sexta-feira, 2 de outubro de 2015

UM CASO ESCABROSO DE QUASE ABUSO SEXUAL INFANTIL

O PM Ricardo Alves
Não sei se tenho algo de relevante para falar sobre este caso, mas ele me chamou muito a atenção e pode gerar boas discussões sobre a eficácia da exposição.
O caso, terrível, foi noticiado anteontem. Um policial militar chamado Ricardo Alves, que trabalha no 14o Batalhão em Sousa, no sertão da Paraíba, mas aparentemente vive no Ceará, era amante de uma mulher divorciada. Não sei todos os detalhes, mas parece que Ricardo era casado. Sua amante tem duas filhas, uma de 14 e outra de 6 anos. E Ricardo e essa mulher trocaram algumas mensagens tenebrosas no Whatsapp (clique para ampliar):
Ricardo pediu uma "prova de amor" à amante, que seria transar (sem consentimento o verbo correto é estuprar) com a filha de 14 anos: "Quero que faça meus gostos", exigiu ele. A mulher responde: "Eu nunca ia mim perdoa por isso" (sic) e "Faço de tudo por vc isso não", "Ela é virgem", "Ela tem q escolher com quem tem de perde [a virgindade] n eu". 

Ricardo insiste: "E kero te beijar na boca enquanto meto nela... realiza esse sonho meu... prove q me ama mais q td... Faz minha vd?? Ninguem nunca vai saber... so vc e eu!". A mulher responde: "N entendi vc quer tranza com ela (?) É isso (?) Sera q mim ama mesmo ou isso é so pra mim fazer seus gostos (?)".

Ricardo continua: "Se vc deixasse dava pra fazer td q ela nem pensava em se acordar... Eu ia acabar de vez com essa obcessao..." A mulher pergunta: "Pq xegou esse ponto (?) Eu te amo de mais Ja tou ficando louca faço tudo q vc quiser menos a virgidade de ... Agora vc nunca mim amouu agora to vendo". E Ricardo: "Amor?? kd vc? Saiu e nem me respondeu? Ta certo.. Tou indo para o quartel tomar um banho e dar um cochilo..."

Na mensagem, pelo jeito a última, ele diz "Ja tou em sousa", e ela pergunta: "Vai vim aqui em casa (?)". Ele responde: "Vou... Eu trouxe o remedio... 6 e 15 eu passo em sua cs pra te entregar.... Vc der um geito de as meninas tomar, dope as duas q meia noite eu vou ai..."

Felizmente, a menina de 14 anos viu a conversa no celular da mãe, tirou print, e o enviou a uma terceira pessoa, que não se sabe quem é. Mas essa pessoa colocou os prints no Facebook, e foi graças a essa atitude que ficamos sabendo deste caso hediondo.
Ricardo foi afastado da PM, que vai investigar se os diálogos eram mesmo dele, ou de alguém querendo incriminá-lo. Na manhã de quarta, ele admitiu que era ele o autor. 
Porém, a defesa que seu advogado pensa em adotar é algo de outro mundo. Rijalma Júnior, advogado do acusado, declarou: "Realmente aconteceu a situação da conversa, que chegou a vazar. Mas ele em momento algum tinha a intenção de manter relação sexual com as menores. Ele falou aquilo, pois foi a única maneira que ele encontrou para encerrar o namoro. Mas ele está arrependido e disse que se soubesse que teria essa repercussão toda, teria encerrado o relacionamento de outra maneira". 
Não é amor
Imagino que ninguém em sã consciência acredite nessa história de que Ricardo inventou ser pedófilo para terminar o relacionamento.
A mãe das meninas fugiu desde que o caso veio à tona (ela reapareceu e deu a sua versão). As garotas estão com uma tia, e depois devem ir viver com o pai, segundo o Conselho Tutelar. 
Enquanto a polícia conclui o inquérito, Ricardo aguarda o fim das investigações em liberdade. Ainda não entendi se ele será apenas exonerado da PM por "desvio de conduta", ou se pode ser condenado a alguma pena. Pode? Antes de cometer o crime?
Não vou de maneira alguma isentar a mulher de culpa, mas é bom lembrar que, pelas conversas, ela não aceitou dar a "prova de amor" a Ricardo. Lógico que ela mesma deveria ter tirado os prints da conversa, terminado o relacionamento, e se dirigido à delegacia mais próxima para denunciar Ricardo.
Mas isso adiantaria? Até que a polícia fizesse alguma coisa -- se fizesse, já que o próprio Ricardo é PM em Sousa, uma cidade pequena com menos de 70 mil habitantes --, poderia ser tarde demais. Não estou dizendo que não é para denunciar (sempre deve-se denunciar, e talvez o Disque 100, para denúncias de abuso sexual infantil, fosse mais indicado que ir à delegacia), mas, neste caso, foi a exposição na internet que causou toda a indignação e impediu que o abuso fosse adiante.
As meninas ainda correm risco, a meu ver, pois estamos falando de uma cidade pequena num país com grande ausência do Estado. E a mãe também pode estar em situação de perigo. Mas este caso hediondo é mais uma prova de que expor algo ou alguém na internet pode ajudar.

153 comentários:

Anônimo disse...

Lola essa excitação que ele tinha de fazer sexo na filha ao mesmo tempo que beijava a mãe, é tudo culpa da pornografia. Eu sei disso porque mesmo sendo feminista (sou mulher), consumo pornografia e de vez em quando me vem umas loucuras na cabeça também, que começaram só depois que comecei a consumir pornografia. São coisas que me excitam mentalmente, mas na vida real seriam repugnantes (incesto, sexo com adolescentes mulheres, obs: nunca vi vídeos nem fotos com adolescentes porque sei que é crime, só li contos). Sei que nunca vou fazer nada disso porque não quero machucar ninguém mas aí é que está a diferença: eu sei me controlar, sei o limite na vida real, mas alguns homens que consomem pornografia não conseguem separar as duas coisas, fantasia mental e fazer coisas na prática. Adolescentes ou as chamadas "novinhas" (sic) são um tema muito explorado nos sites de pornografia, e a pornografia é um estimulo pra essa gente cometer crimes (e o próprio vídeo pornográfico com adolescentes já é um crime!). E só uma observação pra vc corrigir no seu texto, como ela já tinha passado da puberdade então não era pedofilia, e sim estupro de vulnerável ou outro crime que não sei o nome, pois pedofilia por definição é aquele que sente atração por crianças pré-puberes, e não por adolescentes.

Anônimo disse...

Ao menos num primeiro momento o policial não praticou nenhum crime, por mais bizarro que isso seja. No Direito brasileiro salvo algumas exceções, ninguem pode ser punido apenas por querer praticar um crime, sem que haja ao menos um início de execução do delito. Logo, as punições cabíveis seriam administrativas, como a expulsão do quadro da PM.

Anônimo disse...

Corrigindo ali a primeira linha do meu comentário, eu quiser dizer "fazer sexo forçado com a filha (estupro)". Eu tinha escrito "meter" na filha (sic), usando as palavras dele, mas achei muito grotesco aí troquei por fazer sexo e esqueci de alterar o "na", daí ficou assim. Agora reli e percebi o problema.

Anônimo disse...

Nao teria logica, ele inventar isso sabendo que poderia ser acusado e condenado. Uma coisa que é fato que mulher descorneada / rejeitada é a pior coisa que existe! Ele 'propos' isso, pois acredita que essa mulher esta caida por ele, o que de fato se comprovou, quando a mae das meninas consentiu com a vontade dele.

Kittsu disse...

Fiquei aliviada por não ter ocorrido o que estavam planejando.

pp disse...

Como foi dito em outro comentário, ele não cometeu crime. Mesmo que ele tenha comprado o remédio, isso é mero ato preparatório, não chega a ser tentativa de execução do crime.

Pode no máximo haver alguma punição disciplinar dentro da polícia, mas não tenho domínio dessa área para prever o que é possível.

E claro que tem a condenação da sociedade, a qual tornará a vida dele um inferno.

Anônimo disse...

Eu ainda não entendi. A mulher no final concordou com isso? Pq no inicio parece q não. Mais parece insistencia dele, coação, dizer q vai levar o remedio. Em nenhum as mensagens mostram q ela concordou. E ela fugiu por medo dele? Ou por medo da reação das pessoas q iriam avusa-la mesmo q não tivesse concordado?

pp disse...

Só mais uma coisa: que homem burro de escrever uma coisa dessa em mensagem.

Anônimo disse...

Se a garota não tivesse descoberto as mensagens, tenho certeza que a mãe teria permitido os estupros. Pela conversa, é bem evidente que a proposta não lhe causou um pingo de pavor. Inclusive, ela ainda continua a dizer que o ama. Pior que existem muitas mulheres por aí que ignoram e aceitam que seus filhos sejam abusados pelos companheiros, tudo para não perder o macho. Felizmente a garota foi mais rápida e as duas estão a salvo.

lola aronovich disse...

Não, a mulher não concordou com aquilo. A última mensagem é aparentemente essa que eu falei, ele dizendo que iria passar lá pra deixar o remédio para dopar as meninas, e depois, à meia noite, para estuprá-la(s). Não fica claro se ele quer estuprar também a menina de 4 anos, já que ele não fala diretamente nela, só fala de dopá-la. Eles discutem a virgindade da menina de 14. A mãe fugiu assim que isso virou notícia, ou seja, assim que os prints da conversa saíram no FB e logo foram noticiados em jornais.


Anon das 13:58, de onde vem sua certeza de que a mãe teria permitido os abusos? Não é o que se vê na conversa.

lola aronovich disse...

E sim, há vários casos de mulheres que fingem não ver e assim permitem que o marido/namorado abuse das filhas (e filhos também). Mas há muitos mais homens que estupram crianças e adolescentes. É neles que deveria residir sua indignação.

Jonas Klein disse...

Olá Lola

Ecaaaaaaaaaaaaaa, que dialogo bem nojento este, cadeia neste asqueroso e nesta mãe louca.

Agora na parte jurídica, acredito que da sim para denunciar este tarado por tentativa de estupro de vulnerável, pois se pode sim ver que ele iria abusar das meninas, se nada o tivesse impedido.


Quanto ao advogado dele, este sujeito e outro nojento também, pois esta usando qualquer argumento por mais absurdo que seja, para livrar a cara do podre do cliente dele.

Anônimo disse...

O mínimo do mínimo é esse fdp ser exonerado e essa nojenta perder a guardas das filhas.

Na melhor das hipóteses ele ia preso por crime hediondo e ela por cumplicidade (mesmo porque quem ia dopar as duas ia ser a mão)...

Se essa menina não fosse virgem não tinha nem discussão pelo jeito...

Alana Rios disse...

Lola, você diz que "Mas há muitos mais homens que estupram crianças e adolescentes. É neles que deveria residir sua indignação." Discordo parcialmente, porque a indignação não pode ser seletiva, ignorando a omissão da mãe/namorada/esposa. Não é porque o crime do homem é muito maior que não devemos nos indignar com o crime da mulher.

Anônimo disse...

Me desculpem, mas se um homem viesse com metade dessa conversa nojenta, eu já teria feito algo. Ela é a mãe das crianças. É ela quem as deveria proteger, e não uma terceira pessoa que ninguém sabe quem é. Só de ficar trocando mensagens com um canalha desse naipe e ficar com essa conversa de que ama, blablablá, não dá para engolir.

Pra tudo tem limite. Defender uma mulher que permitiu a coisa chegar nesse ponto, é muito para mim.

Anônimo disse...

Não consumo essa pornografia que incentiva crimes, agora culpar ela por abusadores como ele é igual culpar a violência pelos filmes do rambo e do van damme, essa lógica de pensamento é igual dos fundamentalistas religiosos

@vbfri disse...

Como foi falado, ele não cometeu nenhum crime.
A (triste, dolorosa, horrorosa) esperança é que ele já tenha praticado contra uma outra criança e que isso venha à tona agora.
E pra quem disse que a vida dele vai ser um inferno:
Vai nada. Essa peste ainda vai ser celebrada por ser um "cabra macho".

Anônimo disse...

Eu nao sou juiza, mas isento a mulher de culpa sim.

Se ela nunca imaginou que o namorado (ou quem quer que seja) fosse capaz de tal coisa (e quem imaginaria???) ela poderia ter ficado tao chocada que perdeu a reação. Ao que eu entendi, tudo aconteceu no mesmo dia..ou seja, ela nao teve tempo de digerir a situação. Ela disse nao. Ela nao consentiu nada.

Ela poderia estar esperando pra esclarecer pessoalmente. Ela poderia estar esperando confronta-lo pessoalmente. etc

Há uns 10 anos atrás eu fui atacada na rua escura a noite. Consegui me soltar e nao houve penetração (a pessoa nem teve tempo tempo de me despir nem de se despir). EU NUNCA denunciei esse caso simplesmente pq eu NAO sabia que isso caberia alguma denuncia, visto nada foi feito. Eu acho que só poderia ter denunciado se houvesse o ato.

As vezes a mulher pensou a mesma coisa. Nunca se sabe.

Eu sou feminista mas condeno a mulher várias vezes. Nao tenho dó (e culpo mesmo) de mulher que nao denuncia marido ou namorado que bate nos filhos (mesmo se o motivo for medo, dependencia financeira, emocional, seja lá o que for). Mas nesse caso, aos meus olhos, e pelas informações que eu tenho (as mesmas do blog), eu nao consigo condenar a mulher. "Ah, mas eu iria denunciar na hora". Ok. Eu também. Mas pode ser que ela ficou tao passada e sem reação que nao soube o que fazer. E veja bem, isso aconteceu muito rápido, ninguem pode dizer ou nao se ela estava prestes a denunciar nas proximas horas. Ou medo pela profissao do cara.

Mila disse...

Vi esse caso na Internet e fiquei abismada com a "fantasia" desse doente de estuprar uma menina de 14 anos. Também fico imaginando que as crianças só foram poupadas pq o crime foi exposto na Internet, imagina se ele não tivesse falado nada (como ocorre na maioria dos casos) e tivesse abusado da garota na surdina?
Anônimo, acho que a mãe fugiu por repercussão das imagens, pois se postas fora de ordem, levariam a entender que ela consentiu com o estupro. Eu vi muita gente dizendo que ela teve uma reação pouco agressiva frente à proposta do cara.
Mas em vários casos de abuso de padrasto contra enteados, vejo que há muita culpa incidente sobre a mulher, do tipo "a culpa é dela por botar esse monstro dentro de casa". Confesso que não sei o que pensar sobre a culpabilização da mulher, pois, infelizmente, há vários casos que a mãe sabe e se omite por medo ou outros motivos ou que a mãe prefere acreditar no homem que na criança.

Bizzys disse...

Concordo com a @vbfri. Não vai acontecer NADA com esse cara. Na polícia mesmo, é capaz de o inocentarem porque ele não cometeu o crime de fato. Se ele for expulso da corporação, ainda assim ele pode arranjar outro emprego, em pouco tempo as pessoas esquecem desse caso. E se por um acaso ele for hostilizado pelas pessoas da cidade dele, o cara ainda pode se mudar e ter "um novo começo" - e uma nova chance pra cometer esse tipo de crime.

É triste, mas em geral é isso o que acontece com esse tipo de homem. Quem sofre mesmo são as vítimas deles.

Anônimo disse...

sou o Anon das 14:45

onde escrevi "Eu acho que só poderia ter denunciado ....."
na verdade era pra ter escrito ~eu achava que so poderia ter denunciado...~

Anônimo disse...

Nesse caso, foi uma coisa boa a exposição em redes sociais.
Mas Eu tenho muitas ressalvas quanto a isso.
Muita gente vai forjar "denúncias" contra outras pessoas, com o único objetivo de prejudicá-la.
Vide a mulher que sofreu linchamento por uma suposta denúncia de bruxaria e sacrifício de crianças.
A coisa é muito mais séria e perigosa do que parece.

Jéssica disse...

E sim, há vários casos de mulheres que fingem não ver e assim permitem que o marido/namorado abuse das filhas (e filhos também). Mas há muitos mais homens que estupram crianças e adolescentes. É neles que deveria residir sua indignação.

Como assim??????? Deixar abusarem das suas filhas n tem nada demais? É para ficar puto com as duas situações.
No final da entender que ela concordou, perguntou se ele ia na casa dela, ele fala em dopar as filhas e ela n diz nada, mas n dá para ter certeza.
Mas n duvido n, o cara fala essas nojeiras e ela n manda ele nem se fuder, n denuncia e ainda chama o traste para ir na casa dela.

Anônimo disse...

Estranho a reação da mãe. Não me pareceu tão perplexa quanto todo mundo. Achou um pedido normal do cara. Não gosto de julgar a mulher, mas achei muito estranha a reação dela. O cara lhe propôs algo terrível: estuprar suas 2 filhas, uma de 14 e outra de 4 anos e ela continuou o diálogo de boas. Eu já teria corrido para delegacia mais próxima. Quanto ao cara, infelizmente não vai rolar punição, pois o ato em si não ocorreu, nem tentativa ocorreu. E do jeito que nossa sociedade é machista, vão acabar validando a desculpa bizarra que ele arrumou para se justificar.

Anônimo disse...

Nao entendo de leis,
mas se um escroto tenta seduzir uma adolescente pela internet (mesmo sem mostrar imagens ou sem pedir imagens), apenas falando que ama, que quer ela, ou sei la o que... e marca de se encontrar com a adolescente em algum local publico. Se a adolescente conta aos pais, e os pais contam a policia... a policia nao pode chegar no local e prender o cara ? ou ao menos processa-lo ?

nesse caso, ele mandou mensagens, ele disse que comprou (ou ia comprar) o remedio e ia passar na casa (tinha at[e falado o horario). acho que da pra fazer alguma coisa sim!!! perco a fe no mundo se nada puder ser feito. ou tem que esperar a desgraca acontecer ?

e quando ao advogado. Espero do fundo do coracao que ele tenha acreditado na historia do rapaz. Porque nao imagino alguem defender uma situacao dessa, por motivo que seja.

Anônimo disse...

Triste, mas concordo com Bizzys e @vbfri. Super possível que ainda tenha gente exaltando o cara por querer a novinha.

Rafael Cherem disse...

Asqueroso,muito asqueroso.Ainda bem que a mãe não colocou esse sujeito pra dentro de casa.

" sim, há vários casos de mulheres que fingem não ver e assim permitem que o marido/namorado abuse das filhas (e filhos também). Mas há muitos mais homens que estupram crianças e adolescentes. É neles que deveria residir sua indignação."

Não senhora, muitos casos de abusos ocorrem com omissão de mulheres,e até participação,essa indgnação seletiva é ridícula e contraproducente.

Anônimo disse...

Ainda consta como crime "Sedução de menores" ou está incluso no crime de aliciamento?

Anônimo disse...

Mas é claro que "quem põe pra dentro de casa" tem sua parcela de culpa. É dever legal da mãe (pai ou cuidador) zelar pela proteção e integridade dos seus filhos.

Bizzys disse...

Eu não gosto dessa ideia de que a mulher é culpada por ter "botado um vagabundo pra dentro de casa", porque nenhum homem vem com estuprador/pedófilo/assassino/agressor escrito na testa. Já li mil relatos de mulheres que sofreram violência doméstica e tiveram relacionamentos abusivos, na maioria esmagadora deles o cara é um príncipe no início do relacionamento, e só depois mostra a verdadeira personalidade.

Minha mãe é viúva há muito tempo. Lembro de ter ouvido ela dizer para alguém que não se casava de novo porque tinha "filha moça dentro de casa". Ela escolheu não se casar para não me pôr em risco, porque sabe que não dá para confiar num homem estranho. Aí nesses casos chega a turma do "not all men" falando que não pode generalizar. Mas se a mulher se relaciona com um cara que no final se mostra um ser humano nojento, a culpa é dela por ter se relacionado com vagabundo.

Nesse caso do post eu não isento a mãe das meninas de culpa. Pais e mães devem sim zelar pelos filhos, mas apontar o dedo para as mulheres é fácil demais.

@vbfri disse...

Esse caso me fez ter vontade de devolver a minha carteirinha de membro da raça humana, pq olha... Foi tenso ver isso.
Para quem falou que a culpa é da mulher pq ela tem dever de cuidado...ç
Vem cá... Ok... Ela tem que cuidar mesmo das filhas...
Mas o cara é POLICIAL.
ELE era quem deveria resguardar a integridade física geral.
O dever dele é em relação a toda a população.
E ele não aliciou menores. Ele nem chegou a falar com as meninas.
O que eu faria se fosse delegada do crime seria caçar as drogas com ele. Tem chance de dar pra processar por tráfico de entorpecentes. Se as drogas forem ilegais/sem receita talvez consiga dar uma dor de cabeça.
Agora, em relação a estupro/aliciamento/etc... esse eu não vejo como processar.
Mas, ó: CERTEZA que ele já fez isso antes.
CERTEZA.

@vbfri disse...

Bizzys:
Concordo com tudo o que você falou.
A história do "not all men"... me mata. Pq olha...
Foda.
E não vem com estuprador na testa e normalmente vão seduzindo a mulher até ela dobrar às vontades deles.
"Prove pra mim que me ama".
Tá aí.
A mulher com medo de perder o cara faz merda, pq o cara já seduziu ela até dizer chega.
Aí vem a porcaria daquela novela do padrasto-mãe-enteada e glorifica esse tipo de coisa.
E aquela m... daquele livro 50 tons de abuso sexual.
E as mulheres ficam achando que amor é aquilo.
PQP.

Kittsu disse...

Nesse caso o crime pode não ter ocorrido. .. Mas se der uma fuçadinha na vida do cara eu tenho certeza que vão encontrar crimes que foram concretizados

Anônimo disse...

Acho que a mulher ficou chocada , tanto que uma hora ela diz ''N entendi vc quer tranza com ela (?) É isso (?)'', sendo que ele já tinha dito isso. E ela meio que buscou que ele repetisse com todas as palavras, pra ver se tinha realmente entendido a proposta.
E pelo que vi, ela a deixou falando sozinho... E depois só pergunta se ele vai ir na casa dela, e talvez ela quisesse confrontá-lo pessoalmente. Então ele fala que já comprou os remédios e não há mais respostas.
E por mais patético que pareça, ela parece ter começado a duvidar do ''amor'' dele.
Claro que a mulher não deixa de ser idiota de não ter se dado conta na hora que era uma proposta de ESTUPRO, já que ele enfeitou dizendo que era uma ''prova de amor''.

Anônimo disse...

aiiiiiiiiiiiii que nojo desse omi asquerosoooooooo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

B. disse...

Tem gente aqui que acha que a mãe é culpada e tal.
Tem gente aqui que acha que é inocente.
Sabe o que eu acho? Nem um nem outro, exatamente. Pelas mensagens, acho que ela nem entendeu a "proposta" dele. Ela ficou fazendo perguntas idiotas, como se não tivesse entendido o que ele falou. Só eu que notei isso?
Na verdade (não me taquem pedras), não entendi quase nada dos diálogos, muito mal escrito. Acho que os dois são pessoas sem instrução e talvez por isso a mulher não tenha sacado a intenção dele...foi o que me pareceu.

(OFF-TOPIC)Ah, quem falou aí da novela Verdades Secretas: eu achava que a novela tratava o cara como vilão (eu o classificava como vilão). Mas era só ir em qq site de fofoca de novelas pra ver as mulheres se rasgando pelo Alex (personagem), afinal, segundo elas, era "rico e lindo". Não consigo entender essas mulheres...

Arnold Sincero disse...

Lixo de ser humanu esse cara.Maize por cauza desse bosta que as feminazi chama a gente de estrupador todos.

Jéssica disse...

B.
Também n entendo, o Alex era asqueroso e as mulheres achando ele um máximo, puta merda.


@vbfri

E dai q o cara é policial? Como ele tem que proteger a população, ela n tem que tentar proteger as próprias filhas?? Ela n é exatamente culpada pq n tem como adivinhar q o cara é um bosta estuprador, mas a mãe é ela, o cara fala esse absurdo e a mulher n faz nada e ainda chama o infeliz para ir na casa dela????? Q porra é essa???
Pelo menos é isso aí que deu a entender, n tem como saber se ela ia denunciar mesmo, se ia deixar, porque denunciaram por ela. Se bem que ela ter fugido é muito suspeito, fugiu pq se ela supostamente n tem culpa de nada?

Anônimo disse...

É impressão minha ou tem um dinossauro no brasão do batalhão da PM?

@vbfri disse...

Jéssica, criatura.
Eu falei que ela tem dever de cuidar, ÓBVIO. Tá lá no meu comentário.
Só falei que ELE TAMBÉM.
O FDP é policial militar. Vc acha que ele protege a quem?
E outra: DU-VI-DE-O-DÓ que vá dar em alguma coisa isso. E olha que ele confessou.
Mas é o nível da criatura que está "protegendo" a população.

Anônimo disse...

A mãe ficou sem reação, não soube o que fazer???

Ela ficou sem reação sim, mas por perceber que o relacionamento estava em risco. Porque ela fazia tudo por ele e nunca bastava. Essa mãe em momento nenhum demonstra um mínimo de indignação pelo que ele quer fazer com a menina, a recusa dela é quanto a virgindade, não ao sexo(estupro) em si.
E ainda tenta argumentar! Quer dizer, se de repente o cara desiste, deixa essa ideia pra lá, estaria tudo certo para ela. Imagine: seu namorado um dia vem com a ideia de forçar sua filha de 14 anos, em seguida desiste e você não faz nada. Porque, tipo, isso é super normal. Vontade que dá e depois passa.

E outra: por que será que a garota não falou com a mãe quando viu as mensagens? Por que ela teve que pedir ajuda a outra pessoa? Claramente tem gente aqui que confia mais na mãe do que a própria filha dela.

@vbfri disse...

sabem o que é triste também?
É que esse cara já deve ter feito coisas horrorosas com outras pessoas, com outras mulheres, com outras crianças. Ele não acordou um dia assim, do nada, e achou essa ideia interessante. Até ele chegar nisso... credo...

Anônimo disse...

Pois é,coitadas dessas meninas com uma mãe assim, a mulher definitvamente parece mais preocupada com o fim do relacionamento, do que com esse monstro,se a menina não fosse mais moça estava perdida.

Mulheres e sua atração por homens babacas.

Anônimo disse...

"E outra: por que será que a garota não falou com a mãe quando viu as mensagens? Por que ela teve que pedir ajuda a outra pessoa? Claramente tem gente aqui que confia mais na mãe do que a própria filha dela."

Anon 17:25, eu me questionei a mesma coisa!! A menina não confiou na própria mãe para pedir ajuda. Enviou os prints para uma 3a pessoa. Achei isso muito estranho. Tem mais coisa nessa história. Provavelmente, esse cara já vinha assediando a menina e a mãe até já sabia, mas fazia vistas grossa.

Anônimo disse...

Anon das 18hs e 10 min


eu fui uma das anonimas que defendeu a mae

claro que pode ter acontecido isso que voce falou, e dai sim, a mae seria bem culpada. Mas nao da pra supor tudo.

Pelas informacoes que foram passadas aqui no blog, eu nao consigo ver culpa da mae. E foi tudo muito rapido, quem garante que a mae nao estava esperando a pessoa chegar em casa pra confronta-lo , pra ouvir isso da boca dele e dai ter certeza que ele era um canalha (as vezes ela nao estava acreditando tb). Eu tb estou supondo. Nao ouvi a mae



Vicky_ disse...

Porra, meu, depois ainda perguntam por que RadFem criticam vocês! Foda-se se ela é cúmplice ou não! O desgraçado-mor é o Ricardo Alves e sempre foi!

Que esse desgraçado apodreça numa cela para o resto da vida!

E os punheteiros daqui: FO-DAM-SE!
Feminista nem mulher nenhuma é obrigada a sentir peninha de você por que "Ahhhhhhh, coitadinho de mim, a indústria pornografica me seduziu à contratar prostitutas, a fantasiar estupros, a querer sardomatizar adolescentes e ver pais estuprando as filhas!!! Sou mais uma vítima do sistema!!!"

F.O.D.A.M.S.E!

Vão frequentar terapia e parar de ferrar a vida de mulheres!

(Tive um acesso de fúria lendo os prints!)

Vicky_ disse...

Tive as mesmas sensações ao ler os prints! Ela estava em choque!

Anônimo disse...

Ja passou da hora das mulheres desconfiarem sim de todos os homens. Not al men uma porra, depois que a sua filha for estuprada, tente repetir isso.

Anônimo disse...

Calma redfem, amigo,amigo. Agora senta e toma água com açúcar

Anônimo disse...

Radfem *

Anônimo disse...

(Viviane)
Bizzys, minha mãe também ficou viúva muito cedo e sempre disse o mesmo. Hoje, eu sou solteira e tenho uma filha. Tenho esperança de um dia encontrar um homem com quem valha a pena ter um relacionamento (ainda sou otimista, rsrs), mas entendo totalmente esse pensamento. Não pago pra ver se o preço for minha filha...

Jéssica disse...

Porra, meu, depois ainda perguntam por que RadFem criticam vocês! Foda-se se ela é cúmplice ou não! O desgraçado-mor é o Ricardo Alves e sempre foi!


Me poupe colega, estuprar é crime, ser cúmplice tb é crime, quer dizer q a mãe que deixa um traste qualquer abusar da própria filha é uma santa? Se foi isso que aconteceu mesmo deve ir em cana igual ao estuprador. Foda-se se é mulher, quem comete crime tem que ser preso, palhaçada!

nadiaschenker disse...

Sensatez. Às vezes vale a pena ler os comentários.

Jonas Klein disse...

Anon 19:06


"Not al men uma porra," calma vamos devagar ai, pedofilo lamentável tem muito por ai, mas da sim para separar o joio do trigo, e desconfiar do cara potencialmente perigoso...


Bizzys


" porque nenhum homem vem com estuprador/pedófilo/assassino/agressor escrito na testa."

E não vem escrito na testa, mas quando cara e pedófilo mesmo ele da sinais, querem que eu ensine aqui como identificar um pedófobo bem fácil?

Se sua resposta for sim e só continuar lendo.

só uma pergunta já e o suficiente para identificar um pedófobo.

E só perguntar para o sujeito, se ele se sente sexualmente atraído por moças(não use o termo meninas), baixinhas, magrinhas e com aquela cara de criança, mesmo sabendo que ela já e adulta, se cara responder que sim, pedófilo detectado com sucesso.


E só analisar a questão do ponto de vista da logica, se o cara se sente atraído sexualmente por mulheres com uma aparência física infantilizada, como o cara não vai ser um pedófobo?

Detalhe e bom fazer esta pergunta de forma indireta, para garantir que a resposta seja sincera.

Anônimo disse...

Deus do céu... A certeza que temos é que o cara é culpado e merece ir pra cadeia por planejar esse ato asqueroso. Pela falta de reação e pela falta de confiança da filha dela nela, a mãe merece perder a guarda(como parece ter acontecido), no mínimo.
Agora, por que ela fugiu e ele não? Talvez ela esteja com medo que ele pense que foi ela que denunciou e permitiu a exposição e queira se vingar? É de se pensar nisso. Afinal, o cara tá solto.
Não creio que ela merece alguma pena(além de perder a guarda). Não dá pra colocar os dois no mesmo barco com essa pouca informação que temos, porque afinal, em nenhum momento ela disse que concordava, apesar de parecer estupida e preocupada com o fim do relacionamento. Já ele, claramente já tava preparado com os remédios até. Ele é culpado, sem dúvidas, ela, há de se investigar. Fugir não quer dizer culpa, ela pode estar sendo ameaçada.
E quem falou em santa? Parem com esses exageros.
Ah, não gosto quando associam virgem=ainda moça. Quer dizer se uma menina de 12 anos for estuprada ela não é mais moça? É mulher? Uma menina de 14 que transa já é mulher, não mais moça? Só acho que é um termo machista esse só virgens serem moças. Moça pra mim são adolescentes e mulheres.

Anônimo disse...

Acho de uma falta de empatia tao grande querer ditar regra que mulher com filho nao deve se relacionar novamente.

Anônimo disse...

Que ignorante essa resposta do Jonas... Mulher baixinha e magrinha que pareça criança só sendo anã e anoréxica sem seios.. E mesmo assim ela ainda vai ser mulher por ter pelos que crianças não tem. Uma mulher com essas características pode até parecer adolescente, mas nunca criança.
Pedófilo se sente atraído por crianças pré púberes.
Duvido que o Jonas não sinta atração por meninas adolescentes de 16 anos, ele pode até nunca considerar pegar, agora dizer que nunca olhou, difícil.
Então por que outros caras não sentiriam atração por moças assim? Eu considero que criança não é moça ainda né, é menina.
E não, um pedófilo não vem com essa descrição na cara, na verdade eles parecem as pessoas mais normais.

Anônimo disse...

Isso de ditarem regra que mulher com filho não pode se relacionar novamente é mais do mesmo machismo. Nunca ouvi nada a respeito de homens, esses sim tem o direito de se relacionar novamente, não ''fica feio''.

anon A. (radfem) disse...

Um PM planeja estuprar uma adolescente e o assunto da caixa de comentários é a mãe dela...

Já falaram várias vezes nos comentários: é impossível saber se a mãe é culpada ou não. As mensagens não deixam isso claro. E o cara é um PM, é totalmente possível que ela tenha fugido DELE. Ou de evitar linchamento, já que entre os dois quem tem chances reais de ser linchada na rua é ela.

Também acho estranho falarem logo que ela deveria perder a guarda e as filhas ficarem com o pai. Quem tem que decidir isso são as filhas (e parece que foi isso que aconteceu), afinal o pai delas pode ser outro bosta.

Essa discussão me lembra de vários, VÁRIOS, julgamentos nos EUA de mulheres que receberam pena maior que o agressor, porque 'não protegeram os filhos'. Mesmo quando a mulher obviamente sofria violência doméstica pesada.

Porque ao invés de acusarem a mãe, não acusam o outro culpado que parece bastante óbvio, e que só o primeiro anon falou? A pornografia. 'Teen' é a categoria mais procurada por homens em sites de pornografia. Mas é mais fácil criticar uma mãe com pouca instrução do que uma indústria bilionária, não é?

Anônimo disse...

O perigo do homem se relacionar com uma mulher com filhos é dele pegar na justiça uma paternidade sócio afetiva. Já teve casos de mulheres que apenas namoravam o homem e com o fim do namoro pediram essa paternidade na justiça, por isso o medo razoável desse tipo de relacionamento

Anônimo disse...

Os homens se relacionam novamente porque a maioria é incapaz de viver sozinho. Pergunte para qualquer psicologa de relacionamentos e ela ira confirmar. Nao coloque as suas filhas em risco com um padrasto estranho em casa. Acredite, se a propria Mae nao amar as filhas, elas irao procurar a falta desse amor materno em outro, e muitas vezes quebram a cara por isso. Acho uma falta de empatia uma mulher que da a propria filha para see estuprada em troca de um romantismo barato.

Anônimo disse...

Anon 20hs e 18 min

EU entendo os diversos motivos que levam algumas pessoas a ter medo-receio de se relacionarem com alguem com filhos. Alguns motivos eu concordo, outros nao. Mas eu entendo todos.

Na minha opiniao e no meu estilo de vida, eh muito mais facil relacionar com alguem sem filhos.
Mas isso eh uma coisa.

Outra coisa eh criticar a pessoa com filho (seja mulher ou homem) por estar se relacionando novamente. Isso eh ditar regra na vida alheia.

Anônimo disse...

O problema é que sempre que uma mulher faz merda, vem um monte de gente defendendo. Que luta por igualdade é essa? Tem que passar a mão na cabeça só pq é mulher? Essa história n tem só o lado do policial, tem da mulher tb. Se n tivessem falado que ela n tem culpa de nada... Não sabemos se tem, mas é tudo muito suspeito pro lado dela, mesmo assim já to no texto que ela é inocente, depois nos comentários que n devemos ficar puta se uma mulher deixa abusarem de seus filhos, vamos só focar no estuprador e ignorar a mulher q faz isso.
O cara é culpado, óbvio. Tem mais é q se fuder, pedófilo e estuprador.

Anônimo disse...

uma mãe com pouca instrução

É, tem que ter diploma, pós graduação pra saber que isso aí é errado. Fala serio kkkkk

Anônimo disse...

Sinceramente,depois de tudo que aconteceu e ele nem ao menos ser preso é uma completa piada! O cara quase estupra a menina, existe provas, mas nao, nao fazem nada nem para previnir de outros crime. Depois quando a mulher é estuprada....a culpa é dela por nao ter gritado alto. Desculpa pessoal ai dos direitos humanos para criminos, mas sou super a favor de castração para esse tipo,se a mairoia Volta a cometer no futuro, que corte logo e evite....

Anônimo disse...

"Que esse desgraçado apodreça numa cela para o resto da vida"

Ele não vai apodrecer no fundo de uma cela porque sua thurminha de esquerda e contra o endurecimento depenas para crimes hediondos, e contra ate que um marmanjo de 17 anos em io que cometa um estupro seja preso por exemplo.
Se ele for preso ( o que no Brasil e muito difícil) se ficar dois anos preso e muito ainda.

Anônimo disse...

para isto so existe uma solução no Brasil o justiçamento publico, e caso comprovado peguem e deem o exemplo.

Anônimo disse...

Se os homens são ou não todos assim isso não é desculpa para aceitar estupradores. Pelo contrario, eles que deveriam ficar isolados da sociedade por serem estupradores. Que fiquem entre eles e deixem as mulheres em paz.

anon A. (radfem) disse...

"É, tem que ter diploma, pós graduação pra saber que isso aí é errado. Fala serio kkkkk"

Argh... É só ver como ela escreve e a dificuldade de compreensão que ela estava tendo, além de morar em uma cidade pequena. Não dá nem para saber se ela entendeu completamente o que o cara falou.

Anônimo disse...

Minha turminha da esquerda? Sou feminista mas isso não me impede de ser a favor de abaixar a maioridade penal e penas mais duras. E não me vejo como parte da esquerda e nem de direita, acho que estaria no centro, tem algumas coisas que sou a favor e contra e ambois os lados, mas no ambito de endurecer as leis, eu seria de "direita". E sim, ten muitas outras feministas que nao se vem como de esquerda.

Vicky_ disse...

Anon A, mas pô, também pensei na pornografia.
Só achei ridículo o cara que comentou sobre isso primeiro dizer que é "controlado" e nunca faria, ou seja, de novo o "not all men" Porque TEMOS que acreditar nas palavras de um homem que fantasia com porno mainstraim, a mesma merda de sempre! Nem coragem para colocar um nick a criatura tem.

Os homens/garotos mais repulsivas que conhece pessoalmente eram quase todos viciados em pornografia e assistiam desde jovens (12~13 anos), diziam ter fantasias iguais a desse nojento. (E falavam barbaridades para garotas da minha idade)

Jonas Klein disse...

Anon 19:54

Você não entendeu direito o que eu escrevi (re leia o meu comentário) ou eu toquei direto na sua ferida, contra fatos não tem argumento que resolva.

De uma lida neste post, talvez ele te ajude a entender melhor o tema, ser melhor no futuro.

http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2015/08/guest-post-precisamos-falar-de-pedofilia.html

Anônimo disse...

Tem toda razão Vicky, fique longe de homens, de todos os homens, para sempre.

anon A. (radfem) disse...

@Vicky_

Malz, a minha intenção foi só falar que ele foi o único que citou pornografia como causa. Mas não concordo com a defesa de 'sei me controlar, tudo ok', também.

Anônimo disse...

O fato dessa mulher permitir que esse maníaco adentrasse sua casa mostra o desequilíbrio de certas mães solteiras, se a filha não denunciasse e bem provável que ela aceitasse sua filha ser estuprada sem denunciar.
Em relação a paternidade sócio afetiva, geralmente elas se envolvem com péssimos homens e depois querem que o outro assuma na justiça, já vi muitos casos assim.

Anônimo disse...

Também acho que a pornografia deturpa o sexo e faz com que pessoas como esse cara deem vazão a essas fantasias nojentas. Será que só acho acho pornô algo que desvaloriza completamente a mulher? pois em cenas que vi nunca há uma preocupação com o bem-estar e prazer feminino. Lembro de uma cena em que se percebia claramente que a moça não estava gostando daquilo. Na minha concepção a pornografia passa a ideia de que o prazer do homem eh o que interessa e não o da mulher. Ela só está lá para servir. Depois disso nunca mais assisti e nem quero.

Anônimo disse...

Mulher também vê pornografia porque nelas também não faz o mesmo efeito?
Eu nunca vi mulher objetificar homem sexualmente, porque isso?

Anônimo disse...

Pornografia é totalmente saudavel, eu comparo ela com uma novela para homens, nas novelas idealiza o homem e no porno a mulher.

Anônimo disse...

anon de 22:05
me poupe dessa comparação ridícula. Detesto novela, mas daí comparar com porno. Não sei nem por onde começar explicando, mas vc n percebe a merda que escreveu?

anon A. (radfem) disse...

@anon 22:02

Pornografia é feita por e para homens. A esmagadora maioria das produções pornôs mostram cenas de violência contra a mulher e não ligam a mínima para o prazer dela. Além de, na verdade, o pornô ser um estupro gravado ser longe de incomum (exemplo: a atriz concorda com uma cena simples de vaginal com um cara, e durante a gravação ou assim que ela chega aparecem mais caras ou acontecem coisas que ela não concordou. Como ela já está no meio da cena e precisa do dinheiro, ela não tem mais como negar. Ou a atriz topar inclusive coisas que não quer por ser muito pobre.).

Então o 'fazer o mesmo efeito' seria se mulheres que vissem pornô passassem a objetificar outras mulheres, e/ou a si mesmas (e ambos acontecem, lamentavelmente...). Já que é isso que é mostrado no pornô.

Também tem o detalhe que a maioria dos consumidores de pornô, principalmente dos pornôs violentos, são homens, não mulheres. E não se tem muito estudo sobre isso, mas ao que tudo indica mulheres, mesmo as héteros, também tendem a ver mais pornô gay ou lésbico do que o hétero. Muito provavelmente para evitar ver a objetificação e violência contra mulheres.

Anônimo disse...

Putz, no pornô a mulher é idealizada? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Só se for a uma boneca inflável, né?

Não aguento mais tanto Not All Men, tanta culpabilização das mulheres, tanta desculpas.

https://www.facebook.com/empodereduasmulheres/videos/935023816571607/

Anônimo disse...

Porno mainstream (e não coisas bizarras) e pornografia sexual pura,onde homens fantasiam dominar mulheres na cama .

Novelas e contos eróticos como 50 tons de cinza, e pornografia emocional, onde mulheres fantasiam dominar homens poderosos via manipulação sexual e jogos emociais.

Simples assim

Anônimo disse...

Desculpe, mas o primeiro a falar sobre pornografia e disse que se controla não é uma mulher??''Lola essa excitação que ele tinha de fazer sexo na filha ao mesmo tempo que beijava a mãe, é tudo culpa da pornografia. Eu sei disso porque mesmo sendo feminista (sou mulher), consumo pornografia''
Ou estão falando de outro comentário que foi deletado?

Anônimo disse...

Jonas, eu já li esse post e muito mais sobre pedofilia, você que precisa se informar, porque pra começo pedofilia não é sobre adolescentes e sim crianças pré púberes. Não estou justificando que seja correto homens mais velhos se envolverem com adolescentes, pelo contrário, mas são coisas diferentes e é interessante esclarecer.

Anônimo disse...

Olha aí o famoso instinto materno hahaha

Pô, Jonas, de acordo com sua definição meu namorado é pedófilo!

Anônimo disse...

Sou advogada, trabalho junto aos juizados de violência doméstica e familiar. Esse caso é "café pequeno" muito pequeno, perto do que vejo no cotidiano forense. Não que não seja terrível, mas nesse, as crianças se safaram. Que alívio! Mas nem sempre é assim...

É de chorar, de detonar o estômago e as vísceras de tanto se contorcer com a realidade das crianças que chegam nesses juizados... é triste, dói, muito. destrói a sua humanidade, você começa a achar que existe inferno sim e nós estamos bem no seu epicentro, e os demônios, somos nós.

Eu desisti, foi demais pra mim, depois de 10 anos, entreguei os pontos. Vou começar do zero. Voltei a estudar para ingressar na magistratura federal, para mudar a vida. Violência doméstica? eu não quero mais, não posso. Não consigo.

Não tenho mais forças. Todos os dias, chegam novos casos de violência contra crianças... casos de avôs, pais, irmãos, muitos irmãos, padastros, vizinhos, primos, amigos da família, tios que dilaceram vaginas e ânus, que quebram dedos, braços e pernas, escalpelam, que queimam com cigarros e ferros de passar roupa, que quebram dentes que mal nasceram ainda, que abrem supercílio, afundam crânios, que espancam até deixar inconsciente, arrancam unhas, deixam acorrentadas, em coma, que matam. Eu estou falando de crianças, só das crianças. As mulheres? vcs já devem imaginar que não é muito diferente. Mas criança é indefesa.

É muito estarrecedor enxergar que essa é a rotina da violência doméstica. Que é real, que é aqui do lado pertinho de você.

Eu tomei a decisão com o último caso que chegou até mim e atuei.. que batalhei, corri atras, provei, prendi, mas que no final das contas de nada adiantou. Nessa segunda recebi uma notícia que me abriu um buraco no chão, que me gelou a espinha e me tirou de prumo. Eu estava em audiência, quando passo o olho no meu whatsap e vejo: Dra, a "MENINA" veio a óbito, não resistiu!!

Chorei, muito, muito mesmo. Mesmo, meus 10 anos de advocacia e defensoria não foram capazes de me dar sustentação para aguentar o tranco. Minha experiência não adiantou nada, desabei ali mesmo, na sala de audiência... talvez por eu ter uma filha de 8 anos... e ter tido tanta empatia por aquela menininha....foi um baque tão grande, que a minha vontade era de sumir. Me senti inútil, incompetente impotente. Me veio a mente, o dia da audiência, da sua oitiva, a mãe presente. Ela me disse que esse verme, demônio teve a coragem de dizer a ela que não ia dar nada, que ele ia ficar no máximo 3 meses preso e talvez pagasse umas cestas básicas, mas que tinha valido a pena, pois o cabaço valia muito mais. Ela me disse isso aos prantos, me implorando ajuda. DETALHE: esse demônio imundo era o irmão... a menina estuprada e agora morta? 7 anos de idade!! Os dois filhos dela!! SETE!!! Morreu. Ele as odiava profundamente. a mãe e a irmã. Fato.

Ela estava em estado de fúria. Pediu a juíza que nunca mais o tirasse de lá, que queria que ele morresse, que se sentia imunda por essa merda ter saído dela. Que ela o odiava, com todas as forças. Que se odiava, que ela era culpada. E quase todos concordaram. e muitos a culparam. Ela era mulher, "aposto que deixava a menina em casa pra dar pra macho", "tem cara de piriguete"... ninguém me contou, eu vi e ouvi.
E eu não pude salvá-la. Ela morreu.

Eu que sempre fui muito fria e determinada, sempre me mantive equilibrada, tive ânsias profundas de pegar uma arma e me dirigir até o complexo penitenciário e desferir-lhe todos os tiros possíveis do tambor da arma até desfigurar-lhe a cara. Até reduzí-lo ao verme que ele era. Mas ele merece coisa muito pior. Quem sabe no complexo não receba o que merece? pedófilos e estupradores costumam ter "tratamento especial" por parte dos internos.
Mas nada disso adianta. O ódio venceu, ela morreu. Fim. Acabou.

Eu queria não me envolver, eu não deveria me envolver. Mas foi e se tornou impossível. Não posso mais..

continua...

Anônimo disse...

O mundo está podre. Eu tenho convicção, não tem mais jeito. NÃO TEM!!! Estamos perdidos.

Hoje será mais uma noite que dormirei a base de remédio..mas não tem remédio que me faça esquecer que vivemos realmente numa sociedade doente e maldita que tem asco por suas mulheres.

Estou cansada de tanto ódio, estou exausta da realidade da misoginia pura e simples que nos cerca, só por sermos mulheres. Só!!!!!

Desculpe o desabafo. Não podia me calar.

Mulheres não amem homem nenhum mais que vocês mesmas, por favor. Seja seu pai, seu irmão, seu avô, seu tio, seu amigo, seu namorado, seu marido... nenhum homem merece ser idolatrado, colocado acima de qualquer suspeita, NENHUM!!!!

Essa é uma questão de sobrevivência. Salvem suas vidas, salvem nossas crianças.

Dra. G

Anônimo disse...

Que comentário de bosta foi esse do Anônimo de 00:48? É triste que esses seres vindos da lama tenham espaço para comentar aqui.

Ainda chocado com a história retratada no posto. E chocado também com o relato da Dra. G.

Às vezes a gente acorda e descobre, mais uma vez, como vivemos em um mundo horrível, desolador e sem esperança alguma.

Anônimo disse...

Deixa eu ver se entendi: A mãe da filha conhece um cara através de um aplicativo bate papo online que diz que a ama,mas que quer "algo" com uma de suas filhas que é de menor. Vc,q estiver lendo esse meu comentario,pare tudo e se ponha no lugar dessa mãe: o que vc faria nessa situação? Hipotese A: Denunciaria esse cara? Hipotese B: Bloquearia o cara? Essas duas opções seriam as mais ideais,não é mesmo? Mas,agr volte nessa noticia e me respo da,o que a mãe de verdade envolvida fez? Contínuou a trocar ideia com o cara por dias e dias. Tá certo q a todo momento ela defendeu sua filha,mas não soa meio irrespondavel da parte dessa "mãe" querer se relacionar e continuar mantendo contato com um infeliz,criminoso e otário igual esse pedofilo mencionado?
Da mesma forma que esse cara deve ser preso pela doentice,essa mãe deveria rever seus conceitos.

Gostaria de alguma opinião feminina sobre o que acabo de argumentar,pois não sou feminista mas me intriguei nesse caso.

Agradeço desde já. E.T

Anônimo disse...

Dra G,se o mundo estivesse realmente perdido,vc n teria nascido.
Afinal,se sua mãe conseguiu encontrar um dos que prestam,porque vc tbm n seria capaz?
Mantenha a Fé,não desista.

Abraços.
E.T

Anônimo disse...

Uma opinião feminina:
Vá estudar e aprenda a ler um texto porque você não entendeu nada!

Mila disse...

Não sei não, anon de 19:54. Normalmente não concordo com o Jonas, mas o ex de uma amiga minha se relacionava com moças magrinhas, pequenas e tinha fantasia sexual com elas vestidas de roupas infantis. Depois descobriu-se q o cara caçava gurias de 12, 13 anos na net para seduzir. Assim, tem cara que disfarça bem, mas eu particularmente já considero um adicional de nojo em caras mais velhos que sexualizam "novinhas"

Raven Deschain disse...

Que bosta. Que bela bosta.

Olha... Eu tou sabendo desse babado em primeira mão. A mãe de uma amiga é de Sousa e como foi dito... Cidade pequena e tal. E ela me disse que isso lá é "comum". Que acontece todos os dias. Que meninas são vendidas e compradas. Pelo que ela me disse, o relacionamento dos dois era abusivo. Tudo, absolutamente tudo era na base do "prove que me ama, senão eu te deixo" e gente, só quem esteve em um relacionamento abusivo pra saber como é. Vc não tem forças pra se indignar. Vc nem sabe mais como fazer isso. Eu saí de um relacionamento abusivo completamente destruída. Não tinha noção de nada. Do que era errado, do que era inaceitável que fizessem comigo ou com os outros. Eu entendo essa mãe.

Faria igual? De jeito nenhum. Tive bons exemplos de mães e se mexessem com meu filho eu ia é meter um tiro na cara. Agora, na época, se fosse algum absurdo em relação a mim, eu provavelmente teria feito. Parem pra se pôr no lugar dela por 5 segundos. Pensem nas mulheres que vcs já viram em relacionamentos abusivos e pensaram "mas por que ela não larga desse cara"? Eu acho que no fim ela teria concordado sim, mas pensem na nossa cultura que diz que mulher sozinha é um fracasso. Que mulher, depois de certa idade não "arruma homem". Que chama mulher de mais de 30 anos de balzaca. E vcs tão esquecendo outra mulher. A dele. Fico imaginando se eu descobrisse que o meu marido me trai e é pedófilo? Como citaram, ele é policial. Tem a obrigação de proteger e servir. Não é esse o lema deles? Como a Virginia disse, tenho certeza que se fuçarem a vida desse desgraçado, alguma coisa acham.

Relacionamento abusivo, gente, não é amor. É doença.

Dra G, completamente sem palavras diante do teu relato. Que nojo.

Raven Deschain disse...

Relacionamento abusivo é tão uma merda, pra vcs terem idéia, que eu me sentia fisicamente mal, só com a idéia de que ele fosse me deixar. Vomitava, tinha diarréia, dor de cabeça...

Se vcs nunca passaram por isso, espero que nunca passem e peço que tenham mais empatia.

Anônimo disse...

Essa situação ocorre porque a mulher deixou ele chegar a esse ponto, típica mãe solteira sem base emocional, que se envolve com marginais e maníacos sexuais

Jonas Klein disse...

Anon 23:23

Já que você não entendeu a minha linha de raciocínio, vamos deixar assim eu não vou ficar discutindo sobre isso aqui, de qualquer forma boa sorte para você todas as crianças e adolescentes que estiverem perto seu namorado, pois vocês vão precisar.


Mila

Ufaaaaaaa pelo menos alguém aqui consegui me entender, o que denuncia a pedofilia não e o fato do cara achar atraentes mulheres com aparência jovial, mas com aparência física infantilizada de modo quase geral.

Raven Deschain disse...

Teu cu.

Qualquer mulher está sujeita a entrar em um relacionamento abusivo, tendo filhos ou não. Justamente por causa de babacas como vc, com esse pensamento de merda.

Anônimo disse...

Qualquer mulher pode passar por isso, entretanto uma que já tenha filhos está em uma situação mais delicada, pois ela sabe que ela perdeu um pouco seu padrão de exigência, por isso o maior abuso em relação a essas mulheres.
Veja aa colocação de outros comentários sobre paternidade sócio afetiva, e veja o que os outros disseram sobre mulheres que se envolvem com homens da por índole e depois querem que a justiça faça homens de bom caráter assumirem seus filhos.
Sua argumentação é fraca e pífia; vc não sabe nem se expressar dignamente

Raven Deschain disse...

Teu cu, novamente.

O que põe mulheres em "situação de fragilidade" são mascus como vc.

E pare de falar comigo, que não sou obrigada a dar moral pra mascu.


Ps: vá aprender a escrever antes de falar qie alguém não sabe "se expressar dignamente".

Ps2: vai tomar no cu.

Anônimo disse...

Realmente falar com vc é difícil, vc ataca as pessoas e não as ideias, não sou mascu, estou dizendo que uma mulher aceitar tal situação se deve a uma ideia de não querer perder o homem, por isso muitas aceitam esses desiquilibrados.
Em relação a paternidade sócio afetiva levantada por outras pessoas aqui nos comentários, ninguém deveria ser obrigado a assumir filhos dos outros, nem as mulheres, então pq não se levantar contra essa questão que a justiça está sedimentando nos tribunais.
P.s. não vou mandar vc tomar nada, não sou do seu nível, vai estudar

uitnei disse...

Ao final da história, a única que corre o risco de ser presa é a mãe.

Vicky_ disse...

Raven, de acordo, depoimentos do M.A.D.A estão aí para comprovar o seu ponto de vista. Não aguento aquele 'feminismo' que julga constantemente mulheres que passaram por relacionamentos abusivos, mais do que a própria sociedade já o fez.

Dra. G, obrigada por todos os casos que lutou e obteve sucesso, eu já reflete muito sobre como era possível as pessoas dessa área aguentarem casos horrendos todos os dias. Se não me engano, há um nome específico para esse estado psicológico.

E só lembrando pela centésima vez: O estuprador é o cara, quem fez a EXIGÊNCIA é o cara, quem comprou o sonífero É o cara, quem tratou a mulher e as meninas como se fossem um joguete é o Ricardo Alves.
Quem estava vestido um uniforme de PM e que DEVERIA proteger a sociedade em geral era Ricardo, mas Ricardo (usem o nome do desgraçado) esteve abusando e planejando ou já estuprou menores de idade e mulheres!

Julga mais a mãe do que ele mostra que, no fim, vocês não pensam muito diferente dele, NÃO NEGUEM!

Anônimo disse...

Ser um relacionamento abusivo n muda em nada o crime dos dois, parem de dar desculpas para os crimes dos outros. N se sabe se a mãe tem algo a ver mesmo, mas tem q investigar sim.
Parece um filme q vi de uma história real, duas meninas q mataram a própria mãe q era bêbada e levava homens para casa q tentavam abusar delas. Ambiente horrível e abusivo, mas nem por isso tinham o direito de matar e ficar por isso mesmo, só por causa do ambiente ruim.
Foram presas .
É inacreditável, se a pessoa sofrer com qualquer coisa já é uma ótima desculpa para ferrar os outros e todos tem q entender...

Jéssica disse...

Vocês querem é que a gente ignore crimes das mulheres, isso sim. Para mim isso está longe de igualdade, é dois pesos e duas medidas.
Esse não é um caso do tipo que se descobre que o traste abusava das filhas da companheira e ninguém sabia de nada, é bem diferente. Não neguem vocês, que está suspeito para o lado dela, do lado dele já tem provas que é um estuprador.
Ela pode ter fugido por medo ou porque tinha culpa no cartório, tem que ser investigado.
E n simplesmente afirmar que ela é inocente, quando n se sabe de nada e ainda tem essas mensagens que n parece que ela ligou muito para o que o cara queria fazer, mais o fato de ter fugido. Ninguém aqui tá dizendo que ela tem culpa de tudo e o que PM é coitadinho.
Se o relacionamento era abusivo isso n muda nada, por favor né! Se a mulher deixa abusarem das filhas delas, independente do motivo, ainda é crime. As crianças n tem culpa da bosta de relacionamento que a mulher tinha.

Anônimo disse...

quando eu escuto essas historias de paternidade afetiva a contra-gosto me da uma raiva enorme. sabe pq ?

pq a impressao que me passa eh que querem empurrar guela abaixo a ~familia tradicional~.
pq motivo mais obrigariam um pai, que nao quer sei par, a assumir uma crianca que nao eh dele?
que vantagem isso teria pra crianca ? A impressao que me passa eh que existe um senso comum que a crianca precisa do papai e da mamae, o que eu discordo.


Agora, tb acho de uma canalhice sem tamanho o homem que se finge de pai presente enquanto namora a mae da crianca, mas que quando termina, da um pe na bunda da crianca tambem.

Raven Deschain disse...

Quando eu ouço isso de paternidade sócio-afetiva dou risada.

Os caras não assumem nem o próprio filho, que dirá os dos outros?

Anônimo disse...

Eu que não entendi nada,ou você que é ignorante a ponto de nem formular uma crítica se quer?
Não estou aqui para brigar,que fique ciente.

Att E.T

Anônimo disse...

Raven,

eu acho ridiculo querer obrigar alguem a ser pai de alguem que nao eh seu filho.

Mas sim, conheco varios casos de pessoas que fizeram por livre e espontanea vontade.
E sinceramente, quando falando de homem que nao assumem seus filhos, eu nao sei em que mundo eu vivo mas conheco pouquissimos casos assim ( e quase todos os que eu conheco foram de uns 20 anos atras ou mais).
Conheco homem que cria filhos sozinho (eh minoria da minoria, mas conheco), conheco homem que entrou em depressao porque se separou e sente saudades dos filhos (so pelo fato de nao estar morando junto), conheco varios homens que brigaram na justica por aumento dos dias de visitas, varios homens que pediram guarda compartilhada...No momento, nao consigo lembrar de nenhum caso atual de pai ausente. Que eu sei que existe, eu sei... por sempre leio uma historia aqui, outra acola...mas na minha realidade nao vejo isso nao.

Anônimo disse...

O problema é que a justiça quer que alguém assuma o que o outro não assumiu, sendo que esse que não assumiu é geralmente um canalha ou bandido, e a mãe uma irresponsável.
Eu já vi um caso de uma mãe que tinha dois filhos, cada um de um pai, começou a namorar um terceiro, só namoro mesmo,sem morar junto nada, ele não quis bancar coisas para as crianças e depois de brigas ambos terminaram, agora corre na justiça um processo de filiação sócio afetiva del querendo que o cara parque pensão

fernanda melo disse...

Mães solteiras. Pequenos demônios né. A mãe cria mas ela é a irresponsável que quer achar alguém pra assumir ... Por que não as mulheres não tem de onde tirar o próprio sustento e dos filhos. Que papo estranho. Nem meu pai com 70 anos pensa assim

Anônimo disse...

Não é atoa que são irracionais. Não importa que alguém formule um argumento comprovando que elas estejam erradas,pra elas sempre estarão agindo certas e pau no cu de quem questionar,simples assim.

Anônimo disse...

Nossa,que mãe exemplar essa aí. O cara dando indícios de ser pedofilo e ela nem aí,prosseguindo com os papos por "amor".

Puta que pariu,e tem gente que ainda insiste que ela é uma santa.

fernanda melo disse...

O inicio da minha resposta foi ironia. E no fim eu questiono se realmente a ideia velha de que mae solteira é irresponsável tem fundamento. Entendeu? Acho que não né

fernanda melo disse...

Ai gente esse negocio de abuso acontece tanto vindo do próprio pai biológico como de outros. Então parem de demonizar mães solteiras. A grande maioria cria muito bem os filhos ok. Por que tem esse bando de fiscal da vida alheia querendo nos rotular

Anônimo disse...

Eu quero, realmente quero, fazer uma perguntinha pra vocês, não me levem a mal. Seguinte: POR QUE NINGUÉM TÁ FALANDO DO ESTUPRADOR MAS ESTÃO FALANDO DA MÃE?!

Sério, quero saber. Por que todo mundo joga pedras na mãe mas não tem uma vírgula pra dizer a respeito do estuprador? Tá que nem igreja católica, perdoa o estuprador pedófilo mas não a mãe que levou a menina grávida (por estupro) de gêmeos pra abortar porque senão ela ia morrer? O tal do Ricardo Alves não tem responsabilidade nenhuma, não tem culpa no cartório por ser um estuprador de menores, só a mãe é que é culpada? Ricardo Alves não tem culpa por causa dos "instintos incontroláveis", é isso? Culpada é só a mãe, mesmo que ela em nenhum momento pareça permitir o estupro? O velho "vamos poupar o pobre ómi estuprador e apedrejar a mulher irresponsável" chegou aqui, é isso?

Punição só pra mulher, né? O homem pode ter estuprado e matado, mas a culpa nunca vai ser do pobre coitado dominado pelos seus instintos biológicos, só da mulher que não fez nada pra impedir. Esse tipo de gente me dá nojo.

Duplamente chocada com o caso que a Dra. G relatou, pela violência e pela culpabilização que fizeram da mãe. Era o IRMÃO da menina, porra! O irmão! Eu sempre fiquei sozinha com meu irmão em casa, minha mãe e minhas tias também, meus avós e tios avós. Não sei nem o que dizer, todo mundo que não cresceu com um mascu assassino de merda na família não consegue sequer pensar que um irmão cometa tal barbaridade com a irmãzinha criança. Como a mãe ia prever que o inimigo estava dentro de casa, nasceu dela, era o irmão da vítima? Ninguém consegue simplesmente prever ou imaginar que um irmão vai simplesmente estuprar e assassinar a irmã. Não dá! Essas coisas simplesmente não não passam pela cabeça de quem não teve algo assim na família. Acho que se eu estivesse nessa corte teria metido um tiro na cara de cada um que falasse essas asneiras.

Anônimo disse...

Ninguém está falando do estuprador? Você tem algum tipo de problema de visão?

São poucos os comentarios que não concordam que esse cara deve ser preso a todo custo pela doentice dele.

O que não quer dizer também que essa mãe seja uma santa pelo simples fato da causa maior ser o pedofilo.

Anônimo disse...

Tem algumas mulheres adoram vitimizar para o lado de suas "parceiras",é impressionante tamanha hipocrisia.

Doi tanto assim perceber que também existem mulheres que são como os homens,no sentido pejorativo de comparação?

E antes que venha com paus e pedras de insultos e tudo mais,não sou machista,muito menos feminista,sou HUMANISTA.

Anônimo disse...

Que eu saiba é necessário existir a vontade de ser pai para que a paternidade socioafetiva ocorra.

Anônimo disse...

Complementando meu comentário acima, a paternidade socioafetiva só ocorre quando o homem registra o filho da mulher mesmo sabendo que não é o pai biológico. Um homem que quer manter um relacionamento com uma mãe solteira mas não quer ser pai não é obrigado a registrá-lo.

Anônimo disse...

Esta enganad@! A paternidade socioafetiva ocorre com os laços de afetividade, animus de família, se agem como pai e filho. Socioafetividade não tem nada a ver com registro. Essa parte é objetiva. Para sua configuração o importante é a parte subjetiva, ou seja, o comportamento de pai para com a criança que a faça o reconhecê-lo como pai, independentemente do registro!

Anônimo disse...

Se fosse assim não teria várias ações na justiça pedindo essa paternidade contra a vontade do homem

Anônimo disse...

Um ser que possui tendência psicótica em abusar sexualmente de outrem ... Além de ser preso .... Com a mais alta graduação de pena ...
Deveria ser obrigatoriamente submetido a tratamento intenso psiquiátrico de alta qualidade e custeado pelo Estado para não cair em reincidência o réu !!!! É assim fazer valer a garantia de proteção a dignidade d'uma sociedade !

Palpite .... que a maneira que se constrói a execução das penas não é eficaz para reintegrar de forma adequada o ex preso ....

Preocupa-se mais em seguir a risca as regras do direito penal do que fazer a lapidação do ser humano ...

Mas como inovar nas leis a aplicar num caso ? Só com a mudança global no direito .... Q se inicia com a manifestação / pressão da sociedade aos dirigentes ...


marceLLA

Anônimo disse...

Lola vc poderia fazer um post sobre paternidade sócio afetiva, ja que tá rendendo aqui nos comentários.
OO único caso que eu vi foi de uma conhecida de uma amiga minha que queria que o ex namorado pagasse pensão para a filha dela depois do fim de um namoro de pouco mais de um ano,eles nunca viveram juntos mais as vezes saíam com a criança junto, eu não sei o que deu, mas eu a minha amiga me falou que muitas pessoas disseram para ele que isso era o que dava se envolver com mãe solteira, o que achei preconceituoso

Anônimo disse...

Foda-se a paternidade socio afetiva. Esse post é sobre um estuprador que quase conseguiu cometer um crime. Esse post é sobre como infelizmente algumas mulheres abrem as mãos de tudo, da propria segurança e das filhas pelo MITO DO ROMANTISMO. Lembro-me de que uma psiquiatra disse que um dos principais motivos das mulheres não conseguirem sair de relacionamentos afetivos é por causa da falsa ideia de que ela precisa sempre ter um homem do lado, que sem o "amor" a vida delas não serviria para nada. Acho que ja passou da hora do feminismo descontruir esse amor romantico. Que existe,sim, mas na minha opiniao, quem ama de verdade não faz chantagens emocionais. Em um relacionamento saudavel, não precisaria ficar provando toda hora que ama ou "se voce não fizer tal coisa,EU vou te largar ". É isso, da para ver o cara falando de romantismo barato (provavelmente ele nunca gostou dela, so a usou) e a mulher acredita, porque nessa porra de sociedade em vez de mandar tomar no cu a mulher é ensinada que os homens sao capazes de amar (generalizo mesmo, foda-se os "coitadinhos").

Anônimo disse...

Calminha radfem

Anônimo disse...

Radfem uma merda,quem começou falando de paternidade socio afetiva? Vai choramingar em outro post mais a ver nesse assunto.

fernanda melo disse...

Concordo contigo. Essa historia de que mulher precisa de homem só serve pra nos ferrar. A gente é ensinada a crer que o nosso valor está no fato de ter ou não um homem. Tem tanto relacionamento de fachada por causa disso. Temos que acreditar que podemos sim sozinhas ser feliz e tudo mais que temos direito.

Anônimo disse...

Tá na hora do mimimi

Jéssica disse...

Pedir pensão para namorado q nem é pai, é ridículo e absurdo. Se a mulher terminar com um e arranjar outro e terminar tb, vai ficar os dois pagando pensão?? O pai é q tem q pagar kkkkk isso é sério? Escroto demais.

Anônimo disse...

Nem sei se esse negocio de pensao de namorado existe ou não, paternidade afetiva pouco me importa visto que não vou precisar de nenhum homem para pagar pensão para mim. Mimimo de quem 21:43? So vejo mimimi dos otarios que veem paternidade sei la das quantas mais importante que um policial estuprador de criancinhas.

Vicky_ disse...

Adorei seu comentário!

Porra de paternidade sócio afetiva, sempre tem uma para eles quererem roubar o protagonismo e desvirtuar o post!

Anônimo disse...

Véi, na boa... Quem foi que achou que seria uma boa colocar um dinossauro no brasão da PM?

Anônimo disse...

alguem reclamou que estao focando na mae e nao estao focando no omi

Eu fui uma das quem defenderam a mae (neste caso). Porque eu nao tenho informacoes suficientes pra julgar se ela nao fez nada, ou se ela estava prestes a denunciar ou a confronta-lo, visto que tudo aconteceu tao rapido.

Mas muitas vezes, em situacoes parecidas, se foca na pessoa proxima, e nao no realmente causador da tragedia.
A minha teoria pra isso eh que as pessoas entendem que existem maldosos no mundo, que sao capazes de qualquer maldade, e que obvio que desejariam uma prisao eterna pra eles. Nao ha o que comentar. Mas as pessoas ficam indignadas de quem estava ao lado e nao fez nada (nao machucou mas tambem nao ajudou). Veja bem, nao eh a minha opiniao sobre o caso, pois como disse, tenho poucas informacoes.

Para quem leu sobre o sequestro e os inumeros anos de cativeiros da J.Dugard, nos EUA...a menina foi sequestrada por um casal, o homem que foi o mentor de tudo (pelo que eu entendi) e a esposa so ficava inerte ou auxiliava. Nao parecia que a mulher eram ruim por natureza, mas ela se juntou com alguem ruim e resolveu se calar. A esposa teve muitas oportunidades pra libertar a menina, chamar a policia, etc...mas ela nao o fez. Quando eu li o livro, eu ficava inconformada. Do omi, eu ja nem esperava nada, era um ser da pior qualidade... mas da mulher dele, a cada pagina eu pensa...pq ela faz nada ???

Eu sofri bullying na escola, foram poucas as criancas causadoras desse mal...e hoje eu nem as confrontaria, porque eu entendo que existam criancas maldosas e eu tive o desprazer de conhecer umas. Sao pessoas ruins, nao ha o que discutir. Mas eu tive N colegas que assistiram ao espetaculo e nao fizeram nada. Pra esses eu teria vontade de perguntar... pq vc nao fez nada ?

Da a impressao que algumas pessoas veem no mundo a passeio... podem ate nao fazer nada de ruim, mas veem a ruindade ao lado e nao fazem nada pra impedir

Anônimo disse...

Anon, mas sem essa parte objetiva do registro o cara não tem nenhuma obrigação legal para com a criança, então ela faz toda a diferença. Me mostre casos na justiça de homens que foram obrigados a ter qualquer obrigação legal para com uma criança que não é seu filho biológico, só porque teve um relacionamento com a mãe dela.

Estou curiosa sobre esse assunto, quero saber se é paranóia de mascu ou é algo real mesmo.

Quem não quiser ler sobre o assunto que pule o comentário, oras.

Quem manda aqui é a Lola.

Raven Deschain disse...

Eu concordo com 21 e 16. Foda-se paternidade sócio-afetiva. A hora que vcs assumirem os PRÓPRIOS filhos a gente conversa sobre essas mulheres malvadas que querem que vcs assumam os delas.

camila santos disse...

Isso que você ta dizendo os homens fazem igualzinho e com mais frequência, você deveria estar feliz que só poucas mulheres fazem isso 18:34. Querido vai se tratar você ta obcecado por rads 21:29

lola aronovich disse...

Gente, mais de uma pessoa perguntou sobre o dinossauro no brasão da PM. É realmente estranho, mas é que Sousa, PB, tem um dos principais sítios arqueológicos do país. É onde fica o Vale dos Dinossauros.

Anônimo disse...

Raven, a empatia é a virtude (vou chamar de virtude pois considero como tal) MAIS RARA NA HUMANIDADE! Minha compaixão TOTAL pelas mulhereS (sim, eu também pensei na mulher desse escroto) e pelas meninas! Sou co dependente em recuperação e SEI bem o que vc falou sobre dependência afetiva! Graças à Deus as três (mãe e filhas) estão livres desse dejeto humano!
............................
Um link interessante

http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/imprensa-denuncia-conivencia-do-exercito-dos-eua-com-pedofilia-no-afeganistao
.............................

Anônimo disse...

E muito obrigada a Anônima das 02:32 por ter mencionado o livro autobiográfico da
J.Dugard, já encomendei!

Anônimo disse...

Quer saber sobre paternidade socio afetiva procura no google, minha filha.

O post é sobre um desgraçado de um estuprador e não será mais desvirtuado.

Bizzys disse...

Respondendo o comentário que o Jonas fez lá em cima:

Em primeiro lugar, dizer que é fácil identificar um pedófilo só com uma perguntinha simples também é julgar a culpa na mulher - porque ora, se é tão fácil assim identificar um desses, ela deveria ter feito a "entrevista" e percebido logo o que o cara era, não?

Em segundo lugar, eu acredito sim que dê para perceber que o cara é uma má pessoa, mas não à primeira vista. Homens agressivos geralmente se fazem de príncipes e só mostram a verdadeira face depois de um tempo. Eu sei perceber alguns sinais de homens abusivos (por exemplo: dizer que tem ex louca, tratar mal a mãe e outras mulheres da família, ser agressivo com pessoas que ele considera "inferiores" como porteiros e garçons, e outros mil), mas só aprendi essas coisas com o feminismo. Uma mulher não feminista pode ter muito mais dificuldade de perceber esse tipo de coisa, e eu nunca vou jogar nas costas dela a culpa por ter sido enganada por um ABUSADOR.

E no fim das contas, pra reconhecer homens abusadores é preciso procurar sinais em todos, desconfiar de todos. Se eu faço isso, a galera do not all men me chama de "radfem mal humorada que devia confiar no amor". Se não faço, vão jogar a culpa em mim caso eu sofra algum abuso, vide os comentários desse post crucificando a mãe das meninas e convenientemente esquecendo do PM estuprador e pedófilo.

Anônimo disse...

"Ah mas a mãe é cidade pequena, ah mas a mãe aparenta não ser estudada, ah mas..."

Minha mãe era mãe solteira, analfabeta e criou a mim e minha irmã num vilarejo de 600 hab no interior de MG. Nunca na vida dela ela toleraria isso com uma de nós, nunca na vida dela ela teria ouvido isso sem se indignar e tomar providencias. Essa mulher ai é uma total desequilibrada, não tem condições de criar uma criança.
Ela não ia confrontar o cara pois é muito claro que ela morre de medo de perde-lo, a filha confia mais num terceiro que nela, e ela entendeu muito bem a situação sim tanto é que tenta,ainda que sem se indignar, defender a virgindade (porque né, a qustão não é o sexo, mas a moça ser virgem).

Ele merece a prisão. Ela, no mínimo, perder a guarda

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Eu quero, realmente quero, fazer uma perguntinha pra vocês, não me levem a mal. Seguinte: POR QUE NINGUÉM TÁ FALANDO DO ESTUPRADOR MAS ESTÃO FALANDO DA MÃE?!


Porque ele já admitiu a culpa, já perdeu o cargo e será processado. Além do mais já um consenso quanto a culpa dele.

Anônimo disse...

E quem é vc, anon 11h51, para ditar o que deve ser comentado ou não? O blog não é seu, sua chata do kct, não quer ler pule o comentário, simples.

Anônimo disse...

Bizzys,

O comentário do Jonas sobre pedófilos serve só parar rir, nada mais. É completamente preconceituoso, porque pressupõe que um homem que está com uma mulher adulta com aparência infantil está com ela unicamente por causa disso, a despeito de todas as outras características da mulher. E os pedófilos que já tive a infelicidade de conhecer era tudo casado com mulheres que não tinham nenhuma característica infantil. O que ele comentou não tem o menor fundamento. Pedófilos são pessoas que se escondem muito bem dos outros adultos. Geralmente só ficamos sabendo que determinada pessoa é pedófila quando alguma criança esperta resolve denunciá-la.

Vicky_ disse...

"Preconceitoso"...haja... o que mais há é homem machista à procura de perfil de mulher "doce, meiga, jeito de criança, aparência jovial e que seja feminina, não feminista", lá vem aquela porra de etarismo mal empregado.

Caras assim sofrem tanto preconceito quanto os que buscam uma mulher que tope ser apenas dona de casa.

(Vejam que em momento algum empreguei "pedófilo", pra ser abusador de menores nem pedófilo precisa ser)

Anônimo disse...

Sem dúvida que o sujeito é um tarado perigoso e deve ser enquadrado rigorosamente na lei. Mas tem coisas, que, desculpem-me moças, eu não consigo entender no comportamento de vocês!! E porque ela não deu um fim nesse caso logo de cara? e a conversa do "moço": minha gostosa, para lá minha gostosa para cá! O respeito começa na intimidade! Será que não percebem a falta de respeito nos dialogos? na cara? Depois vão pensar que todo homem é estuprador, abusador, etc. mas parece que tem mulheres que possuem um ferônomio para atrair tarados e abusadores! Será que tem fundamento a tese de alguns, de que a mulher no fundo gosta de ser uma vitima?Ou então, estão tão carentes que aceitam qualquer um, qualquer traste pensam que é melhor que ficar sozinha! Conheci um caso incrível de uma mãe que era espancada pelo filho e quando, como sindico, chamei a policia ela negou tudo e disse que ele é um santinho!!!!!
Por favor, não sou mascu não. Percam o medo e aprendam a conhecer os homens para depois não ficar generalizando que são todos tarados, abusadores e mal-caráter!

donadio disse...

"Ao menos num primeiro momento o policial não praticou nenhum crime, por mais bizarro que isso seja. No Direito brasileiro salvo algumas exceções, ninguem pode ser punido apenas por querer praticar um crime, sem que haja ao menos um início de execução do delito. Logo, as punições cabíveis seriam administrativas, como a expulsão do quadro da PM."

Como ele comprou o "remédio" para dopar as meninas, é evidente que a execução do crime foi iniciada. É tentativa de estupro de vulnerável, e, segundo o art. 14 do Código Penal, pune-se com a pena do crime consumado, reduzida de um a dois terços. Como a pena para estupro de vulnerável é de oito a quinze anos, o advogado de defesa vai tentar jogar a pena para o mínimo (oito anos) e depois jogar em cima a redução de dois terços, para chegar a dois anos e oito meses, o que permitiria ao acusado cumprir a pena em liberdade.

Mas acho improvável, pois há agravantes, como o fato de ele ter tentado induzir a amante a cometer outro crime, e evidentemente o abuso da relação de confiança entre padrasto e enteada, mais o uso de entorpecente. Com a repercussão pública do fato, duvido que ele pegue uma pena leve, ou consiga uma redução maior do que um terço.

Mas, com a palavra, o Ministério Público da Paraíba.

donadio disse...

"Pelas mensagens, acho que ela nem entendeu a "proposta" dele. Ela ficou fazendo perguntas idiotas, como se não tivesse entendido o que ele falou. Só eu que notei isso?"

Olha, sendo bem realista... se ela tivesse mandado o cara pastar logo na primeira insinuação, como parece ser o consenso, ia chover de gente dizendo que não era bem isso, que ela entendeu mal, etc., etc., etc., e etc.

E o cara ia estar de boa, no máximo chateado de a mulher ter dado o fora nele. Não ia ter acusação, não ia ter processo disciplinar, e processo penal, então, muito menos.

Ela ficou enrolando o cara na conversa, e ele foi abrindo todas as intenções. Não se essa era a intenção dela, mas se era, foi bem inteligente.

donadio disse...

"o dinossauro no brasão da PM"

É relativamente civilizado. Infinitamente pior é o brasão do BOPE, a tal "faca na caveira". E querem que eu acredite que quem usa uma merda dessas como emblema está aí para me "proteger".

Anônimo disse...

Todos os homens são sim potenciais estupradores,mal-carater e abusadores. Aprenda historia.b

Anônimo disse...

Lola quase sempre concordo com as suas opiniões e colocações, mas passar a mao na cabeça dessa mãe não dá mesmo.
Que o cara é um desgraçado, escroto, que merecia ser castrado é um ponto que todas concordamos. Isso nem se discute. Tomara q ele seja punido de alguma forma, mas com essa justiça mequetrefe que temos no Brasil eu duvido muito.
Agora essa mãe me desculpem... mas que absurdo ficar dando trela pra um maníaco que quer estuprar a filha dela, é demais pra minha cabeça! A mulher entendeu muito bem o que ele quer fazer, mas parece q tá mais preocupada em não perder o seu "amorzinho" do que realmente proteger as filhas. E outra o problema é SÓ a menina ser virgem?!? quer dizer q se ela não fosse virgem ou quem sabe um pouquinho mais velha a jumenta ia quem sabe deixar o desgraçado abusar da menina? Podem alegar o que for, mas na minha concepção NÃO existe atenuante pra mulher que deixa marido, namorado, amante o que for abusar ou maltratar dos seus filhos. E falo com conhecimento de causa, sendo filha de uma dessas mulheres que por fraqueza ou comodismo preferiram se fazer de "desentendidas" e isso não se pode perdoar, não dá mesmo.

Anônimo disse...

Pessoal, por favor, parem de passar a mão na cabeça da mãe. Dói por saber que ela que com certeza ela deve ser codependente, mas estupro é um crime pesado demais para ser conivente com ele, para amenizar a omissão materna.

Vocês estão enchendo o post de "e se...", "e se ela ficou sem reação", "e se ela não entendeu"... vou dar mais um "e se" para vocês: e se, ao invés de ser uma mulher negociando um estupro para o namoradinho, fosse um homem de poucos amigos, incrivelmente inseguro, negociando o estupro da filha de 14 anos para não perder a amizade com outro cara, vocês veriam o caso da mesma forma? Não sou mascu, e posso estar errada, mas sinto que algumas pessoas amenizaram a omissão materna pelo simples fato de a mãe ser uma mulher.

Os dois são tão culpados pelo quase-crime, foi maravilhoso que o policial tenha perdido o cargo e espero que ele pegue uma pena pesada no procedimento criminal, mas a mãe deveria, no mínimo, perder a guarda das filhas por tê-las exposto dessa forma.