quarta-feira, 11 de março de 2009

LISTA DO QUE SE DANE

Sabe aquele filminho que eu não gostei muito, Antes de Partir? Um bucket list (título original) é o que a gente tem que fazer antes de bater o balde. Aí um americano lançou no Twitter um Fuck it List (eu vi neste outro blog, também americano). Antes devo dizer que mal sei o que é Twitter. Só que parece algo impossível pra mim: ficar mandando recadinhos com até 140 caracteres. Eu sou aquela que parou de usar o orkut porque ele sempre me cortava quando eu passava dos, hum, 500. Fico matutando se o Twitter foi uma invenção criada especialmente contra a minha pessoa. Eles pensaram: quem é a pessoa mais prolixa do mundo? Ah, a Lolinha. Como tirá-la do sério? Ah, vamos inventar um negócio com limites de caracteres no qual ela nunca, nem em cem mil anos, conseguirá se encaixar. Assim nasceu o Twitter.
Mas vamos ao Fuck it List (Dane-se). Esta é uma lista ao contrário. São as coisas que a gente não precisa fazer antes de morrer e, portanto, não sentirá a menor falta. Vejamos algumas coisas que eu consigo lembrar pra mim:
- definitivamente não morrerei uma mulher incompleta se eu não precisar trocar uma só fralda antes que o meu tempo na Terra se expire.
- não quero aprender nenhuma língua difícil que vou gastar cinco anos pra aprender e vou usar durante dois dias (se tanto).
- inúmeros esportes radicais: bungeee jumping, escalar montanha, rafting, pular de paraquedas, campeonato de cuspe a distância etc etc.
- ficar magra. Já desisti, após passar os últimos 20 anos tentando.
- usar aliança.
- furar a orelha.
- ter um bicho de estimação exótico (lagarto, piranhas, peixes e aves em geral).
- pintar as unhas (minhas unhas são virgens! Tenho orgulho).
- ganhar na megasena. Pra isso eu teria que jogar alguma vez, certo?
- comer coisas nojentas como escargot, pernas de rã, caviar, e sei lá que outras guloseimas absolutamente asquerosas os ricos colocam na boca.
- aprender a gostar de frutas. Eu como, mas se houver um chocolate por perto, eu não terei olhos pra você, ameixa.
- casar na igreja.
- beber, fumar, experimentar drogas, e outras coisas que, se eu sobrevivi sem durante a adolescência, a despeito da pressão dos amigos, não vai ser agora depois de velhinha que vou começar, né?
- virar religiosa.
- ficar conservadora e votar na direita.
- testar metade das posições sexuais do Kamasutra.
- costurar, cozinhar bem, saber limpar a casa. O que se espera de uma boa mulher.
- aprender a fazer baliza.
- andar arrumada.
- colocar uma tatuagem ou piercing.
- ser concisa e escrever posts curtinhos.
Deve haver inúmeros outros trecos desnecessários que esqueci. E você? Quais são as coisas que você não precisaria fazer para morrer realizada(o)? Pode ser o que você quis durante muito tempo, mas desistiu, ou o que você não consegue ver a menor graça. Vamulá, quero ouvir.

38 comentários:

Flor Juliete disse...

Engraçado... minha lista seria bem parecida com a sua, principalmente em relação aos esportes radicais e comidinhas nojentas...rs
Interessante pensar sobre o que não se precisa...
Se todo mundo fizesse esse exercício, poderia se conhecer muito mais.
Gostei.

Giovanni Gouveia disse...

Lola, já fiz muito do que você cita aí, mas, realmente tem algumas coisas que não há a mínima possibilidade de eu fazer:

* Votar na direita;
* Pagar uma pequena fortuna num "abadá" pra poder pular carnaval;
* Usar arma;
* SER violento/estúpido;
* Aceitar de cabeça baixa o que um "superior" hierárquico dita apenas por ele ser "superior";
* Pular de paraquedas (acrophobia é pho**...)
* Criar gato (nada contra esses animais, mas sempre mantendo uma distância que não permita eles me cravarem as garras);
* Manter passarinho em cárcere privado;
* Trair minha esposa;
* Viajar aos isteites;
* Renegar minhas raízes culturais;
* Morar em São Paulo capital;

Paola Sartoretto disse...

Ai, eu já sou obrigada a aprender uma língua inútil. Bom no meu contexto não é tão inútil porque eu moro no país onde ela é falada. E aprendendo sueco ainda ganho outras duas línguas de "bonus": norueguês e dinamarquês. Pessoa de sorte eu não é mesmo? Mas eu preferia aprender espanhol.
Comidas nojentas definitivamente entram na minha lista, como o peixe podre (surströmming) que se come aqui na Suécia. Esportes radicais também não me interessam nem um pouco.

Paola Sartoretto disse...

Ui, esqueci votar na direita. Cruz credo, nem morta!

Gustavo C. disse...

Ótima idéia, daquelas "pq não pensei nisso antes?" Vejamos..

- Fumar
- Ficar bêbado
- Aparecer na televisão
- Cantar num karaokê
- Sair pra uma "balada", nessas casas noturnas de música eletrônica
- Fazer tatuagem
- Assistir um jogo de futebol num estádio
- Andar de esqui
- Visitar a China
- Excomungar alguém

(eu adorei Antes de Partir, acho o Jack Nicholson hilário)

Chris disse...

Algumas que me vêem à cabeça de supetão:
- fumar
- experimentar drogas
- matar alguém
- caçar ou pescar
- cair na folia de carnaval
- bungee jumping
- comer as coisas écas que vc mencionou e outras mas que aquele chef careca do Discovery Travel & Living come.
- visitar a China e o Japão
- gastar uma fábula em aparelho celular
- vender minha alma para o diabo (hehehehehe) - aliás, vou perguntar pro Google como se faz isso, vai que me direcionam para cá ;)

Beijos

Flor Juliete disse...

Aparecer na televisão... tá aí! Descobri...
Valeu, Gustavo...rs

asnalfa disse...

Vc nunca bebeu na vida??

Bom .. a minha lista seria:
nunca beijar ou transar com mulheres
nunca arranjar marido
nunca casar
nunca ir mais no cinema
nunca namorar

Ju R. disse...

- aprender a gostar de frutas. Eu como, mas se houver um chocolate por perto, eu não terei olhos pra você, ameixa.

cara, isso me matou de rir.

Ale Picoli disse...

Alessandra não fará até o dia da sua morte:
- esportes radicais (incluo até montanha russa aí)
- gostar de suco de laranja
- ficar sem bicho por perto
- ficar magra
- deixar de tomar leite
- calar a boca quando falam bobagens machistas perto de mim
- calar a boca, em geral :D
Só consigo lembrar disso agora, mas deve ter mais.

Ju R. disse...

ok, minha lista:
(pode ser que falte alguma coisa)

- fumar
- ter filhos (sou nova, pode ser que eu mude de ideia, mas eu não nunca me imaginei cuidando de uma criança)
- casar (quero sim viver com outra pessoa, mas não quero fazê-lo formalmente. preferia gastar o dinheiro que gastaria nisso numa puta lua-de-mel hahaha)
- tentar assistir moulin rouge ou chicago
- criar peixes
- morar em são paulo (rio é violento? mas é o que eu prefiro)
- ir a uma micareta
- conhecer os EUA
- me converter a qualquer religião
- voltar a comer carne
- comer chocolate branco, jujubas e outras guloseimas (eca!)
- fazer mergulho (meu namorado adora, eu morro de medo de água)
- casar virgem (já era, mãe!)
- deixar de apreciar meu bom e velho "roquenrol"
- ir a uma boate


com certeza tá faltando coisa nessa lista!

Ale Picoli disse...

Deixa eu aproveitar que esse post vai ter audiência pra fazer um apelo. Mulheres, vão lá falar!
http://meiobit.pop.com.br/node/33069#comment-258450
É de novo sobre o papo do jogo de estupro. Até agora eu fui a única mulher que comentou, não quero ficar sozinha como voz dissonante lá :(

Samantha disse...

Nao tenho a minima vontade de:
- pular atras de um trio eletrico. Ah, faz favor ne? pagar mais de 100 reais por uma camiseta pra ficar pulando, beijando desconhecidos e terminar o dia fedendo suor, cerveja e xixi? I pass.
- fumar ou experimentar drogas ilicitas. Nao tenho a menor vontade.
- trair meu namorado
- ter relacionamento sexual a tres ou sei la o que
- ficar bebada e dar pt (perda total). Acho ridiculo. Beber so um pouco, para experimentar e sentir o sabor da bebida
- comer escargot (nao, obrigada)
- virar 100% vegetariana (meu organismo clama por proteinas)

basicamente sao essas coisas.

Barbara disse...

Fiquei pensando em algumas coisas aqui:

- fazer tatuagem
- comprar bicho em pet shop
- comprar qualquer cachorro ou gato de raca
- fumar qualquer coisa
- usar roupas discretas e de cores sobrias
- ser uma pessoa elegante e classica
- falar baixo e principalmente rir baixinho (ja citei "ser discreta"?)
- fazer alpinismo, principalmente em montanhas congeladas
- comprar revistas "femininas" para aprender 150 maneiras de agradar meu homem na cama
- e por ai vai...

lola aronovich disse...

Flor Juliete, pelo que estou vendo minhas lista é parecida com a de todos aqui! Que bom que temos tantas coisas em comum! Acho um exercício interessante tb. Às vezes a gente passa a vida triste por não fazer coisas que no fundo nem quer fazer!


Gio, ah, eu amo gato. De paixão. Mas vc ganhou mais pontos entre as mulheres daqui por incluir o “não trair a esposa”. O maridão daqui não lembrou de nada do gênero!

lola aronovich disse...

Paola, no seu contexto aprender sueco não é nada inútil. Vc mora aí! Se eu morasse aí eu teria que aprender tb, imagino. E aí não compensa o lado desbarateado da Suécia. Ah, depois de vc aprender sueco, aprender espanhol será a maior moleza. Peixe podre?! Eu não como nem peixe fresco!


Gustavo, pois é, acho que esqueci de colocar “visitar alguns países” na minha lista. Eu já estive na Rússia e não gostei da experiência de não conseguir me comunicar com ninguém, porque eu não falo russo e ninguém lá fala inglês/espanhol/português/francês/qualquer coisa que não seja russo. Tenho medo que isso se repetiria nos países asiáticos.

lola aronovich disse...

Chris, boa! Incorporo o “matar alguém” e “caçar ou pescar” a minha lista. Nada a ver!


Asnalfa, eu já experimentei golinhos de álcool, e odiei. Tenho que beber monte de água em seguida. Minha mãe jura que eu fiquei bêbada quando eu tinha 3 anos, porque meus pais tinham organizado um jantar lá em casa e, quando a mesa estava vazia, bebi o restinho de cada copo. Se for verdade, é o único pileque que já tomei na vida!
E o que é isso? Vc não quer mais ir ao cinema?

lola aronovich disse...

Ju R, ah, vc riu porque não é uma ameixa. Ponha-se no lugar dela.


Ale, concordo: não dá pra ficar sem bichos por perto! A vida fica muito triste sem eles. E boa: chega de calar a boca. Quando a gente ouvir bobagens, vamos responder!

lola aronovich disse...

Jr R, gostei do “casar virgem (já era, mãe!)”. E que bom que vc é das minhas e tb acha que chocolate branco não é chocolate! Mas Chicago é muito bom. Eu tenho aqui em casa. Talvez eu inclua “rever Moulin Rouge” na minha lista...


Ale, fui lá no fórum que vc indicou. O post lá tá muito bom. Pelo menos o carinha ficou tão chateado com aquele jogo miserável quanto nós. Só passei os olhos por cima dos comentários, e a maior parte condena o jogo. Eu ia deixar um coment, mas tem que se registrar. E aí não dá... Ah, vc conhece a Shoujofan (Valéria)? Acho que vcs têm muito em comum (ou, pelo menos, no amor aos videogames). Eu já disse que o último videogame que joguei foi Frogger?

lola aronovich disse...

Samantha, trio elétrico, tem razão, tô fora. Sabe, eu até gostaria de virar vegetariana, mas seria difícil. Eu GOSTO de carne (mas como bem pouquinho).


Barbara, bem lembrando: comprar bicho em pet shop ou gato ou cão de raça. Coisa mais demodé! Tanto bichinho fofinho pra ser adotado! Vou escrever um post sobre isso em breve. Iiic, e revistas femininas... Não perco muita coisa se eu nunca mais ler uma (mas eu leio qualquer coisa que chegue as minhas mãos. Até Veja).

Suzana Elvas disse...

Oi, Ale;

Postei meu comentário lá.
Bjs

Luciana Rios disse...

Aprender a andar de salto alto. Eu realmente NÃO preciso.

Ale Picoli disse...

Suzana, amei! Aquele texto é seu? Posso roubar?

Tina Lopes disse...

Um item só na minha fuck it list: convicções. Não preciso delas, nem sofrer por elas. Já não quis filhos, tive uma; já tentei parar de comer carne, já fumei, e há poucos lugares que eu não me disponha a conhecer. Então, talvez eu aumente minha lista em mais um item: arrependimentos. Também não preciso disso.

Liris Tribuzzi disse...

Eu já participei de um campeonato de cuspe a distância. HUahuahua! Asqueroso, eu sei. Não me orgulho disso...heheh
Agora não tenho muitas idéias pra minha lista, mas muita coisa do que colocaram aí, eu tb não faria.

asnalfa disse...

Lola... nao tem mais cinema na minha cidade. O primeiro virou templo evangelico e o segundo virou loja de pobre... tipo C&A.

e tb tenho "otima" internet pra baixar series, filmes...
ja reparou q nunca passa filme bom na TV? pq será?

Bel disse...

Eu fiz um post uma vez, logo depois das "8 coisas para fazer antes de morrer", que intitulei "8 coisas que não faço nem morta". Foi bem legal!

lola aronovich disse...

Luciana, eu tb não preciso aprender a andar de salto alto. E mesmo que eu precisasse, acho que não conseguiria.


Tina, concordo que nossas convicções às vezes podem ser mais flexíveis. E acho ótimo a gente não se arrepender de muitas coisas. Acho que me arrependo mais de coisas que não fiz que de coisas que fiz. Não sei.

lola aronovich disse...

Li, eca, que nojo! Cuspe a distância, é? Pensei que isso fosse lenda urbana.


Asn, “loja de pobre” tipo C&A? Isso é loja de rico pra mim! Minhas últimas roupas eu comprei num atacadão.


Bel, ótima ideia! Vc sabe onde está o post? Quero ler!

Srta.T disse...

Hum, muito bacana essa lista, mas há poucas coisas que eu nunca faria... Vejamos:

- Não pretendo alisar meu cabelo. Escova às vezes e só pra "refrescar" o visual tá bom.
- Não vou botar silicone nos peitos. Playmobil também é pequeno e é divertido.
- Menàge. Não rola, sou ciumenta.
- Comer goiabada. Já tentei, passei mal, não é pra mim. Só o cheiro me enoja.
- Misturar comidas doces com salgadas. De novo, já foi tentado. Nunca mais.
- Roupas justissimas, curtíssimas, decotadíssimas. Hã?
- Ter um poodle. Adoro bichos, mas cachorros pequenos e barulhentos me irritam. Aliás...
- ... comprar um bicho de raça é coisa que NUNCA vai acontecer comigo. Eu só adoto bicho de rua, qualquer um (já me falarm que meus bichos são feios... foda-se)
- Coluna social. Ai meus sais, acho deveras constrangedor.
- Micareta. Nem a pau, Juvenal.
- Festa de Peão. NUNCA.
- Pagode.
- Achar graça nas piadinhas sexistas do meu diretor. Fica até climão, porque ele conta, todo mundo dá risada e eu fico lá, chamando ele de "babaca" com os olhos.

Aliás Lola, eu já fiz uns comentários sobre argentinos que podem ter te ofendido, e peço desculpas. Descobri depois que seu pai é argentino. Trabalho numa empresa argentina e tenho sérios problemas pela diferença de cultura... daí vem as piadinhas (sem graça, eu sei).

lola aronovich disse...

Opa, Srta T, me identifiquei com essa sua lista. Tudo bate! Menos o negócio de não colocar silicone. Eu tampouco colocaria, lógico, mas pelo motivo contrário: meus peitos já são grandes demais da conta. E comidas doces com salgadas eu gosto de algumas. Tipo, porco agridoce que os chineses fazem.
E sobre contar piada de argentino, não esquenta. Não é só meu pai que é (era) argentino, é minha mãe tb. E eu, meus irmãos, minhas tias, enfim, todo mundo da minha família. Mas ninguém mais mora lá. Veio todo mundo pro Brasil e gosta muito mais daqui que de lá. E desconfio que são os primeiros a fazer piadinha de argentino...
Eu não me ofendo por pouco, não!

Paula Fernanda Soares disse...

Postei lá no Pré-blog:
"A minha ainda tá curtinha mas aos poucos eu vou me lembrando:
1 - me converter a alguma religião
2 - deixar de dar pelo menos um voto de confiança para as pessoas, mesmo sabendo que a maioria delas não merece.
3 - pular carnaval.
4 - aceitar ordens sem questionar.
5 - tratar bem alguém SÓ pq essa pessoa tem dinheiro/poder/status.
6 - Fumar/ usar drogas
7 - Beber algo sem q eu ache gostoso, só pra ficar bêbada.(ficar grogue "por acidente", com algo que ache gostoso, é, digamos, admissível)
8 - comprar algo SÓ pela marca.
9 - comer carne com gordura.
10 - me importar com reputação.(aquela palavra chique pra tornar importante o que as pessoas pensam sobre vc.)
11 - usar roupa/sapato/cabelo/etc SÓ pq tá na moda. o contrário tb vale: deixar de usar pq saiu de moda, nem pensar!
12 - aturar machismo. seja no trabalho, facul, balada, ou qq outro lugar."

Mica disse...

Engraçado...aprender várias idiomas inúteis simplesmente por ter o prazer de aprender é o meu maior sonho. Nenhuma outra coisa eu gostaria tanto de ter/conseguir na minha vida quanto falar vários idiomas, inúteis ou não. Acho que nunca me perdoarei por ter esquecido o italino, por ser ruim no inglês, por não ter aprendido o alemão, por não dar um jeito de estudar japonês e por não conhecer alguém que possa me ensinar russo.
E daria quase tudo para aprender sueco....

E várias das coisas da sua lista do que se dane são meus sonhos de consumo. É bem verdade que provavelmente 90% das que eu ainda não fiz eu nunca irei fazer (mais por preguiça do que por falta de vontade...eu sou muito preguiçosa), mas isso não quer dizer que eu não adoraria.

Minha lista Que Se Dane?
Hum...fumar, usar drogas, ingerir álcool...definitivamente NÃO!
Provavelmente jamais irei fazer mergulho ou pular de para-quedas. Não que eu não queira (na verdade gostaria muito), mas sou acomodada demais (e morro de medo de altura).
Hum...não consigo pensar em mais nada. Se eu tivesse oportunidade de fazer tudo o que a vida permite para os seres humanos eu faria. Não faço não pq não me fazem falta (ainda não cheguei nesse nível de iluminação. Eu sinto falta e me martirizo por isso as vezes), mas porque sou travada demais ou acomodada demais.
Mas gostei do exercício. Pensarei numa lista de dane-se para ver se eu consigo deixar de almejar por algumas coisas que eu sei que são inúteis mas continuo querendo.

Cris disse...

Mica, é isso aí!
(Mas tenhamos mais força de vontade, por favor...rs )

NejiHinaLuver disse...

sem mentira nenhuma,minha lista seria parecida com a sua mas,consigo lembrar de algumas coisas indispensaveis na minha lista...
* pular carnaval (coisa inutil essa,hein?)
* ser contra o rock progressivo
* virar freira (nada contra..)
* estudar filosofia
* virar vegetariana
* fazer faculdade de enfermagem ou medicina
* montar uma banda
* casar (nao tô brincando naao!)
* ter filhos (que alivio né.mãe??)
acho que por enquanto é isso hehe...bjs,lola!

Pipa disse...

Eu não sei exatamente o que incluir na lisa do se dane, é difícil dizer dessa agua não beberei, mas tem uma coisa que eu sempre disse que não faria e não me arrependi depois
- ter uma festa de 15 anos
Tenho 23 e nunca, nunca mesmo, isso me passou pela cabeça. Lembro que na época que todas as minhas amigas estavam perto de fazer 15 anos e já pensavam em um milhão de preparativos, eu dizia que não queria fazer nada e todo mundo me criticava dizendo que eu ia me arrepender algum dia. Pois é, isso nunca aconteceu, tá ai meu primeiro item da fuck list hahahaha

Flavio Moreira disse...

Parece fácil, mas é difícil fazer esse exercício (rs)...
E olha que eu já disse milhares de vezes: fazer tal coisa? nem f....endo! (rs) Mas aqui estão algumas em que consigo pensar agora:

- votar em candidatos da direita.
- comer fois gras, por duas razões: não me agrada a ideia de comer um órgão canceroso; outra é que é uma das coisas mais cruéis que já vi fazerem com um animal em nome do paladar humano.
- comer fígado, de qualquer animal.
- dirigir automóvel (ainda estão tentando me convencer a aprender a dirigir, mas cada vez que penso no trânsito caótico e na má educação dos motoristas aqui em Sampa...)
- assistir concurso de misses
- ler a Veja (e a IstoÉ, o Globo, a Falha, o Estadão e outros "detritos de baixa maré")
- passar a noite acordado em baladas (nem na juventude, quem dirá agora)
Depois, se eu pensar em mais coisas, coloco.

disse...

Oi Lolinha linda,
o mais legal de ser a sua última fã é que eu tenho quase 6 anos de posts passados pra curtir :-D Faz quase um mês que sou assídua (por causa da sua dedicatória no livro, nunca mais esquecerei que foi num dia das crianças que te descobri!).
Tive que rir da sua inadequação inicial ao Twitter, que hj bomba!
Bjs e boa semana procê. Fê