quinta-feira, 30 de julho de 2009

SER FEMINISTA É PADECER NO PARAÍSO

Esperando alguém vir te salvar, querida?

É tão fácil coletar dropes machistas. É só acompanhar uma discussão bem polêmica, onde apareçam vários comentaristas homens querendo defender a espécie. De vez em quando aparecem mulheres machistas também, lógico, mas vamos admitir que a maior parte das leitoras de blogs feministas são feministas. Acho o máximo que homens que se creem evoluídos venham nos pautar, decretar o que é ou não legítimo pro feminismo discutir, porque eles sim sabem o que é bom pra gente. Eu não tive que quebrar a cabeça ou ler centenas de posts de blogs feministas pra encontrar essas pérolas machistas. Peguei várias deste post meu, outras de alguns comentários no blog da Cynthia e deste da Marjorie, e fui me lembrando de mais algumas que não passariam vergonha em nenhum bingo anti-feminista. Portanto, mãos à obra. Faça sua cartela e vá riscando o que um trololó disparar na próxima discussão. Às vezes um mesmo cidadão se supera e já tasca logo cinco dessas. Então você deve gritar “bingo!”. Ganha um jogo de facas.

- A sociedade até é machista, mas eu não sou. Estou do seu lado!
- Você tá com inveja por não ser bonita como ela.
- Quem acha isso machista é que é machista.
- Tudo é opressão pra vocês.
- O que o seu marido/namorado acha disso?
- Não sou feminista, sou feminina.
- Você não entendeu nada, sua histérica / frígida / mocreia / baranguda / feminazi!
- [Inclua aqui seu autor consagrado favorito, Nabokov, por exemplo: Fulano] também disse isso, e nem por isso foi censurado. Vocês querem acabar com as artes!
- Vinicius de Moraes já dizia: “As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”.
- Nelson Rodrigues já dizia: “Não são todas as mulheres que gostam de apanhar. Só as normais”.
- Camille Paglia já disse: blá blá blá. [Inclua aqui o nome de algum(a) machista que já disse algo machista pra justificar o seu machismo].
- Mas homens e mulheres são diferentes.
- Como homens e mulheres são diferentes e têm necessidades diferentes, não precisam de direitos iguais.
- O maior inimigo do feminismo é a própria mulher.
- Vamos deixar de lado isso de homem agressor e mulher agredida e pensar no ser humano.
- Se há um agressor, há também um ser que se deixa agredir.
- Homens podem trazer uma visão menos limitada e mais correta do que é feminismo.
- Existem problemas legítimos, mas isso que você está falando não tem a menor relevância.
- Homens gostam muito mais de sexo que as mulheres. É a natureza!
- Um homem mexer com uma mulher na rua não é machismo.
- O feminismo nada mais é que o oposto do machismo.
- Como homem, sinto-me agredido quando você diz que homens estupram mulheres.
- Isso não tem nada a ver com machismo. É cultural. Só um padrão estético.
- Vocês não podem ter tudo.
- Vivemos num mundo que valoriza as mulheres. A propraganda é direcionada ao público feminino.
- Mulheres não têm que se arrumar. Fazem porque querem!
- Menos Simones de Beauvoir, mais Marie Curies, por favor!
- Eu não posso ser machista porque amo as mulheres. Sou casado com uma! Tenho mãe!
- A pseudo-revolução feminista foi a melhor coisa que aconteceu para os homens. Agora podemos transar à vontade sem ter que pagar!
- Se mulheres fossem fortes como os homens, certamente também estuprariam e espancariam. Só não o fazem porque perderiam.
- Mulher não mata o marido, mas vai acabando com ele devagarzinho.
- Mãeso responsáveis por criarem homens-trastes.
- O feminismo só piorou a vida das mulheres. Era melhor ser Amélia.
- Sou mulher, mas odeio trabalhar com mulheres.
- As sociedades matriarcais são tão ou mais violentas que as patriarcais.
- Golfinhos, chimpanzés, e o Genghis Khan são estupradores. Estupro é geneticamente eficiente pra espalhar a sementinha.
- Chega de feminismo! Eu quero mais é um homem pra chamar de meu.
- Minha visão não é machista, é realista.
- A publicidade é inofensiva, só um apelo à vaidade feminina.
- As mulheres já conquistaram tudo que queriam. O feminismo perdeu sua razão de ser.
- Ué, homens também param de trabalhar pra cuidar dos filhos.
- Margaret Thatcher, Golda Meir, Indira Gandhi e tantas outras políticas não fizeram um governo melhor que o dos homens.
- Mulher adora receber cantada na rua. Faz bem pro ego.
- Vocês estão fora do compasso da realidade!
- O que vocês têm contra as mulheres que ficam em casa cuidando dos filhos?
- [Falar qualquer besteira e colocar um sorrisinho no final. Aí, se alguém reclamar, o autor diz que só estava fazendo uma provocaçãozinha e nós, feministas mal-amadas, é que não entendemos seu espetacular senso de humor].
- O fato é que mulheres tendem a falar mais que os homens, e quando não podem falar sentem-se frustradas.
- O feminismo e outras defesas politicamente corretas são uma ameaça à democracia.
- Depois vocês não entendem por que tanta gente acha o feminismo uma estupidez.

Esta eu tive que copiar dos comentários de um post da Cynthia. É de um carinha insultando uma comentarista que ousou dizer que as ideias dele são um atraso de vida: “te imagino nada mais que uma dessas horrorosas mulheres de camiseta larga, cabelo desbaratado, com um gato embaixo do braço num típico estereótipo da solteirona carrancuda que se queixa dos homens porque não arranjam um”. Detalhe: esse cara se diz totalmente solidário às mulheres. Pô, ele até participa de blogs feministas! É um ser iluminado, sem sombra de dúvida.
E esta eu também gosto muito. Tirei de outro post da Cynthia que, coitada, vem recebendo sua cota de comentários infelizes (mas garante pontinhos extras no céu por isso): “Homem ser chamado de machista é insulto, mulher ser chamada de feminista é elogio”. Pois é. Não dá pra negar que estamos sendo muito elogiadas ultimamente.

39 comentários:

Chaves disse...

http://www.timesonline.co.uk/tol/comment/columnists/guest_contributors/article6732389.ece

Chaves disse...

http://www.timesonline.co.uk/
tol/comment/columnists/
guest_contributors/article6732389.ece

L. Archilla disse...

"eu não sou feminista nem nada, porque acredito na igualdade dos sexos!" (???????)

(genérica do "feminismo é machismo ao contrário")

Cely Bandolero disse...

Ai! Eu já ouvi 99% dessas pérolas, acho que só estou a salvo por enquanto de me perguntarem sobre o meu namorado, já que ele também é um feminista que "acha tudo opressão" hahaha! Amo seu blog, que bom que gostou do post, no próximo concurso eu participo sim. No meu blog tem um post específico pra responder um comentário de uma cidadã que mais tarde eu descobri ser católica fervorosa. Por enquanto ainda não estou recebendo os coments de trolls, mas é questão de tempo, quando acontecer vou dividi-los com tod@s.

Beijos

lola disse...

2- Como disse caí de balão aqui, por conta do blog da Sil, então eu não sabia que este era um blog feminista, aliás não gosto muito de rótulos não, as pessoas são o que são, umas curtem uns assuntos outras não e viva a diferença! Só fiquei meio assim pq vc diz que não usa brinco, não usa maquiagem, não pinta a unha..... pôxa, ser feminista está do lado oposto de ser vaidosa e feminina?? Sei que vc não disse isso mas depois fiquei pensando será que alguém vaidosa (essa que vos fala) não pode ter idéias de igualdade tb??

Só isso, parabéns pela sua elegância em responder insultos, poucos, honey bunny, possuem esse talento, só os de alma nobre!

Have a nice day!

Pati Sato

Pati, reproduzo a última parte do seu comentário aqui porque, como vc o colocou num post muito antigo, talvez pouca gente vá lê-lo. Primeiro que vc não tem nada que se desculpar por pessoas mal-educadas, ué! Se vc é bem educada, e vc é, não tem que tomar as dores por gente que não é. Como eu disse no seu blog, fico muito feliz que vc tenha vindo aqui desfazer a sua primeira impressão sobre o meu bloguinho. É sempre chato chegar no meio de uma picuinha como a do Lingerie Day.
Este é um blog feminista e anti-preconceitos. Boa parte dos temas tratados aqui são sobre isso. E mesmo os que não são, como cinema (eu tento publicar artigos sobre cinema toda quarta e sexta), são escritos com uma ótica feminista e de esquerda. Não é tanto uma questão de rótulos, mas de ser como eu sou. O que eu sou influi diretamente sobre o que escrevo.
E sobre eu não usar brinco, maquiagem, não pintar a unha etc é tudo verdade. Eu sou assim, sempre fui assim, mesmo quando era jovem e magra e bonita. Não sei se pra ser vaidosa tem que gostar de se produzir. Tem que se gostar, só. Mas please, não caia no velho estereótipo que TODA feminista odeia se maquiar, se vestir bem etc. Não é verdade. Aliás, eu me considero uma total exceção. Eu conheço montes de mulheres, muitas feministas, e a enorme maioria adora essas coisas. Eu não conheço mais nenhuma mulher que não tenha orelha furada, como eu, ou unhas “virgens”. Claro que mulheres que gostam dessas coisas podem (DEVEM) ter ideias de igualdade. Só pra te dar UM exemplo, unzinho só, visite o blog da Elyana, Rosa e Radical. Ele tá abandonado desde o final de maio (pô, Ely!). Ela tb tem outro, Rosa e Maquiada,, cujo subtítulo é “Porque feminista também usa maquiagem”. Eu acho que tem mais feministas como ela do que como eu. E nos damos super bem. Apareça sempre, Pati.

Anselmo disse...

Muito bom rsrs
Adorei blog
abraços!

Éris disse...

Oi, Lola. Li todas as frases para saber se acaso não me enquadraria nela e, que bom, não uso nenhuma delas, ao contrário, fico é revoltada quando escuto alguma coisa dessas.

Thiago Beleza disse...

É Lola, com toda a sau bagagem vc já pode até montar "A cartilha do feminismo - Como ser muher nos dias atuais" e ficar rica vendendo suas idéias.

Falando das "mulheres machistas" (minha mãe faz piada por eu gostar de cozinhar e costurar minhas próprias roupas. Deve ser machista isso né?) vc's deveriam respeitar pessoas alheias a ua luta. Isso existe e é um fato. Pessoas que são felizes com a vida que levam e não da pra dizer que: "elas são felizes pq são burras. Se tivessem discernimento pra enxergar que o mundo é dominado por homens e seriam feministas como nós". Isso é completamente ridículo. Dizer que quem não é feminista, é machista não é nem um pouco bonito.

Sentir-se um ser iluminado e superior, com idéias que salvariam a humanidade e acreditar que todos os que discordam são seres idiotas e alienados é ridículo também.

Já disse diversas vezes isso aqui: é esse tipo de liberdade que se busca?

OK! A maioria destes comentários são ridículos. Mas são tão idiotas que deveriam ser ignorados, assim como costumamos fazer com o asnalfa quando ele fala merda.

Agora, alguns comentários (poucos) talvez levassem a uma interpretação diferente se fossem apresentados dentro do contexto, coisa que vc não fez.
Uma revolução feminista com a tomada do poder total por mulheres que acreditam que os homens são seres monstruosos criados para escravisar mulheres me assusta. Soa um pouco como o socialismo de Stálin.

Enfim, entendo a maioria de suas inquietações, mas a posição na qual vc se coloca em alguns dos seus posts (totalmente arrogante) me decepciona bastante...

PS: OK, podem apedrejar, eu aguento.

PS 2: Agora vc tem ainda mais pérolas pra um outro Post.

Deborah disse...

Lola,
Tô bege! Quanta merda falam não é mesmo?
Lá no meu blog surgem alguns trolls ás vezes, uns escrevem bastante e são "cidadãos de bem", falando que o mundo tá perdido. Já me deixaram alguns bem agressivos falando que "queria comer meu cu e o da sua mãe" (!), até uns "que mulher cabeluda", "retardada", "vagabunda" essas coisas...

Deborah disse...

Thiago: Defender suas idéias com convicção pela igualdade não é tirania. Eu defendo meus ideais pelos animais e as mulheres de forma "voraz". Entendo que existem pessoas preconceituosas geralmente mais velhas que eu), minha avó por exemplo. Esse fim de semana discuti com ela porque ela veio com uma história de "cabelo bom". Meus familiares ao escutarem soltaram risinhos.
"Por que você perde tempo Deborah? É sua avó, ela não vai mudar".

Por que? Oras, a minha prima de 9 anos é linda e escuta da própria avó que tem o cabelo "sarará", isso porque ela é branca, loira de traços delicados e o cabelo parece da Vanessa da Mata! Ela é linda!

Eu que não quero que pessoas como a minha vó saiam destruindo a auto estima das pessoas...

Ninguém aqui fala: "Oh, eu sou o caminho a verdade e a vida", quem dizia isso era Jesus :p

Mônica disse...

Essa é uma 'briga' boa mas, como disse (bem humoradamente!) o Henry Kissinger, 'A Guerra dos Sexos jamais terá vencedores.Existe muita confraternização com o inimigo.' :-)

Abraços,
Mônica
Crônicas Urbanas

Deborah disse...

http://aqueladeborah.wordpress.com/2008/09/22/eu-radical/

Sobre ser radical :)

Túlio disse...

Lendo seu texto eu só pude me perguntar: meu deus, como tem tanta gente burra nesse mundo? Como tem tanta gente com tamanha dificuldade para interpretar mensagens ditas por outras?

Eu fiquei abismado com alguns desses comentários.

“Golfinhos, chimpanzés, e o Genghis Khan são estupradores. Estupro é geneticamente eficiente pra espalhar a sementinha.”

QUÊ? Espero realmente que exista um deus que seja piedoso e perdoe o idiota que fala uma coisa dessa. Só com muita piedade...

O que é feminazi?

Lola, dê uma olhada neste texto, é ótimo: http://www.unb.br/fd/ced/index.php?option=com_content&task=view&id=25&Itemid=1

Fabiana disse...

Ahahahaha

É tão patético quando a gente ouve essas coisas. Aí eu fico pensando na Simone de Beavoir, naquela foto famosa do derrier dela, que mulher linda. Sempre andava arrumada e impecável. Transava pra caramba. De onde diabos saíram esses este estereótipos?

Mudando-se as palavras desses mesmos comentários que você compilou, pode-se aplica-los em diversos posts que, de algum modo, fogem ao senso comum.

Cynthia disse...

comentário fora assunto, maas... Lola, vai estrear "O Grupo Baader - Meinhof" aí em Joinville? Seria legal vc escrever sobre o filme.

Bjs

Giovanni Gouveia disse...

"Vocês não queriam igualdade? Agora aguentem as consequências"

"Se as mulheres não trabalhassem, não haveria desemprego"



ESCLARECENDO, essas opiniões não são minhas...

p.s. escrevendo de uma outra conexão pra poder comentar aqui...

Raiza disse...

Acho que as piores pérolas são encontradas nos posts a favor da legalização do aborto.Coisas do tipo "Sou a favor da mulher ter direito ao próprio corpo,mas aborto é assassinato!" e derivadas.Quanto as que você postou,as que eu mais ouço são "Não sou feminista,sou feminina","Não sou nem machista,nem feminista" "A sociedade é machista,eu não" e similares...
E todas ao vivo.As vezes eu penso que é pegadinha,que a qualquer momento vão aparecer as câmeras,mas não.É a estúpida realidade...
OFF:Obrigada por ter ido lá no bloguinho Lola!Adoro seus comentários =]

Raiza disse...

Esqueci da clássica "Não gosto de rótulos"...

Navegadores da Razão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Navegadores da Razão disse...

Não houve uma maldita frase q eu não conhecesse; pior, várias faladas na minha sala, por homens jovéns...!

GEralmente falam pro meu marido, claro,né?Pq vc's devem saber também, mais q eu, q macho só conversa c/ macho, ninguém iria falar isso pra mim...Para mim é o elogio do jantar.
Falam pro rapaz aqui do lado meu lado, com cara de super macho, 1,90m tipo armário, torcedor são paulino doente e levam aquele fora, kkkkkkkkkkkk, sem pena pq macho aguenta, né?

Minha pérola é: -vc não tem nenhuma amiga legal pra me apresentar? Quero ter alguém pra cuidar de mim, q organize a casa, q crie meu filho com amor, me espere com comida legal no fogão, tipo mulher latina. Vc sabe como sou legal, super facíl de conviver, caseiro, ñ me incomodo de lavar o banheiro...

Tem uma coisa q durante um tempo eu invejei nos homens, a capacidade de ouvir todo tipo de idiotice e seguir até amigo do idiota, eu nunca fui capaz!!!

Seguimos na luta, abrç

Anônimo disse...

"- Não sou feminista, sou feminina."
Eita frasezinha abobada!
Fatima.

Alex disse...

lola, quer se deprimir?

http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=352609

Cris Prates disse...

Não vou nem escrever nada...Quando cheguei nessa frase, parei "Se mulheres fossem fortes como os homens, certamente também estuprariam e espancariam. Só não o fazem porque perderiam."
Me dê licença que eu vou ali vomitar!

=draupadi= disse...

o que eu "ouvi" hoje [li, na verdade, num tópico de uma comunidade no orkut no qual eu comprei uma discussão com um garoto que disse que 'achava digno' isso aqui: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1245776-5602,00.html]:

"Tipo, não tenho nada a ver com você e nem quero ser ofensivo. Só tô tentando fazer uma crítica construtiva. Caso não queira ouvi-la desconsidere completamente esse post.

Tenta se preocupar menos com as heranças machistas, hipócritas e incoerentes da sociedade, linguagem, expressões, etc, etc, etc. Tenta viver a vida como se ela fosse realmente o que ela parece ser. A maioria das pessoas só pensa no básico e não pensa em tudo isso para ser do jeito que é.

Em outras palavras, o mundo tá aí do jeito que é. Reclamar e xingar os outros não vai mudar nada. Tenta mudar do seu jeito mas ao mesmo tempo convive com o que já é realidade.
Acredito que você vai ser mais feliz, vai se estressar menos e com certeza vai ser mais agradável."

Hehe em outras palavras ele me chamou de infeliz, de desagradável e, de quebra, me mandou calar a boca de um jeito 'educado'. Tudo isso pro meu próprio bem \o/

A. disse...

Pois é, Lola, a negação do feminismo como vertente do machismo é algo que nos persegue. Como se defender uma minoria excluída viesse de um sentimento de superioridade (ou de defesa da inferioridade, vide as manifestações anti cotas na universidade).
Para mim, ser feminista é defender a igualdade, que não existe. Tolos são aqueles que mantém os olhos fechados para isso. Poderíamos dizer que a luta feminista acabaria quando a igualdade de direitos chegar?

aiaiai disse...

Eu ouvi uma boa ontem: "como vc pode ser feminista? Como querer igualdade entre os sexos? Em todas as espécies animais machos e fêmeas tem papeis diferentes. Nós somos animais e por isso somos diferentes. Os homens caçam as mulheres cuidam das crias".
Bom, depois de ouvir isso, eu não continuei com a conversa, óbvio. Só falei: beleza, então vamos voltar para as cavernas e abdicar completamente da civilização! E deixei o fulano balbuciando sozinho: pô, mas não é bem assim, claro que não quero ser selvagem...blábláblá.
Foi divertido.

Daniele Fatima disse...

Lola, eis um belo (?) exemplo do que trata o teu post: http://hbdia.com/wordpress/2009/07/31/calcinhas-cuecas-e-confusao/

Festival de pérolas.

Andréia Freire disse...

“te imagino nada mais que uma dessas horrorosas mulheres de camiseta larga, cabelo desbaratado, com um gato embaixo do braço num típico estereótipo da solteirona carrancuda que se queixa dos homens porque não arranjam um”

Esse foi pra mim! Hahahahaha. Queria só que ele visse eu e meu namorado juntos, pra ele deixar de ser babaca e ver que esse estereótipo dele é ridículo.

Eu ignorei os clichês do post do Kid e comentei ignorando-os. Pois eu entendi que ele fala (apesar de generelizar) contra as feministas que reclamaram do lingerieday, mas depois xingaram as participantes de "putas" e suas variantes. Olha, o que eu posso esperar que ele fale de nós depois de se deparar com uma contradição dessas? Perguntei se ele tinha certeza que as mulheres que xingaram as participantes de "putas" são mesmo feministas. Se forem, só posso dizer que esse tipo de feminista (e como grupo heterogêneo temos vários) me envergonha.

César S. disse...

Ótima coletânea, tem tudo para se tornar uma postagem clássica :D

Renata disse...

"não existe amizade entre mulheres!"

quero chorar quando ouço.

Andreza disse...

hauhauhauahauh

rindo d+ disso aqui...
pérolas no post... esclarecendo as perolas ctadas pela Lola, nao as q ela escreve hehehehe

e rindo de alguns comentários... é invitável... é literalmente rir pra nao chorar...

Eu noto nos homens "comuns" (ahhh vcs entenderam), um medo de perderem não sei exatamente o q... e das mulheres "comuns" perderam as "facilidades" (???) de ser dondoca...

ahhh antes q eu esqueça e seja mal-educada hehehe ... sim Lola eu li o q vc escreveu pra mim e t mandei um email...

voltando...
escrever sobre feminismo sem falar do aborto pra minha pessoa é como comer... sei lá... macarrão sem molho (tá, nem xinguem, comparação ridicula eu sei)...

Eu confesso q já desisti do debate do direito da mulher escolher a hora de ter filho, de liberdade de corpo, bla bla bla... pra pessoas "comuns" (nao falo inferiores nem superiores, falo "comuns" pq ela seguem um senso comum), pra essas pessoas eu falo em questão de saúde pública. Infelizmente foi só assim q consegui fazer algumas pessoas mudarem de idéia...

(IRONIC MODE: on) afinal... fo**-se o q a mulheres pensam, o que importa é não deixar a população de baixa renda se disseminar, nesse caso aprovo sim o aborto...

(IRONIC MODE: off) infelizmente convenci e acabei fazendo aquela mesma direita-ortodoxa-conservadora e neonazista que comentei no post do Ruffles, entender q eu quis dizer isso, mas naaaaaaaaoooooo é uma questao de saude publica pelas crianças q nao tem o que comer, ou qd tem, comem mal (acreditem, há casos de desnutrição com obesidade junto)... é pelas crianças q ficam apanhando e sendo estupradas em casa e q acabam na prostituição... mas aquela hora eu ja tava falando sozinha...

é pras mães conseguirem dar amor, carinho, apoio no estudos, etc etc etc...

quem morre com aborto são justamente as maes de baixa renda, que fazem o aborto nos açougueiros... as pattys vao em clinicas (embora clandestinas) com td limpo e talz...

sobre feminismo d uma maneira geral... ouvi tantas pérolas dessas nesses poucos 22 anos... mas eu fico puta da cara mesmo qd ouço algumas delas vindas d mulheres mesmo... aí fico bem doida... mas dá vontade de dar com gato morto na cabeça até fazer o gato miar d novo...

ainda nao ganhei meus Ruffles de menino... oras...

há braços

Anônimo disse...

Proponho um jogo. A autora deste blog disse:
"É só acompanhar uma discussão bem polêmica, onde apareçam vários comentaristas homens querendo defender a espécie."
Vamos supor que estivéssemos falando de racismo e a autora do blog fosse racista (não é, sabemos, é hipotético, um jogo como eu disse) e defendesse que os brancos são oprimidos pelos negros.
É ela dissesse a mesma coisa só trocando homens por negros:

"É só acompanhar uma discussão bem polêmica, onde apareçam vários comentaristas negros querendo defender a espécie"
É claro que esse argumento seria repudiado, porque há elementos objetivos no que se diz para refutar a opinião contida na mensagem.
Ser feminista não precisa significar ser preconceituosa. Mas, às vezes, acontece, como vemos.

qwert disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
homem sensivel disse...

eu queria ver se voces tem coragem de falar isso na frente dos seus maridos. Mulheres saber passar roupa e fazer comida é um dom, aproveitem ele.
obs: não sou machista e amo as mulheres

yumehayashi disse...

Bom,não sei se o intuito era fazer piada com estas coisas...só sei que fiquei em choque com muitas merdas que eu li...se fosse sobre racismo,seriam consideradas crimes....por que tais atrocidades,como a tal "desculpa" para o estupro se é que isso pode ter alguma desculpa,pode ser considearada "aceitável"?

Eu fiz um blog que pretendo reativá-lo em outro servidor sobre o efeito da pronografia em sociedades machistas extremas,podemos citar a nossa inclusive,mas por deus,eu achava que muitas justificativas insanas,frutos da pornocultura,fosse mais para os EUA,Inglaterra..orgens dos estudos que tenho publicado.Mas pelo visto,o Brasil é pre-histórico e o probelam é mais garave,pór causa da invisibilidade do machismo,que transforma estas atrocidades em reles "liberdade de expressão".

yumehayashi disse...

foi mal..quis dizer "origens dos estudos"....ainda meio traumatizada com tanta manifestação criminosa...>_<.Pior que já passei por cisa semelhante..só que com uam "feminista" portuguesa,até expus os comentários dela...aqueilo mesmo,tentando calar minha boca com "filosfias".

Bruna disse...

Lolinha, adoro seu blog e gostaria de fazer um comentário para causar polêmica. Eu cheguei aqui porque estou pesquisando sobre a cultura do estupro e não sobre feminismo. Sempre me considerei machista mesmo porém diferente dos mascusm, não acho que mulher que usa determinada roupa tem de ser estuprada e aquele blá blá blá idiota deles. Só acontece que eu sempre me dei melhor em termos de relacionamentos profissionais e pessoais com os homens. Sei lá, é uma coisa minha não me dar bem com mulheres. Vai ver é a minha auto-estima, aquela competição natural e etc enfim, mesmo não sendo feminista ardua, defendo os direitos iguais e, principalmente, o respeito com as mulheres. A única coisa que me irrita é quando feministas falam que mulher se maqueia para o sexo oposto. Eu sou maquiadora e pra mim, assim como a tatuagem, é uma arte. O rosto é minha tela e nele eu crio minhas obras primas. Valorizo a beleza feminina e sempre preguei que no mundo deveriamos ter menos Barbies e mais cientistas, por exemplo. Apesar da minha profissão secundária (originalmente eu trabalho com comércio exterior)eu sempre prezei pela beleza interior tanto porque eu não me encaixo em nada nos padrões estéticos impostos pela sociedade (sou baixa, rechonchuda e o meu cabelo não é loiro). Queria sua opinião sobre a maquiagem? Você realmente acha que é uma forma da mulher só chamar a atenção do homem ou a vê como eu, um tipo de arte viva?

Natalia Alencar disse...

Faltou a: "E o exército?"

Marcelo disse...

Putz, nao consegui ver o que ha de errado na primeira frase: "- A sociedade até é machista, mas eu não sou. Estou do seu lado!"

A principio, nao diria "até é", porque tenho certeza disso em vez de concordar parcialmente, e não é pouco machista, haha
Eu não me considero machista, mas independente do que eu considero dizem algumas feministas que nenhum homem pode ser feminista, dizem que a denominação é "pro-feminista" ou "aliado", entao me parece que "estar do lado" seria ser uma dessas denominações.
A principio finalizo por aqui pra ver a explicação da frase e depois comento outras coisas, hehe