sábado, 24 de outubro de 2009

VOU PEGAR NOSSA MÍDIA PRA CRISTO

Ah gente, que dá preguiça de ler jornal ao ver cada fala do Lula servindo pra mídia fazer um escândalo, isso dá. Não sei se vocês estão a par de um trechinho da entrevista que o Lula deu à Folha (e a gente pode discutir o que o Lula tá fazendo dando entrevista a uma imprensa que trabalhou vinte anos pra que ele não fosse eleito, e gastou os últimos oito tentanto derrubá-lo). Lula disse pro jornalista:
Qualquer um que ganhar as eleições, pode ser o maior xiita deste país ou o maior direitista, não conseguirá montar o governo fora da realidade política. Entre o que se quer e o que se pode fazer tem uma diferença do tamanho do Oceano Atlântico. Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão”.
Pronto! Foi o que bastava. Segundo a oposição, Lula não estava falando de acordos políticos que precisam ser feitos no Brasil (e em todo lugar do mundo) para poder governar. Não, ele estava era se comparando a Cristo! E ainda por cima sendo herege. O CNBB (e a igreja católica não tem mais nada a ver com a Teologia da Libertação faz um tempão, ok? O último papa se encarregou de exterminar qualquer resquício de esquerdismo dos padres e bispos brasileiros) não perdeu a oportunidade de atacar Lula por invocar o santo nome em vão. Marina, que é evangélica, também vociferou contra Lula. Vários políticos fizeram o mesmo.
Mas o mais engraçado foi ver ateus mais ou menos confessos atacando Lula e defendendo Jesus. Primeiro, foi Roberto Freire quem criticou Lula pelas suas alianças. Roberto Freire, que já foi comunista e que faz aliança com o DEM há mais de quinze anos.
E, lógico, FHC teve que falar: “Jesus se aliar a Judas para fazer política soa como uma blasfêmia. Não foi isso que a gente aprendeu na escola, nas aulas de religião”.
FHC, pra quem não lembra, perdeu em 1985 a eleição pra prefeito de SP, contra aquele tresloucado do Jânio Quadros, porque o Boris Casoy perguntou pra ele, na lata: “O senhor acredita em Deus?”. E nosso ilustre ex-presidente FHC respondeu: “Você disse que não me faria essa pergunta”, enrolou mais um pouco, e todo mundo entendeu a resposta. Bom, eu sou ateia assumida e não sou política ou candidata a nada. Entendo que seja complicado ser ateu declarado num país religioso como o Brasil (ou os EUA), então não culpo o FHC por, em 1994, entre várias mudanças que fez em sua imagem, trasformar-se em cristão praticante desde criancinha. Mas uma coisa é imagem, persona pública. Outra é sair por aí dando bronquinha em alguém por quem ele notoriamente se morde de inveja, e ainda falar de aulas de religião. Fica um tanto ridículo.
Num país em que a mídia precisa fabricar factóides todos os dias pra fingir que é relevante (porque não é mais formadora de opinião oficialmente desde 2002), o que todo mundo quer saber é: vai rolar uma CPI do Judas? Achei estranho o tio Rei não pedir o impeachment do Lula esta semana. A declaração do presidente é digna de pena de morte!
E tem uma outra notícia interessante que, lógico, a mídia não deu, nem vai dar, pelo menos nunca em manchete (o que é compreensível, já que as manchetes estão todas ocupadas por declarações incendiárias do Lula). Seguinte: perguntaram prum membro inglês do Comitê Olímpico Internacional se as cenas de guerra no Rio, com helicóptero derrubado e tudo, duas semanas depois da escolha do Rio pra sediar as Olimpíadas 2016, não o preocupavam. E o carinha disse que não, porque, bem, as Olimpíadas não vão ser depois de amanhã, e sim daqui a sete anos, e que se a questão fosse violência após o anúncio da sede, um dia depois de Londres ter sido eleita pra sediar as Olimpíadas 2012, houve um atentado terrorista que matou 52 pessoas e feriu 700.
E aproveitando que tô falando de política, queria saber: o Lula poderia ser candidato a vice da Dilma? Ninguém está cogitando nada, e sequer se sabe se Lula vai se candidatar novamente em 2014. Duvido muito que ele queira ser vice. Mas a minha pergunta é: ele poderia, se quisesse?
A outra pergunta é: qual será o factóide da próxima segunda? Acho que a mídia aceita sugestões.

33 comentários:

Andrea disse...

Uau Lola! Falou tudo.

Tina Lopes disse...

Também achei uó, mas convenhamos: a frase nasceu polêmica, claro que isso ia acontecer. A pior da entrevista - além da defesa do Sarney, ainda, porque "ex-presidentes precisam ser respeitados, porque foram instituições". Mas a frase mais marcante pra mim foi a de que "o papel da imprensa não é fiscalizar o poder, é informar". Choca porque eu acompanhei duas campanhas presidenciais e isso é o exato contrário do que o Lula pregava, quando era oposição e afagava a imprensa. Enfim. Continuo com o mestre Millôr: imprensa é oposição, o resto é armazém de secos e molhados. (PS: e olha que eu me considero lulista)

Giovanni Gouveia disse...

Do ponto de vista puramente teológico, Jesus não só faria, como fez aliança, afinal de contas Judas era um dos doze apóstolos, indicado por Jesus (seria Ministro, numa estrutura de governo atual), os que criticaram, sendo ateus não conheciam a bíblia, os que se dizem cristãos não cuidaram de ler corretamente a bíblia.
Do ponto de vista político, após uma entrevista perfeita, par kennedy Alencar (Kennedy presidente dos isteites em 64, Alencar sobrenome de Castelo Branco...), que saiu destroçado, como o PIG não tinha o que falar de política nem de economia, pegou o que aliás foi uma aula de política, simplesmente pela picuinha, e POU, vamos fabricar mais um "escândalo"...
Mídia de esgoto é isso aí!

Carla disse...

Eles nunca noticiariam q uma pessoa tá tranquila com relação às olimpiadas, agora se ele disse q estava um pouco preocupado COM CERTEZA isso teria sido destaque!

Tina Lopes disse...

Corrigindo: a pior FOI a defesa do Sarney. Cortei o texto e ficou esquisito.

aiaiai disse...

Lola,

Legal vc falar dessa entrevista porque eu li e fiquei ainda mais orgulhosa do lula como nosso presidente.

É muito bom ter orgulho do presidente do nosso país. Eu já tive muita vergonha.

Nessa entrevista o lula não só mostra que é um grande presidente como é um grande político: inteligente, flexível e focado em construir uma democracia para todos os brasileiros. Fiel, portanto, à ideologia que o levou até lá.
vou dar o link aqui, para quem quiser conferir.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u641276.shtml

Carla Mazzaro disse...

Terei que te corrigir Lola: Saiu sim na mídia (inclusive no Jornal Nacional e no jornal da Record) o que o membro inglês do COI disse; que ele não estava preocupado pois as olimpiadas ainda demorarão e o Brasil cuidará dessa segurança e que o atentato em Londres tinha sido muito pior e sem comparação.

O que não se pode fazer é ficar com tanta mania de perseguição assim.

Carla Mazzaro disse...

Tina Lopes, para mim a pior foi a defesa ao Sarney também.
Mas a segunda pior foi essa:

FOLHA - Na fusão da Oi com a Brasil Telecom, o sr. mudou a regra para favorecer um negócio em andamento de um empresário que é seu amigo e contribui para suas campanhas, Sérgio Andrade. Foi um benefício do Estado a um grupo privado. Isso não ultrapassa o limite ético?
LULA - Vocês são engraçadíssimos. Temos uma agência reguladora.

FOLHA - Mas o sr. assinou um decreto mudando a regra.
LULA - A legislação brasileira permite que a agência faça a regulação que melhor atenda ao mercado brasileiro. Estou convencido de que foi correta a decisão do governo.

Isso eu acho que ficou feio.

Luca Alemar disse...

Lola, a Emenda Constitucional 16 comprada do congresso pelo FHC em 1997, alterou a Constituição permitindo a reeleição, dentre outras funções, do Presidente "para um único período subsequente" (CF/88, Art. 14, § 5°). A candidatura de Lula, mesmo como vice, a um terceiro mandato em seqüência é inconstitucional e não seria aceita pela justiça eleitoral. Em 2014 ele poderá se candidatar novamente. E tomara, treeleito! rs

PoshDrosofila disse...

Ola Lola
Eu vi mais ou menos algo sobre isso na folha de sao paulo e fiquei pasma... é cada uma que vou te contar...
mas aqui em montreal ontem teve uma reportagem super interessante sobre o desenvolvimento da amazonia, com criticas super positivas ao governo lula e aos esforços pela proteçao da floresta amazonica, te envio o link, ta em frances
abraço
k
http://www.radio-canada.ca/emissions/une_heure_sur_terre/2009-2010/Reportage.asp?idDoc=94208&autoPlay=http://www.radio-canada.ca/Medianet/2009/CBFT/UneHeureSurTerre200910232118.asx,%20http://www.radio-canada.ca/Medianet/2009/CBFT/UneHeureSurTerre200910232134.asx

Larissa disse...

A mídia brasileira, salvo raríssimas e honrosas exceções, está mesmo ficando expert em distorção de fatos. Adoram polemizar qualquer comentário que o presidente faça.
Eu não acreditava no Lula, mas hoje em dia dou o braço a torcer por tudo que ele tem feito.
O PT nunca tinha chegado à presidência da República e defendia uma política totalmente diversa dos governos anteriores, só que agora, o próprio Lula reconheceu que é necessário ter jogo de cintura no cenário político brasileiro. Não adianta ser inflexível a tudo e não conseguir qualquer progresso.

Flávia disse...

"(...)sendo ateus não conheciam a bíblia..."

Nada a ver, né...?
Desde quando só porque se é atéia, não se leu a bíblia?

Oliveira disse...

Lola:

A imprensa nào inventou nada.

Quando você , e seus iguais, vão admitir que o Lula é um idiota que só fala merda?

Alba Almeida disse...

Olá, Lolíssima


O que acontece com essa mídia??
Num tem já tanto problema o país pra esse tipo de coisa??
Esse espaço da mídia num podia esta sendo reservado a essa violência que nosso país atravessa? (..onde policias roubam ladrões... onde pessoas de bem estão refugiadas....) tanto espaço que pode ser o “grito’ de um país já sufocado, e como fica??
Beijos...

Rita disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rita disse...

Ah, nem me fale dessa dor de cotovelo do FHC. Ô homem problemático, né?

Julio Golveia disse...

MUDEI DE LADO.

Resolvi ficar ao lado de Lula
Que me desculpem os meus amigos, e por favor não me critiquem, mas após esfriar a cabeça e analisar melhor a situação atual, considerei melhor... e mudei..... de agora em diante, ficarei ao lado do Lula !

Se eu ficar atrás... Ele me caga.
Se eu ficar na frente... Ele me fode!
Como não há alternativa, resolvi ficar ao lado dele...

ENTÃO, PENSANDO BEM, CONCLUI QUE QUANDO TUDO VOLTAR AO NORMAL...

Será o dia em que:

- GENUINO será algo verdadeiro;
- GENRO apenas o marido da filha;
- SEVERINO apenas o porteiro do prédio;
- FREUD voltará a ser o só criador da Psicanálise;
- LORENZETTI será só uma marca de chuveiro;
- GREENGALGH voltará a ser um almirante que participou de nossa história;
- Dirceu, Palloci, Delúbio, Silvio Pereira, Berzoini,Gedimar, Valdebran, Bargas, Expedito Veloso, Gushiken, etc, serão simples.... presidiários.
- E LULA APENAS UM FRUTO DO MAR.

Agora, quando olho meu titulo de eleitor, entendo o verdadeiro significado do nome 'ZONA ELEITORAL'!!!

lola aronovich disse...

Puxa, fico morrendo de pena de vc, Julio, sendo f**** pelo Lula por trás e pela frente... Realmente, como dizem os blogs de direita e a mídia, ele está enterrando o Brasil. Nós todos estamos sendo prejudicadíssimos pelo seu governo. Todos os indicadores mostrando como o país melhorou são mentirosos! E a aprovação ao governo dele, nossa! Tudo um bando de masoquista!

Anônimo disse...

Sem falar do "Severino, apenas o porteiro do prédio"...

piadinha superpreconceituosa... às vezes penso q quem odeia o Lula coicidentemente acha q nordestino é um povo q só vem pra São Paulo "tirar o emprego dos paulistanos, fazer favela..."
E que é sempre porteiro, garçon e similares.

Agora conta uma piada de negro ou quem sabe de gay, já que vc é tão engraçado.

Sheila.

lola aronovich disse...

Exatamente, Sheila. O Severino foi a cereja no bolo. Não sei como as pessoas bolam essas coisas sem notar que estão sendo preconceituosas. Mas acho que é o mesmo público, sim, que muitas das pessoas que odeiam o Lula odeiam também nordestinos. Tá tudo interligado. Odeiam pobres, gente com baixa escolaridade, negros, nordestinos...
Em compensação (e nada a ver com nada), hoje os uruguaios vão às urnas. E deve ir pro segundo turno o candidato de esquerda, um ex-guerrilheiro, da coalizão do Tabaré (que foi o primeiro presidente de esquerda que o Uruguai já teve, e está com uma boa aprovação, de 60% - não tão alta quanto a do Lula, mas é que realmente o Lula tem a aprovação mais alta do planeta, neste momento), junto com o candidato de direita, o ex-presidente Lacalle. A manchete do jornal espanhol El País diz tudo: "Uruguai sonha com um novo Lula".

léia freitas disse...

engraçado.
sou cristã e não me senti ferida ou ofendida pela fala do nosso presidente. será que isso se deve ao fato de eu saber o que é metáfora e entender que nada deve ser lavado ao pé da letra? (pronto, agora vai ter gente imaginando um A gigante com pezinhos, like ao fantástico mundo de bob.)

ps. gosto muito do teu blog, embora nunca antes tenha comentado.

Anônimo disse...

Lola, pega leve! Gostar do Lula é uma coisa; querer empurrá-lo goela abaixo de quem não gosta dele é forçar a barra! Sabemos que nossa população de baixa renda é uma grande porcentagem e a de reais analfabetos e analfabetos funcionais vai dar um valor próximo à porcentagem de "apoiadores" do Lula! Você já fez essa conta? Caramba! Tudo bem que tem um ou outro "estudado" que apoia o Lua, mas daí a querer que TODOS o apoiem é forçar! Você não aceita oposição a Lula?

Se Lula consegue ficar ao lado de Renan Calheiros, José Sarney, José Dirceu e não ser abominado pela maioria da população ele não precisa temer mais nada! Nem de declarações apaixonadas como a sua! Pull yourself together!

Na sua avidez por desqualificar a mídia você disse que a notícia do cara inglês nao foi dada por aqui. Se você não vê noticiário (porque é tudo contra o Lula, segundo você), como sabe se nenhum noticiário disse a informação (e houve noticiários que deu!)? Menos, Lola,menos.

Giovani, você dizer que ateu não pode conhecer a Bíblia desqualificou seu texto! Então se sou católica não posso saber nada sobre budismo? Se sou espírita não posso ler nada sobre judaísmo????

Pessoal, menos fanatismo e mais pé no chão, por favor. Márcia

Masegui disse...

Lula fez, sim, um monte de merda quando se juntou a Calheiros, Sarneys, Barbalhos, etc.

Agora, não podemos esquecer o monte de coisas boas que ele fez e que faz com que o Brasil esteja muito melhor que antes.

Esses que só metem o pau, apesar de tudo, estão com dor de cotovelo. Como não é o "lado" deles que está por cima eles não podem tirar uma casquinha...

É, cambada, agora vocês vão ter que trabalhar, ha ha ha. Ruim, né?

Rosana disse...

Márcia, concordo contigo.
E dizer que a mídia só quer atacar o Lula é no mínimo tendencioso; pois o que eu vejo é completamente o contrário.
Mesmo quando noticiam algo ruim da situação do Brasil, logo vem, correndo, uma matéria em seguida tentando desviar o foco. Um exemplo foi a matéria sobre os atentados no Rio. Noticiaram tudo, é claro, mas logo após já foram noticiando o que o representante do COI disse, tranquilizando todo mundo. E dizendo que tudo o que aconteceu é normal... peraí gente, normal???
E vc Lola, fica com essa mania de perseguição (pq deve ser legal se sentir perseguida e excluída pelos "maus" de direita...aff) e fica mais uma vez falando do que não sabe.

Gente, menos partidarismo apaixonado/CEGO e mais consciência, mais raciocínio né???

Lola vc é capaz de denfender tudo do PT ou aliados? Palocci, José Dirceu, Delúbio Soares, Genoíno, Tarso Genro, SARNEY???? Só por causa do partidarismo cego???

Se for sim, eu esperava mais de vc!

lola aronovich disse...

Marcia, primeiro que não quero empurrar o Lula goela abaixo de ninguém. Até porque alguém que tem 80 a 84% de aprovação não precisa ser empurrado goela abaixo. Mas tenho todo o direito de dizer, no meu blog, que a mídia é tendenciosa. Aliás, Rosana, ignorância é dizer que a mídia NÃO é contra o Lula. Isso é desconhecer a história do Brasil. Não apenas a história recente. A nossa mídia apoiou o golpe de 64. Sempre apoiou a direita. Em 89, foi totalmente partidária ao Collor, contra o Lula. Em 94 e 98, foi com FHC. Em 2002 e 2006, foi com Serra e Alckmin, respectivamente. Sempre contra o Lula. Isso não é uma opinião. Há estudos relacionados à Análise do Discurso que comprovam isso. Por exemplo, Análise do Discurso (um ramo da Linguística) calcula quantas manchetes são contra e a favor de cada candidato. Quantas notícias são positivas ou negativas. E temos os editoriais também, em que os jornais, revistas e noticiários de TV dão sua opinião (que é quase sempre escondida, hipócrita. Seria mais honesto se eles apoiassem abertamente o candidato anti-Lula, se se posicionassem diretamente, como fazem vários jornais americanos). Não é nenhuma novidade que a mídia demoniza o MST e qualquer movimento social (sindicatos como a CUT, UNE, greves etc). A Análise do Discurso analisa isso friamente, com dados e estatísticas, e chega a essa conclusão (que parece óbvia inclusive só de olhar). Por que a mídia apóia a direita, não só aqui no Brasil, como em outros países latino-americanos? Porque a mídia nesses países está na mão de poucos. É um verdadeiro monopólio da informação. E os donos da mídia são da elite, querem ver representados seus interesses. Não há nada de neutro ou imparcial na mídia. Só acredita em objetividade quem não tem a menor visão crítica.

Rosana disse...

hum... ah é? Então nos mostra os dados da Análise do Discurso que comprovam isso que vc está dizendo.

Vamos ver então, mostra.

lola aronovich disse...

O que vc quer, Rosana? Sério que vc precisa de provas de que a mídia brasileira sempre foi de direita? Ajuda saber que a Globo foi uma concessão pública dada ao Roberto Marinho durante a ditadura militar, em 1965? Serve o editorial da Folha contra o Jango em 1964? A Folha é aquele jornal que chamou a nossa ditadura militar de 21 anos de “ditabranda”.
Vejamos um editorial de 14/03/64: “Nossa opinião
Depois de longa preparação, foi realizado—sem maiores incidentes—o comício da Guanabara. Comício lamentável, se lembrarmos os ataques do presidente à constituição, que ele jurou defender [...] Resta saber se as Forças Armadas ficarão com o presidente, traindo a constituição, ou ficarão com sua tradição e defenderão as instituições e a pátria”.
Editorial de 20/03/64, sobre a Marcha da Família com Deus pela Liberdade: “O povo mesmo, não um ajuntamento suspeito e longamente preparado, reuniu-se ontem, espontaneamente, nas ruas desta cidade, para exprimir seu sentimento e sua vontade. Foi uma dura lição para aqueles que necessitam de demorada propaganda, manipulação de cúpulas e termendos dispositivos de força para concentrar massas humanas. E não se diga que a 'Marcha da Família' reuniu defensores de 'estruturas arcaicas'. Ao contrário, os manifestantes de ontem reconhecem a necessidade de reformas, mas sabem que elas podem e devem ser feitas dentro da ordem e da lei”. (dez dias depois os militares derrubaram Jango, “dentro da ordem e da lei”, claro).
O jornal “de rabo preso com o leitor” apoiou o Golpe de 64, chamando Jango e Brizola, entre outros, de “comunistas” e “traidores da pátria”. Na posse do Marechal Castelo Branco, o editorial da Folha o chamou de “O Presidente de Todos”.

lola aronovich disse...

Serve a atuação da TV Globo durante os últimos dias do segundo turno de 1989, Lula vs. Collor? Isso eu escrevi na minha tese de doutorando, analisando o contexto da época em que duas produções de Macbeth foram produzidas:
“Fernando Collor de Mello had just defeated Lula in the end of 1989, the first presidential election in Brazil in 29 years. The election itself was a scandal. The right-wing candidate Collor, who belonged to an insignificant party, basically won by a small margin due to three reasons: first, for hiring Lula's ex-girlfriend, Miriam Cordeiro, to appear on TV saying that Lula was a racist and had insisted that she have an abortion; second, one day before the second turn election date, (supermarket owner) Abilio Diniz's kidnappers were captured—though none of them was Brazilian, they were exhibited to the cameras wearing PT shirts; and third, because of how Globo edited the last presidential debate, clearly favoring Collor. Those three reasons were somewhat connected to the influence of television (which, at the time, meant Rede Globo). Thus, when Cruz claims TV is the only important cultural manifestation in the country, he might not be exaggerating. At least Globo's influence and power at the time cannot be overlooked”.

lola aronovich disse...

Aí tem os editoriais de cada jornal. O do Estadão, por exemplo, sobre a fala do Lula sobre coalização com Judas, não deixa muita margem pra dúvida sobre quem o jornal apoia: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/estadao-a-imprensa-faz-sombra-a-lula/
Ou talvez vc queira ler editoriais de 2002 sobre o golpe (frustrado) contra o Chavéz na Venezuela? É a mesma coisa. O mesmo viés ideológico. A mídia é coerente em quem ela apoia.
Aqui tem alguns casos mais específicos:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=117699&id_secao=6

http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=449IMQ001

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/imprimir.asp?cod=527VOZ004

http://www.viomundo.com.br/denuncias/como-distorcer-uma-manchete/

lola aronovich disse...

Sobre como a imprensa brasileira trata o MST, tem pelo menos umas duas teses só no meu departamento, na Pós-Graduação em Inglês da UFSC (isso sem falar no departamento de Sociologia e Jornalismo de qualquer universidade). Uma delas é de Félix Augusto Rodrigues da Silva, e chama-se “A Linguistic Investigation into the Representation of the Landless Movement (MST) in the Press”, e é de 2002. O mesmo orientador, José Luiz Meurer, está orientando no momento a dissertação de mestrado de Jefferson Luiz Silva, “Newspaper Headlines – Ideology and Power Relations between Institutions of Newspapers and their Readership”, que deve estar pra ser defendida agora no final do ano. Não tenho tempo, então fui apenas ao currículo Lattes de UM dos professores de Análise do Discurso da UFSC. Qualquer estudo da mídia brasileira revela exatamente a mesma coisa: que ela é contra movimentos populares.
Depois de quase todas as eleições aparece (escondido num cantinho de página 26 de algum jornal, quando aparece) algum estudo mostrando o índice de notícias negativas e positivas relacionadas a cada partido. Não estou conseguindo encontrar isso agora, mas acredite: o índice de notícias contra o PT é sempre enorme.
Aliás, aconselho que vc leia o Observatório da Imprensa semanalmente, pra poder entender melhor a mídia: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/ Porque o partidarismo da mídia não é uma coisa isolada, de um dia só. É sistemático. Ou vc acha que a Veja é uma revista isenta, sem ideologia, apartidária?

Lucy disse...

http://rsurgente.opsblog.org/2009/10/21/yeda-rompe-com-a-realidade-a-aposta-na-ficcao/
^Isso nossa mídia tenta esconder pra debaixo do tapete...
D:

Mas foi divertida a entrevista, o carinha a cada pergunta ficava numa emoção, achando que mais cedo ou mais tarde ia fisgar o hômi pela língua.

Não pude deixar de rir quando o Lula comentou da malandragem das perguntas...

Rosana disse...

Lola, falou falou e não disse nada... kkkkkkkkkkk

Vc só colocou coisas velhas! Cadê a prova que HOJE a mídia é contra o seu amado Lula?

Mais uma vez vou colocar o que eu tinha posto antes:

Então nos mostra os dados da Análise do Discurso que comprovam isso que vc está dizendo.

Vamos ver então, mostra.

Carla Mazzaro disse...

Lola, vc já assistiu isso? É bom assistir:

http://www.youtube.com/watch?v=MuelF_fPQRk

http://www.youtube.com/watch?v=WzOjgWa5XTY

http://www.youtube.com/watch?v=ahQ-h7NbNcg

http://www.youtube.com/watch?v=Fask9BjOfDk

http://www.youtube.com/watch?v=gTBX3c76SPs&feature=related