segunda-feira, 2 de maio de 2011

VIVA A MENSTRUAÇÃO! JÁ OS ANÚNCIOS PRA MENSTRUAÇÃO...

Falo deste anúncio francês totalmente azul mais embaixo, no post.

Hoje é Segunda Vermelha, um dia que vários blogs feministas vão falar de um assunto que envolve quase todas as mulheres em idade reprodutiva: a menstruação. Geralmente não gosto muito de blogagens coletivas, mas reparei que mal tenho tocado na questão da menstruação no blog. Acho que falo tão pouco nisso porque, pra mim, não é algo que interfere muito. Parei de ter cólicas (que nunca foram nenhuma dor excruciante) com trinta anos. Minha TPM é fraquinha. Eu fico mais sensível, mais pré-disposta a chorar, mas não é nada de mais. O maridão discorda. Nem ligo pro que ele diz, porque ele, que não tem TPM, costuma ter infinitamente mais variações de humor do que eu, que estou sempre bem humorada. Ah sim, meu intestino nunca costuma funcionar direito, mas uma semana antes de vir a menstruação ele simplesmente trava. E durante a menstruação ele trabalha que é uma beleza.
Que mais? Tenho a impressão que meu desejo sexual aumenta durante a menstruação, mas, como o maridão não me dá nem bom dia durante minha semana vermelha, não posso fazer muito a respeito. Não vou dizer que adoro ficar menstruada, mas não é nada traumático. Gosto do meu sangue, e sei que em breve entrarei na menopausa, então preciso aproveitar. Além do mais, nunca conheci uma mulher que, pelo menos em algum instante da sua vida, não tenha ficado super aliviada porque a menstruação chegou. (Em compensação, também nunca conheci uma que não tenha tido problema com alguma mancha indiscreta em público, principalmente na adolescência. Mas uma gravidez indesejada é um problema muito mais sério do que alguém saber que, ooohhh, estou sangrando. Dane-se. Lide com isso. Faz parte da vida).
Como menstruação é um assunto tão não-assunto pra mim, decidi incluir aqui alguns anúncios brasileiros e estrangeiros sobre o tema. Porque pense só: se nosso sangue de todo mês é tabu entre a gente, dá pra imaginar como ele é (mal)tratado pela mídia. Há três regras de ouro em (quase) toda a publicidade de absorventes internos e externos: 1) branco é a única cor de todas as roupas disponíveis (Groelândia Fashion Week, nas palavras do genial Laerte); 2) qualquer líquido jamais será vermelho -- geralmente é azul; e 3) toda mulher menstruada é um poço de felicidadade. Atriz em comercial de absorvente não anda –- levita!
Por exemplo, veja este comercial da Intimus Gel. A mensagem é: use absorvente para que os homens possam continar olhando pra sua bunda na rua. Porque é só isso que eles gostam na gente. E isso vindo de uma marca que nos entende. A única mulher que aparece no comercial está rebolando, não falando, ao contrário dos homens. Vou usar minha intuição feminina pra jurar que o comercial foi feito por um time de criação totalmente masculino...
Outro comercial, pelo jeito na mesma linha da campanha, pergunta “Por que as mulheres têm que ter tanta paciência?”. Porque precisamos aguentar muita coisa, responde o troço. Segundo o comercial classista (sai pra lá, motoboy! Se toca!), menstruação é uma cruz, assim como o trânsito e os motoboys. E sim, a marca que entende as mulheres sabe que todas nós deixamos sempre um pacote de absorventes bem à vista de todos, fora da bolsa. No final uma voz diz: “Intimus é como você, porque ele tem que aguentar muito mais”. É, eu acabei de ser comparada a um absorvente descartável assim, na cara dura.
Este é de uma marca chamada Única. Qualquer comercial que comece com generalizações babacas como “Toda mulher é...” ou “Toda mulher gosta de...” deveria ser abolido. Este repete montes de vezes “Toda mulher é vaidosa / romântica / confusa / delicada / sensível / decidida”. Mas não, eles não estão generalizando! Porque cada mulher é esses clichês todos do seu jeito. Somos únicas. Tão únicas como o nome do absorvente, que vem com extrato de camomila, porque, apesar do clima zen do comercial (todas usa branco!), precisamos nos acalmar.
Este anúncio não sei bem de quando é, mas tem a maior pinta de ser dos anos 50 ou 60. “Ela é moderna, ela sabe viver”, diz o título. O texto começa: “É uma líder –- nas ideias, no vestir, no viver. Em proteção higiênica, ela exige Modess”. Meio estranho porque, apesar da suposta modernidade da moça, não é ela que vai dirigir um carro, é um homem que abre a porta pra ela, e ela se veste da forma mais retrô possível (e de branco, lógico). Mas o que chama a atenção é que, lá no cantinho, tem uma mulher infeliz olhando pela janela, e reforçando o velho clichê de que mulheres são rivais. Tadinha, a da janela não é moderna. Essa não deve usar Modess, e por isso não é convidada pra sair. Pior: fica o dia todo presa em casa, esperando a menstruação passar. Este é um anúncio bem conhecido da década de 70 da OB, feito na ocasião da Olimpíada de Montreal, em 76. A grande vedete dessas olimpíadas foi a ginasta Nadia Comaneci. A propaganda se vale desse fato pra mostrar uma ginasta usando o uniforme oficial da publicidade menstrual (branco), de pernas totalmente abertas, num movimento de total agilidade e equilíbrio. O texto adivinha que metade das atletas mulheres naquela olimpíada esteve menstruada, e nem por isso deixou de competir. Super eficaz, né?
Neste anúncio atual pra vender absorvente norturno, o treco vira uma cama. E pelo jeito dormimos a céu aberto, com estrelas cadentes. Um tanto bizarro dormir em cima de um absorvente gigante, mas confesso que o anúncio passa tudo que preciso saber sem ter que ler nada: cama, absorvente, noite, absorvente noturno. “Seja feliz também naqueles dias”, diz o slogan, como se menstruação fosse algo pra deixar as pessoas infelizes. Mas temos aqui um ponto espinhoso: a propaganda não cria nada. Ela reflete o lugar comum. Portanto, deve haver montes de mulheres que detestam ficar menstruadas. E de homens que detestam que as mulheres fiquem menstruadas. É pra se pensar o que causa tamanho desconforto.
Ao longo do post, coloquei alguns anúncios internacionais (clique neles para ampliá-los). Lá em cima, no topo da página, temos um francês da Tampax, cheio de significados. Primeiro que lembra muito o clássico Tubarão (em que não havia o menor indício que a primeira vítima estava menstruada). Mas a gente sabe que tubarões são atraídos por sangue a quilômetros de distância, e aqui temos uma moça nadando no meio deles, que a ignoram completamente. Gosto do humor e da simplicidade. É a gente quem tem que decifrar tudo: aquele absorvente interno é tão incrível que não sobra uma só molécula de gotinha de sangue pra atrair os tubarões. (Aviso: não tente testar essa hipótese. Sei por experiência própria que cães, por exemplo, sempre sabem quando estamos menstruadas. Aliás, mais de uma vez meu finado Hamlet, o nojentinho, invadiu a cesta de lixo do banheiro e mastigou um absorvente usado).
Este do lado da tenista Serena Williams não dá pra entender direito. A Tampax americana refere-se à menstruação como “o presente mensal da mãe natureza”, e é por isso que a mulher de verde, suponho, está segurando um pacote. E aí Serena, com sua sacada potente, fura o pacote. Hmmm... O photoshop tá tão mal feito que, olhando bem, podemos ver que a raquete que Serena segura não tem a parte de cima. Ela quase podia ser uma cheerleader.Este, também da Tampax, eu levei um tempão pra entender. O título é: “Mãe natureza, por favor, o quarto já está pago”. Sabemos que estamos num anúncio de absorvente pela marca e porque o cara veste branco. Acima do slogan a Tampax deseja um feliz Valentine's Day (Dia dos Namorados pros americanos), e há vários signos nesse sentido, como rosas e uma caixa em formato de coração. Pela janela, vemos uma placa de motel. O quadro na parede, espertamente, mostra um vasto oceano (só que em preto e branco, claro). Mas o que me distraiu foi a colcha em cima da cama, que eu confundi com uma toalha. Pensei que o cara de terno branco estivesse rezando pra que sua parceira, menstruada, não sujasse a cama durante o sexo e eles tivessem que pagar por algum eventual estrago no quarto. Tá, sou ingênua. O que o cara realmente está pedindo aos céus é, por favor, faça com que minha namorada não fique menstruada logo hoje (porque, pelo jeito, ele é que nem o maridão, que mantém distância de mulheres menstruadas. Homens assim podiam fundar um clube de machões com nojinho de fluxo menstrual. Traje obrigatório: terno branco). Também não entendo como, se a namorada estiver ou ficar menstruada, Tampax vai ajudá-la na hora do sexo -- ainda mais se ela tiver um parceiro bocó que tem asco de sangue.
Procurei algum anúncio sobre a nova geração de protetores higiênicos, que são os menstrual cups, ou coletores menstruais, mas não encontrei. Sei muito pouco sobre eles: só que são ótimos pro meio ambiente (cada coletor, que custa em média 30 dólares, dura entre cinco e dez anos e não é descartável), e que a mulherada que testou tem aprovado (aqui tem um vídeo e dá pra encomendá-lo, a R$ 65 cada; algumas blogueiras, entre elas a Déborah, já escreveram sobre o copinho).
Torço pra que algum dia a propaganda para produtos relacionados à menstruação seja feita por quem entende do riscado, que são as mulheres. Desconfio que, até hoje, a maior parte dos criadores dos comerciais tenha a mesma mentalidade do homem do terno branco aí de cima. Mas seria ótimo se nós mulheres enxergássemos a menstruação como algo não relacionado ao martírio. Faz parte do nosso show.

65 comentários:

Hel disse...

Eu uso coletor menstrual a quatro ciclos, da marca Meluna, e adoro. Ele é super confortável (muito mais que um OB, que é um chumação de algodão que vai secando tudo o que estiver no caminho), higiênico, ecológico e tudo mais.

Mas eu vejo muitas meninas com frescura de usar porque você inevitavelmente vai ter que ver o seu sangue pra jogar fora, talvez suje um pouco os dedos... pois é, algumas mulheres têm nojo do seu próprio sangue. Até parece que é um negócio sujo e proibido, como as próprias propagandas sugerem.

Outras vantagens do coletor:
- Você não precisa acordar e sair correndo pra trocar o absorvente, só porque vai descer tudo de uma vez.

- Dá pra dormir sem calcinha

- Você não fica aquele cheiro nojento de "menstruada", aquele odor maravilhoso de perfuminho do absorvente misturado com sangue podre, porque o sangue não fica parado em contato com o ar. O sangue do coletor tem um leve odor de ferro.

- Sexo oral menstruada é uma delícia, e o coletor possibilita isso. Não só por segurar o sangue, mas também, como eu disse, o cheiro da continua normal.

- Você só precisa esvaziar o coletor 2x por dia, a não ser que o seu fluxo seja intenso demais.

- Não tem perigo de síndrome do choque tóxico, como o absorvente interno

Enfim, a minha recomendação é essa... se for possível, meninas, experimentem o coletor. No começo parece que é difícil de tirar e colocar, mas é só questão de prática.

Lyrio disse...

Também uso coletor, mas há 4 anos. Depois que comprei nunca mais quis outra coisa.

Tem todas as vantagens que a Hel citou mesmo, além de você mesma esterelizar por que vai lá saber como a indústria que tanto quer nosso bem estereliza um absorvente interno.

Minha libido também aumenta bastante antes e durante a menstruação e conversando com amigas descobri que não sou a única não Lola, é que esses assuntos do mundo feminino são super tabus, aposto que se homens menstruassem já teriam compartilhado essa impressão logo que menstruassem, aliás tem um texto da Glória Steinen que fala como seria se homens menstruassem, muito bom.

jux_freedom disse...

Fofaronovich...
Faço minhas as palavras da Hel...
Completei 1 ano de coletor menstrual e pergunta que nunca vai calar:
CAgalho! Como pude viver 20 anos sem ele???

* Perfeito pra natureza!
* Maravilhoso para o bolso - a durabilidade é de uns 10 anos, só fazer as contas de absorventes etc
* Conhecimento incrível do próprio corpo!
* Quebra de tabus impostos pela mídia, tão bem exemplificada pelos exemplos que vc colacionou!

E confesso que minha razão primeira pela escolha do coletor menstrual foi meu conforto.

Abraço, Loláxima!

Eduardo Marques disse...

Esse post me lembrou um meme que eu vi por aí, com a imagem de um homem com o rosto cheio de sangue e escrito algo como: "um homem de verdade ama sua mulher todos os dias do mês".

Eu respeito a opinião dos outros, mas detesto gente fresca que tem nojinho de coisas que são completamente normais do corpo humano.

Valek disse...

Ah, tbm tô doida para começar a usar o coletor, mas o que me dá mais medo é a hora de colocar e tirar. No começo deve incomodar bastante! E pra tirar, será que não derrama?

Será que tem um tutorial de como tirar e colocar o coletor? haha

Fabiane Oiticica disse...

Gente..comofas pra comprar um desse? Eu quero!

Thiago Pinheiro disse...

Hahaha. Diversas culturas tradicionais falam que o contato com sangue menstrual é altamente perigoso. Sei lá que mal antigo pode ser desperto, mas algumas sociedades até visam separar as mulheres nestes períodos. Acho que a crença mágica ainda persiste.kkkkk.

jux_freedom disse...

@Valek:
O coletor menstrual não incomoda absolutamente NADA. Quanto a derramar ou vazar, isso pode acontecer quando ele é mal colocado - vide falta de prática. Isso bem no início do uso, até vc se familiarizar. Tais acidentes podem acontecer, como disse, devido a falta de prática na colocação: tem q criar vácuo entre o coletor e as paredes da vagina, o segura o coletor no lugar e não deixa vazar nada!
Detalhe: dificilmente o copo vai transbordar pq o fluxo não é essa enchente louca que sempre disseram pras mulheres.
É muito mais simples do q se pode imaginar.

jux_freedom disse...

O meu comprei aqui:

http://www.guiavegano.com.br/vegan/index.php?option=com_virtuemart&category_id=26&page=shop.browse&Itemid=239&vmcchk=1&Itemid=239

Técnicas pra dobrar o coletor:

http://www.youtube.com/watch?v=Nt6L-POE-b0

Luciana Onofre disse...

Santo remedio para quem como eu apresenta reação alérgia aos comercializados em massa!

Nola disse...

Minha namorada arranjou um desses coletores e ela diz que só tem vantagens.

E sim, no começo era difícil por e tirar (principalmente tirar) o copo, mas o período de adaptação foi curto.

Ela inclusive fez propaganda do coletor para as amigas e parentes, mas a maioria ficou com uma carinha de nojo por ter que entrar em contato com o sangue. Sei lá, pra mim absorvente sujo é mto mais desagradável que o copo. Mas essa é uma opinião partindo da confortável posição de observador externo...

Qto a onde comprar, no ebay tem um monte, apenas confiram se o vendedor manda para o brasil, se as qualificações dele são boas e se ele aceita paypal.

Bruno Stern disse...

Eu não entendo essa aversão que alguns homens tem em relação às mulheres nesse período.

A única diferença é o cuidado para não fazer muita sujeira.

Pili disse...

o anúncio com a foto da Nadia me intrigou, pra falar a verdade.

Naquela comptição ela tinha o que? 14,15 anos? posso estar enganada, mas acho que usaram uma garota-propaganda que sequer menstruava naquela época.

ah, e Lola:
o que aparece na foto é a entrada na trave.
A ginasta está de pé em frente à trave com as duas maos apoiadas nela, e em um impulso só ela chega àquela posiçao. Então ela desenvolve a postura para uma parada de mão e pronto, ela já está sobre a trave pra fazer toda sua prova.
Falando assim talvez não pareça mas esse é um elemento de força, tá. Rs.
E como outros exercícios de esquadro (posição das pernas em relaçao ao corpo) ele também é masculino.

Heloísa Vianna disse...

que legal ver que o coletor tem tantas adeptas!

o primeiro e único coletor fabricado e vendido no Brasil é o MissCup: www.misscup.com.br ou http://www.ciadasmaes.com.br/site_/index.php/component/magebridge/marca-misscup (faço propaganda de grátis mesmo porque uso e amo, recomendo geral).

também me pergunto como fiquei tanto tempo sem saber que isso existia.

e o mais louco: na grande imprensa, nas revistas femininas, nos grandes sites a gente não vê nenhuma matéria falando sobre isso. se eu fosse editora de uma revista feminina e descobrisse o coletor menstrual, ia querer dar uma super matéria no dia seguinte! mas acho que ia ficar querendo porque a quem interessa divulgar um produto que deve estar deixando a indústria de absorventes descartáveis de cabelo em pé, não é?

enfim, pelo menos aqui na internet o coletor tem ficado aos poucos mais popular e eu procuro comentar com o maior número de amigas possível, sempre.

adorei o post e viva a 2ª vermelha! ; )

Niemi Hyyrynen disse...

:) coletores são geniais quem usa depois não quer saber de absorvente

Tb fico indignada com essa simbologia toda em torno do conceito de "impureza" e de "limpeza" dos comerciais de absorventes.

Flavia disse...

Mais uma usuária do coletor aki! =)

As meninas de cima já disseram todas as vantagens, acho...rs dá pra nadar, fazer exercícios...e tem quem use o sangue menstrual diluído em água pra aguar plantas e tal, e dizem fazer super bem pras plantas!(ainda não testei, mas não duvido)

No orkut tem uma comunidade sobre coletores, lá falam sobre diferença de tamanhos, maleabilidade, cores, materias, etc entre as marcas.

Mari Lee disse...

Uau, quantas adeptas do coletor!
Fiquei surpresa!

Eu também uso!
Mas comecei há pouco tempo, só usei dois ciclos até agora. Também estou amando.
Comprei pelo apelo ecológico, afinal, quantos absorventes a gente joga no lixo todo ano? E ao longo da vida, então?
É ótimo só ter que trocar duas vezes ao dia, no conforto da minha casa, sem ter que sair correndo para a farmácia ou me preocupar em carregar absorventes na bolsa, ou o que fazer quando não tem lixo no banheiro...
Eu ainda tenho dificuldade para tirar (não dói nem nada, só dá um trabalhinho), mas espero que isso passe logo.

Existe um coletor menstrual descartável, chamado Instead, que anuncia que pode ser usado durante relações sexuais.
Não conheço ninguém que já usou, mas fica a dica!
(só que perde o apelo ecológico e econômico)

Pili; eu menstruo desde os 10 anos, todo santo mês, então aos 14, 15 já tinha muita experiência no assunto.
Acho que a média é por volta dos 12 anos.
Mas, claro, cada um é cada um.

E, totalmente relacionado ao tema do post: recomendo uma visita ao site Museu da Menstruação http://www.mum.org/
Tem artigos, fotos de produtos ao longo da História e muitas, muitas propagandas.

Isabela Candeloro Campoi, disse...

Eu lia o post na espera: será que a Lola vai falar do coletor? E pimba! Eu uso há 2 anos e estou muito satisfeita com meu Diva Cup: ecológico, auxilia a musculatura e ainda o sangue fica prontinho rumo ao vaso de plantas... sim, eu uso meu sangue pra nutrir minhas plantinhas, que adoram os nutrientes. Muitas amigas acham nojento e desaprovam, mas pra mim, quando se tem um bom relacionamento com o próprio corpo, essas coisas até ajudam pro auto conehcimento. Beijo Lola... tô um pouco afastada da internet, mas quando posso, passo por aqui!

Adriana Karnal disse...

Lola,
tive q comentar esse post, pois menstruação foi sempre um martírio pra mim...detestava! sempre tive tpm, com direito a enxaqueca das brabas quando tava nos "dias"...acabou quando fiz uma esterectomia porque tinha pólipos no útero...foi a melhor coisa q fiz.Já a minha irmã, professora de yoga do site www.luzmaterna.net ama a mesntruação, diz ser a coisa mais feminina q existe, coisas da mãe terra, e esse papo alternativo.Bom, é isso, tinha q falar ;)

Roberta disse...

Nunca achei a menstruação um martirio,ao contrario sempre a vi como diz a musica do led zeppelin
"Se há um alvoroço na sua horta não se preocupe,é só a limepza da rainha de maio".
Na wicca a menstruação é associada ao cilco da lua,da deusa mãe.
Tem quem tome remedio para parar o ciclo,quem quer que faça,mas eu prefiro não faze-lo.

Roberta disse...

PS:Acho meio estranho homens que tem nojo do sangue de suas companheiras.Tipo se a namorada corta o dedo o cara vai prontamente ajuda-la a limpar a area,já o sangue menstrual é visto como sei lá,a marca da besta...
Só pq sai de lá?XD

Pili disse...

Sabe que é Mari Lee,
muitas dessas meninas com a vida voltada pro esporte acabam tendo a primeira menstruação bem mais tarde.
E é muito cruel porque essa é uma transformaçao que a gente não pode, e nem deveria querer, impedir. Só que tem uma cobrança muito forte pra não sairmos daquele ideal magro, jovem, pré-púbero.
Ideal, aliás, baseado na imagem da própria Nadia. E ela também sofreu mais pra frente quando "ousou" crescer pra além dele.

Caso me esqueçam disse...

eu venho de uma familia de atrasadinhas: minha tia menstruou aos 17 e eu menstruei aos 15 (acho que a da minha mae veio entre essas duas idades)! nao sei se foi por isso, mas passei os anos seguintes à minha menarca meio que cultuando esse momento mensal: eu me sentia suuuper feminina, super mulher, vendo aquela hemorragia toda, achava lindo. aih você começa sua vida sexual (eu falei que vim de uma familia de atrasadinhas?) e dai o sangue passa a ser um castigo, principalmente quando seu namorado torce o nariz pra sua menstruaçao. mas bora combinar que fazer sexo menstruada nao eh nada pratico.

ha dois passei a ser usuaria desses copinhos. comprei um aqui (na frança) por 22euros e sou uma criatura feliz! mas apesar de todas as meninas estarem testemunhando as maravilhas do copo, nao eh todo mundo que tem a mesma experiencia, a adaptacao pode levar meses, mas acho que vale a pena o esforço.

fiz dois posts sobre o assunto (que linkam pra outros blogs que ja trataram do mesmo), pra quem quiser dar uma olhada:

http://bit.ly/huTx4W
http://bit.ly/fWl6yq

beijo, lolissima!

Caso me esqueçam disse...

*ha dois CICLOS...

Desconstruindo a Mãe disse...

Excelente post! Como sempre, tu vais ao ponto nevrálgico da questão.

Mais uma vez a questão da menstruação fica restrita a continuar interessante aos olhos masculinos ou dar conta de todas as tarefas "femininas".

Enquanto continuarmos crendo que nosso papel é o de agradar o olhar masculino, continuaremos nos desvalorizando!

A menstruação tem seu papel e gostar dela ou não é subjetivo, por questões fisiológicas ou emocionais.

E tudo o que vier a contribuir para maior conforto nesse período é benvindo!

Beijo,
Ingrid

Roberta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Giovanni Gouveia disse...

Lembrei da piada que fizeram com uma criança que queria ganhar um O.B. no aniversario, porque viu na TV que com O.B. ela poderia nadar, ir à piscina, à praia, montar a cavalo e fazer um monte de coisas legais...

Laetitia disse...

Lolinha, infelizmente eu faço parte da turma de mulheres que acha que a menstruação é um martírio, pq ela É um martírio pra mim. Há dez anos tenho essa companhia horrorosa que me causa dores, flutuações violentas de humor, problemas intestinais e, de uns tempos pra cá, hemorragia. E o melhor de tudo: os hormônios, que são tidos como a solução pra esses problemas, não funcionam comigo... eles me fazem ficar pior ainda. É mole? Eu espero que as outras mulheres do mundo sejam mais saudáveis do que eu, mas comigo não é fácil, não. Eu passo bem, mesmo, uma semana do mês... depois, são duas de TPM e uma de cólicas (ou hemorragia, da brava mesmo).

Desse sofrimento todo, eu cheguei a duas conclusões:

Primeira que, se fôssemos homens, eu tenho certeza de que a medicina investiria mais em sanar estes problemas, como os que eu tenho, que acometem uma grande porcentagem das mulheres em idade fértil no mundo. Aquilo que é tido como único tratamento possível pra esses transtornos, a pílula anticoncepcional, não funciona com todas (experiência própria) e está cheia de efeitos colaterais, alguns muito sérios, como aumento do risco de desenvolver problemas de circulação (que podem culminar numa trombose). A cada ano, aumenta o nº das mulheres jovens dando entrada nos hospitais com problemas sérios, antes exclusivos de mulheres idosas, devido ao uso de anticoncepcionais. Eu me pergunto: cadê pesquisa nessa área? Pra mim, estamos atrasadíssim@s nesse quesito, pois me parece no mínimo revoltante ainda ver tantas mulheres mensalmente incapacitadas, tendo que faltar ao serviço/escola/universidade, ou sendo expostas a risco de contrair doenças graves...

Em segundo lugar, eu tb acho que, se fôssemos homens, a menstruação já teria há muito deixado de ser "sacralizada" como ela é. Acho, aliás, que esse sangramento é um retrocesso muito grande. Nós já modificamos tantas coisas na natureza em nosso benefício; pq não modificar isto tb? Diversos estudos já apontaram que é possível e seguro deixar de menstruar, e esta inclusive é uma saída preferível, em muitos casos. E a menstruação constante nem é tão natural assim: nossas avós menstruavam muito menos do que nós, tendo em vista que tinham muito mais gestações! Esse infinito de menstruações é característica dos tempos modernos e pode, sim, ser evitado. Agora... mesmo que uma mulher vá ao médico com os sintomas mais graves e incapacitantes, ligados ao período menstrual, a maioria deles fica com "medinho" de interromper esse abençoado fluxo de sangue e dores que temos - é realmente um maravilhoso presente da natureza! Aliás, se alguém souber de algum médico em SP que não tem essa cabeça medieval e está disposto a eliminar um sofrimento contínuo e previsível da vida de uma jovem trabalhadora, por favor, entre em contato... rs.

Talita disse...

Mais uma feliz usuária do copinho levantando a mão! o/

Lola, uso e amo meu coletor há mais de uma ano.

Melhor coisa que já inventaram!!

Assino em baixo de todo os pontos positivos elencados pelas colegas aí em cima.

Comprei o meu aqui:

www.meluna.com.br


Dicas para quem quiser saber mais:

Comunidade no orkut e


https://sites.google.com/site/coletoresmenstruaiscia/

Laetitia disse...

Quanto ao nojo do sangue... pq diabos alguém tem nojo de sangue? Eu nunca tive e não sei se meu namorado teria, mas, como eu já disse, sofro tanto durante o período menstrual que fazer sexo é uma coisa que não passa pela minha cabeça nesses dias.

Laetitia disse...

Ah, só mais uma coisa (esse tema é super importante pra mim, hehe): sou totalmente contra essa mania de enfiar anticoncepcionais pra toda e qq mulher e, pior, aquelas bombas hormonais que vc precisa parar de tomar por uma semana pra "fingir" a existência de um ciclo. Pelo amor, né? Se é necessário se entupir de hormônios, então vamos ser lógicos e eliminar o desconforto de uma vez... não faz sentido vc mexer em todo seu ciclo natural e ainda ter que tomar os mesmos analgésicos nos dias de fluxo. (já vi muita gente fazendo isso...)

Barbara O. disse...

Uhhhhhhhhh (vaia para o maridao)

acho homem que tem nojo de sangue patetico. Agora, os liquidos que eles expelem seriam um nectar dos deuses? Tive sorte de ate hoje so namorar caras legais em relacao a isto. E eu sou uma que decidi parar de menstruar. Meu homeopata disse que nao poderia me tratar assim e eu... larguei a homeopatia. Nao vejo nada de horrivel, nem nada de romantico na mestruacao. Me da uma sensacao muito grande de liberdade nao menstruar, fora ter diminuido muito colicas e dores. E eu definitivamente nao preciso disto para me sentir feminina.

Carla Mazaro disse...

Laetitia, já viu aqueles novos dius de silicone? Não sei quanto custa, mas pelo que conversei com meu gineco, ele libera hormonios localmente - o que diminui os risco de hipertensão e etc...
alem do efeito contraceptivo, ele diminui ou pára completamente a menstruação... Meu médico disse q colocar somente em quem já teve filho e etc é uma opção do médico, mas que ele colocaria se eu quisesse...

http://ginecenter.blogspot.com/search/label/O%20que%20%C3%A9%20Mirena%3F

Celia Daniele disse...

Poooor favor, queria muito saber! Quem usa o coletor de menstruação, como faz para "trocar" em banheiros públicos? É que passo 18h do meu dia na rua, trabalho/faculdade, gostaria muito de usar, mas não sei se daria para "esvaziar" na rua.

olharsaturno disse...

Ouvi falar sobre uma pesquisa com células tronco a partir do sangue menstrual. Aqui tem um link:

http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/2010/07/16/sangue-menstrual-e-boa-fonte-de-celulas-tronco-confirmam-estudos-da-ufrj.jhtm

Letícia Rodrigues disse...

Laetitia (desconfio que vc seja minha xará...), eu não sou médica nem nada, mas diria que seu sofrimento é causado por algum tipo de distúrbio no seu ciclo menstrual, e não pela menstruação em si. E é claro que, a partir do momento que vc sofre tanto, é um absurdo que médicos se sintam no direito de decidir por vc o que é melhor para vc mesma. Espero que vc encontre um médico que resolva seu problema...eu não moro em São Paulo, não posso ajudar...
Realmente existem os dois lados da moeda: as mulheres que sofrem só por estarem menstruadas, mesmo quando com elas só o que acontece é o sangue descer, por causa do mito; e as mulheres que de fato tem problemas relacionados a menstruação e não encontram solução, pq a sociedade vê esse sofrimento como parte da "natureza feminina".
Estou muito curiosa em relação ao coletor depois de ler o post e os comentários... Mas nós nunca vamos ler matérias sobre o produto em revistas femininas, pq elas tem as marcas de absorventes entre seus anunciantes mais fiéis.

Laetitia disse...

Carla, não conhecia esse DIU especificamente, mas já estive pesquisando e achei que os DIUs são uma solução interessante. Mas aí esbarraria mesmo na questão do médico, pq os que eu conheço mal queriam que eu tentasse parar de menstruar.

Letícia (xará), é isso mesmo, vc entendeu direitinho. O que eu gostaria é de ser bem atendida e compreendida, e não tratada com aquela arrogância peculiar dos médicos. Qdo eu falo que já tentei anticoncepcionais e que não deram certo, eles emudecem. É a única carta na manga que têm!

Sobre esse coletor, legal ver o quanto todo mundo gosta dele... só fico em dúvidas se daria certo com o meu verdadeiro "dilúvio" mensal.

.:*Mandy*:. disse...

Menstruação pra mim é como um termômetro emocional. Eu sei que estou estresssada DE VERDADE quando, ou fico muito tempo sem menstruar, ou menstruo demais.
Durante o cursinho de 4 meses antes do vestibular não menstruei nadica de nada, fiquei uma "bolinha" de tão inchada... 6 anos depois, mesmo utilizando pílula, nesta minha fase de TCC ela está vindo 1 semana antes do habitual. Sinais de que o corpo precisa relaxar um pouquinho :P

Excelente texto, Lola! Também nunca entendi as roupas brancas e o sangue azul...
Ah, e a Miss Cup vende em Joinville também, êba :D

Beijos =***********

aiaiai disse...

eu uso um diu especial que praticamente some com a menstruação...mas se eu não usasse ia usar um desse coletores. Q legal! nunca tinha ouvido falar e vou espalhar essa novidade.

Carol disse...

Olha... a menstruação sempre foi um martírio pra mim. Eu tinha mega cólicas, de não conseguir sair da cama, e como eu sou alérgica a muitos remédios, nem podia tomar pra melhorar a dor. Sério, eu era o tipo de pessoa que ficava absolutamente inútil 3 dias por mês (sim, minha menstruação sempre foi curtinha... pelo menos isso!)

Comecei a tomar anticoncepcional aos 13, por conta disso, e foi a melhor coisa que poderia acontecer comigo. A cólica passou. O desconforto também. E, mais importante, agora é só 1 vez a cada 3 meses.

Me interessei muito por esse coletor... vou procurar por aqui e testar :-)

Ártemis disse...

Minha menstruação sempre reflete o período. Quando estou com mais problemas, tenho cólicas.

É como um chamado do corpo 'olha, estou aqui, viu? Não me maltrate'. Dá pra parar todo mês e pensar: o que eu fiz, o que aconteceu nesse ciclo.

Gosto muito de ter essa marcação temporal.

Luna disse...

Eu não deixarei de ver menstruação como um martírio porque É. Eu queria ser uma daquelas mulheres que o ciclo é regular, o fluxo legal e tudo o mais.

Mas a menstruação praticamente me faz me sentir péssima durante duas semanas: a TPM que só aumenta minha ansiedade e me faz ter variações absurdas de humor que dura entre sete e dez dias, e em seguida a menstruação que dura, sem brincadeira, 7/8 dias. E nessas duas semanas, estou sentindo cólicas o tempo todo, me sentindo enjoada e com dor de cabeça.

Tomei anticoncepcional que passou a interromper a menstruação e tá ótimo assim. Não quero menstruar nunca mais na vida, a não ser quando eu quiser ter filhos. Fora isso, não tenho saudades.

E nunca tinha ouvido falar desses coletores. Eles parecem estranhos... sei lá, vendo o vídeo, me senti tão desconfortável imaginando aquilo 'abrindo' para coletar o sangue '-'

Koppe disse...

Um produto que desafia uma indústria gigantesca e boa anunciante, cliente fiel de grandes empresas de mídia? Podem se preparar, assim que as vendas de absorventes começarem a cair a ponto de incomodar, começam as reportagens ""científicas"" mostrando "inúmeros problemas" relacionados ao uso desses coletores. Problemas que não existem, detectados não em testes científicos, mas em testes "científicos", por "cientistas" muito bem pagos pela indústria.

Jéssica disse...

No meu caso, o meu ciclo menstrual é terrível, me nocauteia por uma semana com o seguinte combo:

enxaqueca + cólicas fortes + ânsia de vômito/diarréia + TPM depressiva + mal funcionamento do intestino
(ao menos o fluxo é pequeno!)

Para resolver o problema, pesquisei sobre e passei a tomar anticoncepcional emendado. Até onde pesquisei, não há problemas contanto que eu não fume e nem seja obesa.

E graças a isso consigo seguir minha vida sem os problemas mensais que citei =/

Se não fosse isso, com certeza passaria a usar o coletor! Adorei ele!

Mariana. disse...

LOLA, valeu, acredita que eu nunca na vida tinha ouvido falar desses coletores?

Eu detesto menstruar. Tenho TPM, cólica moderada e fluxo de mais de 7 dias. Depois que iniciei minha vida sexual, comecei a usar anticoncepcional. A menstruação incomodava muito. Não pq meu namorado ligue, ele não liga (eu é que ligo mais :/),daí, após consultar o médico, ela autorizou que eu tome a pílula diretão. preciso parar de seis em seis meses, para 'limpar' por dentro. E foi a melhor decisão que tomei. Menstruo duas vezes por ano e só. Nessas duas vezes, porém, fico duas semanas menstruadas, e os copinhos me serviriam muito bem. vou procuarar saber melhor, valeu!

Teresa Silva disse...

Laetitia, tem um médico que atende em SP, Eusimar Coutinho, que é autor do livro "Menstruação: sangria inútil" e faz tratamentos hormonais pra interromper a menstruação. Porém, por ter consultórios nas principais capitais e estar sempre na mídia, acredito que cobre caro e não atenda planos de saúde. Se quiser saber mais, seu site é http://www.elsimarcoutinho.com . Mais uma coisa: você já fez exames pra ver se seu sofrimento é causado por mioma ou endometriose? Eu tenho sangramento excessivo por causa de mioma. Por isso tomo anticoncepcional pra suspender a menstruação.

E eu fui saber da existência do coletor lendo aqui. Vou passar para conhecidas que sofrem com alergia a absorvente.

Laetitia disse...

Oi, Teresa, obrigada pela sua resposta. Eu já vi reportagens desse médico e gostaria sim de consultar com ele... vou tentar entrar em contato, quem sabe, né? Aqui em Campinas o setor de ginecologia é muito ruim, mas eu tô sempre em Sampa, então...

Olha, eu suspeito fortemente de endometriose... Ou dos tais dos pólipos. Meu endométrio tá sempre espessado nos exames, tenho alguns cistos no ovário esquerdo (não que tenha algo a ver), meus ciclos são super intensos e longos... enfim. Os exames de sangue sempre deram normais, mas só agora uma médica foi me falar que não dá pra ter certeza de endometriose pelo exame de sangue, mesmo coletando sangue menstruada. Tem que fazer um exame tenso chamado laparoscopia. Tô com medo, mas vamos lá, né...

Délia disse...

Eu Sou uma Mulher

Eu sou uma mulher que sempre achou bonito menstruar.

Os homens vertem sangue por doença ,sangria ou por punhal cravado, rubra urgência a estancar, trancar no escuro emaranhado das artérias.

Em nós o sangue aflora como fonte, no côncavo do corpo. Olho-d'água escarlate, encharcado cetim que escorre em fio.

Nosso sangue se dá de mão beijada, se entrega ao tempo como chuva ou vento.

O sangue masculino tinge as armas e o mar empapa o chão dos campos de batalha, respinga nas bandeiras, mancha a história.

O nosso vai colhido em brancos panos, escorre sobre as coxas, benze o leito manso, sangrar sem grito que anuncia a ciranda da fêmea.

Eu sou uma mulher que sempre achou bonito menstruar.

Pois há um sangue que corre para a Morte.

E o nosso que se entrega para a Lua.


Marina Colasanti

Menina disse...

Eu não acho um martirio menstruar, só quando sinto muita dor(o que ocorre em toda a mensatruação). Mas tirando a dor eu preferia não ter o trabalho de ficar tirando nem colocando nada(absorventes, coletores, etc...)

bjs

aqueladeborah disse...

Lola,

Uso coletor e escrevi um post com dicas de como usar:
http://aqueladeborah.wordpress.com/2010/09/09/coletor-menstrual/

Daniela disse...

Eu, por causa do anticoncepcional que tomo (dadas as minhas enxaquecas não posso tomar outro)simplesmente não mentruo há 11 meses.
Eu estaria mentindo - e muito - se dissesse que sinto saudades de menstruar, menstruar pra mim era um transtorno, ainda mais porque eu menstruava MUITO, tinha MUITA cólica e menstruava por 12 dias seguidos. Fico muito contente em poder evitar.
Sempre achei os comerciais de absorvente O FIM. A mulher escolhe justo aquele dia pra sair de casa saltitante, andar de bicicleta com a calça branca justa... E a forma como eles abordam os odores MAAALIIIGNOS da menstrução? Lembro de um que uma moça tinha medo do cheiro que iria emanar de dentro da sua calcinha naqueles dias? Babaquice.

Tanko disse...

Olha, Hel, eu não duvido que o coletor menstrual seja tudo isso, mas não me pareceu nada prático não... só de pensar em ficar esterilizando o copinho e a perspectiva de precisar trocá-lo na rua, levando um monte de parafernálias já desanima muito. E poxa, dura 10 anos... não sei se levo fé ou gosto da ideia.

A parte atraente é que não precisa trocar com frequência e possivelmente evita infecções oportunistas.

Vi tanta gente falando bem que talvez eu resolva testar. Não tenho aversão a sangue menstrual, mas não faria sexo naqueles dias não... deve fazer muita sujeira, depois ia dar um trabalhão para limpar.

Bom, é fácil dizer que a menstruação é uma beleza quando a pessoa tem ciclos regulares e não sente muita dor.

Não tenho nenhuma doença, todo meu aparelho reprodutor vai muito bem, obrigada, mas menstruação para mim sempre doeu muito, sempre foi irregular e intensa. Tentei até ler o livro "A Inteligência Hormonal da Mulher" que exaltava a menstruação, em oposição aos teóricos da "sangria inútil". Mas não me convenceu não!

As coisas só melhoraram um pouco quando passei a tomar anticoncepcionais há alguns anos.. daí hoje não sofro tanto.

Carla Mazaro disse...

Laetitia, esse é meu ginecologista e ele já disse q não tem problemas em colocar DIU em mulheres sem filho e etc...

http://www.helpsaude.com/Mauricio-de-Sena-Martins.SP/

Ângela disse...

Não gosto de menstruar. Sou do tipo folclórico, que fica doidona! Quero matar ou morrer naqueles dias!!! E ainda não encontrei tratamento legal. O que me salva é que sei que tudo que está acontecendo é químico e passa em poucos dias. Respiro fundo e vou levando.
Agora, mudando de tpm pra coletor, gostei dos depoimentos e vou provar.
A propósito, Lola, você costuma abordar os temas femininos por um ângulo mais político, então não sei se minha sugestão vem ao caso. Mas a menstruação, que é tranquila para umas e difícil para outras, me lembra um tema de saúde feminina que é sempre um flagelinho para quem tem: a famosa cândida. Tem moças tão bem informadas por aqui... Um postizinho sobre o assunto ia fazer circular muita informação e ajudar muita gente que está na briga pra se livrar desse incômodo.
Fica a sugestão, um abraço.

Laetitia disse...

Carla, obrigada :) beijão.

Matthaeus disse...

Pera aí pera aí
a maioria dos casos são vocês que recusam sexo durante a menstruação
tirando o sangue, com o uso de preservativos não existe diferença nenhuma fazer sexo durante a menstruação

juju disse...

Gente linda, sou nova por aqui pelo blog, mas acho válido deixar minha opinião: infelizmente (pra mim) não faço parte das mulheres que lidam muito bem com suas menstruações. Tenho TPM, tenhos cólicas fortes, ODEIO o cheiro do sangue que sai de mim, odeio o incômodo de usar absorvente (mesmo os íntimos) e fiquei muito animada pra experimentar o "copinho".Já usei anticoncepcional só pra não menstruar. Qd menstruo, até tomar banho, que é tão prazeroso pra mim,se torna uma tarefa difícil e sem nenhum prazer. Pode ser um transtorno psicológico? Pode sim, mas acho que sentir nojo de uma coisa que é totalmente incoveniente de TODAS as maneiras (a gnt podia saber que não tá grávida de uma maneira mais prazeroza não?) não me faz menos mulher. Podem me apedrejar, mas é minha opinião. Beijo a todos, beijo pra Lola.

Cynthia disse...

O site da revista TPM fez uma matérias sobre os coletores menstruais com alguns links de onde comprar no Brasil, achei bem legal http://revistatpm.uol.com.br/revista/109/bazar/incomodada-ficava-sua-avo.html

Anônimo disse...

Deveriam mostrar em vídeo como é utilizado.
pois não sabemos se é eficiente.

Anônimo disse...

eu queria testar esse coletoe ai ja que so vi beneficio mas eu sou virgem e eu vi que tem que introduzie dentro ai nao dar por isso vou continuar com os tradicionais absorventes

Pris Cnr disse...

Eu uso coletor menstrual a 2 ciclos é a melhor coisa. Hoje tenão prazer em esperar o período menstrual chegar pra usar meu copinho , antes era um saco. Aff absorvente te dá impressão de que você está feito uma cachoeira de tanto sangue que vc acha que está saindo, aquilo é a maior mentira. Dormir menstruada sem calcinha, andar e não sentir nada te incomodando e nada dentro de vc é vida.

Pris Cnr disse...

Tem o femmycycle Teen feito para virgens. www.FemmyBrasil.com

Pris Cnr disse...

No Facebook tem um grupo que chama Coletores Brasil lá vc tem várias revendedoras, copinho das divas, Arte-Misia, FemmyBrasil, copinho e amor , inciclo Curitiba e outros vários.

Pris Cnr disse...

https://www.facebook.com/groups/452148044970565/

Anônimo disse...

Ginastas, assim como diversas atletas de alto rendimento, independentemente da idade às vezes acabam por não menstruar.
Aconteceu inclusive um caso no clube pinheiros de uma halterofilista que não sabia que estava grávida, porque não menstruação, e continuou treinando, passou mal num treino e o bebê nasceu de 6 meses.