domingo, 15 de dezembro de 2013

BELA MANEIRA DE TERMINAR UM ANO DE 50 PALESTRAS

Pessoas queridas, um post bem rapidinho só pra hoje não passar em branco e pra vocês não esquecerem de mim totalmente. 
Fui pra Brasília sexta à noite, e voltei hoje à tarde. Pra variar, foi rapidíssimo, e nem poderia ser diferente, ainda mais no último final de semana do semestre na faculdade. Fui participar do I Encontro de Jovens Feministas da UJS (União da Juventude Socialista), que se realizou neste final de semana na UnB. Creio que este foi meu 50o evento no ano, entre mesas-redondas, palestras, debates, rodas de conversa etc. E foi uma bela maneira de terminar 2013, pelo menos no que se refere a palestras (porque, né, referente a todo o resto, o ano só termina quando termina, e eu nem tenho pressa que termine, porque, como todos os outros, foi/está sendo um ótimo ano). 
É sempre muito bacana fazer parte de um congresso vibrante e cheio de gente jovem e idealista. Meus recados pra UJS foram basicamente dois: assumam-se feministas, sem nenhuma vergonha, porque não podemos deixar que quem odeia o feminismo o defina; e vamos varrer o machismo, a homofobia, o racismo, a transfobia, a gordofobia, dos movimentos de esquerda -- vamos fazer todo um esforço para que os preconceitos sejam exclusivamente uma bandeira da direita. 
Tenho muito orgulho de ter sido convidada para o primeiro encontro feminista da UJS e, em outubro, em MG, do I Encontro Nacional do Movimento Mulheres em Luta. Apesar de haver um pouco de rivalidade entre as organizações, porque a UJS é mais ligada ao PCdoB, governista, e o MML ao PSTU, oposição ferrenha, pra mim é tudo esquerda, é tudo feminista, é tudo gente que quer mudar o mundo. Então eu participo com gosto mesmo.
Nesta última viagem, tive um probleminha: abri o primeiro volume de Jogos Vorazes (uma leitora querida tinha me dado a trilogia no ano passado; o maridão e minha mãe já tinham lido, e eu, que não tive férias em 2013, não encontrei tempo pra ler muita coisa que não fosse teoria), comecei a ler no avião, e não consegui parar. O livro é absolutamente viciante. 
Eu já tinha amado o filme também. Ainda não li o segundo volume, nem fui ao cinema ver Em Chamas (cinema? O que é isso? Acho que vi dois filmes no cinema durante o ano inteiro, que vergonha!). Depois comparo um pouquinho o primeiro livro e filme. Enfim, só pra explicar por que o blog foi mais ou menos abandonado este final de semana: culpe Jogos Vorazes.
Mas eu já fui uma cronista de cinema, na época em que eu e o maridão tínhamos tempo e íamos ao cinema uma vez por semana, toda semana (bons tempos!). E tenho um livro repleto de crônicas divertidas pra provar. Compre que ainda dá tempo! Custa só R$ 30, com frete incluso, e rende um ótimo presente de natal, com dedicatória exclusiva e tal. 
Ah, uma coisinha pra registrar: olhem só a linda capa que uma revista feminista fez com uma foto minha de infância. Na realidade, a Dona foi o trabalho de conclusão de um curso de Jornalismo em SP, então não será publicada. A minha capa foi resultado de uma longa entrevista que dei pra duas alunas, na noite depois da minha participação da Casa TPM, em agosto. Foi engraçado, porque as lindas Carol e Jessica esperaram um tempão até que eu tirasse fotos com fãs e autografasse livros, e aí a primeira coisa que pedi a elas, quando finalmente ficamos a sós, era se elas podiam remover as dezenas de grampos que o cabeleireiro tinha posto no meu cabelo! A segunda foi: "Me levem pra jantar! Aí a gente pode conversar melhor". Lolinha, explorando estudantes de Jornalismo desde, ahn, 2013? (não, brinks, elas gostaram! Quem mais pode contar que salvou a entrevistada de trinta grampos aprisionando seu pobre cabelo?).

17 comentários:

melissa disse...

adorei suas fotos lola! tb amo jogos vorazes,li os três livros direto,só parava quando não estava aguentando mais ler e nem enxergava as letras direito kkkk
a katniss é incrível!

os filmes tb são ótimos mas não superam os livros,será que mais alguém que tenha lido jogos vorazes ficou apaixonada pelo peeta? homem perfeito.

Mena disse...

Lola, o segundo livro é ainda melhor, é meu preferido da trilogia! Vale a pena arrumar um tempinho na agenda para vê-lo no cinema, está muito fiel ao enredo original! Abs!

Lu disse...

Ah não, Lola,e "Azul é a cor mais quente"? Tô esperando seus comentários sobre o filme (e a HQ também) :)

Anônimo disse...

Lola,
Sua beleza atrapalhou ou ajudou sua vida profissional??
Mascutroll Perdedor.

Anônimo disse...

melissa querida,

As feministas que não amarem o Peeta... vou te dizer, são estranhas!!rsrs, brincadeira!
mas, que na minha opinião assim como a trilogia faz uma feroz crítica da sociedade atual, faz também do machismo, e o Peeta é o sonho de toda feminista como homem! É legal, apóia a Katniss, não se importa de ser "menos" masculino que ela, a admira, a apóia e tem alta auto-estima suficiente para ser quem ele é, ou seja, maravilhoso, mas fora do padrão da sociedade machista, sendo feliz, fazendo o mundo melhor e amando sem traumas (olha que coisa boa para todo mundo).E ainda por cima no livro é artista e confeiteiro!
Então, meninos que nos apóiam, se vc tiver estas características, eu sou uma feminista que dá pro gasto! podem entrar em contato comigo djá!hahahahah moro no interior do Rio de Janeiro!
A Lola vai voltar a promover uniões como antigamente!!!rsrs
Ótimo final de ano a todos que lutam por um mundo melhor, mais amor e felicidade em todo mundo.

Carol H

Hamanndah disse...

Ah, cara, como vc é invejoso! Vc é visível e invisível . Kkkkkkkkkk

Hamanndah

melissa disse...

Carol H

descrição perfeita do peeta,quero um para mim! rsrsrsrs

Helen Pinho disse...

"não podemos deixar que quem odeia o feminismo o defina" <3

Hamanndah disse...

"Ah, cara, como vc é invejoso! Vc é visível e invisível . Kkkkkkkkkk

Hamanndah

16 de dezembro de 2013 10:37"

Corrigindo: anônimo das 09:50 você é RISÍVEL e INVISÍVEL

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

mafego disse...

eu estava lá, lola, adorei te ver pessoalmente, pena que eu tive que sair correndo, queria ter tirado uma foto contigo! beijo!

Anônimo disse...

Lola e a crônica sobre "O som ao redor", o filme indicado ao Oscar? Ótimo retrato da #classemediasofre! Melhor cena: "porque minha Veja tá chegando fora do plástico!" kkkk eu tive até que voltar o filme pra ver se foi isso mesmo que eu ouvi

RavenClaw~ disse...

Peeta *-*

Patrick disse...

Gostei do primeiro volume de jogos vorazes, mas acho que daí por diante desandou... Muito difícil dar as razões sem entregar a trama e estragar o prazer de quem não leu/assistiu a continuação. Mas eu diria que esperava mais da personagem Katniss a partir do segundo volume.

@vbfri disse...

Amei, amei, amei conhecê-la!!! Foi ótimo ver você falando, seu carisma é impressionante e sua energia contagia todo o ambiente! =)
Te adoro!!!

@dddrocha disse...

Nossa, que fotos lindas!

Uau, adorei.
Vi o primeiro filme dos Jogos Vorazes e gostei, vou pensar em comprar os livros.

@dddrocha disse...

A propósito, parabéns pelo ótimo ano Lola. Fruto do seu trabalho árduo, mais que merecido.
Espero que volte a BH, por favor rsrs.

Talita disse...

Que lindinha a Lolinha ^^

Ainda nao assisti nem li Jogos Vorazes, mas está na minha lista!

E sobre o seu livro só posso fazer coro com você: COMPREM!!!
Li o meu em poucos dias e a minha amiga que ganhou de presente ficou super emocionada com a dedicatória.

MUITO sucesso em 2014! Pra todas nós!!!