quinta-feira, 14 de abril de 2016

GUEST POST: O PLANO DAS OPERADORAS PARA ENCARECER E LIMITAR NOSSA INTERNET

Desde que a internet entrou na minha vida, em 1997, eu ouvia que, em breve, ela seria rápida, barata, e acessível a todos. Esse dia nunca chegou.
O Brasil já tem uma das piores conexões de internet do mundo, e as operadoras estão com um plano de encarecer e limitar ainda mais o que é parte fundamental da nossa vida. Quase vinte anos depois do meu primeiro fascínio com a internet, corremos o risco de voltar atrás.
Nesses últimos três dias, a internet aqui de casa tem estado uma desgraça. Ela cai a cada dois minutos, volta, cai de novo. Eu pago (caro) a GVT, que costumava oferecer a melhor conexão de Fortaleza. Desde o anúncio que ela foi comprada pela Vivo, os problemas começaram. Perguntei pro pessoal do Twitter se alguém podia me apontar uma boa alternativa, já que ficar com uma conexão tão ruim não é uma opção. Responderam que tá essa terra arrasada em todo o país.
Um leitor antigo que gosto muito, e que preferiu se manter anônimo, me enviou um email com suas preocupações. Entre elas, a de que quem mais está se mexendo contra esse golpe das operadoras é o 55chan, um fórum anônimo ocupado por misóginos (como quase todos os chans). Além disso, como eles são todos anônimos, acabam tendo menos força.
Outra preocupação do meu leitor, muito legítima, é que as pessoas de esquerda parecem não estar se incomodando com este retrocesso das operadoras. Isso é incoerente: afinal, os pacotes de dados afetariam diretamente os mais pobres. Além do mais, quando a esquerda não se atrela a uma causa, deixa as portas abertas para que essa causa seja sequestrada pela direita oportunista.
Mas tudo isso ele falou por email, não no texto abaixo, que é informativo e direto ao ponto:

Recentemente algumas das principais operadoras de internet no Brasil anunciaram um retrocesso gigantesco: uma mudança em seus planos de internet, feita sob medida para prejudicar quem utiliza esses serviços, sem que a maioria perceba o problema da situação. Com a situação política do país ocupando os noticiários e a atenção das pessoas, essa mudança até agora estava passando quase despercebida.
Até recentemente os planos de internet eram baseados apenas em velocidade. Agora operadoras como NET, Oi e Vivo estão implantando uma franquia, um limite de quantos dados por mês a conexão pode acessar, semelhante às conexões de internet móvel. Após ultrapassar esse limite, a velocidade será drasticamente reduzida, ou pior ainda, a conexão será cortada até o mês seguinte, ainda que o Marco Civil estabeleça como direito do usuário “não suspensão da conexão à internet, salvo por débito diretamente decorrente de sua utilização;” (ou seja, só pode ser cortada por falta de pagamento).
Os planos anunciados até agora são insuficientes para grande parte das pessoas, talvez a maioria. São planos de 100 GB, 50 GB, e alguns até mesmo de 10 GB. POR MÊS! As implicações desses limites são muitas, e talvez não tenha ficado claro em um primeiro momento o quanto isso pode afetar cada pessoa que use a internet. Quem usa a conexão para trabalho, estudos, lazer, redes sociais, ouvir música, pesquisar etc tende a gastar mais do que essas franquias em poucos dias. Vale lembrar que não é só o computador que usa banda da conexão, mas celulares, tablets, videogames e smart TVs também.
O site TecMundo publicou uma reportagem bastante completa sobre o assunto, para quem quiser saber mais detalhes.
Quem sairá no prejuízo? Como disse antes, uma parcela muito grande das pessoas que usam a internet, talvez a maioria. Desde estudantes que precisam da conexão para pesquisar ou assistir video-aulas, até profissionais que utilizam a internet para trabalhar, passando por gamers, youtubers e famílias que utilizam a internet para o lazer. Microempresas que não tenham como contratar planos empresariais e utilizem muito a internet também podem ser afetadas.
Quem sairá no lucro? As operadoras.
Uma das motivações para fazerem isso é que a estrutura da internet no Brasil é precária, e já não dá mais conta de todo o volume de tráfego utilizado. Continuando no mesmo ritmo, as operadoras seriam obrigadas a ampliar a estrutura, o que significa investir. Limitar o uso é uma forma de aliviar a estrutura atual para adiar a necessidade de investimento.
Há ainda uma outra motivação. As mesmas empresas que estão implantando as franquias também vendem o serviço de TV por assinatura. Recentemente a Netflix se estabeleceu como uma forte concorrente das TVs por assinatura, pois fornece um serviço muito melhor e mais barato. Essa limitação parece feita sob medida para encarecer e dificultar o acesso à Netflix e a serviços similares, como o Crunchyroll e mesmo o YouTube.
O que pode ser feito com relação a isso?
Em um primeiro momento, não aceitar de maneira alguma mudanças, “atualizações”, “migrações” e “combos” nos planos de telefonia e internet. As operadoras tentam convencer a aceitar planos novos, feitos para parecerem vantajosos, mas que trazem junto a limitação. Se você já tem um plano sem limitação que está sendo suficiente para seu uso, tente mantê-lo. Caso precise mudar, procure se informar se não há provedores menores na sua região, que ainda não utilizem o sistema de franquia.
Caso a operadora altere o plano de forma unilateral, pode-se fazer uma reclamação no Procon. Elas já são campeãs de reclamações no Procon, o que pode fazer a gente pensar que não adianta, mas ainda é melhor do que não fazer nada e aceitar em silêncio.
Existe um abaixo-assinado no Avaaz, a ser entregue para Vivo, GVT ,OI, NET, Claro, Anatel, e Ministério Publico Federal, “Contra o Limite na Franquia de Dados na Banda Larga Fixa”. Acho que devemos assiná-lo.
uma página no Facebook do Movimento Internet Sem Limites. É um movimento apartidário, formado por usuários anônimos da internet, com o objetivo de esclarecer e chamar a atenção para esse problema, além de incentivar ações para pressionar as autoridades e as operadoras. Em apenas 4 dias, a página já tem mais de 200 mil likes. O movimento também tem um perfil no Twitter, @netsemlimites.
A Anatel, que regula o setor, não apenas está permitindo a mudança como seu superintendente de competição ainda declarou que ela pode ser “benéfica” (haja aspas). 
Por outro lado, o Ministério Público Federal instaurou um processo para investigar os limites de consumo de internet na banda larga fixa alegando que serviços como YouTube, Netflix e Spotify, que consomem mais dados, “estão amplamente disseminados na cultura atual da internet e torná-los onerosos é retirar um enorme contingente de usuários do livre acesso à rede” e “reflete planos comerciais abusivos, com o propósito disfarçado de encarecer os custos de utilização da internet pelo usuário médio”.
Nós que usamos a rede para nos comunicarmos, para trabalhar, para estudar, para jogar, para buscar informação, para lazer, para divulgar causas, movimentos, ideias, assim como quem produz conteúdo, quem tem blogs, sites, ou canais no YouTube, quem faz streaming e transmissões online -- todos temos muito a perder se essas limitações se concretizarem. As operadoras são muito boas em marketing e sabem esconder os problemas relacionados a essas mudanças, ou até mesmo em fazer parecer que essas alterações são positivas.
É importante divulgarmos essas informações e conscientizar o máximo de pessoas sobre o que está acontecendo. Só assim teremos força suficiente para nos organizarmos, no sentido de pressionar as operadoras e autoridades para reverter essas mudanças e impedir que a internet no Brasil fique ainda pior do que já é. Com exceção de pouquíssimas pessoas que pretendem lucrar muito, nós estamos no mesmo barco.

176 comentários:

Anônimo disse...

Taxas caras por serviços ruins e limitados, impostos altos e sem retorno de qualidade, corporativismo e carteis que bancam campanhas politicas,órgãos de regulamentação fatiados pelo governo com partidos corruptos para garantir o poder ...bem vindos a Republica Bananeira.

Anônimo disse...

11h52 resumindo, temos o pior dos dois mundos.

Anônimo disse...

Se estiver achando ruim não usa, simples

Anônimo disse...

Além desse abaixo assinado da Avaaz tem esse aqui:
https://www.change.org/p/congresso-nacional-diga-n%C3%A3o-%C3%A0-censura-da-internet-n%C3%B3s-defendemos-a-liberdade-na-rede

B. disse...

Ué, removeram um comentário meu...ihhhh

Mila disse...

Incrível que tem muita gente que ainda não sabe. Eu só descobri pq a GVT mudou para VIVO e ficou ó... uma boxta. Conexão caindo, internet instável. Jogar online também tá impossível. E isso pq meu contrato ainda tá valendo, ou seja, por enquanto, minha internet é ilimitada.

Fico assustada com os rumos que o Brasil anda tomando nesta questão e com a indiferença da Anatel que simplesmente lavou as mãos. É um total retrocesso o que estão propondo. O mundo inteiro caminha para compartilhamento, cloud, interações online, empreendedorismo digital. Já no Brasil, para não gastarem uma moeda com investimento, eles preferem que voltemos ao tempo da internet discada (a diferença é que o mundo acompanhou a internet discada, hoje não dá pra voltar mais).

Sem falar na falta de opções que o monopólio das comunicações nos deixou. Sair da VIVO e ir para qual? Pelo que eu saiba apenas a Algar e a LiveTIM ainda não aderiram a esse plano nefasto. Se a desculpa é pela fatia de usuários que têm internet e não usam com tanta frequência, pq não oferecer a opção entre os dois planos?

Anônimo disse...

Haha, dei sorte. Pouco depois de eu trocar de operadora que houve essa mudança.

Anônimo disse...

Não sejam ingenuas, o estado descobriu que as redes sociais,you Tube está a nova modalidade mobilização social, as mega manifestações de 2013 foram o inicio deste fenômeno em larga escala. Então obvio que os governos de países com cultura populista como os latinos (Seja que partido for) vai querer por baixo dos panos limitar a internet em seus "currais"

Anônimo disse...

Tudo isso é um complô contra a netflix, só digo uma coisa, se Eu não puder mais assistir oitnb, quem quiser se comunicar comigo vai ser a base de sinais de fumaça pq vou estraçalhar todos os meus chips.

Cão do Mato disse...

O Danilo Gentili se ferrou... E ainda foi pouco... http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/04/14/gentili-e-band-sao-condenados-a-pagar-r-200-mil-a-doadora-de-leite.htm

Anônimo disse...

Típica medida de Esquerda que a ANATEL e demais operadoras estão tomando. Fica uma maravilha estatizar tudo, estão vendo?

B. disse...

"Haha, dei sorte. Pouco depois de eu trocar de operadora que houve essa mudança."

Qual sua operadora?

Anônimo disse...

MUDEM PRA TIM LIVE, CASO NÃO TENHA ESSA INTERNET NA SUA REGIÃO, MUDEM PRA NET, POIS SÃO RARAS AS PESSOAS QUE TIVERAM A VELOCIDADE REDUZIDA DEPOIS DE USADA A FRANQUIA (ACHO QUE MAIOR FRANQUIA: 130 GB).

BRASILEIRO RECLAMA... RECLAMA... MAS NÃO BOICOTA!!!

CULPA DESSES RETARDADOS QUE FICAM BAIXANDO O DIA INTEIRO COISAS QUE FICAM ESQUECIDOS NO COMPUTADOR, AS OPERADORAS VIRAM UMA MANEIRA DE LUCRAR MAIS.

TAMBÉM TEM CULPA LANS HOUSES, QUE CONTRATAM O SERVIÇO E DEIXAM A BANGA PARA OS INTERNAUTAS USAREM A VONTADE (IMAGINA SE SÃO PELO MENOS 10 PCS E TODOS ESTIVEREM JOGANDO?).

*USEI LETRAS GRANDES PRA PRESTAREM ATENÇÃO!

Anônimo disse...

@13:22
Cara, isso ia acontecer com ou sem esses retardados.
O problema não é o volume de dados, isso não altera em nada, mas a demanda por novas conexões.
Eles simplesmente não dão conta de mais gente acessando. Encarecer é a forma de limar parte da demanda e dar um refresco pra eles.
É elitizar a coisa pq eles não dão conta do recado.

Anônimo disse...

como o sempre, o cunha tá metido nisso até o pescoço

Leila Silva disse...

Dias atrás fiquei 8 dias inteiros sem internet por problemas técnicos. 1 dia depois que o serviço voltou a funcionar caiu de novo e ficou fora do ar por mais 2 dias. Sem contar que a velocidade está sempre abaixo do contratado.
Enfim.
Serviço péssimo que eles querem tornar ainda mais oneroso para o consumidor.

Anônimo disse...

@13:36

Nada a ver, informação de qualidade está nos textos e não em vídeos. Ou você acha que canais do Youtube mais populares tem alguma utilidade pras pessoas? Ou as séries da Netflix?

Pra ter uma internet de qualidade, é só poupar em outras coisas.

Anônimo disse...

Liberdade de contratação é uma falácia no brasil. Não temos opções.

O estado mete o bedelho eu tudo, em todas as nossas escolhas.
E tudo em que o estado se mete o serviço prestado é um lixo.

Queremos um capitalismo realmente livre, regulado pela oferta e procura, com opções verdadeiras. Só assim o consumidor será forte. O procon e agencias reguladoras não servem para nada, são lixos, cabides de emprego como sempre.

Consumidores tem que se mobilizar através de boicote. Precisamos ter direito de escolha real.

Nesse ponto a esquerda é omissa sim. O marco civil é um atentado contra as liberdades individuais dos cidadãos brasileiros.

A liberdade e o livre mercado não é uma pauta da esquerda.
A esquerda quer tudo na mão do estado.

Alícia

Anônimo disse...

14:01

quanta falácia direitista

Anônimo disse...

Liberdade de contratação é uma falácia no brasil. Não temos opções.

As empresas metem o bedelho eu tudo, em todas as nossas escolhas.
E tudo em que as empresas se metem o serviço prestado é um lixo.

Vide o q as teles estão fazendo

Anônimo disse...

Eduardo Cunha e empresa podendo fazer o q quiser dá nisso mesmo

Rafael Cherem disse...

Típica medida de Esquerda que a ANATEL e demais operadoras estão tomando. Fica uma maravilha estatizar tudo, estão vendo?

Justamente o contrário.Livre mercado típico.



Anônimo disse...

Lola, põe no post esse abaixo-assinado tb: http://www.proteste.org.br/nossas-lutas/diga-nao-ao-bloqueio-da-sua-internet-fixa
Acho a Proteste mais efetiva que Avaaz.

Anônimo disse...

14:08

Sabia que iriam dizer isso.
Mas por favor, pare para pensar.

Porque o estado tem que interferir nisso?
Em tese, para evitar abusos dos mais fortes (empresa) em relaçao ao mais fraco (consumidor).

Na prática, porém, ocorre que o Estado concede mil e um privilégios fiscais para essas empresas. Essas empresas são poderosas, tem acesso fácil ao congresso porque investem nas campanhas eleitorais. Podem fazer lobby a vontade para aprovar leis que as favoreçam.

Enquanto isso, agencias reguladoras são praticamente inoperantes e nunca resolvem nossos problemas realmente.

De que lado o estado está? não é do nosso.

Alícia

Anônimo disse...

@13:48
Até onde eu sei, tanto faz uma pessoa baixar 1bit ou 1gb baixando coisa na net, isso não pesa em nada pras operadora.
O problema é um monte de gente acessando ao mesmo tempo.
Isso requer infra que as Teles não querem e não tem mais grana pra gastar.

Anônimo disse...

A frase "Queremos um capitalismo realmente livre" não combina em nada com uma recém convertida ao vegetarianismo e contra o aborto.
Enfim suas verdadeiras cores, hein, Alícia.

Anônimo disse...

14:18

Vc definiu o livre mercado, liberdade de empresa fazer o que quiser sem estado pra interferir

faça bom proveito do seu adorado anarcocapitalismo

Anônimo disse...

Ué,

porque não?

Ser vegetariano significa que eu não como animais, ou nada de origem animal.
Nada além disso.
Não diz nada acerca do meu posicionamento político.
Quero um mundo onde eu possa realmente escolher o que consumir. Não um mundo em que matadores de bicho usem o dinheiro dos meus impostos para enriquecer ainda mais, entende? porque os nossos impostos estão indo lá para os pecuaristas todos, que também tem livre circulação no congresso nacional.

Quanto ao aborto, acho que você não entendeu a parte que disse que eu sou contra a criminalização do ato, não é essa a luta? apenas questionei a priorização dessa pauta em relação a outras, mais relevantes NA MINHA OPINIÃO.

Alícia.

B. disse...

Concordo (quase) 100% com a Alicia.

Anônimo disse...

E viva a liberdade total das empresas privadas poderem fazer o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho

Anônimo disse...

Deixa o livre mercado agir kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

PS: não sou anarcocapitalista. Não mesmo. Não defendo o fim do Estado.
Acho ele necessário em muitos aspectos.

O que defendo é que o Estado esteja onde realmente precisa estar.
E não regulando a nossa internet.

Alícia.

Anônimo disse...

Agradeçam por ainda ter internet. Se o Brasil fosse uma República Socialista como Cuba, nem energia elétrica haveria direito. Viva a "Ditadura"!. Logo logo a Dona Dilma abandona o barco e vamos rumo à tecnologia e esquecer as qualidades da mandioca.

Anônimo disse...

A internet é dominada por "mascus" , porque usá-la?

Anônimo disse...

Comuniquem-se através de outros meios que possam ser desenvolvidos por feministas.

Anônimo disse...

14:34

mas quem faz isso são empresas privadas, deixa de ser burra

o meu município oferece internet gratuita ("regulada") e é muito melhor

pensa antes de falar merda

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (2)

Anônimo disse...

Vou me abster de responder à pérola do 14:40 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Alícia

Anônimo disse...

mascus só dominam os mictórios e chãns cheios de radiação cancerígena da internet, isto é, o lar dos ratos, e os mesmos confessaram ser ratos no post anterior, kkkkk

Anônimo disse...

Vou me abster de responder à pérola do 14:42 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

14:42

ficou sem argumento fofa?
restou rir igual uma retardada, comportamento típico de um mascu

Anônimo disse...

Gente, pelo amor da entidade sobrenatural de vossa preferência:

quando o município disponibiliza internet gratuita para seus cidadãos, o município na realidade contrata a internet de uma das operadoras disponíveis...
É o mesmo que você ir no shopping e ter internet lá. O estado não está agindo como estado (fazendo uso de suas prerrogativas como ente público), e sim como um contratante normal, com paridade de armas.
Pensei que todos sabiam disso, me desculpem.

Não é isso que estamos falando, gente, por favor, entendam.

Se eu sei qual seria a "fórmula certa" para que os serviços fossem prestados com mais qualidade no brasil? não.

O que sei é que o estado regulando não está funcionando. As agências reguladoras (e não falo só das de telefonia) são ineficientes, todos concordam, creio eu.
O congresso nacional aprovar leis que dão margem para esses tipos de abuso é um sinal de que eles não estão representando nossos interesses.

Talvez (eu disse talvez) a solução deveria passar por tirar esse poder de interferência do estado nisso.
Reclamar no procon não adianta.
Mobilização e boicote sim.

Na nossa realidade o que impera são os carteis, tudo com aval estatal. Não temos o real poder de escolha, a concorrência que nos é ofertada é uma falácia.

Alícia.

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (3)

Anônimo disse...

Já citei aqui antes que feministas possuem traços psicóticos. Não tem empatia, são ardis, mentirosas, choram quando confrontadas, são agressivas, são sexistas. Onde eu estiver levantarei minha bandeira contra este movimento nefasto!

Anônimo disse...

14:53

empresas serem livres pra fazerem o q quiser dá nisso, quem comanda o estado são as empresas

Anônimo disse...

Já citei aqui antes que mascus possuem traços psicóticos. Não tem empatia, são ardis, mentirosos, choram quando confrontados, são agressivos, são sexistas. Onde eu estiver levantarei minha bandeira contra este movimento nefasto!

Anônimo disse...

14:53

Não sua burrinha, aqui na minha cidade a internet livre (~regulada pelo estado~) não tem nada a ver com contrato com operadoras disponíveis, é apenas do município mesmo, e melhor q as ditas comerciais de empresas privadas

chora mais

Anônimo disse...

@14:53
aLOKA

Anônimo disse...

Nossa, segundo dia aqui e já fui xingada de mascu.
Qualquer um que discorde de você é mascu então?
Em que momento eu externei ódio as mulheres? isso é desonastidade. Ridicularize meus argumentos sem ofensas pessoais.
Não sou mascu.
Nada do que eu disse pode ter feito você concluir isso.
Apenas temos pontos de vista diferentes.
Viva a liberdade de expressão.
Alícia.

Anônimo disse...

Gente, aqui se produz MANDIOCA. Enquanto não sermos capazes de produzir tecnologia de ponta, seremos escravos de quem a possuí, simples assim. Não conseguimos colocar um mísero balão em órbita do planeta, o que vocês queriam?

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (4)

Anônimo disse...

15:00

pergunta pros lixos dos milicos q afundaram esse país de vez

Anônimo disse...

"Não sua burrinha, aqui na minha cidade a internet livre (~regulada pelo estado~) não tem nada a ver com contrato com operadoras disponíveis, é apenas do município mesmo, e melhor q as ditas comerciais de empresas privadas"

aqui no interior de sp é assim tb

Anônimo disse...

14:54

Errado. É o estado quem sustenta cartéis e monopólios ineficientes e desvantajosos para os consumidores.

Primeiro que o estado dilacera a livre iniciativa. Isso só existe no papel. Na prática, abrir um negócio e se tornar um concorrente é praticamente um calvário.
Isso estimula o monopólio: menos concorrência, menos competitividade, menos opções.

Aí o estado cria agencias reguladoras que criam inúmeras exigencias que, não atendidas, tornam seu negócio ilegal. Isso cria nichos e protege aqueles que conseguem atender a esses interesses. O estado é parceiro destas empresas e trabalha para atender aos seus interesses não aos nossos.

É triste, mas é isso.

---

Sobre a internet no município: legal, parabéns. Não vejo como isso se dá realmente. Mas parabéns. Onde você mora? queria pesquisar.






Anônimo disse...

Eu ainda imagino que, como o município não é uma das empresas que recebem concessão para explorar o serviço de internet, eles devem sim contratar esse serviço, com a receita dos impostos municipais, e reverter em benefício da população.


Mas beleza. Posso estar enganada e se estiver me desculpem.

Alícia.

Anônimo disse...

15:07

Errado, é as empresas quem comandam o poder público e político

"abrir um negócio e se tornar um concorrente é praticamente um calvário."
Vitimismo???? Nos eua é bem pior, Brasil é bem mais fácil

"Aí o estado cria agencias reguladoras"
Mais vitimismo???? Pq o q eu saiba, no mundo inteiro existe agência reguladora, a diferença delas pro Brasil, é q empresa aqui controla essas agências, em outros países, o estado é forte e não pega leve com elas

"é parceiro destas empresas e trabalha para atender aos seus interesses não aos nossos."
Bem vinda ao capitalismo

Anônimo disse...

A internet livre aqui da minha cidade é toda providenciada pelo município, não tem laços com nenhuma operadora, é 100% regulada pela prefeitura e melhor q as comerciais privadas

Mas não precisam se mostrar "interessados", pq eu sei q pra vcs nada q venha do estado presta, ÓTIMO, pq eu fico com uma excelente internet ainda mais rápida pra mim

Anônimo disse...

15:17

/\ milico revoltado e mentiroso acima, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Lola, não sabia q Ctrl C - Ctrl C V era válido aqui

Anônimo disse...

Nos EUA é mais difícil?

Não é o que dizem essas pesquisas, que classificam o brasil como o 123º local mais difícil de se abrir um negócio:

http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2014/09/04/nova-zelandia-e-o-pais-mais-facil-para-abrir-empresa-brasil-e-o-123.htm

http://zip.net/bppsvf

Acho que sua premissa está equivocada. :)

Nunca propus o fim das agencias reguladoras. E sim que o fim dessa regulação seja de origem estatal, pois é ineficiente como nossa própria experiencia pode atestar.

"bem vinda ao capitalismo"

Sim. Porque ninguém enriquece (ou seja: é favorecido) em estados socialistas. A diferença é que lá você não tem escolha, e no capitalismo (livre) você escolhe pra quem vai dar o seu dinheiro.

Alícia




Anônimo disse...

Foi responsável também pela construção das maiores usinas do mundo: Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipú;Implementação dos Pólos Petroquímicos em São Paulo (Cubatão) e na Bahia (Camaçari).Construção dos maiores estádios, ginásios, conjuntos aquáticos e complexos desportivos em diversas cidades e universidades do país,Implementação do Metrô em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e FortalezaCriação da INFRAERO, proporcionando a criação e modernização dos aeroportos brasileiros.



O Regime militar, teve seus pontos negativos, porem também teve muitos pontos positivos, a historia ira conta sempre sobre as torturas e perseguições (Que realmente houve)porem não ira falar dos pontos positivos que os militares alcançaram, a famosa frase sempre se repete em nossas vidas: A HISTORIA E CONTADA PELOS VENCEDORES.

Anônimo disse...

"A internet livre aqui da minha cidade é toda providenciada pelo município, não tem laços com nenhuma operadora, é 100% regulada pela prefeitura e melhor q as comerciais privadas

Mas não precisam se mostrar "interessados", pq eu sei q pra vcs nada q venha do estado presta, ÓTIMO, pq eu fico com uma excelente internet ainda mais rápida pra mim"

NA verdade estou interessada sim.
Não preciso demonstrar interesse em algo que não tenho.
Só queria ver como funciona mesmo.
Se alguém que vive essa realidade puder me dizer onde mora pra eu fazer as pesquisas agradeço. ;)

Anônimo disse...

15:19

economia uol fofa, q fonte

tenta abrir uma empresa nos eua, e depois aqui no brasil pra vc, brasil é fichinha

"no capitalismo (livre) você escolhe pra quem vai dar o seu dinheiro."
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

15:21
Não, não precisam se mostrar "interessados", pq eu sei q pra vcs nada q venha do estado presta, ÓTIMO, pq eu fico com uma excelente internet ainda mais rápida pra mim

Anônimo disse...

Obras de infraestrutura da ditadura militar do Brasil estão entre as maiores do século 20
O período da ditadura no Brasil foi marcado por construções faraônicas, obras que ainda hoje têm importância estratégica

TEXTO Robson Rodrigues | 28/04/2014 17h46

Os militares fizeram a Revolução Industrial no Brasil. O período de 1967 a 1979 foi marcado por construções faraônicas, obras que ainda hoje têm importância estratégica, validadas pela propaganda ufanista do “Brasil Grande”, e do “Ame-o ou deixe-o”. É inegável o avanço da infraestrutura que criaram a partir do nada, mas quando o general João Baptista Figueiredo saiu pelos fundos do Palácio do Planalto em 1985, encerrando o ciclo de governos militares no país, o cenário era irreconhecível: na esteira do desenvolvimentismo veio a estagnação econômica, a dívida externa e pesados impactos ambientais.

Anônimo disse...

mascus só sabem dar Ctrl C - Ctrl C V

nem para elaborarem um argumento q presta

Anônimo disse...

Ué, quem ria assim sem responder não era mascu? tendi mais nada.

Com a concorrência livre e tendo opções, por exemplo, poderia escolher uma empresa que se amolda aos meus padrões éticos de trato aos animais por exemplo. O que no socialismo não existiria, pois em tese o estado monopoliza os meios de produção. Não entendi o riso.

A notícia é da página da uol. tem um segundo link que demonstra a fonte: Doing Business. Aprenda a ler.
E wiki é uma fonte melhor que você, que não cita nenhuma e ainda vem com o argumento ridiculamente infantil de "fico com a internet só pra mim"


Alícia.

Anônimo disse...

"quem ria assim sem responder não era mascu?"
não sei, quem falou isso pra vc? eu q não

"O que no socialismo não existiria, pois em tese o estado monopoliza os meios de produção."
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ai fofa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

"Doing Business"
o q essa merda tem a ver com assunto? eu disse q abrir uma empresa no brazil é mais fácil q nos eua, doing business quer dizer o quê? essa própria fonte mostra q o canadá é um exemplo de estado forte e é beneficiado por isso, mas aqui no brasil q é país de quinta, empresa manda e desmanda

"fico com a internet só pra mim"
Não sou eu a comentarista da internet livre, mas de qualquer maneira, o q isso te interessa? nada q venha do estado presta, esqueceu fofa

Anônimo disse...

"mascus só sabem dar Ctrl C - Ctrl C V

nem para elaborarem um argumento q presta"

São uns retardados, vc esperava o quê?

Anônimo disse...

Gente, o estado se meter em tudo só serve pra uma coisa: corrupção. Roubo.

Me digam, por exemplo, pra que o estado tem que regular quem vai construir estrada e quem não vai? abrir licitação? pra roubar, é claro. As licitações são todas fraudadas, sem exceção. Desvio de dinheiro público é uma regra.
É um câncer.

O melhor é que o nosso dinheiro nem passe na mão desses vermes sempre que possível

E que o estado se atenha apenas as atividades em que é essencial.

Alícia.

Anônimo disse...

* Não são

Anônimo disse...

15:34

ficou sem argumento, agora precisa apelar pra mais falácias direitistas

Anônimo disse...

"mascus só sabem dar Ctrl C - Ctrl C V

nem para elaborarem um argumento q presta"

Pq são idiotas, não tem como esperar nada melhor vindo destes

Anônimo disse...

Como é que eu vou argumentar com uma pessoa que me responde com "Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ai fofa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk"? Por acaso estou em alguma realidade paralela e minha definição está errada?

De certo que pq vc disse que abrir empresa em X país é mais difícil, e essa "merda" diz o contrário, obviamente vou acreditar em você.

E sonegar informação é ridículo. Estão com medo de eu pesquisar e a sua história cair por terra? juro que não vou rir, já até pedi desculpas antecipadas se eu estiver errada. De vdd, só queria saber como funciona.

Alícia.

Anônimo disse...

@14:21

Realmente acredita que várias pessoas baixando arquivos pesados ao mesmo tempo, pode afetar a rede?

Isso é resposta politicamente correta pra eles não dizerem na nossa cara que querem lucrar mais por saberem que as pessoas usam muito.

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (5)

Anônimo disse...

@14:21

Se isso fosse verdade, internet ilimitada jamais existiria. A Vivo fez questão de comprar a GVT, pra limitar acesso a Youtube e Netflix, pra que a tv paga volte a ser interessante pras pessoas. Ou seja, lucrar mais... lucrar mais... etc...

Anônimo disse...

É ruim, né? Quando a mascara do comunismo cai. O país simplesmente estagnou, em termos de grandes projeto neste período governador por civis. O que incomoda certos grupos é que só o avanço tecnológico de fato, liberta as pessoas e neste quesito, os militares sempre estão a frente. A própria internet surgiu a partir de pesquisas militares durante a guerra fria.

Anônimo disse...

"Como é que eu vou argumentar com uma pessoa"
Não vale a pena, pq é muita burrice e alienação, e estou sem paciência, quem sabe outro dia

"e essa merda diz o contrário"
Não disse nada o contrário, brasil é mais fácil de se abrir uma empresa q nos eua, cadê o contrário????? Em outros lugares não é assim, pq o estado intervem bastante nisso, canadá por exemplo. Aqui, empresa privada manda e desmanda

"E sonegar informação é ridículo."
Vitimismo???? Fofa, não fui que comentei da internet livre, pede essa informação pra ele(a)

Anônimo disse...

Gente pelamor vamos esquecer essas brigas e vamos nos unir para acabar de vez com essas pessoas q querem acabar com nossa internet. Nossa melhor amiga :'(. Tem quem goste de blog, textos de todo o tipo, youtube, series, downloads, uns pornozim, games, perder tempo, redes sociais, na boa tudo normal. A maioria se odeiam, mas meu, temos muito em comum, vamos no unir, reprimir esse odio e meter o pau nessas empresas facistas.

Cês querem voltar no tempo, de ter q olhar nos olhos das pessoas pra conversar. De paquerar ao vivo no restaurante e reparar em todos os jestos da outra pessoa oO. Ter q ir no banheiro d levar revista, comprar jornal, dá nem pra mudar a fonte.

Anônimo disse...

15:45
e os satélites na união soviética, cala boca milico de bosta

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho"

Reitero, corroboro e reafirmo

bilu tetéia disse...

Também estou curioso pra saber onde fica esse município que, num arroubo de benevolência, resolveu providenciar internet "grátis" a todos os seus munícipes. E sem vínculo nenhum com qualquer operadora, ou seja, a Prefeitura construiu toda a infraestrutura, os cabos de fibra óptica, os satélites, conectou essa estrutura ao restante da rede existente (já que não tem laços com nenhuma operadora, nenhum contratinho que seja, imagino que assim é que fizeram, né?), ganhou concessão da ANATEL, e a coisa ainda deu tão certo que não saiu notícia nenhuma a respeito em nenhum lugar, pra não dar margem pra invejoso falar mal.

Por favor, quero muito saber onde fica esse lugar.

Anônimo disse...

Sim bilu. Massa né? estou planejando me mudar pra esse lugar maravilhoso do brasil.
Pena que é segredo.

Alícia

Anônimo disse...

@15:45
Vou tentar te ilustrar da maneira mais simples possível.
O que cu$ta é o cabo de fibra óptica, a infra-estrutura da coisa.
O que passa dentro do cabo não cu$ta nada. Tanto faz se o usuário baixa 10gb ou 1mb, não vai mudar, são valores que não possuem 'peso', não 'entopem' o cabo.
O problema é o número de conexões/usuários que esse cabo suporta prover.
Vê a foto do post? Um monte de fios com luz saindo do cabo?
Digamos que cada fio represente um usuário. O problema não é o que se passa dentro do fio, mas a quantidade de fios.

Essa questão de Netflix, YT e o escambau só fez aumentar o número de usuários.
A sobrecarga não é de dados.
E lógico, além de chamar mais usuários, esses serviços estão 'roubando' os consumidores dos demais produtos das Teles.
Juntaram a fome com a vontade de comer.
Simples.

Se vc não acredita em mim, vai estudar suas fontes, pq eu desisto de tentar explicar e desenhar mais uma vez.

Anônimo disse...

E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho (6)

Anônimo disse...

Aqui seus babacas: exemplo de internet livre e 100% regulada pela prefeitura, melhor q as privadas

http://www.pirassununga.sp.gov.br/Publicacoes/Cidade%20Digital/003%20-%20Manual%20do%20Usu%C3%A1rio.pdf

Engulam, seus trouxas

OBS: Essa não é minha cidade, é claro q eu não vou dar esse mole, mas o exemplo serve pq é praticamente o mesmo, só com algumas diferenciações irrelevantes, whatever

Anônimo disse...

Trouxa é você. Em que isso invalida meu questionamento?

Gente, é obvio que, mesmo disponibilizando internet gratis, o município fechou algum contrato com empresa privada. óbvio.


Alícia.

bilu tetéia disse...

Meu amigo, vá estudar como a internet chega na sua casa. Desde o começo, estude quem faz a instalação dos satélites, dos cabos, das antenas, depois quem opera essa infraestrutura, como são os arranjos. O sinal da internet não sai da sala do prefeito.

Aliás, faça isso em relação a vários setores. É bom aprender como o mundo funciona e você vai ver que a maioria das teses econômicas da esquerda não passam de delírios.

Abraços.

Anônimo disse...

16:09

Prova isso, sua burra, não pode né? Mas é uma trouxa mesmo

Mas independente disso, o ponto principal é: a internet aqui na cidade é 100% regulada e a melhor q temos, cai por terra toda a arjumentação liberotária

Anônimo disse...

"quem faz a instalação dos satélites, dos cabos, das antenas, depois quem opera essa infraestrutura, como são os arranjos"

Sua trouxa, isso não interessa, provavelmente através de uma licitação pública, mas isso não INTERESSA

o ponto principal é: a internet aqui na cidade é 100% regulada e a melhor q as outras privadas, cai por terra toda a arjumentação liberotária

Anônimo disse...

Nossa, agora você me convenceu.
Pelo amor de deus gente. Melhorem.

A economia estatizada não funciona. Aceita que dói menos.
Parem de defender quem tá cagando para vocês (estados).

Alícia.

Anônimo disse...

LICITAÇÃO PÚBLICA.

Enfim a pessoa acordou pra vida.
E concordou comigo.

Nossa, já posso dormir feliz.

É óbvio que foi através de licitação. Licitação contratando alguma das operadoras de telefonia e internet PRIVADAS.

É o mesmo serviço que qualquer UM tem acesso. Qualquer empresa.


A pessoa é burra ou se faz, não é possível um trem desses gente.

Alícia.

bilu tetéia disse...

Ô, meu Cristo. A internet "100% regulada e melhor que as outras privadas" também é prestada por um agente PRIVADO. O município só fez um contrato com a empresa, em vez de você pagar individualmente a Prefeitura atua como sua intermediária e paga por você. Entendeu? Ou é mais trouxa do que eu e não consegue enxergar o óbvio?

E provavelmente nem devo te lembrar que a Prefeitura banca esse presente com o seu dinheiro e com o dinheiro da merendeira que nem sabe o que a internet faz.

Pode me xingar à vontade. O errado aqui é você.

Anônimo disse...

Parem de defender quem tá cagando para vocês (empresas)

corretíssimo, aceita q dói menos

Anônimo disse...

BILU tetéia

Nossa, cansa repetir o óbvio né? ou a pessoa é desonesta ou é burra.
Porque não tem base um trem desses, ficar batendo na mesma tecla, aí vc explica a pessoa continua, quer ganhar no grito, vencer no cansaço. Eu fico de cara com isso.

Alícia.


Anônimo disse...

Capaz, a Lola é uma pessoa querida e igualitária!

Anônimo disse...

Não estou defendendo empresas.
Estou defendendo meu direito de escolha. Um estado que não defende os meus interesses como consumidora, que aprova leis que só irão prejudicar a coletividade, não é um estado que eu vá defender.

Defendo a livre iniciativa.

Alícia

Anônimo disse...

16:27

CALA BOCA

eu já disse q não interessa, o estado banca, e é melhor q as companhias privadas, aceita q dói menos

16:25
é né sua tonta, o q seria das privadas sem licitação pública? na hora q é pra mamar nas tetas do estado, empresa privada nenhuma faz cara feia

O ponto principal aqui suas antas, é q a internet regulada consegue fazer um serviço muito superior q as ditas "privadas", isso é o q vcs não aceitam, errado aqui são vcs

E os fios, os cabos, as antenas, etc. não são propriedade privada de nenhuma empresa, suas burrinhas

bilu tetéia disse...

Desisto.

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (7)

Anônimo disse...

O estado banca = você banca
Se o estado decidir bancar algo que você não concorda é ok pra você? vai se sentir representada? ou vai se sentir roubada?

Se tivesse lido o que falei, teria visto que quero que o estado se meta o menos possível onde é desnecessário justamente para evitar licitações (que são todas fraudadas).

--
O que você acha que é internet regulada? acho que tá tendo confito de conceitos, porque não é possível.

Anônimo disse...

Quando a pessoa cansa de explicar o que até uma criança de cinco anos já teria entendido os intelectualmente desonestos falam que ela ficou sem argumentos.

Como proceder com gente baixa assim?

Alícia

Anônimo disse...

"Prefeitura banca esse presente com o seu dinheiro"

Q bom q eles fazem isso, é o mínimo né
Melhor q as adoradas empresas privadas, q pegam o seu e ainda manda vc se fuder

Com certeza tô bem melhor aqui com a minha ótima internet pública e 100% regulada pelo estado, bjs

Anônimo disse...


Com certeza tô bem melhor aqui com a minha ótima internet pública e 100% regulada pelo estado, bjs

DESLER PELO AMOR DE DEUS ONDE CLICO PRA DESLER

Anônimo disse...

"O estado banca = você banca"
eu sei disso sua trouxa

"Se o estado decidir bancar algo que você não concorda é ok pra você? vai se sentir representada? ou vai se sentir roubada?"
E se as empresas privadas fizerem o mesmo, como vem fazendo, dá no mesmo sua ANTA

"que são todas fraudadas"
Nossa, falou a capitã da polícia federal, querida, conheço um monte de microempresa q adora uma licitação pública, pq na prática não é do jeito q vc acha correto não, pensa antes de falar merda

"O que você acha que é internet regulada?"
A que tem aqui na cidade, da prefeitura, e é ótima, passar bem, invejosa

Por isso q eu digo, quando a pessoa cansa de explicar o que até uma criança de cinco anos já teria entendido os intelectualmente desonestos falam que ela ficou sem argumentos.

Como proceder com gente baixa assim?

Anônimo disse...

Alícia,
cê tá ligada que um dos principais argumentos contra essa medida está justamente no Marco Civil né? Quando ele fala que ninguém pode ter sua internet suspensa, a não ser, em caso de não pagamento. Mas é obvio que as telefonicas vão dar um jeitinho nisso.

E sobre a "liberdade" da direita. Convém lembrar que as empresas chegam a um ponto onde engolem todas as outras menores, concentram investimentos que não têm outros concorrentes. A galera liberal esquece de considerar que a livre concorrência só dá certo quando há condições de concorrer. Uma multinacional têm mais condições de se manter no mercado que uma empresa de pequeno ou médio porte (mais capacidade de investimento, mais poder de fogo para contratar bons profissionais, e isso sem falar na questão dos impostos). Também esquecem que chega um ponto em que uma empresa é tão líder no seu segmento que não tem concorrência para se aprimorar e oferecer um serviço de qualidade a um preço justo (guiado pelo concorrente).
O que eu vejo no caso da Internet é um erro causado tanto pela omissão do Estado direta ou indiretamente e uma disfunção própria das multinacionais.

Anônimo disse...

16:41

Aceita seu bruaco, tá com inveja?

Anônimo disse...

"Q bom q eles fazem isso, é o mínimo né
Melhor q as adoradas empresas privadas, q pegam o seu e ainda manda vc se fuder

Com certeza tô bem melhor aqui com a minha ótima internet pública e 100% regulada pelo estado, bjs" (2)

Anônimo disse...

arjumentos dos liberotários foram DESTROÇADOS

eles piraram com o fato de q em algumas cidades: uma internet toda provida pelo órgão público pode ser melhor (e agora vai ser ainda mais), com um custo completamente inferior. Sem argumentos e com inveja, restaram fazer das tripas coração pra parecer q é alguma empresa privada q tem responsabilidade nisso, kkkkkkk

Pq é assim,
quando uma coisa dá certo e é boa = responsabilidade da empresa (sic)
quando uma coisa dá errado e é ruim = responsabilidade do estado (sic)

Essa é a excelente coerência dos direitalhos

Queridos: fios, antenas, cabos nenhum aqui são propriedade privada de empresa, aceitem q dói menos

bilu tetéia disse...

Alícia, não adianta.

Deixa eles nesse mundo delirante e venha ser minha melhor amiga.

Anônimo disse...

Não adianta

Deixe esses liberotários nesse mundo delirante, fujiram do assunto e ficaram completamente sem argumentos, como sempre, rsrs

Anônimo disse...

Isso mesmo...
Fiquem ai discutindo de quem é a culpa: o Estado gigante malvadão ou a Mão Invisível do Mercado.

Incrível como vcs não aprenderam que pra empresa lucrar não tem tempo ruim, ela vai usar as brechas da liberdade de mercado e a omissão estatal para se dar bem. Continuem aí brigando liberais e estatais enquanto ainda temos internet livre.

bilu tetéia disse...

rsrsrsrsrsrs

Anônimo disse...

é claro que a privatização é tão boa, mas tão boa que tudo que é privado é melhor. As empresas são bem mais capazes até quando estão sob concessão pública.

Banco privado quase não tem reclamação
Telefonia privada é o que há
Transporte público sob o domínio de empresa, então... maravilhoso, frota novinha, passa no horário, nunca tá cheia.

Tudo tranquilo e favorável no mundo privatizado.

As empresas privadas tratam vc como cliente, elas não querem perder você para os concorrentes. Confia nisso abiguinho.

Rafael Cherem disse...

A internet livre aqui da minha cidade é toda providenciada pelo município, não tem laços com nenhuma operadora, é 100% regulada pela prefeitura e melhor q as comerciais privadas



Onde é?

Anônimo disse...

16:58

A minha internet aqui já é livre, e graças a prefeitura não vou precisar passar por esse problema de vcs

Eles providenciam uma internet rápida e sem limite, e pasmem liberotários: é 100% regulado pelo município

A questão é q estão depositando a culpa da decisão dessas empresas privadas (Vivo, oi, claro, etc.), na regulação estatal. Agora pedem para q o estado regule essa decisão e não permitam isso, é muita incoerência

Pq a internet aqui é ó quádruplo regulada pelo estado, e é bem melhor q qualquer uma dessas teles privadas

Chorem mais liberotários

Anônimo disse...

17:03 Cherem

o link já foi mandado, procura

Anônimo disse...

comentário da 16:04, sobre a internet pública regulado pelo município, melhor q as comerciais privadas

Anônimo disse...

Resumindo,esquerdistas caviar pouco estão se lixando e o próprio governo esquerdista depois de tanto tempo no poder ainda não realizou nenhuma reforma e programas de infraestrutura necessários.
Estranho né?

Anônimo disse...

Resumindo,esquerdistas caviar pouco estão se lixando e o próprio governo esquerdista depois de tanto tempo no poder ainda não realizou nenhuma reforma e programas de infraestrutura necessários.
Estranho né?

Pra q se tem internet de graça 100% regulada pelo município gente?

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (7)

Anônimo disse...

"A minha internet aqui já é livre, e graças a prefeitura não vou precisar passar por esse problema de vcs

Eles providenciam uma internet rápida e sem limite, e pasmem liberotários: é 100% regulado pelo município

A questão é q estão depositando a culpa da decisão dessas empresas privadas (Vivo, oi, claro, etc.), na regulação estatal. Agora pedem para q o estado regule essa decisão e não permitam isso, é muita incoerência

Pq a internet aqui é ó quádruplo regulada pelo estado, e é bem melhor q qualquer uma dessas teles privadas

Chorem mais liberotários"

Liberotários, kkkkkkk perfeito, ficaram sem argumentos, fugiram todos pras colinas, são mises q segure

Anônimo disse...

"Q bom q eles fazem isso, é o mínimo né
Melhor q as adoradas empresas privadas, q pegam o seu e ainda manda vc se fuder

Com certeza tô bem melhor aqui com a minha ótima internet pública e 100% regulada pelo estado, bjs" (3)

Anônimo disse...

Já disse que não sou libertária, nem anarco-capitalista.

Só não sou burra pra ficar pagando pau pra um estado que está cagando pra mim.

Quero a liberdade real.

Não é o capitalismo que produz os monopólios que prejudicam nossa escolha. É o estado.

O estado quer se meter justamente onde problemas não existem: uber, netflix, whatsapp. Pq esses serviços livres incomodam quem tá mamando (grandes empresas favorecidas com o lobby constante no congresso aprovando leis)

Onde tem problema o estado dá incentivo fiscal.

NÃO ME REPRESENTA.


É só isso. Não fugi do debate, só não fico dando murro em ponta de faca tentando explicar o óbvio pra gente burra que nem vocês

Alícia

Anônimo disse...

17:42

Querida, vc só repete falácias q aprendeu em algum antro da internet cheio de liberotários

"Não é o capitalismo que produz os monopólios"
Olha isso kkkkkkkkkkk, meu deus q desgraça kkkkkk. Já ouviu a história da Microsoft, sua burrinha?

"Não fugi do debate"
É claro q fugiu, até agora tá fugindo, precisou até mudar de assunto e bater na mesma tecla falaciosa, pq não soube explicar o fato do estado oferecer um serviço melhor q suas adoradas empresas privadas, AAAAAAAAAAA

"Q bom q eles fazem isso, é o mínimo né
Melhor q as adoradas empresas privadas, q pegam o seu e ainda manda vc se fuder

Com certeza tô bem melhor aqui com a minha ótima internet pública e 100% regulada pelo estado, bjs" (4)

Anônimo disse...

Sim, você tá certa. Eu sou burra. E você produziu todo o conhecimento que dispõe. E eu copiei tudo da internet. É isso mesmo. Parabéns.
Alícia

Anônimo disse...

"Sim, você tá certa. Eu sou burra."

Q bom q vc mesma admitiu e reconheceu este fato, bjs

Anônimo disse...

liberotários não cansam de passar vergonha

Anônimo disse...

TOdos esses xingamentos, vindo de vocês, encaro como elogio.
VocÊs são muito, muito, muito, fracos, desonestos e sem argumentos. Seus liberotários

AAAAAAAA

Anônimo disse...

Tem q fazer internet pública, tudo público é bom: escola, hospital, transporte agora internet. Tomara que ainda possam aumentar os nosso impostos pra financiar

Anônimo disse...

"é claro que a privatização é tão boa, mas tão boa que tudo que é privado é melhor. As empresas são bem mais capazes até quando estão sob concessão pública.

Banco privado quase não tem reclamação
Telefonia privada é o que há
Transporte público sob o domínio de empresa, então... maravilhoso, frota novinha, passa no horário, nunca tá cheia.

Tudo tranquilo e favorável no mundo privatizado.

Confia nisso abiguinho."

Reafirmo

Fabianaaaa disse...

Esse mlk da net 100% regulada pelo estado só sabe repetir o que ele mesmo diz e xingar e nunca apresenta argumentos concretos, parece a porra de um papagaio
migos só assinem os abaixo-assinados e parem de perder tempo com esses paquidermes

Anônimo disse...

Liberdade total pras empresas fazerem o q querem, só podia dar nisso mesmo

E vai lá o estado ter q intervir de novo, êta mundo bão

Anônimo disse...

Essa retardada do estado mínimo q só sabe repetir o que ela mesma diz e xingar e nunca apresenta argumentos concretos, parece a porra de um papagaio
migos só assinem os abaixo-assinados e parem de perder tempo com esses paquidermes liberotários

Anônimo disse...

Boa parte da articulação/lavagem cerebral do atual golpe se deu pelas midias digitais... pra mim, é uma medida preventiva contra um futuro novo golpe, pois a primeira necessidade para um controle autoritário é cortar/controlar comunicação... será que estou com mania de perseguição??? Kkkk... sei não... as empresas tem os mesmos interesses que os grandes articuladores/manipuladores do golpe... muitas reticências..........

Anônimo disse...

19:15
todos os argumentos e fontes aqui foram dados, pelo menos umas três pessoas diferentes, eu uma delas, acho q quem fez o papel de paquiderme foram os liberotários fugindo do assunto e sem qualquer tipo de argumento válido, tanto q até sumiram daqui, como sempre fazem

Anônimo disse...

19:28

Não meu bem, não tem nada disso, é só as empresas exercendo sua liberdade sem estado babá pra meter o bedelho, apenas isso

Anônimo disse...

"é claro que a privatização é tão boa, mas tão boa que tudo que é privado é melhor. As empresas são bem mais capazes até quando estão sob concessão pública.

Banco privado quase não tem reclamação
Telefonia privada é o que há
Transporte público sob o domínio de empresa, então... maravilhoso, frota novinha, passa no horário, nunca tá cheia.

Tudo tranquilo e favorável no mundo privatizado.

Confia nisso abiguinho."

Kkkk morri, essa gente é muita alienada, FHC ferrou com o brasil baseado nisso

Ravena disse...

Aqui em Hortolândia - SP tb funciona uma net gratuita do município, mas não é tão boa quanto as outras convencionais, não sei em Pirassununga como foi mostrado aí. Mas é vdd quando dizem q não é ruim, inclusive planejo mudar pro sistema municipal caso esse bloqueio das Teles se cumpra mesmo.

E eu não odeio o estado, acho ele muito útil e melhor q muita privatizada por aí, creio q na cidade da moça, a net pública seja essa maravilha mesmo. Parabéns à administração da cidade, carecemos de um estado eficiente assim.

Anônimo disse...

19:40 Ravena, pirasununga não é a minha cidade, foi só um exemplo

Moro em outro lugar, mas funciona da mesma maneira, a internet aqui é ótima, rápida, as comerciais privadas aqui comem poeira, além de ser gratuita, tenho certeza q não preciso me preocupar com a nova gestão dessas teles privadas e enormes, afinal, deixem o mercado livre para agir

Anônimo disse...

Assinem a petição, sei q não vai adiantar muita coisa, mas assinem, precisamos mostrar insatisfação

Anônimo disse...

Mas aí vc vê:

o estado brasileiro aqui é capacho de internacionais, todas essas teles são internacionais, brazil desde FHC ama se curvar pra privada e internacional

Agora clamam para q o estado intervenha e impeça essa maracutaia, pra mim o brazil só está tendo o q merece e colhendo o q plantou, e o semeador foi o traste do fhc, e como se não bastasse, até o cunha tá envolvido nisso

Bem vindos à República Quintal do Brasil, oonde o capitalismo estadunidense faz a festa

Anônimo disse...

@19:57
E olha que as Teles americanas ainda nem entraram de fato aqui.
Tão esperando o sucateamento das que aqui estão pra comprar a preço de banana (e fazer a ampliação desovando o material antigo de lá...).
A dívida da Oi está praticamente impagável.
Vivo indo pro mesmo buraco.
A Tim afundou aqui e na Europa! Kkkk

Anônimo disse...

"brazil desde FHC -ama se curvar pra privada-"

Senti um leve cheiro de escárnio nesse comentário, rsrsrsrsrsrs

Anônimo disse...

"Tão esperando o sucateamento das que aqui estão pra comprar a preço de banana (e fazer a ampliação desovando o material antigo de lá...)"

Ciclo natural do capitalismo, em q um vive engolindo o outro, nada novo sob o sol

Ravena disse...

A sim anon 19:52, compreendo

Faça bom proveito da sua internet livre, pois pelo visto, irei precisar também

Anônimo disse...

"A Tim afundou aqui e na Europa! Kkkk"

E em q lugar essa fudida não afunda, né amore?

Fabianaaaa disse...

Mas gente, eu não entendo. Não seria mais pratico contratar empresas menores? Aqui na minha cidade que é muito pequena, temos duas empresas mini também que fornecem internet, mas não é o governo que fornece como a do outro ai acima. A maioria esmagadora da cidade usa o serviço dessas duas no lugar das grandes operadoras, e eu mesma nunca gostei de internet de operadora por achá-las uma grandiosa merda desde sempre. E se aqui na minha cidade minuscula que nem shopping e cinema tem, temos internet de qualidade, nas cidades maiores é possivel achar empresas fornecedoras de internet pequenas que não aderiram à esse negocio de franquias em um numero muito maior, não?
Claro que tem que reclamar sim, eu que não sou prejudicada mesmo já assinei; mas também procurar serviços melhores é algo interessante a se fazer.
Tenho certeza que escolher um fornecedor de net menor e melhor já é um senhor boicote à vivo e cia.

Anônimo disse...

Por isso q a internet oferecida pelo meu município aqui é melhor e não abro mão, as outras q se f%dam

Essa é pra quem acha q só privada faz coisa q presta, kkkk piada, privada é só cagada mesmo rsrs

Fabianaaaa disse...

A net de operadora sempre foi ruim, pra quem usava a de chip isso não é nenhuma novidade. Experimentem a de uma fornecedora de net menor por um mês e eu duvido que vão querer voltar pras maiorais. Além de tudo, o preço é muitoo mais em conta.

Anônimo disse...

alicia é anencéfala

Anônimo disse...

20:47

Não, obrigado

Fabianaaaa disse...

Claro, net franquiada é bão demais. Falou pra vcs, vou ver Sila

Aninha disse...

[OFF TOPIC]

Vocês viram que o Danilo Gentili foi condenado a indenizar a doadora de leite por danos morais?

https://catraquinha.catracalivre.com.br/geral/nutricao-2/indicacao/apos-piadas-ofensivas-feitas-a-doadora-de-leite-materno-danilo-gentili-pagara-r-200-mil/

Estou compartilhando a notícia com vocês porque fiquei muito feliz :)

Anônimo disse...

21:00

Não, obrigado

Anônimo disse...

Fabianaaa
O problema é esse, essas empresas são tão gigantes, mas tão gigantes que formam monopólio e deixam a gente sem opção. Já dei uma pesquisada e das operadoras que AINDA não aderiram, nenhuma vem até o meu bairro. E olha que moro num bairro de classe média na capital.
E se a gente seguir o que a galera do estado mínimo quer, adivinha o que vai ocorrer? Com a demanda por internet ilimitada os planos vão às alturas (lei da oferta e procura), isso se os provedores locais não se curvarem às grandes empresas e seguirem a onda deles. O assunto é grave, se o Estado não cumprir o seu papel de defender o cidadão, a nossa única saída vai ser sucumbir ao plano das grandes operadoras, ou pagar uma fortuna pela net ilimitada, ou esperar a "mão invisível" resolver isso (duvido!).

Anônimo disse...

"O assunto é grave, se o Estado não cumprir o seu papel de defender o cidadão, a nossa única saída vai ser sucumbir ao plano das grandes operadoras, ou pagar uma fortuna pela net ilimitada, ou esperar a "mão invisível" resolver isso (duvido!)."

Concordo. Mas o que os liberais do Estado Mínimo propõem como solução imediata? Nada de longo prazo, já tem lugar que os planos já estão valendo.

Anônimo disse...

Fabiana, cerveja como são as coisas.
Moro no miolo do centro de SP e no prédio que moro só tem cabeamento da Vivo.
Tinha da GVT, mas com a fusão, já viu...
Então, não tenho pra onde ocorrer.
Empresa pequena vale se o cara preza o nome, se é reconhecido e envolvido com a comunidade. Aí muito provavelmente ele presta um bom serviço não só por $$$, mas também pensando minimamente no bem estar de sua comunidade e jo nome a zelar.
Grande empresa não tem dessa. Se vc não quer fazer o serviço com elas, tem quem queira.
Tem gente que é deslumbrado por nomes e/ou propaganda que se fazem.
Na minha cidade não tem Net, a gente só vê propaganda e as maravilhas. Geralmente qnd via reclamação era de zonas periféricas. Aí cheguei aqui com aquela espectativa de que o serviço era bom. E não era nenhuma maravilha. Mas tb não era uma bosta na maior parte do tempo.
Vê o que aconteceu com a aviação e a abertura pras novas empresas. A Gol ajudou em muito a acabar com a Varig, colocando os preços lá embaixo, segurando o prejuízo até a outra quebrar. Já a Azul não teve a mesma sorte, não conseguiu um espaço ao sol pra fazer a mesma técnica.
Mas fora esses jogos de mercado, tanto a Gol quanto a Varig tem/tinha uma péssima administração. Vive/vivia de empréstimo do Bnds, de rolar dívida etc. Ou seja, as empresas privadas daqui vivem debaixo da asa do governo, quando o governo decide liquidar a dívida, elas quebram. Simples assim...
E eu duvideodó que esse cenário vai mudar com um Estado liberal.
Duvido que não vai ter cartel, empréstimos, rolamento de dívida, tudo onerando o dinheiro público.
Se rola isso no exterior, imagina no Brasil e sua cultura de apadrinhamento....
O Congresso nada mais é do que um balcão de negócio. Nos EUA a coisa é tão explícita que a profissão de lobbysta é regulamentada.
Meu útero que o Estado mínimo realmente funcione.
Mas tb isso não quer dizer que aplaudo um Estado totalitário.
Acho que a tendência é ficar nessa gangorra pendendo prum lado e pro outro.
Recomendo o doc The Century of Self, pra quem gosta de se informar dessas coisas.

Fabianaaaa disse...

21:04 e 21:24

Agooora eu entendi. Muito obrigada por vocês terem me explicado.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com anon das 21:24, sua explicação foi mesmo muito boa. E vou atrás da sua dica de documentário, gracias. =)

Anônimo disse...

Ah sim, o doc é sobre o impacto dos estudos de Freud na dinâmica política-social.
Fala um pouco de propaganda e mercado, mas não é o foco.
Acho que não é tudo, mas vale a pena.

Ju disse...

As pessoas acreditam mesmo nessas bostas que elas escrevem?

Anônimo disse...

http://www.blogdoims.com.br/ims/a-forca-de-quem-nao-tem-nada-a-perder

Anônimo disse...

Off Topic Rio de Janeiro: modelo agredida por muçulmano
https://www.youtube.com/watch?v=euuExMuBk5M

Anônimo disse...

Aí Lola, em 2017 sugiro que você comece o ano com o pé direito, pra não dar azar! Kkkkkkkkkk

lica disse...

Oi Alícia,
Alguns motivos para existir as regulações é são os seguintes:
1) em casos onde os empreendimentos exigem investimentos muito altos, os investidores precisam de algumas grantias de que vão poder explorar o negócio por tempo suficiente para retirar o valor investido e obter lucro. Sem essa garantia, é provável que não haveria interesse por parte dos empresários em fazer esses investimentos de altíssimo custo e altíssimo risco.
2) No caso das estradas, o estado regula porque as concessionarias 'prestam serviço' ao estado. Além de o 'solo' ser patrimônio do Estado, acho que o 'transporte' se encaixaria entre os direitos fundamentais (da nossa Constituição) e setores estratégicos. E aqui tb vale a questão do montante do insvestimento..

Eu acho que o real problema é a corrupção generalizada da nossa população... No Paraná, a concessionária das estradas fechou um contrato absurdo com o governador Jaime Lernner e hoje muitos trechos custam mais de 15,00. Esse contrato durou 20 anos e foi renovado na gestão passada do gov atual (ele encerrou o contrato 2 anos antes para garantir a renovação dentro da gestão dele, e ainda foi reeleito).

Mas pensa como que seria pra empresas saírem construindo estradas a esmo... Não é viável. Elas teriam que ir comprando terrenos até ligar dois municípios? E se alguém não vendesse? E se a empresa falisse no meio do caminho? E se tivesse muita estrada e o negócio ficasse inviável pra todos? E se ninguém se interessasse em prestar esse serviço? E se só uma empresa prestasse esse serviço e cobrasse valores absurdos?

Enfim... Acho difícil tirar a regulação das estradas. E a comunicado é tb mto estratégica do país, pra ficar sem regulação. O estado já saiu de vários setores que não tinha necessidade dele estar (ex: indústria têxtil!!). Agora é principalmente lutar com um Estado mais honesto e eficiente.

Anônimo disse...

Não tenho certeza, mas parece que na minha cidade natal ia acontecer isso.
Maringá-Pr.
Não sei se ia ser gratuito, mas acho que era a empresa de energia elétrica que ia oferecer. E ia ser com fibra ótica, sim.
Meu sogro estava comentado isso no ano passado, mas não dei muita bola, nunca fui atrás pra saber mais...

Anônimo disse...

Quem tá por trás do apoio as empresas nesse absurdo, é a antiga assessora no palácio do Planalto para inclusão social, ou seja, sofremos do aparelhamento do Estado com apoio de carteis e uma elite ligada aos partidos do poder e que perseguem técnicos que utilizando seus conhecimentos assinam pareceres contra esse Estado de coisa.

Enquanto tivemos um monte de gente ligada a partidos e não ao Estado, claro que teremos regras como essa da Anatel, afinal o vale é o financiamento das eleições.

Anônimo disse...

"E viva a liberdade total das empresas privadas fazerem o que quiserem, sem estado babá pra intervir

Deixem as empresas livres pra agirem e fiquem tranquilos, pq a mão invisível vai resolver isso rapidinho" (8)

Anônimo disse...

Gente, na boa, não acha que é hora de pararmos com essa richa entre direita e esquerda e nos unirmos? Não é por nada não, mas a ameaça aqui exposta não vai nem mais permitir que continuemos nos atacando via YouTube se não agirmos.

André disse...

É justo que se pague a fatura proporcionalmente ao tráfego que gera. O problema é que um combo basicão custa 25% de um salário mínimo. E não adianta xingar o "Estado Malvadão".

Anônimo disse...

Quando as forças políticas criaram aquela tal de internet neutra com planos idênticos, na época já teve gente que reclamou dizendo que firmas pequenas sumiriam (e não tão pequenas assim), pegou-se dinheiro do BNDES e fizeram várias compras, agora uma das artífices saí do Planalto, vai para ANatel e logo depois de inclusão, agora diz que devemos pagar a conta do plano que ela apoiou.

E ninguém pede desculpa, dizendo erramos, a culpa é nossa, e custo foi devido a políticas erradas. O problema do tráfego é ridículo, a Internet brasileira é uma das mais caras do mundo com velocidade baixa, o problema é que falta competição, e falta por que o Estado bancou com juros subsidiados as fusões.

O problema aqui não foi liberalismo ou intervisionismo, mas fazer política pública com o pior dos dois lados, diminuirão as firmas, e agora em um oligopólio dizem: firmas cobrem o que querem.

No mínimo que se acabe com a assessoria de inclusão digital do Planalto e a Anatel, se elas falharam que também paguem, não apenas o consumidor.

Guanambi disse...

Oi Lola, tudo bem? Segue abaixo uma lista de empresas menores que já anunciaram publicamente que não limitarão a internet, está dividida por estados, pode ser que alguma dessas possam atender na sua região: https://github.com/InternetSemLimites/InternetSemLimites

Abração e força nessa luta!

Anônimo disse...

Parece que existe uma proposta na mesa de compra da Tim e fatiar por outras 3 firmas que detém o controle do mercado, quem irá financiar parte é o BNDES.

As firmas que não cobram franquia diminuirá. Sobre uma colocação que li sobre fibra ótica ou velocidade, bem depende do plano, a maioria dos novos planos todos terão baixo "espaço", o plano de velocidade máxima da vivo com fibra ótica é só 130 Gigas, se alguém em sua casa assistir 2 seriados por dia ou um filme, só nisso deve fazer 180 gigas aproximadamente.

Para os planos mais baixos de 10 gigas, acho que 10 dias para quem faz um curso on-line (45 minuttos) vai cortar. Sobre o corte, ou a Elisa não leu o que ele mesmo propôs lá atrás, por que a legislação proibir o corte, no máximo pode fazer o que a net faz que é diminuir a velocidade.

A grande verdade é que as firmas estão endividadas por comprar concorrentes, só a Oi deve 51 bi, 50% para bancos públicos, a menos endividada que é a Tim está sendo forçada pelo governo a vender, o que ninguém tem coragem de dizer, que as firmas não podem gastar com infra-estrutura por que ficaram sem caixa devido as fusões.

Anônimo disse...

Outra petição, essa do Proteste.org:
http://www.proteste.org.br/nossas-lutas/diga-nao-ao-bloqueio-da-sua-internet-fixa

Ideia legislativa encaminhada ao Senado, pela proibição do corte e da redução da velocidade da internet por consumo de dados:
https://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=49269

Nova reportagem do TecMundo:
http://www.tecmundo.com.br/internet/103779-voce-deve-combater-corte-internet-banda-larga.htm

Anônimo disse...

Se a Vivo cumprir a palavra eu estarei fora da linha do corte, já que meu contrato é do tempo do Speedy 256kpbs. Então vou continuar pagando caro por uma internet lixo mas o Netflix, o Redtube e o Popcorn Time continuam garantidos. Se não cumprir, terei que tomar uma decisão séria a respeito dos meus hábitos de consumo, basicamente por uma questão técnica.

Mas sim, é fato que o modelo de banda larga de 2000 não vale para 2016. O uso da internet mudou, o tráfego mudou e a Tim já provou para todo mundo que não adianta redefinir o conceito de infinitude, que banda larga realmente ilimitada não existe (assim como não existe hospedagem de site com tráfego ilimitado, você simplesmente desloca recursos de quem usa menos para quem tá usando mais).

Na minha casa tem computador de mesa, notebook, 2 tablets, 2 videogames de última geração, um portátil, dois e-readers, eu uso smartphone, meu marido também e até nossa televisão principal tem acesso à internet. Não sou rica, vendo eletrônicos. Obviamente que meu consumo é drastiacamente diferente de quando assinei a banda larga em 2000, com todo mundo é assim, besteira negar. Naquela época eu só tinha um computador de mesa.

Se o modelo de banda larga de outrora não atende às necessidades de hoje, o modelo de comercialização do serviço muito menos. Nesse sentido todas as operadoras pecam o mesmo pecado e acho que só a então Speedy é que chegou a receber punição efetiva por isso, não me recordo de outra. Se a rede acomoda X usuários, é isso e fim. Aumenta-se a rede ou para de comercializar o plano. Pelo menos no mundo utópico das pessoas decentes é assim.

O fato de as operadoras estarem sinalizando limitação da banda larga é bom em dois sentidos: 1. vai diminuir a procura pela contratação impulsiva do serviço, as pessoas terão que avaliar corretamente suas opções, 2. o mercado vai ter mais opções que hoje, porque uma demanda será gerada.

Agora sobre os saudosistas da estatização, só lamento. Mas entendo. Deve ser difícil para alguém que não viveu o tempo em que se comprava linha de telefone em dólar entender o que era a telefonia brasileira nas mãos do Governão. Pra quem é do Rio de Janeiro, deixo um nomezinho aqui pra procurarem no Google: Eduardo Cunha. Vão lá, divirtam-se e parem de falar asneiras.