domingo, 15 de julho de 2012

UM POUCO DE QUASE TUDO

Eu ontem de manhã

Viajei um pouquinho nessas férias. Bem pouquinho. Mais pra frente eu e o maridão passaremos alguns dias em Taíba e Cumbuco. Deste vez voltamos a Fortim, que fica a uns 130 km de Fortaleza, antes de Canoa Quebrada, que é muito mais famosa. Estivemos em Fortim em janeiro e gostamos muito. É lá que o maior rio cearense, o Jaguaribe, que tem 600 km e banha várias cidades, se encontra com o Atlântico.
Li numa revista que Jaguaribe, em tupi guarani, quer dizer Rio das Onças. Quando relatei isso pro maridão, o iluminado respondeu: “É mesmo! Jaguar é onça, ibe é rio, por isso Jaguaribe é rio das onças. Assim como Peruíbe deve ser rio dos Perus". Única explicação possível!
Fortim é linda e, por não ser nada badalada, barata. Onde mais no mundo a gente vai encontrar sorvete de massa por um real (duas bolas), ou 70 centavos, uma bola? E o sorvete não é italiano, mas não é ruim. Tudo bem, deve ser a única sorveteria no mundo que não oferece sorvete de chocolate. Em compensação, tem sorvete de capuccino (bem bom), vai entender.
Passeio de barco por 20 reais por pessoa, excelente pousada (de uma professora, Eva, que dois anos atrás, divorciada do marido, vendeu o carro e decidiu transformar sua casa em pousada. Já tem dez quartos com TV, ventilador e frigobar; sua ambição é ter vinte) por R$ 60 a diária pro casal (e cabem quatro pessoas no quarto), deliciosa pizza bem pertinho, e um rio limpo e deslumbrante à disposição, em Canto da Barra (a 2,5 km de distância da pousada). Pra quem prefere mar, tem o Pontal do Maceió. Li que Hugo Carvana filmou seu Não se Preocupe, Nada Vai Dar Certo lá e em Morro Branco, que também é linda, com suas falésias coloridas.
Fomos na quinta e voltamos ontem. Por isso eu não estava aqui, mas vcs nem devem ter notado. Deixei a moderação dos comentários com minha mãe, que algumas pessoas mais antigas conhecem como La Mamacita (do tempo em que ela ainda comentava). Acho que ela fez um ótimo trabalho. Ela disse que foi tranquilo, apesar de um ou outro mascutroll que insiste em ser deletado, e confidenciou: “Aquele Fábio [um dos trolls mais insistentes] é um nojento”.
Por falar em coisas nojentas, hoje é Dia do Homem. Bom, isso não seria nojento se ficasse só na esfera comercial, ou seja, se fosse mais uma data que o capitalismo cria pra vender produtos que não precisamos, que é no que andam transformando o Dia Internacional da Mulher, uma data de luta no dia 8 de março. Mas criar dia do homem é meio como que fazer Parada do Orgulho Hétero ou vestir camiseta 100% Branco -– é necessário? É medo de perder seus privilégios?
Por coincidência, pelo que me informou um leitor querido, o Koppe, hoje é também o dia em que se celebra Rowana, a deusa árvore e senhora das runas na mitologia celta, que está associada a uma religião feminista, a Wicca. Não creio que os mascus saibam disso, mas o fato é que eles não gostam que o Dia do Homem caia em 15 de julho, e acham que deveria ser 19 de novembro, que é o dia internacional do que dar de presente para quem já tem tudo? homem.
O fato é que os próprios blogs e fóruns mascus, ou a maioria deles, estão ignorando solenemente o dia do homem. O que faz sentido –- afinal, a ideologia mascu se preocupa muito mais em falar mal de mulheres e outros grupos historicamente oprimidos que de mexer uma palha pra melhorar a situação dos homens.
Como mascus vivem num universo alternativo (tanto que falam de patriarcado como se fosse coisa do passado, e juram que vivemos numa sociedade b*cetista e, óbvio, sob uma ditadura gay), eles têm certeza que todos os governos do mundo (exceto os de países islâmicos) conspiram contra os homens. Algum mascu redigiu, ou traduziu de seus colegas americanos, um manifesto em que reclama que “as autoridades constituídas simplesmente parecem preferir desconsiderar o valor dos homens em todos os assuntos (saúde, segurança, moradia, família, trabalho, direito etc), ou seja, desprezam cerca de 50% da população”. Ah, os mascus! Nem parecem estar se referindo à mesma espécie que ganha salário 30% maior que o das mulheres, ou que possui 99% de toda a propriedade no mundo!
Se, ainda assim, alguém quiser presentear um mascu pelo seu dia, meu livro não é uma boa pedida, admito. Terá melhor aceitação o livro do filósofo Pondé, que mascus definem como “um dos poucos acadêmicos brasileiros que não é esquerdista e honra as bolas que tem”. Vi hoje num fórum mascu um desses seres dotados de inteligência superior recomendar o livro de Pondé para outro: “Tem 264 páginas, mas a maioria é figura”.

Algumas notinhas:
- Amanhã publicarei um post sobre o terrível ataque de uma multidão de homens a uma jovem de 17 anos que saía de uma festa num bar, em Assam, Índia. Para quem já quiser se informar, procure notícias sobre Guwahati molestation.
- Faz tempo que quero escrever sobre Anita Sarkeesian, mas agora que a Arena fez isso, não sei se é necessário. Pra quem não sabe, Anita tem uma excelente série de vídeos sobre tropes, clichês de como a mídia vê as mulheres. Anita cometeu o crime de pedir doações de quem a assiste para fazer uma série sobre mulheres e videogames. Esse simples pedido fez com que milhares de trolls que habitam fóruns e sites sobre videogames, e que não admitem que meninas possam gostar e ser boas nesse meio, atacassem Anita de todas as formas possíveis. As únicas boas novas que vêm de uma notícia dessas é que ficou claro pra quem quer ver que a trollagem contra mulheres é muito maior e mais virulenta que contra homens, e que Anita já arrecadou mais de 160 mil dólares. Originalmente, ela havia pedido 6 mil.
- Uma leitora sugeriu este vídeo como trilha sonora oficial dos mascus, mas este do mesmo Jonlajoie é mais apropriado. Ideal, eu acho.
- Este artigo em inglês me foi recomendado ontem, e é bem interessante: como meninas autistas não são diagnosticadas como autistas, apenas porque autismo é visto como predominantemente masculino.
- Manchete mais divertida dos últimos tempos: Operação Deus Tá Vendo prende cinco pastores. Parabéns à polícia civil gaúcha pelo nome da operação. Ah sim, por prender os corruptos também.
- E este post de uma moça que sentiu-se ajudada pelo meu bloguinho para superar sua culpa por ter sido estuprada fez meu dia. Minha semana. Meu mês? Obrigada.
Rio Jaguaribe, Fortim. Que vcs tenham um dia assim.

19 comentários:

B. de Campos disse...

Impressionante como a falta de argumentos leva ao ódio. Um ódio gratuito com agressão verbal e linguagem chula, simplesmente perpetuando o que um ou outro neandertal diz desde a Idade Média... Ela nem mencionou censura ou nada parecido, é só um projeto de debate, de repensar ideias ultrapassadas... Qual o grande pecado nisso?! Qualquer pessoa realmente estudada nunca seria contra a proposta.

Blanca disse...

Que lugares maravilhosos, Lolinha. Lindos de morrer.

Sonho em conhecer cada estado Brasileiro, pelo menos as capitais. As praias do nordeste são lindíssimas, ein?

Nyckynha disse...

Pra mim mostrar esse dia como dia do homem é impor mais uma vez o patriarcado sobre o matriarcado assim como fez a igreja católica.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Se esse dia do homem tivesse algum objetivo útil como repensar certos conceitos, discutir problemas, buscar soluções até que seria interessante, afinal esse é (ou pelo menos a princípio era) o objetivo de datas como dia da mulher, da consciência negra, do orgulho gay, da visibilidade lésbica, etc.
Mas pelo visto é uma tentativa furada de virar mais um dia das lojas faturarem com presentinho que não pegou.

Panthro disse...

Na verdade, Peruíbe quer dizer rio dos tubarões. Tubarão é iperu em tupi.

Andréa K. disse...

olá Lola! quando é que o maridão começará o show de Standup comedy?

"Peruíbe, o rio dos perus" foi ótima.

Sara disse...

Lola fico feliz quando vejo as fotos dos lugares maravilhosos que ficam ai tão perto de vc, e saiba que sempre penso que vc merece estar em lugar lindo assim, deve ser a paga por tanta trollagem e ameaças que vc sofre.
Quanto ao dia do homem, esse ser que nós mulheres tanto amamos mas tanto tememos , é difícil ter alguma coisa boa pra dizer a eles, a não ser para aqueles que conseguiram se despir
de toda construção patriarcal, de todos os privilégios que essa condição lhes dá e puderam ver mais alem, o quanto o machismo lhes prejudica Tb, e o quanto ele é injusto socialmente.
Para esses meu apoio , meu amor, meu respeito, minha amizade .
Foi bem difícil ver as cenas do vídeo da Índia que vc postou Lola, acho que esse vídeo é uma prova cabal de que tudo que a sociedade machista fala sobre o estupro ser provocado pela mulher vem abaixo, em uma sociedade extremamente machista como a da Índia, como é possível que TANTOS homens ajam como bestas feras com uma garotinha indefesa, ainda por cima diante de câmeras que filmavam tudo, fico pensando o q não fariam se não estivessem sendo filmados, vão dizer os machistas de plantão que toda aquela horda eram psicopatas, doentes, e que a menina estava com roupas provocantes.
Ao ver cenas como essas Lola da um desânimo tão grande, e uma tristeza infinita.

Elvis disse...

“Tem 264 páginas, mas a maioria é figura” engasguei de rir kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Juro que nunca tinha ouvido falar nesse dia do homem, aí tava eu de boa no face hoje e um monte de gente compartilhando "feliz dia do homem". Me lembrou bem "dia de orgulho hetero" mesmo, ainda bem que esse não vingou.
Isso já existia antes? (no Brasil)
Pela Wikipédia também é dia da capivara, que fofo rsrs

MYNAH DRAKUL disse...

Lola, quando você virá a Curitiba??
Eu vou adorar te conhecer pessoalmente.
Planejo comprar seu livro no mês que vem...

Anônimo disse...

Todo esse lero-lero que vcs fazem contra O Dia do Homem serve apenas pra dar cartaz aos que celebram a data.
Dxaprallah

Anônimo disse...

Oi Lolinha senti sua falta.


Boas férias


Lana

Cora disse...

Sara,

nem acessei o vídeo. já achei difícil ler algumas reportagens. impossível entender pq isso acontece. tristeza infinita mesmo.

D-Dimensões disse...

coincidência, escrevi ontem sobre o Feminist Frequency ontem np meu blog. Mas de acordo com a sra. Collor, coincidência não existe, né?

Unknown disse...

Seu post me lembrou que em alguns lugares do Brasil está quente.

Maíra disse...

Lola

Obrigada por me mostrar o trabalho da Anita Sarkeesian. Mais um blog para seguir junto com o seu.

Rosanna Andrade disse...

Lola, tem razao, este video q vc sugeriu eh ainda mais fiel ao discurso dos mascus!

bjs

Telma disse...

Lola, poderia ser um dia de reflexão sobre a saúde masculina (como exames de próstata), sobre violência doméstica, sobre tantas coisas úteis relacionadas ao homem.
Mas ficamos sempre entre as homenagens publicitárias piegas e masculinismo torpe. Uma pena.

Liana hc disse...

Aposto que o livro do Pondé ficaria ainda mais legal se tivesse figurinha autocolante, cd com jogos e toddynho.

e rachei aqui com o Jon Lajoie "genitaliaaa"

Anônimo disse...

mascu tá se lixando pra Wicca e o que vale a pena que eles saibam é que Nkosazana Clarice Dlamini-Zuma acaba de ser eleita cabeça da Comissão da União Africana, sendo a primeira mulher a liderar a organização.