quarta-feira, 21 de março de 2018

MANUELA D'ÁVILA, MÃE E PRÉ-CANDIDATA À PRESIDÊNCIA

Conheci Manuela D'Ávila em 2012, quando compartilhamos uma mesa na Faculdade de Direito da USP sobre violência de gênero. Gostei dela automaticamente. 
Já gostava antes, claro, porque é uma mulher de luta. Está na política desde 2004, quando foi eleita a mais jovem vereadora de Porto Alegre. Vinha do movimento estudantil. Depois foi deputada estadual, deputada federal duas vezes, a mais votada no Rio Grande do Sul, duas vezes candidata à prefeita (ficou em terceiro. Espero que vocês se arrependam, porto-alegrenses!). Foi também a primeira mulher a presidir o seu partido, o PCdoB. E ela só tem 36 anos.
Em 2013 Manuela surpreendeu ao anunciar que não iria tentar se reeleger deputada federal. Queria voltar a ser estadual para viver novamente no seu Estado, sem ter que passar tanto tempo em Brasília, para se dedicar mais à filha Laura. Cinco anos depois, o Brasil não é mais o mesmo. Ela sentiu necessidade de se envolver nacionalmente com política de novo. É pré-candidata à presidenta. É a minha candidata. 
Quando nos conhecemos, 6 anos atrás, em SP, ela disse que imaginava de um jeito diferente minha voz e meu jeito. Achou tudo muito suave. Mantivemos contato desde então. Pedi a ela que fosse minha testemunha num processo que um mascu moveu contra mim (ela aceitou na hora; Jean Wyllys estava listado para ser outra testemunha, mas o juiz dispensou seus depoimentos. Pelo que sei, o mascu está quase desistindo do processo, mas eu não vou desistir da reconvenção).  
Na segunda-feira, dia 26 de março, às 18:30, estarei novamente numa mesa com Manuela para a calourada 2018 do DCE da UFRGS. Será na Faculdade de Arquitetura, e o tema é sobre saídas para a crise e o papel das mulheres. Será uma honra incrível estar ao lado da Manu mais uma vez. 
Publico aqui um texto lindíssimo que ela escreveu no seu Instagram, e que fala muito sobre as mulheres na política, sobre como conciliar carreira e maternidade, e como, ao excluir crianças de espaços públicos, estamos também excluindo suas mães.

Sexta eu estava em Vitória e fui questionada, por um jornalista, porque Laura estava comigo. Porque sou sua mãe.
A principal reflexão que fiz, quando decidi ser candidata, foi se conseguiria viver minha maternidade na forma que decidi viver. Decidi que sim, criaria condições pra isso. Nunca vi jornalista/ comentarista perguntar quem tá cuidando dos filhos dos políticos que trabalham 7 dias por semana fazendo campanha. 
Eu e meu marido dividimos responsabilidades totalmente. Laura vai pra escola. Mas nós olhamos o conjunto de minhas agendas e das de Duca e vemos as eventuais idas dela. Sem contar que ela ainda é amamentada (uau! A maluca segue a recomendação da OMS e ainda não desmamou). Por exemplo, ela não ia pra Salvador. Encaixei Vitória. Retardaria em um dia minha volta. Decidimos que ela iria. 
Eu adoro quando ela vai. A gente ri e ela está conhecendo um Brasil que é incrível. E também adoro quando ela não vai. Posso jantar com calma, não preciso ir correndo pro quarto de hotel. Também é evidente que fico menos cansada. Quinta, por exemplo, ela decidiu comer tatu de nariz no palco, ao lado do Lula, que perguntou: “e ela come?!?”. Também fez cocô num programa de TV. Acho que todos concordam que ninguém ama passar por isso. 
Essa semana vou viajar todos os dias. Ela não vai nenhum. Vou fazer bate e volta pra dormir em casa. Laura só viaja comigo no meio de abril, pra roteiros que vão durar mais dias. Mas sabe o que é engraçado? Quando ela não está, as pessoas não percebem a ausência dela. Porque estão acostumadas com a ausência das crianças no espaço público. Porque enquanto um homem brilha construindo a sua carreira, tem uma mãe abrindo mão da sua dentro de casa, cuidando sozinha de tudo. 
Como disse um desses homens num evento em que eu estava esses dias, “na minha casa quem manda é uma mulher”. A gente não quer mandar em casa, baby. A gente quer dividir com vocês pra sobrar tempo igual pra gente brilhar nas mesas de discussão por aí. Porque pra gente brilhar, baby, alguém tem que pegar as crias na escola. 
Então, gente machista desse Brasil varonil: não perguntem por que levo Laura. Perguntem quem cria os filhos dos candidatos de vocês, beleza? 

51 comentários:

Anônimo disse...

Nu.Fodástica!

Anônimo disse...

mascus = esgoto

Rodrigo Almeida disse...

Tanto faz, com ou sem a catarrenta no colo , ela soh vai ter meio voto.

Anônimo disse...

Nu.Fodástica!

Rafael Cherem disse...



Boulos e Manoela,sinceramente a esquerda gosta de apanhar...

Anônimo disse...

Sou de Porto Alegre e me incomodava um pouco algumas parcerias que a Manuela fez no passado em suas candidaturas (Berfran Rosado e Nelcir Tessaro, por exemplo). No entanto, hoje gosto muito dela e também me vejo votando nela. Lola, queria ver vocês! É só chegar ou tem inscrição prévia? Um abraço!

Kasturba disse...

Linda resposta!!

Anônimo disse...

Muitas das vezes percebo análises precipitadas em pessoas ligadas a movimentos de esquerda. Notadamente, o feminismo, é representado por um grande número de pessoas que vocifera seus argumentos com um ódio cego sem precedentes. Bom, o ingresso, cada vez mais forte da mulher no mercado de trabalho, nesta disputa por "brilhar" com os homens(sim, penso ser justo!), pode soar atrativo, mas não estaria colocando o futuro da nação em risco? Vide a questão da Europa com a redução de sua taxa de natalidade, desencadeada, também, pelo ingresso da mulher no mercado de trabalho. A população europeia envelhece e falta mão de obra para impulsionar a economia dos países do continente. Na minha opinião, o papel da mulher, no lar, é até mais importante que o do homem no trabalho. O problema é que em algum momento da história, subjetivamente, criou-se a ideia de que a função do homem seria mais importante, ledo engano! O cerne da questão é que, em algum momento, o trabalho do homem passou a ser remunerado e o da mulher não. Parece-me que neste momento, a mulher se sentiu menosprezada e se parametrizou, ou seja, vocês ainda acham que é algo maravilhoso viver neste cenário capitalista e competitivo criado por homens. Aliás, eu já perguntei e vou perguntar de novo: QUANDO É QUE VOCÊS VÃO ASSUMIR ESSA MERDA LOGO? A bem da verdade é que, se o homem se voltar para o lar, vai transforma-lo em um excepcional empreendimento, daí, passados alguns anos, vocês mulheres irão reivindicar o retorno ao lar novamente, uma vez que se sentirão oprimidas pelo o que tanto lutou para conquistar.

Luise Mior disse...

Que texto espetacular ❤ Adoro Manuela, seria uma candidata maravilhosa. Contudo, não acho que deveria-se lançar candidaturas de PT e PCdoB, só serviria para dividir os votos e fazer com que algum direitoso ganhe. O Ciro não me desce mais, declaração dele sobre mídia é ridícula. Esquerda não por se dividir mais, já basta a candidatura do PSOL. Abraços querida Lola e obrigada por esse post. Espero que estejas bem e que o mascu perca a ação contra você. Que o canalha perca seu processo. Seguimos na luta ❤

Anônimo disse...

Quais seriam as propostas dela para a macroeconomia brasileira? Geração de empregos e carga tributária, defict previdenciario? A desendustrialização crescente por conta da competição produtiva desigual com a China? Politica de combate a violência endemica na sociedade brawsileira, como pretende frear a crescente de 60 mil homicidios ao ano?
Como vai lidar com o agronegocio? que e o que segura as pontas na economia brasileira.
Quais as propotas dela para defesa, inteligena e soberania nacional? Como vai lidar com as ongs de fachada que estão infiltradas na Amazonia inflamando indigenas a forçarem demarcação de terras na area de fronteira para no futuro pedirem autonomia na ONU, patrocinados por baixo dos panos por interesses estrangeiros visando as riquezas minerais trilhonarias da região?

Administrtar uma nação continente deve ser muito diferente de um gremio estudantil....

Anônimo disse...

Mais uma candidata da esquerda que vai oscilar entre 1,5 a 2,5% dos votos. Essa é a realidade hj. Tirando o Lula (que não pode mais ser eleito), a esquerda não tem candidato plausível. Essa é a verdade, infelizmente.

Anônimo disse...

Não conheço as pautas dela. Mas, pelo post, parece ser uma mulher incrível.
Quem sabe não ganhe meu voto esse ano também :)

Jarusks disse...

Admiro ela na questão de proteção aos animais, porém na questão econômica sou liberal acho que menos estado é o ideal.

Anônimo disse...

Lola, acompanho teu blog todos os dias, é incrível!
Infelizmente ainda não posso comentar com meu nome, tenho um marido abusivo, que me comeria o juízo se visse um comentário meu num blog feminista, que ele acha uma ideologia absurda.
Mas torçam para que eu saia dessa, ou que ele deixe de ser machista.
Nunca pare seu trabalho, continue sempre! Seu trabalho é muito importante!

Anônimo disse...

Não mesmo. O que nós queremos é que os homens participam da crianção dos filhos e ter as mesmas oportunidades de alcançar altos postos de trabalho.
A queda da taxa de natalidade pode ter a ver com o fato de que ainda é muito danoso profissionalmente para uma mulher ter filhos. E os homens continuam a querer ajudar.

Denise disse...

Ela certamente sera minha escolha tb! Faco questao de votar mesmo morando no exterior, na esperanca de um Brasil melhor pra minha familia.

Anônimo disse...

Você colocou questões importantes, mas eu poderia perguntar todas essas coisas para qualquer outro candidato que está aí. Bolsonaro sabe o que fazer com a economia. E o Flávio Rocha que está sendo cotado pelo MBL? Administrar uma nação também não é como administrar a Riachuelo. Eu votaria na Manuela apenas devido a pauta feminista mas não votaria na pauta socialista.
Uma coisa: A Manuela não precisa entender muito sobre tudo isso, mas se chegar a presidência o que ela tem que fazer é chamar para os ministérios pessoas que saibam gerir tudo isso.

Anônimo disse...

"A bem da verdade é que, se o homem se voltar para o lar, vai transforma-lo em um excepcional empreendimento..."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O que a pessoa tomou pra escrever isso??

Homem, volte-se ao lar. Eu imploro! Preciso ver esse excepcional empreendimento!

Anônimo disse...

Aí, ô Anonimo das 16:37:

Epa,epa,epa!!! Para tudo, que eu quero descer!!
Comentário cretino, até que ponto vai a canalhice, esse indivíduo (fazer um comentário desse só pode ser homem) não tem nem vergonha de vomitar tanta merda. Machismo de meia tigela disfarçado de preocupação com o futuro da nação. Quer dizer que agora as mulheres tem que deixar de trabalhar, abrir mão de seus sonhos e objetivos, voltar a ser dona de casa porque a população envelhece e falta mão de obra? Mas aí tu não estarias entrando em contradição? Se falta mão de obra, então seria melhor as mulheres continuarem no mercado, não?

"O cerne da questão é que, em algum momento, o trabalho do homem passou a ser remunerado e o da mulher não." Homem, isso não se resolve incentivando a mulher voltar a ser dona de casa. O que se tem é que lutar ferozmente contra a desigualdade salarial, até o fim, isso é uma das pautas do feminismo. Outras cretinices nem vale a pena comentar.

Na boa, homem, vc deve ser igualzinho ao cara demitido recentemente porque enviou para uma mulher um tuite chulo, carregado de misoginia e ressentimento por ela ter exposto uma opinião. Vc deve estar louquinho da silva para fazer comentário igual em rede social. Só não o fez ainda por medo de perder o emprego.

Sabe aquele pessoal que se incomoda com pobre e negros em aeroportos e nas universidades? Pois é, vc é igual, é o mesmo pensamento: homens incomodados com mulheres no mercado de trabalho, ganhando dinheiro, sendo independentes, assumindo cargos de chefia, se destacando.

Tenho uma noticia ruim para você: não tem volta, viu? Não estamos mais na década de 1990 e início dos anos 2000, quando esse tipo de discurso teu era vomitado na mídia. Lembro bem que foi nessa época (quando também apareceram certos livros de auto-ajuda reforçando sexismo, disfarçado de louvação de "diferenças") que certas revistas adoravam publicar reportagens e pseudo-pesquisas sobre "mulheres retornando ao lar", "mulheres largando tudo para serem mães", era praticamente uma campanha aberta para as mulheres abrirem mão de seus empregos e voltarem a serem submissas. Teorias da conspiração?? Infelizmente não, quem tem idade e discernimento suficientes para ter percebido essas coisas na época sabe o que estou dizendo. Isso foi antes da popularização da internet, quando só havia a TV e mídia alinhada com a ideologia mainstream, patriarcal, machista. A maioria das pessoas não tinham fontes alternativas de informação. Hoje, com o conhecimento à disposição de todos na internet, as redes sociais espalhando as idéias, isso não cola mais, ninguém engole essa baboseira! Então, homem, aguente, não tem volta. Ou senta e chora.


Anônimo disse...

Eu só queria que algum candidato investisse em tecnologia no Brasil... É ilusório pensar que algum dia vamos ter algo como a nossa "própria" nasa -no nível dela- por aqui.

Kasturba disse...

Estou torcendo para que você saia dessa. Infelizmente, homem machista não tem solução. E se o relacionamento realmente é abusivo, a tendência é só piorar...
Te desejo muita força para vencer e superar esse relacionamento

Anônimo disse...

Lola a Manoela D'avila vai ser uma grande decepção em número de votos. Ela não tem nem 1% do eleitorado. Vai ter menos votos que o candidato Rui Pimenta, do PCO.

Anônimo disse...

Se D'Avila fosse uma candidata da direita a confusão seria grande.

"Ela é uma criança e deveria estar na escola e ...".
"A mãe desrespeita o direito da criança de acordo com o art 249 do ECA e....".
"É uma afronta a emenda constitucional 59 de 2009 e ...".
....
....
Parece piada.


titia disse...

Se ela se candidatar, o meu voto já tem.

Sabe o que parece piada mesmo, 06:06?

"Maioridade penal agora porque esses marginais mirins... opa, não, não, gente, esse rapaz tão distinto, tão branco, tão rico/classe média, tão hétero, tão cristão com certeza não merece ir pra cadeia. Qual é, gente, ele só estuprou uma minivadia de 13 que com certeza estava pedindo! Só espancou uma travesti! Só matou um mendigo negro e pobre! Cadê o ECA pra defender nossos jovens?"

"Estupro de vulnerável? Esse distinto senhor tão branco, hétero, cristão e classe média/rico, estuprador? De jeito nenhum que foi estupro! As meninas de 13 anos não são mais tão inocentes, com certeza foi ela que provocou, imagine se um homem com 20 anos de casado e filhos vai estuprar! A novinha safada quem quis!"

"Aborto? Não, não pode! E daí se a menina só tem 9 anos e foi estuprada pelo pai? Aborto é crime, é uma pobre vidinha inocente, excomunga! Queima na fogueira! O pai? Ah, ele não matou ninguém, certeza que a vadia mirim queria senão teria denunciado antes!"

"Como é? O viadinho tá reclamando de ter sido levado ao bordel? Aquele outro tá chorando que a professora estuprou? Quisera eu que meu pai tivesse me levado no puteiro aos 13 anos, quisera eu ter uma professora gostosa que me desse bola! Ah, menino sortudo, quando eu tinha 12 anos a empregada nem olhava pra mim, tá reclamando do que viadinho? Estupro? Ah, vai apanhar pra ver se vira macho!"

Agora ISSO sim parece piada. Daquelas super engraçadas que a direita adora, né? Olha, tem uma guerra lá na Síria, por que você não vai lá morrer?

Rafael Cherem disse...

Louise,

O Candidato mais preparado é o Ciro, não é um esquerda "puro sangue", mas de longe é o que tem a melhor visão do país, vai deixar de votar nele por uma declaração sobre a mídia? Manoela é uma candidata bem mais à direita, no sentido que os votos (ainda que poucos) que irão para ela sairá do PT, e pelas declarações que ela faz e fez, e de seu partido como um todo, parece que seu desejo é ser uma versão feminina e tropical do Macron.

De outro ponto, escapando das ideologias, a garota não tem preparo para ser Presidente, assim como o caricato Boulos, além de serem candidaturas que servem bem aos propósitos da burguesia.

Em um cenário sem Lula, o mais viável e bem preparado é Ciro, disparado.





Anônimo disse...

Esta e a nossa direita que defende a familia

CRISTIANO DE ALMEIDA LIMA disse...

Minha futura Presidenta! #Manu2018

Anônimo disse...

Ciro Gomes e tão bom politico quanto Fortaleza e uma capital segura de se viver.

Anônimo disse...

17:28 - pergunta pro bolçomerda, seu paspalho

Administrar uma nação continental deve ser muito diferente de (administrar) um curral militar

Anônimo disse...

Ciro Gomes? o homem que vai mandar imprimir mais dinheiro para salvar o país? Vc so pode ta de brincadeira

Anônimo disse...

O pt parou no tempo e não quis preparar um novo nome. Se fosse o Haddad, eu votaria feliz, acho ele uma das poucas figuras evoluídas e esclarecidas do pt, mas o pt não quis investir nele e preferiu propagar a figura repetida e ultrapassada do Lula, que já havia sido presidente 2x!
Sobre o psol, pstu, pcdob e cia, só votaria p/ vereador e deputado. Ou então, só se fosse contra o bolsonaro ou alguém igual.
Quanto ao Ciro, talvez vote nele!
Não sei se o pv terá candidato, mas acho ninguém mais leva o pv a sério, nem eles se levam a sério.

Anônimo disse...

Calma, mascu. Ainda é cedo. Vamos aguardar a campanha.

Anônimo disse...

Que garota???

Anônimo disse...

Nem pensar que eu voto naquele machista nojento do Ciro. Voto na Manuela, mas não acho ela a versão feminina do Macronutrientes. Ela até falava em chegar ao comunismo sem revolução. Só se mudou de discurso a pouco tempo. Vou verificar isso.

Sophia disse...

Ciro é o pior, o cara é machista, autoritário e só faz discursovoltado à esquerda porque vê nesse discurso mais chance de ser eleito.

Tanto ele quanto o irmão Cid são dois coronéis, o pior que a política pode oferecer.

Anônimo disse...

Ele não tá brincando não, anon 15:52. O que falta é conhecimento de economia.

Anônimo disse...

Concordo.

Anônimo disse...

É só chegar!

Anônimo disse...

Qual o problema em ter dinheiro?

Anônimo disse...

A verdade dói? É uma boa política com importância na pauta feminista. Mas eleitoralmente será insignificante.

Rafael Cherem disse...

Verdade . Não houve renovação no partido e as melhores lideranças foram neutralizadas pelo blog.

Rafael Cherem disse...

Então vota em uma pessoa que nunca tocou uma barraquinha de pipoca.

Rafael Cherem disse...

Exato.A esquerda deixou esse tema de lado.

Anônimo disse...

Anonimo do 21 de marco 16h47

Os homens proibiram as mulheres de trabalhar por anos e anos. Porque? Pra poder ter dominio sobre elas. Também acho que é umapena que o trabalho domestico não seja valorizado, mas é injusto vc achar qu as mulheres devam ser responsaveis por ele. Se o trabalho domestico é tão importante, porque não deixar o casal escolher? Porque deve ser a mulher sistematicamente?
Nos paises nordicos a licença 'maternindade' tem que ser dividida. Se os pais não dividem, a licença é perdida. Assim os filhos são responsabilidade dos dois pais, é não apenas da mãe.
Se vc està tão preocupado com o futuro do mundo, porque não implicar mais os pais e fazer com que seja menos oneroso para as mulheres? TAlvez assim elas teriam mais filhos.

YAra

Rafael Cherem disse...

Anonimo das 18:45 ela e Boulos são a esquerda anodina que a Globo gosta.

Anônimo disse...

Duvido que a Globo goste boulos.

Anônimo disse...

Mais uma vez, calminha, mascu. Ninguem sabe o que pode acontecer esse ano. Ela não é favorita, mas o povo está cansado das mesmas figuras de sempre.

Náy disse...

Essa Manuela é o máximo!

Kasturba disse...

Engraçado como as vezes certas coisas me incomodam mesmo sem eu entender exatamente o motivo, e depois de um tempo vem o estalo.
Sempre me incomodou essa história de "na minha casa quem manda é a mulher" (geralmente dita em tom jocoso), mesmo eu nunca conseguindo compreender exatamente o motivo...
Com essa resposta da Manuela, ficou claro o porquê do meu incômodo...
"Mulher mandar na casa" é uma forma de jogar a responsabilidade da manutenção da casa e tudo que tenha a ver com ela nas costas da mulher, e dessa forma o homem se eximir da sua parte da divisão das tarefas do lar.
Exatamente como ela disse: Não quero mandar em casa, quero um parceiro que divida as responsabilidades comigo (como se fosse um adulto de verdade)...

Rafael Cherem disse...

Duvido que a Globo goste boulos.


Veja quem o apoia, essas candidaturas são para dar legitimidade às eleições burguesas.

Anônimo disse...

Que bela postagem. Muito legal o relato da Manuela. Retrata bem a vida de todas nós, mulheres, na política ou no mercado de trabalho, nas instituições educacionais e outras. Parabéns pelo compartilhamento, Lola!