quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

A INSANIDADE DO FACEBOOK

Não, não é página de ódio. É só impressão

Como vocês devem saber, não tenho Facebook. Não tenho porque já gasto tempo demais (e falta hora no meu dia) com o blog, twitter e email, e porque não gostaria que vários dos (ótimos) comentários feitos nos posts aqui se dispersassem em discussões no FB. Mas sei que seria uma boa forma de divulgar o bloguinho (é o principal chamariz de leitores pra cá, já equivale a 20%). Outro motivo que não entro no FB é que não concordo muito com o pouco que sei da ideologia da ferramenta do Sr. Mark Zuckerberg.
Explico. O FB tem uma política dura contra a exposição de pornografia e nudez em suas páginas. Até entendo, mas essa política faz com que coisas estúpidas aconteçam, como excluir o perfil de um usuário que colocou na sua página a reprodução do quadro “A Origem do Mundo”, de Gustave Coubert. Fotos de mães amamentando também são consideradas pornôs e por isso não permitidas, o que é ridículo -– nem todo seio tem função sexual. Várias participantes das Marchas das Vadias por todo o Brasil ficaram chocadas quando o FB deletou seus perfis. Isso porque elas puseram imagens em suas páginas de manifestantes com os peitos descobertos.
Essa ação rápida da empresa contra imagens “indevidas” não se repete quando é pra excluir páginas de ódio ou páginas que difamam pessoas. Em novembro, alguns mascus com tempo ocioso (pleonasmo?) fizeram uma página no FB em minha “homenagem”, a FeminismoNews. Usavam fotos minhas pra falar contra o feminismo, além de afirmarem que eu tinha sido presa e morrido. Várias pessoas denunciaram, e receberam a mensagem de que a página não violava nenhum padrão. Podemos ver as regras do FB aqui (clique para ampliar):
Só quando eu mesma denunciei a página e enviei um printscreen de um documento de identidade meu com foto é que a página foi finalmente removida, dois dias depois da minha denúncia. Se alguém tentar se passar por você ou usar fotos suas, saiba desde já que o FB só tomará alguma providência se você denunciar e enviar um documento provando ser você. É perda de tempo seus amigos ou familiares denunciarem.
Escrevi e publico este post porque recebi vários pedidos de leitoras para pressionar o FB a remover uma página de ódio. O problema é que falar de uma página é também divulgá-la. Na realidade, a primeira pessoa a me falar do Lobo da Insanidade foi a Débora. E isso foi em julho! Ela me mandou alguns prints.
De lá pra cá a página não só continua viva e forte, como vem fazendo memes cada vez mais pesados. Fala pra estuprar freiras, idosas, “retardadas”, diabéticas, sua mãe, crianças na creche, bebês... “Estupre”, assim, no imperativo, é a palavra de ordem, a que mais aparece.
A página também gosta de ameaçar quem a denuncia.
Uma moça que ousou denunciar a página teve seu nome, link do perfil, telefone e endereço do trabalho publicados na Lobo. Um comentário pedindo que a moça seja alvo de “terrorismo” também foi postado, em caixa alta: “Os detalhes do terrorismo estão sendo combinados via inbox! Ela já tá divulgada na Deep Deep Web e as postagens tão bombando e o pessoal respondendo e marcnado! Caralho, nunca imaginei que Ribeirão Preto [a cidade onde a moça mora] pudesse ter tanto estuprador e assassino! Enfim...” Esse post foi apagado (não pelo FB) uma hora depois de ter sido postado.
Quem denunciou a página recebeu a seguinte resposta do FB:
Não entendo muito bem como apologia ao estupro pode ser vista como humor. Porque os tais memes sequer são postados em tom de piada. É só uma ordem mesmo. Meio sem graça, eu acho, até pro pessoal que tem um senso de humor um tanto doentio. Mas, mesmo que fosse humor -– pode falar as piores barbaridades e dizer no final “Ha ha, era só uma piada!”? Isso muda o que foi dito antes? O que continua sendo dito?
A Liga Humanista fez uma página ensinando a denunciar a Lobo da Insanidade. Serve para denunciar outras páginas também. Mas não sei se adianta. Também está circulando um abaixo-assinado pedindo que o FB não seja leniente com páginas de ódo.
Não sei que outras provas o FB precisaria pra remover uma página como a Lobo da Insanidade. Talvez se a Lobo fizesse um meme do tipo “Estupre ela e o bebê”, e colocasse uma foto de uma mulher amamentando, aí sim o FB tiraria a imagem ofensiva do ar?
Então é assim, né, Facebook? Mulheres amamentando não pode. Marcha das Vadias não pode. Quadro clássico de uma vagina não pode. Dúzias de páginas mascus chamando mulheres de interesseiras e dizendo que o estado natural da mulher é a prostituição? Ah, aí tudo bem. Não é insulto a todo um gênero, imagine. Apologia ao estupro pode. Promoção da pedofilia, como explica este vídeo, pode também. Certo. Só queria entender.

Leia também: Facebook, um bom lugar pra odiar.

195 comentários:

Huan Icaro Piran disse...

tem um tempo que o FB anda me desagradando com esse tipo de situação

clara disse...

Nossa, esse tipo de coisa me deixa muito puta da cara! tipo, não faz sentido nenhum, chega a ser absurdo. eu tentei denunciar várias vezes uma página que fizeram em 'homenagem' à Karina Veiga, denunciei várias fotos que publicaram dela, denunciei como discurso de ódio, como pornografia, como tudo. e só recebia isso, que o FB tinha analisado a minha denuncia mas não tinha encontrado nada de errado ali. aí depois tu pode mandar uma mensagem, dizendo que não ficou satisfeito com isso. então escrevi um texto gigante falando de como a política deles tava sendo absurda e nem tive resposta de nada. denunciei a página no site da policia federal também e recebi um email dizendo que o site não servia pra isso, que eu podia somente denunciar sites e blogs, não uma página no FB, que pra isso era pra eu fazer uma denúncia pro próprio FB. Sério, não sei mais o que fazer contra esse tipo de coisa. tomara que alguém apareça logo com uma proposta viável contra esse tipo de absurdo.

Patty Kirsche disse...

Sabe, Lola, acho que os moderadores do Facebook têm essa mesma mentalidade senso comum dos usuários. Eu sei que nos EUA, se considera que coibir discurso de ódio é incompatível com liberdade de expressão. Mas eles mesmos dizem que discurso de ódio contraria os tais termos de uso do serviço. Já mandei em resposta várias vezes que eles parecem não saber o que é discurso de ódio. E olha só, eles são rápidos em apagar "nudez" quando é foto de arte, feminismo, protesto. Mas quando tinha um monte de fã do New Hit espalhando fotos de adolescentes com os seios nus pra difamar as vítimas da banda, o Face não apagava. Pelo que entendo, eles estão do lado do mal mesmo. Acho que o negócio é deixar o Face.

Mauricio disse...

Se o filme "A Rede Social", do David Fincher, tiver alguma veracidade e mostra mesmo a motivação por trás da criação do Facebook, dá pra entender muito bem as políticas do site:
Garotos privilegiados de Harvard criando um site para dar nota para as garotas bonitas da faculdade.
Vocês vêem alguma preocupação com misoginia nisso?
Seria interessante saber quem é a equipe que cuida das denúncias, se tem mulheres, qual o preparo deles, etc.
Porque pelo que parece, devem ser só um bando de garotos da área de TI, área predominantemente masculina e misógina.

Josiane Caetano disse...

Que horror!

Anônimo disse...

Exclui meu FB justamente pq os preconceitos corriam soltos, e não aguentava mais ver meus "amigos" postando coisas machistas, homofóbicas e racistas. Mas quanto ao lance de excluir imagens de mulheres mostrando os seios ou outra parte do corpo considerada pornográfica, tenho que ser justa, a culpa não é só da política do FB.
O que acontece é que há ferramentas que reconhecem imagens consideradas pornográficas, e já as bloqueiam automaticamente. Até pq existem milhões de usuários do FB por todo o mundo, e seria impossível olhar perfil por perfil para verificar se está tudo nos conformes.
Mas quanto às diversas denuncias que forma feitas e ignoradas, aí sim eu concordo que deveria haver uma fiscalização maior quando se recebe várias denúncias de uma mesma página.

Natasha disse...

tambem concordo com a clara, que falou da Karina Veiga, eu denunciei porque ela era menor de idade e pedofilia é inadmissivel, eu coloquei todo tipo de coisa tambem e mandava mensagem pras paginas que tinham aquele conteudo podre. agora viro modinha vazar foto, video de sexo. de maior de idade, eu nao garanto, porque sabe o risco que tem de parar na internet/ser espalhado aleatoriamente. agora, de menor de idade, nao tem condições de expor uma pessoa que esta com 14, 15 anos a esse tipo de pressão emocional, mental e mesmo fisica, fora o cara que espancava ela. como que ela vai crescer e entrar na idade adulta direito?
agora essas paginas de humor ficam postando seios, links para fotos que fica pairando no ask.fm, em sua maioria, de meninas/os menores de idade!!! isso é um verdadeiro ABSURDO. e dai quando a gente vai denunciar, eles nao aceitam essa merda de denuncia!!! a pagina Bananal vive postando essas merdas! eu infelizmente nao sei de outras, mas poderiamos fazer uma lista das paginas que tem esse péssimo comportamento e exemplo, afinal, tem gente que leva na piada, mas outros que levam a SERIO e acham BONITO vazar foto, ser misogino, machista e todas essas merdas que temos que ver do dia-a-dia.

Louise disse...

Recentemente a página "primeiro encontro" publicou uma tirinha sobre estupro. Denunciei e a resposta foi a mesma: segundo eles, não violava os padrões. Que padrões são esses?!

Michelle Iglesias disse...

Escreveu, não leu, o pau comeu. Fui denunciar antes de terminar de ler o post, será q vão me perseguir? kkkkkk

Impressionante a falta do q fazer do mundo. Pior é saber q esses escrotos vieram de uma mulher, q no mínimo deve ter ensinado o filhinho q mulher gosta de rola, q tds as mulheres tem q endeusar o pinto dele, enfim... Coisas q já vi mães fazendo, um total absurdo. Se a própria mãe ensina isso, como pensar q esses seres não vão achar isso "legal"?

bruzundangas disse...

Todos nos devemos e boicotar esse tal de facebook simplesmete recusando a responder as pesquisas de consumo que essa empresa faz.O facebook ha muito tempo virou uma latrina cibernetica.

Ana Beatriz disse...

Não sei quem determinou as diretrizes do FB, mas essa ou essas pessoas só podem ter problemas muito graves de julgamento!

Denunciei a página do lobo e prontamente recebi a resposta do FB de que "não detectamos nada de errado". Um absurdo. Escrevi nos comentários que estava extremamente insatisfeita, mas sei que isso não vai mudar nada então denunciei a tal página do Lobo para o SafeNet: http://www.safernet.org.br/site/
A denuncia foi recebida, agora é ver no que vai dar.

Christian Barreto disse...

Eu me considero liberal quanto aos limites do humor. Por exemplo, no caso da piada do Danilo Genitili (que foi "Sabe por que os judeus de Higienópolis estão se posicionando contra o trem? Porque da última vez que eles entraram em um as coisas não deram muito certo pra eles" ou algo assim.) eu não me posicionei contra. Não achei nenhuma graça, não teria feito, não teria veiculado ela se eu tivesse um programa de humor. Mas não foi uma apologia á nada. Não defendia o nazismo ou o anti-semitismo. Tentava fazer linkando um acontecimento histórico com o atual.


Agora casos como o do Rafinha Bastos e o do Lobo da Insanidade extrapolam. Por mais que não seja levável a sério, eles passam a barreira do bom senso e, sim, fazem apologia.

Cora disse...



não é possível que este tipo de coisa não seja identificada como discurso de ódio.

como MISOGINIA.

como inadequado.

como VIOLENTO.

como estúpido.

simplesmente NÃO É POSSÍVEL!!

.
.

não é possível que isto não seja tirado do ar IMEDIATAMENTE depois de postado.

.
.

o que mais me incomoda nem é que alguém faça isso. existe muita gente violenta e odiosa no mundo.

o que me espanta é que TANTA GENTE CONSIDERADA NORMAL compartilhe, defenda e RIA disso.

que TANTA GENTE não se sinta agredida em sua humanidade com este tipo de escrito.

como pode?

.
.

nunca conseguirei entender isso.

nunca.

.
.

eu não tenho facebook.

estou sendo pressionada (há bastante tempo, aliás) por amigos para abrir uma conta.

mas não gosto de nada nesta ferramenta.

.
.

o Maurício está certo.

administradores misóginos. só isso explica a "política" dois pesos, duas medidas que eles praticam.

Unknown disse...

Fiz uma denúncia este fim de semana mesmo, uma imagem do 4chan onde um rapaz carregava uma menina dopada com algum tipo de droga, que dizia algo do tipo: "se não consegue meninas pelo método tradicional, tente X (o nome da droga)". Eu achei horrível aquele tipo de piada, e resolvi denunciar. Como não tinha nenhuma opção de denúncia relacionada, selecionei a opção que mais se aproximava (nudez/pornografia). Poucas horas depois, recebi um aviso do FB dizendo que analisaram minha denúncia mas que ela não violava nenhum regulamento. Respondi dizendo que era apologia ao estupro, e não obtive mais respotas. A imagem continua postada.

Anônimo disse...

sanctus retardados, não aprendem nunca.

Felipe Barreto disse...

"Então é assim, né, Facebook? Mulheres amamentando não pode. Marcha das Vadias não pode. Quadro clássico de uma vagina não pode. Apologia ao estupro pode. Promoção da pedofilia, pode também. Certo. Só queria entender."

Realmente, uma contradição absurda.

A página de fato não é de humor, mas sim de apologia a todo tipo de barbaridade capaz de ser concebida por uma mente perturbada.

Se essa página for mesmo excluída, as pessoas com um maior grau de sensatez não sentirão falta dela.

Bruno S disse...

Sabia que o facebook era falho ao acatar denúncias, mas não imaginava que a coisa fosse tão feia.

Por alguma sorte, nunca apareceu nada no nível desse pateta da insanidade compartilhado por meus amigos. Já vi postagens bastante desagradáveis, mas nada nesse nível.

Para tentar incomodá-los e sua política em relação às páginas de ódio acho que tem que incomodar as empresas que lá anunciam. Afinal, são essas empresas que bancam a rede social.

Como exatamente eu não sei, mas acho que pode ter uma saída por aí.

Esperar que as pessoas abandonem uma rede que utilizam intensivamente para manter contato com amigos e família me parece pouco realista.

Newton Nero disse...

Pare de pagar CARO em suas ligações telefônicas. Telexfree é a solução, por apenas U$49,90 Fixo e celular – Em 40 países Teste agora por 1 hora. É GRÁTIS
http://www.telexfree.com/ad/cafe

Anônimo disse...

bom,acho que quando tais coisas acontecem,dificilmente feministas fazem uma reflexão...eu estoucansada de ver feministas defendendo prostituição,funk,e demais formas de vulgarização/exploração da mulher,o que vcs acham que resultaria isso tudo? Vivem dizendo que cada um faz o que quer,que não existe certo ou errdao,que tudo é opinião...e quando os homens exercem suas opiniões,como fica?

Vejo vcs tacarem pedra em todos que chegam aqui,de forma bem debochada(o que demostra que não são abertas a debate como dizem) e reclama quando outros fazem o mesmo?

SE vcs advogam a favor da extrema coisificaçção de nossos corpos,não reclamem das consequências,ou vcs acreditam que a exposição vulgarizada nossa não surte nenhum efeito negativo? Defendem funk mas condenam comercial da Gisele Buchen,como fica isso? alguém entende a lógica hipócrita de vcs?

É por isso que não somos levadas á sério quando reclamamos,vcs mesmas colaboram com isso e quando alguém façla,memso sendo uma mulher,é uma machista idiota fazendo slutshaming.Realmente fica difícil um movimento que se acha imune á crítiocas sendo que critica tudo e todos...

Nuba ofKau disse...

Por isso que eu só durei 3 semanas no facistbook.

Tipo...não tinha nenhuma foto minha e eu não interagia com nada polêmico que pudesse render uma denúncia, MAS uma vez eu fui me logar e pediram pra eu provar minha identidade com uma foto ou scan do meu R.G.

Se isso não é 1984...nada é então.
E o caralho né que eu ia colocar foto do meu RG pra uma das maiores companhias do mundo. Pode não significar nenhuma grande ameaça na prática, mas ideológicamente significa muita coisa essa atitude do facistbook.

Aí nunca mais entrei lá.

Patty Kirsche disse...

Mauricio, acho que vc tem razão. Os funcionários encarregados da moderação são misóginos. Os criadores também. Como podemos esperar alguma seriedade de uma rede social assim? O negócio é agitar um boicote.

Patty Kirsche disse...

Aquela Gardenal sem fronteiras tb publica "piada" de estupro.

Roxy Carmichael disse...

"Se o filme "A Rede Social", do David Fincher, tiver alguma veracidade e mostra mesmo a motivação por trás da criação do Facebook, dá pra entender muito bem as políticas do site:
Garotos privilegiados de Harvard criando um site para dar nota para as garotas bonitas da faculdade.
Vocês vêem alguma preocupação com misoginia nisso?
Seria interessante saber quem é a equipe que cuida das denúncias, se tem mulheres, qual o preparo deles, etc. Porque pelo que parece, devem ser só um bando de garotos da área de TI, área predominantemente masculina e misógina." [2]

antes eu achava que dependia do uso que cada um fazia. mas entendi que não é bem assim. a estrutura do facebook reflete as paranoias de um adolescente bobo que é o mark zuckeberg. essa ideia idiota do curtir, do cutucar, não é aleatória. é reflexo da mentalidade de um bobo que ainda não superou a fase do high school. o que me surpreende: um bilhão de pessoas que enquadram suas emoções nessa estrutura que como eu disse reflete as frustrações e as ansiedades de um adolescente do high school. sei muito bem que ele criou essa bobeira em harvard, mas isso não significa muita coisa. essa interação na base do curtir (que é uma extensão da bobeira da popularidade na escola), das páginas mostrando seu gosto pessoal, como clubinhos fechados que tb rolam no high school é simplesmente...boba. maior feito de mike zuckeberg: conseguir abobalhar 1 bilhão de pessoas. conseguir imprimir em todas elas toda a ansiedade adolescente dele.
a piauí fez uma materia incrível sobre isso faz um tempo, a quem interessar possa:http://revistapiaui.estadao.com.br/edicao-53/megabytes/quero-ficar-na-geracao-10

só acho que o facebook nao vai durar muito. já tem informações de que muitas pessoas estão abandonando o site. penso que essas redes sociais tem prazo de validade. ao menos gosto de acreditar que sim, que em algum momento as pessoas param e pensam: nossa, que ridículo isso aqui.

Roxy Carmichael disse...

mulherada: vamo começar a programar
enquanto essa for uma área predominantemente masculina, seremos tratadas dessa forma.

Felipe Prolo disse...

Pior que, como disseste, além do fato de falar de uma página acaba por divulgá-la, às vezes parece que o exercício da crítica parece reforçar o empenho dessas pessoas em fazer esse tipo de coisa, às vezes.

Lembrei de uma outra, que não sei se ainda tem, chamada "orgulho machista", que tinha em um dos comentários: "Olhem! Estamos incomodando".

Fica o dilema entre contrapor, dispondo uma outra possibilidade de se pensar a respeito, ou ignorar, para não deixá-los se sentir importantes. Normalmente sou mais adepto da crítica, mas o desafio é com fazê-lo sem dar de cara nessa barreira da negação de debate e reflexão, e em poucas linhas...

É engraçado que se entro nessas páginas e faço piada com a cara deles, sou bloqueado e meu comentário removido. O que se dissemina bastante no Facebook: a ideia de que eu posso ofender quem, como e quando eu quiser, mas ao mesmo tempo não me disponho a ser ofendido, bem como quando e como os outros quiserem. Claro que isso só pode dar merda...

Ah, e além do Facebook, o 9GAG acabou também se tornando um antro de machistas revoltadinhos que se acham comediantes. Basta ler os comentários das postagens pra se irritar com vários.

Roxy Carmichael disse...

errata: o nome do bobo é mark zuckeberg e não mike hahahahaha

Mirella disse...

O dia em que o Lobo da inzzzzzzzzzanidade tirar o disclaimer e mostrar o rosto, vou acreditar em toda a agressividade malvada dele.


0 amigos meus curtiram esta página, achievement unlocked successfully.
Por isso é que eu não adiciono ~conhecidos~ no FB, apenas quem eu conheço realmente.
Pessoalmente, acho FB um saco, prefiro twitter. Mas meu círculo é bem selecionado em ambos e só fico sabendo de estupidez como essa nos grupos em que participo, sempre com foco na denúncia. E é um alívio saber que meu círculo está reduzido a isso.


Lobo é tão controverso e politicamente incorreto quanto Pondé.

E daí, uma página com 55k de likes em que o mote é ~estupre~ ainda tenho que ler que cultura do estupro não existe. É pacabá.


E sobre os ~mamilos polêmicos~, ai, gente. Vamos sensurar os polêmicos mamilos de todo mundo, não só os de mulheres, essas pecaminosas. ZZZZZ

Nuba ofKau disse...

Um outro exemplo de política do facebook: um racista idiota posta algum racismo idiota e a vítima (ou outra pessoa) diz que vai denunciar. Bom, vc denuncia pro facebook uma atitude que é um crime no nosso país e recebe essa mensagem aí de que a pessoa não violou nada. Aí fica valendo a última palavra do racista idiota que sempre é "pode denunciar que não vai acontecer nada".

Luciana disse...

Que padrões são esses que deixa discurso de ódio, difamação e etc. dos misóginos loser, e retirar protestos e fotos de amamentação O_o PQP! E quem é a equipe que cuida das denúncias. Um bando de preconceituosos, sem dúvida.

Felizmente, não sou cadastrada nesta merda de FB.

Vai chegar o dia que o FB será substituído por outro (assim como foi o Orkut). Espero que o próximo seja menos palhaço.

yulia2 disse...

o facebook virou uma bosta igualzinho ao orkut, existem várias comunidades de pedofilia no orkut e não adianta denunciar pois ele continua.
o face também, já não adianta mais denunciar essas paginas. eles não fazem nada

Nane disse...

Mesmo sabendo das negativas , denunciei assim mesmo.De braços cruzados é que não dá pra ficar.
Não acredito que não há um órgão do governo que não possa intervir nisso!Tudo isso é considerado só liberdade de expressão???
Peitos e vaginas são ofensivos? A quem ??? Incitar ao estupro e ofender deficientes pode ???

Anônimo disse...

Lola a página no FB do Anonymous Brasil costuma denunciar casos de pedofilia e violência contra as mulheres, eles postam dados e perfis desses criminosos. É inacreditável que a equipe do FB no Brasil ainda não tenha feito nada contra essa página horrível.

Sandra disse...

Tá na hora do Ministério Público agir contra o Facebook da mesma forma que agiu com o Google e a pedofilia no Orkut

Hoje em dia, se as páginas forem removidas pelo facebook as pessoas que fizeram aqueles atos sairão completamente impunes de forma quase certa.

Se não me engano, o facebook armazena as páginas "pelo tempo que ele bem entender" (tente excluir seu próprio perfil pra ver o que acontece) mas pra liberar esses dados vai precisar de ação na justiça contra a empresa cujos dados estão em servidores sabe-se lá deus onde. Eles não fazem a menor questão de facilitar.

O que eu sei, por CERTO, é que denunciar qualquer coisa ao facebook que não seja nudez é pura perda de tempo. Já mando direto pra polícia mesmo (policia civil, safernet etc), até porque esse é o trabalho deles.

Marciel da Silva Ribeiro disse...

Querem pegar o Lobo? Peguem onde dói... No sangue que o irriga.

A intenção dessa turma pretensamente nonsense é justamente chocar e abusar, para depois utilizar da pretensa parada de "liberdade de expressão" para legitimar suas posições.

Geralmente esse pessoal trabalha em agências publicitárias que tentam marcar espaço na base do Marketing Viral. Não é coisa de amadores.

Uma coisa que trabalha contra a gente é o fato de você não saber quem administra as páginas de forma clara no FB, o que torna mais difícil um possível rastreamento dos responsáveis pelas páginas.

Uma recomendação é deixar para os "empresários" que patrocinam a área (em geral, um bando de hipsters vislumbrados com o "admirável mundo novo" da tecnologia) o aviso para direcionarem bem as suas campanhas de marketing, evitando cair em armadilhas desse tipo de gente, que usa da apelação para conseguir marcar o "seu lugar ao sol".

Outra recomendação é conscientizar os seus contatos (em especial aqueles que seguem a página) de que para os eventuais administradores da página, eles são meros NÚMEROS para se tentar vender produtos em eventuais campanhas de marketing viral a serem lançadas adiante.

E ao terminar, recomende a todos aqueles que você conhece e que seguem a página a NÃO A SEGUIREM. Se a página ficar esvaziada, com poucas centenas de seguidores, o propósito do negócio fica frustrado.

Anônimo disse...

O Lobo é demais.

Marciel da Silva Ribeiro disse...

A melhor forma de matar o Lobo é indo no sangue que o alimenta.

Essa é uma parada de marketing viral cuja estratégia é chocar justamente para levantar o moral da parada.

Convença os eventuais seguidores dessa página canhestra que eles são meros números nessa parada de marketing de guerrilha e de que tem uma ferramenta fácil de cortar a moral do lobo, que é o "curtir (desfazer)".

Outra forma de matar é convencer o pessoal do empresariado a ficar mais atento a tais campanhas, pois elas muitas vezes vão passar longe de fortalecer a imagem do produto (que é o maior foco do marketing em si) para o consumidor.

E não desanimem. Quando possível, façam as denúncias das postagens e da página. O controle de conteúdo é uma área problemática e cansativa na rede social, sendo que muitas vezes uma colocação pró-violência pode passar despercebida.

Sara disse...

é bem idiota o critério q o FB adota para censurar, ja denunciei algumas paginas machistas, denunciei esse "estrume"de lobo de meia tigela tb.
Mas ha algum tempo fiz a denuncia contra uma pagina machista e ela foi excluida Lola, pelo menos procurei por ela e não aparecia mais.
Espero q o mesmo aconteça com esse lixo sem possibilidade de reciclagem.

Anônimo disse...

Será que adianta alguma coisa levar o assunto como sugestão para algum telejornal? Muitos programas hoje tem Face, e todos tem site.

GLStoque disse...

Eu nunca entendi essa história de denúncia. Como a colega aí de cima disse, penso que haja as ferramentas automáticas (caça peitinho) e apenas elas. Não há equipe que analise essas coisas, a não ser que chegue um documento, como foi o seu caso. Talvez, haja até uma ferramente que identifique documentos.

Falo isso porque a muito tempo atrás uma amiga minha foi 'clonada' no orkut e todos os amigos dela denunciaram e nunca tiveram resposta.

Acho que ainda há uma distância muito grande entre as pessoas que usam a internet e as pessoas que fazem a internet.

Não havia pensado sobre o filme e que o FB foi feito para avaliar as mulheres da universidade. Logo, faz sentido esse tipo de conteúdo não ser considerado ÓDIO.

E gostei foi da atitude da polícia federal. Você denuncia uma página do facebook por cometer um CRIME e a polícia te manda falar com o facebook para resolver o problema. Como é isso? Um cara mata alguém e a polícia manda a pessoa conversar com o assassino para ver se ele pode trazer a vítima de volta?

Só não excluo o perfil do facebook por ser uma forma de divulgar o contrário dessas idéias. Posts feministas e coisas legais.

O melhor é que a pessoa do ódio paga a página e 'compra' o direito de odiar de graça. Muito engraçado.

Anônimo disse...

Autoridade brasileira não pode processar criminalmente o Facebook?

Anônimo disse...

Lola, AnonymousBR não consegue pegar o nome do bonito aí e denunciar?

Márcio disse...

Facebook é o playground dos piores misóginos,estupradores,pedófilos,racistas e homofóbicos da face da terra.
E ainda tem gente que achava o Orkut o inferno na terra,tsc...

Anônimo disse...

Pensando aqui que pedófilos poderiam ter o rosto queimado por ácido... assim, dificultaria muito de crianças chegarem perto.

Anônimo disse...

Uma dessas páginas de "humor controverso' tem fotos da Amanda Todd morta. Os usuários fazem comentários sexuais logo abaixo...

Para o Facebook isso é humor...

Outra diz assim: " Negros, em que jaula eles estão? "

O lobo da Insanidade usou o nome de um superintendente da Polícia Federal para intimidar quem denunciava. Depois que algumas pessoas questionaram, ele tirou a postagem. Além da apologia ao estupro, ele sempre ameaça dizendo que vai mandar estupradores e assassinos atrás da pessoa. A polícia federal pode até demorar, mas como se trata de coisas bem graves, inclusive incentivo a pedofilia, acredito que ele vá terminar respondendo por seus atos...

Anônimo disse...

Só não entendi um detalhe do post: o facebook vazou a identidade da menina q denunciou? Como assim??

Nuba ofKau disse...

http://www.telegraph.co.uk/technology/facebook/9118778/The-dark-side-of-Facebook.html


Não que Telegraph seja uma fonte exatamente imparcial...eles até são bonzinhos com o facistbook nessa matéria. Mas tem coisas interessantes aí.

Nuba ofKau disse...

"Acho que ainda há uma distância muito grande entre as pessoas que usam a internet e as pessoas que fazem a internet." (da Natasha)

Aplausos.

E tem a mídia sempre dizendo que a gente que faz a internet. E uma massa acreditando.
E acreditando também que apertar o botão pra compartilhar um meme, pra dar um like, pra repostar é menos manipulação do que a TV. Se é pra ponderar quem manipula mais, é claro que é a internet.

Nuba ofKau disse...

ah, corrigindo: quem falou "Acho que ainda há uma distância muito grande entre as pessoas que usam a internet e as pessoas que fazem a internet." foi GLStoque e não a Natasha

Lívia Carvalho disse...

nuossa, denunciando loucamente. se denunciarmos em massa, talvez o facebook tome uma atitude.

Anônimo disse...

O orkut até era tri, mas o fb... tá louco... eu só tenho perfil numa rede social onde sua maioria são "leste-europeus", lá tem várias eslavas delicinhas....

Georgeane disse...

Post muito chocante. Mas me desculpem sair do foco porque não sabia onde postar esse horror aqui:

https://www.facebook.com/pages/Alagoas-Na-Farra/395551150522175

É notícia atual, gente?
Porque se for, acho que não quero mais fazer parte deste mundo.
A gente lê histórias de terror, mas se consola achando que o cidadão comum se revolta junto com a gente, luta com a gente. Mas se isso for verdade, se além de aplaudir, estão louvando...
Dá pra parar o mundo, que eu quero descer?

Marcelly disse...

Anon das 12:52;..

não canse nossa beleza..ve se vc entende a diferença entre EU vender meu corpo...e um homem achar que eh dono dele...

não confunda as cosias... okay?

bem no sistema se não vai ajudar não atrapalha...

Luiza disse...

No Tumblr da Feminista Cansada uma pessoa com o nick rabc postou o seguinte:

"Só uma explicação que sempre quero fazer quando falam desse tipo de política do Facebook:

Não existem "pessoas do suporte do Facebook" que verificam e tiram do ar quando há denúncia, seria totalmente inviável ter gente alocado dentro do FB somente para ver qualquer caso enviado por pessoas do mundo todo.

O The Telegraph tem um artigo ótimo[1] explicando isso. O FB paga $1/hora para alguém desesperado por dinheiro enfiado em algum canto obscuro de algum país pobre para verificar cada um desses casos. Após ver todo tipo de bizarrices o tempo todo, é claro que eles somente clicam em 'sim' ou 'não' sem considerar a relevância do que foi denunciado.

Adicione a receita um pouco de algoritmo que reconhece imagens e você tem a merda completa.

Não, não estou dizendo que o Facebook é culpado, tão pouco inocente. Estou dizendo que a culpa nunca é do Sistema, e sim da Humanidade."

E junto, o link para a matéria do Telegraph que x Nuba ofKau já postou acima.

Anônimo disse...

Lola, eu considero assim:

É um filtro contra babaca.

O mlq postou? Ótimo, ele é conhecido e não passará disso. Depois não sabe pq está ngm se interessa por um garoto tão puro e cândido. Oh, a infâmia ¬¬

Marília disse...

eu apagaria voluntariamente minha conta do facebook, e acho que várias pessoas inteligentes apagariam também, e deixaria aquele site entregue aos idiotas. mas para isto deveria haver uma campanha de grande adesão!

Bella disse...

Se o Facebook não toma providências, recorra ao Ministério Público. Essa página é uma afronta e um crime.

Bella disse...

Se o Facebook não toma providências, o jeito é recorrer ao Ministério Público. Isso é além da liberdade de expressão, é doentio e um incentivo ao um crime contra a dignidade humana.

Anônimo disse...

Já pensou se a gente tivesse uma 1 emenda como nos EUA? Se nossas leis proibem coisas desse tipo e fazem isso, imagina respaldados pela Constituição? E que p* de humor é esse hein seu FB? Com essas coisas não se brinca não seu FB. Esses caras são doidos, criados em chocadeira, só pode.

Nuba ofKau disse...


Anon 14:57:
A reclamação aqui é sobre a política do facebook em relação à censura de nudez não sexual, discurso de ódio, roubo de identidade e cyberbullying.
Se você não gosta do facebook porque se depara com fotos de pessoas com traços étnicos não eslavos, sério, não interessa pra gente.

A rede social com "delicinhas eslavas" que você usa por acaso é o WhitePride StormFront? Ou é o NSwhiteforum?

Fatima disse...

Para quem ainda teima em defender a página do Lobo Insano (pq na postagem da lihs teve um monte) dizendo que aquilo é só humor, e não incitação ao crime: A definição de incitação ao crime é: "Artigo 286 do Código Penal - Incitar, publicamente, a prática de crime"

Significado da palavra incitar: Levar alguém a fazer algo.
Sinônimos da palavra 'incitar': animar, encorajar, entusiasmar, estimular, incentivar.

Em várias postagens o tal lobo usa a palavra 'ESTUPRE', na forma imperativa, que constitui uma palavra de ordem. Há claramente uma incitação à prática. Mas não é só.
Numa outra postagem há clara apologia ao antissemitismo. O Tal lobo diz: "QUAL A DIFERENÇA ENTRE O CÂNCER E O JUDAÍSMO? O CÂNCER TEM CURA"

Alguma dúvida sobre se dizer isso é ou não crime? Então sanemos. Num caso parecido, um sujeito resolveu usar o orkut para criticar as cotas raciais. Nos textos que ele postou, disse, entre outras coisas:

"QUAL A DIFERENÇA ENTRE O PRETO E O CÂNCER. R: O CÂNCER EVOLUI!"

Sabe o que aconteceu? A 2ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, ROBERVAL CASEMIRO BELINATI - Relator, SILVÂNIO BARBOSA DOS SANTOS - Revisor, SÉRGIO ROCHA - Vogal, sob a Presidência do Senhor Desembargador SILVÂNIO BARBOSA DOS SANTOS - CONDENARAM o autor do texto.

Nota: ele também apelou ao 'animus jocandi', na tentativa de se safar da acusação.

Fonte: http://www.mp.sp.gov.br/portal/page/portal/cao_criminal/novidades/TJDFT%20-%20Apelação%20Criminal%20-%20Racismo%20praticado%20em%20s%C3%ADtio%20de

Dessa forma, é possível sim que as autoridades possuam o mesmo entendimento exposto por aqueles que se sentiram ofendidos com a página, entendendo que aquilo constituía abuso passível de punição legal.

GLStoque disse...

Para Nuba ofKau:

Discordo quando você diz que a internet manipula mais que a TV. Se há uma escala, a TV é pior; pois não permite nem o botão curtir. Não há o que fazer na televisão, se não, ASSISTIR. Na internet você é quem clica e de certa forma escolhe o que vai ver.

Não havia pensado nisso, mas me ocorreu agora quando li o que você disse sobre a ilusão de que nós fazemos a internet. Concordo que somos manipulados, mas não é estranho que mesmo sabendo disso continuemos a dar audiência para essas coisas?

Pense comigo, alguém aí de cima disse que até voluntariamente excluiria o perfil do FB. Eu, disse que só não excluiria por isso e aquilo. Não há algo errado aí? ...da mesma forma que não vejo televisão, eu poderia não entrar no facebook. Simples. Não morro sem.

Falo isso sem, em nenhum momento, responsabilizar os usuários pela postura medíocre do FB quanto a essas coisas. Mas, lembro de uma discussão que tive sobre o facebook com uma publicitária (eu acho) sobre o mau uso da ferramenta.

Ela culpava o facebook pelo mal uso das pessoas ou algo assim. Rebati, dizendo que ninguém nos ensinou a usar o FB. Logo, o que está ali é o reflexo do que somos.

Mesmo tirando um pouco o foco do FB, o que me incomoda é que um perfil ridículo desse tenha tanta audiência ao ponto de estarmos aqui discutindo sobre ele.

É de perder a fé na humanidade.

Rafael disse...

Link direto para denuncia à PF:

http://denuncia.pf.gov.br/

Leandro disse...

@Mauricio (12:03):

"Porque pelo que parece, devem ser só um bando de garotos da área de TI, área predominantemente masculina e misógina."

Cara, eu sempre evitei fazer esse comentário, mas também já reparei que a maioria dos frequentadores de fóruns de vários assuntos, inclusive misóginos, trabalham na área de TI.

Esse tipo de profissional tem uma tendência maior à reclusão, e consequentemente, à misantropia? Ou é normal que sejam maioria simplesmente por passarem muito tempo na internet (logo, nutrem mais proximidade e interesse por fóruns)?

Nuba ofKau disse...

"O orkut até era tri, mas o fb... tá louco... eu só tenho perfil numa rede social onde sua maioria são "leste-europeus", lá tem várias eslavas delicinhas...."

Sério, me enojou essa merda. Tem que juntar machismo com racismo.

Pior que o cidadão fala "tri" provavelmente só pra gente pensar que "ah, ele deve ser de uma dessas colônias de ucranianos no sul"...só que, amigo, eu não ligo pro lugar de onde seus bizavós vieram.

Anônimo disse...

Por falar em insanidade do Facebook,estão sabendo o que aconteceu?
Parece que mais uma menina foi vítima de algum ser vingativo e está sendo motivo de chacota na rede social.
Como?
Estão publicando sem parar fotos dela semi-nua e nua em poses consideradas ridículas.
Como é gorda e como as poses são toscas,mt gente está xingando a coitada de gorda,feia,sem noção,vadia,horrorosa,etc
Tá uma coisa triste de ver.

Monica Cristi disse...

O Facebook sempre me pareceu vaidade demais e conteúdo de menos. Boa parte das pessoas só quer mesmo aparecer, exibir-se, e sai publicando besteira a torto e a direito. Até aí, tudo bem - cada um faz o que bem entender com o seu tempo livre. É certo que vivemos numa democracia e todos devem ter direito à livre expressão. Por outro lado, quando essa liberdade de expressão apenas propaga o ódio e estimula a violência, o governo tem mais é que intervir e encontrar um meio de punir os "insanos", gente que, definitivamente, não sabe viver em sociedade.

Anônimo disse...

Existem várias outras páginas no FB com essas coisas. O "Stifler Comedor" passa o dia inteiro falando mal de gays, mulheres e "cabaços", além de praticar cyberbullying postando prints de perfis reais do site. O que mais me incomoda não é a página em si, é o fato de ela ter mais de 100 mil likes. Adicione a isso o "frases de Nessahan Alita", o "clube dos homens" (que pelo nome parece inócuo, se não fosse homofóbico e misógino), "orgulho de ser hétero", etc. Eu dou unfriend na hora, quando vejo que um amigo deu like numa página dessas.

Os masculinistas estão se infiltrando no FB e chegando ao mainstream, eu acho isso perigosíssimo.

Anônimo disse...

É o sancto retardado do Ministro Cláudio. O imbecil que faltou a PF prender ano passado.

Esses misóginos merecem serem denunciados, pesquisados e expostos assim como eles fazem com todo mundo.
O negócio é correr atrás de dados pessoais desses babacas e mandar pra PF.

Anônimo disse...

Não cheguei a ler todos os comentário para saber se alguém já teve esta ideia, mas há uma delegacia especializada em crimes digitais, cujo endereço eletrônico segue abaixo:

4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br

Trata-se do crime de apologia - artigo 286 - "Incitar, publicamente, a prática de crime:", qual seja o estupro (art. 213 do Código Penal)

A policia civil de SP tem a obrigação de apurar o caso. Creio que com um número razoável de denuncias não passará em branco. Sugiro mencionar os artigos acima e juntar o link da página do facebook denunciada. É o que irei fazer!

Anônimo disse...

" Leandro disse...

@Mauricio (12:03):

"Porque pelo que parece, devem ser só um bando de garotos da área de TI, área predominantemente masculina e misógina."

Cara, eu sempre evitei fazer esse comentário, mas também já reparei que a maioria dos frequentadores de fóruns de vários assuntos, inclusive misóginos, trabalham na área de TI.

Esse tipo de profissional tem uma tendência maior à reclusão, e consequentemente, à misantropia? Ou é normal que sejam maioria simplesmente por passarem muito tempo na internet (logo, nutrem mais proximidade e interesse por fóruns)?
3 de janeiro de 2013 16:26"

Esses imbecis são baabcas com problemas mentais sérios. Tem um monte de comunidade misógina no Orkut ainda. Não são profissionais, a maioria que faz isso é moleque de 16, 17 anos que vivem reclamando das proibições dos pais deles em Fórum na DeepWeb.
A vida deles é encher o saco dos outros com essas páginas retardadas. Antes era tomar comunidade e roubar perfil de Orkut, agora pelo jeito é expor dados pessoais e caluniar os outros via facebook.

Núbia Rocha disse...

Nossa Lola sem palavras! Parabéns pelo post!

Eu descobri essa página aí desse lobo escroto e ridículo há pouco tempo... o que me deixou surpresa agora é que eu não sabia que essa MERDA existia há mais de 5 meses!

Sério, como ninguém faz nada?


Uma outra página que eu tb DETESTO no facebook se chama orgulho hetero (provavelmente vc já ouviu falar...) Aquela página ridícula é TOTALMENTE MISÓGINA! Reconheço que as redes sociais apenas reproduzem o pensamento social vigente... Reconheço tb que muitas pessoas burras acreditam no que tá sendo postado nessas páginas... Mas sabe qual é o problema? é que essas merdas passam dos limites. Anteontem mesmo eu fui dar uma olhadinha nessa merda desse orgulho hetero aí e me deparei com um post do tipo : 'MAE SOLTEIRA: EVITE! NAO SEJA O CARA BABACA QUE VAI CRIAR OS FILHOS DELA!'
(era uma coisa absurda assim, juro). E o pior é que tinha altos comentários de moleques (sim, porque homens não são) concordando, dizendo que ''homem que é homem não pega puta que é mãe solteira''. #OI? Porque essa lenda social de que toda mulher que é mãe solteira tá procurando um ''otário'' pra bancar, ela não pode se bancar sozinha?Mulher não pode se bancar sozinha não? Porque esses mascus acham que mulheres de verdade vão precisar de meros moleques feitos eles? E qual o problema de uma mulher ser mãe solteira, em que momento isso a faz dela uma mulher de menos valor ou a torna uma pessoa pior?

Juro que não entendo os mascus. Na verdade nem acredito que a maioria dos caras que curtem essas páginas sejam mascus... A maioria só são moleques mesmo, disfarçados de homens, dizendo que honram seus pintos por serem machistas; quando na verdade esse discurso só prova o contrário pois suas atitudes misóginas me faz remeter que são apenas moleques querendo se auto afirmar diante dessa sociedade escrota.

Outra coisa que ainda me choca é que, tenho por volta de 1098 amigos no facebook e desses uns 20 curtem essa página do orgulho hetero, algumas dessas pessoas são até colegas do sexo femino com qm eu já saí pra balada; em especial uma é uma amigona minha que hoje em dia eu ñ sou tão prox pois ela foi morar no Japão, mas que ainda tenho um grande carinho assim como sei que ela tem por mim. Perguntei pra ela pq ela curtia uma página tão ridícula ela disse que não tinha problema pois não deveríamos levar tudo pro lado sério. Juro que me segurei pra não falar nada... Disse apenas que piadas tb devem ser levadas para o lado sério, mas preferi não estender na discussão pela nossa amizade... Já deletei dois caras ridículos do meu facebook por compartilharem coisas misóginas, algumas dessa página até.


Enfim Lola ainda bem que vc fez esse post; faço então esse comentário em tom de desabafo pois não aguento mais essas coisas escrotas que a gente encontra no facebook.


Em um outro comentário (pq chega né, esse já tá enorme) falo sobre (mais um) slut-shamming escroto que presenciei ontem nessa rede social aí...

Teacher De Góes disse...

Facebook no Brasil,se tornou uma versão melhorada do Orkut..onde havia tantas comunidades com apologias á violência,pedofilia,estupro e tantas outras... a única política que o Facebook segue é bloquear você de adicionar amigos,e só.Para denúncias não funciona! Cada dia mais postagens de teor violento e impróprio estão sendo divulgados e algo precisa ser feito,visto que setenta por cento dos perfis são de crianças e jovens.

Anônimo disse...

Gente, eu fui denunciar e tem mais de uma página do dito "Lobo da Insanidade". Como assim?

Selise disse...

Denunciem aqui:

http://www.safernet.org.br/site/

Laurinha (Mulher modernex) disse...

No dia em que mexerem com alguma mulher famosa, talvez excluam. Pelo visto, no Brasil, só as muitas famosas ficam blindadas contra constrangimentos ou mensagens de ódio...
Como forma de manter contato com amigos, colegas e parentes que não estão tão próximos, redes sociais são uma boa pedida. Mas nessas questões realmente deixam demais a desejar.
Mas não acho que seja motivo pra não usar ou abandonar a ferramenta. Quem sabe quando o coro de reclamação aumentar mais, eles não dêem um jeito?

Nah. disse...

Como as pessoas acham isso engraçado? Fazer piada com coisas sérias e nojentas? O cérebro deve ser muito pequeno... O pior que isso reflete o que nossa sociedade pensa e me faz crer que ainda há muito o que evoluir :// Só uso FB como necessidade de se comunicar com as pessoas mesmo. Nem curto ficar muito tempo por lá. É chato.

Anônimo disse...

Acredito que a solução não é o Facebook, creio que o ministério público tem que agir e nestes casos, se o Facebook acha que incentivo ao estupro de crianças não é crime, colocar o site como cúmplice. Não adianta tentar falar com grandes empresas, elas simplesmente estão se lixando para os usuários.

Luana disse...

Infelizmente, por mais que essa página seja denunciada por milhares de pessoas, duvido muito que chegue a ser excuída. A página é paga, aí eles não se importam, a não ser que poste uma foto da mãe do Mark.

Anônimo disse...

Deu voltas, deu voltas, mil rodeios falando de um tal Lobo da Insanidade só para no final revelar o verdadeiro objetivo do post. O problema não é o tal Lobo, o problema é o pessoal dos fóruns masculinista atraindo pessoas a rodo através do Facebook. Da próxima vez, deixe de besteira e seja direta logo.

cherry disse...

Não gosto do Facebook, nem tenho conta lá, então não estou defendendo-o. Mas eu já trabalhei com uma rede social famosa na parte de "Policy" como eles chamam, e queria acrescentar algumas coisas:

- Se alguém está fazendo se passar por uma pessoa, não adianta amigos e familiares reclamar. Tem que ser como a Lola fez -- ela mesmo mandou um documento provando ser ela. Isso acontece para evitar que alguém denuncie um perfil de alguém que não goste, por exemplo, só por vingança. A pessoa afetada é que tem que se posicionar.

- Normalmente as políticas desses sites não é local, e sim geral. E esses sites são americanos. Ou seja: o que é crime aqui pode não ser lá, e vice-versa. Isso afeta muito casos de difamação, que no Brasil é crime mas nos Estados Unidos não. Aqui não pode falar que uma pessoa é corrupta, mas nos EUA tem vários programas de TV que fazem a mesma coisa. É a tal da "first amendment" -- liberdade de expressão. Eles levam isso muito a sério, para o bem ou para o mal.

- Como alguém falou aqui, esses sites possuem ferramentas que automaticamente localizam imagens de nudez, violência, etc. Não sei como o Facebook faz, mas normalmente é necessário ver o contexto em que a imagem é representada. Por exemplo, imagens de seios por pornografia versus imagens de mães amamentando; imagens de corpos destroçados versus imagens de guerra protestando contra aquela violência. No Brasil é mais complicado ainda porque a gente tem o Carnaval, que para nós é normal mas para americano não é. Então a imagem dos seios à mostra que não se enquadra em amamentação, por exemplo, pode ser removida.

- Casos de discurso de ódio são mais complexos. Há muito mais nuances do que simplesmente uma imagem. Novamente, não estou defendendo o Facebook e eu mesma ficava meio chocada com o que via passar como "ok".

Outra coisa que é bom lembrar é que perfis assim são avaliados por pessoas, e pessoas erram, tem seus próprios preconceitos e opiniões. Tipo: o que é foto de arte? O que é piadinha? São conceitos abstratos, nem sempre é claro o que é branco e o que é preto. O que pode ser arte para mim, ou piada, pode não ser para você, etc. Normalmente quem teve o perfil removido injustamente pode recorrer.

Certo ou errado, é assim que é. Infelizmente a gente dá muito poder para esses sites.

Roxy Carmichael disse...

eu acho o seguinte:
quer reclamar do lobo, reclame.
quer reclamar do facebook, reclame.
só me faça o favor de depois dessa reclamação não falar: o lobo é o satanás, o facebook é a desgraça e eu até sairia do facebook, mas....
também façam-me o favor de não ficar: poxa o facebook não faz nada!
parem com essa postura infantil de responsabilizar os outros por algo que você também tem responsabilidade. é. VOCÊ mesmo. porque assim, vc é plenamente capaz de fazer escolhas. e fazer escolhas não é escolher entre o rosa e azul. é ser responsável por suas escolhas. e ser responsável por suas escolhas implica em ter a postura minimamente decente de saber que no momento em que vc escolhe determinado produto, vc está sendo conivente com as políticas daquela empresa que vc está sustentando com a sua "escolha", consciente. porque ninguém tá te obrigando. e porque vc não vai morrer se não colocar lá a foto da sua viagem no facebook.
é uma merda o facebook ter essa política?é, sem dúvida. agora façam-me o favor de não ter essa postura cretina de reclamar da política de uma empresa e consumir o produto dessa empresa.

Dree disse...

Fiquei enojada! Inacreditável que ainda exista gente que acha que essa porcaria é humor.

Monique disse...

Um dos comentaristas aqui já disse e pra mim, a saída é essa: http://imageshack.us/f/35/fgvtnt.png/

Mostrar às empresas que estão pagando para terem publicidade no Facebook, a que o nome delas está sendo associado, por e-mail, Facebook, Twitter... Nesse caso que eu postei, são a TNT e a FGV que estão sendo vinculadas à pedofilia.

E quanto mais pessoas derem prints, mais diversos vão ser os links, mais empresas serão envolvidas, já que a publicidade é selecionada de acordo com o tipo de páginas que você frequenta.

Roxy Carmichael disse...

"ah mas eu não tenho nada a ver, não curto essa página e meus amigos também não"
sim, mas você tá lá fazendo parte de uma rede social, trabalhando gratis pra ela, pra que ela divulgue seus dados pras empresas interessadas em vender os mais diversos produtos (e ganhar zilhões com isso), vc tá lá fazendo parte de uma empresa que tem uma política misógina. que não está nem um pouco preocupada em coibir discursos de ódio contra mulheres. e sim o facebook é derivado de uma rede social estupida cujo objetivo era dar notas para mulheres. não, isso não é só coisa do filme. no link da piaui que eu postei, um artigo iteressantíssimo escrito por uma estudante de harvard contemporanea do zuckeberg, ela fala do facemash.

Jéssica disse...

Lola, sério, já tinha ouvido muito falar dessa página e tinha visto imagens mas não conhecia... Conheci agora porque vi um compartilhamento na página do site "blogueiras feministas" compartilhando esse seu texto. Lola, eu fiquei realmente chocada, posso estar sendo dramática mas isso faz eu perder a fé na humanidade. Essa página é escancaradamente de ódio, de pedofilia, falar que é uma página misógina é muito pouco pra ela, porque essa página está num nível muito acima (ou diria abaixo?) de "apenas" misoginia. Lola, não há duvidas de que quem fale coisas como essa FAÇA, ou pelo menos QUEIRA FAZER essas coisas. Se tiver como ver pelo perfil de alguém, tente, porquê tirei print mas não dá pra pôr aqui na caixa de comentários. Fiquei chocada com essa publicação Lola:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=453463581373338&set=pb.338085569577807.-2207520000.1357251992&type=3&src=https%3A%2F%2Ffbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net%2Fhphotos-ak-ash3%2F564480_453463581373338_1497410046_n.jpg&size=499%2C500

Preste atenção em um dos comentários Lola, não sei se estou sendo lenta pra entender se foi ironia, mas não tô vendo ironia e acho que o mascu burro realmente pensa isso:
"PRA LOBA AÍ: Homens quando não querem ser violentados por colegas ou amigos, vão a academia e se treinam até ficar fortes, fazem Jiu Jitsu, Boxe e etc... Mulher que é estuprada é pq não é capaz de se defender... FEMINAZI que se preza é poderosa, e se um cara vier estuprar ela, ela estupra o cara, queima e cheira as cinzas. O resto é poser de feminazi, é falso moralista. É FEMINISTA?? ESTUPRE UM HOMEM!!!! Tou errado??"


Lola sério, não tem condições, estou realmente indignada com o isso, essa página estar aí.

Jéssica disse...

Lola, não falei no outro comentário, falei que misoginia é pouco pra ela, mas não há dúvidas que o dono dessa página é um criminoso. Meu Deus, estou chocada Lola, a página não só deveria ser banida, mas o cara deveria ser preso.

Anônimo disse...

E não é só no FB, eles estão no tumblr também: http://lobodainsanidade.tumblr.com/

Anônimo disse...

Oi Lola, oi pessoal.

Eu por enquanto, devido ao fato da maioria de amigos e amigas usarem o facebook, ainda tenho, mas, pretendo desativar minha conta.

Posso fazer um pedido a vocês, como eu gravo o print de mensagens que eu troco no facebook?

Obrigada

Sawl

Anônimo disse...

Eu denunciei essa página já umas duas vezes. E depois quando fui comentar com meu namorado sobre a página, ele disse que achava engraçada, pois o princípio da "insanidade" era engraçado, divertido e que ele rachava o bico com os posts deles...

Acho melhor eu terminar esse namoro, porque se um cara acha engraçado e não vê problema nenhum com o ódio ao gênero ali, é porque ele tem um sério problema. O_o

Rebecca Souza disse...

Eu tenho nojo desse tipo de pagina,pior ainda quando vc descobre que pessoas que vc gosta e convive,compartilham este tipo de lixo,a unica coisa boa é que na verdade máscaras são tiradas ,é estranho como no facebook,as pessoas se sentem livres para vomitar todo seu preconceito,racismo e outras podridões.Esse tal lobo se vangloria do fato de pagar para manter essa porcaria,então quer dizer que no fb se vc pagar pode fazer qualquer coisa?agora detalhe estranho,havia uma pagina chamada ``humor negro``que durante muito tempo foi denunciada por suas postagens de odio.e adivinhem quando ela foi retirada do ar?no dia 11 de setembro quando ela postou piadas sobre o ataque do WTC,e zuava com as vitimas americanas,acho que isso amostra muito da tal politica facebookiana.

Kamila disse...

Lola, eu nem sei.
Sabe, as vezes eu me pergunto o porquê de ter um facebook, mas eu tenho. Acho que é porque todos os meus amigos estão lá e por trabalhar com mídias digitais.
Eu não entendo como facebook aprova esse tipo de página e ainda por cima exclui a conta de quem denunciou! E quem esse cara da "Lobo da Insanidade" pensa que é para ficar divulgando os dados das outras pessoas?
Isso me dá muito ódio!
Eu não sei eu vou conseguir ajudar, mas denunciei essa página em todos os meios possíveis.
Denunciei pra polícia federal também. Acho que vou denunciar pro FBI (será que ajuda? q).
Sei lá, fico sem palavras diante disso e o pior são as pessoas que curtem e compartilham as postagens! Elas é que me dão mais nojo!

Abraços pra você!

OBS: Adoro o teu blog. Conheci ele na página "Moça, você é machista" :D

Anônimo disse...

Lola, vc poderia explicar como aconteceu essa denúncia na qual a moça foi exposta? Eles simplesmente rastrearam ela ou ela mesma se assumiu na página? Da forma que vc escreveu, os leitores aqui podem ficar com receio de denunciar...

obrigado

Luiza disse...

É só pegar o dono da página e mais alguns e levar pra delegacia pra dar o exemplo. A maioria ali é menor de idade. Chama mamãe e papai que sustentam essa molecada e ameaça jogar na Febem, que eles somem rapidinho.

Alguns tem família adicionada; irmãos, primos, tios, até a própria mãe. Começa a tirar print e mandar pra senhora mãe pra ver o que acontece.

Rafael disse...

Daqui a pouco vai ter assassino e estuprador alegando no tribunal que foi tudo uma piada e o juiz vai dar uma risada e liberar todo mundo. Ainda bem que os moderadores do FB não são juízes, senão o mundo estaria perdido.

Anônimo disse...

O FB censura peito de mulher (mesmo que não tenha mais peito) e só.
Facebook retirou imagens de cicatriz após mastectomia -
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Saude/Interior.aspx?content_id=2550467

PS.: Eu não sei se alguém viu isso (no FB), mas é triste demais: Adolescente ateia se suicidou por ser vítima de ódio religioso contra ateus - http://networkedblogs.com/GGJhl
Não sei se é verdade, mas é muito triste.

Anônimo disse...

Oi pessoal.
Quanto ao dono deste face do "Lobo" não passa de um grande BABACA covardão como o tal do Edu Testosterona que é tão covarde que se esconde em um desenho pra ninguém ver a cara de idiota machista que ele tem!
Peço mais uma vez(como medida de proteção) como gravo prints de conversas que participo no facebook?
Abraço.



Sawl

Danizita L. disse...

Acabei de ver a página Lola, muito nojento, pior é que tem um bocado de gente que tem coragem de curtir aquele lixo.

Ian disse...

Se a pagina desagrada a vocês, será que não basta apenas deixar de visitar?

Daniela Andrade disse...

Tem que mandar todos esses prints pro MP.

https://www.facebook.com/notes/lihs-liga-humanista-secular-do-brasil/instru%C3%A7%C3%B5es-para-denunciar-lobo-da-insanidade-diante-da-apatia-do-facebook/585377724812689

Gabriel Guimarães disse...

Não sei quem é mais ridículo em toda esta situação, quem curte, compartilha e cria os conteúdos desta página ou o Facebook, que "defende" tais ultrajes e apologias e que "finge" ignorar tudo o que os moderadores e, geralmente, o público fazem (não na realidade, claro, já que a maioria dessas pessoas devem ser ignorantes psicopatas, mais nada, pois temem a justiça, temem estuprar e serem estuprados na cadeia, "lei" esta que não tem minha empatia, já que justiça não se faz desse jeito, muito menos o combate à ignorância e à violência), como ameaçar e divulgar informações pessoas de quem os denuncia, informações como endereço, que pode ser usado por assassinos e/ou estupradores para "criar" uma nova vítima, e número de telefone, o qual pode servir por estas mesmas pessoas para fazer ameaças e tentar deixar a vítima instável mentalmente e com pânico, com medo de que sua vida esteja em perigo ou, então, "vendo" vários "estupradores e assassinos" na rua, visão falsa causada pelo medo, que, por conseguinte, causa uma espécie de paranoia.
E fico feliz em ver que você decidiu fazer um post sobre isso. Também fiquei sabendo a respeito dessa página graças aos seus leitores, "ironicamente" na sua fan-page no Facebook, e essa foi uma baita coincidência, e das boas, já que eu vi esses conteúdos ontem e você publicou este artigo hoje.

Anônimo disse...

Ian disse...
Se a pagina desagrada a vocês, será que não basta apenas deixar de visitar?

A questão é que são coisas idiotas e desumanas demais para serem ignoradas. Ou você é um daqueles que prefere ver o mundo explodir e esperar a sua vez de ir também?

Patty Kirsche disse...

Sawl: Vc clica em ctrl+printscr e dá ctrl+v num documento novo no photoshop. Espero ter ajudado! :)

Marciel da Silva Ribeiro disse...

Pior que o que deu mais munição para esse esgoto sair do underground foi a questão jurídica do torno do protesto em prol da maconha. Ainda que não tenha sido essa a intenção da turma pró-cannabis, a discussão aberta por eles deu mote para tais expressões transgressoras. E aos que imaginam que os "mascus" ainda estão se preparando para entrar no mainstream, lamento dizer porque eles já estão lá, ainda que não de forma tão evidente.

Quildreen "Sorella" Motta disse...

Enquanto eu posso concordar, inteiramente, em agir para evitar casos de estupro, violência, et cetera, não posso deixar de expressar meu asco (sim, asco) a posts como esse.

Não, eu não estou defendendo a página do Lobo da Insanidade (apesar de seguí-la no Facebook e gostar de algumas das "piadas"), nem defendendo pessoas que postam conteúdos considerados pelo Facebook como pornográficos. Só estou tentando fazer uma argumentação racional sem abusar de um apelo emocional por uma causa que vez e outra se perde em sua própria falta de qualquer foco que seja, ou pelo menos, essa é a impressão que eu tenho a ler alguns posts neste blog.

E antes de qualquer coisa, deixe-me fazer um "disclaimer": Sim, eu simpatizo com a causa feminista — as in, promover a igualdade de direitos e deveres entre os sexos, seja de cunho político, social, ou o que for. Não, eu não saio por aí gritando "Misógino!", "Machista!", etc. Da mesma forma que não saio por aí gritando "Misândrica!" toda vez que uma mulher qualquer faz um comentário do tipo "Todos os homens são X."

De qualquer forma, vamos à análise racional dessa questão.

Primeiro, é estranho classificar um senso de humor, ou qualquer coisa que exista apenas no mundo ficcional de acordo com a constituição de nossa sociedade. De outra forma, seríamos obrigados a questionar todos os valores de livros clássicos, inclusive a Bíblia, que alguns ainda insistem em usar como base em decisões não-religiosas dentro de um estado laico como o nosso — e olha que várias histórias deste servem de base para desenhos e filmes "infantis" com conceitos morais de certa forma questionáveis.

A página "Lobo da Insanidade" se encaixa, sim, no mundo ficcional, e portanto não pode constituir um discurso de ódio ou qualquer outra coisa do tipo. Principalmente quando a própria página se auto-classifica como uma página de humor controverso, ou seja, que vai contra grande parte dos valores morais estabelecidos pela nossa sociedade. Enquanto as postagens desta página constituírem apenas de palavras ordenadas sem qualquer "alvo" concreto, não há motivo para questionar a classificação de tal post como "humor" — independente de você achar ou não engraçado, o mundo não se move ao redor de sua definição de "humor".

No entanto, quando a página passa a direcionar insultos e ameaças à pessoas reais, inclusive divulgando dados pessoais desta sem autorização prévia da mesma, fica caracterizado como ameaça, e daí já vira caso de polícia mesmo. Claro "words also mean what I want them to mean", então em certos casos frases geralmente consideradas como insultos, do tipo "Chega aí seu filho da puta desgraçado.", são meros cumprimentos — este claramente não é o caso aqui, visto que ambas as partes devem concordar no significado da frase.

Segundo, é perda de tempo se preocupar com posts de uma página de "humor" no Facebook sem que exista quaisquer indícios científicos para acreditar que haja uma ligação entre posts de humor com as palavras "Ela não cede aos seus encantos? Ótimo! Estupro é muito mais divertido." e o aumento, ou qualquer contribuição que seja com estupros ao redor do mundo. Se me lembro bem, o que na verdade acontece é exatamente o contrário: a utilização de tais temas na ficção (ou humor) reduz, ou não tem qualquer impacto na vida real — okay os estudos que eu li analizavam a ligação entre violência na vida real e a violência glorificada em video-games, que não é exatamente a mesma coisa, então meu ponto é inválido ;P. Mas ainda assim, um psicopata estuprador vai estuprar mulheres na vida real, o problema é que esse mesmo cara ia cometer tal ato com ou sem a existência dessa página, então o problema a se resolver aqui é, claramente, outro.

(...)

Quildreen "Sorella" Motta disse...

(...)


Terceiro, tirar a página do ar pelas imagens postadas seria, sim, um abuso à liberdade de expressão, e uma censura descarada. Mesmo que o conteúdo postado pela página seja controverso (como a página mesmo se diz), deve-se levar em consideração meus dois pontos anteriores. No entanto, acredito que as pessoas que tiveram seus dados postados e foram alvos de ameaças devem procurar os órgãos cabíveis — o que, definitivamente, não é o Facebook.

(Como um addendum, gostaria de expressar minha extrema insatisfação com o comentário do Maurício, aonde ele diz "Porque pelo que parece, devem ser só um bando de garotos da área de TI, área predominantemente masculina e misógina.", e aos comentários que seguem nessa mesma linha de raciocínio baseado em: oh, verdade, nada. Minha experiência na área — o que eu não vou dizer corresponder a maioria das pessoas da área de TI, mesmo porque eu não conheço a maioria delas, e não fiz nenhuma análise factual que possa ser usada como base para um julgamento desses, — é que as pessoas de TI são iguais as pessoas de qualquer outra área. Enquanto não posso negar que o gênero dominante seja o masculino, devo discordar veementemente da acusação de "misoginia". Não que não existam homens misóginos na área — eles existem, como em qualquer outra área, — mas eles são difícilmente a maioria, considerando o grupo de pessoas com as quais eu tive o prazer — ou desprazer, em alguns casos — de conviver ou conhecer)

mh disse...

Não adianta fazer denúncias no FB. O local de denúncias por incitação ao crime é na polícia federal

http://denuncia.pf.gov.br/


FB pode achar que é humor, mas a PF sabe que é crime.

Priscila disse...

Ian disse...
Se a pagina desagrada a vocês, será que não basta apenas deixar de visitar?

---

Não.

Dani Andrade disse...

Anônimo disse...
bom,acho que quando tais coisas acontecem,dificilmente feministas fazem uma reflexão...eu estoucansada de ver feministas defendendo prostituição,funk,e demais formas de vulgarização/exploração da mulher,o que vcs acham que resultaria isso tudo? Vivem dizendo que cada um faz o que quer,que não existe certo ou errdao,que tudo é opinião...e quando os homens exercem suas opiniões,como fica?

Querido, apologia ao estupro NÃO É OPINIÃO! É CRIME!

Vejo vcs tacarem pedra em todos que chegam aqui,de forma bem debochada(o que demostra que não são abertas a debate como dizem) e reclama quando outros fazem o mesmo?

Como ser aberta ao debate com alguém de defende apologia ao estupro?

SE vcs advogam a favor da extrema coisificaçção de nossos corpos,não reclamem das consequências,ou vcs acreditam que a exposição vulgarizada nossa não surte nenhum efeito negativo? Defendem funk mas condenam comercial da Gisele Buchen,como fica isso? alguém entende a lógica hipócrita de vcs?

Aqui ficou bem claro que vc não é uma mulher. Qual o problema em uma mulher dançar funk? Qual o problema em estuprar? Qual o problema em estuprar recém nascidos? Vc não vê diferença? Dançar funk não é crime, sabe? E o comercial da Gisele pedindo desculpa pro marido de calcinha e sutiã por ter batido o carro/ estourado o cartão, ensinando às mulheres como serem submissas, nos ofende pois nos coloca num lugar onde nós jamais seriamos a dona do carro ou do cartão.

É por isso que não somos levadas á sério quando reclamamos,vcs mesmas colaboram com isso e quando alguém façla,memso sendo uma mulher,é uma machista idiota fazendo slutshaming.Realmente fica difícil um movimento que se acha imune á crítiocas sendo que critica tudo e todos...

Querido, ninguém é imune à crítica - olha quanta crítica a Lola recebe! Mas me mostra onde tá a crítica que esses mascus querem fazer nessa página misógina do lobinho mau? Aí a gente conversa, tá?

Bruno disse...

Eu fico muito chateado com tudo isto, e pasme, UMA MULHER que é minha amiga no facebook postou uma piada de péssimo gosto sobre o assunto :

"Aconteceu no Ceará.

Cuidado como fala, meritíssimo

Coisas do dia-a-dia

Em uma Vara Criminal no interior do Estado do Ceará, o Juiz vê duas moças esperando sentadas na Sala de Audiências do Fórum. Ao ver o primeiro processo da pauta do dia, que é sobre um crime de estupro, ele pergunta para as duas :

- As senhoras foram ARROLADAS no processo ?

No que rapidamente uma fala :
- Doutor, eu sou apenas testemunha A ROLADA FOI NELA...."

Ao repudiar tal piada, fui chamado de aparecido. É o lado perverso da razão.

Segue o perfil da engraçadinha, que se acha no direito de rir da desgraça alheia. É uma pena... https://www.facebook.com/rizzademorais

Anônimo disse...

Quildreen, no link que a Lola postou para a página da Liga Humanista tem alguns estudos que mostram que o "humor" depreciativo torna a sociedade mais receptiva à discriminação.

Gabriela disse...

Menina fica em estado grave após ser violentada por três homens no Paquistão

http://noticias.r7.com/internacional/menina-fica-em-estado-grave-apos-ser-violentada-por-tres-homens-no-paquistao-04012013

Anônimo disse...

Sawl, no Cem Homens, acho que no texto sobre a Karine Veiga, tem uma excelente explicação de como validar os prints legalmente nos comentários!

Anônimo disse...

Bruno, conheço a sua situação, de as pessoas reclamarem por vc estar sendo "certinho" demais, só não concordo com vc postando o perfil dela aqui.

Gabriela disse...


Instagram é usado para julgar vida sexual de garotas na Suécia

Era só o q faltava...

http://br.mulher.yahoo.com/blogs/preliminares/instagram-%C3%A9-usado-para-julgar-vida-sexual-garotas-154335950.html

Maria Valéria disse...

Concordo que a " política " do facebook esta equivocada, e fiquei chocada com as imagens que vc postou.Por muito menos que isso, ja exclui " amigos" do facebok, imagina com essas coisas entao...

Mas nao posso deixar de dizer aqui: apesar de foto de mae amamentando nao ser pornográfica, sinceramente acho brega expor uma foto amamentando com metade dos peitos de fora...mas, gosto e gosto e cada um faz o que quer...

Cora disse...



quildreen sorella motta,

fiquei com uma dúvida.

no que consistiria exatamente “em agir para evitar casos de estupro, violência...”?

porque... sempre que criticamos "humor" que ridiculariza vítimas de estupro aparece um homem pra dizer que fazemos tudo errado.

gostaríamos muito de saber como deveríamos fazer o certo!

poderia nos iluminar?

.
.

questionar e criticar “piadas” que dizem “estupre” não seria agir para evitar casos de estupro?

por que não existem perfis e blogs e comediantes que dizem “assassine”, “mate”, “agrida”, “bata”, "atropele", "afogue", "esfaqueie"?

por que homens acham piadas de estupro que ridicularizam a vítima e não o agressor assim tão engraçadas?

por que homens acham piadas que incentivam e não ridicularizam o estupro assim tão engraçadas?

consegue perceber que uma piada que ridicularizasse o estupro ao invés de ridicularizar a vítima seriam piadas muito interessantes, pois usam o humor para uma crítica a uma violência que todos dizem achar tão abominável?

será mesmo que todos acham tão abominável assim?

.
.

já que você nos iluminará com lições que nos farão agir corretamente para evitar casos de estupro, por que dizer que não está defendendo a página do lobo, se é exatamente isso que está fazendo?

nós estamos criticando e achando que ela é inadequada e que contribui para naturalizar uma violência que É frequente.

você está dizendo que não. o perfil apenas faz rir.

.
.

e isso dá uma canseira...

“De qualquer forma, vamos à análise racional dessa questão.”

criticar a naturalização do estupro é ser emocional!

“...então o problema a se resolver aqui é, claramente, outro”.

qual seria o problema a se resolver?

pergunto numa boa e gostaria de uma resposta objetiva de sua parte.

desejo muito entender exatamente o que você quer dizer, sem chances de ruídos.

aguardo resposta.

Mariana disse...

Falou tudo, essa página é de um conteúdo totalmente doentio e pesado... Deve ser tirada do ar o mais rápido possível.

Cora disse...

“Primeiro, é estranho classificar um senso de humor, ou qualquer coisa que exista apenas no mundo ficcional de acordo com a constituição de nossa sociedade. De outra forma, seríamos obrigados a questionar todos os valores de livros clássicos, inclusive a Bíblia, que alguns ainda insistem em usar como base em decisões não-religiosas dentro de um estado laico como o nosso — e olha que várias histórias deste servem de base para desenhos e filmes "infantis" com conceitos morais de certa forma questionáveis.”

como assim é estranho?

fazemos isso o tempo todo!

(e não apenas feministas, mas outras pessoas ou grupos criticam aspectos de nossa cultura.)

questionamos e criticamos valores de tradições o tempo todo!

por isso as sociedades mudam!

as tradições permeiam todos os aspectos da cultura e podem (ou devem) ser criticados.

as religiões (já que lembrou da bíblia) têm uma tradição de violência simbólica (e física) contra a mulher que deve ser criticada sempre.

histórias infantis, ficção, humor... servem para transmitir e reforçar tradições e valores. mas podem também ser transgressores. podem também fazer pensar sobre tradições e valores que não servem mais para o estágio atual da sociedade.

é isso que fazemos.

criticamos tradições e valores que não servem mais.

até um tempo atrás, a violência contra a mulher era considerada normal, até desejável. não é mais. não toleraremos mais agressões. viva com isso.

Roxy Carmichael disse...

quildreen
muito bonitinha essa sua lógica mundo da ficção x mundo da "realidade". de onde vc tirou isso?da disney?do videogame? do jornal nacional???uma gracinha, mas deixa eu te contar uma coisa: existe nas ciências humanas (que deu pra perceber não é a sua área, sem nenhum problema, agora da mesma forma que eu não saio falando qualquer merda sobre programação que claramente eu nao entendo nada, vc nao deveria falar esse bando de merda sobre uma área que vc demonstrou não saber bulhufas) VASTOS estudos especialmente na comunicação que problematizam e muito essa relação "realidade" versus ficção. por exemplo: a realidade é aquilo que nos é mostrado no telejornal?a realidade é aquilo que aparece no documentário a partir das declarações das talkingheads? ficção é o filme de et's? ahahahahaha, que graça! pois o jean luc godard fala (joga lá no google) que todo filme de ficção é um documentário e todo documentário é uma ficção. parece muito louco?eu sei que parece, mas não é não, viu?todo filme de ficção é um documentário = um filme de ficção nao deixa de ser um registro de uma época bem definida, das expectativas e ansiedades de uma época bem específica. de uma forma de ver e pensar o mundo bem específicas de uma época. todo documentário é uma ficção: essa é mais óbvia. joga uma câmera e um refletor e um microfone lá no meio da "realidade" pra ver se essa "realidade" não muda...ah mas a "realidade" é aquilo que não está nos jornais, na tv, no cine, nos livros, no radio, nos quadrinhos, na pintura...sei...e vc por acaso vive numa caverna sem absolutamente nada disso?NÃO? então como é que é isso de a realidade é uma coisa e a ficção é outra?pergunta difícil né?eu sei, nem sempre as perguntas são fáceis como: quanto é 1 + 1?
então deixa eu te contar uma coisa: esse negócio de falar em "realidade" (percebe que eu coloco sempre entre aspas?) é algo bastante mais complicado do que pode parecer. falamos em sistemas materiais e simbólicos, que se interpelam o tempo todinho.
agora, quando vc diz: "Enquanto eu posso concordar, inteiramente, em agir para evitar casos de estupro" vc está querendo dizer o que, exatamente?eu tenho uma idea: evitar casos de estupro = toque de recolher pras mulheres, burca e jamais tomar alcool?adivinhei?
"Mas ainda assim, um psicopata estuprador vai estuprar mulheres na vida real" = mas hein, como vai a luta do bem conta o mal na disney? deixa eu te contar uma coisa: vc sabia que a maioria esmagadora dos estupros é cometidas por pessoas próximas à vítima e não pelo hannibal lecter?E DAÍ? e daí que ou boa parte dos homens é psicopata coisa que eu não acredito - meu pai é maravilhoso, meu namorado é o máximo, meus amigos são todos gênios - ou existe uma cultura, que é conivente com o estupro, uma estratégia de dominação para manter mulheres sempre apavoradas, os criminosos na maior parte das vezes impunes a partir da culpabilização da vitima.
não é MÁGICO???
ps: que joia hein maurício que apareceu alguém aqui pra ser o exemplo que confirma a sua teoria.

Nuba ofKau disse...

continuação:
" Não há o que fazer na televisão, se não, ASSISTIR. Na internet você é quem clica e de certa forma "

A internet é mesmo cheia de possibilidades. Mas o Facebook não.
O conteúdo vai caindo ali pra vc.
Vc pode selecionar seus interesses? Pode, mas não do mesmo jeito que seleciona fora do FB...
Vc pode bloquear quem posta coisas desagradáveis? Pode. Mas tem gente que se fosse bloquear todo mundo que posta machismo/homofobia/etc iria ficar com umas 3 amigos só.
E isso é pq pouquíssima gente está interessada em selecionar os conteúdos conscientemente...pra maioria deixar aquela chuva de conteúdo inútil caindo do nada é que é o tchan do negócio.

Anônimo disse...

Pior é quando você vê que tem amigos que curtem essa página absurda! Já tinha denunciado à Polícia Federal e agora denunciei também ao Ministério Público e à SaferNet. Insano é deixar que esses crimes de ódio passem impunes por se esconderem atrás de um "humor controverso".

Nuba ofKau disse...

Pro anon simplista pra caralho,
Vamos lá (eu não tenho nada pra fazer mesmo, sem irônias):

"Machismo? Queria que eu quisesse contato com os eslavOs também?"
Não necessariamente. A lógica não é essa. E como eu sei que vc não vai entender (pensamento simplista) e sei que se entender, vai fingir que não, pq vc é trollzinho, então eu simplesmente não vou responder.
Uma aberração cognitiva a mais no mundo não vai fazer diferença.


"Eu não sou descendente de europeu, eu sou mestiço... " Pq racismo é um privilégio das pessoas brancas, ok. Você nem vai entender isso tbm...bom, vc vai pensar que entendeu, com certeza vai.


"Racismo? Eu não acho que uma raça seja superior ou inferior à outra..." E daí? mas o que eu ia falar aqui vc só entenderia em outra vida e como reencarnação é algo que eu não creio...


"eu apenas prefiro as eslavas... isso se chama preferência... assim como você deve ter as suas.." Ilusão da individualidade e da personalidade apolítica, ok.

"Acho que vou inventar dois novos tipos de preconceito... comentarismo e ideiaismo"
Tem uma coluna da Veja no meio do seu comentário.

"ou você se relaciona com todos os tipos de homens?" É lógico que essas pessoas desse tipo sempre deduzem que vc é uma mulher e que se vc é uma mulher vc é hétero.
Fail nas duas.

----------------





"preço igual na bôa-tschí"
"emprendimento dele"
"domar"
"fazer vontades"
"leão, leoas"
"rei das selvas" ¨¬¬ #bocejo

Marina Sandeville Stávale Joaquim disse...

Não precisa publicar meu comentário, mas por favor, estamos organizando no Facebook algum ato de repudio ao estupro da estagiaria e precisamos de ajuda de pessoas que estão acostumadas com esse tipo de coisa. O link é: http://www.facebook.com/groups/457086127687008/
se puder me enviar um email, agradeço

Anônimo disse...

Quando fazemos uma denúncia contra ele, o Facebook disponibiliza para ele a nossa identidade. Não é ridículo?

Denunciei a página e hoje cedo ele mesmo me respondeu inbox: [Humor controverso] Lobo da insanidade
BE RAPED, BITCH!

Em inglês, ele desejou que eu seja estrupada e me chamou de puta.

Simples assim. O FB quer é ver o circo pegar fogo.

Me sinto impotente.

Anônimo disse...

PARA: Patty Kirsche

Obrigada querida.
Td de bom pra vc.

Sawl

diogo kelles fonseca disse...

Lola, também sou radicalmente contra o conteúdo de ódio e a leniência do facebook, mas a sua análise não contribui para uma visão mais acurada dos elementos que sustentam esse tipo de comportamento.

Sara disse...

Marina Sandeville essa pag esta indisponível no FB????

Anônimo disse...

Já ajudei a derrubar três páginas no facebook, mas essa em questão, na primeira vez que vi a postagem "ver você pegando fogo não tem preço", fiquei estarrecido, denunciei, porém não obtive resposta nenhuma.

Cora disse...


Roxy fantástica.

como sempre.

.
.

"... e ser responsável por suas escolhas implica em ter a postura minimamente decente de saber que no momento em que vc escolhe determinado produto, vc está sendo conivente com as políticas daquela empresa que vc está sustentando com a sua "escolha", consciente."

é isso, Roxy.

para contatos profissionais há outras possibilidades. nem essa desculpa se sustenta.

Anônimo disse...

As pessoas dizem - é só uma piada- mas não é só uma piada. É uma humilhação, é escancaração de um pensamento preeconceituoso, é a afirmação dessa atitude, é quase a sua normalização. E concordo, o humor e a arte devem ser livres. Mas até um ponto x, onde não propague odio e intolerância.
Lembremos que hitler investia e divulgava fortemente filmes antissemitas... pq será???

Miss Otter disse...

Um dos motivos que me fez "deletar" meu FB, foi saber da existência de uma página como essas. Fiquei muito incomodada quando descobri que era impossível me livrar completamente da minha conta, uma vez que não existe a opção "excluir minha conta" mas, "desativar minha conta". Isso me fez enxergar o quanto ficamos presos ao nosso carácter virtual. Já que, se você decide fazer uma conta, você estará sempre conspirando com aquela "página" que não sabe respeitar os direitos humanos. Devem pensar que somos androides ou... Sei lá!
No entanto, fico muitíssimo (mas, muito mesmo) feliz quando leio seu blog. Talvez dizer isso seja um paradoxo, já que você sempre expõe e comenta as injustiças que a minoria sofre do comportamento conservador. Sou feminista. E serei até morrer. E ver uma figura como você, me faz acreditar a cada dia mais que, por mais que pareça impossível derrubar esses ideais patriarcais, é possível, sim. Gosto muito dos comentários que leio por aqui, que mostram pensamentos revolucionários, subversivos, diferentes...
Obrigada, Lola, por me dar uma "pontinha de esperança na humanidade".

Israel disse...

Só por isso, acabei de chegar a uma conclusão acerca de que porque o estupro é um "tesão" oculto de muitos homens; é por que, segundo nossa educação machista*, devemos gostar de tudo aquilo que é viril [leia-se sexual], demonstra força e dominação e competição, e de certa forma, mostre um desafio. Assim, o estupro desperta esse tipo de "prazer"; tem dominação [dominação, e não violência, muita atenção aqui], tem sexo e prazer [pro homem] e jogo de forças, quando a mulher se debate e resiste, desafiando assim a autoridade. É por isso que eu defendo uma educação decente, que faça o macho ser o que ele é de verdade, sem ser escravo da frieza, dessa "virilidade" violenta e cretina, e principalmente, goste de coisas boas como perfumes e cozinha.

*mais detalhes: http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2012/06/estupro-um-culto-masculinidade.html

Anônimo disse...

O Facebook a tempos virou uma "lixeira virtual", brasileiro não sabe usar a internet, vide a quantidade de páginas de machismo, humor duvidoso, gores, e outras dezenas que eu poderia ficar citando aqui infinitamente, tudo isso surgiu junto com a "invasão brasileira" do face ....

É verdade que a política do site não é das melhores, mas o Facebook não foi o único reduto virtual que nós brasileiros (infelizmente) estragamos de vez.

Aliás Lola, gostaria de deixar aqui uma sugestão, um post de como o machismo é "potencializado" pela falta de educação do povo brasileiro. Apesar de não ser um problema exclusivamente nosso, sinto que muito poderia melhorar se nossos compatriotas fossem simplesmente mais educados.

Abss

Diomedes da Real disse...

Agradeço pela denúncia aberta e meus Confrades foram convidados a se juntar a pública indignação contra este material odioso e doente em todos os canais competentes, Polícia Federal inclusa. Dementes já foram inclusive presos por denúncias coletivas, mais de uma vez. Veremos no fim das contas quem terá mais a perder, e se a alcatéia raivosa não terminará ganindo fino em jaulas.

Luís Eduardo disse...

Olá, eu vim aqui por causa de um link de um amigo e decidi comentar. Por pior que seja as piadas- na verdade algumas não eram piadas, apenas tentativas sem sentido de fazer uma- não é bem um direito de alguém de retirar ele, nisso compreendo o Facebook. Eu tenho um senso de humor aberto, me ironizo e ironizo a tudo, entendo quem se sinta mal, mas, infelizmente, o melhor a se fazer é, apenas não olhar.

Entendamos como uma conversa entre amigos, esses amigos você não quer (assim como e não iria querer um amigo que faça tais frases, que nada mais parecem que exposições de uma mente perturbada), logo não irá se juntar a eles. A questão do racismo, ginofobia, etc. Bem, no geral caracteriza-se crime quando alguém ofende diretamente outro, proibir comparações de negro sumindo no escuro ao brancos na areia é absurda.

São os pesares da democracia, a menos que eles saiam por aí estuprando e matando, de fato, ou levando a um crime real, não há porquê evitar alguém de dar um posicionamento quanto ao assunto. Alguém pode achar que a culpa do estupro é do estuprado(a), mas, mesmo não sendo a posição com a qual concordo, não posso tirar o direito dele de falar o que ele acha. É uma situação chata quando vejo coisas assim, dá-me vergonha de ser homem (e visões feminista contribuem para tal). Mas, por pior que pareça ser, é essa a diferença entre democracia e sistemas totalitários; eles podem falar entre si a merda que quiserem, só seria passível a punição se isso atingisse diretamente a você.

Ju disse...

O tal lobo diz que a página não vai ser apagada por que ele PAGA pra estar no facebook. Então pode postar qualquer coisa lá contanto que se pague??? Que merda é essa? Por isso eu sai do facebook. O cara que inventou a bagaça já era babaca, imagina quem admistra.. por isso não gosto de usar twitter tb. Quando entro só vejo veneno lá.

Rosa disse...

Totalmente indignada. Não sei se fico mais indignada com o PATETA da Insanidade, com a postura do Facebook ou com os infelizes que curtem a página.
Denunciei ao Safernet e à Polícia Federal (www.safernet.org.br e crime.internet@dpf.gov.br).
Como já postado aqui, também acredito que o caminho seja através dos patrocinadores.Precisamos nos mobilizar, unir forças para buscar os contatos dos patrocinadores e enviar o abaixo assinado. Tenho certeza que ninguém que ver sua marca vinculada à uma página de ódio e preconceito.

Beatriz disse...

Mudando um pouquinho o foco...

Reparei nesse Diomedes da Real falando que vai denunciar a página, e chamar seus "confrades" para fazer o mesmo...

Entendi direito? Um masculinista vindo aqui para, ao invés de ofender a Lola e xs feministas, apoiá-la e a todxs tbm??

Que isso aconteça mais vezes, então :D

Vivi disse...

Nojo nojo nojo..
O facebook infelizmente é viciante, trocamos informações nele, mas concordo com tudo o que vc acha dele. Acho que ainda saio dele qq hora.

Você comentou sobre nudez etc sendo censurada, mas ano passado também teve o caso da página das corajosas Mães de Maio que saiu do ar temporariamente por descumprir sei lá qual código segundo eles.
Detalhe que a página Mães de Maio é claramente de esquerda e faz um belo trabalho denuciando toda a repressão policial que ocorre..
Para você ver de que lado a força/censura/repressão está..

Um link sobre o caso.

http://www.advivo.com.br/materia-artigo/facebook-retira-do-ar-pagina-das-maes-de-maio

Abraços Lola

Layanne Feitosa. disse...

Lola, visito seu blog sempre, mas essa é a primeira vez que comento.
Coloquei o link desse post no meu facebook e pedi para os amigos denunciarem!! Todos se mostraram completamente enojados, claro, mas chateados devido a justificativa do facebook em não tirar a página do ar. Então um sugeriu que se denunciasse diretamente na polícia federal. E é o que estamos fazendo! Talvez você pudesse colocar o link aqui pra que haja mais denúncias.
Devemos fazer nossa parte não é mesmo?
http://www.dpf.gov.br/simba/fale-conosco/denuncias

Dani Andrade disse...

Luiz Eduardo disse...
"São os pesares da democracia, a menos que eles saiam por aí estuprando e matando, de fato, ou levando a um crime real, não há porquê evitar alguém de dar um posicionamento quanto ao assunto. Alguém pode achar que a culpa do estupro é do estuprado(a), mas, mesmo não sendo a posição com a qual concordo, não posso tirar o direito dele de falar o que ele acha."

Luiz Eduardo, acho que vc não entendeu. Apologia ao estupro É CRIME!

Vc tem como saber se essas páginas podem encorajar alguém a cometer algum desses crimes?
Fazer apologia ao estupro, assim como essa página faz, no imperativo como se fosse uma ordem, de recém nascidos (!!!) faz parte da demoacracia ao seu ver??? Parabéns, que bela mente doente vc tem! Uma dica? Leia muito mais o blog da Lola!

Dona do Sexo -Bonobo rules,Jaçanã forever disse...

Pra o Luís.

Bem,isso se chama apologia ao crime e isso se configura crime.

Cortar o mal pela raiz é o que há.

Rosa disse...

Bom, eu fiz diversos prints da pagina do PATETA da insanidade. Nesses prints aparecem as imagens dele ao lado dos patrocinadores do Facebook. Aparecem frases como: " Puteiro é para os fracos, meu negócio é creche" ao lado de marcas como Adidas, Tok Stok, Skol, Globo....será que não tem uma maneira de sensibilizar essas marcas, que estão sendo vinculadas a esse tipo de página?

Cecilia Melo disse...

Eu achei o Lobo da Insanidade no face por acaso, e achei absurdo o fato dessa pagina ainda esta no ar.
Não é só apologia a diversos crimes mas um nova ordem de Nazismo... Não quero essa regressão.
Não existe nada que se possa fazer contra isso?? mesmo??
Custo em acreditar em tamanha injustiça e imoralidade... :(

Anônimo disse...

Eduardo,
Em uma democracia, todos têm o direito de livre pensamento sim. Mas abusar do direito para fazer apologia a crimes de lesa humanidade não é certo.

Ademais, o direito de livre expressão é legitimo desde que não seja pelo anonimato, que no caso é covardia mesmo.

Diomedes da Real disse...

Para Beatriz:
Não é tão difícil compreender. Ainda que minha atitude neste caso tenha sido individual e não coletiva, acho estrategicamente inteligente reunir esforços contra ameaças sociais que são reconhecidas por grupos diferentes, mesmo que ideologicamente estes grupos sejam irreconciliáveis. Já foi provado a um grupo de homens que se dizem "santos" que eles não estão acima da Lei. Fazer o mesmo com um bando de animais, os que se reunem naquele covil fétido, não será tão difícil. No mais, a primeira referência sobre o caso que tive notícia foi neste espaço, nada mais natural agradecer para a fonte da mesma.
Meu apelo foi feito, e nossas denúncias já se somam as que foram feitas antes. Confiemos agora que as investigações não tardem.

Ju disse...

anon das 22:13 que diz que a culpa das merdas do "face" é dos brasileiros. Amigo, sem essa conversinha, tá? Que coisa mais classe média sofre..

Maribel Barreto disse...

Lola, tenho cá pra mim, que quem cuida dessas denuncias é uma máquina. eu já tive meu perfil várias vezes bloqueado por postar fotos de amentação. Fiquei pensando que talvez com esses milhares de pessoas no FB, quem "verifica" a imagem é um máquina. como a imagem em questão é de um lobo, não é "pornografia"...sei lá...to aqui tentando entender. Lamentável essa página. nem vou clicar lá pra não dar mais ibope. o safernet parece ser mais eficaz.

Luís Eduardo disse...

Entendo que pode ser considerada uma "apologia ao crime", não condeno a indignação de ninguém, mas, infelizmente "apologia ao crime" pode ser considerado algo muito aberto. Primeiramente, se quem denuncia tem a conta bloqueada, como foi dito, isso sim é preocupante (perdemos o nosso direito de sentir indignados), mas, não, as coisas não devem ser assim. Numa tentativa de equiparar, filmes como Clube da Luta e Laranja Mecânica usam a "ultra-violência", estilizando crimes- o último o estupro também.

Não, não irei comparar os adolescentes que ficam escrevendo taiss coisas com o David Fincher e o Stanley Kubrick (ou os respectivos escritores das obras dos quais foram adaptados), mas o que eles fazem em algumas cenas pode ser facilmente colocado como "apologia ao crime" (mesmo usando as cenas violentas para satirizar um "vazio"). Não quero discutir legislação, mas, bem, é o que eles acham que deve fazer piada, quem deveria administrar o que é permissível ou não é o Facebook (é um órgão privado, é ele que diz o que deve ou não deve ser publicado lá).

E, sim, eu entendo como é se sentir assim. Sou ateu, não costumo falar, comecei a falar menos ainda depois daquele discurso de ódio aos ateus do Datena (tinha medo de reações mais exaltadas), mas, ainda assim, não vejo necessidade de uma ação pública proibindo do Datena falar o que pensa sobre ateus (mas uma réplica por meios de órgãos não governamentais foi muito bem vinda); do mesmo jeito é passível alguém falar o que pensa sobre políticos corruptos, ladrões, drogados, hippies, crianças, homens, mulheres, judeus, negros, brancos, etc. Claro, isso seria mais viável numa sociedade hipotética onde afirmações absurdas como as de Datena não existissem e o humor revoltante só existisse para se satirizar (e não gratuito como nessa página), mas, ainda assim, é o que ele pensa sobre um grupo, por mais ofendido que eu possa ter ficado, ele tem esse direito.

Não quero fazer ninguém daqui curtir aquela página, mas apenas fazer o que é mais "saudável", deixá-los lá, com o humor deles, não vai ser fechando uma página que quem participa dela mudará o jeito de pensar. Mas, também, procurar satisfações do Facebook para aquilo que é mais preocupante: os banimentos para quem foi denunciar; retirar o poder dos usuários de denunciar uma página, seja ela qual for, é absurda, mesmo que o pedido não seja aceito, você não pode ser pressionado a não denunciar algo. Se quiserem o meu apoio para isso, eu aceito (e ficaria disposto a apagar a minha conta caso não fosse atendido), mas não o faria pelos posts, por mais idiotas e ofensivos que possam ser.

Luís Eduardo disse...

Consertando o comentário anterior (acabei digitando uma parte errado), no lugar de "banir" coloca-se: se realmente ele persegue e ameaça as pessoas que denunciam, eu apoio a denúncia e processo jurídico.

Deh disse...

A PAGINA FOI DELETADA DO FACE!UHUU

Deh disse...

opa, acho que só estou bloqueada, a pagina ta na ativa ainda :(

Carla Fernanda da Silva disse...

E-mail para deúncia:
crime.internet@dpf,gov.br

Já denunciei, mas acho que outras dedúnicias devem ser realizadas e que os criadores da páginas respondam criminalmente.

Anônimo disse...

Olá a todos!

Eu acho que encontraram o perfil real do bobão que comanda o "Lobo da Insanidade".

Descobriram este aqui:
http://www.facebook.com/juliano.damasscheibe

Não tenho certeza se é ele, mas pelo perfil e pelas fotos e postagens dele parece ser uma pessoa perturbada mesmo. E é um moleque para completar... típico.

Descobri este perfil através desta postagem aqui (a Juliana postou o perfil lá):

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=456342047752158&set=a.338088462910851.89342.338085569577807&type=1&theater

---------------------------------

Lola, é a primeira vez que comento em seu blog, simplesmente ADORO ele!

Sou feminista, e me tornar feminista (ou seja, abrir os olhos para a realidade) foi o melhor dos acontecimentos! Hoje me sinto leve, feliz e livre de culpas que o machismo me fazia sentir.

Obrigada pelo esforço que você faz escrevendo estas postagens, eu me emociono muito com muitas coisas aqui no seu blog.

Esse mundo vai mudar para melhor, eu creio nisso! (agora sim eu creio!).

Beijos e felicidades para você e todos os outros feministas daquí.

Ass: I.N.

Karina G. B. disse...

Veja, nos EUA ocorreu uma situação semelhante. Havia uma página que fazia "piadas" com aborígenes. O pessoal pedia para o Facebook tirar, e nada; a resposta deles era sempre a mesma: a página não violava a política deles. Mas aí, fizeram um abaixo assinado no Change.org e a página foi finalmente retirada.

Referência: http://tvcbi.blogspot.com.br/2012/08/brincadeiras-racistas-geram-revolta-de.html

Eu fiz um abaixo-assinado no Change.org. Talvez a gente consiga tirar a página do ar por este método. Só tenho 21 assinaturas até agora, por favor, assinem e divulguem para conseguirmos mais. Aqui está o link para assinar:

http://www.change.org/petitions/lobo-da-insanidade-quero-que-o-facebook-exclua-essa-p%C3%A1gina-e-o-perfil-do-autor

Anônimo disse...

Fernando Luiz:" quem deveria administrar o que é permissível ou não é o Facebook (é um órgão privado, é ele que diz o que deve ou não deve ser publicado lá)"

Sinto te informar, mas existe Leis neste País!!
Gosto muito do que disse o Desembargador Fortes Barbosa sobre estes tipo de argumento: "O Estado tem obrigação de garantir o respeito aos direitos fundamentais das pessoas não só nas suas relações diretas com os cidadãos. Deve protege-los também nas relações entre pessoas físicas e jurídicas.

Luís Eduardo disse...

Anônimo, é uma questão bem séria. A partir do momento que ele faz piadas com conteúdo polêmico, ele não ofende ninguém diretamente, mas o Facebook teria o direito de retirá-lo se quiser, é um órgão privado, não uma democracia- do mesmo jeito que a Lola tem direito de apagar os meus comentários, se quiser. Mas, se realmente houve (e está claro que houve) perseguição e ameaça, aí é indiferente se é privado ou não, foi algo praticado diretamente contra alguém.

O que estou querendo falar é que, do mesmo jeito que quem está nesse fórum tem o direito de clamar pelos ideais feministas, quem está fora tem o direito de clamar o contrário; o que não pode é um ter o direito de calar o outro. Quando Rafinhas Bastos fez a infame piada do estupro (não gosto dele como comediante, mas isso não muda o que viria a seguir) houve uma manifestação de vítimas de estupro em frente ao bar onde ele se apresentou, e ele apoiou, pedindo para que permitissem eles fizessem aquilo, por um simples motivo "Eles tem o direito de não gostar da minha piada e de protestar contra".

Por mais que eu ache justa (ou, melhor, necessária) a luta pelos direitos iguais entre os sexos, não concordo eu calar quem não ache tal luta justa também, mas, claro, por isso, como o Lobo da Insanidade também apresenta histórico de perseguição a quem o denuncia, é justo que ele seja retirado. E, não, antes que alguém fale "é porque você é homem", já vi vários "discursos de ódio" contra "grupos o qual eu pertenço", apenas creio que, quando se fala em liberdade, as nossas pessoalidades são desconsideradas; afinal, não é porque não gostaria que um feto meu fosse abortado que eu irei proibir todos de o fazer.

Lala Mendes disse...

Lola, eu não consigo dizer nada, porque eu estou mega assustada com tudo que eu li. Me lembro de um blog que também insentivava o estupro e o assassinato de mulheres, e me lembro também que a polícia federal pegou os autores e eles foram devidamente punidos. O que acontece com o facebook? Por que ninguém toma uma atitude? A página é em português. Nos EUA você pode até dizer o que quiser se não fizer nada de errado. Mas isso é Brasil. Esse tipo de coisa não é permitida. Queria entender exatamente como se dá a impunidade. Isso tudo me deu nojo. Me deu raiva. Me fez pensar como uma mente pode ser tão perturbada a esse ponto. (Tô com crise de gastrite!) o/

Dani disse...

Lola, a página sumiu! \o/
Mas como postaram lá n'O machismo nosso de cada dia, não se sabe se foi o facebook ou os administradores da página mesmo...
Cada vez que eu me lembro do nhénhénhé EU PAGO PRO FACEBOOK blábláblá meu dia fica um pouco mais feliz!

Abraço Lola!

Ps. Assim que vi esse lixo publicado aqui, tive certeza que era questão de tempo para a página ser derrubada.

Mirella disse...

Olha, o pessoal da Feminismo sem Demagogia postou que o Totó da Insanidade teve a página ~sumida~ menos de 18h após a polícia federal dizer que estava encaminhando o caso para a Divisão de crimes cibernéticos. Houve a recomendação ainda de fazer um B.O., mas não deu tempo, a página sumiu antes.

OU SEJE, o totó enfiou o rabinho entre as patinhas ou ele vai ter que pedir devolução do seu rico dinheirinho pro feice. Aguardemos.


(parece que a PF discorda um tiquinho da tese "não gostou de apologia ao estupro não acesse a página")

Igor Albert Canavarro disse...

"só acho que o facebook nao vai durar muito. já tem informações de que muitas pessoas estão abandonando o site. penso que essas redes sociais tem prazo de validade. ao menos gosto de acreditar que sim, que em algum momento as pessoas param e pensam: nossa, que ridículo isso aqui."


O mesmo diziam do Orkut e do Twitter e eles tão aí, firmes e fortes (O Orkut nem tão forte assim, mas o Twitter...).

Ladyprimata disse...

Tinha um evento q aconteceria lah em Alagoas, mas houve tanta denúncia e discursos de repúdio, q o evento foi cancelado, talvez as mentes insanas estavam mais desatualizadas q minha avó qt a dimensão q os acontecimentos tiveram.

Marcelo Sander disse...

O que esperar de uma rede social que foi criada, à princípio, para "avaliar" mulheres universitárias? O machismo está na essência do Facebook.

Glauber disse...

O FB até que tem certa utilidade, não muita, mas tem. Repassar informações censuradas pelos apologistas da liberdade de expressão, por exemplo. Claro que se pode usar outras ferramentas, mas esta (FB) tem a capacidade de multiplicação bem grande. O twitter também, mas tem suas limitações. Quanto a estes imbecis potencializados por cqcs da vida, o que deve ser feito é denunciar para a PF e esquecer, pois querem que falem deles e são covardes. Fico imaginando um oficial de justiça entregando uma intimação para um cagalhão deste depor na PF. Provavelmente ia chorar e os esfíncteres todos se afrouxariam.

Ju disse...

Diria mais, Marcelo. Diria que a MISOGINIA está na essência do facebook. Eu não estou lá, mas as páginas feministas tem que continuar lá, as feministas que estão lá quem que ficar. Se vcs saírem só fica o lixo.

-----

Luis Eduardo, que conversa fiada, hein.. pffffff


--------------

Agora que a página caiu. CHORA LOBINHO!!!!!!!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Ari Gomes disse...

olha esses tipo de coisa me deixa super furiosa.Eu sei pq estou passando por isso alguém invadiu o meu face minha privacidade,e usou o meu nome e o da minha irmão so pra me prejudicar eu quero excluir essa foto pq ela esta me afetando e gostaria q vc me explicasse direito como é q faz com esse negocio de identidade pra excluir essa foto e excluir o face desse ser pq tenho quase certeza q essa pessoa me hackiou. Ficarei grata pela ajuda

Luís Eduardo disse...

Não, Ju, não é conversa fiada. É bom que a página tenha sido fechada, eles eram abusivos (onde já se viu publicar o endereço de quem denuncia a página?), mas, também, não creio (repito, não creio, é algo pessoal) que alguém deva ser proibido de fazer piada que quiser, por pior que seja o gosto da piada. As vezes é difícil explicar quando você é a favor de uma causa (feminismo/ igualdade entre os sexos, neste caso), mas não querer em calar quem não concordar com ela. Numa comparação, o mesmo com o ateísmo, por mais que eu concorde com a descrença em um deus, não tenho o direito de calar os líderes de igrejas a condenar aqueles que não tem fé.

Mas, bem, se a justiça brasileira permite processos em caso de "discursos de ódio" (algumas das postagens me assustaram, de verdade), que o faça.

Vivi disse...

Oi Luis. "não creio....que alguém deva ser proibido de fazer piada que quiser, por pior que seja o gosto da piada."

Esta é uma coisa que me pergunto e não tenho opiião formada ainda.
Por um lado, entendo quem argumenta assim. Pssa pela questão de liberdade de expressão, e se for o caso de danos a alguém que tenha processo ou que seja criticado. Ou seja, fala o que quer, mas arque com as responsabilidades (de ser criticado).

Por outro lado,se abraçarmos esta ideia, abre caminho para piada sobre pedofilia, assassinato, etcetc..não é isso?
Sei lá, pode ser que vc esteja certo, pois como o racismo por. ex. a pessoa é livre para se expressar o seu racismo, só que se expressar assim vai ter seu preço, é isso não?
O problema é que como o machismo não é condenado e a "piada" carrega o indevido privilégio de ser arte (e estar acima de tudo, como a LOla disse o documetário tb), acaba que se alguém faz piada deste tipo não vai dar em nada a não ser reforçar tal ideologia..
É complicado.
Abraços

Priscila disse...

Mas, Luís, não se trata de um simples caso de "não concordar".

Quem não concorda com o feminismo são os mascus, por exemplo. As páginas deles podem ser ridículas, mas não podemos exigir que sejam tiradas do ar. Eles são livres para dizer as bobagens deles e nós somos livres para rir da cara deles.

Já o Lobo é (era?) uma página de apologia/incitação ao crime.

E é muito cômodo querer se safar de uma acusação de apologia ao crime sob o pretexto de "humor controverso". O humor é um discurso como qualquer outro. Se você faz um discurso de apologia ao crime, humorístico ou não, tem de responder por ele.

Galera esquece que liberdade de expressão implica em responsabilidade sobre a tal da expressão.

Mirella disse...

Vamos lá:


humor NÃO É HABEAS CORPUS.

Liberdade de expressão NÃO É HABEAS CORPUS.

Não basta colocar "rsrsrsrsrs" no final de uma frase no imperativo - logo, uma ordem - para dizer "sou controverso hihihi". Sabe, vai ser raso em piscina infantil.
Postar "estupre um órfão, para quem ele vai contar? rsrsrs" não é liberdade de expressão. Da mesma maneira que ser racista não é liberdade de expressão. Discriminação NÃO É LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
Expressar misoginia, racismo, homofobia e outras discriminações não são "maneiras de se pensar", não enquanto pessoas morrerem ou tiverem direitos cerceados por conta disso.
Dizer "afogue um nordestino" não é liberdade de expressão.
Dizer "estupre" não é liberdade de expressão.

Etc etc etc.

Existem maneiras e maneiras de se expressar. Se você escolhe a apologia a algum crime para fazê-lo, vai ser responsabilizado sim, pode "discordar" o quanto quiser.

Luís Eduardo disse...

Pois, bem, fico feliz em,a gora, ter o meu post inteiro lido. Gostei dos argumentos dados, mas, bem, não há muito sentido em racionar a liberdade de expressão, ou, se não, ela não seria livre. É um pensamento particular, não concordo com grande parte da constituição brasileira, mas, quanto ao caso do "Lobo da Insanidade", volto a dizer, concordo com a punição- para mim toda a ideia deve ser liberada, desde que não haja prática real de crime, o que, no caso dele, não houve.
_____________________
Para a Vivi. Tudo, simplesmente tudo, incluindo assassinato e pedofilia, podem e, até certo ponto, devem virar piadas. Não gratuitas, claro, mas a ironia, desmitificar um assunto, acabar com barreiras morais; esses são os melhores jeitos de pensar e dissecar um problema. Não se deve impor limites para o humor, por mais que seja sobre temas incômodos, mas não se deve abraçar tudo que é sobre tema incômodo como genial.
______________________
Priscila e Mirella, vamos lá. Não concordo com a existência desse crime "apologia" (não concordo, porém, legalmente, isso não muda nada), mas, como eu disse, a página deveria ser fechada, ela estava apresentando um perigo real (perseguição, ameaças e quebra do direito de reclamar), mas "apologia" é algo muito vago.

Creio que vocês já assistiram Kill Bill, Cães de Aluguel, Prelúdio para Matar, O Cavaleiro sem Cabeça ou Sweeney Todd (os dois últimos me refiro aos de Tim Burton). Pois, bem, são todos filmes, filmes que não "se levam a sério", são devaneios de um criado (como eu espero que esse "Lobo" seja), mas todos os filmes estilizam a violência. Em Prelúdio para Matar vemos o sangue esguichar, voar, tudo leve e belo, os filmes do Argento são assim, ele praticamente fala "veja como é bonito esfaquear alguém". Em Kill Bill, o sangue é parte do cenário, isso fica mais do que claro na cena em anime; o sangue é vivo e compõe a imagem para ela ficar mais bela, toda a violência extrema que ocorre é para mero delírio visual, e o mesmo ocorre com os outros da lista, nele o sangue e violência são coisas belas e vazias de maior significado, e são vendidas como tal.

São "apologias à violência", ora. Não vou querer comparar diretamente os filmes que citei acima com frases sem a mesma "beleza", postas no Facebook por alguém desocupado, mas a razão para existirem é a mesma (devaneios irreais- assim espero- de um criador). Como eu disse antes e volto a dizer mais uma vez, apenas para deixar claro, a partir do momento que deixou de ser isso para agir, de fato, como criminosos (ameaças FORTES, perseguição, quebra de sigilo, etc.), não importa se eles fazem piadas sobre estupro ou narram contos de fadas, devem passar por um processo jurídico.

Apenas para terminar (e quem teve saco para ler até aqui), não peço para que vocês parem com a militância feminista, muito pelo contrário, é necessário ter pessoas reclamando do ponto de vista das outras (não criarei um "nós contra eles" aqui), vocês precisam reclamar assim como eu vim aqui expor a minha opinião, apenas não acho que algo, independente do que seja, deva ser fechado apenas porque um grupo não concorda com o seu conteúdo (apenas pelo conteúdo, abusos reais devem ser punidos)- você tem o direito de não concordar e reclamar, mas não o direito de forçar juridicamente que algo seja retirado porquê achou o conteúdo repugnante.

Luís Eduardo disse...

Apenas para explicar melhor ali em cima, são ideais pessoais e, melhor dizendo, de algo que eu considero "ideal" (estamos numa democracia que proíbe o aborto e força o voto- estamos longe disso).

Ju disse...

Pra mim quem faz piada com pedofilia é doente. Nunca vou ver uma pessoa dessa como engraçada. Pra mim é um pedófilo enrustindo (ou não). Vou tratar de me afastar desse ser (e todas as crianças que estiverem por perto tbm). A mesma coisa com piada de estupro (a primeira coisa que penso é: esse daí já estuprou alguém ou vai estuprar um dia), com piada sobre violência doméstica (alguma dúvida que Nelson Rodrigues bateu em alguma mulher? várias?) E não tenho nenhuma dúvida que quem está por trás do perfil do lobo são PSICOPATAS. Tem que ser caçadxs e enjauladxs. Fim.

Noslen Salem disse...

http://www.publico.pt/mundo/noticia/grupo-extremista-quer-pagar-a-mulheres-ciganas-para-serem-esterilizadas-1580207

Olha isso Lola. Discriminação é tratada na Romênia como de fato é.
Às autoridades da Roménia pedem agora que “ponham em prática todas as medidas legais para garantir que afirmações extremistas e discriminatórias [como as do NAT88] sejam impossíveis de publicar”, sob pena de “serem uma séria ameaça ao princípios e valores democráticos”.

Stella disse...

Topei acidentalmente com essa matéria que explica um pouco o processo e os critérios de moderação do FB.

http://www.gizmodo.com.br/gawker-por-dentro-da-brigada-anti-pornografia-e-violencia-do-facebook-onde-um-%E2%80%9Ccapo-de-fusca%E2%80%9D-e-mais-ofensivo-do-que-uma-cabeca-esmagada/

Luís Eduardo disse...

Ju, isso vai um pouco além. Você está sendo um pouco extremista, como eu disse antes, na criação não a limites, e, tentando explicar a ironia, as vezes o melhor jeito de expor a idiotice alheia é por meio de piadas. Séries como South Park e os Simpsons e o blog da Cleycianne, por exemplo, são muito bons nisso; no blog da Cleycianne (nem eu esperava coisas além de ataques descerebrados), ela ironiza a bancada cristã com piadas homofóbicas- aqui a "piada" não são os gays, mas, sim, o pensamento reacionário deles.

Poderia listar várias outras obras que fazem algo parecido. As piadas com a ignorância americana no episódio dos Simpsons no qual eles vem ao Brasil (muitos não entenderam que o título "O Feitiço de Lisa" já satirizava isso), o "velho entra e sai" de Laranja Mecânica, a pobreza do cortiço em "O Cortiço", a sociedade brasileira em Brás Cubas, a ignorância humana em "O Guia do Mochileiro das Galaxias", o vazio de uma geração em "O Psicopata Americano". Entendeu? Tentar ser "sério" em assuntos dentro de uma obra fictícia não ajuda a se aprofundar nele.

Ju disse...

Ah, quero deixar claro que todas essas piadas que citei se o ALVO da piada for o pedófilo, o estuprador, o espancador tá valendo!! Com o alvo sendo as vítimas só se está rindo da desgraça do outro, demonstra falta de empatia e crueldade. Aí não é a mesma coisa.

E a página do Lobo não tinha nada de ironia. A maioria dos que curtiam eram adolescentes revoltados querendo pagar de fodões e chocar, ou psicopatas como os criadores da página.

Quildreen "Sorella" Motta disse...

@Cora
> porque... sempre que criticamos "humor" que ridiculariza vítimas de estupro aparece um homem pra dizer que fazemos tudo errado.
>
> gostaríamos muito de saber como deveríamos fazer o certo!
>
> poderia nos iluminar?

Infelizmente, meu comentário apenas aborda a minha opinião e argumentos sobre o que eu acho errado nessa postagem em particular da Lola, e em relação a alguns dos comentários que se seguem. Em momento algum eu disse que sabia da resposta para tudo, e portanto não posso responder "o que deveriam fazer certo", embora eu gostaria de ter essa resposta.

> questionar e criticar “piadas” que dizem “estupre” não seria agir para evitar casos de estupro?

Enquanto não houver evidências que diretamente relacionem piadas que dizem "estupre" e o aumento de casos de estupro, temo que não. Elas apenas constituiriam uma censura envolta em boas intenções.

> por que não existem perfis e blogs e comediantes que dizem “assassine”, “mate”, “agrida”, “bata”, "atropele", "afogue", "esfaqueie"?

No meu perfil de Twitter diz que eu sou um pedófilo asexual. E eu ocasionalmente posto coisas absurdas como essa no imperativo. Não quer dizer que eu realmente seja um pedófilo (eu sou asexual, no entanto), ou que eu queira que as pessoas saiam por aí cometendo coisas absurdas. Aumentar coisas ao absurdo é uma forma bem conhecida de sarcasmo, aliás.

> por que homens acham piadas de estupro que ridicularizam a vítima e não o agressor assim tão engraçadas? por que homens acham piadas que incentivam e não ridicularizam o estupro assim tão engraçadas?

Todos os homens acham? Nenhum mulher acha também? Estupros não acontecem apenas com mulheres, sabe. De qualquer forma, não tenho quaisquer dados para responder sua pergunta de uma forma aceitável.

> consegue perceber que uma piada que ridicularizasse o estupro ao invés de ridicularizar a vítima seriam piadas muito interessantes, pois usam o humor para uma crítica a uma violência que todos dizem achar tão abominável?

Poderiam ser, e poderiam não ser. Há valor em entretenimento apenas pelo prazer do entretenimento, também. De qualquer forma, depende da piada e do contexto.

> será mesmo que todos acham tão abominável assim?

Os valores morais não são os mesmos para todas a sociedade, então a resposta é óbviamente não.

> já que você nos iluminará com lições que nos farão agir corretamente para evitar casos de estupro, por que dizer que não está defendendo a página do lobo, se é exatamente isso que está fazendo?
>
> nós estamos criticando e achando que ela é inadequada e que contribui para naturalizar uma violência que É frequente.
>
> você está dizendo que não. o perfil apenas faz rir.

Eu nunca disse que "ilumaria com lições sobre como agir corretamente para evitar X". E deixei muito claro que não estava defendendo a página. O meu comentário defende a liberdade de expressão, e condena a censura incitada neste post.

Criticar um conteúdo que você não concorda, e promover o debate sobre isso é uma coisa (e uma coisa que eu adoraria ver, na verdade!), mobilizar pessoas para tirar uma página do ar por postar conteúdos controversos é outra completamente diferente, e que não nos leva a qualquer lugar, além de um ciclo vicioso de novas páginas nesses mesmos moldes sendo criados. É por isso que assuntos como a legalização do aborto precisam ser debatidos, e não forçados na garganta das pessoas, de outra forma o como poderíamos diferenciar uma democracia de uma ditadura, e quão melhores seríamos do que uma pessoa que sai por aí matando judeus por não concordar com as visões religiosas deles?

Desculpe a demora para responder, estive ocupado com várias coisas essa semana :3

PS.: Ainda estou um pouco triste por suas generalizações e reduction ad absurdum como forma de argumentos. Mas ainda espero que possamos ter uma discussão saudável sobre esse assunto ;3

Quildreen "Sorella" Motta disse...

Senhor Anônimo que postou a seguinte frase:

> Quildreen, no link que a Lola postou para a página da Liga Humanista tem alguns estudos que mostram que o "humor" depreciativo torna a sociedade mais receptiva à discriminação.

Olharei os estudos assim que tiver algum tempo.

@Roxy Carmichael

Desconsiderarei o tom de "Olha aqui senhorzinho troll, vá se foder", e outros ataques pessoais igualmente desagradáveis, e focarei em suas tentativas de argumentos.

Não conheço Jean-Luc Godard, meus interesses em cinema não são lá essas coisas. De qualquer forma, não posso deixar de concordar que a linha entre realidade e ficção é extremamente tênue. E sim, a ficção também é um retrato da realidade, quando eu citei o questionamento de valores em livros clássicos eu me referia exatamente a isso: racismo não era um problema no passado. A ficção pode também influenciar a realidade, sim, embora eu não tenha qualquer exemplo agora.

Quando eu digo "Enquanto eu posso concordar, inteiramente, em agir para evitar casos de estupro", eu quero dizer "eu posso concordar, inteiramente, em agir para evitar casos de estupro". Eu nunca disse que sabia como, mas definitivamente não é "toque de recolher para as mulheres, burca e jamais tomar álcool" (embora o último possa evitar oportunismos quando não há ninguém por perto para ajudar a pobre moça/rapaz — novamente, percebo que vocês ligam diretamente casos de estupro à mulheres, que embora sejam a grande maioria dos casos, não são os únicos =/). Com essa mesma lógica, podemos deduzir que agir para evitar estupros não consiste em se mover para retirar páginas de conteúdo controverso do ar. Ambos podem ter uma ligação indireta ao aumento dos casos de estupro, atacá-los como se fossem a causa do problema não é uma forma muito efetiva de resolver o problema.

Evitarei de retrucar quaisquer outras coisas sobre sua argumentação, mas em suma, o Luiz Eduardo tem uma posição muito parecida com a minha, mas com um argumentação bem mais objetiva.

Anônimo disse...

ja tiraram

Anônimo disse...

Lola, sou super fão do seu blog!

Me perdoe se eu estiver errado, mas acredito que páginas onde essas ideologias são mais veladas, são ainda mais nocivas. Neste caso do estupro, por exemplo, ninguém que tenha algum bom senso iria compartilhar este tipo de idéia, pela própria "pressão social" de que isso é condenável. O que me preocupa MESMO são páginas como "Orgulho Hetero" e "Filosofia Hetero" (etc), que agrtegam milhares de adolescentes, jovens, e disseminarem idéias machistas, misóginas, homofóbicas e de incitação a violência. A diferença é que fazem isso apelando para o humor, usando idéias que infelizmente são aceitas socialmente (tipo "esses viados só ficam se fazendo de vítimas", "tem mulher que pede pra apanhar", etc).

Agora a pergunta: se custa ao Facebook retirar do ar uma página de incitação escancarada ao estupro, o que esperar das páginas onde se expressam preconceitos "aceitos socialmente"???

Anônimo disse...

Ops... "fão" doeu, desculpe... kkkkk... lógico que diz dizer FÃ!

Anônimo disse...

Ok, vamos por partes porque o Facebook não detectou nada de errado quando você denunciou.

Uma coisa é uma mensagem de ódio verdadeira, que tem como objetivo disseminar o ódio.

Outra coisa é tirassão de sarro. Caso não saiba muitas dessas imagens ai que vocês acham absurdas são nada mais que TRADUÇÕES do que já existe em inglês.

Procurem pelo meme insane wolf.
E procurem saber o que significa meme.

RESUMO: GENTE VELHA FIQUE NO TRICO, DEIXE A INTERNET PROS JOVENS! QUE DE TRICO VOCES ENTENDEM, E DE INTERNET NOS ENTENDEMOS!

Ju disse...

O Quildreen nos comparou com nazistas. Olha que original.


Anon 00:34
Existe gente escrota e psicopata que fala inglês também, bebê. Um montão.
Agora deixa os adultos discutirem e vai compartilhar suas mensagenzinhas do Lobo no Feice pra mostra como vc é fodão.

Vera da Silveira Aguiar disse...

A página do lobo da Insanidade voltou. Um dos e mails que recebi do Ministério Publico dizia que eu deveria ir a delegacia fazer B.o. Poderiamos fazer uma ação. Montar um grupo para fazer B.O em varios Estados, como protesto a página. O que acham?

Verinha moderadora da feminismo sem demagogia


http://www.facebook.com/LOBODAINSANIDADEOFFICIAL

Luís Eduardo disse...

Ju, até entendo que o anônimo aí em cima se exaltou, mas o seu comportamento não está sendo muito maduro. Querer proibir uma piada só porque você achou (sem nenhuma pesquisar ou argumento real) que ela leva pessoas a estuprar é comportamento ditatorial- ninguém deve falar o que é certo ou errado no campo fictício.

Entendo o seu descontentamento quanto ao Lobo e é admissível a punição dele por causa das ameaças, mas, seguindo a sua maneira de pensar, também teríamos que acabar com Raimundos e Gorillaz por causa de suas letras, prender Tim Burton e Peter Jackson por causa de seu humor cruel (a cabeça girando ao redor do pescoço em Cavaleiro sem Cabeça), isso sem contar Argento e Fulci, que deveriam ser queimados vivos.

O que quero dizer é simples: por favor, não fique querendo proibir quem quer que seja de fazer piadas, músicas, livros, filmes ou poesias. Se achar dono da verdade do que é aceitável ou não é algo mais vergonhoso do que a página. Tem uma entrevista do Tarantino que ele explica muito bem como fazer filme com violência estilizada é diferente de ser "violento de verdade", e o mesmo se aplica nesse caso, se alguém faz um texto fictício, querer usá-lo como argumento para crimes reais é absurdo.

Como disse Anthony Burgess "O uso que o escritor faz das palavras não deve ser levado sempre a sério. O presidente dos Estados Unidos usa palavras; o médico, o general do exército ou o filósofo usam palavras e essas palavras parecem se referir ao mundo real, um mundo no qual as taxas devem se impor e retirar, os automóveis se devem conduzir, as doenças devem ser curadas, os grandes pensamentos são pensados e grandes batalhas devem ser combatidas. Nenhum inventor de tramas e de personagens - ainda que talentoso - deve ser tomado como um pensador sério. Nem mesmo Shakespeare".

Cora disse...

quildreen sorella motta,

não entendi qual o seu ponto ainda.

vc acha mesmo q questionar esse tipo de mensagem é censura?

quer dizer, o cara pode falar, mas os q pensam contrário a ele, não?

os mantenedores da página já se mostraram agressivos no contato com os leitores.

ele defende, disfarçado de humor “controverso”, violência contra terceiros.

e agride desafetos usando o mesmo discurso das “piadas”.

ainda acha q não é violência o q ele ou ela faz?

ele ou ela quer o q? ser visto como o lobo em pele de cordeiro?

se ele ou ela estivesse fazendo algo como o tarantino ou o kubrick ou o burton (e não está. claramente não está.), o discurso dele ou dela seria outro nas respostas aos comentários. na verdade os próprios posts seriam outros.

leia qq entrevista do tarantino ou do kubrick ou do burton e veja o nível das proposições e das críticas q eles fazem. não tem nada a ver com o q os lobos insanos fazem. nada a ver.

ele ou ela continua a agressão nos comentários.

na página, comentadores continuam a agressão e ele ou ela não contradizem essas falas.

falas q reforçam as “piadas”.

no mundo real, as agressões são semelhantes.

nas notícias sobre violência sexual a agressão aparece na forma de justificativas e julgamento da vítima, não do agressor.

exatamente como acontece nas piadas.

vc sabe reconhecer sarcasmo e ironia de verdade?

parece q não.

vc confunde frase agressiva com sarcasmo.

confunde violência gratuita com ironia.

se um mundo de gente não reconhece o nosso sarcasmo e a nossa ironia, precisamos olhar pro q fazemos, pois não estamos sendo claros. nem todo mundo tem talento pra ser sarcástico ou irônico.

os insanos certamente não têm.

Cora disse...

vc acredita q os discursos estão dissociados das práticas sociais.

obviamente, estupros ocorreriam mesmo se não fossem naturalizados. mas seriam tantos assim? e seriam tão justificados? seriam filmados e postados na internet?

quer dizer, se esta violência não fosse naturalizada, seria tão prevalente no mundo?

impossível saber. eu aposto q não.

até bispos já disseram q os garotos seduzem os sacerdotes!

mas, pra vc, o discurso está descolado da realidade. e não a influencia e nem é influenciado por ela.

.
.

ah!

nunca disse q apenas mulheres são estupradas. falo de estupro.

disse q homens acham sempre tão engraçado!

todos os homens? evidentemente q não!

nenhuma mulher? evidentemente q não!

existem mulheres e homens q culpam a vítima. mulheres e homens q riem de piadas q naturalizam violência. mulheres e homens violentos. mulheres e homens machistas. mulheres e homens tudo e qq coisa q vc imaginar.

.
.

de fato o mundo não se move ao redor da minha definição de “humor”. tampouco se move ao redor da definição de “humor” do lobo ou da sua definição de “humor”. da mesma forma q ele e vc podem se esforçar pra tornar o estupro “engraçadinho”, podemos nos esforçar pra tornar essas “piadas” anacrônicas e indefensáveis.

estupro é crime. e segundo dizem, hediondo.

só uma sociedade doente ri de vítimas de um crime q é frequente e considerado hediondo.

onde q tá o problema?

em nós, q questionamos esse “humor” controverso? ou naqueles q riem dessas piadas?

numa sociedade ideal, uma violência real e q faz muitas vítimas todos os dias não seria “engraçada”. talvez uma piada q ridicularizasse a violência em si ou o agressor ou as tradições q a possibilita. mas nunca uma piada imperativa, q contribui para naturalizar a violência e q ri da vítima.

nenhum estuprador vai dizer q o fez pq o lobo insano mandou.

mas, cada vez q uma mulher, ao invés de socorrida for estuprada, toda vez q uma criança não for protegida, mas abusada, cada vez q a virgindade de uma menina for leiloada, cada vez q uma mulher for traficada, cada vez q uma garota ou garoto precisar se prostituir pra comer, cada vez q soldados usarem a violência sexual para submeter e humilhar o adversário, a naturalização da violência sexual estará presente.

como esteve desde sempre na história documentada da humanidade.

e as piadas contribuem para a naturalização do estupro.

esse problema não é brasileiro. é mundial. acompanhe as notícias sobre estupro no mundo, se tiver estômago. certamente achará muito engraçado. acontece como nas piadas no lobo.

ele quer fazer a piada mas não quer se associado com a violência real?

a cada vez q uma violência for justificada, a naturalização da violência estará presente.

sem q ninguém tenha q dizer q praticou a violência por causa do lobo insano ou de tradições q riem de vítimas.

recentemente mesmo, uma moça desacordada foi carregada de um lado pra outro sendo repetidamente estuprada por colegas da faculdade. a agressão foi filmada e colocada na internet. como nas piadas do lobo. super engraçado. ri horrores. até chorei. de tanto rir.

vc se diz pedófilo assexual. isso é ironia? é sarcasmo? diz q na verdade não é pedófilo, mas q é assexual. como saber? só pq vc diz? é pra ser engraçado? pra chocar? pra provocar reflexão? q reflexão vc pretende provocar? vc atingiu seu objetivo?

.
.

e pra encerrar...

vc disse:

“então o problema a se resolver aqui é, claramente, outro.”

repito a pergunta: qual é o problema tão claro a ser resolvido aqui?

quero mesmo saber. não estou sendo irônica.

ps. eu é q deveria estar “triste”. no entanto, estou apenas tentando entender a linha de raciocínio de vcs, piadistas. e não se preocupe com o tempo das respostas. às vezes tb demoro pra responder.

pps. e não me diga q, mesmo rindo de piadas como as do lobo e colocando em seu perfil q é pedófilo, vc seja assim tão sensível, q um comentário tão pudico qto o meu, quase bobo, te deixa triste. cê tava sendo irônico, né?

Anônimo disse...

Não adianta ficarem reclamando que o Facebook bane a nudez e deixa a piada. Quando você se registrou no Facebook, você aceitou LEU e ACEITOU os termos dele certo? Então se não gosta da decisão do facebook, NÃO USE O FACEBOOK.

O Facebook é um site PRIVADO, logo ele faz o que bem entende com o seu conteudo, ele não tem que te dar satisfação alguma! Se ele quiser remover ele remove e fod@-se, se quiser manter ele mantém e fod@-se. Agora ficar ai a patrulha da moral querendo forçar uma atitude do facebook QUE É UM SITE PRIVADO E VOCÊ NÃO PAGOU UM CENTAVO PELOS SERVIÇOS DELE E CONCORDOU COM OS TERMOS, é absurdo que vocês ficarem querendo mandar na internet e no facebook. E outra, mesmo que você denunciem pra policia e sei la o que, o que a policia pode fazer se os dados não estão em territorio brasileiro? Brasil não tem autoridade nenhuma lá fora.

Podem falar mal de quem quiser, mas ficarem criticando o facebook, affffff. Não usem então o facebook, vão lá pro orkut kkkkkk, la só tem teia de aranha mas existem alternativas.

Naty disse...

Lola, depois de ver sua postagem eu fui atrás da página (como existem páginas iguais com o mesmo conteúdo absurdo!) e procurei denunciar todas (não no face, que não da em nada, na polícia federal mesmo) e, apesar de não ser muito, espero que isso seja o suficiente pra eu poder dizer que estou fazendo uma parte da minha parte.

Enfim, como eu não sabia como entrar em contato com você, eu vou fazer por meio desse comentário. Gostaria apenas de indicar um post sobre o rapex que uma amiga minha fez em seu blog há alguns meses e ele vai de acordo a tudo que você está sempre pregando aqui no blog. Acho que você gostaria muito de ler. http://porcausadepandora.blogspot.com.br/2012/07/rapida-consideracao-sobre-o-rapex.html

Anônimo disse...

Desculpa eu te informar isso, mas o conteudo do facebook não se encontra no Brasil, logo os tentaculos do poder brasileiro não chegam até lá. E nos Estados Unidos as piadas de humor negro não são consideradas crime. Logo unica coisa a ser feita é ignorar a pagina, se desde o principio ninguem tivesse dado atenção, não teria gerado polemica e a muitos nem teriam ficado sabendo.

Anônimo disse...

A página é de humor, você pode não gostar das piadas, pode achar ofensivo, porém tem gente que gosta das piadas, eu achei super engraçado... Não estupro ninguém, sei que era apenas uma piada, tem gente que gosta de rir de coisas sérias e não se levar a cair em depressão...

Ninguém obriga ninguém a participar da página, não achou engraçado você pode deixar ela lá, ela não vai te seguir, não vão te obrigar a ler as brincadeiras. Como eu posso não gostar do seu blog e achar ruim, sim é o que eu acho, vejo mais ódio na sua postagem, que diz para mim tipo assim: - Não gosto destas piadas, e por isto NINGUEM vai poder contar, vou lutar contra humoristas!!! Quero censurar tudo que eu não gosto.

É óbvio que estuprar é errado, mas você tem que saber o que é ficção, e o que é realidade, apologia é incitar a um crime, ironizar com uma situação ou falar um absurdo é outra coisa. É óbvio que o LOBO DA INSANIDADE não é um estuprador, é apenas um cara que tem um mal gosto de humor( ou gosta de um heavy humor).

Vamos rir mais, e parar de contaminar o mundo com o vírus da maldade que está nos corações de vocês, lutando contra obras de ficção, não é mais fácil você ir lutar contra estupradores, abrir investigação, ou sei lá... Só vejo hipocrisia.

Anônimo disse...

Eu conheço páginas de humor negro e afirmo que essa página nada tem de humor negro.
Página de disseminação de ódio apenas.
Provavelmente gerida por neo-nazistas.

Anônimo disse...

Hipocrisia?Da um tempo!Também sou contra todo esse papo de moralismo e censura ao humor.Mas veja bem,eu disse HUMOR.Sou estremamente liberal,mas há que se ter bom senso,piadas de mau gosto,ok,uns gostam,outros ñ,é só questão de opinião.Acontece que estupro ñ é nem nunca vai ser assunto pra brincadeiras,ñ se pode banalizar o assunto.Queria ver se tentassem comer teu cu a força e alguém tirasse sarro disso,será que ainda acharia graça?O pior de tudo é dizer que falar em estuprar CRIANÇAS pode ser engraçado!Engraçado pra quem?Só se for um filho da puta desgraçado desumano!Ñ sei se vc tem filhos,mas se tivesse,acharia graça se um amiguinho seu,"humorista"dissesse que seria bom e certo estuprá-lo?Se continuar a achar certo,então enfie algo bem grande no cu,até perfurar seus intestinos,depois me diga se gostou!Qualquer um que se preze,que
saiba o que é empatia(e que sinta),sequer cogitaria "rir"de algo que só faz chorar,só causa terror.Digo mais,esse cara,ou esses por trás desses absurdos,ñ podem ser boas coisas,se fosse,teria que ser mais criativo e fazer humor de verdade.Essa coisa saiu de uma MULHER e já foi CRIANÇA,só lamento que algumas ainda ñ saibam educar,se todas pensassem e agissem como eu,ah,aí eu garanto que nem estaríamos comentando isso!Com as fracas é fácil,quero ver ser "macho"frente a uma mulher que se preze.Fácil,fácil faço esse lobinho covarde sair com o rabinho entre as pernas!A propósito:se ñ curte,o que tá fazendo aqui? Me chamo Ana Paula,mulher com muito orgulho,com certeza nada inferior a ninguém só prq ñ carrego "um penduricalho"entre as pernas!!!

Anônimo disse...

Luís,achei vc bem racional,e razoável.Concordo com quase tudo.Mas aí tem um detalhe:lutar por direitos iguais,e o debate de opiniões diferentes é bem diferente do que frases diretas de apologia ao crime.É claro o direito a livre expressão,mas crime é CRIME!Dizer-se a favor do estupro ñ é o equivalente a afirmar que somos iguais,ou seja lá o que for.Também sou ateia,ou ateísta,tanto faz o termo correto,mas o meu direito de ñ acreditar em deus,e declarar isso a quem quer que seja,ñ configura crime prq ñ fere ninguém,agora vc há de convir,que se eu dissesse que todos os crentes deveriam morrer e sofrer abusos,e saísse por aí pregando isso,espalhando cartazes com palavras de ordem,afirmando ser isso o certo a se fazer,por acaso ñ seria crime?De apologia ao assassinato e ao estupro?Ou vc é daqueles que prefere o remédio a prevenção!Depois que a tragédia já aconteceu,ñ adianta chorar.Essa merda ñ é humor e nunca vai ser,mas vc diz que nada ainda aconteceu de concreto.Então somente no dia que algum ridículo se declarar influenciado por isso,é que essa merda deve ser retirada?A dor da vítima,tbm será "apagada"?É claro que quem quiser,vai cometer com ou sem página!Mas isso ñ da o direito a ninguém incentivar ou apoiar o que é crime,e a livre expressão ñ se aplica aí,prq o seu direito termina onde começa o meu!Simples assim.