segunda-feira, 10 de novembro de 2014

O FOGO AMIGO DE ALGUNS INIMIGOS

Lembrei de coxinhas

Ainda estou devendo pelo menos um post sobre política partidária pra você. Queria falar sobre os presidenciáveis para 2018, mas novamente estou sem tempo. Então, por hoje, vou apenas compartilhar algo que me fez rir bastante.
Lembra da manifestação anti-PT pró-impeachment pró-intervenção militar (tucanês pra golpe) que os maus perdedores promoveram no início do mês? Bom, tirando os reaças, muita gente percebeu que não havia apenas um cartaz ou faixa exigindo o SOS Forças Armadas. Eram muitos. A Folha e o Estadão, em suas reportagens sobre o protesto em SP, noticiou esse fato.
Mais reaças, além do Álvaro Dias, apareceram pra jurar que aqueles cartazes eram coisa de petralhas infiltrados, o que me causa tantas gargalhadas quanto o pessoal que diz que eu sou a autora dos comentários de ódio dos mascus aqui no blog (porque, tipo, eles não existem, então alguém teria que inventá-los). No fundo, os reaças sabem que pega mal pedir impeachment e golpe uma semana após as eleições. Tanto que, pra próxima manifestação, dia 15, alguns estão implorando que seus coleguinhas reaças não levem faixas de "O povo apoia o exército" agora. Por enquanto. Deixem pra depois.



Os reaças são virulentos e fazem barulho nas redes sociais (Olavo de Carvalho e seu séquito de extrema direita xingando todos os inimigos no Facebook; Danilo Gentili, Lobão e Roger -- que disse recentemente que não ataca pessoas, só ideias, ha ha, o que gerou vários tuítes de mulheres contando que ele nos chama de baranga mal-amada mocreia vagabunda -- atacando no Twitter), mas eles não têm muitos blogs e sites grandes, tirando aqueles hospedados na Veja. O que deixa evidente que seu modus operandi não é discutir ideias coisa nenhuma, e sim insultar, tentar destruir reputações, como já instruiu o mestre Olavão:
Dois sites de direita com vários autores, mas sem autoria aparente, têm o dedo de um reaça machista (pleonasmo; todos são) que me ataca antes mesmo que eu soubesse da existência dos mascus. Ou seja, faz tempo -- desde 2008 ou 09, desde o início do blog. Ele atende pelo nome de Gravataí Merengue. No começo, ele e algum ilustrador faziam tirinhas sobre uma personagem chamada "Feminazi" para me parodiar (acho que depois ele trocou pra "Femicleusa" ou algo assim). Claro que eu não era a única pessoa que ele atacava. Ele sempre teve tempo de sobra pra se dedicar à internet.
Não sei seu grau de participação nesses dois sites de direita, se ele é o principal nome ou um dos nomes. Mas é sempre a mesma turma. E foi essa turminha reaça que decidiu escrever um post alvejando os dois jornalistas, um da Folha, outro do Estadão (veículos que só a trupe do Olavão acredita que sejam de esquerda). O site publicou uma espécie de dossiê contra os repórteres (petistas, segundo o site) que ousaram escrever que a manifestação continha gente pedindo golpe.
Imagina se algum blog ou site de esquerda fizesse isso. Seria acusado de cerceador da liberdade de imprensa, de ditador bolivarista, de anti-democrático, só pra ficar nos termos levinhos. Quando reaça ataca jornalistas, é considerado um "belo trabalho investigativo" (assim como golpe vira revolução).
Porém, o divertido mesmo foi o que veio a seguir. Na sexta-feira, um deputado estadual do PSDB-SP, um tal de Carlos Bezerra Jr (que havia criticado a manifestação), solicitou que a Assembleia Legislativa envolvesse o Ministério Público e a Polícia Federal numa investigação, e eventual punição, para descobrir a autoria e o patrocínio do site que publicou o "dossiê" contra os dois jornalistas.

Isso deixou os reaças enlouquecidos. Afinal, esperavam isso dos petralhas, não de um dos seus. E põe "um dos seus" nisso! Acho que o financiamento de todos os veículos, da mídia tradicional à mídia alternativa, deveria ser transparente. Blogs e sites de esquerda são sempre "acusados" (não sabia que era crime) de receber propaganda do governo (neste bloguinho que vos fala, infelizmente, ninguém nunca quis anunciar), propaganda que veículos de eterna oposição ao PT recebem. Seria interessante saber quem, ou qual governo, financia a direita.
O mais engraçado que vi até agora foi um reaça no twitter exigir que o Alckmin "enquadrasse" o deputado do PSDB. Fico tentando imaginar como foi o diálogo. 

54 comentários:

Anônimo disse...

Eita, que bizarro essa parte que você menciona esse tal de gravataí merengue. Tava lendo e o nome saltou na tela, eu tinha certeza que já tinha ouvido esse nome em algum lugar.
Não deu outra: googlei e me dei conta que é o mesmo asno que participava de uma coluna ("o que eles acham") do blog de moda Just Lia, com vários caras cagando regra nas tendências de roupa femininas.

porra, hein

Paula disse...

oi, menin@s..

eu tenho uma pergunta legítima: alguem sabe (ou se lembra) a quantas ia a violência urbana na época do regime militar??

Pq o que eu ouço de muitos "viúvos da ditadura" é que na época, apesar da censura, as prisões aleatórias e a vigilância; as ruas eram mais seguras e por isso eles querem os militares de volta...

segurança pública é um problema muito sério e atravanca muito a vida e o desenvolvimento das pessoas.. fora o risco em si..

alguem confirma?

Kittsu disse...

http://www.istoe.com.br/reportagens/391376_POR+QUE+A+LEI+DA+GUARDA+COMPARTILHADA+NAO+AVANCA


Aff.

Anônimo disse...

Eu não vejo motivo pra esse post. Desde quando toda a direita concorda com uma intervenção militar?

Assim como ser feminista não significa que toda mulher que se declare feminista vai concordar com o que outra feminista falar. E que toda pessoa de esquerda segue uma cartilha fixa e que sempre concordamos uns com os outros.

Anônimo disse...



Olá Lola eu sou apaixonada pelo seu blog, em relação a este assunto, como professora de História, afirmo somente em 1964 eu vi a direita tão unida, defendendo uma ideologia tão retrógrada, mas eu vejo um lado positivo, os tucanos estão botando para fora o seu racismo, machismo, homofobia, já escutei de pessoas que votaram em Aécio Neves, que estão arrependidas, pois não concordam com o golpe.
Lola mudando de assunto, eu gostaria que vc comentasse, sobre a separação de Zezé di Camargo, apesar de eu não acompanhar o mundo das celebridades, mas li na capa de uma revista, que ele afirmou querer uma mulher jovem e bonita ao lado, alfinetando sua ex, gente nós mulheres somente temos valor enquanto somos jovens?

Anônimo disse...

Eu acho HILÁRIO é que a reaçada é que detém os discursos de intolerância, de preconceito, contra minorias, contra pobres, etc etc, mas OLHA, nós, esquerdistas malditos, que somos contra toda essa intolerância e discriminação, é que somos DO MAL, segundo Olavo.. HAHAHAHAHAHAHHA

Anônimo disse...

"segurança pública é um problema muito sério e atravanca muito a vida e o desenvolvimento das pessoas.. fora o risco em si.."

Os de pensamento a esquerda não consideram a onda de criminalidade endêmica no Brasil como "coisa de criminosos" eles vêem como uma especie de "revolução primitiva" consideram o que muitos chamam de bandido como um "revolucionário Contra o sistema"

Anônimo disse...

Pra a Paula que comentou da segurança pública na época da ditadura:

Paula, violência urbana pode ter muitas causas, mas a principal delas, como pode se comprovar pelos ranking das cidades mais perigosas/violentas do Brasil e do mundo, é a desigualdade social.

Se havia pouca violência na época da ditadura, decerto que não era por causa dos militares, e sim porque o Brasil ainda estava em processo de urbanização e a concentração de renda nas cidades não era tão gritante e díspare como hoje.

Se a violência cresceu absurdamente de lá pra cá e se temos taxas anuais de homicídios horrorosas, é, basicamente, em decorrência do aumento da desigualdade social principalmente nas cidades.
(E a desigualdade social aumenta quando, dentre outros fatores, os governos não se preocupam com a distribuição de renda, pelo contrário, só a piora)

Anônimo disse...

)=

Anônimo disse...

Ue? Mas o atual governo não afirma que diminuiu a desigualdade, como nunca antes, e que suas politicas publicas são "a sétima maravilha social" do mundo?
Então como explicar que a violência urbana tenha exprodido na ultima década, com vergonhosos 54 mil homicídios por ano?
Alguém ssegurança pública é um problema muito sério e atravanca muito a vida e o desenvolvimento das pessoas.. fora o risco em se puder me explique por gentileza?

Anônimo disse...

Os coxinhas de SP, contribuem com 45% da arrecadação federal, e não recebem nem 5% disto de volta .

Anônimo disse...

Realmente, o problema do Brasil e o desenvolvimento, ta certinho.

Anônimo disse...

10 de novembro de 2014 16:46

Eu também o conheci no JL, ele mais alguns da mesma laia.

Anônimo disse...

O melhor são os "argumentos":

"ESQUERDISTAS MALDITOS"!
"TRABALHAR PRA SUSTENTAR POBRE VAGABUNDO, NGM MERECE"
"VAI PRA CUBA!"
"ISSO AQUI VAI VIRAR CUBA"
"PUTA, VADIA ETC ECT"


Zzzzz...

Anônimo disse...

porra, ainda não se conformaram não? que gente doente e chorosa
não votei no PT e ainda sim, acho isso o cúmulo. tenho um colega de trabalho que foi em uma dessas tentativas de protesto, pediu intervenção e depois que viu o quanto foi ridicularizado, jogou a culpa nos petistas e pediu p nosso grupo não comentar que ele foi. kkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Por onde será que anda a Sara hem? Depois que o candidato dela perdeu, nunca mais deu as caras.
Tomara que tenha visto que discurso burguês não cabe no feminismo.
Feminista reaça ninguém merece.
Camila Klein

Anônimo disse...

Eu sou de esquerda em tudo menos nessa conversa de que a principal causa da violência é a desigualdade social. O que mais vemos é quadrilha de traficante x quadrilha de traficante, gente roubando pra sustentar vício em droga, fora que a maioria dos homicídios não são decorrentes de assaltos, não têm nada a ver com "pegar o patrimônio do outro porque eu não tenho". Vejam a quantidade de homicídios e a de latrocínios e comparem.
Acho sim que tem muito a ver com a falta de estrutura familiar (o que não tem a ver com o fato de existirem ricos na mesma cidade - se o país fosse 100% formado por pobres aconteceria a mesma coisa) e a maldade humana também - essa maldade que os esquerdistas mais veementes teimam em negar. Tem gente que é ruim, sabe. Em todas as classes sociais. Mas se vc soma maldade humana + falta de estrutura familiar, sai de baixo.

Anônimo disse...

Outra coisa: é bem diferente a pessoa assaltar pra colocar comida em casa, coisa que graças a Deus raramente vemos hoje em dia. Outra bem diferente é assaltar e matar, estuprar, esquartejar. Como que isso vem da desigualdade eu não consigo enxergar.

Anônimo disse...

E dá pra acreditar em algum dado que fosse ventilado na época da ditadura?
Hello! Quem criticava o governo, quem divulgasse qualquer notícia negativa corria sério risco.

Patrick disse...

Sobre violência urbana e ditadura militar:

Com o golpe, foi abandonada a incipiente iniciativa de transformar o regime "feudal" que domina(va) o meio rural brasileiro.

Então, ao invés de criarmos uma "classe média" rural, tornando produtivos latifúndios inúteis, optoumos como país por uma fuga pra frente, abraçando a revolução verde para ampliar a produção sem mexer na estrutura fundiária.

Espremido entre os "coronéis" feudais e a agroindústria intensiva em capital, o pequeno agricultor foi levado à miséria e empurrado à migração em massa para o meio urbano, com o rompimento de laços sociais, familiares, culturais e a explosão populacional em cidades que não tinham a menor condição de oferecer infraestrutura para receber tanta gente em tão pouco tempo.

Para usar uma expressão "da moda" nos jornais, a ditadura criou as condições para a "tempestade perfeita" que resultou na explosão da violência urbana.

Anônimo disse...

10 de novembro de 2014 17:27


Moro em RS, e boa parte da galera que se arrependeu do voto em Aécio (e não, não é pouca gente) vai de terceira opção em 2018, pelo visto, em Bolsonaro pq ao meu ver Marina morreu politicamente (principalmente no Nordeste). Não sei se isso é bom ou ruim... De um lado Bolsonaro tirará muitos votos de Aécio, mas óbvio que crescerá no segundo turno com o apoio dos eleitores do Aécio. Não sei mto bem no que esperar, ainda to confusa. ehueheuehe

xadai disse...

Lola, você pensar em se candidatar em 2016 ou 2018? Seria ótimo ter uma feminista no legislativo.

Anônimo disse...

De boas aqui esperando o Golpe.

Anônimo disse...

Eles próprios tem vergonha do que falam e fazem Lola. A respeito desses pedidos de intervenção, já estão voltando atrás dizendo que não era bem assim, que foi no desespero pelo luto etc etc. HAHAHAHAHAHA

Anônimo disse...

Essa oposição é muito burra, puta que pariu... Não articulam oposição de forma inteligente, as pessoas de um modo geral não se identificam com essas passeatas de três gatos pigados que vão reclamar muito no twitter e fazer cartazes dizendo "fora PT", para eles só são um bandos de playbas e madames chorões - até eu que não suporto o PT também acho, e repudiam isso. Se for pra repudiar, saiba fazer de forma correta cara. Eu sou um dos que votei no PSDB e não voto mais, nem fodendo.

Kittsu disse...

"Os de pensamento a esquerda não consideram a onda de criminalidade endêmica no Brasil como "coisa de criminosos" eles vêem como uma especie de "revolução primitiva" consideram o que muitos chamam de bandido como um "revolucionário Contra o sistema" "

Sim. Até porquê pra ter a Carteirinha de Esquerdista nós precisamos ser aprovados em alguns testes, como serigrafar a própria camiseta com o che guevara com tintas orgânicas em tecido de fibras de cânhamo, fazer um aborto usando uma imagem sacra só pra contestar o sistema e o mais importante: dominar o cultivo de árvores de bandido, para podermos cultivar nossos próprios bandidinhos e jogar na rua pra vocês poderem prender em postes, praticar o evolucionismo darwiniano eliminando os de cores mais escuras e coisa e tal.

Anônimo disse...

Exato anônimo das 17:58, enquanto nos enxergamos um crime de latrocínio, por exemplo, eles enxergam um revolucionário eliminando um inimigo burguês, enquanto redistribuem renda de forma torta.
"A revolução não e um convite para jantar" dizem eles.

Anônimo disse...

Nosso pacto social esta perigosamente corroído
Junte se isto a leis extremamente fracas, sistema carcerário falido, onde ninguém estuda e trabalha, explosão do uso de drogas, lícitas e ilícitas, governos moralmente falidos, e temos uma bomba relógio social...TIC, TAC, TIC, TAC...

Anônimo disse...

o número de homicídios no Brasil aumentou em 259% nas últimas três décadas( fim do regime militar, inicio do regime revanchista), pulando de 13.910 em 1980 para 49.932 em 2012. O que é chocante para muitas pessoas é que o Brasil não possui disputas territoriais, movimentos de emancipação ou guerras civis, religiosas, raciais ou étnicas.
A taxa de homicídios aumentou 124% no período de 30 anos, subindo de 11,7% para 26% de assassinatos por grupo de 100.000 habitantes.
O estudo revela que entre 2004 e 2007, 192.804 pessoas foram assassinadas no Brasil, ultrapassando as 169.574 pessoas mortas nos doze maiores conflitos armados do mundo durante o mesmo período.
Deste numero, nem 8% dos casos são esclarecidos.
Fora o numero exorbitante de assaltos, roubos, etc.
Eu acredito que os anos de chumbo, nos vivemos hoje

Anônimo disse...

Pois pra mim o PSDB caiu demais depois das declarações do sr. Carlos Bezerra Jr.
Eu fui um que votei no Aécio, mas depois dessas declarações tentando colocar o partido como sendo da esquerda perdi a pouca fé que eu tinha.
Agora vou esperar Bolsonaro em 2018, eu sei que ele não será eleito, mas ele pode ser um fator decisivo para que exista uma direita de verdade no país.

Anônimo disse...

Sou o anônimo de cima, onde escrevi Carlos Bezerra Jr queria dizer Xico Graziano.

Patrick disse...

Os coxinhas de SP, contribuem com 45% da arrecadação federal, e não recebem nem 5% disto de volta

Informação distorcida. No Brasil, a arrecadação é contabilizada sempre pela unidade matriz de uma empresa.

O Bradesco, por exemplo, tem clientes e funcionários de norte a sul do país. Mas todos os impostos incidentes sobre clientes (IOF, IR etc) e funcionários (IRRF, Contribuição Previdenciária) são "arrecadados" em Osasco.

Então, não confunda, "São Paulo arrecadar 45% dos tributos federais" é bem DIFERENTE de "Paulistas arcarem com 45% dos tributos federais".

Patrick disse...

o número de homicídios no Brasil aumentou em 259% nas últimas três décadas( fim do regime militar, inicio do regime revanchista)

Metade dos homicídios no Brasil são causados pela "Guerra às Drogas", importada dos Estados Unidos para o Brasil pela Ditadura Militar.

“Só no Rio de Janeiro ocorrem anualmente 4 mil mortes associadas a crimes de drogas, enquanto o uso provoca cerca de 100. A droga tem produzido efeitos menos nocivos do que o próprio crime relacionado à droga.” Fonte: Vi o Mundo.

A Ditadura Militar também nos deixou outro legado sanguinário, ignorado pelos coxinhas de extrema-direita: o rodoviarismo. O qual mata mais do que os homicídios no Brasil: 536 mil pessoas nos últimos 10 anos (fonte), mas sem despertar qualquer compaixão ou sentimento de "revolta popular".

Muito pelo contrário, qualquer iniciativa para reduzir violência no trânsito invariavelmente é recebida a pedradas e gritos, principalmente pelos coxinhas de extrema-direita, basta ver como a "elite" e a mídia de São Paulo tem tratado a expansão das faixas de ônibus e ciclovias.

Dingo disse...

Esses reacinhas de internet sofrem da chamada 'Síndrome de Star Wars', onde pra eles o mundo está dividido entre jedis e sithis (bem e mal) e só será um lugar belo e perfeito quando o grupo rival desaparecer.

Mas também tem esquerdinha que não fica atrás disso, por isso parei de acompanhar essas guerrinhas virtuais.

Anônimo disse...

Pois eu acho que nem PT nem PSDB prestam.

Ainda acho que se tiver algum partido que preste, deve ser espécie em extinção.

Cada um abafa seu próprio escândalo e nós é que ficamos com cara de otário.

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2014/11/justica-dos-eua-investiga-denuncias-de-corrupcao-na-petrobras-diz-ft.html

Agora que vai dar pra saber a história completa sem o abafa-abafa e o arquiva-arquiva.

Fudeu pro PT.

Alguém dá corda nos gringos pra eles investigarem, só dessa vez, o negócio dos trens em sampa também. kkkkkk

Anônimo disse...

Achei engraçado o anúncio "condomínio arena" acima da reportagem do Estadão.

Junior disse...

Lola, esse gravataí merengue aí perseguia outros jornalistas e blogueiros progressistas.

O Luis Nassif, se não me engano, processou ele tem um tempo também, enfim, misandria é só o começo quando se refere a esse cidadão aí.

Anônimo disse...

“Só no Rio de Janeiro ocorrem anualmente 4 mil mortes associadas a crimes de drogas, enquanto o uso provoca cerca de 100. A droga tem produzido efeitos menos nocivos do que o próprio crime relacionado à droga"

Patrick, você precisa conversar com as famílias de dependentes, e dar um pulinho na crackolândia, ai você vai ver como a apologia as drogas e seu consumo, corrói o fragil tecido social,e gera uma reação em cadeia de destruição devidas.

E não ache que a simples legalização de drogas vai diminuir a violência, pelo contrario, os projetos em tramite no congresso, se referem apenas a legalização da maconha, o que vai aumentar em muito o consumo e apologia as demais, como cocaina e crack 9 só falta alguém querer legalizar o crack)
E mesmo que sejam todas legalizadas, traficante não vai arrumar emprego da noite pro dia,a cultura de crime, já esta totalmente inseria nas mentes deles, o que vai aumentar em muito, vão ser os arrastões, sequestros, assaltos etc.

E por favor, parem de fazer looby a maconha, dizendo que "não faz mau, e natural" sou medica, e tenho vontade de mandar tomar um chá de urânio, todos que dizem isto. Ma conha pode desencadear quadros de demência, esquizofrenia, entre outra patologias da mente.

Anônimo disse...

Patrick, e Osasco fica aonde queridão?

Anônimo disse...

Não senho caro Patrick, isto que o senhor se refere, e distorção tributária pura.
SP em 2013, arrecadou 141 bi para o governo federal, e recebeu de investimentos federais, apenas 18 bi.
Outros estados como Bahia por exemplo, arrecadou 13 bi. e recebeu 18,2 bi
o Ceara contribiu com 2,2 bi, e recebe 5,5 bi em investimentos.

Anônimo disse...

11 de novembro de 2014 01:50

Também não voto mais neles.

Anônimo disse...

Anônimo das 10 de novembro de 2014 23:29:

"O que é chocante para muitas pessoas é que o Brasil não possui disputas territoriais, movimentos de emancipação ou guerras civis, religiosas, raciais ou étnicas."

Cê tá de brincadeira, né? Suas noções do que são disputas e guerras precisam sair um pouco dos filmes de herói x bandido americanos, porque nem tudo é tão preto e branco assim, amigo.

Essa semana mesmo assassinaram a líder kaiowá Marinalva Manoel, que lutava pela demarcação das terras indígenas em Mato Grosso do Sul. Isso é disputa territorial.

A guerra ao tráfico, que mata gente TODOS OS DIAS, é uma guerra civil. Porra, derrubaram UM HELICÓPTERO da polícia com uma bazuca. Não é porque não foi no seu quintal que ela não existe.

Pode dar um "ok" em guerra racial também, porque aposto um braço que desses milhares de homicídios que ocorreram, a maior parte das pessoas assassinadas eram negras. O fato da gente continuar incentivando essa guerra as drogas - que mata a população negra -, a criminalização do aborto - que mata as mulheres negras, uma vez que as brancas pegam um avião e vão abortar em outro país, ou pagam R$ 7 mil numa clínica particular -, ou seja, da gente fechar os olhos pra assuntos que atingem, majoritariamente, os negros, é guerra racial sim.

-- Ana.

Anônimo disse...

Anônimo das 11 de novembro de 2014 10:57:

Isso, obrigada por explicar pra todo mundo o conceito de REPÚBLICA FEDERATIVA. Se tás chateado com a maneira como a renda é distribuída aqui no Brasil, toca pra Miami.

-- Ana..

Anônimo disse...

Se Marina e Aécio mesmo frisando trezentas vezes que não tirariam o Bolsa Família, perderam. Imagine o Bolsonaro que diz que esse programa precisa ser revisto, só por isso ele já não ganha.

Crl disse...

É sério isso? Você realmente não entendeu o que ele quiz dizer ou está se fazendo de bobo?

Crl disse...

Então, anon 10:50, o qye foi dito é que a arrecadação vem do Bradesco, que tem filiais em todoBrasil, e não de Osasco e seus.cidadãos, embora conste como tal

Anônimo disse...

Pela logica do cidadão, se o Bradesco fica em Osasco, todo o imposto arrecadado pela atividade do Bradesco deve ser destinado a Osasco. De preferência ao bairro onde está a sede do Bradesco.

André disse...

Patrick,

Você sabe que suas explicações são mais para os leigos de boa vontade que pros queridões já adestrados, né?

Patrick disse...

Sim, André, estou pensando em uma pessoa de boa fé que lê os comentários :) Os trolls são incorrigíveis!

Patrick disse...

Patrick, você precisa conversar com as famílias de dependentes, e dar um pulinho na crackolândia, ai você vai ver como a apologia as drogas e seu consumo, corrói o fragil tecido social,e gera uma reação em cadeia de destruição devidas.

O crack é filho de pai e mãe da guerra às drogas. Durante o período da Lei Seca nos Estados Unidos, milhares de pessoas ficaram cegas ou sofreram amputações por consumirem bebidas alcóolicas de péssima qualidade, improvisadas, como é o crack (fonte).

E não ache que a simples legalização de drogas vai diminuir a violência, pelo contrario, os projetos em tramite no congresso, se referem apenas a legalização da maconha, o que vai aumentar em muito o consumo e apologia as demais, como cocaina e crack 9 só falta alguém querer legalizar o crack)

Foi a Guerra às Drogas que criou o crack, não a legalização. Se houvesse legalização, o crack seria reprovado pela Anvisa tal como bebidas alcóolicas irregulares.

E mesmo que sejam todas legalizadas, traficante não vai arrumar emprego da noite pro dia,a cultura de crime, já esta totalmente inseria nas mentes deles, o que vai aumentar em muito, vão ser os arrastões, sequestros, assaltos etc.

Com tantas coisas pra se preocupar, o que ocupa a sua mente é o índice de desemprego no mundo do crime ;)

Maconha pode desencadear quadros de demência, esquizofrenia, entre outra patologias da mente.

Não é nada perto do que a cardiologista me diz quando eu falo que consumo os três pós brancos (sal, açucar e farinha de trigo) e ainda arremato com manteiga.

Anônimo disse...

E o pessoal colocando culpa no PT por ter chegado atrasado no Enem (?) kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Impressionante como a generalização da esquerda feita pela direita é burra, mas o contrário é super coerente.
Acho simplesmente ridículo um blog desse nível perder posts e posts numa guerra partidária (PTXPSDB) saindo em prol de um partido corrupto, que tem coragem de dizer que o Mensalão não existiu e que os condenados são presos políticos.
Mais engraçado ainda é a esquerda achar válido qualquer movimento seu que vá às ruas, ainda que no meio existam "os infiltrados", pessoas prontas para acabar com a legitimidade do movimento e que bem sabemos muitas vezes partem pra violência (como a Veja é "escrota", tudo bem vandalizar sua sede né?).
Agora se cerca meia dúzia, numa grande paralisação (e parem de manipular dados!), pede a intervenção militar, o ato todo pediu.
Pelo amor...

Anônimo disse...

Morro de rir qdo vejo esse papinho anos 70 q a violencia vem d edesigualdade social. Se essa justificativa pra lá de simplória fosse verdade já era pra violência estar dimunindo no Brasil. Outro ponto: Por que países com desigualdes tão grandes qto o Brasil são bem menos violentos? Aliás, se essa máxima fosse verdade, não haveria criminosos classe média. Violência não é causada apenas por pobreza. Tem muitos outros fatores e um deles é a própria certeza da impunidade, algo imperante no nosso país. Temos leis e judiciário frágeis, ou alguém acha justo um assassino ficar 5 anos na cadeia ou estuprador sair livre sem nem esquentar lugar na cadeia? Menos utopia, por favor.

Sérgio Carneiro disse...

Uma de suas leitoras lhe sugeriu que candidata-se a um cargo no legislativo. Aproveite o PLS 132/2014, que será aprovada, e concorra a uma vaga no Senado.

Finalmente teremos uma lei que forçará, democraticamente é claro, os eleitores a escolher uma mulher na renovação dos 2/3 no Senado. Espero que isso seja só um começo e que depois de aprovada e implantada , ela seja aperfeiçoada para que a renovação seja alternada entre: ora brancos, ora negros/pardos.

Avançaremos mais ainda e o próximo passo será a Câmara dos Deputados federal, estadual e finalmente as Assembleias.E só uma questão de tempo.

Eis o texto da proposta: "Quando da renovação do Senado Federal por dois
terços, uma das vagas será reservada para candidatos do sexo
masculino e a outra para candidatas do sexo feminino"(sic). Um observador mais atento verá que o texto, assim como está, não deverá ser aprovado sem antes passar por uma correção. Ele cita uma visão retrógrada, reacionária, estúpida, egoísta, machista, ignorante e conservadora de "sexo" masculino e "sexo"feminino e sugiro uma mobilização ferrenha (por e-mail, redes sociais ou passeatas) pelo substituição da palavras sexo por gênero.