para o Lobão!!! Beijocas aqui de Mairiporã, na Serra da Cantareira, em São Paulo, pra todos vocês aí em Fortaleza.

Aaddrriiaannoo disse...

Sabe o que eu acho do Lobão?
Que ele realmente é egocêntrico, que ele realmente acha-se. Fala merda e mais merda... mas dane-se o jeito dele! O fato é que ele me faz pensar, com seus comentários loucos.

Acho muito errado ele querer aparecer mais que os convidados e fazer valer só o seu ponto de vista, mas no fundo, no fundo eu gosto.

Ai Lola, vc tinha muito mais pra falar, queria ter te ouvido mais...

Lobão mau, né? Ainda bem que vc tem um blog...

Escreva, Lola, escreva...

Felipe Hautequestt disse...

Lola,
Como só vejo tv ocasionalmente e não assisto a MTV, estava na mesma situação que você: nem sabia quem era esse tal Lobão, rs. Não tive a chance de acompanhar o debate ontem, mas o farei assim que você postar o vídeo! Acredito que os programas com as discussões mais interessantes se concentram na TV Brasil (no Roda Viva e no Observatório da Imprensa, por exemplo), na TV Cultura e no Canal Futura. Neste último, aliás, já assisti a debates de altíssimo nível, daqueles que fazem você desejar que o programa tivesse mais 4 horas de duração, sabe? :P
Bem, fui pesquisar uns vídeos desse Lobão no Youtube, para ter uma idéia do dito cujo, e encontrei uma paródia genial feita pelo Marcelo Adnet, dê só uma olhada: http://www.youtube.com/watch?v=Ij7l_kB3WNI Hahaha!
Beijo!
Felipe.

Borboletas nos Olhos disse...

Sabe do que mais gostei neste post? Todos os maravilhosos links pra ler sobre deus. Claro que Chico é o máximo. Espero o link pra ver o debate, mesmo sabendo que o Lobão é um chato mesmo.

Lud disse...

O programa podia se chamar "Monólogo do Lobão" e, ao invés de convidados, ter bonecos de papel sentados nas cadeirinhas.

E a apresentação do tema não tinha pé nem cabeça: "Hoje é 7 de setembro, 188 de independência, o brasileiro fica bravo quando criticam seu país, mas será que o jeitinho brasileiro não atrasa o Brasil?"

Mas gostei de ver a Lolinha em movimento e com som.

Ivana disse...

Lolinha, fiz o dever de casa direitinho até um certo ponto. Fiquei atenta quando divulgastes que estarias no programa, li o post sobre o link pra assistir pelo computador e, 1h antes do programa começar, eu já estava lá, ligada. Mas não consegui ir além do primeiro bloco. Sorry. Deu pra perceber logo que de debate mesmo, o tal programa não teria nada, graças àquele Lobão insuportavelmente arrogante! Queria muito ter te assistido por mais tempo, percebi que não te restava muita alternativa a não ser... calar!
Aliás, adoro a Bruna Caram também!
Beijos!

Anunciação disse...

Achei sua análise perfeita,o que pode ser comprovado pelos que vão acessar o link.Vou acessar também porque não vi a primeira parte e o que vi é o que vc já disse:a estrela querendo cagar na cabeça do brasil.

Thiago beleza disse...

Oi Lola.... TAmbém achei que vc ia levantar mais sobre o tema na postagem... O lobão é isso aí.. estrela... briguei com ele no twitter... disse que ele parecia a Xuxa dando chilique achando qeu todos tinham que concordar com o que ele diz...

Enfim...

Sobre o tema: Acho que existe uma cultura do esperto.. o que respeita as regras, que não para em cima da fiaxa de pedestres, que paga seus impostos, que não estaciona na vaga pra idoso.. estes geralmente são os idiotas... O cara que faz um gato na luz, suborna um policial é o esperto... é cultural...

Nessa onda, é difícil distinguir quando o jeitinho brasileiro é consequencia ou quando é causa do atraso...

Vivo em um bairro distante do centro e a realidade aqui é dura.. Moro em uma viela e a eletropaulo não faz ligação da luz (a não ser que eu pague "um café")... Não me orgulho de não pagar pela energia elétrica que eu utilizo, mas isso não faz de mim um esperto.. economizo como se pagasse e evito desperdício... Agora, há quem tenha a mesma atitufde pq tem 5 casas de aluguel e diz que a conta fica muito cara...
O cara que diz que o jeitinho brasileiro atrasa o país, é o mesmo que da um jeitinho do filho não servir o quartel ou de não ser multado...
Nessa onda da cultura do espertalhão, fica difícil separar a gambiarra por necessidade ou por safadeza...

Lilian disse...

Oi Lolaaaaaaa

Se vc tivesse assistido QUALQUER programa com o Lobão antes de ir, vc teria desistido.

Não assisti o debate, mas sinceramente, não tenho paciencia com nada que tenha esse cara no meio hehehehe É muito chato.

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rita disse...

Lolinha, é nisso que dá deixar pra comentar depois. Todo mundo já falou - e eu até já falei pra você lá no twitter, ne? O formato do programa não funciona, o Lobão não funciona, o debate não funcionou. O Lobão é muito carente, tadinho. Não é à toa que ele dizia tanto "me chama, me chamaaaaa". Né?
;-)

Bjs,
Rita

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...

Aliás, errei. Ele não é ariano. É libriano, o oposto. E aquela cacetada de planeta em Libra. Os opostos se atraem. Libra tem Áries e vice-versa. Tem uns aspectos no mapa que são "teimosos". Uma Lua em Touro em quadratura a Urano em Leão. O mandão. ;-0 O engraçado é que, aproveitando o ensejo do segundo comentário desse post, o da "m",digo o seguinte: me parece que é justamente o contrário - o tom de superioridade piora as idéias dele que são inteligentes. Ele não fala besteira; ele fala de "maneira besteira". ;-)) Fica o famoso "ruído na comunicação". De repente, ele poderia fazer Yoga. Ajuda à beça. Eu preciso voltar já!

Dialógico disse...

Lola, arrasaste com o programa! Estou me dobrando de rir aqui! Deve ter sido o efeito Civita da entrada, que te deixou com os dois pé atrás! hahahaha...
Mas, sério, toma a seguinte medida: programa de rádio e TV, só pública, ou comunitária, ou web. É mais seguro, te traz menos constrangimentos...
E falar mal de deus: DESPEITO!
Beijo!
Claudia.

Leo disse...

Legal... fiquei curioso pra assistir! Quando sair no Youtube vejo correndo...

Quanto ao tema, acho que sou da "galera do mal".
Sei que você vai falar: Ahá! Direitista!
Mas bem... isso eu já assumi mesmo!

O Brasil tem um monte de coisas bacanas, mas eu acho sim que o jeitinho é um entrave. Brasileiro não sabe viver em comunidade. Não sabe colocar o bem comum na frente do seu próprio. Isso vale tanto pro político quanto pro lixeiro!
Agora a questão é: Reconhecer isso nos faz diferentes? Porque pra mim é um esforço. De vez em quando reclamo da falta de jogo de cintura inglesa!
Mas acho que tá tudo relacionado. A dita alegria, o "tocar a vida pra frente" mesmo com as adversidades e o jogo de cintura são a outra face da moeda do jeitinho, da falta de consciencia coletiva.
Como resolver isso? Sinceramente eu não sei... Sei que gostaria de viver num lugar menos preto e branco. Quem sabe alguma simpatia e jogo de cintura sem tanto oba-oba?!

aiaiai disse...

Lola,

sobre o cara que "explicou" a queda de circulação do jornaleco dos frias, veja esses dados, da Revista Forum. Acho que os mineiros gostam mais de baixaria do que os paulistas, né? (modo ironico on)

"Pela primeira vez na história da imprensa brasileira os mineiros têm um jornal que é líder de circulação no país. Informa o Instituto de Verificador de Circulação (IVC) de agosto que o Super Notícia, tablóide diário de 25 centavos, vem mantendo uma média diária de 300.322 exemplares distribuídos. Isso é mais que a Folha de S.Paulo (299.010), O Globo (276.733), Extra (238.937) e O Estado de S.Paulo (238.752). Com 32 páginas de editorial e 13 de anúncio, o Super se transformou em um fenômeno abusando de sangue, mulher e futebol e reciclando material editorial dos jornais O Tempo e Pampulha, que pertencem ao mesmo grupo. O pai da idéia e dono do jornal é o empresário e político Vittorio Medioli, ex-deputado federal pelo PSDB, atualmente no PV. "

Giovanni Gouveia disse...

Pra entender Lobão, basta tentar entender a letra de "Corações Psicodélicos"
http://letras.terra.com.br/lobao/47034/
(Lola, éramos todos tão jovens... hahahahaha)

Gisela disse...

Pois é, Giovani: também sinto isso, essa coisa nostálgica nele. Pra dizer a verdade, quem não a tem dentro de si?

Em resumo: ou ele nem viu isso aqui ou tá rindo à beça e louco por outro "debate". E todos vão chamar você, Lola? Que graça tem todo mundo concordando com todo mundo? ;-)

Gisela disse...

O ponto de interrogação era pra ser exclamação ou ponto final - como queiram. ;-0

lola aronovich disse...

Gio, Gisela, eu não tenho essa nostalgia. Sabem o que dizem, né? Que a gente se afeiçoa a músicas/filmes/livros/comerciais etc que marcaram nossa infância e adolescência, mesmo que esses produtos culturais não fossem tão maravilhosos assim. E isso com todas as gerações! Eu me lembro com carinho da década de 80 como um todo, principalmente da música. Na realidade, foi a única década da minha vida em que eu ouvia música diariamente (rádio!). Mas a única canção do Lobão que me lembro é “Me chama”. Lembro com mais afeição das músicas divertidas da Blitz. E até do “Menina Veneno” do Ritchie (única que me lembro dele tb). Mas pra mim era só isso, só música. Sem contexto político, sem declaração polêmica ou genial do cantor/compositor (só no caso do Chico eu via o lado político). E, quando a música desse pessoal parou de tocar, ou eu parei de ouvir, nem lembro, tudo que eles representavam sumiu tb. Então, quando eu vejo o Lobão hoje, sem música, não penso no Lobão da década de 80. Vejo só um carinha chato e arrogante que se acha genial. Que certamente não dá a mínima pelo que acham dele (e nisso ele até tá certo).

Ma. disse...

Que verborragia da Gisela...

lola aronovich disse...

A da Gisela, Ma? E a minha?! Vamos chamar de COMPULSÃO, como disse o leitor acima. Fica mais bonito.

Abraços a tod@s! Correndo aqui.

elaine disse...

Oi Lola, reavivaste a minha memória do Lobao. Eh isso aí mesmo que lembro dele, um arrogante e mala sem alça. E vejo que não melhorou nada com os anos.

Masegui disse...

Lolinha,

Acabei de ver o vídeo do "debate" que você disse que participou... que debate? Lobão monopolizou o papo, não deixou ninguém se expressar... porra, o cara consegue ser pior que o Faustão... mal o cara começa a responder, ele interrompe e diz a verdade dele... e o pior, não fala coisa com coisa... mistura tudo, muda de assunto a cada segundo... e nada faz sentido. Porra-louca-total!!

Lobão não é pedante, arrogante, etc. Aqui na minha terra ele é um metido a besta, que come couve e arrota lombo. Do tipo que caga sabonete, sacumé? enfim... BABACA!!

Ponto positivo: você melhorou "um pouco" sua voz de "taquara rachada"!!

Beijão!

Masegui disse...

Lembrei de um amigo dos velhos tempos e estou conseguindo encaixar o Lobão... ele é o tipo de pessoa que gostaria de ter nascido na favela, passado fome, dificuldades mil e ter muitas histórias pra contar e muita revolução pra fazer... sei como é...

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
elaine disse...

Vizela, mas por que os cariocas o conhecem mais? A mídia que ele usou foram as mesmas vistas pelo Brasil todo. Tenho 37 anos e vivi a carreira dele conscientemente, não era uma criança na época. E ele já era um chato.

elaine disse...

Quis dizer Gisela, desculpe. Falha do auto-complete.

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcos Vinicius Gomes disse...

Bem, não tendo nada de útil a acrescentar ao post, tenho apenas um link onde o próprio Lobão é sacaneado pelo Marcelo Adnet. Ficou muito bom.


http://www.youtube.com/watch?v=Ij7l_kB3WNI&feature=email

Marcos Vinicius Gomes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
primeirocego disse...

Vi o vídeo agora e realmente essa paródia pra que você botou o link aqui é perfeita. :)

Ma. disse...

Gisela, mas é pq acho fantástico como é que alguém corre o raciocínio assim... Sai de A pra Z numa conexão como só Deus sabe...


Lola, tô toda arrepiada que vc falou comigo...
Não fique com ciúmes, você é a campeã! É só pq nos comentários dessa vez a Gisela chamou atenção... =D

Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vivien Morgato : disse...

Ainda estou assistindo. Realmente ele fala demais, interrompe e parece só dar ouvidos a si mesmo.
Mas notei, pelo menos no blog dois...estou ouvindo o bloco três...que vc não estava com sua veia lolística a toda. Por que? Pela interferência dele?
beijos.

Leo. disse...

Eu não consigo assistir o lobão. Odeio gente que interrompe pessoas antes delas terminarem suas falas. Logo, odiei o debate também, até porque esse tipo de debate não se difere dos que são apresentados no Ratinho, não levam a lugar nenhum, não chega a conclusão nenhuma.

Débora Lima disse...

Oi Lola, só hoje terminei de ver os quatro blocos do programa, fui vendo um bloco por vez, sem paciencia pro Lobão...

Já tinha desistido de assistir aos "debates" desse programa, não dão em nada e é muito raso, muitos temas são até interessantes mas abordados de um jeito ruim, afinal é basicamente para o Lobão se mostrar. Irrita...

Não li se alguém mais notou isso, mas, as mocinhas jovens e bem bonitinhas estavam sentadas ao lado dele, os homens mais afastados, e os mais velhos mais afastados ainda. Acho que isso é padrão do programa, pelo que notei.

Deu pra sentir o seu desânimo no fim Lola, também, é um saco ter que ficar levantando a voz para poder ser ouvida e Continuar sendo ouvida, e nem vale o esforço, pq se não for uma opinião igual ao do Lobão, ele vai falar mais alto, gesticular bastante, dar uma de engraçado e usar argumentos toscos...

Perfeito o post seu amigo no Teletube sobre o MTV debate, heuheueheuhe!

Sara disse...

Lola! Fiquei com peninha de ti, por ter que aturar aquele mala! Nunca tinha percebido ele tão irritante... "é uma jactância!"... ai, por favor! E interrompia todo mundo o tempo todo, e arrematava a opinião de todos com a opinião dele - que era o que contava! Pena que a MTV não perceba isso. Emburrecedor! Mas adorei te ver na TV! Um abraço! Sara

BrunA disse...

Vamos contar quantas vezes ...num debate o Lobão fala "CONCORDA" "JUSTAMENTE " "BURROSSSS" rs ...
Isso ...fuciona ...para intelectualizar a conversa,para massagear o SUPER EGO dele !
Quando não necessáriamente ...precisa ser intelectual ,para ser uma conversa inteligênte ...
Porem daquela cabeça cheia de cabeleira do Lobão rs ...não saem apenas SHITS SHITS...
Dentre ...milhões de JUSTAMENTE ...Ele ALGUMAS VEZES fala coisas que é de se pensar saca !
( Mas na grande maioria das vezes ele fala MERDA . RS )

Robson Fernando de Souza disse...

Desde uns anos atrás eu sou adepto do "Desliga a TV e vai ler um blog" - hoje só vejo TV pra assistir Chaves e alguns jogos do Sport -, por isso desconheci completamente que a guerreira Lola foi pro MTV Debate. Só soube ontem mesmo.

Ele de fato é um pedante muito do annoying. Não deixa os debatedores falarem direito, não dá chance pra um debate corrido, fica se metendo na conversa, não se limita ao papel de moderador. E no final ele SEMPRE favorece um dos lados.

No MTV Debate sobre vivissecção, acho que em 2008, ele deu o veredicto (o programa dele é o único onde debates têm veredicto oficial) pros torturadores de animais, com a infame, egoísta e antialteritária frase "Antes eles [as cobaias torturadas em laboratório] do que nós".

No debate sobre vegetarianismo X consumo de carne, antes do sobre vivissecção, exibiu toda a sua annoyance, interrompendo os debatedores, quebrando o raciocínio deles, dando pitacos inúmeros... Alguns participantes mal falaram no programa. E, a saber, Lobão é EX-VEGETARIANO, só daí já tiramos qual foi o veredicto dele.

O sobre rodeios, que rolou no ano passado ou foi em 2009, foi um pouquinho melhor, muito embora ele não tenha feito nada em prol da isonomia do debate - todos terem iguais oportunidades de falarem em tempos iguais.

Em suma, o MTV Debate é mais um espaço de egorragia de Lobão do que um autêntico palco de debates.

Nathany Miguel disse...

Lobão é um ridículo, aquele pseudo-debate deveria se chamar, Asneiras de um Lobão infame.. assisti uma vez pra nunca mais.

Maristela disse...

Lola, não sei pra que dar tanta importância pro Lobão. Todo mundo sabe o que ele é. Não assisto mesmo. Mas, falemos a sério. Você também é "estrela". Também "se acha". Qualquer um que não estiver de acordo com o que você pensa é tachado de preconceituoso, machista, mal-intencionado. Às vezes a pessoa é apenas menos combativa que você. Às vezes a pessoa apenas não tem o tempo que você tem pra se informar sobre tudo e pra saber ao certo quem é quem. Chico Buarque é muito bom. Mas nem tudo o que ele faz é genial. Esse endeusamento é idiota. Desculpe. Aliás, comprova-se como você se julga uma "celebridade" e "estrela" pelo modo como não segue as pessoas no twitter, como não responde a elas, qdo solicitada.
Tenho preguiça de subcelebrs que se acham mais reais que o REI.
Você já foi mais humilde. Foi? Sei lá. abços

livia disse...

Como comentei no site da MTV, o Lobão não tem a mínima capacidade pra apresentar esse tipo de programa, ele estava apenas fazendo seu show e esperando ser aplaudido pelos convidados. Nunca vi tanta falta de imparcialidade. Pelo que vi nos comentários, todos perceberam isso (como não?) e também se indignaram, mas o impressionante foi que ainda teve gente que achou que o erro do debate foram os convidados. Como assim?

Danielle Carneiro disse...

Assisti agora. Puts! O Lobão é pior do que o Faustão, não deixa ninguém concluir o ponto de vista. Lola, adorei vc. Vc é linda! Bjs

Anônimo disse...

Nunca tinha visto esse tal de debate da MTV aí no Brasil {até pq moro no estrangeiro} mas achei uma merda. Esse cara é péssimo {sublinhe, por favor}. E só agora vi isso, mas amei ver e ouvir você, querida Lola. E como queria que esse cara, o tal de Lobão, calasse a boca. Seis pessoas ali para expressarem a opinião sobre tal assunto e darem opiniões diferentes sobre o mesmo e o fala-barato nem pra ouvir. Achei-o insuportável, muito chato mesmo. Estragou.

Verô! disse...

Sou mais uma que vi o debate por causa do blog da Lola ^^

Eu gosto muito da música do Lobão e de algumas críticas que ele faz aos ícones da MPB, inclusive ao Chico, e eu também gosto demais do Chico. O Lobão fala antes de tudo dos artitas que se tornaram intocáveis, que são louvados até por suas músicas ruins. Eu em geral gosto da obra do Lobão e também do Chico, mas eles fizeram músicas ruins sim. Isso é característico de qualquer produção do intelecto. Eu tive uma professora ótima na UFRJ que sempre dizia "não pensem que vocês escreverão uma obra-prima toda semana, até sair algo significativo vocês escreverão muita coisa mediana e ruim". As boas obras exigem um sacrifício enorme, é um jogo de acerto e erro.

Já sobre a arrogância do Lobão, eu acho que já faz parte do personagem que ele criou para si próprio. Modéstia não está incluída no pacote, e eu devo dizer que gosto disso. Uma das coisas típicas de muitos brasileiros é o excesso de modéstia, mas no fundo no fundo é puro código social, no fim odiamos ser criticados. Um exemplo interessante foi quando um episódio dos Simpsons foi ambientado no Brasil e deu uma confusão, até o ministro do turismo se meteu na história. Gente, os Simpsons são antes de tudo uma baita sátira aos americanos e já está no ar há anos! Faz um sucesso enorme nos EUA e no mundo, e sabe por que também faz no resto no mundo? Porque o mundo adora rir dos americanos. E quando tem um episódio no Brasil, que é sim uma sátira na medida em que exagera os nossos problemas, fazemos um bafafá bobo.

Lola, agora um comentário sobre sua participação. Achei que você pareceu insegura e tenho certeza que você poderia ter dado respostas muito mais sofisticadas pelo nível do seu blog. Mas não quero fazer uma crítica por crítica. Eu já passei por algo parecido, dei algumas entrevistas e foi horrível, tenho até vergonha de comentar. Não sou famosa nem nada, foram entrevistas pontuais e que não foram veiculadas em grande veículos de comunicação. Enfim... eu tenho uma idéia da dificuldade de falar para uma câmera, fico ultra nervosa e me perco, não desenvolvo bem o raciocínio. Fiz um media training há um tempo e aprendi algumas técnicas para melhorar minha performance (embora eu espere nunca mais dar entrevistas). Uma das coisas que me falaram foi esperar alguns segundos antes de dar a resposta, os entrevistadores querem, geralmente, polêmica e fazem perguntas rápidas e capciosas de propósito, por vezes interrompem o entrevistado de propósito para quebrar o argumento. Se esperar uns segundos, 2 ou 3, você consegue sacar melhor a pergunta e dar uma resposta mais consistente. Funciona! Como você está ficando cada vez mais famosa, e tomara que dê mais entrevistas, espero que a dica ajude ;)

MCarolina disse...

Não sabia que esse programa existia porque acho a MTV muita chata e não assisto. Ainda com o Lobão? Argt. Acho que não vou ver não, vou continuar aqui no blog.