domingo, 8 de dezembro de 2013

NOTAS IMPERFEITAS DE UM DOMINGO QUASE NO FIM

Mortícia, planta carnívora cult da Lilyan e devoradora de livros

Isso é hora de atualizar o blog? É que só acabei o post de hoje agorinha mesmo. Primeiro fica o apelo pra vocês comprarem meu livrinho de crônicas de cinema. 
Tadinho, o maridão voltou de SP nesta terça carregando uma mala pesadérrima com os cem últimos exemplares. Não haverá reimpressão! Por R$ 30 você recebe o livro em casa, com uma dedicatória pessoal quase tão longa quanto os meus posts. É um presente de natal digno, vai. Deixe de ser pão-durx miserável como a dona deste bloguinho e compra o livro!
Coloco aqui o depoimento da gaúcha Lilyan, analista de sistemas, recém-casada e mãe de, além da Mortícia aí em cima, também de duas gatas, Dot e Mini: "Quero te dizer que teu livro já começou fazendo efeito. Ao começar a ler a crítica do Fabuloso Destino de Amélie Poulain, fui obrigada a rever. Eu tenho o dvd em casa. Um dos meus top 3 filmes do universo. É lindo lindo lindo.
Não lembro se comentei que sou chorona em filmes. Sério. Eu até lembro a primeira vez que eu chorei em filmes: foi no À Espera de Um Milagre. Antes desse filme eu era uma esfinge. Depois virei algo parecido com as Cataratas do Iguaçu... Voltando ao filme, tu comentou que 'até' chorou na cena do cego... Eu me emociono até com a trilha de entrada do filme... e comecei a chorar já na hora que o Dominique acha a caixinha na cabine telefônica... BEH, tu é mais forte...
Falando nisso, lembrando desse chororô todo, essas histórias estão relacionadas com o meu vegetarianismo: eu e o Anjo (maridinho) fomos ver o King Kong (2005) meio contra minha vontade, e tava tudo bem. DAÍ começou a cena onde tocam formol no bichinho e eu não me aguentei. Comecei a chorar. Tu não tá entendendo, não é chorar de cairem lágrimas, foi choro homérico. Eu estava SOLUÇANDO NO CINEMA de tal maneira que o Anjo teve que me tirar e me levar pro banheiro. Foi um Fiasco (com F grande mesmo), na descida teve até criança apontando pra gente.... Daí que decidi que ia ser vegetariana. Na minha cabeça não faz sentido eu sentir pena de um gorila e não sentir pena das galinhas, vacas, porquinhos... O Anjo não entende até hoje ("mas Lilyan É UM GORILA DE 3MTS DE ALTURA), e é tão carnívoro que se puder pular na jugular da vaca ele a mata com os próprios dentes.
Só por aqui já valeu a compra do livro. MUITO OBRIGADA. AMO TEU BLOG, continua com ele. Teu trabalho me ajuda todos os dias a entender o meu feminismo."
Ha ha, adoro minhas leitorxs! Obrigada você, querida Lilyan! 
Agora, sem mais delongas, algumas notas não tão fofinhas.
Foi chocante o que algumas amigas paraibanas me mandaram por email: o aúdio de um programa de rádio chamado Correio Debate, de grande audiência na PB. Nele, um radialista, Fabiano Gomes, critica uma menina de 15 anos que teve fotos nuas dela vazadas na internet porque, segundo ele, a polícia tem mais o que fazer: "tem tanto assassinato, tanto roubo, tanto sequestro, e nós temos que ocupar a polícia porque as cocotinha tão tirando foto do pinguelo e mandando pelo namorado?"
O sujeito insiste nessa linha, condenando as meninas que tiram fotos do "xibiu e das tetinha" e mandam pros namorados. Aí, quando o namorado tem o telefone roubado (é, Fabiano nunca ouviu falar em pornografia da vingança), as fotos vazam. 
Num dos momentos mais terríveis da longa meia hora de violência e misoginia, um ouvinte liga pra rádio pra dizer: "Se minha filha tirasse uma foto mostrando o pinguelo dela e mandasse pra alguém, pra mim ela é uma rapariga! Tinha que dar uma surra e botar ela nua na rua". Ao que Fabiano responde: "Ô Paraíba boa! É isso mesmo! Uma vagabunda dessa [...]. Ainda bem que só tenho dois machos. Jesus, você foi muito bom comigo, obrigado!"
A jornalista Taty Valéria (que, em agosto, declarou-se minha maior fã paraibana e me deu de presente uma bela bolsa feita por ela) escreveu um ótimo artigo, indignando-se com a postura do radialista. 
Clique para ampliar
No dia seguinte, parece que Fabiano pediu desculpas... pelos termos usados, considerados de baixo nível. Mas, num artigo, o radialista, que assina seu twitter com "Deus no comando", encontra o verdadeiro culpado pela devastação moral da família brasileira e, também, óbvio, pela perseguição que ele vem sofrendo: o politicamente correto. Agora ele diz que teve seu blog hackeado e, ironia das ironias, que vai colocar a polícia, aquela mesma que tem mais o que fazer, pra investigar. Karma is a bitch, Fabiano!
Outra coisa que me chocou foi uma manchete do Estadão de quarta, que eu só vi hoje. 
Manchete mais parcial, impossível! Qualquer "diz que" num texto já distancia o que muita gente vê como verdade absoluta (a opinião do veículo de comunicação) com a versão da pessoa. 
Claro, é uma versão (assim como o que as pessoas encaram como verdade absoluta, que também é uma versão), mas manchetes assim são particularmente dolorosas em casos de estupro (tipo: menina de dez anos diz que foi estuprada por quatro homens), porque ecoam a desconfiança da sociedade. Mas o gritante é que a manchete, tão cautelosa em avisar que ser vítima do machismo fica por conta da opinião da moça, uma ativista feminista, ainda por cima, presume seu posicionamento: Suzane caiu. Não é que ela foi jogada, como ela alega, ela caiu. Por mais que a polícia tenha começado investigando uma queda, por que o título da matéria tem que concluir o mesmo? Em outras palavras, o Estadão diz que Suzane mente. 
PQP, Estadão! O que está acontecendo, o Pimenta Neves ainda trabalha aí na Redação?!
Um dia depois, a Record fez uma boa reportagem entrevistando Suzane. O título: "Estudante sai do coma e revela ter sido jogada de prédio em SP". A notícia ainda traz a informação de que o outro casal presente na festa já testemunhou que Suzane foi jogada. A prisão temporária do ex de Suzana já foi pedida pela polícia. 
Depois de ler o relato de Suzane no seu FB, percebi que a reportagem da Record também está cheia de erros: ela não esteve em coma, nem o cara era seu namorado (era a terceira vez que ficavam). Mas uma coisa parece ser bastante certa: ele a jogou da janela depois que Suzane o chamou de "machistinha escroto". Não foi o álcool que levou o cara a agir assim. Foi o machismo (e não ficarei surpresa se ele for um mascu). Força, Zane! Que você fique boa logo!
Outra notícia que me chamou a atenção foi esta do final de novembro: "Aluno procura a polícia após sofrer homofobia em faculdade de Teresina". João, um rapaz de 34 anos, estudante de Direito da faculdade particular Fatepi/Faespi, foi até chamado de pedófilo por colegas que associam homossexualidade à pedofilia (aham, porque homens hétero não são pedófilos!). 
Um dos agressores é outro aluno, cujo nome não é mencionado na matéria. O curioso é que a faculdade não só lavou as mãos como também falou do aluno acusado de homofobia: "Ele costuma ter opiniões firmes sobre assuntos como feminismo e homossexualidade, mas nós não acreditamos que haja ataques relacionados". O coordenador do curso tucanou a palavra "preconceitos". Virou "opiniões firmes"!
Tá, mas a realidade é que eu nunca teria visto essa matéria se não fossem meus inimiguinhos mascus. Ela apareceu num fórum deles, ontem. Foi o administrador que postou, pedindo ajuda -- lógico -- pro aluno acusado de homofobia. Esse administrador disse que o aluno é um guerreiro da real.
Pena que hoje de manhã eles deletaram o post, porque senão eu ia colocar alguns prints aqui. Mas foi assim: alguns outros mascus disseram que "meter a real em público" (é o termo que eles usam) não é bom e pode trazer problemas, porque 100% de quem ouve a ideologia mascu os chama de revoltados, misóginos, e pega-ninguém. Mas o administrador afirmou que aquele guerreiro não era um "juvena" (um mascu inexperiente que só fala besteira). 
Até que chega o próprio mascu em questão, avisando que em breve contará tudo, mas que já quer deixar claro que ele não só não é um juvena como também é o maior alfa do universo, que tem mais dinheiro que todos os alunos somados da faculdade, que pega todas as meninas top de lá, que é um predador de pseudo-intelectuais, que sempre debate citando pelo menos três fontes, dando o número da página e tudo, sem nem olhar pro interlocutor. Sei que parece que estou inventando essas coisas, porque, né, nada pode ser mais ridículo, mas é verdade! Não tenho criatividade pra inventar isso!
Bom, força pra você também, João! Acho que você fez muito bem em procurar a polícia, depois da faculdade não querer fazer nada. 
Aproveito este longo post que nem era pra ser longo para avisar que estarei de volta a Brasília no sábado que vem. Êêêêê! A última vez que estive na UnB foi para uma mesa redonda memorável em que fui hiper bem recebida. Então, no sábado, dia 14, às 14 horas, voltarei a UnB (será no ICC, também conhecido como Minhocão) para participar da mesa "Feminismo: História, correntes, conquistas e desafios", no I Encontro de Jovens Feministas da UJS (União da Juventude Socialista), que acontecerá entre 13 e 15 de dezembro, e que espera reunir 600 jovens de 16 a 28 anos, de todo o Brasil. Eu serei a bisa da garotada!
É aberto a todxs, mas precisa se inscrever aqui. Venham!

45 comentários:

Patty Kirsche disse...

Bacana o texto, Lola. Poxa, essa da Zane eu já tinha visto. Que jornalista parcial, que absurdo. Fiquei indignada, acho que ela deveria processar o jornalista por calúnia e difamação.

Kittsu disse...

Da próxima vez que você flagrar algo do tipo, use uma "impressora" pdf para transformar a página em um arquivo pdf e aí você guarda a página toda no seu pc.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Não vou nem querer ouvir o que esse radialista fala porque de preconceitos e machismo estou até a tampa e quero evitar a fadiga. Mas é engraçado como eles não se importam em dizer barbaridades, vomitar preconceitos, apoiar atitudes violentas e quando alguém critica se dizem vítimas de censura, do politicamente correto. Liberdade de expressão pra esse povo é dizer atrocidades e só receber aplausos sem poder ser criticado.
Sobre a notícia no Estadão, fiquei imaginando o tipo de comentário que apareceria embaixo se eles admitissem comentários.
Jornalista tem que tentar ser imparcial, não podem acusar uma pessoa que ainda não foi condenada, mas daí a colocarem uma notícia que claramente já duvida da versão da vítima, se posicionando do lado do acusado, já é demais.
Abraços Lola e boa semana pra você.

MCarolina disse...

Eu também fiquei perturbada com King Kong e quando o capturaram eu mudei de canal para não ver seu fim trágico (estava vendo na TV).

Renata disse...

Godzila também me faz chorar =/

Hugo disse...

"Da próxima vez que você flagrar algo do tipo, use uma 'impressora' pdf para transformar a página em um arquivo pdf e aí você guarda a página toda no seu pc."

Quase todos os navegadores (Mozilla Firefox, Chrome, Internet Explorer, etc.) conseguem salvar páginas da web para uso offline, sem a necessidade de programas adicionais. No Mozilla, que é o que eu uso, é muito simples: basta clicar no botão "Firefox" e então em "Salvar como...", e então escolher o nome do arquivo e o formato desejado.

Anônimo disse...

Alô pessoas de bem da Paraíba, tá na hora de fazer uma visitinha na casa desse Fabiano aí.

Jacque Cética disse...

Que cara nojento,ele faz questão de usar as palavras as mais baixas possíveis,que é pra desmoralizar mesmo as mulheres. Aqui em PE tem muito disso,radialistas com programas ditos populares e falando linguagem do "povão" é dessa escrotidão ai pra baixo.

Bela Campoi disse...

Lola, quantos casos de horror! Não tenho coragem de ouvir o radialista. Eu me perdi no enredo dos mascus, mas tá valendo..rss... A luta é longa e seria uma glória te ouvir em BSB. Admiro tanto seu ativismo!!

Robson Fernando de Souza disse...

Uma outra notícia importante da semana que passou foi essa aqui:

A semana em que os "feministos" se revelaram e causaram confusão

cuteychao disse...

Desculpa, mas já sabe em que local da UnB vai ser a palestra? Me inscrevi no encontro mas não consigo achar a programação... :\

Anônimo disse...

Lola arranjei provas de qe tu envemtou os mascus portanto em breve todos conheceram sua verdadeira identidade .Sua rapariga balofa

Sara disse...

Essa manchete do Estadão foi vergonhosa, deveria ser passível de processo, pois engana descaradamente e bem intencionalmente, q lixo...

Anônimo disse...

Acho curiosos como a Lola se faz de cega pra certas coisas.Não vai falar nada da modelo Fernanda Lima,que semana passada prestou-se ao ridículo papel de enfeite,bonequinha sexual no sorteio da Copa?Antes mesmo dos jogos começarem já iniciaram a propaganda de um produto muito comercializado pelos estrangeiros,o corpo das mulheres brasileiras.

Anônimo disse...

09/12/2013 08h18 - Atualizado em 09/12/2013 08h18
Homem é suspeito de cegar a ex após agressão com martelo, em GO
Cabeleireira ficou mais de um mês internada: ´Perdeu o sentido a minha vida´.
Ameaçada pelo ex-namorado, ela teme que seja morta, em Luziânia.

http://g1.globo.com/goias/noticia/2013/12/homem-e-suspeito-de-cegar-ex-apos-agressao-com-martelo-em-go.html

Renata disse...

Lola, pessoal, além da história da Suzane, vocês viram isso?

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/12/policia-vai-investigar-escola-que-pediu-para-aluno-cortar-cabelo-black-power.html

Na reportagem na TV, a diretora chegou a falar que não era higiênico, que o guri ficava com o cabelo molhado de suor quando corria e que isso o atrapalhava, dizendo algo como "ele é gordinho, fica suado e o suor escorre do cabelo molhado. como ele vai conseguir se concentrar assim?". Falou também que a "franja" dele atrapalhava a visão e que a altura do cabelo atrapalhava a visão dos outros colegas na sala!

Ahhh, que porr* é essa??
Gente magra não sua quando corre? Gente de cabelo liso não fica com o cabelo molhado de suor??
Eu sou magra e tenho cabelo liso e fico suada e com o cabelo molhado quando me exercito. Também tinha cabelo comprido quando estudava e às vezes ficava na minha cara e NUNCA me pediram pra cortar o cabelo na escola! Além disso, o cabelo do guri nem chega nos olhos!
E se a altura atrapalha a visão dos colegas, é só mudar o lugar em que eles se sentam na sala!

Que racismo mais absurdo!! E senti uma ponta de gordofobia ali também. Argh

Taty Valéria disse...

Envemtou. Basta isso.

disse...

Renata, fiquei passada com essa do gurizinho. :-/
E a do radialista. E a da menina jogada. E a imprensa com seu preconceitinho sutil pra olhos destreinados. E a outra, e a outra, e a outra. Ai, ai... vai tempo até a gente conhecer uma realidade melhor.

Kittsu disse...

Hugo: eu prefiro pdf porquê não dá pra alterar e eu acho mais fácil para um leigo manusear.

Verô! disse...

Lola,

Não vai ter versão digital do seu livro? Você pode colocar o e-book na loja da Amazon, eu acho que é uma boa pois assim o livro não ficará indisponível depois que os exemplares físicos esgotarem. O e-book é mais barato e a margem de lucro dos autores é maior do que a margem de lucro dos livros físicos. Realmente acho uma boa fazer isso pois todo mundo sai no lucro: quem comprar o livro na Amazon e você. O que acha?

L. G. Alves disse...

Lola, acho que foi mencionada num comentário deste sujeita: https://twitter.com/KarineMelS2
Comentário: "Sou #Feminista e quero #Igualdade - Exceto para testes físicos, pena de prisão e aposentadoria. #Misandria is all. @LolaEscreva = Rainha."

Anônimo disse...

Nós dá Real temos provas de que vc não existe e é apenas uma farsa do governo

Anônimo disse...

Isso vamos nos unor para comnater a dragoa petista solcialista.

Anônimo disse...

Lola me explica como você não existe? kkkkkkkkkkk

Como escreve? que foto essa no blog?
kkk

Felicia disse...

Esses mascus me matam de rir .

lola aronovich disse...

Por favor, mascus anônimos, decidam-se: vcs vão revelar quem eu sou ou que eu não existo? Estou confusa.
É que, sei lá, eu ponho aqui meu nome completo, local de trabalho, fotos, nome do marido e tal (ele também não existe?). E eu dou montes de aulas e palestras. É meio difícil convencer toda essa gente que eu não existo, ou que eu não sou eu. A menos que o governo esteja pagando uma pessoa chamada Dolores Aronovich Aguero pra se passar por... Lola Aronovich. E aí essa pessoa é a que aparece em público, nas aulas e palestras. Eu acho estranho falar de mim em terceira pessoa. Mas não deixem de me avisar quando vcs tiverem provas que eu não sou eu.

Anônimo disse...

Você nos persegue desde que era colunista da veja

Guerreiro Realista disse...

Lola ,já conferimos seus registros nem vc e seu ''marido" estão lá ou seja vc é uma farsa.do governo. Entrevistamos pessoas da sua cidade e nenhuma te viu.

lola aronovich disse...

Ahn, que registros? Eu e meu "marido", entre aspas, porque todas nossas fotos durante 23 anos juntos são obviamente montagens, não estamos "lá" onde, em Fortaleza? Vcs foram pro meio da rua da "minha cidade" (não acredito que vcs não sabem a cidade onde eu moro; os channers divulgam meu endereço residencial direto!), entrevistaram pessoas assim, no meio da rua (não podiam nem ter ido pra UFC?), e, como nenhuma me viu, vcs concluíram que eu não existo? Sério? Tipo, eu nunca vi o Tom Cruise ao vivo, e se eu perguntar aqui em Fortaleza, é certeza que ninguém nunca o viu ao vivo. Isso quer dizer que ele não existe?
Olha, esse tipo de teoria da conspiração pode até funcionar com pessoas anônimas ou com avatares, mas quando são pessoas de verdade, fica um pouco mais difícil.
DICA: Vcs da Real já ouviram falar do "Paul is dead" hoax? Procurem. É uma história muito estranha sobre como Paul McCartney morreu na década de 60 mas foi substituído por um sósia. Os outros 3 Beatles, injuriados, lançaram várias pistas indicando que aquele não era o Paul verdadeiro. Então, minha dica é que vcs façam algo parecido em relação a mim. Fica mais interessante.

lola aronovich disse...

Ah, e sobre eu ser/ter sido colunista da Veja, essa foi uma das mentiras que o Danilo Gentili, muito confuso, divulgou sobre mim. Acho que vcs estão me confundindo com a Cynara, porque eu nunca fui colunista da Veja. Fui colunista durante 14 anos de um jornal catarinense, A Notícia. Tá tudo na internet, sabe?

Guerreiro Realista disse...

Lola eles não apenas nunca te viram com nunca ouviram falar de ti
Seu marido não existe e ja temos provad

Barbie Furtado disse...

Lola, bora tirar uma foto e postar? Porque, né?
A Lola é professora aqui da UFC, Mascuzinhos. Vejo ela o tempo todo! Beijos!

Bravo Macho Realistico disse...

É possivel ver tua falta de argumentos.

Sabrina disse...

É dor de cotovelo por eles não terem coragem de mostrar a cara em seus chiqueiros virtuais. E conheço um que negou até a morte que faz parte disso (quando perguntei o motivo de ele ter curtido a página mascu no facebook- até então, ele nunca tinha dado nenhuma pista de ser mascu, nadinha, era considerado por todo mundo como gente finíssima) Se vocês , mascus, têm vergonha dessa porcaria de doutrina, pq vcs ficam nisso? Libertem-se!

Anônimo disse...

Lola ou devo dizer Dilma pensa que pode nos enganar nos desvendamos tudo com nos celebros prilegiados.

Bizzys disse...

Sei que não é bom alimentar os trolls, mas eu conheci a Lola pessoalmente e até tirei uma foto com ela... Aliás, vários leitores do blog podem dizer a mesma coisa. Qual será a explicação dos mascus pra isso? Estou louca pra saber...



(Aliás, já sei: vão dizer que a Lola criou vários fakes pra comentar que a conhecem rsrsrsrsrs )

Mini disse...

Que drogas esses mascus fumam ?

Guerreiro Realista disse...

Lola ,pensa que nos engana ,fomos na casa da senhora que voce diz ser sua "mãe" e ela negou e conhecer.

Guerreiro Realista disse...

Lola ate suas fotos e amigos são montagens fruto da manipução do governo para fingir ter apiadores .

donadio disse...

"(Aliás, já sei: vão dizer que a Lola criou vários fakes pra comentar que a conhecem rsrsrsrsrs )"

Ou, claro, ela está criando fakes pra comentar que ela não existe.

Uma rodada de Haldol pra todo mundo, por minha conta.

Renata disse...

"Lola ou devo dizer Dilma pensa que pode nos enganar nos desvendamos tudo com nos celebros prilegiados."

hauehuaheua
Genteeeem! Esse povo não ecziste!

Tô rindo muito com esses comentários!

Acessórios Artesanais disse...

Agora eu desvendei o mistério: mascus fumam maconha sintética e em breve cometerão canibalismo. Vai vendo.

Um dia desses coloquei terror em um mascu e ele saiu varado lá da comunidade. Disse algo sobre ele em breve precisar de reconstituição anal.

Mas só pra constar, eu vi isso no futuro dele. É um dos meus poderes especiais.

mariana disse...

Lola, onde na unb vai ser essa mesa?

Marcia Alvim disse...

O Grupo Correio já está envolvido em outra batalha jurídica motivada por tratamento degradante às mulheres. Mais informações nesse link: http://agenciapatriciagalvao.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6510&catid=51

Ana Eufrázio disse...

Lola, essa realmente é a Suzane que busca justiça para o seu agressor que está foragido. Ela está encabeçando uma campanha para encontra-lo. Ela está bem hoje. Toma conta do próprio filho, está mancando um pouco mas como ela mesma diz "Fisicamente estou ótima apesar de mancar, mas o que é mancar diante do que aconteceu, né E na verdade não consigo ter medo. Ele já me machucou o máximo possível. Tentar me calar agora seria pior pra ele mesmo, afinal o caso ta aí."
Abraço querida.
Obrigada por tudo.