segunda-feira, 14 de setembro de 2015

VAMOS QUEIMAR NA FOGUEIRA A FEMINAZI QUE DENUNCIA SEXISMO

Acho, nem tenho certeza, que estou no Linkedin. Depois de ignorar durante anos convites para entrar nesta rede social, me cadastrei este ano. Creio que foi após alguém criar um perfil falso pra mim. 
Sei que muita gente leva o Linkedin a sério. É uma ferramenta de marketing profissional, que pode ajudar na hora de procurar ou mudar de emprego e fazer contatos relacionados a trabalho (e talvez acadêmicos também, certo?). Mas a palavra-chave é essa: trabalho. O Linkedin não é pra paquerar, não é um Tinder ou um perfil pessoal no Facebook. Cada ferramenta tem um propósito.
Semana passada, Charlotte Proudman, uma advogada inglesa de 27 anos, mandou solicitação de contato no Linkedin para outro advogado, Alexander Carter-Silk, de 57 (foto ao lado). Ele aceitou o convite e enviou uma mensagem para Charlotte: "Feliz por me conectar, entendo que isso seja provavelmente muito politicamente incorreto, mas a sua foto é deslumbrante!!! Você definitivamente ganha o prêmio de melhor foto que eu já vi no Linkedin". 
A foto de Charlotte era esta ao lado. Uma foto normal, de rosto. Sem decote, sem minissaia. Não que uma foto de corpo inteiro justificaria a reação babona de Alex. Tipo, é uma rede profissional. Muitas dessas conexões no Linkedin você não conhece, ou só conhece de nome. Você achar ou não a foto de alguém deslumbrante é meio desnecessário. 
Clique para ampliar: de cima
pra baixo, a resposta de Char-
lotte, a mensagem de Alex, e
o tuíte
Charlotte resolveu não deixar barato. Ela respondeu para ele: "Alex, acho sua mensagem ofensiva. Estou no Linkedin por motivos profissionais e não para ser assediada pela minha aparência física ou para ser objetificada por homens sexistas. A erotização da aparência física das mulheres é uma maneira de exercer poder sobre elas. Isso silencia os atributos profissionais das mulheres, já que sua aparência se torna o principal. Seu comportamento é inaceitável e misógino. Pense duas vezes antes de mandar para uma mulher (com metade da sua idade) uma mensagem tão sexista. Charlotte". 
Além disso, ela colocou a resposta (junto ao recado de Alex) no seu Twitter, perguntando a suas seguidoras: "Quantas mulheres no Linkedin são contactadas em referência a sua aparência física em vez de suas habilidades profissionais?"
O caso rapidamente ganhou a mídia britânica. O tabloide de direita Daily Mail, um atraso de jornalismo, resolveu perseguir Charlotte. Eu talvez não escreveria este post se não tivesse ficado enojada com o posicionamento do tabloide, que imediatamente tachou Charlotte de "feminazi" em suas manchetes. 
Feminazi, você sabe, é um termo criado pelo radialista ultra-reaça Rush Limbaugh. É um termo que não tem nada a ver com a realidade -- visto que os nazistas não eram exatamente fãs das feministas, e visto que um dos inimigos número um dos neonazis de hoje é o feminismo.
Curiosamente, o pessoal de direita gosta de reescrever a história tentando inventar que Hitler foi um cara de esquerda. Reaças também chamam ativistas LGBT de gayzistas e gaystapo, o que só pode ser projeção.
É o que o Daily Mail faz -- atacar mulheres. 
A vida Amanda Palmer canta
música e tira a roupa em
resposta ao jornaleco
Só lembrando que em maio do ano passado, quando o mascu Eliot Rodger matou seis pessoas na Califórnia, o tabloide lançou uma capa acusando uma moça que tinha rejeitado as investidas de Eliot anos antes como responsável pelo massacre, com foto da menina e tudo. O Daily Mail é o jornaleco que decretou que a esposa do ex-James Bond Pierce Brosnan estava gorda. O mesmo que insultou a cantora Amanda Palmer ao publicar uma foto em que seu peito "fugia" do sutiã. Ela fez uma canção memorável contra o tabloide, que apelidou de veículo com "imbecis cheios de misoginia", e o mandou sifu.
Semana passada, o Daily Mail se pôs a investigar a vida de Charlotte para ver todos os esqueletos que poderia encontrar em seu armário. Numa das reportagens, o tabloide praticamente culpa a jovem pela morte de sua avó. Charlotte, que é ativista feminista e ganhou prêmio de direitos humanos, rompeu relações com a família do pai em 2011. Seu pai morreu jovem, quando ela tinha 4 anos. A família diz que o pai não ter deixado herança para os filhos possivelmente fez Charlotte virar feminista. 
E, óbvio, uma colunista do tabloide encarnou um mascu e escreveu (a sério!) um artigo intitulado "Os homens são o verdadeiro sexo oprimido hoje em dia", descendo a lenha na advogada. 
Mas o pior foi o tabloide afirmar que Charlotte se comporta exatamente da mesma maneira que acusa o advogado -- ela também objetifica homens online! Olha só as provas: em uma página do FB de um amigo, ela escreveu "Hot stuff" (bonitão? Gostosão?). Noutra, ela escreveu "Ulalá!"
Charlotte para um amigo: Hot stuff
Alex, o advogado, chamou
a própria filha (da idade de
Charlotte) de gostosa no FB
Pois é, chamar amigo de bonitão em perfil do FB é idêntico a elogiar foto de desconhecida numa rede profissional como a Linkedin! Mesmo que Chalotte tivesse chamado um cara de "deslumbrante" no Linkedin (o que ela não fez), sabe o que é falsa simetria? É um conceito difícil pra alguns entenderem. É tentar explicar que as mulheres sempre foram objetificadas e reduzidas a sua aparência, durante toda a história, ao contrário dos homens, e que assédio sexual é uma prática corriqueira no mercado de trabalho. 79% das vítimas de assédio sexual no trabalho são mulheres. Então uma mulher falar "gostoso" prum cara e um homem falar "gostosa" pra uma mulher -- não tem comparação. Não é a mesma coisa.
Cara chamando Charlotte de bunnyboiler
Em outra matéria, o jornal publica depoimentos de várias "celebridades", com opiniões como "Se ele me mandasse essa mensagem, eu adoraria!", "Ele é estúpido, ela é uma bunnyboiler (cozinheira de coelhinhos, referência à personagem de Glenn Close em Atração Fatal; o termo virou sinônimo de mulher carente e histérica), "Um homem não pode elogiar?", "Isto não é sexismo, é histeria", "Fez o feminismo retroceder vários anos". 
A feminista radical e escritora
Julie Bindel em palestra
de junho de 2015
Apenas duas mulheres, uma delas a escritora feminista Julie Bindel, deram razão a Charlotte. Bindel escreveu: "Charlotte Proudman foi rotulada de feminazi simplesmente por expor as atitudes sexistas de um homem que deveria tratá-la como sua colega profissional. Alexander Carter-Silk pode ser culpado de sexismo leve comparado à besteira frequente que as mulheres enfrentam, mas esses comentários contribuem para a desigualdade insidiosa entre homens e mulheres [...]. Os homens parecem acreditar que eles têm o direito de falar da aparência das mulheres. Já me falaram que eu sou feia demais para ser estuprada, mas também já recebi cantadas em bares de hotel enquanto estava trabalhando, sentada com meu laptop. Talvez o motivo que as declarações de Carter-Silk causaram tanto rebuliço é porque, cada vez mais, as mulheres não aguentam mais este sexismo casual". 
Um jornalista analisou os tuítes que Charlotte recebeu durante apenas quatro horas, depois que o Daily Mail passou a chamá-la de feminazi e persegui-la. Dos 300 emails que foram enviados a ela durante esse período, 70 eram elogiosos. O resto continha todo tipo de insulto, incluindo ameaças. 
Parece que foi uma mulher chamada Helen Lewis que criou a Lei Lewis em 2012: "Os comentários em qualquer artigo sobre feminismo justificam o feminismo". Esta sim é uma verdade absoluta.
"Meu parceiro/sócio recebe mensagens perguntando se ele quer trabalhar com fundos de investimento especulativo. Eu recebo propostas de homens para sair com eles"
 

155 comentários:

Rafael Cherem disse...

1- Achei a atitude dela de responder correta, bloqueou qualquer tentativa de assedio futuro, se ela responde com um obrigada, a sequencia ia ser puxar assunto e por ai vai.

2- Olha, como homem brasileiro não achei desrespeitoso o tom do cara, ele mesmo reconhece que agiu de forma incorreta.

Anônimo disse...

A atitude do cara nada tem de sexista. Desde quando homem elogiar mulher ou mulher elogiar homem é sexismo? (será que se um homossexual elogiasse o mesmo cara e ele tomasse a atitude que a advogada tomou, ele não seria tachado de homofóbico?)

Isso não apaga o fato de que a atitude do cara foi incorreta, indevida, pois o objetivo do site LinkedIn não é esse.

Daí a fazer uma "tempestade em copo d'água", dizendo que é sexismo, vai uma longa distância.

Enfim, o mais puro e lídimo "mimimi".

Cão do Mato disse...

Um ambiente físico de uma empresa serve para trabalhar, certo? Mas isso não impede as pessoas que lá trabalham de se conhecerem melhor, para amizade ou algo mais. Por que isso seria inadmissível num ambiente também dedicado ao trabalho, porém virtual? Além do mais, como disse o Rafael Cherem, a cantada foi bastante respeitosa. O cara não se utilizou de linguagem sexual, não usou termos chulos (não mandou foto de pinto...rsrsrs)... De qualquer maneira, acho que ele poderia ter procurado ela em outros ambiente, como o FB. Na minha opinião, a reação dela foi desproporcional. Bastava dar um "toco" no cara e bloqueá-lo. Claro que a intenção dela foi boa (denunciar assédio) mas faria sentido a divulgação se tivesse sido alguma coisa "pesada". E é claro que teve um componente de auto promoção, sem dúvida.

Senhorita F. disse...

Lola isso me lembra uma situação que eu passei... Dentre taantas
Estava cursando meu mestrado e um prof de outra instituição veio nos visitar (devia ter na casa do 55-56 anos), doutor, professor, com vários trabalhos publicados.
Ao conhecê-lo ele só sabia fazer piadinhas sobre essa importante troca de conhecimentos, enfatizando a minha troca com ele (sim td que ele falava tinha duplo sentido).

Eu não podia responder, afinal ele era um convidado e eu não era nd... Elogiava o quanto tinha me achado bonita, e elegante - não sou elegante - não estou ali para ser elegante- não estou ali para ser bonita.
Sou uma profissional, quero ser reconhecida como alguém que desenvolve algo, que pensa e que não se resume a beleza...
A galera que fala que isso é mimimi só digo uma coisa, imagina vc se esforçar e ser julgado só pelo seu aspecto fisico...
Nd que vc fez importa ou o que vc é importa...
Sexismo é vc julgar um profissional diferente do outro por ser homem ou mulher anonimo da 12:01
é vc tratar diferente pq a mulher é bonita ou pq vc acha a mulher feia...
É reduzir anos de estudo à aparência...
Homens fazem isso constantemente com suas companheiras, reduzem anos de relacionamento, a kg nas balanças, esquecem da sua contribuição social financeira e emocional...


Bizzys disse...

Fico absurdada com como sai homem até dos bueiros para definir o que é sexismo ou o que é certo ou errado nesses casos.

A mulher está no LinkedIn, uma rede social com objetivos profissionais, um cara simplesmente chegar elogiando e falar que ela está linda na foto é inapropriado e anti-profissional. Do mesmo jeito que é anti-profissional fazer isso no ambiente de trabalho em si.

"Desde quando homem elogiar mulher ou mulher elogiar homem é sexismo?"

É sexismo porque a mulher é considerada um objeto passível da avaliação masculina em TODO e QUALQUER lugar. Uma coisa é você elogiar alguém que você conhece/tem intimidade ou num ambiente mais adequado se quiser paquerar, outra coisa completamente diferente é gritar "linda" na rua para uma desconhecida, ou fazer comentários não solicitados sobre a aparência de uma colega de trabalho.

Sinceramente, é inacreditável que nós mulheres ainda precisamos repetir isso.


Anônimo disse...

"Pense duas vezes antes de mandar para uma mulher (com metade da sua idade) uma mensagem tão sexista. Charlotte"."

E qual o problema dele ser mais velho? Se ela fosse uma mulher de 50, os elogios seriam apropriados (ou mulheres de 50 não merecem nem as cantadas)?

Muita farinha pra uma farofa mixuruquinha heim, só acho.

E se ela queria exposição ao denunciar o "crime" do advogado, que estivesse pronta pra lidar com as consequências. Se tivesse só dado o recado pra ele sem criar um ativismo todo em cima, nada disso teria ocorrido. Ele não saiu publicando em tudo que é lugar o elogio que fez à advogada.

Quando vc expõe alguém, você imediatamente está se expondo também.

Bizzys disse...

Outra coisa: esse argumento de que o cara "foi respeitoso" é imbecil e me cansa. Não interessa se ele falou "gostosa" ou ""sua foto é bonita", o que importa nesse caso é que o comentário foi inapropriado, não deveria ter sido feito. É claro que se ele tivesse usado termos chulos teria sido bem mais desagradável, mas não muda a questão principal, que é achar que a mulher está disponível para ser avaliada ou receber propostas que não tem nada a ver com trabalho.

Quando ocorreu aquele caso de assédio do técnico da NET, meus colegas de trabalho comentaram a mesma coisa, que ele "foi respeitoso", etc e tal. O tom da "cantada" não importa, o que importa é se ela é apropriada ou não, e em nenhum desses casos ela é. Não sei qual a dificuldade dos homens em entender isso.

Acho muito certo a moça ter exposto o caso sim, para trazer à tona o que nós sofremos sempre. Só fico triste porque ela foi perseguida, talvez outras mulheres tenham mais receio de denunciar assédio por causa disso.

Anônimo disse...

"Curiosamente, o pessoal de direita gosta de reescrever a história tentando inventar que Hitler foi um cara de esquerda"

Na realidade o lider do Nazional socialismo criou uma terceira via ideológica, e foi derrotado tanto pela direita cristã (EUA,Inglaterra) quanto pela esquerda ateísta (USRR)

Anônimo disse...

Quando uma mulher diz que um homem e bonito no trabalho, como isto se chama?

Anônimo disse...

Pense duas vezes antes de mandar para uma mulher (com metade da sua idade) uma mensagem tão sexista. Charlotte".
_
Então se fosse uma garotão tava tudo certo?

Anônimo disse...

Descontem feministas, assediem um homem hoje...

Anônimo disse...

Pior coisa do mundo e homem velho metido a garanhão, muito nojento cara que não tem semancol .

Anônimo disse...

há tá, mulher não avalia homem, há tem diferença, enquanto homem acha mulher bonita fisicamente, mulher acha homem interessante financeiramente, taí a diferença.

Anônimo disse...

First world problems.

Julia disse...


"talvez outras mulheres tenham mais receio de denunciar assédio por causa disso"

Mas é exatamente isso que eles querem: mulheres terem medo de expor as merdas deles e acabarem aceitando caladas. Pois que se fale cada vez mais. Não pode deixar ficar barato.

Odara disse...

A parte do comentário da Bizzys:
"É sexismo porque a mulher é considerada um objeto passível da avaliação masculina em TODO e QUALQUER lugar. " explica tudo! Valeu Bizzys!
A questão é essa e foi sexismo sim e pronto! Se o cara é novo ou mais velho não interessa em nada!

Anônimo disse...

E não tem jeito, a solução e uma só, afastem-se dos homens em definitivo.

Anônimo disse...

First world problems (2)

Julia disse...

"Descontem feministas, assediem um homem hoje... "

Eu vou copiar e colar aqui um trechinho porque alguns fingem que não leram.

"É tentar explicar que as mulheres sempre foram objetificadas e reduzidas a sua aparência, durante toda a história, ao contrário dos homens, e que assédio sexual é uma prática corriqueira no mercado de trabalho. 79% das vítimas de assédio sexual no trabalho são mulheres. Então uma mulher falar "gostoso" prum cara e um homem falar "gostosa" pra uma mulher -- não tem comparação. Não é a mesma coisa."

De nada.

Anônimo disse...

"E não tem jeito, a solução e uma só, afastem-se dos homens em definitivo."

Boa sorte na sua ilhota.

É impressionante, todo post no blog agora é um monte de Rads querendo sequestrar a discussão. Não bastavam os mascus...

Anônimo disse...

Senhorita F:

Sou a "Anônima das 12:01".
Embora ache que isso não faça qualquer diferença na argumentação, apenas gostaria de deixar claro que sou mulher.

Você disse: "Sexismo é vc julgar um profissional diferente do outro por ser homem ou mulher anonimo da 12:01
é vc tratar diferente pq a mulher é bonita ou pq vc acha a mulher feia...
É reduzir anos de estudo à aparência..." Concordo que isso é, mais do que sexismo, preconceito.

Mas o cara não fez nada disso. Ele não a contratou ou deixou de contratá-la por ser ela mulher, feia ou bonita. Ele simplesmente elogiou a fotografia dela, como já dito, e por ele próprio reconhecido, em ambiente (virtual) inadequado.

Entendo que achar "sexismo em todo e qualquer lugar" acaba prejudicando o feminismo, por desviar a atenção para temas de menor importância. No presente caso, para mim, houve falta de noção do cara, ou falta de educação, no máximo.

Com todo respeito à advogada, para mim é "mimimi", mesmo.
Sem falar no "ageísmo" dela, esse sim explícito!

Julia disse...

"É impressionante, todo post no blog agora é um monte de Rads querendo sequestrar a discussão. Não bastavam os mascus..."

Impressionante é vc atribuir um comentário anônimo às rads e ainda afirmar que ela quer sequestrar a discussão.

Não faz sentido dizer pras mulheres se afastarem dos homens sendo que são eles que invadem os espaços das mulheres.

Anônimo disse...

Quem sabe ela até conhecia o cara e quis se vingar de alguma coisa.
Alguém acompanhou aquela "tras" Luiza pra saber se era legítima a alegação ou se era mesmo #pegadinhadoluiz?

Anônimo disse...

É impressionante, todo post no blog agora é um monte de Rads querendo sequestrar a discussão. Não bastavam os mascus...
_
Que rad minha filha eu sou homem, só acho poser feminista achar ate um "bom dia vc está bonita hoje" e se afirmar heterossexual, dizer que gosta de homem, então sigam o que vcs pregam, se afastem dos homens em definitivo.
Agora o que n~´a e para vcs se maquiaram, porem mini saia e acharem que podem escolher quem sente desejo por mulher bonita ou não, tipo " esse e velho, não tem o direito de olhar para mim nem de me achar bonita"

Anônimo disse...

Não é rad....é mascu! Kkkkkkk

Anônimo disse...

"Não faz sentido dizer pras mulheres se afastarem dos homens sendo que são eles que invadem os espaços das mulheres"

Ontem eu vi um show do belo onde umas cinco meninas voaram em cima dele tentando lhe rasgar as roupas, neão vejo homem fazendo isto no show da Anita.

No metrô vejo homens em sua grande maioria se espremendo pelos cantos para não encostarem nas mulheres (apesar de vcs term visão seletiva para a minoria de tarados) mulher passa se esbarando e dando bolsadas nos outros sem pouco se importar.

Eu vejo mulher postando foto em rede social com shortinho e bunda virada para o espelho com frase de Eça de Queiros em cima, tirando retardados funckeiro não vejo homens fazendo o mesmo em perfis publicos.

Anônimo disse...

Eu também queria saber como anda a Luiza. Sério, fiquei bem confusa na época e seria legal saber afinal se era verdade ou não.

Anônimo disse...

Que zorra e mascu?

Anônimo disse...

"Impressionante é vc atribuir um comentário anônimo às rads e ainda afirmar que ela quer sequestrar a discussão."

Como se isso importasse. Ser radfem é questão de pensamento, como o que o comentário anônimo expressou, e eu consideraria a autora ou autor rad qualquer que fosse o nickname escolhido.

"Não faz sentido dizer pras mulheres se afastarem dos homens sendo que são eles que invadem os espaços das mulheres."

É por isso que nossas correntes de feminismo não conseguem se dar bem. Nós lutamos para que não existam espaços "próprios" para homens ou mulheres, enquanto vocês querem que esses espaços continuem existindo e se tornem ainda mais excludentes e hostis com o outro sexo. Sério, você mais parece um machão reclamando que as mulheres estão invandindo os espaços "masculinos", como engenharia e polícia.

Julia disse...

Seu radar de rads está defeituoso.
Seje menas e nos poupe.

Anônimo disse...

"Não faz sentido dizer pras mulheres se afastarem dos homens sendo que são eles que invadem os espaços das mulheres."

É por isso que nossas correntes de feminismo não conseguem se dar bem. Nós lutamos para que não existam espaços "próprios" para homens ou mulheres, enquanto vocês querem que esses espaços continuem existindo e se tornem ainda mais excludentes e hostis com o outro sexo. Sério, você mais parece um machão reclamando que as mulheres estão invandindo os espaços "masculinos", como engenharia e polícia.
________________________________________________________________
Lacrou, rads são muito infantis mesmo, as vezes tenho certeza que não passam de adolescentes com raiva por a menina que elas gostam preferirem meninos.

Julia disse...

"Sério, você mais parece um machão reclamando que as mulheres estão invadindo os espaços "masculinos", como engenharia e polícia."

Eu to falando de espaço pessoal, ou seja não achar que é ok ficar encostando em mulheres desconhecidas ou encoxando mulheres no metrô, nem fazer comentários sobre a aparências delas em ambientes profissionais ou públicos.

Fazer um comentário sobre a aparência da Charlotte numa rede profissional, mesmo que de forma velada, é um exemplo de desrespeito a esse espaço.

Julia disse...

Ihh, tenta de novo, 11:34.

Agora vou ter q sair mas hoje to a fim de comentar.

Mais tarde eu volto. Me aguardem.

Vicky_ disse...

A culpa sempre é das lésbicas, ou de mulheres em geral, não?
Cada coisa que eu tenho que ler.

E não tem coisa mais irritante que anônimo usando "lacrou" contra mulheres.

Anônimo disse...

Estão em dúvida se uma situação é sexista? Fácil de saber. A tia Jane ensina:

É só refletir:
Eu perguntaria isso a um homem?
Eu diria isso a um homem nessas circunstâncias?

O terno do Obama ou do Tsipras faz alguma diferença quando eles estão numa reunião de líderes??
Por que raios então é relevante a roupa da Merkel, Dilma ou Elizabeth II na mesma situação???

Por que cargas da água a aparência/status marital/paridade vem SEMPRE antes de qualquer atributo profissional que uma mulher tem? O que isso tem de significativo???

Outra coisa - além da questão do sexismo existe algo chamado bom senso, educação e civilidade.
Há coisas que você faz no boteco da esquina que não são aceitáveis no teatro.
Há coisas que você faz numa festa informal da empresa que não são admissíveis durante período de trabalho.

"Semancol" não mata ninguém e ainda torna a vida mais agradável...

Jane Doe

Dani disse...

O que mais me chamou a atenção não foi nem a história do tio babão aí, que sem dúvidas deve ser babaca, mas não sei se chega ao ponto de ser misógino, enfim. AGORA, o que é atitude desse jornal??!! sério, vasculhar a vida da guria dessa forma, e fazer essas interpretações e afirmações bizarras?? Tinha era que sair de circulação!!!

Anônimo disse...

Jane,

Uma coisa é a existência de sexismo, machismo, etc, outra é seu aparecimento no caso.

Julia disse...

Era 13:14 e não 11:34...

Agora vou sair mesmo.

Anônimo disse...

Hahaha. Essa caixa de comentários da Lola está cada dia melhor, agora alguém quer ressuscitar a Luiza.
Beleza, vamo lá:
#quefimlevoualuiza?

André disse...

Tem babaca achando que a reação da moça é uma "tempestade em copo d'água". Então a perseguição do jornal seria o quê? Um bilhão de supernovas numa tigela de chorume?

Raven Deschain disse...

12 e 52, isso não é rad, é mascu.

E engraçado, dois caras quererem dizer o que devemos achar respeitoso ou não. Foda-se foi "sua delícia, quero te chupar" ou se foi "vc é bonita", Rafael e Mascu do Mato. É desrespeitoso por ser um ambiente profissional. Aliás, dane-se o ambiente. Não falem merda pras pessoas, pras mulheres em lugar nenhum. Nós decidimos o que achamos desrespeitoso ou não.

E concordo muito com a atitude da Charlotte. Faria igualzinho.

Anônimo disse...

Para mim o mimimi dessa historia inteira é o cara e esse jornal que transformaram o nao de uma mulher em uma completa historia de "odiadora de homens". Charlotte e outras mulheres do mundo possuem sim o direito de nao gostarem de serem "elogiadas" por estranhos. O cara sabia que era inapropriado e pagou por isso recebendo um nao, mas charlotte foi esculachada por ter exercido seu direito de negar conversa com homens desconhecidos.

camila santos disse...

Pensava que só os brasileiros usavam a palavra feminazi... Se eles chamam as feministas de feminazi e com os machistas não fazem o mesmo algo de muito errado esta acontecendo, isso realmente é assustador e nojento! Quando eu vejo casos assim penso que as mulheres tratam homens machistas bem de mais e também percebo a diferença de um homem e uma mulher.

Mila disse...

Estou chocada com a postura do jornal, que mais se comporta como um mimimi chorão masculino que um veículo de informação. Transformaram um "não" da Charlotte (que foi super de boa com o cara) numa odiadora de homens "cortem os pintos deles", reviraram o passado dela (sem justificativa nenhuma, quero ver o mesmo ânimo para investigar a vida de um político ou empresário inescrupuloso) fora os prejuízos materiais e profissionais que ela pode ter. Isso num país onde tem alguma regulação de mídia. Tenho vergonha desse veículo que mostrou que a ética definitivamente não é valorizada nesta empresa.

Marcia Baratto disse...

A advogada está coberta de razão. Foda - se que o elogio foi respeitoso, respeito é aceitar que o outro tem total autonomia para dizer não. Era só o que faltava, a medida do insulto ser dada por quem insulta. Cantada é livre para dada e livre para ser recusada. Não quer pagar de mane aprende que mulher alguma tá no mundo para ser enfeite. Charlotte não tá, eu não tô. E quem achar que me reduzir a uma imagem de linda é elogio vai ouvir cobras e largatos sim senhor. Sou livre para ser como sou, não como um homem quer que eu seja.

Anônimo disse...

Só não entendi o porque de uma mulher chamando um homem de gostoso não é algo tão sexista quanto um homem chamando uma mulher de gostosa, isso sim é falta simetria e não o contrário. Sinceramente o ambiente onde ele se manifestou foi incorreto, porém a reação dela foi desproporcional pra caramba. Vocês que ficam nessa de "nunca falem com uma mulher, nunca elogiem bla bla" são as mesmas que reclamam de "homem não tem atitude", sinceramente como lidar com isso????? É muita hipocrisia as vezes.

Anônimo disse...

Anon 15:40, normalmente essas mulheres que falam que "homem não tem atitude" são as mesmas que não vem nada de mais em um homem transar com um a mulher bebada ou desmaiada. Mas a maioria das mulheres, principalmente as universitarias e as que estão entrando no mercado de trabalho odeiam esse tipo de conduta. E eu acho hipocrisia dos homens de não verem problema de um cara totalmente estranho chamar uma mulher de gostosa e ficarem com raiva quando a garota não gosta. Mulher tambem possui opiniao e direito de exercer sua liberdade de expressao, de nao aceitar conversa com homem estranho ou dos que ela nao queira ter relacionamento.

J.M. disse...

Anon 15:40

Mais um que não leu o texto (ou finge que não, o que é mais provável). Transcrevendo aqui o trecho em que a Lola responde tua pergunta:

"Pois é, chamar amigo de bonitão em perfil do FB é idêntico a elogiar foto de desconhecida numa rede profissional como a Linkedin! Mesmo que Chalotte tivesse chamado um cara de "deslumbrante" no Linkedin (o que ela não fez), sabe o que é falsa simetria ? É um conceito difícil pra alguns entenderem. É tentar explicar que as mulheres sempre foram objetificadas e reduzidas a sua aparência, durante toda a história, ao contrário dos homens, e que assédio sexual é uma prática corriqueira no mercado de trabalho. 79% das vítimas de assédio sexual no trabalho são mulheres. Então uma mulher falar "gostoso" prum cara e um homem falar "gostosa" pra uma mulher -- não tem comparação. Não é a mesma coisa."

Precisa de desenho?

Anônimo disse...

O cara poderia ter simplesmente pedido desculpas, ficado na dele e deixado de falar qualquer coisa ao inves de falar sobre seu toco para um jornal sensacionalista. Agora ele é o pobre homem que levou um não de uma mulher "maquiavelica, que não sabe aceitar elogios". Qual o problem a dela nao ter gostado? EU teria feito a mesma coisa: cortado a investida de um estranho logo no inicio para não ter que lutar contra um problem a ainda maior depois. Ate porque se ela tivesse falado "obrigada blablabla" isso poderia servir de desculpa para um hipotetico abuso, tipo "olha, ela nao achou nada de mais no começo, culpa deal de nao ter se previnido".

Odara disse...

Se fosse pra desenhar tinha que ter uma mulher, qualquer mulher representando todas, carregando uma vitrine ao redor dela.
É como nos tratam constantemente, estamos expostas para avaliação pública!
(eu que o diga! estou deixando o cabelo crescer branco e tenho ouvido cada uma! sem pedir opinião e mesmo sem conhecer a pessoa direito...:(

Anônimo disse...

Não foi ele que publicou a história ou mandou para o jornal. Foi ela que resolveu fazer um circo em volta de uma bobeira e expôs todo mundo, inclusive ela mesma.

E falsa simetria é uma desculpa esfarrapada para julgar ações baseadas no actante, não na ação propriamente dita. Basicamente criar dois pesos e duas medidas sem nem precisar disfarças a hipocrisia.

Anônimo disse...

Sim, dois pesos e duas medias porque homens e mulheres não são iguais, todo machista de barzinho adora dizer isso mas esquecem que ja que os sexos não são iguais, cada atitude apresenta um perigo diferente, logo chamar uma mulher de gostosa não é o mesmo com homem. Aceitem isso.

Anônimo disse...

O linkedin é muito ruim e não deve ser levado a sério, acho um péssimo site profissional. Só tem medíocres que se acham a próxima capa da revista forbes e que só são superiores a quem está desempregado.

Anônimo disse...

EU tambem acho uma total falta de simetria homens da antiga grecia poderem votar e as mulheres não. Mas nesse caso ninguem ligava, era aceito como normal. Agora os homens querem "simetria". Quem dera, simetria nunca existiu.

Anônimo disse...

Obrigado aos que responderam minha pergunta mesmo com tanta hostilidade, eu heim...

Anônimo disse...

Pode chorar se quiser, não temos preconceito com homem chorao aqui.

anon A. (radfem) disse...

Comentários dos homens nesse post:
"É besteira! Que exagero! Elogios são proibidos, é?"

Comentários das mulheres nesse post:
"É importante. Já me ferrei por causa disso. Assédio não é elogio."

Que novidade...

anon A. (radfem) disse...

@12:52

De rad tem eu eu mais umas duas, e a maioria dos últimos comentários nem teve nada especifico do feminismo radical. Além de que, o comentário que você pegou pode vir tanto de uma rad de saco cheio com homens ou de um mascu que acha que feminista = odiadora de homens.

Mas vá lá, continue querendo silenciar mulheres, super feminista isso.

Anônimo disse...

Nossa, com todo o problem a atual em relação aos refugiados na europa e esse jornal fica investigando a vida da mulher e coloca isso tudo na primeira pagina? Parecem que eles tem tempo de sobra para se meterem na vida dos outros. Tragico.

anon A. (radfem) disse...

"Seu radar de rads está defeituoso.
Seje menas e nos poupe." (Julia)

Tem anons nesse blog que acham que todo e qualquer comentário ruim só pode ter sido feito por uma radfem. Racismo? Rad. Homofobia? Rad. Até mesmo machismo? Rad. Objetificar mulheres trans? Rad também (aconteceu no post da visibilidade lésbica).

É bem óbvio que o objetivo final é silenciar as mulheres do feminismo radical. Nem tentam entender os pontos do feminismo radical (analisar machismo de forma estrutural e de classe, contra gênero, contra pornografia, contra prostituição, etc...)

E é interessante que são sempre anons que fazem essa acusação...

Anyway, parei de comentar sobre o anon acusatório, que já foram dois comentários nisso...

Carol Pirlo disse...

Homens. Sempre querendo nos ensinar quando devemos ou não ficar indignadas, minimizando as opressões, silenciando mulheres mesmo em espaços feministas.

Anônimo disse...

Anônimo Carol Pirlo disse...

Homens. Sempre querendo nos ensinar quando devemos ou não ficar indignadas, minimizando as opressões, silenciando mulheres mesmo em espaços feministas.

14 de setembro de 2015 17:42

---------


Achou ruim ? Faça a mesma coisa, ué. Oprima homens objetificando-os em redes sociais. Ah, não tem vontade ? Então parece que historinha do "somos iguais" é apenas uma tara ideológica, não ? Se fossemos iguais, teríamos vontade de fazer as mesmas coisas, não é ?

Anônimo disse...

Não vejo nada de errado na attitude da Charlotte anon 17:55, é melhor uma mulher se previnir logo no começo. Feminismo sempre foi motivo de chacota para os homens e para a mulheres que vivem em prol do orgulho maculino. Sinceramente,problema deles.

Anônimo disse...

Não somos iguais, até porque os homens são 94% dos criminosos do pais. Homens possuem biologicamente mais probabilidade de cometerem violencia. EU sou a favor da emancipação das mulheres nos direitos que merecemos ter, visto que representaremos no futuro a maior parte da mão de obra qualificada do pais, ja somos o maior numero de eleitoras e a parte saudavel desse mundo violento.

Anônimo disse...

Oprimir homens haha vocês são loucos, querem mesmo ser oprimidos?
duvído na verdade vocês sabem que se as mulheres fizerem isso não vai restringir na liberdade de vocês, dificilmente um homem se sente ameaçado com isso.

A partir do momento em que sua aparência for objetificada em todos os meios, os filmes pornos forem voltados para outro sexo, vocês correrem risco de serem estuprado pelo sexo oposto quase 90% mais vezes, terem a liberdade sexual vigiada, ter que trocar de roupa por medo de passar constrangimentos.
Aí a gente conversa

Anônimo disse...

OFF: sugestão de filme: Made in Dagenham/Revolução em Dagenham

Made in Dagenham, de 2010, é a passagem a filme da Greve de 1968 na fábrica de automóveis da Ford em Dagenham, onde as mulheres trabalhadoras lutaram e protestaram pelos seus direitos e contra a discriminação sexual. (Wikipédia)

Anônimo disse...

qual a finalidade de colocar foto em algo profissional ?

sei eh costume, mas qual a finalidade ?

Anônimo disse...

Qualquer assédio é desagradável vindos de homens de qualquer idade. Não é preconceito contra homens mais velhos, só acho que eles intimidam mais e acredito que eu não sou exceção ao ter essa sensação.

Anônimo disse...

Anon de 18:21,
Talvez ser reconhecid@?
Tipo... vc está precisando de um profissional, escolhe um e pela foto, qnd vcs forem se encontrar, vc sabe quem é?

Anônimo disse...

OFF livros:
Pessoas queridas, ainda não terminei de ler A Rainha dos Condenados de Anne Rice, mas é impressão minha ou ela tem uma pegada feminista?!

Anônimo disse...

Sim anon 18:21, lembro-me que alguem ja tinha indicado em outro post esse filme. Realmente uma otima sugestão.

Anônimo disse...

Existe uma falsa simetria sim . As mulheres são assediadas desde muito novas e por homens muito mais velhos ao contrário existe, mas é uma falsa simetria. Se é tão comum é pq é alimentado pela sociedade dã!

Além do mais um homem dificilmente vai voltar e trocar de roupa por medo de ser constrangido por mulheres na rua. Vai ouvir conselhos sobre ter cuidado com homens pois eles podem fazer algo fisicamente com você. Em épocas de guerra muitas mulheres são estupradas.

Só não enxerga quem não quer, por isso certas atitudes que parecem pequenas já estão deixando as mulheres irritadas, atitudes que antes se aguentava calada, inclusive estupros que muitas escondem.

Anônimo disse...

Os homens sabem que são criados pra caçar e subjulgar mulheres. Eles usam tanto a palavra puta pra qualquer coisa e se esquecem do porquê usam?
Desde quando uma profissão é xingamento e porque só a feminina é usada?
Usem a cabeça de cima pelo menos uma vez na vida, será que é tão difícil enxergar, o que pra nós mulheres é simples.

É como associar cabelo bom ao liso senhoras e senhores parece inofensivo pra quem tem cabelo liso, mas pra quem tem cabelo crespo ouvir a vida toda que ser cabelo é ruim e que sua cor é feia?
ou vocês acham que inventamos historinhas porque não temos nada pra fazer. Eu adoraria viver nesse mundo cor de rosa, onde o que acontece com um é igual ao outro em proporções iguais. Isso sim seria igualdade.

Anônimo disse...

Lola ou alguém,
Vi o post linkado sobre falsa simetria e achei que ficou com muita informação sobre outras coisas (copa, palestra etc);
Será que é possível alguém se habilitar pra fazer um post beeeeem didático sobre isso?!
É uma questão que tento explicar pro meu marido e nunca consigo fazer ele cair em si com minha explicação.
Ele acha que mulheres devem ser respeitadas como seres humanos, mas ele não é fão do feminismo. A vibe dele agora é já se excluir do movimento só por ser homem. É cansativo, mas de quando a gente casou pra cá já conseguimos alguns progressos (saímos da fase da negação, já discutimos várias coisas e, atualmente, estamos na fase de compreensão do homexplicanismo).
Tks! ;)

Anônimo disse...

18:42
pergunte ao homem porque num video erótico só a mulher é julgada, tem que trocar de cidade, mudar o visual, corre, risco perder o emprego, vai parar no twitter.

SE TIVER DUAS MULHERES E UM HOMEM, UM HOMEM E UMA MULHER, DUAS MULHERES...
NÃO IMPORTA COMO, SÓ FEMININO SERÁ JULGADO.
iSSO PRA MIM É MACHISMO NA SUA FORMA MAIS EXPLICÍTA,

Anônimo disse...

ZzZzZzZzZzZzZz

Não pode nem elogiar mais. Vamos todos virar robôs e que sejamos robôs evangélicos fundamentalistas, hein? Alguns pontos para alcançarmos o mundo perfeito:

- Homens e mulheres tem que cobrir o corpo dos pés a cabeça, um pouquinho mostrando é sexismo e objetificação! E diria até que é pecado!

- Sem elogios, isso não é objetivo, não serve para nada, além do mais, elogiar uma mulher? Como ousam!

- Sexo é opressão, chega dessa prática imoral. Somente para procriar e olhe lá, não se esqueçam de orar antes, para glorificar e tirar a imundícia satânica sexista.

Anônimo disse...

Parece que o Aécio assumiu e ninguém tá sabendo

Não tá fácil viver neste país


http://www.brasilpost.com.br/2015/09/14/anuncio-corte-gastos_n_8136234.html

"Cortes do governo atingem servidores, concurseiros e vão direto no bolso do consumidor

O corte de gastos, anunciado nesta segunda-feira (14) pelos ministros Joaquim Levy, da Fazenda, e Nelson Barbosa, do Planejamento, teve como principal alvo os servidores públicos, os concurseiros, a saúde, o Minha Casa, Minha Vida e obras do PAC. Além do cortes, o governo anunciou mudanças nos tributos, como a recriação da CPMF, com alíquota de 0,2%. "

https://i.imgur.com/Vd2kqzI.png

É sempre assim. Um lado fala que o outro vai fazer. E os dois fazem a mesma coisa, só que alternadamente.

Anônimo disse...

Não adianta fingir que não existe, é a mesma coisa que fingir que terrorista não existe só pq até agora nenhum atingiu você.
Também acho estranho machismo não ser comparado com nenhuma ideoligia maléfica assim como feminismo.

Machismo é terrorismo puro gente, leiam o al corão aquilo é machismo puro, olhe a forma como as mulheres são tratadas. Machismo não pode ser tratado como normal , nem como cultura, machismo faz muito mal a todos em que estão ao seu redor.

Anônimo disse...

Lili

Anônimo das 12:46

Pra homens como vc que vem sempre com choradeira e viadagem pura do velho discurso "homem só olha mulher pela beleza", " mulher só olha homem pelo dinheiro ", etc, fica meu bom conselho: toma seu diploma de babaca e vá se fuder.

Anônimo disse...

Eu só não sei porque essa Charlotte não tratou do assunto privadamente com o advogado, expondo-o dessa forma absurda, virando notícia no mundo todo. Você olha pro espelho e o espelho te olha de volta, linda. Era muito difícil borrar o nome, ocultar a foto, já que a mensagem que era o mais importante?

Ou será que não era?

E sobre o ageism, nem comento.

Anônimo disse...

18:51, assedio não é elogio e as mulheres tem sim direito de não gostarem disso. Engraçado porque todas essas atitudes que você citou fazem parte de grupos fundamentalistas, sejam cristaos ou islamicos, e ambos são profundamente misoginos com as mulheres. As mulheres devem vestir o que elas quiserem sem nenhum palpite masculino,seja relacionado com a objetificação ou com o cobrimento do corpo. E se os proprios homens mostrassem que vale realmente a pena as mulheres fazerem sexo com eles, elas veriam o ato de outra forma, mas tudo o que vocês oferecem são pornografia, prostituicao, divulgação de fotos intimas, estupros,traição, total desleixo so prazer feminino.....NA verdade eu fico surpresa de continuar existindo mulheres que ainda fazem sexo com homens. E irforme-se, ja existe inseminação artificial, sexo não é necessario nem para procriar.

Anônimo disse...

Lili

Zzzzz

Fala sério anônimo das 17:51, toma chá de semancol cara!!

Pontos.

Primeiro: elogio e assédio são coisas muito diferentes!! Será que vou precisar explicar diferença pra você?!!

Segundo: homens e mulheres não precisam se "cobrir" até os pés, aliás eu corrijo, só vale isso se a pessoa for homem!!
Homem sair de cueca, sunga ou short não vai sofrer ameaça de porra nenhuma!! Uma conhecida que voltava de culto evangélico foi violentada com arma apontada pra ela! Eu que sou uma moleca total dei uma cotovelada en um TIOZAO (só completando que abuso de jovem ou velho é a mesma coisa, só que os homens mais velhos geralmente são os mais agressivos e abusados) que tentou agarrar meu peito em uma condução (tava de boné, camiseta LARGA do Megadeth e de tênis!).
Então sim, se vc é mulher o mínimo de pele é justificativa pra canalha! Lembrando que no Oriente Médio, o rimel já é considerado motivo pra violência sexual contra mulheres!

Terceiro, será que vc é tão imbecil anônimo que não sabe a hora, momento e ambiente pra elogio?!!
Vc gostaria que: sua mãe, irmã, namorada, etc, enfim uma parente recebesse cantada em uma condução ou um ambiente de trabalho, ou como no caso da moça, sua parente levasse cantada de um desconhecido?!!

Último, ninguém considera sexo "opressão"!! Mas nunca que devemos aceitar assédios ou abusos pra agradar homens inseguros como vc.
Tome seu diploma de babaca e vai procurar o que fazer de útil nessa vida invés de ser um imbecil caga regras.

Anônimo disse...

Acredito que Charlotte apenas quis mostrar sua situação para outras mulheres, sem medo de falsificar sua imagem, ao contrario de muitos que não possuem coragem de expor o rosto e fazem videos mascarados no YouTube.

Anônimo disse...

Diva

Anônimo das 19:04

A moça respondeu e pronto. O cara que devia se enxergar porque tem quase sessenta anos e ainda é CASADO, que denunciou ela nos jornais, apareceu em programas de Tv e fez showzinho ridículo pra sua idade.
Nenhuma mulher é obrigada a gostar de certos "elogios". Aceita que dói menos.

Anônimo disse...

O cara chamou a propria filha de "gostosa"! Serio, no minimo problematico. Vai nessa, você acha normal isso?

Anônimo disse...

Não vamos discutir com machistas, vamos conversar entre nós. Se eles quisessem saber um pouco sobre feminismo eles iriam em páginas como empodere duas mulheres, e leriam alguns livros sobre gêneros, eu já li e praticamente tudo é construção social. Os bebes são direcionados para tarefas, não tem nada de nascer com a pessoa. Isso tudo já é comprovado pela ciência.

Vicky_ disse...

"Ageism" Essa porra de etarismo só tem alguém defendo quando é a "reputação" de homem velho.
Se uma mulher se sentir ofendida com um cara novo dando em cima, é chata, vagabunda, esnobe. Se é um cara velho, ou pior, um velho CASADO, é histérica.

Digitem menos merda, por favor.

Julia disse...

Outro dia dei de cara com esse "dicionário básico" no facebook. É bem resumido mas está bem didático. Pode ser que ajude, anon.

https://cronicasdecidada.wordpress.com/2015/09/12/dicionario-basico-para-desconstruir-o-minimo-do-minimo/

"– Falsa simetria:
Essa é bem gostosa, dá vontade de chorar quando a pessoa faz.
É quando você compara alguma coisa que não é opressão com algo que é. É como quando a gente fala que machismo mata muita mulher, que somos estupradas e alguém fala: ai mas homem também sofre, não pode chorar, não pode ser dono de casa, etc. Tipo, você tá comparando ser morta, torturada, estuprada com não poder chorar? Como que isso não é ofensivo? Se eu chegar pra alguém que sofre câncer e reclamar da minha unha quebrada e querer os holofotes pra mim, não posso esperar nada mais do que ser rachada."

Bizzys disse...

Engraçado, quando a ~mensagem privada~ de um homem contendo assédio é exposta aí é vandalismo, é errado, etc e tal...

Mas quando uma mulher tem sua foto íntima exposta, aí é bem feito, quem mandou a puta tirar a foto, tava procurando, né?

Pois se o cara não quisesse ser exposto, pensasse muito bem antes de enviar mensagens "engraçadinhas" para alguém. Inclusive, a quantidade de homem casado que gostam de assediar mulheres nas redes sociais é gigantesca, seria lindo se todos fossem expostos.

Anônimo disse...

19:40, Pelo que vi, você que é um ignorante por ficar chamando a lili de "babaquinha","panaquinha". Ela apenas disse a verdade, se você é contra, junte-se ao clube dos homens que adoram criticar mulheres por tudo que elas fazem. O cara se arriscou, um homem deve ter em mente que um a mulher tambem tem a opinião de não gostar de qualquer investida. Alias, ele so se mostrou um cartente, visto que esse site nem mesmo é de namoro. E ele ainda é casado e chama a filha de gostosa. Putz.

Anônimo disse...

Isso é verdade sobre o assédio de homens mais velhos, eles costumam ser muito mais pedantes.

Anônimo disse...

Aos que estão reclamando que ela exagerou, que ele foi respeitoso, pererê, parará, mimimi, buábuábuá, é simples. Pense no comentário que você quer fazer pra moça. Você faria esse comentário pra um homem? Elogiaria a foto dele no LinkedIn dizendo que ele está bonito? Diria que ele é lindo? Não? Então NÃO DIGA pra uma mulher. Entendeu? SE VOCÊ NÃO DIRIA UMA COISA PRA UM HOMEM, NÃO DIGA PRA UMA MULHER. Muito menos no ambiente de trabalho, numa rede usada pra contatos profissionais e onde a prioridade é convera profissional. Entenderam, pessoinhas? É simples, realmente, e só pra ter certeza: não diga pra uma mulher o que você não diria pra um homem. O resto é chororô de machista.

Anônimo disse...

Falou o galã, bonitão hein mascu bobão das 20:23 sqn.

Anônimo disse...

Se ela tivesse aceitado o elogio e dormido com o veio brocha, vocês iam ser os primeiros a julgar. Ela seria a puta que dormiu com o chefe. Então nao adianta, quando se trata de mulher , ela pode ta certa mesmo assim. Vocês vão inventar uma desculpa esfarrapada pra chupar o saco de homem, ate em estupro tem homem defendendo homem e culpando a mulher, a mulher sempre ta errada né. Eu desejo grande foda-se pra vocês.

Anônimo disse...

Gostei da resposta dela, mas acho que deveria ter parado por aí. Foi extremamente desproporcional. Se ele tivesse sido desrespeitoso, baixo, feito propostas indecentes, enfim... aí sim seria interessante expor, eu seria a primeira a bater palmas. Mas pelo que ele falou - apesar de ser babaca, não foi absurdo a esse ponto, foi um elogio errado no lugar errado - só a resposta dela já calaria a boca dele e ele pensaria duas vezes antes de fazer isso de novo. Esse negócio de ficar expondo as pessoas assim é passar dos limites, todo mundo erra nessa vida, até nós feministas.

Rafael disse...

O mundo não está pronto para esse tipo de debate. Não as sociedades conservadoras ou países de terceiro mundo.

Ela não foi pragmática ao jogar tudo no ventilador. Só serviu de munição para ridicularizar feministas. Foi mais um desserviço que um alerta.

Existem vários conflitos em que as mulheres podem entrar, brigar e ganhar. Ou mesmo vender cara a derrota. Temas que há 50 anos atrás também não se discutiria. Coisas como abuso em coletivos, violência doméstica, vestuário, mercado de trabalho e até aborto.


Mas para o comentário do advogado, mesmo que tenha sido (e foi!!) abusivo, ainda não há margem. Um dia haverá. Haverá até para mais.

Renato disse...

Hipocrisia pura, mulher n deve ser julgada pela aparência mas se a mulher ficar elogiando a beleza do amiguinho, n tem problema nenhum? Isso n é objetificar só pq é amigo? o cara n tinha outras coisas para receber elogio?
Falsa simetria n passa de hipocrisia. Desculpa para fazer o mesmo que está criticando.
Claro que ela n é obrigada a gostar das insinuações do cara, mas o que eu vejo é isso, mulher reclama e faz o mesmo, aí solta essa de falsa simetria, pq historicamente mimimi

J.M. disse...

"Hipocrisia pura, mulher n deve ser julgada pela aparência mas se a mulher ficar elogiando a beleza do amiguinho, n tem problema nenhum? Isso n é objetificar só pq é amigo? o cara n tinha outras coisas para receber elogio?
Falsa simetria n passa de hipocrisia. Desculpa para fazer o mesmo que está criticando."

---> Hahã, porque a "objetificação do homem" tem o mesmo peso que a objetificação da mulher, não é mesmo? Tá cheio de caso por aí de homens que perderam emprego ou tiveram que mudar de cidade porque tiveram o corpo objetificado... e será que o projetinho de mascu não sabe a diferença entre o ambiente virtual de uma rede social e de um site de busca por empregos?

J.M. disse...

Rafael,

Mas se o mundo ainda não está preparado pra esse tipo de discussão, quando estará? Na minha opinião, alguém precisa dar os primeiros passos...

Anônimo disse...

Comentário que resume tudo:

"Se ela tivesse aceitado o elogio e dormido com o veio brocha, vocês iam ser os primeiros a julgar. Ela seria a puta que dormiu com o chefe. Então nao adianta, quando se trata de mulher , ela pode ta certa mesmo assim. Vocês vão inventar uma desculpa esfarrapada pra chupar o saco de homem, ate em estupro tem homem defendendo homem e culpando a mulher, a mulher sempre ta errada né. Eu desejo grande foda-se pra vocês."

Bizzys disse...

E o quê temos aqui nessa caixa de comentários? Isso mesmo, mais um homem querendo dizer como, quando e pelo quê nós mulheres devemos lutar. Nada de novo sob o sol.

Meu caro, se você acha que não estamos discutindo "coisas como abuso em coletivos, violência doméstica, vestuário, mercado de trabalho e até aborto", você está muito por fora das pautas feministas, então eu sugiro que não dê opinião sobre o que você não sabe.

E outra coisa: esses outros temas que você citou também são considerados "indiscutíveis" pela sociedade, o aborto principalmente. A (o ?) JM falou bem: esses assuntos precisam ser postos em pauta. Não dá para esperar a sociedade "evoluir" para discutirmos pautas que afligem as mulheres desde sempre.

J.M. disse...

Bizzys,

Obrigado pela parte que me toca. o J.M. :)

Rafael disse...

JM, a reação mostrou que a hora ainda não é agora. Se fosse na Suécia, talvez fosse.

Da mesma forma que em 1800, se um escravo "peitasse" o feitor, iria para o pelourinho.

A "Massa" ainda acha super normal um elogio. Mesmo que ele seja completamente despropositado como o do caso em tela.

Anônimo disse...

Luiza ta no Canadá

Rafael disse...

Bizzys, discutir isso pode até ser mainstream nos meios feministas, mas para ganhar aceitação das massas, só server para municiar Rafinhas e Gentillis com piadas.

Sério, não tá ajudando. Percebo pelos comentários que ouvi de mulheres a respeito disso.

Foi só combustível para piada e fornecimento de pedras para jogarem na coitada.

J.M. disse...

Rafael,

A luta das sufragistas também foi munição para piadas quando começou. Imagina se elas tivessem desanimado diante dos Rafinhas e Gentillis da época...

Anônimo disse...

Olha só no que isso deu.

1)O cara elogiou ela na rede social de contatos de trabalho.
Ele fez errado.

2)Ela respondeu que não gostou.
Isso está certo.

3)Ela disse que não é atitude de uma pessoa da idade dele.
Então seria certo com pessoas mais novas?

4)Ela espalhou a notícia nas redes sociais.
Errado, ela deveria guardar para os íntimos dela para não acontecer o que aconteceu.

5)O jornal citou um exemplo que ela também elogiou, mas numa rede social.
Voltamos ao ponto três. Ela elogiar está certo, mas ele está errado se elogiar. Sim, é uma rede social de relacionamentos e pode ter isso. Se ela fosse elogiada por um rapaz bonito jovem, não teria reclamação, pode ter certeza. As mulheres do passado não são essas mulheres do presente, elas não adquirem dívida histórica(o direito a vingança ou a privilégios) só porque outras sofreram no passado. Elas tem que focar no presente, nas atitudes do presente. Querem direitos iguais e usam isso de acordo com a aparência e idade e sexo da pessoa. Reflitam.

lola disse...

Sabem por que mascus de todo o mundo estao revoltados com este caso e, por isso, estao perseguindo a Charlotte até dizer chega, né?
É porque mascus acreditam que todas as mulheres, sem exceção (um dos mantras deles é "nao existe mulher exceção"), são incompetentes e interesseiras. Incompetentes no sentido que nem deveriam trabalhar fora de casa. Mascus creem que todas as mulheres que estao empregadas so conseguiram o emprego por usarem o "bocetacard" (elas transaram com o chefe).
E, claro, mulheres sao interesseiras porque tudo que elas querem é um homem que as sustente. Portanto, se um cara bem de vida, advogado, socio de uma firma (como é o caso desse Alexander Silk), der em cima de uma jovem advogada, ela vai aproveitar a oportunidade pra subir na carreira as custas dele.
Entao como que Charlotte nao fez isso? Como que, ainda por cima, ela denunciou o cara por sexismo? Charlotte vai contra tudo que os mascus repetem ha anos.
E obviamente que mascus nao vao parabenizar Charlotte por nao querer usar o "bocetacard". Ela é apenas uma histerica. Nao se pode nem mais elogiar uma mulher? Essas feminazis malditas!

Julia disse...

"Se ela fosse elogiada por um rapaz bonito jovem, não teria reclamação, pode ter certeza."

Essa certeza você tirou de onde?

Quando a teoria dos mascus não se confirma - mulheres são interesseiras - eles criam outra rapidinho... Tem certeza que a hipocrisia é das feministas?

marina souza disse...

Me identifiquei com o post da Senhorita F.

Também passei por isso na iniciação científica e ainda passo, assim como sou testemunha sobre a mesma coisa acontecendo com outras colegas.

E refletindo sobre esse questão de "cantada respeitosa não ser problema" é a prova cabal de que mulheres ainda são educadas para serem "bibelos para enfeitar ambientes." Ainda fazem a gente crer que "o melhor é acharem a gente bonitinha, uma gracinha de se apreciar" ou pior "a gostosa da repartição". E como o medo de perder o emprego sempre vem.... omissão na certa.

Charlotte fez bem em reagir. Apesar de com certeza está sendo pauleira aguentar a perseguição perseguição, não se pode desistir. Não se pode achar que isso é "legal e respeitável" porque não é.

Julia disse...

Cara, que exagero. O que vc quer? Que a gente fale que gosta de homem?
Vc vai ter que esperar até mais tarde porque de mim é que vc não vai ler isso.

Agora, de pinto eu gosto. Vou colocar até uma fotinho de pinto pra te provar isso.
Aliás, um pinto só não, vou colocar logo dois que um pinto só é pouco.

Lola, não apaga, por favor.

http://imagizer.imageshack.us/a/img910/4017/xxFWhU.jpg


Adoro pintos.


Anônimo disse...

Um homem diz que uma mulher é linda e ela responde chamando ele de babaca, misógino e demais adjetivos. Jamais elogiem uma mulher.
O comentário do homem é totalmente deselegante e antiprofissional, é direcionado a uma pessoa desconhecida, está no lugar errado, isso está bem claro para mim, sério mesmo, nem preciso ler a matéria para saber disso, mas mesmo que o comentário seja machista, acredito que não houve propósito consciente em ofender e não foi usado nenhum termo pejorativo, não é uma agressão pesada como a resposta que ela deu, a resposta foi desproporcional.
De resto, falsa simetria é a cartada usada para absolver mulheres que agem de forma incorreta, injusta e às vezes até criminosa quando a vítima é um homem. Não concordo com esse negócio de "falsa simetria", quem irá definir até onde a falsa simetria é válida, as mulheres? Uma coisa é o que acontece com maior frequência e na sociedade como um todo, outra coisa é um caso específico e particular. Uma mulher que chama um homem de gordo pode ofendê-lo tanto quanto o contrário, principalmente porque existem pessoas complexadas de ambos os sexos, mas o conceito de "falsa simetria" baseado na sociedade como um todo, transforma uma agressão particular em algo insignificante.

Odara disse...

Se você acha mesmo que ser gordo ou gorda afeta igualmente uma pessoa. ...está no post errado, no blog errado e no mundo da fantasia.

Anônimo disse...

Também achei desproporcional a exposição em rede social.

Não porque tenho peninha, apenas porque sou pragmática. A resposta dela foi muito boa (eu mesma não me daria a esse trabalho) e poderia ter um efeito positivo. A exposição na rede social eu não acho que ajudou ninguém. Só fez que já apoiava apoiar (tipo eu) e quem rejeitava, rejeitar. Uma bela catarse para ela mas de efeito nulo além de um desabafo.

J.M. disse...

"4) Ela espalhou a notícia nas redes sociais. Errado, ela deveria guardar para os íntimos dela para não acontecer o que aconteceu"

---> Ou seja, ela tinha a obrigação de guardar o assédio para si mesma e para os amigos, nada de tornar assédio público. Onde já se viu? Assédio em ambiente de trabalho, violência doméstica, estupro, e qualquer violência contra a mulher deve ficar só na intimidade. Afinal, é tudo caso isolado.

"Se ela fossse elogiada por um rapaz bonito jovem, não teria reclamação, pode ter certeza"

---> Fonte: Instituto Mascu As Vozes Me Disseram

"As mulheres do passado não são essas mulheres do presente"

---> Legal isso, não é? Mas o machismo ainda é o nosso velho conhecido de sempre. E aí está, usando as velhas táticas para tentar silenciar as feministas, e qualquer outra mulher.

André disse...

23:54,

Você tenta dar um tom de racionalidade no seu comentário mas não consegue conter a babaquice que escorre do seu chorume. Melhor sorte na próxima.

André disse...

Rafael,

Como já foi dito, alguém tem que dar o primeiro passo. Segundo que ela não está no Afeganistão, está na Inglaterra onde, depois do News of the World, se imaginaria que esse tipo de crime de imprensa não se repetiria tão cedo. Se já suscitou o debate entre suas amigas já valeu de alguma coisa, espero (embora não acredite muito) que você tenha argumentado em favor da moça.

Anônimo disse...

A atitude dele foi errada, mas talvez ele de fato nunca tenha se dado conta de que aquilo podia ser ofensivo. É o machismo enraizado nos homens - assim como nas mulheres - que às vezes nem se percebe como tal. Acho que existem gradações de gravidade entre as atitudes machistas (chamar de deslumbrante numa situação de trablalho tem, sei lá, grau 1 de machismo numa escala de 0 a 5; passar a mão tem grau 4; agarrar à força, grau 5, por aí vamos).
Num caso desses - em que o cara possivelmente não tinha percebido ainda o machismo do que fez, e a gravidade da atitude foi relativamente baixa - acho que super super vale a pena fazer o que a moça fez: chamar a atenção do cara, seriamente, como na mensagem que ela mandou pra ele. Cabe aí ainda a educação do cara.
O esculacho, a exposição pública, devia focar reservado pros casos mais graves, quando o cara chama de gostosa, por exemplo.
É questão "pedagógica" de estratégia, até: senão, se perdem aliados, em vez de ganhar.

Mas naõ estou julgando a moça, que já deve ter passado por isso mil vezes e estava de saco na lua de tanto passar por coisas assim. Estou refletindo como eu acho mais útil e razoável agir, com a cabeça fria.

Juliana

André disse...

Juliana,

Não me parece que ela tenha postado a cantada do cara no twitter com o objetivo de esculachá-lo, apenas para levantar a discussão do assédio. O caso só virou essa merda toda por causa do tabloide.

Carol Pirlo disse...

Legal. "Oprimir" homens nas redes sociais vai mudar muito a vida das mulheres que estão sendo oprimidas na vida real. Saia um pouquinho da Internet e vá ver a realidade: homens oprimindo mulheres dentro e principalmente fora do ambiente virtual.

Anônimo disse...

Lili

Anônimo das 00:59

Nos feministas gostamos de homem sim. Não gostamos de babacas como vc! Mas se vc não sabe a diferença entre elogio e assédio e comportamentos machistas de certos homens, então não to aqui pra explicar prum imbecil como vc.
Pegue suas teorias e enfia no teu rabo.

Anônimo disse...

Lili, não não gostam, não gostam de assedio, mas não gostam nem de elogio também.
E não e de "certos homens" vcs não gostam e de homem nenhum.

Só que pelo amor de Deus demonstrem isto na vida real, escrevam na testa se possivel, assim ficamos todos, EU DISSE TODOS, longe de vcs feministas e e posts como estes seriam desnecessários, a menos que o cara seja masoquista de baixa estima para tentar se relacionar com uma feminista.

Anônimo disse...

Buá Buá Buá essas feminazi odeia os homi pq os homi elogia. Mesmo em locais e horários impróprios, elas não sabe aceitar os elogio.

Que peninha de você.

Anônimo disse...

Poxa, Lola, mas ela é bonita demais pra ser feminazi. Eu sempre achei que essa coisa toda de feminismo fosse uma válvula de escape pra mulheres feias e rejeitadas.

Odara disse...

Eu acho estranho ficar falando em elogio....não me parece o termo adequado. ...fica muito vago.
Elogio poderia ser chamar de inteligente, competente ou qualquer outra coisa mas foi uma referência a aparência ("deslumbrante") e é aí que mora o problema: achar que mulheres estão esperando a avaliação pública de sua aparência, estão em exposição na vitrine para que os homens aprovem ou não e encaixem na categoria: feia/bonita/gorda/gostosa/deslumbrante/ocaralhoaquatro.....

Anônimo disse...

Tadinha da Juliana, que não entendeu que o "machismo de grau 1" (kkkkkkkk) leva ao "machismo de grau 5". E se ele não quisesse ser esculachado, bastava não ficar falando da aparência de quem ele não conhece. O babacão pediu.

J.M. disse...

Anon 09:58,

Pois é, né, mascuzão? Quebrou tua cara. Que peninha. Feministas não obedecem aos teus estereótipos de quarta série. Então volta pro belo.bueiro de onde você saiu.:)

Anônimo disse...

anonimo de 9:58, válvula de escape para homens feios, losers e rejeitados é o masculinismo. Feminismo tem mais o que fazer, os mascus, nem tanto.

Anônimo disse...

Eu acho que como mulher, como ser humano, ela tem todo o direito do mundo de não ter gostado do assédio. Contudo, como advogada, ela sabe dos efeitos que uma exposição assim causa. Assim, eu concordo com a opinião de que, se a mensagem anti-sexismo que era importante, que ela poderia ter resolvido em particular com o advogado em questão e até divulgado a resposta, mas ocultando nomes e imagens. Como não o fez, acabou se expondo também. O deslinde da coisa me parece bem incorreto porém, novamente, como advogada, ela sabia que era totalmente previsível que isso aconteceria, o que me leva a crer que esse foi um risco bastante calculado de sua parte.

Anônimo disse...

Se as mulheres têm direito à privacidade, os homens também têm.
Se as mulheres têm direito ao sigilo de suas mensagens, os homens também têm.
Se uma mulher não quer ser julgada pela aparência, ela deve dar o exemplo e não fazer tal coisa.
Ela expôs de forma brutal o que lhe aconteceu, que não foi um estupro ou um assalto ou uma ameaça de morte e a exposição se voltou contra ela na mesma brutalidade.

Pra mim, parece tudo muito correto.

klauss disse...

Quem comenta a roupa de uma líder política como Dilma ou Merkel como disse a Doe Jane num comentário anterior, costuma ser jornalistas mulheres ou homens gays envolvidos com moda! Não achei este argumento muito válido para denunciar sexismo dos homens héteros!

Carol Pirlo disse...

Ainda esperando toda essa indignação em caso de revenge porn. Aí não vale, pq ela se "expôs". Dois pesos duas medidas né?

Anônimo disse...

Acho que vocês precisam acompanhar mais a imprensa internacional sobre o caso, fora os tablóides, que de qualquer modo são feitos para polemizarem e destruirem a vida e a reputação de qualquer pessoa (mulher ou homem). Ela admitiu ter recebido elogios semelhantes antes e simplesmente ignorou, por que agora, contra um advogado famoso, ela sendo advogada também, resolveu criar esse auê? Isso tem nome mas vocês não vão gostar dele.

Anônimo disse...

Ideologias à parte, esse advogado é muito cabaço e pega ninguém. Como q ele quer ficar com alguem forçando a barra desse jeito se ela não deu nenhum indicativo? Lógico que ela ia sambar na cara dele. Acho muito bem feito, pois se ela fosse uma mulher sem escrupulos ele teria o momento certo pra descobrir.

Anônimo disse...

Pronto, já chegou a patrulha do "exagero" por parte da mulher. Estamos falando de uma mulher que usa uma REDE PROFISSIONAL e é ASSEDIADA CONSTANTEMENTE porque idiotas acham que ela é enfeite. Aí vem um babaca QUE CHAMA A PRÓPRIA FILHA DE GOSTOSA e faz um "elogio respeitoso" sobre, advinha... A aparência dela! Aí tem homem se fazendo de idiota e criticando a reação dela, ao invés de ver a conduta no mínimo estranha do sujeito (e reconhecer que isso acontece o tempo todo, com outras mulheres) e a perseguição asquerosa que o jornal fez com ela. Por que agora, com ele? Porque essa merda cansa, assim como a hipocrisia de tanta gente.

Dan

Anônimo disse...

Até minha mãe me chama de gostosa e não vejo problema nisso, credo vcs!

E de fato a foto dela no Ln é muito boa, porque em outras dá pra ver que ela é bem feiosinha.

Anônimo disse...

Ideologias à parte, esse advogado é muito cabaço.

Vc não leu a noticia? Ele e casado com outra advogada bem sucedida - o cara so quis ser simpatico e elogiar a mulher, nao vejo problema nisso

Anônimo disse...

Sem contar que ele elogiu A FOTO, não ela, e depois do ocorrido fez total questão de esclarecer isso (e quem usa o Linkedin sabe das fotos "selfie de banheiro" do site) e ela RECUSOU-SE a aceitar as desculpas. Queria aparecer, apareceu. agora aguenta fia.

Anônimo disse...

Tava demorando pra vir os defensores culpar a mulher. O jornal é q está certíssimo em expor a vida dessa vadia, né? O cara está certíssimo em assediar uma desconhecida num ambiente impróprio. Daqui a pouco, vão dizer que ela não deveria estar numa rede social, ou que a foto dela "provocou o pobre".

Anônimo disse...

Cadê o Jonas ( bumbum guloso ) pra bostejar aqui?

Anônimo disse...

De acordo com o dicionário, a palavra assédio significa: "fig. insistência impertinente, perseguição, sugestão ou pretensão constantes em relação a alguém."

O que chamar isso tem a ver com falar que uma foto é bonita? O que elogiar tem de "sugestão ou pretensão constantes"? O cara quis ser simpático com uma colega, só isso. O tabloide pode ter errado mas ela errou também.

Anônimo disse...

De acordo com o dicionário a palavra simpatia significa: "Atração que algo ou alguém é capaz de provocar em outra pessoa:"; "Quem tem o hábito de ser muito delicado e agradável."

O que tem a ver o elogio do cara com simpatia?

Anônimo disse...

Assédio: é todo o comportamento INDESEJADO, nomeadamente o baseado em fator de discriminação, praticado aquando do acesso ao emprego ou no próprio emprego, trabalho ou formação profissional, com o objetivo ou o efeito de perturbar ou constranger a pessoa, afetar a sua dignidade, ou de lhe criar um ambiente intimidativo, hostil, degradante, humilhante ou desestabilizador.

André disse...

Primeiro, se a intenção fosse elogiar a foto por que ele não perguntou quem era o fotógrafo. Mas essa desculpa não cola porque a única coisa deslumbrante nessa foto 3x4 é a fotografada.
Segundo que o fato dele ser velho é relevante porque se espera que pessoas mais experientes sejam menos imbecis.

Anônimo disse...

Basta saber ler para concluir que a foto foi elogiada e não a mulher, eis que feia em posição normal.

Anônimo disse...

Diva

Anônimo imbecil das 09:32

Sua insegurança é tanta que vc generaliza e acha que todos os homens são babacas como você.

Coitado sabe NADA de mulher e nem do que é ser homem!
Uma mulher tem que estar com muita baixo estima, ser masoquista ee louça pra ficar com um misógino do yeu tipo.
Vai tomar no teu rabo e pare de infernizar as mulheres com suas teorias de merda.

Anônimo disse...

"Ou seja, ela tinha a obrigação de guardar o assédio para si mesma e para os amigos, nada de tornar assédio público. Onde já se viu? Assédio em ambiente de trabalho, violência doméstica, estupro, e qualquer violência contra a mulher deve ficar só na intimidade. Afinal, é tudo caso isolado."

Comparar um elogio, mesmo que inadequado, feito numa mensagem privada, sem uso de palavras chulas ou propostas indecentes com assédio no trabalho, violência doméstica ou estupro, é falácia da falsa analogia.

Anônimo disse...

As moças falando de revenge porn, vocês concordam com esse tipo de exposição?

Anônimo disse...

Odara disse: "Se você acha mesmo que ser gordo ou gorda afeta igualmente uma pessoa. ...está no post errado, no blog errado e no mundo da fantasia."
Odara, não sou eu quem está no mundo da fantasia, é você quem está no mundo do fanatismo, graças à velha história da "falsa simetria" vocês não conseguem tratar as pessoas como seres humanos, tratam como gênero. Já sofri bulling na infância por ser gordo, já fui chamado de gordo por mulheres e isso machuca profundamente. Ao invés de vocês analisarem se determinada atitude é certa ou errada, vocês querem primeiro saber o gênero dos envolvidos, só depois disso vão dizer se o ocorrido tem importância ou não. Para mim o que é certo é certo e o que errado é errado, não interessa o sexo, mas vocês sempre querem minimizar o problema quando o homem é vítima da mulher.
Então Odara, estou mesmo no blog errado, mas por pensar diferente de vocês.

Anônimo disse...

Mas olha Lili, se for ver por esse lado, o cara até que tem razão.

Anônimo disse...

Post maravilhoso! E machista tem de todos os tipos.... da direita e da esquerda TAMBEM.

J.M. disse...

Anpn 16:01,

Não vou perder tempo te explicando, várias comentaristas já explicaram aqui que esse elogio "inocente" pode evoluir para outros tipos de assédio.

Priscilla Souza disse...

teoria da falsa simetria se aplica também a agressão,como se entende que sempre são as mulheres que apanham então....no mais cada um faz o que quiser,o errado é igual aqui no brasil:ficar latindo para para o estado atender suas reinvidicações insanas

Priscilla Souza disse...

Gostaria de saber onde estão estas mulheres super profisssionais,onde esta todas estas mulheres que cresceram sozinhas,e não são funcionarias públicas,que trabalham bem,que produzam,que não dependam dos pais,ou do marido ou parentes.Onde estão?que trabalhem de verdade.só vejo aqui professoras de faculdades públicas falidas,sociólogas,tradutoras,publicitarias....Apesar que este não é o foco do post

Priscilla Souza disse...

esta perseguição tem um lado bom:As marxistas aprenderam,culturalmente,como perseguir o inimigo.é importante provarem do próprio remédio.apesar que não considero esta moça,necessariamente,uma feminista