terça-feira, 4 de agosto de 2009

A VALIOSA AJUDA DE NATE PRO MEU CONCURSO

Alguns americanos são tão bonzinhos...

Já disse que adoro o Nate? Bom, pelos meus cálculos, ainda não disse isso esta semana. Então lá vai: meu querido blogueiro dos EUA (praticamente o único em inglês que encontro tempo pra ler todo dia) decidiu me ajudar no concurso pra Universidade Federal do Ceará. Ele criou uma nova coluna, a “Nate Ajuda os Outros”. A ideia é que ele, como homem de nível intelectual altíssimo que é, possa resolver a vida das pessoas mais coitadinhas, como eu. Então ele diz: “O problema de hoje vem da Lola. Ela acabou de virar doutora por uma universidade brasileira. É, eu sei, eu também não sabia que eles tinham universidades lá”. Por favor, gente, larguem essas armas. O Nate faz paródia, e eu morro de rir com esse tipo de humor. Às vezes leva um tempinho até que leitores novos notem que o cara só pode estar brincando. E às vezes a pessoa nunca percebe e vai embora revoltada. Por isso, muito do humor do That's Right Nate está na caixa de comentários. Eu e outras leitoras (não sei porquê, é quase tudo leitora) comentamos com frequência, defendendo o Nate e fingindo, nós também, sermos conservadoras tapadas. É um bom exercício de imaginação, mas precisa entrar no clima. Num post mais antigo, que não consegui encontrar, Nate elogia a gafe do ex-candidato republicano McCain de ter dito que romperia com a Checoslováquia, um país que nem existe mais (agora é República Checa). Um leitor não entendeu a ironia e incluiu nos comentários uma lista de países que sumiram do mapa, entre eles a Prússia. A resposta de Nate? “Pelo menos eu sei soletrar Rússia”. O incauto leitor insistiu, e colocou montes de mapas e links pra artigos provando que um dia existiu sim um país chamado Prússia.
Ao procurar por este post específico, fui parar noutro que nem me lembrava, em que Nate agradecia às leitoras por tudo que elas fazem por ele. A mim, ele mostra gratidão por “trazer todo um país estrangeiro ao meu blog - é um país minúsculo, mas ainda assim, um país”. E, lógico, ele e as leitoras têm certeza absoluta que aqui se habla español. Mais de uma vez eles escreveram “Numa linguagem que você pode entender: buenas noches”.
Tá, mas voltando, Nate quer me ajudar nos quinze pontos do concurso, já que “Como a gente quer que o Brasil adote o inglês como sua língua oficial, esta é uma causa nobre” (porque, você sabe, a vaga na UFC é pra professor em Língua Inglesa e suas Literaturas). Então Nate se pôs a sugerir temas pra cada ponto. Não vou traduzir tudo porque fica extenso demais. Vão lá e treinem seu inglês (e tentem relevar os inúmeros erros, porque Nate tem problemas com a ortografia e não revisa seus posts). Mas só pra citar algumas gracinhas: pro número 6, “A Semântica dos Verbos em Inglês”, Nate diz: “Não quero responder este pra não ser acusado de ser anti-semântico”. E claro que pros pontos sobre Romantismo, ele compara o romantismo inglês com o americano, conclui que os ingleses não gostam muito de romance nem de sexo, e que romantismo na América é muito melhor, “por causa do rock”. E pro ponto 13, sobre the Lost Generation, a Geração Perdida? Nada de Hemingway, Fitzgerald, ou outros escritores dos anos 20. Pro Nate, eu devia falar sobre a criação de J. J. Abrahams, a série de TV Lost. Afinal, sabe, nós somos “a geração de Lost”. E pro ponto 15, sobre Teatro Americano - Eugene O'Neill e Tennessee Williams, Nate dá seu veredito: “Ambos foram bêbados deprimentes. Se você quiser impressionar a banca, discuta o teatro americano moderno - eu sugiro Grease”.
Eu já estava com dor de garganta de tanto rir quando abri a caixa de comentários. E o primeiro é do Steve, que se diz cunhado de Nate mas na vida real é sua irmã: “Graças a Deus a Lola não precisa de ajuda pra se preparar pra um concurso de soletrar palavras”.
É indiscutível que Nate e sua gangue estragaram o concurso pra mim. Imagina só eu ter que dar uma aula em Semântica dos Verbos! Vou me lembrar do “anti-semântico” do Nate e passar a gargalhar em frente da banca! Ok, pode ser dito que se esse ponto cair pra mim, tudo estaria estragado antes mesmo da ajuda do Nate. Só rindo mesmo. Rir pra não chorar. Pelo menos eu vou ficar rindo à toa nas ruas de Fortaleza. Não, sério: eu já tava com a ideia de, durante a prova didática, se eu tiver uma crise amnésica, cantar pra banca “My name is Tallulah, I am a dancer” (que você pode ver aqui, com a Jodie Foster aos 13 anos. Alguém além de mim ainda lembra de Quando as Metralhadoras Cospem?). Mas não se preocupem, que tudo indica que eu não passarei da prova escrita... onde, com sorte, escreverei sobre a geração da ilha perdida de J. J. Abrahams.

25 comentários:

Giovanni Gouveia disse...

Sobre "hablar castellano", uma vez um gringo perguntou num forum gringo se no Brasil não se falava "former spanish" :D


Sobre a ajuda fenomenal de Nate, periga de Lolinha fazer um concurso nos padrões daquele e-mail sobre o ENEM que estudantes falam em "serumano" e coisas do tipo hehehehe...

Em tempo, a Checoslováquia agora são dois, Rep. Checa e Eslováquia

Giovanni Gouveia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anselmo disse...

Boa Sorte!!!

Estuda Lola Estuda!!

Bjs!

Talita Figueiredo disse...

Eu lembro desse filme, passava na sessão da tarde. Não sabia que era com a Jodie Foster, na verdade não lembro de mta coisa, só de que era um filme de gangster feito com crianças e mtas tortas, bem divertido.

Certa vez, quando eu fazia intercâmbio nos EUA, recebi um convite pra um encontro de jovens hispânicos.
Quando eu disse que não ia minha american mom perguntou em tom de repreensão:
"Pq vc não vai? Por acaso vc não se considera hispânica???"
Calmamente, eu respondi que não. E ela, irônica, querendo me dar lição de moral:
"Mas como vc não se considera hispânica? Vc é da América latina!"
Aí eu disse que não falo lhufas de espanhol e que ficaria deslocada num encontro desses.
Ela ficou sem palavras, meio boba por uns segundos, matutando essa nova idéia de que nem todos latinos falam espanhol rsrsrs

Marcos disse...

Eu ADORO "Bugsy Malone". De vez em quando saio cantando a música final. E ainda tem o Michael Jackson.

AntiVermelho disse...

Ei sou nova nesse negócio de blog.
Tô convidando pra passar la no meu cantinho.

http://antivermelho.blogspot.com/2009/08/crise-no-senado.html

Navegadores da Razão disse...

Poxa Lola eu acho tão tedioso esse tipo de humor, imagino q vc o conheça suficiente pra não encucar, claro; eu sou muito fresca c/isso, sabe? Me doi ver que alguém ficou constrangido por uma "piada" q não colou, pode q o doído não esteja nem c/a razão, mas quem sou eu pra mecher c/os brios alheio?

Tanta gente usa sua intelectualidade para baixar o astral dos outros com piadas depreciativas ditas com aquele risinho de "olha como esse cara é burro, não entendeu a minha ironia super cool, hahaha..."

E sendo americano... meu desconfiometro apita na hora.

Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ana Cristina Powell disse...

Oi Lola,
Faz um tempao que nao leio seu blog. Primeiro porque estava de ferias em Fortaleza e quando voltei tive que resolver ums coisinhas:divorcio,mudanca, etc...
Entao so hoje fiquei sabendo que voce vai fazer concurso pra UFC!!! Que legal!
Estou torcendo por voce e que voce goste da minha terrinha!!! :)

Ana Luiza Romano disse...

Hehehehehehe (estou morrendo de rir)

O Nate é muito bom eim?

Olha vc vai fazer concurso na UFC? Vc poderia tentar na UFBA tbm ne? =D

Ana Cristina Powell disse...

Esqueci de mencionar que ADORO Bugsy Malone!!!!

Serge Renine disse...

Aronovich:

Eu acho que esse Nate parece fingir sarcasmo, mas na verdade é um ignorante em relação ao Brasil, como a maioria dos Americanos. E também está fazendo pouco caso de você e do seu doutorado e ironizando sua dificuldade com esse concurso na Univesidade do Ceará.

Lógicamente, você deve ter percebido isso.

Serge Renine disse...

Correção: Universidade

Dånut disse...

Eu até agora não tinha entrado no link do blog do cara porque não gosto muito de ler em inglês. Mas depois da centésima vez que tu disse que adora ele eu resolvi ir conferir :P

E não é que o troço é muito bom mesmo? Me matando de rir.




Isso do pessoal não saber nada sobre o Brasil não é só nos Estados Unidos... Na Alemanha é igual. Quando eu fui pra lá perguntaram de tudo pra mim... Porque eu não era preto, se eu tinha uma cobra de estimação... Isso sem falar no clássico diálogo:
- De onde tu vem?
- Do Brasil
- Brasil? Ronaldinho!!!!

Acho que é algo mundial isso, de ter visões totalmente erradas de outros países. A maioria dos brasileiros também tem, em relação a outros países.

Dånut disse...

Do blog do Nate: "On a more positive note, Lola from Brazil has posted an article in Spanish about me again. I really wish she’d post in English because other than my fondness for cheese and the movies of George Wendt, I really couldn’t figure out what she was trying to say. She even quoted me as saying, “trazer todo um país estrangeiro ao meu blog – é um país minúsculo, mas ainda assim, um país”. Now I know I would have remembered saying that–just forming those sounds would probably sprain my tongue."


aiuhsaushaushasu

O cara é demais

thatsrightnate disse...

I am posting in English this time because Lola has told me that the garbled free translation is too hard. I know when I try to read this blog or the comments.

I did want to address America's stereotypes, misconceptions, and beliefs about Brazil.

1. First, when most people think of Brazil in this country they think about soccer.
2. If it's not soccer, it's probably beaches, bossa nova, or meat--we've had a lot of Brazilian steakhouses open up in the last 10 years that do a phenomenal business.
3. Most people do know Brazil speaks Portuguese. After all, it was on The Simpsons.
4. I even know a tiny bit about Brazilian history including the Treaty of Tordsillas and the way The US has wrongly interfered in Brazil in the past.
5. I have a friend who is married to a Brazilian and I learned a bit from her, but I don't see them much.
6. People know that Brazil is a big up and coming economic power and the level of poverty seems to be going down while ours has been going up.
7. I really hope to learn more about Brazil. I'm hoping that Rio will get the 2016 Olympics because I live in Chicago and I really don't want Chicago to get it.

Thank you all for visiting my blog. Lola's adoration for my blog is great, but it definitely matched by myself and the other bloggers' adoration for her.

lola aronovich disse...

Gente, eu adoraria poder responder cada comentário, mas não dá. Então, só no geral: vendo esse vídeo do Bugsy Malone, eu notei que jamais fariam um filme desse tipo hoje em dia. Jamais, né? Crianças em poses provocantes? Isso é tao década de 70/80, tão Pretty Baby!


Ana, não acredito que vc deixou de ler o meu blog por causa de coisinhas à toa como divórcio e mudança! Olha, espero que vc fique bem, que esteja tudo bem contigo nessa nova fase da sua vida. E que vc volte a frequentar o bloguinho!

lola aronovich disse...

Serge, vc fez um comentário parecido com o do meu troll Oliveira, que eu deletei. Seguinte: o Nate não parece fingir sarcasmo. Ele É sarcástico. Tudo que ele escreve no blog e nos comentários do blog dele é nessa linha. Ele ataca tudo e todos, de uma forma que eu, particularmente, acho hilária. E gosto muito de participar dos comentários no blog dele, porque posso ser irônica à vontade, e ninguém vai se sentir ofendido. Por que o Nate estaria fazendo pouco caso do meu doutorado ou do concurso na UFC? Eu adorei o post que ele escreveu “pra me ajudar”, ri um monte, e adoro rir. Ainda mais de um assunto estressante como este do concurso. Além do mais, em posts e emails que já publiquei aqui, ficou claro que o Nate conhece mais do Brasil do que o “americano médio”. Mas não é isso que está em questão. Tenho certeza que o Nate torce por mim no concurso e me trata com muito mais respeito que o Oliveira, por exemplo, cujo comentário de hoje foi que qualquer aluno de segundo grau passaria nesse concurso com uma mão nas costas. É bem legal dizer isso pra uma pessoa que está estudando pro concurso, que está preocupada, e que ainda tem montes de pontos pra preparar (porque são QUINZE, cada um sobre um assunto diferente, e cada ponto tem nomes, datas, montes de informações que eu preciso DECORAR até o dia 18). Ah, sim, e que fez faculdade, mestrado e doutorado pra poder sequer se inscrever no concurso. Mas, claro, é bico. Qualquer um pode passar. Ainda mais uma pessoa tão iluminada quanto o meu troll (que disse que um dos motivos do concurso ser tão fácil é porque é no nordeste, onde todos são analfabetos. É, ele disse isso. O cara tem coragem de escrever uma coisa dessas. E eu tenho o IP dele).

lola aronovich disse...

Danut, que bom que vc entrou lá. É, o Nate é ótimo. Eu sempre rio muito. E concordo: toda vez que vem me falar que americano não sabe nada do Brasil (o que é verdade), eu pergunto: e o que a gente sabe da Bolívia, da Colombia? A gente só pensa em cocaína, certo? E isso que eles são nossos vizinhos.


Dear Nate, I'll have to answer you in English. Thank you for your explanations and your praise. I don't get it why some people are jealous. I think if you had exactly the same blog you have but you were a woman, I wouldn't hear those comments. We don't know each other personally, but I'm really fond of the interaction we developed since I found you (almost one year ago!). I comment on other blogs too, but yours is the funniest I know, and I love laughing. Simple as that. If you really were a right-thinker, I don't think you'd have a sense of humor, to put it frankly. But I miss Steve! Tell your sister to come back!

Grace Olsson disse...

oi Lola, bom dia
Como faco para ler os textos que participam do concurso?Na coluna laterla tem como votar, mas eu gostaria de ler todos, até decidi.bjs e dias felzies
graceolsson.com/blog

Gina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiana disse...

Lolinha é muito bom chegar aqui e ler esse tipo de coisa por aqui. Como você pode estar tão descontraída? Eu no seu lugar já estaria babando. E já estou apaixonada pelo Nate. Gostei mesmo do tom da ironia dele.

Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Éris disse...

Adoro pessoas debochadas \o\
Passarei a treinar minha leitura na língua inglesa com o Nate.

Boa sorte, Lola.